Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Alana Deusilan Sester Pereira

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • indicadores de conhecimento norteadores do desenvolvimento das capacidades dinâmicas organizacionais
  • Este projeto tem como objetivo geral desenvolver e apresentar indicadores de conhecimentos extraídos dos fatores do ambiente externo, tais como: clientes, parceiros, fornecedores, concorrentes, condições econômicas, tecnológicas, dentre outros; que suscite reflexões sobre como as organizações podem desenvolver capacidades de se ajustarem e obterem vantagem competitiva. Assim, este estudo inova ao verificar, empiricamente, como os conhecimentos identificados no monitoramento do ambiente externo constituem em indicadores e, com isso, possibilitam as organizações criarem capacidades de se adaptarem às tendências e exigências do meio em que estão inseridas. Nesse contexto, tendo como marco teórico a bibliografia sobre capacidades dinâmicas, gestão do conhecimento e aprendizagem organizacional, identificou-se uma lacuna nos trabalhos publicados, visto que eles não abordam processos relativos ao conhecimento, como, por exemplo, o de seleção, priorização e monitoramento por meio de indicadores. Desse modo, a estratégia de investigação estará apoiada, principalmente, no método quantitativo e será realizada uma survey com empresas do setor de tecnologia e informação situadas no estado de Minas Gerais, com as seguintes finalidades: construção de uma escala de conhecimentos de modo a priorizar os mais relevantes; verificar a validade e confiabilidade dos itens propostos nesta escala, possibilitando, assim, definir o constructo indicadores de conhecimento. Nesse contexto, espera-se que a definição de indicadores de conhecimento oriente às organizações desenvolverem capacidades para se adaptarem ao meio em que estão inseridas.
  • Universidade Federal de Ouro Preto - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alana Elza Fontes da Gama

Engenharias

Engenharia Biomédica
  • aprimoramento de técnicas de interação, orientação e avaliação nos sistemas interativos de realidade virtual e realidade aumentada relacionando-os à prática clínica
  • Com a evolução das tecnologias interativas e possibilidades de controle de aplicações através de movimento diversas soluções e pesquisas tem sido desenvolvida com sistemas interativos para fins de reabilitação. Apesar desta ampla exploração, pouca atenção é dada para as relações biomecânicas nas técnicas de interação. Na área de reabilitação a padronização biomecânica foi formalizada para descrever os movimentos articulares, dessa forma unificando linguagem de comunicação e avaliação. Essa proposta visa a continuidade do projeto de doutorado da proponente que desenvolveu um método de reconhecer movimentos biomecânicos utilizando tecnologia de reconhecimento de corpo sem marcadores (Microsoft Kinect) conjuntamente com duas aplicações para estudos de caso, reAIRbilitation e mirrARbilitation, baseados em Realidade Virtual e Aumentada (RV e RA) respectivamente. Objetiva-se então aprimorar técnicas de interação, orientação e avaliação em sistemas interativos de RV e RA relacionando-os à prática clínica permitindo exercícios terapêuticos não supervisionados de forma segura almejando tornar a e-reabilitação uma realidade no sistema de saúde brasileiro. Dentro desse contexto objetiva-se desenvolver de um sistema interativo de RV e RA completo para reabilitação motora de membros superiores (MMSS) baseado nas necessidades clínicas que oriente o exercício em tempo real de forma segura e controlada evitando execuções erradas. Objetiva-se que o sistema realize monitoramento e avaliação do paciente para acompanhamento do fisioterapeuta permitindo execução dos exercícios terapêuticos a distância de forma mais segura e assim ter uma tecnologia capaz de auxiliar ampliação da oportunidade terapêutica do paciente e redução da alta demanda dos centros de reabilitação. Para desenvolvimento a metodologia de inovação baseado no design thinking serão utilizados, incluindo as etapas de listagem de requisitos, ideação, prototipação, validação e implementação. Esse projeto busca ainda avaliar o uso e benefício das soluções desenvolvidas em termos de usabilidade e de capacidade de engajar e auxiliar execução correta do exercício terapêutico, incluindo recrutamento correto da musculatura. Além de investigar o efeito de diferentes estratégias de feedback em prover essas orientações. O projeto pretende também estreitar cooperação científica entre Brasil-Canada. Esse projeto espera então desenvolver um sistema RV e RA completo para MMSS baseado nas necessidades clinicas e permitir início do uso da tecnologia na rotina dos pacientes formando parceria com centros de reabilitação de atendimento público. Se os resultados esperados forem alcançados o sistema e tecnologia propostos tem potencial de ampliar a assistência por meio de atendimento à distância em locais de baixo ou difícil acesso aos centros de reabilitação. Essa estratégia visa ajudar na redução da demanda reprimida à fisioterapia e ampliar a oportunidade terapêutica com aumento do tempo de terapia domiciliar para assim acelerar a recuperação e ofertar melhor qualidade de vida para os pacientes. Essa estratégia pode reduzir a necessidade de atendimento do nível secundário para o nível primário do SUS, otimizando a saúde e reduzindo os custos. Além disso, visto que esses dados são armazenados eles podem ser usados para formar base de dados na área de reabilitação e gerar indicadores de saúde para o DATASUS e para a qualificação da ANS dos serviços complementares.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022