Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Janio Morais Santurio

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • atividade de peptídeos antimicrobianos para controle de infecções por pythium insidiosum .
  • Pythium insidiosum é o mais importante oomiceto causador de infecções superficiais, cutâneas, subcutâneas e sistêmicas em humanos e animais. Possui morfologia semelhante aos fungos, porém a infecção causada por este microrganismo, na maioria dos casos, é refratária aos agentes antifúngicos convencionais, fato que resulta no desenvolvimento de doença agressiva e potencialmente fatal. Sendo, muitas vezes, o único tratamento efetivo a excisão completa do tecido infectado. P. insidiosum possui uma via biossintética incompleta do ergosterol, que é uma das razões para o fracasso da terapia antifúngica contra a pitiose. Como a maioria dos antifúngicos age inibindo a biossíntese deste esterol e assim causando danos a membrana celular dos fungos, eles não controlam a pitiose. Várias tentativas de tratamento de animais e de humanos com fármacos antifúngicos e antibacterianos, usados isoladamente ou em associação, têm apresentado resultados variáveis e por vezes contraditórios em comparação com resultados de ensaios in vitro. Portanto, atualmente, não existe tratamento farmacológico eficaz para a pitiose. Os peptídeos antimicrobianos (AMPs) têm atraído muita atenção como uma nova possível opção terapêutica frente a microrganismos de difícil tratamento como P. insidiosun. AMPs constituem uma parte significativa da resposta imune inata da maioria dos organismos vivos contra potenciais agentes patogênicos, onde exibem atividade antimicrobiana direta, exercem uma função de mediador e representam o sistema inicial de defesa do hospedeiro. São moléculas de baixo peso molecular, produzidas naturalmente ou de forma sintética, que possuem pronunciada atividade antimicrobiana contra uma ampla gama de espécies, incluindo bactérias gram-positivas e gram-negativas, fungos e vírus. Os AMPs possuem, em suas moléculas, a presença de resíduos de cisteínas em número par (4, 6 ou 8), interconectadas por pontes dissulfeto, conferindo a eles uma alta estabilidade. Sua composição de aminoácidos, anfipaticidade, carga catiônica e pequeno tamanho fazem com que estes peptídeos tenham a habilidade de se inserirem facilmente nas membranas lipídicas possibilitando a morte do microrganismo alvo. Eles podem ser divididos em dois grupos principais conforme sua ação na membrana: a) aqueles que rompem a membrana causando permeabilização, e b) os que não rompem a membrana tendo ação em alvos intracelulares. Em ambos os grupos, a associação dos AMPs com a membrana celular dos microrganismos ocorre através de interações eletrostáticas entre os AMPs catiônicos e lipopolissacarídeos aniônicos (gram-negativos) ou ácidos lipoteicóicos (gram-positivos), o que provoca uma diferença no potencial de membrana do microrganismo levando a um quadro de toxicidade seletiva. Para muitos AMPs, a produção de espécies reativas de oxigênio intracelular em células alvo, o gatilho de cascatas de sinalização após a interação com receptores celulares específicos, bem como o potencial de membrana e / ou alterações de canais de íons já foram demonstrados, especialmente frente a fungos. Considerando que a atividade antimicrobiana dos AMPs ainda não foi explorada frente ao P. insidiosum e as dificuldades no tratamento da pitiose, este estudo tem por objetivo determinar a susceptibilidade de P. insidiosum frente a diferentes AMPs e definir seus mecanismos de ação nesse oomyceto.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023
Foto de perfil

Jansen Fernandes de Medeiros

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • plataforma de produção e infecção nyssorhynchus darlingi - modelo experimental de estudo da relação patógeno- vetor (plasmodium vivax – ny. darlingi) para desenvolvimento de estratégias de controle no brasil
  • O Nyssorhynchus darlingi é o principal vetor da região Amazônica e um dos transmissores de Plasmodium spp. mais eficientes do mundo. Na Amazônia, este é considerado o vetor primário em quase todos os estados, sendo altamente competente no processo de transmissão do parasito para o hospedeiro humano. Métodos de intervenção para o controle da malária, visando o hospedeiro invertebrado, seja a partir do uso de inseticidas, de bloqueadores do ciclo esporogônico, ou bloqueadores do ciclo exoeritrocítico, representam um grande desafio para a comunidade científica e de saúde. Uma vez que, o rápido surgimento e disseminação de mosquitos resistentes aos inseticidas e a escassez de medicamentos bloqueadores da transmissão agravam este cenário. Neste sentido, o estabelecimento de uma criação em massa de anofelinos em laboratório é extremamente necessária e representa uma condição primária para o desenvolvimento das pesquisas em malária num contexto multidisciplinar. Sendo assim, o nosso grupo de Entomologia (Fiocruz Rondônia), foi o segundo laboratório no mundo a estabelecer uma colônia altamente produtiva de Ny. darlingi. Com a aprovação deste projeto pretendemos: (i) criar uma plataforma para criação em massa de Ny. darlingi e disponibilização para a comunidade cientifica, (ii) realizar a caracterização genética da colônia e a avaliação dos SNPs relacionados a resistência aos inseticidas em uma colaboração estabelecida com a Prof. Suzana Campino da London School, (iii) utilizar os ensaios de alimentação artificial em membrana, previamente estabelecidos pelo nosso grupo, para avaliação do efeito bloqueador do tratamento para malária estabelecido pelo Ministério da Saúde no Brasil e (iv) investigar novos bloqueadores de transmissão utilizando o modelo de Ny. darlingi e P. vivax. Este é um projeto multidisciplinar que conta com a parceria de importantes centros, como: FIOCRUZ, London School, National Institute of Health, Harvard e Universidade de São Paulo.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RO - Brasil
  • 01/01/2020-30/11/2023
Foto de perfil

Jansen Rodrigo Pereira Santos

Ciências Agrárias

Agronomia
  • diversidade e biocontrole de fitonematoides em nogueira-pecã no rio grande do sul.
  • O Brasil é o quarto maior produtor mundial de noz-pecã. No sul do Brasil, a cultura da nogueira-pecã representa importante fonte de renda para mais de mil famílias de agricultores familiares, além de grandes empresas. Além do fruto, a nogueira-pecã pode proporcionar outra alternativa de renda por meio da produção de trufas (fungos ectomicorrízicos comestíveis muito valiosos). No entanto, nos pomares pode haver a presença de fitonematoides, podendo diminuir o potencial produtivo da nogueira-pecã. Em pomares que produzem trufas, o controle de fitonematoides não pode ser realizado por agrotóxicos, uma vez que as trufas podem bioacumular compostos tóxicos. Dessa forma, práticas sustentáveis que utilizem insumos biológicos devem ser propostas, como o uso de bionematicidas formulados com fungos ou bactérias antagônicas aos fitonematoides. A hipótese é de que há presença de fitonematoides nos pomares de nogueira-pecã do Rio Grande do Sul (RS) e que o seu controle pode ser realizado por microrganismos (controle biológico). Estudos anteriores deste grupo de pesquisa resultaram na descoberta da presença de trufas em pomares de nogueira-pecã do RS e há levantamentos preliminares da ocorrência de nematoides nestes pomares. Neste projeto será realizado o levantamento dos principais gêneros e espécies de fitonematoides nos pomares, por métodos morfológicos, morfométricos e moleculares. Além disso, as mudas de nogueira-pecã serão infestadas pelos fitonematoides e posteriormente tratadas com os microrganismos antagonistas para o biocontrole. Serão avaliados os sintomas e danos dos nematoides e o crescimento das mudas. Com os microrganismos eficientes será possível desenvolver produtos biológicos nematicidas, que poderão ser utilizados na produção sustentável da nogueira-pecã associada à truficultura.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Jany Santos Souza Goulart

Ciências Humanas

Educação
  • do mapeamento dos caminhos de práticas pessoais à dialética indivíduo - indivíduo na teoria antropológica do didático
  • As investigações no âmbito da Didática da Matemática têm direcionado atenção e esforços para o estudo de condições e restrições que podem, respectivamente, constituir fatores que impulsionam ou inibem o ensino e aprendizagem dos objetos matemáticos. Dentre os inúmeros aportes teóricos que se debruçam sobre essa problemática, fita-se o olhar na Teoria Antropológica do Didático - TAD, a qual têm demonstrado uma envergadura conceitual que fundamenta e impulsiona diversas pesquisas no cenário brasileiro e internacional. A partir desse aporte teórico foi idealizado e concebido os Caminhos de Práticas Pessoais - CPP que propõem expor elementos vinculados ao processo resolutivo de questões matemáticas, por meio de uma análise minuciosa das trajetórias resolutivas reveladas ostensivamente, as quais viabilizarão apontar detalhes das Praxeologias Pessoais, o que remeterá aos questionamentos e inferências sob distintos ângulos de observação. Visto que, não podemos ocultar a problemática que envolve o ensino e aprendizagem da matemática. Assim, supomos que essa lente investigativa proporcionará “mergulhar” em níveis mais específicos inerentes ao bloco do saber-fazer praxeológico. A partir dessa perspectiva, o interesse de pesquisa se volta para as tarefas trabalhadas no cerne de salas de aulas de Matemática. Diante do exposto nesta proposta, busca-se caracterizar um modelo praxeológico de referência alternativo que visa proporcionar e analisar de distintos caminhos resolutivos de tarefas matemáticas que evoquem distintas possibilidades de resoluções. Neste sentido, destaca-se dois vieses: o primeiro consiste em desenvolver trabalhos com o uso de dispositivos didáticos (papel lápis, materiais manipuláveis e softwares) e a segunda vertente se vincula diretamente com anterior ao estudar as recombinações praxeológicas, em que modificaremos o bloco prático e manteremos o bloco teórico. O âmbito metodológico se estruturará a partir dos pressupostos da Engenharia Didática - ED.
  • Universidade Estadual de Feira de Santana - BA - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Jaqueline de Azevêdo Silva

Ciências Biológicas

Genética
  • desenvolvimento de um modelo celular de coinfecção entre mycobacterium tuberculosis e sars-cov-2 para avaliação das vias de ativação da gênica na resposta imune
  • Em menos de um ano, a síndrome respiratória aguda severa do coronavírus 2 (SARS-CoV-2), conseguiu retirar a posição do Mycobacterium tuberculosis (MTB) de principal causa de morte no mundo devido a um único agente infeccioso. O MTB é um dos patógenos mais bem adaptados à evasão imune e indivíduos com tuberculose (TB) latente, ou ativa, são mais suscetíveis à infecção por SARS-CoV-2. Nesses indivíduos com coinfecção MTB + SARS-CoV-2, ocorre diminuição das células TCD4+ e TCD8+, aumento da excreção viral durante a expectoração e níveis anormalmente baixos de anticorpos após a recuperação. Tais fatores traduzem uma condição patológica com sintomatologia mais grave e maior potencial de disseminação viral. A imunossupressão temporária induzida pela TB pode aumentar a susceptibilidade dos pacientes à COVID-19, que por sua vez, também aumentará a susceptibilidade à TB ativa, no entanto as vias pelo qual essa correlação se mantém existente ainda é desconhecida. A inflamação excessiva, tanto na TB como na COVID-19, prejudica a imunidade celular, danifica o tecido pulmonar e pode levar à quadros mais graves dessas doenças e a inflamação diminuída prejudica o controle das infecções ao retardar a indução da imunidade inata e adaptativa. A resposta inflamatória apropriada é influenciada por fatores biológicos, metabólicos e ambientais. Os hormônios esteroides, vitamina D e estrógeno, atuam desde a imunomodulação da inflamação e metabolismo até na possível na inibição direta de microorganismos. O desenvolvimento de meios para identificação das vias de respostas imunológicas ativadas na coinfecção da SARS-CoV-2+MTB, podem gerar informações importantes sobre as diferenças na resposta imune na COVID- 19. Assim, o estabelecimento de um modelo celular de coinfecção pode contribuir para o entendimento da resposta imune do hospedeiro, gerar novas perspectivas de reposicionamento de drogas e tratamentos.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Jaqueline Garda Buffon

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • emprego de peroxidase (po) na biodegradação de micotoxinas em águas residuais da cadeia produtiva do arroz
  • O projeto proposto para o período 2022-2024 tem por objetivo estudar condições que promovam a biorremediação de água residual da cadeia produtiva do arroz empregando enzima peroxidase (PO) ativada por tratamentos físicos. Para isto, primeiramente serão definidos o perfil de micotoxinas presentes nas águas de irrigação e de processamento; após será realizada a ativação de PO por tratamento com ultrassom, luz UV e campo magnético, e por fim aplicação da enzima ativada e estimativa dos níveis de redução da contaminação produzida. Servirão de base para este projeto protocolos provenientes da experiência do grupo em validar métodos analíticos ambientalmente amigáveis; determinação de metabólitos secundários e aplicação de enzima na degradação de micotoxinas em sistemas modelos. Técnicas de análise estatística uni e multivariadas serão adotadas para definir combinações de parâmetros que resultem na definição de condições que propiciem a degradação de micotoxinas em água residual da cadeia produtiva do arroz. Espera-se disponibilizar com este projeto protocolos analíticos validados (1); parâmetros de processo biotecnológico que mitiguem contaminantes (2-um para tratamento de água de cultivo e outro para tratamento de água empregada no beneficiamento relativo a parboilização); capacitação de profissionais em nível de doutorado e pós-doutorado (3); consolidação parcerias com grupos nacionais, internacionais e setor industrial, bem como gerar e divulgar conhecimento científico em eventos e periódicos de impacto na área (no mínimo 4 artigos científicos e uma patente) .
  • Universidade Federal do Rio Grande - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Jaqueline Guimarães Santos

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • acesso, distribuição e gestão dos novos fluxos de água na região nordeste: uma análise do projeto da transposição do rio são francisco.
  • O Nordeste é marcado por concentração de fontes d’água e severos conflitos por elas, contexto onde se finaliza o maior projeto hídrico do Brasil, o Projeto de Integração do rio São Francisco (PISF), constituído pelos eixos Leste e o Norte, além de complexa infraestrutura associada. Com captações d’água do rio em Pernambuco, os fluxos percorrem a Paraíba, o Ceará e o Rio Grande do Norte. O PISF produziu territórios hidrossociais (BOELENS et al., 2016; SWYNGEDOUW, BOELENS, 2018), onde se entrelaçam águas, territórios, propriedades biofísicas e sociopolíticas, compondo um novo ciclo hidrossocial (SWYNGEDOUW, 2004). A circulação hidrossocial segue demandas sociais, práticas e discursivas (IORIS, 2018), e reúne conjunto diverso de atores com interesses em disputa. Logo, a gestão do PISF é oportunidade singular de análise e a consideração de atores, para além daqueles institucionais vinculados ao Conselho Gestor (Decreto 5.995/06), se mostra oportunidade para gestão integrada, descentralizada e participativa, buscando à segurança hídrica e econômica da região. Assim, os objetivos ora propostos são: i) analisar como o Conselho Gestor do PISF tem planejado a gestão do acesso e distribuição da água para os atores sociais atendidos pelo Eixo Leste; ii) analisar como os estados — Paraíba e Pernambuco — têm estruturado os modelos de gestão para distribuição da água; iii) investigar como tem sido o acesso à água dos atores sociais que residem no entorno do Eixo Leste. Os procedimentos metodológicos contemplam pesquisa qualitativa interdisciplinar, exploratória, com inspiração etnográfica. A incursão ao campo focalizará o Eixo Leste, por ele estar em funcionamento desde 2017, e ocorrerá com entrevistas semiestruturadas, observações diretas, diários de campo, levantamentos documentais e análises de conteúdo. A pesquisa ampliará os conhecimentos sobre processos de gestão do PISF, a fim de subsidiar a gestão pública para a sustentabilidade hídrica e desenvolvimento regional.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 21/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Jaqueline Terezinha Martins Correa Rodrigues

Engenharias

Engenharia de Produção
  • gurias fazendo ciência
  • O presente projeto tem como propósito incentivar a curiosidade e o pensar científico de meninas da Educação Básica para as carreiras de ciências exatas, engenharias e computação, além de ampliar a parceria entre a rede pública de educação básica no município de Canoas e o IFRS – Campus Canoas. O projeto contará com uma equipe composta por uma coordenadora e seis colaboradoras, todas professoras da instituição proponente e com formação na área científica, três alunas bolsistas dos cursos superiores do IFRS-Canoas, cinco professoras bolsistas de cinco diferentes escolas e três alunas bolsistas em cada uma delas. Assim, o projeto será desenvolvido em etapas, que contemplam o planejamento e a divulgação das atividades, a seleção das alunas bolsistas, a definição e execução das atividades (oficinas, palestras, eventos, cursos, visitas às instalações da proponente, preparação para participação em olimpíadas, etc.), a formação das bolsistas de graduação e das bolsistas e das professoras das Escolas participantes, bem como a contínua e constante avaliação das atividades. Com o desenvolvimento deste projeto, pretende-se aumentar o número de ingressantes, a permanência e o êxito do gênero feminino nos cursos técnicos de ensino médio e de graduação da instituição proponente ou em outras instituições de ensino, promover o debate sobre a participação de mulheres na ciência e a importância dessa participação para a sociedade e para o melhor desenvolvimento da ciência; fortalecer o vínculo entre as instituições com a finalidade da criação de uma rede de apoio mútuo, contribuindo para a ampliação do espaço científico nas escolas e possibilitando a continuidade do projeto por tempo indeterminado.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 22/03/2021-30/09/2022
Foto de perfil

Jaques Waisberg

Ciências da Saúde

Medicina
  • identificação e implicações prognósticas de um painel de células-tronco de câncer em pacientes com carcinoma colorretal.
  • Racional: Apesar dos avanços na cirurgia curativa e na terapia neoadjuvante e adjuvante do carcinoma colorretal (CCR), a taxa de sobrevivência de 5 anos ainda é precária. As células-tronco de câncer (CsTC) são as células que têm a capacidade de manter a carcinogênese por meio da autorrenovação de progênies diferenciadas e não tumorigênicas. Uma causa amplamente aceita para a recidiva do CCR é o fracasso das terapias atuais para erradicar subpopulações de CsTC dentro de um tumor. Evidências crescentes sugerem que uma população dessas células tumorais é a responsável pela progressão do tumor, recidiva, metástases e resistência terapêutica. Portanto, a identificação de CsTC é crucial na busca de alvos terapêuticos e marcadores de prognóstico úteis para o CCR. Procuraremos definir qual combinação de marcadores é a melhor para identificar as CsTC e qual combinação desses marcadores melhor reflete o prognóstico clínico dos doentes, pois essas questões ainda permanecem em aberto. Objetivos: Avaliar marcadores para a identificação das CsTC no carcinoma colorretal (ALDH1, CD24, CD44, CD133, CD166, EPCAM, LGR5, NANOG e SOX-2) e suas implicações prognósticas. Método: Serão estudados 380 doentes adultos, com CCR operado com intenção curativa há mais de 5 anos. A partir de cada bloco de parafina do tumor serão retiradas amostras da área neoplásica e não neoplásica (controle) e serão confeccionadas lâminas para o estudo imuno-histoquímico dos níveis de marcadores e obtidas amostras de tecido para a análise da expressão dos genes codificadores das proteínas marcadoras da CsTC. Os resultados da expressão gênica e da reação imuno-histoquímica serão comparados com as variáveis clinicopatológicas dos pacientes operados: recidiva, intervalo livre de recidiva e a sobrevivência geral e atuarial. A quantidade amostral foi definida com base no Teorema do Limite Central e na Leis dos Grandes Números. Esse tamanho amostral (380 sujeitos) garante que as análise estatísticas serão fidedignas.
  • Faculdade de Medicina do ABC - SP - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Jarderlany Sousa Nunes

Outra

Multidisciplinar
  • i feira de ciências do ifsertãope campus ouricuri: o sertão faz ciência
  • Este projeto prevê a realização de uma Feira de Ciências para a interação com escolas de Ensino Fundamental e Ensino Médio do município de Ouricuri - PE. Envolvendo professores de diversas áreas do IFSertaoPE campus Ouricuri, e professores da rede pública e privada da cidade. Buscando levar, assim, a ciência para perto dos alunos do sertão pernambucano, região onde o acesso à ciência e tecnologia é dificultado pelas características sociais e econômicas. As ações previstas irão ocorrer no ano de 2022, iniciando com o planejamento e construção de um plano de trabalho juntamente com a secretaria de educação do município, e seguirá com palestras, minicursos e oficinas de preparação, para a melhor execução dos trabalhos científicos que serão apresentados na feira. Ocorrerá também a implantação de viveiros didáticos que servirão como base para ensino de ciências naturais especialmente biologia e química. A feira de ciência acontecerá no mês de outubro com a apresentação dos trabalhos científicos dos alunos e premiação dos 3 (três) melhores em cada modalidade.
  • Instituto Federal do Sertão Pernambucano - PE - Brasil
  • 17/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Jarlei Fiamoncini

Ciências Biológicas

Bioquímica
  • abordagem multiômica para a avaliação das respostas metabólicas e inflamatórias pós-prandiais em mulheres na menopausa e pós-menopausa
  • A partir da quinta década de vida as mulheres passam pela menopausa, processo caracterizado pela redução brusca da produção de estrogênio. As mudanças hormonais resultam em alterações do metabolismo, que associadas a um processo de inflamação crônica podem ter impactos na saúde cardiometabólica. Uma refeição hipercalórica resulta em alterações na concentração plasmática de metabólitos e moléculas sinalizadoras, bem como na indução de uma resposta inflamatória transitória. Apesar desta resposta ser conhecida, pouco se sabe sobre sua cinética, regulação e implicações na saúde cardiometabólica. A aplicação de um desafio dietético (avaliação das respostas fisiológicas à ingestão de uma refeição) combinados com a análise multiômica de amostras coletadas no período pós-prandial tem se tornado uma ferramenta útil para investigação do metabolismo. O objetivo dessa proposta é avaliar as respostas metabólicas e inflamatórias pós-prandiais por meio de uma abordagem multiômica em mulheres na menopausa e pós-menopausa, identificando arquétipos de respostas que permitam identificar metabotipos. A hipótese a ser testada é que a alteração da concentração plasmática de metabólitos esteja relacionada com a inflamação pós-prandial e o desenvolvimento de doenças crônicas nos diferentes metabotipos. Serão avaliadas alterações do lipidoma e metaboloma do plasma e de leucócitos amostrados em diferentes intervalos de tempo durante 7 horas após a ingestão de uma refeição. Serão realizadas análises da composição corporal e da dieta, bem como a determinação da composição da microbiota fecal como parte da estratégia de fenotipagem das voluntárias. Estes dados serão comparados com o desenvolvimento da resposta inflamatória pós-prandial de cada voluntária em um estudo inédito, com potencial para contribuir com a descoberta de marcadores envolvidos no desenvolvimento de doenças crônicas.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Jayme Luiz Szwarcfiter

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • combinatória computacional: desenvolvimento de algoritmos
  • Este projeto abrange um conjunto de subprojetos que possuem em comum, a sua natureza algorítmica, bem como a busca pela eficiência. Além disso, todos eles se referem a problemas envolvendo a Combinatória Computacional. A área de Combinatória Computacional é bastante ampla, e envolve problemas de interesse para diversas outras áreas da Computação, e mesmo áreas correlatas, como a Matemática e a Engenharia Elétrica. Os problemas considerados podem envolver aspectos teóricos, mas o objetivo sempre presente e comum a todos é o de formular algoritmos eficientes que os resolvam, ou então, mostrar que tais algoritmos poderiam não existir. Neste sentido, o projeto se compõe de problemas de estruturas de dados, e grafos de diferentes classes. Os algoritmos que constituem o objeto da pesquisa do projeto são de natureza determinística ou randomizada.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023
Foto de perfil

Jean Carlos Cardozo da Silva

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • sistema fotônico para monitoração de transformadores elétricos de potência
  • Comutador de Derivação em Carga - CDC é um componente eletromecânico crítico utilizado em transformadores interligadores para regulação e controle de tensão no sistema elétrico de potência. Estudos recentes de taxas de falhas em transformadores de grande porte no território nacional, realizados pelo Grupo de Trabalho GT-02 do Cigré Brasil, indicam taxa de falha média igual a 0,87 % ao ano, dentre estas 14,3% são devidas ao CDC, sendo que algumas falhas ocasionam a perda do transformador com prejuízo estimado na ordem de dezenas de milhões de reais às empresas do setor elétrico. Vale ressaltar que este é um custo médio estimado para aquisição de novos transformadores de grande porte para substituição do ativo após a falha do CDC. Não são considerados custos com logística, tempo de indisponibilidade, perdas de receita por parcela variável, multas e mão de obra para montagem e comissionamento. Este projeto de pesquisa, com relação à inovação científica e tecnológica, terá como produto um sistema fotônico integrando técnicas avançadas de reconhecimento de padrões para monitoração interna e direta nos contatos de comutadores de derivações em carga, além do monitoramento contínuo do nível de gases no meio isolante. A proposta envolve o desenvolvimento de um sistema sensor baseado em tecnologia de redes de Bragg em fibra ótica (FBG) embebida em material compósito, posicionado diretamente sobre os contatos do CDC e de sensores do tipo Lossy Mode Resonance para detecção de gases no óleo isolante. A originalidade encontra-se na metodologia proposta e no desenvolvimento de um novo elemento sensor. Este tipo de sensor atenderá aos requisitos de isolação galvânica e compatibilidade química, permitindo a instalação junto aos contatos do CDC, possibilitando uma medição no ponto de interesse, reduzindo atenuações e interferências que existem em outros métodos descritos na literatura.
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Jean Carlos Natividade

Ciências Humanas

Psicologia
  • adaptação do dyadic coping inventory para o contexto brasileiro: testes de modelos estruturais e relações com outras variáveis
  • O coping diádico diz respeito a maneira como os membros de um casal, ou o casal em conjunto, utilizam seus recursos para enfrentar situações estressantes. O tipo de estratégia de coping adotada pode desencadear importantes impactos na vida dos indivíduos e nos seus relacionamentos. Conhecer as estratégias de coping preponderantes dos casais pode contribuir para predizer maneiras mais ajustadas de lidar com situações estressantes. Na literatura da área, um instrumento tem se destacado para aferir o coping diádico: o Dyadic Coping Inventory (DCI). O objetivo deste estudo será adaptar o DCI para o contexto brasileiro e buscar suas evidências de validade baseadas na estrutura do construto e relações com outras variáveis. Primeiramente, serão realizados procedimentos de tradução do DCI. Após esses procedimentos, o instrumento será aplicado em adultos envolvidos em relacionamento amoroso. Em busca de evidências de validade baseadas na estrutura interna do DCI, serão realizadas análises fatoriais confirmatórias em que se buscará verificar: (1) o ajuste dos dados ao modelo estrutural do instrumento original, (2) a invariância fatorial entre homens e mulheres. Também se buscará caracterizar indicadores de fidedignidade para o instrumento. A fim de investigar evidências de validade baseadas na relação com outras variáveis, serão testadas relações do DCI com variáveis teoricamente relacionadas (e.g., satisfação com o relacionamento amoroso, níveis de amor, estilos de resolução de conflito e percepção de investimento do parceiro amoroso). Espera-se obter uma versão adequada do instrumento para ser usada no contexto brasileiro. O DCI poderá ser utilizado no processo de avaliação psicológica nos mais variados contextos, por exemplo, em pesquisas, na clínica psicológica, em situações de terapia de casal e família.
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 20/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Jean Louis Valentin

Ciências Biológicas

Ecologia
  • a baia de guanabara sob uma perspectiva sócio-ambiental de longa duração
  • A presente proposta visa dar continuidade às pesquisas realizadas na Baia de Guanabara no âmbito do Programa de Pesquisa Ecológica de Longa Duração. São conhecidos de longa data os problemas ambientais que este ecossistema vem sofrendo ao longo dos anos. Sabe-se, pelos estudos fragmentados da biota das ultimas décadas e pelos primeiros resultados obtidos pelo edital PELD anterior, que ocorrem alterações significativas da qualidade das suas águas e substratos, com perda de biodiversidade, aumento da eutrofisação, alterações das comunidades planctônicas e bentônicas, diminuição dos estoques pesqueiros. Uma resposta à pergunta “o programa de despoluição da Baía de Guanabara poderá contribuir a uma melhoria desse ecossistema?” exige um monitoramento contínuo e de longa duração das suas variáveis bióticas e abióticas. A proposta tem como meta principal monitorar durante a próxima década o comportamento das variáveis chaves do ecossistema, suas comunidades planctônicas, bentônicas e nectônicas, sua biodiversidade, produção e capacidade de renovação e recuperação em decorrência do Programa de Despoluição. Os aspectos sócio-econômicos foram introduzidos na presente proposta visando o levantamento de indicadores socioeconômicos da baía e sua articulação com os conflitos socioambientais. Será ampliado, com isso, o acervo de dados e informações que está atualmente em fase de armazenamento em um banco de dados e metadados, com transferência para disponibilização publica no Sistema de Informação sobre a Biodiversidade Brasileira (SiB-Br) do MCTI. Paralelamente esses dados estão contribuindo para a elaboração de modelos ecológicos de simulação e previsão, fornecendo uma ferramenta objetiva aos órgãos responsáveis do meio ambiente para formular uma política eficaz de gerenciamento. O envolvimento de alunos de graduação e pós-graduação no projeto e a interação com os demais PELD aquáticos do Brasil estão dando uma abrangência nacional e acadêmica a esta proposta de continuidade.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 12/12/2020-31/12/2024
Foto de perfil

Jean Mary Facchini

Ciências Humanas

Filosofia
  • vi febic - feira brasileira de iniciação científica
  • A Febic, em sua sexta edição, é uma promoção do IBIC – Instituto Brasileiro de Iniciação Científica, e tem como missão promover, divulgar e desenvolver continuamente, ambientes favoráveis à alfabetização e iniciação científica, a pesquisa, a inovação, a educação e cultura voltadas, sobretudo, à promoção do desenvolvimento social, educacional e econômico de forma sustentável. A Febic tem como objetivos incentivar o interesse pela pesquisa científica, fomentando a leitura, a escrita e a oralidade, promovendo a criatividade, o espírito inovador, o uso de novas tecnologias, o comportamento sustentável e o conhecimento, por meio da alfabetização, iniciação e divulgação científica. Promover a interdisciplinaridade e a transversalidade de conhecimentos, estimular a produção científica como forma de promoção do desenvolvimento ambiental, técnico, científico e social, por meio da solução de problemas inerentes a engenharias, ciências sociais, humanas, biológicas, da saúde, ambientais, exatas e da terra, incentivando a criatividade, a cultura, a arte e a responsabilidade social. A VI Febic tem como meta apresentar à comunidade aproximadamente 250 projetos oriundos principalmente de escolas públicas de Jaraguá do Sul e região, de diversas cidades do Estado de Santa Catarina e de no mínimo 15 Unidades Federativas do Brasil, com projetos divididos em três modalidades: Iniciação e Alfabetização Científica; Educação Matemática e Trabalhos de Ensino/Aprendizagem, atendendo Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio, Ensino Superior e Pós-Graduações. A Febic é um espaço para estudantes/pesquisadores apresentarem ideias criativas e inovadoras na forma de projetos científicos, onde possam experimentar o fazer ciências; um ambiente de integração e troca de experiências; uma ferramenta de promoção da cultura científica, da experimentação, do empreendedorismo, da disseminação e da popularização do conhecimento, instigando a criatividade, a inovação e o uso de novas tecnologias; um espaço/tempo que incentiva as habilidades do aluno, do professor e da escola no campo da pesquisa e das ciências; uma oportunidade para desenvolver a curiosidade científica em sua dimensão histórica, social e cultural, considerando os questionamentos que nascem das experiências e práticas pedagógicas; uma forma de socializar e integrar os diversos conhecimentos e habilidades dos temas transversais. O principal objetivo de um trabalho científico é comunicar uma observação ou uma ideia a um grupo de indivíduos potencialmente interessados. Esses indivíduos podem então fazer uso da observação, ou fazer avançar a ideia mediante as suas próprias observações (SEVERINO, 2013). O trabalho científico consiste de informação científica organizada segundo padrões específicos, com o objetivo de facilitar a sua compreensão. Distingue-se dos conhecimentos popular, religioso e filosófico por ser resultante de uma série de procedimentos sistematizados que constituem a metodologia da pesquisa (GONÇALVES et al., 2008). A Febic vem ao encontro destes conceitos, pois estimula a realização e execução de projetos científicos, bem como fomenta a divulgação e socialização dos resultados, que são transmitidos de forma que a população em geral a compreenda, mesmo quando não tem acesso a publicações científicas ou ao entendimento das literaturas mais específicas. É fato que o tempo de escolaridade muitas vezes é insuficiente para que o estudante consiga ir além dos conhecimentos escolares básicos. Muitos dos problemas surgidos em razão disso podem ser resolvidos por meio de projetos que o aluno irá realizar individualmente ou em grupo (DEMO, 2011). Segundo Ormastroni (1998), a realização de eventos que fomentam o conhecimento científico, como feiras científicas, a participação em congressos, concursos, olimpíadas, vem servindo de estímulo para o desenvolvimento desses trabalhos e podem ser instrumentos eficientes para complementar o aprendizado escolar. A escassez destes eventos deixa uma lacuna tanto no planejamento didático-pedagógico do professor/pesquisador quanto do aluno/pesquisador que, desta forma, não conta com um importante recurso para o seu desenvolvimento científico. Assim, a Febic se propõe a preencher este importante espaço, colaborando para o constante crescimento da ciência e fomentando a iniciação científica. Os resultados alcançados durante os trabalhos de iniciação científica desvendam muitas atributos do aluno, permitindo um novo olhar, evidenciando suas potencialidades. Além disso, esses eventos são uma forma de socializar e integrar os diversos conhecimentos e habilidades, almejadas nos objetivos pedagógicos e na transversalidade didática. A VI Febic continuará a ter como meta aumentar a participação feminina entre seus expositores e distribuir no mínimo 30% das vagas para projetos desenvolvidos por integrantes do sexo feminino, dando ênfase para as áreas de ciências Exatas e Engenharias.
  • Instituto Brasileiro de Iniciação Científica - SC - Brasil
  • 03/01/2021-31/01/2023
Foto de perfil

Jean Rodrigo Garcia

Engenharias

Engenharia Civil
  • comportamento de sapatas com estaca assentes em solo tropical melhorado com cimento
  • No Brasil, a presença frequente de solos tropicais com comportamento colapsível, tem levado o meio técnico ao uso indiscriminado de fundações profundas. Entretanto, sabe-se que não só a magnitude do recalque por colapso dos solos varia como também a possibilidade da sua ocorrência. Não obstante, o efeito da sucção matricial nesse tipo de solo aumenta ainda mais as dúvidas em relação ao comportamento de fundações assentes em solos com essas características. Nesse sentido, este projeto de pesquisa tem o objetivo de analisar o comportamento de sistemas mistos de fundações, compostos por sapata com estaca curta, assentes em solo tropical de Uberlândia/MG/BR. Nessa região, o subsolo é composto predominantemente por areia silto-argilosas. Para tanto serão executadas três estacas (d=250 mm e L=6 m), duas sapatas circulares (D=1m e 20 cm de altura) e um bloco de coroamento. Um dos sistemas mistos (sapata com estaca) será executado sobre a camada de solo natural e o outro será apoiado em uma camada reforçada de solo-cimento, além de uma estaca isolada com bloco de coroamento. Estas fundações serão ensaiadas à compressão axial por meio de provas de carga estática e lenta (SML) nas condições, natural e inundada. Todas as estacas serão instrumentadas em profundidade com extensômetros posicionados no topo, centro e ponta, com a finalidade de avaliar a distribuição das cargas entre estacas e as sapatas, assim como a transferência de carga axial e atrito em profundidade. Ademais, este projeto de pesquisa busca um avanço no estudo do comportamento de sapatas com estaca em solo tropical, de modo que se alcance de forma segura, uma melhoria da viabilidade técnica e econômica, levando em consideração os aspectos inerentes do emprego de fundações em solos tropicais.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 21/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Jeann Leal de Araújo

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • investigação da doença da dilatação proventricular (pdd) e do bornavirus dos psittaciformes (pabvs) em psitacídeos oriundos do tráfico de animais silvestres no estado da paraíba
  • Bornavirus dos psitacídeos (PaBVs) são vírus RNA envelopados, não segmentados, de fita simples e sentido negativo da família Bornaviridae e agentes causadores da doença da dilatação proventricular (PDD), uma doença letal de psitacídeos mantidos em cativeiro que ocorre no mundo todo, afetando inclusive espécies ameaçadas de extinção. A evidência da ocorrencia da doença no Brasil é recente, apesar dos poucos trabalhos publicados. O status da ocorrencia da enfermidade ainda permanece obscuro em grande parte do país. O Nordeste do Brasil é uma importante rota usada pelo tráfico de animais selvagens e os centros de triagem de animais selvagens (CETAS) são a destinação de centenas de animais confiscados do tráfico todos os anos. Até o momento, nenhum estudo avaliou a presença de PaBVs e PDD em psitacídeos recebidos por CETAS do Nordeste e o status dessa doença importante permanece desconhecido na região. Deste modo, o presente estudo tem como objetivo investigar a presença de PaBVs em amostras de psitacídeos apreendidos do tráfico de animais silvestres e encaminhados ao CETAS localizado no Estado da Paraíba. Para tanto, amostras de swabs cloacais e de orofaringe serão coletadas de até 100 psitacídeos psitacídeos incluindo araras-canindé (Ara Ararauna), araras-piranga (Ara macao), papagaios-verdadeiro (Amazona aestiva) entre outras espécies que sejam confiscadas pelos orgãos ambientais compententes. As amostras clínicas serão submetidas à deteção do PaBVs por meio de tecnicas moleculares (RT-PCR e sequenciamento genetico) realizados nos laboratorios de Ecopatologia de Aves da FMVZ-USP e Laboratorio de doenças das aves na UFMG. Necropsias de todas as aves que vierem a óbito serão realizadas e submetidas a avaliação histopatológica. Adicionalmente, amostras selecionadas serão submetidas a técnica de imunohistoquímica (IHQ) na Texas A&M University (TAMU).
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Jeferson Aparecido Moreto

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • novas estratégias de biofuncionalização da superfície da liga ti-6al-4v com filmes finos de nbxoy e nanopartículas de nióbio contendo exossomos para aplicações biomédicas
  • Este trabalho tem como objetivo geral propor uma pesquisa aplicada e inovadora para o desenvolvimento de filmes finos de NbxOy/nanopartículas à base de nióbio com e sem exossomos sobre a superfície da liga Ti-6Al-4V com grandes perspectivas de utilização na área biomédica. Os filmes finos de NbxOy serão depositados sobre amostras da liga de Ti-6Al-4V através da técnica de pulverização catódica reativa e sua efetividade será comparada com um sistema nanoparticulado à base de nióbio obtido através da técnica de precipitação. Os sistemas funcionalizados serão caracterizados estruturalmente e morfologicamente via SEM/EDX, TEM, AFM, XRD, FTIR, XPS e espectroscopia Raman. Medidas de ângulo de contato serão efetuadas com o intuito de avaliar a hidrofobicidade das estruturas depositadas. Ensaios eletroquímicos globais serão realizados em amostras com e sem revestimento à temperatura de 37 °C em solução de Hank. Os testes eletroquímicos localizados serão realizados em solução de 0,01 mol L-1 NaF em pH 2. Ademais, a liga Ti-6Al-4V e o material funcionalizado ((Ti-6Al-4V/ NbxOy and Ti-6Al-4V/ NbxOy-Exo) serão testados quanto a sua biofuncionalidade, considerando a citotoxicidade, proliferação e viabilidade celular com a linhagem celular VERO-CCL-81, viabilidade celular, síntese de colágeno I e adesão utilizando células MC3T3-E1 e influência do revestimento na expressão de interleucinas em células mesenquimais de sangue periférico (CMSP). Ao término deste projeto de pesquisa, espera-se colaborar com o desenvolvimento, a modificação e a aplicação de materiais para a solução de diversos problemas relacionados à área de biociências e ciência de materiais, produzindo tecnologia aplicada nas áreas regional e nacional. De forma particular, pretende-se contribuir para uma melhor compreensão dos fenômenos de corrosão localizada e global da liga Ti-6Al-4V funcionalizada com aplicação na área odontológica.
  • Universidade Federal do Triângulo Mineiro - MG - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Jeferson Ferreira da Fonseca

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • hormonioterapia, bem-estar animal e eficiência reprodutiva em caprinos
  • O projeto aplica princípios clean, green and ethical aplicados à experimentação animal associados à crescente exigência de saudabilidade de produtos de origem animal. Mesmo com estacionalidade reprodutiva (ER; primavera), há crescimento folicular contínuo. O decréscimo de LH com o aumento do fotoperíodo é decisivo para a reprodução natural (RN) em caprinos. Assim, o estro é induzido na primavera, preferencialmente e indiscriminadamente (inclusive na RN), por coquetéis hormonais (IECH) com esponjas vaginais com análogos de P4 (desconforto animal, carência de 60 dias e problemas cardiovasculares em humanos), eCG (produzido sob condições questionáveis de bem-estar animal) e cloprostenol (sem carência). A sincronização de estro durante o outono (cloprostenol) e indução de estro por controle de fotoperíodo seguido de aplicações de cloprostenol na primavera são alternativas viáveis ao coquetel hormonal. Dependentes de progesterona (P4) luteal em toda gestação, talvez em função da ER, níveis adequados de LH não sejam alcançados após a IECH, além de facilitar a regressão luteal precoce (RLP) durante a RN comprometendo gestação e recuperação de embriões. No macho, a baixa estacional de LH está associada às baixas libido e características seminais. A hCG (extraída da urina de mulheres) e com atividade predominante de LH é capaz de reverter os efeitos deletérios da ER em cabras acíclicas e da RLP em cabras cíclicas e em doadoras de embriões, não tendo sido testada em bodes. Hipóteses: (1) a administração de hCG altera parâmetros morfológicos gonadais, endócrinos, expressão gênica em embriões elevando a eficiência reprodutiva de bodes e cabras em diferentes estações do ano podendo suportar programas de inseminação artificial, acasalamento natural intensivo e transferência de embriões; (2) uso de técnicas associadas à fisiologia caprina diminuem uso de hormônios não éticos e não saudáveis, suas administrações, desconforto animal e necessidade de carência de produtos caprinos.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - CE - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025