Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Alfredo Maurício Batista de Paula

Ciências da Saúde

Odontologia
  • análise da expressão de biomoléculas do sistema proteolítico intracelular ubiquitina-proteassoma no plasma e no tecido muscular estriado esquelético de pacientes com caquexia associada ao carcinoma de células escamosas do trato aerodigestivo superior.
  • Prefácio: O câncer do trato aerodigestivo superior denomina um grupo de neoplasias malignas que ocorrem na mucosa de revestimento das regiões anatômicas da boca, orofaringe e hipofaringe. O tipo de câncer mais prevalente nessas regiões anatômicas é o Carcinoma de células escamosas. O Carcinoma de células escamosas do trato aerodigestivo superior (CCETADS) representa um importante problema de saúde pública mundial. Frequentemente, o CCETADS exibe altas taxas de morbidade e de mortalidade. Cerca de 60% a 80% de pacientes com câncer em estágio clínico avançado manifestam uma síndrome paraneoplásica conhecida como caquexia, caracterizada como uma progressiva perda de peso e consumação física decorrente principalmente de alterações no catabolismo protéico em fibras musculares esqueléticas. Tem sido demonstrado que a proteólise intracelular mediada pelo sistema ubiquitina-proteassoma nas fibras musculares esqueléticas parece contribuir para a degradação muscular em pacientes caquéticos. A caquexia promove um impacto significativamente negativo sobre a resposta terapêutica anti-neoplásica, a qualidade de vida e o tempo de sobrevida de indivíduos com CCETADS. Objetivos: O presente projeto tem como principais objetivos: i) investigar a associação de uma série de fatores clínicos, antropométricos, desempenho físico e nutricionais e moleculares (expressão de RNAm e proteínas de componentes do sistema proteolítico intracelular ubiquitina-proteassoma em amostras de plasma e tecido muscular estriado esquelético) em indivíduos controles (clinicamente saudáveis) e casos (indivíduos com CCETADS não-caquéticos e caquéticos no momento do diagnóstico do CCETADS) e ii) quantificar e comparar a expressão de RNAm e proteínas de componentes do sistema proteolítico intracelular ubiquitina-proteassoma em amostras de plasma e tecido muscular estriado esquelético entre camundongos controles e casos (camundongos imunocoprometidos, Nude, que receberão uma inoculação de linhagens celulares humanas imortalizadas de Carcinoma de células escamosas de boca SCC-4 e SCC-9 na língua [modelo ortópico] e no flanco [modelo heterotópico]). Os animais casos serão acompanhados até a indução do quadro caquético devido ao carcinoma. Material e Métodos: Esse projeto de pesquisa foi avaliado por um comitê de ética em pesquisa com animais (CEBEA-Unimontes, parecer 100/2016) e com seres humanos (CONEPE, parecer 546.554/2014), recebendo pareceres favoráveis para sua execução. O estudo humano será do tipo transversal e analítico e avaliará um total de 250 indivíduos distribuídos em controles (indivíduos clinicamente sadios, pareados por idade e sexo) e casos (indivíduos com CCETADS). No estudo humano, serão coletados uma série de dados sócio-demográficos, clínicos, de desempenho físico, nutricionais, bioquímicos plasmáticos e moleculares dos indivíduos casos (categorizados como: CCETADS caquéticos, n = 25 e CCETADS não-caquéticos, n = 25) e de indivíduos controles (n = 200, sendo n = 150 para estudos com amostras de plasma e; n = 50 para os estudos com amostras de tecido muscular estriado esquelético). O diagnóstico de caquexia e de sua gradação será feita com o auto-relato de perda de peso corpóreo pelo paciente, conforme critérios internacionais estabelecidos. No estudo experimental, camundongos nude machos (n = 32) serão inoculados com as linhagens celulares humanas de carcinoma de células escamosas de boca SCC-4 (ATCC® CRL-1624™) ou SCC-9 (ATCC® CRL-1629™), na quantidade de 107 células, nas regiões anatômica da língua (modelo ortópico) e do flanco (modelo heterotópico) dos animais casos. A composição corporal dos animais será avaliada sistematicamente através da pesagem dos animais e de imagens de ressonância magnética. Tanto para o estudo humano quanto para o estudo experimental, parte das amostras de sangue periférico, do tumor maligno e de tecido muscular estriado esquelético serão criopreservadas. Outros fragmentos serão fixados em formalina, emblocadas em parafina para análises morfológicas. As amostras biológicas criopreservadas serão submetidas a quantificação das expressões de RNAm e proteínas das moléculas componentes do sistema ubiquitiina-proteasosma PSME1, PSME2. PSME3, PSME4, PSMD4, PSMD11, USP14, UBC, FBXO32, TRIM63 através da utilização das técnicas de reação em cadeia da polimerase em tempo real, quantitativa (qPCR) e western-blot, respectivamente. Todos os dados coletados serão tabulados em um banco de dados eletrônico e posteriormente serão submetidos a tratamentos estatísticos univariados e multivariados específicos, considerando-se um nível de significância adotado de 95% (p < 0.05).
  • Universidade Estadual de Montes Claros - MG - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Alfredo Mendrone Junior

Ciências da Saúde

Medicina
  • validação de estratégia molecular de rastreamento para variantes do gene rhd em doadores de sangue fenotipados como rhd negativo
  • RACIONAL: Na rotina dos bancos de sangue é obrigatória a realização da fenotipagem dos doadores para caracterizar a presença do antígeno RhD. Para tal, utilizam-se soros monoclonais e policlonais anti-D, que muitas vezes não são capazes de identificar expressões muito baixas desse antígeno na membrana eritrocitária. Isso pode levar à incorreta classificação de um doador como RhD negativo quando existem antígenos D na membrana, levando à imunização (formação de anticorpos anti-D) em pacientes RhD negativos, com risco de reações transfusional hemolítica e de doença hemolítica do feto/recém-nascido. O uso de técnicas moleculares garante um resultado mais assertivo quanto à presença de variantes de RhD sendo os possíveis tipos presentes: RhD fraco, caracterizado por uma fraca expressão do antígeno D na membrana eritrocitária, RhD parcial, caracterizado pela ausência de um ou mais epítopos do antígeno D, e DEL, um tipo de variante de RhD, que apresenta uma reduzida expressão de antígenos D na membrana eritrocitária, sendo identificado por meio de técnicas de adsorção/eluição. OBJETIVO: Determinar a proporção e os tipos de variantes de RhD presentes na população de doadores de sangue da Fundação Pró-Sangue sorologicamente classificados como RhD negativo usando uma estratégia molecular de rastreamento por Real-time PCR.
  • Fundação Pró-Sangue Hemocentro de São Paulo - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Alfredo Olivera Gálvez

Ciências Agrárias

Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
  • cultivo do camarão marinho litopenaeus vannamei (boone, 1931) com a macroalga gracilaria domingensis (kützing sonder ex dickie, 1874) em sistema de bioflocos multitrófico
  • O sistema multitrófico integrado – IMTA – tem como princípio a integração de espécies de diferentes níveis tróficos que assumem funções biológicas complementares no ecossistema, a fim de maximizar a utilização dos recursos, minimizar os impactos ambientais e originar um rendimento econômico efetivo. Em paralelo o sistema de bioflocos tem como características o crescimento de microrganismos (a partir da formação de flocos microbianos), beneficiados pelo mínimo ou zero troca de água, proporcionando a diminuição da emissão de efluentes, e minimizando os prováveis danos ao meio ambiente, demonstrando desta forma um conceito de aquicultura responsável. Macroalgas do gênero Gracilaria, abundante no litoral nordestino, têm alto potencial biotecnológico, tendo sua importância para as indústrias alimentícias, químicas e farmacêuticas, além de atuarem como biofiltros melhorando assim a qualidade de água. A junção do sistema de bioflocos com o sistema multitrófico no cultivo do camarão Litopenaues vannamei com a macroalga Gracilaria domingensis além de promover a sustentabilidade da atividade pode influenciar na sanidade do camarão cultivado prevenindo-o contra patógenos, principalmente viroses, como a síndrome da mancha branca – WSSV. Esta, atualmente tem sido bastante reportada no setor produtivo nacional. Desta forma, analisando a conjuntura atual de surtos de viroses que se instala na carcinicultura, torna-se altamente relevante o estudo e melhor compreensão do desempenho do camarão L. vannamei cultivado com a macroalga G. domingensis em sistema de bioflocos multitrófico visando a sustentabilidade da atividade e a sanidade do animal cultivado.
  • Universidade Federal Rural de Pernambuco - PE - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Alfredo Pereira de Queiroz Filho

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • relação entre as densidades de construções e de vias em marília-sp (1962-2010): abordagem de autômatos celulares
  • O projeto visa investigar a relação entre a expansão da rede viária e o aumento da área edificada da cidade de Marília – SP, entre 1962 e 2010. Serão utilizadas técnicas análise de imagens, baseada em objetos geográficos (GEOBIA), e análise de vetores para calcular as respectivas densidades construída e viária. A técnica Geographically Weighted Regression permitirá o cálculo da função de dependência das densidades que, por sua vez, será aplicada como regra de transição em um modelo dinâmico, espacialmente explícito e baseado em autômatos celulares.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Alfredo Rodrigues de Sena Neto

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • desenvolvimento de sensores para análise da qualidade de águas através de impressão 3d
  • O estudo e desenvolvimento de novos dispositivos sensores para identificação e quantificação de contaminantes presentes em águas são ações de extrema importância para o avanço das cadeias produtivas onde se tem o consumo de água, por exemplo: na agropecuária, farmacêutica, alimentícia, assim como o consumo doméstico, dentre outras. O projeto versa sobre o desenvolvimento e emprego de materiais eletroativos e nanoestruturados obtidos através da tecnologia de impressão 3D de sensores. Será adotado o foco no desenvolvimento de filamentos poliméricos por extrusão e fiação via úmida, com adição de nanopartículas, partículas metálicas e polímeros condutores; e na caracterização das propriedades de interesse dos materiais desenvolvidos, como propriedades morfológicas, eletroquímicas, elétricas, cristalográficas e térmicas. Também serão abordados tópicos relativos à construção de dispositivos sensores de baixo custo. Os sensores desenvolvidos com auxílio desses materiais serão do tipo língua/nariz eletrônicos e eletroquímicos. Espera-se que os resultados obtidos permitam o advento de novos materiais com potencial para desenvolvimento de sensores para monitoramento da qualidade de águas de consumo.
  • Universidade Federal de Lavras - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Algemira de Macêdo Mendes

Lingüística, Letras e Artes

Letras
  • literatura e imprensa piauiense: rastros e memórias
  • Ao revitalizar a memória histórica e cultural da literatura piauiense, por meio de sua imprensa e de outros suportes essenciais, este projeto pretende contribuir para o desenvolvimento de novas visadas acerca da historiografia do Piauí, em especial relacionado ao campo das letras. Para isso, a investigação, diferindo da metodologia tradicional, fará uso de fontes primárias (jornais, revistas, coletâneas, diários, cartas etc.), que ajudarão na compreensão não só do contexto histórico a que estavam inseridos os intelectuais piauienses do século XIX às primeiras décadas do século XX, como também poderão evidenciar os escritores que permanecem, até a presente data, à margem do cânone literário, justamente por não terem publicado livro. Essa tomada de consciência objetiva colocar o estado do Piauí no atual momento de estudos da história da literatura brasileira, cujas bases estão sendo reformuladas, há alguns anos, por nomes como Jacques Le Goff, Roger Chartier, (2001) ,João Hansen(1989), Regina Zilberman (2003), Tânia Regina de Lucca (2008), dentre outros.O desenvolvimento desta pesquisa se dará, em especial, pela inter-relação do campo das letras com os da história e do jornalismo, cujo alcance, nos mais diferentes ambientes (universitário e comunitário) possibilitará, a partir da catalogação e da organização do acervo pesquisado (a ser disponibilizado em suporte específico para esse fim), o surgimento de novas pesquisas, tanto relacionadas às áreas protagonistas da pesquisa, como a outras congêneres.
  • Universidade Estadual do Piauí - PI - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alice Gonçalves Osorio

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • desenvolvimento de fibras de nanotubos de carbono piezoelétricas para aplicação em músculos artificiais
  • Nas últimas décadas, a ciência tem trabalhado na busca por alternativas que ajudem na reconstrução de estruturas do organismo. Recentemente, boa parte dos esforços tem se concentrado no desenvolvimento de músculos artificiais. Para o desenvolvimento destes músculos, no entanto, a nanotecnologia se torna essencial. Esta necessidade tem estimulado pesquisadores a sintetizar materiais em escala nanométrica e, dentre eles, os nanotubos de carbono (NTCs) têm aparecido em destaque. Recentemente surgiram pesquisas onde músculos artificiais são arquitetados com NTCs. Essas fibras mantiveram seu desempenho por mais de 2 milhões de movimentos. No entanto ainda há muito o que se estudar nesta área a fim de compreender e explorar as diferentes possibilidades tecnológicas. Avaliações dínamo-mecânicas também devem ser complementadas a fim de avaliar o comportamento dos músculos artificias frente a situações adversas por longos períodos. Diante deste contexto, o presente projeto visa desenvolver, de forma inovadora, músculos artificiais utilizando fibras de NTCs reforçadas com nanopartículas piezoelétricas. As fibras serão enroladas a partir de florestas de NTCs que, por sua vez, serão reforçadas por spray e/ou imersão em solução rica em nanoestruturas piezoelétricas. As fibras otimizadas serão avaliadas quanto sua resposta piezoelétrica e sua resposta dínamo-mecânica.
  • Universidade Federal de Pelotas - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alice Maria Costa Martins

Ciências da Saúde

Farmácia
  • estudo do potencial antichagásico de análogos e fragmentos das dinoponeratoxinas
  • As substâncias bioativas derivadas de produtos animais apresentam potencial aplicação em biotecnologia e podem servir de modelos para serem utilizadas como drogas na terapêutica. Previamente, demonstramos o efeito tripanocida do veneno da Dinoponera quadriceps e identificamos no transcriptoma da glândula de veneno, as dinoponeratoxinas (DNTXs), componente majoritário. Recentemente, estudamos o efeito das DNTXs em cepa y de Trypanosoma cruzi e demonstramos que efeito do veneno total foi parcialmente atribuído a duas destas DNTXs (Dq-2561 e Dq-3348). A Dq-2561 atendeu aos critérios estabelecidos pela OMS para um candidato antichagásico (CI50<1µg/mL; IS>50), mas apresentou mecanismo de morte celular que pode promover toxicidade ao organismo e a Dq-3348 apresentou um mecanismo de ação apoptótico, sendo considerado ideal para quimioterápicos, mais seletividade menor. A abordagem proposta no presente projeto é dar continuidade ao estudo, buscando moléculas mais seletiva e menos tóxicas que o benzonidazol para o tratamento da doença de Chagas. Assim, o projeto propõe-se estudar o potencial antichagásico de peptídeos análogos de dinoponeratoxinas, e subsequentemente identificar inibidores seletivos de enzimas dos tripanossomatídeos, importantes como alvos terapêuticos. Vale salientar, que a doença de Chagas permanece sendo um problema de saúde pública e as drogas disponíveis usadas no tratamento mostram efeitos colaterais importantes. Para os ensaios, serão realizadas análises racionais destas duas DNTXs e serão feitas modificações nas moléculas, fragmentando-as ou substituindo aminoácidos para melhorar o efeito e a seletividade. Em seguida serão sintetizadas em fase sólida por técnica de Fmoc as que foram consideradas promissoras em análises computacionais. Os testes do efeito tripanocida serão realizados primeiramente in vitro onde os análogos ou fragmentos das DNTXs serão solubilizadas em diferentes concentrações e adicionadas à cultura das formas tripomastigotas (obtidas através de infecção de células LLCMK2 e cultivadas em meio DMEM, a 37ºC e 5% de CO2) e avaliadas através de contagem em câmara de Neubauer após 24 horas de incubação. A toxicidade em células hospedeiras LLCMK2 será avaliada através de ensaios de MTT. Os peptídeos que atenderem aos critérios da OMS serão selecionados e avaliados em formas epimastigotas (cultivados em meio LIT, a 28ºC) em períodos de 24, 48 e 72 horas através de contagem em câmara de Neubauer. Os valores de CI50 e CL50 serão determinadas por regressão não linear com intervalo de confiança 95%. Para as formas amastigota, as células LLCMK2 serão infectadas e tratadas com peptídeos selecionados, 24 e 48 horas, e o número de amastigotas/100céls será determinado utilizando microscópio óptico. A atividade anti-amastigota será expressa como: %AA = [1- (nº amast/100céls) tratadas/ (nº amast/100 céls) controle] x 100. As alterações ultraestruturais serão analisadas por microscopia eletrônica e os efeitos dos peptídeos selecionados sobre a integridade da membrana plasmática e mitocôndria do parasito, através citometria de fluxo. Será também verificado o efeito destes peptídeos sobre a atividade de enzimas da via glicolítica dos tripanossomatídeos, bem como a possível interação com enzimas, alvos terapêuticos, por modelagem molecular. Na avaliação dos efeitos in vivo será feito o estudo toxicológico em dose única e em doses repetidas e posteriormente será determinado o potencial tripanocida. Este projeto será submetido à apreciação do Comitê de Etica em Pesquisa com Animais da Universidade Federal do Ceará. Os resultados serão expressos em média ± E.P.M e analisados utilizando ANOVA com Dunett’s post-test no programa GraphPad Prism 5.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alice Marlene Grimm

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • variabilidade climática e previsão subssazonal a sazonal na américa do sul
  • Esta proposta busca contribuir ao aperfeiçoamento e à disseminação do uso da previsão subssazonal a sazonal (SaS) na América do Sul, em vista de seus enormes potenciais benefícios: salvar vidas, proteger propriedades, aumentar a vitalidade econômica, proteger o meio ambiente e informar políticas públicas. As estratégias para buscar esse objetivo maior incluem, entre outras, os seguintes objetivos gerais de pesquisa, contemplados nesta proposta: a) Identificação e caracterização de fontes de previsibilidade nas escalas SaS, incluindo a previsibilidade de eventos extremos, focalizando modos naturais de variabilidade climática e processos relativamente lentos de fronteira, além de suas interações; b) Avaliação de previsões SaS, incluindo previsão de eventos extremos; testes de sistema SaS de previsão. Enquanto a primeira categoria de atividades envolve principalmente pesquisa básica sobre padrões de variabilidade em várias escalas de tempo, seus mecanismos, interações, impactos, teleconexões e previsibilidade, a segunda inclui verificação de modelos e pesquisa aplicada, utilizando um grande volume de dados de previsões retrospectivas do projeto internacional S2S (Subseasonal to Seasonal Prediction).
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alice Melo Ribeiro

Ciências Humanas

Educação
  • laboratórios remotos como ferramentas para a pesquisa e o ensino à distância
  • O projeto tem como objetivo desenvolver e disponibilizar laboratórios controlados a distância por usuários conectados à Internet, favorecendo o compartilhamento do mesmo ambiente dos usuários presenciais. Os laboratórios, ou módulos experimentais, serão construídos privilegiando-se o uso de material de baixo custo, com hardware aberto, e programas livres e abertos. Haverá módulos experimentais com estrutura específica (configurações) para a realização de experimentos voltados para o currículo do ensino médio e para o ensino superior nas áreas de Biologia e Química. Os módulos experimentais serão constituídos por três grupos de componentes: 1) os dedicados à medição e à atuação no âmbito da configuração específica, 2) os dedicados ao controle robótico reservado à webcam e 3) os dedicados ao processamento e tráfego dos dados. As configurações iniciais dos laboratórios viabilizarão experimentos de “Titulação ácido/base” e “Espectrofotometria”. A estrutura de comunicação também privilegiará o uso de programas livres e abertos. A utilização dos módulos remotos se dará, ressalta-se, preferencialmente no mesmo ambiente e nos mesmos períodos ocupados por alunos do ensino presencial, para que se exemplifique o compartilhamento, em igualdade de condições, da estrutura universitária entre as estratégias presencial e a distância. Tal previsão moldará o desenho do próprio módulo remoto e dos sistemas de comunicação para favorecer a inserção do aluno a distância no grupo do ensino presencial.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Alice Ribeiro Casimiro Lopes

Ciências Humanas

Educação
  • políticas de currículo numa perspectiva discursiva
  • Focalizo a compreensão da política de currículo em um enfoque pós-fundacional, operando com a dessedimentação dos discursos que tentam fundamentar representações de currículo. Noções como currículo de qualidade, sujeito educado, boa escola, bom ensino, conhecimento legitimado e currículo para o futuro, dentre outras enunciações discursivas que norteiam os sentidos da política, serão investigadas. O ato de dessedimentar implica expressar a contingência que tende a ser apagada na busca pelos fechamentos impossíveis, apostar na reativação e expressar a ausência de fundamentos. Sugere a importância da disseminação de sentidos como forma de romper com a estrutura que tenta estabilizar modos de ler/traduzir. Ao enfrentar esse debate teórico, procuro aprofundar as noções de estrutura descentrada, sujeito da falta e da identificação, antagonismo e deslocamento, tradução e demanda curricular com as quais defendo ser possível conceber os projetos curriculares como articulações discursivas (Laclau), projetos enunciados sempre a partir de uma negociação com os muitos outros. Serão particularmente investigadas nesta pesquisa as atuais políticas de educação básica, destacando aquelas dirigidas para o ensino médio. Este nível de ensino, por ter o caráter de terminalidade, é construído fortemente pelo projeto de formação do sujeito educado (sujeito para o mundo em mudança, sujeito emancipado, cidadão, profissional e tantos outros discursos associados ao projeto social da educação). Como material empírico, priorizo documentos curriculares com assinatura do MEC e produzidos por consultores oficialmente convidados, sejam as produções acadêmicas que apresentam orientações curriculares/teorias/proposições para as políticas.
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Alice Simon

Ciências da Saúde

Farmácia
  • preparação, caracterização in vitro e avaliação in vivo de cocristal e inaladores de pó seco de montelucaste para administração pulmonar
  • A asma é uma doença inflamatória crônica das vias aéreas e está entre as condições crônicas mais comuns, afetando crianças e adultos. É caracterizado por maior capacidade de resposta das vias aéreas a uma variedade de estímulos, resultando em obstrução do fluxo de ar que é tipicamente recorrente e reversível. O tratamento da asma e sua duração desempenham um papel na gravidade das manifestações clínicas supracitadas (isto é, a gravidade da asma). Quanto mais grave as manifestações clínicas da asma, maior a dificuldade em manejo da doença. A prevalência estimada de asma no Brasil é de 10%. Em grandes cidades brasileiras, a prevalência média de asma sintomas é de 24,3% em crianças e 19,0% em adolescentes. Devido ao alto índice de pessoas acometidas e risco de desfecho grave do quadro clínico, essas doenças inflamatórias são consideradas prioridades de atendimento em saúde. O fármaco montelucaste é um antagonista dos receptores de leucotrienos. Os leucotrienos produzem inflamação da parede das vias aéreas, o que desencadeia sintomas tais como dificuldade para respirar, chiado, tosse, falta de ar e dificuldade para realizar atividades diárias normais. O montelucaste atualmente é administrado pela via oral através de comprimidos. A pesquisa e o desenvolvimento no campo terapêutico de aerossóis mostraram notável inovação na última década, na qual importantes novos medicamentos para a ação sistêmica e local foram desenvolvidos. Esse crescimento levou ao desenvolvimento de novos dispositivos e novas tecnologias de formulação, como a engenharia de partículas por spray drying para a obtenção de inaladores de pó seco, conhecidos como DPI (dry powder inhaler). As partículas podem ser manipuladas usando diferentes solventes orgânicos, excipientes com propriedades diferenciadas e modificando os parâmetros do equipamento spray dryer. Uma ampla gama de excipientes podem ser aplicados para encapsular o fármaco para obter um sistemas de liberação na forma de partículas, dentre eles destacam-se a leucina, a inulina, lactose, manitol, polímeros e as ciclodextrinas, os quais já demonstram desempenho promissor na obtenção de formulações DPI para administração pulmonar. Neste projeto é proposto o desenvolvimento de formulações DPI contendo o fármaco montelucaste e/ou co-cristal a ser utilizado na terapia da asma pela via inalatória. Através desta via de administração o fármaco inalado irá atuar diretamente no local de ação, gerando um mecanismo chamado de vetorização/direcionamento (targeting), em função da formulação DPI se depositar diretamente nas regiões mais profundas do trato respiratório. Além disso, as vantagens da terapia inalatória contam com a ausência de efeitos colaterais sistêmicos com as concentrações adequadas do fármaco para a atividade terapêutica, e a depuração lenta do sítio de ação comparando-se com a depuração sistêmica.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alícia Duarte Penna

Ciências Sociais Aplicadas

Arquitetura e Urbanismo
  • assessoria técnica a ocupações urbanas: diário de obras
  • Esta proposta origina-se da experiência do Escritório de Integração (EI) do Curso de Arquitetura e Urbanismo, em especial das edições várias do Programa Construção e Cidadania e da recente assessoria técnica às ocupações urbanas em Belo Horizonte.O Programa Construção e Cidadania tinha como objetivo a formação de profissionais para a construção civil mediante cursos oferecidos pelo Escritório de Integração. Tratava-se de formar sujeitos capacitados não apenas tecnicamente (para realizar seu trabalho, para mensurá-lo, para lhe atribuir um valor), mas também para a compreensão da cadeia produtiva da Arquitetura e de suas contradições (dominação técnica, divisão do trabalho e degradação ambiental). O acúmulo de experiência no Programa conduziu à reformulação do Projeto Político Pedagógico do Curso de Arquitetura e Urbanismo, em que se propuseram, de um lado, o “canteiro de obras”, espaço de experimentação hoje parcialmente implantado, e a Escola de Formação de Mão de Obra, ainda não implantada.Trata-se, aqui, portanto, não apenas de elaborar e de aplicar internamente às ocupações urbanas o material didático-pedagógico proposto, mas de divulgá-lo pelos meios eletrônicos disponíveis (página do Curso de Arquitetura e Urbanismo no site da PUC Minas, blog e página no facebook do Escritório de Integração, canais tais como youtube e outros). Formar pessoas hábeis à autoprodução do espaço; formar pessoas capazes de compreender as contradições do processo de urbanização brasileiro e de, diante delas, posicionar-se: eis aqui, revistos, os objetivos originais do Programa Construção e Cidadania.
  • Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Alícia Duhá Lose

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • inventário, restauração e edição de documentos escritos por negros na bahia do século xix: o acervo documental da sociedade protectora dos desvalidos (spd)
  • A Sociedade Protectora dos Desvalidos teve como cerne a antiga e já extinta Irmandade de Nossa Senhora da Soledade Amparo dos Desvalidos da Capela de Nossa Senhora do Rosário dos Quinze Mistérios, fundada em 1832, por um grupo de negros, africanos, ex-escravos e que tinham como sustento “o trabalho de ganho”. Embora oficialmente seja datado de 1832, sabe-se que desde 1827 este grupo de homens negros livres já se reunia no bairro de Santo Antônio, Centro Histórico, em Salvador, Bahia, com o propósito de angariar fundos entre seus Irmãos para comprar alforrias, auxiliar viúvas e amparar os doentes. Em 1848, a Irmandade passou a ser a Sociedade Protectora dos Desvalidos existente até hoje no Pelourinho (Salvador, Bahia) a qual tem o propósito de manter a cultura negra. O acervo documental da instituição possui mais de 400 livros atas que datam desde a primeira fundação, 1832, até os dias atuais, todas escritas por negros libertos, mas estes manuscritos carecem de urgente tratamento para que possam ser postos ao alcance dos pesquisadores, pois se encontram em situação iminente de risco e sua perda seria uma lástima para a história dos negros no Brasil e para a história da Língua Portuguesa do Brasil, pois não são documentos escritos sobre negros, mas sim por eles. A proposta aqui apresentada intenciona a recuperação deste precioso acervo através da inventariação, restauração e edição dos documentos mais antigos e mais danificados. Porém, devido ao enorme volume documental do acervo, pretende-se que esta seja apenas a primeira etapa de um longo, delicado e necessário trabalho. Na presente etapa serão trabalhados 5 livros atas os quais passarão pelas seguintes etapas de salvaguarda: inventariação dos documentos utilizando os parâmetros da bibliografia material (tipo documental, tamanho do documento, nº de folhas, análise da escrita, tinta, papel, mancha escrita, tipo de encadernação); higienização e desinfestação dos 5 livros de ata; elaboração do mapa de cadernos e desmonte dos volumes; restauração; digitalização; reencadernação; transcrição e edição.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alicia Juliana Kowaltowski

Ciências Biológicas

Bioquímica
  • dietas, metabolismo energético e cálcio mitocondrial
  • Recentemente, descrevemos o achado inédito de que há mudanças de transporte de cálcio em mitocôndrias de cérebro e fígado em resposta à limitação diárias na ingestão calórica (restrição calórica) quando comparada a uma dieta ad libitum. Trata-se da primeira evidência de que sinalização por cálcio mitocondrial, um fator central na regulação metabólica, é modificado pelo status nutricional do animal. Esse projeto visa explorar a relação entre intervenções dietéticas e homeostase de cálcio mitocondrial, verificando seus mecanismos, consequências fisiológicas e patológicas, bem como possíveis especificidades teciduais.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alicia Matijasevich Manitto

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • depressão materna e competências socioemocionais no início da adolescência: coorte de nascimentos de pelotas do ano de 2004, brasil
  • Pesquisas conduzidas nas últimas décadas revelam que as competências socioemocionais são tão importantes quanto às habilidades cognitivas para a obtenção de bons resultados em diversas esferas do bem-estar individual e coletivo. Integram as competências socioemocionais, entre outras, a autonomia, sociabilidade, responsabilização, esforço, disciplina, abertura a novas experiências, extroversão, amabilidade, estabilidade emocional, autoestima/autoconceito e motivação, atributos importantes para o relacionamento saudável entre as pessoas e para a execução adequada de projetos de vida. O desenvolvimento das competências socioemocionais é um processo dinâmico e continuo que ocorre ao longo da vida do indivíduo. Dentre os fatores que podem afetar o desenvolvimento dessas competências destaca-se a saúde mental dos pais. A depressão materna exerce uma potente influência ambiental na vida familiar e afeta negativamente as relações familiares. Estudos de países de renda alta relataram que filhos de mães deprimidas apresentaram com maior frequência pobre controle emocional, menor autoconceito, maiores problemas para manter interações sociais amigáveis com colegas e grande dificuldade para modular impulsos hostis, resultando numa maior frequência de episódios de agressão aos colegas e às pessoas adultas. O projeto tem como objetivo geral investigar a associação entre depressão materna ao longo da vida do adolescente e competências socioemocionais (autoestima, controle emocional e lócus de controle) aos 12 anos. Será avaliada uma amostra de aproximadamente1300 adolescentes pertencentes a uma coorte brasileira de base populacional e que vêm sendo acompanhados, sempre com altas taxas de resposta, em intervalos regulares desde o nascimento (Coorte de Nascimentos de Pelotas de 2004). Os resultados do presente projeto permitirão delinear recomendações e descobrir janelas de oportunidades onde desenvolver estratégias preventivas e de intervenção para atuar sobre a depressão materna, diminuir suas consequências nos filhos e promover o desenvolvimento das competências socioemocionais, o que contribuirá a melhorar a qualidade de vida e o futuro dos adolescentes brasileiros.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Aline Accorssi

Ciências Humanas

Psicologia
  • memória intergeracional e violência de gênero
  • A violência contra a mulher tem raízes culturais e que estas raízes se relacionam aos parâmetros de gênero transmitidos e modificados ao longo de gerações. Padrões culturais reforçam a submissão da mulher e contribuem para dificultar o processo de enfrentamento e rompimento do ciclo da violência. São significados sustentados e compartilhados em nosso cotidiano, responsáveis, entre outros fatores, pela naturalização da violência. Nosso objetivo geral é analisar a implicação da memória intergeracional dos papéis de gênero com a produção e manutenção da violência contra a mulher, a partir de narrativas de mulheres em situação de violência vinculadas aos serviços socioassistenciais e/ou de saúde do Morro Santana, no município de Porto Alegre / RS. E como específicos: mapear a frequência, os tipos de violência de gênero e as características pluricausais de tal problemática; identificar os sentidos e significados atribuídos à origem e a perpetuação da violência contra a mulher; analisar como a cultura patriarcal modela representações acerca do comportamento feminino; compreender como a memória intergeracional dos papéis de gênero impacta nas relações afetivo-sexuais das mulheres; promover, em parceria com os serviços socioassistencial e de saúde, ações reflexivas e educativas na comunidade a partir dos dados obtidos na investigação. Esse projeto surge a partir de uma demanda vinda de instituições que trabalham no cotidiano da região leste de Porto Alegre/RS, especificamente no Morro Santana, bairro que agrega várias comunidades em situação de risco e vulnerabilidade social: Vila da Pedreira, Vila Laranjeiras, Vila Nova Tijuca, Vila Tijuca, ocupação Laranjeiras, Vila Estrutural e Nova Chocolatão. Assim, um estudo de abordagem mista foi delineado. Primeiramente aplicaremos um questionário buscando mapear a região frente à violência de gênero. Queremos, com isso, identificar elementos e caracterizar a problemática dentro de um contexto específico, pois consideramos que os fenômenos sociais adquirem nuances distintas conforme o lugar onde é gestado. Em um segundo momento, realizaremos entrevistas em profundidade com mulheres residentes do Morro Santana, no município de Porto Alegre / RS e que vivem ou viveram situações de violência, seja em sua família ou em seus relacionamentos. Interessa-nos aqui apreender a vivência, bem como identificar os elementos intergeracionais que sustentam a manifestação, a origem e o próprio ciclo da violência. De posse de tais informações, nos direcionaremos a análise e interpretação dos dados, para, então, auxiliar na estruturação um plano de ação com agentes locais visando à diminuição de tal problemática na região. A nosso ver essa pesquisa traz elementos desafiadores à prática de pesquisa. Problemática complexa, abordagem metodológica mista, parceria na construção da equipe com integrantes de serviços públicos, elaboração participativa de ações, são alguns dos desafios que de imediato se colocam. Pensamos, contudo, que procurar atalhos a fim de desviar tais situações resultaria em empobrecimento do estudo e, por consequência, da compreensão do fenômeno analisado e implicações na comunidade.
  • Universidade La Salle - Canoas - RS - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Aline Alvim Scianni

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • promoção de atividade física em indivíduos pós-ave por meio de programa de exercícios físicos autogerenciados: um ensaio controlado aleatorizado
  • Introdução: Mesmo diante dos resultados reportados na literatura em favor da prática de atividade física, muitos sobreviventes de Acidente Vascular Encefálico (AVE) permanecem fisicamente inativos. Estudos têm investigado se orientações para prática de atividade física são capazes de aumentar o nível de atividade nesta condição de saúde. Objetivos: Investigar a viabilidade e os efeitos de um programa de educação em saúde sobre exercícios físicos autogerenciados para aumentar a prática de atividade física no nível de atividade física, no condicionamento cardiorrespiratório, capacidade para a marcha, qualidade de vida e sintomas depressivos em indivíduos após AVE agudo, considerando as atividades físicas preferenciais destes indivíduos. Métodos: O estudo será realizado em três fases: Fase I - Piloto (estudo de viabilidade), Fase II – Ensaio não controlado (estudo da efetividade e segurança- determinação do tamanho de efeito) e Fase III - Ensaio Controlado Aleatorizado (ECA). Fase I de protocolo para ensaio controlado aleatorizado, com amostra de conveniência na região de Belo Horizonte- MG. Critérios de inclusão: AVE há menos de 6 meses, velocidade de marcha ≥ 0,8 m/s, ausência de outras deficiências neurológicas ou ortopédicas não relacionadas ao AVE e liberação médica para prática de atividade física. Critérios de exclusão: alterações cognitivas e afasia. Os participantes serão avaliados quanto o nível de atividade através do uso de acelerômetros durante 7 dias, velocidade de marcha auto selecionada, desempenho de marcha no teste de caminhada de 6 minutos, qualidade de vida (Euroqol) e sintomas depressivos (GDS). As orientações serão organizadas em seis visitas domiciliares de até 60 minutos cada. Todos os participantes serão avaliados duas vezes, antes de receberem as orientações e ao término das visitas (3 meses depois). Para o cálculo amostral, serão consideradas as recomendações da literatura para cada fase do estudo. Fase I: 20 participantes. Fase II – através da comparação intragrupo (pré-intervenção e pós-intervenção) será estimado o tamanho do efeito da intervenção de educação em saúde através de medidas de autogerenciamento, dessa forma se faz necessário entre 10-20 indivíduos hemiparéticos pós-AVE para compor esta fase. Fase III – será realizado o cálculo amostral baseado no nível de atividade (número de passos/dia) como medida de desfecho primária deste estudo. O tamanho da amostra será calculado para se detectar uma diferença entre os grupos de passos/dia de atividade física moderada (poder estatístico de 80%, em nível de significância de 0,05) e taxa de desistência de 15%. O tamanho do efeito será calculado a partir da população de hemiparéticos que participarão do estudo de viabilidade - fase I. O processo de aleatorização dos participantes para Fase III do estudo levará em conta a distribuição em dois grupos: grupo intervenção e grupo controle. A alocação será através de programa Random Allocation Software. O grupo intervenção participará do programa de educação em saúde sobre exercícios físicos auto gerenciados para aumentar a prática de atividade física realizado em cinco sessões. O grupo controle receberá as orientações apenas da sessão 1, que incluirá questões de educação sobre importância da atividade física, a conclusão de uma atividade física, levantamento das preferências e geração de uma lista de objetivos e barreiras. Para análise dos dados antropométricos, clínicos e demográficos, será utilizada estatística descritiva, como medidas de tendência central e dispersão. A viabilidade do estudo envolverá a análise do recrutamento, da intervenção (participantes que completaram o protocolo, que aceitaram participar e satisfação). As diferenças intragrupo e entre grupos de estudo, respectivamente, na fase II e fase III serão exploradas através testes paramétricos ou não paramétricos correspondentes e resumidas através de media/mediana, desvios-padrão, quartis e amplitude (intervalos de confiança de 95%). As medidas serão realizadas nas semanas -2, 12 e 26. Análise de variância two-way com medidas repetidas será utilizada para determinar se existe um efeito do programa de autogerenciamento nos déficits de estrutura e função, limitação de atividade, e restrição de participação imediatamente após a intervenção (i.e, entre pré e pós-teste) e 12 semanas após o término da intervenção (follow-up). A descrição dos grupos será apresentada como média e desvio padrão e o tamanho do efeito e o intervalo de confiança de 95% (IC) serão reportados. Será utilizada a análise de intenção para tratar. A análise estatística será realizada por um avaliador mascarado na fase III. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa (CAAE: 65672517.6.0000.5149) e registrado no REBEC número RBR-6bdmsk.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Aline Bernardes de Souza

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • rastreamento de sinais de alerta do transtorno do espectro autista (tea)
  • O transtorno do espectro autista é caracterizado por promover um comprometimento no neurodesenvolvimento que afeta a comunicação social e, frequentemente, desenvolve comportamentos e interesses restritivos e repetitivos nos indivíduos envolvidos. Estas alterações dificultam a interação do indivíduo com o meio em que vive e seu desenvolvimento global. A identificação precoce deste transtorno possibilita a prática de uma intervenção prévia e específica para as suas necessidades. Portanto, o objetivo deste estudo é identificar alterações no desenvolvimento infantil, no comportamento e no desempenho funcional em crianças de 2 a 3,5 anos, no município de Brusque, que indiquem sinais do transtorno do espectro autista apresentadas pelos familiares ou pelas instituições de atendimento especializado à pessoa com deficiência. Para tal, contará com a participação de 10 crianças, com idades entre 2 a 3,5 anos, que apresentam suspeita de transtorno do espectro autista e que estejam vinculadas a instituições de atendimento especializado a pessoa com deficiência. Utilizar-se-á o Protocolo de Avaliação Comportamental para Crianças com Suspeita de Transtorno do Espectro Autista (Protea ‑R), o SON-R 2 ½ 7, o Inventário da Avaliação Pediátrica da Incapacidade e a Escala de Desenvolvimento Infantil Bayley.
  • Centro Universitário de Brusque - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Aline Bertolosi Bombo

Ciências Biológicas

Botânica
  • depois do fogo, de onde rebrotam as plantas? banco de gemas e órgãos subterrâneos do cerrado
  • O fogo é um dos principais fatores que garante a manutenção de fisionomias abertas em ecossistemas inflamáveis, controlando as espécies dominantes e atuando na hierarquia de competição em comunidades vegetais. A vegetação do Cerrado tem sido influenciada pela presença do fogo há pelo menos 4 milhões de anos e sua flora, principalmente a do estrato herbáceo-subarbstivo, é tipicamente pirofítica e adaptada à perda frequente de biomassa aérea; além disso, as plantas possuem atributos que aumentam suas chances de sobrevivência após eventos de fogo, como a alocação da biomassa para órgãos subterrâneos juntamente com acúmulo de reservas, e a capacidade de rebrota através de gemas aéreas ou subterrâneas. A determinação do tipo de órgão subterrâneo em ecossistemas inflamáveis é importante para se entender os padrões de regeneração da vegetação pós-fogo, uma vez que tipos morfológicos diferentes podem possuir estratégias distintas. Dada à importância do Cerrado no Brasil, pois este ocupa 22% do território nacional, e a rápida degradação deste ambiente devido a pressões antrópicas, o entendimento das estratégias adaptativas relacionadas à sobrevivência e persistência das populações nesses ambientes é de suma importância, uma vez que tais estudos podem subsidiar os planos de manejo e conservação em áreas protegidas. Assim sendo, pretende-se avaliar o banco de gemas e a diversidade de órgãos subterrâneos em comunidades vegetais em áreas de Cerrado, sob diferentes regimes de fogo, com a finalidade de levantar atributos funcionais e relacioná-los com as respostas da vegetação após eventos de fogo.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022