Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Diego Luís Ribeiro

Ciências Biológicas

Genética
  • alterações sobre a expressão de genes da via pi3k/akt/mtor e análise da citotoxicidade, genotoxicidade e estresse oxidativo promovidos pelo brachydin a em esferoides multicelulares tumorais de próstata in vitro cultivados em três dimensões (3d)
  • Entre os tipos mais prevalentes de tumores no sexo masculino está o câncer de próstata (CaP). O adenocarcinoma de próstata, quando em estágio metastático, é tratado com terapia hormonal acompanhada de quimioterapia. Todavia, os principais quimioterápicos utilizados para tratamento de CaP metastático vem apresentado casos recorrentes de resistência tumoral e de alta toxicidade aos pacientes. Por isso, a busca por novos agentes quimioterápicos ou adjuvantes que atuem inibindo especificamente vias cruciais para a progressão do CaP vem sendo estimulada. Por exercer funções de controle em processos de proliferação, metabolismo e sobrevivência celulares, a via PI3K/AKT/mTOR desempenha um papel proeminente no desenvolvimento e progressão do CaP. Os fitoquímicos, substâncias bioativas de vegetais, já demonstraram em alguns casos inibir especificamente a via PI3K/AKT/mTOR em células tumorais de próstata in vitro. O Brachydin A, um flavonóide glicosilado dimérico isolado da planta nativa do cerrado brasileiro Arrabidea brachypoda, revelou em estudos prévios possuir efeitos citotóxicos e pró-oxidativos em células tumorais de próstata in vitro. Porém, para indicar potencial do Brachydin A em estratégias quimioterapêuticas no CaP, outros estudos mais elaborados devem ser executados para complementação dos resultados obtidos in vitro. Nesse contexto, modelos tridimensionais (3D) de cultura de células tumorais in vitro podem reproduzir com confiança o microambiente tumoral e refletir mais precisamente as respostas quanto à terapia em comparação aos modelos em monocamadas (2D). Levando em consideração os fatores apresentados, o objetivo deste estudo será avaliar o potencial de Brachydin A em induzir possíveis efeitos antiproliferativos, citotóxicos, genotóxicos, pró-oxidativos e alterações sobre a expressão proteica de genes relacionados com a via PI3K/AKT/mTOR em células tumorais de próstata PC-3 e DU-145 cultivadas como esferoides tumorais 3D in vitro. Inicialmente, análises dos efeitos de Brachydin A sobre o crescimento, morfologia, migração e invasão dos esferoides em 3D serão realizadas. Posteriormente, ensaios de citotoxicidade (resazurina e vermelho neutro), genotoxicidade (ensaio cometa), morte celular (citometria de fluxo) e de estresse oxidativo (marcador fluorescente por microscopia confocal) serão executados em células DU-145 e PC-3. Por fim, a expressão proteica de genes alvos (PI3K, AKT, mTOR, 4E-BPI, S6, PDK1, BAD, BAX, AMPK, NF-KB, MDM2, GSK3, FOXO3) da via de sinalização de PI3K/AKT/mTOR serão avaliados pela técnica de Western Blotting. A partir dos resultados desta pesquisa básica será possível estudar os mecanismos moleculares que contribuem para a morte das células das linhagens investigadas, apontar estratégias promissoras para a identificação de um novo agente quimioterápico, no caso o Brachydin A e sua interação com novos alvos terapêuticos em linhagens tumorais de CaP humano. Estes dados em conjunto poderão contribuir para desenvolver e aprimorar os protocolos clínicos e as diretrizes terapêuticas para o tratamento do câncer de próstata humano.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Diego Luiz Rovaris

Ciências Biológicas

Genética
  • interações entre genes do sistema de estresse e metilação global do dna em transtornos mentais
  • O transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) e o transtorno por uso de substâncias (TUS), são transtornos mentais comuns que apresentam estimativas de herdabilidade altas (> 70%). Nos últimos anos, estudos de associação do tipo gene candidato e por varredura genômica identificaram polimorfismos associados com susceptibilidade a doenças psiquiátricas, além de mostrar associações com gravidade e resposta ao tratamento. No que diz respeito ao TDAH e ao transtorno por uso de cocaína (CUD), somente um pequeno número de associações significativas foram encontradas e replicadas. Dessa forma, uma parte significativa da arquitetura genética envolvida nesses fenótipos ainda não foi revelada, resultando no fenômeno chamado missing heritability. Como a literatura vem mostrando que um componente não aditivo pode estar envolvido na etiologia de fenótipos complexos, a avaliação de interações gene-gene e gene-ambiente é uma perspectiva promissora na busca de genes implicados na etiologia do TDAH e do TUS. O presente projeto tem como objetivo principal avaliar inter-relações entre genes do sistema de estresse e níveis de metilação global (5-metilcitosina) sobre a etiologia, gravidade e endofenótipos de transtornos mentais, incluindo TDAH, TUS e suas comorbidades. Para contemplar esses objetivos, amostras clínicas, compostas por pacientes com TDAH, TUS e indivíduos controles serão avaliadas. A amostra total incluirá aproximadamente 3000 indivíduos, parte genotipada em uma escala genômica usando o microarranjo de DNA Psych Chip (Infinium PsychArray BeadChip; Illumina) e a outra parte usando o microarranjo Smokescreen® (Affymetrix®). A possibilidade de usar dados gerados por esses biochips será fundamental para atingir os objetivos que são propostos por este projeto.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Diego Muraca

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • estudos de nanopartículas magnéticas compósitas de fe3-xcoxo4: fundamentos do magnetismo e aplicações
  • O presente visa realizar o estudo de propriedades magnéticas de nanopartículas de Fe3-xCoxO4. Busca-se compreender como efeitos de composição numa mesma partícula podem afetar o comportamento magnético observado. Com o estudo destes sistemas, pretende-se avançar na compreensão de diferentes possíveis fenômenos magnéticos tais superparamagnetismo, vidros de spin e Exchange Bias e sua correlação com a composição de nanopartículas nano dimensionadas. Alem dos estudos de magnetismo fundamental o projeto visa o estudos destas nanopartículas em possíveis aplicações das nanopartículas complexas obtidas na área de saúde. Em partícula se tem interesse, porém não restrito, na aplicação em terapia oncologia via magneto-hipertermia como também desenvolvimento de bio-sensores a partir de arranjos de nanopartículas. A necessidade de possíveis aplicações na saúde demanda uma compreensão do magnetismo destas nanopartículas e sua possível comportamento e, ou correlação no entorno biológico. É por isso que se pretende realizar uma pesquisa trans e interdisciplinar com pesquisadores associados a este projeto de áreas que permitam uma abordagem abrangente dos problemas.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Diego Neves de Sousa

Ciências Agrárias

Agronomia
  • inclusão produtiva, mercados e políticas públicas para os agricultores familiares e suas cooperativas no tocantins: (des)conexões entre referenciais, ideias e práticas
  • Diante do reconhecimento da agricultura familiar enquanto categoria social, produtiva e política, diversas políticas públicas foram formuladas com o intuito de garantir sua reprodução social e, sobretudo, consolidar seu papel de produtora de alimentos. Dentre as políticas mais relevantes estão as ações voltadas à inclusão produtiva. Esta temática ocupou lugar de destaque na agenda das políticas públicas brasileiras. O termo se tornou palavra de ordem para a ação do Estado e da própria sociedade civil organizada, como se fosse um "mantra" na retórica busca de soluções necessárias para os indivíduos "excluídos". No entanto, ele comporta significados distintos, fruto dos desacordos sobre o espaço de manobra e as alternativas que existem para aqueles que precisam ser incluídos (NIEDERLE, 2017). Com isso, as políticas públicas incorporaram a noção de inclusão produtiva e as contradições que ela suscita. Em várias políticas públicas, a ideia de inclusão produtiva aparece estreitamente associada à dinâmica dos mercados. Para Niederle (2017), as políticas de desenvolvimento rural devem ser baseadas em múltiplos mercados, na tentativa de atender as especificidades dos públicos beneficiários. Por outro lado, o autor explica que há unidades familiares capitalizadas que se inserem competitivamente em diversas cadeias convencionais de commodities por meio da modernização tecnológica, porém esta opção está distante da realidade da maioria daqueles agricultores mais vulneráveis, e que não conseguem se adaptar ao treadmill tecnológico promovido pela dinâmica dos mercados de commodities agrícolas. Uma das alternativas à este público é a sua filiação em um empreendimento cooperativo, que possibilite obter melhores resultados do que alcançaria, no desempenho de uma atividade individual, compartilhando solidariamente os custos inerentes a qualquer empreendimento e os frutos do trabalho coletivo realizado, promovendo paralelamente o desenvolvimento local. Acredita-se que através de um adequado funcionamento das cooperativas, esses indivíduos unidos em uma organização cooperativa podem ter as suas chances aumentadas de inserção nos mercados, assim como capacitar-se para se transformar em autênticos protagonistas do seu próprio processo de desenvolvimento. Portanto, a adequação das estratégias de inclusão produtiva à formação de “mercados viáveis” para diferentes grupos de agricultores e de suas cooperativas implica em importante desafio para os mediadores sociais. Estes são portadores de conhecimentos que podem contribuir na tradução de informações referentes às práticas dos agricultores e, assim, a partir do processo de intervenção social, podem articular o acesso de políticas para a realidade de cada público beneficiário. Por isso, o processo de “tradução” incorpora as assimetrias de poder. Quando um porta-voz, neste caso o mediador social, fala em nome dos representados e de seus interesses, se torna um ator coletivo capaz de comunicar através de uma só voz e, desse modo, representar o interesse dos "mundos sociais" silenciados pelos processos de intervenção social. Estes mediadores são atores com papel relevante nos processos de tradução entre o referencial das políticas e a realidade dos públicos beneficiários (CALLON, 1986; DEPONTI, 2008). Diante da emergência e da novidade do tema inclusão produtiva nos estudos rurais, o objetivo geral deste projeto é analisar e comparar o referencial de inclusão produtiva que orienta as políticas públicas para a agricultura familiar frente às ideais e práticas desenvolvidas por mediadores sociais que intermediam o acesso a estas políticas para as cooperativas de agricultores familiares do Tocantins. A relevância deste projeto está pautada na necessidade de se observar como os referenciais que norteiam as políticas públicas compreendem uma perspectiva de inclusão produtiva que está (ou não) em consonância com as ideias e práticas dos mediadores que atuam junto aos agricultores familiares e suas cooperativas no contexto do estado do Tocantins. Este conta com aproximadamente 43 mil agricultores familiares, que contribuem com 40% do valor bruto da produção agropecuária e ocupam 50% das áreas destinadas à agricultura, o que representa 76% dos estabelecimentos (SEAGRO, 2017a). Isso indica a importância da agricultura familiar no estado, sendo associada a modos de vida e de reprodução pautados por repertórios culturais específicos e diversificados. No entanto, a escolha deste estado se justifica em face dos problemas estruturais de ação do estado e também pela falta de estruturas mínimas das organizações coletivas próprias dos agricultores que podem dificultar os processos de inclusão produtiva, sobretudo, no acesso as políticas da agricultura familiar pelas cooperativas (SOUSA et al., 2016). A aplicabilidade deste estudo se destaca diante da criação, no ano de 2015, dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) pela Organização das Nações Unidas (ONU), os quais definem uma agenda internacional para a construção e implementação de políticas públicas que visam guiar a humanidade até 2030, e cujo cumprimento das metas demanda, dentre outras coisas, o fortalecimento dos diferentes públicos da agricultura familiar e suas respectivas organizações cooperativas.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - DF - Brasil
  • 08/09/2018-30/09/2021
Foto de perfil

Diego Rabelo da Costa

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • propriedades optoeletrõnicas e de transporte de materiais bidimensionais
  • A obtenção experimental do grafeno em 2004 impulsionou inúmeros estudos acerca deste e de outros materiais similares, os quais são constituídos por uma única camada de algum material lamelar. Os materiais lamelares são formados por camadas de átomos fortemente ligados ao longo de cada plano e, por sua vez, fracamente ligados entre si via interação de van der Waals. Os materiais que compõem esta nova família possuem propriedades físicas excepcionais e bastante diferentes das suas versões bulk, tornando-se candidatos promissores em diversas aplicações, em especial, em dispositivos opto-eletrônicos flexíveis, menores e mais eficientes. Neste sentindo, o aprofundamento no entendimento das propriedades eletrônicas, ópticas e de transporte de multicamadas de materiais lamelares é relevante e promissor para possíveis aplicações tecnológicas. Neste projeto, propomos o desenvolvimento de uma série de estudos teóricos sobre nanoestruturas de multicamadas de grafeno e semicondutores bidimensionais, a fim de propormos novos experimentos a serem realizados futuramente com estes materiais, novos possíveis dispositivos eletrônicos baseados em suas propriedades, e auxiliar na interpretação da física por trás dos resultados de experimentos de vanguarda que vêm sendo realizados recentemente com diversos destes materiais. Ao longo do desenvolvimento deste projeto exploraremos teoricamente tais propriedades utilizando uma modelagem analítica e computacional através dos modelos tight-binding, contínuo, formalismo de Landauer-Büttiker, e técnica split-operator.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Diego Rafael Nespeque Correa

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • desenvolvimento de ligas biofuncionais de alta entropia para utilização como implantes biomédicos
  • Ligas biomédicas de titânio (Ti) têm sido desenvolvidas para utilização principalmente em implantes ortopédicos e odontológicos, combinando propriedades mecânicas, eletroquímicas e biocompatibilidade mais adequadas que outros biomateriais comerciais, como aço 316L e as ligas de Co-Cr-Mo. Contudo, as recentes ligas de titânio não eliminam completamente os problemas que ocorrem frequentemente em implantes, como o efeito de blindagem óssea, resistência aos esforços biomecânicos e a toxicidade pela liberação de íons metálicos e partículas de desgaste em longo prazo. Adicionalmente, métodos de modificação de superfície, dentre eles a oxidação eletrolítica por plasma (PEO), têm sido amplamente utilizado para acelerar o processo de osseointegração e regeneração óssea. Nos últimos anos, ligas com alta entropia, compostos por 5 ou mais elementos em proporção próxima à equimolar, têm sido desenvolvidos para aplicação aeronáutica e estrutural. Estes materiais têm sido reconhecidos pela sua elevada resistência mecânica, ductilidade e resistência à corrosão, o que têm atraído a atenção para utilização na área biomédica. Contudo, as ligas de alta entropia desenvolvidas atualmente não possuem propriedades adequadas para a utilização como biomateriais. Além disso, há ainda pouca compreensão sobre os mecanismos de cristalização e solidificação da solução sólida e também da interação de sua superfície com células e tecidos do corpo humano. Este projeto objetiva desenvolver uma nova classe de ligas biomédicas com alta entropia, compostas por elementos não tóxicos (Ti, Nb, Zr, Fe e Mn) para aplicação como implantes biomédicos. Além disso, a superfície das ligas será modificada por PEO, para a formação de camadas de óxido com propriedades biomultifuncionais.
  • Instituto Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Diego Rodrigues Falci

Ciências da Saúde

Medicina
  • histoplasmose disseminada em usuários de inibidores do fator de necrose tumoral-alfa
  • As doenças fúngicas são condições negligenciadas globalmente, com dificuldade de acesso a diagnóstico e tratamento em países em desenvolvimento. O Brasil é considerado uma área endêmica de histoplasmose, sendo causa importantes de mortalidade em pessoas vivendo com HIV. Essa infecção fúngica apresenta dificuldades importantes em relação ao seu diagnóstico em nosso meio. Não se conhece a prevalência destas doenças em pessoas imunocomprometidas não-portadoras de HIV, i.e., pacientes em uso de terapias imunossupressoras para doenças de etiologia autoimune. Esses pacientes frequentemente apresentam intercorrências infecciosas, muitas destas de difícil manejo e acarretando em elevada morbimortalidade. Este estudo objetiva avaliar a prevalência, fatores de risco e prognósticos para histoplasmose disseminada em pessoas atendidas em serviços de referência para tratamento de doenças auto-imunes e recebendo imunossupressores, utilizando um novo teste diagnóstico para histoplasmose. A duração prevista para a pesquisa é de 24 meses. Ao término do estudo, espera-se elucidar a epidemiologia dessa doença fúngica em pacientes não-HIV em nosso meio, qualificando o manejo das intercorrências infecciosas nessa população.
  • Universidade La Salle - Canoas - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Diego Rodrigues Macedo

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • integração do cadastro único com cadastro nacional e endereços para fins estatístico através da modelagem de um banco de dados espacial
  • Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadUni) foi criado com a finalidade de formar uma base de dados única para os programas sociais do Governo Federal, a partir do qual o poder público formula a gestão de políticas públicas para atender a população em situação de vulnerabilidade social. No entanto, a gestão deste banco de dados deve ser aperfeiçoada, principalmente em relação ao seu georreferenciamento. Por outro lado, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística vem implementando e aperfeiçoando o seu Cadastro Nacional de Endereços para fins estatísticos, que atualmente subsidia todas as suas pesquisas domiciliares por meio do georreferenciamento de todos as unidades visitadas pelo IBGE. Assim o objetivo deste projeto é Qualificação da base de dados do Cadastro Único (CadÚnico) por meio do cruzamento com a base do Cadastro Nacional de Endereços da fins Estatísticos (CNEFE), por meio de um protocolo sistematizado para identificação e cruzamento dos registros entre o CadÚnico e o CNEFE, que possibilitará o cruzamento entre estes dados e a possibilidade de uma atualização continua. Espera-se com estes resultados o aperfeiçoamento do banco de dados do CadUni, além da perspectiva de utilização do modelo de dados do CNEFE pelos demais órgãos governamentais
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 05/01/2020-31/12/2020
Foto de perfil

Diene Monique Carlos

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • prevenção de violência nas relações de intimidade entre adolescentes – análise de uma intervenção
  • Introdução: Nos últimos anos, estudos têm denotado importante relevância à violência nas relações de intimidade (VRI) entre os adolescentes. Neste âmbito, apresenta-se como área estratégica para a prevenção da VRI e promoção de relações de intimidade saudáveis (RIS). O modelo ecológico de compreensão da violência se mostra adequado para intervenções multidimensionais na área, conforme recomendado pela literatura. Objetivos: implementar e avaliar um programa de intervenção que visa a conscientização de adolescentes sobre a VRI, capacitando-os para a construção de RIS. Método: Trata-se de um estudo quase-experimental, descritivo e correlacional, sendo utilizada a abordagem qualitativa para complementação os dados. Os participantes serão estudantes do 9º ano de ensino fundamental; pais e/ou responsáveis; e professores e auxiliares da educação. A coleta de dados quantitativos se dará em três momentos (pré-intervenção, pós-intervenção e follow-up após quatro meses) junto aos estudantes, por meio de dados de caracterização; questionário CADRI; e escala de conhecimentos sobre VRI. Os dados qualitativos serão coletados por meio de grupos focais junto a todos os participantes envolvidos, em etapa pré-intervenção. A intervenção multidimensional será realizada em 3 sessões junto aos pais/responsáveis e professores/educadores; e 4 sessões junto aos estudantes. Os dados quantitativos serão analisados estatisticamente e os dados qualitativos por meio de análise temática. Resultados esperados: O atual projeto de pesquisa já se articula a projetos de extensão desenvolvidos na comunidade nos campos de estudo propostos, trazendo impacto local imediato. A médio prazo, pode embasar políticas futuras para a população adolescente, suas famílias e comunidades, se constituindo como importante estratégia para articulação interdisciplinar e intersetorial. A intervenção a ser delineada pode ser reproduzida por profissionais de saúde, educação, assistência social e áreas afins, bem como por multiplicadores adolescentes e familiares, promovendo a educação por pares e protagonismo / empoderamento pessoal, familiar e comunitário.
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Dilton Cândido Santos Maynard

Ciências Humanas

História
  • o "pearl harbor brasileiro": o cotidiano em sergipe na segunda guerra (1942-1945)
  • Este projeto objetiva desenvolver pesquisas em nível de excelência sobre as ressonâncias da época da Segunda Guerra Mundial em Sergipe (1939-1945), contribuindo assim para a consolidação do Grupo de Estudos do Tempo Presente (GET/CNPq/UFS) como espaço de produção de trabalhos acadêmicos sobre a História Contemporânea. Partimos do chamado “Pearl Harbor brasileiro”, a série de ataques realizados pelo submarino alemão U-507, entre os estados de Sergipe e Bahia, em agosto de 1942, acontecimento que serviu de estopim na declaração de guerra do Brasil à Alemanha, para uma análise sobre a política, as memórias e o cotidiano nos dias da Segunda Guerra Mundial. Entre a documentação utilizada, privilegiamos os relatórios produzidos pelas autoridades locais no episódio dos torpedeamentos, além de jornais, revistas, livros de memórias, depoimentos em vídeos e processos-crimes. Visamos realizar exaustivo levantamento de documentação sobre o tema em arquivos de Sergipe e em outros estados, bem como aproveitar este material para a produção de suportes didáticos para o ensino de História. Entre os produtos planejados para um período de 3 anos, constam 1 livro, 1 sítio eletrônico, 1 aplicativo, 4 dissertações, 3 monografias, 2 projetos de tese de doutorado, 14 artigos em periódicos qualificados, 15 comunicações científicas, além de relatórios e textos de popularização científica sobre a temática central da investigação. O projeto se justifica a partir da carência de interpretações acerca do assunto em Sergipe. O estudo levanta questionamentos sobre como se viveu a Guerra, propondo assim uma leitura mais ampla da História Política, buscando ampliar as poucas informações sobre os destinos dos náufragos, os efeitos de curto e médio prazo na vida da população, as transformações em um espaço afastado do teatro de guerra após os ataques submarinos ocorridos em Sergipe durante o maior conflito do século XX.
  • Universidade Federal de Sergipe - SE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Dimas Alan Strauss Rambo

Engenharias

Engenharia Civil
  • compósitos cimentícios reforçados com tecido de sisal: desenvolvimento, caracterização mecânica e tratamento do reforço com nano sílica e descamação
  • O presente projeto tem como objetivo avaliar os efeitos do reforço têxtil de sisal no desempenho mecânico à tração de compósitos cimentícios delgados. Para a produção dos compósitos serão empregados tecidos convencionais de sisal (sem tratamento) e tecido tratados com nano sílica e descamação (peeling). Uma matriz com substituição parcial de cimento por metacaulinita será empregada afim de evitar a degradação do tecido vegetal em meio a matriz alcalina. Ambos os materiais, matrizes e tecidos, serão caracterizados química e fisicamente antes da produção dos compósitos, visando determinar as contribuições isoladas de cada um no desempenho mecânico final do material. Além dos ensaios mecânicos à tração aplicados aos compósitos, microscopia eletrônica de varredura será empregada afim de avaliar a interface sisal/matriz e constatar a eficácia dos tratamentos. Com os resultados obtidos será possível estabelecer as equações constitutivas dos materiais estudados a fim de empregá-las em simulações em elementos finitos visando a aplicação destes compósitos em elementos da construção civil.
  • Universidade São Judas Tadeu - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Dimas Tadeu Covas

Ciências da Saúde

Medicina
  • inct em células-tronco e terapia celular no cancer
  • A presente proposta constitui a continuidade e a ampliação das atividades do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Células Tronco e Terapia Celular, um dos INCT criados pelo CNPq/FAPESP em 2008. Naquela oportunidade, propusemos o desenvolvimento de um extenso programa de pesquisas básicas e clínicas para entender, isolar, cultivar e usar terapeuticamente as células-tronco somáticas e pluripotentes, que também previa o estudo de células-tronco neoplásicas, em particular as associadas às leucemias e aos linfomas. Considerando a evolução do conhecimento científico sobre as células-tronco neoplásicas que culminaram na proposta de um novo modelo de oncogênese segundo o qual existem múltiplas subpopulações de células-tronco tumorais (CTT) que exibem maior ou menor dominância na massa tumoral ao longo da evolução da doença, decidimos nesta proposta isolar, cultivar e caracterizar células tumorais individuais (single cell analysis) e estudar o microambiente tumoral com o objetivo de melhor compreender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que levam a gênese do câncer. Adicionalmente, pretendemos realizar terapias inovadoras contra o câncer, incluindo a imunoterapia e a nanomedicina, que deverão originar estudos pré-clínicos e clínicos em diversas de neoplasias. Para executar este ambicioso plano de pesquisa, reunimos especialistas e instituições com comprovada experiência científica nas áreas envolvidas: biologia celular e molecular, genética, imunologia, hematologia, oncologia, biologia de sistemas e bioinformática, química de proteínas, engenharia química e de materiais e veterinária. A participação dos pesquisadores principais e colaboradores será feita de forma integrada e complementar, fruto do entendimento de que o câncer é um problema complexo que somente poderá ser abordado eficientemente de forma multidisciplinar. A produção científica destes pesquisadores no tema “terapia celular”, durante o período de execução do projeto (2009-2014) foi de mais de 470 artigos publicados em revistas indexadas o que representa um acréscimo de mais de 50% quando comparado ao período de cinco anos anterior ao INCTC; foram publicados 7 livros, 11 capítulos de livros e depositadas 5 patentes. Foram concluídas 66 dissertações de mestrado, 72 teses de doutorado e 34 pós-doutorados. Também foram concedidas, com recursos do projeto, 28 bolsas de pós-doc júnior, 59 bolsas de Desenvolvimento Técnico Industrial (DTI), 19 bolsas de Apoio Técnico e 20 bolsas de IC. As bolsas concedidas durante o andamento do projeto foram essenciais para o êxito das propostas. A presente proposta reúne 15 PIs, de 7 instituições, com expressiva produção acadêmica, destacando-se a publicação de 1358 artigos em revistas indexadas com 14.084 citações e índice h de 56, constituiu um dos melhores grupos de pesquisa com células-tronco, terapia celular e câncer do país - reunida de forma integrada para trabalhar um problema desafiador, como é o câncer, possibilitará um grande avanço científico capaz de colocar o país em posição de destaque no cenário internacional. De forma, geral, o conjunto de estudos na área de pesquisa básica envolve o isolamento e caracterização de células tumorais e células-tronco tumorais que serão estudadas em nível detalhado por ferramentas de: transcriptoma, genômica, epigenômica, citômica e proteômica que permitem a integração da biologia de larga escala e abordagem sobre sistemas biológicos. A proposta científica compreende três grandes áreas: 1) Estudos básicos para o entendimento da biologia do Câncer; 2) Desenvolvimentos de novas abordagens terapêuticas com foco em imunoterapia e 3) Estudos pré-clínicos e clínicos. As atividades educacionais voltadas ao ensino básico são coordenadas pela Casa da Ciência e serão amplamente divulgadas principalmente no seu portal educacional que permite acesso interativo pelos professores, alunos e pós-graduandos envolvidos no projeto. Também serão realizadas atividades no Museu e Laboratório de Ensino de Ciência localizado no Campus USP-RP. Estas atividades ainda têm o suporte da TV Hemocentro que é um centro de produção de mídias, composto por estúdio de televisão, edição e produção. A área educacional e de divulgação da ciência mantém inúmeros programas de formação e de iniciação científica voltada para professores e alunos do ensino fundamental e médio, como por exemplo o programa “Adote um Cientista” no qual alunos de pós-graduação são os tutores de pequenos grupos de alunos de nível médio e fundamental com o objetivo de discussão e estudo de temas de biologia que são temas das pesquisas realizadas pelo centro. O ensino de Pós-graduação estrito senso também tem sido desenvolvido como parte do programa de disseminação de conhecimentos e formação de pessoal. Em 2010, foram organizados dois cursos ligados ao Departamento de Clínica Médica e ministrado por pesquisadores do INCTC. O curso de mestrado e doutorado em “Oncologia Clínica, Celulas-Tronco e Terapia Celular” e o curso de mestrado profissional em “Hemoterapia e Biotecnologia”. As atividades de inovação serão ampliadas com apoio da Agência de Inovação-USP e da SUPERA - Parque de Inovação e Tecnologia de Ribeirão Preto. Desde 2005, 15 empresas foram incubadas na unidade da Incubadora localizada no Hemocentro. Recentemente, as duas unidades da SUPERA foram incorporadas que reúne todas as empresas incubada. Adicionalmente, serão desenvolvidas novas ações visando o desenvolvimento tecnológico e a sua transferência para o setor produtivo. Por fim, as atividades de internacionalização, em conjunto com o programa de pesquisa, disseminação e difusão de ciência e de transferência de tecnologia, formam os pilares do INCTC. Esta proposta conta com onze colaboradores internacionais, comprometidos com a equipe. Esta proposta pretende manter um forte e estreito vínculo com instituições parceiras do exterior, realizando reuniões presenciais e virtuais, além de fortalecer o intercâmbio entre pesquisadores e alunos.
  • Fundação Hemocentro de Ribeirão Preto - SP - Brasil
  • 25/11/2016-30/11/2022
Foto de perfil

Dinorá Eliete Floriani

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • embeddedness como determinante subnacional de investimento estrangeiro direto (ied)
  • Neste estudo, considera-se a necessidade de que, além da perspectiva subnacional e da análise da distribuição subnacional do Investimento Estrangeiro Direto a partir de determinantes econômicos e institucionais tradicionais, se considere o Embeddedness como uma vantagem adicional que as Empresas Multinacionais (MNE) devem considerar em suas estratégias de localização em mercados emergentes. Assim, objetivo desta pesquisa é analisar de que modo o Embeddedness configura as estratégias de empresas multinacionais (MNE) em nível subnacional em países emergentes. Para alcançar esse objetivo, pretende-se: identificar os principais indicadores dos determinantes de IED nos estados brasileiros; estimar os determinantes subnacionais de IED no Brasil; investigar o papel do Embeddedness nas estratégias das MNE. Espera-se capturar a influência de fatores que vão além dos pressupostos clássicos de atributos de mercado e da qualidade das instituições. Este estudo adota uma perspectiva subnacional, uma vez que os mercados emergentes podem apresentar marcadas diferenças internas em termos de desenvolvimento e ambientes de negócios complexos. Com base em uma abordagem holística e multidimensional, a pesquisa busca captar as interrelações entre local, espaço e firma, por meio da incorporação do Embeddedness ao conjunto de determinantes tradicionais de IED. A pesquisa é caracterizada como exploratório-descritiva, com uma abordagem mista. Na etapa quantitativa, investigam-se os determinantes subnacionais de IED no país. Na etapa qualitativa, desenvolvem-se múltiplos estudos de caso com subsidiárias de MNE cuja entrada no Brasil se deu em uma localidade não central (fora de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais) e/ou que relocaram seu investimento para esse tipo de Estado periférico, em que os determinantes tradicionais parecem estar menos presentes, a não ser quando se recorre à noção de Embeddedness. Para tal utilizar-se-á o caso de Santa Catarina, estado não central que vem atraindo MNE como BMW e Azimut Yachts. Espera-se, como principais resultados: (a) demonstrar os indicadores que melhor descrevam os determinantes de IED em nível subnacional no Brasil, (b) estimar os determinantes de IED em nível subnacional no país; (c) como técnica de confirmação e de conhecimento exploratório, relacionar os indicadores com estudos de casos em subsidiárias de MNE estrangeiras, considerando o papel do Embeddedness em suas estratégias em nível subnacional. Argumenta-se que o Embeddedness pode mediar a importância dos determinantes tradicionais e criar um ambiente subnacional mais favorável em comparação ao contexto nacional, podendo levar as MNE a investirem em regiões onde os determinantes de localização tradicionais não são evidentes. Contribui-se para o desenvolvimento da Teoria da Multinacional, nomeadamente com o Paradigma Eclético, destacando-se a importância do Embeddedness como vantagem adicional de localização no nível subnacional em países emergentes como o Brasil.
  • Universidade do Vale do Itajaí - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Diógenes de Souza Bido

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • medidas e modelos da aprendizagem nas organizações: incorporando a aprendizagem a partir das falhas e erros
  • As definições de aprendizagem organizacional (AO) não citam os erros passados como fontes potenciais de aprendizagem, isto é, "Tratam sempre de aprendizagens genéricas/abstratas, sugerindo que os respondentes aprendem de forma contínua [...] (CORREIA-LIMA et al., 2017, p.509)". Além disso, algumas análises são inapropriadas (exploratórias quando deveriam ser confirmatórias) e modificam a estrutura fatorial original da escala de mensuração. Em terceiro lugar, algumas pesquisas colocam como consequentes da AO variáveis que não têm relação direta com ela, desconsiderando-se a necessidade de mediadores, que expliquem por meio de que processo a aprendizagem se converte em desempenho, por exemplo. Assim, esta pesquisa tem dois objetivos principais: Revisar as definições conceituais e operacionais, incorporando a aprendizagem a partir dos erros; Elaborar e testar modelos estruturais que permitam avaliar a validade concorrente e nomológica dos construtos operacionalizados. Para atingir esses objetivos são propostas as seguintes etapas: (i) Levantar os erros, falhas e incidentes (resumidamente, erros) recorrentes nas organizações de um setor específico, registrando a frequência e a gravidade de suas ocorrências; (ii) agrupar esses erros; (iii) elaborar itens que tenham relação com as aprendizagens que podem ocorrer a partir desses erros; (iv) testar empiricamente a validade e confiabilidade desses itens, revisando as definições conceituais dos construtos, de modo que haja coerência entre as definições conceituais e operacionais (validade de conteúdo); (v) propor e testar relações entre esses construtos e seus antecedentes e consequentes.
  • Universidade Presbiteriana Mackenzie - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Diógenes Soares Moura

Outra

Robótica, Mecatrônica e Automação
  • a robótica como ferramenta motivadora para a área das ciências da natureza
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 12/08/2019-30/11/2021
Foto de perfil

Diogo Antonio Tschoeke

Engenharias

Engenharia Biomédica
  • mineração do resistoma (genes de resistência a antibióticos) e de genes produtores de antibióticos em metagenômas públicos utilizando predição padrão e aprendizado de máquina
  • A partir da biodiversidade de biomas é possível desenvolver novos medicamentos para o tratamento do câncer e de infecções microbianas. Gerando a necessidade de projetos inovadores que permitam a descoberta de novos microrganismos e genes com aplicação em saúde pública, além da utilização de metodologias de mineração de dados que possam ser empregadas no tratamento de doenças que acometem nossa população. Ambientes submetidos a variados graus de impacto antropogênico se mostram importantes fontes de genes de resistência e bactérias resistentes, além de outros organismos patogênicos. Um modo de estudar a diversidade de microrganismos por técnicas independentes de cultivo é a metagenômica, pois se sabe que no ambiente apenas uma pequena porcentagem das espécies de microrganismos pode ser cultivada. Identificar, catalogar e analisar a diversidade de microrganismos continua a ser um desafio. Nesse contexto, a metagenômica aparece como método capaz de contribuir para o estudo e conhecimento da taxonomia, fisiologia e genética de microrganismos ainda não cultiváveis (patogênicos ou não), apresentando-se inclusive como uma alternativa para a descoberta de novas enzimas, novos antibióticos e vias metabólicas. Os Antibióticos são umas das classes de drogas mais prescritas mundialmente. Em 2010, mais de 70 bilhões de doses clínicas de antibióticos foram administradas em todo o mundo, sendo que as bactérias podem se tornar resistentes à ação dos antibióticos por diferentes mecanismos. A rápida evolução da resistência aos antibióticos em bactérias e sua distribuição nos diferentes ambientes é um conhecido problema de saúde mundial. A subutilização e o uso excessivo de antibióticos geram uma incessante pressão seletiva sobre os genes relacionados com a resistência. O estudo da diversidade e da distribuição dos determinantes de resistência entre populações bacterianas e genomas pode ajudar a entender melhor como a resistência aos antibióticos se desenvolve. Pesquisas que visam a descoberta de novos antibióticos enfrentam dificuldades, porém antibióticos de inspiração natural salvaram milhões de vidas e desempenharam um papel fundamental na medicina moderna. No entanto, o surgimento de patógenos resistentes aos medicamentos está superando a taxa em que novos antibióticos clinicamente úteis estão sendo descobertos. Tradicionalmente, o solo e os ambientes marinhos fornecem um rico reservatório a partir do qual diversos esqueletos químicos podem ser descobertos. Recentemente o microbioma humano tem sido reconhecido também como um nicho promissor a partir do qual metabólitos secundários com potencial terapêutico começaram a ser isolados, podendo levar ao desenvolvimento de novas modalidades terapêuticas. Na ausência de novas terapias, prevê-se que as taxas de mortalidade devido a infecções intratáveis aumentem mais de dez vezes até 2050. A falta de novos agentes antibacterianos em desenvolvimento para infecções por bactérias multirresistentes é uma preocupação crescente, uma das estratégias que tem desempenhado um papel importante no projeto de drogas auxiliadas por computador, como, por exemplo, o desenho de agentes antimicrobianos (bacterianos/fúngicos) usando métodos baseados em ligantes e receptores para selecionar compostos candidatos, é o aprendizado de máquina que combina elementos de diversas disciplinas, como estatística, teoria da informação e probabilidade. Tem uma abordagem diferente: em vez de regras de "codificação rígida", como em sistemas especialistas, as relações são inferidas a partir do conjunto de dados. Um modelo é desenvolvido e então aplicado a novos dados não vistos para prever o resultado de interesse. Desta maneira objetivamos identificar genes de resistência a antimicrobianos, genes produtores de antibióticos e microrganismos patogênicos em metagenômas públicos utilizando abordagens padrão e de aprendizado de máquina. Selecionaremos metagenomas públicos disponíveis na secção SRA do GenBank e de outras bases contendo dados metagenômicos serão utilizadas, como, por exemplo: NCBI/ENV, iMicrobe, MG-RAST e IMG/M para identificação de patógenos, genes com potencial biotecnológico, genes de virulência e de resistência a antimicrobianos, utilizando perfis HMM e o BLAST, tanto nos metagenomas quanto nos genomas montados a partir do metagenoma. Para a análise utilizando aprendizado de máquina empregaremos o programa DeepARG, objetivando a identificação e mineração de genes de resistência a antibióticos. Adicionalmente, desenvolveremos modelos a partir de técnicas de aprendizado de máquina com o objetivo de identificar e prever a resistência bacteriana a antibióticos e de produção de antibióticos. Para esta etapa, algoritmos como regressão logística, redes neurais probabilísticas e máquinas de vetores de suporte poderão ser empregados na modelagem. Esperamos explorar, identificar e caracterizar os perfis dos ambientes onde é possível encontrar microrganismos patogênicos bem como obter maiores informações e evidências sobre a evolução dos genes em patógenos que apresentam resistência, além da dispersão e emergência desses organismos no ambiente, reservatórios e o papel do microbioma no contexto da saúde humana. Integrando as temáticas da biodiversidade, genômica, pós-genômica, metagenômica, saúde e aprendizado de máquina.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Diogo Aparecido Lopes Silva

Engenharias

Engenharia de Produção
  • avaliação do ciclo de vida (acv) de processos de manufatura para o fortalecimento do banco nacional de inventários do ciclo de vida (sicv brasil): desenvolvimento de procedimento e estudos de caso
  • Promover a produção sustentável é um dos principais desafios da Gerência de Produção, e para isso, tem se mostrado importante o desenvolvimento de estudos envolvendo a Gestão do Ciclo de Vida de produto. Neste sentido, se destaca a Avaliação do Ciclo de Vida (ACV), que se trata de uma técnica holística para a avaliação do desempenho ambiental de produtos, serviços e também de processos de fabricação, sendo que para este último, se destaca o emprego da recente metodologia CO2PE! Inititiative - Unit Process Life Cycle Inventory (UPLCI). Diversos estudos têm sido realizados nos últimos anos envolvendo o uso do UPLCI para a avaliação ambiental de processos de fabricação, todavia, escassas são as iniciativas envolvendo a sua utilização para o fortalecimento de bancos de dados de ACV. Esses bancos de dados são essenciais para a viabilização de estudos de ACV na indústria, e no Brasil, apenas em 2016 foi publicado o Banco Nacional de Inventários do Ciclo de Vida – SICV Brasil. O SICV Brasil é um banco de dados que publica inventários relacionados aos mais diversos produtos oriundos do setor produtivo nacional, contudo, ele dispõe ainda de poucos inventários publicados e disponíveis para acesso pela comunidade interessada na temática de ACV. Assim, a publicação de inventários de processos de fabricação se mostra como uma essencialidade para se buscar superar tal lacuna, visto que o dispêndio de tempo e de recursos para a geração de inventários de processo se mostra potencialmente reduzido, em contrapartida aos inventários convencionais publicados pelos bancos de dados de ACV. Assim, o objetivo geral deste projeto será o de pesquisar e desenvolver um procedimento para mapear processos de fabricação com base na metodologia UPLCI e na sua adaptação frente aos critérios de qualidade previstos no guia Qualidata, do SICV Brasil. Para a obtenção de tal objetivo, as seguintes atividades serão realizadas: 1) desenvolver um procedimento para mapear processos de fabricação com base no UPLCI, e na sua adaptação frente aos critérios de qualidade previstos no guia Qualidata; 2) testar o uso do procedimento em estudos de caso diversos; e 3) gerar novos inventários que sejam elegíveis para publicação no SICV Brasil. Após desenvolvido o referido procedimento, 04 estudos de caso serão realizados em diferentes indústrias de manufatura situadas na região de Sorocaba/SP, visando a geração de novos inventários de processos de fabricação. Os inventários gerados servirão como um resultado piloto da aplicação do procedimento desenvolvido, sendo que ao final do projeto, uma análise crítica será conduzida para a validação e posterior publicação do procedimento obtido como anexo ao guia Qualidata. Portanto, os resultados do estudo poderão apontar para ações e perspectivas que possam colaborar para o fortalecimento do SICV Brasil, e consequentemente, para o fortalecimento da ACV no Brasil.
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Diogo Berta Pitz

Engenharias

Engenharia Mecânica
  • dns e les de escoamentos gerados por empuxo em cavidades rotativas utilizando métodos espectrais
  • Escoamentos gerados por empuxo em cavidades rotativas ocorrem entre os discos de compressores de turbinas a gás, e são historicamente difíceis de se estudar tanto numericamente quanto experimentalmente. Nesses sistemas, a parte externa da cavidade encontra-se geralmente a uma temperatura mais elevada do que a parte interna, o que, combinado com a ação da força centrífuga induzida pela rotação do sistema, faz com que o gradiente de temperatura seja instável. Assim, o escoamento é inerentemente transiente e suscetível a transições entre diferentes estados, além do fato de se tratar de um escoamento turbulento. Para se estudar o comportamento das camadas limite formadas próximo aos discos e às superfícies cilíndricas da cavidade, é desejável utilizar simulações numéricas de alta fidelidade, como DNS e LES, que requerem preferencialmente métodos de discretização espacial de alta ordem. Neste projeto, pretende-se utilizar um método de elementos espectrais para estudar escoamentos gerados por empuxo em cavidades rotativas. O proponente trabalhou com este tema ao longo do seu doutorado, o qual trouxe a tona diversas questões não esclarecidas a respeito desses escoamentos, como qual o papel das forças de Coriolis e de efeitos de compressibilidade sobre as estatísticas do escoamento, e de que forma as energias cinética e potencial do escoamento são geradas, transportadas e dissipadas. Adicionalmente, o projeto prevê a implementação de ferramentas de simulação numérica envolvendo o operador resolvente, que apresenta grande potencial para controle de escoamento. Os métodos aqui aplicados e as ferramentas desenvolvidas possuem ampla aplicação na área de dinâmica dos fluidos computacional, podendo ser estendidas a outros problemas, principalmente no contexto de simulações numéricas de alta fidelidade.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Diogo José Horst

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • “síntese e dopagem de materiais bidimensionais por cvd – mos2 e óxido de grafeno”
  • Neste projeto pretende-se estudar a síntese e dopagem de materiais bidimensionais por chemical vapor deposition - CVD utilizando MoS2 e óxido de grafeno com mudanças nos parâmetros experimentais aplicados. O efeito da metodologia de síntese aplicada e parâmetros experimentais na morfologia, tamanho de partícula, uniformidade da amostra e as propriedades térmicas e optoeletrônicas dos filmes serão avaliados. Todas as amostras serão caracterizadas por técnicas de análise de microscopia, espectroscopia, calorimetria e capacidade eletrônica De acordo com resultados preliminares obtidos serão escolhidas terras raras para dopar o sensor em nova síntese, objetivando assim otimizar sua capacidade sensora, buscando aplicações de interesse tecnológico. A sensibilidade dos materiais na forma de circuito flexível e também capacitor será verificada através de uma ponte de Wheatstone em corrente contínua ou corrente alternada, através de sua propriedade resistiva, assim comprovando o uso destes materiais como circuito, sensor, resistor ou capacitor.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 19/10/2020-30/04/2021
Foto de perfil

Diogo Menezes Costa

Ciências Humanas

Arqueologia
  • ecoarqueologia histórica no engenho do murutucu: uma perspectiva amazônida
  • Durante o desenvolvimento do projeto “Sítio Escola Engenho do Murutucu: Uma Arqueologia dos Subalternos” de 2014 a 2016, as áreas identificadas e selecionadas no sítio arqueológico Engenho do Murutucu para pesquisa foram: em 2014 a Senzala e Lixeira do sítio, em 2015 a Casa Grande e a Fábrica de Açúcar e Aguardente, e em 2016 a parte externa da Senzala e o final da Lixeira do sítio; além de uma delimitação da área do sítio externa as estruturas edificadas através de prospecções em transect. Com este trabalho foi feita uma primeira classificação espacial e temporal dos vestígios arqueológicos presentes no sítio, e que compõem por sua vez uma coleção de dados coletados sobre a área em pesquisa para que, de forma descritiva possa estabelecer em um segundo momento as direções de investigação a serem seguidas, e melhores exploradas em campanhas posteriores com a intervenção em áreas selecionadas. As intervenções nas áreas identificadas e selecionadas do sítio arqueológico Engenho do Murutucu não foram extensivas, e tiveram por prerrogativa mais a caracterização do pacote arqueológico e recuperação de informação sobre os artefatos e estruturas neles localizados. A recuperação destas informações através de escavações controladas foi responsável pelo estabelecimento de correlações entre os vestígios exumados, e também com os dados externos inferentes ao sítio. Esta etapa, foi realizada em campo através da exumação dos vestígios e estudo dos seus contextos, assim como a coleta do maior número possível de dados informativos ainda em campo. O resultado obtido com esta etapa de exploração arqueológica, de certas áreas do sítio, gerou um grande volume de dados que foram transportados ao laboratório para ser realizada uma etapa de análise e posterior interpretação. A análise dos dados coletados em campo do sítio arqueológico Engenho do Murutucu foram realizadas através da correlação entre similaridades e diferenças estabelecidas entre as propriedades dos dados coletados em campo e os atributos inferidos a estes dados através de dados externos ao campo, e obtidos em pesquisa de gabinete. Por sua vez, os dados analisados em laboratório derivaram em uma série de padrões estabelecidos por suas variáveis e constantes próprias que levaram a interpretação através da compilação e divulgação destes resultados. Os resultados obtidos em laboratório sobre a análise dos dados coletados em campo foram fundamentais para o estabelecimento de certas interpretações na forma de um conjunto de novas informações sobre o referido sítio, e se o caso, de novas investigações a serem realizadas em campo. A compilação e divulgação dos resultados obtidos no sítio arqueológico Engenho do Murutucu foi transformada em uma série de trabalhos finalizados, ou em fase de finalização tanto no meio acadêmico como não acadêmico. Estes trabalhos resultaram em artigos, relatórios técnicos, projetos de pesquisa, dissertações de mestrado, trabalhos de conclusão de curso, projetos de iniciação científica, projetos de extensão e apresentações em eventos. Outro resultado obtido com a pesquisa foi também a formação de uma coleção única de dados materiais informativos sobre o modo de vida cotidiano de segmentos marginalizados/esquecidos da sociedade colonial e pós, que através de sua expressão material possuem uma presença que pode ser investigada por gerações posteriores. Este legado tanto em produto pronto ou dado bruto, é a singularidade desta inovadora pesquisa. Através do novo projeto intitulado “Ecoarqueologia Histórica no Engenho do Murutucu: Uma Perspectiva Amazônida” pretende-se ampliar este conhecimento já adquirido, por meio de uma nova abordagem que enfoque agora as relações ecológicas ocorridas entre os diferentes coletivos constituintes e ocupantes do espaço do sítio com o meio ambiente da área. Esta investigação ocorrerá através da seleção do novos locais de intervenção, agora orientados para entender as relações humanas e não-humanas acontecidas no sítio, e pelo emprego de uma leitura aqui chamada de ecoarqueologica, onde não só as ações humanas sobre o meio ambiente são entendidas, mas também as respostas ambientais do meio a estas ações são estudadas. Para isto propõem-se seguir uma nova exploração do sítio em três outras fases: Primeiro, para caracterizar os elementos indicadores não-humanos na área do sítio, como por exemplo a biota presente no sítio hoje, a geomorfologia da área atual, etc; Segundo, para identificar as ações humanas causadoras de impacto ecológico na área, como por exemplo, a inserção de fauna e flora exóticas, a canalização de recursos hídricos, etc; E terceiro, para pesquisar as respostas ambientais das ações humanas na área, tanto positivas como negativas, e estabelecer uma cronologia e espacialidade para estes eventos não-humanos. Desta forma, o projeto “Ecoarqueologia Histórica no Engenho do Murutucu: Uma Perspectiva Amazônida” é tanto uma continuidade do projeto “Sítio Escola Engenho do Murutucu: Uma Arqueologia dos Subalternos” já realizado. Quanto também, uma nova abordagem com problemática, execução e resultados inovadores e originais esperados para o estudo de sítios arqueológicos do período histórico na Amazônia brasileira.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022