Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Verônica Brito da Silva

Ciências Agrárias

Agronomia
  • potencial genético de genótipos de feijão-fava com tolerância a altas temperaturas e resposta ao fotoperíodo
  • O feijão-fava (Phaseolus lunatus L.) tem se mostrado bastante promissor entre as leguminosas cultivadas no Brasil, com destaque para a região Nordeste. Embora, seja bastante apreciado nesta região, ainda possui baixa participação na sua produção, devido a falta de investimentos em pesquisa básica e aplicada como o melhoramento desta leguminosa. Portanto, torna-se necessário desenvolver genótipos mais adaptados para serem recomendados aos produtores, principalmente da região Nordeste. A temperatura e o fotoperíodo são os fatores ambientais principais que influenciam a duração do ciclo de desenvolvimento das plantas. A resposta fotoperiódica e altas temperaturas ainda não foram quantificadas em genótipos de feijão-fava. . Por ter origem em regiões de média à alta altitude, a cultura do feijãoé sensível a temperaturas elevadas. Diante das previsões de mudanças climáticas com o aumento da temperatura global em consequência da emissão de gases de efeito estufa na maioria das áreas de cultivo, coloca-se em risco a segurança alimentar e faz-se necessário o melhor entendimento dos mecanismos fisiológicos de tolerância às altas temperaturas, assim como a identificação de fatores genéticos que controlam as respostas fisiológicas, a fim de selecionar novas combinações que levam à maximização do rendimento frente ao estresse por calor. Além da temperatura, o fotoperíodo também afeta o ciclo de desenvolvimento de espécies. O conhecimento da resposta fotoperiódica das culturas é importante para identificar sua adaptação para cultivo em diferentes locais e assim auxiliar na determinação da época de semeadura recomendada para cada região. Nesse contexto, os objetivos do projeto serão investigar os efeitos do estresse por alta temperatura e identificar a resposta ao fotoperíodo em 25 genótipos de feijão-fava cultivados na região Nordeste em duas localidades com zonas climáticas distintas (clima quente e ameno). Será avaliada também a existência de efeitos de interação genótipo x ambiente e a seleção dos genótipos mais contrastantes quanto à tolerância ao calor e ao fotoperiodo. O experimento será realizado em casa de vegetação localizado no campus da UFPI. Serão avaliadas características fenológicas, produtivas e relacionadas ao desenvolvimento da planta. O delineamento experimental empregado será o de inteiramente casualizados, com quatro repetições. Serão processadas análises de variância individuais, e análise conjunta de variância para todos os caracteres, com o objetivo de determinar possíveis interações entre os genótipos com os ambientes. Será realizado o teste de Scott e Knott, a 5% de probabilidade, para comparações das médias dos genótipos. Uma relação linear entre as características para a resposta fotoperiódica.
  • Universidade Federal do Piauí - PI - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022