Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Ary Serpa Neto

Ciências da Saúde

Medicina
  • ventilação protetora com peep alto versus baixo durante ventilação monopulmonar para cirurgia torácica – prothor: estudo controlado randomizado
  • As complicações pulmonares no pós-operatório (CPP_, especialmente após a cirurgia sob anestesia geral, contribui para a morbidade e mortalidade de pacientes cirúrgicos. Anestesiologistas utilizam a pressão positiva ao final da expiração (PEEP), com ou sem manobras de recrutamento, com objetivo de melhorar a oxigenação e proteger o paciente das CPP. A ventilação monopulmonar (OLV) mantendo o pulmão contra-lateral em repouso pode ser necessária para permitir ou facilitar a cirurgia torácica. Entretanto, a OLV pode resultar em hipoxemia grave, necessitando de pronta abordagem para manter adequada troca gasosa, enquanto se protege os pulmões contra as CPP. Durante a OLV, o uso de baixo volume corrente é útil para se evitar a hiperdistensão alveolar, entretanto, esta estratégia pode levar a atelectasia e a abertura e fechamento cíclico dos alvéolos, especialmente quando utilizado baixos níveis de PEEP. O impacto clínico do uso de níveis mais altos de PEEP para prevenir a formação de atelectasia no intra-operatório durante a OLV é desconhecido.
  • Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Askery Alexandre Canabarro Barbosa da Silva

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • sistemas complexos com retardo
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal de Alagoas - AL - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Astolfo Gomes de Mello Araujo

Ciências Humanas

Arqueologia
  • arqueologia itararé-taquara no extremo sul de sp: investigação das relações cronoculturais entre abrigos rochosos, estruturas subterrâneas e montículos de terra na região de itapeva.
  • Esta pesquisa visa estudar a relação entre a ocupação de um abrigo rochoso, estruturas subterrâneas e montículos de terra relacionados à Tradição Itararé-Taquara na região sul do Estado de São Paulo.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Astrogildo Fernandes da Silva Júnior

Ciências Humanas

Educação
  • ensinar e aprender história: um estudo em escolas localizadas no meio rural do município de ituiutaba, mg, brasil.
  • Este projeto de pesquisa tem como temática o processo de ensino e aprendizagem em História efetivado em escolas localizadas no meio rural do município de Ituiutaba, MG, Brasil. Busca respostas para os seguintes questionamentos: como os professores de História que atuam em escolas localizadas no meio rural do município de Ituiutaba, MG, Brasil ensinam História? Como as crianças e jovens que estudam nessas escolas aprendem História? Os professores consideram as especificidades do espaço rural? Os estudantes apropriam dos saberes históricos? Inicialmente propõe aprofundar os estudos sobre a história da educação no meio rural brasileiro e sobre a proposta do paradigma da Educação do Campo. O desenvolvimento da pesquisa acontecerá em cinco fases distintas: análise de documentos disponibilizados nas Secretaria de Educação do Município de Ituiutaba, buscando analisar o movimento histórico da educação efetivada no meio rural, especificamente o processo de municipalização e nucleação das escolas; Pesquisa sobre o Estado da Arte mapeando a produção acadêmica que aborda a temática (Educação Rural; Educação do Campo), dando ênfase nas pesquisas realizadas nas IES mineiras; Observação do espaço escolar, de forma mais específica nas aulas de História; Entrevista com professores de História e estudantes; Produção, desenvolvimento e análise dos materiais didáticos trabalhados com os estudantes de escolas localizadas no meio rural do município de Ituiutaba, MG, Brasil. Perpassará todas as fases a revisão bibliográfica acerca da educação no meio rural, ensino de História e formação de professores. O olhar sobre as escolas rurais do município de Ituiutaba, MG, Brasil bem como a análise dos documentos procura relacionar o local com o nacional. Acredita-se que as características das escolas rurais do município pesquisado, por um lado, dialoga com o que acontece no meio brasileiro, por outro, possui suas especificidades. O desenvolvimento da pesquisa permitirá reconhecer as especificidades de ensinar e aprender História em escolas localizadas no meio rural. Dessa forma a história em situação escolar não se limitará em elaborar produtos que não respondam a contextos e necessidades sociais e produtos obsoletos, descontextualizados que não tenham nenhum uso nem valor social. Pode contribuir para um ensino de História que tenha relação com a vida prática dos estudantes.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 01/06/2017-30/11/2020
Foto de perfil

Ataís Bacchi

Ciências da Saúde

Odontologia
  • resistência de união à dentina e características da interface de sistemas para cimentação adesiva
  • O objetivo neste estudo in vitro será avaliar a resistência de união à dentina por microcisalhamento (RU) de diferentes técnicas de cimentação adesiva e correlacionar com o grau de conversão na camada híbrida (GC), espessura da camada híbrida (CH) e nano infiltração de nitrato de prata (NI). Para isso, serão utilizados dentes bovinos para obtenção de blocos de dentina medindo 5 x 5 x 2 mm. Os blocos serão aleatoriamente separados em seis grupos (n=15), conforme a técnica de cimentação utilizada, sendo: 1) adesivo convencional de três passos e cimento resinoso de dupla ativação; 2) adesivo autocondicionante de frasco único e cimento resinoso de dupla ativação; 3) cimento autoadesivo; 4) adesivo autocondicionante de dois frascos e cimento resinoso de dupla ativação; 5) primer autoadesivo e cimento resinoso de dupla ativação somente fotoativado; 6) Cimentação utilizando primer autoadesivo e cimento resinoso de dupla ativação com aplicação de Oxyguard II (Panavia F2.0), para polimerização apenas química. A aplicação dos materiais de cimentação será realizada com o auxílio de cilindros plásticos de 0,8 mm de diâmetro para a técnica do microcisalhamento. As amostras resultantes de cada técnica adesiva serão separadas em três subgrupos (n=5) para serem submetidas à ciclagem térmica, envelhecimento químico ou armazenagem em água (controle). RU será avaliada na máquina de ensaios universal; padrão de fratura será avaliado em microscópio óptico. Análises complementares da interface adesiva serão realizadas em palitos (1 mm2): GC, em espectrofotômetro micro-raman; CH e NI, em microscopia eletrônica de varredura. Os resultados serão submetidos às análises estatísticas pertinentes, com significância de α = 0,05.
  • Fundação Meridional - RS - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Atslands Rego da Rocha

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • smart&green: um arcabouço de internet das coisas para agricultura inteligente
  • O Brasil é um dos principais produtores e fornecedores mundiais de alimentos. Um dos desafios na agricultura no Brasil é o atendimento à crescente demanda por alimentos devido ao aumento e envelhecimento da população e à migração rural-urbana (menos de 10% da população viverá no campo em duas décadas). Tais tendências demográficas afetarão diretamente os sistemas de produção agrícolas, que precisarão ser mais automatizados para aumentar a produtividade. Entretanto, o desenvolvimento da agricultura deve ocorrer nas dimensões de sustentabilidade (social, técnico-econômica, e ambiental), que conta com interconexões indissociáveis como entre a água e os alimentos. A agricultura irrigada já é o setor que mais consome água no país. Cerca de 70% da disponibilidade hídrica total no Brasil é destinada a atividades de irrigação. Portanto, a valorização da água como um bem finito é latente no manejo de irrigação. A agricultura de precisão (conhecida também como agricultura inteligente) é um exemplo de domínio de aplicação que pode ser beneficiado com a internet das coisas (do inglês, Internet of Things - IoT). Em geral, na perspectiva da agricultura de precisão, a IoT é voltada a favorecer a automação dos processos e as tomadas de decisão. A internet das coisas possibilita que objetos do mundo real sejam conectados na internet e se comuniquem entre si de forma autônoma, com o intuito de prover serviços para pessoas e coisas. A previsão é que, até 2020, cerca de vinte bilhões de objetos de nosso cotidiano estejam conectados à internet. Parte das tecnologias usadas como infraestrutura da internet das coisas é a das redes de sensores e atuadores sem fio, em que nós de sensoriamento (e atuação) são conectados através de redes sem fio para finalidades diversas. Com o advento da internet das coisas é possível o uso de sensores em praticamente quaisquer tipos de objetos, alterando a forma de obtenção e consumo de dados, produtos, serviços e processos. Com o advento da internet das coisas, os campos agrícolas podem ser conectados à internet, permitindo um monitoramento em tempo real dos dados. Dessa forma, a internet das coisas pode prover conexões entre pessoas e culturas, independente das suas posições geográficas. Através da agricultura de precisão, o uso de recursos como pesticidas, fertilizantes e água pode ser otimizado. O uso da IoT possibilita a obtenção de informações sobre variações na umidade do solo ao longo do campo, que possa alterar a necessidade hídrica da área irrigada. Essa informação pode dar suporte para tomada de decisões do manejo de irrigação, como a quantidade de água necessária, evitando danos às culturas e desperdício de água, ou a seleção apropriada do tipo de técnica de irrigação. A concepção de arcabouços, sistemas e aplicações de internet das coisas não são atividades triviais. O advento da IoT promete conectar de forma ubíqua uma enorme quantidade de objetos inteligentes e a configuração dos sensores associados a esses objetos deve ser automática para as aplicações, de modo que eles se adaptem às mudanças do ambiente, em que uma mínima (ou nenhuma) intervenção humana é desejada. Além disso, objetos inteligentes possuem o requisito desafiador de eficiência energética, seja para que a troca ou a recarga de baterias sejam prolongadas ou para a economia do recurso de energia, no caso de objetos com alimentação de energia. Uma vez que os objetos estejam conectados, é necessário a compreensão dos dados coletados e a descoberta do contexto relacionado a eles, além da análise para extração de informação útil em larga escala de dados. Entretanto, em geral, as fontes de dados produzem dados em alta frequência e com baixo conteúdo informacional dificultando o processo. O desafio apresenta-se em conceber uma arquitetura escalável para o tratamento distribuído de transações de produção de dados e da interpretação e ação sobre esses dados. Na busca de investigar soluções para os desafios expostos, nesse projeto iremos pro- por, especificar e conceber um arcabouço de internet das coisas usando como infraestrutura uma rede de sensores sem fio para o domínio de aplicações de agricultura inteligente. O arcabouço proposto tem como função principal realizar o monitoramento e o controle remoto de campos agrícolas e o suporte a tomada de decisão para aplicações de agricultura inteligente com foco no uso eficiente de recursos hídricos. Será implementada uma instância do arcabouço para avaliação. A pesquisa será executada por uma equipe multidisciplinar nas áreas de tecnologia (UFC e IFCE) e de agronegócio (Embrapa Agroindústria Tropical). Os experimentos em campo serão realizados inicialmente em campos experimentais da Embrapa com fruticultura irrigada.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 01/06/2017-31/12/2020
Foto de perfil

Audrey Borghi Silva

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • efeitos do treinamento muscular ventilatório sobre a hemodinâmica, do perfil inflamatório e dos marcadores de atrofia e hipertrofia muscular em ratos com diabetes mellitus.
  • Introdução: A diabetes mellitus (DM) é umas das principais doenças crônicas que acomete a população, sendo considerada um grave problema de saúde pública. O treinamento muscular ventilatório (TMV) tem demonstrado melhorar desfechos clínicos em pacientes com DM, entretanto pouco é conhecido sobre o seu efeito em alguns mecanismos fisiopatológicos da DM. Ainda, nenhum estudo verificou os mecanismos hemodinâmicos, inflamatórios e nos marcadores de atrofia/hipertrofia muscular promovidos pelo TMV na DM. Objetivos: Verificar os efeitos do TMV sobre a hemodinâmica, o perfil inflamatório, marcadores de atrofia e hipertrofia muscular em ratos com DM induzida por infusão de estreptozotocina. Desenho do Estudo: Estudo experimental animal. Métodos: Trinta e dois ratos Wistar machos serão randomizados em 4 grupos: grupo sham - sedentários (Sham-Sed; n=8); grupo sham com TMV (Sham-TMV; n=8); grupo DM - sedentários (DM-Sed; n=8) e grupo DM com TMV (DM-TMV; n=8). A hemodinâmica será avaliada por cateterização central. O perfil inflamatório será avaliado nos níveis plasmáticos de TNF-α, IL-6 e IL-10 de ratos saudáveis e com DM induzida por estreptozotocina. Além disso, será verificado o efeito do TMV na expressão de genes de atrofia muscular, por meio da atrogina-1 e do MuRF1, nos músculos diafragma e sóleo de ratos saudáveis e com DM. Adicionalmente, será analisada a resposta do TMV na expressão de genes de hipertrofia muscular, como o IGF-1 e o MyoD, nos músculos diafragma e sóleo de ratos saudáveis e com DM. Relevância do estudo: A análise dos efeitos do TMV na hemodinâmica, no perfil inflamatório sistêmico e na expressão de genes de atrofia e de hipertrofia muscular, em ratos com e sem DM, permitirá o maior conhecimento e entendimento fisiológico do impacto dessa ferramenta terapêutica na fisiopatogênese da DM.
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Augusta Pelinski Raiher

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • criminalidade e condição de pobreza: uma análise espacial entre os municípios brasileiros
  • A insegurança pública sempre foi um dos principais problemas do Brasil, no entanto, nos últimos anos, os índices de criminalidade alcançaram níveis alarmantes, estando presente em praticamente todo o país. Atrelado a isso, os debates acerca da segurança pública ganharam destaque, com discussões sobre os fatores determinantes da criminalidade, bem como das ações que potencialmente podem minimizar tal questão social. A nível internacional, trabalhos importantes foram desenvolvidos relacionando diferentes fatores à criminalidade, os quais podem ser enquadrados basicamente em quatro grupos. No primeiro, tem-se os modelos de alocação ótima do tempo, cuja hipótese é de que os indivíduos escolhem à atividade criminal em função dos ganhos esperados. O segundo grupo trata da escolha dos indivíduos em se inserir na criminalidade via o dispêndio de parte de sua riqueza no mercado ilegal, chamados de modelos de portfólio. A terceira abordagem fixa sua análise na decisão dos indivíduos em migrar de uma atividade legal versus a ilegal por meio da avaliação das oportunidades disponíveis, cruzando os ganhos esperados em relação aos custos dessa migração de atividade. Por fim, o quarto grupo trabalha os modelos comportamentais, relacionando a atividade criminal às interações sociais. E dentre os aspectos investigados nessa última abordagem, tem-se a pobreza, cujo foco é dado nesse projeto. Alguns autores internacionais identificaram uma relação positiva entre a criminalidade e a condição de pobreza de uma região. O principal argumento é de que as privações econômicas criam tensões e também uma desorganização social, induzindo às práticas criminosas. A hipótese é de que a falta de recursos econômicos eleva a ocorrência de crimes, e a fraca coesão social, ao atenuar os laços locais e os mecanismos de controle social e de demanda por bens coletivos, induz a uma alta proporção de infratores. Existe, entretanto, um ponto pouco discutido nas abordagens dessa área, referindo-se à distinção entre a pobreza monetária e a multidimensional. No caso da primeira, refere-se exclusivamente à privação de renda, na qual os indivíduos não têm o mínimo de recursos econômicos para atender suas necessidades básicas; já a segunda deriva da abordagem das capacitações, representando a ausência de oportunidades, condição que nega a possibilidade dos indivíduos de obterem recursos essenciais para sua sobrevivência (como emprego, infraestrutura social, habitação, educação, direitos políticos, acesso à cultura, etc). Nessa abordagem, a renda não necessariamente garante a obtenção de todas essas dimensões, se apresentando como elemento necessário, mas não suficiente para se obter o bem-estar pleno dos indivíduos. Assim, muitas vezes uma região apresenta um nível de renda baixo, e/ou um percentual elevado de pessoas classificadas como pobres (dada uma linha de corte monetária), entretanto, detém uma infraestrutura urbana, social, suficiente para gerar bem-estar coletivo, consequencia da própria organização social e/ou da eficiência do poder público em ofertar tais bens. Importante destacar que a existência dessas melhores condições independe muitas vezes da renda que se tem, podendo ser o resultado direto da própria ação conjunta da população, num ambiente de coesão social. Portanto, algumas práticas criminosas poderiam ser o resultado da ausência do Estado em não proporcionar condições adequadas de bem-estar para todos. E é neste escopo que se insere esse projeto, buscando identificar o efeito da pobreza – subdividida em monetária e não monetária – na taxa de criminalidade dos municípios brasileiros.
  • Universidade Estadual de Ponta Grossa - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Augusto Batagin Neto

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • modelagem molecular de polímeros e compostos de carbono para aplicações em sensores e dosímetros
  • Polímeros orgânicos e compostos de carbono têm se mostrado materiais promissores em diversificadas aplicações tecnológicas, em especial na confecção de sensores químicos e dosímetros de radiação. A fim de melhor compreender as características sensoriais e dosimétricas destes materiais nestes dispositivos e assim propor possíveis derivados e sistemas com propriedades melhoradas, no presente projeto propõe-se o uso combinado de cálculos de estrutura eletrônica e dinâmica molecular no estudo de processos de reação/adsorção de espécies químicas sobre a superfície de derivados de estruturas poliméricas, grafenos e nanotubos de carbono, visando a aplicação em sensores químicos e dosímetros de radiação ionizante. De modo geral pretende-se obter informações a nível molecular que permitam compreender os mecanismos envolvidos na resposta destes sistemas e identificar características estruturais e eletrônicas que permitam obtenção de dispositivos de alta performance.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Augusto Cezar Alves Sampaio

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • inct para engenharia de software
  • Encontramo-nos em um estágio onde muitas decisões são estabelecidas - ou auxiliadas - por inteligência presente em software, como em casas, veículos, aviões, até prédios e cidades inteiras; diariamente é fácil participar de discussões que já preveem moradias inteligentes com relação a consumo de energia, ou carros auto-controlados. A partir de sensores, sistemas são programáveis e programados em função do que captam (ou capturam), como dados do comportamento do ambiente e de agentes, nele imersos, ao seu redor. O conceito de Cidades Inteligentes - uma das mais importantes e úteis aplicações dos sistemas programáveis - visa organizar centros urbanos através da convergência de diferentes tecnologias de informação e comunicação (TIC). O diferencial de tais soluções é gerenciar interrelacionamentos entre os dispositivos que apliquem aos dados análise avançada a partir da integração destes dados com fontes externas relacionadas. Neste contexto, esforços experimentais são comumente soluções sob medida, cujos componentes não foram modelados como peças intercambiáveis, nem foram concebidos para serem integrados com outros sistemas, e tampouco focados na criação de ecossistemas de software. A criação de uma plataforma aberta que possibilite um ecossistema de software traz desafios científicos e tecnológicos associados. Técnicas atuais de engenharia de software não contemplam adequadamente os novos desafios apresentados pelo surgimento de sistemas cada vez maiores (ultra-large-scale systems) e pela necessidade de programação por parte de usuários finais (end user programming). Em um universo de negócios habilitado por soluções computacionais deste nível de complexidade, o Brasil deve assumir como desafio o fato de que commodities não irão sustentar a economia e a sociedade para a qual nosso país tem potencial. Na era da informação e do conhecimento, os nossos principais desafios, tanto educacionais, como científicos, industriais, comerciais ou de serviços, consistem em descobrir e empreender sobre os algoritmos complexos que irão gerar grandes negócios realmente inovadores de crescimento empreendedor. Pretendemos, com esta proposta, dar continuidade ao trabalho do Instituto Nacional de Engenharia de Software (INES), com foco no desenvolvimento de uma plataforma e resultados novos de engenharia de software que podem servir de diferencial competitivo para inovação gerada por empreendedores brasileiros apoiados por recursos humanos qualificados, gerando negócios sustentáveis em um cenário global. Neste caso, enfatizando o conceito de cidades inteligentes, mas não exclusivamente - outras áreas de aplicação e inovação podem ser endereçadas, como biotecnologias, ou Internet das Coisas (Internet of Things - IOT).
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 23/11/2016-30/11/2022
Foto de perfil

Augusto Cezar Alves Sampaio

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • um framework baseado em modelos para análise e teste composicionais de sistemas reativos
  • Este projeto propõe um framework integrado para análise (via verificação de modelos) e teste de sistemas reativos. A estratégia, baseada em MDE - Model Driven Engineering (Engenharia Dirigida a Modelos), é composicional, no sentido de que a análise e o teste de sistemas complexos reutilizam verificações e testes de componentes destes sistemas. Como entrada para a estratégia de análise e testes, utilizamos tanto uma Linguagem Natural Controlada (CNL, Controlled Natural Language) como a linguagem SysML. A CNL é um subconjunto de Inglês como uma gramática bem definida, o que permite que textos escritos na mesma sejam passíveis de processamento computacional. SysML é uma linguagem semiformal cuja semântica é definida em linguagem natural e através do uso de meta-modelos, também semiformais. O framework proposto integra e estende, significativamente, duas ações de pesquisa em andamento. Uma é a ferramenta NAT2TEST, que gera testes a partir de requisitos temporais, descritos em CNL, de sistemas reativos. A outra é uma estratégia de análise de propriedades de sistemas modelados em SysML. A integração envolve as seguintes contribuições: (i) definição de uma noção de componentes para modelos SysML, que será a base para permitir tanto análise quanto teste composicional; (ii) regras de composição de componentes SysML de forma que propriedades clássicas (como ausência de deadlock, livelock e não determinismo) sejam preservadas por construção; (iii) tradução de componentes SysML para CML (Compass Modelling Language), permitindo o reuso de uma estratégia de análise desenvolvida anteriormente, só que agora explorando aspectos de composicionalidade; (iv) tradução de componentes SysML para o modelo de componentes CoCo, o que permitirá o uso de um framework de verificação que está sendo desenvolvido na Universidade de Oxford, uma parceira acadêmica neste projeto; (v) realização de experimentos para analisar as vantagens comparativas das abordagens descritas em (iii) e (iv); (vi) tradução de modelos SysML (particularmente de diagramas de estados) para Data Flow Reactive Systems (DFRS, uma representação interna usada na NAT2TEST), de forma a permitir a efetiva integração entre a estratégia de análise e a de testes; (vii) extensão da estratégia de geração na NAT2TEST para gerar testes composicionais (reutilizando testes de componentes já testados quando estes são integrados em sistemas mais complexos); (viii) validação prática do framework em aplicações na área de aviação, em parceria com a Embraer, uma parceira industrial neste projeto.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Augusto de Souza Campos

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • estimativas de exposições ocupacionais a agentes carcinogênicos no brasil
  • CAREX (CARcinogen EXposure) é um projeto internacional e multi-cêntrico que combina conhecimento acadêmico e recursos governamentais para produzir programas de vigilância de carcinogênicos. Nos últimos anos no Brasil diversas iniciativas vêm buscando estabelecer estimativas de trabalhadores expostos a carcinogênicos tais como o asbesto, o benzeno e a sílica. Recentemente o Ministério da Saúde reuniu um grupo de pesquisadores de diversas instituições no intuito de criar um grupo de trabalho para o estabelecimento de um sistema de vigilância a agentes carcinogênicos ocupacionais no Brasil. Fazem parte deste grupo pesquisadores e técnicos de instituições tais como o Instituto Nacional do Cãncer, A Universidade do Estado do Rio de Janeiro, a Fundacentro, A Secretaria do Trabalho do Ministério da Economia, Fiocruz, etc. O presente projeto articula-se à essa iniciativa,
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 04/07/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Augusto Quadros Teixeira

Ciências Exatas e da Terra

Probabilidade e Estatística
  • renormalização em processos estocásticos
  • Nesse projeto estudaremos diferentes sistemas físicos de interesse, incluindo: percolação planar dependente, percolação orientada e passeios aleatórios em meios aleatórios dinâmicos. Apesar desses modelos possuírem características únicas, o nosso trabalho partirá da mesma técnica ao estudá-los, a dizer: renormalização multi-escala. Essa técnica sempre foi bastante bem sucedida na literatura física, e recentemente tem recebido uma crescente atenção na matemática rigorosa.
  • Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada - RJ - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Augusto Savio Peixoto Ramos

Ciências Biológicas

Genética
  • caracterização molecular e funcional de transportadores de nucleotídeos-açúcares em trypanosoma cruzi
  • A sobrevivência e infectividade de tripanossomatídeos depende de uma série de glicoconjugados, alguns dos quais com estruturas únicas, que atuam desde a proteção contra proteases no insetor vetor aos processos de invasão e modulação do sistema imunológico do hospedeiro mamífero. A adição de oligossacarídeos a proteínas, lipídeos e proteoglicanos ocorre no lúmen do Retículo Endoplasmático e do Complexo de Golgi. Os doadores de açúcares, denominados de nucleotídeos-açúcares, devem ser primeiramente transportados para o lúmen destas organelas pelos transportadores de nucleotídeos-açúcares (NSTs, de Nucleotide Sugar Transporters). Esta etapa de transporte é fundamental na biossíntese dos glicoconjugados. Neste projeto, nos propomos a caracterizar, molecular e funcionalmente, transportadores de nucleotídeos-açúcares de Trypanosoma cruzi, o agente etiológico da doença de Chagas. Três transportadores foram identificados por nosso grupo: TcNST1 transporta UDP-N-acetilglicosamina (UDP-GlcNAc), TcNST2, UDP-galactose (UDP-Gal) e TcNST3, GDP-manose (GDP-Man). Estes transportadores foram identificados pela complementação de mutantes de levedura e células de mamíferos e parcialmente caracterizados. Na continuidade deste trabalho, iremos: (i) estudar o papel biológico destes transportadores por nocaute gênico, com foco na composição dos glicoconjugados dos mutantes e na sua capacidade de diferenciação e infectividade; (ii) investigar a base molecular de reconhecimento de NSTs e seus substratos, por meio de mutações pontuais e ensaios de transporte in vitro. Resíduos potencialmente importantes no reconhecimento da base nitrogenada por NSTs foram identificados pela comparação de um modelo tridimensional de TcNST2 com as estruturas resolvidas de transportadores de GDP-Man e CMP-ácido siálico, recentemnete publicadas. Em conjunto, os dados irão revelar a importância dos transportadores no processo de glicosilação do parasita e a função de glicoconjugados especificos para a sua sobrevivência e infectividade, além de auxiliar no estudo sobre a estrutura e função de NSTs.
  • Fundação Oswaldo Cruz - PR - Brasil
  • 05/12/2019-31/12/2021
Foto de perfil

Augusto Schneider

Outra

Biomedicina
  • senescência celular e seu papel no envelhecimento ovariano em camundongos
  • Folículos ovarianos são importantes componentes do ovário de um mamífero. A exaustão dos folículos resulta na menopausa e no final da vida reprodutiva feminina, o que ocorre aproximadamente aos 50 anos de idade em mulheres. No entanto, muito antes da menopausa a diminuição desta reserva ovariana está associada a redução da fertilidade. O eixo somatotrópico, constituído pelo hormônio do crescimento (GH) e fator de crescimento semelhante a insulina (IGF-I), é essencial para o crescimento somático e função ovariana. Interessantemente, animais deficientes em GH ou seu receptor tem um aumento da longevidade, de maneira semelhante ao observado em animais submetidos a restrição calórica e tratamento com rapamicina. Estes animais com envelhecimento retardado possuem um menor numero de células senescentes, que são células que não replicam e secretam fatores pró-inflamatórios. Em comum entre estas estratégias anti-envelhecimento está a menor ativação da via da insulina e FOXO3a. O atraso do envelhecimento como um todo tem sido associado a um atraso na ativação da reserva ovariana e, portanto, um maior estoque ovariano em idades avançadas. Baseado em nossos resultados preliminares o objetivo da presente proposta é caracterizar a reserva ovariana e presença de células senescentes ovarianas em camundongos submetidos a tratamentos com extensão do tempo de vida (deficientes em GH e GHR, rapamicina e restrição calórica). Além disso, este projeto irá avaliar o papel do fator de transcrição FOXO3a na ativação de folículos primordiais nestes modelos, além do perfil de expressão gênica da via de sinalização de insulina e de microRNAs associados ao envelhecimento ovariano. Para estudo serão coletados ovários de animais Ames dwarf (df/df), deficientes em GH, GHRKO (deficientes em receptor de GH), submetidos a restrição calórica de 30% e tratados com rapamicina. Os ovários serão avaliados quanto ao número de folículos primordiais, primários, secundários terciários, para observação da transição entre o estágio de dormência e crescimento. Além disso, será realizada a imunofluorescência para a proteína FOXO3a, FOXO3a fosforilada e H2FaX, uma indicadora do dano ao DNA, presença de macrófagos e células senescentes. Também será avaliada a expressão gênica de genes relacionados a sinalização da insulina/IGF-I e de alguns miRNAs. Assim o estudo destes modelos animais e o seguimento destes experimentos de fisiologia básica, irá ajudar a compreender como se dá o envelhecimento e esgotamento das reservas ovarianas e pode levar ao desenvolvimento de fármacos que mimetizem as vias metabólicas estudas e possam auxiliar na preservação da reserva ovariana e aumento da fertilidade. Consideramos este objetivo importante visto o aumento da expectativa de vida da população, com maior proporção de mulheres vivendo na pós-menopausa, e também visto que cada vez mais mulheres optam por conceber em idades mais avançadas, quando já experenciam um declínio da fertilidade natural associado ao declínio da reserva ovariana.
  • Universidade Federal de Pelotas - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Augusto Schrank

Ciências Biológicas

Genética
  • estudo de quitinases no fungo entomopatogênico e acaricida metarhizium anisopliae
  • Quitinases são glicosil hidrolases da família 18 (GH18) as quais hidrolisam quitina liberando subunidades de N-acetilgicosamina. A quitina é um dos polímeros mais abundantes na natureza e compõe o exoesqueleto de artrópodes e a parede celular de fungos. Entre as possíveis funções das quitinases de fungos estão: o remodelamento da parede celular fúngica durante o crescimento e a diferenciação nos tipos celulares distintos apresentados por estes microrganismos durante o seu ciclo de vida; a dissolução do exoesqueleto dos hospedeiros auxiliando no mecanismo de infecção destes fungos ou simplesmente na nutrição. Uma análise do genoma de M. anisopliae resultou na detecção de 24 genes putativos para quitinases, além dos 3 genes previamente descritos por nosso grupo. A predição destes genes foi validada pela detecção da presença dos transcritos respectivos em ensaios de RT-PCR e algumas quitinases também foram detectadas por espectrometria de massas em sobrenadantes de cultivo deste fungo. Como a função de cada um dos membros desta família de proteínas é ainda desconhecida, a análise do perfil transcricional dessas quitinases em diferentes tipos celulares auxiliará na escolha de candidatos para construção de mutantes funcionais. Os resultados obtidos indicam a expressão diferencial de transcritos destas quitinases putativas nas diferentes condições de cultura. De maneira geral, as quitinases que apresentam maiores níveis de transcritos são: (i) do subgrupo A chiMaA1, chiMaA4 e chiMaA7; (ii) do subgrupo B chiMaB1, chiMaB2, chiMaB4 e chiMaB7; (iii) do subgrupo C chiMaC4 e (iv) do subgrupo D chimaD1 e chiMaD3. As diferenças observadas entre os níveis de transcritos das 24 quitinases indicam a ausência de um padrão de indução/repressão da expressão aplicável para todos os representantes dessa família de proteínas, o que indica que essas enzimas não são totalmente redundantes. Algumas das quitinases que apresentaram perfis de expressão diferenciados já foram selecionadas para construção de mutantes nulos para realizar um estudo funcional dos respectivos genes. Estamos implantando um sistema CRISP-Cas9 para acelerar a construção dos mutantes funcionais. Os mutantes serão analisados para determinar as suas possíveis funções e relação com o processo de infecção do fungo.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Augusto Wagner Menezes Teixeira Júnior

Ciências Humanas

Ciência Política
  • como o balanceamento da rússia contra os estados unidos afeta a balança de poder do entorno estratégico brasileiro?
  • O projeto versa sobre como o balanceamento da Rússia aos Estados Unidos afeta a balança de poder do Entorno Estratégico Brasileiro. O balanceamento será analisado através do comportamento de díades, representadas pelo Eixo Estados Unidos-Colômbia e Rússia-Venezuela. A investigação buscará analisar os efeitos destas interações para o sistema de alinhamentos, distribuição de capacidades militares e impacto nas Barganhas Militarizadas Interestatais. A metodologia utilizada combina estratégias de pesquisa e dados qualitativos e quantitativos. O desenho de pesquisa é o Estudo de Caso como Comparação. Com a coleta e análise de dados quantitativos iremos utilizar estatística descritiva. A hipótese da pesquisa supõe que entre 2000 e 2015 teria ocorrido uma erosão do Complexo Regional de Segurança Sul-Americano, explicado por dinâmicas de penetração. Este processo, reduz as condições de segurança e impacta negativamente no equilíbrio de poder do Entorno Estratégico Brasileiro.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Aura Conci

Engenharias

Engenharia Mecânica
  • desenvolvimento de aparato auxiliador no treinamento e execução de procedimentos anestésicos e na punção lombar
  • Tanto a punção lombar como a anestesia peridural e raquidiana requerem a utilização de uma agulha que é introduzida entre as vértebras até o local desejado. Esses são procedimentos cegos (uma vez que o médico não é capaz de ver o interior do corpo do paciente). A punção tem como objetivo a coleta do líquido cefalorraquidiano (líquen) na medula espinhal. A anestesia peridural (ou epidural) é um tipo de anestesia aplicada no espaço peridural da coluna vertebral, sem perfurar a dura-máter (membrana que envolve o cérebro e a coluna) e, portanto, sem atingir o líquen (líquido que banha o cérebro e a medula espinhal). A punção lombar é utilizada para exame citológico e também na quimioterapia, com a finalidade de impedir o aparecimento (profilaxia) de células leucêmicas. Dois dos tipos de anestesia mais comuns são a peridural e a raquidiana, especialmente por serem usadas no parto ou em outras ocasiões onde o paciente deve ficar insensível à dor, da cintura para baixo, mas precisa ou pode permanecer consciente durante todo o processo. O anestesista (ou anestesiologista) é o responsável por esse procedimento, também no pós-cirúrgico ou no pós-parto. Em todos esses procedimentos uma agulha é inserida entre as vértebras pelas costas. Os fluidos passam a ser aplicados ou retirados, quando a agulha estiver inserida na posição correta. Para ampliar o espaço entre as vértebras nas costas e permitir a inserção mais fácil da agulha, o paciente deve se curvar para frente (deitado de lado ou sentado, com as costas curvadas). O médico acessa o espaço intervalo intervertebral escolhido pelas costas, tanto podendo ser a nível cervical, torácico, lombar ou sacral. A área é preparada com técnica asséptica. Na anestesia epidural, a agulha deve penetrar até encontrar a resistência do ligamento amarelo, a qual deve ser vencida para atingir-se o espaço peridural, onde o anestésico é injetado, ou seja, na periferia das "envoltórias" que guardam a medula espinal, local por onde passa a informação da dor que é levada ao cérebro, pela membrana dura-máter, que constitui a capa interior das meninges. O anestésico pode ser aplicado em dose única, pode ser repetido ou ser usado de forma contínua durante todo o procedimento, o que exige a colocação de um cateter que permanecerá no local durante todo o tempo da anestesia. Alguns minutos após a injeção do anestésico, a pessoa deixará de sentir determinadas partes do corpo (geralmente da cintura para baixo), em virtude da anestesia das raízes nervosas correspondentes. Na punção lombar o paciente normalmente é colocado de lado com pescoço dobrado numa flexão completa e os joelhos encostados no tórax, em forma fetal. Uma vez que o local apropriado estiver localizado, a agulha espinal é inserida entre as vértebras lombares L3/L4 ou L4/L5. O estilete da agulha espinal é retirado e são recolhidas gotas de fluido cérebro-espinhal. A técnica descrita é quase idêntica à usada na anestesia peridural, exceto pela posição do paciente, localização da agulha e diversos usos das sensações de resistências dos tecidos. A punção também pode ser feita com o paciente em posição ereta (preferida quando realizada em paciente obeso), quando há menos distorção da anatomia espinal, o que permite retirada mais fácil de fluido. A localização e a profundidade da agulha, bem como a forma de injeção ou retirada dos fluidos são fatores muito importantes para o sucesso efetivo destes procedimentos. Mesmo tendo sido praticada durante décadas, a taxa de falhas de tais processos permanece muito alta, com consequências para o paciente que podem chegar à paralisia e mesmo à morte. A fim de reduzir a taxa de insucesso, esse projeto considera o desenvolvimento de uma agulha com sensores especiais e o uso de simuladores virtuais ou hápticos para apoiar a capacitação nestes procedimentos. O treinamento de profissionais para procedimentos médicos, quando realizado diretamente em ambientes reais, é algo bastante custoso, envolvendo riscos tanto para o médico quanto para o paciente. Uma das formas de reduzir esses riscos e custos é através do uso de simuladores. Nas simulações, situações e ambientes mais próximos aos reais proporcionam condições e experiências de maior qualidade resultando em um treinamento eficaz. Uma das formas de tornar os ambientes de simulações mais reais é através do uso de dispositivos hápticos, que podem ser utilizados para proporcionar sensações táteis e forças de retorno, permitindo, por exemplo, a sensibilidade correspondente a texturas e resistências de diversas estruturas do corpo. Por exemplo, a localização do espaço epidural lombar correto é guiada pela técnica LOR do termo “perda de resistência” (em língua inglesa: Loss of Resistance) e, se baseia na observação de que o local correto para a aplicação da anestesia oferece uma resistência muito menor dos tecidos à introdução da agulha. A fim de evitar puncionar a membrana dura-máter, a agulha epidural tem ponta curva (denominado agulha Tuohy). O uso do háptico melhora a sensação das reações dos tecidos sendo primeiro, na inserção da agulha, modelado a reação dos tecidos ao seu deslocamento e depois, à medida em que os diversos tecidos são ultrapassados, é modelada a região onde ocorre a perda de resistência e há a possibilidade de administrar a anestesia. Os diversos tecidos envolvidos (camadas de ligamento, espaço epidural e dura-máter supra-espinhal) devem ser incluídos no modelo mecânico desenvolvido para representação da inserção da agulha; ou seja, nos modelos constitutivos de cada tecido envolvido no procedimento de modo a representar a resistência ao movimento da agulha como uma função da profundidade e posição no corpo do paciente.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2021
Foto de perfil

Aurelio da Costa Sabino Netto

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • redução de resíduos de pmma utilizado em indústrias de produtos eletroeletrônicos
  • Vide projeto anexo
  • Instituto Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Aurélio José Antunes de Carvalho

Ciências Agrárias

Agronomia
  • cvt fundos de pasto: estratégias de convivência com o semiárido por meio de agroecossistemas sustentáveis em comunidades tradicionais
  • Trata-se de um CVT para difusão de pesquisa, extensão agroecológica com foco na educação do campo junto à Comunidades de Fundo de Pasto no semiárido da Bahia. Abarcando área territórios circunvizinhos como Sisal, Piemonte Norte Itapicuru, Sertão do São Francisco disjunto como território do Velho Chico, que guarda entre si similaridades do modus vivendi destas comunidades, buscando o desenvolvimento de tecnologias sociais de convivência com o semiárido, possibilitando a conservação do bioma caatinga. Dentro de uma concepção inter-geracional, de solidariedade de buscando alternativas ao sobre pastoreio sob bases agroecológicas, conservação de raças crioulas, recaatingamento, implementação de cursos FIC diante do cenário de mudanças climáticas.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano - BA - Brasil
  • 01/12/2017-31/10/2020