Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Carla Rosane Paz Arruda Teo

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • educação interprofissional e aprendizagem experiencial: configurando tecnologias leves para a formação profissional em saúde
  • A educação interprofissional (EIP) é uma estratégia de formação profissional que impacta na melhoria da atenção à saúde. A aprendizagem experiencial (AE) oportuniza que os sujeitos, em atividade, desenvolvam a capacidade de refletir criticamente e transitar de um entendimento superficial para uma compreensão profunda da realidade, transformando-a e se transformando. Currículos que conjuguem EIP e AE, em um modelo de educação interprofissional experiencial, favorecem a formação de um perfil de egresso crítico, reflexivo e colaborativo, consoante às demandas do Sistema Único de Saúde (SUS). Desses pressupostos, emerge a questão de pesquisa: como curricularizar um modelo de educação interprofissional experiencial que qualifique a formação de profissionais para o SUS? Assim, objetiva-se desenvolver uma tecnologia leve (educacional) para a curricularização do modelo de educação interprofissional experiencial na educação superior em saúde. Trata-se de estudo de métodos mistos, de intervenção com grupo controle. Será realizada, em uma universidade de Santa Catarina, uma intervenção pedagógica com ingressantes de três cursos da área da saúde (Fisioterapia, Medicina, Nutrição), tendo no grupo controle ingressantes de outros cinco (Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Odontologia, Psicologia). Será aplicada, a ambos os grupos, a Escala de Disponibilidade para Aprendizagem Interprofissional (dados quantitativos). Será realizada observação direta da intervenção pedagógica, com produção de diário de campo em áudio (dados qualitativos). Após a intervenção, serão realizados Círculos de Cultura com estudantes do grupo intervenção (dados qualitativos). Dados quantitativos serão analisados por estatística inferencial (variável desfecho: disponibilidade para aprendizagem interprofissional); os qualitativos, por análise de conteúdo temática. Ao final, será desenvolvido e validado um protocolo de tecnologia educacional fundamentada na educação interprofissional experiencial.
  • Universidade Comunitária da Região de Chapecó - SC - Brasil
  • 18/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carlo José Freire de Oliveira

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • obtenção e caracterização de materiais para tratamento de doenças e validação de instrumento para a qualidade do cuidado à saúde de população
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal do Triângulo Mineiro - MG - Brasil
  • 08/01/2020-08/01/2025
Foto de perfil

Carlo José Napolitano

Ciências Sociais Aplicadas

Direito
  • a liberdade de expressão na internet e a proteção dos direitos da personalidade no ambiente online: análise comparativa de decisões do supremo tribunal federal e do tribunal constitucional federal alemão
  • Regulamentações nacionais e internacionais protegem a liberdade de expressão na internet, resguardando os direitos da personalidade. O Marco Civil da Internet de 2014 e a Lei Geral de Proteção de Dados de 2018 são exemplos relevantes no Estado brasileiro. Por sua vez, na Alemanha, a Lei Federal de Proteção de Dados de 2017 e a Lei de Aplicação da Rede de 2017 são os principais marcos legais. A presente proposta propõe investigar, comparativamente e indutivamente, a liberdade de expressão na internet e a proteção dos direitos da personalidade online no Brasil e na Alemanha, em especial, as orientações e interpretações conferidas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e pelo Tribunal Constitucional Federal Alemão (TCF) sobre essas temáticas. Portanto, o projeto tem por objetivo principal e substancial analisar, comparativamente, decisões do STF e do TCF sobre a liberdade de expressão na internet e a proteção dos direitos da personalidade online, no intuito de verificar se há uma linha mestra, ou, em outros termos, um modus operandi de interpretação do STF e do TCF relacionado à temática proposta, utilizando-se de metodologia de análise empírica de jurisprudência, explicitada em campo específico nesta proposta. Também propõe a análise das normativas e das teorias acerca das temáticas correlatas, utilizando da metodologia de revisão bibliográfica e da análise documental para atingir tal finalidade. Espera-se, ao final da pesquisa, poder verificar e demonstrar se há uma linha mestra de interpretação da liberdade de expressão na internet e proteção dos direitos da personalidade online nos julgamentos do STF e TCF, contribuindo, desta forma, com a produção do conhecimento científico, considerando que não há uma sistematização dessas decisões no âmbito dos tribunais.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carlos Adam Conte Junior

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • quantificação e caracterização dos genes de resistência antimicrobiana e da microbiota intestinal de animais de produção criados em sistemas orgânico e convencional no brasil
  • Desde a descoberta e aplicação clínica de antimicrobianos, os patógenos e a microbiota humana e animal têm enfrentado uma exposição quase contínua a esses agentes seletivos. O uso indevido de antimicrobianos e a prescrição excessiva criaram uma força motriz na seleção da resistência. Estudos mostraram que se leva em média 8 anos para que seja detectado o primeiro caso de resistência a um novo antimicrobiano desde o seu primeiro uso clínico em pacientes. Como consequência disso, bactérias multi-droga resistentes têm sido relatadas e possuem impacto direto a saúde pública, devido a dificuldade do tratamento. Além disso, o uso de antimicrobianos na produção constitui o principal fator na disseminação de genes de resistência em patógenos humanos. Por traz de todos esses mecanismos de resistência existem informações genéticas contidas em genes que são transcritos e traduzido em proteínas e enzimas responsáveis pela execução dessas atividades de resistência. De maneira geral, as bactérias podem adquirir resistência a antimicrobianos pela seleção de mutações favoráveis a resistência ou pela transmissão de novos genes de outras cepas ou espécies (transferência gênica horizontal). Para identificar e avaliar os diferentes mecanismos de desenvolvimento e disseminação da resistência aos antimicrobianos de maneira mais eficiente precisamos abordar o estudo de antimicrobianos e seus genes de resistência. Atualmente, com o avanço da bioinformática novas técnicas têm surgido, como por exemplo a análise metagenômica. A metagenômica funcional fornece a possibilidade de explorar a presença de genes de resistência a antibióticos em todas unidades biológicas e evolutivas, e para identificar possíveis complexos clonais de “alto risco”. A epidemiologia metagenômica é necessária para entender e, eventualmente, prever e aplicar intervenções com o objetivo de limitar a resistência aos antibióticos. Até o momento, nos animais de produção da agropecuária brasileira, não existe um estudo único e independente de tamanha proporção que caracterize a diversidade, distribuição e origens dos genes de resistência, especialmente para a maioria das populações de bactérias incapazes de serem isoladas por meios de cultivo convencionais. Esse projeto irá preencher várias lacunas sobre esse conhecimento e ajudará a determinar os perfis de resistência às cepas presentes no país e a melhorar a saúde pública nacional.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023
Foto de perfil

Carlos Alberto Achete

Ciências da Saúde

Medicina
  • laboratório estratégicos de nanometrologia – inmetro
  • O Inmetro, na sua qualidade de instrumento de apoio à inovação, qualidade e competitividade das empresas brasileiras nos mercados interno e externo, tem-se modernizado e se aparelhado para estar ao nível dos mais avançados institutos congêneres no mundo. Em especial na área da nanometrologia, fundamental para o desenvolvimento da nanotecnologia, o Inmetro possui hoje, instalado em seu campus de Xerém, no Rio de Janeiro, um dos laboratórios mais completos do Brasil dedicado a caracterização das mais diferentes propriedades de materiais: das propriedades de superfície à volumétricas, da escala macrométrica à na escala nanométrica. Além disto, o Inmetro também atua nos mais importantes órgãos e fóruns nacionais e internacionais que procuram promover e discutir as tendências desta nova tecnologia, assim como a preocupação com na sua aplicação e disseminação. Exemplos destes fóruns são: Comitê consultivo do MCTI para Nanociência e Nanotecnologia, Fórum de Competitividade de Nanotecnologia coordenado pelo MDIC, Fórum Mundial dos Institutos de Pesquisa em Materiais conhecido pela sigla em inglês – WMRIF, Projeto Versailles sobre Materiais Avançados e Padrões, conhecido pela sigla em inglês - VAMAS e Organização Internacional para a Padronização, conhecida amplamente pela sua sigla em inglês – ISO no qual participamos sob o auspício da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas ). Com intuito de exemplificar esta posição transcrevemos abaixo está transcrito parte do texto do comitê técnico denominado, TC 229 da ISO, que trata exclusivamente de padronização para a nanotecnologia, “Nanotecnologia é um termo coletivo para uma faixa de tecnologias, técnicas e processos, envolvendo a manipulação de material ao nível molecular, sistemas que possuem pelo menos uma dimensão física na faixa de 1 a 100 nanometros. Tais sistemas possuem características físicas e químicas inteiramente novas, resultando em propriedades que não são bem descritas, nem pelas propriedades da molécula da substância, nem pelas propriedades do material volumétrico. Estes fatos frequentemente resultam em novas e diferentes características que podem gerar uma vasta gama de novos materiais. Nanotecnologia é uma nova tecnologia revolucionária e um fator econômico chave para o século vinte e um. Nanotecnologia promete significantes benefícios sociais, incluindo melhora no diagnóstico e tratamento médico, produtos mais eficientes na área de energia, materiais e produtos eletrônicos mais leves, resistentes e baratos e purificadores de água mais baratos. Existe, no entanto, uma falta de conhecimento sobre os efeitos de nanomateriais, particularmente nanopartículas, sobre a saúde humana e meio ambiente. Isto tem levado à preocupação sobre riscos potenciais sobre o meio ambiente, saúde e segurança, potencialmente associados a nanotecnologia e seus produtos”. O desenvolvimento de padrões internacionais desempenhará um papel crítico para assegurar que o potencial total da nanotecnologia seja alcançado e que a nanotecnologia seja integrada à sociedade de forma segura. Os padrões assegurarão que a transição do laboratório para o mercado ocorra de modo tranquilo, promoverá o progresso ao longo da cadeia de valores da nanotecnologia – de materiais na nanoescala que formam os blocos de construção de componentes e dispositivos para a integração destes dispositivos em sistemas funcionais – e facilitarão o mercado global. São inicialmente propostas três categorias de padronização: Terminologia e nomenclatura, a padronização da linguagem comum para os processos científicos, técnicos, comerciais e regulatórios. Medidas e Caracterizações, padrões proverão uma base internacionalmente aceita para as atividades cientificas quantitativas, comerciais e processos regulatórios, Saúde, segurança e meio ambiente os padrões melhorarão as condições de segurança ocupacional e segurança e proteção ambiental, promovendo boas práticas na produção, uso e descartes de nano materiais, produtos de nanotecnologia e sistemas e produtos baseados em nanomateriais. Neste sentido, as nações que pretendem ser competitivas nesta área devem contar com um forte apoio técnico-científico para desenvolver padrões e processos capazes de servir de instrumentos de apoio às atividades industriais baseadas em nanotecnologia A participação do Inmetro nos mais importantes fóruns da área o habilita não só a tomar parte nas decisões importantes nos âmbitos nacional e internacional sobre a terminologia, nomenclatura, processos, risco ao meio ambiente, segurança e desenvolvimento de padrões, mas também permite constantemente reavaliar seu potencial instalado em comparação com o de seus pares. Desta forma o Inmetro atua como forte instrumento de apoio a indústria nacional tanto para o desenvolvimento tecnológico através do serviço de pesquisa como para o atendimento dos protocolos internacionais na busca pelos padrões. Nos laboratórios do Inmetro estão hoje implantadas técnicas, e instalados e funcionando equipamentos de última geração como, por exemplo, espectrômetros, equipamentos de análise de superfície, nanolitografia, e uma infraestrutura completa para microscopia incluindo um dos mais avançados microscópios eletrônicos de transmissão da América do Sul. O investimento em equipamento é da ordem de 20 milhões de reais e contamos com cerca de 30 jovens pesquisadores doutores. Em resumo as atividades do Inmetro na área na nanotecnologia têm forte vetor no apoio a indústria brasileira para desenvolvimento de produtos nanotecnológicos e proteção ao consumidor, utilizando a capacidade de caracterização de seus laboratórios para garantir que produtos, colocados no mercado como sendo nanotecnológicos, realmente apresentem estas características e também para assegura a proteção à saúde e meio ambiente através do desenvolvimento materiais de referência, protocolos e métodos de boas praticas
  • Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia - DF - Brasil
  • 18/12/2019-31/12/2023
Foto de perfil

Carlos Alberto Brito da Silva Júnior

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • modelagem de dispositivos moleculares na amazônia oriental
  • Neste projeto propomos estudar e investigar as propriedades geométricas, mecânicas, vibracionais, térmicas, eletrônicas, ópticas, magnéticas e de transporte eletrônico de alótropos do carbono (Nanotubos de Carbono, Fulerenos, Carbynes, etc.), bem como de estruturas a base de novos carbonos e análogos do Grafeno (G), como Pha-G, Pop-G, Psi-G, Pho-G, TPO-G, Penta-G, Azu-G, Pentahexoctite, etc. e/ou heterojunções moleculares, por meio de cálculos da Teoria do Funcional Densidade combinado com Funções de Green de Não Equilíbrio (DFT/NEGF) para possível aplicação em dispositivos de eletrônica molecular, nanoeletrônica, optoeletrônica e spintrônica. A junção molecular que compõe o dispositivo eletrônico pode ser de 2 tipos: (1) efetiva: Há ligação química entre os eletrodos (fonte e dreno) e o canal (molécula). O modelo que melhor descreve o comportamento do sistema é o modelo molecular coerente que leva em consideração os níveis discretos de energia do canal; (2) não efetiva: Não há ligação química entre os eletrodos e o canal, ou seja, há uma distância de separação entre eles. O modelo que descreve esse tipo de sistema via tunelamento é o modelo de Barreiras (ou Simmon). Nessas junções moleculares, é possível aparecer transição eletrônica (metal-semicondutor, etc.), ressonância, resistência diferencial negativa (NDR), efeito Coulomb, interferência quântica, etc. que vão caracterizar o comportamento elétrico desses dispositivos eletrônicos. Dessa forma, a aquisição dos equipamentos e software solicitados neste projeto poderão alavancar mais as pesquisas na região da Amazônia Oriental.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carlos Alberto de Carvalho

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • comunicação, jornalismo e colonialidades do saber e do poder: dimensões teóricas, metodológicas e analíticas
  • Este projeto propõe investigar como as colonialidades do poder e do saber atuam nas estratégias narrativas de produtos e processos comunicacionais e jornalísticos, moldando inteligibilidades de acontecimentos, personagens, temporalidades e demais elementos da composição de notícias, manifestações culturais e divulgação das ciências. Importa, ainda, identificar dimensões éticas, políticas, econômicas, culturais, ideológicas e comportamentais que são dadas a ver ou são ocultadas pelas colonialidades em suas reverberações sobre produtos e processos comunicacionais e jornalísticos, em múltiplas materialidades. Especificamente, serão investigados fenômenos como violências físicas e simbólicas contra mulheres motivadas por relações de gênero em narrativas noticiosas; aspectos teóricos e metodológicos das colonialidades do poder e do saber em suas interconexões com o jornalismo; dimensões de tradicionalidade no cordel produzido por uma poeta negra; a divulgação das ciências com foco nas relações de gênero; e as temporalidades como fenômenos que colocam em cena o direito ao tempo. O problema central que dá coesão à pluralidade das investigações propostas encontra-se na identificação das estratégias das colonialidades do poder e do saber, fundamental para reconhecer atravessamentos e para a elaboração de estratégias que permitam sua superação. Parte-se da hipótese de que as colonialidades atuam de forma disseminada sobre produtos e processos comunicacionais e jornalísticos, ficando o desafio de perceber as nuances aí implicadas. Percebemos essas dinâmicas a partir dos modos como os acontecimentos e as personagens são acionados, por exemplo, no reforço de estereótipos de fundo racista, misógino, homofóbico etc. Metodologicamente, o projeto se assentará em análises de textualidades e em revisões teóricas e metodológicas, com abordagens globais e específicas para cada investigação inserida no escopo geral do projeto.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carlos Alberto Della Rovere

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • desenvolvimento de ligas multicomponentes refratárias para aplicações aeroespaciais: seleção, produção, caracterização e comportamento de oxidação em alta temperatura
  • As ligas multicomponentes têm despertado a atenção em vista de seu conceito distinto e inovador de elaboração, o qual envolve a combinação de vários elementos principais, e que; por isso, pode resultar em materiais com estruturas únicas e combinações interessantes de propriedades, como alta resistência mecânica, excelente resistência à corrosão e estabilidade térmica. Atualmente, atenção cada vez maior tem sido dada às ligas multicomponente com elementos refratários (LMR) como Cr, Hf, Mo, Nb, Ta, Ti, V, W e Zr (e adições de Al e Si), pois estas são consideradas candidatas potenciais para atender à necessidade de ligas de alto desempenho para aplicações em temperaturas elevadas e condições operacionais agressivas, como aquelas experimentadas em motores de turbina a gás e veículos hipersônicos. Entretanto, o espaço de composição multidimensional a ser explorado com esse novo conceito é praticamente ilimitado e apenas regiões pequenas foram investigadas até agora. Além disso, como o desenvolvimento das LMRs é relativamente recente, muitas de suas propriedades ainda são motivo de investigação, como, por exemplo, o comportamento de oxidação em altas temperaturas. Dessa forma, o projeto de pesquisa tem como objetivos principais selecionar, produzir e caracterizar composições de LMRs que sejam promissoras para aplicações em temperaturas elevadas. Inicialmente, pretende-se, por meio de simulação termodinâmica computacional, pesquisar intensivamente e sistematicamente composições baseadas em sistemas refratários que possuam baixa massa específica, microestruturas promissoras para estabilidade térmica e elementos formadores de óxidos estáveis em temperaturas elevadas (> 1000 °C). Na sequência, produzir e caracterizar as composições selecionadas visando entender a viabilidade de fabricação e processamento. Estudar o comportamento de oxidação ao ar das ligas produzidas por meio de ensaios de oxidação isotérmica e cíclica a 1000, 1100 e 1200 °C por tempos prolongados (> 100 h).
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carlos Alberto Marques

Ciências Humanas

Educação
  • perspectivas metodológicas específicas ao ensino da química verde
  • Com o projeto busca-se aprofundar pesquisas no âmbito do ensino da Química Verde, mais especificamente, destacar, analisar e discutir tendências, perspectivas teóricas, modelos e propostas ou aspectos metodológicos específicos para promover o seu ensino. Por meio de um amplo levantamento e análise bibliográfica, buscar-se-á individualizar incialmente características tradicionais e não-tradicionais de textos voltados ao ensino, problematizando relações entre a natureza da QV e especificidades metodológicas para seu ensino. Um dos pressupostos é que dada a natureza incremental e transformativa da QV, e seu envolvimento com os desafios da sustentabilidade e ao tratamento sistêmico, seu ensino tende a reclamar estratégias didáticas específicas e inovadoras. Pesquisas como essa podem auxiliar da evolução da Química na perspectiva da sustentabilidade, ao aportar sínteses analíticas relativas às dificuldades de implementação e de experiências exitosas de ensino da QV. Como resultado da pesquisa, dentre as suas metas estão a formação de pessoal de alto nível (mestrados, doutoramentos, seminários e disciplinas), produção acadêmica (artigos, e-book), divulgação (ambiente virtual) e intercâmbios acadêmicos internacionais.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carlos Alberto Nobre Quesada

Ciências Biológicas

Ecologia
  • ciclo do carbono e limitações por nutrientes na amazônia: uma plataforma experimental para compreender os processos que regulam o ecossistema
  • Simulações de modelos sugerem que o aumento do CO2 atmosférico (eCO2) poderia aumentar a produtividade florestal, resultando em menores alterações na Amazônia em função da mudança no clima. Entretanto, isto depende do papel que a disponibilidade de nutrientes no solo pode desempenhar no controle da produtividade florestal e na limitação das respostas ao eCO2. Se a disponibilidade de nutrientes no solo já estiver limitando a produtividade florestal, a capacidade de resposta da Amazônia ao eCO2 será restrita, tornando-a mais vulnerável. Muito do que sabemos sobre limitação nutricional vem de florestas temperadas, limitadas por N, entretanto florestas tropicais tendem a ser limitadas por elementos de rochas (P e cátions), assim, a compreensão dos controles nutricionais sobre a produtividade em regiões temperadas não se aplica aos trópicos. Muito do que sabemos sobre limitação nutricional na Amazônia vem de estudos de gradientes naturais de fertilidade, onde também ocorrem mudanças de clima e composição de espécies, confundindo sua interpretação. Neste contexto, experimentos de manipulação de nutrientes fornecem um método direto para avaliar o efeito da limitação nutricional. Esta proposta pretende avaliar o impacto da limitação nutricional sobre o ciclo do C em uma floresta na Amazônia, utilizando um experimento de manipulação de nutrientes em larga escala. Este experimento manipula N, P, Cátions e controle num desenho fatorial completo, em 4 blocos e 32 parcelas de 50x50m. Em particular, iremos determinar, em nível foliar e ecossistêmico, quais nutrientes limitam os processos de produtividade primária bruta e liquida (fotossíntese, produtividade de folhas, madeira e raízes) e a eficiência no uso do carbono, através da respiração dos diferentes componentes. Compreender os processos e mecanismos de funcionamento do ecossistema vai permitir a parametrização e avaliação de modelos do sistema terrestre usados para simular os efeitos das mudanças climáticas na Amazônia.
  • Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - AM - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carlos Alberto Vieira de Azevedo

Ciências Agrárias

Engenharia Agrícola
  • peróxido de hidrogênio como atenuante do estresse salino no cultivo de gravioleira
  • A região semiárida do Nordeste Brasileiro apresenta condições edafoclimáticas propícias para exploração da gravioleira; no entanto, as águas disponíveis para irrigação são, na maioria das vezes, salinas, o que pode comprometer a produção; desta forma, torna-se imprescindível o desenvolvimento de tecnologias que viabilizem a aplicação dessas águas na irrigação destacando-se o uso de peroxido de hidrogênio na aclimatação das plantas ao estresse salino. Assim a presente proposta tem como objetivo avaliar o efeito da aplicação exógena de peróxido de hidrogênio como atenuante do estresse salino no crescimento, índices fisiológicos, bioquímicos e na produção de plantas enxertadas de gravioleira cv. Morada Nova. A pesquisa será desenvolvida sob condições de casa-de-vegetação, pertencente ao Centro de Tecnologia e Recursos Naturais da Universidade Federal de Campina Grande (CTRN/UFCG), localizada em Campina Grande, PB. A pesquisa será constituída de dois experimentos, em sucessão, sendo estudados, no primeiro, os efeitos do peróxido de hidrogênio aplicado na embebição das sementes e mediante pulverizações foliares na formação de mudas sob estresse salino. No segundo, será avaliado os efeitos das concentrações de peróxido de hidrogênio como atenuante do estresse salino pós-enxertia até a fase de produção da gravioleira. No primeiro experimento, será utilizado o delineamento experimental de blocos casualizados, em esquema fatorial 5 x 5 x 5, cujos tratamentos serão construídos pela combinação de três fatores: cinco níveis de condutividade elétrica da água de irrigação – CEa (0,6; 1,2; 1,8; 2,4; 3,0 dS m-1), cinco concentrações de peróxido de hidrogênio (0; 10; 20; 30 e 40 µM), associados a cinco períodos de embebição das sementes (12. 24, 36, 48 e 60 horas), com quatro repetições e duas plantas por parcela. No segundo experimento, os tratamentos resultarão da combinação entre dois fatores: cinco níveis de condutividade elétrica da água de irrigação (0,6; 1,2; 1,8; 2,4 e 3,0 dS m-1) associados a cinco concentrações de peróxido de hidrogênio (0; 10; 20; 30 e 40 µM); o delineamento experimental será em blocos inteiramente casualizados em arranjo fatorial 5 x 5, com quatro repetições, perfazendo o total de 100 unidades experimentais. Os níveis de salinidades da água (0,6; 1,2; 1,8; 2,4 e 3,0 dS m-1) serão preparados de modo a se ter uma proporção equivalente de 7:2:1, entre Na:Ca:Mg, respectivamente, a partir dos sais NaCl, CaCl2.2H2O e MgCl2.6H2O. Os efeitos dos diferentes tratamentos sobre a cultura da gravioleira, nos dois experimentos, serão avaliados mediante a mensuração das variáveis de crescimento: altura de planta, diâmetro de caule, número de folhas, área foliar, razão de área foliar, área foliar específica, e taxas de crescimento absoluto e relativo, e das variáveis fisiológicas referentes ao teor relativo de água, pigmentos fotossintéticos, trocas gasosas e fluorescência da clorofila a. Também serão avaliados a produção de fitomassas fresca e seca de caule, folhas e raiz, parte aérea e total, além da nutrição dos porta-enxertos, bem como sua qualidade através do índice de qualidade de Dickson (IQD) acrescentando-se, ainda, no segundo experimento, a determinação das variáveis de produção e seus componentes. Os dados coletados serão submetidos à análise de variância pelo teste F ao nível de 0,05 de probabilidade e, quando significativo, realizar-se-á análise de regressão polinomial linear e quadrática, utilizando-se do software estatístico SISVAR. Caso ocorra heterogeneidade nos dados, verificada através dos valores de coeficiente de variação, será realizada análise exploratória dos dados com transformação de dados em raiz de x.
  • Universidade Federal de Campina Grande - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023
Foto de perfil

Carlos Alexandre Wuensche de Souza

Ciências Exatas e da Terra

Astronomia
  • desenvolvimento dos receptores e simulações de missão do radiotelescópio bingo
  • BINGO (BAO from Integrated Neutral Gas Observations) é um radiotelescópio projetado especificamente para mapear a distribuição de densidade de hidrogênio neutro em distâncias cosmológicas, tendo como um de seus objetivos realizar a primeira detecção de Oscilações Acústicas de Bárions (em inglês, BAO) na banda de frequência 980 MHz - 1260 MHz, correspondendo a um intervalo de redshift 0,127
  • Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - SP - Brasil
  • 08/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carlos Alfredo Lopes de Carvalho

Ciências Agrárias

Agronomia
  • saúde das abelhas no semiárido brasileiro
  • No Semiárido brasileiro, além da pressão dos fatores ambientais, parasitas e patógenos podem oferecer pressão negativa nas populações de abelhas nativas e exótica e ocasionar perda de colônias. Apesar da criação de abelhas (apicultura e meliponicultura) ter forte apelo econômico, social e ambiental particularmente nesta região, os estudos sobre a incidência de organismos nocivos para as abelhas ainda são escassos e a realidade sobre a sua distribuição nas colônias da região semiárida não é amplamente conhecida. Nossa hipótese é que há uma vasta gama de parasitos e patógenos ocorrendo nas colônias de abelhas nativas e exótica no semiárido, assim como um potencial para o melhoramento genético das colônias por meio do comportamento higiênico das abelhas. Este projeto visa identificar parasita e patógenos que podem acometer as abelhas sem ferrão e Apis mellifera no Semiárido brasileiro, suas eventuais interações, assim como avaliar o potencial de colônias higiênicas que possam ser utilizadas em ações de melhoramento genético, contribuindo para o conhecimento da saúde das colônias na região. Essa linha de investigação já vem sendo desenvolvida pelo time proponente e neste projeto deverá focar particularmente o semiárido brasileiro, por meio de amostras de abelhas sociais oriundas dos estados da Bahia, Sergipe, Piauí e Rio Grande do Norte. Serão avaliadas a presença de parasitas como os ácaros e patógenos como os vírus, bactérias e fungos que podem causar danos para as colônias. A detecção dos ácaros será por meio mecânico e a dos patógenos via ferramentas moleculares. Em cada Estado será avaliado o comportamento higiênico das colônias, de forma a obter informações sobre essa característica importante para a base de um programa de melhoramento genético. Com a realização deste projeto espera-se contribuir para a elaboração de ações para melhorar o manejo das colônias reduzindo assim a contaminação cruzada, além de formar recursos humanos nesta área do conhecimento.
  • Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - BA - Brasil
  • 29/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carlos Augusto da Silva Souza

Ciências Humanas

Ciência Política
  • quebrando o teto de vidro: constrangimentos e desafios à representação de minorias no sistema partidário brasileiro
  • Objetivamos estudar, com este projeto, a representação política de minorias sociais na Amazônia Legal. Partiremos, para tanto, do conceito de interseccionalidade de gênero, raça e etnia, como eixo central para compreender o lançamento de candidaturas e desempenho eleitoral. Nossas perguntas fundamentais são: quais os constrangimentos existentes para a representação de grupos sociais subalternizados e historicamente à margem dos espaços decisórios (Indígenas, Mulheres, Quilombolas)? Quais os desafios encontrados na participação política destes grupos no processo eleitoral? A hipótese é que a organização partidária está associada ao sistema de incentivos e de restrições políticas que demarcam o potencial eleitoral das candidaturas. As evidências apontam ser válido identificar essa associação, considerando que muitas candidaturas, inclusive as que se organizam a partir do debate no espaço público e movimentos sociais, necessitam articular seu espaço de atuação nas organizações partidárias. Dessa forma, o projeto complementará duas áreas pouco estudadas em conjunto: a organização partidária e os movimentos sociais. O estudo dará conta, num primeiro momento, de como as organizações partidárias lidam com a inclusão destes grupos, a partir da análise dos padrões de democracia intrapartidária, tais como os critérios para a seleção de candidatos, cotas voluntárias para a ocupação de cargos de direção nos partidos, a aplicação de recursos do fundo partidário para a promoção da presença das mulheres na política, dentre outros. Num segundo momento, o estudo enfocará a articulação destes grupos na sociedade por coletivos de candidaturas, o papel e a influência dos movimentos sociais e outras associações organizadas no espaço público. Um terceiro momento será destinado à formulação de propostas que ampliem a representação política destes grupos, sobretudo no âmbito de reformas no sistema político.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 22/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carlos Augusto França Schettini

Ciências Exatas e da Terra

Oceanografia
  • processos de transporte na plataforma continental na região de influência fluvial do rio da prata e lagoa dos patos (cros-shelf transport experiment - cstex)
  • A dinâmica das plataformas continentais constituem um elo importante no sistema global, pois regula a transferência de materiais dos continentes para os oceanos. Para melhor predizer o sistema global, é necessário entender os mecanismos de transferência através das plataformas continentais. Contudo, estes processos são fortemente dependentes das condicionantes ambientais regionais, tais como geomorfologia, marés, vento, ondas e aporte fluvial. A presente proposta visa investigar os processos de troca através da plataforma na região de influência fluvial do Rio da Prata/Lagoa dos Patos, com uma equipe de pesquisadores do Brasil, Uruguai e EUA. O vento e o aporte fluvial são os principais agentes determinantes da circulação nesta região. O aporte fluvial produz gradientes transversais de densidade, e favorece a retenção de materiais próximo da costa devido aos efeitos de rotação da Terra. O vento varia o sentido de atuação (frentes frias), e tais mudanças podem favorecer as trocas transversais. As frentes frias são acompanhadas pelo aumento de energia de ondas. A ação conjunta de ondas e correntes favorece a remobilização de sedimentos de fundo, o que após a passagem da frente irão se acomodar. Contudo, isso pode criar condições para formação de correntes de densidade e transporte no sentido do oceano. Com o objetivo de verificar estes processos, propomos realizar um cruzeiro oceanográfico com o navio Atlântico Sul para capturar a passagem de uma frente fria. Durante o cruzeiro serão instalados ao longo de uma seção transversal à costa (~33 graus sul) seis conjuntos de sensores para medição de parâmetros físicos e de qualidade da água, ficando o navio ancorado na seção servindo como plataforma fixa para medições adicionais de parâmetros meteorológicos, de turbulência (micro perfilador) e processos na camada limite de fundo (tripé com instrumentos).
  • Universidade Federal do Rio Grande - RS - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carlos Augusto Rosa

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • biodiversidade e aplicações biotecnológicas de leveduras isoladas de biomas da amazônia
  • Atualmente existe cerca de 2.000 espécies de leveduras conhecidas, sendo que menos de 10% foram isoladas de ecossistemas brasileiros. Nosso grupo já descreveu um pouco mais de 100 espécies de leveduras novas, e destas apenas 15 foram obtidas de biomas amazônicos. Leveduras têm uma importância fundamental em processos biotecnológicos, sendo usadas pelo homem para a obtenção de produtos fermentados. Algumas espécies têm sido relatadas como promissoras para fins biotecnológicos. Um grupo importante de leveduras são as fermentadoras de pentoses para a produção de etanol de segunda geração. Destacam-se espécies dos gêneros Spathaspora e Scheffersomyces. Espécies destes gêneros, assim como de Cyberlindnera, Sugiyamaella e Candida também estão sendo estudadas quanto a produção de xilitol, um poliol com diversas propriedades alimentícias e farmacêuticas. Também diversas espécies são relatadas como produtoras de biosurfactantes, pigmentos e polissacarídeos extracelulares. Todas estas biomoléculas têm grande aplicação na indústria alimentícia e farmacêutica. O Bioma Amazônia ocupa uma área de aproximadamente 5.000.000 Km², cerca de 40% do território nacional. A região é formada predominantemente por áreas de Mata de Terra Firme, e áreas alagáveis (várzea e igapó), sendo encontradas ao longo das margens de rios de água branca e preta. A proposta deste projeto é coletar leveduras destes biomas amazónicos, principalmente associadas a néctar florais, madeira em decomposição e insetos associados. Todas as leveduras serão identificadas por meio de sequenciamento de regiões do genoma ou sequenciamento de todo o genoma. Todos os isolados serão triados quanto a produção de bioetanol, xilitol, biossurfactantes, biopigmentos e exopolissacarídeos. Os isolados promissores serão testados utilizando resíduos agroindustriais. Espécies/linhagens novas serão descritas e depositadas na Coleção de Culturas e Células da UFMG.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 14/06/2022-30/06/2025
Foto de perfil

Carlos da Fonseca Brandao

Ciências Humanas

Educação
  • análise comparativa dos itinerários formativos da educação profissional de nível médio nos países da américa do sul.
  • As propostas de pesquisas no campo epistemológico da Educação Comparada vem ganhando cada vez mais importância na área da Educação no Brasil e no mundo. Nessa direção, propomos analisar as opções, no sentido de itinerários possíveis, de Educação Profissional de nível médio que os sistemas de educação básica dos países da América do Sul oferecem para os seus jovens para, ao final, tecer um quadro detalhado de todas os itinerários possíveis incluindo, nesse momento, a realidade da Educação Profissional de nível médio existente no Brasil, também no sentido dos itinerários possíveis de formação nessa modalidade de ensino. Consideramos relevante comparar esses sistemas de Educação Profissional de nível médio, apesar das significativas diferenças entre os países da América do Sul (colonização, cultura, história, tamanho, densidade populacional, etc), pois o exercício da comparação tem o objetivo de nos mostrar as principais semelhanças e diferenças entre os objetos de pesquisa que escolhemos pesquisar. Por outro lado, é muito provável que a estrutura e o funcionamento da Educação Profissional de nível médio existente em alguns países da América do Sul, se constituam em realidades educacionais desconhecidas de nós brasileiros, apesar da relativa proximidade geográfica entre os mesmos. A metodologia adotada baseia-se nos estudos e conceitos provenientes da área da Educação Comparada e Internacional, incluindo uma revisão da literatura de autores que trabalham com estudos comparativos na área educacional no que se refere, sobretudo, às políticas de formação profissional nos países do Cone Sul. Além disso, os procedimentos metodológicos buscarão incluir uma perspectiva interpretativa, a qual baseia-se na complementaridade entre os enfoques qualitativo e quantitativo considerando a relevância de estudos de longo alcance promovidos pelo Cinterfor e Cepal que subsidiam uma agenda regional para as políticas educacionais voltadas para a profissionalização de nível médio.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carlos Eduardo Ambrósio

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • desvendando ações terapêuticas das células progenitoras amnióticas
  • Nas últimas décadas, a medicina veterinária e terapias inovadoras teve um crescimento exponencial, usando novas ferramentas terapêutica, sejam com uso de células-tronco ou edição gênica. Neste projeto focamos os estudos em células indiferenciadas com alta capacidade de proliferação e características fetais, de origem das membranas fetais, como o âmnio. A membrana amniótica, descartado na medicina veterinária é considerada uma fonte celular excelente para obtenção de células tronco, visto que não requer procedimentos invasivos para aquisição e oferece uma quantidade significativa para estudos pré-clínicos. Atualmente, na medicina veterinária, existem poucas informações relacionadas às propriedades imunomoduladoras de membrana amniótica. Dessa forma, torna-se relevante que estas células sejam caracterizadas pela sua potencialidade, papel imunomodulador e componentes secretores, tais como vesículas extracelulares. Além disso, a medicina terapêutica está constantemente em avanço, sendo o estudo do desenvolvimento dos órgãos e suas funções moleculares estão em plena progressão. Outro ponto de estudos será focado a comunicação célula-célula através do transporte de componentes epigenéticos (microRNA e mRNA) realizado pelas vesículas extracelulares do âmnio, que são secretadas por diferentes tipos celulares, os exossomos. Temos trabalhado na criação de um banco de células-tronco de fonte animal, que poderá auxiliar diferentes centros de pesquisa na compreensão molecular e clínica e integrar essas informações. Essa é uma das propostas nesse projeto, disponibilizar um banco de células-tronco mesenquimais das membranas placentárias de diferentes fontes animais com vistas a garantir a segurança e qualidade para utilização dessas linhagens celulares, com estabelecimento de protocolos de contaminação “free”, visando a padronização e validação de procedimentos e técnicas analíticas envolvidas na fabricação de produtos de terapias celulares para uso veterinário representando um avanço importante.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023
Foto de perfil

Carlos Eduardo Carvalho

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • capital baseado no conhecimento, capacidade absortiva e a capacidade de inovação: um estudo comparativo em ecossistemas de inovação no brasil e em portugal
  • A economia baseada no conhecimento vem da visão baseada em recursos, onde recurso é estendido para incluir ativos intangíveis, mais especificamente, recursos baseados no conhecimento. Um dos mais valiosos ativos intangíveis é o Capital Baseado no Conhecimento (CBC), entendido como a capacidade de transformação do conhecimento e dos recursos intangíveis em riquezas. A partir do CBC, os Ecossistemas de inovação (EI) desenvolvem capacidades de adquirir novos conhecimentos potencialmente valiosos, assimilá-los, transformá-los e explorá-los, desenvolvendo sua capacidade absortiva (CA). Capacidade Absortiva são rotinas e processos organizacionais nas quais territórios adquirem, assimilam, transformam e aplicam conhecimento potencializando sua Capacidade de Inovação (CI). A CI é a capacidade dos atores do EI perceberem mudanças no ambiente e serem capazes de explorar os recursos e competências existentes, fomentados por um ambiente de interações entre agentes da inovação. Apesar dos esforços para compreender como ocorre a CI no EI, entende-se que ainda é um desafio investigar a relevância do CBC como um recurso estratégico e uma fonte para o alcance desta capacidade de inovação. Diante do crescente interesse de pesquisadores sobre capital baseado no conhecimento, capacidade absortiva e seus impactos na capacidade de inovação, e frente aos resultados inconclusivos de pesquisas realizadas, nota-se a existência de lacunas teóricas. Nesse sentido, é relevante compreender como o CBC pode impulsionar a Capacidade de Inovação de Ecossistemas através do processo da CA. A metodologia para a realização do estudo é caracterizada como qualitativa, exploratória e descritiva, realizada por meio de entrevistas semiestruturadas com atores dos Ecossistemas de Florianópolis, Porto Alegre, Joaçaba e Lisboa afim de compará-los, a partir dos construtos estudados. Será utilizado o software NVivo para analisar e interpretar os dados a partir da técnica de análise de conteúdo.
  • Universidade do Oeste de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carlos Eduardo Cavalcante

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • efeitos comportamentais da participação cidadã em conselheiros voluntários dos conselhos regionais do orçamento democrático na paraíba
  • Historicamente o Brasil é um país com baixa participação social dos seus cidadãos, consequência das tradicionais formas de sociabilidade política, do distanciamento do Estado da sociedade e do clientelismo presentes no sistema político. Também é um país de democracia aprisionada aos ritos eleitorais, o que reforça uma espécie de “cidadania passiva”.Estudos concluíram pela relação positiva entre o trabalho voluntário e a participação cidadã. O voluntariado torna as pessoas mais conscientes da natureza dos problemas sociais e da necessidade de soluções políticas; possibilita mais aprendizado sobre as questões e políticas locais e ensina habilidades cívicas.(JO, 2020; MUSICK; WILSON, 2008; NAVES, 2016). Todavia, apesar da conexão entre aspectos da cidadania e o voluntariado, há lacunas de pesquisa: quais os níveis de participação dos voluntários? qual a relação das motivações com os níveis de cidadania e, em especial, que efeitos acontecem no comportamento dos indivíduos ao final do período dedicado à participação?(CAVALCANTE,2016;PINSKY; PINSKY, 2016;FERRAZ,2017;CALDAS,2020).Assim, questiona-se: Que efeitos ocorrem no comportamento de conselheiros voluntários, representantes da sociedade civil, após sua participação pelo período de 2 anos nos Conselhos Regionais do Orçamento Democrático na Paraíba? Esta instância vem ampliando a participação dos cidadãos. No ciclo de 2019, mais de 50 mil pessoas se inscreveram, indicando crescimento de 14,1% na participação social das audiências(CARTILHA ODE, 2020). Por meio de estudo longitudinal censitário, no início e no final de seus mandatos, será medida a percepção dos conselheiros voluntários de sua motivação para voluntariar (CAVALCANTE, 2012) e sobre suas práticas de cidadania (CALDAS, 2020) . Em paralelo será construído modelo conceitual de participação cidadã para avaliação de sua relação com a motivação voluntária. Para a análise de dados serão usadas técnicas estatísticas descritivas e modelagem de equações estruturais.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carlos Eduardo Leite Ferreira

Ciências Biológicas

Ecologia
  • monitoramento de longa duração das comunidades recifais das ilhas oceânicas brasileiras
  • Os impactos antropogênicos em todo o globo, tanto em ambientes terrestres quanto aquáticos, têm causado grandes perdas em diferentes níveis de biodiversidade, afetando o funcionamento dos sistemas naturais e assim na qualidade e quantidade dos serviços ecossistêmicos providos aos seres humanos. Na busca de sistemas prístinos, as ilhas oceânicas se destacam por apresentarem os melhores indicativos de cadeias tróficas intactas quando comparado aos ecossistemas costeiros. O projeto PELD ILOC monitora a biodiversidade marinha das ilhas oceânicas brasileiras, localizadas entre 250 a 1.100km de distância da costa. Apesar do Brasil possuir mais de 8 mil quilômetros de linha de costa, nosso país tem apenas 4 ilhas oceânicas: Atol das Rocas, Arquipélago de Fernando de Noronha, Arquipélago de São Pedro e São Paulo e Arquipélago de Martim Vaz e Trindade. As ilhas oceânicas são consideradas laboratórios evolutivos únicos devido ao isolamento e altas taxas de endemismo, além disso, Fernando de Noronha tem um importante papel no turismo, graças às suas paisagens únicas. A distância dessas ilhas em relação à costa faz com que as mesmas sofram menos influência de ações humanas, como sobrepesca e poluição, e sejam considerados sítios importantes para avaliação dos efeitos de mudanças climáticas, bem como antrópicos, funcionando como referência do que foi a costa no passado. Duas das ilhas são habitadas, Fernando de Noronha e Trindade, enquanto as outras duas recebem apenas a visita de pesquisadores (Atol das Rocas e Arquipélago de São Pedro e São Paulo), apresentando contrastes diferenciados de impactos humanos. Com o objetivo de monitorar a biodiversidade marinha dessas quatro ilhas e tentar entender como as comunidades marinhas respondem às mudanças climáticas, como o aumento da temperatura do mar, o PELD ILOC realiza expedições anuais desde 2013 a cada uma dessas ilhas para avaliar a abundância de peixes e invertebrados recifais, como corais e algas, além de pesquisar outros indicadores ambientais. As informações levantadas são importantes para o entendimento das variações temporais da biodiversidade marinha brasileira, do estabelecimento de metas de manejo e conservação da biodiversidade, bem como no uso do espaço e recursos marinhos das unidades de conservação existentes e das recém-criadas. Para isso, contamos com uma rede de cerca de 80 pesquisadores de onze (11) universidades e instituições de pesquisa do Brasil. O PELD ILOC divulga as suas ações e a biodiversidade das ilhas através de palestras, exposições, redes sociais (Facebook e Instagram) e em seu website (http://peldiloc.sites.ufsc.br). A rede de pesquisa formada no PELD ILOC (www.sisbiota.ufsc.br) tem continuamente trabalhado com as agências ambientas federais para gerar políticas públicas visando a preservação da biodiversidade marinha e o ordenamento do turismo e outras atividades realizadas dentro das UCs. Nessa nova proposta, além de dar continuidade ao monitoramento da biodiversidade marinha das ilhas oceânicas brasileiras, propormos entender a influência de variáveis ambientais na biota marinha desses sítios, assim como usar os dados obtidos pelo projeto para modelar respostas futuras desses ecossistemas frente a impactos antropogênicos e mudanças climáticas, e desse modo poder fornecer subsídios importantes para os gestores das unidades de conservação.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 03/12/2020-31/12/2024
Foto de perfil

Carlos Eduardo Lopes

Ciências Humanas

Psicologia
  • estudos conceituais sobre a atualidade social do comportamentalismo radical
  • A Análise do Comportamento é uma proposta de psicologia científica orientada pela filosofia do Comportamentalismo Radical. B. F. Skinner (1904-1990), o principal proponente dessa vertente psicológica, não testemunhou questões candentes do século corrente, como o papel das redes sociais online, a obsolescência programada, a flexibilização e fragilidade dos vínculos sociais, o recrudescimento do individualismo e da desigualdade social. Dado esse panorama, a pergunta norteadora deste projeto é: o Comportamentalismo Radical tem potencial heurístico para lidar com problemáticas sociais contemporâneas? Em outros termos, o objetivo geral desta proposta de pesquisa é construir uma síntese interpretativa do comportamentalismo radical que permita aquilatar a atualidade social dessa filosofia. Para alcançar esse objetivo, o percurso investigativo envolverá duas frentes de trabalho. A Frente I tem como objetivo elucidar conceitos da proposta científico-filosófica de Skinner, examinando também contradições, rupturas e continuidades na obra do autor. A Frente II busca avaliar o alcance da interpretação do comportamentalismo radical desenvolvida na frente de trabalho I para acompanhar discussões sociais contemporâneas. A proposta deste projeto alinha-se com debates no campo que indicam o desenvolvimento de pesquisas teóricas como uma estratégia promissora para atender a demandas atuais da área de fundamentos da psicologia, como a necessidade de enfrentar o dogmatismo, o ecletismo e o tecnicismo na formação e atuação do psicólogo brasileiro. Ao examinar, de uma perspectiva teórico-filosófica, a atualidade social da Análise do Comportamento, o projeto pode propiciar um ensino mais crítico dessa teoria, evitar a disseminação de equívocos conceituais comuns, e fomentar reflexões ético-políticas sobre o uso da tecnologia comportamental na resolução de problemas sociais.
  • Universidade Estadual de Maringá - PR - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carlos Eduardo Neves Amorim

Ciências da Saúde

Educação Física
  • síndrome pós covid: influência do treinamento concorrente no tratamento e a relação com as características biomoleculares dos polimorfismos da eca, bkb2 e actn3.
  • Em janeiro deste ano a revista The Lancet (Huang et al, 2021) publicou um estudo de coorte mostrando preocupação com os sintomas persistentes da COVID-19, denominando esse fenômeno como Long Covid, também conhecido atualmente como Síndrome pós COVID (Taribagil, Creer e Tahir, 2021). Alba et al 2021 relata que os sitomas mais comuns da síndrome pós covid como a fadiga, dores mioarticulares, falta de ar e entre outros incluem também a intolerância ao exercício e baixa nos níveis de VO2. Considerando que a prática regular de exercícios é uma forma de tratamento indicada (Jimeno-Almazán et al, 2021) e a escassez de ensaios clínicos randomizados é de suma importância conhecer o impacto do treinamento concorrente na saúde e aptidão física dos pacientes com Síndrome Pós COVID. Outro ponto muito importante são as características biomoleculares, a interação do coronavírus com o nível circulante de ECA e BDKRB2 é extremamente relevante (Bánhegyi et al, 2021) assim como o impacto do polimorfismo da ACTN3 (Ortiz et al, 2021) sobre o treinamento nesses pacientes na tentativa de elucidar possíveis marcadores biomoleculares dos mecanismos de ação. O nosso projeto tem como objetivo avaliar a influência do tipo de treinamento físico concorrente (endurance e resistido) no tratamento da Síndrome Pós COVID e a relação com as características biomoleculares dos polimorfismos da ECA, BDKRB2 e ACTN3. Os voluntários serão submetidos a um protocolo de treinamento concorrente comparados com um grupo controle sem intervenção. Nossos resultados podem elucidar de forma ampla tanto o papel do exercício no tratamento da Síndrome Pós COVID como também relacionar os resultados com as características biomoleculares investigadas nos polimorfismos escolhidos. Até o presente momento nenhum estudo nacional foi conduzido com esse objetivo e nem com essa amplitude e tamanho de amostra.
  • Universidade Federal do Maranhão - MA - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carlos Eduardo Palhares Machado

Ciências Biológicas

Morfologia
  • estudo dos processos de decomposição para emprego em casos forenses: um experimento tafonômico brasileiro.
  • A compreensão dos processos associados à decomposição humana pode ser decisiva na elucidação dos crimes. Tais conhecimentos abrangem mudanças morfológicas brutas do corpo, fatores intrínsecos e extrínsecos que influenciam a decomposição, detecção de sepulturas, presença e distribuição de necrófagos, estimativa de intervalo pós-morte (IPM), interpretação de trauma e pseudotrauma, coleta e detecção de vestígios, entre outros. Os poucos estudos nacionais e internacionais existentes destacam que os dados gerados são aplicáveis apenas aos ambientes pesquisados, sendo necessária a validação da metologia a diferentes biomas. Além de sua aplicação no âmbito de IPM, esses estudos fornecem um recurso adicional para investigadores forenses, policiais e estudantes, para o treinamento em técnicas de escavação, documentação de vestígios, observação do processo de decomposição, coleta de dados, e importância da cadeia de custódia. Essas oportunidades de treinamento encorajam e garantem uma melhor e mais padronizada documentação durante as recuperações de cenas externas, o que pode ser feito por muitos profissionais de experiências e instituições diferentes (bombeiros, polícia civil, defesa civil...). A pesquisa sobre decomposição também é importante para a saúde pública, gerenciamento de desastres, planejamento de cemitérios, eliminação de carcaças de gado, ecologia do solo e muito mais. Portanto, este projeto pretende iniciar estudos em decomposição e mudanças tafonômicas na cidade de Brasília, Brasil. Atualmente, no Brasil, não há IMLs, Institutos Forenses ou Universidades que realizem esse tipo de trabalho. Poucos artigos presentes na literatura, fornecem um conhecimento básico de entomologia forense para abordar a colonização de insetos na carcaça de animais. Com a exclusão do IPM, outros aspectos da pesquisa tafonômica têm sido negligenciados na literatura proveniente de pesquisadores e médicos forenses brasileiros, criando um gap que este projeto pretende preencher.
  • Departamento de Polícia Federal - DF - Brasil
  • 19/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carlos Eduardo Vergani

Ciências da Saúde

Odontologia
  • avaliação da influência dos parâmetros de deposição pelo método silar e irradiação com feixe de elétrons nas propriedades antifúngicas, antibacterianas e anti-sars-cov-2 do alfa, beta e gama-ag2wo4
  • A inovação no desenvolvimento de materiais com capacidade antimicrobiana frente ao crescimento e disseminação de patógenos de grande impacto em saúde pública tornou-se ainda mais urgente após a identificação do novo coronavírus SARS-CoV-2, em 2019. Neste projeto buscamos a seleção de um material que possa ser empregado não só no combate a bactérias e fungos que causam patologias da cavidade oral como doença peri-implantar e candidose, como também na prevenção a infecção pelo SARS-CoV-2. Esta tecnologia envolve o recobrimento de superfícies de titânio e zircônia com três fases do tungstato de prata (alfa, beta e gama-Ag2WO4), pelo método SILAR (Successive ionic layer adsorption and reaction), que posteriormente serão irradiadas pelo sistema de feixe de elétrons desenvolvido pelo Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais (CDMF/CEPID). Pela primeira vez, as propriedades das três fases desses materiais serão avaliadas com relação à sua capacidade de inativar, simultaneamente, vírus, bactérias e fungos. Para isso, os microcristais de prata serão sintetizados e caracterizados para posterior estudo antimicrobiano, antifúngico, antiviral e anti-inflamatório, com uma abordagem in vitro; além de avaliar ultra-estruturalmente sua toxicidade in vitro e in vivo. Com isto, este projeto reúne instituições e equipe capacitadas para contribuir diretamente com o desenvolvimento científico na investigação da relação estrutura-propriedade das diferentes fases do Ag2WO4, bem como otimizar uma metodologia de revestimento antimicrobiano de dispositivos biomédicos com ação frente a agentes causadores de doenças, sendo um deles pandêmico recente e recorrente.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carlos Eduardo Verzola Vaz

Ciências Sociais Aplicadas

Planejamento Urbano e Regional
  • automatização de processos para a gestão das cidades - digital twins e sensoriamento remoto como ferramentas de suporte à decisão
  • Para qualificar áreas urbanas é fundamental que estas sejam avaliadas de modo a gerar informações adequadas para seu planejamento e gestão. Nas cidades brasileiras, as áreas informais estão presentes em grande parte do território e com organização espacial de difícil mapeamento e acompanhamento. Nestas áreas a falta de informações, em especial atualizadas, é um dos grandes obstáculos para introdução de melhorias em seus diversos aspectos. Além da falta de recursos para manter cadastros e mapeamentos atualizados, quando efetuados a partir de práticas tradicionais, a dificuldade de acesso em muitos destes locais é outro grande desafio. Esta pesquisa tem como objetivo explorar o uso de gêmeos digitais como ferramenta para predizer, simular e informar gestores de forma que estes estejam capacitados a tomar decisões adequadas para a resolução de problemas urbanos. Durante a pesquisa serão utilizadas diferentes estratégias para coleta de dados espaciais e de plataformas de IOT, de mineração de dados e visualização de informação para constituir o gêmeo digital para um estudo de caso. O processo de pesquisa se dará de forma empírica, exploratória e incremental, utilizando o conceito de laboratórios vivos para a realização das experiências de coleta de dados. Como resultado, pretende-se identificar métodos e ferramentas que possibilitem a utilização deste paradigma em processos de planejamento em áreas informais e que apresentam dados cadastrais desatualizados. Além disso, por meio de estratégias de visualização interativa da informação e métodos de realidade virtual, serão exploradas formas de planejamento urbano participativo e colaborativo de modo a adequar as decisões às necessidades da comunidade. O conhecimento obtido durante o processo de pesquisa será convertido em conteúdo para as disciplinas de graduação e pós-graduação e cursos de extensão com o objetivo de formar pessoal técnico. Os produtos serão utilizados em projetos de extensão junto a comunidades informais.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carlos Ernesto Gonçalves Reynaud Schaefer

Ciências Agrárias

Agronomia
  • rede terrantar: permafrost, solos, mudanças climáticas e teleconexões na antártica e andes meridionais
  • Nos últimos cem anos do Antropoceno, a civilização humana passou a ocupar a última fronteira de ecossistemas prístinos, de elevada fragilidade: a Criosfera Antártica, maior repositório de água doce do Planeta. Desde então, a dinâmica da paisagem Antártica passou a ser influenciada por fatores complexos, dependentes das transições climáticas naturais ou induzidas pelo homem, redirecionando processos então existentes para novos cenários. A Criosfera, definida como um subsistema caracterizado pela presença de água congelada (neve, gelo ou permafrost), desempenha um papel-chave nas mudanças ambientais atuais. No PROANTAR, o grupo TERRANTAR, alcançou, na última década, um notável legado de pesquisas e publicações sobre permafrost, solos e mudanças climáticas na Antártica e nos Andes, sintonizado com os objetivos definidos pelo SCAR (programas AntClim, ANTPAS, AntECO). Uma ampla e moderna rede de monitoramento estabelecida nos últimos 12 anos, e pesquisas de ponta derivadas, vêm demostrando a importância crucial do permafrost na Antártica, componente-chave da criosfera, na regulação climática global, elevação do nível dos mares e ciclos de vida e do carbono. Criossolos armazenam cerca de 27 % do total de C orgânico estocado nos ecossistemas terrestres do planeta, e sabe-se que até a década de 70 estes solos funcionavam como depósitos de C, em função da estabilidade do permafrost. Com o aumento da temperatura média global e desestabilização do permafrost, observou-se uma inversão do fluxo de C nas ultimas décadas, transformando-se em áreas fontes de C para a atmosfera. As mais recentes avaliações das alterações climáticas pelo IPCC já incluem as respostas atuais e futuras dos solos com permafrost ao clima, e ressaltam a necessidade urgente de consolidação e ampliação de pesquisas integradas para Antártica, no qual o grupo TERRANTAR é ator qualificado e produtivo. Com a tendência geral de aumento das temperaturas do solo/permafrost de alta montanha e na Antártica, há repercussões significativas no clima (fluxos de carbono), estabilidade geomórfica, ecologia e hidrologia. Estudos sobre ecossistemas terrestres periglaciais, afetados por permafrost, são bem desenvolvidos no hemisfério norte, mas comparativamente menos intensos na região Antártica e nos Andes, onde desenvolvemos as pesquisas brasileiras. Para 2022, o TERRANTAR busca fortalecimento e consolidação como grupo de excelência nacional em pesquisa antártica centrada em estudos de modelagem climática do permafrost, solos, geoecossistemas periglaciais em transição. Há forte destaque na formação de recursos humanos no âmbito do Programa Antártico Brasileiro, e contamos com 13 instituições nacionais já ativamente envolvidas em diferentes fases e eixos do projeto, bem como 10 instituições estrangeiras formando uma rede de parcerias multi-institucionais que mesclam grupos de pesquisa emergentes em ciência antártica com grupos consolidados do mundo todo, visando sinergia e agregação. Desde 2002, o Núcleo TERRANTAR, pioneiro em pesquisas de solos afetados por permafrost e dinâmica climática, ecológica e geoambiental nesse importante setor da criosfera, construiu vasta publicação internacional, e uma rede de monitoramento climático dos solos e permafrost na Antártica Marítima e Peninsular que é parte do programa ANTPAS - Antarctic Permafrost, periglacial environments and soils, do SCAR. Todo esse legado é parte do INCT da Criosfera, e representa a mais sólida e extensa rede atual de monitoramento do permafrost na Antártica, em sitios sob forte impacto de mudanças globais. Em 2018, contamos 32 sítios de monitoramento climático contínuo de solos e permafrost, com utilização de tecnologia de ponta na aquisição e armazenamento de dados horários, na Antártica e nos Andes. São considerados sítios “cold spots”, com prioridade para pesquisa em teleconexões, para a WMO. Alinhados ao Plano de Ações da Ciência Antártica Brasileira para 2022, há forte necessidade de consolidação e aprofundamento dos conhecimentos gerados até o momento pela REDE TERRANTAR, buscando ampliar e consolidar a rede física de monitoramento e estudos de ecossistemas terrestres na Antártica e nos Andes, em todo o gradiente latitudinal do permafrost. Com caracterização detalhada dos solos, geomorfologia e ecossistemas associados, e instalação de novos sítios de monitoramento permanente em locais estratégicos, a estratégia do TERRANTAR é garantir a formação continuada de pesquisadores em nível de pós-graduação e estabelecer sólidas parcerias internacionais para consolidar o patamar de qualidade alcançado. O TERRANTAR é orientado pelo espírito da integração, buscando a sinergia necessária para alavancar a pesquisa de campo, otimizar recursos logísticos e operacionais e potencializar a formação de recursos humanos. Em síntese, o projeto proposto dá suporte, amplia, automatiza e consolida a Rede, justificando todo o esforço humano e financeiro até hoje realizado. A partir de um eixo central (ecossistemas terrestres em transição, permafrost e mudanças climáticas), pretende-se desenvolver e ampliar projetos-satélite já em andamento, conforme a metodologia. Abrangem estudos dos ecossistemas terrestres transientes, associados às mudanças climáticas regionais, papel da ecologia de comunidades, dinâmica de carbono e biogeoquímica terrestre. Há forte integração de diversos egressos do TERRANTAR, hoje docentes e pesquisadores em instituições públicas do Brasil. Com base em todo legado e infraestrutura existente, buscar-se-á incrementar a qualidade da pesquisa antártica no âmbito das instituições associados, com forte inserção da APECS-Brasil na produção de material de divulgação científica do TERRANTAR, sob a forma de videoaulas, monólitos de exposição, livretos e mapas, além de novas técnicas para ampliar a difusão do conhecimento científico para a juventude brasileira, em escolas públicas, com novas formas de sensibilizar o público não especializado.
  • Universidade Federal de Viçosa - MG - Brasil
  • 25/12/2018-31/12/2022
Foto de perfil

Carlos Ernesto Gonçalves Reynaud Schaefer

Ciências Biológicas

Botânica
  • cenários e impactos para o bioma pantanal: mudanças climáticas; alterações das paisagens; e mitigações socioambientais para os municípios da bacia do alto paraguai
  • O Pantanal é formado por um conjunto de ambientes interdependentes associados diretamente á bacia do Alto Paraguai (BAP) com características naturais singulares e elevada fragilidade ambiental, com relevante diversidade biológica e provisão contínua de serviços ecossistêmicos. Essa interação é governada por um complexo regime de cheias que propicia a ocorrência de variados padrões de solos sob formações florestais, cerrados, campos e vegetações aquáticas. Entretanto, a variabilidade espaço-temporal dos condicionantes climáticosalterados por pressões antrópicas, a falta de adequado planejamento, fiscalização e integração entre as diversas instâncias do poder público, têm colocado em risco uma das regiões mais importantes e biodiversa do país. As consequências dessa degradação acelerada têm efeitos não somente à fauna e flora, mas cada vez mais tem afetado diretamente as populações humanas das áreas urbanas. Seja pelos incêndios cada vez mais recorrentes, que causam sérios problemas de saúde á população;pela degradação daqualidade e quantidade dos recursos hídricos; pela perda de cadeias econômicas como pesca e turismo; ou pela degradação dos solos e perda de produtividade. Esses problemas são agravados a cada ano devido às consequências das mudanças climáticas. Posto isto, o foco deste estudo é o diagnóstico dos impactos decorrentes de ações humanas e asrespostas ambientais, sobretudo devido às variações climáticas a médio e longo prazo. Nesse sentido, pretende-se avaliar a dinâmica climática, hidro-pedogeomorfológica e vegetacional da BAP, através de modelos climáticos e informações geo-espaciais, de maneira integrada, com vistas a subsidiar planos e ações atuais e futuras de preservação e uso mais sustentável da região. Um estudo piloto é previsto para a sub-região da Nhecolândia, por meio da caracterização detalhada das interações pedoecológicas de distintos geoambientes. Assim, essa região do Pantanal será um referencial para a compreensão detalhada de variados parâmetros das consequências ambientaisfrente aos cenários climáticos futuros.
  • Universidade Federal de Viçosa - MG - Brasil
  • 21/12/2020-31/12/2023
Foto de perfil

Carlos Ernesto Gonçalves Reynaud Schaefer

Ciências Agrárias

Agronomia
  • complexos rupestres de minas gerais, brasil: diagnóstico geoambiental, serviços ecossistêmicos e conectividade da paisagem
  • Os Complexos Rupestres (CR) representam um antigo complexo de vegetação esclerófila, imersos, principalmente em diferentes domínios morfoclimáticos de Minas Gerais (Mata Atlântica, Cerrado e Caatinga). Esses ecossistemas, compostos por diversos pedoambientes e fitofisionomias, estão associados a quartzitos, metarenitos, canga e outros substratos ricos em Fe, bem como rochas ígneas e metamórficas. Os CR são reconhecidos mundialmente como hotspots de biodiversidade e endemismo; entretanto carecem de um estudo ambiental abrangente e integrador sobre a interação entre a geodiversidade e os aspectos florísticos e pedológicos. Estudos aprofundados sobre unidades geoambientais, vegetação, propriedades físico e químicas dos solos, serviços ecossistêmicos, interações pedoecológicas, bem como conectividade ainda são escassos. Essa abordagem é fundamental para nortear planos e ações atuais e futuras de preservação e utilização sustentável dos recursos naturais desses ecossistemas. A abordagem geoambiental é uma alternativa capaz de promover uma metodologia rápida e segura nos processos de decisão para recuperar, proteger e aumentar a estabilidade ecossistêmica dos CR como todo. O projeto em tela oferece uma proposta técnico-científica de longa duração (três anos), com o objetivo de caracterizar diferentes geoambientes que compõem as paisagens de quatro importantes UCs sobre os principais substratos geológicos do estado de Minas Gerais, sob uma visão integrada das relações solo-vegetação, serviços ecossistêmicos e conectividade da paisagem. A metodologia será aplicada de forma semelhante para os CR do Parque Nacional das Sempre Vivas, do Caparaó, Cavernas do Peruaçu e Serra do Gandarela. Assim, este projeto irá obter informações únicas e detalhadas sobre variáveis bióticas e abióticas, norteadoras da gestão efetiva e e eficiente das UCs.
  • Universidade Federal de Viçosa - MG - Brasil
  • 11/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carlos Felipe Grangeiro Loureiro

Engenharias

Engenharia de Transportes
  • transporte público no acesso equitativo e sustentável às oportunidades nas metrópoles brasileiras - redetp@cesso
  • Nas últimas duas décadas, o planejamento urbano integrado tem sido repensado e reformulado sob a perspectiva da acessibilidade sustentável. Essa abordagem trata conjuntamente as dimensões relacionadas ao uso do solo e aos transportes, em busca de promover o desenvolvimento urbano sustentável por meio de políticas públicas que resultem não só numa mobilidade mais eficiente, segura, ativa e inclusiva, como especialmente em distribuições espaço-temporais mais equitativas e justas para o acesso às atividades econômicas, educacionais e socioculturais. Esta pesquisa em rede cooperativa se propõe a desenvolver e validar métodos de avaliação estratégica das desigualdades socioespaciais na acessibilidade e mobilidade ao trabalho e estudo nas metrópoles brasileiras. Busca-se alcançar os seguintes objetivos específicos: a) construir uma representação conceitual das relações de causalidade entre decisões de atividades, locacionais e de comportamento de viagens; b) consolidar uma metodologia de avaliação estratégica das problemáticas da acessibilidade e mobilidade urbanas, visando fundamentar avaliações ex-ante e ex-post de políticas públicas para uso do solo e das intervenções nos transportes; c) estimar indicadores utilizando técnicas de mineração de dados, análise espacial exploratória e econometria espacial, a partir de dados censitários, pesquisas OD e big data de transportes; d) desenvolver modelos espaciais confirmatórios capazes de dar suporte ao diagnóstico estratégico, quantificando desigualdades nas suas distribuições socioespaciais e inferindo suas relações causais com os elementos urbanos; e) validar a metodologia proposta por meio da análise comparativa da evolução das problemáticas de acessibilidade e mobilidade, assim como da avaliação ex-post das intervenções implementadas nas redes multimodais de transporte público de Fortaleza, Belo Horizonte e São Paulo.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carlos Fernando Pereira da Silva Herrero

Ciências da Saúde

Medicina
  • avaliação do impacto da lista de espera para procedimento cirúrgico em indivíduos diagnosticados com escoliose idiopática do adolescente (eia) e suas repercussões para o sistema único de saúde: revisão sistemática com metanálise.
  • A escoliose se caracteriza por um desvio lateral da coluna no plano coronal com um ângulo de Cobb superior a 10 graus, associado a um componente rotacional das vértebras. A Escoliose Idiopática do Adolescente (EIA) geralmente acomete adolescentes dos 10 aos 18 anos, sendo a mais comum e é a forma encontrada em 90% dos casos de escoliose idiopática e será o tema de foco desse estudo. Os critérios para confirmação do diagnóstico de EIA devem ser feitos através do exame físico e do exame de imagem. Devido à demanda crescente e ao difícil acesso a recursos essenciais para a cirurgia o tratamento cirúrgico de deformidades da coluna vertebral em sistemas de saúde com financiamento público, foi submetido a lista de espera cada vez maiores, esse longos períodos de espera para demonstraram ser prejudicial aos indivíduos diagnosticados com EIA de várias maneiras diferentes, durante a espera a condição de saúde do indivíduo pode progredir, acarretando aumento dos sintomas. Além disso, também pode afetar negativamente a saúde mental e a qualidade de vida do indivíduo. O objetivo desse estudi é estimar os efeitos da espera pela cirurgia na fila do SUS, relacionados a maiores complicações cirúrgicas pelo aumento da curva e pelo efeito financeiro para o sistema de saúde, por meio de uma revisão sistemática com metanálise. O presente estudo será realizado através de uma revisão sistemática da literatura norteada conforme as recomendações do Manual Joanna Briggs Institute Reviewers, das diretrizes da Colaboração Cochrane e do relatório MOOSE. Foram conduzidas buscas preliminares nas bases de dados LILACS, PEDro, SciELO, Science Direct, e Web of Science e PubMed. Os termos utilizados foram: “scoliosis” [AND] “waiting list”. Dois avaliadores, de forma independente, selecionarão os estudos potencialmente relevantes a partir dos títulos, resumos e texto completo. Os avaliadores irão obter os dados dos estudos de forma independente e em formulário padronizado. Os dados obtidos serão submetidos aos tratamentos estatísticos adequados.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 01/01/2020-31/12/2022
Foto de perfil

Carlos Henrique Assuncao Paiva

Ciências Humanas

História
  • rede de atenção à saúde na região metropolitana do rio de janeiro: trajetória e perspectivas
  • Este projeto é uma iniciativa conjunta do Departamento de Pesquisa em História da Ciência e da Saúde (DEPES-COC), do Departamento de Arquivo e Documentação (DAD-COC), da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro, em conjunto com o Programa de Pós-Graduação em Saúde da Família da Universidade Estácio de Sá; e o Laboratório de Educação e Práticas de Saúde da Universidade Federal do Sul da Bahia, e propõe o desenvolvimento integrado de dois eixos de atividades: (1) reconstruir, por meio de pesquisa histórica, a trajetória da Rede de Atenção à Saúde na região metropolitana do Rio de Janeiro e suas conexões com o cenário nacional e as correntes de pensamento e formulações programáticas da saúde internacional; e (2) estabelecer fontes de informação especializadas sobre a história das políticas e modelos de atenção à saúde, integradas às bases e plataformas de informação histórica administradas pela Casa de Oswaldo Cruz, incluindo a Biblioteca Virtual de História da Saúde e Patrimônio Cultural (HPCS); o Banco de Dados Bibliográficos de História da Saúde Pública na América Latina e o Caribe (Base Hisa) e o site do Observatório de História e Saúde.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 03/11/2021-30/11/2024
Foto de perfil

Carlos Henrique Camargo

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • epidemiologia genômica de enterobactérias produtoras da carbapenemase ndm em isolados clínicos brasileiros
  • Micro-organismos multirresistentes são um desafio à prática clínica, pois causam impacto negativo na morbidade associada, na letalidade, no tempo de hospitalização e nos custos gerados ao sistema de saúde. No Brasil, taxas hiperendêmicas são reportadas para enterobactérias resistentes aos carbapenêmicos, particularmente isolados produtores da beta-lactamase Klebsiella pneumoniae carbapenemase (KPC), que encontra-se disseminada em diversas instituições. Preocupantemente, a taxa de resistência à polimixina em isolados produtores de KPC também é relatada em proporções crescentes no país. Uma das alternativas recentemente lançadas no mercado, e já aprovada para utilização no Brasil, com promissora atividade contra enterobactérias produtoras de KPC é a nova associação de antimicrobianos ceftazidima-avibactam (CAZ-AVI). Este novo antimicrobiano tem capacidade agir em isolados produtores de KPC. Entretanto, não apresenta atividades contra outra subclasse de enzimas carbapenemases, as metalo-beta-lactamases (MBL). Entre as variantes de MBL mais frequentes em enterobactérias no Brasil, tem especial destaque a denominada New Delhi Metalobetalactamase (NDM), emergente em nosso meio. A introdução de um novo antimicrobiano que não cobre este tipo de resistência deve ser cautelosamente monitorado, uma vez que já há relatos de substituição de KPC por MBL em centros médicos que não utilizaram CAZ-AVI de forma mais racionalizada. Desta maneira, este estudo tem por objetivo avaliar o comportamento de isolados de enterobactérias produtoras de NDM após introdução de um novo antimicrobiano que não cobre este mecanismo de resistência. Para tanto, o genoma bacteriano será sequenciado pelas tecnologias Illumina e/ou MinIon para análise genômica de alta definição, permitindo a caracterização do contexto genético associado à dispersão dos genes de resistência e da filogenia de alta resolução por meio de análise de whole genome SNPs e whole genome MLST.
  • Instituto Adolfo Lutz - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carlos Henrique de Carvalho

Outra

Ciências Ambientais
  • mobilidade e convergêmcia: formação de doutores para transformação
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 07/02/2020-06/02/2025
Foto de perfil

Carlos Henrique Xavier Custódio

Ciências Biológicas

Fisiologia
  • influência de sistemas neuroendócrinos sobre a modulação circulatória e de comportamentos: potenciais rotas terapêuticas em fisiopatologias cardiometabólicas
  • Doenças cardiometabólicas resultantes de desregulação hormonal e circulatória têm alta incidência e prevalência. O estudo de mecanismos integrativos envolvidos pode resultar em novas terapias que reduzam custos de tratamento e morbi-mortalidade. Eixos hormonais orexigênicos contribuem para a homeostase, entretanto, sua desregulação pode compor a fisiopatologia de doenças. Os receptores para tais hormônios são expressos no encéfalo, nervos periféricos, coração, vasos sanguíneos e rins. GHS-R1a é o receptor/alvo para o hormônio (agonista) peptídico gástrico grelina. Além disso, o GHS-R1a tem atividade intrínseca, independente de agonismo. Desta forma, seria necessária a modulação de GHS-R1a, em contraponto à atividade constitutiva e aos efeitos da grelina. LEAP2, um peptídeo hepático, foi recentemente identificado como um antagonista/agonista inverso de GHS-R1a, sugerindo a possibilidade de modular GHS-R1a em diferentes tecidos. É plausível hipotetizar que a relação grelina vs. LEAP2 sobre GHS-R1a resulte em doenças metabólicas e circulatórias. Reportamos que a ativação de GHS-R1a potencia a reatividade ao estresse emocional, reduz tônus vagal, aumenta o simpático e a sensibilidade de receptores beta adrenérgicos cardíacos [Camargo-Silva et al., 2018]. Recentemente, relatamos que GHS-R1a tem sua expressão alterada em rins e áreas centrais, e é protagonista na gênese da hipertensão e no balanço hidroeletrolítico [Sales da Silva et al., 2020]. Embora haja evidências da contribuição de GHS-R1a para fisiopatologia de disfunções cardiocirculatórias, metabólicas e emocionais, não há dados sobre os efeitos de LEAP2 em condições fisiológicas e fisiopatológicas, sobre o controle autonômico cardiovascular, função renal e tonicidade de fluidos. Utilizaremos avaliações eletrofisiológicas, de morfofisiologia cardíaca, renal e encefálica, hemodinâmica, função renal e avaliações moleculares no estudo dos efeitos de LEAP2 em modelos de hipertensão neurogênica e transtornos emocionais
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 23/06/2022-30/06/2025
Foto de perfil

Carlos Humberto Martins

Engenharias

Engenharia Civil
  • investigação de vigas alveolares mistas de aço-concreto com lajes em crfa e carrfa
  • O projeto tem foco em pisos mistos convencionais formados por vigas com perfis I com aberturas sequenciais na alma (perfis alveolares) com lajes em concreto reforçado com fibras de aço (CRFA) e concreto de agregado reciclado reforçado com fibras de aço (CARRFA). O emprego destas fibras reduz o uso de armaduras convencionais. Já o emprego de perfis alveolares possibilita a redução do peso da estrutura e o aumento da capacidade resistente à flexão contribuindo para a industrialização da construção civil. Assim, a associação desses dois elementos (lajes e perfis alveolares) fornece um grande potencial de industrialização com vantagens econômicas e sustentáveis, principalmente com o uso de agregados reciclados. O estudo de vigas alveolares mistas é escasso, principalmente quando se trata de perfis com aberturas senoidais e de lajes em CRFA e CARRFA, sendo seu uso bastante recente e inovador. O modelo constitutivo do CRFA e CARRFA será obtido por ensaios de resistência à tração, compressão e de arrancamento de fibras. Este último é utilizado para obter o comportamento pós-fissuração do CRFA com um aparato experimental portátil. Dessa forma, o objetivo do projeto é investigar o comportamento de pisos mistos de aço e CRFA e CARRFA, com lajes e perfis alveolares, dando ênfase a capacidade resistente à flexão, analisando possíveis fenômenos de instabilidade via software Abaqus. Para as análises com não linearidades físicas, poderão ser utilizados modelos fenomenológicos ou modelos provenientes de homogeneização da microestrutura com uma abordagem multi-escala. Portanto, por meio de uma extensa análise paramétrica determinar-se-á a influência dos parâmetros sobre o comportamento dos pisos mistos de aço e concreto sobre flexão positiva e negativa. Assim, será possível o desenvolvimento de procedimentos práticos para a estimativa da capacidade resistente desse sistema estrutural por meio da utilização de redes neurais artificiais (RNA).
  • Universidade Estadual de Maringá - PR - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carlos José Espíndola

Ciências Humanas

Geografia
  • dinâmica geoeconômica dos agronegócios de carnes e grãos no brasil no pós-2003
  • O objetivo geral deste projeto é apresentar as múltiplas combinações geográficas responsáveis pela dinâmica expansiva dos agronegócios de grãos e carnes na formação socioespacial brasileira no pós-2003. Esse objetivo foi derivado da questão central: Quais foram as combinações geográficas responsáveis pela dinâmica geoeconômica dos agronegócios de carnes e grãos dentro da formação socioespacial do Brasil no pós-2003?. Com base no referencial teórico, o levantamento bibliográfico e documental, a coleta de dados, as entrevistas e as pesquisas de campo, buscar-se-á demonstrar que os agronegócios de carnes e grãos desempenham importante papel na economia brasileira. Procurar-se-á demonstrar que o dinamismo geoeconômico dos agronegócios de carnes e grãos é fruto das combinações geográficas internas e externas que determinam as vantagens competitivas agroindustriais.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carlos José Soares

Ciências da Saúde

Odontologia
  • fluxo digital no planejamento de reabilitações orais de alta complexidade atendidas no sus - avaliação por meio de estudos clínicos, estudo de custo/efetividade e por elementos finitos.
  • Procedimentos cirúrgicos/reabilitadores são realizados nos centros de referência de média e alta complexidade do Sistema único de Saúde - SUS e envolvem alta demanda e elevado custo operacional. Essa proposta visa avaliar desempenho biomecânico, clínico e custo/efetividade de novas tecnologias de fluxo digital para protocolos cirúrgicos/reabilitadores orais de média e alta complexidade empregados no SUS. Serão testadas associações de imagens tomográficas, materiais reabilitadores impressos, modelos intraorais por segmentação digital para planejamento. Modelos virtuais individualizados de elementos finitos serão desenvolvidos para análise de falhas, antecipando soluções e retroalimentando o aprimoramento dessas tecnologias de menor custo agregadas ao SUS. Envolve 5 objetivos específicos: 1. Analisar por meio de estudo multicêntrico métodos analógicos e digitais para análise oclusal pós-ortodôntico/cirúrgico; 2. Avaliar por meio de ensaio clínico, qualidade de vida, e elementos finitos o uso de planejamento virtual na expansão rápida da maxila como tratamento alternativo à cirurgia para tratamento de apneia do sono; 3. Analisar por meio de estudo laboratorial e de base prática multicêntricos os efeitos adversos de luz violeta na saúde de operadores de impressoras 3D; 4. Avaliar desempenho biomecânico, eficiência clínica e custo/efetividade de placas oclusais, coroas impressas, infraestruturas de próteses parciais removíveis, confeccionadas por escaneamento digital e impressas 3D; 5. Avaliar clínica e computacionalmente precisão de guias intermediários para cirurgia ortognática obtidos com impressoras de diferentes custos de produção. Esses objetivos buscam geração de evidências e consolidação de competências técnico-científicas com direta aplicação dos resultados. Evidencia-se importante potencial de inovação agregado à análise de custo/efetividade, tão importante para ampliar acesso e melhorar a efetividade na atenção a saúde bucal de alta complexidade pelo SUS.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carlos Magno Naglis Vieira

Ciências Humanas

Educação
  • educação escolar indígena e as práticas interculturais no cone sul
  • Dada a realidade indígena de Mato Grosso do Sul e a construção sócio-política e epistemológica de um novo modelo de educação escolar para as comunidades indígenas que se consolidaram na Constituição/88, a pesquisa pretende, a partir da Educação Escolar Indígena no estado, avaliar as práticas educacionais interculturais, tendo em vista o processo de formação de professores indígenas Guarani e Kaiowá (Superior e Médio) e as interações estabelecidas com o cotidiano das escolas. A fundamentação teórica baseada na antropologia, na pedagogia e nos estudos pós-coloniais, ancora o levantamento qualitativo, sustentada por aportes etnográficos e em instrumentos diversificados de pesquisa: dados estatísticos do INEP, documental/bibliográfica e procedimentos de pesquisa de campo (observação, etnografia, entrevistas, entre outras). Destaca-se que a questão central deste trabalho está norteada pela construção de conceitos, de concepções de mundo e de territorialidade (fundamental na compreensão da epistemologia guarani e kaiowá) que se sustentam nos chamados “processos próprios de aprendizagem”, uma das categorias que caracteriza a educação escolar indígena diferenciada e específica e que se constitui, ainda, uma lacuna nos programas de formação de professores indígenas no Brasil, bem como pela constituição de um núcleo de pesquisadores indígenas guarani e kaiowá. A expectativa desta pesquisa centra-se em eixos fundamentais enquanto perspectiva de contribuição para a produção de conhecimentos em nossos espaços de ação acadêmica e, sobretudo, como suportes consistentes nos campos de atuação junto às comunidades indígenas Kaiowá e Guarani. A pesquisa envolve pesquisadores indígenas e não indígenas da UCDB, UFMS, UEMS e Secretaria de Educação do Estado (magistério nível médio) e como campo empírico as escolas das aldeias localizadas nos municípios de Coronel Sapucaia, Eldorado, Japorã e Laguna Carapã no estado de Mato Grosso do Sul.
  • Universidade Católica Dom Bosco - MS - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carlos Maurício Sacchelli

Outra

Divulgação Científica
  • a transversalidade da ciência, tecnologia e inovações para o planeta. exposição de ciência móvel do espaço de ciência e tecnologia – ect
  • Esta proposta em como objetivo Principal realizar a difusão e popularização da Ciência e Tecnologia, abordando o tema “A transversalidade da ciência, tecnologia e inovações para o planeta” para jovens e professores de escolas públicas das cidades de Joinville, Araquari e Balneário Camboriú em Santa Catarina durante a Semana Nacional da Ciência e Tecnologia 2021, objetivando o desenvolvimento, ampliação e aprimoramento da popularização da Ciência e Tecnologia - C&T. Pretende-se com a realização de várias atividades atingir mais de 3 mil estudantes do ensino fundamental e médio.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 05/10/2021-31/10/2023
Foto de perfil

Carlos Medicis Morel

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • inct de inovação em doenças de populações negligenciadas (inct-idpn)
  • Os processos tradicionais usados pela indústria farmacêutica para pesquisa e desenvolvimento de fármacos, biofármacos, vacinas e métodos diagnósticos não estão conseguindo gerar os produtos prometidos pelos recentes avanços das ciências biológicas e biomédicas, especialmente para doenças infecciosas de populações negligenciadas. Kaitin 2010 [1] resume esta situação afirmando que a indústria usa uma abordagem “slow, inefficient, risky, and expensive” propondo, como alternativa, estratégia baseada em redes de inovação envolvendo múltiplos parceiros. Essa dificuldade de traduzir conhecimento em novas intervenções sanitárias gerou o “Vale da Morte” e tornou clara a importância de maiores investimentos em “Ciência Translacional” [2]. Dois outros desafios ficaram evidentes mais recentemente: (a) a escassez de novos antimicrobianos por desinteresse da indústria farmacêutica em seu desenvolvimento [3]; (b) o alto preço das novas tecnologias e dos medicamentos de marca que estão entrando nos mercados, em particular os biofármacos, responsáveis pelos déficits comerciais crescentes na balança comercial brasileira no setor saúde, uma das preocupações principais do Complexo Econômico Industrial da Saúde (CEIS)[4]. O Instituto Nacional de C&T de Inovação em Doenças de Populações Negligenciadas (INCT-IDPN), evolução do INCT de Gestão da Inovação em Doenças Negligenciadas (INCT-IDN), foi estruturado para trabalhar através de parcerias em áreas prioritárias do tema estratégico “SAÚDE E FÁRMACOS” que, pela sua abrangência, exige esforços de pesquisa, desenvolvimento tecnológico e inovação (P&D&I) em todas as etapas da cadeia de inovação, tanto tecnológica quanto social [5]: da área básica aos estudos pré-clínicos, ensaios clínicos e decisões de agências regulatórias; das questões de propriedade intelectual às de preços e mercados; das políticas de incorporação de novas tecnologias às de acesso por populações negligenciadas e políticas de direitos humanos. Para trabalhar em área tão complexa e diversa, o Instituto Nacional adotou a abordagem conceitual e a matriz estratégica propostas por Mahoney e Morel [6], fruto de análise dos sistemas de inovação e sistemas de saúde dos países industrializados, dos países em desenvolvimento inovadores (“Innovative Developing Countries, IDCs”)[7], e dos países em desenvolvimento. Segundo estes autores os problemas e dificuldades para inovar, e prover acesso das novas intervenções às populações que delas se beneficiariam, podem ser classificados em três grupos, segundo as causas subjacentes: (i) Falhas de ciência, devidas a um hiato ou falta de novos conhecimentos; (ii) Falhas de mercado, devidas a carência de recursos financeiros; (iii) Falhas de saúde, ou de sistemas de saúde, devidas a inexistência ou lacunas de boas práticas. A matriz estratégica do INCT-IDPN, baseada na matriz modelo “Tipo de Falha / Inovação Necessária / Ator” [6], constituiu a base organizacional para os seguintes OBJETIVOS no período 2015-2020: (i) Falhas de Ciência: Formação, pesquisa e desenvolvimento (incluindo ensaios pré-clínicos e clínicos) de novos fármacos e biofármacos, com foco em doenças causadas por fungos, doença de Chagas, hanseníase, leishmanioses e HIV/AIDS, onde existe um hiato de novos conhecimentos que impedem o desenvolvimento de novos fármacos e medicamentos necessários à saúde de populações carentes no Brasil, Américas e África; (ii) Falhas de Mercado: Análises de políticas econômicas e estudos de prospecção tecnológica em áreas onde está bem caracterizada a existência de falhas de mercado que impedem o acesso a medicamentos de custo proibitivo; (iii) Falhas de Saúde: Realização de avaliações de novas, ou potencialmente melhores, tecnologias em saúde propostas pelos mercados para incorporação ao SUS e avaliação de políticas de saúde visando a transferência de conhecimento ao setor público e maximizar o acesso de populações a estas tecnologias. Os projetos relacionados com estes três Objetivos formam as COLUNAS da matriz, enquanto sete Atividades Integradoras de Gestão constituem as LINHAS da matriz: (1) Informação em C&T: acompanhamento, monitoria e análise da produção C&T em áreas de interesse do INCT-IDPN; (2) Escritório de Projetos: capacitação em análise e gestão de portfolios de projetos; (3) Gestão de Contratos e Negócios: essencial quando da elaboração de Acordos com parceiros públicos, filantrópicos e privados; (4) Redes de Inovação em Saúde: mapeamento e análise visual e estratégica de redes de coautorias científicas e de patentes; (5) Políticas de Produção e Inovação em Saúde: estudos, análises e propostas relacionadas com os objetivos do Complexo Econômico Industrial da Saúde, CEIS (6) Recursos Humanos: investimentos em capacitação, treinamento e recrutamento de RH necessários aos projetos que integram o Instituto Nacional (7) Cooperação Internacional Norte-Sul e Sul-Sul e Fortalecimento de Capacidades Institucionais: ações que estimulem, fortaleçam e ampliem as atividades de internacionalização do INCT. -=- Bibliografia: [1] Kaitin KI: Deconstructing the drug development process: The new face of innovation. Clinical Pharmacology and Therapeutics, 87:356–361, 2010 [2] Butler D: Translational research: crossing the valley of death. Nature 453:840–842, 2008 [3] A dearth of Innovation for Key Drugs. NY Times 22/7/2014 [http://nyti.ms/1pFpHAW] [4] Gadelha CAG, Costa LS, Maldonado J. O complexo econômico-industrial da saúde e a dimensão social e econômica do desenvolvimento. Revista de Saúde Pública, 46:21 – 28, 12 2012 [5] Gardner CA, Acharya T, Yach D. Technological and social innovation: A unifying new paradigm for global health. Health Affairs, 26(4):1052–1061, 2007. [6] Mahoney RT, Morel CM: A global health innovation system (GHIS). Innovation Strategy Today, 2:1–12, 2006 [http://bit.ly/1lVV6wj] [7] Morel CM et al: Health innovation networks to help developing countries address neglected diseases. Science, 309(5733):401–404
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 25/11/2016-30/11/2024
Foto de perfil

Carlos Nelson Elias

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • resistência à corrosão de implantes de ti-6al-4v produzidos por manufatura aditiva
  • Esta proposta envolve a produção, caracterização da microestrutura, rugosidade, molhabilidade e resistência à corrosão de implantes dentários da liga Ti-6Al-4V (pó ASTM F2924) produzidos por fusão seletiva a laser. As amostras serão analisadas como recebidas e após serem submetidas ao tratamento da superfície com ácido para aumentar a resistência à corrosão e alterar a rugosidade. As análises da corrosão serão realizadas em dois eletrólitos (NaCl 0,9% com e sem adição de flúor) variando o pH para simular o ambiente oral e corpóreo. Nos ensaios de corrosão serão usadas as técnicas de polarização potenciodinâmica, polarização potenciostática, espectroscopia de impedância eletroquímica e amperometria de resistência zero. As morfologias serão analisadas por microscopia eletrônica de varredura e interferometria para quantificar a rugosidade. As amostras necessárias e a infraestrutura estão disponíveis. Foram realizados ensaios preliminares e comparados com implantes usinados mostrando a viabilidade da proposta. Haverá a participação de pesquisadores de 3 IES (2 em consolidação), alunos de mestrado e doutorado da IES proponente. Existe colaboração atual do propoente com todos os membros da equipe. O proponente é pesquisador 1A do CNPq, Cientista do Estado (FAPERJ), mantem colaboração com pesquisadores de várias Instituições do Brasil e exterior, professor permanente da PG em Ciência dos Materiais (nível 6 CAPES) do Instituto Militar de Engenharia. O proponente foi relacionado entre os pesquisadores mais citados mundialmente em 2019 na lista do artigo da Mendely data (Baas, Jeroen; Boyack, Kevin; Ioannidis, John (2020), “Data for "Updated science-wide author databases of standardized citation indicators"”, Mendeley Data, V2, doi: 10.17632/btchxktzyw.2. http://dx.doi.org/10.17632/btchxktzyw.2). O propoente está apto a executar pesquisas nas diversas áreas dos biomateriais. A IES proponente e colaboradoras possuem infraestrutura adequada.
  • Instituto Militar de Engenharia - RJ - Brasil
  • 05/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carlos Olavo Quandt

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • maturidade digital, inovatividade organizacional e desempenho no contexto de disrupção global
  • O projeto investiga a dinâmica do processo de inovação no contexto das transformações técnico-econômicas globais, analisando os determinantes da inovatividade organizacional e seus impactos no desempenho de organizações distintas – empresas privadas, do setor público, do terceiro setor e cooperativas – englobando tanto os seus aspectos internos como as suas redes de colaboração e competição. A proposta dá continuidade ao processo de investigação em curso pelo grupo, incorporando a análise do processo contemporâneo de transformação digital e disrupção econômica global, e suas implicações para a inovatividade e desempenho. A estratégia de pesquisa compreende o aperfeiçoamento do modelo, a inclusão de variáveis relacionadas à maturidade digital e a ampliação do escopo da pesquisa – notadamente a inclusão de escolas de negócios e seu papel na formação de competências digitais em âmbito internacional. Busca-se analisar como a maturidade digital (MD) e a capacidade de colaboração (CC) influenciam a inovatividade organizacional (IO), os processos de colaboração, os resultados da inovação e o desempenho das organizações. Espera-se também identificar os benefícios e limitações da abordagem proposta a partir dos dados obtidos em cada contexto organizacional, e estabelecer comparações. Será utilizada uma abordagem de métodos mistos, combinando técnicas quantitativas e qualitativas para analisar a importância relativa das variáveis para o desenvolvimento de inovações e mapear as barreiras e facilitadores à inovatividade, colaboração e resiliência. De forma mais ampla, o projeto contribuirá para: Melhor compreensão dos determinantes e processos de gestão da inovação; Aperfeiçoamento de indicadores de inovatividade e maturidade digital; Melhor identificação de demandas por instrumentos de apoio à inovação; Disseminação e discussão de melhores práticas ligadas ao desempenho inovador, ao apoio das universidades e entidades de fomento à inovação, e formação de recursos humanos.
  • Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PR - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carlos Priminho Pirovani

Ciências Agrárias

Agronomia
  • caracterização e aplicação biotecnológica de proteínas efetoras de moniliophthora perniciosa e m. roreri
  • Os fungos Moniliophthora perniciosa e M. roreri provocam grandes perdas à cacauicultora. M. roreri foi detectado no Brasil em junho/2021. Isto indica a necessidade de pesquisas para melhorar a compreensão sobre o patossistema e para facilitar o monitoramento da disseminação. Um banco de transcritos de micélio saprofítico e de esporos durante a germinação em meio com extrato de cacau foi gerado recentemente para M. roreri. O "efetoroma" proteico desses patógenos foi predito a partir de dados genômicos. Uma nova proteína que nomeamos BASIDINA foi expressa em bactéria e quando pulverizada em folhas de MicroTom a 235 ug/mL, provoca enrolamento e murcha seguido de necrose, induz extravasamento de eletrólitos em membranas, aumenta a produção de peróxido e afeta a fotossíntese. Tratamento de sementes com a BASIDINA sugerem seu potencial para uso como indutor de crescimento e resistência em plantas. Assim, o objetivo deste projeto é: (i) complementar a caracterização da BASIDINA e seus homólogos em M. perniciosa e M. roreri, (ii) identificar os potenciais receptores da BASIDINA (iii) caracterizar a ação efetora e indutora da BASIDINA em termos da modulação do proteoma em plantas modelo (v) desenvolver produto ou processo para uso da BASIDINA como indutor de resistência a doenças ou crescimento (vi) Identificar potenciais efetores da fase precoce da monilíase em banco de transcritos de esporos de M. roreri durante a germinação e aplicar em análise da aerobiologia do gênero Moniliophthora, com o uso de coletores de esporos seguido de RT-qPCR e ms/ms. O CBG/UESC e o CEPEC/CEPLAC possuem a infraestrutura laboratorial e casas de vegetação necessárias. Uma parceria com a empresa Ideelab Biotecnologia foi estabelecida para o desenvolvimento de indutores de resistência. A execução deste projeto deverá contribuir com geração de conhecimento científico, desenvolvimento de tecnologia inovadora e formação de recursos humanos.
  • Universidade Estadual de Santa Cruz - BA - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carlos Rafael Borges Mendes

Ciências Exatas e da Terra

Oceanografia
  • importância das comunidades microbianas planctônicas na mediação de processos biogeoquímicos no estuário da lagoa dos patos (microbio–elp)
  • Os ambientes costeiros estão entre as áreas biogeoquimicamente mais ativas da biosfera, devido aos grandes aportes continentais de matéria orgânica e nutrientes, bem como sua interação com o oceano aberto. Além disso, essas intensas trocas de energia, massa e de nutrientes são de extrema importância para os hábitats bentônico e pelágico. Um dos principais gargalos neste tipo de sistemas é saber qual o papel das comunidades microbianas planctônicas nesses balanços biogeoquímicos. Consequentemente, através deste projeto multidisciplinar, propomos desenvolver um estudo de forma a avaliar a importância destes importantes produtores primários para a biogeoquímica do Estuário da Lagoa dos Patos (ELP), principalmente no que se refere aos parâmetros do sistema carbonato. Para tal, saídas de campo em épocas distintas do ano ao longo do estuário, e um monitoramento semanal dos parâmetros biogeoquímicos em dois píeres fixos no ELP permitirão a obtenção de dados biológicos (incluindo o fitoplâncton e bactérias) e físico-químicos (temperatura, salinidade, nutrientes, pH, alcalinidade total, carbono inorgânico total e pCO2) inéditos, necessários para a compreensão das trocas de carbono na região de estudo. Um dos objetivos principais será caracterizar a estrutura das comunidades microbianas (Bacteria, Archaea e Eukarya), com uso de técnicas tradicionais e de Biologia Molecular, inferindo suas capacidades funcionais, e as funções que desempenham nos ciclos biogeoquímicos e na estrutura do ecossistema pelágico. O projeto MICROBIO-ELP constitui uma iniciativa que visa avanços científicos em assuntos estratégicos, multi– e interdisciplinares, e de ampla relevância para as fronteiras do conhecimento das Ciências do Mar, através do preenchimento de lacunas espaço-temporais no que diz respeito à subamostragem deste importante ecossistema estuarino do Atlântico Sul, de modo a fornecer diretrizes para a manutenção de seus serviços e contribuir para o desenvolvimento sustentável da região.
  • Universidade Federal do Rio Grande - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carlos Renato Machado

Ciências Biológicas

Genética
  • envolvimento da recombinação nos processos de dormência e hibridização em trypanosoma cruzi. repercussões na biologia do parasito e no desenvolvimento e tratamento da doença de chagas
  • A Doença de Chagas é uma doença debilitante com grande impacto social e considerada uma doença negligenciada pela Organização Mundial da Saúde. No Brasil, mais de um milhão e quinhentas mil pessoas são acometidas por essa doença. Dois aspectos fundamentais da biologia do Trypanosoma cruzi, com repercussões na patologia da Doença de Chagas, têm sido muito discutidas: a capacidade destes parasitos entrarem em um processo de dormência, ou uma replicação assíncrona, bem como os mecanismos de geração de diversidade através da troca de material genético. Parasitos dormentes são mais resistentes aos medicamentos utilizados no tratamento da doença e o entendimento da biologia dessas células é fundamental para o desenvolvimento de drogas mais eficazes. Ainda, os diferentes quadros clínicos da doença de Chagas estão relacionados com a diversidade genética do parasito. Portanto, entender o processo de troca material genético neste parasito pode ter um grande impacto no entendimento da biologia do parasito e na evolução da doença. Embora essencial para a compreensão da patologia e do tratamento, devido à dificuldade de sua obtenção no laboratório, o estudo de células híbridas e células dormentes ainda não foi realizado pela comunidade científica. No entanto, recentemente nosso grupo de pesquisa foi capaz de desenvolver metodologias que permitem a obtenção dessas células de maneira adequada ao estudo de sua biologia. Fomos capazes de mostrar que genes envolvidos nos processos de recombinação estão envolvidos tanto com a geração de células dormentes quanto na formação de híbridos. Assim, neste projeto, pretendemos estudar diferentes aspectos da biologia dessas células, tais como: capacidade de infecção e angiogênese, metaciclogenênese, replicação, transcrição e estabilidade genômica, além de desenvolver uma plataforma com utilização de células dormentes para estudo de novas drogas.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carlos Ricardo Soccol

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • desenvolvimento e otimização de bioprocessos para produção de ômega-3 (ácido docosahexaenóico, dha, c22:6 n-3) e ômega-6 (ácido araquidônico, ara, c20:4, n-6) e suas implementações na indústria brasileira de insumos humanos e animais
  • O Brasil tem grande potencial para o desenvolvimento de bioprodutos com alto valor agregado, atendendo a grande demanda da indústria de alimentos, farmacêutica e de nutrição animal. O consumo de alimentos ricos em ácidos graxos essenciais ômega-3 (DHA) e ômega-6 (ARA) tem ganho grande destaque global, sendo a principal fonte os óleos de origem animal como peixes. Porém, problemas ambientais graves relacionados aos óleos de pescados incluem (i) a diminuição dos estoques de peixes devido à pesca extrativista, (ii) a poluição dos mares e (ii) a falta de fontes alternativas para consumidores alérgicos ou veganos. O traustoquitrídeo Aurantiochytrium sp. e o fungo Mortierella sp. aparecem como soluções biotecnológicas sustentáveis, eco amigáveis e renováveis para a produção de DHA e ARA, respectivamente. Esses microrganismos podem ser produzidos em biorreatores, utilizando meios de cultura de baixo custo. Apesar da grande demanda, ainda não há produção comercial no Brasil desses biolipídios essenciais. Este projeto tem por objetivo desenvolver bioprocessos otimizados para o escalonamento em, nível de bancada e piloto, da produção de biomassa e óleos microbianos ricos em DHA e ARA, bem como levantar parâmetros de processo e realizar estudos de viabilidade econômica, com vistas a projetar e implantar uma planta industrial no País. Em paralelo com a otimização de meios de cultivo, serão avaliadas as melhores técnicas de separação, rompimento celular e extração desses biolipídios. O escalonamento será realizado em biorreatores de bancada (10 L) e piloto (150 L) para obtenção de parâmetros cinéticos fermentativos em batelada e batelada alimentada. Os bioprodutos serão caracterizados analiticamente e formulados, com o objetivo de suas inclusões na nutrição animal e humana. Esse projeto terá participação e apoio financeiro da empresa BAIC/GRASP interessada em produzir essas biomoléculas em escala industrial. Link: https://sites.google.com/view/chamadacnpqmctifndctn182021uni/home
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carlos Roberto Brites Alves

Ciências da Saúde

Medicina
  • infecção pelos htlv-1/2 no brasil: prevalência, edpidemiologia molecular e desenvolvimento de novas ferramentas diagnósticas
  • A infecção pelos virus HTLV-1/2 é endêmica em várias partes do mundo, e apresenta prevalência variável nas diferentes regiões brasileiras. Os dados sobre a prevalência da infecção são escassos em nosso meio. O acesso a testes sorológicos e a inexistência de testes de fácil realização são barreiras à definição da real magnitude da infecção por estes vírus. O presente estudo visa determinar a prevalência em cidades das regiões, Norte, Nordeste, Sul, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil, com foco em populações consideradas em maior risco para aquisição da infecção, como mulheres, portadores de tuberculose e da infecção pelo HIV-1. Adicionalmente serão testados pessoas atendidas em unidades básicas de saúde, como representantes da população geral. Um total de 2672 participantes serão testados, e aqueles com resultados positivos terão suas amostras encaminhadas para extração de DNA viral e sequenciamento, com vistas à definição do subtipo do HTLV-1/2. Adicionalmente, pretendemos desenvolver e validar um teste rápido capaz de acuradamente detectar anticorpos contra HTLV-1 e HTLV-2, de modo a ampliar o acesso da população ao diagnóstico sorológico da infecção por estes agentes.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 27/03/2020-31/03/2023
Foto de perfil

Carlos Roberto Hall Barbosa

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • projeto e desenvolvimento de sistema de colheita de energia baseado em pvdf para aplicação em vants
  • Esta proposta visa projetar e desenvolver um sistema de colheita de energia (Energy Harvesting) baseado em Fluoreto de Polivinilideno (PVDF), para aplicação em Veículos Aéreos Não Tripulados (VANTs). Historicamente, a colheita/captação de energia é uma prática que existe desde a invenção do moinho de vento, da vela e da roda d'água, sendo basicamente composta por diferentes maneiras de converter energia de fontes ambientais, como solar, eólica e das marés, em energia elétrica. O PVDF é um polímero de baixa densidade, boa resistência mecânica e elevada capacidade térmica de operação permanente (cerca de 140 °C), sendo utilizado em diversas aplicações estruturais, principalmente na indústria do petróleo. Apresenta comportamento piezoelétrico na forma de filmes finos, disponíveis comercialmente para aplicação como sensores e na forma de tarugos ou placas. Quanto aos VANTs, apesar de já estarem consolidados no mercado para diversas aplicações, a dependência de baterias elétricas como única fonte de alimentação compromete significativamente o potencial de aplicação desta tecnologia em tarefas que requeiram longos tempos de voo, como missões de mapeamento e localização de longa duração, dada a baixa autonomia de voo propiciada pelas mesmas – normalmente da ordem de algumas dezenas de minutos. Baterias avançadas, motores de combustão interna e, mais recentemente, células fotovoltaicas, representam exemplos alternativos de tecnologias de alimentação, mas que ainda apresentam inconvenientes à efetiva ampliação do tempo de voo da aeronave. Assim, este projeto visa à aplicação do PVDF como componente estrutural, em substituição a outros materiais atualmente empregados, como fibra de carbono, de modo a não acrescentar massa à estrutura, e na forma de filmes finos, como fonte complementar de energia elétrica, colhida a partir da vibração causada pelos motores elétricos do VANT e pelas fortes acelerações presentes na operação destas aeronaves.
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carlos Torres Formoso

Engenharias

Engenharia Civil
  • controle da propagação do vírus sars-cov-2 em canteiros de obras com base em ações de segurança e saúde do trabalho e planejamento e controle da produção baseado em localização
  • A pandemia causada pelo vírus SARS-CoV-2, agente etiológico da COVID-19, representa uma grande ameaça à saúde da população e também ao desenvolvimento econômico e social do Brasil. De fato, a necessidade de distanciamento social e, eventualmente, de isolamento social em algumas regiões do país pode ter grande impacto em diversas atividades econômicas, gerando desemprego e queda de renda da população. Embora haja grande incerteza quando à evolução da pandemia, existem previsões de que poderá ser necessário um distanciamento social intermitente até 2022. A indústria da construção é um dos setores fortemente afetados por esta pandemia. É um setor de grande importância para o desenvolvimento econômico e social do país, e possui o potencial de ser utilizado para recuperação da atividade econômica e geração de emprego, assim como para a construção de empreendimentos para atendimento de demandas emergenciais. Apresenta a vantagem de exigir poucos investimentos em ativos fixos e utilizar mão de obra intensivamente, possuindo demandas potenciais em todas as regiões do país. Além disto, os canteiros de obras normalmente são espaços amplos, o que pode permitir o desenvolvimento de atividades com um grau adequado de distanciamento social, desde que devidamente planejadas. Por outro lado, muitas empresas de construção apresentam limitações quanto aos seus sistemas de planejamento e controle da produção, resultando em obras que possuem baixa produtividade, fluxos de pessoas e materiais desorganizados, elevada geração de resíduos e falhas de qualidade. Neste contexto, é necessário adotar novas medidas de Saúde e Segurança do Trabalho (SST) nos canteiros de obras, tais como monitoramento de temperatura corporal, restrição de distância entre trabalhadores, uso de máscaras e álcool em gel, entre outras. Existe também oportunidade para o uso de conceitos e ferramentas de planejamento que poderiam melhorar o desempenho do setor, assim como facilitar a gestão de restrições de distanciamento social que provavelmente serão necessárias ainda por um longo período. Dentre as técnicas disponíveis, destaca-se o planejamento e controle baseado em localização (location based planning), que pode ser utilizado para planejar o trabalho das equipes respeitando afastamentos mínimos. Sua implementação pode ser apoiada pelo uso de tecnologias digitais, tais como Building Information Modelling (BIM), Simulação de Eventos Discretos, computação móvel, e veículos aéreos não tripulados (drones). Tanto em relação às medidas de SST quanto às práticas de planejamento e controle baseado em localização, existe a necessidade de desenvolvimento e disseminação de protocolos eficazes para que as mesmas sejam amplamente adotadas de forma consistente no setor da construção. Existe uma lacuna no esforço feito pela comunidade acadêmica, uma vez que muitos protocolos propostos até o momento tem como foco principal as operações de saúde: há necessidade também de desenvolver protocolos para o trabalho em diferentes setores que necessitam retomar suas atividades. Nestes protocolos, devem-se considerar as peculiaridades da indústria da construção, tais como a diversidade de atividades, grande número de interdependências e variabilidade. Neste contexto, será adotada a perspectiva teórica da Engenharia de Resiliência , que visa a aprimorar a capacidade de um sistema de adaptar ou absorver perturbações, interrupções e mudanças. A ênfase da ER é principalmente a gestão da segurança do trabalho, balanceando produtividade e segurança. O principal objetivo desta pesquisa é o desenvolvimento de protocolos para controlar a propagação de COVID-19 em canteiros de obras apoiado em medidas de Saúde e Segurança do Trabalho e Planejamento e Controle da Produção baseado em localização. Foram também definidos os seguintes objetivos específicos: 1) Diagnóstico de uma amostra de obras das quatro cidades, para avaliar dificuldades de implementar restrições referentes ao distanciamento social e demais medidas de SST; 2) Integração de tecnologias digitais ao planejamento e controle baseado em localização, que permitam automatizar o monitoramento das atividades; 3) Estudo e aplicação de princípios da Engenharia de Resiliência que podem ser utilizados para gerenciar restrições de contato social e implementação de medidas de SST em canteiros de obras; 4) Realização de estudos de Implementação e refinamento dos protocolos propostos para evitar propagação de COVID-19 em 15 canteiros de obras nas 4 cidades, visando a obter instâncias de implementação bem sucedidas, de forma a demonstrar os benefícios alcançados; e 5) Disseminar os protocolos propostos por material de divulgação científica, e também por meio de palestras e seminários. Será realizado inicialmente um diagnóstico em uma amostra de empresas, buscando entender a situação do setor e as principais dificuldades enfrentadas pelas empresas para aplicar medidas preventivas à contaminação pelo vírus SARS-CoV-2. A seguir, serão propostos os protocolos para aplicação das medidas de segurança e saúde no trabalho e planejamento e controle com base na localização. Serão também propostas ferramentas de controle com o apoio de tecnologias digitais e indicadores de monitoramento. Após, serão desenvolvidos estudos empíricos em empreendimentos de construção para avaliação e refinamento dos protocolos. Tais estudos serão realizados em parceria com empresas de construção ou contratantes de obra.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 16/07/2020-15/08/2022
Foto de perfil

Carlos Triveño Rios

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • desenvolvimento de revestimentos compósitos de ligas de alta entropia do sistema fecocrni com óxido de grafeno por eletrodeposição e caracterização de seu comportamento de corrosão e desgaste
  • O desenvolvimento de ligas de alta entropia – LAEs - (materiais multicomponentes baseados na mistura equimolar ou quase-equimolar de cinco ou mais elementos) vem ganhando destaque na comunidade científica devido à possibilidade da obtenção de materiais com propriedades mecânicas aprimoradas em relação às ligas metálicas convencionais. Do ponto de vista de aplicações práticas, revestimentos à base destes materiais são atrativos para diminuir o custo de obtenção em relação a ligas metálicas maciças. Neste cenário o processo de eletrodeposição desempenha um papel de destaque devido à possibilidade de produção em larga escala a um custo relativamente baixo quando comparado a outros métodos de deposição. Óxido de grafeno, GO, pode ser incorporada às LAEs para formar revestimentos compósitos com comportamento de corrosão e desgaste aprimorado. Na literatura ainda há poucos relatos sobre revestimentos de ligas de alta entropia obtidos por eletrodeposição sobre materiais metálicos convencionais. O objetivo do projeto aqui apresentado é desenvolver revestimentos compósitos de ligas de alta entropia/óxido de grafeno por eletrodeposição sobre um aço baixo carbono. Será utilizado como base o sistema FeCoCrNi e outras ligas FeCoNiCrX (X = Al, Mn, Cu e Mo). O comportamento de corrosão e desgaste dos revestimentos será avaliado por técnicas eletroquímicas (espectroscopia de impedância eletroquímica e polarização potenciodinâmica) e ensaios de deslizamento linear alternado, respectivamente. Os revestimentos serão caracterizados quanto à sua estrutura cristalina, microestrutura, rugosidade superficial e espessura de camada. A correlação entre parâmetros do processo de eletrodeposição sobre o comportamento de corrosão e desgaste será investigada.
  • Universidade Federal do ABC - SP - Brasil
  • 29/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carlos Vinícius Gomes Costa Lima

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • uma abordagem teórica e aplicada a problemas combinatórios em redes sociais
  • A internet facilitou a conexão entre indivíduos, levando ao surgimento de novas comunidades em ambientes virtuais. Nesse contexto, a detecção de comunidades e a disseminação de informação entre elas são de interesse nas áreas de computação, biologia e sociologia, já que a formação e disseminação de opiniões tem impactos em questões importantes como, por exemplo, em eleições. Faremos um estudo exploratório sobre a formação e disseminação de informações e também a identificação de comunidades que compartilham da mesma opinião para conseguir um melhor entendimento sobre algumas perguntas relacionadas aos processos de formação e disseminação de opinião, como Por que determinados grupos são mais eficazes no convencimento da opinião pública? Três problemas serão abordados no projeto: (1) Um processo reversível sobre um grafo é aquele onde cada vértice possui um entre dois estados, mudando se existir uma quantidade de vizinhos com estado oposto. Estudaremos parâmetros relacionados, como o número máximo de passos até repetir uma certa configuração. (2) No contexto de agrupamento, a detecção de comunidades tenta encontrar comunidades já existentes e outras que possam estar começando a emergir. Estudaremos o problema de detecção de comunidades sob uma nova perspectiva utilizando conceitos da Teoria dos Jogos. (3) O uso de técnicas de programação linear inteira para geração de modelos matemáticos que possam solucionar o Problema de Minimização de Custo de Propagação de Influência em Redes Sociais que consiste em encontrar um conjunto de indivíduos que influenciam um certo número de usuários com custo mínimo para contratá-los. O problema 1 será trabalhado de forma teórica, onde estudaremos propriedades dos grafos e processos que modelam a rede, além da complexidade computacional do mesmo. Os problemas 1, 2 e 3, serão trabalhados no viés prático, criando-se e implementando-se algoritmos para suas resoluções.
  • Universidade Federal do Cariri - CE - Brasil
  • 29/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carmem Beatriz Neufeld

Ciências Humanas

Psicologia
  • atendimento psicológico on-line para prevenção e tratamento em saúde mental no brasil
  • No Brasil fica evidente a dificuldade de acesso da população à serviços de saúde mental, enfrentando-se dificuldades como estigma em relação ao tratamento, custo (em casos de atendimento privado) e distância geográfica de serviços de saúde. Assim, as intervenções on-line têm conquistado espaço importante no mundo todo, por demonstrar eficácia para um grande número de problemas. Esse tipo de intervenção é interessante pelo seu baixo custo e amplo poder de acesso (por questões geográficas), respeitando as necessidades e privacidade dos participantes. Assim, o objetivo deste projeto é criar e validar intervenções psicológicas via internet para prevenir e tratar sintomas como ansiedade, depressão e estresse. A presente proposta será dividida em 3 projetos:1) Revisão sistemática sobre intervenções via internet para ansiedade, estresse e depressão; 2) Elaboração e avaliação de diferentes intervenções psicológicas on-line: Atendimento psicológico individual on-line; Atendimento psicológico em grupo on-line; Programa assíncrono - via construção de site e aplicativo; Programa de treinamento de Terapeutas on-line; Programa de treinamento para Supervisão on-line; 3) Avaliação da Relação Terapêutica em atendimentos psicológicos on-line. A pandemia da COVID-19 dessensibilizou as pessoas para o uso de serviços de assistência on-line, mas a maioria dos estudos está concentrada no exterior, sendo bastante escassa a produção no Brasil. Diante disso, faz-se necessário ampliar o conhecimento sobre intervenções on-line no Brasil, para assim respeitar-se todas as necessidades culturais específicas e implementar serviços em saúde pautados em inovação.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 03/05/2022-31/05/2025
Foto de perfil

Carmem Zeli de Vargas Gil

Ciências Humanas

Educação
  • criação e autoria: materiais didáticos de história
  • O projeto tem por objetivo criar e analisar materiais didáticos com professores/as de História da Educação Básica e com estudantes de História no âmbito de disciplinas de formação de professores. Os conceitos que estruturam o projeto são: autoria, historicidade e cidadania digital, promovendo a pesquisa e a produção/criação, a partir de narrativas silenciadas na história, da educação como prática da liberdade e mediação cultural; a docência como ato político e o ensino de História como um campo de ação poética que pensa o presente-passado, olhando para o futuro.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carmen Cecilia Tadini

Engenharias

Engenharia Química
  • desenvolvimento de aplicador de micro-ondas para processamento térmico contínuo de alimentos líquidos
  • Este projeto de pesquisa é uma colaboração entre o Lab. de Engenharia de Alimentos da USP (LEA) e o Lab. de Micro-ondas do IMT (LMO) que busca fazer uso da expertise principal de cada grupo. O processamento térmico de alimentos líquidos como leite, sucos e polpas visa a inativação de microrganismos e enzimas. Industrialmente trocadores de calor são usados para o aquecimento em fluxo contínuo. Este projeto visa desenvolver um aplicador de micro-ondas para estas aplicações. O rápido aquecimento volumétrico pelas micro-ondas, sem o uso de superfícies superaquecidas, reduz perdas nutricionais e de qualidade, além de permitir o uso eficiente de uma energia limpa sem necessidade da queima de combustível em caldeira de vapor. Entretanto, o projeto de uma cavidade para aquecimento em fluxo contínuo é uma tarefa complexa e desafiadora por envolver acoplamento entre eletromagnetismo, escoamento e aquecimento. Para abordar este desafio, simulação multifísica em COMSOL será usada para modelar uma cavidade multimodo operando a 2,45 GHz. A melhoria da distribuição volumétrica da energia será buscada pelo uso de geometrias não convencionais e pela investigação do acoplamento entre gerador e cavidade aplicadora. Espera-se obter dependência linear simples entre os níveis de potência incidente e a temperatura do alimento na saída da cavidade. O protótipo será construído e conectado ao gerador de micro-ondas, instrumentação de monitoramento de potência e à linha de pasteurização. Testes serão realizados com um alimento modelo para validação e refinamento do modelo, antes de avançar para aplicações práticas com alimentos reais. A tecnologia desenvolvida neste projeto pode beneficiar pequenos e médios produtores, além de contribuir com o avanço científico nesta área de conhecimento.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carmen Regla Vargas

Ciências da Saúde

Farmácia
  • estudo dos mecanismos inflamatórios e de dano oxidativo em pacientes portadores de niemann-pick tipo c: efeito in vivo do miglustat e in vitro de antioxidantes e ciclodextrina nanoparticulada
  • Niemann-Pick tipo C (NP-C) é uma doença lisossômica de depósito, causada por disfunção nas proteínas de transporte NPC1 ou 2 que são responsáveis pelo tráfego de lipídeos intracelular,levando ao acúmulo de colesterol não-esterificado e de glicoesfingolipídeos. Embora existam indícios que estresse oxidativo e inflamação estejam envolvidos na fisiopatologia,existem poucos estudos que investigam esses mecanismos deletérios em pacientes. Ainda,pouco se sabe sobre o efeito do tratamento com miglustat nesse processo e na correlação com o dano neurológico.Estudos iniciais apontam benefícios da ciclodextrina, o que precisa ser melhor investigado.Assim, o objetivo deste trabalho é analisar e relacionar marcadores de dano oxidativo,inflamação e neurodegeneração em pacientes com NPC antes e durante o tratamento com miglustat e avaliar o efeito in vitro de antioxidantes e nanopartículas de ciclodextrina. Amostras biológicas(sangue total, plasma, urina e fibroblastos de pele) de pacientes e de indivíduos controles serão utilizados para avaliação do tratamento com miglustat e ensaios in vitro com N-acetil-cisteína, resveratrol e ciclodextrina,um tratamento inovador a nível cerebral que poderá trazer benefícios na neurodegeneração.O projeto está aprovado pelo Comitê de Ética do HCPA. Será desenvolvida e caracterizada a nanopartícula de ciclodextrina e serão analisados parâmetros de dano ao DNA (ensaio cometa alcalino e 8-hidróxi-2’-desoxiguanosina),dano oxidativo a lipídeos (malondialdeido e isoprostanos),metabolismo glutationa (glutationa peroxidase,glutationa redutase,glutationa-S-transferase,glutationa reduzida e oxidada),produção de diversas citocinas pro e anti-inflamatórias,expressão gênica de fatores de transcrição relacionados a inflamação e estresse oxidativo(Nrf-2, NF-κB, HO-1,iNOS2),função mitocondrial(complexo I e II e III e IV, despolarização),marcadores neurodegeneração(BNDF, catepsina D, NCAM, PAI-1 total),funcionalidade molecular,colesterol e oxiesterol.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 23/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carmen Silvia Passos Lima

Ciências da Saúde

Medicina
  • influência de variantes em genes de vias inflamatórias ativadas pelo receptor do fator de crescimento epidérmico no risco, aspectos clínico patológicos e prognóstico do carcinoma de células escamosas de cabeça e pescoço
  • O carcinoma de células escamosas de cabeça e pescoço (CCECP) é tumor de alta incidência e mortalidade. O receptor do fator de crescimento epidérmico (EGFR) é fundamental na proliferação do CCECP e inibidores do EGFR são utilizados como agentes terapêuticos. O EGFR ativa os fatores STAT3 e NF-kB da via PI3K/Akt/mTOR e esses levam a produção de citocinas (IL1A, IL1B, IL32, TNFA) e proteínas (COX2, CCND1) inflamatórias, responsáveis pela progressão do CCECP. Linfócitos, plasmócitos e macrófagos também promovem inflamação no CCECP. Pacientes com CCECP apresentam evoluções distintas e é possível que variantes de nucleotídeo único (SNVs) em genes da via do EGFR e infiltrados inflamatórios tumorais determinem essas diferenças. Serão avaliados os papéis de SNVs nos genes EGFR (rs2227983, rs1050171), STAT3 (rs1053004, rs1053023), IL1A (rs2856836), IL1B (rs1143627), IL32 (rs4786370), TNFA (rs1799724, rs1799964, rs1800629), COX2 (rs5275, rs20417, rs689466, rs689470) e CCND1 (rs7177, rs678653) e de infiltrados inflamatórios no tumor no risco de ocorrência, aspectos clínico patológicos e prognóstico de pacientes com CCECP. Serão avaliados 500 pacientes com CCECP e 500 controles. Os genótipos serão identificados em DNA genômico por PCR em tempo real (sistema open array). Os papéis dos alelos ancestrais e variantes de SNVs de maior interesse serão avaliados por citometria de fluxo e ensaios da luciferase após clonagem em linhagens celulares de CCECP. Infiltrados de linfócitos, plasmócitos e macrófagos serão avaliados por imunoistoquímica em fragmentos de tumor em tissue microarray. As sobrevidas serão estimadas pelo método de Kaplan-Meier e regressão de Cox. Os resultados do estudo poderão contribuir para definir o papel da inflamação na progressão do CCECP, para identificar indivíduos de alto risco para o CCECP, que mereçam receber medidas especiais para prevenção e diagnóstico precoce do tumor, e para identificar pacientes com CCECP, que mereçam receber terapêutica diferenciada.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carmen Simone Grilo Diniz

Ciências da Saúde

Medicina
  • tornar as intervenções no parto mais visíveis por meio dos sistemas de informação.
  • Em países de renda baixa e média, além dos muitos problemas de saúde materno-infantil associados à pobreza e ao acesso precário a cuidados seguros (“muito pouco, muito tarde”, MPMT), também temos problemas associados ao uso desregulado e inadequado de intervenções no parto (“muito, muito cedo”, MMC geralmente menos visível aos sistemas de informação). Um dos efeitos do MMC, principalmente das cesárias eletivas, é o encurtamento da gravidez. Bebês nascidos no período de "termo precoce" (37 semanas 0/7 dias a 38 semanas e 6/7 dias) podem ter resultados de saúde mais semelhantes aos nascidos prematuros do que aqueles nascidos no período "termo pleno" (> 39 semanas), incluindo o aumento de complicações respiratórias e metabólicas, admissão na Unidade de Terapia Intensiva, baixo peso ao nascer, dificuldades de amamentação e efeitos em longo prazo. Queremos tornar o MMC mais visível. A cada ano, pesquisas sobre a biologia do parto trazem novos elementos para compreender as vantagens de um parto espontâneo na formação epigenética e do microbioma dos nascidos. Aumentar a proporção de partos espontâneos demanda uma revisão dos atuais modelos de assistência, para oferecer um cuidado respeitoso e baseado em evidências, propiciando uma experiência mais positiva do parto para mulheres e famílias, e a informação adequada pode ajudar neste desafio. Na chamada de 2018-2020, juntamente com colegas gestores de dados trabalhamos para criar um indicador que aumentasse a granularidade dos dados da idade gestacional (IG) para os dias de gravidez desenvolvendo uma medida inovadora de IG, chamada "dias potenciais de gravidez perdidos" (DPGP = IG - 280 dias), que pode ser usada como variável dependente e independente, em análises descritivas e multivariadas, análise espacial, e equiplots. Exploramos o linkage do SINASC (nascidos vivos), com SIM (mortalidade) no Brasil e, na cidade de São Paulo, também com SIH (internação) e com as bases de atenção primária incluindo o pré-natal (SIGA). Vimos quanto a redução da idade gestacional é um dos efeitos do uso inapropriado, não regulado de intervenções no parto, mas que outros efeitos adversos (mortalidade, internação para cuidados intensivos e reinternações, por exemplo) estão relacionados a estas intervenções. Vimos que a mortalidade é maior a cada dia perdido de gravidez mesmo no período do termo, o que se aplica aos partos pretermo e a termo. Vimos também que em alguns contextos, a mortalidade volta a aumentar depois do período de termo pleno. Vimos que esta tendência aparece com grande variabilidade entre países, cidades e serviços, com o termo pleno e tardio, e o pós-termo, podendo tanto aumentar, diminuir ou mesmo não ter efeito sobre a mortalidade. Também vimos que os partos sem intervenções (planejados) continuam com uma duração em torno de 280 dias. Estes elementos nos indicam fortemente que os fatores associados ao risco ou a proteção na assistência devem ser melhor explorados, principalmente no que diz respeito à evitabilidade do óbito neonatal ou materno. Em termos de equidade e de gênero, vimos que são diferentes as cesáreas das mulheres mais ricas (em geral eletivas e mais precoces) e das pobres (em geral mais tardias, intraparto, após uma falha de indução ou de aceleração do parto, não raro por problemas fetais). Se houver efeitos adversos das intervenções, o acesso à tecnologia para compensar esses efeitos (reanimação adequada, UTI neonatal etc.) é fundamental para a sobrevivência; o mesmo é verdadeiro para os resultados maternos. Uma hipótese que estamos explorando sobre este aumento da mortalidade neonatal no termo pleno é o uso excessivo de induções de parto. A maioria das variáveis de interesse (se a mulher foi internada em trabalho de parto espontâneo antes da cesárea ou do parto vaginal, se houve indução do parto) estão disponíveis na ficha do SINASC (ainda que com qualidade variável) e os desfechos na base do SIH. Queremos aumentar a visibilidade de tais efeitos. Novos desafios e hipóteses: Internacionalmente, houve grande progresso na avaliação, monitoramento e comparação das taxas de cesárea tanto nos estabelecimentos de saúde quanto entre eles, com a utilização da classificação de Robson, proposta pela OMS em 2015. No Brasil, o novo formulário do SINASC que foi implantado em 2011, já contemplava todas as variáveis utilizadas nesta classificação inovadora. As categorias são baseadas em 5 características obstétricas que são coletadas rotineiramente nas maternidades (paridade, número de fetos, cesariana anterior, tipo de início do trabalho de parto, idade gestacional e apresentação fetal). No entanto, o uso da classificação depende da alta completitude e da devida avaliação se o início do parto foi espontâneo. Na ausência de uma definição clara sobre o que seria “início do parto” após a implementação do novo formulário SINASC, vimos que há considerável confusão entre quais partos são induzidos (em mulheres que não estavam trabalho de parto) e quais foram acelerados (estariam em trabalho de parto à admissão, foram usadas drogas para aumentar o ritmo e a intensidade das contrações uterinas). Além disso, em 2018, houve uma mudança na própria definição do que seria “trabalho de parto ativo” pela OMS, propondo que o aumento desnecessário do da cesárea e do uso de ocitocina no trabalho de parto poderia ser reduzido se o tratamento padrão para o primeiro estágio ativo fosse aplicado somente após a mulher ter atingido um limiar de dilatação cervical de 5 cm e a presença de contrações eficazes, o que é diferente das definições anteriores. As diretrizes do formulário SINASC 2011 não contemplam esses problemas, e são anteriores às novas diretrizes da OMS. Queremos aumentar a qualidade dessas informações cruciais e outras variáveis, para melhor usar a classificação de Robson, estudar as taxas de partos iniciados por profissionais, e outras análises destinadas a melhorar a experiência e a segurança da assistência.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/12/2020-31/01/2023
Foto de perfil

Carmen Teresa Gabriel Le Ravallec

Ciências Humanas

Educação
  • desafios curriculares para a formação docente: demandas insurgentes e experiências institucionais contemporâneas
  • Este projeto, resultante da articulação de diferentes equipes investigativas consolidadas, se inscreve nos debates político-educacionais contemporâneos sobre a produção de políticas curriculares voltadas para a formação do docente da educação básica. O estudo tem como foco a multidimensionalidade dos desafios que atravessam essas políticas, destacando seis dimensões que constituem os eixos de problematização em torno dos quais se organizam as ações de pesquisa previstas: (a) o papel da cultura digital na educação; (b) as demandas dos movimentos sociais e a consideração da diferença; (c) o papel da escola na formação para a cidadania, saúde e qualidade de vida, e justiça ambiental; (d) a relação com os múltiplos saberes que participam da formação docente (e) os processos de subjetivação docente; (f) o desenvolvimento de metodologias colaborativas em contextos de formação inicial e continuada. Ele trabalha com a hipótese que o enfrentamento desses diferentes desafios demanda a reconfiguração de arranjos institucionais entre universidade, escolas públicas e comunidades nos quais se priorizem a horizontalidade, pluralidade e integração entre sujeitos, saberes e experiências formativas. A formulação dessa hipótese inicial se pauta no conjunto da produção científica da área que tem apontado o esgotamento de modelos formativos hegemonizados historicamente, bem como na emergência de experiências institucionais que têm a intencionalidade de oferecer caminhos possíveis para superar dicotomias, hierarquizações e fragmentações que se apresentam como tensões e obstáculos à formação profissional docente face às demandas que interpelam escola e universidade públicas em nosso presente. A partir de cenários formativos selecionados no âmbito de 'novas' experiências institucionais, a análise empírica pretende contribuir para o avanço da pesquisa sobre a outras possibilidades de conceber e habitar currículos acadêmicos e escolares no processo formativo do profissional docente
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 16/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carol Virgínia Góis Leandro

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • projeto institucional de apoio à formação de doutores em áreas estratégicas da universidade federal de pernambuco
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 13/02/2020-12/02/2025
Foto de perfil

Carolina Bhering de Araujo

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • geometria algébrica e suas interações
  • A Geometria Algébrica estuda objetos definidos por equações polinomiais e é uma das principais e mais tradicionais áreas da matemática. Suas origens remontam a René Descartes e aos matemáticos gregos da antiguidade. A pesquisa em geometria algébrica contemporânea possui ampla interação com outras áreas da matemática e outras ciências, como a Física Matemática, Criptografia, Computação, etc. Um tema central é a classificação de variedades projetivas complexas. Do ponto de vista de classificação, é natural estudar variedades projetivas a menos de equivalência birracional. Duas variedades projetivas são ditas birracionalmente equivalentes se possuem abertos densos isomorfos entre si. Curvas projetivas complexas são superfícies de Riemann e foram classificadas no século XIX. A classificação de superfícies complexas a menos de equivalência birracional foi estabelecida no início do século XX pela escola italiana. Durante as últimas décadas, a geometria algébrica complexa experimentou uma profunda revolução com o desenvolvimento sistemático do chamado Programa de Modelos Minimais: uma teoria de classificação e estrutura para variedades complexas de dimensão alta. Nos últimos anos, uma nova teoria de classificação birracional de folheações holomorfas vem ganhando força, com a fusão de técnicas do Programa de Modelos Minimais e folheações holomorfas. Estamos especialmente interessados em avançar o estudo birracional de variedades e folheações de Fano, através de uma variedade de técnicas da álgebra comutativa, da teoria de curvas e seus espaços de moduli, da teoria de feixes e da geometria em característica positiva. O projeto reúne especialistas de todo o país nos temas supracitados para expandir as fronteiras da Geometria Birracional, tanto de variedades quanto de folheações. Buscamos explorar inter-relações entres as áreas de especialidade dos participantes e também atentamos para aplicações, sobretudo na teoria da informação, através dos códigos álgebro-geométricos.
  • Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada - RJ - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carolina Bosso André

Ciências da Saúde

Odontologia
  • efeito anticariogênico de resinas compostas contendo um flavonoide ou um monômero experimental a base de flavonoide
  • A cárie recorrente é considerada um dos principais fatores de substituição de restaurações em resina composta. Para evitar a substituição recorrente dessas restaurações algumas modificações na sua composição já foram propostas e investigadas, como a adição de agentes antibacterianos. Entretanto, agentes antibacterianos de amplo espectro de ação podem interferir na microbiota oral residente relacionado à saúde, e podem promover resistência bacteriana. Portanto, a incorporação de agentes antibacterianos que possuam um mecanismo de ação alvo-específico e não bactericida é mais desejável. Os flavonoides (isolados de produtos naturais) podem apresentar uma ação alvo-específica atuando nos fatores de virulência do Strepetococcus mutans (reduzindo a matriz de exopolissacarídeo – já descrita na literatura), obtendo-se assim um biofilme menos cariogênico. A incorporação de um flavonoide em resinas compostas poderia trazer benefícios aos pacientes com alto índice de cárie, uma vez que o biofilme crescido no topo dessas restaurações seria menos cariogênico e consequentemente haveria uma menor falha por recidiva de cárie e uma diminuição na substituição de restaurações em resina composta. Este trabalho, portanto, pretende incorporar um flavonoide de forma livre à resina composta e desenvolver um monômero a base do mesmo flavonoide (passível de copolimerização aos monômeros resinosos – BisGMA e TEGDMA) também incorporado à resina composta, e avaliar o efeito dessas incorporações quanto aos seus efeitos anticariogênicos e nas propriedades físico-químicas dos compósitos. Este projeto será divido em três etapas: 1- síntese e caracterização do monômero, 2- estudo piloto para determinação da concentração do monômero e do flavonoide livre, 3- quantificação do biofilme, capacidade de evitar desmineralização em um modelo de cárie recorrente, e propriedades físico-químicas (resistência flexural e modulus, grau de conversão, taxa máxima de polimerização, cinética de polimerização).
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carolina Coelho da Rosa

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • enggirls - engenhosas
  • A matemática básica (trigonometria, geometrias, etc.) é pré-requisito para várias disciplinas do curso de Engenharia Civil, como Mecânica dos Sólidos I, II, III e Teoria das Estruturas I e II. O baixo rendimento dos alunos das escolas públicas em matemática, comprovado nas provas Brasil, aplicadas pelo MEC, associado as dificuldades de visão tridimensional e plana e aplicação desses conhecimentos levam a alta evasão nos cursos de Engenharia, principalmente, a Engenharia Civil. As atividades visam suprir a essa deficiência que ocorrem na maioria das escolas brasileiras, causando ainda mais desinteresse entre o publico feminino. Gutiérrez (1991) afirma que é fundamental que o aluno adquira e desenvolva habilidades que o permita interpretar os mais variadados tipos de representações bidimensionais de objetos tridimensionais, ou seja, habilidades que permitam ao aluno criar, mover, transformar e analisar imagens mentais de objetos tridimensionais geradas por uma informação dada através de um desenho plano.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 22/03/2021-30/09/2022
Foto de perfil

Carolina dos Reis

Ciências Humanas

Psicologia
  • ocupação de vazios urbanos como ferramenta de democratização do acesso à cidade nas regiões centrais de porto alegre
  • Os efeitos da acumulação do capital versus a geração de pobreza e miséria podem ser vistos nos desenhos urbanos, nos condomínios de luxo que dividem o muro com favelas, na distribuição desigual dos recursos da própria cidade, com acúmulo de oferta de trabalho, transporte, lazer e serviços públicos em determinadas regiões em detrimento de outras. Esse contexto estabelece uma relação de medo que associa pobreza e violência. Por consequência, veem-se o acirramento desse processo de fragmentação da cidade e a intensificação das relações individualistas. Criam-se mecanismos de segregação do espaço urbano, de controle dos meios de circulação, e produzem-se barreiras mais ou menos visíveis que delineiam quem pode circular por onde. Este projeto busca construir um plano de moradia de interesse social e de uso comum de vazios urbanos, presentes nas regiões centrais de Porto Alegre. Objetiva, com isso, produzir práticas de enfrentamento da lógica fragmentária e financeirizante de gestão das cidades e avançar na construção de alternativas de restituição do acesso à cidade e à moradia para as populações historicamente subalternizadas nas grandes metrópoles. Partimos da compreensão de que a cidade deve ser espaço de promoção de encontros com a diferença, mas esses encontros devem ser pautados pela ética do "devir negro do comum", voltado para a reparação das violências históricas que alijaram povos negros e indígenas do acesso a terra, inclusive da terra urbana. Para tanto, vamos realizar o mapeamento e análise técnica e jurídica de vazios urbanos e do déficit habitacional nas regiões Centro e 4º Distrito de POA. Além disso, desenvolveremos oficinas para discussão com a população residente nestes bairros sobre as possibilidades de uso comum desses espaços para superação de problemáticas presentes nos territórios. Ao final, intencionamos formular e entregar um plano de habitação e uso comum dos vazios urbanos para o poder público municipal e para o poder popular.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 17/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carolina Horta Andrade

Ciências da Saúde

Farmácia
  • plataforma multidisciplinar e multicêntrica baseada em inteligência artificial para acelerar a descoberta e o reposicionamento de fármacos contra a covid-19
  • O reposicionamento de fármacos consiste em uma estratégia para trazer novas terapias à clínica através da identificação de uma nova aplicação para um fármaco já aprovado para uso em humanos. A inteligência artificial (IA) é uma área de fronteira do conhecimento que permite a rápida identificação de compostos potencialmente ativos com propriedades farmacocinéticas e toxicológicas adequadas, levando a maior rapidez, maior taxa de sucesso e menor custo na descoberta de novos fármacos. Portanto, a combinação de estratégias como o reposicionamento de fármacos com IA possui o potencial de transformar a de descoberta de fármacos de um processo lento, sequencial e de alto risco para um modelo rápido, integrado e com menores riscos de falha. Este projeto multilateral possui o objetivo de desenvolver uma plataforma integrada baseada em inteligência artificial e reposicionamento de fármacos para acelerar a descoberta de fármacos para o tratamento da COVID-19, através da identificação de protótipos de fármacos para otimização e seleção de candidatos clínicos com potencial para rápido desenvolvimento clínico. Os estudos serão realizados através de uma abordagem multidisciplinar baseada em alvos, consistindo em equipes experientes do Brasil, África do Sul e Rússia, assim como uma empresa parceira adicional dos Estados Unidos. Nossos objetivos específicos incluem: (1) desenvolvimento e aplicação de ferramentas de IA e de planejamento de fármacos assistido por computador (CADD) para triagem virtual, a ser conduzido pela equipe do Brasil (UFG e UFPB) com a consultoria da empresa Norte Americana (Collaborations Pharmaceuticals Inc.), para priorização e seleção de fármacos e compostos a serem testados experimentalmente, a partir de bibliotecas de fármacos aprovados, compostos sintéticos (a partir de bibliotecas comerciais, assim como das bibliotecas das equipes co-executoras do Brasil (FCFRP-USP), Rússia e África do Sul), e a partir de bibliotecas de produtos naturais brasileiros; (2) realização de ensaios enzimáticos, biofísicos e estruturais com as proteínas selecionadas (Spike, proteases de DHODH humana) e selecionar compostos/fármacos para otimização estrutural e caracterização dos mecanismos de ação dos ligantes mais potentes, pela equipe do Brasil (FCFRP-USP e UnB, com a colaboração da empresa parceira norte-americana); (3) ensaios de citotoxicidade em células relevantes de mamíferos, pela equipe do Brasil (UNICAMP); (4) Avaliação de atividade antiviral contra SARS-CoV-2 em cultura de células Vero e humanas relevantes, em laboratório de contenção biológica nível 3, pela equipe do Brasil (FIOCRUZ); (5) otimização dos ligantes mais promissores e síntese de análogos, através do trabalho conjunto das equipes do Brasil (FCFRP-USP), Rússia e África do Sul; (6) desenvolvimento de formulação nanoestruturada para administração pulmonar dos fármacos e suas combinações, pela equipe brasileira (FCFRP-USP); 7) ensaios farmacocinéticos in vitro e in vivo, pela equipe da África do Sul; e (8) ensaios pré-clínicos em modelos animais infectados com SARS-CoV-2, pela equipe brasileira (FIOCRUZ), para a identificação de fármacos eficazes e úteis no tratamento da COVID-19. Cabe ressaltar que os fármacos oriundos de reposicionamento, quando se mostrarem promissores nos experimentos in vitro nas etapas (3) e (4), poderão ser diretamente direcionados para os estudos clínicos em seres humanos, através de nossas colaborações com a UNICAMP e a FIOCRUZ. Além disso, encorajados pelo grande potencial de sucesso da nossa proposta, parte das atividades propostas neste projeto em rede já foram iniciadas e recentemente tivemos o primeiro artigo na temática de reposicionamento de fármacos para COVID-19 publicado na prestigiosa revista Drug Discovery Today (https://doi.org/10.1016/j.drudis.2020.03.019). Os fármacos que foram selecionados na abordagem descrita estão sendo experimentalmente testados in vitro contra SARS-CoV-2. Ademais, este projeto multilateral contribuirá para o fortalecimento da cooperação internacional entre os grupos envolvidos, por meio de publicações de alto impacto conjuntas e depósito de patentes, realização de simpósios, encontros e atividades de divulgação com a mobilidade entre os membros dos três países, e ainda promoverá a integração dos Programas de Pós-Graduação das diferentes Universidades e Instituições envolvidas na proposta brasileira, visando fortalecer a formação de recursos humanos (doutores) de alto nível, por meio da mobilidade dos estudantes envolvidos e teses desenvolvidas no âmbito do reposicionamento e descoberta de novos fármacos para COVID-19, utilizando abordagens de base tecnológica.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 13/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Carolina Joana da Silva

Ciências Biológicas

Ecologia
  • dinâmicas do pulso de inundação no sistema ecológico sócio cult do rio paraguai pantanal, no contexto da reserva da biosfera do pantanal, mato grosso, brasil.
  • O Pantanal e uma das maiores áreas úmidas do mundo, cujo sistema ecológico e sociocultural está sujeito ao pulso de inundação do rio Paraguai e seus afluentes e aos drivers, forças motrizes, relacionadas a energia, agricultura, pecuária e mais recentemente a navegação e o turismo. No contexto dos serviços ecossistêmicos proposto pela AEM (2005), destaca se o serviço de regulação, representado pelo pulso de inundação, que controla todo o sistema ecológico, atuando como chave para entender sua estrutura e função e como link com os serviços de suporte, como a oferta de habitats e macrohabitats para reprodução de aves, peixes e mamíferos; com os serviços de produção, como a pecuária e a pesca e os serviços culturais e de informação, como a educação, ecoturismo e as tradições. Nesta perspectiva de mudanças climáticas ou de variabilidade climática, foi verificado no passado, o efeito da diminuição de chuvas no final da década de 60 e anos iniciais dos anos 70, uma queda acentuada da amplitude do pulso de inundação, registrada na régua do rio Paraguai, em Ladário, Mato Grosso do Sul, que agora volta a se repetir. Ainda assim o Pantanal que compreende a maior área alagável contínua do Planeta e que é reconhecidamente área de relevante interesse para conservação, reconhecida como Patrimônio Natural da Humanidade pela UNESCO, patrimônio nacional, pela constituição brasileira, com quatro sítios Ramsar; que possui uma das mais ricas biotas com elevada abundância de espécies e indivíduos está mais vulnerável, mais ameaçado pelas formas de uso a que tem sido submetido. A região com tamanha singularidade e modo de funcionamento, necessita ainda ser estudada, monitorada e protegida, principalmente no que tange a sua sócio-bio-diversidade e os usos múltiplos do bioma. No contexto do Decreto n. 6.040 de 7 de fevereiro de 2007 (BRASIL, 2007), que instituiu a Política Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais, foi estruturada a Comissão Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais (CNPCT), atualmente elevada à condição de Conselho Nacional de Povos e Comunidades Tradicionais (CNPCT), na qual o Pantanal esteve e está representado pela Rede de Comunidades Tradicionais Pantaneiras. Essas políticas públicas, consideradas em nossas analise como drivers, forças motrizes para o desenvolvimento impõem mudanças sócio econômicas e culturais traduzidas no cenário paisagístico da região, onde na parte alta do Planalto Central, locais das nascentes das aguas do Pantanal no bioma Cerrado, com a conversão de seus ecossistemas em agrossistemas, mantidos por espécies geneticamente modificadas, energia derivada do petróleo, insumos agrícolas de agrotóxicos e fertilizantes. Assim, Esta proposta visa a manutenção dos estudos de monitoramento do pulso de inundação e da biodiversidade associada, o conhecimento de padrões e processos, em situação de variabilidade climática, com tendências de seca e queimadas severas, numa perspectiva de análise e avaliação integradas de sistemas sócio ecológicos. Esperamos contribuir para o entendimento dos processos de dispersão, polinização, ciclagem de nutrientes e processos de organização das comunidades tradicionais pantaneiras em diversas escalas de entendimento e organização, bem como valorar os principais processos e serviços ecossistêmicos. Ainda, esperamos levantar bases conceituais sobre como o sistema sóciobiodiverso pantanal se comporta frente as mudanças climáticas e os desafios das queimadas.
  • Universidade do Estado de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 04/12/2020-31/12/2024
Foto de perfil

Carolina Kymie Vasques Nonaka

Ciências Biológicas

Imunologia
  • avaliação do perfil de expressão de mirnas circulantes como potencial biomarcador de predição da síndrome de liberação de citocinas e doença do enxerto contra o hospedeiro pós-transplante de células-tronco hematopoiéticas
  • O transplante de células progenitoras hematopoiéticas (TCPH) é uma importante terapia para doenças hematológicas. O TCPH alogênico vem crescendo anualmente e se tornando uma alternativa quando não é possível a doação autóloga, porém com aumento da proporção de complicações, com risco de rejeição e com alto risco de mortalidade. O transplante de células-tronco hematopoiéticas (CTH) tendo como fonte o sangue periférico é bem aceito como tratamento de doenças malignas ou não, com recuperação medular mais rápida quando comparado à medula óssea, facilidade na coleta e logística e sendo a preferência dos doadores. Apesar da vantagem do transplante de CTH periféricas em relação à medula óssea, as complicações relacionadas ao pós-TCPH alogênico resulta em maior incidência da síndrome de liberação de citocinas (SLC) em torno de 90% e doença do enxerto contra o hospedeiro (DECH) em cerca de 20%. Até o momento, não existe método diagnóstico que permita predizer a DECH. Na última década, uma classe de pequenos RNAs não codificantes, microRNAs (miRNAs), começaram a ser explorados como biomarcadoes e alvos terapêuticos. Os miRNAs podem estar empacotados em microvesículas secretoras como os exossomos que os protegem contra a degradação, estão presentes nos fluidos corporais e despertam o interesse clínico na busca por novos biomarcadores. Esse estudo pretende avaliar o perfil de miRNAs circulantes diferencialmente expressos após TCPH alogênico buscando a identificação de marcadores biológicos capazes de predizer a SLC e DECH em uma coorte de pacientes da cidade de Salvador atendidos no Hospital Universitário Professor Edgard Santos e no Hospital São Rafael. A utilização de métodos moleculares nos eventos precoces que desencadeiam a SLC e DECH com a identificação de biomarcadores preditivos poderiam permitir a individualização da estratégia terapêutica e uma assistência médica mais eficiente, com foco principal no aumento da sobrevida global após TCPH e redução de custos com saúde.
  • Hospital São Rafael - BA - Brasil
  • 15/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carolina Nicoletti Ferreira

Ciências da Saúde

Nutrição
  • influência do isolamento social decorrente da pandemia do covid-19 nas escolhas alimentares de mulheres de diferentes estados nutricionais
  • Acredita-se que o período de quarentena e isolamento social decorrente da pandemia do COVID-19 altere as escolhas alimentares e consumo de alimentos de mulheres com diferentes estados nutricionais. As mudanças das escolhas alimentares se realizadas de forma negativa, ou seja, com redução do consumo de alimentos in natura (devido ao acesso reduzido a supermercados, hortifrútis e varejões ou pelo maior custo) e aumento do consumo de alimentos processados e ultraprocessados (pela maior durabilidade e poder de estocagem desses) pode acarretar no ganho excessivo de peso e desenvolvimento, em curto e longo prazo, de doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) como diabetes mellitus, hipertensão arterial, dislipidemias e câncer. É neste cenário, portanto, que a presente proposta se situa. Considerando o Plano de ações estratégicas para o enfrentamento das DCNT, que visa preparar o Brasil para enfrentar e deter estas doenças, é imprescindível o conhecimento de como pandemias, principalmente aquelas que exigem isolamento social, afetam os hábitos e escolhas alimentares da população para que estratégias adequadas sejam implementadas frente a essas situações, preparando e melhorando o processo de cuidado e atenção à saúde. Assim, o presente estudo tem como objetivo geral avaliar influência da quarentena e isolamento social por COVID-19 sobre os determinantes das escolhas alimentares de mulheres de diferentes estados nutricionais. Para tal serão elegíveis para o presente estudo indivíduos do sexo feminino com idade igual ou superior a 19 anos. As voluntárias serão recrutadas por divulgação online em redes sociais (Facebook, Whatsapp e Instagram) em todo o território nacional e serão convidadas a preencherem, de modo online, questionários autoaplicáveis. Por meio desses questionários serão coletados dados pessoais, socioeconômicos, demográficos, antropométricos e referentes aos hábitos e consumo alimentar. Em relação aos indicadores alimentares, será aplicado um questionário com perguntas referentes a práticas culinárias, frequência de compras em mercado, varejos e de uso de serviços de entrega de refeições (delivery) (antes da quarentena e durante a quarentena). Ainda, será pedido às voluntárias o preenchimento de um diário alimentar do dia anterior. Os dados serão tabulados, com o auxílio do programa Dietbox (versão online). As preparações alimentares serão desmembradas em alimentos e ingredientes, os quais serão avaliados perante o grau de processamento – Classificação NOVA (in natura ou minimamente processados, processados ou ultraprocessados ou ingredientes culinários processados). Para análise estatística dos dados as voluntárias serão divididas em dois grupos de acordo com seu estado nutricional classificado pelo índice de massa corporal (IMC): 1) eutrófica e 2) com sobrepeso ou obesidade. Serão utilizados teste t para amostras independentes ou teste de Mann-Whitney, teste de Fisher ou qui-quadrado, além de modelos de regressão linear e logística (p < 0,05).
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 16/07/2020-15/08/2022
Foto de perfil

Carolina Panis

Ciências da Saúde

Medicina
  • exposição ocupacional a pesticidas como fator de risco determinante de pior prognóstico em mulheres portadoras de câncer de mama: investigação de mecanismos moleculares e proposta de algoritmo de re-estratificação de risco de óbito e recidiva.
  • Nos últimos 5 anos documentamos a extensa contaminação por pesticidas que ocorre na região Sudoeste do Paraná, uma área de agricultura familiar com elevada incidência de tumores de mama. Demonstramos que mulheres expostas ocupacionalmente aos pesticidas apresentam tumores de alta agressividade, com comprometimento sistêmico do eixo de resposta inflamatória mediado pelo fator de necrose tumoral alfa, interleucina 1 beta e interleucina 12, além da super-expressão tumoral da molécula imunossupressora CTLA-4. Observamos ainda falha na resposta ao tratamento três vezes maior nas mulheres expostas quando comparadas às não expostas, resultando em aumento de metástases e risco de óbito. Estes dados indicam que a exposição ocupacional aos agrotóxicos deva ser considerada na estratificação de risco de recidiva e óbito de pacientes com câncer de mama ocupadas na agricultura. Assim, esta proposta visa caracterizar a severidade da exposição ocupacional aos pesticidas nesta população através de parâmetros epidemiológicos (perfil de exposição ocupacional detalhado), toxicológicos (dosagem de pesticidas no sangue), moleculares (perfil de desregulação inflamatória) e epigenéticos (metilação global). Será incluído um grupo de mulheres sem câncer, expostas ou não ocupacionalmente aos pesticidas, para comparação dos parâmetros. Estima-se a inclusão de cerca de 200 mulheres em cada grupo (n = 800 no total) com coleta de sangue periférico e amostras de tecido tumoral e normal. Com base nestes resultados será criado um algoritmo para re-estratificar o de risco de recidiva e óbito destas mulheres segundo seu perfil de exposição ocupacional, desenvolvida na forma de uma calculadora online de fácil acesso a ser disponibilizada para uso no SUS. Também serão realizadas oficinas para compartilhamento dos resultados da pesquisa, visando conscientizar quanto à necessidade de minimizar a contaminação no manejo dos pesticidas e orientar quanto ao uso de equipamentos de proteção de forma eficiente.
  • Universidade Estadual do Oeste do Paraná - PR - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carolina Pescatori Candido da Silva

Ciências Sociais Aplicadas

Arquitetura e Urbanismo
  • cidade pós-compacta: releituras de brasília para novas metodologias de projeto e planejamento urbano
  • O projeto de pesquisa pretende revisitar e reinterpretar o urbanismo de Brasília para construir, a partir de estudos de caso de espaços urbanos relevantes da cidade, novos princípios de projeto urbano e planejamento que atendam com maior eficácia e flexibilidade os desafios impostos pela urbanização dispersa contemporânea. Partimos de duas hipóteses centrais. Primeiro, que a dispersão urbana, enquanto fenômeno caracterizado pela fragmentação, esgarçamento e expansão ininterrupta do tecido urbano, prevalência de vazios intersticiais e aumento das distâncias entre núcleos urbanos, não pode ser controlada apenas por meio de princípios de adensamento e compactação, conforme preconiza o urbanismo contemporâneo. Segundo, que Brasília, exatamente por ter sido projetada e planejada com configurações espaciais mais dispersas, mas plenas de qualidades projetuais, pode informar novos princípios de projeto urbano e planejamento úteis para a cidade brasileira do século XXI, e mais adequados aos tipos de espaços característicos da urbanização dispersa. Para desenvolver essas hipóteses, elaboramos uma metodologia multidimensional em três partes: 1) teórica, para investigar as discussões sobre desenho, paisagem e configuração territorial e urbana; 2) revisão da historiografia de Brasília e sua região metropolitana; 3) estudos de caso em Brasília, que destaquem as estratégias projetuais e de planejamento. Os objetivos são: construir um arcabouço teórico sobre Brasília e sua crítica; desenvolver estudos de caso de espaços urbanos de Brasília; elaborar um conjunto de diretrizes que possibilitem a construção de novos referenciais de projeto urbano e planejamento. Essa análise apresenta a possibilidade de um urbanismo pós-compacto, que reduza as desigualdades e assimetrias espaciais da cidade dispersa, a fim de transformar Brasília em uma referência útil para lidar com a complexidade e os desafios inerentes à cidade contemporânea.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 10/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carolina Ruoso

Ciências Sociais Aplicadas

Museologia
  • critérios e valores de patrimonialização: uma questão de justiça epistêmica
  • O termo "referências culturais" tornou-se fundamental para os processos de patrimonialização e musealização realizados em diferentes comunidades e territórios culturais do Brasil. Compreendemos que poderemos identificar entre as referências culturais um repertório de critérios e valores de patrimoniazação/musealização, expressos nas ações de inventários/curadorias partipativos. O presente projeto pretende indetificar os valores e critérios de musealização/patrimonialização presentes nas ações de metodologias participativas tais como inventários e curadorias participativas que consideram as referências culturais dos detentores/membros das comunidades envolvidos nos projetos culturais de museus comunitários e/ou patrimônio imaterial. Os critérios e valores de patrimonialização historicamente hegemônicos foram: autenticidade, unicidade, raridade, beleza e originalidade. Compreendemos que há nas referências culturais das comunidades tradicionais critérios e valores de patrimonialização que não são referenciados nos pareceres técnicos de registro, salvaguarda e musealização de bens culturais. Identificar e repertoriar tais critérios e valores é fundamental para construirmos uma perspectiva de justiça epistêmica nos mundos dos museus e do patrimônio cultural. Alguns critérios e valores de patrimonialização como ancestralidade e pertencimento já foram identificados durante atividades participativas realizadas junto com os detentores de saberes e comunidades tradicionais. Nossa pesquisa será realizada a partir do trabalho de leitura de bibliografia especializada e na identificação das noções e valores de patrimonialização presentes nos dossiês de registro e planos de salvaguarda do patrimônio imaterial, assim como nos projetos culturais dos museus comunitários que atuam no território brasileiro. E realizaremos uma oficina de escrita de verbetes para os critérios e valores de patrimonialização identificados com os detentores dos saberes e membros de comunidades tradicionais
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 11/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carolina Weigert Galvão

Ciências Agrárias

Agronomia
  • potencializando os efeitos de a. brasilense na agricultura com hidrogéis biopoliméricos
  • Um dos grandes desafios do século XXI será alimentar 10 bilhões de pessoas em 2050 e ao mesmo tempo reduzir o impacto ambiental e os custos da produção agrícola. No Brasil, o MAPA recomenda que o crescimento da produção agrícola deva ocorrer fundamentado no aumento da produtividade, e não na ampliação das áreas de cultivo. Entretanto, a agricultura brasileira não tem conseguido cumprir essa meta e o aumento da produção nacional de grãos tem comprometido a preservação dos seus biomas. Diante desse cenário, o emprego de bactérias promotoras do crescimento vegetal (BPCV) como biofertilizante é visto como uma alternativa promissora. No Brasil o Azospirillum brasilense é a espécie mais utilizada para formulação de inoculantes comerciais e os resultados positivos ao longo de décadas de pesquisa comprovaram os seus benefícios na produtividade de milho, trigo e mais recentemente na soja. Contudo, ainda existem muitos desafios para assegurar o sucesso da sua inoculação, uma vez que, o solo é um ambiente altamente competitivo e o contato com pesticidas diminui a viabilidade desse biofertilizante. É nesse contexto que a tecnologia de polímeros ganha destaque, em especial os hidrogéis (HG), que são geralmente materiais biocompatíveis podendo apresentar, em sua composição, quantidades de água superiores a 95% em massa. Assim sendo, o encapsulamento de A. brasilense com HG pode vir a ser uma alternativa promissora para resolver os desafios supracitados, potencializando os seus efeitos na agricultura. Desta forma, o presente projeto visa: i) desenvolver tecnologia baseada em hidrogéis nanoestruturados biodegradáveis que potencialize a sobrevivência e os efeitos promotores de A. brasilense; ii) compreender o efeito da associação Azospirillum-hidrogel sobre o microbioma da rizosfera; iii) avaliar os efeitos dessa nova tecnologia em Poaceae e Fabaceae; iv) desenvolver tecnologia associada à demanda da indústria, visando acelerar seu acesso ao produtor rural.
  • Universidade Estadual de Ponta Grossa - PR - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Caroline de Fátima Aquino Moreira Nunes

Ciências da Saúde

Medicina
  • estudo translacional da enzima poli-adp-ribose polimerase-1 (parp1) em modelos experimentais de leucemia linfóide aguda bcr-abl p190+
  • A Leucemia Linfóide Aguda (LLA) é um distúrbio clonal de células hematopoiéticas que pode apresentar diversos tipos de alterações genéticas. Um grande desafio da oncohematologia, é o manejo clínico de pacientes com LLA que, mesmo quando tratados, apresentam taxas de sobrevida em torno de 40%. A questão central é que um dos principais fatores envolvidos na baixa sobrevida está relacionado a uma genética desfavorável, como o subtipo BCR-ABL p190+ frequente na nossa população de estudo, e que não respondem aos tratamentos clássicos com inibidores de tirosina-quinase disponíveis no mercado. Estudos prévios do nosso grupo de pesquisa mostram que a enzima Poli-ADP-Ribose Polimerase (PARP) se apresenta hiperexpressa em neoplasias hematológicas, e neste contexto a terapia pode abranger o uso de inibidores de PARP, que já mostram a eficácia terapêutica em diversos tipos tumorais. Neste contexto, este estudo tem como objetivo avaliar o potencial de inibição de PARP como terapia para o tratamento LLA BCR-ABL p190+. Assim, acredita-se que o estudo da via de inibição da enzima PARP pode ser uma potencial alvo terapia para LLA BCR-ABL p190+ sendo capaz de limitar a viabilidade das células leucêmicas desta malignidade, assim como diminuir a expressão do marcador tumoral BCR-ABL p190+ em amostras de pacientes. Para testagem da hipótese, serão utilizadas linhagens representativas de LLA, sendo estas avaliadas após o tratamento com o fármaco inibidor Olaparib. Adicionalmente serão geradas células com o silenciamento genético da PARP através da técnica de edição gênica CRISPR/Cas9, derivadas das linhagens, para confirmação do envolvimento desta via na hipótese. Por fim, para validação experimental, células de medula óssea de pacientes serão utilizadas para o desenvolvimento de cultivo celular primário, no intuito de identificar a presença da expressão do alvo molecular PARP e para testagem de inibição farmacológica deste alvo proposto principalmente em pacientes BCR-ABL p190+.
  • Universidade Estadual do Ceará - CE - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Caroline de Oliveira Alves

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • as intervenções do terapeuta ocupacional junto às pessoas-hospitalizadas com infecção por covid-19
  • A Terapia Ocupacional ocupa importante papel no contexto hospitalar, os objetivos da Terapia Ocupacional no Contexto Hospitalar que estão voltados para: avaliação do sujeito de modo biopsicossocial, elaboração de plano de tratamento conforme as necessidades específicas da pessoa; promoção de experiências saudáveis e espaço de saúde, orientações à pessoa e familiares; ações que visem o alívio da dor e do sofrimento para além das técnicas farmacológicas; prevenção de limitações, manutenção da capacidade funcional da pessoa; e, finalmente, a atenção quanto ao enfrentamento do processo de morte. A COVID-19 é semelhante ao de outras viroses respiratórias, e em casos mais graves (5%) pode acarretar dispneia, sangramento pulmonar, linfopenia grave e insuficiência renal. (Strabelli; UIP; 2020). Nos casos mais graves é necessário internação, dependendo da evolução há necessidade de tratamento em uma Unidade de Terapia Intensiva. Diversos terapeutas ocupacionais vêm atuando no contexto hospitalar principalmente com pacientem em tratamento da COVID-19, e até então não temos registros dessas atuações. Esse projeto tem como objetivo mapear essas intervenções que tem sido realizadas por terapeutas ocupacionais junto às pessoas-hospitalizadas com infecção por COVID-19, promovendo o desenvolvimento científico, a divulgação de estratégias utilizadas, incluindo o desenvolvimento tecnológico e de inovação. Descrever as intervenções realizadas por terapeutas ocupacionais junto às pessoas-hospitalizadas com infecção por COVID-19. Será uma pesquisa de abordagem metodológica qualitativa. O método para coleta de dados será “estratégia bola de neve”, que é uma forma de amostra não probabilística que utiliza cadeias de referência. É uma estratégia útil para pesquisar grupos difíceis de serem acessados ou estudados, também quando não há precisão sobre sua quantidade (Vinuto, 2014). Será feito contato com os Conselhos de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (CREFITO) e com a ATOHosp., buscando a indicação de Terapeutas ocupacionais que atuaram ou que estão atuando junto às pessoas-hospitalizadas com infecção por COVID-19, a partir dessas indicações entraremos em contato convidando participar da pesquisa, e também a partir desses contatos buscaremos outras indicações de terapeutas ocupacionais. O instrumento de pesquisa será uma entrevista estruturada no formato on-line. Os resultados e contribuições científicas esperados são a divulgação e disseminação de práticas de intervenções terapêuticas ocupacionais no tratamento de pessoas-hospitalizadas com infecção por COVID-19, bem como divulgação para a aplicabilidade no SUS.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 24/07/2020-23/08/2022
Foto de perfil

Caroline Maria de Miranda Mota

Engenharias

Engenharia de Produção
  • processos decisórios na gestão de projetos: analise de riscos e suprimentos
  • Este projeto de pesquisa contribui com o desenvolvimento de novos processos e modelos de apoio à decisão em diferentes estágios do ciclo de vida do projeto. As principais decisões em gestão de projetos envolvem a priorização de projetos e portfólio de projetos, sob o qual há limitação de recurso; a elaboração de propostas orçamentarias e a definição de estratégias de competição em licitações, a depender do risco e da atratividade do projeto; e a seleção de fornecedores em projetos. Esses problemas de decisão dividem características que desafiam a modelagem e a efetiva tomada de decisão. Dentre os principais desafios, tem-se o envolvimento de múltiplos stakeholders, com diferentes sistemas de valor, falta de informação e incerteza no processo decisório, e o impacto de diferentes dimensões (econômica, técnica, social), representadas por múltiplos e conflitantes objetivos de decisão. Poucos estudos têm investigado os processos decisórios nos diferentes estágios do ciclo de vida dos projetos, tão pouco são desenvolvidos e efetivamente implementados modelos matemáticos para apoiar tais decisões nas organizações. Para o desenvolvimento do projeto será considerada uma abordagem multimetodologia, envolvendo o levantamento e análise de dados para investigar o impacto de múltiplos stakeholders no processo de tomada de decisão em projetos e estratégias de competição; a estruturação de problemas de decisão para mensurar os valores das organizações no qual os projetos são desenvolvidos; a construção de novos modelos de decisão multicritério, especialmente em situações de imprecisão das informações e o envolvimento de múltiplos atores no processo. Como resultado do projeto, tem-se a construção de sistemas de apoio a decisão que implementam os processos e modelos de decisão multicritério desenvolvidos para facilitar a tomada de decisão em gestão de projetos.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025