Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Ygor Jacques Agra Bezerra da Silva

Ciências Agrárias

Agronomia
  • biogeoquímica de elementos terras raras em solos originados de diferentes materiais de origem ao longo de uma climosequência do semiárido ao clima tropical úmido
  • Elementos terras raras (ETR) são essenciais para a vida moderna. A demanda global por ETR está aumentando anualmente e, consequentemente, o acúmulo desses elementos no solo e no ambiente tem provocado impactos adversos na saúde humana e ambiental, causando preocupação crescente não apenas na comunidade científica, mas em toda sociedade. Os processos biogeoquímicos que influenciam nas concentrações de ETR em solos são complexos e permanecem pouco compreendidos, principalmente em ambientes tropicais. Mecanismos que controlam a absorção de ETR pelas plantas nessas regiões merecem atenção especial, considerando que essas áreas são grandes produtoras de alimentos em todo o mundo. Neste contexto, este projeto objetiva avaliar a biogeoquímica de ETR em solos originados de diferentes materiais de origem ao longo de uma climosequência do semiárido ao clima tropical úmido. Também será estudada a influência dos minerais de argila, estoque de carbono e substâncias húmicas na biogeoquímica de ETR em solos. Serão selecionados quatro perfis de solos originados de diferentes materiais de origem, em cada zona climática de Pernambuco: úmida (Zona da Mata), subúmida (Agreste) e seca (Sertão), totalizando 12 perfis de solos. As rochas serão analisadas em microscópio petrográfico, por microscopia eletrônica de varredura e espectroscopia por energia dispersiva de raios X (MEV/EDS). A composição química total de rochas e solos será determinada por espectrometria de fluorescência de raios X (FRX). As leituras de ETR em amostras de rocha, solo e planta serão realizadas por espectrometria de emissão óptica (ICP-OES), após a digestão total das amostras de acordo com a metodologia da Sociedade Americana de Ciência do Solo. Um difratômetro de raios X (DRX) será usado para identificar os minerais nas diferentes frações do solo. As taxas de intemperismo serão quantificadas por meio do cálculo do balanço geoquímico de massa e da aplicação de índices de intemperismo. Para avaliar o potencial de acumulação de ETR em plantas será calculado o coeficiente de acumulação biológica. A atual proposta se consolidará como o primeiro estudo do Brasil a abordar de forma integrada e detalhada a influência da composição química e mineralógica de diversos materiais de origem, das transformações de minerais e matéria orgânica do solo e de distintas condições climáticas nos processos biogeoquímicos que afetam as concentrações de ETR em solos e a sua assimilação pelas plantas. Os resultados deste projeto serão fundamentais para compreender a dinâmica de ETR em ambientes tropicais e servirão de base para prever e evitar impactos futuros resultantes do acúmulo de ETR no ambiente, bem como para auxiliar no futuro desenvolvimento de legislações específicas no Brasil quanto aos limites de ETR em solos.
  • Universidade Federal Rural de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Yohandra Reyes Torres

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • caracterização química e farmacológica de produtos apícolas e seu uso como bioindicador de poluição ambiental.
  • O objeto de estudo da atual proposta são os produtos apícolas, em particular própolis, geoprópolis e mel produzidos no Paraná. Almeja-se através do desenvolvimento deste projeto dar continuidade e aprofundar no conhecimento químico e atividade biológica desses produtos naturais com o objetivo de estimular a atividade apícola no estado. Anseia-se classificar a própolis, geoprópolis e mel paranaense e estabelecer uma metodologia de análise, qualitativa e quantitativa, utilizando métodos hifenados de análise como GC-MS, LC-MS/MS e HPLC associado a detectores espectrofotométricos. Através dessa metodologia poderão ser identificados os principais marcadores químicos e as concentrações em que os mesmos se encontram nesses produtos apícolas produzidos no Paraná. Pretende-se também investigar métodos diretos, rápidos e não destrutivos de análise de extratos de própolis, geoprópolis e mel que permitam estimar as concentrações de substâncias bioativas e/ou seu potencial farmacológico de maneira confiável e que possam ser utilizados no controle de qualidade desses produtos. Para tal, será estudada a aplicação de métodos de análise multivariada que permitam a conversão de uma resposta instrumental ou propriedade física, como cor, no dado químico de interesse que seria a concentração de fenólicos totais, de flavonoides e a atividade antimicrobiana ou antiradicalar. A composição química da própolis, geoprópolis e os componentes fitoquímicos minoritários do mel são altamente dependentes da origem botânica e geográfica. Assim, a identificação do perfil químico e do padrão de qualidade desses produtos apícolas produzidos na região poderá aumentar seu valor de mercado e, consequentemente, incentivar os produtores para realizar maiores investimentos no ramo e diversificar sua produção. Ainda busca-se verificar a possível aplicação de produtos apícolas como bioindicadores de focos de poluição e determinar os níveis de poluentes orgânicos em produtos apícolas o que poderá resultar na identificação de regiões de excelência para o desenvolvimento da apicultura orgânica, bem como, em propor ações para minimizar os efeitos nocivos de poluentes orgânicos nas colmeias.
  • Universidade Estadual do Centro-Oeste - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Yolanda Dora Martinez Évora

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • tecnologia computacional no ensino e no gerenciamento do cuidado de úlcera por pressão
  • As úlceras por pressão são caracterizadas pela lesão da integridade da pele e/ou tecido subjacente. Dentre os prejuízos que as úlceras por pressão podem acarretar, pode-se citar: o prolongamento da hospitalização, o aumento da dificuldade de recuperação do doente e o risco para o desenvolvimento de outras complicações, além de maior morbidade e mortalidade aos pacientes acometidos. Para a prevenção e/ou tratamento efetivo das úlceras por pressão torna-se necessário um efetivo gerenciamento que direcione para o cuidado adequado. Quando já há uma lesão, também é fundamental estabelecer um processo avaliativo contínuo que vise acompanhar a evolução da úlcera por pressão existente e que leve ao estabelecimento de ações que previna o surgimento de novas lesões. No entanto, a avaliação e diagnóstico desse tipo de lesão baseado apenas no olhar e documentação manual do profissional de saúde são subjetivos e muitas vezes imprecisos. Tecnologias de informação podem auxiliar nesse sentido. Essas tecnologias têm se tornado importante aliadas nas mais diversas áreas do conhecimento. Além de serem capazes de armazenar e compactar um grande volume de informações, esse tipo de ferramenta é passível de portabilidade, adaptação e ampla abrangência. Nesse escopo, com o intuito de auxiliar os profissionais de saúde na padronização de cuidados e diagnósticos relacionados às UP, o objetivo principal deste projeto é desenvolver uma plataforma digital para apoio na educação profissional e no gerenciamento do cuidado das Ulceras por Pressão. Na pesquisa proposta para este projeto, a plataforma digital passará por testes de qualidade técnica e funcional, e será implantado e avaliado em uso na prática assistencial seguindo um modelo quase-experimental.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Yosio Edemir Shimabukuro

Ciências Agrárias

Recursos Florestais e Engenharia Florestal
  • desenvolvimento de um sistema de informações de risco de incêndios (siri) para as unidades de conservação do bioma cerrado como suporte à tomada de decisão.
  • Os incêndios florestais fragilizam os ecossistemas, pois interferem na qualidade do ar, reduzem a quantidade de biomassa vegetal e animal, provocam a extinção de espécies em decorrência da perda de habitat e emitem de gases de efeito estufa para a atmosfera. Estima-se que cerca de 90% dos incêndios florestais no Brasil seja de origem antrópica intencional e sua prevenção é um dos maiores desafios enfrentados pelas Unidades de Conservação (UCs), muitas vezes, em decorrência da falta de informações históricas sobre a frequência, extensão e severidade destes eventos. A partir da interação dos gases traços gerados pela combustão com a radiação eletromagnética, juntamente com os focos de calor detectados por meio de sensores remotos, os incêndios florestais podem ser monitorados e mensurados, permitindo o planejamento efetivo de ações de controle e prevenção de incêndios em tempo quase real. Neste contexto, o objetivo central dessa proposta consiste no desenvolvimento de um Sistema de Informações de Risco de Incêndios (SIRI) em quatro Unidades de Conservação estaduais e federais do Bioma Cerrado como forma de auxiliar os gestores no Manejo Integrado do Fogo (MIF). Para isso, será realizado o mapeamento anual das cicatrizes de queimadas ocorridas entre 1985 e 2020, com a criação de um banco de dados do histórico de queimadas contendo a extensão e frequência das áreas queimadas dentro de cada UC. Como subprodutos serão gerados e disponibilizados mapas com a localização das áreas críticas e prioritárias para a prevenção e fiscalização de incêndios florestais, a partir de uma metodologia integrada que calcula a probabilidade de risco de incêndio nas UCs. Os métodos de análise, os códigos de processamento e de detecção das cicatrizes de fogo anuais, bem como, o banco de dados com as cicatrizes anuais de queimadas e os subprodutos gerados serão disponibilizados em uma plataforma Web on-line. Este conjunto de dados, associado à integração, interpretação e divulgação dos resultados do histórico de fogo, irá compor o SIRI. Espera-se que os resultados desta proposta possam ser reproduzidos e expandidos para UCs localizadas em outros biomas, de forma a promover metodologias de monitoramento de queimadas e incêndios florestais de modo integrado.
  • Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - SP - Brasil
  • 01/01/2019-31/10/2021
Foto de perfil

Yosio Edemir Shimabukuro

Ciências Agrárias

Recursos Florestais e Engenharia Florestal
  • mapeamento e monitoramento da cobertura florestal da região nordeste utilizando tecnologia de sensoriamento remoto e informações de campo
  • O Nordeste brasileiro (NEB) tem sido negligenciado e pobremente estudado tanto em termos de programas de conservação quanto de investigação científica. As altas taxas de desmatamento e degradação, aliadas às frequentes secas extremas, tornam o Nordeste uma das regiões mais vulneráveis no mundo. Deste modo, os satélites ambientais são essenciais para a realização do monitoramento contínuo de áreas extensas como o NEB. Seus produtos propiciam uma melhor representatividade e acurácia das variáveis e parâmetros essenciais para os estudos de mudanças de causas antrópicas e impactos dos eventos naturais extremos. Neste contexto, a presente proposta tem como objetivo principal a implementação de uma metodologia multidisciplinar, baseada na integração multi-temporal de diversos produtos provenientes de sensores orbitais e em diferentes níveis de aquisição, dados coletados em campo e ecologia empírica para produzir um mapeamento e monitoramento da cobertura florestal compreendendo todo o NEB no período de 20 anos, assim como analisar as interações fenológicas da vegetação com os fatores climáticos a partir da implementação do projeto piloto de monitoramento fotográfico local na caatinga. Para validação dos produtos que serão originados, 6 áreas testes foram selecionadas: Parque Nacional do Boqueirão da Onça (Sento Sé – Estado da Bahia) como área piloto do monitoramento fotográfico, Serra do Araripe e Estação Ecológica de Aiuaba (ambos no Estado do Ceará) e os municípios de Zé Doca (transição Amazônia-Cerrado) e Caxias (ambos no Estado do Maranhão), além da colaboração no Recôncavo da Bahia. Entre as principais características das áreas selecionadas, pode-se citar a grande biodiversidade e preservação, a existência de parques eólicos como infraestrutura para implantação das câmeras fotográficas, além de representarem áreas de transição de biomas. A partir dos processamentos e validação dos dados, espera-se originar um mapa ambiental com o cruzamento das informações obtidas nos trabalhos de campo e dados de sensoriamento remoto para o Nordeste, assim como criar um banco de dados multi-temporais de reflectância de superfície entre sensores com diferentes resoluções temporais e espaciais, índices de vegetação e de área foliar, temperatura e precipitação, registro fotográfico da fenologia da vegetação de caatinga durante um ano de coleta, mapas com incrementos e perdas da vegetação e de áreas vulneráveis no NEB. Além disso, os dados e mapas resultantes do projeto serão disponibilizados através do portal do Laboratório de Agricultura e Floresta (LAF) do INPE para o uso da comunidade científica.
  • Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Yraima Moura Lopes Cordeiro

Ciências Biológicas

Bioquímica
  • abordagens terapêuticas para as doenças por prions: foco em pequenos compostos orgânicos
  • As encefalopatias espongiformes transmissíveis (EETs) são doenças infecciosas neurodegenerativas para as quais não há tratamentos sintomáticos, curativos ou profiláticos. As EETs surgem como consequência da conversão da proteína príon celular (PrPC) na forma patogênica scrapie (PrPSc), que agrega e acumula no sistema nervoso central. Várias estratégias terapêuticas foram propostas, incluindo o bloqueio da conversão da PrPC em PrPSc, o aumento do clearance da PrPSc, e/ou a estabilização da PrPC. Enquanto diversos compostos se mostraram eficazes in vitro e em modelos animais, nenhum até o momento foi eficaz em estudos clínicos. Além disso, dentre os compostos avaliados em humanos, foi verificada toxicidade e, para alguns, baixa permeabilidade pela barreira hematoencefálica. Nosso grupo vem trabalhando na seleção e caracterização de compostos orgânicos que apresentem baixa toxicidade, elevada eficácia (avaliada in vitro) e perfil farmacocinético adequado. Dentro dessa perspectiva, esta proposta visa aprofundar a busca por compostos terapêuticos contra as EETs. Englobaremos as diferentes expertises da equipe proponente para realizarmos o planejamento e síntese de moléculas bioativas (Dra. Maria Letícia Barbosa) a partir de compostos previamente descritos pelo grupo com atividade anti-scrapie. Além disso, realizaremos a avaliação de eficácia dos novos derivados propostos em cultura de células infectadas com PrPSc, e investigaremos o mecanismo de ação dos compostos mais ativos, usando, para isso, as ferramentas in vitro e in silico disponíveis no Laboratório coordenado pela proponente, Dra. Yraima Cordeiro. A avaliação toxicológica in vivo dos compostos mais promissores será realizada pela Dra. Giselle Passos, especialista em farmacologia. Pretendemos estabelecer na Faculdade de Farmácia modelos in vitro para mimetizar a barreira hematoencefálica (Dr. Lucio Mendes Cabral, Dr. Plínio Cunha Sathler e Dr. Luiz Cláudio Rodrigues da Silva), e, portanto, avaliar a permeação das substâncias que apresentaram atividade anti-scrapie in vitro (em modelos celulares). Ainda, a avaliação farmacocinética in vivo será realizada para as substâncias com melhores valores de IC50 e com melhor perfil farmacocinético in vitro. Em suma, pretendemos obter compostos orgânicos eficazes e seguros para uma futura avaliação in vivo em animais transgênicos modelo para EETs, fornecendo novas perspectivas terapêuticas ao cenário global das doenças neurodegenerativas.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Yuan Jinyun

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • computação científca e suas aplicações
  • Computação científica consiste parcialmente das seguintes áreas: Álgebra linear numérica que ´e fundamental de matemática aplicada e computacional, otimização numérica que apareceram nas todas as áreas de pesquisa e aplicações, métodos numéricos das equações diferenciais e integro-diferenciais, simulação numérica e aplicações nas engenharias e diversas áreas. Portanto, neste projeto, vamos estudar e pesquisar os problemas de álgebra linear numérica, otimização numérica, métodos numéricos para equações diferenciais, ciência de dados, e suas aplicações, principalmente em engenharia química e energia. métodos iterativos para problema indefinido, estudo de estabilidade de Crank-Nicolson, conjetura de estimativa de norma da inversa de matriz triangular Toeplitz especial, etc serão destacados neste projeto. Os problemas são bem escritos, os objetivos são bem definidos e claros. As ideias de trabalho do projeto sobre os problemas são viáveis. Os resultados previstos são positivos. Todos os resultados possuem muitas aplicações nos problemas reais. O proponente é um pesquisador reconhecido e experiente na área. o centro possui infra-estrutura boa e adequada para execução deste projeto. Os orçamentos são adequados, bem distribuídos e necessários. As bibliografias são bem colocadas.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Yule Roberta Ferreira Nunes

Ciências Biológicas

Ecologia
  • colapso das veredas no sertão mineiro: efeitos antrópicos locais e mudanças climáticas globais
  • As veredas são um tipo fitofisionômico do Cerrado que apresentam comunidades hidrófilas associadas à palmeira Mauritia flexuosa L.f. (buriti). São ambientes que desempenham um papel fundamental no equilíbrio hidrológico dos cursos d’água e possuem grande importância ecológicae papel social ímpar. Apesar das veredas serem reconhecidas como Áreas de Proteção Ambiental, a ocupação antrópica de suas áreas naturaistem levado à exaustão destes ambientes. As veredas no norte de Minas estão secando. Os condicionantes ambientais e sociais dessa região são bem diferentes de outras regiões do sudeste brasileiro. Essa região apresenta vários municípios com os piores IDHM de Minas Gerais e apresenta um clima bem severo, com grande período de estiagem. Assim, as perspectivas de alteração dos ambientes de veredas e o aumento da susceptibilidade as mudanças globais do clima da região mostram a fragilidade deste ecossistema. O principal questionamento que envolve esta proposta é: porque as veredas estão secando e quais as consequências da mudança deste ambiente para a conservação da biodiversidade? Assim, a implantação de um sítio do PELD se torna urgente, uma vez que o problema existe, é extremamente mal estudado, apresenta ampla importância, especialmente ecológica e social, e depende de um estudo de longa duração. Neste sentido, busca-se com este programa de longa duração conhecer a diversidade do ambiente complexo e vulnerável das veredas, nesta primeira etapa, com foco na flora e processos associados. Assim, iremos verificar se a vegetação típica das veredas está sofrendo retração ao longo do tempo, especialmente das florestas higrófilas associadas; comprovar se existe variação do balanço hídrico, com tendência ao rebaixamento do nível freático, conforme relatos de moradores locais e evidências científicas da vereda do Peruaçu; identificar a flora, estrutura e o potencial regenerativo das florestas higrófilas em veredas e se as condições atuais do regime hídrico determinam variação entre elas; identificar se os processos ligados a ciclagem de nutrientes, de dinâmica da floração e frutificação, sistemas sexuais e reprodutivos, como as síndromes de polinização e eficácia reprodutiva, e aspectos fisiológico e anatômicos das plantas variam entre as veredas que apresentam ou não secamento do seu curso d’água; e se espécies características e importantes como Mauritia flexuosa e Mauritiellaarmata mostram respostas adaptativas ou genéticas em relação às mudanças na paisagem e do clima nestes ambientes. A avaliação destes componentes poderá fornecer informações sobre as causas e consequências das alterações globais para a conservação do sistema e sobre as estratégias para minimizar o desaparecimento ou completa modificação das veredas no norte de Minas Gerais. Perspectivas futuras podem ser agregadas neste programa, pois o monitoramento do sistema se torna ímpar para que ele seja realmente entendido e para que dados de mudanças ao longo do tempo possam ser coletados.
  • Universidade Estadual de Montes Claros - MG - Brasil
  • 01/12/2016-30/11/2020
Foto de perfil

Yunier Garcia Basabe

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • obtenção e caracterização de heterojunções híbridas orgânico/inorgânico tipo n-p baseadas em materiais bidimensional (2d) e polímeros semicondutores orgânicos
  • Neste projeto temos como objetivo obtenção e estudo das propriedades das heterojunções híbridas n-p orgânico/inorgânico baseadas em matérias bidimensionais (2D) tipo-grafeno e polímeros semicondutores orgânicos. O projeto se dedicará a desenvolver e aperfeiçoar os métodos de sínteses de heterojunções n-p combinando as propriedades ópticas, eléctricas e mecânicas dos materiais lamelares 2D com as dos polímeros semicondutores, assim como, estudar suas propriedades optoeletrônicas visando contribuir na área de eletrônica flexível. Serão estudados principalmente matérias semicondutores inorgânicos bidimensionais do tipo “Dicalcogenetos de metal de transição com siglas em inglês (TMDs) como componente tipo-n das heterojunções e polímeros semicondutores tipo-p derivados do poli(tiofeno) como componente orgânico. Os Dicalcogenetos de metal de transição serão obtidos por diferentes vias físicas e químicas: esfoliação mecânica, química e deposição por vapor em baixo vácuo (LP-CVD) sobre substratos de natureza diferentes. As heterojunções n-p TMDs/Polímero serão obtidas por evaporação térmica ou spin-coating. As amostras produzidas serão analisadas por espectroscopia Raman, microscopia eletrônica de varredura, espectroscopia de fotoelétron (XPS e UPS), espectroscopia de absorção UV/Vis, espectroscopia de absorção de Raios-X, Auger Ressonante, microscopia de força atômica e, espectroscopia de fotoluminescência. As propriedades elétricas serão estudadas em dispositivos como transistores de efeito de campo (FET) e células fotovoltaicas.
  • Universidade Federal da Integração Latino-Americana - PR - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2021
Foto de perfil

Yuri Brunello

Lingüística, Letras e Artes

Letras
  • manuel botelho de oliveira e a “nova grecia”: a apropriação “brasileira” da itália da modernidade
  • Música do Parnasso é uma coletânea lírica publicada em 1705 por Manuel Botelho de Oliveira. Trata-se, segundo o próprio autor, da primeira antologia poética publicada de forma impressa por um brasileiro. Falando da Itália moderna, Botelho caracteriza-a - na sua dedicatória de abertura - como uma Grécia renovada: "Transformou-se a Itália em uma nova Grécia", e as musas "na mesma Itália se reproduziram no grande Tasso e delicioso Marino". A "nova Grécia" caracteriza-se por expressar duas distintas "formações discursivas": a virgiliana e a ovidiana. Virgílio é definido por Botelho como "famoso", enquanto o adjetivo escolhido por definir a arte do poeta das Metamorfoses é "elegante". Os dois modelos, o épico-virgiliano e o estético-ovidiano, segundo a particular leitura feita por Botelho na dedicatória, prolongam-se através da literatura de Tasso e de Marino, tanto que Botelho chega a individuar uma continuidade entre Virgílio e Tasso. A extensão desta modernização estética à Espanha e a Portugal implica uma desvalorização, dentro da reconstrução critico-narrativa de Botelho, da linha Homero-Virgílio-Tasso. A poesia portuguesa aparece caracterizada pelas "elegâncias" ovidianas, o próprio Camões inclusive, verdadeiro contra-Tasso do período maneiristico-barroco. Tudo isso será abordado ao longo do nosso projeto.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 01/06/2017-31/08/2020