Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Soely Aparecida Jorge Polydoro

Ciências Humanas

Educação
  • desenvolvimento e avaliação de um programa on-line na promoção da autorregulação da aprendizagem em estudantes do ensino superior
  • A autorregulação da aprendizagem (ARA) é um processo ativo pelo qual os estudantes estabelecem objetivos para suas aprendizagens, monitoram e regulam suas cognições, motivações, comportamentos e afetos em prol das metas estabelecidas. A ARA é uma habilidade associada à melhora no rendimento acadêmico e na aprendizagem. Intervenções específicas auxiliam no desenvolvimento da ARA, mas quando realizadas presencialmente, são limitadas quanto ao número de estudantes que podem atingir. Os objetivos deste projeto são: a) elaborar um programa de intervenção on-line para promover a ARA de estudantes do ensino superior; b) implementar e comparar o impacto da intervenção on-line no rendimento acadêmico e na promoção da ARA, tendo por referência intervenções presenciais e grupo controle. Hipotetiza-se que a participação nos programas de promoção da ARA presenciais e on-line associam-se à melhora no rendimento acadêmico e nas habilidades de ARA, e assume-se a inexistência de diferenças estatisticamente significantes nos resultados relatados pelos grupos submetidos ao treinamento presencial e on-line. O projeto será composto por três etapas: 1) construção do ambiente computacional (AC) tipo Massive Open Online Course (MOOC) utilizando-se uma abordagem interacionista. O AC fornecerá suporte para a proposição do design instrucional do programa online de promoção da ARA. 2) implementação da intervenção por meio de desenho experimental, com a proposição de três grupos de estudantes de graduação submetidos a procedimentos distintos, sendo: participação no programa on-line, envolvimento com o programa presencial e grupo controle com estudantes que não serão submetidos ao programa em nenhuma das modalidades; 3) análise do impacto do programa on-line versus intervenção presencial e grupo controle, considerando o rendimento e as habilidades de ARA, mensurados durante pré e pós-teste. Os dados serão coletados por meio de instrumentos e analisados por meio da estatística inferencial.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 08/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Sofia Cavalcanti Zanforlin

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • fronteiras da mobilidade no brasil contemporâneo: comunicação e experiência migrante na securitização do acolhimento e da integração social no âmbito da operação acolhida.
  • Dados da Organização Internacional para as Migrações (OIM) mostram que 5,6 milhões de venezuelanos deixaram seu país desde 2015. Entre janeiro de 2017 e agosto de 2021, o Brasil acolheu 635.257 venezuelano/as, depois do fluxo disparar 922% no biênio anterior. O governo brasileiro adotou a estratégia de interiorização de venezuelanos a partir da criação da Operação Acolhida, em 2018. Ela é levada a cabo pelo Exército Brasileiro, ONU/Acnur e ONGs que atuam no acolhimento em Roraima e em estados de diferentes regiões que recebem os migrantes. No Nordeste, Pernambuco é o estado que mais acolheu venezuelanos, com mais de 700 interiorizados até abril de 2021. Esse contexto motiva a elaboração de pesquisa em parceria entre os grupos MIGRA/UFPE e GEIFRON/UFRR. Propomos abordar dois momentos do fluxo de migrantes venezuelanos no Brasil: o acolhimento na fronteira representada por RR e na fronteira da interiorização, no NE, em especial Pernambuco, a partir de etnografias multi-situadas com trabalhos de campo respectivamente em Pacaraima e Boa Vista, Recife e RMR. A compreensão do fenômeno migratório exige estudos interdisciplinares e a ancoragem do projeto na Comunicação se justifica partir do conceito de bios midiático(Sodré, 2014). O caráter do bios midiático, para seu autor, tem como um dos efeitos o sequestro da fala ou das representações do real, conforme hoje fazem os sistemas neocolonais baseados na apropriação de dados (Sodré, 2021; Mbembe, 2019). A proposta se vincula, portanto, à Comunicação entendida como investigação da articulação entre desigualdade social, mobilidade humana e cidadania, no sentido de não se restringir aos discursos produzidos pelas instâncias corporativas envolvidas na Operação Acolhida, mas dialogar com as experiências dos migrantes e refugiados no acolhimento desde a fronteira em RR, à interiorização, em PE.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Solane Alves Santos da Rocha

Outra

Divulgação Científica
  • vi semana nacional de ciência e tecnologia de uruçuca: a ciência, tecnologia e inovação no território litoral sul da bahia
  • O reconhecimento da importância dos avanços científicos e tecnológicos para superar os desafios globais contemporâneos é fundamental, e a inovação aliada a estes conhecimentos é considerada estratégica para promoção do desenvolvimento sustentável. A proposição do evento VI Semana Nacional de Ciência e Tecnologia de Uruçuca: A ciência, tecnologia e inovação no Território Litoral Sul da Bahia , tem como proposito realizar atividades alinhadas aos objetivos do MCTI, promovendo interações entre diversos setores (acadêmicos, sociais, culturais, econômicos, produtivos, governamentais). A programação proposta é diversificada e será transmitida online e presencial, em razão de possibilitar acesso ao maior número de pessoa, com a possibilidade de ações em formato híbrido e/ou presencial durante todo o decorrer de execução do projeto. As estratégias e metodologia apresentadas objetivam atingir um público heterogêneo em relação à faixa etária e nível socioeconômico, promovendo amplo debate para além do conhecimento de áreas específicas, aproximando a população do conhecimento científico, em uma linguagem acessível, que estimulem a curiosidade, motivem diálogos e promovam a capilaridade da SNCT no Sul da Bahia.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano - BA - Brasil
  • 14/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

Solange Cristina Garcia

Ciências da Saúde

Farmácia
  • avanço no estudo de biomarcadores periféricos de exposição e/ou efeito em trabalhadores expostos à sílica cristalina e a potencial mitigação dos efeitos toxicológicos usando antioxidantes em modelos in vivo
  • Doenças crônicas não transmissíveis, como câncer e fibrose pulmonar (FP) se desenvolvem na exposição ocupacional à sílica cristalina (SC). Cerca de 6 milhões de trabalhadores brasileiros estão expostos à SC. FP é incurável e debilitante. Até o momento, não existem biomarcadores de exposição e efeito precoce que possam ser utilizados na análise de risco e/ou avaliar alterações fisiopatológicas nestes trabalhadores. O diagnóstico de FP é feito por radiografia de tórax. Esta pesquisa multidisciplinar propõe estudar potenciais biomarcadores, utilizando recursos laboratoriais robustos e inovadores, com contribuição à sociedade. Assim, propõe-se, o estabelecimento da assinatura proteica, por meio do banco de dados gerado após análise proteômica plasmática, alterações radiográficas e da função pulmonar, por meio da bioinformática. Assim, as proteínas da assinatura proteica serão analisadas na rotina laboratorial, bem como, estudos epigenéticos, como metilação de DNA, expressão gênica e microRNAs. Biomarcador de exposição à SC será a quantificação do silício urinário. Os metais sanguíneos também serão quantificados. Este estudo contribuirá para definir promissores biomarcadores de efeito e exposição à SC, mas também, para estudar mecanismos moleculares envolvidos no desenvolvimento de PF. Propõe-se, ainda, estudar a mitigação dos efeitos toxicológicos da exposição à SC, experimentalmente: triagem antioxidante/antiinflamatória em um modelo alternativo in vivo C. elegans exposto a SC. Após, e seguindo os 3Rs, será realizado em ratos, de acordo com o protocolo mais promissor. Antioxidantes comercialmente disponíveis e de baixo custo com potencial uso humano serão estudados. Este projeto contribuirá para avançar na fronteira do conhecimento na área da toxicologia, na produção técnico-científica de alto impacto, formação de recursos humanos qualificados, auxiliar na tomada de decisões públicas e na qualidade de vida do trabalhador, com colaborações nacionais e internacional.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Solange Fiuza Cardoso Yokozawa

Lingüística, Letras e Artes

Letras
  • geografias culturais ibero-americanas: paisagens, contato, linguagens
  • O projeto visa aprofundar o exame dos intercâmbios culturais entre países ibero-americanos nos séculos XX e XXI. Reúne especialistas de estudos linguísticos e literários lusófonos e hispânicos, cujas pesquisas, centradas nas transposições culturais, concebem questões como migração, diáspora, exílio, contato linguístico, trocas literárias e artísticas. Pretende investigar como transferências pós-coloniais reconfiguram antigos vínculos de subalternidade entre espaços centrais e periféricos no mundo ibero-americano. Para tanto, adota o aporte teórico das Geografias Culturais (Claval, Duncan et al.). Elas estudam como produtos e fenômenos da cultura variam no trânsito de um lugar a outro e como essa circulação modifica o entorno cultural do lugar de destino e impacta a percepção desses bens simbólicos em seu contexto original. Ao integrar estudos filológicos e literários para esquadrinhar as inter-relações entre países hispânicos e lusófonos nas Américas e Europa, este projeto supera os limites de abordagens mais restritas ao âmbito de cada uma das disciplinas convergentes. Assim, permite reconfigurar, em perspectiva transnacional, transcontinental e transdisciplinar, o arquivo linguístico-literário e as relações culturais assimétricas no amplo espaço ibero-americano. O aporte teórico adotado define a cultura como fluida, permeável a contágios e aberta a constantes negociações, o que leva à hipótese de a Ibero-América seguir se definindo na contemporaneidade graças a uma rede de interações de ideias e indivíduos, num processo contínuo, heterogêneo e multifacetado de apropriações e ressignificações de produtos imateriais. Os trabalhos em curso ou já realizados permitem validar tal hipótese. A convergência de saberes da Literatura e da Filologia é esteio seguro para mapear o escopo, detalhar as peculiaridades e dimensionar o impacto do intenso e dinâmico trânsito de línguas, autores e obras entre as culturas brasileira, espanhola, galega, portuguesa e hispano-americanas.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 24/02/2022-28/02/2025