Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Cristina Moreira Marcos

Ciências Humanas

Psicologia
  • modos de subjetivação na atualidade: a clínica do excesso e a adolescência
  • Esta pesquisa visa abordar as novas formas de mal-estar contemporâneo e suas conjugações na adolescência. Sob a denominação de clínica do excesso buscamos elucidar o paradigma das novas formas de sintoma no qual o sintoma parece estar menos referido ao sentido inconsciente do que ao corpo e seu gozo. A adolescência é o enquadre que nos permitirá abordar a radicalização desse paradigma. A compreensão da adolescência como um momento de passagem de um pensamento a um ato, que pode permitir a inscrição de um sujeito no campo do Outro, nos leva a considerar os diversos destinos possíveis quando esta inscrição não se produz: o suicídio, a compulsão, os atos delinquentes, o consumo das drogas, o consumo excessivo da tecnologia. Hoje vemos surgir nos adolescentes novas formas de sintomas, mesmo que tais manifestações se evidenciem, às vezes, de modo a-sintomático. O que se exibe não é o sintoma em sua forma clássica, como portador de uma mensagem, mas na forma excessiva de um gozo que rechaça o Outro. Fazemos a hipótese de que o declínio do simbólico e do pai favorecem tais formas de mal-estar na atualidade. Para tanto, serão realizadas pesquisas bibliográficas e aprofundamento teórico acerca do tema. Na pesquisa bibliográfica, pretendemos destacar as contribuições mais recentes na área da psicanálise sobre a clínica do excesso, notadamente no que concerne à adolescência, abordando os estudos e pesquisas que evidenciam as saídas e respostas sintomáticas encontrados pelos jovens hoje na travessia da adolescência, no enfrentamento dos desafios e impasses contemporâneos. Serão abordados casos clínicos com adolescentes que apresentam um impasse ao tratamento na medida em que o sintoma não se apresenta em sua versão freudiana clássica. O campo de pesquisa nos permitirá abordar nossa questão: quais são as formas que o mal-estar contemporâneo ganha na atualidade na clínica com o adolescente e como tratá-las?
  • Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Cristina Paludo Santos

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • meninas digitais tchê missões - tecendo espaços e experiências para despertar novos talentos
  • Este projeto tem como proposta fomentar iniciativas com foco no enfrentamento dos estereótipos de gênero e que contribuem para estimular meninas a se envolverem com as ciências exatas e tecnológicas. Para tanto, propõem-se, dentre outras ações, a criação de Laboratórios Criativos nas escolas parceiras que caracterizam-se como espaços de aprendizagem orientados pela cultura maker e onde deverão ser utilizados recursos, ferramentas e ambientes computacionais voltados a área de robótica que explorem o potencial de estratégias e que utilizem o pensamento computacional como estímulo à curiosidade, experimentação, colaboração, interação social, resolução de problemas e à aprendizagem. Além do desenvolvimento de atividades práticas através de oficinas “hands on", também são propostos momentos de discussão e reflexão que possam promover o encantamento, o conhecimento, a descoberta e a sensibilização do importante papel que as mulheres exercem no progresso científico e tecnológico, contribuindo fortemente para a ruptura da cristalização de estereótipos estabelecida ao longo da história, envolvendo não somente alunas, mas também os professores que atuaram no papel de multiplicadores de práticas pedagógicas em prol do empoderamento de meninas. Por envolver também graduandas das áreas de Tecnologia busca-se apoiar as alunas para o desenvolvimento de habilidades, tanto técnicas quanto interpessoais, para o engajamento e retenção desses talentos. A visibilidade nestes dois níveis escolares pode contribuir tanto para alterar o quadro de evasão escolar feminina nos cursos ligados à área tecnológica, quanto para estimular maior inserção no mercado de trabalho em TI, possibilitando assim a multiplicação dessas ações, inclusive através das redes sociais, a fim de que outras jovens sintam-se motivadas em suas carreiras profissionais. A criação de canais de comunicação com a sociedade também faz parte da metodologia adotada, com vistas a demonstrar o potencial informativo-referencial das experiências, inspirar as organizações e os profissionais a atuarem com o tema do empoderamento de meninas e fomentar novas iniciativas. Em linhas gerais, este projeto busca incentivar, estimular, apoiar e aproximar meninas do universo tecnológico, democratizando a informação sobre ciência e tecnologia e a produção dela decorrente. Assim, esta proposta, além de alinhar-se aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), mais especificamente ao Objetivo 5, abarca também contribuições a médio e longo prazo no sentido de equalizar o déficit de profissionais existente para atender a demanda do mercado e alavancar o progresso científico e tecnológico do país.
  • Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - RS - Brasil
  • 17/03/2021-30/09/2022
Foto de perfil

Cristina Pandolfo

Ciências Agrárias

Agronomia
  • uso de imagens multiespectrais e termais de vant para vistoria de lavoura
  • A agricultura é uma atividade econômica caracterizada por sua vulnerabilidade a eventos adversos Essa vulnerabilidade mostra a importância dos Programas de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro e Proagro Mais) que permitem a exoneração de obrigações financeiras relativas a operação de crédito rural de custeio quando a sua liquidação é dificultada pela ocorrência de fenômenos naturais, pragas e doenças. As comunicações de perdas agrícolas para operações enquadradas no PROAGRO e PROAGRO MAIS, muitas vezes são associadas a eventos climáticos adversos, enquanto que, uma série de outros fatores podem levar à frustração de safras. Atualmente, pela RESOLUÇÃO N° 4.796, DE 2 DE ABRIL DE 2020 do Banco Central do Brasil, o agente do Proagro poderá utilizar ferramentas de sensoriamento remoto para verificar se o evento informado pelo beneficiário na comunicação e comprovação de perdas de fato ocorreu no município ou na região onde se encontra o empreendimento enquadrado. Conhecer a variabilidade espacial dos cultivos e das variáveis ambientais com detalhamento, incluindo os atributos do solo, pode otimizar o processo de vistoria de lavouras e qualificar as reais limitações aos cultivos. O objetivo da pesquisa é propor um protocolo de identificação das reais causas de perdas na lavoura utilizando imagens aéreas adquiridas por sensores remotos multiespectrais e termal de alta resolução embarcados em VANT. A pesquisa será realizada em áreas cultivadas com banana, maçã e mandioca, culturas com expressão em Santa Catarina, mas que apresentam fatores limitantes ao cultivo e que podem ser melhor monitoradas com as técnicas apresentadas nessa proposta. Como impacto da aplicação desta proposta espera-se padronizar e otimizar o processo de acompanhamento e vistoria de lavouras.
  • Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Cristina Santos Sotomaior

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • validação de protocolos para o tratamento seletivo direcionado (tsd) de parasitos gastrintestinais de ovinos
  • Em função do uso excessivo de tratamentos anti-helmínticos, a sustentabilidade dos sistemas de produção de ovinos está ameaçada pela resistência anti-helmíntica. Dentre as alternativas de controle da verminose gastrintestinal que possibilitam a diminuição do uso de anti-helmínticos, destaca-se o tratamento seletivo direcionado (TSD), que consiste em selecionar e tratar apenas os indivíduos que realmente necessitam de tratamento anti-helmíntico, ao invés de tratar simultaneamente todos os animais de um mesmo lote ou rebanho. A vantagem do TSD é preservar a refugia, parte da população de parasitos que não está exposta à seleção para resistência. O desafio de implementar o TSD é saber identificar, no momento correto, apenas os animais que necessitam de tratamento, pois os critérios podem variar dependendo de vários fatores como: idade e categoria dos animais, sistema de produção, clima, intervalo entre avaliações. Atualmente, os critérios mais utilizados para tratamento seletivo dos rebanhos são indicadores de parasitismo clínico, como anemia (método FAMACHA©), emagrecimento (escore de condição corporal), diarreia, ou dados de produtividade (ganho de peso ou produção de leite). Como a implementação do TSD em rebanhos comerciais depende da facilidade e eficiência dos critérios de tratamento utilizados, somente protocolos bem estabelecidos e validados devem ser indicados como base para o TSD. Para tanto, serão padronizados protocolos previamente definidos pela equipe, em análises experimentais e avaliando um banco de dados. A posterior validação destes protocolos em propriedades comerciais permitirá sua utilização pelos produtores de ovinos. Com a utilização de protocolos validados de TSD, será possível diminuir o uso de anti-helmínticos, diminuindo o custo de produção e, principalmente, preservando a ação dos princípios ativos. O TSD auxilia na viabilização de uma ovinocultura produtiva, porém sustentável.
  • Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PR - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Cristina Teodoro

Ciências Humanas

Educação
  • epistemologias e pensamento negro no brasil: interrogações para a infância, a criança negra e a educação infantil
  • A proposta apresentada se insere no campo que busca analisar os impactos gerados pela colonização em distintas sociedades, principalmente a racialização e, as respostas e estratégias coletivas baseadas em uma perspectiva do transnacionalismo negro. Tal estratégia resultou na construção intranacional de ações de preservação da vida e de aquisição do direito a ter direitos e em uma narrativa comum que articulou, ao mesmo tempo, a experiência de negação da humanidade e a discriminação racial de que africanos e seus descendentes eram alvos em contextos nacionais distintos. Tais características são consolidadas a partir do período da modernidade, em que ocorreu a construção do “negro” e, também, o aparato discursivo em torno de uma infância abstrata, universal e que desconsidera os determinantes da estrutura social. Assim, no contexto brasileiro, resultado de um processo de colonização e produção de saberes e conhecimentos eurocêntricos, o projeto objetiva, em sua primeira fase, realizar uma releitura acerca da presença e dos conceitos de infância e criança negra nas produções de intelectuais negros/as ao longo do século XX e XXI, contemplando o projeto e implementação da democracia racial, o desenvolvimento do Projeto UNESCO no Brasil, o surgimento do movimento negro organizado e o processo de redemocratização do país. O levantamento bibliográfico e a análise documental de diferentes artefatos (jornais, produções acadêmicas, entrevistas, projetos de Lei, entre outros), permitirão outras interpretações sobre a infância e a criança negra, distintas daquelas que pautam o imaginário coletivo, associando as mesmas à falta, a delinquência e a criminalidade. Ou seja, permitirá reconstituir a dignidade e a humanidade e o direito de serem crianças. Possibilitará analisar a presença desse imaginário nos documentos que deram base as primeiras produções sobre Educação Infantil, a partir de 1990 e às DCNEI. A segunda fase contemplará: sistematização, organização e disponibilização.
  • Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira - CE - Brasil
  • 07/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Cristine Gorski Severo

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • oralidades, multilinguismos e letramentos políticos: diálogos com a educação
  • Este projeto propõe um diálogo entre as políticas linguísticas e a esfera educacional no que tange a quatro elementos interligados: formação de professores para a diversidade linguístico-cultural, conceitos de língua e oralidade, propostas de educação multilíngue/bilíngue e letramentos políticos para direitos humanos e linguísticos. Buscamos uma abordagem sensível às realidades locais, criando, em parceria com agentes locais e comunidades, projetos que reconheçam a pluralidade linguística, em diálogo com discursos e práticas institucionalizados. Reconhecemos o papel que a educação escolar desempenha na legitimação institucional de uma língua, daí a importância das políticas linguísticas educacionais. Os eixos temáticos que integram este projeto incluem: educação bilíngue e multilíngue (Brasil, Angola e Moçambique), educação intercultural indígena no contexto brasileiro, educação para os direitos humanos e direitos linguísticos, educação para a igualdade de gênero, educação antirracista, educação inclusiva, ensino de português como língua de acolhimento para imigrantes e refugiados no Brasil, EJA e ensino de português como língua intercultural no âmbito da internacionalização. Esses eixos são representados por pesquisadores/estudantes de pós-graduação de diferentes instituições brasileiras e internacionais, integrando uma rede de pesquisa e compartilhamento de saberes e experiências voltada para a área de políticas linguísticas educacionais. O projeto responde às demandas legais das normativas educacionais internacionais, nacionais e estaduais, políticas de inclusão, ações afirmativas e respeito à diversidade na esfera escolar, com atenção ao papel de professores de língua portuguesa nessa políticas. Registre-se que integram o projeto os membros do grupo de pesquisa Políticas Linguísticas Criticas e Direitos Linguísticos (https://politicaslinguisticas.paginas.ufsc.br/), em parceria com outros grupos/pesquisadores.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 23/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Cristoforo Scavone

Ciências Biológicas

Farmacologia
  • estudo da atividade imunomoduladore e neuroprotetora de novos esteróides cardiotônicos em modelos in vitro e in vivo.
  • s esteroides cardiotônicos (CTS) são potenciais drogas capazes de interagir com a Na+,K+-ATPase e ativar as vias de sinalização envolvidas na sobrevivência celular. Esta enzima é responsável pelo principal transporte iônico do cérebro, mantendo as condições intracelulares ideais. A Ouabaína (OUA) é um dos CTS mais estudados no SNC, onde tem se observado a sua capacidade em reduzir a neuroinflamação induzida por LPS via inibição da ativação do fator nuclear NFKB levando a uma redução de citocinas pro-inflamatórias tais como, IL-1Beta; e TNF-alfa;. Ademais, estudos tem observado que a OUA tem a capacidade de modular o sistema imune, reduzido a inflamação periférica. Interessantemente, trabalhos recentes realizados por nosso grupo com o 21-BD, derivado sintéticos da digoxina, demonstraram em baixas doses e concentrações um efeito anti-inflamatório e neuroprotetor em modelos in vivo e in vitro. A inovação tecnológica tem sido um importante fator na competitividade entre países, diante disso, torna-se importante a busca por novas moléculas sintéticas bioativas que poderão favorecer a descoberta de novos fármacos que poderão ser utilizados para o tratamento de doenças neurodegenerativas e inflamações, neste contexto, os estudos realizados pelo nosso grupo tem demonstrado um importante efeito anti-inflamatório, neuroprotetor e anti-câncer dos derivados CTS. Este projeto busca investigar os efeitos biológicos de novos derivados cardiotônicos o que irá contribuir para a descoberta de novos agentes terapêuticos para doenças neurodegenerativas e neuropsiquiátricas. Além disso, esta proposta busca estreitar colaborações que já estão em andamento, envolvendo pós-graduandos, estudantes de iniciação científica e pós-doutorados entre as Universidades Federais do Rio de Janeiro, Goiás, São João del-Rei, Paraíba), e a Universidade de São Paulo, bem como com grupos internacionais que participaram dos nossos últimos 5 simpósios internacionais realizados no Brazil.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Cristovam Wanderley Picanço Diniz

Ciências Biológicas

Morfologia
  • tolerância e resistência às infecções virais em aves migratórias e morcegos: mecanismos celulares e moleculares
  • Para antecipar pandemias virais, a reconstrucao do viroma nas principais espécies hospedeiras é uma necessidade urgente, particularmente em aves migratórias e morcegos que contribuem para a dispersão de uma variedade de espécies de vírus de interesse epidemiológico. Pretende-se aqui realizar uma análise comparativa do viroma encontrado em aves migratórias e morcegos capturados na costa de Bragança (Pará, Brasil) para identificar as espécies que carregam vírus com potencial patogenico. Além disso, iremos identificar as espécies de aves e morcegos que são alvos de mosquitos (espécies) hematófagos de áreas de manguezais, que carregam esses vírus e podem atuar como vetores para transmiti-los a mamíferos hospedeiros. Ao fazer isso, identificaremos potenciais hospedeiros de vírus nos quais o mosquito fez a última refeição de sangue. Após reconstruir o ciclo enzoótico, prosseguiremos em busca dos mecanismos pelos quais as aves limícolas e os morcegos são aparentemente portadores livres de sintomas. A partir das sequências de viroma coletadas de aves migratórias e morcegos do manguezal de Bragança, construiremos um banco de dados contendo as informações moleculares que serao usadas para desenvolveremos ensaios moleculares rápidos para identificar as diferentes cepas de espécies virais de interesse epidemiológico. Finalmente, avaliaremos a expressão gênica diferencial relacionada ao dano e à resposta ao estresse de células PBMC associadas a cada infecção por vírus como um ponto de partida para compreender os mecanismos subjacentes de tolerância a doenças, fatores epigenéticos e resposta imune. Indivíduos infectados e não infectados terão sua expressão gênica de PBMC comparada por meio de análise transcriptômica e avaliação quantitativa da metilação dos dinucleotídeos CpG e RT-PCR de amostras de sangue. Uma vez reunidos esses dados, uma visão mais precisa da disseminação do vírus, possibilitara o preparo de intervenções preventivas com base em evidencias.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Crystian Bitencourt Soares de Oliveira

Ciências da Saúde

Medicina
  • o papel dos imunobiológicos no tratamento da espondilolite anquilosante: uma revisão sistemática com meta-análise e avaliação do impacto orçamentário
  • A espondilolite anquilosante é uma condição impactante podendo reduzir a capacidade de trabalho e acarretar em consequências psicológicas e econômicas para esses indivíduos e para os sistemas de saúde. Para tratamento, os imunobiológicos recomendados pelas diretrizes de tratamento da espondilolite anquilosante incluem os inibidores de TNF alfa e inibidores de IL-17. Algumas revisões sistemáticas foram publicadas investigando a eficácia e segurança dos imunobiológicos para o tratamento da espondilolite anquilosante. Contudo, a qualidade da evidência pode ser interpretada que futuros estudos adicionais podem alterar as estimativas de efeitos encontradas. Além disso, é do nosso conhecimento que outros ensaios clínicos randomizados investigando a eficácia de imunobiológicos foram conduzidos após essas revisões o que poderia alterar os achados. Portanto, o objetivo será determinar a eficácia, segurança, aderência e impacto orçamentários dos medicamentos imunobiológicos (golimumabe, infliximabe, etanercepte, adalimumabe, certolizumabe pegol, secuquinumabeos) para a espondilolite anquilosante afim de auxiliar os médicos na melhor tomada de decisão clínica, além de melhorar a qualidade de vida das pessoas com espondilolite anquilosante. Considerando as revisões sistemáticas no tópico, espera-se que os imunobiológicos sejam eficazes para melhora dos desfechos importantes para essa popopulação. Além disso, com a inclusão dos estudos adicionais, espera-se uma maior certeza na evidência acerca da redução do processo inflamatório e segurança, assim como, uma determinação precisa dos custos diretos atribuídos ao uso desses medicamentose a possibilidade alteração das diretrizes de tratamento para redução dos custos. Para determinar a eficácia, segurança e adêrência será conduzida uma revisão sistemática com meta-análise. Além disso, será realizada uma avaliação do impacto orçamentário para analisar os custos diretos desses medicamentos no SUS.
  • Universidade do Oeste Paulista - SP - Brasil
  • 06/12/2021-31/12/2022
Foto de perfil

Cybelle Salvador Miranda

Ciências Sociais Aplicadas

Arquitetura e Urbanismo
  • arquitetura hospitalar: paradigmas para sustentabilidade e humanização na contemporaneidade pós-pandêmica
  • A pesquisa tem por meta analisar as arquiteturas de 4 hospitais construídos na primeira metade do século XX, situados em capitais das regiões Norte e Sul do Brasil, a fim de indicar aspectos de organização de ambientes e elementos construtivos que possam vir a ser utilizados como paradigmas para a proposição de hospitais contemporâneos, tendo em conta as condições de humanização e qualidade ambiental requeridas em tempos pós-pandêmicos. Fundamenta-se em evidências resultantes de pesquisas anteriores, e visa dar respostas às discussões propostas por Miranda e Monteiro (2018) no Simpósio Preservar, modernizar e renovar os hospitais – quais os caminhos? durante o V Encontro da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo. Dentre estas, destacam-se a definição de quais estruturas arquitetônicas devem ser mantidas, a fim de preservar a identidade do hospital e como a atuação dos Arquitetos deve contribuir para a compreensão do edifício hospitalar em suas múltiplas dimensões: material, temporal e cultural. A fim de responder a estas demandas, optou-se pela concepção de indicadores ambientais e de percepção que será atingida por meio de estratégica combinada, envolvendo análises de circulação de ar e insolação via softwares e da sondagem da percepção de usuários por meio do cruzamento entre etnografia rápida e percepção ambiental. Considerando a permanência desses espaços de saúde na assistência aos usuários, sua capacidade de adaptação às novas tecnologias de diagnóstico e tratamento e a durabilidade de suas estruturas, presume-se a existência de requisitos projetuais e construtivos que mereçam ser preservados e, a partir deste mapeamento, serem indicados como paradigmas para a concepção de projetos de edifícios hospitalares na contemporaneidade. Diante dos desafios apresentados pela pandemia de COVID 19, faz-se necessário conceber espaços que favoreçam o bem-estar psíquico de pacientes, profissionais de saúde e pessoal de apoio.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Dachamir Hotza

Engenharias

Engenharia Química
  • tratamento de água impactada por drenagem ácida de mina e produção simultânea de energia por células de combustível microbianas baseadas em celulose bacteriana
  • A Drenagem Ácida de Mina (DAM) é um problema ambiental, mundialmente conhecido, que apresenta efluentes com pH extremamente baixo (<4), alto teor de metais pesados (Zn, Fe, Al, Mn, Cu, Cd), elevada concentração de sulfatos e alta toxicidade e que impacta diversos ambientes aquáticos como rios e lagoas. Este projeto visa empregar um método de tratamento de DAM, biotecnologicamente viável e de menor custo, através da construção de Células Combustíveis Microbiológicas (CCM), que além de apresentar-se como uma alternativa inovadora e promissora para o tratamento de efluentes, paralelamente, gera energia pela atividade metabólica dos microrganismos, tornando-se autossustentáveis. Neste estudo serão avaliadas a elevação de pH e a redução de sulfato e de metais pesados em CCM de câmara dupla, assim como a geração de corrente produzida pelas reações biológicas e oxidação-redução. Finalmente, será realizada a produção e funcionalização de membranas celulose bacteriana, a fim de torná-la útil para a aplicação como membrana trocadora de prótons eletroquimicamente eficientes e de menor custo, o que será útil na aplicação tanto de células a combustível, quanto em CCM. Os resultados esperados implicarão em minimização de impactos ambientais da mineração, diminuição dos custos da tecnologia de células a combustível e de produção de energia, assim como na formação de recursos humanos.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 22/12/2020-31/12/2022
Foto de perfil

Dachamir Hotza

Ciências da Saúde

Medicina
  • consolidação do laboratório interdisciplinar para o desenvolvimento de nanoestruturas (linden/ufsc)
  • O Laboratório Interdisciplinar para o Desenvolvimento de Nanoestruturas da Universidade Federal de Santa Catarina (LINDEN/UFSC), criado em 27/06/2013, é um dos 18 Laboratórios Associados ao Sistema Nacional de Laboratórios em Nanotecnologias – SisNANO, vinculado originalmente ao Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI, hoje MCTIC). Trata-se do único laboratório do SisNANO no Estado de Santa Catarina, sendo um dos três da Região Sul do país. Em cerca de 6 anos de existência, o LINDEN já conquistou posição de destaque em relação a outros laboratórios de nanotecnologia brasileiros. Em particular, devem ser mencionados os seguintes projetos e ações, em andamento ou concluídos, com afinidade a esta proposta: -Credenciamento nas redes de Nanomateriais/Nanocompósitos e Nanodisposítivos/Nanossensores do programa SIBRATEC Nano, vinculado ao MCTIC, para ações cooperativas entre ICT e empresas. -Aprovação de 4 projetos junto ao programa SIBRATEC Nano, com parcerias de empresas fabricantes ou usuárias de nanotecnologia do Estado de Santa Catarina, respectivamente com as parcerias de TNS (2 projetos), T-COTA e EMBRACO. , -Processo de acreditação junto ao INMETRO de medição de tamanho de partícula na faixa nanométrica pela técnica DLS, através do programa MODERNIT; dos 26 laboratórios integrantes do SisNANO apenas 9 se habilitaram a realizar este processo seguindo a norma ISO 17025; para a técnica DLS, apenas 3 em todo o Brasil. -Projeto de cooperação internacional com o National Engineering Research Center for Nanotechnology (NERCN), da China, um instituto de nanotecnologia de referência mundial. -Projeto de cooperação internacional com o International Iberian Nanotechnology Laboratory, localizado em Braga, Portugal, um instituto de caráter multiusuário com financiamento da EU e apoio da ONU. -Reconhecimento do mérito da proposta INCT, intitulada Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Sistemas Nano e Microparticulados (INCT-Sinm) Assim, para que haja continuidade das ações empreendidas até o momento, e que se justifiquem os investimentos em formação de pessoas, além da infraestrutura de equipamentos, é essencial o suporte financeiro das agências e o apoio institucional da UFSC.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/12/2019-31/12/2023
Foto de perfil

Dagoberto Brandão Santos

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • efeito de tratamentos termomecânicos realizados entre 400ºc a 1100ºc no comportamento mecânico e de corrosão de aços inoxidáveis duplex padrão e lean com a ênfase na formação da martensita induzida por deformação e sua reversão para austenita
  • Os aços inoxidáveis duplex apresentam uma microestrutura formada por quantidades aproximadamente iguais de austenita e ferrita, obtidas através do processamento termomecânico da liga com um balanço adequado de elementos alfagênicos e gamagênicos. Estes aços são tipicamente ligas Cr (20 a 30%) – Ni (5 a 10%), com teores muito baixos de carbono (menores do que 0,03%) e podem ter adições de nitrogênio, molibdênio, tungstênio e cobre. Por terem quantidades mais reduzidas de níquel, o custo dos aços inoxidáveis duplex pode ser inferior ao dos austeníticos, particularmente em suas variedades com teores ainda mais reduzidos de molibdênio e níquel, os chamados aços inoxidáveis “lean” duplex. Esta proposta de pesquisa relaciona-se ao entendimento da evolução da textura em aços inoxidáveis duplex após as etapas de laminação a quente, a frio e recozimento. Será caracterizada a microestrutura via: microscopia óptica, eletrônica de varredura, eletrônica de transmissão, análise da textura cristalográfica por difração de elétrons retroespalhados (EBSD) e ensaios mecânicos de tração e dureza. São também objetivos do trabalho a análise e correlação do comportamento mecânico com a microestrutura pela metodologia de Jaoul-Crussard e Hollomon. O projeto também compreende o estudo quantitativo das condições de formação de fases intermetálicas deletérias e sua influência no comportamento mecânico e resistência à corrosão dos aços inoxidáveis duplex em tela. Finalmente, serão avaliadas as condições da transformação de fases induzida por deformação, ou seja, a formação de martensita por deformação plástica a partir da austenita, bem como a reversão dessa para austenita em recozimentos realizados em baixa temperatura. Aqui, busca-se a formação de uma microestrutura nanoestruturada. A avaliação quantitativa do comportamento eletroquímico é ainda muito pouco explorada quando se aplica tratamentos térmicos em temperaturas tão baixas para os aços inoxidáveis, isto é, entre 400 e 900ºC.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Daiana Travassos Alves

Ciências Humanas

Arqueologia
  • florestas culturais e territorialidades no litoral amazônico pré-colonial
  • As interações com o mundo vegetal são intrínsecas às sociedades humanas, como matéria-prima, alimento e medicina para o corpo e a mente, cujo conhecimento ancestral sobre seus usos é legado via oralidade ou escrita. Para a Amazônia, estima-se que parte desse conhecimento perdeu-se com os extermínios de populações nativas, pelos europeus a partir do século XVI. Todavia, microfósseis de plantas e restos humanos repousam no solo como testemunhos silenciosos dessa relação milenar entre a humanidade e o mundo vegetal. A arqueobotânica busca entender as interações humano-ambientais no passado, estudando microfósseis botânicos; As planícies aluviais da Amazônia Atlântica são cobertas pelos maiores manguezais do mundo, onde sambaquis datados de 6.000 a 1000 anos surgiram nas paisagens. As ocupações costeiras eram diversas e de longa duração, o litoral era densamente povoado por grandes comunidades regionais. Isto posto, este projeto investigará a relação entre a territorialidade dessas comunidades e o manejo de plantas, integrando análises arqueobotânicas, bioarqueológicas e geoarqueológicas em amostras provenientes de sambaquis. Os estudos arqueobotânicos propiciaram dados sobre o ambiente no passado, estratégias de subsistência e seu legado nas paisagens amazônicas (i.e. florestas culturais), mas como a territorialidade se articula com essas paisagens herdadas resta em aberto. A metodologia desta proposta combina análises laboratoriais à compilação de dados arqueológicos e paleoambientais da área estudada. O cruzamento desses dados permitirá: a identificação dos padrões de assentamento e possíveis alterações em eventos de mudança climática; caracterizar práticas de uso da terra, acessando primeiramente as variabilidades internas dos sítios arqueológicos e depois em escalas regionais; e registrar os impactos na vegetação no entorno, como o favorecimento de plantas úteis, seu impacto na alimentação e na formação de florestas culturais.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Daielly Melina Nassif Mantovani

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • dados abertos e saúde pública: algoritmos para identificação de risco, doenças e otimização de recursos buscando apoiar o alcance do ods 3 (objetivo de desenvolvimento sustentável - saúde e bem estar)
  • No contexto da gestão pública, embora os dados gerados pela internet, bigdata, possam ser utilizados para se identificar problemas e questões da população, há uma pressão para a coleta e divulgação de dados oficiais dando transparência à gestão. No que tange à área da saúde, modelos de inteligência artificial e machine learning podem e têm sido aplicados aos dados abertos com objetivo de compreender melhor a incidência de doenças ou prever a ocorrência delas. Contudo, podem ser aplicados também com objetivo de melhorar a eficiência da gestão da saúde pública. Em complemento, o ODS3 da agenda 2030 propõe garantir acesso à saúde e promover o bem-estar, o que traz oportunidade de se criar sistemas universais de monitoramento e alerta em saúde. O sistema de saúde pública tradicional no mundo todo foi planejado para cenários de estabilidade, com os recursos sendo alocados de acordo com a quantidade de leitos, médicos e tamanho da população. A pandemia da COVID-19 deixou claro que a demanda por serviços de saúde pode se tornar imprevisível, o que fortalece a relevância de se construir modelos e métodos capazes de antecipar tendências. Assim o projeto busca desenvolver modelos de machine learning usando dados abertos da saúde pública do Brasil, Malásia e países da ASEAN, todos países em desenvolvimento. Os modelos desenvolvidos no projeto devem 1) oferecer um panorama atual acerca do desempenho dos países estudados nas metas do ODS 3, 2) servir de ferramenta a ser implantada pela gestão pública na gestão desses dados, 3) oferecer informações relevantes sobre lacunas que careçam de novas políticas públicas, 4) apontar lacunas em termos de dados coletados pelo sistema de saúde. O estudo apresenta quatro etapas: revisão sistemática de literatura; levantamento, coleta e armazenamento de dados abertos dos países estudados; modelagem com base nas diretrizes do ODS 3 e análise comparativa entre os países à luz da literatura; construir dashboard para uso de gestores públicos.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 05/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Daise Aparecida Rossi

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • microevolução e nanocontrole da resistência antimicrobiana em biofilmes simples e mistos de bactérias que comprometem a inocuidade alimentar
  • Biofilmes são de grande importância para a indústria de alimentos, pois podem resultar em prejuízos para a saúde pública e para a economia. O problema amplia-se quando envolve patógenos resistentes a antibióticos, caráter adquirido muitas vezes por mecanismos de recombinação gênica, que é o principal motor da evolução bacteriana. A recombinação gênica é dependente de fatores intrínsecos e extrínsecos à bactéria, sendo os biofilmes considerados pontos quentes para estes eventos. Pretendemos verificar as taxas de recombinação para aquisição de genes de resistência a dois antibióticos e verificar a eficiência do nanocontrole (carreadores de lipídeos nanoestruturados e nanopartículas de cobre). A hipótese deste estudo é sustentada na rápida realização de processos de recombinação gênica em biofilmes sob condições que simulam o ambiente industrial e fundamentada na nanotecnologia como proposta mitigadora. Biofilmes simples e mistos compõem quase 90% da população bacteriana do ambiente, são disseminadores de patógenos e são resistentes a processos de higienização pela proteção conferida pela matriz. A proximidade da forma séssil pode favorecer as trocas gênicas e a alta penetrabilidade das nanomoléculas as elegem como alternativa promissora e sustentável no controle. Para avaliar a frequência de transformação e conjugação, Salmonella, E. coli e C. jejuni livres e sésseis (biofilmes simples e mistos) negativas para os plasmídeos blaTEM e mcr-1 serão tratadas, respectivamente, com os plasmídeos isolados e co-inoculadas com E. coli K12 e DH5alfa (positivas para ambos os genes) para avaliação fenotípica e genotípica (PCR e sequenciamento) da efetivação dos processos de recombinação. A utilização paralela de soro de leite/chicken juice e nanocompostos permitirá a verificação do efeito amplificador e inibidor. A análise de imagem em microscopia de varredura permitirá caracterizar a ultraestrutura séssil presente nos biofilmes.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Daisy Crispim Moreira

Ciências Biológicas

Genética
  • avaliação de novas metodologias no prognóstico da doença renal do diabete melito e mecanismos patogênicos da sarcopenia
  • As complicações do diabete melito (DM) estão associadas à piora da qualidade de vida, gerando altos custos para a saúde pública. A doença renal do diabetes (DRD) e a sarcopenia (perda de massa muscular associada ao aumento de mortalidade) podem levar à diálise e incapacidade para deambulação, respectivamente. Estudos recentes ainda inconclusivos sugerem o envolvimento de fatores epigenéticos, como os microRNAs e RNAs não-codificantes longos (LncRNAs), no desenvolvimento e progressão da DRD. Já os mecanismos associados à sarcopenia são pouco conhecidos, mas sabe-se que o metabolismo dos hormônios tireodianos (HT), é fundamental para a atividade normal do músculo, podendo portanto estar alterado na sarcopenia. Este projeto objetiva investigar a associação do perfil de microRNAs e LncRNAs no desenvolvimento ou progressão da DRD. Iremos também investigar alterações nas vias de regulação dos HT que possam estar implicadas na sarcopenia, como disfunção nas desiodases tipos 2 e 3, miR-29c e estresse do reticulo endoplasmático. Assim, compararemos a expressão do miRNoma urinário (todos os miRNAs conhecidos) e alguns LncRNAs candidatos entre pacientes diabéticos sem DRD (controles) e com DRD divididos em progressores e não-progressores para perda da função renal. Também analisaremos o musculo doente de forma tridimensional com RNAscope, identificando os marcadores de dano celular e morfológico, os associando com estresse oxidativo e de retículo endoplasmático que sabidamente afetam o metabolismo dos HT. Estudaremos também a expressão de atrogin1, MuRF1 e HDCA4 na fibra muscular e sua resposta ao miR-29c na recuperação muscular. Pretendemos desenvolver marcadores de identificação precoce de pacientes com risco para DRD. A determinação de mecanismos envolvidos na sarcopenia indicará formas de prevenção e tratamento para a recuperação do musculo. Temos expectativa de que os resultados gerados contribuirão para novas estratégias de tratamento das doenças em estudo.
  • Hospital de Clínicas de Porto Alegre - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Dan Marchesin

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • análise matemática de escoamentos complexos de fluidos multifásicos no pré-sal brasileiro visando recuperação de petróleo e sequestro de dióxido de carbono.
  • O pré-sal brasileiro oferece um petróleo leve de alta qualidade bem como um local seguro para armazenamento de dióxido de carbono. Tem sido de grande interesse o estudo de estratégias para aumentar a produção de petróleo e/ou maximizar a quantidade de dióxido de carbono armazenada nesses reservatórios de elevada espessura - a maior entre as conhecidas no planeta. Isso pode ser feito por meio de uma modelagem adequada que embasa simulações numéricas, ou através do estudo de soluções fundamentais dos modelos das leis de conservação que descrevem estes fenômenos. A análise desta proposta é baseada na aplicação da teoria das leis de conservação, teoria das bifurcações e métodos numéricos. Ressaltamos que a teoria nova de leis de conservação é um dos produtos desse tipo de atividade. Outro produto esperado é o desenvolvimento de simuladores particularmente adequados para este tipo de modelo. A comparação entre as simulações e as soluções fundamentais oferece embasamento e validação para ambos. Devido a grande profundidade dos reservatórios do pré-sal, deve ser investigado em nossas aplicações o escoamento vertical levando em conta a geometria desses meios. Nosso grupo já tem experiência reconhecida em encontrar e analisar soluções de problema de Riemann com escoamentos horizontais e verticais em meios porosos. Entre outras possibilidades, resultados prévios apontam que o uso de espumas de dióxido de carbono pode ajudar no controle de efeitos gravitacionais indesejados. Nosso grupo é líder no desenvolvimento e no uso de software interativo (ELI) para obtenção das soluções fundamentais de problemas de Riemann que descrevem escoamentos complexos em meios porosos. A nossa metodologia combina a utilização desse software com a Análise Matemática (incluindo EDPs, EDOs, técnicas de sistemas dinâmicos) para validação das soluções obtidas. Este projeto apoia uma forte colaboração entre o reconhecido laboratório FLUID/IMPA e o emergente laboratório LAMAP/UFJF.
  • Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada - RJ - Brasil
  • 09/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Daniel Abreu de Azevedo

Ciências Humanas

Geografia
  • geografia eleitoral da representação de minorias étnico-raciais na américa latina: representação-espelho?
  • A representação política das minorias é um tema importante para a democracia, seja nas pesquisas institucionalistas mais clássicas, seja nas discussões contemporâneas sobre movimentos sociais. Cresce a ideia da necessidade de os representantes serem espelhos sociológicos da população (representação-espelho), tornando, a eleição em 2020 no Brasil aquela de maior quantidade de candidatos e eleitos negros e mulheres na história, junto à aplicação de novas regras eleitorais, como a separação de recursos exclusivos para essas candidaturas. Fenômeno similar ocorre na Costa Rica com migrantes e negros, e no México com a população indígena, refletindo suas particularidades locais. Fundando um laboratório de pesquisa na Universidade de Brasília, a pesquisa busca identificar se o crescimento do movimento étnico-racial conformou uma representação-espelho em três importantes países latino-americanos, estabelecendo uma específica espacialidade do voto e condicionando campanhas eleitorais e práticas dos eleitos nas Assembleias Legislativas. A hipótese é que a representação-espelho parte de uma particular lógica espacial do voto, afetando a atuação parlamentar e suas estratégias eleitorais, já que a literatura aponta como atores políticos agem diferentemente segundo a distribuição espacial de seus eleitores. A metodologia possui três etapas: a primeira, quantitativa, mapeará o voto dos candidatos em São Paulo e Rio de Janeiro, as duas capitais com maior número de negros eleitos no país em 2020 em comparação com eleições anteriores, traçando correlações estatísticas espaciais; segundo, uma pesquisa qualitativa com os candidatos-espelho eleitos será realizada, com acompanhamento da atuação parlamentar; terceiro, com a rede internacional na Costa Rica e no México e as pesquisas também realizadas em San José e Cidade do México, será feita uma análise comparativa para uma reflexão conjunta sobre o problema.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 08/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Daniel Antunes Maciel Villela

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • análise quantitativa da pandemia covid-19 em múltiplos níveis: abordagens em modelagem matemática
  • A pandemia COVID-19 tem um impacto massivo na população brasileira e de outros países, como os BRICS. Muitas questões de pesquisa para controlar a transmissão ou mesmo mitigar estes impactos trazem variáveis desconhecidas, como exemplo nível de imunidade da população e impacto de vacina. Ao mesmo tempo, importantes questões já vem sendo abordadas como os seus efeitos em populações vulneráveis. Dada a complexidade e amplitude dos temas e caráter, a modelagem matemática é uma ferramenta complementar a várias abordagens para avaliar cenários epidemiológicos. A metodologia envolve utilização de modelos compartimentais, uso de inferência estatística e modelos espaço-temporais para descrever vários aspectos e avaliar hipóteses. Como parte da colaboração, serão tratados temas como aprendizado de máquina, Inteligência Artificial e modelagem baseada em agentes para respostas mais robustas. Os resultados esperados incluem análises quantitativas dos cenários epidemiológicos utilizando-se intervenções não-farmacológicas, avaliação de imunidade, dados de inquéritos sorológicos, e dados de estudos vacinais.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 29/01/2021-31/01/2023