Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Tales Alexandre da Costa e Silva

Engenharias

Engenharia Química
  • bioprospecção e engenharia de l-asparaginases microbianas: desenvolvimento de um biofármaco mais eficaz contra leucemia linfoide aguda
  • A L-asparaginase catalisa a hidrólise de L-asparagina em ácido L-aspártico e amônia. Atualmente, as enzimas de Escherichia coli nas formas L-asparaginase nativa e peguilada, assim como a L-asparaginase de Erwinia chrysanthemi são usadas no tratamento da leucemia linfoide aguda (LLA). No entanto, dois efeitos colaterais principais têm sido relacionados à atividade dessa enzima: neurotoxicidade e produção de anticorpos (hipersensibilidade), fatos que diminuem a eficácia do medicamento ao longo do tempo. Entretanto, essas reações de hipersensibilidade observadas com as L-asparaginases bacterianas podem não ser tão pronunciadas com homólogos de fungos, seres eucariotos, dado o parentesco evolutivo dos mesmos e os animais, como revelam estudos filogenéticos moleculares. A grande quantidade de biomas do Brasil poderia proporcionar fungos filamentosos com seletividade à L-asparagina (pouca neurotoxicidade) e motivos substitutos adequados com diferentes epítopos estruturais (baixa hipersensibilidade). Somado a isso, há o fato de que diversos estudos de engenharia racional de proteínas têm sido realizados com o intuito de melhorar a atividade das L-asparaginases bacterianas como: reduzir a atividade de L-glutaminase, diminuir a imunogenicidade da enzima, aumentar a termoestabilidade e a resistência frente às proteases humanas. Portanto, esse trabalho tem como objetivo principal a obtenção de novas L-asparaginases, por vias natural e sintética, que apresentem características bioquímicas e cinéticas mais adequadas ao tratamento da LLA. Pela via natural será testada a produção endógena da enzima através da utilização de fungos filamentosos isolados de diversos biomas brasileiros como a Caatinga e Cerrado. Enquanto que pela via sintética serão realizadas mutações sítio dirigidas na sequência de aminoácidos da L-asparaginase II de Escherichia coli - EcA II – codificada pelo gene ansB. As L-asparaginases produzidas pelas duas vias serão caracterizadas quanto às atividades e cinéticas L-asparaginásica e L-glutaminásica e quanto à resistência frente à atividade proteolítica das proteases humanas AEP e CTSB. Por fim, aquelas que se apresentarem como melhores candidatas a biofármaco serão utilizadas nos ensaios de citotoxicidade. Previamente, cerca de 200 fungos filamentosos, de diferentes locais do Brasil, foram utilizados no processo de seleção dos produtores de L-asparaginase. Entre os micro-organismos avaliados, 18 fungos foram capazes de produzir a enzima, com destaque para o fungo Aspergillus terreus VSP-44 que produziu 7,1 U.g-1. As L-asparaginases produzidas apresentaram alta seletividade contra a atividade de glutaminase, podendo apresentar menor toxicidade para o uso clínico.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Tales Bohrer Lobosco Gonzaga de Oliveira

Ciências Sociais Aplicadas

Arquitetura e Urbanismo
  • ferramentas de realidade virtual em arquitetura: processo de projeto e materialidade
  • As ferramentas digitais de projeto se organizaram inicialmente a partir da formulação de um suporte computacional que simulava os procedimentos tradicionais. Entretanto logo evoluíram para um repertório próprio de relações, interações e procedimentos projetuais que se tornaram generativos e paramétricos. Os ganhos trazidos pelas ferramentas digitais são inegáveis, entretanto neste processo o arquiteto deixou de lidar com a forma produzida para se relacionar com parâmetros numéricos e interações matemáticas. Em um processo digital, as relações cognitivas e intuitivas do projeto dão lugar a uma formulação e implementação de relações formalizadas e objetivas. Logo, os processos projetuais se distanciaram da materialidade e das relações cognitivas e gestuais que estruturavam os procedimentos projetuais tradicionais. Assim, esta proposta pretende, através da criação de plataformas e procedimentos imersivos em realidade virtual, o desenvolvimento de processos projetuais digitais, que, ao mesmo tempo, permitam o regate do gesto e da interação do arquiteto com a forma final projetada. Adicionalmente buscamos as possibilidades de interação efetiva e colaborativa entre os diferentes suportes projetuais, seja através do intercâmbio digital (softwares tradicionais - RV), por mecanismos de importação e adaptação, ou, através do intercâmbio entre plataformas (digital – manual) utilizando o escaneamento fotográfico 3D e a prototipagem rápida como interfaces. Assim, buscamos através da elaboração e discussão de procedimentos integrados de projetação e ensino de projeto, visando resgatar a materialidade, a gestualidade e a cognição tradicionalmente existentes nesses processos. De modo a sermos capazes de propor ferramentas e procedimentos em arquitetura e urbanismo que sejam imersivos, com visualização em tempo real, capazes de trabalhar com escalas múltiplas, colaborativos e capazes de promover as integrações manual-digital e simulação-materialidade.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Tales Cleber Pimenta

Outra

Microeletrônica
  • sistema integrado de aquisição de sinais de eletroencefalografia
  • Nos equipamentos de EEG tradicionais, os eletrodos são posicionados na cabeça do paciente, e por meio de cabos os sinais são levados até os amplificadores, que se encontram no equipamento de registro EEG. Esses cabos podem funcionar como antenas para captar todos os tipos de interferências do ambiente hospitalar. Tendo em vista que as amplitudes dos sinais de EEG captados pelos eletrodos estão entre 1 e 100μV, quaisquer interferências podem facilmente mascarar os sinais de EEG. Isso pode comprometer totalmente os resultados das análises, e em alguns casos mais críticos prover um diagnóstico errôneo (análise de morte encefálica para remoção de órgãos). Assim, este projeto consiste no desenvolvimento de um sistema integrado de para aquisição, tratamento e transmissão de sinais EEG. Esse sistema integrado é composto de: • Eletrodos ativos consistindo de circuito integrado com amplificador, filtro e conversor AD, posicionado diretamente sobre um eletrodo seco, • Interligação dos eletrodos ativos a um sistema de transmissão sem fio. O grande mérito desse projeto é o desenvolvimento dos circuitos integrados conectados nos eletrodos, e seu posicionamento em um capacete flexível. As vantagens do sistema são: • Minimização de interferências (amplificadores juntos aos eletrodos), • Rapidez nos exames de EEG, (eletrodos posicionados corretamente no capacete), • Conforto e mobilidade ao paciente, e total isolação elétrica entre paciente e equipamento de EEG, Este projeto já se encontra em desenvolvimento e os resultados parciais são apresentados em 23 publicações. A continuação do financiamento promovido pelo CNPq é essencial para a continuação do desenvolvimento dessa proposta.
  • Universidade Federal de Itajubá - MG - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Talita Martins Lacerda

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • produção e hidrofobização de biocompósitos baseados em pululana e celulose bacteriana
  • O desenvolvimento de novos materiais poliméricos baseados em fontes renováveis de matéria-prima e em processos ecologicamente benignos vem sendo motivado pela crescente preocupação atual com a sustentabilidade. Uma série de materiais e substâncias com conotação renovável, incluindo celulose, amido, proteínas, óleos e açúcares, têm recebido grande atenção recentemente. Neste contexto pode-se mencionar os exopolissacarídeos de origem microbiana, principalmente por suas propriedades físico-químicas e pureza superiores quando comparadas às dos polissacarídeos de origem vegetal, com destaque para a celulose bacteriana, com diversas aplicações já consolidadas na área biomédica, e para a pululana produzida por fungos, com grande potencial de aplicação nas indústrias química, farmacêutica, de alimentos, e de produção de energia. No presente projeto pretende-se empregar polímeros unicamente obtidos de fontes renováveis (pululana e celulose bacteriana) para produção de biocompósitos baseados em (i) pululana e celulose bacteriana nativa, e (ii) pululana e nanocristais de celulose bacteriana, via casting. Uma etapa posterior, relacionada à hidrofobização dos biocompósitos através de reação sólido-gás com derivados de silano, visa expandir as potenciais gamas de aplicações dos materiais preparados Os biocompósitos serão caracterizados pelas técnicas analíticas pertinentes, e suas propriedades térmicas, mecânicas e morfológicas serão avaliadas.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Talita Tuon

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • marcadores de neurodegeneração, neurorregulação e análise comportamental e postural em pacientes com a doença de parkinson submetidos à atividade física
  • O estudo delimita-se em estudar os marcadores de neurodegeneração, neurorregulação e análise comportamental e postural em pacientes com a Doença de Parkinson (DP). As intervenções terapêuticas de rotina, especialmente as ações farmacológicas, têm contribuído significativamente para o tratamento das doenças neurodegenerativas, mas apresentam limitações. Acredita-se que os recursos terapêuticos e o exercício físico regular exerça um efeito neuroprotetor, sobre a resposta a biogênese e estresse oxidativo mitocondrial. O objetivo do presente estudo será verificar marcadores de neurodegeneração, neurorregulação e análise comportamental e postural em pacientes com a Doença de Parkinson. Participarão do estudo um total de 120 idosos, de ambos os sexos, com diagnóstico clínico de Doença de Parkinson, residentes na cidade de Criciúma/SC e região. Serão utilizados os resultados das avaliações dos seguintes grupos (n=30): Grupo Controle Saudável (GCS; Sem Parkinson, sem exercício), Grupo Controle Parkinson (GC; Parkinson sem exercício), Grupo Treinamento Funcional (GTF) e Grupo Pilates (GP). Os participantes serão submetidos a instrumentos de avaliação, o qual visa analisar o impacto sobre aspectos motores, cognitivos, níveis de ansiedade, depressão, qualidade do sono e qualidade de vida de pacientes com DP. Este estudo será realizado durante 43 dias, onde o primeiro e último contato serão realizados os instrumentos de avaliação, a coleta sanguínea e o início do treinamento físico (Treinamento funcional e Pilates) dos indivíduos com a DP. O treinamento físico acontecerá durante 6 semanas, durante 42 dias consecutivos. Serão realizados mensurações de danos oxidativos em proteínas e lipídios, avaliação de citocinas (níveis de TNF-α, IL-1β, IL-17, INF-γ e TGF-β1) e análise de proteínas por western blot (níveis de TH, BDNF, α-sinucleína, SERCA I, SOD, CAT, GPX, pró-BDNF, TrkB e NF-kB), serão avaliados também parâmetros do metabolismo energético (complexo I, II e II-III) e determinação de proteínas totais. Portanto, neste trabalho pretende-se investigar os marcadores de neurodegeneração, neurorregulação e análise comportamental e postural em pacientes com a DP com o objetivo de contribuir para melhor entender os mecanismos fisiopatológicos e neurobiológicos responsáveis pelos sintomas neurológicos destes pacientes.
  • Universidade do Extremo Sul Catarinense - SC - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Talita Vidal Pereira

Ciências Humanas

Educação
  • avaliação escolar sem compromisso com a accountability ou com fundamentos a priori
  • Esse projeto dá segmento a um projeto anterior que tinha como objetivo investigar se, e como, as propostas curriculares dos cursos de Licenciatura têm incorporado o desafio de formar docentes capazes de refletir sobre a avaliação a partir de uma lógica menos comprometida com a accountability. Aquele projeto teve como motivação a percepção de que existe pouca compreensão, por parte das licenciandas, da função da avaliação no desenvolvimento do trabalho docente. O estudo ainda em andamento, tem evidenciado que, de fato, as ementas dos cursos que foram selecionadas para análise refletem o pouco avanço teórico das reflexões sobre avaliação, para além daquelas que proliferação no campo educacional no final do século XX. Nessa perspectiva, essa proposta se volta para os professores em atuação nas escolas para investigar sentidos de avaliação escolar articulados nos discursos de professores e professoras em atuação nos anos iniciais de escolaridade. Trata-se de analisar como e se a formação inicial contribuí para que esses profissionais possam enfrentar o desafio de produzir processos de avaliação mais justos, como proposto por Domingos Fernandes. Ou uma avaliação mais responsável, entendendo essa responsabilidade a partir de Jacques Derrida. Para além da ideia de accoutability que vem sendo associada às políticas de avaliação em larga escala que têm intensificado as dimensões de controle sobre o trabalho docente e favorecido a proliferação de sentidos de avaliação como classificação e exclusão nas escolas. Mantendo a opção teórica pelos aportes pós-estruturalistas e afirmando que a reflexão sobre avaliação implica um posicionamento sobre conhecimento e currículo, no estudo, as noções derridianas de reponsabilidade e tradução ganham centralidade na análise dos discursos de professores e professoras. Em síntese o estudo se justifica pela necessidade de buscar reativar sentidos de avaliação operando na lógica da desconstrução, o que implica fazer emergir os antagonismos, conforme pensado por Laclau, que têm contribuído para a intensificação de práticas avaliativas identificadas com a lógica do controle, da padronização e nesse movimento favorecendo o bloqueio das diferenças culturais na escola. No estudo as contribuições de Ernesto Laclau para pensar discursos e práticas como ações que conferem significados aos significativas e é dessa perspectiva que as entrevistas narrativas são assumidas e ressignificadas a partir de uma abordagem discursiva.
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Tallita Cruz Lopes Tavares

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • o impacto de mudanças no uso da terra sobre a comunidade microbiana de solo de manguezal
  • Introdução. Os manguezais são ecossistemas muito importantes mundialmente devido a sua biodiversidade única e vários serviços ecossistêmicos prestados, como berçário, filtro ambiental, exportação de matéria orgânica para regiões costeiras e sumidouros de carbono. Muitas dessas funções são mediadas pela microbiota associada ao solo, responsável por processos importantes na ciclagem de nutrientes, na aquisição de nutrientes e proteção da vegetação, na regulação da dinâmica da matéria orgânica do solo, no armazenamento de carbono e potencial emissão de gases do efeito estufa. Muitos avanços já ocorreram no conhecimento dos componentes microbianos, porém ainda há muito para se descobrir. Começamos a conhecer a estrutura dessas comunidades, mas desconhecemos os processos que governam a dinâmica dessas comunidades dentro de uma matriz ambiental tão complexa como o solo de manguezal. Os estudos sobre a ecologia de manguezais brasileiros estão principalmente relacionados à diversidade microbiana encontrada em ambientes contaminados com petróleo ou após processos de remediação. Pouco se conhece sobre a diversidade microbiana associada aos conspícuos manguezais da região Norte e Nordeste do Brasil. Nosso grupo de pesquisa vem se dedicando ao estudo desses manguezais, tendo realizado o primeiro inventário de bactérias e arquéias do Ceará (Nordeste, Brasil), cobrindo 537 km de manguezais afetados por diferentes distúrbios. Estendemos o estudo a manguezais do Norte e Sul do Brasil com o objetivo de observar padrões na distribuição das comunidades microbianas associadas à rizosfera de Rhizophora mangle. Quando consideramos o cenário atual onde uma miríade de atividades antrópicas é realizada dentro dos manguezais ou têm efeitos indiretos sobre eles, entender os padrões de distribuição da microbiota associada ao solo de manguezal se torna uma tarefa muito complexa. As atividades antrópicas foram responsáveis por muitas modificações nos manguezais, como conversão de áreas de mangue para extração de sal marinho, construção de assentamentos humanos, fazendas de aquicultura e agricultura. Tais modificações são capazes de alterar serviços ecossistêmicos importantes do manguezal, processos ligados direta ou indiretamente à microbiota. Objetivo. O projeto tem por objetivo analisar como modificações no tipo de uso da terra em manguezais afetam a composição taxonômica e funcional de comunidades microbianas associadas ao solo. Para tanto se utilizará uma cronossequência de 60 anos em que ocorreram cinco tipos de modificações: conversão de manguezal em área de produção de sal marinho (salina); conversão de manguezal em área de carcinicultura, abandono de salinas e carcinicultura, recuperação de manguezais em antigas áreas de salina e carcinicultura, resultando em novas áreas de manguezal. Esse estudo buscará responder às seguintes perguntas-chave: (1) Como a composição taxonômica e funcional das comunidades microbianas de solo de manguezal são alteradas em resposta a diferentes tipos de uso da terra? (2) Como ocorre a sucessão das comunidades microbianas ao longo de mudanças na cobertura de manguezal relacionadas à conversão de uso (conversão para agricultura e carcinicultura e o eventual abandono destas atividades e recolonização por manguezais)? (3) É possível identificar indicadores microbianos taxonômicos e funcionais relacionados a mudanças climáticas e regime de uso da terra passíveis de serem utilizados em processos de regeneração ou biorremediação? Metodologia. Serão utilizados métodos independentes de cultivo, como sequenciamento de amplicons baseado no 16S e 18S rRNA. Os dados serão correlacionados com diferentes parâmetros ambientais para analisar que variáveis são responsáveis pelas diferenças observadas nas comunidades microbianas utilizando ferramentas de bioinformática e estatística multivariada. Seis áreas de estudo em diferentes estágios sucessionais originados de mudanças no uso dos manguezais (cronossequência) serão utilizadas. . Uma cronossequência constitui uma substituição de tempo por espaço, com o intuito de observar variações em um ecossistema introduzidas ao longo do tempo e, portanto, um conjunto de áreas que se encontram em diferentes estágios sucessionais. Resultados esperados. Os resultados deste projeto trarão contribuições valiosas considerando o papel essencial da microbiota associada ao solo no funcionamento do ecossistema de manguezal e a rapidez com que essas áreas são modificadas para múltiplos usos. Isso poderá subsidiar ações futuras visando a conservação, uso sustentável e manejo, assim como para propor estratégias de mitigação de impactos e recuperação de manguezais. Além disso, a implementação desta proposta será de extrema relevância para o fortalecimento desta linha de pesquisa no Estado do Ceará. As metas deste projeto são (1) dar continuidade a uma série de seis anos de estudos em um manguezal semiárido tropical; (2) sequenciar um total de 60 amostras contendo pools de DNA metagenômico das seis áreas de estudos coletadas em duas coletas (estação chuvosa e seca) no ano de 2019; (3) caracterizar as condições físicas e químicas do solo das áreas de estudo e avaliar se sua variabilidade está relacionada à composição das comunidades microbianas estudadas; (4) a partir da análise da composição taxonômica e funcional, indicar grupos taxonômicos ou vias metabólicas relacionadas a determinados tipos de uso do solo; (5) publicar quatro artigos científicos em revistas internacionais indexadas; (6) contribuir para o treinamento e formação de recursos humanos, no nível de graduação (Graduação em Oceanografia e Ciências Biológicas) e pós-graduação (Mestrado e Doutorado em Ciências Marinhas Tropicais).
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Tamara De Carli da Costa Lima

Ciências Biológicas

Genética
  • caracterização de dois homólogos da proteína de ligação à cauda poli-a (pabp2-3) de leishmania sp: identificação de parceiros funcionais e mecanismos de ação
  • Os principais representantes da família Tripanosomatidae são os microrganismos dos gêneros Trypanosoma e Leishmania, parasitas flagelados responsáveis por enfermidades de impacto mundial, como as várias formas de leismaniose, a doença de chagas e a doença do sono. A leishmaniose constitui um elevado problema de saúde pública. Esta doença é transmitida aos mamíferos pela picada do inseto hematófago e, por estar presente em dois hospedeiros, possui um complexo ciclo de vida envolvendo várias formas evolutivas. Os tripanossomatídeos apresentam características que os diferenciam dos demais eucariotos como a transcrição policistrônica, o controle da estabilidade do RNA e eventos regulatórios que atuam durante a tradução. A iniciação da tradução é a etapa mais complexa do processo de síntese proteica e o principal alvo de mecanismos de regulação. Este é um evento altamente controlado e regido pelos fatores de iniciação da tradução (eIFs) e pela proteína de ligação à cauda poli-A (PABP). Esta última tem seu papel sendo demonstrado como crítico na iniciação da tradução e sua regulação. Nos tripanossomatídeos, três homólogos de PABP (PABP1-3) foram identificados. O objetivo deste trabalho é contribuir na caracterização funcional de homólogos de PABP identificados em espécies de Leishmania, investigando sua participação no processo de tradução bem como outras funções associadas a estas proteínas, a partir da identificação de parceiros funcionais conhecidos ou identificados neste trabalho. Ao final desse projeto pretende-se chegar aos seguintes resultados:Alcançar uma definição mais precisa dos mecanismos de ação dos homólogos de PABPs através da identificação de quais homólogos de PABP participam do processo de iniciação da tradução e de como ocorre a interação destes com fatores já conhecidos. Bem como identificar novos parceiros funcionais que auxiliem nesta identificação; identificar os sítios de interação responsáveis pela ligação entre as moléculas de PABP e destas com seus parceiros funcionais. Correlacionar com o que já foi descrito para outros eucariotos, com o intuito de identificar semelhanças e diferenças como possíveis alvos para terapêutica; identificar as bases moleculares para o reconhecimento das diferentes populações de mRNAs com quais as PABPs estão associada determinando como determinados motivos nas sequencias dos mRNAs permitem o reconhecimento diferencial.
  • Associação Caruaruense de Ensino Superior - PE - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Tamara Kerber Tedesco

Ciências da Saúde

Odontologia
  • impacto de diferentes tratamentos restauradores para lesões de cárie profundas em dentes decíduos – ensaio clínico randomizado
  • Em frente a uma lacuna de evidências que determinem o melhor tratamento para lesões de cárie cavitadas profundas, a busca por uma técnica restauradora eficaz, a qual resulte em um possível menor desconforto aos pacientes, além de diminuir o tempo necessário para o tratamento restaurador, se torna relevante. O objetivo deste estudo clínico randomizado é avaliar a eficácia de restaurações de cimento de ionômero de vidro de alta viscosidade (CIVAV) comparado ao capeamento pulpar indireto com cimento de hidróxido de cálcio associado à técnica incremental de resina composta para o tratamento de lesões profundas em molares decíduos, bem como o impacto desses tratamentos na qualidade de vida, no custo dos procedimentos, na percepção de pais/responsáveis, pacientes e operadores, e na satisfação em relação as técnicas avaliadas. Crianças de 4 a 8 anos serão selecionadas aleatoriamente na Clínica de Odontologia da Infância da Universidade Ibirapuera. 216 dentes serão randomizados em dois grupos experimentais: (1) Capeamento pulpar indireto realizado com cimento de hidróxido de cálcio, e sistema adesivo (Adper Single Bond 2; 3M ESPE) associado a resina composta (Z250 XT; 3M ESPE); e (2) Restauração de CIVAV. As restaurações serão avaliadas após 6, 12 e 24 meses por dois examinadores treinados e cegos para os tratamentos realizados. A eficácia de cada tratamento será avaliada por meio de quatro desfechos principais, os quais são: (1) critérios relacionados à eficácia do tratamento restaurador com CIVAV comparado ao capeamento pulpar indireto com resina composta, (2) critérios centrados no paciente, (3) custo-eficácia, (4) percepção dos pais e operadores quanto aos tratamentos. Para comparação entre os dois grupos será utilizado a sobrevida de Kaplan-Meier e o teste de Long-Rank. Regressão de Cox será realizada de modo a possibilitar a avaliação da influência de algumas outras variáveis nos resultados. Para todas as análises, o valor de significância será ajustado em 5%.
  • Universidade Ibirapuera - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Tamaris Gimenez Pinheiro

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • malacofauna de corpos d´água do território vale do guaribas, piauí: aspectos ecológicos e parasitológicos
  • Os moluscos constituem um grande e diversificado grupo de animais de enorme importância ecológica pois estão presentes em diferentes níveis das teias alimentares tanto em ecossistemas marinhos, de água doce e terrestres, além de possuírem importância médico-veterinária, pois algumas espécies são hospedeiros intermediários da esquistossomose e diversas outras helmintoses. Muitas destas doenças estão intimamente relacionadas a ambientes aquáticos que, devido aos seus múltiplos usos pelas populações humanas, podem se tornar pontos de transmissão dessas doenças. A esquistossomose, por exemplo, é muito difundida pelo mundo e no Brasil é considerada um grave problema de saúde pública pois têm afetado milhares de pessoas. No estado do Piauí, a notificação de casos de esquistossomose vem diminuindo a cada ano, mas em Picos, principal cidade do Território Vale do Guaribas, a doença ainda é considerada endêmica, tendo como principal hospedeiro intermediário caramujos da espécie Biomphalaria straminea, diferente de outras regiões do Brasil em que B. glabrata e B. tenagophila são mais importantes. Características locais como a escassez hídrica, a diversidade cultural, os baixos índices de saneamento básico, de escolaridade e de desenvolvimento humano são características que marcam o Território, e tornam ainda mais desafiadoras as ações de educação em saúde, bem como pesquisa e controle de casos da doença na região. Em ambientes particulares como o semiárido, o monitoramento da malacofauna a longo prazo contitui uma ferramenta robusta para o etendimento da dinâmica dos hospedeiros e parasitas e predição de eventos de infecção e/ou reinfecção, subsidiando quando for o caso, as ações de controle com o provimento de informações confiáveis a respeito da condição dos ambientes, variações nas comunidades de moluscos e aspectos populacionais do hospedeiro. Além disso, estas informações podem subsidiar a compreensão da complexa relação hospedeiro-parasita neste ambiente repleto de particularidades. Assim, esta proposta objetiva dar continuidade ao trabalho em andamento que consiste em realizar o monitoramento da malacofauna de corpos d’água do Território Vale do Guaribas, Piauí, Brasil, a fim de conhecer a diversidade de moluscos da região e investigar a presença de moluscos hospedeiros intermediários de esquistossomose mansônica e outras helmintoses, fazendo a relação ecológica dos animais desse grupo com ambiente pesquisado. Para isso amostragens mensais serão realizadas em corpos d’água lóticos e lênticos considerados importantes para os municípios de Picos, Itainópolis e São Julião, estado do Piauí. Durante as mesmas serão realizadas também as coletas dos dados ambientais como temperatura da água, pH e profundidade da margem e feita a Avaliação Rápida do Corpo D’Água para caracterização das condições ambientais dos pontos de amostragem. Nos rios serão estabelecidas cinco estações de amostragens e no caso dos açudes serão estabelecidos três pontos ao longo dos mesmos. Os moluscos serão coletados com auxílio de peneiras, armazenados em recipientes de plástico com o substrato e água do próprio ambiente e transportados para o Laboratório de Estudos em Ecologia, Parasitologia e Doenças Negligenciadas (LAPEDONE), do Instituto Federal do Piauí, campus de Picos. No laboratório será feita a triagem do material com a separação dos animais vivos e mortos e classificação das espécies. Todos os moluscos vivos serão mantidos em condições laboratoriais dentro de potes de plástico, com água livre de cloro acrescida de uma mistura de areia e calcário em pó e alimentados. Os animais serão submetidos à eventos de foto-exposições, por quatro horas cada, a fim de estimular a liberação de cercárias. Os dados obtidos serão analisados utilizando o programa SISTAT® 12 para verificar a existência de diferenças nas médias de abundâncias das espécies de moluscos entre os meses e pontos de amostragens bem como a existência de correlações entre os aspectos populacionais dos organismos, variáveis ambientais e parasitismo dos mesmos. O monitoramento sistematizado dos moluscos e de seus parasitos permitirá inferências acerca das relações ecológicas existentes entre eles e o ambiente em que são encontrados, bem como será de extrema importância para a tomada de decisões efetivas em casos de contaminação e/ou recontaminação, principalmente pelo trematódeo responsável pela doença. As ações de vigilância, nestes casos, subsidiarão ações de combate e controle do vetor, bem como ações educativas à população que vive nas áreas de entorno dos corpos d´água afetados.
  • Universidade Federal do Piauí - PI - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Tamy Colonetti

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • terapias nutricionais indicadas para crianças com lesões cerebrais: revisão sistemática e meta-análise
  • A Lesão Cerebral é uma disfunção que pode ser caracterizada por provocar um déficit cognitivo, alterações emocionais e comportamentais, há a possibilidade de acarretar também em deficiências físicas como perda do controle motor, trazendo inúmeras consequências dependente de fatores como o momento, local e extensão do agravo cerebral. No mundo, a incidência da paralisia cerebral é de aproximadamente 2 por 1.000 nascidos vivos. As crianças com paralisia cerebral possuem um grande risco de apresentarem um déficit nutricional e haver uma falha no seu crescimento, tendo o peso e a estatura menor do que o considerado saudável para a idade, podendo ser causado por um consumo inadequado de alimentos, sendo relacionado com a dificuldade em se alimentarem por conta de uma disfunção oromotora e/ou de uma reduzida ingestão de proteínas, vitaminas e minerais na alimentação. Uma revisão sistemática será realizada a fim de identificar as principais terapias nutricionais recomendadas para crianças com lesões cerebrais. Será desenvolvida uma estratégia de busca, utilizando os termos: “Brain Injuries”, “Nutrition” e “Child”. Esta estratégia, será pesquisada nas principais bases de dados, como MEDLINE, EMBASE, Scopus, CENTRAL, LILACS e também na literatura cinza (Google Escolar e British Library). A medida de associação que é esperada para realização da meta-análise será o Risco Relativo (RR) e intervalo de confiança de 95% (IC 95%), o cálculo será feito por meio da diferença de médias coletadas nos estudos que serão incluídos.
  • Universidade do Extremo Sul Catarinense - SC - Brasil
  • 17/02/2020-28/02/2022
Foto de perfil

Tangriani Simioni Assmann

Ciências Agrárias

Agronomia
  • teste biológico para recomendação de adubação nitrogenada em sistemas de plantio direto e integração lavoura-pecuária de longa duração
  • Embora o N tenha sido um dos nutrientes mais estudados nos sistemas modernos de produção agrícola nos Estados Unidos da América e mesmo no Brasil, o conhecimento de seu comportamento em sistemas agrícolas carece de mais informações. Muitos dos testes de recomendação de adubação nitrogenada no EUA e no Brasil não utilizam um teste direto que represente a ciclagem biológica de N, fator este, essencial para estimar a quantidade de N que seria necessária para surpri às demandas nutricionais das culturas. Somado a isto, no Brasil, novas tecnologias de cultivo vêm aumentando a eficiência de uso de N e incrementando os processos de ciclagem de nutrientes, reduzindo desta forma, possíveis perdas do nutriente. Trabalhos realizados anteriormente comprovaram a maior eficiência de uso de adubação nitrogenada quando esta é aplicada sobre a cultura forrageira pastejada em Sistema de Integração Lavoura-Pecuária. Igualmente em sistemas de plantio direto de longa duração pode-se observar menores necessidades de adubação nitrogenada, especialmente quando leguminosas são incluídas leguminosas no sistema. Assim sendo o objetivo geral deste trabalho é desenvolver um teste biológico de solos, em parceria com o pesquisador Dr. Alan Franzluebbers (Universidade Estadual da Carolina do Norte), para melhorar o manejo de adubações nitrogenadas para culturas que apresentam grandes demandas nutricionais de N, reduzindo desta forma as perdas de N para o ambiente, mantendo altas produtividades e aumentando o retorno econômico para os produtores. Dois experimentos de longa duraçao, já instalados, fazem parte deste projeto: (1) Experimento Integração Lavoura-Pecuária (ILP) instalado desde 2012, no Município de Abelardo Luz-SC. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso com três repetições. Os tratamentos foram arranjados em esquema fatorial 2 x 2. Sendo que o primeiro fator foi a Altura de Pasto, caracterizadas por duas alturas de manejo da pastagem (Alta e Baixa). O segundo fator constou de Tempo de Adubação Nitrogenada (N-pastagem ou N-grãos). Os tratamentos denominados N-pastagem recebem aplicação de N em cobertura apenas na fase em que está sendo conduzido o pastejo e os tratamentos denonominados N-Grãos recebem adubação nitrgrogenada de cobertura apenas no momento da condução da cultura produtora de grãos (milho ou feijão). (2) Experimento Plantio Direto Longa Duração (PDLD): O experimento foi instalado no ano de 1986 em um Latossolo na Estação Experimental do IAPAR – Pato Branco. Os tratamentos consistiram de seis culturas de cobertura (azevém, ervilhaca, ervilhaca + aveia preta, aveia, nabo forrageiro e tremoço azul) e solo nu durante o inverno, cultivado sob o sistema de plantio direto e plantio convencional. Durante o período de verão é alternado o cultivo de milho e soja. Em ambos os experimentos serão avaliados:produtividade de grãos e componente de rendimento do milho; feijão e soja; produção de matéria seca para as culturas de cobertura e acúmulo de forragem, no caso das pastagens; teores de nitrato no solo; caracterização da matéria orgânica através espectroscopia de infravermelho por transformada de Fourier; fluxo de CO2 após reidratação de solos secos, em quatro profundidades de solo (0-5; 5-10; 10-20 e 20-40 cm). Serão realizadas correlações entre todas as variáveis avaliadas, especialmente com a produtividade e componentes de rendimento das culturas agrícolas.
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Tania Aparecida Tardelli Gomes do Amaral

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • análise comparativa do polimorfismo de espb e espd e sua relação com a capacidade de adesão de cepas de escherichia coli enteropatogênica atípica a células epiteliais
  • Escherichia coli Enteropatogênica (EPEC) compreendem importantes agentes de diarreia infantil grave e até mesmo fatal, em países em desenvolvimento. Esse grupo é subdividido em EPEC típicas (tEPEC) e EPEC atípicas (aEPEC), diferindo, principalmente, quanto à presença do plasmídio EAF (EPEC Adherence Factor) que é encontrado somente nas tEPEC. Os dois grupos de EPEC produzem uma lesão histopatológica característica no epitélio intestinal, denominada lesão attaching-effacing (A/E), e são desprovidos dos genes que codificam as toxinas Shiga. Os genes necessários para o estabelecimento de lesão A/E localizam-se na ilha de patogenicidade LEE (locus of enterocyte effacement). LEE codifica os componentes estruturais de um sistema de secreção do tipo 3 (SST3), bem como as proteínas EspA, EspB e EspD (EPEC secreted protein) e diversas proteínas efetoras e regulatórias. Além disso, LEE codifica as proteínas intimina e Tir (translocated intimin receptor), que estão envolvidas na aderência íntima e cuja interação é imprescindível para o estabelecimento da lesão A/E. Sabe-se que mutantes no gene eae, que codifica intimina, têm sua capacidade aderente in vitro bastante reduzida. No entanto, demonstramos que um mutante em eae da aEPEC 1551-2 mantém sua eficiência de adesão devido ao translocon do SST3, sendo que as proteínas secretadas EspB e EspD (componentes do translocon) dessa cepa ligam-se a células HeLa. Curiosamente, as bandas correspondentes a estas duas proteínas apresentaram pesos moleculares distintos dos de EspB e EspD da cepa protótipo tEPEC E2348/69. Para verificar se o polimorfismo de EspB e EspD poderia resultar em diferenças na eficiência do translocon de aEPEC em aderir às células epiteliais, neste projeto, dez cepas de aEPEC serão mutageneizadas no gene eae e, em seguida, as massas moleculares das proteínas EspB e EspD dessas cepas serão comparadas com as das mesmas proteínas derivadas das cepas tEPEC protótipo E2348/69 e aEPEC 1551-2. Além disso, os genes espB e espD das cepas mutantes aderentes serão sequenciados, para avaliar uma potencial correlação entre o polimorfismo destas proteínas e a eficiência na manutenção da capacidade aderente, na ausência de intimina. Dessa forma, pretende-se avaliar o papel do translocon do SST3 na eficiência da aderência de aEPEC às células epiteliais.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Tania Beatriz Creczynski Pasa

Ciências da Saúde

Farmácia
  • câncer de próstata: identificação de novos biomarcadores
  • No Brasil, a estimativa do Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA) para o ano de 2016, é de aproximadamente 596 mil novos casos de câncer (INCA - INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER, 2015). Destes 61 mil estão estimados para próstata. O câncer de próstata é o segundo câncer mais incidente entre os homens em todas as regiões do Brasil. Esse alto índice está relacionado principalmente ao aumento da expectativa de vida, melhoria da qualidade dos sistemas de informação, maior disponibilidade de métodos diagnósticos e aos hábitos alimentares. Além disso, o câncer de próstata é a segunda causa de morte entre os homens (13 mil mortes em 2013). Atualmente, os métodos disponíveis para o rastreamento do câncer de próstata são a dosagem sérica do antígeno específico da próstata (PSA) e o estadiamento clínico pelo toque retal acompanhado da análise histológica. A dosagem do PSA consiste em uma metodologia que não apresenta sensibilidade e especificidade suficientes para ser usado isoladamente. Sendo assim, a dosagem do PSA é utilizada em associação ao toque retal. Entretanto, o toque retal também apresenta limitações, uma vez que somente as porções posterior e lateral da próstata podem ser apalpadas, deixando de 40 a 50% dos tumores de fora do seu alcance. As limitações relacionadas a estes testes geram uma elevada proporção de resultados falso-positivos e consequentemente um alto índice de biópsias desnecessárias. Adicionalmente, existem evidências científicas de que o rastreamento do câncer de próstata não reduz a mortalidade pela doença e sim produz danos e ansiedade associados ao diagnóstico. Consequentemente, o rastreamento do câncer de próstata não é mais recomendado. Atualmente, um dos maiores desafios no diagnóstico do câncer de próstata é a detecção específica deste câncer, haja vista a falta de conhecimentos sobre os mecanismos envolvidos no seu desenvolvimento e na indução de metástases. Neste contexto, percebemos a necessidade da geração de dados científicos sobre o câncer de próstata, além de ressaltar a importância da identificação de novos biomarcadores específicos para esta doença, com a finalidade de diagnóstico e maior efetividade no tratamento. Com este projeto pretende então, inovar, obtendo resultados que possibilitem o estabelecimento das redes gênicas celulares, através da identificação de miRNA e de proteínas, presentes em exossomos derivados das células tumorais, utilizando como modelos da doença, diferentes linhagens celulares de câncer de próstata, a fim de detectar novos biomarcadores e/ou alvos terapêuticos para a doença.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Tânia Beatriz Gamboa Araújo Morselli

Ciências Agrárias

Agronomia
  • núcleo de estudos em agroecologia e produção orgânica – neapo/ufpel
  • O Laboratório de Biologia do Solo do Departamento de Solos da Faculdade de Agronomia da Universidade Federal de Pelotas propõe o projeto de criação do Núcleo de Estudos em Agroecologia e Produção Orgânica, enfatizando a formação e fortalecimento da Agricultura Familiar em propriedades rurais da região de Pelotas com atuação em estratégia de ensino, pesquisa e extensão. Estas famílias estão cadastradas junto à Associação Regional dos Produtores Agroecologistas da Região Sul (ARPA-SUL), bem como outras que tenham interesse em iniciar a atividade na área agroecológica. Serão realizadas entrevistas, questionários, seminários, dias de campo, oficinas participativas e feiras de divulgação de produtos para promover o desenvolvimento e o fortalecimento da agricultura familiar, juntamente com a formação dos discentes do ensino básico local e superior, visando nas etapas seguintes do mesmo, administrar cursos de formação inicial e continuada. O projeto irá promover o diálogo, a construção coletiva de novas práticas em produção sustentável, apoiado às organizações envolvidas na inserção agroecológica, sistematização e socialização de experiências dos agricultores familiares. Este tem como objetivo desenvolver, consolidar e ampliar ações educativas, de pesquisa e extensão voltadas para o fortalecimento da agricultura familiar, onde as ações entre educadores, pesquisadores e produtores podem promover a autonomia e a sustentabilidade destas comunidades.
  • Universidade Federal de Pelotas - RS - Brasil
  • 01/12/2017-14/04/2020
Foto de perfil

Tania Cristina França da Silva

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • o uso da rede social como ferramenta de monitoramento e avaliação das ações de educação na saúde
  • A questão central do estudo é explorar o uso das redes sociais como ferramenta para o monitoramento e avaliação das ações de Educação Permanente em Saúde (EPS) no Brasil. Os desafios e dificuldades que permeiam os processos de implantação, monitoramento e avaliação da EPS, são muitos e merecem estudos mais aprofundados. Além disso, a EPS como uma proposta educativa produtora de sentidos e práticas a partir do que os trabalhadores de saúde fazem em seu cotidiano de trabalho, tem buscado a produção de evidências sobre práticas educativas inovadoras em saúde para subsidiar o avanço das políticas de gestão do trabalho e educação na saúde. A justificativa deste estudo apoia-se em três argumentos: (1)nas “Diretrizes de Política para a Aprendizagem móvel”, divulgada pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) em 2014, que incentiva o uso das tecnologias móveis isoladamente ou em combinação com outras tecnologias de informação e comunicação, afim de permitir a aprendizagem em qualquer hora e em qualquer lugar. Visando auxiliar os gestores de políticas públicas a entender melhor o que é aprendizagem e tecnologia móvel, seus benefícios para fazer avançar em direção à Educação para Todos; (2) a importância das tecnologias digitais para uma aprendizagem ativa e inovadora relacionada a transformação que o mundo digital tem trazido para a educação. A maior parte das instituições educacionais está preocupada em fazer mudanças para sair dos modelos conteudistas e incorporar as tecnologias digitais que trazem uma educação mais flexível, híbrida, digital, ativa e diversificada. A aprendizagem ativa ajuda os alunos a desenvolverem competências cognitivas e socioemocionais por meio de estratégias de ensino individuais e compartilhadas em grupo; (3) o desenvolvimento de recursos humanos qualificados para atender às necessidades de saúde da população. Nesse sentido, a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) e da Organização Mundial de Saúde (OMS) OPAS defendem a utilização das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) para apoiar a aprendizagem on-line por meios virtuais como maneira de promover o desenvolvimento de competências técnicas, programáticas, gerenciais e administrativas. Objetivo central: Analisar o uso das redes sociais como ferramenta de monitoramento e avaliação das ações de educação permanente em saúde nas Regiões do Brasil. Desenvolvimento: Trata-se de um estudo exploratório, de abordagem quali-quantitativa, com a proposta de triangulação de métodos apoiados na Etnografia Virtual. Os participantes da pesquisa são gestores das Escolas Técnicas do SUS (ETSUS) e dos órgãos das instâncias gestoras (municipal, estadual ou federal) responsáveis pela EPS nas cinco Regiões do Brasil. O caminho trilhado para compreensão do objeto de estudo será executado em quatro fases: (1) levantamento bibliográfico e revisão de literatura relacionada ao tema da pesquisa; (2) questionário on-line nas ETS e órgãos das instâncias gestoras com o objetivo de coletar informações para um diagnóstico situacional; (3) observação participante dos grupos de discussão on-line mediados pelo aplicativo WhatsApp Mensenger®, em ETSUS e instâncias gestoras, selecionando uma por Região do Brasil. (4) A análise e interpretação de dados será por Análise de Conteúdo realizada por meio de software para análise de dados qualitativos em ambientes digitais. Resultados Esperados: pretende-se contribuir no sentido de explorar as possibilidades das tecnologias digitais colaborando para o desenvolvimento das ações de EPS, com ênfase no monitoramento e avaliação, com estratégias criativas e inovadoras. Do ponto de vista técnico-científico pretende-se publicar os resultados em forma de artigos submetidos a periódicos científicos e ainda divulgá-los no website da Estação de Trabalho da Rede de Observatório de Recursos Humanos do Instituto de Medicina Social da Universidade Estadual do Rio de janeiro (ObservaRH/IMS/UERJ).Do ponto de vista tecnológico e inovação propor-se-á o desenvolvimento de um aplicativo para uso em dispositivos móveis (celulares e tablets) para o monitoramento e avaliação das ações de EPS. A proposta inovadora é de disseminar informações de forma sistemática e contínua para o monitoramento e avaliação das ações de EPS desenvolvidas pelas escolas técnicas do SUS, e pelos órgãos administrativos responsáveis pela EPS, vinculados as Secretarias Estaduais de Saúde no SUS.
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Tania de Fatima Salvini

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • o efeito da crioterapia no controle da dor, na função e na qualidade de vida em indivíduos com osteoartrite de joelho - ensaio clínico randomizado
  • Introdução: A osteoartrite (OA) é uma das principais causas de incapacidade para adultos e idosos, diminui a qualidade de vida, e é responsável por um oitavo de toda restrição das atividades de vida diária dos indivíduos acometidos. Entre as articulações que suportam peso, o joelho é a mais acometida pela OA. A osteoartrite de joelho (OAJ) causa sintomas como rigidez articular, dor, disfunções físicas e isso acarreta um considerável impacto na qualidade de vida dos indivíduos. Atualmente, diferentes opções de tratamento estão disponíveis para a doença. Uma combinação de tratamentos não farmacológicos, que incluem a educação do paciente, exercícios, mudanças de estilo de vida e fisioterapia, associados aos tratamentos farmacológicos, são os mais indicados. A crioterapia, uma intervenção não farmacológica bastante utilizada nas lesões músculos esqueléticas para controle da sintomatologia dolorosa, tem sido utilizada também na OAJ. No entanto, ainda há carência de evidencias cientificas em relação aos seus efeitos na doença. Poucos estudos avaliaram os efeitos analgésicos e desfechos na qualidade de vida de pacientes com OAJ, após o uso da crioterapia de forma isolada. Além disso, estudos de revisão sistemática apontam para uma fraca evidência científica para o uso da crioterapia na OAJ devido a deficiências no desenho metodológico da maioria dos estudos. Assim, os resultados de um ensaio clínico randomizado e controlado sobre os efeitos da crioterapia na OAJ poderão contribuir com um melhor embasamento científico sobre o papel da crioterapia na OAJ. Objetivos: Avaliar o efeito da aplicação de crioterapia (saco gelo triturado) ao redor do joelho com OA no controle da dor, na função e na qualidade de vida desses indivíduos. Metodologia: Trata-se de um ensaio clínico randomizado e controlado, duplo-cego. Participarão do estudo 46 indivíduos com OAJ, com diagnóstico baseado nos critérios clínicos e radiográficos do American College of Rheumatology, de ambos os sexos, com idade entre 40 e 65 anos. O número total de indivíduos será dividido, aleatoriamente, em dois grupos, com 27 indivíduos cada um. Durante 4 dias consecutivos, por um período de 20 min, cada grupo receberá um tipo de intervenção ao redor do joelho com OA: o grupo crioterapia receberá aplicação de sacos de gelo com compressão e o grupo placebo receberá aplicação de sacos de areia com compressão, sendo o peso e tamanho dos sacos, idênticos. Todos os indivíduos terão as seguintes variáveis avaliadas pré e pós-intervenção: intensidade da dor (Escala Visual Analógica), limiar de dor a pressão (Algometria), e temperatura (Imagens Termográficas). Ferramentas adicionais para complementar os dados do estudo serão utilizadas: Dois questionários de funcionalidade física (WOMAC, KOOS), um questionário de atividade física (IPAQ) e dois testes de função física (teste de sentar e levantar da cadeira em 30s e o Timed Up and Go. Imagens termográficas serão também obtidas para análise mais detalhada da temperatura do joelho com OA. Analise de dados: A normalidade dos dados será avaliada e testes paramétricos ou não paramétricos poderão ser utilizados. Será realizada a comparação entre as médias das variáveis dependentes. Os fatores independentes do estudo serão a crioterapia versus placebo e o fator de medidas repetidas pré- versus pós-intervenção. As possíveis correlações entre as variáveis dependentes do estudo de interesse também serão avaliadas.
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Tania Goldbach

Ciências Biológicas

Biologia Geral
  • clube de ciências: projeto irradiador de múltiplas atividades em escolas públicas (foco na temática meio ambiente/sustentabilidade com base na filosofia da agenda 2030 -onu)
  • Vide projeto anexo
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 12/08/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Tânia Guimarães Ribeiro

Ciências Humanas

Sociologia
  • território, participação e conservação ambiental
  • O projeto de pesquisa tem como principal objetivo Analisar as dinâmicas sociais decorrentes dos processos de gestão dos territórios definidos como unidades de conservação, enfatiza-se o processo de participação social em duas reservas extrativistas – uma delas marinha – no Estado do Pará, Amazônia Brasileira. A análise do processo de distribuição das políticas públicas considerando seus reflexos na mobilização social dos atores chaves – as populações tradicionais – e o seu potencial para a superação de entraves socioeconômicos e de questões socioambientais será central na pesquisa. Esta proposta estrutura-se a partir dos seguintes questões: como se constroem os acordos, as alianças, os processos comunicativos e de deliberação relativos à apropriação e aos usos e dos principais recursos naturais na Resex nos espaços dos CDs? Quais os impactos da implementação dos acordos de uso pelo ICMBio nas comunidades da RESEX, considerando-se a especificidade das atividades econômicas no território e que podem afetar as regras locais já definidas? Como se dá o funcionamento da participação (modos, regras, acordos) entre os representantes das comunidades e elas mesmas, considerando-se a formas de associação e a produção do associativismo? Quais os impactos das políticas públicas na diminuição da pobreza, na perspectiva dos usuários e moradores dessas unidades de conservação? De que forma os empreendimentos solidários – como as cooperativas locais – podem atuar para estimular a participação criativa e fomentar a sustentabilidade socioeconômica e ambiental? Foram escolhidos como focos privilegiados da pesquisa de campo:as reuniões do Conselho Deliberativo e as Associações-Mães da Reserva Extrativista Marinha de Caeté-Taperaçu, em Bragança e da Reserva Extrativista de São João da Ponta, em São João da Ponta, ambas localizadas no nordeste do Pará, na Amazônia Brasileira; as sedes dos governos locais; comunidades extrativistas das RESEX; as instituições guardiãs e elaboradoras de documentação sobre as políticas de Desenvolvimento e Reservas Extrativistas, na cidade de Belém. As associações cooperativas nos municípios de Bragança e São João da Ponta. As atividades da pesquisa foram previstas para serem desenvolvidas ao longo de 30 meses. A metodologia adotada será predominantemente qualitativa, adotando-se as entrevistas semi-estruturadas que permitem aos pesquisados que descubram a possibilidade de atribuir causas sociais às situações que vivenciam (BOURDIEU, 2003), conhecendo suas origens, a partir das perspectivas sobre o papel que vêm desempenhando nas tomadas de decisão de problemas coletivos da Unidade de Conservação. No entanto, está prevista a aplicação, segundo disponibilidade dos recursos financeiros, de um levantamento quantitativo – survey - nas duas resex, buscando caracterizar o potencial de superação de entraves socioeconômicos e ambientais em decorrência da distribuição dos direitos sociais oriundos das políticas públicas. À priori, foram delimitadas duas comunidades-pólos, um em cada Reserva, o Pólo Cidade, na Resex Caeté-Taperaçu e o Pólo Cidade na Resex de São João da Ponta. Nas duas experiências selecionadas, estão em pauta questões caras à Amazônia, que ganham novos contornos, tais como: o acesso à terra, a apropriação dos recursos naturais, o desenvolvimento endógeno e sustentável, a inclusão dos diferenciados interesses das populações locais marginalizadas – como as populações tradicionais -, a presença do Estado na região, a cidadania, a participação em suas diferentes acepções, conforme vê-se em diversos estudos (MANESCHY, RIBEIRO ET AL, 2017; AQUINO, 2003; CASTRO e PINTON, 1997; BECKER, 2007; CASTRO, HURTIENNE, SIMONIAN, 2007). Portanto, nos dois casos privilegiados deverá se considerar as construções sociais específicas que influenciam sobre a participação, tanto nas redes de relações que se erigem no interior da Resex, quanto àquelas que se constroem com o território do qual fazem parte. Portanto, vai se destacar aqui a atuação das populações tradicionais na construção e manutenção de seus direitos dentro do modelo de gestão participativa pela institucionalização das Reservas em tela. Cabe notar que o olhar sociológico sobre as políticas públicas produz contribuição relevante para esse campo interdisciplinar de conhecimento. Em ampla produção ao longo dos anos, e sobre diferentes contextos sociais, a literatura sociológica tem nos revelado a importância dos diferentes grupos sociais na construção das políticas públicas, notadamente na relação sociedade civil e Estado. Esse conhecimento tem influenciado tanto a construção e formulação de políticas (políticas de cotas; reconhecimento de territórios), como na análise de seus impactos na sociedade (CORTES &LIMA, 2012). Nessa direção, essa perspectiva analítica também se mostra fundamental para discutirmos a pertinência da desigualdade social na realidade brasileira, em particular na região norte, e entre as populações rurais, como as extrativistas. Pois, a essas populações se voltam novos modelos de desenvolvimento (sustentáveis) e de políticas públicas e sociais que visam à distribuição mais equitativa de renda, dos bens e recursos sociais, que podem ampliar as oportunidades para um maior número de indivíduos (SCALON, 2011, p. 64).
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Tania Margarida Lima Costa

Outra

Divulgação Científica
  • empreendimento científico cultural em minas gerais na semana nacional de ciência e tecnologia (snct) 2019.
  • O Projeto Empreendimento Científico Cultural em Minas Gerais na SNCT 2019, proposto pelo Museu Itinerante Ponto UFMG foi concebido para ser itinerante, dinâmico, e trabalhar de forma interativa diversas áreas da ciência e tecnologia, sempre considerando a realidade da comunidade a ser visitada. É um espaço dedicado a alunos e professores da Educação Básica, que objetiva desenvolver ações em duas dimensões: formação de professores em espaço de aprendizagem e a promoção de estímulos a favor do conhecimento, dos métodos científicos e das opiniões científicas, em que a ciência seja trabalhada como processo em construção, despertando vocações científicas. As atividades realizadas no projeto englobam: Realização de exposições itinerantes, Oficinas Científicas, Feira de Ciências denominada FEBRAT, Curso a distância de Mediadores de Museus e Curso a distância de Educação Científica para alunos da Educação Básica, oferecidas a diversos municípios mineiros, em sua maioria carentes de acesso às pesquisas e inovações produzidas nos polos tecnológicos como a Universidade Federal de Minas Gerais. Objetivo Geral Promover a divulgação e a popularização da ciência, tecnologia e inovação no Estado de Minas Gerais. Objetivos Específicos 1. Promover o acesso ao conhecimento científico por meio de visitas do Museu Itinerante Ponto UFMG a municípios do Estado de Minas Gerais; 2. Fomentar a capacitação/qualificação de profissionais que atuam na difusão da ciência (professores, comunicadores, agentes científicos, etc.) e de jovens pesquisadores estimulando a troca de saberes populares e tradicionais de suas comunidades e o conhecimento científico produzido no âmbito da UFMG; 3. Diversificar/inovar as formas e as linguagens de comunicação da CT&I, visando a maior abrangência, visibilidade e acesso aos conhecimentos científicos.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 05/10/2019-30/04/2020