Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Rubens Alexandre da Silva Junior

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • efeitos do treinamento funcional em circuito sobre desfechos clínicos e funcionais em uma população idosa sedentária e fisicamente independente
  • INTRODUÇÃO: O envelhecimento é um processo altamente variável afetado por inúmeros fatores. Esse processo é acompanhado principalmente por algumas mudanças na composição corporal que afetam a saúde, dentre elas a sarcopenia, que é de grande importância clínica e funcional. É caracterizada pela perda progressiva de massa corporal magra e que pode levar ao aumento dos riscos de quedas, limitações funcionais, incapacidade física e mortalidade. Sabe-se também que quanto menos massa muscular e menor a força muscular, mais altas as concentrações plasmáticas de marcadores inflamatórios em idosos. Identificar fatores de risco que contribuem para a perda de músculo esquelético é importante para a prevenção primária a fim de preservar a qualidade de vida e o estado geral de saúde dos idosos. Alguns métodos têm sido utilizados para combater a redução da massa muscular e da inflamação crônica. Para que idosos alcancem o envelhecimento saudável, dois fatores de proteção amplamente conhecidos devem ser incorporados à rotina diária: relação social e atividade física. OBJETIVOS: Comparar os efeitos do treinamento funcional em circuito no equilíbrio, indicadores da sarcopenia, qualidade de vida, funcionalidade, e estresse oxidativo; e avaliar a influência dos fenótipos, genótipos e fatores sociais nos resultados do treinamento funcional em população idosa fisicamente independente. METODOLOGIA: Em um estudo clínico longitudinal, serão incluídos, numa amostra de conveniência, 30 idosos saudáveis, pareados por gênero e idade. Será realizado exame de sangue em todos os indivíduos, que será utilizado para determinação dos marcadores oxidativos e inflamatórios e a extração de DNA. Os idosos realizarão avaliações de força muscular, desempenho físico e equilíbrio antes e após 12 semanas de treinamento funcional em circuito realizado 3 vezes na semana. RESULTADOS ESPERADOS: Espera-se que o treinamento funcional em circuito resulte em efeitos positivos sobre os indicadores da sarcopenia, equilíbrio e qualidade de vida. Espera-se também encontrar associação entre fenótipos e genótipos com a resposta ao exercício funcional em circuito nos níveis de marcadores inflamatórios, oxidativos, equilíbrio, sarcopenia e qualidade de vida. Finalmente, espera-se encontrar os fatores determinantes à resposta ao treinamento.
  • Universidade Norte do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022