Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Dalila Andrade Oliveira

Ciências Humanas

Educação
  • as políticas de responsabilização e seus efeitos sobre o trabalho docente em contexto de acentuada desigualdade social
  • Nas últimas duas décadas, muitos estados brasileiros implementaram sistemas de avaliação externa como parte de um esforço para fortalecer a responsabilidade das escolas, professores e estudantes pela melhoria da educação e, ao mesmo tempo, prestar contas à sociedade do uso dos recursos públicos. Isso se deu paralelamente a criação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) em 2007, pelo governo federal, como indicador de política pública em educação. A rápida incorporação do Ideb por estados e municípios como indicador da "qualidade da educação" refletiu o desenvolvimento de uma generalizada cultura de avaliação que atinge na atualidade todas as redes públicas no país. Ao lado do Ideb, estados e municípios foram desenvolvendo seus próprios exames e sistemas combinados com políticas de estímulo e incentivo à avaliação. Esses exames são usados como um meio de elevar o nível de desempenho dos alunos e avaliar o sistema escolar. Previsivelmente, tem havido desacordo sobre as contribuições de tais políticas para aumentar os resultados dos testes e, mais importante, para melhorar a aprendizagem dos alunos. Alguns estudos têm demonstrado que essa prática tem efeitos disfuncionais, como a redução na abrangência e diversidade de programas ou a ênfase no "ensino para o teste" no currículo escolar. Além disso, não há evidências de que o aumento no desempenho observável por esses testes reflita melhorias reais nos resultados. O enfoque sobre este último tem o efeito de concentrar a atenção em processos puramente institucionais como meios privilegiados de melhorar a aprendizagem e o conhecimento, em vez de abordar os problemas estruturais de heterogeneidade e desigualdade social das escolas. Pesquisas vem demonstrando que as instituições escolares e seus atores têm sofrido pressões relacionadas ao uso desses testes que interferem significativamente nas formas de organização e gestão do trabalho, o que tem efeitos diretos sobre os professores. Entretanto, as políticas adotadas pelas redes públicas possuem grande variedade, encontrando-se desde aquelas que optam por testes de alto impacto (high-stakes), com previsão de incentivos ou sanções até aquelas que respondem às exigências da avaliação de forma mais branda, podendo ser consideradas como políticas de pouca participação (low-stakes). Essas são questões presentes nas escolas de educação básica no país, mas agravadas particularmente nas redes públicas dos estados do Nordeste, ante a brutal contradição existente, revelada pelos altos índices de desigualdade e pobreza que afetam a região. Considerando isso, este projeto objetiva conhecer os efeitos dessas políticas sobre os professores de educação básica que atuam nas escolas públicas dessa região, buscando identificar possíveis efeitos dessas políticas sobre sua identidade e práticas profissionais. A partir de estudos prévios, a pesquisa selecionou um conjunto de 4 (quatro) estados dentre os 9 (nove) que compõem a região, sendo dois que adotam políticas consideradas de alto impacto (Pernambuco e Ceará) e dois com políticas mais brandas (Bahia e Piauí).
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Dalila Lucíola Zanette

Ciências da Saúde

Farmácia
  • investigação de marcadores genéticos diferenciais do câncer de próstata de início precoce e tardio
  • No Brasil o câncer de próstata (CAP) é o mais frequente em homens, com representação estimada de 31% dos novos casos de câncer em 2018 e a segunda causa mais frequente de morte por câncer em homens em 2017. Os fatores de risco mais bem estabelecidos para o CAP são a idade avançada, ascendência africana e história familiar positiva. A incidência do CAP aumenta continuamente com a idade, sendo 66 a mediana da idade ao diagnóstico. No entanto, cerca de 10% dos homens com CAP nos Estados Unidos são diagnosticados antes dos 56 anos e, nestes casos precoces, há uma tendência de haver doença mais agressiva. O rastreamento, diagnóstico e tratamento do CAP melhorou muito nos últimos anos e, em alguns casos de tumores de baixo risco, pode ser estabelecida a vigilância ativa (VA), na qual não é estabelecido o tratamento, mas o paciente é acompanhado atentamente, com uma série de biópsias. A VA é uma opção cada vez mais utilizada nos EUA, onde há relatos de que o tratamento possa ter sido estabelecido desnecessariamente em casos de tumores de baixo grau. O principal tratamento do CAP é a prostatectomia radical, que comumente apresenta complicações como disfunção erétil e incontinência urinária, associados à menor qualidade de vida. Desta maneira, a VA é considerada uma boa opção para tratar casos de baixo grau, mas a seleção correta dos pacientes ainda é problemática com necessidade de melhorar os critérios para estratificação de risco, que podem ser diferentes para pacientes jovens e idosos, considerando-se que o CAP pode ser bastante diverso em faixas etárias extremas. Além dos efeitos benéficos aos pacientes, a melhoria da estratificação de risco com estabelecimento de VA mais eficaz representaria uma economia financeira por dispensar cirurgias desnecessárias, e ainda resultaria em diminuição dos custos de internação e de cuidados pós-operatórios. Para a melhoria da estratificação de risco, é importante identificar as alterações genéticas mais precoces nos pacientes jovens e diferenciá-las das que ocorrem nos pacientes com idade mais avançada. Assim, neste projeto, pacientes com CAP de início precoce (45 anos ou menos) e tardio (65 anos ou mais) serão comparados quanto à presença de mutações germinativas mais comuns e aos padrões de metilação do DNA, por meio de sequenciamento dos exomas por NGS e de PCR metilação-específica. Esperamos que os marcadores encontrados tenham impacto direto na melhoria da qualidade de vida destes pacientes e também com impacto financeiro, diminuindo custos de internação, cirurgias e tratamentos.
  • Fundação Oswaldo Cruz - PR - Brasil
  • 05/12/2019-31/12/2021
Foto de perfil

Dalila Moter Benvegnú

Ciências Biológicas

Farmacologia
  • defensivos agrícolas e aspectos neuropsicocomportamentais: o caso de agricultores da região sudoeste do paraná
  • Os agrotóxicos, também denominados defensivos agrícolas ou agroquímicos, são definidos, resumidamente, segundo Lei Federal 7802-1989 como produtos químicos destinados ao uso nos setores de produção, armazenamento e beneficiamento de produtos agrícolas, cuja finalidade é alterar a composição da flora e da fauna, preservando-a da ação danosa de seres vivos. Um estudo de cerca de oito anos revelou que o Brasil é o maior consumidor de agrotóxicos do mundo e o Paraná se destaca nas primeiras posições em diferentes categorias, sendo o estado com maior número de intoxicações e suicídios causados por agrotóxicos direta ou indiretamente. Além disso, neste mesmo estado as classes de defensivos agrícolas caracterizadas como muito perigosas e perigosas são as mais aplicadas em todas as regiões, representando cerca de 80% do total de agrotóxicos utilizados, predominando os herbicidas, como o glifosato; seguido pelos inseticidas, especialmente da classe organofosforados. E, dentre as regiões paranaenses, o Sudoeste, região onde estão localizados os municípios de Planalto e Realeza, destaca-se pela intensa atividade agrícola e apresenta volumes de cerca de 15,0 Kg/ha/ano de defensivos agrícolas aplicados nas lavouras. E, dentre as regiões paranaenses, o Sudoeste, região onde estão localizados os municípios de Planalto e Realeza, destaca-se pela intensa atividade agrícola e apresenta volumes de cerca de 15,0 Kg/ha/ano de defensivos agrícolas aplicados nas lavouras. Aliado a isto, esta Região possui o maior índice de suicídio do estado, sendo que 48,6% são agricultores e 75% desses apresentam como causa transtornos depressivos. Ademais, a Região Sudoeste apresenta o dobro do índice de suicídios das demais regiões do Estado do Paraná. Deste modo, tais informações convergem com relatos de que após a 2ª Guerra Mundial, os soldados expostos a armas químicas com substâncias organofosforadas cometiam suicídio até cinco anos depois. Atualmente, já encontram-se estudos da Organização Mundial da Saúde (OMS), que reforçam o fato de que os defensivos agrícolas podem causar prejuízos ao processamento de informação, velocidade psicomotora e memória, dificuldade de fala e tendência aumentada à depressão, ansiedade e instabilidade emocional, aumentando o risco ao suicídio. E, ao fazer menção sobre o transtorno da depressão, existem algumas teorias para elucidar os possíveis mecanismos, como a teoria monoaminérgica e neurogênese, onde fatores neurotróficos protetores e neurotransmissores como noradrenalina, dopamina e serotonina encontram-se em níveis cerebrais diminuídos, e a teoria neuroimunoinflamatória, onde pode haver um aumento de fatores neuronais pró-inflamatórios e diminuição de fatores neuronais anti-inflamatórios. Desta maneira, o presente estudo tem por objetivo verificar a exposição de agricultores da região Sudoeste do Paraná a defensivos agrícolas e relacionar com possíveis sinais e sintomas de transtornos neuropsicocomportamentais e risco ao suicídio. Para tal, será realizado um estudo retrospectivo e transversal com aproximadamente 300 indivíduos da zona rural das cidades de Planalto e Realeza-PR. Os indivíduos serão selecionados de modo aleatório por meio de listas de propriedades rurais fornecidas pela secretaria da agricultura dos referidos municípios. Serão incluídos no estudo participantes maiores de 18 anos de idade, independentemente do gênero. A coleta de dados dar-se-á no domicílio dos agricultores via aplicação de três questionários: o primeiro composto por questões objetivas e descritivas que abordam dados gerais sobre a propriedade e dados pessoais acerca do estado geral de saúde, de modo especial neuropsicocomportamental; o segundo denominado de HADS (Hospital Anxiety Depression Scale) - Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão, que aborda questões objetivas acerca de ambos os transtornos e; o terceiro Risk-Rescue Rating, para quantificação da tendência ao suicídio. Na sequência será conduzido um teste neurofisiológico para nova coleta de dados, por meio do equipamento actímetro. Por fim, será realizada uma coleta sanguínea e urinária dos participantes, a fim de serem realizadas as seguintes quantificações: níveis plasmáticos dos principais agroquímicos a que os indivíduos encontram-se expostos (glifosato e organofosforados) - por meio do equipamento cromatógrafo líquido, com detector de plasma acoplado a massa (LC-ICP-MS); níveis urinários de DOPAC, HVA e 5-HIAA, metabólitos de neurotransmissores - via cromatógrafo líquido de alta eficiência (HPLC) acoplado a detector eletroquímico e; níveis plasmáticos de marcadores neuronais, como fator neurotrófico derivado do cérebro (BDNF), peptídeo neurofilamentoso (NFEL), citocinas pró-inflamatórias, como interleucinas (IL-1b e IL-6), além da atividade da enzima butirilcolinesterase - mensurados por meio de Kits de imunoensaio do tipo ELISA. Por fim, os dados serão avaliados com auxílio do software Statistica®, onde será aplicada estatística descritiva e análises de correlações. Para considerar diferença estatística significativa será adotado um valor de p<0.05. Diante do exposto, ressalta-se a importância do estudo a ser desenvolvido com indivíduos agricultores domiciliados na Região Sudoeste do Paraná, local de intensa produtividade agrícola e utilização de agrotóxicos, mas também de elevado índice de suicídio por parte de tais produtores, cuja causa principal relaciona-se à depressão. Por meio dos achados poderão ser inferidas algumas relações entre uso de defensivos agrícolas e distúrbios neuropsicocomportamentais, conscientizando a população do risco a que estão sendo submetidas e efetuando-se medidas profiláticas por parte de autoridades responsáveis.
  • Universidade Federal da Fronteira Sul - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Dalton Longue Júnior

Ciências Agrárias

Recursos Florestais e Engenharia Florestal
  • avaliação tecnológica de madeiras de eucalipto cultivadas na região sudoeste da bahia
  • No Brasil, o gênero Eucalyptus é o mais cultivado em plantios homogêneos visando o fornecimento de madeira para o abastecimento industrial e comercial. Nesse sentido, a Bahia segue o mesmo padrão sendo os plantios destinados principalmente para o setor de celulose e papel. O grande sucesso dessas espécies ocorre pelas suas características tecnológicas e silviculturais, como o rápido crescimento e sua boa adaptação aos diferentes solos e climas, culminando com elevadas produtividades. Assim, a grade importância das características tecnológicas e levando em consideração a demanda crescente de madeira de qualidade para as indústrias de base florestal, com foco na produção de polpa celulósica, o setor de florestas plantadas tem sido cada vez mais necessário e requisitado para suprir essa carência do setor industrial. Por mais homogêneo que um plantio florestal possa parecer, variações entre espécies e dentro da mesma árvore ocorrem e devem ser avaliadas antes do uso pelas indústrias. Ainda, variações ocorrem também devido as condições edafoclimáticas e das técnicas de plantio e manejo florestal, como produção de mudas (sementes ou clones), grau de instrução dos produtores florestais, nível tecnológico dos empreendimentos florestais, falta de assistência técnica adequada no plantio e na condução dos plantios. A pesquisa exploratória dessas características permite direcionar mais corretamente os plantios florestais para os segmentos industriais que poderão obter maiores vantagens com a sua utilização, diminuindo os riscos e impactos negativos nos processos industriais de transformação das madeiras em produtos manufaturados. Também, a partir do estudo dessas madeiras é possível orientar a silvicultura local para focarem seus estudos em materiais mais adaptados. Nesse sentido, a região sudoeste da Bahia também segue a tendência nacional de cultivos florestais com o gênero Eucalyptus. Clones desenvolvidos para outras regiões foram plantados com intuito de crescerem com boa qualidade, como o VCC-865, AEC-144 e VM-058. O histórico de implantação de suas florestas tem levado em consideração apenas o rendimento volumétrico, desconsiderando em sua maioria as propriedades tecnológicas da madeira as quais são de grande importância para a sua correta destinação final. Assim, o objetivo do projeto é avaliar as características técnicas das propriedades florestais e socioeconômicas dos produtores florestais, as características dendrométricas e silviculturais dos plantios de eucalipto com 5 e 7 anos de idade, bem como determinar as propriedades químicas, físicas e anatômicas das madeiras cultivadas na região Sudoeste da Bahia. Serão avaliadas inicialmente doze propriedades florestais de acordo com o levantamento prévio disponibilizado pela Associação dos Silvicultores do Sudoeste da Bahia (ASSOSIL) e avaliados materiais plantados de 5 e 7 anos de idade: VCC-865, AEC-144 e VM-058. As características dendrométricas (altura, diâmetro e volume das árvores) serão determinadas através de um inventário florestal seguindo uma amostragem do tipo casual simples, com parcelas seguindo a intensidade amostral de 1 parcela ao acaso a cada 5 hectares com dimensões de 20 x 20 metros, totalizando 400 m². Em seguida serão coletadas amostras de serragem ou discos de madeira, a depender da autorização dos proprietários florestais. Serão amostradas três árvores de cada material em cada propriedade, que serão selecionadas com base no diâmetro médio. Será realizada a coleta de serragem para as análises químicas e a coleta de discos de madeira para as análises físicas e anatômicas, por dependerem da estrutura intacta do material coletado. Os discos de madeira serão retirados em diferentes posições do tronco (0%, 50%, 100% da altura comercial) para compor uma amostra composta que represente cada árvore, tendo como referência o fuste comercial, com diâmetro mínimo de 8 cm. Serão realizadas análises de densidade básica, estabilidade dimensional (contração e inchamento), composição química da madeira (teor de celulose, hemiceluloses, lignina solúvel, insolúvel e total, teor de extrativos e minerais), teor de umidade máxima da madeira, porosidade, dimensões dos elementos anatômicos (comprimento e diâmetro das fibras, diâmetro do lúmen e espessura da parede). A partir desses estudos exploratórios será possível compreender o melhor uso das madeiras e os futuros estudos com os materiais mais indicados para outras aplicações, com foco no uso para celulose e lignina e outros processos de transformação da madeira em produtos.
  • Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Dalva Maria da Silva Matos

Ciências Biológicas

Ecologia
  • diagnóstico, prevenção e controle de plantas invasoras e superdominantes no parque nacional da serra dos órgaos e no parque nacional da bocaina.
  • Nesta proposta, daremos prioridade a dois temas: 1) Recuperação de habitats terrestres e aquáticos e manejo de espécies exóticas invasoras e 2) Caracterização e avaliação de impactos sinérgicos de atividades antrópicas sobre a biodiversidade e das medidas de mitigação. Através deste projeto pretendemos reconhecer as espécies vegetais invasoras e superdominantes presentes no Parque Nacional da Serra dos Orgãos (PARNASO) e no Parque Nacional da Bocaina (PNB). Invasão biológica é um processo relativamente lento de degradação dos ecossistemas causada pela proliferação descontrolada de espécies (animais ou vegetais) exóticas ao ambiente, sendo hoje considerada a segunda maior causa de perda da diversidade biológica. Além disso, espécies nativas e altamente competitivas, como os bambus e o samambaião (Pteridium arachnoideum), podem se tornar superabundantes (sensu Silva Matos & Pivello 2009)e influenciar a dinâmica e a riqueza de espécies. Uma vez que ambos os parques estão localizados em estados populosos, em regiões de amplo interesse turístico e cercados por propriedades rurais, o risco de impactos ambientais é elevado. Tais impactos geram perturbações na vegetação que podem levar a um aumento desenfreado de algumas espécies nativas e consequentemente dificultar o estabelecimento de outras espécies nativas. O risco de introdução de espécies invasoras também é maior nestas áreas limítrofes não somente pela entrada de espécies de exóticas provenientes de áreas agrícolas, mas também através da dispersão de propágulos provenientes de plantas utilizadas para paisagismo em áreas privadas. Neste caso, avaliar o uso do entorno dos parques também é importante. Considerando que os recursos humanos e financeiros são limitados, é necessário que se identifique processos de invasão efetiva, que necessitam de intervenção de manejo para seu controle numa escala de prioridades. Essa ferramenta não existe atualmente, o que dificulta o estabelecimento de prioridades e ações adequadas de manejo. Através de um diagnóstico cientificamente embasado, pode-se traçar recomendações de controle dessas espécies, onde elas já existem, e delinear planos para a prevenção de novas invasões. Para tanto, o presente projeto contará com o auxílio de ferramentas e metodologias baseadas em geotecnologias (como GPS, Sistemas de Informação Geográfica (SIG) e imagens de sensoriamento remoto), as quais permitirão a avaliação multitemporal da distribuição das espécies invasoras e nativas superdominantes, bem como subsidiarão a definição de áreas prioritárias de manejo. Através de um diagnóstico cientificamente embasado, pode-se traçar recomendações de controle dessas espécies, onde elas já existem, e delinear planos para a prevenção de novas invasões. Finalmente, há um desconhecimento quase total, mesmo por parte de profissionais, que atuam em áreas correlatas à conservação de ecossistemas bem como para produtores que fazem uso de espécies potencialmente invasoras, sendo, portanto, necessário traduzir e disseminar o assunto para um público amplo. O objetivo geral deste projeto é buscar ferramentas que promovam o controle de espécies invasoras e nativas superdominantes no Parque Nacional da Serra dos Orgãos e no Parque Nacional da Bocaina. A partir da análise de planos de manejo, estudos anterioes, ferramentas de georeferenciamento e validação, pretendemos: estimar a área dominada por espécies invasoras e superdominantes em cada uma das unidades, selecionar áreas prioritárias para manejo e testar estratégias de controle em algumas dessas áreas. Áreas de ocorrência de espécies invasoras e nativas superdominantes serão amostradas em campo a fim de se registrar, utilizando-se aparelho receptor de GPS, suas coordenadas geográficas. Posteriormente, em gabinete, esses dados serão sobrepostos a imagens de sensores remotos (como Landsat, Modis, Aster e RapidEye) para verificar os padrões texturais e espectrais associados a essas espécies, os quais servirão de base para o mapeamento de suas distribuições espaciais nas localidades de estudos e seu entorno.Para os experimentos de controle de P. arachnoideum, estabeleceremos um experimento em bloco casualizado com o objetivo de identificar a frequência anual de remoção da biomassa que mais reduz a produtividade de P. arachnoideum: uma, duas ou três vezes ano. Os tratamentos serão repetidos durante dois anos e a produtividade aérea e subterrânea nas áreas será avaliada anualmente. Em áreas dominadas por G. tagoara, compararemos o efeito de quatro tratamentos distintos na produtividade da espécie e regeneração de espécies em parcelas de 20 x 20 m em 5 áreas dominadas pela espécie: controle sem tratamentos de remoção; controle sem remoção de rametas emergentes após o corte; remoção de todos os rametas emergentes a cada dois meses após o corte durante a estação chuvosa; remoção a cada dois meses após o corte inicial durante todo o ano. Estudos anteriores sugerem um crescimento intenso de G. tagoara durante o início da estação chuvosa, de modo que o corte concentrado nesse período pode ser a estratégia de manejo com melhor custo-beneficio. Em todos os tratamentos os rametas serão retirados após o corte para favorecer a regeneração de espécies arbóreas Para facilitar a aplicação dos tratamentos e minimizar danos à vegetação nativa, selecionaremos áreas amplamente dominadas pela espécie próximas a trilhas e estradas de acesso. Na Bocaina daremos ienfase no manejo de Pinus e eucalipto. Para os cursos, convidaremos moradores da comunidade do entorno, residentes ou eventuais, agricultores, donos de viveiros de mudas, paisagistas, professores de ensino básico e médio, além de servidores de secretarias das prefeituras e dos estados (Rio de Janeiro e São Paulo) ligadas ao meio ambiente e agricultura, Ministério Público. Este curso, ministrado em linguagem accessível para o público em geral, terá por objetivo alertar o público sobre os problemas relacionados as invasões biológicas.
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 11/12/2017-31/12/2020
Foto de perfil

Dalvan Jair Griebler

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • sparcloud: paralelismo de stream em nuvem
  • A classe de aplicações de processamento de stream representa diferentes domínios de processamento importantes (como por exemplo, imagem, vídeo, áudio e dados não estruturados produzidos por sensores). O desafio deste projeto é permitir que essas aplicações sejam executadas em ambientes de computação em nuvem, em vez de serem executadas em centros tradicionais de processamento de alto desempenho. O modelo de computação em nuvem permite um maior controle sobre os recursos e o usuário pode pagar somente pelo uso. A elasticidade (aumentar e diminuir o uso de recursos computacionais) desses ambientes permite que os usuários economizem dinheiro quando os aplicativos de processamento de fluxo suportam o provisionamento adequado de recursos sob demanda. Este cenário é bastante interessante e apropriado para ser investigado nestas aplicações, uma vez que a intensidade do fluxo de dados varia e o custo computacional da operação é frequentemente irregular para cada item/tarefa que está sendo processado. O objetivo deste projeto é investigar diferentes formas de explorar o paralelismo e a elasticidade automática. Além disso, o objetivo é fornecer suporte ao paralelismo de stream eficiente em um conjunto de aplicações desse domínio na nuvem. Portanto, as contribuições esperadas são: (i) um conjunto de aplicações de processamento de stream mais rápidas e eficientes, bem como relevantes para a medicina e a segurança; II) um conjunto representativo de aplicações de processamento de stream para testar propriedades diferentes e importantes deste domínio de aplicação e para melhorar o desempenho e a produtividade das interfaces de programação paralela; III) um modelo de elasticidade automática eficiente baseado no grau de paralelismo; IV) uma implementação do modelo proposto para abstrair detalhes de programação paralela; e V) inovações para as áreas de computação em nuvem, programação paralela, computação de alto desempenho e aplicativos de streaming. VI) treinamento e capacitação de alunos de iniciação científica, mestrado e doutorado.
  • Sociedade Educacional Três de Maio - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Dangelo Carlo Magliano

Ciências da Saúde

Medicina
  • estresse do retículo endoplasmático como alvo na doença hepática gordurosa não-alcoólica: comparação entre intervenções com enalapril e/ou treinamento aeróbico
  • Introdução: A obesidade é considerada uma desordem metabólica de etiologia multifatorial cuja prevalência vem aumentado a cada ano e que traz consigo diversas comorbidades das quais a doença hepática gordurosa não-alcoólica (DHGNA) tem importante destaque. O estresse do retículo endoplasmático (ERE) tem sido estudado como um novo alvo terapêutico no tratamento DHGNA. No fígado, o dano severo e contínuo causado por uma dieta não balanceada desencadeia o ERE e passa a ativar vias inflamatórias e de estresse oxidativo que conduzem a DHGNA e resistência à insulina. Outro ponto de relevância no estudo da DHGNA é a ativação dos eixos do sistema renina-angiotensina (SRA) local no fígado. O eixo clássico composto pela enzima conversora de angiotensina (ECA) e o receptor de angiotensina(Ang)-II tipo 1 (AT1r) desempenha papel importante no desenvolvimento e evolução da DHGNA e sua ativação tem relação direta com o ERE, uma vez que bloqueadores do SRA diminuem diretamente o ERE. Além disso, a atividade física parece interferir nas vias do ERE de acordo com diferentes modalidades, intensidades e períodos de exercício físico. Objetivo: o presente estudo visa comparar os efeitos do tratamento com enalapril e/ou treinamento aeróbio crônico sobre as vias do ERE na DHGNA induzida por dieta hiperlipídica. Métodos: camundongos C57BL/6 machos receberam dieta controle (SC, n=10) ou dieta hiperlipídica (HF, n=40) por oito semanas. Aleatoriamente, após as oito semanas de dieta, os animais foram redivididos de acordo com o protocolo de exercício e/ou fármaco que receberam, perfazendo os seguintes grupos experimentais (n=10/grupo): a) SC (dieta SC ao longo de todo o experimento), b) HF (dieta HF durante todo o experimento), c) HF-E (dieta HF tratado com enalapril – dose 10 mg/Kg/dia), d) HF-T (dieta HF e protocolo de treinamento) e e) HF-ET (dieta HF, protocolo de treinamento e tratado com enalapril – dose 10 mg/kg/dia). Os animais foram avaliados quanto a sua massa corporal, ingestão alimentar e energética, pressão arterial, perfil glicídico e composição corporal. Como etapas futuras serão realizadas: 1) no plasma, dosagens bioquímicas (glicose, insulina, leptina, adiponectina, colesterol, triglicerídeo, alanina aminotransferase, aspartato transaminase, fosfatase alcalina e gama-GT) e também a atividade das enzimas ECA e ECA2; 2) no fígado, análise bioquímica (triglicerídeo hepático), análise da atividade das enzimas ECA e ECA2, análise estereológica (densidade de volume de esteatose e número de perfis de binucleação) e imunohistoquímica, western-blotting e RT-qPCR de proteínas e genes do ERE, SRA, inflamação, β-oxidação e lipogênese hepática. Os dados serão analisados por one-way ANOVA com pós-teste Holm-Sidak, e serão apresentados como média ± devio padrão. O estudo foi aprovado pelo CEUA/UFF 2504060718. Resultados preliminares: as intervenções com enalapril e/ou treinamento diminuiram a massa corporal, a pressão arterial sistólica e alteraram a composição corporal dos animais. A intervenção com treinamento aeróbico apresentou melhor resultado sobre a tolerância à insulina e à glicose em comparação com o uso isolado do enalapril.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniel Alexandre Baptista Bonifacio

Engenharias

Engenharia Nuclear
  • montagem e caracterizacão de cristais cintiladores acoplados a fotomultiplicadoras de silício para aplicação em medicina nuclear
  • Os grandes avanços na detecção de radiação ionizante encontram uma grande motivação em instrumentação médica, o que é evidenciado por técnicas como cirurgia radioguiada com sondas gama e tomografia por emissão de pósitrons (PET - “Positron Emission Tomography”). Dentro deste cenário, destacam-se os detectores baseados em cristais cintiladores acoplados a fotomultiplicadoras de silício (SiPM). No entanto, a concepção desses detectores tem se tornado uma tarefa complexa por envolver um grande número de componentes, com grandes possibilidades de escolha e configuração para cada um deles. O projeto de um novo detector necessita de estudos que permitam a obtenção de características otimizadas para se atingir o melhor desempenho. Este projeto tem como objetivo montar, caracterizar e avaliar cristais cintiladores acoplados a SiPM para aplicação em medicina nuclear, com foco no desenvolvimento de detectores de PET e sonda gama para cirurgia radioguiada. Os parâmetros de avaliação de sondas de detecção de gama são: sensibilidade de detecção, seletividade espacial, resolução espacial, resolução em energia e contraste e campo de visão. Serão realizadas simulações de Monte Carlo para as avaliações dos aspectos físicos de um detector para sonda gama, de forma a comparar os resultados experimentais com simulados. As fotomultiplicadoras de silício disponíveis possuem resoluções temporais semelhantes ou até superiores às das fotomultiplicadoras convencionais. Por isso, é esperado que os sistemas que usam esses componentes sejam mais rápidos que os atuais, desde que a eletrônica de aquisição seja adequada para essa nova tecnologia. As características do detector para sonda gama serão avaliadas e os resultados da performance do detector serão comparados com aqueles de outros sistemas de detecção já desenvolvidos. O detector para PET a ser montado usa um bloco de cristal cintilador monolítico acoplado a uma matriz de SiPMs, onde a leitura dos sinais dos elementos da matriz é feita com a soma dos sinais em linha e em coluna. Tal conceito PET possui o potencial de melhorar a resolução em energia e a eficiência de detecção sem degradar a resolução espacial, diminuindo a quantidade de radiofármaco administrada. Assim, as desvantagens inerentes ao uso de matrizes de cristais não existem. No entanto, algoritmos de determinação da posição 3D do local da interação do fóton gama devem ser utilizados. Até pouco tempo atrás, o método da centroide 2D era considerado a única opção viável, devido à necessidade de alto poder de processamento de algoritmos de determinação da posição 3D. No entanto, com os avanços das tecnologias de eletrônica digital, esse processamento sem grandes dificuldades e vários métodos já foram propostos. Finalmente, espera-se obter, com esses novos detectores, características semelhantes ou superiores às dos equipamentos já desenvolvidos, para viabilizar a construção de protótipos de sonda gama e PET.
  • Comissão Nacional de Energia Nuclear - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniel Alexandre Boullosa Álvarez

Ciências da Saúde

Educação Física
  • influencia do treinamento curto de alta intensidade nos escores de depressão, na aptidão física, respostas de estresse e inflamatórias de pessoas com depressão
  • Proposta apresentada ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) pela Universidade Católica de Brasília (UCB), como parte dos requisitos para a seleção de propostas de apoio financeiro do Edital Chamada Universal MCTIC//CNPq nº 28/2018. Para tal, serão utilizados técnicas e instrumentos não invasivos, de fácil manuseio e de baixo risco e custo, para ajudar a compreender o impacto do treinamento curto de alta intensidade sobre os sintomas depressivos. O objetivo geral da proposta é verificar a influência, na perspectiva dose-resposta, do treinamento curto de alta intensidade, durante duas semanas, nos escores de depressão, na aptidão física, respostas de estresse e inflamatórias, de pessoas diagnosticadas com depressão. Atualmente, a depressão afeta mais de 322 milhões de pessoas no mundo. Entre 1990 a 2013 houve um aumento de 50% da quantidade de pessoas diagnosticadas com depressão. A grande preocupação em buscar novas formas de tratamento é devido ao crescente aumento de pessoas com diagnóstico de depressão, e a relação da doença com outras patologias como as doenças cardiovasculares. A OMS sugere que sejam utilizadas enquanto formas de tratamento para depressão a psicoterapia e a fármaco terapia, no entanto esses métodos não são eficazes para o tratamento do risco aumentado de desenvolver doenças cardiovasculares, mas a atividade física e o exercício físico são técnicas comprovadas para restabelecer a saúde cardiovascular. Vários estudos têm identificado a influência da atividade e do exercício físico na prevenção e tratamento da depressão, com resultados positivos para os grupos estudados. Dentre os vários tipos e métodos de treinamento que podem ser utilizados para melhora das variáveis da aptidão física e da saúde da população, o treinamento intervalado em sprints, (sprint interval training) (SIT) tem se destacado pela viabilidade, praticidade, baixo volume das sessões e eficácia dos resultados. Porém até o presente momento apenas um estudo utilizou do SIT como tratamento para pessoas com depressão, e várias lacunas ainda precisam ser respondidas, principalmente relacionadas as respostas inflamatórias e ao controle do estresse dessa população. Nesse sentido, essa pesquisa avaliar o estresse e as respostas inflamatórias dessa população e a influencia que o um protocolo de exercício físico pode provocar, ajudarão a compreender e definir novos métodos de intervenção nessa população específica bem como contribuir na prevenção e tratamento dessa doenças com ferramentas simples e de fácil aplicabilidade. Os sujeitos serão submetidos a protocolos de SIT, e monitorados quanto as variáveis aptidão cardiorrespiratória, atividade física, controle autonômico, potência muscular, respostas ao estresse, através do cortisol e respostas inflamatórias em detrimento da avaliação das citocinas, bem como a influência deste treinamento nos sintomas depressivos. Espera-se ao final do estudo que essa pesquisa possa contribuir e evidenciar novos métodos e mecanismos psicofisiológicos, além de desenvolvimento de novas tecnologias de baixo custo e alta aplicabilidade para contribuir com políticas públicas no tratamento e prevenção da depressão.
  • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniel Antunes Maciel Villela

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • modelagem de dados para intervenções em malária na amazônia
  • Vide projeto anexo
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniel Araki Ribeiro

Ciências da Saúde

Odontologia
  • investigação das vias trofica, atrofica e inflamatória em glândulas salivares de ratos submetidos à privação do sono paradoxal
  • O sono é um importante fator para a homeostasia humana. Modelos animais sugerem que o débito de sono está associado com o aumento na secreção de corticosterona e reduções de testosterona, hormônio do crescimento (GH) e fator de crescimento similar à insulina (IGF)-1, instaurando-se um ambiente catabólico favorável à atividade inflamatória e subsequente degeneração tecidual. O objetivo do presente projeto será avaliar as vias trófica, atrófica e inflamatória em glândulas salivares maiores de animais submetidos ao sono paradoxal por 96 horas (PSP96). Para isso, será utilizado um total de 30 animais distribuídos em três grupos: Grupo controle (n=10): os animais não serão submetidos a quaisquer procedimentos; Grupo Privação de Sono (n=10): os animais serão submetidos a privação de sono paradoxal por 96h; Grupo Privação de Sono e Rebote (n=10): os animais serão submetidos a privação do sono paradoxal por 96h seguido por um período de 96h sem intervenção. O método de privação de sono adotado será o de plataformas múltiplas. Após esses procedimentos, os animais serão eutanasiados, e as glândulas salivares maiores: parotida, submandibular e sublingual serão retiradas para análises bioquímicas, histopatológicas, séricas e moleculares. A análise histopatologica do tecido glandular será feita com hematoxilina e eosina (HE), analise histomorfométrica será realizada também com as laminas coradas em HE; a análise bioquímica será realizada por Western Blotting de proteínas chaves da via de sinalização do Toll like: MyD88, IKK, TRAF-6 e NF-κB p50, NF-κB p65. Na análise imunoistoquimica serão rastreados os seguintes marcadores: TNF-alfa, COX-2, iNOS, IL-6, IL10; ki-67, citoqueratina 19 e alfa-SMA. Finalmente para a análise molecular, serão investigados os seguintes genes: TNF-alfa, COX-2, iNOS, IL10, IL6 e citocromo C por PCR em tempo real. Em todas as análises, será realizada análise estatística com nível de significância em p<0.05.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniel Araújo de Macedo

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • preparação e avaliação eletroquímica de eletrodos à base de ca3co4o9 (c349)
  • O presente projeto tem como objetivo fundamental o desenvolvimento de materiais para sistemas energéticos sustentáveis, especificamente materiais de eletrodo à base de cobaltita de cálcio (Ca3Co4O9) para aplicação como cátodo de células a combustível de óxido sólido. Em paralelo, buscar-se-á consolidar a cooperação acadêmica nacional e internacional em nível de pós-graduação entre os pesquisadores de 3 instituições, 2 nacionais e 1 estrangeira. A componente científica será centrada na obtenção de materiais por mecanosíntese ou ativação mecânica, estudos de estabilidade térmica e reatividade, caraterização microestrutural e avalição eletroquímica de eletrodos. Espera-se, ao final do projeto, contribuir com a disseminação da tecnologia de conversão de energia usando células combustíveis, acumulando um volume expressivo de conhecimento científico sobre as propriedades dos diferentes materiais de eletrodo (Ca3Co4O9 e compósitos Ca3Co4O9+Ba0,5Sr0,5Co0,8Fe0,2O3), a fim de que este dispositivo possa fornecer potência útil e ser adotado com segurança pela indústria, cumprindo com o seu papel na matriz energética Brasileira.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniel Arruda Coronel

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • análise dos impactos econômicos e sociais do acordo de preferência comercial transpacífico no agronegócio brasileiro: uma abordagem por meio de equilibrio geral computável
  • Este trabalho tem como objetivo avaliar os impactos econômicos e sociais do Acordo de Preferência Comercial Transpacífico (TPP), no agronegócio brasileiro, através do modelo de Equilíbrio Geral Computável – Global Trade Analysis Project (GTAP). Especificamente, visa-se: verificar os impactos nos fluxos comerciais (exportações e importações) no agronegócio brasileiro, oriundos da formação do TPP; determinar os efeitos do TPP na quantidade produzida e nos preços domésticos do agronegócio brasileiro; analisar a sensibilidade das elasticidades de substituição entre os insumos domésticos e importados e entre bens importados de diferentes regiões, oriundos do TPP; identificar o impacto no Produto Interno Bruto (PIB) nos níveis de bem-estar da economia brasileira, devido à formação do TPP; verificar o impacto econômico do TPP nas finanças públicas brasileiras.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniel Breseghello Zoccal

Ciências Biológicas

Fisiologia
  • controle ventilatório pelo dióxido de carbono (co2) – avaliação funcional das projeções serotoninérgicas para a superfície ventral do bulbo
  • A respiração é um processo homeostático automático, primariamente coordenada por uma complexa rede neural presente no tronco encefálico. O funcionamento desta rede neural é modificado frente a estímulos que promovam alterações na pressão parcial dos gases sanguíneos. Em situações de hipercapnia (elevações da PaCO2), células sensoriais, presentes no tronco encefálico e diretamente conectadas com a rede neural respiratória, são estimuladas e enviam informações excitatórias para os neurônios respiratórios de forma a deflagrar respostas de aumento na ventilação pulmonar. Dentre os candidatos responsáveis pela quimiorrecepção central estão os neurônios serotoninérgicos dos núcleos da Rafe. A serotonina é um importante neuromodulador capaz de regular a excitabilidade dos neurônios respiratórios e modificar o funcionamento da rede neural respiratória. Além de possuírem características de quimiossensibilidade intrínseca (sensíveis às variações de CO2 e pH), evidências experimentais mostram que a inibição dos neurônios serotoninérgicos da Rafe atenua as repostas ventilatórias à hipercapnia, dando suporte ao conceito de que os neurônios da Rafe seriam quimiorreceptores centrais e contribuem para as respostas ventilatórias reflexas. Entretanto, não há evidências funcionais sobre como os neurônios serotoninérgicos da Rafe interagem com a rede neural respiratória. Baseado em evidências da literatura, no presente projeto exploraremos a hipótese de que, em condições de hipercapnia, os neurônios serotoninérgicos da Rafe são estimulados e contribuem para a resposta ventilatória reflexa, pelo menos em parte, por estimular os neurônios presentes no núcleo retrotrapezóide (RTN) – importante região respiratória localizada na superfície ventral do bulbo, apresentando um papel determinante na quimiorrecepção central e modificação no padrão respiratório. Para tanto, realizaremos medidas da ventilação pulmonar in vivo, e registros da atividade motora inspiratória e expiratória in situ, em condições de repouso e durante a hipercapnia, em ratos que receberão microinjeções da toxina saporina conjugada ao receptador de serotonina (anti-SERT-SAP) no RTN, de forma a promover a lesão seletiva das projeções serotoninérgicas para este núcleo. Este estudo contribuirá para o nosso avanço no conhecimento do funcionamento da rede neural respiratória, e o significado funcional de vias neurais específicas em condições fisiológicas e, potencialmente, fisiopatológicas.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniel Brito de Freitas

Ciências Exatas e da Terra

Astronomia
  • investigação acerca da assinatura multifractal presente em dados de fotometria e espectroscopia de trânsito planetário
  • Dados astrofísicos, nos domínios do tempo e do espaço, envolvem uma vasta gama de fenômenos de variabilidade estelar, dentre eles, a atividade magnética da ordem de poucas horas até a assinatura de um exoplaneta que pode abranger uma escala de tempo de poucos dias até anos. Inúmeros instrumentos, em solo ou no espaço, estão sendo desenvolvidos para detectar exoplanetas do tamanho da Terra. Exoplanetas com essa dimensão desafiam a instrumentação científica e o campo de pesquisa em tratamento de dados. Na vertente da instrumentação, o espectrógrafo NIRPS, que irá trabalhar junto com o HARPS, será um desses novos instrumentos que buscará a assinatura de exoplanetas com uma precisão menor do que 1 m/s na variação da velocidade radial. Na vertente do tratamento de dados, poucos trabalhos vêm sendo desenvolvidos na literatura com o propósito de analisar esses dados considerando-os como um processo dinâmico que reúne uma gama de variáveis não-lineares, não-ergódicas ou não-estacionárias. A presente proposta de pesquisa busca encontrar respostas eficazes no momento em que considera os sinais astrofísicos como um multifractal. Usando o método multifractal denotado como MFDMA, o presente projeto tem como meta: investigar a assinatura multifractal deixada pela presença de um exoplaneta. Para esse fim, a proposta irá analisar dados oriundos da técnica de espectroscopia de trânsito planetário através de um background observacional de vários instrumentos, dentre eles, aqueles das missões Kepler e TESS. Em particular, o estudo repousa na análise de estrelas frias que podem hospedar exoplanetas na zona de habitabilidade com curto período orbital. A caracterização multifractal dessas estrelas será de grande importância para elaborar um algoritmo robusto que consiga detectar de forma automática diferentes populações de estrelas. Essas populações podem abranger estrelas que potencialmente abrigam exoplanetas, estrelas que apresentam diferentes níveis de atividade magnética ou aquelas que apresentam algum comportamento anômalo. Com isso, a presente proposta terá como produto final: um eficiente algoritmo Machine Learning que consiga reconhecer padrões provenientes da interação estrela-planeta. Por fim, a caracterização de exoplanetas é atualmente uma das áreas de maior ascensão científica no século XXI e promete responder questões fundamentais levantadas há várias décadas, tais como: existe uma Terra 2.0? A vida como a conhecemos é um acidente cósmico?
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniel Cardoso Moraes de Oliveira

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • apoio computacional ao desenho de novas drogas para tratamento de zika usando computação em larga-escala centrada em dados
  • O vírus da Zika (ZIKV) faz parte de um grupo de doenças emergentes infecciosas que afetam em especial habitantes de países em desenvolvimento, incluindo o Brasil. O ZIKV é o responsável por graves anomalias congênitas em bebês, em especial a microcefalia. Dessa forma, para a população desses países, a descoberta de novas drogas que possam ser usadas como tratamento para o ZIKV é; uma prioridade. Embora o Brasil tenha avançado significativamente na última década em vários campos da ciência, as pesquisas em áreas multidisciplinares como a bioinformática ainda se encontram em amadurecimento, e estas desempenham um papel fundamental para a descoberta de novas drogas para o tratamento do ZIKV. Diversas pesquisas de sucesso no ramo da bioinformática têm proposto protocolos in silico (baseado em simulações computacionais) que utilizam análises filogenéticas/filogenômicas e mais recentemente as análises farmacofilogenômicas. Esses protocolos normalmente envolvem um conjunto de programas que executam simulações científicas e que são encadeados formando um fluxo coerente de atividades, ao qual denominamos workflow. Entretanto, gerenciar um experimento nesse contexto não é uma tarefa trivial. Cada execução de um workflow para descoberta de novas drogas para o ZIKV pode consumir e produzir um grande volume de dados, o que comumente requer o uso de ambientes de Processamento de Alto Desempenho (PAD), como clusters e supercomputadores, aliado a técnicas de paralelismo. Apesar de tais ambientes serem bastante utilizados, nos últimos anos temos visto o crescimento dos Ambientes de Computação em Larga Escala Centrada em Dados (DISC), que se baseiam em clusters de computadores de hardware comum, e seus frameworks associados como o Apache Spark que fornece processamento eficiente em memória. Um dos maiores desafios na gerência de experimentos científicos nesses ambientes DISC reside na distribuição das execuções das atividades dos workflows nos recursos de forma eficiente. Além disso, devemos nos preocupar com a gerência de metadados e com a análise dos resultados obtidos, seja por meio de representação visual ou utilizando técnicas de aprendizado de máquina. O objetivo principal deste projeto de pesquisa está no desenvolvimento de novas técnicas de gerência de experimentos científicos baseados em simulação com o foco no apoio à descoberta de novas drogas para o tratamento de Zika. Essa gerência engloba a distribuição das simulações em ambientes DISC heterogêneos (que envolvem nuvens de computadores, GPUs e clusters de computadores) e análise dos resultados por meio de algoritmos de aprendizado de máquina e lógica. Todo o desenvolvimento será alicerçado em dados e processos reais fornecidos pela Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ) e pelo Laboratório Nacional de Bioinformática (LabInfo) do Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC).
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniel Carneiro Moreira

Ciências Biológicas

Fisiologia
  • adaptações bioquímicas durante a metamorfose: modulação dos sistemas antioxidantes e marcadores de estresse oxidativo em insetos holometábolos
  • A metamorfose de insetos é um fenômeno natural extraordinário no qual indivíduos sofrem alterações drásticas de suas formas ao longo de seu desenvolvimento pós-embrionário. No caso de insetos holometábolos, a metamorfose transforma a larva, um ser relativamente simples e sem asas, em um indivíduo adulto alado, ativo e reprodutor. Esta estratégia de reprodução ocorre em aproximadamente 90% das espécies de insetos conhecidas e permite que não haja competição por recursos dentro de uma espécie. Isso deve-se ao fato de que indivíduos imaturos diferem não somente na morfologia, mas também ecologicamente, ocupando nichos distintos. É na fase de pupa, estado intermediário entre larvas e adultos, que os tecidos larvais são desconstruídos e suas subunidades usadas para a construção dos tecidos adultos. Tal reorganização tecidual está associada a alterações igualmente profundas de fatores fisiológicos e bioquímicos. No início da fase pupal a taxa metabólica (i.e. consumo de O2) cai abruptamente, permanece baixa por um período e aumenta de forma exponencial à medida que a emergência do adulto se aproxima. Este padrão, em formato de U, também é observado para outros importantes processos celulares, por exemplo, a atividade de enzimas do metabolismo oxidativo e a taxa de incorporação de aminoácidos. Considerando que variações amplas do consumo de oxigênio, similares ao observado nas pupas de insetos holometábolos, estão associadas a alterações na produção de espécies reativas de oxigênio e em sistemas antioxidantes (i.e. metabolismo redox), pode-se supor que a modulação de antioxidantes endógenos faz parte do conjunto de alterações bioquímicas da metamorfose. Contudo, não há estudos na literatura cientifica mundial de adaptações antioxidantes ao longo da metamorfose na fase pupal. O objetivo deste projeto é investigar alterações do metabolismo redox durante a metamorfose de insetos holometábolos, utilizando como modelo animal a borboleta Chlosyne lacinia (Nymphalidae). Em outras palavras, pretendemos responder perguntas como: O equilíbrio redox é alterado durante a metamorfose? Qual o papel do sistema antioxidante durante a metamorfose? O conhecimento da bioquímica da metamorfose pode auxiliar estratégias de controle de pragas agrícolas e vetores de doenças
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniel Carvalho Pimenta

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • identificação e caracterização de novas moléculas a partir de venenos e secreções animais com possível aplicação biotecnológica ou farmacêutica
  • Venenos e secreções animais estão entre os fluidos biológicos mais concentrados e diversos do ponto de vista molecular que existem na Natureza. Dependendo das pressões evolutivas e processos de seleção natural, os diferentes animais peçonhentos e venenosos acabaram por recrutar populações distintas de moléculas bioativas nestes fluidos em função da estratégia de sobrevivência empregada, por exemplo predação ou defesa química contra microrganismos. Classicamente, enzimas, proteínas e peptídeos grandes (4-8 kDa) desempenham papéis ligados à predação, incluindo imobilização e digestão da presa, enquanto que peptídeos pequenos (1-3 kDa), alcaloides, esteroides atuam na imunidade inata como moléculas antibióticas. No entanto, essas moléculas podem atuar em outros sistemas biológicos de interesse humano, atuando como protótipos farmacêuticos para estudos de química medicinal. Nosso grupo já reportou o uso do alcaloide bufotenina como um agente inibidor da infecção in vitro pelo vírus da raiva e agora vem estudando o ácido quinurênico como um possível agente angiogênico. Levando-se em conta que a indústria farmacêutica ainda privilegia o desenvolvimento de pequenas moléculas orgânicas como fármacos, em detrimento aos chamados ‘biofármacos’, este projeto propõe a o isolamento e caracterização de novas pequenas moléculas orgânicas a partir de venenos e secreções animais com possível aplicação biotecnológica e/ou farmacêutica.
  • Instituto Butantan - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniel Chagas do Nascimento

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • desenvolvimento de um sistema faixa larga para localização de fontes de radiofrequência baseado em comparação de amplitudes
  • Este projeto de pesquisa compreende o desenvolvimento de um sistema faixa larga para localização de fontes de radiofrequência (RF) instaladas em cargas úteis de foguetes de sondagem que retornam à Terra. O sistema é composto por três módulos: um conjunto de antenas faixa larga com orientação espacial característica, uma eletrônica de condicionamento de sinais e um algoritmo que efetua a comparação das amplitudes dos sinais recebidos pelas antenas para estimar as direções das fontes de RF. No decorrer do trabalho, serão projetadas antenas espirais de cavidade, que são irradiadores naturalmente faixa larga, e um circuito comparador com arquitetura composta por demoduladores IQ. Para guiar a síntese das antenas, bem como a definição do arranjo espacial delas, será elaborado um programa computacional que permite avaliar o desempenho do sistema em cenários operacionais, sendo possível, por exemplo, configurar as posições ocupadas pelo sistema ao longo do tempo e os tipos de antenas das fontes de RF. Para elevar a acurácia dos resultados fornecidos pelo programa, ele utilizará em seus cálculos os diagramas de irradiação ativos das antenas espirais. Um protótipo do sistema será fabricado e testado em câmara anecoica para a verificação do projeto.
  • Instituto Tecnológico de Aeronáutica - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Daniel Conte

Lingüística, Letras e Artes

Letras
  • escutas convergentes: memória e silêncio nas literaturas em língua portuguesa.
  • Entre os nomes da literatura contemporânea escrita em língua portuguesa, Inês Pedrosa, Isabela Figueiredo, Luís Cardoso, Lucílio Manjate, Mario Lúcio Souza, Milton Hatoum, Ondjaki e Paulina Chiziane destacam-se como ficcionistas cujas obras seduzem os leitores, envolvendo-os no cerzido narrativo e tornando-os co-partícipes de um processo de recriação da história e de recuperação de uma memória coletiva, na qual se representam traços de identidade das nações que os textos elegem como cenário. Pela arte romanesca, esses autores transformam os leitores em cúmplices de um exercício estético que infringe e subverte tradicionais discursos da história, bem como as formas de conceber a ficção. Nas obras desses ficcionistas, a história se torna o próprio tema dos romances e não apenas um mero pano de fundo; sendo reinterpretada e transfigurada artisticamente, ela dá forma à realidade de grupos sociais, materializando e condensando anseios coletivos, ainda que esses sejam manifestados pela ação de personagens e por meio da ficção. Entre a história e a literatura, no âmbito das narrativas contemporâneas escritas em língua portuguesa, inexistem fronteiras nítidas, uma vez que a ficção se expressa por um movimento em que os discursos histórico e literário se permeiam, cabendo-lhe iluminar a realidade que lhe deu origem. Neste processo investigativo, pretende-se realizar um exercício teórico-crítico que incidirá sobre narrativas que representam paradigmaticamente os caminhos trilhados pela narrativa contemporânea lusitana, brasileira e das nações que foram colônias de Portugal na África, incluindo, o Timor Leste, na Ásia, a saber: Desamparo, de Inês Pedrosa; Cadernos de Memórias Coloniais, de Isabel Figueiredo; Requiem para o navegador solitário, de Luís Cardoso; A triste história de Barcolino, o homem que não sabia morrer, de Lucílio Manjate; Biografia do Língua, de Mario Lucio Souza; Órfãos do Eldorado, de Milton Hatoum; Bom dia camaradas, de Ondjaki; e O Sétimo Juramento, de Paulina Chiziane. É sob o vetor da convergência, portanto, que o corpus da pesquisa será estudado, tendo como subsídio teórico os estudos que veem a narrativa como manifestação fictícia de um constructo histórico-social e os que concebem a história como interpretação da realidade. Essa materialidade ficcional traz em si o movimento de escuta antropológica figurada nos personagens e a gestação de um silêncio significativo, que produz efeitos de sentido além da palavra.
  • Universidade Feevale - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022