Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

André Yves Cribb

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • exploração de estratégias de gestão cooperativista na agricultura familiar do estado do rio de janeiro sob a perspectiva pós-covid-19
  • A agricultura familiar é significativamente presente no Brasil em geral e no estado do Rio de Janeiro em particular. No Brasil, ela representa 77% dos estabelecimentos agropecuários levantados pelo Censo Agropecuário 2017 e ocupa 23% da área total agrícola. No estado do Rio de Janeiro, ela é responsável por 42,33% do valor total da produção dos estabelecimentos agropecuários. O cooperativismo - entendido como um sistema justo, igualitário e participativo – se revela adequado para atender as necessidades dos agricultores familiares fluminenses que enfrentam cotidianamente diversas restrições na produção e comercialização de seus produtos. Um dos maiores desafios frequentemente levantados quando se trata de analisar e avaliar o desempenho das cooperativas é a fidelização de seus cooperados. Diante da evidente heterogeneidade de preferência de seus membros, elas se encontram na necessidade de viabilizar não apenas soluções gerenciais sintomáticas que buscam fortalecer a lealdade e o comprometimento dos membros mas também soluções gerenciais fundamentais que exigem o ajuste de seus limites e objetivos. Tal necessidade se amplia sob a incidência da atual pandemia COVID-19 e se evidencia mediante tendências que requerem a adequação de estratégias específicas de gestão cooperativista. Este projeto tem por objetivo analisar em que medida é necessário operar ajustes nas estratégias de gestão das cooperativas envolvidas no setor agropecuário fluminense no sentido de aprimorar a sustentabilidade de seus membros sob a perspectiva da Pós-COVID-19. Uma pesquisa quali-quantitativa será realizada junto a gestores e membros das cooperativas agrícolas fluminenses. Espera-se principalmente categorizar as estratégias de gestão cooperativista praticadas nessas cooperativas bem como desenvolver e disponibilizar um framework capaz de orientar os interessados no cooperativismo a examinar e utilizar as tendências consolidadas pela atual pandemia COVID-19.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - DF - Brasil
  • 18/11/2022-30/11/2024
Foto de perfil

Andréa Alice da Silva

Ciências da Saúde

Medicina
  • analisando o impacto da covid-19 no tecido renal com foco na inovação do uso de polimorfismos e das vesículas extracellular
  • Estudos recentes têm demonstrado efeitos residuais persistentes desencadeados pela infecção por SARS-CoV-2 na qualidade de vida do indivíduo. A COVID-19 está associada a maior risco de desenvolvimento de doença renal aguda e crônica. A incidência da insuficiência renal secundária à COVID-19 é multifatorial podendo estar associada à condições pré-existentes(diabetes, hipertensão, obesidade, genética). Também, a resposta imune exacerbada pode contribuir para o dano renal. Vesículas extracelulares urinárias (uEV) tem sido utilizada como excelente marcadores de dano renal precoce em doenças como diabetes e na nefrite lúpica. Apesar do grande número de casos recuperados é igualmente importante avaliar as consequências a longo prazo desta infecção na função renal. Nossa hipótese é que os indivíduos no pós-COVID-19 desenvolvem disfunção renal ou doença renal crônica. Assim, nosso objetivo é acompanhar os pacientes que foram internados por COVID-19 moderado à grave no período de 2020-2021 que, após melhora e alta, estão sendo recrutados para comparecer ao ambulatório de nefrologia visando identificação e exploração diagnóstica que incluem tecnologias inovadoras no monitoramento de manifestações renais no pós-COVID-19. Para tal, realizaremos um estudo longitudinal no qual analisaremos as vesículas extracelulares urinárias(uEV) totais, podocitária e tubulares; quantificaremos os mediadores inflamatórios no plasma e urina visando correlacionar com os possíveis desfechos clínicos; avaliaremos o papel do polimorfismos genéticos (uromodulina, APOL-1, FGF-23, citocinas) e a agregação familiar no risco para nefropatias e, por último, investigaremos a presença de disfunções tubulares, distúrbios da acidificação urinária e perturbações dos mecanismos de concentração urinária. Desta maneira, buscaremos mensurar o impacto da infecção por SARS-CoV-2 na função renal e contribuir para o melhor suporte terapêutico.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 18/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Andrea Bezerra da Nobrega

Ciências da Saúde

Farmácia
  • otimização da solubilidade/disponibilidade dos curcuminóides para emprego no desenvolvimento de medicamentos para terapia antitumoral
  • Câncer é um termo genérico para um grande grupo de doenças que pode afetar qualquer parte do corpo. Outros termos utilizados são tumores malignos e neoplasias. Uma característica que define o câncer é a rápida criação e proliferação de células anormais malignas que crescem além de seus limites habituais e podem invadir partes adjacentes do corpo e se espalhar para outros órgãos, processo referido como metástase. A metástase é a principal causa de morte por câncer. Apesar de existir diversos quimioterápicos no mercado, ainda se faz necessária a busca por novos medicamentos que atuem com maior seletividade contra as células tumorais, a fim de atenuar os efeitos adversos do tratamento. Os produtos naturais, principalmente os derivados de plantas, desempenham um importante papel na descoberta de novos agentes antineoplásicos. Os curcuminóides são substâncias presentes no açafrão que possuem um amplo espectro de atividades biológicas, destacandose o seu potencial antineoplásico. Contudo, a utilização clínica dessas substâncias tem sido confrontada por muitos desafios decorrentes da baixa solubilidade em água, má absorção e baixa biodisponibilidade. Considerando que o fator limitante da biodisponibilidade das substâncias é a solubilidade, e que a tecnologia de dispersões sólidas são uma das estratégias para aumentar a solubilidade, o projeto tem como objetivo desenvolver tecnologias para obter um insumo farmacêutico solúvel destas substâncias, através do preparo de dispersões sólidas do extrato de C. longa, utilizando diferentes tipos de carreadores através dos processos de fusão e co-precipitação. As substâncias serão identificadas e quantificadas por CLAE-DAD, através de metodologias analíticas que serão otimizadas e validadas a partir de um levantamento bibliográfico. As dispersões sólidas serão caracterizadas através de técnicas Termoanalíticas; Infravermelho; Difratometria de Raios X, Distribuição Granulométrica a Laser e Microscopia Eletrônica de Varredura.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 27/06/2022-30/06/2024
Foto de perfil

Andréa de Sousa Gama

Ciências Sociais Aplicadas

Serviço Social
  • tensões entre trabalho e família: análise das políticas públicas na organização do cuidado na vida familiar no brasil
  • Um dos problemas sociais relevantes na atualidade é a conciliação das demandas conflitivas entre trabalho e família. Se o crescente acesso e permanência das mulheres ao mercado de trabalho indica mudanças econômicas, sociais e culturais, a persistência das desigualdades de gênero e sua capacidade de se reorganizar em novos contextos, impõe uma perene agenda de investigação. A reforma trabalhista e a pandemia de Covid-19 impactam ainda mais a inserção e a manutenção das mulheres no trabalho, em um contexto de crise de cuidados, principalmente em relação às crianças pequenas e idosos, em uma estrutura familista das políticas sociais associada à retração do Estado. À despeito de poucas pesquisas que examinam as políticas sociais que incidem sobre essas tensões, indagamos: como seria, no Brasil, a mais adequada conformação de políticas sociais com o intuito de promover maior igualdade de gênero no trabalho e no interior das famílias? Essa é a questão que move essa investigação no sentido de que pretende analisar e caracterizar, através de pesquisa nacional, políticas sociais que se relacionam e afetam a conciliação entre trabalho e responsabilidades familiares – licenças trabalhistas remuneradas; serviços de educação infantil e serviços socioassistenciais aos idosos. O estudo corresponde a uma pesquisa de natureza quali-quantitativa. A análise qualitativa será realizada a partir do exame das normais legais das políticas e das percepções acerca do papel das políticas referidas ao trabalho e vida familiar, a partir do survey Gênero, Trabalho e Família no Brasil: mudanças e permanências nas últimas décadas, financiado pela SPM (2016). A parte quantitativa corresponderá a análise descritiva e modelagem a partir de cruzamentos nas principais bases de dados populacionais visando analisar a inserção produtiva de homens e mulheres em sua relação com os indicadores relativos às licenças remuneradas, a política de educação infantil e serviços socioassistenciais aos idosos.
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 14/02/2022-28/02/2025