Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Aldo Ângelo Moreira Lima

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • desenvolvimento de um novo modelo murino de desnutrição infantil e patobiologia da infecção intestinal por escherichia coli enteroagregativa
  • A desnutrição infantil é um problema de saúde pública mundial que afeta principalmente países com baixo e médio poder socioeconômico, resultando no aumento da morbidade por doenças diarreicas e outras doenças infecciosas, enteropatia ambiental, déficit cognitivo e mortalidade infantil. Dentre os agentes etiológicos mais prevalentes na infecção entérica, temos a Escherichia coli enteroagregativa (EAEC). A EAEC causa infecção entérica subclínica e clínica, gerando um processo inflamatório intestinal que pode comprometer a absorção de nutrientes. Neste contexto, a desnutrição e a infecção por EAEC são duas patologias extremamente associadas, que impactam na saúde pública e necessitam da melhor compreensão quanto a sua patofisiologia para o desenvolvimento e aplicação de medidas preventivas e de tratamentos. Este estudo tem como objetivo desenvolver um novo modelo murino de desnutrição fundamentado com base nos dados do estudo coorte-multicêntrico de desnutrição e infecção entérica infantil (MAL-ED; https://www.fic.nih.gov). Neste modelo murino de desnutrição iremos caracterizar as alterações na composição de substratos orgânicos corporal, a disfunção na barreira morfofuncional intestinal, o perfil metabólico e a susceptibilidade a infecção por EAEC. Para isto, iremos reproduzir um modelo de desnutrição em camundongos C57BL/6 com base na dieta dos dados coletados e analisados do recordatório alimentar de 24 horas em crianças (0-24 meses de idade) participantes no estudo coorte MAL-ED em oito países na América do Sul (Peru e Brasil), África (África do Sul e Tanzânia) e Ásia (Bangladesh, Nepal, Paquistão e Índia) com baixo e médio poder socioeconômico. A partir deste modelo, poderemos compreender o impacto da desnutrição infantil e infecção entérica por EAEC no desenvolvimento corporal através de dados como peso, comprimento da cauda e composição corporal, por meio da bioimpedância elétrica; também avaliaremos as alterações desencadeadas na barreira morfofuncional intestinal, como alterações morfológicas através de estudos utilizando a microscopia óptica, eletrônica de varredura e de crio-fratura; alterações na área de absorção, permeabilidade e lesão intestinal através do uso de câmaras de Ussing e teste com biomarcadores moleculares, lactulose e manitol; e alterações de transcritos e expressões proteicas através do uso de PCR em tempo real e Western Blotting. Avaliaremos também o impacto da desnutrição no perfil metabólico através da ressonância magnética nuclear (RMN) de 1H e cromatografia líquida acoplada à espectrometria de massa (LC-MS/MS). Os resultados deste estudo têm a perspectiva de desenvolver um novo modelo murino de desnutrição e identificar os mecanismos patofisiológicos associados a barreira morfofuncional intestinal, suas influências sobre a determinação do perfil metabólico relacionados ao modelo murino de desnutrição, bem como a susceptibilidade e patobiologia da infecção por EAEC em associação com a desnutrição. Estes resultados contribuirão para o desenvolvimento potencial de medidas preventivas e intervenções clinicas neste importante problema mundial de saúde pública.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Aldo Merotto Junior

Ciências Agrárias

Agronomia
  • avaliação de indicadores e efeitos ambientais, toxicológicos e de evolução da resistência de plantas daninhas causados por misturas de agrotóxicos
  • Agrotóxicos são amplamente utilizados em misturas devido a ocorrência simultânea de múltiplos problemas para os quais estes produtos são utilizados. No entanto, a legislação brasileira não permite a recomendação da utilização de agrotóxico em misturas. Atualmente, existem proposições relacionadas a regulamentação do uso de misturas de agrotóxicos no Brasil, sendo que como parte destas proposições descreve-se a necessidade de conhecimento dos efeitos dos produtos utilizados em misturas. Existem poucas informações sobre o efeito de misturas agrotóxicos, principalmente em condições da agricultura brasileira. Ainda, não existem especificações científicas sobre indicadores a serem avaliados em relação a análise do efeitos de misturas de agrotóxicos. O objetivo deste projeto é avaliar o efeito da utilização de misturas de agrotóxicos de forma a desenvolver indicadores de análise de seus efeitos ambientais, toxicológicos e na evolução de resistência em plantas daninhas como forma de entendimento de processos biológicos e moleculares e para o embasamento de recomendações e legislações do uso de misturas. Serão realizados três estudos estabelecidos de forma a representar condições distintas de utilização de herbicidas, fungicidas e inseticidas em situações de manejo fitossanitário de culturas que permitam a determinação de indicadores do efeito de misturas. O primeiro estudo está relacionado ao efeito ambiental de misturas. Serão analisados o efeito de herbicidas de ação total e residuais sobre microrganismos de solo através de avaliação de atividade e diversidade microbiana por sequenciamento de DNA de nova geração. O segundo estudo consiste na avaliação do uso de herbicidas em misturas com protetores e inseticidas sobre a evolução da resistência a herbicidas. Este estudo será realizado com espécies de diferentes sistemas de fecundação e a espécies modelo Braquipódio em gerações sucessivas sob efeito de seleção dos tratamentos de misturas. O terceiro estudo irá avaliar o efeito de misturas de herbicidas + inseticidas e fungicidas + inseticidas sobre o acúmulo de resíduos destes produtos em grãos de soja. Ainda, será constituído um grupo de trabalho envolvendo participantes de instituições envolvidas na regulamentação de agrotóxicos para acompanhamento dos resultados obtidos e formatação de proposição sobre indicadores a serem avaliados em estudos de regularização de misturas. Os resultados a serem obtidos são pioneiros em relação aos efeitos de diferentes agrotóxicos em misturas em comparação com seus efeitos isolados. Os indicadores desenvolvidos neste projeto poderão ser utilizados em outros estudos científicos ou em estudos técnicos quando da regulamentação do uso de misturas. O projeto proporcionará o treinamento de alunos de graduação e pós-graduação. A divulgação técnica irá acontecer através do grupo de trabalho e a divulgação científica ocorrerá através da apresentações de trabalhos em congressos e publicação de quatro artigos em revistas qualificadas internacionalmente.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Aldo Roberto Ometto

Engenharias

Engenharia de Produção
  • proposta de um roadmap para transição de modelo de negócio circular através de práticas, mindset e nível de maturidade
  • A pressão da sociedade, o aumento significativo do preço dos produtos/serviços e volatilidade dos negócios estão forçando os líderes e formuladores de políticas a repensar no uso dos materiais e energia. Como alternativa para mudança desse cenário, surge o conceito de economia circular que tem como objetivo manter os produtos, componente e materiais utilizáveis e úteis para que possam voltar ao ciclo técnico, quando a vida útil de um produto termina. Sendo assim, novos Modelos de Negócio (MN) devem ser desenvolvidos no Brasil para impulsionar a transição de uma economia linear (extrair, produzir e descarta) para uma circular. Diante desse contexto, este projeto de pesquisa tem como objetivo desenvolver um roadmap de transição para modelos circulares em empresas instaladas no Brasil. A metodologia de pesquisa proposta está baseada no Design Research Methodology (DRM), revisão bibliográfica e múltiplos estudos de caso em empresas brasileiras.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Aldri Luiz dos Santos

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • disseminação de informações pessoais vitais para apoio às tomadas de decisão em situações de emergências não especificadas
  • A Internet das Coisas (IoT) compreende a interconexão de diversos dispositivos computacionais que conectam-se em redes e obtém acesso à Internet. A IoT pode englobar desde objetos comuns ao nosso dia-a-dia, como fogões, fechaduras e automóveis, até dispositivos médicos implantados no corpo humano, vestíveis e sensores. Ela tem sido de fato o alicerce para a revolução em diversos cenários, desde residências, passando por cidades e chegando em áreas mais sensíveis, como aquelas voltadas ao apoio a saúde. Nesse contexto, ela pode auxiliar os profissionais de saúde a acessarem as informações dos pacientes de maneira rápida e eficiente. Contudo, garantir que esse tipo de informação seja disseminada de forma segura, sem comprometer a privacidade de seu proprietário, ainda é um grande desafio, por exemplo, devido à falta de infraestrutura de rede em locais fora âmbito hospitalar. As soluções para redes móveis e não estruturadas não atendem adequadamente, pois não consideram questões como a mobilidade dos dispositivos e a dinamicidade das redes. Essa situação ganha relevância diante de dados críticos como os de saúde, que exigem ações, muitas vezes imediatas, especialmente diante de situações emergenciais como um acidente de trânsito ou um cidadão que sofre um ataque cardíaco. Nesses casos, elas são chamadas de emergências não especificadas, isto é, podem ocorrer em qualquer local e momento, o que torna impraticável prover uma infraestrutura adequada ao seu atendimento. Este projeto tem como objetivos a pesquisa e construção de um sistema para garantir a privacidade na disseminação de informações críticas em situações emergenciais não especificadas. O sistema terá como base as relações de confiança entre os dispositivos envolvidos, tal que ele possa garantir que as informações compartilhadas tenham seu acesso restrito aos indivíduos que delas necessitam e viabilizam o atendimento médico adequado. A avaliação da eficácia do sistema se dará mediante simulação e experimentação, quando serão analisados o comportamento dos dispositivos durante suas interações, a garantia da privacidade dos dados disseminados, bem como o impacto do uso dos mecanismos de confiança entre os dispositivos.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alécio Perini Martins

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • estudo de viabilidade do uso de drones para levantamentos aerofotogramétricos: aplicações em planejamento urbano, regularização fundiária e monitoramento agrícola e ambiental.
  • No início do século XXI, o uso das geotecnologias, entre elas as Aeronaves Remotamente Pilotadas, apresentou um considerável avanço, sendo aplicadas em diferentes áreas de estudo, como geografia, agronomia e engenharias, em especial para o monitoramento de áreas urbanas (regularização e atualização fundiária, identificação de áreas de risco, etc) e áreas agrícolas (agricultura de precisão, monitoramento de pragas em lavouras e acompanhamento dos processos de produção e colheita). O uso de fotografias aéreas obtidas por VANTs, ou por DRONES nesse caso específico, reduzem significativamente os custos destes estudos, visto que são equipamentos com preços de mercado significativamente menores e que permitem uma maior maleabilidade nos processos de obtenção de imagens, independente do período do ano ou das condições atmosféricas. Outra facilidade é a possibilidade de operação destas plataformas utilizando aplicativos gratuitos em smartphones, com sistema intuitivo de controle do usuário, estabelecimento de planos de vôo e obtenção de fotografias em alta resolução, o que torna esta tecnologia acessível para profissionais de diferentes áreas do conhecimento. Nesse sentido, o estudo apresentado tem como objetivo geral adaptar e avaliar a viabilidade de uso de drones, equipamento relativamente simples e de uso civil (doméstico), para levamentamentos aerofotogramétricos visando a aplicação desta ferramenta para planejamento urbano, regularização fundiária e monitoramento agrícola e ambiental. Com a execução do projeto, espera-se atribuir um uso prático, científico e profissional aos Drones. Por se tratar de um equipamento com preço de mercado bem abaixo de outras ferramentas mais profissionais como os VANT’s (cerca de 10 vezes mais barato), acredita-se que este estudo possa oferecer uma alternativa mais acessível para centros de pesquisa e órgãos de gestão pública.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alejandro Cabrera

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • grupóides de lie em geometria poisson
  • A Geometria Poisson transformou-se recentemente em uma área de pesquisa independente, com intensa atividade ao nivel global, estimulada por aplicações e relações com outras áreas, como Geometria Simplética, Teoria de Lie e Física Matemática. Este projeto interinstitucional visa consolidar um eixo de desenvolvimento para a Geometria Poisson como área de destaque no Brasil, articulando o trabalho dos professores membros, com base em Rio de Janeiro e São Paulo. Nossa equipe é formada por cinco jovens pesquisadores da UFRJ, UFF e USP, com alta produtividade individual e numerosas colaborações entre nós já publicadas em revistas de primeiro nível. Contabilizamos dois bolsistas de produtividade CNPq, um Jovem Cientista FAPERJ, oito alunos de doutorado, e participações como palestrantes nas conferências internacionais mais importantes da área. O objetivo geral do projeto é estimular a integração entre o trabalho realizado pelos participantes, seus alunos, e os colaboradores regionais e internacionais. O objetivo científico prevê avanços signifcativos no estudo dos grupóides de Lie, como objetos ligado à quantização e integração de estruturas de Poisson, como uma ferramenta para estudar simetrias e dinâmicas, e servindo como modelos para espaços singulares.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alejandro César Frery Orgambide

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • abordagem sit-sig em processamento e análise de sinais e imagens
  • Este projeto tem por objetivo avançar a fronteira do conhecimento a respeito do uso de técnicas oriundas da Teoria Estatística da Informação (SIT - Statistical Information Theory) e Geometria Estatística da Informação (SIG - Statistical Information Geometry) para a solução de problemas em processamento e análise de imagens e sinais.
  • Universidade Federal de Alagoas - AL - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alejandro Correa Dominguez

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • prospectando o potencial terapêutico das vesículas extracelulares obtidas de células-tronco mesenquimais derivadas de células-tronco pluripotentes humanas
  • Células-tronco mesenquimais (CTM) são células-tronco adultas indiferenciadas com capacidade de autorrenovação e diferenciação celular presentes na medula óssea e em vários, provavelmente em todos, os órgãos e tecidos. O grande interesse das CTM na medicina regenerativa reside na habilidade que essas células apresentam para manter a homeostase tecidual e induzir reparos no tecido danificado. O uso de CTM para a terapia celular advém da hipótese de que essas células são capazes de diferenciar em células especializadas dentro do tecido lesionado. No entanto, sabe-se agora que apenas uma pequena fração das células transplantadas se integra e sobrevive no tecido lesionado. Portanto, o mecanismo predominante através do qual as CTM participam no reparo do tecido está relacionado com sua atividade parácrina. De fato, as CTM fornecem ao microambiente uma quantidade de sinais tróficos e de sobrevivência, incluindo fatores de crescimento e citocinas. Essas células também são capazes de regular a resposta imune e contribuir para o processo reparador em diferentes condições patológicas. Recentes descobertas sugerem que as Vesículas extracelulares (VE, incluindo microvesículas e exossomos) liberadas pelas CTM são importantes para a manutenção das funções fisiológica dessas células. Por transferir proteínas, lipídeos e várias formas de RNA às células vizinhas, acredita-se que o papel principal das VE é mediar diversas respostas biológicas. Dentre elas estão das propriedades de reparação/proteção do tecido lesionado e de modulação do sistema imune. Portanto, as VE derivadas das CTM representam uma oportunidade inédita de utilização em terapias regenerativas livre de células. Porém, pelo menos duas limitantes importantes se contrapõem às vantagens dessa aproximação terapêutica. A primeira se refere à produção padronizada e em grande escala das CTM, o qual constitui um desafio devido ao tempo de vida finito (limitada capacidade de proliferação/autorrenovação) destas células. Segundo, e igualmente importante, é a grande variação entre doadores e os tecidos de origem. Essas limitações poderiam ser contornadas se contássemos com uma fonte única e inesgotável de CTM tais como células-tronco pluripotentes e, como consequência, das VE derivadas destas. Assim, propomos utilizar CTM derivadas a partir de células-tronco humanas pluripotentes (embrionárias ou induzidas). A derivação será realizada seguindo protocolos descritos na literatura, desde protocolos simples de derivação espontânea até protocolos que utilizam fatores de crescimento específicos. As células-tronco mesenquimais derivadas de célula pluripotentes (CTM-CP) serão avaliadas no referente a: (i) a expressão / ausência de marcadores associados com a CTM derivadas de tecido adulto (CD146+, CD105+, CD73+, CD90+, SRO-1+. MHCI+, MHCII-, CD45-, CD34-); (ii) a multi-potencialidade para se diferenciar em adipócitos e células tipo osteócito; (iii) características morfológicas e adesão ao plástico; (iv) estabilidade cromossômica; (v) ausência de marcadores pluripotentes e capacidade “teratogênica” in vitro. Uma análise prospectiva da utilização de VE derivadas de CTM produzidas a partir de células pluripotentes (CTM-CP) exige em primeiro lugar uma caracterização exaustiva deste recurso para estabelecer a equivalência ou desvio destas CTM-CP com as CTM derivadas de tecido utilizando os protocolos tradicionais. Para tanto, nesse trabalho pretende-se: A - Comparar CTM derivadas de medula óssea humana e CTM-CP utilizando o RNA associado aos polissomos e os microRNAs. A utilização da fração polissomal permitirá estabelecer um perfil de expressão mais fidedigno e próximo ao proteoma celular; B - isolar VE de CTM humanas e de CTM derivadas de células-tronco pluripotentes humanas, assim como caracterizar em profundidade do ponto de vista celular e molecular (ácidos nucleicos e proteínas) essas VE. Devemos destacar que com esses dados a disposição poderemos analisar de forma comparativa e prospectiva a utilização de VE derivadas de CTM-CP visando o melhoramento da função e o desenho de estudos in vitro e, possivelmente, pré-clínicos com modelos de doenças variados. Seguindo essas caracterizações fundamentais, um objetivo em longo prazo seria a de editar geneticamente biomoléculas específicas (i.e. produtos genes bio-terapêuticos ou “hairpin” curto de um RNA de interferência especifico) para realizar a entrega dessas biomoléculas através de VE seja em arranjos de moléculas simples ou complexas.
  • Fundação Oswaldo Cruz - PR - Brasil
  • 05/12/2019-31/12/2022
Foto de perfil

Alejandro Ferraz do Prado

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • uso de mmp-2 recombinante para avaliar os mecanismos intracelulares envolvidos na disfunção cardíaca e vascular induzidos pelo aumento plasmático de mmp-2
  • A metaloproteinase da matriz (MMP)-2 é uma das mais estudadas MMPs envolvidas no remodelamento cardiovascular em doenças como insuficiência cardíaca e hipertensão. Estudos mostraram que o aumento de MMP-2 no coração pode induzir disfunção cardíaca. No entanto, esses mecanismos ainda não estão totalmente elucidados. Estudo recente mostra que a MMP-2 ativa vias pró-oxidantes que resultam em disfunção vascular. Deste modo, a hipótese deste estudo é que a disfunção cardiovascular é decorrente do aumento do estresse oxidativo. Para avaliar a nossa hipótese nos iremos realizar dois estudos, primeiramente um “time-course” avaliando os efeitos cardiovasculares induzidos pela MMP-2 durante 1-4 semanas. Em seguida, iremos avaliar se os antioxidantes (tempol e N-acetilcisteína) e a doxiciclina impedem a disfunção cardiovascular induzida pelo aumento plasmático de MMP-2. Para realização deste trabalho iremos expressar a MMP-2 de bactéria E.coli e a proteína será purificada em coluna cromatográfica de gelatina sefarose. Para o tratamento in vivo serão utilizados camundongos C57BL/6 [Wild type (Wt)]. Os animais Wt serão tratados com MMP-2 (150 ng/g de peso corporal) durante 1-4 semanas a partir da 7º semana. Como controle experimental, animais serão tratados com salina (NaCl 0,9%) ou com MMP-2 sem atividade (MMP-2 mutada) via intraperitoneal. Para avaliar os efeitos dos antioxidantes (Tempol e N-acetilcisteína) e doxiciclina os animais serão tratados com MMP-2 (150 ng/g de animal) durante 4 semanas na ausência e presença das drogas. Ao final de todos os tratamentos, será coletado o sangue, coração e aorta. O sangue será utilizado para realização de hemograma e dosagens séricas de colesterol total e frações, TGO, TGP, glicemia, dosagem e atividade de MMP-2. Metade dos corações e aortas coletadas serão fixadas para histologia (HE, orceína e picrosirius). Outra metade será para análise de atividade de MMPs, imunofluorescência, PCR em tempo real, espécies reativas, atividade antioxidante, western blotting e zimograma.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alejandro Germán Frank

Engenharias

Engenharia de Produção
  • transformação digital visando a implantação dos conceitos da indústria 4.0: desenvolvimento de projetos-piloto de implementação
  • Os estudos atuais sobre Indústria 4.0 tem se concentrado sobre os aspectos do impacto das tecnologias ou as características dos ecossistemas de inovação voltados para a Indústria 4.0. Contudo, esses trabalhos não analisam como as complementariedades entre atores é materializada em projetos de implantação concreta dentro da indústria. Isto significa que há uma carência de estudos acadêmicos aplicados, que permitam guiar as empresas na implantação de projetos piloto voltados para a Indústria 4.0. Portanto, do ponto de vista teórico, ressalta-se a seguinte questão de pesquisa que este projeto propõe abordar: Como diversas competências tecnológicas de atores regionais podem ser integradas e gerenciadas para o desenvolvimento conjunto de projetos-piloto de soluções da Indústria 4.0? Visando responder a essa questão de pesquisa, o objetivo geral deste projeto é propor um modelo de gestão para a implementação de projetos piloto da Indústria 4.0 de forma escalonada a partir da maturidade contextual de cada empresa e construído a partir de evidências empíricas sobre os desafios que diversos setores industriais enfrentam ao implementar os conceitos propostos pela Indústria 4.0. Neste sentido, propõe-se um modelo que norteie primeiramente o diagnóstico de maturidade nas etapas de implementação da Indústria 4.0 a partir do alinhamento estratégico da empresa e que, a partir disso, auxilie na condução da implementação das soluções parciais necessárias para o avanço na maturidade, utilizando para isso a base de conhecimentos de atores externos, integrados na forma de soluções complexas conjuntas. O projeto contempla quatro macro-etapas distribuídas em um horizonte de 36 meses: Etapa 1: Desenvolvimento conceitual – modelo de implementação da indústria 4.0; Etapa 2: Análise quantitativa – estudo da implementação da indústria 4.0 em casos práticos; Etapa 3: Análise qualitativa – avaliação setorial da implementação da indústria 4.0; Etapa 4: Desenvolvimento de projeto piloto e consolidação do modelo. O projeto utiliza uma abordagem metodológica baseada em métodos mistos, combinando pesquisas quantitativas com qualitativas, assim como uma abordagem multidisciplinar internacional, envolvendo instituições renomadas como o Massachusetts Institute of Technology (Estados Unidos), o Politécnico de Mião (Itália) e o Instituto Politécnico de Grenoble (França).
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alejandro Kocsard

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • sistemas dinâmicos em dimensões baixas
  • Nos últimos anos a UFF vem contratando um grande número de jovens doutores. Dentre esses novos professores, a área de Sistemas Dinâmicos(e Teoria Ergódica) está fortemente representada, ao ponto que o grupo de Sistemas Dinâmicos da UFF é na atualidade, em termos numéricos, um dos maiores -talvez o maior- do Brasil. Dentro deste grupo, destaca-se a equipe dedicada aos sistemas dinâmicos em espaços de dimensões baixas que, nestes últimos anos, tem se focado no estudo dos seguintes assuntos: dinâmica topológica de homeomorfismos de superfícies; difeomorfismos conservativos $C^r$-genéricos em superfícies; cohomologia dinâmica; ações de grupos abelianos e nilpotentes em superfícies; teoria ergódica diferenciável; e aplicações unidimensionais reais e holomorfas.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alejandro Ruiz Padillo

Engenharias

Engenharia de Transportes
  • estudos sobre planejamento e operação de sistemas logísticos e de transportes mediante uso de metodologias de simulação e decisão multicritério
  • A crescente complexidade das atividades de planejamento e operação dos sistemas logísticos e de transportes e a escassez de recursos para investimentos públicos e privados na área exigem dos gestores uma adequada tomada de decisões. Essas decisões precisam de um fundamento técnico sobre vários critérios, que influenciam no problema de forma concomitante e com importâncias diferentes, assim como de aplicação de modelos de previsão de demanda que contemplem simulações de cenários e projeções futuras. O presente projeto de pesquisa tem como objetivo o desenvolvimento de ferramentas de ajuda de tomada de decisão a partir da ponderação de fatores e avaliação de alternativas mediante métodos de análise multicritério e de simulação de tráfego e técnicas de coleta de dados e de participação de especialistas e população em geral. Essas ferramentas serão empregadas em estudos de casos reais relacionados com os modais de transportes e sistemas logísticos que permitam verificar sua aplicabilidade e a coerência dos seus resultados.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alencar Kolinski Machado

Ciências Biológicas

Farmacologia
  • produção de nanoformulações de extrato hidroalcoólico de açaí (euterpe oleracea mart.) para normalização da disfunção mitocondrial e da inflamação crônica associada a doenças neuropsiquiátricas
  • Indivíduos acometidos por doenças neuropsiquiátricas podem apresentar disfunção mitocondrial. Tal desbalanço celular atua por comprometer o funcionamento correto dos neurônios em decorrência do estabelecimento do estresse oxidativo. Além disso, tais indivíduos são correlacionados a presença de uma resposta inflamatória crônica, tanto a nível periférico como neuronal. Dessa forma, é cada vez mais evidente a necessidade de se investigar tais aspectos para melhor entender a etiologia e a fisiopatologia de tais doenças que até o momento se mantém obscuras. Concomitante a isto, a busca por novos métodos terapêuticos se faz de grande validade e neste sentido, os produtos naturais vêm ganhando destaque. O Euterpe oleracea Mart., conhecido popularmente como açaí, é um fruto nativo da região amazônica e que comprovadamente possui extrato hidroalcoólico com efeito neuroprotetor por atuar a nível de complexo mitocondrial I, reestabelecendo o funcionamento de mitocôndrias disfuncionais. Todavia, a estabilidade do extrato de açaí em relação ao tempo e oxidação por exposição ambiental podem comprometer a sua eficácia. Adicionalmente, a barreira sangue-cérebro pode ser um desafio à passagem do extrato até o sistema nervoso central. Logo, este projeto possui por objetivo o desenvolvimento de nanoformulações contendo extrato de açaí destinadas a normalização da disfunção mitocondrial e redução da neuroinflamaçao relacionada a doenças neuropsiquiátricas com garantia de eficácia e segurança. Para isso, serão produzidos o extrato hidroalcoólico de açaí, bem como suas nanoformulações a partir de frutos frescos obtidos de uma região de colheita da floresta amazônica. Após todas as avaliações de caracterização, tanto o extrato quanto as nanoformulações serão avaliados quanto ao perfil de segurança utilizando diferentes linhagens celulares normais e desenvolvendo diferentes ensaios de avaliação de cito e genotoxicidade. Transcorrido o perfil de toxicidade, será testado o perfil de eficácia do extrato hidroalcoólico de açaí e suas nanoformulações em diferentes linhagens celulares de neurônios e células da glia com disfunção mitocondrial induzida, bem como será avaliada a eficácia anti-inflamatória do extrato hidroalcoólico de açaí e suas nanoformulações em linhagens celulares de macrófagos e micróglias ativadas quanto a inflamação. Por fim, realizar-se-á a verificação do perfil de eficácia e segurança do extrato hidroalcoólico de açaí livre e suas nanoformulações sobre parâmetros comportamentais, bioquímicos e moleculares em modelo in vivo de discinesia orofacial induzida por antipsicótico em ratos. Acredita-se que os resultados a serem obtidos, caso da aprovação deste projeto, poderão contribuir expressivamente ao meio científico de maneira a sugerir um potencial agente suplementar coadjuvante, produzido a partir da nanotecnologia, ao tratamento de doenças neuropsiquiátricas, bem como poderá corroborar na elucidação da correlação existente entre a disfunção mitocondrial e a ativação neuroinflamatória crônica, tornando-se também mais bem entendida a fisiopatologia de doenças psiquiátricas, pois atualmente ainda não se possui tais aspectos completamente elucidados.
  • Universidade Franciscana - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alesandro Bail

Engenharias

Engenharia Química
  • produção de sílica mesoporosa magnética como material core-shell a partir de fontes alternativas e estudo de sua aplicação em reprodução de equinos
  • A geração de resíduos industriais e seu reaproveitamento seguro e inteligente, assegurando ao mesmo tempo, diminuição dos impactos ambientais, agregação de valor e exploração de novas tecnologias, é uma combinação atraente e necessária atualmente. As diversas áreas do conhecimento, principalmente as de origem científica e tecnológica, devem pensar soluções modernas e eficazes para contribuir com o crescimento sustentável de um país. A área de química contribui nesse aspecto devido ao conhecimento da transformação da matéria, seja ela na forma virgem ou processada e reutilizada. As áreas tecnológicas contribuem para o desenvolvimento de processos viáveis técnica e economicamente. Esta proposta de projeto de pesquisa visa à união dos rejeitos industriais, do processamento químico de alto desempenho e da aplicação na área de medicina veterinária. O rejeito industrial produzido pela decapagem química de superfícies de aço, formado por uma solução de ácido clorídrico, íons ferro e alguns contaminantes, é tratado de maneira simplista atualmente. A precipitação química com bases de baixo custo e disposição do sólido em aterros. A água resultante é neutralizada e descartada de acordo com a legislação. Nesse projeto, o rejeito industrial contendo ferro será tratado quimicamente a ponto de gerar compostos de alta pureza e submetidos a uma sequência de reações químicas para a formação de nanopartículas de óxido de ferro magnético, às quais será aplicado um recobrimento com sílica mesoporosa para a produção de nanopartículas magnéticas do tipo core-shell (MNPs). Essas MNPs serão submetidas ao contato com células reprodutoras de equinos no REPROLAB da UFRGS para atuarem na assistência à pré-seleção de sexo desses animais, por seletividade a um tipo de espermatozoide, o que deve favorecer questões de reprodução desses animais para fins comerciais. Os materiais preparados serão caracterizados por diferentes técnicas analíticas: difração de raios X, microscopia eletrônica de varredura acoplada a um dispositivo de energia dispersiva, análise morfológica pelo método BET e BJH, espectroscopia vibracional no infravermelho, magnetometria de amostra vibrante e espalhamento de luz dinâmico. Os materiais produzidos poderão ser funcionalizados para que seja estudada a influência de determinados grupos químicos na interação com as células animais. Além disso, os responsáveis pelo projeto buscarão por parcerias Universidade-Empresa com o intuito de instalar uma planta piloto de pequeno porte na UTFPR Câmpus Apucarana para a produção de nanopartículas magnéticas nacionais.
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alesandro Ferreira dos Santos

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • estudando alternativas à teoria da relatividade de einstein e teoria quântica de campos à temperatura finita
  • Neste projeto iremos investigar aplicações em teoria quântica de campos à temperatura finita. A contribuição de termos que violam as simetrias de Lorentz e CPT será calculado para diferentes processos de espalhamento. O efeito Casimir à temperatura finita para diferentes campos quânticos será determinado. O formalismo de campos térmicos dinâmicos será usado para introduzir os efeitos de temperatura. Modelos alternativos à relatividade geral de Einstein serão analisados. A questão da causalidade nestas teorias modificadas será discutida. Uma densidade de energia holográfica em um modelo de gravidade modificada será considerada.
  • Universidade Federal de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alessandra Choqueta de Toledo Arruda

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • efeito da estimulação elétrica nervosa transcutânea ganglionar no metaborreflexo muscular esquelético durante o teste de exercício cardiopulmonar em pacientes com insuficiência cardíaca crônica
  • A insuficiência cardíaca é uma síndrome clínica complexa caracterizada pela incapacidade cardíaca de fornecer oxigênio adequadamente aos tecidos. Essa síndrome atinge cerca de 3 milhões de pessoas no mundo. Suas principais manifestações clínicas são fadiga e dispneia que contribuem para a limitação ao exercício. A fadiga muscular aumenta a atividade nervosa simpática muscular e reduz o fluxo de sangue para os músculos em repouso devido à vasoconstrição adrenérgica. O mecanismo sugerido para explicar esse fenômeno é de que a maior ativação da musculatura esquelética irá gerar acumulo de metabólitos capazes de estimular as aferências do tipo III e IV e produzir intensa vasoconstrição mediada pelo aumento da atividade simpática. Durante o exercício de alta intensidade, ocorre também fadiga da musculatura respiratória, ativando também o metaborreflexo muscular inspiratório. No exercício esse mecanismo pode influenciar o surgimento da fadiga periférica e contribui para a intolerância ao exercício na insuficiência cardíaca. Algumas terapias capazes de manipular esse mecanismo vem sendo estudadas, dentre elas a estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS). A administração da TENS na região de gânglios cervicotorácicos tem demonstrado ser uma estratégia útil para diminuir a gravidade da angina e melhorar o fluxo sanguíneo local. Estudos recentes mostraram que a TENS sobre a região do gânglio estrelado (simpático) atenuou o metaborreflexo muscular tanto em jovens quanto em idosos, provavelmente devido ao bloqueio da atividade nervosa simpática. A utilização periférica da TENS também reduziu a atividade nervosa simpática muscular mensurada pela microneurografia em pacientes com insuficiência cardíaca. A TENS é particularmente benéfica na diminuição da hiperestimulação simpática quando o tônus adrenérgico é regulado. No entanto, ainda não se sabe o impacto da TENS ganglionar durante a realização de exercício máximo em pacientes com insuficiência cardíaca crônica. Nossa hipótese é de que a TENS poderia atenuar o metaborreflexo muscular esquelético e inspiratório, indicando uma redução na atividade simpática, com consequente melhora na performance e na tolerância ao exercício de pacientes com insuficiência cardíaca crônica. Assim, o objetivo deste estudo é determinar o impacto da estimulação elétrica nervosa transcutânea ganglionar no metaboreflexo muscular e na capacidade funcional de pacientes com insuficiência cardíaca crônica durante o teste de exercício cardiopulmonar. Este será um estudo multicêntrico, transversal placebo-controlado. Serão incluídos pacientes com insuficiência cardíaca classe funcional II e III NYHA e indivíduos sem doença prévia pareados por sexo e idade que incluirá individuos entre 30 e 70 anos. Em cada visita serão realizados o teste de exercício cardiopulmonar máximo e o protocolo TENS ou sham TENS, de acordo com a randomização. As visitas serão realizadas com intervalo mínimo de 48 horas. A estimulação elétrica transcutânea ganglionar com a TENS será conduzida por um período de 30 minutos antes e durante todo o protocolo de exercício. O protocolo da TENS será realizado a partir do modo de fluxo contínuo, simétrico e pulso bifásico retangular aplicados na região do gânglio estrelado (nível vertebral C7 e T4). Os parâmetros utilizados serão: frequência de estímulo a 80Hz e duração do pulso de 150 μs. A intensidade será determinada a partir do nível máximo tolerado pelo indivíduo, sem a presença de dor ou contração muscular. Durante o protocolo sham TENS, os participantes receberão as mesmas instruções e serão conduzidos aos mesmos procedimentos descritos acima. No entanto, o tempo entre os pulsos da TENS será modificado de 330 ms para 33 s no intuito de evitar qualquer efeito analgésico. Durante o protocolo experimental e no período de recuperação, as seguintes medidas serão realizadas: frequência cardíaca, pressão arterial, ventilação, consumo de oxigênio (VO2), produção de dióxido de carbono (VCO2) e a oxigenação dos músculos intercostais e vasto lateral pela espectroscopia no infravermelho próximo (NIRS).
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alessandra Cremasco

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • caracterização eletroquímica e biológica de superfície nanotubular de tio2 em ligas ti-nb-fe-(zr)
  • Este trabalho tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento de ligas de titânio destinada a implantes ortopédicos e dentários avaliando-se o comportamento eletroquímico e biológico de superfícies nanoestruturadas de TiO2. Ligas  metaestáveis possuem propriedades atraentes para uso como materiais de implantes biomédicos. Tais ligas quando submetidas a apropriada rota de fabricação com tratamentos térmicos de envelhecimento torna-se possível obter combinação ideal de baixo módulo de elasticidade e superior resistência mecânica em função da redução de tamanho de grão e combinação de fases. Ao mesmo tempo, as características da superfície destas ligas devem ser otimizadas para garantir boa interação entre o osso e o material do implante. Assim, a formação de uma fina camada nanoestruturada de TiO2 pode ser interessante por aumentar a biocompatibilidade e com isso, estimular o crescimento ósseo. Amostras de ligas Ti-30Nb, Ti-30Nb-3Fe e Ti-30Nb-5Fe serão anodizadas em eletrólito 0,3% HF para formar uma camada de TiO2 nanoestruturada e tratadas termicamente para promover a cristalização a anatase e/ou rutilo. A adição de Zr também será avaliada pela adição de 2% à liga Ti-30Nb-3Fe e seguirá similar rota de preparação. Na sequência, após a caracterização química, morfológica e estrutural, amostras revestidas com nanotubos amorfo ou com estrutura anatase e/ou rutilo serão avaliadas eletroquimicamente por espectroscopia de impedância eletroquímica e biologicamente por ensaios metabólitos MTT de viabilidade celular.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alessandra de Sá Mello da Costa

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • memoriais e museus corporativos como lugares de memória: identificação, mapeamento e análise.
  • Vide projeto anexo
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alessandra Ferreira Ribas

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • biossíntese e catabolismo da prolina em diferentes tecidos de tabaco sob condições de estresse
  • A fim de mitigar os efeitos do estresse, como a deficiência hídrica, as plantas realizam a síntese e acumulação de solutos orgânicos, conhecidos como osmoprotetores, como a prolina. A aplicação exógena desse soluto tem evidenciado um aumento do seu conteúdo endógeno. Essa biossíntese de prolina pode vir a substituir/complementar a atividade da NADP-MDH nos cloroplastos durante o estresse, conhecido como válvula de malato, que atua na regeneração do aceptor de elétrons NADP+ através da conversão do oxaloacetato em malato. Este é transportado para a mitocôndria para ser reconvertido em oxaloacetato pela NAD-MDH produzindo NADH+ que é útil na cadeia respiratória e ativando a via da AOX, beneficiando as plantas por reduzir as consequências dos estresses ambientais. Neste contexto, o objetivo desse trabalho é avaliar diferentes tecidos de plantas de tabaco geneticamente modificadas para a superprodução endógena de prolina submetidas a aplicações exógenas desse osmólito sob deficiência hídrica. O experimento será realizado em casa de vegetação, em delineamento inteiramente casualizado, com arranjo fatorial triplo (3x2x2), sendo 3 materiais vegetais (dois eventos transgênicos com expressão constitutiva 35S::P5CSF129A - 35S 2(8), 35S 8(4) e o controle não transgênico), 2 doses de prolina (0 e 10 mM) e 2 regimes hídricos (irrigado e suspensão). Para caracterização do estresse hídrico serão realizadas as análises fisiológicas de conteúdo relativo de água, trocas gasosas foliares, fluorescência da clorofila a, estabilidade de membrana, peroxidação de lipídeos, biomassa, conteúdo de clorofila, proteínas e prolina. Será avaliada a expressão dos genes e atividade das enzimas da via da prolina, além da NADP-MDH e AOX, razão NADP+/NADPH e análises de metabolômica e ionômica. Os dados obtidos serão submetidos à análise de variância (p ≤ 0,05) e ao teste Tukey.
  • Universidade do Oeste Paulista - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alessandra Gomes Brandão

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • estratégia multidimensional de comunicação pública para o programa peld
  • O Programa de Pesquisas Ecológica de Longa Duração (PELD) tem permitido conhecer cientificamente e avaliar a complexidade dos processos ecológicos, com uma visão integrada e de longa duração, como mecanismo para promover a conservação e gestão de ecossistemas e analisar tendências, perspectivas e cenários. Nos últimos anos, o programa vem se expandindo de diversas formas: seja ao buscar maiores aportes financeiros para o programa; pela entrada de novas propostas de sítios que venham aumentar o entendimentos sobre outros organismos e ecossistemas; na busca pela integração dos estudos realizados pelos PELD´s; como também na capacidade de comunicar essa produção para os diversos públicos, sejam gestores, imprensa, comunidades do entorno e à sociedade como um todo. A preocupação com a formação de equipes multidisciplinares, no entanto, têm estado presente nos editais PELD, inclusive com o estímulo à presença de profissionais de comunicação e educação ambiental nas equipes, visando a alcançar e disseminar o farto conhecimento produzido em cada ambiente de pesquisa. Atualmente, há o entendimento da necessidade dessas pesquisas alcançarem não apenas os ambientes acadêmicos e públicos mais próximos, mas toda sociedade, uma vez que as mesmas são fundamentais para o desenvolvimento de políticas ambientais e para o gerenciamento de recursos naturais, que envolve, de formas distintas, toda sociedade nas várias regiões do país.Contudo, mesmo que sejamos uma sociedade permeada pela cultura científica, ainda há um lamentável distanciamento entre a ciência e sociedade, que precisa ser enfrentado para alcançar tais objetivos. A presente proposta vêm nessa direção, uma vez que propõe uma estratégia multidimensional para construção de possibilidades férteis de comunicação pública da ciência, que alcance os diferentes públicos - que possuem posições e percepções distintas sobre o meio natural. De natureza interdisciplinar, o projeto articula reflexões atuais e ricas sobre comunicação pública da ciência, como: (a) Linguagem capaz de atrair para o diálogo diferentes públicos, uma vez que essa se tornou uma das primeiras barreiras dessa aproximação (b) Respeito ao direito à informação e à apropriação social do conhecimento; c) Compreensão da complexa relação entre ciência, tecnologia, sociedade e ambiente (CTSA), buscando desconstruir visões equivocadas bastante comum sobre a ciência; d) Atenção aos modelos de comunicação adequados à cada atividade proposta, tanto em execução como nas formações proposta aos assessores de comunicação e pesquisadores dos sítios: i (e) foco na capacidade de atender a todos os sítios, por meio de uma proposta robusta em comunicação digital; (f); equilíbrio entre atividades realizadas por esta equipe e nas orientações que serão dadas às equipes de cada sítio PELD, por meio de capacitações e orientações especializadas em comunicação pública da ciência. Diante disso, a presente proposta busca atender as diretrizes previstas, uma vez que visa a potencializar a divulgação da produção científica dos sítios, tanto por meio da execução das atividades, como por meio das formações oferecidas aos PELD´s, de forma a alcançar os tomadores de decisão, também buscando o engajamento da sociedade por meio da aproximação dos cientistas dos sítios com as comunidades locais, como escolas, associações de bairro, eventos como rodas de conversa, apresentação dos mini museus sobre os ecossistemas e pela escuta dos saberes populares, como forma de fazer a comunidade partícipes do processo.
  • Universidade Estadual da Paraíba - PB - Brasil
  • 03/12/2020-31/12/2024
Foto de perfil

Alessandra Luzia Da Róz

Engenharias

Engenharia Química
  • ii mostra científica e feira de ciências do ifsp itapetininga
  • A II Mostra de Científica e Feira de Ciências do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP) Câmpus Itapetininga é um evento idealizado e realizado pelas Coordenadoria de Pesquisa, Inovação e Pós-graduação, Diretoria Adjunta Educacional e Coordenadoria de Extensão do Câmpus Itapetininga do IFSP no âmbito da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Ao promover a II Mostra Científica e Feira de Ciências do IFSP Itapetininga pretende-se possibilitar que estudantes do Ensino Fundamental, Médio e Técnico das redes municipais, estaduais e federal do município de Itapetininga e região possam entrar em contato com um ambiente facilitador e estimulante ligado às ciências, corroborando o trabalho realizado em sala de aula por professores previamente treinados pelo corpo docente do IFSP, via parceria entre Prefeitura Municipal e Diretoria Estadual de Ensino. A II Mostra Científica e Feira de Ciências é um espaço para discussão, apresentação e exposição de trabalhos técnicos e científicos desenvolvidos e os melhores trabalhos serão premiados em diversas categorias, incluindo premiação exclusiva para meninas. No evento, além da apresentação de trabalhos, ocorrerão diversas atividades concomitantes, tais como: mostra de robótica, mostra de protótipos, Congresso Paulista de Ensino de Ciências, experimentos de ciências do projeto Show da Física, também iniciativa do Câmpus Itapetininga, e tour pelo Espaço Giroscópio de Ciências. O Câmpus possui ampla experiência na realização de eventos científicos, técnicos e tecnológicos, pois desde 2010 realiza seu Congresso de Iniciação Científica e o Work Tech Itapê. Em 2019, a I Feira de Ciência teve a participação de cerca de 110 trabalhos de várias cidades da região e ocorreu em outubro na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia com participação de mais de 1000 alunos, incluindo expositores do Ensino Básico e Médio. Devido a pandemia de COBID-19, a Feira não ocorreu no ano de 2020; porém, as atividades base da Feira, como manutenção das parceiras iniciadas, continuaram acontecendo para a implantação adequada da II Mostra Científica e Feira de Ciências do IFSP.
  • Instituto Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 15/04/2021-30/04/2023
Foto de perfil

Alessandra Mello Simões Paiva

Lingüística, Letras e Artes

Artes
  • artes indígena e contemporânea: redes e partilhas para a construção de um “site-curatorial”
  • Como compreender a arte indígena diante das rápidas transformações no mundo contemporâneo e a inserção destes povos em circuitos urbanos, na cultura midiática e no sistema artístico habitual? Em que pontos estas expressões estéticas aproximam-se e distanciam-se das poéticas contemporâneas? Perguntas como estas transformaram-se em um desafio epistemológico para o campo das artes, já que a arte indígena tem sido analisada, em grande parte, pelo campo da antropologia. São ainda questões de significativa relevância para este projeto, que tem como objetivo produzir uma ampla reflexão a respeito do tema a partir de estudos teóricos, coleta e análise de imagens e entrevistas com artistas indígenas, artistas contemporâneos e pesquisadores que tenham interface com essas problemáticas. Os resultados da pesquisa (em forma de textos, imagens e vídeos) estarão disponibilizados em um “site-curatorial”, que servirá de plataforma de mediação entre “fruidor-leitor” e arte, em um encontro considerado como experiência de leitura reconstrutiva. A proposta é que este canal forneça ferramentas interativas que estimulem um processo cognitivo diferenciado, que pode ser entendido como experiência ética de reconhecimento da arte, envolvendo forma estética e contradição social. A proposta versa sobre a partilha e construção de uma nova experiência estética, estimulando o fruidor a fazer suas próprias conexões e interações.
  • Universidade Federal do Sul da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alessandra Melo de Aguiar

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • efeito de nanopartículas de bismuto (binps) em células-tronco adultas humanas
  • Os nanomateriais, e em particular, as nanopartículas (NPs) estão na vanguarda da onda da nanotecnologia, e são utilizadas em diversos produtos, incluindo produtos e insumos para saúde, sendo de grande importância não apenas a sua caracterização fisico-química mas também predição de sua toxicidade, em sistemas inovadores com o uso de células-tronco para avaliação de seu efeito biológico. Estas partículas consistem em substâncias químicas que possuem dimensões variando de 1 a 100 nm, o que as confere um alto poder de reatividade e uma enorme gama de aplicações, que vão desde a geração de energia e engenharia, até aplicações na área de medicina. Dentro deste contexto, as NPs de bismuto (BiNPs) tem sido amplamente avaliadas a fim de serem empregadas nos mais diversos campos. Estas NPs são bastante interessantes pelo fato de apresentarem diversas propriedades médicas, agindo como bactericidas, fungicidas, antibiofilme e antivirais; sendo assim, estas NPs tem sido avaliadas quanto ao seu emprego em antissépticos orais (Hernandez-Delgadillo et al., 2013; Claudio & Chellam, 2014; El-batal et al., 2017; Hernandez-Delgadillo et al., 2017). Além disso, estas NPs tem sido avaliadas para seu emprego em termo-quimioterapia, imagenologia (Li et al., 2016; Liu et al., 2015; Swy et al., 2014; Veintemillas-Verdaguer et al., 2015). Em relação as suas aplicações industriais, BiNPs são bastante atraentes devido ao seu baixo custo quando comparadas com outras NPs metálicas (Claudio & Chellam, 2014). Muito embora muitos compostos derivados de bismuto já tenham sido amplamente empregados para fins médicos, industriais e cosméticos por muitas décadas, pouco se sabe em relação a toxicidade do bismuto quando encontrado em nanoescala (Abudayyak et al., 2017). Apesar da grande aplicabilidade destas partículas no campo da medicina, a grande preocupação consiste no fato de que pouco ainda se sabe em relação a toxicidade causada pelas NPs. A maioria dos ensaios de toxicidade disponíveis são realizados em animais, porém, nos últimos anos, a comunidade científica tem buscado métodos alternativos através de ensaios in vitro. Os ensaios alternativos ao uso de animais buscam não apenas reduzir, substituir ou refinar o uso de animais como também o desenvolvimento de sistemas com melhor predição da toxicidade em humanos, que por vezes é não é completamente acurada nos modelos animais ou nos sistemas in vitro já disponíveis. Nesta linha de trabalho, avaliamos previamente o efeito de BiNPs em células eucarióticas, exercendo citotoxicidade de uma forma dose-dependente, levando a morte celular por apoptose e induzindo a autofagia em concentrações tóxicas.Contudo, são desconhecidos os efeitos de BiNPs em processos celulares como a diferenciação celular. Vários estudos já demonstraram que as células-tronco representam um bom modelo para a predição de toxicidade, apresentando vantagens em relação ao uso de linhagens primárias, por exemplo. Desta forma, este projeto tem como objetivo a caracterização de BiNPs quanto a suas propriedades físico-químicas, avaliação dos efeitos citotóxicos e genotóxicos das NPs, avaliação da interação NPs-células, estudo dos efeitos das NPs sobre a diferenciação adipogênica e osteogênica de células-tronco adultas. Portanto, essa proposta visa disponibilizar maior conhecimento sobre a interação das nanopartículas com as células-tronco humanas e, assim, determinar a taxa de segurança para uso desses materiais, o que é de suma importância para a sociedade, pois essas partículas possuem um grande potencial de aplicação em novos produtos para saúde e já estão sendo utilizadas em larga escala na medicina, biotecnologia e indústria farmacêutica.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alessandra Melo de Aguiar

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • efeito de nanopartículas de bismuto (binps) emcélulas-tronco adultas humanas
  • Os nanomateriais, e em particular, as nanopartículas (NPs) estão na vanguarda da onda da nanotecnologia, e são utilizadas em diversos produtos, incluindo produtos e insumos para saúde, sendo de grande importância não apenas a sua caracterização fisico-química mas também predição de sua toxicidade, em sistemas inovadores como uso de células-tronco para avaliação de seu efeito biológico. Estas partículas consistem em substâncias químicas que possuem dimensões variando de 1 a 100 nm, o que as confere um alto poder de reatividade e uma enorme gama de aplicações, que vão desde a geração de energia e engenharia, até aplicações na área de medicina. Dentro deste contexto, as NPs de bismuto (BiNPs) temsido amplamente avaliadas a fim de serem empregadas nos mais diversos campos. Estas NPs são bastante interessantes pelo fato de apresentarem diversas propriedades médicas, agindo como bactericidas, fungicidas, antibiofilme e antivirais; sendo assim, estas NPs tem sido avaliadas quanto ao seu emprego em antissépticos orais (Hernandez-Delgadillo et al., 2013; Claudio & Chellam, 2014; El-batal et al., 2017; Hernandez-Delgadillo et al., 2017). Além disso, estas NPs tem sido avaliadas para seu emprego em termo-quimioterapia, imagenologia (Li et al., 2016; Liu et al., 2015; Swy et al., 2014; Veintemillas-Verdaguer et al., 2015). Em relação as suas aplicações industriais, BiNPs são bastante atraentes devido ao seu baixo custo quando comparadas com outras NPs metálicas (Claudio & Chellam, 2014). Muito embora muitos compostos derivados de bismuto já tenham sido amplamente empregados para fins médicos, industriais e cosméticos por muitas décadas, pouco se sabe em relação a toxicidade do bismuto quando encontrado em nanoescala (Abudayyaket al., 2017). Apesar da grande aplicabilidade destas partículas no campo da medicina, a grande preocupação consiste no fato de que pouco ainda se sabe em relação a toxicidade causada pelas NPs. A maioria dos ensaios de toxicidade disponíveis são realizados em animais, porém, nos últimos anos, a comunidade científica tem buscado métodos alternativos através de ensaios in vitro. Os ensaios alternativos ao uso de animais buscam não apenas reduzir, substituir ou refinar o uso de animais como também o desenvolvimento de sistemas com melhor predição da toxicidade em humanos, que por vezes é não é completamente acurada nos modelos animais ou nos sistemas in vitro já disponíveis. Nesta linha de trabalho, avaliamos previamente o efeito de BiNPs em células eucarióticas, exercendo citotoxicidade de uma forma dose-dependente, levando a morte celular por apoptose e induzindo a autofagia em concentrações tóxicas.Contudo, são desconhecidos os efeitos de BiNPs em processos celulares como a diferenciação celular. Vários estudos já demonstraram que as células-tronco representam um bom modelo para a predição de toxicidade, apresentando vantagens em relação ao uso de linhagens primárias, por exemplo. Desta forma, este projeto tem como objetivo a caracterização de BiNPs quanto a suas propriedades físico-químicas, avaliação dos efeitos citotóxicos e genotóxicos das NPs, avaliação da interação NPs-células, estudo dos efeitos das NPs sobre a diferenciação adipogênica e osteogênica de células- tronco adultas. Adicionalmente, também será avaliado o seu efeito no crescimento microbiano. Portanto, essa proposta visa disponibilizar maior conhecimento sobre a interação das nanopartículas comas células-tronco humanas e, assim, determinar a taxa de segurança para uso desses materiais, o que é de suma importância para a sociedade, pois essas partículas possuem um grande potencial de aplicação em novos produtos para saúde e já estão sendo utilizadas em larga escala na medicina, biotecnologia e indústria farmacêutica.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 05/12/2019-31/12/2021
Foto de perfil

Alessandra Mendonça Teles de Souza

Ciências da Saúde

Farmácia
  • identificação de inibidores de proteínas não estruturais do zika vírus pela integração de métodos in silico e in vitro
  • O vírus do Zika (ZIKV) entrou em evidência em 2015, quando o último surto ocorreu após seis décadas, iniciando no Brasil e se espalhando por vários países das Américas. O vírus alcançou notoriedade pela sua capacidade de atravessar a barreira placentária humana, causando malformações congênitas, especialmente microcefalia. Além disso, também tem sido associado ao desenvolvimento de complicações neurológicas em adultos infectados, como a síndrome de Guillain-Barré, a mielite aguda e a meningoencefalite. O vetor do ZIKV é o mosquito do gênero Aedes. No Brasil, ele é transmitido pela espécie Aedes aegypti, que é também vetor do DENV, febre amarela (YEV) e chikungunya (CHIKV). Estudos também apontam para outras formas de transmissão: perinatal, sexual e via transfusão de sangue. É impossível reconhecer efetivamente o verdadeiro número de infecções pelo vírus zika no Brasil, já que a doença aponta que aproximadamente 80% dos casos de pacientes infectados não manifestarão sinais ou sintomas, além de uma parcela significativa de infectados que não procurará atendimento de saúde. Não existe tratamento específico para febre por ZIKV. O tratamento dos casos sintomáticos recomendado é baseado no uso de acetaminofeno (paracetamol) ou dipirona para o controle da febre e manejo da dor. No caso de erupções pruriginosas, os anti-histamínicos podem ser considerados. Além disso, ainda não há vacina disponível contra o Vírus Zika. As proteínas não estruturais NS1 e NS5 do ZIKV têm sido bastante estudadas e são potenciais alvos terapêuticos para a descoberta e/ou planejamento de inibidores seletivos. Neste contexto, as instituições de pesquisa e os docentes e pesquisadores brasileiros atuantes na área de Química Medicinal enfrentam o desafio científico e dever ético de se comprometerem na busca por alternativas terapêuticas que propiciem e a melhoria da qualidade de vida para os pacientes acometidos pelo Zika Vírus. Este compromisso é também destacado na Agenda 2030, proposta no ano de 2015 pela ONU, conforme detalhado nos Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável (ODS) traçados nesta agenda internacional, a ser implementada por todos os países integrantes até 2030. Com isso o objetivo deste projeto é a descoberta de inibidores das proteínas NS1 e NS5 para o tratamento da infecção pelo ZIKV. A abordagem in silico iniciará com a construção de modelos tridimensionais dos alvos moleculares por modelagem comparativa. Os modelos dos alvos moleculares serão utilizados na triagem virtual de compostos comercialmente disponíveis no banco de dados ZINC. Em seguida será realizado um consensus docking para selecionar os inibidores em potencial, por docking molecular. Os melhores resultados serão submetidos a avaliações farmacocinéticas e toxicológicas (ADMET) in silico e in vitro. A confirmação da atividade antiviral frente as proteínas NS1 e NS5 será realizada por métodos in vitro. As informações teóricas e experimentais obtidas serão úteis para a descoberta de ligantes bioativos contra o ZIKV. Além disso, este projeto visa fomentar a geração de recursos humanos qualificados na área de planejamento de fármacos.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alessandra Santana Soares e Barros

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • a deficiência enquanto conseqüência da síndrome congênita do zika-vírus: enquadramentos discursivos da mídia impressa brasileira
  • O objetivo desse projeto de pesquisa é descrever o tratamento discursivo dado pela mídia - no contexto da cobertura jornalística da epidemia - à relação entre a síndrome congênita do Zika vírus e as seqüelas que definiam aquelas crianças enquanto pessoas com deficiências. Interessa saber como os jornais disseram que ficariam os bebês da zika quando eles crescessem. A hipótese de trabalho é que houve um enviesamento na abordagem das notícias acerca dos danos cerebrais, ou seja, modos pouco informativos de escrever sobre o seguimento da vida das crianças acometidas e pouca ênfase dada à explicação sobre os atrasos que sofreriam no desenvolvimento infantil. Para responder a essa pergunta de pesquisa será feita análise lingüística das narrativas e, principalmente, dos sentidos subliminares dos textos das matérias, alcançáveis através do vocabulário e recursos semânticos, assim como do conjunto da composição – imagens, fotos e destaques gráficos. De início serão estudados os dois primeiros anos da cobertura jornalística. Se possível, a investigação será desdobrada por sobre os demais anos que se seguirem, no que tange igualmente, aos modos como a mídia houver de continuar retratando a geração das crianças da Zika; pois os bebês que assim nasceram, viverão sob as consequências dos danos neurológicos. Logo, quer sob a forma da curiosidade popular ou sob a interrogação da comunidade científica, os que sobreviveram à Zika congênita haverão de persistir como objetos de interesse do conhecimento público, o que manterá o assunto, portanto, nas páginas dos jornais. Justifica-se essa pesquisa pela importância de auxiliar a mídia a cumprir sua função social. Parte da população, que busca informação através dos noticiários, é de mulheres e famílias que precisam tomar decisões reprodutivas. Assim, é necessário que haja mais clareza acerca do futuro que lhes aguarda, quando sob risco ou já no cuidado de filhos com essa condição neurológica. A primeira grande tarefa prática dessa pesquisa será levantar o conjunto das matérias de jornal a ser analisada. Esse corpus empírico será composto por uma amostra recortada a partir do universo de matérias, reportagens, editoriais e artigos publicados pelos principais jornais de circulação nacional que noticiaram o tema em questão. Para o levantamento será acessado um serviço de monitoramento chamado “Observatório Saúde na Mídia” (https://saudenamidia.icict.fiocruz.br). Este serviço, disponibilizado gratuitamente, é uma iniciativa do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde da Fundação Oswaldo Cruz – FIOCRUZ. Esta plataforma virtual realiza acompanhamento diário das informações sobre saúde publicadas em jornais nacionais e, nesse sentido, mantém um portal on-line para localização e recuperação especialmente daquelas sobre o zika-virus, a dengue e a febre chikungunia. Estão disponíveis ali os textos publicados nos jornais Folha de S. Paulo (SP); O Globo (RJ); O Estado de Minas (MG); A Tribuna (ES); Correio Braziliense (DF); Jornal do Commercio (PE); Correio da Paraíba (PB); O Correio (BA); Zero Hora (RS) e Dez Minutos (AM). Os critérios de seleção para escolha desses jornais pelo Portal eletrônico se basearam em suas representatividades nas respectivas regiões de pertencimento, e no fato de abrangerem áreas de atuação onde há maior incidência de casos das referidas doenças. Paralelamente ao uso desse mecanismo de busca, os acervos eletrônicos, disponibilizados comercialmente pela internet, dos jornais “O Globo”, “Folha de São Paulo” e “Correio Braziliense” serão também acessados. Esta dupla abordagem garantirá uma melhor cobertura amostral além do que favorecerá a apreciação das matérias, reportagens e artigos nos contextos de diagramação das páginas de cada edição do jornal. A consideração deste aspecto, não possibilitado quando do acesso apenas através do Portal eletrônico da FIOCRUZ, permitirá que se julgue eventual importância destacada a uma matéria de capa, por exemplo, assim como os arranjos entre as fotos em seus diferentes destaques e tamanhos, gráficos ilustrativos e demais imagens que compõem, juntamente com os textos escritos, os sentidos implícitos sujeitos à reclamada análise lingüística e semiótica. O primeiro critério para definição da amostra de trabalho será escolher aquelas matérias que fazem menções à Microcefalia/ Síndrome Congênita. Para tanto, se buscará identificar, tanto no título da matéria, quanto no corpo do texto, a presença dos seguintes termos associados à Zika: microcefalia, cabeça pequena, seqüelas neurológicas, bebê, gravidez, grávidas, mãe, mulheres, filhos, síndrome congênita, crianças, recém-nascidos, aborto e demais expressões sinônimas. No primeiro momento da pesquisa serão analisadas as notícias veiculadas pelos Jornais entre os meses outubro de 2015 a Junho de 2017. No segundo, as matérias publicadas pelos jornais entre Julho de 2017 a julho de 2019.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alessandra Teixeira

Ciências Humanas

Sociologia
  • de menores abandonadas a adolescentes infratoras: gênero, controle e punição
  • Este projeto se volta à compreensão das formas de controle e punição dirigidas às meninas e jovens designadas como menores, através da análise dos registros constantes nos prontuários de menores do Serviço Social do Estado de São Paulo, entre os anos de 1930 e 1950, e numa perspectiva contemporânea pretende reconhecer a atualização desses dispositivos através da análise dos prontuários das agora nomeadas adolescentes infratoras internadas na FCasa entre 1990 e 2010. Busca-se identificar as formas de criminalização, repressão e punição dirigidas às meninas adolescentes, ao longo do tempo, assim como os dispositivos de controle sobre o corpo, a sexualidade e a autodeterminação, que impuseram e reificaram iniquidades e discriminações baseadas no gênero, como também na raça e na classe.
  • Universidade Federal do ABC - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alessandra Tomaselli Fidelis

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • monitoramento dos padrões temporais e espaciais dos regimes de fogo e acúmulo de material combustível em unidades de conservação com fisionomias campestres e savânicas: implicações para o desenvolvimento de estratégias de manejo integrado de fogo
  • Monitorar e entender as relações entre o fogo e as formações vegetais das fisionomias campestres e savânicas do Cerrado segue sendo um desafio científico muito importante para ampliar a capacidade de gestão destas áreas. A presente proposta busca caracterizar as mudanças de regime de fogo em unidades de conservação nacionais com diferentes status e históricos de manejo de fogo, combinando métodos de sensoriamento remoto e medições in situ para analisar os efeitos do tipo de manejo e uso no acúmulo de material vegetal combustível e na alteração das condições de susceptibilidade a ocorrência de incêndios. Séries multitemporais derivadas de satélites de média/alta resolução espacial (Landsat e Sentinel 2) serão utilizadas para reconstruir o histórico de cicatrizes de áreas queimadas e para gerar a cartografia de acúmulo de materiais combustíveis em 4 unidades de conservação selecionadas (Quilombo Kalunga, Reserva Natural Serra do Tombador, Estação Ecológica Serra Geral do Tocantins e Parque Nacional dos Campos Amazônicos). Os regimes de fogo serão comparados em termos de área total anual, densidade de ignições, tamanho médio e distribuição da cicatriz de queima e época do fogo. Se contará ainda com campanhas de campo para a obtenção de medições in situ da carga combustível de cada área selecionada, que permitam validar e fornecer um contexto ecológico para os padrões de acúmulo de biomassa vegetal observados via satélite. Os avanços metodológicos-científicos contribuirão na consolidação de protocolos de pesquisa e monitoramento para a implementação de planos de manejo de fogo, dando suporte a gestão territorial de unidades de conservação nacionais.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 30/11/2018-30/11/2021
Foto de perfil

Alessandro Fabricio Garcia

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • restaura - refatoramento sequencial: teoria e apoio automatizado
  • Refatoramento é uma prática adotada por empresas de desenvolvimento para melhorar a qualidade estrutural de seus programas, além de garantir a longevidade de programas. Logo, empresas como Google, IBM e Microsoft têm explorado esta prática com objetivo de reduzir custos de manutenção. Entretanto, identificar quando é necessário refatorar o código e como aplicar o refatoramento são tarefas não triviais. Estudos evidenciam diversos efeitos indesejáveis ocasionados por refatoramentos equivocados, tais como a aceleração da degradação do programa. Portanto, desenvolvedores precisam de suporte não somente para identificar quando se refatorar, mas também para aplicar os refatoramentos. Para se identificar oportunidades de refatomentos, desenvolvedores podem utilizar os sintomas de degradação estrutural. Uma vez identificadas, eles precisam de suporte para refatorá-los a fim de minimizar ou remover esses sintomas. Pois, infelizmente, há evidência de que desenvolvedores refatoram código indisciplinadamente ou equivocadamente, o que pode aumentar a degradação estrutural. Consequentemente, eles se sentem desencorajados a refatorar. Para piorar a situação, eles precisam aplicar vários refatoramentos sequenciais, isto é, uma sequência de refatoramentos aplicados no mesmo elemento de código. Estudos relatam que o desenvolvedor pode refatorar o código de forma incompleta quando este requer um refatoramento sequencial para mitigar ou remover a degradação completamente. Entretanto, alguns refatoramentos são inviáveis de serem aplicados, prejudiciais à qualidade do programa ou insuficientes para garantir a melhoria da sua estrutura. Infelizmente, a literatura técnica não provê conhecimento e nem suporte à esta prática em escala industrial. De fato, pouco se sabe sobre como caracterizar um refatoramento sequencial, como ele ocorre na prática e quais os seus impactos para a qualidade estrutural. Em suma, essas e outras limitações da literatura vêm impedindo pesquisadores de prover suporte para os desenvolvedores aplicarem refatoramento sequencial. Esse cenário nos motivou a investigar como apoiar o desenvolvedor na prática de refatoramento sequencial. Para isso, o projeto ReSTaurA (Refatoramento Sequencial: Teoria e Suporte Automatizado) objetiva : (i) prover um arcabouço conceitual para refatoramentos sequenciais e conceitos relacionados; (ii) desenvolver uma teoria que explique como desenvolvedores realizam refatoramentos sequenciais na prática; (iii) propor heurísticas para identificação automatizada de refatoramentos sequencias existentes e um programa; (iv) avaliar o impacto em qualidade de refatoramentos sequenciais; (v) avaliar e classificar os refatoramentos sequenciais como positivos ou negativos com base no seu impacto em sintomas de degradação estrutural e (vi) propor um sistema de recomendação para a realização de refatoramentos sequenciais. Através dos resultados e, em particular, do uso do sistema recomendador proposto, os desenvolvedores poderão realizar refatoramentos sequenciais utilizando as novas abordagens propostas, melhorando a qualidade de seus programas. Ao manter a pesquisa alinhada com as necessidades da indústria, os resultados devem ser úteis e aplicáveis para empresas brasileiras adotarem tais técnicas no desenvolvimento e manutenção de novos sistemas de software, bem como na evolução de sistemas existentes. Espera-se ainda a publicações de artigos científicos em conferências e periódicos relevantes na área de Engenharia de Software. Adicionalmente, durante o projeto, os membros do projeto estarão envolvidos em parcerias industriais internacionais como Amazon, Microsoft e Google, além de nacionais como Instituto Tecgraf, Petrobras, Minds at Work, IBM, NTI/UFAL, Clip-Meyer, GM5, SEFAZ/AM e FPF, propiciando oportunidades de transferência de conhecimento e tecnologia. A equipe também conta com parceiros acadêmicos nacionais (UFCG, UFAL e UFAM) e internacionais (UCLA e UCI).
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alessandro Haupenthal

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • efeito da imersão e velocidade na força de reação do solo durante marcha na água
  • Os exercícios aquáticos como componentes fundamentais da maioria dos protocolos dos programas de reabilitação e treinamento na água tem sido ainda pouco explorados em termos de variáveis biomecânicas, o que faz com que a prescrição destes exercícios pelos profissionais seja ainda difícil quando necessita de controle de carga mecânica agindo sobre o indivíduo. Com a finalidade de auxiliar na prescrição destes exercícios, este trabalho objetiva avaliar o efeito da velocidade e imersão nas componentes vertical (Fy), anteroposterior (Fx) e resultante (FR) da FRS durante a caminhada e corrida na água. O tamanho da amostra para esta pesquisa foi calculado em 65 sujeitos. Os participantes terão idade entre 18 a 39 anos, estatura entre 1,60 a 1,95 metros. Para a mensuração da FRS, cada participante realizará a marcha em uma velocidade auto selecionada e em velocidade lenta e rápida (com variação mínima de 20% da auto selecionada). A velocidade será verificada através de um sistema de fotocélulas. Os participantes realizarão os exercícios na água em cinco níveis de imersão, randomizado previamente e contido dentro de um envelope selado (0,75, 0,90, 1,05, 1,20 e 1,35 m). A análise de dados será realizada através de uma análise de variância (ANOVA) com medidas repetidas a partir de um modelo misto para analisar o efeito e interação com um critério de p<0,05. Não foram encontrados estudos que analisaram o efeito combinado e a interação entre imersão e velocidade. Assim, este será o primeiro estudo a realizar esta análise e para ambos exercícios (caminhada e corrida) na água. A partir deste trabalho ocorrerá um melhor entendimento da FRS e com isso melhor embasamento e prescrição do exercício na água. A correta escolha entre carga aplicada e capacidade do tecido em recuperação é crucial para o sucesso do processo de recuperação terapêutica. Assim, o entendimento da alteração combinada entre velocidade e imersão para a definição correta do exercício a ser aplicado e o conhecimento dos fatores capazes de influenciar a carga no treino de marcha na água promovem um melhor raciocínio para a prescrição desta modalidade de tratamento para os pacientes que requerem um controle de carga durante a reabilitação. Este controle de carga ao paciente é um dos principais fatores para o sucesso do processo de recuperação funcional durante a melhora dos tecidos biológicos na reabilitação.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alessandro Silva de Oliveira

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • comportamento de consumo de produtos orgânicos no brasil: construção e validação de uma nova escala baseado na tríade atributos-consequências-valores
  • A produção, comércio e consumo de produtos orgânicos no Brasil e no mundo vem crescendo a cada ano e atingindo valores substanciais na economia global. Isso é reflexo de uma nova tendência dos consumidores que buscam melhores hábitos de consumo, produtos menos industrializados, com características mais saudáveis, com o mínimo ou sem conservantes e aditivos químicos e com rastreabilidade. Dessa forma, conhecer o comportamento de consumo de produtos orgânicos, se torna essencial para desenvolver e atender todos os agentes envolvidos nesse grande mercado. Nessa perspectiva, o presente projeto de pesquisa tem como objetivo elaborar um novo instrumento que irá medir a percepção dos consumidores em relação aos Atributos, Consequências e Valores que os produtos orgânicos transparecem. Através dessa nova escala de medida será testado um novo modelo estrutural baseado na teoria da cadeia de meios-fins onde será possível verificar o impacto que a tríade Atributos, Consequências e Valores pode ocasionar na Avaliação de Pré-Compra e na Intenção de Comprar desses consumidores. Em complemento também será investigado o efeito moderador que a Orientação para a Saúde e as Normas Subjetivas podem ocasionar na relação entre os Valores e a Avaliação Pré-Compra e nos Valores com a Intenção de Comprar. Os resultados, se positivos, podem gerar implicações gerenciais de grande valor na hora de formulações de estratégias de marketing eficazes para o desenvolvimento do mercado de produtos orgânicos. E o novo instrumento validado, poderá ser aplicada em todo território nacional ou em microrregiões, obtendo amostras mais significativas, resultando em informações com maior amplitude de inferência nos futuros estudos de campo e trabalhos acadêmicos/científicos.
  • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023
Foto de perfil

Aléssio Tony Cavalcanti de Almeida

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • doações eleitorais e distorções nos processos concorrenciais e de preços de bens e serviços nas compras governamentais
  • O objetivo deste estudo é avaliar o impacto de doações eleitorais sobre o favorecimento em compras públicas e sobrepreço nos produtos fornecidos pelas empresas e prestadores de serviços financiadoras de campanhas políticas. Para a realização desta pesquisa serão utilizados dados longitudinais de empresas e prestadores de serviços para as gestões municipais (poderes executivo e legislativo) durante o período de 2004 a 2016, onde o estado da Paraíba será o alvo da investigação tendo em vista a disponibilidade de dados de acesso restrito (como contratos de licitações e notas fiscais eletrônicas). Por sua vez, as estimativas de impacto sobre os valores de contratos serão feitas a partir do estimador de diferenças em diferenças, com controle para a heterogeneidade específica das empresas e com recortes amostrais para corrigir o viés de autosseleção, adicionalmente para testar a robustez será realizada uma análise com regression discontinuity design. Com base nas evidências a serem encontradas, espera-se demonstrar como o atual desenho institucional de financiamento das campanhas políticas no país pode estar associado a práticas de corrupção e vantagens indevidas, bem como subsidiar os órgãos de controle (como Tribunal de Contas e Ministério Público) com informações que possam mitigar tais problemas e, assim, contribuir para reduzir para o desperdício de recursos públicos.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Aletéia Patrícia Favacho de Araújo

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • meninas.comp – ciência para todas.
  • Vide projeto anexo
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 12/08/2019-31/10/2022
Foto de perfil

Aletheia Soares Sampaio

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • elaboração de metodologias ativas como estratégia de educação em saúde para adolescentes de escolas públicas para controle da sífilis e outras infecções sexualmente transmissíveis.
  • Segundo dados da Organização Mundial de Saúde, indivíduos com idade entre 15 e 24 anos correspondem a 70% dos pacientes com Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST), e a cada ano um em cada 20 adolescentes contrai uma IST. O conhecimento adquirido não tem refletido em melhorias significativas nas práticas de prevenção e a ausência de informação ou presença de informação incompleta é potencialmente determinante para o desenvolvimento dessas doenças nesses grupos. A escola constitui um espaço institucional privilegiado para o desenvolvimento integral do ser humano, sendo o seu papel ajudar na evolução e conscientização, seja na promoção ou na prevenção da saúde. A difusão de tecnologias propiciam a criação de novos meios de comunicação e transformam as práticas diárias na vida das pessoas e construir conteúdos educacionais em saúde utilizando tecnologia e com temáticas emergidas no processo de discussão com estudantes do ensino fundamental de forma participativa, baseados nos preceitos da educomunicação, possibilita desvelar o olhar dos mesmos para a integralidade dos indivíduos, observando que a educação em saúde deve estar pautada na construção biológica e social presentes no processo saúde-doença. Esta proposta pretende identificar áreas prioritárias de ocorrência de casos de IST, com ênfase na sífilis, para elaboração de metodologias ativas como estratégias de educação em saúde, para alunos do ensino fundamental das escolas públicas, no município de Recife-PE. Desta maneira, a presente proposta de pesquisa trará uma contribuição significativa e específica para a educação em saúde, com vista a implementação de ações educativas à saúde dos adolescentes/jovens, na prevenção das ISTs/sífilis nessa população.
  • Fundação Oswaldo Cruz - PE - Brasil
  • 15/05/2019-31/05/2022
Foto de perfil

Alex Alan Furtado de Almeida

Ciências Agrárias

Agronomia
  • respostas fisiológicas, bioquímicas e moleculares e mudanças micromorfológicas e ultraestruturais em plantas de cacau submetidas à toxicidade de cd e pb no solo.
  • Cadmio (Cd) e chumbo (Pb) são metais altamente tóxicos para as plantas, mesmo em baixas concentrações no solo. São encontrados naturalmente na crosta terrestre, entretanto, os níveis no solo vêm aumentando por meio de ações antropogênicas em indústrias, tais como fabricação de bateria, mineração de metais e fundição, resíduos urbanos e industriais, fertilizantes, pesticidas e aditivos. Theobroma cacao é uma espécie comercialmente explorada para a produção de amêndoas destinadas, principalmente, a extração de manteiga, produção de chocolate e produtos derivados, como cosméticos, bebidas finas, geleias, sorvetes e sucos. Pesquisas recentes têm demonstrado contaminação de amêndoas de T. cacao por Cd e Pb em função, principalmente, do solo de origem e de sua contaminação pelo uso de fertilizantes e fungicidas. Recentemente, foram encontradas concentrações elevadas de Cd em produtos derivados de cacau, o que levou a União Europeia a estabelecer os teores máximos de Cd nesses produtos. Entretanto, a maioria das informações sobre a toxicidade e tolerância a estes elementos metálicos é oriunda de plantas cultivadas em soluções nutritivas, onde o elemento está 100% disponível, diferentemente do cultivo no solo, cuja disponibilidade depende, além do pH do solo, da presença de partículas coloidais que adsorvem estes elementos metálicos. As possíveis razões para concentrações elevadas de Cd e Pb em amêndoas de cacau são altas concentrações e disponibilidades de Cd e Pb no solo e alta capacidade de absorção das plantas. O principal objetivo deste trabalho é avaliar a toxicidade de Cd e Pb em plantas jovens seminais, clonais e enxertadas do genótipo de T. cacao CCN 51, cultivadas em solos alagados ou não-alagados com diferentes concentrações de Cd, Pb, Pb+Mn, Pb+Zn, Pb+Fe e Cd+Fe, juntamente com o tratamento controle (sem adição de Cd ou Pb no solo). Isto, por sua vez, visa a mitigação da toxicidade de Pb pelo Mn, Zn ou Fe e de Cd pelo Fe ou pela interação entre o enxerto/porta-enxerto, por meio de alterações fisiológicas, bioquímicas, moleculares, micromorfológicas e ultraestruturais.
  • Universidade Estadual de Santa Cruz - BA - Brasil
  • 18/02/2019-05/11/2021
Foto de perfil

Alex Borges Vieira

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • sistemas baseados em blockchain: de modelos de desempenho à novas aplicações
  • Desde a concepção inicial do Bitcoin, há uma década atrás, até a atualidade, blockchain deixou de ser exclusivo do ambiente de criptomoedas e passou a ser empregado em uma diversidade de áreas. De fato, blockchain é uma tecnologia revolucionária que fornece uma solução prática para permitir registro público, seguro e descentralizado. Assim, essa tecnologia pode ser usada em transações distribuídas, contratos inteligentes, e-health e Internet das Coisas. Apesar do crescente interesse em torno do tema, pesquisas em torno de blockchain ainda são incipientes. De fato, ao longo de anos, a principal preocupação da academia foi com gasto duplo, segurança e anonimidade em criptomoedas. Propomos avançar no estado da arte dessas pesquisas com três instâncias de investigação ainda pouco exploradas: (I) modelos de caracterização e predição dos padrões de carga de trabalho e comportamento de usuários em aplicações populares que envolvem blockchain; (II) identificação de padrões anômalos em transações financeiras de criptomoedas populares, como o Bitcoin e o Ethereum e; (III) armazenamento distribuído de dados com o uso de blockchain. Acreditamos que a pesquisa proposta servirá de substrato para o desenvolvimento de novos sistemas e aplicações baseados em blockchain, contribuindo para a transformação digital de organizações públicas ou privadas que atuam dos setores de indústria e serviços.
  • Universidade Federal de Juiz de Fora - MG - Brasil
  • 26/08/2020-31/08/2022
Foto de perfil

Alex Domingues Batista

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • desenvolvimento de polímeros molecularmente impressos para extração e pré-concentração de espécies de interesse forense
  • Apesar do impressivo avanço das técnicas analíticas nas últimas décadas, a etapa de preparo de amostra continua sendo uma das etapas mais importantes do processo analítico, uma vez que ela é responsável pela remoção de interferentes e muitas vezes pela pré-concentração dos analitos de interesse, afetando diretamente a seletividade e detectabilidade do método analítico. O desenvolvimento de Polímeros Molecularmente Impressos (MIP) tem contribuído para o avanço das técnicas de preparo de amostra. Devido a seletividade e poder de pré-concentração destes matérias, o seu emprego em amostras biológicas é bastante atraente, uma vez que são amostras complexas com analitos alvos geralmente em baixas concentrações. Drogas de abuso são substâncias que podem causar dependência devido a um padrão mal-adaptativo de uso, levando os usuários a prejuízos na vida como intolerância, abstinência e abandono de atividades sociais importantes. Drogas de abuso é um termo aplicável a substâncias para fins não terapêuticos ou uso impróprio de substancias prescritas. As drogas de abuso devido a seus efeitos alucinógenos são usadas tanto para consumo próprio quanto para a dopagem de vítimas de assalto ou abuso sexual. A determinação de drogas de abuso em amostras biológicas fornece informações sobre o consumo destas drogras e podem ser utilizados para fins forenses. O presente projeto visa o estudo teórico e experimental síntese de polímeros molecularmente impressos para extração e pré-concentração drogas de abuso, para posterior separação por eletroforese capilar e detecção com o detector condutométrico sem contato. A síntese dos polímeros molecularmente impressos será orientada a partir de resultados obtidos por cálculos teóricos e posteriormente caracterizados a partir de diversas técnicas analíticas. A seletividade e a eficiência de pré-concentração dos MIP serão avalidas frente a materiais não impressos molecurlarmente de mesmo constituição química.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alex Kenya Abiko

Ciências Sociais Aplicadas

Planejamento Urbano e Regional
  • avaliação da habitação de interesse social: uma proposta de avaliação pós-ocupação institucional utilizando modelagem fuzzy
  • O Brasil experimentou na última década uma série de investimentos e ações sistematizados, voltados a habitação social após um largo período da ausência do governo federal nesta área. Notadamente tivemos os programas Minha Casa, Minha Vida e o PAC – Urbanização de Assentamentos Precários. O primeiro com uma vasta produção, apenas comparável em números a produção do período do Banco Nacional da Habitação (BNH). Dentro deste panorama, há experiências consideradas positivas e outras que falham em seu objetivo. Com uma considerável produção de Habitação de Interesse Social e intervenções em favelas, faz-se necessário uma ferramenta de avaliação de qualidade que não se concentre apenas no âmbito acadêmico e que seja concebida para contribuir com o trabalho das instituições promotoras de moradia, compreendendo sua estrutura de funcionamento, público-alvo e produção. É neste contexto que a presente proposta tem como o objeto a elaboração de uma ferramenta de Avaliação Pós-Ocupação Institucional que contribua com a construção de indicadores voltados para as próprias organizações e que possam ser operados por ela. Assim, a metodologia aplicada será a elaboração de ferramenta de avaliação consolidando a Lógica Fuzzy como modelo de análise. Tal instrumento será construído com dados qualitativos e quantitativos oriundos tanto de padrões e análises técnicas, bem como, a incorporação da avaliação do usuário tanto no domínio no que se refere a unidade habitacional, áreas coletivas e meio urbano . Para tratamento dos dados o método utilizando-se da Lógica Fuzzy será utilizado. Método este que foi desenvolvido na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo e dado continuidade de sua aplicação na instituição e também na Universidade Federal de Alagoas e será a base lógica da ferramenta. Para validação do método serão utilizados estudos de caso de produtos habitacionais que se enquadram no foco do instrumento que pretende-se avaliar. Como produto do projeto pretende-se obter um software em interface amigável ao usuário, além de treinamento para uso da ferramenta por técnicos e pesquisadores.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alex Lopes da Silva

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • efeito da redução do teor de proteína bruta do concentrado, ao longo da fase de aleitamento, sobre o desempenho de bezerros
  • O presente projeto tem como objetivo avaliar a influência da redução no teor de proteína bruta do concentrado sobre o desenvolvimento de bezerros de origem leiteira. Retornando informações acerca do consumo, desempenho e eficiência de uso do nitrogênio. Serão utilizadas 24 bezerros mestiços, com grau de sangue variando de ½ a ¾ Holandês×Gir e com idade inicial de 3 dias. O experimento será conduzido em um delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 2×2; sendo 2 volumes de leite (4 ou 8 L/dia) e 2 estratégias de fornecimento de concentrado (convencional ou com teor decrescente de proteína bruta (PB)). A primeira estratégia consistirá no fornecimento de concentrado convencional com 19% de PB durante toda a fase de cria. Já os animais que forem submetidos à segunda estratégia de fornecimento de concentrado, receberão ração concentrada com 25% de PB dos 3 aos 20 dias de vida; com 19% de PB dos 20 aos 40 dias de vida; e com 14% de PB dos 40 aos 60 dias de vida. Desta forma, serão formados 4 tratamentos, os quais serão: 4 L/dia de leite e concentrado convencional (4L + CC); 8 L/dia de leite e concentrado convencional (8L + CC); 4 L/dia de leite e concentrado com teor de PB decrescente (4L + CD); 8 L/dia de leite e concentrado com teor de PB decrescente (8L + CD). Aos 15 e 45 dias de vida, os animais serão submetidos a ensaios de digestibilidade com coleta total de fezes e urina e amostragem de alimentos, com duração de 72 horas. O desempenho dos animais será avaliado através de pesagens realizadas utilizando-se balança mecânica e através de medidas biométricas. Serão realizadas duas coletas de sangue na veia jugular, a primeira no início do experimento (3º dia) e a segunda no fim do experimento (60º dia) para a quantificação do conteúdo de nitrogênio ureico no soro, glicose, insulina e IGF-I.
  • Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alex Nogueira Haas

Ciências da Saúde

Odontologia
  • efeitos do tratamento periodontal em desfechos nefrológicos de pacientes pré-dialíticos: ensaio controlado randomizado de 12 meses de acompanhamento
  • O objetivo do presente estudo será analisar os efeitos sistêmicos do tratamento periodontal em pacientes com periodontite e doença renal crônica (DRC) em fase pré-dialítica. Este estudo será um ensaio controlado randomizado em paralelo e será conduzido com participantes que fazem parte de uma coorte de indivíduos com DRC nos estágios 3 e 4 que estão em acompanhamento no Ambulatório de Doença Renal Crônica (ADRC) do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA). Os exames e tratamentos odontológicos serão realizados no Hospital de Ensino Odontológico (HEO) da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (FO-UFRGS). O cálculo do tamanho amostral para esse ensaio clínico resultou em um total de 120 participantes, com 60 participantes por grupo. Os indivíduos serão alocados aleatoriamente em um grupo teste e controle. O grupo teste receberá tratamento periodontal não-cirúrgico padrão que consiste em uma sessão de raspagem, alisamento e polimento corono-radicular (RAP) e instrução de higiene bucal seguida de quatro sessões de raspagem e alisamento radicular subgengival (RASUB) em um período de até 15 dias. Também serão realizadas consultas de manutenção periodontal mensalmente nos primeiros 6 meses, e aos 9 e 12 meses, com remoção profissional de biofilme dental e orientação de higiene bucal. Os indivíduos alocados no grupo controle receberão tratamento tardio, ou seja, o mesmo tratamento do grupo teste, porém após o término dos 12 meses de acompanhamento do estudo. Para análise dos desfechos, serão realizadas coletas sanguíneas em ambos grupos no exame inicial, 3 e 12 meses após o tratamento periodontal. O desfecho primário desse estudo será a taxa de filtração glomerular (TFG) medida em ml/min/1,73m2. Outros marcadores inflamatórios serão avaliados a partir da coleta sanguínea: proteínas C reativa (PCR), interleucinas 1 e 6, fator de necrose tumoral alpha e fibrinogênio. Será utilizada uma análise de acordo com a intenção de tratar. Para análise do desfecho primário de TFG e concentrações sanguíneas de marcadores inflamatórios serão utilizados modelos lineares que levam em consideração a agregação de dentes no indivíduo e o caráter longitudinal do estudo. Médias e erros-padrão serão utilizados para expressar os desfechos sanguíneos e periodontais.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alex Oliveira Barradas Filho

Engenharias

Engenharia de Energia
  • aplicação de métodos estatísticos e computacionais na avaliação da qualidade de biocombustíveis
  • Na busca por combustíveis alternativos que possam substituir gradualmente os derivados de petróleo, os biocombustíveis vêm ganhando notoriedade mundial, especialmente o etanol e o biodiesel. No Brasil, a produção e o consumo de biocombustíveis têm sido crescentes desde a criação dos Programas Nacionais do Álcool (Proálcool, 1974) e Biodiesel (PNPB, 2005). No entanto, para que o biocombustível seja comercializado é necessário ter o controle rigoroso de fatores tais como alguns parâmetros físico-químicos, além de que muitos desses parâmetros de qualidade demandam a aplicação de determinados procedimentos experimentais demorados e dispendiosos. Esses inconvenientes gerados pelos modelos oficiais têm motivado a proliferação de métodos alternativos que visem o controle da qualidade dos combustíveis com custos menores e depreendam mais rapidamente os resultados. Dessa forma, a avaliação dos parâmetros de qualidade por métodos mais simples e eficientes, aliados à computação, significaria uma alternativa importante no controle de qualidade de biocombustíveis. Nesse contexto, o projeto propõe o desenvolvimento e a aplicação de métodos alternativos eficazes na avaliação da qualidade de biocombustíveis.
  • Universidade Federal do Maranhão - MA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alex Rafacho

Ciências Biológicas

Fisiologia
  • impacto da exposição a pesticida organofosforado sobre a gestação, no pós-termo, nos fetos, e na prole adulta de ratos: busca por mecanismos de ação
  • Os pesticidas organofosforados estão entre os compostos mais empregados na agricultura e o seu uso em larga escala tem contribuído para a poluição ambiental e risco à saúde, incluindo casos crônicos e agudos de intoxicações, tanto em animais quanto em humanos. Estudos prospectivos sugerem uma relação entre a exposição direta ou indireta a pesticidas organofosforados, e.g., malathion, com o desenvolvimento de obesidade e diabetes mellitus tipo 2 (DM2) em indivíduos adultos. Em paralelo, tem sido demonstrado que a exposição a insultos diversos, como os poluentes ambientais, em períodos críticos do desenvolvimento (e.g., pré- e pós-natal), podem influenciar negativamente no peso corpóreo bem como resultar em disfunções metabólicas em períodos tardios da vida. Neste sentido, destacam-se as substâncias derivadas de atividades industriais, químicas, com potencial de causar desequilíbrio, interferência ou alteração no sistema endócrino, também denominados como disruptores endócrinos, entre os quais estão incluídos os pesticidas organoclorados e organofosforados. A exposição à tais compostos químicos durante períodos críticos do desenvolvimento podem ter efeitos permanentes e irreversíveis, com sérios impactos sobre a saúde durante a infância e a adolescência, e até mesmo para as futuras gerações, por meio de mecanismos de herança epigenéticas. Estudos preliminares obtidos em nosso laboratório revelaram um efeito tardio do malathion durante a gestação. Demonstramos que a ingestão de malathion por 21 dias, em período anterior ao início da gestação, resultou em marcante intolerância à glicose em ratas no período equivalente ao início do terceiro trimestre da gestação, mas não imediatamente ao término do tratamento. Até o momento, porém, não há nenhum estudo pré-clínico ou clínico que tenha avaliado detalhadamente o impacto da exposição a pesticidas organofosforados sobre a homeostase glicêmica ao longo da gestação com o foco na gestante, muito menos acompanhando se os eventuais desfechos são reversíveis no pó-termo. Ainda, nenhum estudo se estende aos fetos e a prole adulta numa única proposta, o que dificulta a interpretação do impacto nos diversos estágios e indivíduos supracitados. Assim, objetivamos avaliar quais as alterações bioquímicas e/ou morfofisiológicas podem decorrer da exposição a esta classe de pesticidas e o quanto destas potenciais alterações podem afetar o metabolismo da prole (fetos e adultos). Uma entre várias hipóteses é de que a exposição ao pesticida malathion, por um período que anteceda a fecundação (e.g., contexto que mimetizaria a exposição ambiental de mulheres no período pré-natal), impacte negativamente sobre a homeostase glicêmica durante a gestação e permaneça inalterada no pós-termo. Também hipotetizamos que os desfechos murinométricos e bioquímicos nos fetos e na prole adulta estarão afetados por esta exposição materna ao pesticida. Num primeiro momento, repetiremos os experimentos com as prenhes a fim de finalizar essas abordagens preliminares e estenderemos todas as abordagens nas prenhes até 2 meses ao pós-termo. Num segundo momento, avaliaremos parâmetros murinométricos, bioquímicos e morfológicos nos fetos e na prole adulta (ambos os sexos). Por fim, buscaremos avaliar o efeito direto do malathion sobre parâmetros moleculares e eletrofisiológicos das células beta pancreáticas com o intuito de revelar possíveis mecanismos de ação do malathion.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alex Sander da Silva

Ciências Humanas

Educação
  • expressividades estéticas, decomposições imagéticas e constelações formativas em adorno e ŽiŽek
  • A ruptura com antigos parâmetros são realidades que se mostram cada vez mais presentes em nossa era de globalização capitalista. Estamos no limiar de um tempo em que, por um lado, se vislumbra a “apoteose” do progresso técnico-científico, com suas transformações organizativas, com seu caráter de transitividades do conhecimento. Por outro lado, nos deparamos com inúmeros aspectos problemáticos, que estão a gerar, em termos freudianos, um mal-estar civilizatório com guerras, fome, violência, crises em muitos graus e sentidos. A necessidade de reflexão para tais questões tornou-se uma marca central de uma educação atenta para com as problemáticas desse nosso tempo. Nesse horizonte, cabe algumas questões importantes: Como situar a educação no contexto dos problemas contemporâneos, tais como migrações, diversidades culturais, desigualdades sociais e políticas? Como pensá-la nesse momento em que floresce cada vez mais aspectos de barbárie civilizatória do que de emancipação humana? Que rumos podemos pensar para auxiliar na constituição formativa dos sujeitos contemporâneos? Desse modo, o presente projeto de pesquisa pretende se situar no âmbito das discussões atuais sobre os rumos da educação contemporânea num contexto de constituição de sociedades cada vez mais plurais e complexas. A proposta diz respeito em aproximar-se dos estudos sobre os atuais problemas civilizatórios, e de sua interferência direta ou indiretamente nas orientações teóricas-educacionais, a partir de um olhar descentrado do ponto de vista da produção do conhecimento educacional. O que isso significa? Significa buscar orientações teórico-metodológicas que possam indicar caminhos formativos na atualidade numa perspectiva ampla de análise e reflexão. A necessidade de reflexão para tais aspectos torna-se uma necessidade para situar a educação no horizonte dos problemas contemporâneos. Bem como, no modo de pensá-la nesse momento em que floresce cada vez mais aspectos de uma crise de referências do que aspectos consolidados de emancipação humana. Nesses termos, colocamos a seguinte problemática de pesquisa: Qual a potencialidade da expressividade estética na perspectiva da Teoria Estética de Theodor W. Adorno? E, em que sentido pode‐se associar o tema da expressividade estética de Adorno com a noção de paralaxe do filósofo Slavoj Žižek? Como ambas perspectivas contribuem para formulações de proposições para uma educação atual. Nesses termos, objetivo central da pesquisa é analisar obras Teoria Estética de Adorno (2007) e A visão em Paralaxe de Žižek (2008) em suas dimensões de indeterminação, justamente, como potência crítica para formação/educação na sociedade contemporânea. As obras desses filósofos têm alcances distintos, porém, serão interconectadas nessa pesquisa como mote de abertura para compreender as alterações e desafios da sociedade contemporânea. As experiências educativas, tomadas unicamente como meio e fim em si mesmas, tornam-se impedimentos à própria formação cultural, uma vez que ela mesma requer espontaneidade, imaginação e criatividade. A relação da educação com o tempo e o espaço pode diferenciar-se da rapidez do consumo e da maquinaria do mundo, pois este impede e controla a imaginação necessária à própria experiência formativa numa configuração somente de meios e fins. Nesse sentido, é possível pensar a educação como formação cultural se considerarmos as expressividades estéticas e suas decomposições imagéticas capazes de sistematizar experiências cumulativas dos sujeitos educativos (professores e alunos), de modo que sua compreensão da realidade ultrapasse o mero uso de esquemas conceituais pré-definidos no fazer educativo.
  • Universidade do Extremo Sul Catarinense - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alex Sander Souza do Carmo

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • os efeitos da internet no comércio internacional brasileiro: uma análise para produtos homogêneos e diferenciados
  • a partir dos anos noventa, com a popularização dos computadores pessoais, e mais recentemente, com a chegada dos smartphones, tablets, entre outras tecnologias de comunicação, a internet se popularizou no Brasil e no mundo, alterando profundamente a maneira com que as pessoas trocam mensagens, adquirem conhecimento, fazem amizades ou realizam as suas compras de produtos ou serviços. Apesar da internet fazer cada vez mais parte do cotidiano das pessoas e das empresas, praticamente, não existem estudos que analisam os efeitos da internet na economia brasileira, em especial, sobre o comércio internacional. Dessa forma, tendo como meta preencher essa lacuna, o presente projeto de pesquisa se propõe a analisar os efeitos da internet sobre o comércio internacional brasileiro, de produtos homogênes e diferenciados. A partir de um modelo gravitacional de comércio.
  • Universidade Estadual de Ponta Grossa - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alex Sandro Campos Maia

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • viabilidade econômica e ambiental de estruturas de sombreamento com painéis fotovoltaicos para vacas leiteiras
  • A maior parte das 12 milhões de vacas leiteiras do rebanho brasileiro, que produzem 34 bilhões de litros de leite por ano, são manejadas a piquetes ou em confinamentos, enfrentando ao longo do ano condições de temperaturas do ar acima de 30°C e radiação solar superior a 800 W m-2 que causam estresse térmico, principalmente em animais de origem europeia e seus cruzamentos. O fornecimento de sombreamento artificial minimiza o estresse térmico melhorando o conforto térmico e o bem-estar dos animais, conforme mostraram vários trabalhos. No entanto, os custos de implantação de estruturas de sombreamento artificial tem sido a principal barreira para sua adoção. Inovar pode ser o caminho, gerando energia elétrica e sombreamento ao mesmo tempo para os animais utilizando painéis fotovoltaicos, pois o cenário é favorável. O preço dos módulos solares fotovoltaicos sofreu uma redução de aproximadamente 90% entre 2006 e 2016; a previsão futura indica uma queda anual por volta de 5,9%. Esse cenário torna a energia fotovoltaica viável e competitiva, além de ter as vantagens de ser renovável e não ter passivos ambientais. Assim, esse projeto quantificará (a) o impacto do sombreamento artificial utilizando painéis fotovoltaicos sobre o equilíbrio térmico de bovinos de leite (Holandês), (b) estimará a geração de energia elétrica dos painéis e (c) determinará a viabilidade econômica e os benefícios ambientais em se utilizar painéis fotovoltaicos para fornecer sombreamento artificial para a bovinocultura de leite brasileira. O impacto esperado desse projeto de pesquisa é em fornecer ao setor produtivo uma nova opção de estrutura de sombreamento artificial que produz energia limpa e renovável, enquanto melhora o conforto térmico e o bem-estar de vacas leiteiras e aumenta a receita financeira da propriedade.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alex Silva Ribeiro

Ciências da Saúde

Educação Física
  • efeitos de diferentes circuitos de treinamento com pesos sobre indicadores de síndrome da obesidade osteosarcopenica e saúde celular em mulheres idosas: um ensaio clinico controlado e aleatorizado
  • Introdução: O envelhecimento biológico vem acompanhado de modificações morfológicas, neuromusculares, dentre as quais podemos destacar aumento da gordura corporal, a redução de força e massa muscular que acarretam em prejuízos à saúde e qualidade de vida da população idosa. Neste sentido, o treinamento com pesos é uma estratégia recomendada para atenuar os processos deletérios induzidos pelo envelhecimento e promover melhora na saúde dessa população. Objetivo: Verificar o efeito de diferentes circuitos de treinamento com pesos sobre indicadores da síndrome da obesidade osteosarcopenica e saúde celular em mulheres idosas. Métodos: Mulheres idosas (≥ 60 anos), fisicamente independentes serão aleatoriamente separadas em três grupos, a saber: grupo treinamento em circuito com carga moderada, treinamento em circuito com carga leve e um grupo controle. O programa de treinamento com pesos irá ser realizado por um período de 12 semanas, com frequência de três sessões semanais, consistindo de oito exercícios. A força muscular será determinada utilizando o teste de uma repetição máxima, enquanto densidade mineral óssea, gordura corporal e massa muscular serão estimadas por densitometria radiológica de dupla energia, e o ângulo de fase será determinado por bioimpedância. Espera-se que as informações produzidas contribuam para um melhor entendimento sobre os benefícios proporcionados pela prática do treinamento com pesos, além de fornecer elementos sobre a prescrição adequada de treinamento com pesos para mulheres idosas.
  • Universidade Norte do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alexander Birbrair

Ciências Biológicas

Morfologia
  • a função das células gliais no desenvolvimento tumoral
  • A invasão perineural, descrita como um processo em que as células tumorais crescem e migram ao longo de fibras nervosas, está relacionada com o crescimento e propagação do tumor (Ayala et al., 2008; Villers, McNeal, Redwine, Freiha, & Stamey, 1989). Trabalhos mais recentes, entretanto, descobriram um fenômeno diferente, onde o tumor em si é infiltrado por uma rede de projeções nervosas recém-desenvolvidas que regulam a iniciação e progressão do câncer (Magnon et al., 2013). Esses dados elevam, assim, o conceito inovador de que, alvejando o sistema nervoso periférico no tumor, será possível obter uma nova abordagem para tratar o câncer. Por outro lado, pouco se sabe sobre as células estromais associadas aos nervos periféricos no microambiente tumoral. As células de Schwann mantêm a integridade dos nervos periféricos e formam a bainha de mielina, que permite a condução dos potenciais de ação. Após a lesão do nervo periférico, as células de Schwann podem assumir um estado reativo e começar a desdiferenciar, proliferar e mediar a regeneração do axônio (Scholz e Woolf, 2007). Nossos dados preliminares sugerem a presença de células que expressam a proteína ácida fibrilar glial (GFAP), um marcador de células de Schwann, no microambiente do tumor. Além disso, foi demonstrado que a depleção das células GFAP+ em proliferação aumenta o crescimento do tumor. Sendo assim, o presente projeto foi elaborado com o objetivo de elucidar os mecanismos pelos quais as células de Schwann são capazes de regular a progressão tumoral. A investigação de caminhos inovadores pelos quais as células que envolvem as fibras nervosas alteram o comportamento do câncer pode levar a uma abordagem terapêutica inovadora para tratar o câncer.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alexander Junges

Engenharias

Engenharia Química
  • extração de compostos bioativos de lúpulo empregando fluidos pressurizados
  • O lúpulo é utilizado na indústria cervejeira como um ingrediente que confere aroma e amargor. É considerado o “tempero da cerveja” e um dos mais significativos componentes na produção de cerveja, sendo a quantidade e o tipo do mesmo um parâmetro dificilmente revelado. No Brasil não existem condições climáticas adequadas à produção de lúpulo, no entanto existem estudos que mostram que a região Sul pode ser uma grande produtora da cultura. Por isso, todo o suprimento nacional é importado da Europa e/ou Estados Unidos. A forma mais comum de utilização do lúpulo é em pellets, pequenas pelotas de flores prensadas. Assim, é possível reduzir o volume de lúpulo a transportar e, ao mesmo tempo, manter suas características originais. Este ingrediente é adicionado em duas etapas da preparação da cerveja: pouco antes do mosto estar pronto (lúpulo de amargor) e quando ele está pronto (lúpulo de aroma). No entanto, nessas etapas ocorre também a fervura, onde grande parte de componentes aromáticos se degradam devido à alta temperatura. Assim, uma das maneiras de se manter os aromas é realizando a extração desses compostos do lúpulo (extrato/óleo), e, acrescentando posteriormente à fervura, sem a necessidade de processo de filtração. O processo de extração possui diversas aplicações na área de engenharia química, de alimentos e farmacêutica, entre elas a recuperação de fitoquímicos de interesse em matrizes orgânicas. A extração de compostos de fontes naturais é geralmente realizada por técnicas tradicionais, porém estas apresentam baixo rendimento, longo tempo de extração, necessitam grande quantidade de solvente orgânico e muitas vezes o uso de temperaturas elevadas acaba degradando o composto de interesse. Buscando superar estas limitações outras técnicas têm sido desenvolvidas, como a, extração com fluido supercrítico e a extração com líquido pressurizado, as quais apresentam inúmeras vantagens sobre os processos tradicionais. Desta forma, o presente projeto tem por objetivo geral a extração de compostos bioativos (extrato/óleo) de lúpulo empregando fluidos pressurizados.
  • Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alexander Welker Biondo

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • estudo multicêntrico para a vigilância de sars-cov-2 em animais de companhia com interface à saúde única (petcovid-19 study): coorte prospectiva de mamíferos domiciliados para avaliação de risco de transmissão zooantroponótica no brasil
  • O projeto possui como objetivo geral a promoção da vigilância de SARS-CoV-2 em animais de companhia do Brasil com interface à Saúde Única. E como objetivos específicos, 1. Realizar o diagnóstico laboratorial e monitorar, longitudinalmente, a infecção em animais (cães e gatos) de tutores positivos para a COVID-19, com diagnóstico laboratorial confirmado pelo Sistema Único de Saúde; 2. Comparar e determinar as características ambientais e outros fatores associados à infecção nos animais positivos, em diferentes regiões brasileiras; e 3. Propor um fluxograma padrão e proposta de ações para o controle da COVID-19 em animais de estimação em parceria com órgãos de vigilância em saúde, em especial vigilância ambiental e zoonoses, e atenção primária, nas diferentes regiões do Brasil. O estudo será longitudinal prospectivo, com dois momentos de avaliação, sendo incluídos animais de companhia cujo tutor esteja em isolamento domiciliar, com diagnóstico laboratorial confirmado para SARS-CoV-2 por RT-qPCR ou resposta imunológica apenas por IgM (caracterizando doença ativa), até sete dias da data do diagnóstico, residente em uma das cinco capitais: Belo Horizonte (MG), Campo Grande (MS), Curitiba (PR), Recife (PE) e São Paulo (SP). Serão avaliados 1.000 animais, distribuídos entre as cinco capitais e a definição do número amostral levará em conta o número de indivíduos positivos no trimestre anterior à coleta, considerando aproximadamente 10% do total de casos em humanos. Todos os tutores ou familiares voluntários receberão o termo de consentimento livre e esclarecido (TCLE) e questionário de televigilância, a fim de determinar as características ambientais e outros fatores associados à infecção nos animais. Para análise da transmissão de SARS-CoV-2 entre humanos e seus animais, serão coletadas amostras biológicas com intervalo médio de sete dias. Amostras positivas à RT-qPCR serão submetidas ao cultivo celular para isolamento viral e posterior sequenciamento genético para análises filogenéticas. Esta é uma proposta inédita pois, até o momento, não há uma rede de colaboração de enfrentamento à SARS-CoV-2 cujo enfoque seja em Saúde Única e na promoção da articulação de ações voltadas aos animais de companhia entre as diversas regiões, envolvendo diferentes instituições de ensino e pesquisa nacionais e internacionais. Este projeto proporcionará a expansão de colaborações interinstitucionais, envolvendo diferentes universidades brasileiras e estrangeiras que já vinham sendo fortalecidas na Rede One Health Brasil (OHB), como o Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães - FIOCRUZ Recife; Universidade de São Paulo pelo Laboratório de Biossegurança NB3, Departamento de Microbiologia – ICB/USP; além de parceria com o setor de diagnóstico molecular do Laboratório TECSA/MG, com estrutura certificada necessária para o diagnóstico RT-qPCR. No âmbito internacional, ainda a London School of Hygiene and Tropical Medicine-LSHTM, University of London, UK; Purdue University, USA. Finalmente, compromisso de parceria com as respectivas Secretarias Municipais de Saúde. Considerando os recentes relatos sobre a detecção de SARS-CoV-2 em animais e a grande proximidade entre pessoas e seus animais de estimação, principalmente cães e gatos, inclusive no Brasil, torna-se importante elucidar aspectos da história natural da doença, como o possível ciclo zooantroponótico em estudo multicêntrico para a vigilância de SARS-CoV-2 em pets, em consonância com os preceitos do Sistema Único de Saúde e da Saúde Única (indissociabilidade entre saúde humana, animal e ambiental). Os resultados dos testes serão o mais brevemente possível informados aos tutores / familiares através de contato telefônico e pela emissão de laudo eletrônico, que será enviado por e-mail ou aplicativo de comunicação. Em caso de resultado positivo, os demais animais da residência também serão testados em pool por espécie animal e os familiares serão orientados a estabelecer o acompanhamento veterinário por 14 dias e intensificação das medidas de higiene e proteção individual e coletiva. A divulgação científica ocorrerá por meio das redes sociais da OHB (YouTube, Instagram, Twitter e Facebook), das Instituições envolvidas no projeto, através de folders e cartilhas, bem como por outras mídias e Instituições. A comunicação científica ocorrerá por meio de relatórios epidemiológicos enviados às respectivas Secretarias Municipais e Estaduais de Saúde e pela publicação dos resultados em periódicos nacionais e internacionais. Esta pesquisa contribuirá para a tomada de decisão pelo poder público quanto a medidas de prevenção e controle da COVID-19 frente a animais de estimação como quarentena, isolamento ou outras medidas cabíveis. Espera-se estabelecer propostas de ações intersetoriais entre as instituições de pesquisa e as secretarias municipais de saúde, para que essas por meio de ações integradas entre a Vigilância Ambiental e a Atenção Primária à Saúde, possam estabelecer fluxogramas internos de atenção à saúde animal e proteção à saúde humana, intervindo no tripé homem/animal/ambiente dos diferentes territórios, no contexto da Saúde Única, atuando na comunidade em proximidade com os profissionais de saúde, qualificando o cuidado e a atenção à saúde, nos usuários do Sistema Único de Saúde. As amostras obtidas neste projeto serão preservadas a -80C, de modo a estabelecer um banco de amostras biológicas para estudos posteriores.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 17/08/2020-16/09/2022
Foto de perfil

Alexander Wilhelm Armin Kellner

Ciências Biológicas

Zoologia
  • paleoantar - paleobiologia e paleogeografia do gondwana sul: inter-relações entre antártica e américa do sul
  • O registro fóssil da Antártica tem se mostrado de grande relevância para o conhecimento da paleobiota Austral, suas estratégias adaptativas e relações filogenéticas, desde o Cretáceo até o Paleógeno. Os organismos e suas relações filogenéticas são essenciais para se entender a respeito de padrões de distribuição biogeográficas. Com isso, constituem um registro fundamental para as reconstituições paleogeográficas e ambientais dos continentes gondwânicos, principalmente pela sua localização e identificação de barreiras geográficas. Somado a este está o registro geológico que abarca importantes informações acerca dos paleoambientes pretéritos da região antártica, sua paleoclimatologia e paleobatimetria oceânica, principalmente quando integrado ao estudo dos microfósseis e dados geoquímicos. Desta forma, a presente proposta visa realizar atividades de prospecção, coleta e análises laboratoriais de macrofósseis, microfósseis e rochas coletadas em perfis geológicos detalhados, com a finalidade de compreender a diversificação da biota e dos ecossistemas durante a evolução do Gondwana Sul, apontando para o entendimento das inter-relações entre Antártica e América do Sul, incluindo questões paleogeográficas. Para tal contará com equipe interinstitucional nacional e internacional coordenada pelo proponente, realizada em colaboração com pesquisadores do Sul, Sudeste e Nordeste do Brasil, da China, Canadá, Chile e Inglaterra. A metodologia a ser utilizada é atual e específica para os tipos de análises a serem realizadas (detalhadas no projeto), contando com adaptações à natureza do trabalho na Antártica, baseado em experiências anteriores, havendo, ainda, a ampliação de novas técnicas que não haviam sido empregadas em versões anteriores do projeto (p.ex., geoquímica). O desenvolvimento dos trabalhos será um grande incentivo e oportunidade para a restauração do Museu Nacional/UFRJ, instituição que teve parte do seu acervo destruído por uma tragédia recentemente.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 25/12/2018-31/12/2022