Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Andréia Guerini

Lingüística, Letras e Artes

Letras
  • leopardi no sistema cultural de língua portuguesa
  • Esta pesquisa dá continuidade aos projetos que venho realizando sobre o autor italiano Giacomo Leopardi, financiados pelo CNPq (Projeto Universal e Produtividade em Pesquisa) e Capes (Doutorado, Pós-doutorado e Estágio Sênior) e visa analisar, principalmente pelos viés dos Estudos da Recepção e dos Estudos da Tradução, as produções de e sobre Leopardi no sistema cultural de língua portuguesa a partir das publicações em livros traduzidos, jornais, revistas e suplementos literários e em acervos de escritores de língua portuguesa do Brasil, Portugal e outros países, como Canadá e Estados Unidos, por sua grande comunidade de falantes português. Um dos desdobramentos da pesquisa, além das publicações de resenhas, artigos, capítulos, participação em eventos nacionais e internacionais, é a criação de um acervo multimídia, que será hospedado no site já em construção (https://appuntileopardiani.github.io/leopardi-em-lingua-portuguesa/), a ser utilizado pela comunidade acadêmica e extra-acadêmica para fins de memória, ensino, pesquisa e extensão.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Andreia Morales Cascaes

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • relação entre o consumo de alimentos ultraprocessados e a saúde bucal na infância e adolescência
  • Alimentos ultraprocessados são produtos elaborados a partir de formulações industriais e contém ingredientes de uso exclusivo da indústria, como realçadores de sabor, aditivos e conservantes. Tipicamente, apresentam alta densidade energética, alta carga glicêmica, baixo índice de fibras e micronutrientes, além de concentrar altas quantidades de tipos não saudáveis de gorduras, açúcares e sódio. Quando consumidos com frequência, esses alimentos tornam-se extremamente prejudiciais à saúde. Seu consumo está cada vez mais presente na dieta da população mundial e brasileira. A grande maioria dos alimentos ultraprocessados contém açúcares em sua composição. A relação causal entre açúcares e cárie é bem estabelecida na literatura. Embora a sacarose seja o açúcar mais estudado na relação com a saúde bucal, evidências atuais apontam que outros carboidratos fermentáveis, provenientes de alimentos ultraprocessados, desempenham papel importante. Considerando as mudanças no padrão alimentar da população, as evidências sobre a relação entre açúcares e saúde bucal em termos de dose-resposta, frequência, quantidades e tipos de alimentos mais associados, assim como o papel de intervenções em nível individual e populacional têm sido questionadas na literatura e lacunas no conhecimento vem sendo discutidas recentemente. Ademais, as pesquisas desconsideram o conceito mais recente sobre o grau de processamento de alimentos. Torna-se relevante conhecer o papel dos alimentos ultraprocessados no desenvolvimento de problemas bucais, traduzindo informações relevantes de forma mais simples, além de fornecer recomendações para a população na mesma linguagem utilizada por outras áreas da saúde. Este projeto tem por objetivo analisar as evidências atuais sobre a relação entre o consumo de alimentos ultraprocessados e a saúde bucal na infância e adolescência. Para tanto, propõe-se uma combinação de resultados provenientes de: a) revisão sistemática, b) análises de dados longitudinais de um estudo de intervenção comunitário randomizado e controlado, e c) análises longitudinais de um estudo de coorte de nascimentos. A partir deste projeto de pesquisa, espera-se preencher lacunas no conhecimento, gerando um conjunto de evidências que poderão embasar protocolos relevantes para a prática de intervenções a nível clínico e populacional, bem como reforçar as ações de caráter multidisciplinar e intersetorial no combate às principais doenças crônicas do Brasil.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Andréia Rosane de Moura Valim

Engenharias

Engenharia Sanitária
  • qualificação do programa de pós-graduação em tecnologia ambiental
  • Vide projeto anexo
  • Universidade de Santa Cruz do Sul - RS - Brasil
  • 08/01/2020-08/01/2025
Foto de perfil

Andrelson Wellington Rinaldi

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • síntese e caracterização de materiais auto-regenerativos contendo nanoestruturas metal orgânicas para engenharia de tecidos e liberação controlada de drogas
  • Materiais com propriedades ajustáveis, como os hidrogeis, têm atraído significativo interesse científico a partir do século XXI. Um dos maiores desafios desta área é o desenvolvimento de materiais cujas propriedades mimetizem as capacidades auto-regenerativas intrínsecas em tecidos vivos. A auto-regeneração é definida como a capacidade que um material possui de restaurar a normalidade frente à danos e ainda restaurar suas características mecânicas. O processo auto-regenerativo de hidrogeis é caracterizado por dois aspectos principiais: (i) restauração da micro e nanoestrutura tridimensional, refazendo a morfologia e topografia e (ii) restabelecimento das propriedades mecânicas e reológicas. Várias tentativas têm sido feitas no sentido de produzir hidrogeis com boas propriedades mecânicas e com capacidade auto-regenerativa. Entretanto, os hidrogeis mecanicamente estáveis têm apresentado auto-regeneração limitada. Os problemas frequentemente observados são: (i) o processo de auto-regeneração não é autômato, requerendo condições severas para ocorrer como altas temperaturas, pH extremos, etc.; (ii) a regeneração não é completa indicando que as propriedades mecânicas das amostras regeneradas são mais limitadas do que aquelas das amostras originais; (iii) algumas incertezas relacionadas a biocompatibilidade das amostras regeneradas e aos polímeros utilizados. Para produzir hidrogeis com propriedades mecânicas satisfatórias e com capacidade de auto-regeneração é necessário desenvolver novas técnicas. A proposta deste trabalho é obter um hidrogel baseado em (Metal Organic Frameworks – MOF’s), proteína (BSA) e sulfato de condroitina (SC) suportadas por ligações dissulfeto. Para isso, monômeros vinílicos contendo ligações dissulfetos (VSS) serão sintetizados a partir da reação do ácido acrílico modificado na presença de dimetilacetamida e de 4-fenilamina dissulfeto. A inclusão de ligações dissulfeto será responsável pelas dissociações e recombinações dinâmicas de interações moleculares, bem como a reticulação química desses grupos com BSA e SC proporcionará um hidrogel estável com incremento nas propriedades mecânicas e biocompatibilidade aceitável. Pretende-se estabelecer duas abordagens diferentes em relação ao tema, visando o desenvolvimento de conhecimento científico e técnico em relação a sistemas químicos com aplicação biomédica: (i) Hidrogeis auto-regenerativos constituídos de MOF’s para aplicações em recuperação de tecidos. (ii) Estudo da impregnação e liberação in vitro de fármacos: avaliação da cinética de liberação e estabilidade físico-química em função das propriedades químicas do fármaco, metodologia de impregnação; tipo de nanopartículas e condições de liberação.
  • Universidade Estadual de Maringá - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Andrés Armando Mendiburu Zevallos

Engenharias

Engenharia Aeroespacial
  • caracterização da aceleração de chamas pré-misturadas de combustíveis alternativos num duto com obstáculos
  • O aproveitamento dos combustíveis alternativos produto da gaseificação de biomassa ou de processos de reformação de outros combustíveis está condicionado pelo limitado conhecimento existente sobre as características da combustão destes combustíveis. Numa aplicação industrial uma mistura inflamável poderia ser ignizada por uma faísca ou pelo contato com uma superfície quente. Sabe-se que as chamas subsônicas, são classificadas como deflagrações e as supersônicos como detonações. A propagação acidental de uma chama é muito mais perigosa quando a mesma pode se tornar numa detonação, pois o aumento de pressão pode chegar a ser 20 vezes o valor da pressão inicial, no caso de misturas gasosas. Para uma detonação acontecer, a chama deve acelerar até se tornar supersônica, e a aceleração de uma chama é promovida pela interação com obstáculos físicos no seu caminho de propagação. O presente projeto de pesquisa tem por objetivo caracterizar a aceleração das chamas pré-misturadas de combustíveis alternativos em dutos. No primeiro lugar, e como base de comparação, é considerado o caso em que o duto está livre de obstáculos. No segundo lugar é considerado o caso no qual o duto tem obstáculos no seu interior. Então, a aceleração das chamas será promovida pelos obstáculos no segundo caso. Este último caso constitui uma situação mais relevante para o âmbito industrial, porque vários obstáculos poderiam estar presentes no caminho de uma chama que começa se propagar acidentalmente.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Andres Martin Passaro

Ciências Sociais Aplicadas

Arquitetura e Urbanismo
  • fabricação digital aplicada à arquitetura e urbanismo: estudo e execução para habitação de baixo custo e baixo impacto ambiental em impressão 3d
  • A formação arquitetônica deve desenvolver habilidades técnicas e estéticas para a realização de projetos de construção. As novas máquinas de fabricação digital aplicadas à arquitetura permitem a produção de modelos reais a partir dos modelos virtuais, gerando novas capacidades que devem ser adequadamente integradas ao ensino da profissão. As novas tecnologias tem impacto direto na compreensão material e das novas lógicas de desenho ensinadas, modificando a condição cognitiva dos projetos, além de terem projeção industrial e social, já que as novas ferramentas geram transformações produtivas. Portanto, esses novos recursos obrigam a uma revisão da ação profissional e educativa da arquitetura, motivando sua inserção e aprimoramento em pesquisas relacionadas. O Projeto FABRICAÇÃO DIGITAL APLICADA À ARQUITETURA: ESTUDO PARA HABITAÇÃO DE BAIXO CUSTO E BAIXO IMPACTO AMBIENTAL EM IMPRESSÃO 3D vem, junto ao Laboratório de Modelos 3D – LAMO – PROURB-FAU-UFRJ, buscar uma atualização do meio acadêmico com a prática experimental da profissão, que vem avançando na busca de novas ferramentas e soluções para a arquitetura. Seu enfoque na habitação impressa em 3d visa contribuir com soluções a um crônico déficit habitacional brasileiro, buscando soluções rápidas e baratas que proporcionem qualidade ao ambiente construído. As novas máquinas de fabricação digital permitem realizar objetos físicos diretamente a partir de desenhos computacionais, sejam protótipos ou elementos definitivos. A arquitetura, que há algum tempo usufrui das facilidades de criação, modificação, análise e simulação permitidas pelo desenho assistido por computador (CAD), agora passa a usufruir do maquinário, antes exclusivo da indústria, na sua produção, Manufatura Assistida por Computador (CAM). Essa nova Revolução Industrial atualmente chamada de Industria 4.0 não trata apenas de mudanças no modo de produção, mas de seus meios, trazendo novas formas de colaboração e produção de conhecimentos. Os sistemas de fabricação digital consistem em equipamento que recebem informação geométrica de um computador e elaboram elementos físicos por processos subtrativos ou aditivos. Os sistemas subtrativos extraem material por meio de fresas, laser, plasma ou até jato d’água, em mesas de trabalho com eixos deslizantes ou braços robóticos, executando volumes rebaixados ou cortando elementos planos. Os sistemas aditivos solidificam o material a partir de; gases + pó, materiais pastosos e/ou materiais fluidos, elaborando formas complexas, mas até então com resultados em escalas reduzidas. Estes equipamentos se denominam máquinas CNC (Controle Numérico por Computador), CAD/CAM (Desenho e Manufatura Assistidos por Computador), RP (Prototipagem Rápida), router e impressoras 3D. Diferenciam-se por tamanho e capacidade de trabalho, pela quantidade de eixos de movimento, como também pelos materiais passíveis de serem utilizados. (ALVARADO, 2009) A busca por habitação de baixo custo conta com a indústria nacional e seus produtos de catálogo, isto é, aquilo que já é produzindo em larga escala e é facilmente encontrado nas lojas de material de construção. No entanto, a forma de produção dessa habitação pode se diferenciar tirando partido das novas ferramentas, que estão cada vez mais acessíveis à sociedade independente, e das informações que circulam de forma cada vez mais livre, principalmente pela internet. Essa tendência maker torna qualquer pessoa um potencial construtor, a “fábrica” pode estar em qualquer lugar e o “designer” pode ser qualquer pessoa interessada. Partindo dessa ideia, o grupo WikiHouse criou um sistema construtivo baseado em encaixes de peças de madeira compensada que permite que qualquer pessoa projete, compartilhe, faça o download e adapte o sistema para a “impressão” de casas, um sistema open source que incentiva a inclusão de colaboradores por todo mundo ao sistema WikiHouse. A concretização do projeto Casa Revista instalada nos jardins da reitoria em 2015 foi o marco de entrada da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo na era digital, sendo o primeiro projeto fabricado digitalmente construído em escala real no Brasil. Tendo pesquisado as técnicas subtrativas durante os quatro últimos anos, difundido ela em congressos e workshops, decidimos investir na pesquisa em técnicas aditivas, e para tal construímos recentemente uma impressora 3d de médio porte com o objetivo de imprimir e testar materiais pastosos como ser; cerâmica, terracota, e argamassas de cimento. O projeto agora foca na manipulação desse sistema, o qual está em fase de calibragem para a realização dos primeiros testes, de pequeno porte, adaptando-o para a realidade local, tanto climática e cultural, e a sua construção para avaliação do sistema como um todo. Atualmente estamos elaborado um manual de montagem que possa replicar essa experiência em diversos outros locais, faculdades e centros de pesquisa. A ideia do projeto vem sendo desenvolvida a partir das experiências realizadas no LAMO –PROURB-FAU-UFRJ, com a prototipagem de modelos 2D e 3D que em um primeiro momento empregaram o sistema WikiHouse. O objeto deste projeto é a montagem de uma impressora 3d de grande porte que permita a construção teste de protótipos de habitação em escala real. As novas tecnologias estão produzindo mudanças para a renovação da arquitetura através da exploração de novos processos de projeto, ferramentas, conceitos espaciais e novas formas e sistemas de construção, gerando um trabalho experimental que abre possibilidades inovadoras para a profissão e o ensino.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Andres Rodriguez Veloso

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • o bem-estar alimentar do público infantil em famílias de baixa renda
  • A partir do estudo seminal de Block et al (2011) surgiu uma área de pesquisa que se preocupa com o bem-estar alimentar dos indivíduos, o qual é definido como o relacionamento psicológico, físico, emocional e social positivo existente com alimentos nos níveis individual e social. Esse bem estar sofre influência de fatores culturais, ambientais e legais que governam atitudes e comportamentos alimentares das pessoas, afetando positiva ou negativamente o bem estar alimentar dos indivíduos. Está em curso no Brasil um fenômeno que tem causado o crescimento das taxas de obesidade e sobrepeso entre as crianças brasileiras (Jardim e De Souza, 2017). Para compreender melhor este cenário, foi selecionada uma aluna de Iniciação Científica para conduzir um estudo qualitativo, por meio de entrevistas em profundidade. Com base nas 17 entrevistas em profundidade realizadas identificou-se está em curso um processo de deterioração da qualidade do bem-estar alimentar envolvendo famílias e crianças de baixa renda. As famílias estão pressionadas pela falta de tempo e pela propaganda de alimentos de baixo valor nutricional. Isso tem aumentado o consumo de alimentos ultra processados, com alto teor de sódio e açúcar. A falta de conhecimento sobre questões alimentares faz com que mesmo as famílias com alta preocupação em relação à alimentação infantil incorram em equívocos. O foco central da proposta atual é aprofundar os conhecimentos obtidos neste estudo inicial. Os resultados já encontrados serão a base para o desenvolvimento de novas entrevistas em profundidade e grupos de foco. A partir dos resultados dessa etapa qualitativa, será desenvolvida uma etapa quantitativa. Será elaborado um questionário que será aplicado com famílias de baixa renda para identificar de forma mais abrangente qual o nível de bem estar alimentar dessas famílias. A partir desses resultados espera-se propor alternativas de ação social que possam ser implantadas pelo poder público, visando a melhoria da capacidade das famílias de baixa renda em ter uma alimentação mais saudável.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Andres Zarankin

Ciências Humanas

Arqueologia
  • paisagens da expansão e exploração lobeiro-baleeira no fim do mundo: aproximações a materialidade dos acampamentos de caça na terra do fogo e nas ilhas shetland do sul (século xix)
  • O objetivo geral do presente plano de trabalho é discutir e comparar as trajetórias particulares que seguiram a expansão e exploração lobeiro-baleeira na Terra do Fogo e na Antártica, observando a materialidade das paisagens associadas à ação dos caçadores. Por sua vez, o objetivo específico propõe a analisar a diversidade de formas em que a materialidade das novas paisagens associadas dos lobeiro-baleeiros na Terra do Fogo e Antártica foram produto e produtora de práticas e relações sociais específicas (que, pelo menos no caso da Terra do Fogo, não haviam afetado unicamente os ocidentais, mas também os grupos indígenas com o qual participaram). Como hipótese, consideramos que enquanto a materialidade de ditas paisagens pode ser variada, a mesma manteve uma relação dialética com a conformação de dinâmicas sociais heterogêneas. Para simplificar a análise, se considerará a materialidade daqueles “lugares” que formaram parte da paisagem, e que foram especialmente significativos para os caçadores. Por esse motivo, se levará em conta especialmente os acampamentos de trabalho dos lobeiro-baleeiros: instalações temporárias onde realizaram a caça e o processamento dos animais, e desenvolveram outras atividades vinculadas com sua subsistência (habitação, alimentação, entre outros) até concluírem suas tarefas. A metodologia proposta retoma ferramentas da arqueologia histórica, incluindo a análise e integração de evidência documental e arqueológica.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Andresa Silva da Costa Mutz

Ciências Humanas

Educação
  • a questão ambiental na mídia jornalística gaúcha: saberes e práticas em tensão
  • A presente investigação tem como objetivo geral mapear as enunciações acerca do meio ambiente nas matérias de capa, reportagens, artigos e colunas do jornal impresso Zero Hora buscando verificar em que medida tais enunciações se relacionam à educação ambiental. A intenção é responder a seguinte questão de pesquisa: Como está constituído, em parte da mídia impressa gaúcha, o regime discursivo em torno da sustentabilidade? A questão desdobra-se, ainda, nos seguintes objetivos específicos a serem atingidos: a) aprofundar o conceito de discurso e enunciado como operadores analíticos; b) estudar também a noção de governamento para problematizar os efeitos do imperativo da crise ambiental sobre os sujeitos na contemporaneidade; c) mapear os enunciados acerca do meio ambiente nos exemplares do jornal Zero Hora no período compreendido entre março de 2019 e março de 2020; d) analisar o modo como são acionados no interior de tal discurso as noções de meio ambiente, natureza e educação ambiental; e) se for o caso, desnaturalizar as “verdades” que a mídia ensina acerca da sustentabilidade, estabelecendo relação com o cenário mais amplo de políticas públicas de educação ambiental. O campo teórico-metodológico da pesquisa é proveniente dos Estudos Culturais em Educação, em sua vertente pós-estruturalista, entre eles Michel Foucault, Alfredo Veiga-Neto, Paula Corrêa Henning, Leandro Belinaso Guimarães, Marisa Vorraber Costa, Rosa Maria Bueno Fischer. Como resultado desta pesquisa, pretende-se: a) quanto à produção científica, socializar as reflexões teóricas e os resultados obtidos junto à comunidade acadêmica por meio de artigos submetidos em eventos científicos internacionais e em revistas científicas qualificadas; b) no que diz respeito a articulação com o ensino a pesquisa permitirá novos elementos científicos para discutir, em atividades como palestras, aulas, colóquios, etc. com os alunos do Bacharelado Interdisciplinar, bem como os demais cursos do Campus Litoral Norte da UFRGS e com os alunos da pós-graduação do curso de Mestrado e Doutorado em Educação Ambiental da FURG, sobre o modo como, uma vez que assume um estatuto pedagógico, a mídia “ensina” verdades sobre o meio ambiente, colocando, desse modo sob suspeita os saberes e práticas de sustentabilidade que ela faz circular; c) e no que se refere à inserção social, o projeto qualificará a formação da docente proponente de modo que seja possível a ela propor ações de extensão junto aos professores da Educação Básica dos municípios litorâneos do Rio Grande do Sul nas comunidades do entorno da Universidade executora (UFRGS) e parceira (FURG) de modo a socializar os resultados da pesquisa e construir junto com este setor específico novos significados para a questão ambiental, levando em conta as particularidades da região, os saberes por eles já constituídos e o cenário atual de implementação da Base Nacional Comum Curricular.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Andressa Aita Ivo

Ciências Humanas

Educação
  • programa pacto nacional pela alfabetização na idade certa (pnaic): efeitos sobre a gestão, o currículo e o trabalho docente
  • A Educação Básica, e de modo especial, o Ensino Fundamental tem recebido grande atenção, de modo que, a partir da década de 1990 o Ministério da Educação tem atuado diretamente na elaboração de um amplo sistema de avaliações em larga escala, como o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (SAEB), Prova Brasil, Provinha Brasil, dentre outros. Além das avaliações o MEC também criou o Índice de Desenvolvimento da Educação (IDEB), a fim de assegurar uma melhoria da qualidade da educação no Brasil. Com vistas a melhorar os índices e indicadores, o Ministério da Educação tem proposto uma série de programas e iniciativas, dentre as quais destacamos o Programa Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC). Nesta direção este projeto de pesquisa tem como objetivo realizar uma análise das ações do PNAIC/RS e suas repercussões no trabalho docente, currículo e IDEB da rede pública de ensino de Santa Maria e Pelotas - RS.Esta pesquisa adotará os pressupostos da abordagem qualitativa, com base na abordagem do ciclo de políticas proposto por Ball (2004). A partir da estrutura e organização do PNAIC, optamos por desenvolver os estudos nos municípios de Santa Maria e de Pelotas – RS com os seguintes campos temáticos: gestão, trabalho docente e currículo, centrando o olhar mais especificamente em cada um desses elementos. Para tal o estudo será realizado em 5 etapas, sendo desenvolvido paralelamente seminários de discussão com atividades específicas para cada campo temático.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2021