Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Saulo Luis Capim

Ciências Humanas

História
  • 15ª feira dos municípios e 5ª mostra de iniciação científica da bahia (femmic)
  • A 15ª Feira dos Municípios e 5ª Mostra de Iniciação Científica (FEMMIC) é um evento cujo objetivo é reunir projetos de Iniciação Científica Jr, tendo como foco principal a apresentação de projetos de autoria de estudantes oriundos do estado da Bahia. Trata-se de uma iniciativa para congregar professores e alunos interessados na pesquisa como princípio educativo no âmbito da educação básica e técnica. A FEMMIC é a união de um evento tradicional – a Feira dos Municípios –, com um evento mais recente surgido em 2010, a Mostra Científica. A Feira dos Municípios ocorre no Instituto Federal Baiano (na época Escola Agrotécnica Federal de Catu) desde a década de 1980 e congrega estudantes, professores, agricultores, empresários de diversas cidades da Bahia com o intuito de expor o que os municípios têm mais representativo em seus aspectos econômico, cultural, artístico, etc. No ano de 2010, com o surgimento dos Institutos Federais, foi criada a Mostra Científica com o intuito de socializar a comunidade com os projetos desenvolvidos pelos estudantes da educação básica no âmbito estadual. Com a adesão de amplos segmentos da educação dos municípios baianos, o evento passou a ser realizado bienalmente, após a realização das feiras municipais/locais. Em 2010, o evento teve a sua primeira edição com a participação de projetos das 10 unidades do IF Baiano, além de instituições convidadas do IFBAIANO e da Rede Estadual do Estado da Bahia. Foram 125 trabalhos aprovados e a visitação da comunidade chegou a 2500 pessoas. A FEMMIC contou ainda com diversos minicursos, palestras, comunicações orais e o Fórum de Educação Científica do Município de Catu. No ano seguinte, em 2012, o evento passou a ser bienal e congregou 540 estudantes pesquisadores que apresentaram aproximadamente 230 Projetos nas mais variadas áreas do conhecimento. O evento contou a partir desse ano com representante de todos os territórios de identidade do estado da Bahia o que foi possível, graças à parceria e ao apoio do Instituto Federal Baiano com o Instituto Federal da Bahia e a rede estadual de educação, por intermédio do Instituto Anísio Teixeira e o fomento do CNPq. Em 2014, também com o auxílio do CNPq, a FEMMIC contou com a inscrição de mais de 290 projetos de pesquisa oriundos de diversas localidades da Bahia. Foram aprovados pelo Comitê Científico cerca de 230 trabalhos das mais variadas áreas do conhecimento e estes foram apresentados entre os dias 26 a 28 de setembro de 2014, na forma de pôster no Ginásio Poliesportivo do campus (ver lista completa por estado em www.ifbaiano.edu.br/femmic). A FEMMIC propiciou ainda algumas outras atividades com as seguintes repercussões: 30 minicursos propostos por profissionais de Universidades Federais e Estaduais de ensino que contou com a participação 800 pessoas da comunidade inscritas; Mostra de Conhecimentos com a participação de cerca de 25 entidades como o Museu Geológico da Bahia, Projetos Ciência, Arte e Magia e Rede Zoo da Universidade Federal da Bahia, Museu de Zoologia da UNIVASF, Demonstrações do Corpo de Bombeiros, 30 stands do Projeto de Extensão Ciência Itinerante (www.ifbaiano.edu.br/itinerante), 10 Empresas Privadas, contando com o público flutuante estimado em mais de 6000 pessoas que visitaram a Mostra nos três dias do evento; Fórum de professores da educação básica, que contou com cerca de 50 professores; 05 Palestras e Conferências; Apresentações Culturais e Lançamentos de livros de autorias de professores da região. Nesse contexto, a presente proposta passa a constituir a política de promoção da pesquisa como princípio educativo pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Campus Catu, no estado da Bahia. Dentre as principais atividades desenvolvidas na FEMMIC estão: Mostra de Iniciação Científica: Na Modalidade Pôster serão selecionados até 150 projetos de autoria de estudantes da educação básica e técnica que deverão ser expostos nos stands instalados no Ginásio Poliesportivo do IF Baiano campus Catu. Na modalidade Comunicações Orais, serão selecionados os 30 melhores trabalhos de diversas áreas do conhecimento. Os estudantes-autores terão 20 minutos para a exposição nas salas do pavilhão central de aulas do IF Baiano com transmissão on-line por área do conhecimento e posterior interação com os participantes-ouvintes. Minicursos para professores que serão oferecidos nas modalidades presenciais ou não, com transmissão on-line. As temáticas serão direcionadas ao desenvolvimento de pesquisa na educação básica, técnica e tecnológica para o ensino de ciências de forma lúdica e minicursos para estudantes que serão oferecidos nas modalidades presenciais ou não, com transmissão on-line nas diversas áreas do conhecimento. Estes terão a finalidade de discutir o desenvolvimento de projetos e as práticas de pesquisa no âmbito da Iniciação Científica Júnior, dentre outras atividades.Desta forma, a FEMMIC é um dos poucos eventos que consegue ter uma abrangência em praticamente todo o território baiano e sua realização tem estimulado a criação de clubes de ciências e mostras científicas locais e escolares. Através do Curso de Especialização em Educação Científica e Popularização das Ciências, do IF Baiano, a equipe FEMMIC tem orientado projetos de intervenção no sentido de criar clubes de ciências como o Departamento de Pesquisa do Centro Territorial de Educação Básica e Profissional da Cidade de Alagoinhas (DEPE). Os projetos que se destacam nessas feiras terão a oportunidade de serem apresentados na FEMMIC 2021 proporcionando o intercâmbio de conhecimentos entres as práticas científicas do estado. Além disso, cabe ainda destacar a visibilidade de estudantes com riquíssimos trabalhos científicos, que encontram nas feiras espaço para disseminar suas atividades científicas. De fato, vários estudantes que apresentam trabalhos na FEMMIC tem sido destaque na mídia por suas premiações estaduais, nacionais internacionais.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano - BA - Brasil
  • 31/12/2020-31/12/2022
Foto de perfil

Saulo Monteiro Martinho de Matos

Ciências Sociais Aplicadas

Direito
  • dignidade humana sem metafísica: direitos humanos, humilhação e formas de vida na filosofia do direito contemporânea
  • A ideia de dignidade humana está diretamente associada a narrativas sobre como a nossa forma de vida pode ser colocada, fundamentalmente, em questão através de ações (intencionais) de outros indivíduos, coletividades e instituições. Em que pese a importância desse conceito para a filosofia moral moderna, é possível observar uma tendência teórica de considerar a dignidade como um conceito, extremamente, indeterminado, que deve ser evitado no âmbito do discurso prático. Este estudo parte do diagnóstico de que o conceito de dignidade humana padece de três patologias sociais: a sua (super) dogmatização jurídica, naturalização e ideologização. No que concerne à (super) dogmatização, desde que foi incorporada através de textos legislativos ao direito positivo, a doutrina jurídica e jurisprudência passaram a desenvolver um leque de justificações para a derivação de todo e qualquer direito jurídico do conceito de dignidade humana. Em que pese os avanços trazidos por essa prática em décadas de jurisprudência no Brasil e em diversos outros países do Ocidente, é inegável o gradativo esvaziamento do conceito durante esse período. A segunda patologia social tem relação com a tentativa de sustentar tal conceito sob um pressuposto incontestável e auto-evidente, uma espécie de ponto arquimediano ou metafísico, do qual a natureza humana qua dignidade pode ser deduzida. Por fim, a ideologização do conceito de dignidade humana se refere à transformação desse conceito em parte de uma racionalidade meramente estratégica para alcançar objetivos políticos específicos. Dessa forma, o primeiro passo para qualquer estudo sobre a dignidade como valor moral ou político é definir qual conceito de dignidade é o mais adequado para solução de desacordos morais ou políticos. Os conceitos de dignidade que serão analisados no âmbito deste estudo são: (a) conceito absoluto de dignidade: “Porque os seres humanos possuem dignidade, vale o seguinte conjunto de direitos.”; e (b) conceito contingente de dignidade: “Para que os seres humanos possam viver com dignidade, vale o seguinte conjunto de direitos.”. Na contramão da tendência de emprego do conceito absoluto ou necessário, este estudo busca defender um conceito contingente de dignidade humana no âmbito dos direitos jurídicos e políticos. Este estudo se insere, portanto, no rol de teorias normativas da dignidade humana, as quais assumem o seu caráter contingente como pressuposto metafísico e epistemológico, sendo inspirado, em especial, em recentes estudos de Margalit (1998), Weber-Guskar e Brandhorst (2017), Bieri (2015) Ronald Dworkin (2011), Nida-Rümelin (2009, 2016), Martha Nussbaum (2007; 2013a; 2013b), Honneth (2010; 2015) e Jeremy Waldron (2015). Ao cabo, a hipótese a ser discutida ao longo da pesquisa é se a dignidade humana pode ser melhor compreendida como um direito subjetivo a não ser humilhado, sendo a humilhação o ato de colocar em xeque a nossa própria forma de vida.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Saulo Relison Tintino

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • atividade antibacteriana, modificadora da ação de antibióticos e verificação de inibição de mecanismo de efluxo e possíveis efeitos antagônicos pela serie de 1,8-naftiridinas sulfonamídicas
  • O número de infecções causadas por bactérias multirresistentes à antibióticos, tem aumentado mundialmente, muitas vezes, essas infecções são causadas por bactérias resistentes. As bactérias podem ser resistentes intrinsecamente a certos antibióticos, mas também podem adquirir resistência. Podem desenvolver resistência aos antibióticos através de vários mecanismos, e um deles é bomba de efluxo. As bombas de efluxo exercem importante papel na resistência a quimioterápicos. Neste sentido, a busca por compostos que atuem inibindo os mecanismos de resistência bacteriana é constante. As naftiridinas, também chamadas de piridopiridinas, elas são compostos heterocíclicos diazanaftalênicos que possuem em cada anel um átomo de nitrogênio. Portanto, tem se mostrado grande interesse por esta classe de compostos, isto pode ser visto em várias revisões, onde se mostra um aumento significativo no número publicações com suas propriedades químicas e biológicas. Portanto, o objetivo desse estudo é avaliar a atividade antibacteriana, modificadora de antibióticos e verificação de inibição de mecanismo de efluxo e possíveis efeitos antagônicos pela serie de 1,8-Naftiridinas sulfonamídicas. Para material e métodos seram utilizados as cepas utilizadas portadoras de bomba de efluxo e não portadoras. Será realizado o ensaio de concentração inibitória mínima de todas as substâncias, utilizando o método de microdiluição em caldo. Para verificar o efeito de redução do CIM do brometo de etídeo e do antibiótico e verificação de fluorescência, será utilizado inóculos a parti de placas incubadas em estufa bacteriológica por 24h a 37ºC com o repique do estoque. Serão ainda avaliados efeitos diretos sobre a expressão gênica e causa dos possíveis efeitos observados no antagonismo. Pretende-se com o presente trabalho verificar o potencial antibacteriano pela serie de 1,8-Naftiridinas sulfonamídicas, assim como avaliar sua capacidade de melhorar a ação de antibióticos, visando redução da concentração inibitória mínima. Além disso, avaliar seu potencial inibidor do mecanismo de efluxo utilizado brometo de etídeo e também verificar a causa dos possíveis efeitos antagônicos quando observado. Visando a obtenção de um produto que melhore a eficácia de antibióticos já disponíveis no mercado.
  • Universidade Regional do Cariri - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022