Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Cíntia Lopes de Brito Magalhães

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • avaliação da atividade antiviral de flavonoides contra os vírus mayaro e chikungunya a partir de estudos in vivo e in vitro
  • Mayaro virus (MAYV) e Chikungunya virus (CHIKV) são arbovírus relacionados, de importância epidemiológica no Brasil e agentes etiológicos da Febre Mayaro (FM) e Febre Chikungunya (FC), doenças cujos sintomas são semelhantes e incluem febre, cefaleia, dor muscular, artralgia, erupção cutânea, náuseas e fotofobia. Em mais de 50% dos pacientes, a dor articular é o sintoma mais proeminente e se desenvolve durante a fase aguda da doença, podendo ser altamente incapacitante e persistir por meses ou anos. Apesar da importância dessas doenças, até o momento não há tratamento e/ou vacinas disponíveis. Nesse contexto, a busca e desenvolvimento de fármacos antivirais se fazem necessários, uma vez que a infecção por esses vírus apresenta sintomas debilitantes, podendo tornar-se crônicos e permanecer por anos, além da possibilidade de óbito. Devido à alta disponibilidade e os baixos efeitos colaterais, muitos flavonoides têm sido o centro das atenções entre pesquisadores que trabalham no desenvolvimento de medicamentos antivirais. Nesse sentido, nosso grupo de pesquisa demonstrou recentemente a atividade anti-MAYV da silimarina por meio de estudos in vitro e in vivo. Também mostramos, por estudos in vitro, uma efetiva atividade anti-MAYV do flavonoide monomérico epicatequina e do dimérico PAC-1, este contendo metilepigalocatequina e epicatequina na estrutura. Dando continuidade a esses estudos, pretendemos avaliar se silimarina também é capaz de proteger contra a artrite e a miosite induzidas por MAYV e CHIKV utilizando modelo animal. Adicionalmente, propomos investigar in vitro um conjunto de flavonoides envolvendo formas monoméricas, diméricas e triméricas sobre os dois vírus. Aos compostos promissores, abordaremos possíveis mecanismos e alvos antivirais. A execução desse projeto vislumbra a obtenção de novas moléculas como potenciais fármacos contra a FM e FC e poderá suscitar pedido de proteção de propriedade intelectual.
  • Universidade Federal de Ouro Preto - MG - Brasil
  • 18/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Cintia Rodrigues de Oliveira

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • crimes corporativos e o debate sobre negócios e direitos humanos: (ir)responsabilidade histórica corporativa
  • As responsabilidades criminais, em grande parte do mundo, geralmente focalizaram a punição na culpa individual, ao invés da coletiva ou organizacional, como o caso de crimes corporativos. Têm sido recorrentes as denúncias de corporações criminosas, por exemplo, a Global Exchange lista, anualmente, as piores corporações do mundo em termos de violações de direitos humanos, destruição ambiental, evasão de impostos e outros crimes corporativos. Este projeto de pesquisa se orienta pela ideia de que o potencial para as empresas produzirem prejuízos revela uma face das corporações. Mais especificamente, este projeto centra-se no cenário atual, em que os objetivos de desenvolvimento sustentável têm destaque central no mundo, sendo alvo de preocupação de companhias, instituições, governos e sociedades, para analisar crimes corporativos que resultam em violações contra direitos humanos, considerando o setor de mineração como campo de pesquisa. Nosso objetivo é compreender como a anatomia dos crimes corporativos pode indicar a (ir)responsabilidade histórica corporativa nos impactos negativos dos direitos humanos. Para isso, nos concentramos em crimes corporativos cometidos, nos últimos dez anos passados, realizando uma pesquisa qualitativa, de abordagem histórica, tendo documentos (áudio, vídeo e texto) como material empírico. Como resultados, espera-se apresentar a anatomia dos crimes corporativos pesquisados, identificando causas e consequências, apontando os impactos negativos nos direitos humanos, bem como os mecanismos de proteção aos direitos humanos. Esses resultados podem ser utilizados para criar mecanismos de proteção que considerem esses impactos negativos nos direitos humanos, bem como para orientar gestores nas tomadas de decisões que antecedem esses eventos.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 05/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Ciro Martins Gomes

Ciências da Saúde

Medicina
  • análise da efetividade e segurança da clofazimina e claritromicina no tratamento da hanseníase: revisão sistemática da literatura e impacto orçamentário no contexto do sistema único de saúde brasileiro.
  • 1. A hanseníase é uma doença negligenciada que cursa com alta morbidade e impacto na qualidade de vida dos pacientes acometidos. O tratamento da doença consiste no uso da poliquimioterapia que visa evitar o advento de cepas resistentes do agente causal: Mycobacterium leprae. 2. Recentemente, a Organização Mundial da Saúde e o Ministério da Saúde do Brasil ampliaram o uso da colfazimina para pacientes com hanseníase multibacilar. Os dois órgãos também aprovaram o uso da claritromicina em tratamentos substitutivos para a hanseníase resistente à rifampicina, um dos maiores entraves para a cura efetiva da hanseníase. 3. Por se tratar de doença negligenciada, ensaios clínicos que visam testar ou monitorar a efetividade dos tratamentos para hanseníase são escassos. Pelo exposto pode-se concluir que são necessários investimentos públicos constantes para o monitoramento do impacto das novas tecnologias no Sistema Único de Saúde brasileiro. 4. O presente protocolo objetiva avaliar a efetividade, segurança e o impacto orçamentário do uso da clofazimina no tratamento de pacientes diagnosticados com hanseníase paucibacilar e da claritromicina como esquema alternativo no tratamento da hanseníase em pacientes com resistência antibiótica à rifampicina. 5. Estudos recentes demonstram a necessidade do desenvolvimento ou da ampliação do uso de novas drogas para o tratamento da hanseníase. Novas técnicas de monitoramento de resistência bacteriana e do monitoramento da efetividade têm sido projetados para pacientes com hanseníase. 6. O presente estudo visa, por meio de uma revisão sistemática da literatura, angariar, de forma abrangente evidências sobre a eficácia/efetividade das referidas medicações no tratamento da hanseníase. Posteriormente, o grupo avaliará a evolução do impacto orçamentário dessas tecnologias no contexto nacional.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 05/12/2021-31/12/2022
Foto de perfil

Ciro Martins Gomes

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • monitoramento e viabilização das intervenções humanas, animais e ambientais no controle da tungíase em comunidades indígenas
  • Vide projeto anexo
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 15/01/2020-31/01/2023
Foto de perfil

Clandia Maffini Gomes

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • vi mostra científica ecoinovar
  • A presente proposta contempla a realização da VI Mostra Científica Ecoinovar, uma realização do Departamento de Ciências Administrativas do Centro de Ciências Sociais e Humanas – CCSH da Universidade Federal de Santa Maria – UFSM, por meio do Grupo de Pesquisa Ecoinovar, do Programa de Pós-Graduação em Administração – PPGA, do Curso de Administração e do Colégio Politécnico da Universidade Federal de Santa Maria. O evento ocorre em parceria com as Secretarias de Educação Municipal e Estadual, o PROGESA – Programa de Gestão Socioambiental vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Administração da USP (conceito 7 da Capes), o GPS - Grupo de Pesquisa em Sustentabilidade do Programa de Pós-Graduação em Administração da UFRGS (conceito 5 na Capes), o CULTI – Grupo de Pesquisa em Inovação, Internacionalização, Cultura e Empreendedorismo do Programa de Pós-Graduação em Administração da UnB (conceito 5 na Capes), a Universidade de Baltimore dos Estados Unidos, a Universidade de Hamburgo da Alemanha, a Universidade de Concepción do Chile, a Universidade de Vigo, a Universidade de Extremadura da Espanha, o Instituto Superior de Gestão da França, a Universidade Aberta, o Instituto Politécnico de Setúbal e a Associação Portuguesa para o Empreendedorismo – Empreend de Portugal. A VI Mostra Científica Ecoinovar reunirá estudantes do ensino fundamental, médio e técnico, de escolas públicas e privadas, do município de Santa Maria, RS. Em 2022, em sua sexta edição, o evento terá como temática: “Ciência, Inovação e Sustentabilidade: reconfigurando a visão do futuro”. A Mostra Científica consiste em um evento gratuito que ocorrerá nos dias 18 e 19 de novembro de 2021 no formato on-line ou híbrido (presencial e on-line) a fim de se adequar ao contexto vivenciado pela sociedade em função da pandemia da Covid-19 e permitir a ampla participação e interação dos participantes por meio da internet.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 10/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Clandia Maffini Gomes

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • iv expo ecoinovar – soluções inovadoras para um futuro sustentável
  • A troca de experiências e ideias acerca de temas relevantes, como inovação, sustentabilidade e inclusão auxiliam, não somente na gestão das empresas, como também podem despertar a quebra de paradigmas sociais. Para tanto, a realização de mostras científicas, seminários, congressos, encontros e palestras são veículos que proporcionam interação entre a comunidade acadêmica e a sociedade. Ressalte-se, também, a necessidade de despertar interesse e vocações científicas e tecnológicas nas novas gerações, identificando jovens talentosos que possam ser estimulados a seguir carreiras científicas e tecnológicas, imbuídos da importância dos temas abordados no evento. A criação de uma cultura de inovação comprometida com a sustentabilidade e constitui-se em um primeiro passo a fim de que se torne exequível o desenvolvimento em seu mais amplo conceito. Nesse sentido, a ONU, em 2015, desenvolveu uma agenda global, denominada Agenda 2030, visando alcançar o desenvolvimento sustentável nas suas três dimensões – econômica, social e ambiental – de forma equilibrada e integrada (ONU, 2015). Esta Agenda, estabelece 17 Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável – ODS (erradicação da pobreza; fome zero e agricultura sustentável; saúde e bem-estar; educação de qualidade; igualdade de gênero; água potável e saneamento; energia limpa e acessível; trabalho decente e crescimento econômico; indústria, inovação e infraestrutura; redução das desigualdades; cidades e comunidades sustentáveis; consumo e produção responsáveis; ação contra a mudança global do clima; vida na água; vida terrestre; paz, justiça e instituições eficazes; e parcerias e meios de implementação), que são alvos de projetos e propostas de solução. Portanto, tangenciar o conhecimento acerca destes temas, torna-se imperativo e, para tanto, surge a necessidade de criação de ambientes propícios para a aproximação de estudantes de diferentes estágios de formação e a sociedade civil. A realização da IV Expo Ecoinovar contempla exposições de CT&I promovidas pelo pelo Grupo de Pesquisa Ecoinovar, do Programa de Pós-Graduação em Administração – PPGA da Administração da Universidade Federal de Santa Maria - UFSM. O evento ocorre em parceria com o PROGESA - Programa de Gestão Socioambiental vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Administração da USP (conceito 7 da Capes), o GPS - Grupo de Pesquisa em Sustentabilidade do Programa de Pós-Graduação em Administração da UFRGS (conceito 5 na Capes), CULTI - Grupo de Pesquisa em Inovação, Internacionalização, Cultura e Empreendedorismo do Programa de Pós-Graduação em Administração da UnB (conceito 5 na Capes), a Universidade de Vigo da Espanha, a Universidade Aberta de Portugal, o Institut Supérieur de Gestion (ISG Business School Paris) da França e as Secretarias de Educação Municipal e Estadual. Inseridas nas atividades da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia – SNCT 2021 –, a IV Expo Ecoinovar – Soluções Inovadoras para um Futuro Sustentável tem como objetivo apresentar projetos e soluções, novos ou existentes, que possam contribuir para a construção de um futuro mais justo e sustentável, dos pontos de vista ambiental, social e econômico. As exposições apresentarão ao público projetos e soluções previamente selecionados, desenvolvidos por estudantes da educação básica (ensino fundamental – anos iniciais e finais - e ensino médio), do ensino técnico/profissionalizante e do ensino superior, das redes pública e privada de ensino, dos 19 municípios do Conselho Regional de Desenvolvimento (COREDE) Central do Estado do Rio Grande do Sul e por empreendedores de startups, ONGs e empresas. Busca-se, portanto, despertar e estimular a criatividade e as vocações científico-tecnológicas para a inovação e a sustentabilidade. Nesta quarta edição da Expo Ecoinovar, em atenção ao contexto imposto pela pandemia de coronavírus, que sugere restrições do ponto de vista da realização de grandes eventos com elevado número de participantes, planeja-se a realização de um evento online, ou seja, permitindo também a ampla participação e interação dos participantes por meio da internet. Desse modo, a exposição dos projetos selecionados será realizada por meio de plataformas tecnológicas, em hotsite próprio, que permitirá a interação dos visitantes, manifestando reações e enviando comentários aos autores dos projetos. Estratégias de engajamento, utilizando-se de gamificação (utilização de competições e jogos lúdicos), serão realizadas para ampliar a interação entre os participantes (visitantes e autores) e com as temáticas da inovação e da sustentabilidade. Em sua quarta edição, alinhada ao tema da Semana Nacional da Ciência e Tecnologia - SNCT 2021 e aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável - ODS, a IV Expo Ecoinovar tem como temática “A transversalidade da ciência, tecnologia e inovações para o planeta” e ocorrerá de 26 a 28 de outubro de 2021 em formato online.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 05/10/2021-31/10/2023
Foto de perfil

Clarice Weis Arns

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • previr-mcti: rede nacional de vigilância epidemiológica de coronavírus sars-cov-2 e outros patógenos emergentes em morcegos, aves e outros reservatórios silvestres no contexto de one health
  • As zoonoses, doenças transmitidas dos animais para as pessoas, representam 75% das doenças emergentes nos últimos anos. Com o aumento da globalização e urbanização, as zoonoses apresentam grande risco para a saúde pública e para a economia. Neste projeto pretendemos manter a Rede Nacional de Vigilância Epidemiológica de Coronavírus SARS-COV-2 e outros Patógenos Emergentes em Morcegos, Aves e outros Reservatórios Silvestres, nomeada como Rede PREVIR-MCTI. A rede PREVIR-MCTI tem como objetivo detectar e analisar vírus com potencial de emergência para humanos, como Coronavírus e vírus da Influenza presentes em morcegos, aves e outros mamíferos silvestres, em diferentes regiões brasileiras (Amazônia, Pantanal, Cerrado, Mata Atlântica, Litoral, Lagoa do Peixe e Extremo Sul do País). O potencial emergente dos vírus será relacionado com a perda de hábitat, proximidade de populações humanas e biologia das espécies envolvidas. Nossa finalidade é entender as características eco epidemiológicas do SARS-COV-2 e dos outros vírus de potencial zoonótico em aves e morcegos, e as interrelações entre a biologia e ecologia dos hospedeiros e a prevalência e diversidade de vírus. Na primeira fase do projeto, mais de 50 coronavírus de morcegos foram identificados em amostras de morcegos na Mata Atlântica distribuída na região Nordeste, Sudeste e Sul do País. Todas as equipes têm realizado captura de animais, coleta de dados e de amostras de forma sistemática mensalmente nos diferentes biomas. No próximo período, as análises laboratoriais serão continuadas a fim de finalizar a caracterização das amostras com a detecção não apenas de Coronavírus, mas de outros patógenos e amostras de morcegos e aves.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 02/05/2022-30/11/2024
Foto de perfil

Clarissa Carneiro Mussi

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • transferência de conhecimento na rede de hospitais universitários do brasil: contribuições para a implementação e uso de um sistema de gestão hospitalar nacional
  • O desempenho das instituições hospitalares e a qualidade da assistência ao paciente têm sido maximizados em razão da implementação de sistemas informatizados de gestão. Não raramente essas iniciativas são permeadas de desafios, especialmente quando se trata de programas governamentais de implementação destes sistemas em redes nacionais integradas por diferentes hospitais. Neste contexto, a transferência de conhecimento na rede pode contribuir com estes programas, ampliando as possibilidades de colaboração, aprendizagem e inovação, bem como, maximizando o desempenho de cada organização integrante da rede e da rede como um todo. No Brasil, a partir do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (REHUF), constituiu-se a rede de hospitais universitários públicos gerida pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH). Como parte das ações do REHUF está a implementação nacional de um sistema informatizado de gestão com o objetivo de padronizar as práticas assistenciais e administrativas dos 40 hospitais universitários da rede federal - o Aplicativo de Gestão para Hospitais Universitários (AGHU). Neste cenário, o objetivo do projeto de pesquisa proposto é analisar como a transferência do conhecimento interorganizacional pode contribuir para a implementação e uso do AGHU na rede de hospitais universitários do Brasil. Metodologicamente, a pesquisa fundamenta-se na abordagem qualitativa. Dados serão coletados por meio de entrevistas, questionários e pesquisa documental. Os participantes da pesquisa serão os envolvidos com a implementação do AGHU nos hospitais da rede e na EBSERH. A análise dos dados pautar-se-á na análise de conteúdo. A pesquisa contribuirá com pesquisadores, formuladores de políticas e profissionais a partir da confluência da área de transferência de conhecimento em redes interorganizacionais e implementação de sistemas de informação em saúde em ampla escala, em um contexto inexplorado na literatura internacional.
  • Universidade do Sul de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 03/05/2022-31/05/2025
Foto de perfil

Clarissa Lin Yasuda

Ciências da Saúde

Medicina
  • avaliação longitudinal multimodal dos efeitos cerebrais da reabilitação neurocognitiva após covid-19.
  • Embora o SARS-CoV-2 tenha sido descrito como um vírus respiratório, o envolvimento de outros órgãos (como o cérebro) já foi demonstrado. A disfunção neuropsiquiátrica (DN) associada a COVID-19 foi confirmada, com manifestações agudas e pós-agudas. Apesar das evidências sobre DN de longa duração após COVID-19 (incluindo pacientes sem hospitalização), pouco se sabe sobre os déficits específicos dos domínios cognitivos e alterações cerebrais (substâncias cinzenta e branca). Até o momento, não está claro se a disfunção cognitiva e as alterações cerebrais (incluindo conectividade funcional anormal) são permanentes. Dada a grande proporção de sobreviventes com disfunção cognitiva e dificuldades para trabalhar, a reabilitação cognitiva é urgentemente necessária. Dada a necessidade premente, aplicaremos a reabilitação cognitiva (RC) a pacientes pós-COVID19 com disfunção persistente e investigaremos alterações longitudinais dos parâmetros cerebrais (com ressonância magnética cerebral e avaliação neuropsicológica) e capacidade de trabalho. Este estudo multidisciplinar combina RC e investigação simultânea do impacto cerebral do coronavírus, que permanece desconhecido. Somados aos valores científicos e clínicos, forneceremos informações sobre a capacidade de trabalho, que é vital para a sociedade. Nossa hipótese é que a RC pode ajudar os indivíduos a recuperar a capacidade intelectuais prévia e melhorar a capacidade de trabalho. Nosso estudo longitudinal de ressonância magnética pode fornecer evidências sobre as alterações cerebrais através de análises de pós-processamento de imagens estruturais e funcionais. O parcelamento automático de imagens estruturais T1 pode detectar progressão de atrofia cortical e hipocampal. Além disso, as análises de imagem de difusão podem revelar disfunção microestrutural da substância branca associada ao comprometimento cognitivo. As análises estatísticas complexas poderão identificar preditores de declínio cognitivo e resposta de reabilitação.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 11/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Clarissa Maria Rosa Gagliardi

Ciências Sociais Aplicadas

Turismo
  • reconversão do ambiente construído: dos galpões fabris ao patrimônio cultural na cidade de são paulo
  • Desde a década de 1970, quando os processos de desindustrialização foram identificados nos EUA, o debate em torno de seus efeitos no mercado de trabalho tem constituído o campo econômico como seu protagonista, com ênfase para transformações do trabalho industrial para os serviços da economia globalizada. No Brasil, o epicentro desse processo está na cidade de São Paulo que, desde o início dos anos 2000, tem enfrentado forte processo de desconcentração industrial. Por mais relevante que seja o debate no campo econômico, permanece à sombra a problematização do passivo incorporado no ambiente construído abandonado pela atividade industrial, ocupando extensas áreas de alto valor fundiário agora liberadas para outros usos. Deixados à inércia, e conhecendo a dinâmica da apropriação fundiária das grandes metrópoles, terrenos e galpões industriais tendem a ser engolfados pelo mercado imobiliário de médio e alto padrão, reproduzindo processos de expulsão demográfica. O projeto pretende introduzir o campo do patrimônio cultural nessa disputa pelo patrimônio industrial dando visibilidade aos atores que lhe conferem sentidos imateriais e simbólicos. Diante disso, a proposta visa mapear e georreferenciar estruturas industriais ociosas; conhecer as disputas em torno de sua reutilização e os atores envolvidos e a partir da interlocução no/com o território, identificar propostas de uso destes espaços que atendam à função social do patrimônio cultural e subsidiem políticas patrimoniais. Por meio de trabalhos de campo; estudo das redes digitais enquanto espaço de circulação e produção de conteúdos culturais; realização de entrevistas; análise documental e bibliográfica, pretende-se identificar sentidos em confronto e grupos que possam ser mobilizados para a co-participação em políticas públicas, propondo novos usos e formas de gestão dos bens culturais. Transversalmente, a proposta é consoante às metas dos ODS’s para a proteção do patrimônio e a construção de cidades mais inclusivas
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 09/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Clarissa Severino Gama

Ciências da Saúde

Medicina
  • estudo de mecanismos de envelhecimento acelerado em esquizofrenia e transtorno bipolar como estratégias de prevenção de adoecimento sistêmico de de morbimortalidade precoce.
  • Transtornos mentais graves (TMG) são condições crônicas altamente incapacitantes que afetam entre 0.4% e 7.7% da população mundial e geram um alto custo para a sociedade. Portadores de TMG têm uma expectativa de vida reduzida entre 8 e 18 anos. Além disso, tendem a apresentar maior prevalência de comorbidades clínicas. Esta associação impacta, de maneira desfavorável, mais ainda nos desfechos funcionais e no número de anos vividos com incapacidade. Esses fatores sugerem uma possível vulnerabilidade biológica, o que aponta para a necessidade de se entender esses transtornos como doenças orgânicas que afetam integralmente o indivíduo, e não apenas como alterações de funções mentais. Entre os TMG, a esquizofrenia (SZ) e o transtorno bipolar (TB) parecem apresentar desfechos mais graves considerando diversos aspectos, principalmente relacionados ao prejuízo funcional, afetando amplamente domínios como empregabilidade, vida autônoma e relacionamentos interpessoais. Existe um grau robusto de evidências, vários destes achados oriundos do grupo proponente, associando a presença de um estado pró-inflamatório persistente com a SZ e o transtorno bipolar TB. Este desequilíbrio pró-inflamatório parece exercer um papel importante neste processo de adoecimento, de envelhecimento acelerado e mortalidade precoce. Mostramos que alterações na neuroimagem, em diversas estruturas corticais e subcorticais, estavam associadas a marcadores de inflamação e envelhecimento, e a prejuízos na memória verbal. As alterações cerebrais observadas eram compatíveis com o processo de neurodegeneração, o que confirma a hipótese de envelhecimento patológico acelerado decorrente do impacto destas doenças. Os motivos reversíveis pelos quais esses sujeitos têm maior mortalidade parecem ser principalmente devido ao diagnóstico tardio e tratamento insuficiente. Com isto, é de suma importância a identificação de fatores biológicos que sinalizem para maiores cuidados globais em portadores de SZ e TB.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Clascidia Aparecida Furtado

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • nanoplataformas grafeno-aptâmero para o biossensoriamento do câncer
  • O câncer de cólon e reto (ou colorretal - CCR) é o 2º mais frequente entre homens e mulheres no Brasil (INCA, 2021) e no mundo (OMS, 2021). Apresenta também alta taxa de óbito, sendo responsável por 9,2% dos óbitos ocorridos por câncer em todo o mundo em 2018 (OMS, 2020). O diagnóstico é feito por exame de sangue oculto nas fezes, exame de toque retal e colonoscopia, métodos invasivos e com limite de detecção baixo em tumores em estágios iniciais, o que dificulta a detecção precoce e diminui as chances de tratamento eficiente e cura. Assim, o desenvolvimento de soluções diagnósticas menos invasivas, mais sensíveis e específicas torna-se uma urgência (OMS, 2020). Considerando essa importante demanda, o grupo proponente vem trabalhando de forma multidisciplinar na construção de nanoplataformas baseadas em grafenos e aptâmero antitumoral e no seu uso no desenvolvimento de sistemas de detecção, usando duas configurações distintas: (1) biossensor eletroquímico do tipo point of care, obtido a partir da manipulação química de grafenos, polímero condutor e aptâmeros específicos ao antígeno carcinoembrionário (CEA), superexpresso em CCR; (2) biossensor óptico, utilizando óxido de grafeno como transdutor de FRET e aptâmeros anti-CEA marcados. Nesta oportunidade, buscamos avançar 1) no entendimento das interações na interface nanocarbono/biomolécula, visando à otimização do sinal analítico gerado frente às perturbações físico-químicas sofridas pelas nanoestruturas no momento da interação molecular de reconhecimento do alvo; 2) na validação dos biossensores frente ao antígeno comercial e em diferentes amostras de pacientes portadores de câncer do colorretal, neste caso com a colaboração de pesquisadores do Instituto Mário Penna. Expectativas futuras residem na obtenção de dispositivos 100% nacionais, de baixo custo, precisos e de alta reprodutibilidade, para uso no Sistema Único de Saúde (SUS), contribuindo para a melhoria da qualidade de vida das populações.
  • Comissão Nacional de Energia Nuclear - RJ - Brasil
  • 25/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Claucia Fernanda Volken de Souza

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • desenvolvimento de estratégias biotecnológicas visando à aplicação industrial de lactases e peptidases
  • O mercado de enzimas para as indústrias alimentícia e farmacêutica está em ampla expansão, entre elas se destacam as β-galactosidases (lactases) e peptidases, aplicadas para obtenção de produtos lácteos com baixo teor de lactose e de peptídeos bioativos, respectivamente. Atualmente, o Brasil depende da importação destas enzimas, que apresentam um alto custo e baixa recuperação, dificultando a reutilização em bioprocessos. Assim, visando à produção nacional de biocatalisadores, surge a necessidade de buscar alternativas para o melhoramento das características enzimáticas e redução de custos. Nessa perspectiva, uma ferramenta biotecnológica que pode ser empregada é o desenvolvimento de enzimas recombinantes com marcadores de afinidade (Cellulose Binding Domain – CBD e His-tag), alternativa viável para purificação e imobilização de enzimas em uma única etapa. A imobilização em suportes de baixo custo viabiliza o reuso dos biocatalisadores e sua aplicação em reações de hidrólise em processos contínuos. Nesse trabalho pretende-se propor uma estratégia de produção, imobilização/purificação e aplicação da lactase e peptidase recombinantes visando seus usos em bioprocessos industriais sustentáveis. Os genes das enzimas serão clonados e expressos de forma intra e extracelular. Os cultivos serão conduzidos de forma escalonável para a obtenção do extrato enzimático. A purificação será realizada por meio da imobilização orientada das enzimas pelo uso dos marcadores de afinidade. Serão testados dois tipos de suportes - partículas magnéticas de níquel ou cobalto e celulose - para imobilização, considerando o marcador de afinidade. Cápsulas core-shell serão preparadas para aplicação das enzimas imobilizadas em reatores de coluna. A lactase será aplicada na hidrólise do leite e soros lácteos e a peptidase na obtenção de peptídeos bioativos pela hidrólise de coprodutos lácteos, em processos contínuos em reatores de coluna de leito fixo e fluidizado, avaliando o reuso das enzima
  • Universidade do Vale do Taquari - UNIVATES - RS - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Claudemir Fidelis Bezerra Júnior

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • estruturas, identidades e aplicações em pi-álgebras
  • O desenvolvimento da teoria das álgebras satisfazendo identidades polinomiais (PI-álgebras para abreviar) foi iniciado visando responder o seguinte problema: "O que se pode dizer sobre a estrutura de uma álgebra sabendo que ela satisfaz uma identidade polinomial?". Recordamos que uma álgebra é dita PI-álgebra se existir um polinômio f não nulo em variáveis não comutativas tal que ele se anula para qualquer substituição por elementos desta álgebra, neste caso f é chamado de identidade polinomial para tal álgebra. Outro conceito que possui uma íntima ligação com as PI-álgebras é a de polinômios centrais, um polinômio sem termo constante da álgebra associativa livre é central se qualquer substituição das variáveis por seus elementos resulta em elemento central. Tais ambientes, e suas variações, vem sendo estudados por vários pesquisadores. Lembramos que encontrar bases das identidades de muitas álgebras importantes pode ser uma tarefa ainda muito difícil. As identidades com traço nas álgebras matriciais foram estudadas e descritas independentemente por Procesi e Razmyslov. Esses estudos foram marcantes, pois Procesi começou o uso sistemático da teoria de invariantes em PI-álgebras, enquanto Razmyslov aprofundou as várias aplicações das representações do grupo simétrico. Já as graduações do tipo Cartan em álgebra de Lie são importante em sua classificação. O objetivo principal deste projeto de pesquisa é estudar a teoria das identidades polinomiais de certas álgebras "importantes" (não necessariamente associativas) e suas variações, mais especificamente, iremos considerar álgebras graduadas e com traço. Portanto, o uso sistemático da representação de grupos, teoria de invariante e teoria elementar dos números serão inevitáveis. Assim, a importância desse projeto segue da troca de experiências entre os participantes e complementar a formação dos jovens doutores. Portanto, todos os problemas listados são plausíveis.
  • Universidade Federal de Campina Grande - PB - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Claudemiro Bolfarini

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • desenvolvimento e caracterização mecânica de aços avançados de elevada resistência do sistema fe-mn
  • OS aços avançados de alta resistência e baixa densidade do sistema FeMn apresentam excelente ductilidade e tem potencial aplicação na construção de veículos de transporte e em implantes médicos temporários, muito desejados no momento porque foi cientificamente provado que a Covid 19 aumenta o risco de trombose em ‘stents’ permanentes. A alta resistência confere baixo peso às estruturas de transporte, o que leva a economia de combustível e redução da emissão de poluentes; e a alta ductilidade confere maior processabilidade às ligas, necessária para a fabricação de "stents". A determinação das propriedades mecânicas depende da composição química e do processamento termomecânico. Para atingir alta resistência mecânica e alta ductilidade efeitos TWIP e TRIP são necessários, pois são mecanismos de deformação dos materiais metálicos que possibilitam o acumulo de uma alta densidade de discordâncias antes da formação da instabilidade plástica. Parâmetro essencial no ‘design’ das liga é a Energia de Falha de Empilhamento-EFE, que deve ser controlada dentro de certos valores e depende da composição química, do tamanho de grão e da estabilidade das fases, em especial a austenítica. Modelos termodinâmicos permitem o cálculo dessa EFE. No entanto, como comprovado em nossas pesquisas, são insuficientes para prever ou determinar o comportamento do material. Pelos nossos resultados, a presença de elementos intersticiais como C e N é essencial para promover os mecanismos de aumento da plasticidade do material. Nesse projeto vamos estudar em profundidade o efeito desses intersticiais usando: Modelos termodinâmicos, cálculos "ab initio" e experimentos de elaboração de ligas e o devido processamento para determinar os mecanismos de plasticidade atuantes e as propriedades mecânicas resultantes. Partimos da hipótese que esses intersticiais, pela interação que tem com as discordâncias, influenciam no valor das tensões criticas para a atuação dos mecanismos TRIP e TWIP.
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Claudia Araujo Moreira

Ciências Agrárias

Agronomia
  • desenvolvimento rural sustentável e agroecologia – promovendo a geração de renda, no município de carolina-ma
  • Propomos neste projeto a criação do Núcleo de Educação, Pesquisa e Extensão em Agroecologia do IFMA - Campus Avançado da Carolina (NUEPEMA). O projeto visa desenvolver atividades de pesquisa e desenvolvimento em Agroecologia para Agricultura Familiar, com foco na geração de credibilidade ao produto orgânico e geração de renda para as famílias de agricultores das diferentes localidades do município de Carolina. A proposta aqui apresentada parte do envolvimento de professores/pesquisadores e estudantes desta e de outras instituições de pesquisa e da gestão pública, além de associações ligadas ao tema, possibilitando-se assim trabalhar de forma multidisciplinar e interdisciplinar e, enriquecer o leque de produção científica e tecnológica em Agroecologia, assim como, do outro lado, melhorar o desempenho produtivo na abordagem agroecológica, a ser construído de forma participativa, junto aos grupos assistidos e instituições parceiras, dentro do município de Carolina-MA. Seu público alvo são agricultores familiares que já vendem para o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) por via municipal, e também os que ainda não estão inseridos nesta modalidade de compra governamental; que desejam se inserir nos sistemas orgânicos de produção, para alcançarem melhores preços e estão distribuídos nas seguintes comunidades rurais: Canto Grande, Solta, agricultores do Parque Nacional da Chapada das Mesas, agricultores do Itapecuru e, Associação dos Pequenos Produtores de Carolina (APPC); sendo que parte importante neste processo são as mulheres trabalhadoras rurais, que estão mais sensíveis às mudanças de paradigma, para o processo de produção agroecológico e de organização social. Além desse, fazem parte do público alvo os estudantes dos cursos técnicos ofertados pelo IFMA – Campus Avançado de Carolina, os professores desta instituição e os técnicos extensionistas. O município de Carolina se encontra localizado dentro de uma área considerada hotspot de biodiversidade, o que motivou a criação do Parque Nacional da Chapada das Mesas. Esta característica da riqueza biodiversa e da beleza cênica da região fomenta a atividade turística, que vem crescendo ao longo dos últimos anos, com foco em turismo ecológico e de aventura. Está situado na borda do Planalto Central Brasileiro onde predomina o bioma cerrado. Atualmente este potencial ecológico é ameaçado de degradação ambiental em virtude do avanço da agropecuária comercial que, conforme Ferreira (2008), promoveu novas formas de organização do espaço no sul do Maranhão possibilitando o crescimento da sojicultura e a redução da agricultura familiar. Conforme o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE (2010), a população atual do município de Carolina é de 23.883 habitantes dos quais 32,23% habitam a zona rural e têm como principal fonte de sustento a agricultura familiar. Contudo, o manejo inadequado dos recursos ambientais desponta como outra fonte de preocupação haja vista que a queimada para o preparo dos solos, em sua maioria arenosos e argilosos, ainda é prática usual. Existe uma grande necessidade de ações relativas a manejos básicos na produção orgânica, à inserção de agricultores neste sistema produtivo, a produção científica voltada ao desenvolvimento de tecnologias aplicadas à agricultura familiar, a inserção destes produtos no mercado e melhoria da qualidade ambiental dos sistemas de produção. Hoje, os espaços de comercialização do município restringem-se à duas feiras livres e acessos ao PNAE, e futuramente está prevista a realização de uma grande feira a Feira Solidária e Sustentável. Portanto faz-se necessário ampliar os mercados de comercialização de produtos agroecológicos e aumentar a sua base produtiva, uma vez que existe demanda para estes produtos, que a base produtiva atual não consegue ofertar, quais sejam as redes de hotéis, presentes na cidade, destaque nacional em turismo ecológico. Assim, prevê-se como inovação neste projeto ações práticas para: o redesenho de agroecossitemas, o manejo dos solos e melhoria da diversidade ambiental; empoderamento do agricultor e agricultora nos processos de produção agroecológicos; a pesquisa-ação na resolução de problemas específicos da produção orgânica; o resgate cultural e o uso da biodiversidade do Cerrado, para fins de incremento da biodiversidade; as ações de sensibilização dos agricultores em mudança para o cultivo orgânico; os processos de organização social para a geração de renda, agregação de valor aos processos e produtos e, comercialização dos produtos orgânicos. Estas ações têm o apoio das entidades parceiras: Associação Bezerra de Moraes, da comunidade Solta, a APCC, o Clube de Mães de Carolina, o Sindicato Rural, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), a Prefeitura Municipal, a Universidade Federal de Goiás (UFG), entre outros parceiros. O objetivo geral desta proposta é criar um centro de referência em produção de tecnologias e ensino da Agroecologia, no IFMA – Campus Avançado de Carolina, tendo como pano de fundo ações para o desenvolvimento rural sustentável, que se orientam desde a produção, com credibilidade até a geração de renda para a agroecológica familiar, no município de Carolina - MA.
  • Instituto Federal do Maranhão - MA - Brasil
  • 01/08/2017-31/10/2022
Foto de perfil

Claudia Barros Monteiro Vitorello

Ciências Agrárias

Agronomia
  • construção de redes biológicas para desvendar componentes bióticos e abióticos que interagem em patossistemas de cana-de-açúcar
  • A cana-de-açúcar é a cultura mais importante para a produção de biocombustíveis e a terceira commodity mais comercializada no mundo. A severidade de pragas e doenças ameaçam a produtividade que pode ser intensificada pelas mudanças climáticas e as novas práticas de colheita verde, alterando a dinâmica populacional e a incidência de patógenos. Assim, o desenvolvimento de novas práticas de manejo e de genótipos resistentes são fundamentais para proteger a cultura de maneira sustentável. Esta proposta utiliza a doença carvão da cana para avaliar como a interação planta-patógeno pode ser influenciada por diferenças relacionadas ao ambiente e ao recrutamento de um microbioma específico valendo-se de teoria de grafos e de inteligência artificial de integração de dados em redes biológicas. Resultados preliminares demonstraram que plantas coletadas após cultivo em diferentes tipos de solos, quando inoculadas em condições de casa de vegetação alteram o crescimento do fungo e o desenvolvimento dos sintomas da doença. Para validar a hipótese do projeto serão realizados experimentos integrados com plantas resistentes e suscetíveis cultivadas em dois locais contrastantes. O microbioma das amostras de campo será identificado (ITS) no solo, rizosfera, raiz e colmos antes da condução do experimento com o patógeno. Amostras coletadas após a inoculação serão analisadas quanto: 1) aos perfis de transcrição e metabólico durante a interação; 2) identificação do microbioma com métodos preditivos de reconstrução metabólica; e 3) avaliação do crescimento do fungo e identificação do sintoma da doença. Todas as informações serão integradas em uma rede biológica com duas camadas (metabólica e proteica) direcionada a RGA (resistance gene analogs) previamente estabelecida (Rody et al., 2019 e 2021), onde foram identificados genes diferencialmente expressos associados ao metabolismo primário ligados à expressão de RGAs, conectando o sistema imunológico da cana.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Claudia Berlim de Mello

Ciências Humanas

Psicologia
  • desenvolvimento de uma bateria informatizada multidimensional e ecológica de avaliação de cognição social para adultos
  • Cognição Social (CS) diz respeito a um conjunto de processos cognitivos como Teoria da Mente (ToM) e reconhecimento de emoções em faces, essenciais para a organização do comportamento no contexto das interações. Sua investigação por meio de avaliação neuropsicológica tem papel crucial no diagnóstico de condições clínicas como o Transtorno do Espectro do Autismo, Esquizofrenia, Transtorno de Personalidade Bipolar, Transtorno de Déficit de Atenção-Hiperatividade, abuso de substâncias e nas demências. A maior parte dos testes neuropsicológicos disponíveis, entretanto, são dirigidos à população infantil. Este projeto tem como objetivo principal desenvolver uma bateria informatizada de avaliação neuropsicológica de cognição social para adultos, com tarefas ecológicas de natureza open access. Serão desenvolvidas tarefas para cada um dos domínios de cognição social, como atribuição de estado mental, reconhecimento de pista emocionais, compreensão de normas sociais implícitas e empatia. As tarefas serão disponibilizadas por meio de um site e simultaneamente, de forma sincronizada, serão monitorados os sinais de rastreamento ocular por meio da webcam e sinais fisiológicos, como frequência cardíaca e atividade eletrodérmica, monitorados a partir de sensores vestíveis para verificar a associação entre medidas autonômicas, medidas qualitativas e quantitativas. O monitoramento do rastreamento ocular por meio de webcam e a utilização de sensores vestíveis permitirá que os indivíduos possam participar do experimento em sua própria casa, sem contato com os experimentadores, o que torna as condições de segurança mais adequadas no contexto da pandemia. Outro aspecto importante é que o teste neuropsicológico online com eye tracking poderá ser aplicado para participantes de todo o país, já um um computador com webcam. A bateria poderá contribuir assim tanto para pesquisas quanto para a prática clínica.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 23/05/2022-31/05/2025
Foto de perfil

Cláudia Bueno dos Reis Martinez

Ciências Biológicas

Ecologia
  • nanobiopesticidas e saúde ambiental: bases para uma agricultura mais sustentável
  • Nanopesticidas à base de materiais naturais representam uma alternativa viável para o controle de pragas e doenças, com menor risco ao ambiente, contribuindo assim para uma agricultura mais sustentável. Entretanto, é necessário compreender os efeitos destes sistemas carreadores para organismos não-alvos. Para tanto, pretende-se sintetizar nanobiopesticidas à base de polímeros naturais e contendo fungicidas de origem botânica, otimizar o seu preparo por meio da análise de ciclo de vida dos processos de síntese, avaliar sua eficiência e sua toxicidade, pela análise de múltiplos biomarcadores em organismos de diferentes grupos e compartimentos ambientais. Serão realizados ensaios para avaliar os possíveis efeitos destes nanobiopesticidas: i) na germinação e sanidade de sementes e no crescimento inicial de espécies agrícolas; ii) na taxa de sobrevivência, desenvolvimento, reprodução e análise de expressão gênica no nematoide Caenorhabditis elegans; iii) em múltiplos biomarcadores (genotóxicos, bioquímicos, fisiológicos e histológicos) de espécies nativas de bivalves, peixes e anuros (girinos); iv) na taxa de sobrevivência, morfologia, defesas antioxidantes e comportamento de operárias campeiras de abelhas sem ferrão. Os resultados obtidos devem adicionar elementos importantes para o uso ambientalmente seguro de nanobiopesticidas, contribuindo diretamente para o avanço da nanotecnologia e de suas repercussões na agricultura. Deste modo, trata-se de uma proposta que deve promover a preservação ambiental com a redução dos impactos de agrotóxicos em polinizadores e organismos aquáticos e do solo, bem como colaborar para o desenvolvimento científico e tecnológico de forma sustentável e com potencial para trazer benefícios à sociedade. Destaca-se ainda sua forte aderência a diferentes áreas prioritárias reconhecidas pelo MCTI para apoio à pesquisa e desenvolvimento e sua consonância com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável almejados pela ONU.
  • Universidade Estadual de Londrina - PR - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Claudia Costa Bonecker

Ciências Biológicas

Ecologia
  • a planície de inundação do alto rio paraná
  • Estudos ecológicos de longa duração permitem o entendimento da complexidade dos processos ecológicos e são imprescindíveis para promover a conservação e gestão dos recursos naturais, além de permitirem a análise das tendências, perspectivas e cenários presentes e futuros. Na bacia do rio Paraná, estão localizados os maiores centros urbanos e industriais do Brasil, com severos impactos sobre a qualidade e quantidade da água e a pesca comercial. Este projeto será desenvolvido em parte desta bacia, na planície de inundação do alto rio Paraná (sítio PIAP), que está localizada no último trecho do rio Paraná livre de barramento. Os estudos sobre as populações e comunidades biológicas, nesse ecossistema, e a socialização do conhecimento adquirido iniciaram em 1986, mas se intensificaram com as amostragens sistematizadas a partir de 2000, com o início do PELD. As principais perguntas que serão respondidas pelas populações e comunidades biológicas, e apontadas pela variação das condições ambientais, com a continuidade dos estudos de longa duração, são: (i) o papel dos distúrbios naturais (pulso de inundação, El Niño) e antrópicos (operação dos reservatórios); (ii) a efeito das barragens e a oligotrofização; (iii) o processo de invasão e os impactos das espécies não nativas; (iv) o papel das unidades de conservação para a preservação da biodiversidade. Todas essas repostas serão traduzidas para uma linguagem acessível e lúdica para a comunidade, em geral, da região, além de gestores ambientais e políticos. Os resultados obtidos (2021-2024) serão agregados à série temporal já existente (2000-2020). Pretende-se implementar abordagens analíticas de população, comunidade e sistemas, e avaliar a série temporal dos dados, contemplando 24 anos de amostragem na área do PIAP. A partir destas abordagens empírica e de modelagem, espera-se apresentar uma visão integrada das informações sobre as populações e as comunidades biológicas, e as condições ambientais que as cercam, incluindo as relações entre esses dois compartimentos do ecossistema, ao longo do tempo, a fim de elucidar e predizer processos que possam descrever padrões. Para análise dos dados, serão utilizadas abordagens analíticas simples, univariada e multivariada, dependendo da hipótese a ser testada e das variáveis respostas e explanatórias analisadas. Em todas essas análises, serão controladas as escalas espaciais e temporais para inferência sobre os objetivos propostos. A amostragem de dados abióticos e bióticos seguirá o protocolo estipulado desde 2000 e a coleta de dados sobre a atividade pesqueiras será realizada por meio de questionários e com perguntas abertas. Todas as atividades do projeto terão a participação de alunos de graduação e pós-graduação, pesquisadores e técnicos da UEM. Mapas temáticos, tabelas e figuras deverão mostrar um cenário mais atual da variação das condições ambientais na planície de inundação, bem como da estrutura e dinâmica das populações e comunidades biológicas, ao longo do espaço e do tempo. Modelos conceituais, matemáticos e gráficos também mostrarão as relações entre os componentes abióticos e bióticos. O componente de socialização do conhecimento consistirá em atividades de integração entre os participantes do projeto e a comunidade do município de Porto Rico e região, a fim de entender e aprimorar a percepção desses atores sobre a planície de inundação. Dentre essas atividades, será dada continuidade as Mostras Cientificas, serão oferecidos cursos de capacitação aos profissionais locais, educação ambiental para os turistas, palestras e discussões com gestores e políticos, organização de atividades nas escolas municipais, entre outras. Em relação a formação de recursos humanos, espera-se formar profissionais capacitados a atuar no ensino fundamental, médio, graduação e pós graduação capazes de transferir os conceitos ecológicos, tanto em uma linguagem formal como acessível e lúdica. Na UEM, espera-se a (i) conclusão de monografias de curso de graduação, dissertações e teses de dois programas de pós graduação, envolvidos no projeto; (ii) publicação de artigos científicos em periódicos nacionais e internacionais; (iii) divulgação dos resultados em congressos e encontros científicos nacionais e internacionais; (iv) ampliação do conhecimento dos pesquisadores e técnicos do Nupélia em conservação e manejo dos recursos naturais; (v) elaboração de relatórios e documentos a serem encaminhados aos órgãos ambientais, quando solicitado. Dois cursos de pós-graduação da UEM (área de biodiversidade da CAPES) farão parte da proposta. O projeto conta com pesquisadores nacionais e internacionais de outras Instituições e de outros sítios do PELD. Esse intercâmbio já resultou na publicação de artigos científicos e a co-orientação de alunos de pós-graduação.
  • Universidade Estadual de Maringá - PR - Brasil
  • 13/01/2021-31/01/2025