Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Adevailton Bernardo dos Santos

Outra

Divulgação Científica
  • xxvii ciência viva
  • A feira Ciência Viva é uma feira do conhecimento, realizada anualmente desde 1995 na cidade de Uberlândia-MG, aberta a estudantes da educação básica (ensino fundamental, médio, profissionalizante e da educação de jovens e adultos - EJA) das instituições de ensino do município, preferencialmente da rede pública, e completará 27 anos em 2022. O objetivo da Ciência Viva é promover o desenvolvimento da criatividade, da capacidade inventiva e investigativa, em todas as áreas de conhecimento, possibilitando e divulgando a construção de novos saberes, despertando vocações, revelando capacidades e contribuindo para formar estudantes comprometidos com o desenvolvimento e o bem-estar da sociedade. As atividades, que ocorrerão de forma remota, são planejadas de forma a envolver a participação de equipes das escolas do município de Uberlândia, que serão avaliadas por uma banca avaliadora na apresentação de seus trabalhos no evento principal. As ações formativas, que favorecem as trocas de saberes e foram uma constante ao longo das edições anteriores, serão mantidas e aprimoradas, principalmente na forma de oferta de palestras, rodas de conversas, minicursos e oficinas, e também ocorrerão de forma remota. Outra característica que será mantida é a assessoria prestada, pela equipe de pesquisadores e monitores integrantes do projeto, aos professores e estudantes das escolas. Dentre os trabalhos apresentados haverá a seleção de pelo menos um para apresentação em evento de âmbito nacional.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 08/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Adillys Marcelo da Cunha Santos

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • scaffolds bioativos fibrilares híbridos orgânico-inorgânicos com potencial de liberação de moléculas osteoindutoras
  • A baixa disponibilidade de tecido ósseo de pacientes submetidos à procedimentos cirúrgicos de autoenxertos levou ao surgimento de pesquisas e desenvolvimento de materiais na forma de scaffolds, capazes de liberar íons terapêuticos e moléculas osteoindutoras para auxiliar na regeneração do tecido ósseo. O desenvolvimento de scaffolds híbridos de biocerâmicas e polímeros biocompatíveis e biodegradáveis tem se destacado por combinarem propriedades intrínsecas de cada componente, como rigidez e flexibilidade, respectivamente, além de promoção da liberação controlada dos componentes osteoindutores nele contido. Embora existam muitos procedimentos usados na confecção de tais estruturas, técnicas de produção de fibras como Solution Blow Spininig, ou simplesmente SBS, se mostram mais promissoras devido à similaridade com a natureza fibrilar da matriz extracelular do osso (MEC). No entanto, na confecção de scaffolds híbridos fibrilares, existe uma limitação de quantidade adicionada de biocerâmica contendo íons terapêuticos, o que muitas vezes provoca precipitação da fase orgânica, ou mesmo colapso estrutural. Além do mais, muitos estudos usam solventes tóxicos que podem gerar resíduos e, por conseguinte, influenciar na atividade celular. Moléculas osteoindutoras têm sido investigadas nos estudos de engenharia de tecidos, assim também como formas de controlar sua liberação. Neste trabalho, pretende-se procurar novas rotas de desenvolvimento de scaffolds contendo biocerâmicas e fármacos, combinando a SBS com o procedimento de sol-gel, de forma a otimizar a incorporação e encapsulamento dos materiais osteoindutores, bem como estudar sua bioatividade in-vitro e cinética de liberação. Os scaffolds também serão caracterizados do ponto de vista morfológico, propriedades térmicas, avaliando também alguns aspectos da química de superfície. Por fim, o trabalho permitirá a consolidação de parcerias entre professores da UFRB, alunos e parceiros externos à instituição.
  • Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - BA - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Adilson Luiz Chinelatto

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • desenvolvimento de eletrodos para aplicação em células a combustível reversíveis de óxido sólido - rsofc
  • As Células a Combustível de Óxido Sólido (SOFC) são dispositivos eletroquímicos que geram energia elétrica a partir de reações químicas, sendo uma fonte de energia com alta eficiência, sustentável e ambientalmente amigável. Dentre os diversos tipos de SOFCs, as Células a Combustível Reversíveis de Óxido Sólido (RSOCs) permitem não só gerar energia elétrica, mas também podem gerar seu próprio combustível nos momentos em que não há a necessidade da geração de energia elétrica. As principais RSOFCs operam na faixa de 800-1000°C. Estas elevadas temperaturas de operação encarecem sua produção e limitam sua utilização em aplicações de pequeno porte. Uma das alternativas para o abaixamento da temperatura de operação é utilizar RSOFC com eletrólitos condutores de prótons (RSOFC-PCFC), os quais podem operar em temperaturas entre 400-600°C. Para o funcionamento de uma RSOFC, são necessários dois eletrodos, sendo um para as reações do oxigênio e um para as reações do hidrogênio. Para viabilizar o uso das RSOFCs-PCFC é necessário ainda um maior desenvolvimento desses eletrodos, os quais possuem um importante papel, pois a cinética da reação no eletrodo de oxigênio e no eletrodo de hidrogênio são mais lentas do que a difusão dos íons no eletrólito. Estes eletrodos precisam funcionar como catalisadores das reações eletroquímicas, possuir condutividade eletrônica e ter compatibilidade química e térmica com o eletrólito. A literatura tem demostrado que o uso de materiais compósitos com condutividade mista eletrônica-protônica aumenta a eficiência do eletrodo. Para este projeto serão desenvolvidos eletrodos de oxigênio e hidrogênio para células RSOFC–PCFC. O eletrodo de oxigênio será um material compósito formado entre o eletrólito com composição BaCe(0.2)Zr(0.7)Y(0.1)O(3-d) (BCZY) e um condutor eletrônico baseado no LaNi(x)M(1-x)O(3-d) (LNM) com M=Fe, Cr ou Co, e o eletrodo de hidrogênio será um compósito formado por Ni metálico e BCZY.
  • Universidade Estadual de Ponta Grossa - PR - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Adilson Luiz Pinto

Ciências Sociais Aplicadas

Ciência da Informação
  • e(co)-science
  • A disponibilização de dados sobre a produção científica nacional e internacional tem crescido expressivamente e, em perspectiva às especificidades de campos disciplinares distintos, esta produção se revela diversa quanto a sua tipificação, tanto em termos quantitativos como qualitativos, e se materializa em forma de artigos, livros, teses e dissertações, além de produtos como: softwares, patentes, obras e instalações artísticas, entrevistas e projetos cinematográficos. Nos últimos anos, várias iniciativas que visam a criação de mecanismos de monitoramento da produção acadêmica de uma instituição, país ou área de conhecimento têm recebido atenção. Em especial, técnicas de organização da informação e métodos computacionais avançados são aplicados de forma a se automatizar o processo de extração de indicadores sobre uma massa de dados agregada. Neste contexto, sistemas de informação sobre o Ecossistema da Pesquisa Científica têm como objetivo agregar e organizar as informações de bases de dados diversas e heterogêneas, para se obter serviços e dados consolidados a pesquisadores e gestores que necessitam tomar decisões com base nas informações extraídas destes dados. Portanto, a presente Proposta apresenta a criação de um sistema de interoperabilidade que contemple agregação da informação de todo o ecossistema da pesquisa científica nacional, tendo como fonte dados científicos abertos e dados governamentais abertos, com o objetivo final de oferta de serviços de identificação de serviços de recomendações em diversas áreas do conhecimento.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Adivaldo Henrique da Fonseca

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • prevalência, isolamento e propagação in vitro de hemoparasitos de carrapatos e pulgas de animais domésticos e silvestres
  • Os carrapatos são relevantes pelos prejuízos à produção animal e por transmitirem a maior diversidade de patógenos para animais e humanos. O diagnóstico preciso dos agentes das hemoparasitoses transmitidas por carrapatos, assim como a produção de imunógenos autóctones dependem do isolamento e propagação do agente etiológico local, por representarem o perfil genético destas populações. O projeto tem como objetivos, diagnosticar carrapatos e pulgas portadores de hemoparasitos, assim como dos hospedeiros e proceder o estudo da ocorrência, prevalência, isolamento e a propagação em cultivos in vitro em meios seletivos e em linhagens de células de mamíferos e de carrapatos. O estudo a campo será conduzido em áreas rurais antrópicas do estado do Rio de Janeiro e regiões limítrofes do estado, principalmente onde casos clínicos tenham sido previamente registrados. Serão determinados pontos para coleta de carrapatos em vida livre pela técnica do arraste de flanela. Além disso, serão coletados carrapatos e pulgas, sangue e soro de hospedeiros domésticos ou silvestres disponíveis na região, incluindo repteis. Será procedido métodos e técnicas específicas para isolamento e propagação de Babesia spp., Anaplasma spp., Rickettsia spp., Ehrlichia spp., Hemoplasmas, Trypanosoma spp., Mycobacterium e Borrelia spp. Órgãos como intestino, túbulos de Malpighi, glândulas salivares e ovários serão examinados por dissecção das fêmeas de carrapatos/pulgas utilizando técnicas citológicas, sorológicas e/ou de biologia molecular. Sangue e fluidos dos hospedeiros serão examinados. Novas sequencias isoladas serão submetidas para o banco de dados GenBank®. Os principais resultados esperados incluem o isolamento e propagação dos diferentes hemoparasitos, estruturação de um banco de isolados autóctones, aperfeiçoamento da metodologia e dos procedimentos para cultivo e propagação em células embrionárias e a capacitação de recursos humanos especializados no tema proposto.
  • Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025