Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Adriana Flach

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • composição química e atividade biológicas de própolis
  • Própolis é um material resinoso elaborado pelas abelhas a partir de resinas coletadas de plantas e é utilizada na colônia para proteger o ninho. Sua constituição química é bastante variada e depende entre outros fatores da espécie de abelha e da flora da região o que a torna uma fonte diversificada para exploração de perfil químico e atividade biológica. Por esse motivo o presente trabalho tem como objetivo caracterizar e isolar marcadores, além de determinar do potencial biológico de própolis produzida no extremo norte do Brasil. Para essa finalidade, inicialmente serão selecionadas abelhas produtoras de própolis, coletadas amostras que serão extraídas para obter voláteis, assim como serão extraídas com diferentes solventes extratores. Os extratos e voláteis serão submetidos à atividade antioxidante e antimicrobiana para determinar os extratos mais ativos. Os extratos ativos serão fracionados e caracterizados quimicamente buscando identificar moléculas bioativas.
  • Universidade Federal de Roraima - RR - Brasil
  • 18/02/2019-28/05/2023
Foto de perfil

Adriana Fontes

Ciências Biológicas

Biofísica
  • estratégias biofotônicas para inativação de candida spp. assistidas por nanoestruturas metálicas
  • A C. albicans é a principal espécie relacionada a casos graves de candidíase recorrentes, levando à exposição tóxica frequente de tratamentos antifúngicos sistêmicos. O uso indiscriminado de antifúngicos viabiliza a emergência e disseminação de cepas resistentes, as quais estão associadas com prolongamento de hospitalizações e alta mortalidade. Logo, a inativação fotodinâmica (PDI) surge como uma tecnologia promissora para o tratamento de infecções por Candida spp. Até então, não há relatos de resistência microbiana após a PDI. O efeito fotodinâmico ocorre quando, em presença de oxigênio, a luz excita o fotossensibilizador (FS), levando à produção de espécies reativas de oxigênio (EROs) com ação citotóxica localizada. A nanotecnologia apresenta potencial para aprimorar ainda mais a PDI, especialmente as nanoestruturas de prata (AgNSs), que podem ajudar a elevar a produção de EROs por efeito plasmônico, além da prata ter atividade antimicrobiana. Assim, esse estudo tem como objetivo avaliar os efeitos da PDI em isolados sensíveis e resistentes de C. albicans planctônicas e em biofilmes utilizando como FSs as porfirinas ZnTnHex-2-PyP4+ (ZnP hexil), ZnTE-2-PyP4+ (ZnP etil) e/ou azul de metileno (AM) associados ou não a AgNSs esféricas e/ou prismáticas (FS-AgNSs). Esses FSs apresentam um grande potencial para PDI. Serão avaliados diferentes parâmetros de irradiação e concentrações de FSs e FS-AgNSs na PDI dos isolados de C. albicans, na sua forma planctônica e em biofilmes, para determinar os mais eficientes para sua inativação. Os efeitos da PDI sobre os isolados serão também avaliados por microscopias de fluorescência e eletrônica de varredura. Também será realizado ensaio de citotoxicidade em linhagem epitelial imortalizada (mamíferos). Espera-se que a presente proposta venha auxiliar o estabelecimento de terapias alternativas para candidíase, de modo que possa trazer benefícios no tratamento e na qualidade de vida dos indivíduos acometidos por essa infecção.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 06/02/2022-28/02/2025