Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Walfrido Alonso Pippo

Engenharias

Engenharia Civil
  • desenvolvimento de vivendas de interesse social: aproveitamento de resíduos da indústria turística na cidade de foz do iguaçu.
  • O presente projeto visa gerar uma proposta para o aproveitamento das garrafas PET (GPET) geradas pela indústria turística na cidade de Foz do Iguaçu (FIÇU). A necessidade de reciclagem e reuso de materiais em diversos setores de atividades humanas tornaram-se atualmente, intrínsecas ao desenvolvimento sustentável da sociedade. Baseados em pesquisas de campo e bibliográficas foi estabelecido que os principais parques de FIÇU receberam, em 2016, uma quantidade de visitantes 12,1 vezes maior que a população da cidade (256.088 pessoas). O consumo médio de água pelos visitantes (2litros/dia) representa ≈ 3 milhões de GPET/ano adicionais para a gestão de lixo da cidade, que atualmente são descartadas em aterros sanitários gerando custos logísticos, diminuindo o volume aproveitável dos aterros e fazendo mais demorado o processo de decomposição dos resíduos aterrados. Por outro lado, a necessidade habitacional no município de FIÇU tem mais de 12.000 famílias cadastradas na lista de espera. Um cálculo preliminar indica que uma habitação de interesse social (43 m2) das que são financiadas pela Caixa Econômica Federal poderia usar 30.000-40.000 garrafas o que demonstra que existe a potencialidade de construir 100 habitações de interesse sociais/ano a partir das GPET. As GPET podem ser usadas como elementos estruturais, não estruturais e como alvenaria de vedação em habitações de interesse social. O qual representaria não somente poupar custos logísticos de descarte se não também agregar valor ao lixo derivado da indústria turística na cidade. A partir dos resultados dos testes (resistência mecânica, conforto térmico, eficiência energética e isolamento acústico) de vários tipos de módulos estruturais, e observando as normas pertinentes à área de desempenho de materiais para a construção, é selecionado um protótipo. Os resultados obtidos são avaliados desde o ponto de vista técnico-econômico e socioambiental e comparados com as normas vigentes de materiais para a construção e para a reciclagem do lixo sólido. O projeto tem prevista sua realização num período de dois anos. O orçamento aproximado estimado para sua execução é de R$ 59.650,75
  • Universidade Federal da Integração Latino-Americana - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Wallace de Castro Nunes

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • produção e caracterização de materiais magnéticos nano-estruturados
  • O objetido desse projeto é obter suporte para o desenvolvimento das atividades de pesquisa do proponente e do novo grupo de pesquisa experimental de nanomateriais do Instituto de Física da Universidade Federal Fluminense (IF-UFF). O projeto científico visa o estudo sistemático das propriedades térmicas, magnéticas e de transporte em diversos sistemas magnéticos nanoestruturados e também materiais multifuncionais. Os objetivos principais são: (i) observar e descrever fenômenos físicos envolvidos nesses sistemas; (ii) estabelecer estratégias para o desenvolvimento de materiais para aplicações futuras; (iii) estabelecer uma nova linha de pesquisa na UFF envolvendo a produção e caracterização de nanomateriais multifuncionais; (iv) produzir nanosistemas controlados objetivando o estudo de propriedades do tipo vidro de spin, superparamagnetismo, exchange bias, interações magnéticas e etc. Este projeto de pesquisa envolve trabalhos experimentais (caracterização e instrumentação) e teóricos, que serão realizados em colaboração com pesquisadores da UFF e diversos pesquisadores do Brasil e do exterior. Pretende também explorar a deposição de nanopartículas funcionalizadas assim como de sistemas nanoestruturados heterogêneos (multifuncionais) em superfícies visando aplicações em dispositivos e sensores. O proponente já possui uma quantidade de amostra suficiente para iniciar o projeto proposto. Essas amostras estão sendo produzidas no IF-UFF por ablação por laser e outras provenientes de diversas colaborações que o proponente mantém no Brasil e no exterior, por exemplo, nanopartículas ferromagnéticas; antiferromagnéticas; nanoestruturas do tipo core-shell, compostos de materiais com diferentes fases; multicamadas magnéticas, filmes finos; materiais magnéticos moleculares, nanoestruturas multifuncionais e.g. nanopilares ferrimagnéticos (estrutura spinela) verticalmente alinhados dentro de uma matriz ferroelétrica (estrutura perovskita). A estratégia a ser seguida é caracterizar estes materiais a partir de sua estrutura, em alguns casos, morfologia (tamanho e distribuição dos grãos) e posteriormente relacioná-las com as propriedades térmicas, magnéticas, elétricas e de transportes. Além disso, o proponente pretende continuar desenvolvendo a infra-estrutura experimental do Instituto de Física da Universidade Federal Fluminense para preparar e caracterizar essas amostras na sua própria instituição. Neste projeto serão exploradas diversas técnicas experimentais, tais como calor específico, magnetização, susceptibilidade AC, resistividade elétrica, difração de raios-X e microscopia eletrônica de transmissão. Além do uso da infra-estrutura já disponível no Instituto de Física da UFF, algumas caracterizações poderão ser realizadas em outras instituições, por exemplo, usando a infra-estrutura de laboratórios nacionais e de laboratório de colaboradores. O projeto possui um caráter multidiciplinar envolvendo parcerias entre Físicos (teóricos e experimentais), Químicos e Ciências dos Materiais. A aprovação desse projeto de pesquisa é fundamental para que o candidato possa consolidar a nova linha de pesquisa experimental que está instalando no IF-UFF, continue se desenvolvendo cientificamente com independência e consiga ampliar a sua rede de colaboração de forma a torná-la ainda mais multidisciplinar. Isto beneficiará o proponente, seus alunos e vários outros pesquisadores que atualmente desenvolvem pesquisa em nanociência e nanotecnologia na UFF e no Brasil, e certamente terá impacto na melhora da produção científica desses pesquisadores e na formação de recurso humanos com conhecimentos mais abrangentes.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Wallace do Couto Boaventura

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • aplicações de processamento de sinais em sistemas de energia: sistemas de medição e monitoramento distribuído e simulação de transitórios
  • As aplicações de técnicas de processamento de sinais têm propiciado desenvolvimentos importantes na área da engenharia elétrica. A área de Sistemas de Energia tem se beneficiado enormemente dos avanços nos sistemas de medição e aquisição de dados e da aplicação de técnicas de processamento de sinais. Este projeto tem por objetivo básico atuar na pesquisa científica tecnológica desenvolvendo aplicações de processamento de sinais em tópicos da área de sistemas de energia. Especificamente, são abordadas as áreas de sistemas de medição e monitoramento distribuído (voltados para o monitoramento da qualidade da energia e de parâmetros meteorológicos), simulação de transitórios em tempo-real e simulação de transitórios eletromagnéticos de grandes sistemas por meio de computação distribuída. Os recursos do projeto serão aportados no laboratório de pesquisa do Departamento de Engenharia Elétrica da UFMG, o LAPIS – Laboratório de Aplicações de Processamento de Informação e Sinais, consolidando sua infraestrutura, possibilitando o desenvolvimento de pesquisas multidisciplinares. A equipe de alunos do LAPIS atualmente conta com cinco alunos de doutorado (pelo menos três alunos atuarão diretamente neste projeto), quatro alunos de mestrado (um aluno atuará no projeto) e quatro alunos de graduação, além de alunos voluntários. Os resultados esperados para o projeto incluem teses de doutorado, dissertações de mestrado e a publicação de artigos técnicos em periódicos e congressos nacionais e internacionais.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Wallace Patrick Santos de Farias Souza

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • prêmio salarial para trabalhadores de empresas exportadoras: o que explica esse diferencial?
  • Este estudo tem como objetivo decompor o diferencial de salário dos trabalhadores de empresas exportadoras e não exportadoras, observando ainda a contribuição de cada característica dos grupos nesse diferencial. Dentre as características, será observado se o matching entre trabalhadores e firmas é melhor nas empresas exportadoras e se nestas a desigualdade salarial por gênero é menor. Pra isso, utilizou-se um painel de dados empregador-empregado do Brasil para os anos de 2003 a 2013, fornecidos pela Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) no qual contém informações sobre trabalhadores e firmas, além do status de exportação da firma (variável de interesse) oriundo da Secretaria de Comércio Exterior (Secex). Para a decomposição, foi utilizado o método desenvolvido por Firpo et al (2007) enquanto para a desigualdade salarial será utilizado o método desenvolvido por Guimarães e Portugal (2010). Há indícios de que a diferença pode ser maior nos estratos superiores da distribuição de salários e que os atributos pessoais são mais importantes para esse diferencial.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022