Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Ana Paula Santos de Melo Fiori

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • iii feira de ciências ambientais: estimulando o interesse e a criatividade dos estudantes do ensino médio
  • Este documento apresenta uma proposta para desenvolvimento de uma Feira de Ciências Ambientais, a ser realizada durante a comemoração da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, em Marechal Deodoro - AL, tendo como foco os estudantes do ensino médio. Para tanto serão desenvolvidas atividades distribuídas em oito modalidades.
  • Instituto Federal de Alagoas - Matriz - AL - Brasil
  • 28/12/2020-31/12/2022
Foto de perfil

Ana Paula Solino Bastos

Ciências Humanas

Educação
  • o ideário de paulo freire na ressignificação da educação em ciências no nordeste brasileiro
  • A educação brasileira vem passando por diversas mudanças ao longo do tempo e uma delas, atualmente, tem sido as reformas curriculares oficiais propostas pelo MEC, o qual defende um currículo comum a todos ao mesmo tempo em que exige uma parte diversificada, considerando o contexto de cada local. Pesquisas em Educação em Ciências têm discutido sobre a organização curricular das escolas serem estruturados com base em temas locais que sintetizam situações-limite de uma comunidade que, em sua maioria, estão pautados nos pressupostos de Paulo Freire, a exemplo da Abordagem Temática Freireana. Considerando as demandas apresentadas pelas atuais reformas curriculares e a proposta educacional freireana no ensino de ciências, bem como a carência dessa área na formação de professores na região nordeste, este projeto parte das seguintes questões de pesquisa: como propor processos formativos para licenciandos em Física e Pedagogia e professores de escolas públicas em algumas regiões de Alagoas e Bahia, considerando a perspectiva freireana e as atuais exigências curriculares? Quais limites e possibilidades de elaboração e implementação dessas propostas curriculares com base na Abordagem Temática Freireana no contexto das novas reformas do currículo de ciências? Alguns estudos na área têm iniciado reflexões evidenciando possíveis articulações entre a Abordagem Temática Freireana e alguns aspectos propostos pelo novo currículo oficial brasileiro. A pesquisa envolve duas etapas: 1) elaboração e implementação de processos formativos de professores da Educação Básica do sertão alagoano e das regiões da Bahia: Costa do Cacau e Recôncavo Baiano; 2) implementação de atividades didático-pedagógicas em cursos de licenciatura em Pedagogia e Física, na UFAL, UESC e UFRB. Para obtenção dos dados, serão utilizados diários, vídeogravações, entrevistas, narrativas e produções elaboradas pelos professores e licenciandos, que serão analisados pela Análise Textual Discursiva.
  • Universidade Federal de Alagoas - AL - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Ana Paula Trussardi Fayh

Ciências da Saúde

Nutrição
  • proposição de valores de referência de ângulo de fase e equações preditivas de composição corporal a partir da bioimpedância elétrica para pacientes com câncer: um estudo de coorte prospectivo multicêntrico
  • O câncer provoca alterações metabólicas significativas com perda de peso involuntária e desnutrição. Alterações na composição corporal, como a perda de massa muscular, predizem piores desfechos clínicos, como maior tempo de internação, complicações pós-operatórias, toxicidade ao tratamento e diminuição da sobrevida. Dentre os possíveis métodos de avaliação da massa muscular, a bioimpedância elétrica (BIA) tem se destacado como um método de estimativa da composição corporal e, indiretamente, de estado nutricional, pelo ângulo de fase (AF). Apesar da extensa literatura mostrando a utilidade da BIA em populações saudáveis, permanecem limitações ao avaliar pessoas com doenças crônicas, como câncer. Essas limitações referem-se à ausência de equações de estimativa de composição corporal específicas para pacientes com câncer, bem como valores de referência de AF e pontos de corte de composição corporal com poder de predição para o risco de mortalidade e indicação de tratamento paliativo. Com isso, o objetivo deste estudo é descrever valores de referência de AF em pacientes com câncer, além de propor equações de estimativa da composição corporal a partir dos valores de resistência e reactância obtidos pela BIA. Será realizado um estudo prospectivo multicêntrico. Os pacientes serão avaliados (dados clínicos, antropometria e BIA) no momento basal e seguidos por 12 meses ou até a data do óbito, para verificar possíveis associações da composição corporal com os desfechos. Os valores de referência do AF serão apresentados pela distribuição percentilar. A regressão logística será usada para a proposição das equações de composição corporal, usando a imagem da tomografia computadorizada como padrão-ouro. Modelos estatísticos ajustados por fatores de confusão (sexo, idade, etnia, sitio do tumor, estadiamento, tipo de tratamento) serão usados para a determinação de pontos de corte para a predição do risco de mortalidade e tratamento paliativo.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Ana Regina Barros Rêgo Leal

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • rede nacional de combate à desinformação – entre a pesquisa e a extensão _
  • Lançada em setembro de 2020, a RNCd (https://rncd.org/ ) consiste em uma rede de parceiros de diversas áreas do conhecimento, das cinco regiões brasileiras e de distintas formas de composição, atuação e objetivos, e que trabalham em prol de da informação enquanto conhecimento comunicado. A RNCd Brasil atualmente possui 125 parceiros e tanto se compõe por parceiros com atuação direta junto à sociedade como os aplicativos, os coletivos e projetos de fact-checking, os laboratórios, os observatórios, as redes, as agências de diversas naturezas, os projetos de divulgação científica, os projetos de comunicação educativa, as instituições do campo da comunicação e da educação, as organizações não governamentais, os sites de notícia, os movimentos populares; como também por núcleos, grupos e projetos de pesquisa, dentre outros. Nesse sentido, este projeto se posiciona como uma segunda fase e objetiva viabilizar o crescimento da RNCd tendo em vista alguns polos principais de atuação para os próximos anos. O primeiro deles volta-se para o incentivo à visibilidade para a pesquisa na área, nesse sentido, temos a pretensão de criar uma página que se coloque ao público como um grande repositório das pesquisas da rede sobre o fenômeno e o ambiente da desinformação no Brasil e no mundo. O segundo polo de interesse do presente projeto é a organização de uma página em que possamos colocar o acervo de narrativas desinformacionais recebidas pelo aplicativo @Eufiscalizo (parceiro da RNCd) constituindo um grande banco de dados disponível para a pesquisa. O terceiro foco do atual projeto se refere a uma reformulação do atual site objetivando dar maior visibilidade à produção dos mais de 120 parceiros. O quarto ponto será a gestão profissional das redes sociais da RNCd. O projeto prevê ainda a realização de eventos nacionais bimensais e outros de natureza acadêmica que teriam periodicidade anual e uma publicação anual.
  • Universidade Federal do Piauí - PI - Brasil
  • 15/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Ana Rieger Schmidt

Ciências Humanas

Filosofia
  • mulheres na história da filosofia: desafios metodológicos
  • O projeto "Mulheres na história da filosofia: desafios metodológicos" pretende contribuir para a inclusão de filósofas no cânone filosófico. O projeto se insere em três áreas da história da filosofia - antiga, medieval e moderna - centrando-se sobre as contribuições de três figuras centrais: as pitagóricas (as primeiras e as tardias), Christine de Pizan e Anne Conway. O projeto visa consolidar o estudo dessas mulheres no Brasil, assim como contribuir para sua integração à historiografia especializada, a qual tradicionalmente ignora a produção de mulheres. A proposta está organizada em atividades que, no cenário nacional, contribuirão para a mudança do imaginário público acerca do valor e presença das mulheres na História da Filosofia: workshops, obtenção de acervo bibliográfico às instituições envolvidas, promoção de debate nacional e internacional sobre o tema e uma ou mais publicações resultantes do debate promovido nos workshops.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Ana Roberta da Silva Paulino

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • estudo climatológico da maré lunar na região da mesosfera e baixa termosfera.
  • A maré atmosférica lunar desempenha um papel importante na dinâmica da mesosfera e baixa termosfera, pois responde às mudanças que ocorrem nas condições básicas da atmosfera. Eventos associados à atividade solar e aos aquecimentos súbitos da estratosfera polar modificam as condições básicas da atmosfera e, consequentemente, a forma como a maré se propaga dentro da atmosfera. Desta maneira, o presente projeto tem como objetivo investigar a dependência da maré atmosférica lunar na região da mesosfera e baixa termosfera em relação à atividade solar a partir das medidas de temperatura fornecidas pelo instrumento SABER/TIMED no período de 2002 a 2021. O período de estudo compreende dois ciclos solares e possui uma quantidade relevante de eventos de aquecimento da estratosfera que torna possível desenvolver um estudo climatológico do comportamento desta oscilação. Além das medidas de temperatura, deverão ser utilizadas observações de ventos da região da mesosfera e baixa termosfera e parâmetros ionosféricos como conteúdo eletrônico total, frequência crítica e altitude da camada F da ionosfera para corroborar os estudos. A metodologia que será empregada neste estudo consiste em determinar a assinatura da maré lunar nos campos atmosféricos ( método dos mínimos quadrados) e analisar quais os índices que serão utilizados para analisar a atividade solar. Além disso, será necessário classificar os eventos de aquecimento súbito da estratosfera polar e investigar suas influências na variabilidade da maré lunar. Com o desenvolvimento dessa pesquisa espera-se entender os efeitos da atividade solar na assinatura da maré atmosférica lunar nas medidas de temperatura e contribuir para o entendimento do processo de acoplamento das atmosferas neutra e ionizada, além de investigar a propagação vertical da maré lunar na atmosfera. O presente projeto também está estritamente relacionado com a formação de pessoal qualificado a nível de graduação, mestrado e doutorado na UEPB.
  • Universidade Estadual da Paraíba - PB - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Ana Rosa Quidute

Ciências da Saúde

Medicina
  • pesquisa de mutações associadas ao câncer de mama em pacientes portadores de neoplasia endócrina múltipla
  • câncer de mama constitui-se problema de saúde pública, por ser neoplasia maligna de maior incidência em mulheres no mundo e a quinta causa de morte por câncer em geral. No Brasil, excluindo o câncer de pele não-melanoma, o câncer de mama é o mais incidente em mulheres de todas as regiões do país. A alta taxa de mortalidade pode estar relacionada ao diagnóstico tardio e, principalmente, à falha e resistência ao tratamento, que levam a um pior prognóstico das pacientes. O câncer de mama é uma doença que se desenvolve por causas e fatores diversos, dentre eles os genéticos/hereditários. Estudos mostram que pacientes com Neoplasia Endócrina Múltipla-1 (NEM-1) têm risco aumentado para desenvolvimento de câncer de mama em idade mais precoce. NEM-1 é uma doença tumoral, de ocorrência familiar ou esporádica, complexa e multissistêmica, caracterizada pela perda do gene supressor tumoral MEN1, envolvido no controle da sinalização celular e expressão gênica. A perda do gene aumenta substancialmente o risco de tumores, já que sua inativação pode conduzir à instabilidade genômica e, consequentemente, favorecer mutações adicionais em outros genes que estão envolvidos com o processo de multiplicação e diferenciação celular. O objetivo é determinar o perfil genético em pacientes portadoras de NEM-1 para o câncer de mama. Uma vez descobertos os genes responsáveis, pode ser possível traçar condutas terapêuticas precoces e individualizadas. Metodologia: Amostra do estudo será de conveniência, composta por mulheres a partir de 25 anos com diagnóstico clínico de NEM-1 já em seguimento pela equipe de pesquisadores. Após diagnóstico clinico (THAKKER RV, et. al.,2012), serão submetidas a questionário clinico epidemiológico para câncer de mama, rastreio com exame clinico, mamografia e ultrassonografia e realização do perfil genético por sequenciamento de Sanger para NEM-1 e genes envolvidos no câncer de mama BRCA1,BRCA2, BARD1, PALB2, ATM, CHEK2,RAD5,TP53 conforme diretriz do NCCN
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Ana Ruth Moresco Miranda

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • da natureza dos erros (orto)gráficos: um estudo experimental e repercussões para o ensino
  • A proposta tem como tema a natureza dos erros ortográficos produzidos por alunos do ensino fundamental a partir da análise de dados extraídos de instrumentos construídos para a pesquisa. Miranda (2020) sustenta que os erros de escrita resultam da ancoragem da criança em diferentes tipos de conhecimento: fonológico, ortográfico e fonográfico. Pretende-se com esta pesquisa dar início a uma nova etapa nas investigações do GEALE: coleta, descrição e análise de dados controlados, os quais possibilitarão não somente aprofundamento da discussão sobre a natureza dos erros, a partir da testagem das hipóteses da pesquisa pelo desenho metodológico experimental, mas também subsídios para a proposição de atividades de ensino da ortografia (ensino presencial e remoto). Serão criados três grupos de instrumentos para coleta de dados específicos para a análise de fenômenos já observados nos estudos anteriores com o intuito de validar as categorias propostas referentes à natureza dos erros. As tarefas referentes à categoria fonográfica incluem avaliações sobre a memória de trabalho, o conhecimento das letras e capacidades de realizar atividades que envolvem aspectos segmentais e silábicos. Quanto à categoria fonológica, serão desenvolvidos dois grupos de instrumentos, o primeiro para produção escrita de segmentos, com foco nas vogais, nas consoantes e nas semivogais; e o segundo para a produção de grafias que envolvam sílabas complexas com ataque ramificado e com rima ramificada. Os instrumentos para análise da categoria ortográfica propiciarão escritas reguladas por regras contextuais e arbitrárias do sistema ortográfico. Após a confecção dos instrumentos, será feita a aplicação a turmas de 1º ao 5º ano de escolas públicas, totalizando 500 sujeitos. Os dados após tratados serão analisados e serão estabelecidas implicações, em dimensões teóricas e aplicadas, relativamente aos estudos linguísticos e à prática educacional.
  • Universidade Federal de Pelotas - RS - Brasil
  • 21/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Ana Tereza Ribeiro de Vasconcelos

Ciências Biológicas

Genética
  • rede de vigilância genômica para sars-cov-2 no brasil, rússia, índia, china e áfrica do sul (ngs-brics)
  • A Rede de Vigilância Genômica para SARS-CoV-2 no Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul (NGS-BRICS) formará um consórcio que pretende acelerar a transformação de dados genômicos em pesquisas e intervenções clínicas e de saúde pública. Através do sequenciamento genômico total (WGS), análises de bioinformática, métodos matemáticos e epidemiológicos, será possível fazer o rastreamento do vírus até a identificação de clusters de transmissão. A equipe brasileira é composta por cinco Instituições (LNCC, UFRJ, UFMG, UNESP e FEEVALE) que participam da Rede CoronaÔmica-BR, apoiada pelo MCTI, e que já atuam de forma colaborativa na pandemia da COVID-19. Os cinco principais grupos de vigilância genômica e de big data dos países do BRICS são os parceiros dessa proposta, tendo gerado, analisado, processado e publicado seus resultados. Os grupos possuem também sinergia prévia com algumas das equipes brasileiras. A NGS-BRICS realizará o sequenciamento de aproximadamente 1.000 amostras positivas para COVID-19 identificadas em cada país do BRICS. Esses dados serão agregados aos dados já gerados em cada país o que permitirá expandir as análises para melhor entender como o SARS-CoV-2 está se espalhando e evoluindo no tempo. O consórcio pretende desenvolver ferramentas de bioinformática e métodos matemáticos comuns, monitorar o diagnóstico e ampliar a capacitação de pesquisadores locais de forma a proporcionar respostas de saúde pública local aos surtos de COVID-19. O consórcio irá investigar a introdução da infecção e a dinâmica da transmissão, para estabelecer redes de rastreamento de contato e avaliar o impacto de decisões de controle de surto. Além disso, propõe fornecer uma plataforma de alta precisão para detecção, vigilância e análise de SARS-CoV-2, que pode servir como um futuro modelo para outros patógenos. A equipe pretende ainda realizar análise de variantes das diferentes linhagens de SARS-CoV-2 presentes nos países do BRICS para entender o impacto funcional de mutações e avaliar a sensibilidade em diferentes testes de amplificação de ácido nucleico (NAATs) usados ​​para fins de diagnóstico, além de desenvolver modelos estocásticos do surto COVID-19 no estágio inicial para prever a tendência de futuros surtos. Sem dúvida o uso direcionado e racional do sequenciamento do genoma será um recurso importante para tentar prevenir ou reduzir o impacto de uma segunda onda de infecções. Ao realizar uma detecção mais abrangente e precisa das linhagens de SARS-CoV-2 a partir de amostras clínicas e de vigilância, utilizando tecnologias genômicas e ferramentas epidemiológicas e bioinformáticas, a NGS-BRICS poderá: 1) expandir o conhecimento sobre vírus e infecções virais em nível molecular e clínico, 2) permitir a caracterização mais rápida de linhagens emergentes e auxiliar na vigilância desses vírus e 3) acelerar o desenvolvimento de tecnologia de sequenciamento de próxima geração para uso futuro em ensaios de diagnóstico e rastreamento da dinâmica de transmissão de SARS-CoV-2 e outros vírus.
  • Laboratório Nacional de Computação Científica - RJ - Brasil
  • 22/01/2021-31/01/2023
Foto de perfil

Ana Valéria Machado Mendonça

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • comunicação promotora de saúde: estratégias de enfrentamento de epidemias de ists, hiv/aids e hepatites virais em população jovem.
  • Este projeto de pesquisa destina-se a analisar elementos do cenário de prevenção das Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST), do HIV/aids e das hepatites virais, dirigidos a população jovem, com recorte nos últimos dez anos (2010-2019). Trata-se de uma pesquisa de métodos mistos, com abordagem convergente paralela, em que as investigações qualitativa e quantitativa serão realizadas simultaneamente. A coleta de dados quantitativos será realizada por meio de análise dos dados disponibilizados no Sistema de Notificação e Agravos – SINAN. A coleta de dados qualitativa dar-se-á por meio de oficinas de abordagem, sendo três por região do país. Os municípios em que será desenvolvida a pesquisa de campo englobam Brasília (DF), Paraíba(JP), Manaus (AM), São Paulo (SP) e Porto Alegre(RS). Como resultados esperados, objetiva-se elaborar estratégias e informação, educação e comunicação em saúde voltadas à promoção da saúde e tradução do conhecimento acerca das temáticas de HIV/aids, IST’s e hepatites virais com vistas à promoção da saúde de jovens e adultos.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 02/01/2020-31/01/2023
Foto de perfil

Analía Del Valle Garnero

Ciências Biológicas

Genética
  • citogenômica de aves: caracterização da variabilidade genética em espécies dos biomas pampa e mata atlântica
  • As aves exibem uma vasta diversidade de espécies e uma gama de características genéticas e citogenéticas que por anos têm intrigado os pesquisadores. O cariótipo das aves possui um número diplóide elevado, variando de 40 a até mais de 100 cromossomos, dividido em dois grupos: macro e microcromossomos. Nos últimos anos, nossos estudos usando pintura cromossômica com sondas dos macrocromossomos de Gallus gallus, têm nos permitido identificar processos envolvidos na evolução cariotípica e na diversificação de várias espécies de aves. Assim sendo, este projeto tem como objetivo promover o conhecimento da diversidade e evolução das aves em uma abordagem citogenômica, utilizando espécies presentes no estado do Rio Grande do Sul, Brasil, região com predominância dos Biomas Pampa e Mata Atlântica. Serão estudadas espécies de grupos estrategicamente selecionadas como os Passeriformes, Piciformes, Charadriiformes, Caprimulgiformes e Gruiformes. Acredita-se que quanto mais próximas as espécies, mais rearranjos elas compartilham, fornecendo assim importantes dados filogenéticos para o grupo. Através das técnicas de citogenética clássica e molecular serão analisados os cariótipos de cada espécie coletada. Por hibridização in situ fluorescente (FISH), serão realizadas análises comparativas com sondas das espécies Gallus gallus (GGA 9-10), Leucopternis albicollis (LAL 1-19) e Zenaida auriculata (ZAU 1 - 8 e Z). Os mapas de homologias das espécies serão criados e com comparações com o cariótipo ancestral das aves será possível inferir putativos rearranjos cromossômicos envolvidos na estruturação do cariótipo das aves. Pretende-se, portanto, contribuir para uma melhor compreensão da relação evolutiva entre as espécies, preenchendo esta lacuna neste campo de estudo. A implementação desta proposta poderá também proporcionar oportunidade de consolidação profissional aos membros do grupo de investigação e de formação qualificada para alunos de iniciação científica, mestrado e doutorado.
  • Universidade Federal do Pampa - RS - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Anamaria Mello Miranda Paniago

Ciências da Saúde

Medicina
  • epidemiologia clínica e molecular de infecções fúngicas endêmicas, invasivas e emergentes em região de tríplice fronteira brasil - paraguai - bolívia
  • Infecções fúngicas constituem grave problema de Saúde em todo mundo. Em nosso Estado, que faz fronteira com Bolívia e Paraguai, ressaltamos a paracoccidioidomicose (PCM), aspergilose pulmonar crônica (APC) e emergência de esporotricose. Nas últimas décadas, com o advento da aids, do avanço da terapia imunossupressora e ampliação dos recursos de terapia intensiva, as infecções fúngicas oportunísticas e nosocomiais aumentaram a carga das doenças fúngicas. Mais recentemente têm sido relatadas infecções fúngicas invasivas (IFIs), como candidemia, aspergilose e mucormicose, em pacientes com COVID-19. O principal desafio para o controle das infecções fúngicas é a baixa suspeição clínica e falta de exames diagnósticos acurados, o que retarda o tratamento e aumenta a morbiletalidade. O objetivo desta proposta é avaliar a epidemiologia clínica e molecular de infecções fúngicas, bem como resistência a antifúngicos, em cidades da região de tríplice fronteira, Brasil - Paraguai - Bolívia. Infecções fúngicas serão sistematicamente investigadas nas seguintes populações: 1) pacientes com tuberculose pulmonar, que serão investigados quanto à presença de APC; 2) pacientes com HIV, nos quais serão investigados criptococose, histoplasmose, pneumocistose, APC e PCM; 3) pacientes com COVID-19; 4) pacientes internados em UTI (3 e 4 serão investigados para IFIs); 5) casos suspeitos de PCM, e, 6) casos suspeitos de esporotricose. O estudo será realizado em diferentes hospitais de três cidades: Campo Grande, Ponta Porã e Corumbá. Haverá um protocolo de investigação para cada população. Os casos diagnosticados serão acompanhados para avaliação de desfechos. Os fungos isolados serão submetidos à identificação, suscetibilidade antifúngica e sequenciamento genético, para obtenção de um panorama da distribuição de espécies, da prevalência de resistência antifúngica e epidemiologia molecular. A proposta visa a melhorar o manejo clínico e o prognóstico de doentes acometidos por essas infecções.
  • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 21/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Anand Subramanian

Engenharias

Engenharia de Produção
  • algoritmos eficientes para problemas de otimização em logística
  • O presente projeto trata do desenvolvimento de algoritmos eficientes para resolver problemas de otimização de natureza logística. Muitos desses problemas são NP-Difíceis e, portanto, não podem ser resolvidos em tempo polinomial. Contudo, ainda há necessidade de resolvê-los, sendo duas as abordagens mais comumente utilizadas: (i) as heurísticas encontram soluções em tempos computacionais aceitáveis, mas sem garantir otimalidade; e (ii) os métodos exatos garantem a otimalidade ao custo computacional exponencial no pior caso. Apesar de suas limitações, estas últimas podem funcionar bem para problemas de pequeno e médio porte e também servem para avaliar abordagens heurísticas. O projeto visa desenvolver modelos e algoritmos que tragam avanços ao estado-da-arte na resolução de Problemas de Otimização Combinatória (POC) no contexto logístico que envolvem a tomada de decisões para melhor utilização de recursos, garantia de satisfação de clientes e aumento de competitividade. Especificamente, serão tratados problemas de logística externa, como Roteamento de Veículos, e de logística interna, como Dimensionamento de Lotes e Escalonamento de Tarefas. Assim sendo, pretende-se investigar como resolver eficientemente determinados POCs de natureza logística sob os pontos de vista de qualidade de solução e de tempo computacional. Apesar dos recentes avanços científicos na resolução de tais problemas serem expressivos, ainda há lacunas metodológicas a serem exploradas que podem contribuir para o êxito das abordagens de otimização a serem propostas durante a execução do projeto. As técnicas exatas que serão investigadas incluem principalmente algoritmos baseados em Programação Inteira. Já as abordagens baseadas em (meta-)heurísticas também serão desenvolvidas de modo a produzir soluções de qualidade em tempo computacional reduzido.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 09/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Ananias Francisco Dias Júnior

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • adição de carvão vegetal nanoestruturado como agente de reforço em matrizes de biocompósitos poliméricos
  • Existe uma tendência do aumento da utilização de materiais que, além de baixo custo, possam ser ambientalmente corretos. Compósitos poliméricos reforçados por partículas e/ou fibras de origem vegetal estão sendo amplamente demandados e empregados. Dentre estes encontra-se os finos de carvão vegetal, um subproduto da fabricação de carvão vegetal, e que na maioria das vezes, é considerado resíduos dessa grande indústria. Diante disso, a proposta aqui apresentada abordará em uma nova concepção, o estudo das interrelações entre o processo de carbonização e a adição do carvão vegetal como um nanocomposto para o incremento das propriedades de biocompósitos visando múltiplas aplicações. Os biocompósitos a serem investigados neste trabalho combinarão as propriedades de resinas poliméricas termofixas, com o reforço das partículas de carvão vegetal. As propriedades estudadas serão avaliadas através dos ensaios de tração, flexão, tenacidade ao impacto, porosidade por injeção de mercúrio, ensaios térmicos (TG e DSC), e, para analise morfológica serão utilizadas técnicas de microscopia ótica. A avaliação da estrutura química será avaliada com auxílio do espectrofotômetro por transformada de Fourier (FTIR). Supondo que a adição de finos de carvão pode aumentar a resistência a fotodegradação do biocompósitos, desta forma, o efeito da degradação por radiação ultravioleta será avaliado utilizando uma câmara de degradação acelerada, e seus efeitos analisados por FTIR. Os resultados que serão obtidos serão uma das mais importantes e pioneiras ações conjugadas para o estudo da reutilização de finos de carvão vegetal associados à biocompósitos e a minimização de impactos ambientais dentro de um conceito de sustentabilidade. Este projeto atende as linhas temáticas prioritárias estabelecidas pelo MCTI e visa congratular a competência do proponente com a bolsa PQ/CNPq visando a continuidade do seu crescimento e da geração de ciência em alto nível.
  • Universidade Federal do Espírito Santo - ES - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Anderson Ferreira da Cunha

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • leveduras floculantes condicionais produzidos por crispr-cas9 para produção de cervejas
  • A indústria cervejeira vem crescendo nos últimos anos e se tornando um importante setor para a economia do país. Para viabilizar ainda mais essa produção, é necessário a implementação de tecnologias para melhorar a eficiência e reduzir custos. Durante a produção de cervejas, o processo de atenuação (floculação das leveduras ao final da fermentação) é de crucial importância. Tempos longos de atenuação resultam na produção de uma cerveja com qualidade e aromas indesejados, além de inviabilizar um novo lote de produção. Por isso, a capacidade de atenuação é uma importante característica na escolha de novas leveduras para a indústria cervejeira, pois mesmo possuindo alta capacidade fermentativa ou produção de aromas desejáveis ao processo, algumas não podem ser utilizadas por não possuírem uma floculação adequada. Este projeto visa a modificação genética de leveduras utilizando a tecnologia CRISPR-Cas9 para controlar a sedimentação de leveduras de acordo com os níveis de açucares ao longo do processo fermentativo. Para tanto, a transcrição do gene FLO5, cuja proteína é responsável por uma floculação intensa em leveduras, será regulada utilizando o promotor do gene ADH2, que só é ativado na ausência de açucares e com isso produzir microrganismos floculantes condicionais que sedimentarão naturalmente e rapidamente ao final do processo. Esta modificação poderá ser implementada em qualquer levedura e aplicada tanto no processo de produção de cerveja, quanto em qualquer outro processo fermentativo que a utiliza como microrganismo fermentador. Obtendo sucesso, novas leveduras poderão ser implementadas para a produção de cervejas contribuindo com o desenvolvimento de cervejas com novos aromas e sabores. Adicionalmente, uma vez que o processo de atenuação ocorrerá de forma regulada, a separação de leveduras ocorrerá rapidamente, reduzindo o tempo de decantação e consequentemente o tempo de produção.
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Anderson Rodrigues Lima Caires

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • tecnologias ópticas e fotônicas associadas à inteligência artificial para soluções ambientais, energéticas e ao agronegócio
  • O Laboratório de Óptica e Fotônica (LOFt) da UFMS é um laboratório associado ao “Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia (INCT) de Óptica Básica e Aplicada às Ciências da Vida” e se consolidou na última década como um laboratório de pesquisa e inovação na Região Centro-Oeste que desenvolve materiais e métodos inovadores para aplicações fotônicas em diferentes áreas de atuações, com parcerias com instituições nacionais e internacionais de pesquisa, bem como com instituições do setor produtivo e governamentais. O LOFt tem desenvolvido diversos estudos abrangendo ciência básica e aplicada, promovendo a formação de recursos humanos qualificados para atender a comunidade acadêmica e o setor produtivo da região. Dentre os estudos desenvolvidos destacam-se os trabalhos envolvendo biofotônica com aplicações em saúde e meio ambiente, óptica analítica e inteligência artificial na área de saúde animal, agricultura e biocombustíveis, e fotônica aplicada a processos de fotoconversão de energia. Nesta proposta, objetiva-se inserir a Região Centro-Oeste no Sistema Nacional de Laboratórios de Fotônica (Sisfóton-MCTI), fundamentada no “know-how” instalado no LOFt e as potenciais demandas regionais em tecnológicas fotônicas, de forma a contribuir para alavancar a industrialização e o desenvolvimento de processos inovadores nas áreas de agricultura e pecuária de precisão por meio do uso das técnicas de biofotônica associada a inteligência artificial. Ademais, associada a esse processo de inovação, objetiva-se desenvolver novas tecnológicas que sejam compatíveis com um desenvolvimento ambientalmente sustentável, pactuando o compromisso do desenvolvimento de novas tecnologias fotônicas que sejam ambientalmente amigáveis.
  • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 16/07/2021-31/07/2024
Foto de perfil

Anderson Roges Teixeira Góes

Ciências Humanas

Educação
  • tecnologias assistivas educacionais na perspectiva do desenho universal e na abordagem do desenho universal para aprendizagem
  • A Educação Inclusiva proporciona desafio, tanto para aquele que ensina, quanto para aquele que aprende, visto que existem barreiras físicas e atitudinais ocasionadas, em sua maioria, pela carência de tecnologias que contemplem a diversidade dos estudantes no ambiente natural da sala de aula. Na tentativa de reverter tal fato, são desenvolvidas Tecnologias Assistivas (TA), também denominada de ajuda técnica na lei 13.146/2015 (Estatuto da Pessoa com Deficiência), que consistem em artefatos, metodologias, serviços, entre outros, promovendo a autonomia, qualidade de vida, independência e inclusão social das pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida, permanente ou temporária. Apesar das TA cumprirem seu papel ao serem utilizadas pelo usuário alvo, no ambiente escolar é possível verificar que nem sempre proporcionam a socialização com os demais estudantes ou são desenvolvidas e utilizadas em metodologias que consideram a utopia do “ser humano ideal”. Diante deste contexto, o presente projeto de pesquisa tem como objetivo analisar o processo que envolve o desenvolvimento, a fabricação e a avaliação do uso de tecnologias assistivas educacionais, sob a perspectiva do Desenho Universal e na abordagem do Desenho Universal para Aprendizagem, no ambiente natural da sala de aula. Na busca por proporcionar a Educação Inclusiva, tais tecnologias serão validadas em metodologias com abordagem do Desenho Universal para Aprendizagem. A pesquisa possui abordagem qualitativa, do tipo estudo de caso, apoiada no conceito de Design Science. As etapas a serem realizadas são: Identificação de demandas de TA; Verificação se já existe TA; Fabricação de TA; Validação das TA; Elaboração de práticas docentes com uso das TA; Aplicação, análise e validação das práticas docentes com uso das TA; e Socialização das TA desenvolvidas. Assim, espera-se proporcionar oportunidades flexíveis de uso e de aprendizagem para todos os estudantes, bem como, de ensino por professores da Educação Básica.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 03/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Anderson Stevens Leonidas Gomes

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • instituto nacional de ciência e tecnologia de fotônica - info
  • A Fotônica, que trata das propriedades e aplicações de fótons, é uma área que se desenvolveu nas últimas décadas do Séc. XX, após a invenção do laser em 1960. A Fotônica está associada à Óptica Não Linear (ONL), que identifica e estuda fenômenos resultantes da interação da radiação com a matéria no regime de altas intensidades ópticas, e forma a base científica e tecnológica de várias subáreas como a biofotônica, a nanofotônica, e a neurofotônica. A Fotônica tem um importante impacto tecnológico e econômico global nas áreas de comunicações ópticas, tecnologias médicas (desde diagnóstico por imagens até tratamentos com lasers) e displays. O impacto econômico do mercado mundial de fotônica em 2011 foi de 350 bilhões de Euros, e é previsto crescer para 615 bilhões de Euros em 2020 (http://www.photonics21.org/download/Photonics_industry_report_2013/photonics_industry_report_2013.pdf). Criado em 2008, a partir da primeira edição dos programas de INCTs, o Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Fotônica – INFO, vem atuando até 2014 no estudo de materiais fotônicos, dispositivos fotônicos, biofotônica, spintrônica e magneto-óptica. No período 2008-2013, foram formados no âmbito do INFO, 102 doutores e 52 mestres, que juntamente com os 33 pesquisadores principais do INFO-2008, além de pós-docs e estudantes de iniciação científica, foram responsáveis pela publicação de 495 artigos em revistas de circulação internacional, 44 capítulos de livros, 03 livros didáticos, apresentação de 754 trabalhos em conferência nacionais e internacionais. Do ponto de vista de inovação, foram solicitadas 14 patentes e elaborados 15 novos produtos tecnológicos e 4 softwares. Uma das áreas importantes, a disseminação científica, contou com 8 programas de rádio e TV, publicação de 16 textos em jornais e revistas e preparação de dois conjuntos de materiais didáticos. A partir de uma avaliação interna e uma visão para novos problemas, o INFO apresenta neste projeto um novo programa científico, no qual mantém a fotônica como principal área, e abordará problemas e desafios nos seguintes temas (a) Fotônica Não Linear, Dispositivos e Aplicações; (b) Biofotônica e (c) Optomicrofluídica. Neste três temas destacam-se os seguintes problemas globais e estratégicos para o País que serão pesquisados usando a fotônica com aplicações nas áreas de nanotecnologia e saúde: (a) fabricação, caracterização e aplicações de materiais fotônicos nanoestruturados; (b) estudos de efeitos não lineares transversais; (c) novos tipos de lasers (lasers aleatórios); (d) geração e aplicação de radiação no ultravioleta extremo usando altos harmônicos; (e) inovações em células fotovoltaicas; (f) novos materiais orgânicos para LEDs; (g) desenvolvimento e aplicações de técnicas de imagens (OCT, fotoacústica, luz polarizada) para diagnóstico na cavidade bucal (tecidos moles e tecidos duros); (h) desenvolvimento e aplicações de nanobiossensores; (i) estudos em terapia fotodinâmica com materiais nanoestruturados; (j) novas aplicações de pinças ópticas, (k) desenvolvimento de métodos diagnósticos tumorais por imagem espectral e um conjunto de atividades na área de optomicrofluídica, desde a determinação de limiares de ablação de materiais de interesse, produção e integração de componentes óticos e dispositivos microfluídicos até a simulação de fluxo microvascular. O programa de pesquisa do INFO nestes temas irá continuar contribuindo para o avanço do desenvolvimento científico e formação de RH altamente qualificados, cujos resultados são e pretendem continuar sendo reconhecidos na comunidade internacional. Este programa está em alinhamento com o avanço global das pesquisas nas áreas propostas, e certamente proporcionará, de forma inequívoca, uma maior inserção do INFO no cenário internacional, abrindo portas para que os estudantes formados através do Instituto possam interagir com pesquisadores em outros grandes centros de pesquisa no mundo, além de estarem preparados para assumir posições em instituições brasileiras. A formação destes estudantes trará, com certeza, importante retorno ao País em áreas estratégicas e portadoras de futuro para seu desenvolvimento. O grupo proponente do INFO nesta nova proposta é constituído de três subgrupos: um subgrupo de instituições consolidadas com 26 pesquisadores, um subgrupo de instituições emergentes com 15 pesquisadores e um subgrupo de instituições com grupos associados com 22 pesquisadores. O comitê gestor do INFO é formado por pesquisadores permanentes de instituições com importantes contribuições para a pesquisa científica e formação de estudantes no País, sendo coordenado por um pesquisador sênior do Departamento de Física da Universidade Federal de Pernambuco, pesquisador IA do CNPq com larga experiência científica na formação de estudantes de mestrado e doutorado, publicações relevantes na área e com impacto internacional (índice H - 26), e com experiência em gestão de projetos (foi responsável pela captação de cerca de R$ 12 milhões de reais em projetos individuais e em rede nos últimos 14 anos, incluindo projetos com a iniciativa privada – Ericsson do Brasil), gestão acadêmico-científica (foi Coordenador da área de Física e Astronomia da CAPES) e gestão pública (foi secretário de estado de Ciência e Tecnologia e também de Educação no estado de Pernambuco). Nesta nova etapa, o INFO pretende ampliar seus indicadores científicos e tecnológicos, continuar a ênfase na formação de recursos humanos altamente qualificados no uso da fotônica e suas aplicações, gerar novos resultados científicos e tecnológicos nas áreas propostas para atuação (em conjunto com empresas indicadas), estimular entre seus participantes a inovação através da exploração dos resultados tecnológicos de forma empreendedora e contribuir fortemente na área de educação e difusão científica, aumentar o letramento científico da sociedade e a formação inicial e continuada de licenciandos e professores de física.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 28/11/2016-30/11/2024
Foto de perfil

Anderson Stevens Leonidas Gomes

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • rede de laboratórios de fotônica da ufpe – fotonnetufpe
  • As principais linhas de pesquisa do FotonNetUFPE são nas áreas de Óptica Não Linear, Fotônica Não Linear, Dispositivos Fotônicos, Técnicas de Diagnóstico por Imagem, Sensores ópticos e sistemas de redes e comunicações ópticas. Os laboratórios integrantes (e seus pesquisadores) atuam também em materiais avançados para fotônica, nanofotônica e plasmônica, óptica quântica e espectroscopia atômica e não linear. Os temas acima indicados formam uma base na interface entre a ciência e a tecnologia para aplicações multidisciplinares que vão da indústria automobilística até as áreas de saúde. Exemplos da relevância das linhas de pesquisa podem ser contemplados através de dispositivos tecnológicos amplamente utilizados pela sociedade, como os lasers, lâmpadas LEDs, fibras ópticas, câmeras CCD, etc. Diversos tipos de sensores ópticos, inclusive miniaturizados e usados em aparelhos celulares, usam algumas das tecnologias e conhecimentos indicados acima. O uso de fibras e dispositivos ópticos em sistemas de comunicações ópticos são essenciais e conhecidos da sociedade. O Brasil não dispõe de grande número de indústrias ou empresas de alta tecnologia que atuem diretamente nos temas acima. As poucas que existem, boa parte multinacionais, usam os laboratórios de pesquisa de seus países de origem. Algumas empresas de pequeno e médio porte, particularmente no sudeste do País, atuam nos temas acima. O impacto econômico destas linhas de pesquisa para o País poderia ser enorme, como ocorre em outros países, mas devido à falta ou pequena quantidade destas empresas atualmente o impacto é pequeno. A existência do SISFOTON e seus laboratórios associados pode contribuir para alertar a indústria brasileira do potencial existente no País. O impacto social associado às linhas de pesquisa explicitadas acima pode ser enorme, com especial atenção no momento para a área de saúde, indo desde sensores ópticos até sistemas de telemedicina com base em comunicações ópticas. O FotonNetUFPE é formado por uma rede de laboratórios multiusuários dos Departamentos de Física, de Química Fundamental e de Engenharia Eletrônica e Sistemas da UFPE, com suporte indireto de laboratórios de pesquisa em óptica e fotônica dos mesmos departamentos. No Departamento de Física, os laboratórios indicados abaixo farão parte da rede: Nanofemtolab - Laboratório Multiusuário para aplicações de lasers de femtosegundos de alta potência Biofotônica - Laboratório multiusuário com facilidades para diagnóstico por imagens aplicadas a materiais biológicos e não biológicos, além de estudos pré-clínicos e clínicos. Oficina de Óptica - Oficina de apoio com facilidades na área de corte e polimento de cristais e vidros especiais. Caracterização óptica por luminescência. Medidas de índice de refração. Fornos para preparação de vidros fotônicos. Laboratório multiusuário FIB (Focusing Ion Beam) - MEV, AFM, RX - Laboratórios multiusuários com capacidade de caracterização por microscopia eletrônica, microscopia de força atômica e raios-X. Os laboratórios Nanofemtolab e Biofotônica estão localizados em ala destinada à interação com empresas, construída com apoio da FINEP (CT-INFRA). No Departamento de Química Fundamental, onde o Laboratório de Polímeros está localizado, contamos com a infra-estrutura de apoio à pesquisa da Central Analítica, que, entre outros equipamentos, possui dois espectrômetros de RMN, difratômetro de raios-X, espectrômetros diversos (FT-IR, UV-Vis, massas). A Central Analítica tem há vários anos prestado serviços para o público externo, incluindo diversas empresas. O Laboratório de Polímeros desenvolve ainda pesquisas em colaboração com diversos grupos, como o grupo de Terras Raras (BSTR), que aloca a Central Multiusuário de Espectroscopia do Nordeste (CEMENE) que é uma central de análises espectroscópicas compostas por equipamentos voltados para a caracterização de sistemas complexos no estado sólido e líquido, e o grupo de Química do Estado Sólido (LQES), que gerencia o sistema de ablação laser e AFM do DQF. Atualmente, a estrutura do CEMENE, que inclui diversos equipamentos de medidas espectroscópicas e de caracterização de materiais, apoia trabalhos de grupos de pesquisa de diversas universidades, principalmente em Pernambuco, Sergipe e Paraíba. Tanto CEMENE como o BSTR mantêm colaborações com pesquisadores em outros estados do Brasil e parcerias internacionais. O Programa de Pós-graduação em Ciência de Materiais tem diversos equipamentos voltados para a síntese e caracterização de materiais. Na linha de preparação de materiais, destacam-se uma prensa térmica - para a preparação de materiais sob pressão/atmosfera/temperatura controlada - e um reômetro de torque - para a preparação e estudo de amostras poliméricas. O laboratório de microscopia conta atualmente com um microscópio eletrônico de varredura (FEG) TESCAN, com capacidade para STEM e modo ambiental, e detector de EDS para análise elementar semi-quantitativa. No Departamento de Engenharia Eletrônica e Sistemas os seguintes laboratórios fazem parte do Grupo de Fotônica, grupo de pesquisa que foi instituído em 1997 e tem atuado em ensino (graduação e pós-graduação), pesquisa e inovação na área de fotônica: Laboratório de Redes Ópticas - laboratório dedicado à pesquisa e inovação em temas e tecnologias para sistemas de comunicações ópticas e redes de comunicação por fibra óptica. Laboratório de Sensores e Instrumentação - laboratório de pesquisa e inovação em dispositivos e sistemas sensores ópticos, envolvendo fibras especiais, plasmônica, fibras poliméricas (POFs) e outros. Laboratório de Óptica Biomédica e Imagens - laboratório para a pesquisa em biofotônica, técnicas avançadas de microscopia, OCT e tratamento de imagens, sensores biofotônicos.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 17/07/2021-31/07/2024
Foto de perfil

Andersson Barison

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • desenvolvimento e implementação da espectroscopia de ressonância magnética aliada a métodos de inteligência artificial no diagnóstico e prognóstico de tuberculose no sistema público de saúde
  • A realização de exames clínicos é um dos principais âmbitos da Atenção Primária à Saúde. O sucesso na abordagem terapêutica e prevenção de doenças está diretamente associado ao diagnóstico precoce, que permite maiores possibilidades de tratamento, redução de custos, além de prevenir a evolução de patologias que podem levar o paciente a óbito. A principal forma de contornar essa problemática é conhecer, de forma mais abrangente possível, o perfil metabólico do paciente, uma vez que o surgimento e a evolução de patologias causam alterações em diversos metabólitos, podendo ser utilizados como biomarcadores de doenças. Assim, o desenvolvimento de tecnologias minimamente invasivas e capazes de fornecer informações abrangentes sobre o real estado de saúde do paciente são essenciais para garantir a promoção à saúde. Neste contexto, a Espectroscopia de Ressonância Magnética (ERM) tem se mostrado uma grande aliada na prevenção, monitoramento e diagnóstico de doenças, visto que fornece informações precisas, diretamente de amostras de biofluídos corporais. Por exemplo, em um único espectro de RM de uma amostra de urina de recém-nascido é possível identificar e quantificar até 250 metabólitos, sendo 100 deles já reconhecidos como biomarcadores de patologias. Assim, esta proposta visa desenvolver e implementar no Brasil a plataforma tecnológica de ERM no diagnóstico e prognóstico de tuberculose, através da análise direta de amostras sanguíneas, utilizando espectrômetros de imãs permanente, baixo custo e de fácil implementação em ambientes hospitalares. Com isso, será possível realizar o diagnóstico e prognóstico, não somente de tuberculose, mas de várias doenças, de forma simples, rápida e precisa, e assim, possibilitar o correto tratamento, melhor qualidade de vida e redução de custos de tratamentos futuros. Adicionalmente, visa-se desenvolver algoritmos de inteligência artificial que permitam explorar de forma mais efetiva os espectros de RM e, com isso, encontrar novas correlações entre o perfil metabólico e condições de saúde, ampliando assim a capacidade prognóstica da ERM. Além disso, o desenvolvimento desta proposta fornecerá subsídios para sua possível implementação no Sistema Único de Saúde, e com isso, o monitoramento completo de uma ampla parcela da população, possibilitando estratégias de prevenção de doenças.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 01/02/2020-31/01/2023
Foto de perfil

André Alexandre Guimarães Couto

Ciências Humanas

Filosofia
  • expotec rio'2021: exposição da produção em ciência e tecnologia de alunos de cursos de educação profissional do rio de janeiro
  • A EXPOTEC RIO'2021 - a Exposição da Produção em Ciência e Tecnologia de Alunos de Cursos de Educação Profissional de Nível Médio, é um evento realizado desde 1998, e a partir de 2004, como evento integrante da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT). É um evento aberto, gratuito para apresentadores de trabalhos e para o público visitante. Conta com a participação de estudantes do ensino médio, de cursos regulares deste nível de ensino e/ou de cursos de educação professional de nível médio. O evento, organizado e realizado pelo CEFET/RJ, apresenta a cada ano uma média de 200 projetos, sejam dos alunos da própria instituição organizadora, sejam de outras instituições e redes de ensino (pública estadual, pública federal e privada). Com a rede pública municipal da cidade do Rio de Janeiro, temos a parceria para a promoção da visitação guiada voltada para estudantes do ensino fundamental, com o objetivo de divulgar o conhecimento em Ciência e Tecnologia para um público ainda mais jovem e em formação educacional. Paralelo a este evento, o CEFET/RJ promove o Ciclo Multidisciplinar de atividades acadêmicas como palestras, comunicações livres, seminários, minicursos, mostra de pôsteres e realização de atividades artístico-culturais. O Ciclo, assim como a própria EXPOTEC Rio'2021, é totalmente aberta ao público em geral, seja ele apresentador de trabalhos (estudantes e seus respectivos professores orientadores), seja ele visitante ao evento.
  • Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca - RJ - Brasil
  • 30/12/2020-31/12/2022
Foto de perfil

André Bernardo

Engenharias

Engenharia Química
  • cristalização de moléculas complexas por adição de antissolvente e resfriamento
  • A Cristalização é a operação predominante na formação de partículas sólidas nas indústrias química e farmacêutica. Estima-se que 70% de todo material sólido – e 90% dos princípios ativos farmacêuticos – seja produzido por cristalização. Especificamente nas indústrias de química fina e farmacêutica, emprega-se extensivamente a cristalização por adição de antissolvente, pois é comum que o soluto seja muito solúvel no solvente original ou instável em temperaturas mais altas. Entretanto, os modelos cinéticos da cristalização por adição de antissolvente ainda estão sendo contruídos. Desejam-se parâmetros cinéticos que incluam os efeitos da composição do solvente e permitam a simulação de amplas faixas de operação dos cristalizadores, e modelos de equilíbrio que levem em conta as mudanças estruturais causadas pela composição do solvente, como polimorfismo e solvatomorfismo. Nesse contexto, são propostas deste projeto experimentos para: obtenção de correlações para determinação da composição da solução por medidas simultâneas de índice de refração, condutividade e temperatura; determinação de solubilidade pelo método isotérmico e de caracterização estrutural do sólido em equilíbrio com a solução por difração de raios-X e microscopia óptica; estimação dos parâmetros cinéticos de cristalização pelo monitoramento in-situ e simultâneo das fases líquida e sólida; determinação do equilíbrio líquido-vapor dos sistemas soluto-solvente-antissolvente para permitir a reciclagem dos líquidos e a viabilização econômica dos processos. Serão utilizados como solutos-modelo neste trabalho: ibuprofeno, lactose e lisina; e etanol, propileno glicol e água como solventes ou antissolventes. Os solutos escolhidos são princípio ativo farmacêutico, excipiente ou ingredientes da indústria alimentícia (um açúcar e um aminoácido essencial). Os solventes ou antissolventes são todos líquidos aceitos como ingredientes alimentícios.
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 18/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

André Capaldo Amaral

Outra

Multidisciplinar
  • feira de ciências: projeto ciência na escola
  • O presente projeto se destina a realizar a 2a edição da feira de ciências denominada “Ciência na Escola”. A proposta se fundamenta na organização e realização uma feira de ciências, em parceria com instituições públicas e privadas de ensino fundamental, médio e técnico da cidade de Araraquara. Este projeto conta com a participação da Prefeitura do Município de Araraquara e a Diretoria Regional da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo. Mais do que simplesmente realizar o evento em si, a proposta contempla a interação técnico-científica e pedagógica entre os professores e alunos das escolas e os docentes/pesquisadores e alunos (graduação e pós-graduação) da Universidade de Araraquara - UNIARA. Os objetivos propostos para o evento são: promover a socialização da ciência, tecnologia, inovação e a valorização da pesquisa e da metodologia científica entre estudantes e professores de instituições de ensino de Araraquara; Motivar professores e alunos de escolas de ensino fundamental, médio e técnico ao contínuo envolvimento com a ciência e o processo científico, contribuindo com o processo de desenvolvimento social e econômico do país; Ampliar as ações extensionistas da UNIARA relacionadas às escolas de ensino fundamental, médio e técnico da cidade de Araraquara, considerando sua essência vocacional quanto IES; Fornecer capacitação técnico-científica de professores e alunos de escolas públicas e privadas decorrente das atividades didático-pedagógicas programadas. Para que estes objetivos sejam alcançados de forma plena, as atividades vinculadas ao planejamento, desenvolvimento e realização da feira serão realizadas em duas principais etapas: i) atividades didático-pedagógicas e científicas para o desenvolvimento dos projetos científicos pelos alunos e professores das escolas; ii) o evento em si, com a apresentação dos projetos científicos desenvolvidos pelos alunos e professores.
  • Universidade de Araraquara - SP - Brasil
  • 08/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

André Carlos Furtado

Ciências Humanas

História
  • sob o signo da diversidade: o protagonismo latino-americano nos debates da unesco.
  • O projeto objetiva analisar os resultados da inserção internacional latino-americana nos debates promovidos nos decênios iniciais da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), fundada em Paris, em 1946. Tal organismo visava fomentar a livre circulação de ideias para estabelecer amplos diálogos entre seus Estados membros, no imediato pós-Segunda Guerra Mundial (1939-1945), conflito que atingira em cheio a Europa, levando seus agentes e instituições a depositarem as esperanças planetárias de uma paz duradoura nas experiências do hemisfério Austral. Foi a partir desta percepção - eis nossa hipótese - que representantes dos países da América Latina conquistaram poderes decisórios nos encontros anuais do órgão, pois entendia-se que suas formações histórico-sociológicas eram marcadas pela harmonia na fusão de raças e civilizações, tornando-as orientadoras, por excelência, da mútua compreensão entre os povos. Porém, na medida em que as agendas da UNESCO avançavam, parte das avaliações sobre essas realidades sociais se revelavam ilusórias, sendo um dos casos eloquentes o chamado “mito da democracia racial”, atribuído ao livro “Casa-grande & senzala” (1933), de autoria de Gilberto Freyre, embora outras questões reafirmassem o protagonismo latino-americanista justamente por serem temas que estimulavam, há décadas, as inquietações intelectuais, políticas e diplomáticas de suas nações. Portanto, apesar das pautas sobre raça serem conhecidas, pouco se sabe acerca do peso das contribuições latino-americanas nas Conferências Gerais, em áreas como literatura, folclore, meio ambiente, patrimônio, formas de governo e imigração. Assim, nossa estratégia teórico-metodológica visa avaliar esses vários temas junto aos Arquivos e à Biblioteca da UNESCO, organizando a pesquisa em três fases: pesquisar a documentação; sintetizar os principais debates; e comunicar e difundir novas abordagens sobre o papel da América Latina na agência internacional.
  • Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará - PA - Brasil
  • 14/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

André Carlos Ponce de Leon Ferreira de Carvalho

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • aprendizado de máquina automatizado, interpretável e responsável
  • Este projeto vai abordar temas que têm despertado grande atenção nas comunidades de pesquisa em ciência de dados e em aprendizado de máquina, a automação de etapas do uso de algoritmos de aprendizado de máquina, a extração de características capazes de descrever os principais aspectos presentes em um conjunto de dados, a interpretabilidade de modelos gerados por algoritmos de aprendizado de máquina e o uso de práticas eticamente responsáveis no emprego de algoritmos de aprendizado de máquina em pesquisas e aplicações em problemas reais. Neste projeto, usaremos o termo aprendizado de máquina para significar aprendizado de máquina de ponta-a-ponta, ou do início-ao-fim, que incorpora, além das pesquisas em aprendizado de máquina, pesquisas em aspectos anteriores e posteriores à tarefa de modelagem de dados por meio de algoritmos de aprendizado de máquina, como pre-processamento de dados e validação de modelos. A área de pesquisa de aprendizado de máquina automatizado tem por metas reduzir a carga de trabalho manual e repetitiva em tarefas de aprendizado de máquina, permitir o bom uso de algoritmos de aprendizado de máquina por leigos e permitir que especialistas em aprendizado de máquina possam fazer mais em menos tempo, além de aumentar a dedicação a tarefas mais complexas e criativas. Em muitas aplicações de aprendizado de máquina a problemas reais, é importante identificar como os modelos induzidos tomam internamente suas decisões, permitindo assim a interpretação desses modelos. O terceiro tema está associado aos riscos inerentes ao crescente uso de algoritmos de aprendizado de máquina, como a criação de modelos preconceituosos, a incorporação de informações que permitam identificar a origem dos dados coletados, a ausência de dados que permitam a reprodutibilidade de experimentos científicos e o desenvolvimento que ponham seres vivos em situação perigosas.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Andre Cavalcante Hora

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • manutenção e teste de bibliotecas de software
  • Hoje em dia, o desenvolvimento moderno de software se baseia na utilização de bibliotecas de software para a criação e a manutenção dos mais variados sistemas. Seus casos de uso são diversos, desde a criação de aplicativos móveis a sistemas web. Bibliotecas de software são comumente adotadas por sistemas clientes para reuso de funcionalidades, o que resulta em um aumento de produtividade da equipe e confiabilidade do software desenvolvido. Como qualquer sistema de software, bibliotecas de software também evoluem ao longo do tempo para acomodar alterações, como novas funcionalidades, correção de bugs e refatoração. Idealmente, para evoluir com qualidade e, ao mesmo tempo, evitar que os seus clientes sejam negativamente impactados, bibliotecas devem ser estáveis e possuir uma boa base de testes. No entanto, a literatura recente aponta que essas boas práticas não são necessariamente seguidas. Considerando a importância do reuso de funcionalidades para o desenvolvimento de software na atualidade, neste projeto pretende-se: propor, desenvolver e avaliar técnicas e ferramentas para dar suporte à manutenção e ao teste de bibliotecas de software. Especificamente, planeja-se realizar estudos empíricos para quantificar e qualificar as características de bibliotecas de software com reconhecida qualidade e desenvolver técnicas e ferramentas para auxiliar na melhoria da estabilidade e da testabilidade desses sistemas. Os resultados da pesquisa proposta podem ser diretamente confrontados com a literatura para verificar se práticas clássicas de Engenharia de Software se aplicam ao domínio de bibliotecas de software ou se essas práticas devem ser revisitadas.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Andre da Silva Mello

Ciências Humanas

Educação
  • o protagonismo da criança e a equidade étnico-racial na educação infantil
  • O projeto se constitui como uma ação afirmativa, ancorada em pesquisas aplicadas, que busca valorizar a centralidade das crianças nas ações pedagógicas empreendidas pelas instituições infantis de Vitória/ES e superar o racismo nas relações étnico-raciais estabelecidas no cotidiano dessas instituições. Para isso, articula a formação continuada de professores e a produção de conhecimentos para a mediação pedagógica no contexto da Educação Infantil, considerando as agências e as produções culturais das crianças, a dinâmica curricular específica dessa etapa da Educação Básica, a equidade nas relações étnico-raciais e a valorização das culturas populares. Adota a Pesquisa-Ação Colaborativa e a pesquisa bibliográfica como percursos metodológicos, em que as ações pedagógicas dos docentes serão reconhecidas por meio de processos reflexivos coletivos e ressignificadas pelas práticas de escrita, que serão sistematizadas na produção de dois livros didático-pedagógicos. O projeto mobiliza seis subprojetos de pesquisa, vinculados a duas teses de doutorado, a uma dissertação de mestrado e a três trabalhos de iniciação científica, com foco em formações continuadas com professores que atuam na rede pública de Educação Infantil de Vitória/ES, que serão desenvolvidas por meio de parceria entre a Secretaria de Educação do município e o Núcleo de Aprendizagens com as Infâncias e seus Fazeres (NAIF) da Universidade Federal do Espírito Santo. O projeto, de caráter interinstitucional, integra professores-pesquisadores de cinco instituições federais (UFES, UFFRJ e UFG) e está respaldado em experiências formativas anteriores com a Educação Física, que, nesta proposta, se ampliarão para diferentes áreas do conhecimento e sujeitos que atuam na Educação Infantil de Vitória/ES.
  • Universidade Federal do Espírito Santo - ES - Brasil
  • 19/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Andre Felipe Candido da Silva

Ciências Humanas

História
  • a amazônia como microcosmo do antropoceno: a história das pesquisas transnacionais em ecologia amazônica e os impactos ambientais da grande aceleração (1952-2002)
  • Em função do papel que a Amazônia desempenha na regulação climática e hidrológica e na biodiversidade, o escalonamento da devastação da floresta desde 2019 vem provocando inquietação entre os especialistas e a esfera pública. A aceleração dessa devastação e as expectativas de futuro que ela estabelece tornam a região um “microcosmo do Antropoceno”, catalisando as transformações, dilemas e desafios desta nova época geológica caracterizada pelo impacto global da ação humana no planeta. As mudanças sem precedentes ocorridas na bacia amazônica nos últimos 70 anos estão ligadas à Grande Aceleração, conjunto de processos socioeconômicos e biogeoquímicos que caracteriza o início do Antropoceno. O objetivo deste projeto de pesquisa é analisar o papel da Amazônia na Grande Aceleração entre os anos de 1952 e 2002 a partir de três aspectos: 1) a história das redes cientificas nacionais e transnacionais dedicadas a compreender sua ecologia e papel na regulação climática e hidrológica e nos estudos de biodiversidade, com foco na cooperação de instituições brasileiras com instituições alemãs, francesas e estadunidenses; 2) as intervenções ambientais orientadas por projetos de exploração de recursos primários associados às demandas globais da Grande Aceleração e aos projetos desenvolvimentistas nacionais, sejam commodities agrícolas, minérios ou recursos energéticos; 3) o processo de globalização política por meio do qual a floresta amazônica tornou-se um ícone do movimento ambientalista internacional contemporâneo, figurando como sinônimo de floresta tropical e avatar do futuro da humanidade no planeta. As ciências e a tecnologia perpassam esses três aspectos uma vez que conferem visibilidade e sentido às transformações que assinalam o impacto das ações antrópicas nas dinâmicas ecológicas. Embasam, modelam e legitimam os tropos do discurso ambientalista. Além disso, planejam e viabilizam as intervenções destinadas à exploração de recursos: alimentam as demandas das cadeias globais aquecidas pela industrialização e crescimento econômico; e atendem aos objetivos políticos e econômicos do Estado nacional brasileiro, engajado em integrar a região amazônica ao território nacional por meio de projetos inspirados pelo ideário do desenvolvimento. Também buscaram antecipar os riscos e minorar os impactos ambientais das próprias intervenções modernizantes no bioma. Pretende-se, desta forma, sublinhar o papel ambivalente que as expertises, o conhecimento técnico-científico e as tecnologias desempenham nos processos do Antropoceno, reconhecendo a centralidade das ciências e da tecnologia na nova época geológica tanto como designação de um estado de relações socionaturais, quanto como ferramenta epistêmica. O período de análise do projeto – de 1952 a 2002 - corresponde às balizas da Grande Aceleração, ao auge da “era do desenvolvimento” no Brasil e no cenário global, e em grande parte sobrepõe-se à Guerra Fria, quando estruturou-se a pesquisa científica no modelo da Big Science. Por meio de grandes projetos transnacionais de cooperação científica, baseados em instrumentos, operações e metodologias de alta complexidade, desenvolveram-se as chamadas “Ciências do Sistema Terra”, no âmbito das quais as mudanças climáticas e o Antropoceno ganharam visibilidade. Este projeto tenciona investigar qual o lugar da região amazônica no desenvolvimento histórico desses saberes e práticas em um período em que ela passou por uma inflexão de sentido - de paisagem regional a ser ocupada, integrada e explorada pelos anseios de modernização do Estado brasileiro, tornou-se um bioma de relevância global. O desenvolvimento dessa pesquisa envolve articulação original na historiografia brasileira e internacional entre a história das ciências, os estudos sociais das ciências e a história ambiental. Prevê a coleta de fontes documentais em arquivos europeus e estadunidenses, além de depoimentos de história oral. O enquadramento da proposta e os argumentos que pretende desenvolver baseiam-se nos enunciados da história transnacional/ história conectada. Compreende também o diálogo com o conceito do Antropoceno/ Grande Aceleração como ferramenta heurística para a análise histórica dos profundos entrelaçamentos das sociedades humanas com a materialidade da rede da vida e das dinâmicas ecológicas. O projeto alinha-se aos objetivos deste edital, abordando temática que representa um dos principais desafios do debate socioecológico e político da contemporaneidade, que é o destino da região amazônica, seu papel nos processos regionais e globais do Antropoceno e no discurso da sustentabilidade. Nesse sentido, fortalece o engajamento da Casa de Oswaldo Cruz e da Fiocruz no debate sobre sustentabilidade, mudanças climáticas e sobre o lugar das ciências e da saúde na elaboração de políticas públicas e na discussão de projetos para o futuro do país, além de integrar-se aos objetivos da Cátedra Oswaldo Cruz da Unesco. Reúne equipe de instituições brasileiras e estrangeiras diversas, com pesquisadores e estudantes que possuem investimentos prévios de estudo relacionados aos temas que desenvolverão na pesquisa. Grande parte da equipe já possui parcerias desenvolvidas em projetos anteriores ou diálogos estabelecidos em encontros acadêmicos especializados e compõe grupo de pesquisa certificado pelo CNPq. A proposta prevê a produção do conhecimento em história e divulgação em periódicos especializados, em livros acadêmicos e em encontros científicos, como também a realização de atividades de divulgação científica e de educação, tanto na web, como em museus e escolas. Contribui para a formação de recursos humanos especializados no campo da história das ciências e da história ambiental em nível de pós-graduação e graduação, mas também impacta na formação em nível escolar por meio de atividades de educação ambiental concernentes à Amazônia e ao Antropoceno na perspectiva da história e das humanidades ambientais.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 29/10/2021-31/10/2024
Foto de perfil

André Guimarães Brasil

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • retomar as imagens, retomar a história: cinema-processo e luta por direitos em filmes brasileiros contemporâneos
  • Este projeto parte da atenção à produção contemporânea de cinema no Brasil, tendo em vista três aspectos interrelacionados: a autoria coletiva ou compartilhada, a retomada dos arquivos de imagens para a elaboração reversa da história, e a devolução dos acervos às comunidades onde eles foram gestados. Trata-se do desdobramento de uma pesquisa dedicada especificamente aos filmes realizados por diretores ou coletivos indígenas. Aqui, estratégias de criação e elaborações formais percebidos no âmbito do chamado cinema indígena são correlacionadas a experiências fílmicas em outros domínios (filmes realizados em comunidades quilombolas, ocupações urbanas e assentamentos rurais, espaços de religiões afro-brasileiras etc.). Em vários destes trabalhos, se notam processos de coletivização da autoria dos filmes, que são convocados a participar de relações de socialidade que os constituem e os atravessam. Essa autoria compartilhada passa muitas das vezes pela retomada de arquivos históricos ou recentes que são assistidos conjuntamente pela comunidade, em um movimento de retro-alimentação da criação das imagens. Os arquivos tornam-se objeto de uma experiência de reelaboração coletiva da história, algo que se registra na filmagem e se retoma na montagem. Ao serem feitos de modo engajado em processos de luta e retomada de direitos (à terra, à moradia, à igualdade de oportunidades etc.), os filmes criam acervos que são, muitas vezes, devolvidos às comunidades de origem, induzindo experiências de elaboração das imagens, de modo a incidir em mobilizações no presente destas comunidades. Essas estratégias e operações fílmicas nos permitem pensar uma profícua produção recente sob a chave do cinema-processo, espécie de cinema sem fim, no qual as idas e vindas das imagens entrelaçam o cinema ao vivido, a história ao presente, e os filmes às relações de onde surgem e nas quais intervêm.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

André Gustavo Tempone Cardoso

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • seleção de candidatos farmacêuticos para doença de chagas: uma abordagem integrada e multidisciplinar em drug discovery
  • Segundo a OMS, haverá impacto do SARS COV-2 sobre as populações afetadas por doenças negligenciadas. Considerando as limitações terapêuticas, principalmente na doença de Chagas (DC), constata-se a urgência da pesquisa em novos fármacos. Compreendendo uma vastíssima quimiodiversidade, metabólitos vegetais e microbianos são uma das principais fontes de protótipos farmacêuticos anti-infecciosos aprovados. Por meio de um projeto interdisciplinar, com sólidas colaborações demonstradas ao longo de uma década, este projeto objetiva a seleção e otimização de novos protótipos de fármacos contra Trypanosoma cruzi. Contando com parcerias nacionais (UFABC/UNIFESP), e internacionais (University of Oxford,UK), utilizaremos uma plataforma bem estabelecida pelo grupo, visando o estudo de metabólitos secundários de plantas e fungos endofíticos. Espécies vegetais pertencentes principalmente à Annonaceae, Asteraceae, Lauraceae e Piperaceae de ocorrência em áreas de Mata Atlântica e de Cerrado do Estado de São Paulo serão priorizadas. Os extratos ativos serão submetidos a processos de desreplicação molecular por meio de analise via CLAE/EM auxiliada pela plataforma GNPS e as novas entidades químicas serão isoladas por fracionamento cromatográfico e caracterizadas estruturalmente por técnicas espectroscópicas/espectrométricas. Análogos estruturais serão sintetizados, visando a otimização de compostos líderes para estudos da relação estrutura-atividade. Os compostos serão avaliados quanto a potência em formas intracelulares de T. cruzi e a toxicidade em células de mamífero. Por meio de plataformas in silico, serão realizadas análises das propriedades “drug-like”, eliminando-se ainda, compostos de interferência (PAINS). Estudos de mecanismo de ação antiparasitário serão realizados para se avaliar alterações em membranas, assim como bioenergéticas e metabólicas. Pretendemos assim, disponibilizar novos candidatos terapêuticos para a DC.
  • Instituto Adolfo Lutz - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

André Luís Assunção de Farias

Ciências Humanas

Sociologia
  • impactos de grandes projetos e saúde ambiental na amazônia: o caso da região metropolitana de belém (rmb)
  • Os impactos socioambientais têm adquirido relevância social, política e ecológica, com reflexos na saúde pública. Num ambiente de Pandemia, como a COVID 19, eles são múltiplos, complexos e carregam contradições com sérias repercussões sobre a saúde global (RYU et al., 2017). O mérito e o ineditismo é que a pesquisa será realizada no território metropolitano de Belém, segunda região metropolitana mais populosa da região Norte, analisando impactos e saúde. Os grandes projetos pesquisados serão: o BRT da Augusto Montenegro e a macrodrenagem da Estrada Nova, em Belém; o BRT da BR 316, em Ananindeua; o Aterro Sanitário, em Marituba e; Projetos Condominiais, em Castanhal. Cada um impactando de forma diferente no território, tanto em níveis de agravos, quanto em mudanças na sociedade e natureza. Neste sentido, o problema geral de pesquisa é o seguinte: Como se configura a relação entre impactos socioambientais dos grandes empreendimentos na RMB e o perfil epidemiológico dos grupos atingidos? Pois, é importante que estes sejam previstos, e sua concepção e implantação acompanhados pelo setor de saúde. Portanto, é necessário produzir estudos sobre o perfil epidemiológico, as características ambientais e os serviços públicos disponíveis a fim de verificar a intensidade desses impactos e gerar um alerta para evitar novas ocorrências (LEANDRO et al., 2018). A hipótese aponta que impactos ambientais e perfil epidemiológico têm uma relação direta, o que implica potencialização de doenças doenças existentes e surgimento de novos agravos. Evidencias como: maior incidência de doenças negligenciadas e/ou doenças relacionadas ao saneamento ambiental inadequado (DRSAI); Doenças de transmissão feco-oral, como doenças diarreicas, etc; sugerem a plausibilidade da hipótese. Finalmente, a estratégia metodológica está lastreada pelas reflexões teóricas da Ecologia Política e da Saúde Única (One Health).
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

André Luis Debiaso Rossi

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • viabilizando o desenvolvimento de cidades inteligentes: uma abordagem baseada em aprendizado de máquina
  • Técnicas de Aprendizado de Máquina (AM) têm alcançado grande sucesso nas mais diversas áreas do conhecimento, como saúde e engenharia. As técnicas de AM são capazes de lidar, de forma eficiente, com diferentes tipos de dados que são gerados automaticamente e em grande quantidade por dispositivos eletrônicos, como sensores e câmeras, presentes nos centros urbanos. Contudo, devido a diversas limitações, esses dados ainda são, geralmente, analisados exclusivamente por operadores humanos, que estão sujeitos a diversas dificuldades advindas de processos repetitivos. Portanto, é imperativo que sistemas inteligentes sejam integrados no planejamento estratégico dos gestores das cidades, para que órgãos públicos e, consequentemente, a sociedade, possam atingir benefícios comuns. Nessa direção, o presente projeto tem como objetivo desenvolver sistemas inteligentes baseados em técnicas de AM para auxiliar em duas tarefas. A primeira visa melhorar a mobilidade da cidade por meio da identificação de veículos e pedestres e adaptação automática do tráfego. A segunda visa entender os perfis de consumo de energia elétrica dos usuários residenciais a fim de propor planos de eficiência energética que possibilitem reduzir o custo mensal pago pela energia elétrica. Os sistemas serão desenvolvidos em parceria com a prefeitura da cidade de Itapeva, São Paulo, buscando, por um lado, avançar em direção da implantação de conceitos de cidades inteligentes e, por outro lado, facilitar o acesso da comunidade a essas tecnologias. A infraestrutura disponível, como câmeras para o controle de tráfego, monitoramento e segurança, assim como equipamentos de baixo custo, como smart plugs, serão utilizados para realizar a coleta dos dados. Algoritmos de aprendizado profundo, como as redes neurais convolutivas, e algoritmos de agrupamento de dados, como o K-Means e o DBScan, serão utilizados para extrair conhecimento dos dados visando atingir os objetivos do projeto.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 23/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Andre Luis Dias

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • transformação digital e desenvolvimento de sistemas para manutenção preditiva em processos industriais cervejeiros e de manufatura aditiva
  • As tecnologias da Indústria 4.0 representam uma oportunidade para pequenas e médias empresas aprimorarem seus processos produtivos, melhorando a eficiência, reduzindo desperdícios e custos. Considerando que estas empresas possuem recursos limitados para investimento em pesquisa e desenvolvimento, tecnologias como inteligência artificial e internet das coisas podem promover vantagens devido as suas características de baixo custo. Neste contexto, a transformação digital de processos industriais deve incentivar empresas para investimentos em transparência e extração de informações relevantes do grande volume de dados de seus processos. Assim, busca-se a transformação digital de processos de microcervejarias e de manufatura aditiva. O setor cervejeiro é um importante mercado no Brasil, que emprega 2,7 milhões de pessoas e contribui com 1,6% do PIB do país. Dados do Ministério da Agricultura apontam um crescimento expressivo no número de cervejarias nos últimos anos, principalmente devido à abertura de microcervejarias. Estas pequenas indústrias trazem a inovação de produtos como elemento central da produção, porém os processos ainda apresentam baixa automatização e demandam tecnologias para atender o mercado em crescimento. Já o processo de manufatura aditiva possui uma abordagem digital promissora com características singulares para processos de fabricação que ganhou interesse em todo o mundo. Baseia-se na fabricação de objetos camada por camada auxiliado por computador. Entretanto, é muito importante verificar a saúde de operação do processo uma vez que diversas falhas podem ocorrer como porosidade e distorção no processo de impressão 3D. Desta maneira, verifica-se que ambos os processos utilizam máquinas que, a partir de sua caracterização, aquisição de dados, implementação de algoritmos para extração e seleção de características, e reconhecimento de padrões, podem trazer bons resultados tanto em termos de eficiência dos processos como na qualidade dos produtos.
  • Instituto Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

André Luís Viegas

Ciências Humanas

História
  • 36ª mostratec
  • A Mostra de Ciência e Tecnologia - MOSTRATEC - é a maior feira para jovens cientistas da América Latina, que acontece em Novo Hamburgo, RS, e que completará em 2021 a sua 36ª edição. Seu objetivo é difundir e qualificar a pesquisa de jovens cientistas de todos os estados brasileiros e de países oriundos de todos os continentes. Ou seja, a Mostra é a exposição de um conjunto integrado e contínuo de ações de fomento à investigação e ao uso do método científico como ferramenta pedagógica, estabelecendo uma relação direta com a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. A MOSTRATEC integra uma rede de 257 feiras de ciências afiliadas. Em 2019, a partir de 31.873 projetos de diferentes feiras da Educação Básica e Profissional, foram selecionados os participantes que estiveram na MOSTRATEC contemplando 755 projetos participantes, de todos os Estados do Brasil e de outros 20 países. Nesse contexto, 9.685 escolas foram envolvidas, estimando um total de mais de 50 mil estudantes e mais de 15 mil professores, que atuaram no desenvolvimento de pesquisa como forma de qualificação, aprendizagem e exercício de cidadania. Os trinta e cinco anos da MOSTRATEC têm sido marcados pelo compromisso com a disseminação de boas práticas em educação, com o empreendedorismo e com o protagonismo dos jovens e dos educadores, em prol de uma educação para o desenvolvimento social e tecnológico, para a paz, para a ética, para a cidadania e para o desenvolvimento sustentável. A MOSTRATEC é considerada a feira com maior abertura à visitação do público em sua modalidade, com a presença de aproximadamente 40.000 visitantes em suas edições mais recentes, ocupando 15.000 m2 de estrutura montada, capaz de comportar, além dos projetos de pesquisa desenvolvidos pelos jovens cientistas, os eventos paralelos e integrados, tais como: i) formação continuada de professores no Seminário Internacional de Educação Tecnológica - SIET; ii) Festival Maker de Robótica Educacional que apresenta práticas tecnológicas e educativas sobre esse tema; iii) Jogos MOSTRATEC que desenvolvem valores educacionais a partir da prática esportiva; iv) Atividades Culturais que propiciam intercâmbios entre jovens pesquisadores e professores participantes. Dessa forma, em 2021, quando ocorrerá a 36ª MOSTRATEC, haverá a necessidade de custeio para toda essa infraestrutura, compatível com a qualidade técnica e a relevância do evento. A Fundação Liberato, por sua vez, organizadora da MOSTRATEC, dispõe de mais de 150 funcionários e de mais de 200 estudantes voluntários que se comprometem em garantir a idoneidade, a transparência nos processos de seleção, a avaliação, bem como o zelo pelas regras de segurança e de ética das pesquisas participantes. Além disso, conta com mais de 600 avaliadores, profissionais oriundos de universidades e de instituições parceiras as quais também oferecem prêmios de incentivo à carreira científica e acadêmica, como bolsas de estudos e financiamentos para participação em outras feiras científicas. A Comissão Executiva e a Comissão Central da MOSTRATEC, que fazem parte do quadro funcional da Fundação Liberato, trabalham de forma contínua e sistemática na organização de toda a Feira, promovendo palestras, cursos e transferência de conhecimentos em pesquisa; bem como, garantindo o processo adequado de aplicação dos recursos financeiros disponíveis. Enfim, a Fundação Liberato, ao realizar a MOSTRATEC, contribui significativamente para a inovação e o desenvolvimento científico e tecnológico do País, através da valorização dos estudantes e dos professores que desenvolvem a pesquisa no Brasil, promovendo, assim, as transformações sociais necessárias.
  • Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha - RS - Brasil
  • 28/01/2021-31/01/2023
Foto de perfil

André Luiz Antunes Netto Carreira

Lingüística, Letras e Artes

Artes
  • projeto de pesquisa integrado interinstitucional atuação teatral: o aqui e agora na cena expandida
  • Projeto Integrado que reúne grupos de pesquisa de 7 IES brasileiras (SC, MG, AC, SE e CE) e 5 do exterior. Objetivo: refletir sobre práticas de atuação teatral partindo do conceito de uma atuação no aqui e agora, para discutir padrões e modelos de cênicos consolidados no ambiente brasileiro. A base é a experimentação de procedimentos que têm o prazer e o desejo como elementos de sustentação do trabalho. A hipótese se relaciona com a possibilidade da experiência da diluição das fronteiras entre o ensaio e a apresentação como eixo da linguagem da atuação. Reivindicamos a ideia de uma cena expandida, o Contemporâneo (Agambem), e Ambiente (Schechner). Delimitamos a prática da atuação como um ‘habitar espaços em relação’. Procedimentos: prática em laboratórios de atuação; realização de espetáculos-laboratórios, e articulação com a produção conceitual sobre o que podemos entender como atuação cênica contemporânea. O projeto tem 7 subprojetos coordenados por 2 pesquisadores PQ (1A e 1C) e 5 jovens pesquisadoras/es para contribuir com a formação continuada, a partir da articulação de uma rede de pesquisa sobre procedimentos de atuação. Pesquisar neste campo supõe estimular a produção de conhecimentos que repercutam nos cursos de teatro, e em processos criativos. Subprojetos Atuação por estados: intensidade e ambiente André Carreira -UDESC Atuar no aqui agora [e com tudo], estudos dos elementos composicionais/atorais em práticas de investigação-criação Narciso Telles -UFU A dimensão pública do teatro no treinamento do Viewpoints Tiago Fortes -UFC O teatro e a peste: uma investigação sobre as criações teatrais durante a pandemia da Covid-19 Olivia Camboim Romano -UFS Encruzilhadas na atuação: palhaçaria como poética do prazer e do encantamento no aqui e agora da cena Adriana Patrícia dos Santos -UDESC A dimensão artista-produtor/a: poéticas de atuação e modos de produção. Heloisa Marina -UFMG Experiências em cena: atuação em diálogo com práticas culturais acreanas Leonel Car
  • Universidade do Estado de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 09/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Andre Luiz Barbosa Bafica

Ciências Biológicas

Imunologia
  • desenvolvimento de uma vacina contra covid-19 baseada em bcg recombinante expressando determinantes antigênicos das proteínas s e n de sars-cov-2
  • A sequência genética do SARS-CoV-2, o agente causador da maior pandemia deste século, foi publicada em janeiro de 2020, desencadeando intensa atividade global de P&D para desenvolver uma vacina contra a doença. O primeiro candidato a vacina contra a COVID-19 entrou em testes clínicos em humanos com rapidez sem precedentes em março de 2020 e, até o momento, há algumas dezenas de estratégias vacinas em desenvolvimento. Interessantemente, estudos de correlação recente sugerem que a imunização com BCG confere proteção à infecção por SARS-CoV-2. Como a BCG é capaz induzir respostas celular e humoral in vivo, nossa rede propõe o desenvolvimento de uma estratégia vacinal com base em BCG recombinante expressando as proteínas Spike (S) e Nucleocapsideo (N) de SARS-CoV-2. Em trabalho preliminar, nossa rede já identificou regiões estruturais destes dois alvos e visa manipular o sistema imune a partir de uma vacina viva atenuada com base em BCG recombinante (rBCG) geradora de memória prolongada e anticorpos neutralizantes. Portanto, a presente proposta será desenvolvida por uma rede de cientistas de instituições brasileiras e internacionais e apresenta 3 objetivos: Gerar recombinantes da cepa vacinal BCG Moreau RDJ expressando na superfície micobacteriana domínios das proteínas S e N do SARS-Cov-2 (rBCG-Cov2); Caracterizar a dinâmica das resposta imunes inata e de linfócitos B bem como a indução de anticorpos de alta afinidade contra proteínas S e N do SARS-Cov-2 em camundongos imunizados com rBCG-Cov2; Gerar anticorpos monoclonais e testar os títulos de neutralização dos anticorpos gerados contra SARS-Cov-2 em ensaios in vitro de inibição da replicação viral. O desenvolvimento deste projeto nos permitirá avançar i. na implementação de uma plataforma vacinal de BCG recombinante contra coronavírus patogênicos humanos e outras infecções respiratórias; ii. treinar bolsistas de desenvolvimento tecnológico na geração de ferramentas de manipulação do sistema imune e iii. implementar um laboratório de segurança nível 3 em Santa Catarina, o primeiro para esta finalidade no estado.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 16/07/2020-15/08/2022
Foto de perfil

Andre Luiz Barbosa Bafica

Ciências Biológicas

Imunologia
  • desenvolvimento de um protótipo vacinal contra o câncer de mama triplo-negativo
  • Nos últimos 20 anos, terapias baseadas em alvos do sistema imune têm revolucionado o tratamento de câncer. O uso racional de anticorpos monoclonais e imunoterapias são algumas das ferramentas fundamentais em nosso arsenal médico contra certos tipos de câncer. Através do Cellrouter, ferramenta computacional desenvolvida por nosso grupo, identificamos 1326 genes altamente expressos em células do câncer de mama triplo negativo (TNBC), uma condição grave que atinge 22 mil mulheres/ano no Brasil. Esta proposta tem como objetivo desenvolver um protótipo vacinal à base de ácido ribonucléico mensageiro (mRNA) para câncer de mama triplo-negativo. Tendo como base os genes específicos do TNBC identificados por nosso time, empregaremos ferramentas de biologia computacional para predizer peptídeos antigênicos de MHC-II e MHC-I. Tais informações serão codificadas em mRNAs para expressão de poliepítopos e apresentação antigênica e ativação de células T CD4+ e T CD8+. Além disso, construções 5’-3’UTRs/mRNA com alto nível de tradução celular foram testadas in vitro e serão usadas em um modelo de câncer de mama já estabelecido pelo nosso time. Esta proposta agrega um time de especialistas, profissionais pós-graduandos e pós-doutores com o intuito de estabelecer uma tecnologia de ponta no país. O desenvolvimento deste projeto inovador contribuirá com protótipos vacinais à base de mRNA contra o câncer de mama triplo-negativo.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 27/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

André Luiz Bogado

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • produção de hidrogênio molecular a partir da decomposição do ácido fórmico catalisada por complexos organometálicos de rutênio
  • A procura por novas fontes de energia, em substituição ao uso de combustíveis fósseis, tem chamado a atenção da comunidade científica de diversas áreas do conhecimento. O uso de hidrogênio molecular (H2) em células combustível é considerado uma das mais importantes fontes de energia, além de ser livre de emissões poluentes. Contudo, os métodos atuais de estocagem e transporte de H2 gasoso ou líquido são inadequados, com custos elevados e riscos à segurança. Logo, métodos alternativos para entrega de H2 puro são urgentes, o que valida relatórios recentes sobre a ativação de compostos orgânicos ricos em hidrogênio, como borohidretos, hidrazina e ácido fórmico (AF). O AF é considerado um dos mais promissores materiais para o armazenamento e produção de H2, contém 4,4 % de hidrogênio, é comercialmente disponível, relativamente barato e um líquido de baixa toxicidade em condições ambientes, o que permite o manuseio e transporte seguros. A decomposição do AF pode acontecer via dois mecanismos de reações distintas na presença de um catalisador adequado: i) através da decarboxilação para produzir H2 e CO2 (DetaG = -38.3 kJ mol -1), considerado termodinamicamente mais favorável, e ii) por meio da decarbonilação para produzir CO e H2O (DeltaG = -9.66 kJ mol -1), sendo este menos favorável termodinamicamente. A decarbonilação do AF é indesejável uma vez que pequenas quantidades de CO podem destruir a célula combustível e desativar o catalisador. Somente em 2008, foi apresentada a primeira reação catalisada para decomposição do AF sem a presença de CO, utilizando um catalisador de rutênio. Neste projeto pretende-se sintetizar e caracterizar complexos organometálicos de rutênio com fórmula geral [RuCl(n6-areno)(E-E)]+{E-E = N-N ou P-P} bem como agregá-los à superfície de nanopartículas de ouro (AuNPsn-), para formar novas espécies denomindas [Ru]+/AuNPsn-, a serem empregadas como (pré)-catalisadores em reações de dehidrogenação do ácido fórmico para produção de H2 puro.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Andre Luiz Franco Sampaio

Ciências Biológicas

Farmacologia
  • avaliação “in vitro” e “in silico” da atividade antitumoral e propriedades farmacocinéticas de substâncias isoladas de aureliana fasciculata var. fasciculata
  • O câncer é uma doença de prevalência mundial, com alta taxa de mortalidade. Existem diversos tipos de câncer, com origem em diferentes tecidos, mas com características similares que definem a doença. Destacamos as leucemias, que se originam de células do processo hematopoiético, a partir de transtornos na proliferação e maturação destas células e o adenocarcinoma de mama, que tem origem em diferentes tipos celulares. Os produtos naturais são base para o desenvolvimento da maior parte dos fármacos antitumorais aprovados para uso. Os vitanolídeos são moléculas esteroidais, oriundos do metabolismo secundário de plantas, e são a principal classe de substâncias já identificada nas folhas de Aureliana fasciculata var. fasciculata (Aurelianolideo A & Aurelianolideo B). A classe dos vitanolídeos possuem alguns representantes com atividade antitumoral já identificada. Utilizaremos os vitanolídeos e outras substâncias isoladas das folhas de Aureliana fasciculata var. fasciculata, avaliando a atividade farmacológica em células leucêmicas humanas. Será avaliada a capacidade de inibição de crescimento nestas células, bem como uma possível ativação de caspases 3/7 e estímulo à apoptose, quando tratadas com as substâncias. Mais a fundo, utilizaremos técnicas para identificação de possíveis alvos moleculares, como o western blotting que, aliado à uma predição in silico destes alvos, pode desvendar os mecanismos de ação por trás da atividade farmacológica das substâncias. Será avaliada a permeabilidade dos vitanolideos no ensaio de permeabilidade in vitro em barreira pulmonar, hematoencefálica e gastro-intestinal in vitro, além do teste de toxicidade cardíaca (hERG). Este estudo trará uma maior compreensão da fitoquímica e farmacologia da espécie Aureliana fasciculata var. fasciculata, nos permitindo discutir as diferenças entre os vitanolídeos testados, propondo melhores candidatos para o desenvolvimento de fármacos, bem como vias que sofrem interferências destas substâncias.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 23/06/2022-30/06/2024
Foto de perfil

André Luiz Maranhão de Souza Leão

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • assemblages de relações parassociais de influenciadores digitais com fãs por meio das mídias sociais
  • Nos últimos anos, o contexto sociocultural vem mudando continuamente, o que se reflete nas práticas de consumo. A mídia tem sido fundamental nesse processo, uma vez que articula verdades tomadas pelos agentes de mercado. Seu papel foi alterado pela ressonância das mídias sociais, permitindo feedback instantâneo sobre o nível de interação e abrangência da propagação de conteúdos, para formar canais de relacionamento diretos e interativos, legitimando o papel dos influenciadores digitais neste contexto. Antes pessoas comuns, os influenciadores digitais tornaram-se microcelebridades e adquiriram um volume significativo de seguidores que se tornam fãs. Eles estabelecem um relacionamento por meio das mídias sociais que pode ser entendido como parassocial, caracterizado por uma situação em que o público vivencia os encontros mediados com uma celebridade como reais e os considera como pessoas próximas que se envolvem em uma relação recíproca. A mídia pode ser entendida como um ambiente por meio do qual as realidades são vivenciadas e significadas, se tornando um agente permeador das relações sociais. A maneira como diferentes elementos humanos e não humanos – como objetos, indivíduos e dispositivos – interagem entre si e funcionam juntos em um determinado arranjo é abordada pela Assemblage Theory. Nesse sentido, argumentamos que a relação parassocial estabelecida entre influenciadores digitais e fãs por meio das mídias sociais pode ser caracterizada como uma assemblage. Com base nesse desenvolvimento, o principal objetivo da pesquisa é compreender como os influenciadores digitais agenciam (i.e., assemblage) relações parassociais com os fãs por meio das redes sociais. Para abranger os atores envolvidos no processo, os dados serão compostos pelo conteúdo produzido, publicado e divulgado pelas influências digitais; visualizações, comentários e compartilhamentos de fãs; e como as mídias sociais permitem, induzem ou restringem as ações dos influenciadores digitais e dos fãs.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

André Luiz Mota

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • proposta institucional da universidade federal de são joão del-rei para a chamada pública formação de doutores em áreas estratégicas
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal de São João Del-Rei - MG - Brasil
  • 03/03/2020-02/03/2025
Foto de perfil

André Luiz Sena Guimarães

Ciências da Saúde

Odontologia
  • efeito abscopal da radioterapia em carcinoma de células escamosas de cabeça e pescoço: enfoque na expressão de genes associados com o metabolismo glicolítico e angiogênese.
  • O carcinoma de células escamosas de cabeça e pescoço (CCECP) representa um dos principais problemas de saúde pública com estimativa de 300 mil casos novos no mundo, em 2017. A etiopatogênese do CCECP está relacionada a fatores intrínsecos e extrínsecos ao indivíduo. Recentemente o metabolismo glicolítico tumoral voltou a ser explorado como um importante alvo terapêutico no tratamento do CCECP. Assim, faz-se necessário o desenvolvimento de estudos que busquem investigar novas estratégias terapêuticas. A radioterapia, combinada ou não com cirurgia e quimioterapia, vem sendo amplamente utilizada para o tratamento do CCECP. A interação entre célula neoplásica e células do estroma é de fundamental importância para o prognóstico do paciente. Foi observado que embora submetidos à irradiação local, alguns pacientes apresentam redução de outros tumores metastáticos que não foram irradiados. Estas observações sugerem que a radiação pode ter um efeito à distância, que é conhecido como efeito abscopal. Adicionalmente, evidencias sugerem que mediadores sistêmicos podem estar relacionados a perda de tolerância imunológica relacionada às células neoplásicas. Sendo assim a busca pelos efeitos sistêmicos da radioterapia pode revelar estratégias e alvos terapêuticos para o CCECP. Considerando todos estes fatos o presente projeto tem por objetivo avaliar os efeitos da radioterapia em níveis sistêmicos de moléculas associadas ao metabolismo glicolítico e angiogênese.
  • Universidade Estadual de Montes Claros - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023
Foto de perfil

André Machado de Siqueira

Ciências da Saúde

Medicina
  • elucidando a contribuição dos componentes das recidivas de malaria para atingir a cura radical - abracamal
  • Diante da proposta de avançar para o controle e eliminação da malária do território brasileiro e da necessidade de estratégias customizadas para diferentes cenários epidemiológicos é essencial o entendimento dos fatores que levam ao alto número de recorrências entre os indivíduos tratados por malária. Nosso estudo multicêntrico, propõe seguir pacientes com malária em seis estados com diferentes caracteristicas – Rio de Janeiro, São Paulo, Amapá, Roraima, Rondônia e em duas localidades no Pará, totalizando inclusao em sete diferentes unidades. Os 880 participantes serão acompanhados por 360 dias seguindo um protocolo de pesquisa clínica harmonizado e além do seguimento clínico, terão suas amostras avaliadas através de técnicas de biologia molecular, farmacogenética, questionário e contagem de medicamentos para adesão e observação de eventos adversos. Adicionalmente, análise da qualidade dos medicamentos empregados nos sete diferentes locais também serão realizadas. Coordenada pelo médico infectologista André Siqueira do Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas – INI – Fiocruz, a proposta do estudo é uma parceria de qualificados profissionais do: Instituto Rene Rachou – Fiocruz – MG; Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde – Fiocruz - RJ; Instituto Evandro Chagas – PA; Universidade Federal do Pará – PA; Centro de Pesquisas em Medicina Tropical – RO; Hospital das Clínicas Boa Vista – RR; Secretaria de Estado da Saúde do Amapá – AP e Instituto de Infectologia Emílio Ribas – SP. Com abordagem ampla, visando englobar diferentes aspectos relacionados aos componentes da recidivas pretendemos ser capazes de esclarecer os diferentes fatores envolvidos no sucesso terapêutico e prover informações robustas e bem definidas para a definição e desenho de estratégias pelo programa de controle de malária do Brasil.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 01/05/2020-30/04/2023
Foto de perfil

André Machado Rodrigues

Ciências Humanas

Educação
  • desenvolvimento de conhecimentos docentes a partir do fortalecimento de uma comunidade de práticas no contexto de mudança curricular
  • A reforma curricular em curso no país (BNCC) demandará que os conhecimentos dos professores estejam articulados com as novas práticas. Nesse contexto, a criação e fortalecimento de uma comunidade de práticas pode atuar como apoio importante a esses docentes. O Programa de Especialização Docente (PED), proposta que surge na Stanford Graduate School of Education, a ser implementado como parceria entre Universidades brasileiras e a Educação Básica da rede pública de ensino pretende atuar junto aos professores das áreas de Ciências da Natureza e Matemática, em seus contextos de sala de aula e promover a expansão do repertório das práticas e a articulação entre teoria e prática. O projeto tem como foco investigar como se dará o desenvolvimento dos conhecimentos docentes e sua articulação com a prática. Há consenso na literatura da área sobre os conhecimentos necessários para atuação docente: pedagógico, curricular, dos estudantes, do conteúdo, da avaliação e conhecimento pedagógico do conteúdo. A articulação desses conhecimentos em sala de aula não é tarefa simples, mas pode ser facilitada com o trabalho numa comunidade de prática fomentada pelo PED. Nosso objetivo de pesquisa é investigar como a participação dos professores de Ciências e Matemática no PED colabora para desenvolver conhecimentos docentes e amplia a coerência das suas propostas didáticas. A pesquisa se caracteriza como de natureza qualitativa, com delineamento do tipo estudo de caso. A coleta de dados ocorrerá no contexto de desenvolvimento dos módulos do curso para professores da Educação Básica na rede pública de ensino. Os dados serão coletados a partir de questionários, entrevistas, planos de aulas elaborados, registros audiovisuais das aulas ofertadas, relatórios de reflexão promovidos junto aos mentores e replanejamento das aulas. Será feita uma análise temática qualitativa cujas categorias serão baseadas em modelos teóricos da literatura, sendo um deles o Modelo Consensual Refinado.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Andre Paulo Tschiptschin

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • inovação em materiais à base de carbono para aplicações tribológicas na indústria metal-mecânica e biomédica
  • Revestimentos à base de carbono podem conferir baixos coeficientes de atrito e elevada resistência ao desgaste a componentes mecânicos em contato. A deposição de revestimentos à base de C e modificações superficias por processos a plasma (PVD, PECVD, PAPVD e PTA) permite obter filmes DLC, nanocompósitos com partículas de grafeno, superfícies contendo partículas de grafita turbostrática e nanopartículas de Ag:Cu:C, que podem conferir ultrabaixos coeficientes (< 0,1), típicos da superlubricidade. Os materiais que se pretende sintetizar têm em comum o carbono na sua forma alotrópica hibridizada sp2, com elevada lubricidade. São DLCs dopados com W, nanocompósitos contendo grafeno e grafita e nanopartículas de Ag:Cu:C. As modificações superficiais almejadas poderão ser aplicadas aos componentes mecânicos de sistemas de propulsão e transmissão de energia, visando aumentar a eficiência energética, diminuir o consumo de combustíveis e a emissão de gases poluentes. Nanopartículas de Ag:Cu:C com ação bactericida poderão ser utilizadas na modificação superficial de dispositivos biomédicos e instrumental cirúrgico, contribuindo também para o aumento da segurança hospitalar e melhoria do sistema de saúde. Os filmes e revestimentos nanocompósitos serão caracterizados estrutural e quimicamente por técnicas de microscopia eletrônica e de força atômica, espectrometria Raman, difração de raios-X e análise térmica diferencial. A caracterização de propriedades nanomecânicas será feita por técnicas de nanoindentação e as propriedades tribológicas (coeficientes de atrito, taxas de desgaste e adesão de filmes aos substratos) serão determinadas em ensaios pino contra disco e esclerometria linear instrumentada. A observação das superfícies e subsuperfícies desgastadas por interferometria ótica, microscopia eletrônica de duplo feixe e microscopia confocal a laser permitirão caracterizar os micromecanismos de desgaste atuantes no contato entre amostras e contracorpo.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 30/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

André Ricardo Salata

Ciências Humanas

Sociologia
  • expansão educacional, desigualdades e estratificação social: do desenvolvimento infantil ao mercado de trabalho
  • A proposta trata da relação entre educação, desigualdades e estratificação social, a partir de três eixos analíticos: (i) Desenvolvimento infantil nos primeiros anos da escolarização obrigatória; (ii) Políticas de expansão educacional e desigualdade de oportunidades; (iii) Expansão educacional e resultados no mercado de trabalho. Temos como objetivo geral analisar a relação entre expansão do sistema educacional e democratização das chances de vida no Brasil, a partir de marcadores como classe de origem, raça e gênero. Tal objetivo se justifica na medida em que a educação se constitui, na sociedade moderna, como elemento-chave no processo de estratificação social e conformação das desigualdades; e, também, em função da substantiva elevação da escolaridade entre os brasileiros nas últimas décadas. Entre os anos de 1995 e 2015 a média de anos de estudo da população entre 25 e 64 anos de idade saltou de 5,7 para 8,6, o percentual de pessoas com 12 ou mais anos de escolaridade subiu de 9,5% para 20,7%, e o ensino obrigatório agora – desde 2009 - engloba também o ensino médio e a educação infantil. Nos perguntamos, então, se as políticas de expansão educacional postas em prática ao longo das últimas décadas teriam contribuído para uma maior equalização em termos de oportunidades, considerando fatores como a classe de origem, a raça e o gênero dos estudantes. Procurando melhor compreender os mecanismos que relacionam aquelas características ao sucesso escolar, e, também, a escolaridade alcançada à posição social de destino dos indivíduos, focamos nossa análise em momentos-chave de suas trajetórias: os primeiros anos da escolarização obrigatória, seu desempenho ao longo do ensino fundamental e médio, o acesso ao ensino superior e a entrada no mercado de trabalho. A metodologia proposta é de cunho eminentemente quantitativo, envolvendo dados primários e secundários, que serão analisados a partir de variadas técnicas estatísticas, com foco em modelos multivariados.
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 09/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Andre Rodrigo Rech

Ciências Agrárias

Recursos Florestais e Engenharia Florestal
  • consolidação da pós-graduação da ufvjm por meio de parcerias com programas de excelência
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK - MG - Brasil
  • 06/01/2020-06/01/2025
Foto de perfil

Andre Rodrigo Rech

Ciências Agrárias

Recursos Florestais e Engenharia Florestal
  • contribuições da natureza para as pessoas: o papel de interações bióticas no funcionamento de serviços ecossistêmicos e ambientais no vale do jequitinhonha (mg-brasil)
  • Esta proposta nasce da demanda por subsídios que embasem a construção de políticas de pagamento por serviços ambientais nos municípios do Vale do Jequitinhonha. Majoritariamente inserida no semiárido brasileiro, essa região apresenta baixíssimos índices de desenvolvimento humano em paralelo com boas proporções de áreas preservadas e um modelo de agricultura campesina que aparenta favorecer as interações associadas com a proteção de recursos hídricos e polinizadores/dispersores. Não se conhece, no entanto, onde estão, como funcionam e quais os indicadores socioeconômicos associados ao uso de serviços ecossistêmicos na região. Neste projeto reunimos uma equipe multidisciplinar com balanço de gênero e estágios da carreira para investigar um problema central para a sustentabilidade nas Ciências Agrárias a partir de um olhar interdisciplinar. Organizamos 3 grupos de trabalhos que irão: i). mapear e georreferenciar o uso de serviços ecossistêmicos de provisão hídrica e produção de alimentos bem como as características da paisagem e da vegetação que permitam estimar a oferta de serviços ecossistêmicos em eventuais futuros programas de pagamento por serviços ambientais (PSA); ii) investigar o papel de interações bióticas (mutualismos e antagonismos) no funcionamento e provimento desses serviços; e iii) relacionar o uso dos serviços ecossistêmicos com indicadores socioeconômicos e modelos de agricultura utilizados em municípios do Vale do Jequitinhonha. Esperamos ao final desse projeto gerar conhecimentos úteis tanto na escala regional, disponibilizando subsídios aos municípios interessados na criação de políticas de pagamento por serviços ambientais quanto para o entendimento do papel das interações bióticas na provisão e manutenção de serviços ecossistêmicos e da sua necessidade no planejamento e monitoramento de serviços ambientais. Esperamos ainda entender quais arranjos produtivos e modelos de organização agrícola favorecem ou configuram serviços ambientais na região.
  • Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK - MG - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

André Santanchè

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • desenvolvimento e implementação de uma plataforma online baseada em evidências para a aprendizagem de raciocínio clínico e prevenção de erros cognitivos
  • Este projeto tem como base uma colaboração do Instituto de Computação com a Faculdade de Ciências Médicas e Hospital das Clínicas da Unicamp, bem como, o Center for Educational Development and Research - University Medical Center Groningen - University of Groningen. O desafio inicial envolve a preparação de estudantes de medicina no atendimento de pacientes, uma vez que o conhecimento na área de saúde tem crescido em taxas sem precedentes. Em especial, o desafio que deu origem à pesquisa envolve o atendimento de emergência. Este é um dos maiores desafios na educação em saúde, dado que na emergência os estudantes precisam aprender a articular um amplo espectro de conhecimento de um médico generalista no menor espaço de tempo possível. A abordagem escolhida para fazer frente a este desafio foi a criação de uma plataforma educacional baseada na resolução de casos chamada Harena. A plataforma permite que estudantes solucionem casos clínicos complexos em um ambiente controlado. Dentre as vantagens da abordagem proposta, está a de possibilitar que o participante desenvolva algumas das habilidades requeridas em ambientes reais, em um ambiente que reduz o estresse, o ruído e os riscos desses ambientes. Além disso, é possível apresentar ao participante uma diversidade de casos que ele não encontraria durante a sua formação em um ambiente real. A plataforma também é capaz de criar casos com propósito educacional em outros domínios, tais como, física e matemática, ainda que tenha tomado como ponto de partida o domínio de saúde. No contexto da saúde, casos são fictícios – e.g., com personagens e cenários inventados – com características (e.g., sintomas e resposta a tratamentos) baseadas em casos clínicos do mundo real. Nesta pesquisa, dados de saúde serão explorados para a construção de modelos que dão suporte à tutoria e avaliação dos participantes durante a resolução dos casos. Por essa razão, este projeto se desenvolve sobre o princípio de Autoria Analítica, em que a produção de casos resultará de um ciclo interativo entre um autor humano e o sistema de informação. Esse último participará do processo reunindo, analisando, relacionando e sumarizando informações no domínio de saúde que possam estar relacionadas com o caso. A plataforma Harena coleta dados da evolução e desempenho de cada participante na resolução dos casos. Esses dados são usados pela plataforma tanto para avaliação quanto para guiar o participante dentro do caso.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 27/08/2020-31/08/2022
Foto de perfil

Andre Talvani Pedrosa da Silva

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • dispositivos fototerápicos com a luz azul como estratégia terapêutica complementar durante a infecção por trypanosoma cruzi - do controle parasitário à modulação da resposta imune em mamíferos
  • A doença de Chagas, causada pelo Trypanosoma cruzi, permanece negligenciada, debilitante e endêmica na América Latina, cujo tratamento etiológico (benznidazol/Bz) apresenta alta citotoxicidade e falha terapêutica devido a características genéticas do parasito e do hospedeiro. Alterações leves, moderadas ou graves na estrutura e função do coração, e de outros órgãos, apresentam relação direta com a resposta inflamatória no hospedeiro infectado. Diante da resistência do T.cruzi ao arsenal quimioterápico vigente, a fototerapia com luz azul (FLA) poderia atuar como potencial estratégia de controle parasitário, uma vez que na faixa de 400 a 470nm, ela eleva o estresse oxidativo, altera organelas citoplasmáticas e induz morte em bactérias e fungos. Pela inexistência destes estudos em protozoários, demonstramos que a FLA controla a replicação parasitária no sangue e músculo cardíaco de animais infectados por T.cruzi, sem danos estruturais à célula hospedeira. Nesta proposta, exploraremos como a FLA atua na biologia do parasito e da célula hospedeira, em presença do Bz. Pretendemos elucidar se a FLA seria uma estratégia viável de complementação terapêutica e de proteção anti-T.cruzi. Para isso, serão desenvolvidos dispositivos de FLA para aplicação em cultura de células Vero e em camundongos C57BL/6 infectadas(os) com as cepas Y, Colombiana e VL-10 do T.cruzi, na presença e ausência de Bz. Nas células Vero e em fragmentos de coração, encéfalo, gastrocnêmio e tec. adiposo epididimal haverá (i)quantificação de parasitos e de mediadores inflamatórios, (ii)expressão gênica de receptores e proteínas intracelulares, (iii)avaliação proteômica, (iv) fenotipagem do infiltrado inflamatório e (v)avaliação histomorfológica e apoptótica. Será avaliado, ao final, a proteção da FLA em pele escoriada de animais expostos ao T.cruzi, num modelo similar à transmissão vetorial. Na derme será quantificado o DNA do T.cruzi e avaliados parâmetros imuno-histológicos e angiogênicos locais.
  • Universidade Federal de Ouro Preto - MG - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025