Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Brenda Paula Figueiredo de Almeida Gomes

Ciências da Saúde

Odontologia
  • compartilhamento de mecanismos de resistência a antibióticos entre as comunidades microbianas orais e as das infecções endo-periodontais
  • A complexa rede que liga o compartilhamento de informações genéticas entre comunidades microbianas é um dos principais fatores nos processos evolutivos. Através das interconexões exercidas pelo mobiloma (i.e. conjunto de elementos móveis em um genoma), os microrganismos distribuem seu genótipo para a maioria dos organismos vivos (microbioma). Um exemplo significativo é a disseminação de genes que codificam a resistência a antibióticos. Apesar de representar uma grande ameaça à saúde pública global, decifrar os princípios que coordenam a evolução das bactérias multirresistentes continua sendo um desafio. Recentemente, alguns trabalhos revelaram o potencial das abordagens metagenômicas para compreender e explorar a dinâmica e a diversidade das comunidades microbianas, e a correlação de genes de resistência associados a esses microbiomas. No entanto, nenhum estudo metagenômico funcional foi realizado até agora em comunidades dos microbiomas das infecções endo-periodontais. Nesse contexto, o objetivo deste estudo é desenvolver uma abordagem sistêmica para analisar a rede de resistência aos antibióticos em metagenomas da cavidade oral e correlacioná-la com aquela encontrada em dentes com infecções endo-periodontais. Faremos isso integrando tecnologias para decodificar a distribuição, abundância, associações e correlações estatísticas do resistoma e mobiloma de diferentes sítios orais (metagenomas de diferentes partes do mundo) com os das infecções endo-periodontais. Por meio de abordagens laboratoriais, bioinformática e ciência em rede, propomos investigar padrões de genes de resistência prevalentes em diferentes locais da cavidade oral e o fluxo de sua disseminação em comunidades microbianas de infecções endo-periodontais. Acreditamos que esses dados são de fundamental importância para a compreensão desse desafio universal, abrindo caminho para que novas tecnologias possam desenvolver tratamentos antimicrobianos eficazes.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 05/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Britaldo Silveira Soares Filho

Ciências Biológicas

Ecologia
  • simulação dos impactos das mudanças climáticas e no uso da terra nos regimes de fogo e biodiversidade e implicações para a conservação ambiental no cerrado
  • Os impactos diretos e indiretos das mudanças climáticas podem afetar drasticamente a biodiversidade. Estimar esses impactos antecipadamente e compreender quais são os fatores que direcionam esses impactos são fundamentais para criação de políticas públicas de mitigação e adaptação às mudanças climáticas. No entanto, a modelagem da dinâmica ambiental advinda das mudanças climáticas demanda o desenvolvimento de modelagem de sistema em larga escala que integram uma complexidade de modelos e uma grande quantidade de dados (big data), requerendo, portanto, uma capacidade avançada de processamento, no tocante tanto ao software e hardware. O CSR-UFMG dispõe de grandes bancos de dados de biodiversidade e serviços ecossistêmicos para o Brasil, possuindo uma ampla experiência na modelagem ambiental aplicada a políticas públicas. Para tanto, foram desenvolvidos modelos e ferramentas para análise de biodiversidade e modelos de simulação de mudanças no uso da terra para o Brasil como um todo e espalhamento de fogo em alta resolução espacial específicos para os ecossistemas da floresta Amazônica e vegetações do Cerrado. Esses modelos têm sido utilizados para estimar os impactos das mudanças climáticas e do uso da terra nos regimes de fogo e consequente alteração nos padrões de biodiversidade. Para isso, CSR conta com uma infraestrutura computacional de alta performance e desenvolve a plataforma de modelagem ambiental Dinamica EGO freeware, utilizada não somente para rodar os nossos modelos com crescente nível de complexidade, mas também para disseminar a nossa ciência. Hoje Dinamica EGO é utilizado por usuários ao redor do mundo tendo já contribuído para mais de 200 publicações em periódicos revisto por pares. A possibilidade de otimizar a arquitetura de paralelismo do software para rodar na nuvem trará benefícios, portanto, para o avanço da modelagem ambiental que requer processamento de alto desempenho, sobretudo para os usuários que não dispõem de infraestrutura ou mesmo para os que a têm mas precisam para isso arcar com altos custos de manutenção. Os resultados desse estudo terão também impactos diretos na formulação e avaliação de políticas públicas de mitigação e adaptação das mudanças climáticas visando a conservação da biodiversidade e dos serviços ecossistêmicos por todo o país.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 20/08/2020-31/08/2022
Foto de perfil

Bruna Figueiredo Manzo

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • desenvolvimento e validação de tecnologias de apoio à educação e ao envolvimento de acompanhantes na segurança do paciente pediátrico e neonatal
  • Potenciais riscos ao paciente são intrínsecos à complexidade do cuidado à criança e ao neonato, especialmente pelas características físicas que podem influenciar consideravelmente a segurança do paciente. Apesar das iniciativas e investimentos empregadas na área da segurança do paciente pediátrico e neonatal, constata-se ainda alto número de eventos adversos. Assim, outras estratégias são motivadas em busca do cuidado seguro, como o incremento à educação e a participação do acompanhante nas ações de segurança. Ao promover a participação de acompanhantes na segurança dos cuidados, favorece a integração destes na tomada de decisão, de maneira consciente e informada, influenciando nas ações de segurança das crianças. Assim, este projeto apresenta como objetivo geral, desenvolver e validar tecnologias de apoio à educação e ao envolvimento de acompanhantes nas ações de segurança do paciente do paciente pediátrico e neonatal e tem objetivo específico, desenvolver e validar um web-app, um serius games e um software de realidade virtual (RV) para alcançar o objetivo geral. Trata-se de uma pesquisa metodológica e de produção tecnológica contemplando 4 etapas. Na etapa 1 realizar-se-á a prospecção tecnológica, nas etapas 2 e 3 serão construídos os conteúdo das tecnologias educativas e o seu desenvolvimento e a etapa 4 consistirá na validação de conteúdo, aparência e índice de Fidedignidade. O desenvolvimento tecnológico com inovações no contexto de saúde colabora significamente no processo de educação do paciente e seu acompanhante, porém são escassos os estudos que desenvolvam e validem essas diferentes tecnologias. A hipótese do estudo é que as tecnologias desenvolvidas e validadas têm potencial enquanto instrumento educacional e de incentivo ao envolvimento dos acompanhantes na segurança das crianças. Ademais, facilitará interação acompanhantes - equipe de saúde, e possibilitar realinhamento de processos, políticas e estruturas assistenciais que visam o cuidado seguro.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Bruna Gisi Martins de Almeida

Ciências Humanas

Sociologia
  • fluxo do sistema de justiça juvenil no estado de são paulo
  • A aprovação do Estatuto da Criança e do Adolescente em 1990 estabeleceu um conjunto de mudanças legais no tratamento de adolescentes autores de atos infracionais que envolvem tanto a introdução de garantias processuais e direitos individuais quanto a adoção de dispositivos que restringem o uso da privação de liberdade como medida de responsabilização. Essas alterações impactam diretamente a atuação dos atores do sistema de justiça juvenil, marcada historicamente pela informalidade, discricionariedade e paternalismo. A literatura recente sobre o sistema de justiça juvenil brasileiro – em diálogo com a literatura internacional – tem indicado a complexidade do seu modo de funcionamento e os mecanismos pelos quais uma cultura “menorista” se combina com uma lógica punitiva. No que diz respeito ao diagnóstico das tendências atuais no país, um dos aspectos que ainda precisa ser melhor investigado é a produção decisória dos atores ao longo das etapas do fluxo desse sistema. A investigação dos fatores associados à produção decisória permite compreender de que maneira os dispositivos legais e as medidas socioeducativas têm sido utilizados. Buscando contribuir para esse debate, o objetivo deste projeto é realizar um estudo do fluxo do sistema de justiça juvenil no estado de São Paulo e investigar os fatores associados ao avanço dos casos nas diferentes etapas do sistema, desde o registro na polícia até o sentenciamento pelo judiciário. Dados recentes sobre o sistema paulista indicam uma redução significativa no número de adolescentes cumprindo medidas socioeducativas. Neste sentido, buscar-se-á investigar se houve alterações neste fluxo nos últimos anos. A pesquisa adotará uma abordagem longitudinal para rastrear o processamento dos casos em cada etapa e será realizada a partir da coleta, sistematização e consolidação de dados secundários produzidos pelas agências que compõem o sistema de justiça juvenil em São Paulo.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 08/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Bruna Paola Murino Rafacho

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • estratégia de formação dos profissionais da atenção primária à saúde no cuidado das condições crônicas em campo grande/ms
  • A Atenção Primária à Saúde (APS) constitui a porta de entrada no sistema de saúde pela população. Por estar mais próxima a comunidade, sendo local ideal para promoção da saúde, prevenção de doenças e enfrentamento de Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT), como obesidade, hipertensão e diabetes. Neste sentido, capacitar gestores e profissionais que atuam na APS tem grande relevância, de modo a fortalecer as políticas públicas de Saúde existentes e organizar o cuidado de maneira mais eficiente. Neste contexto, o presente trabalho tem como proposta dar continuidade ao projeto “Rede de Enfrentamento e Controle da Obesidade na Atenção Primária (ECO-AB)”, estendendo sua atuação para demais condições crônicas além da obesidade por meio do diagnóstico da organização do cuidado às pessoas com DCNT e aplicação de estratégia de educação na APS de Campo Grande/MS. Por meio de ações de pesquisa, ensino e extensão espera-se apoiar a formação qualificação, acompanhamento e socialização das ações desenvolvidas pelas equipes de saúde, visando a atenção à saúde no controle das DCNT.
  • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 05/12/2020-31/12/2023
Foto de perfil

Bruno Augusto Nassif Travençolo

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • estratégias visuais de análise de redes dinâmicas com foco nas características e comportamento dos seus nós
  • Redes dinâmicas são utilizadas para modelar interações entre entidades que compõem um determinado domínio do conhecimento, com o intuito de extrair padrões nessas interações que permitam a compreensão de determinado fenômeno nesse domínio. É possível encontrar aplicações em diversas áreas, incluindo redes sociais, espalhamento de fake news, análise de tráfego aéreo, interação entre proteínas nas células, entre outras. A análise dessas redes usualmente emprega medidas estatísticas e/ou técnicas visuais que auxiliam na extração de informações úteis contidas nas conexões entre nós da rede, de forma a identificar comportamentos anormais, tendências de relacionamento, sazonalidades e recorrências. No entanto, a maioria das estratégias visuais propostas concentra-se apenas em informações topológicas da rede, ignorando informações do próprio domínio de aplicação e propriedades dos nós. Considerando que a dinâmica de interação dos nós pode estar fortemente relacionada a essas propriedades, a análise pura das conexões pode limitar a compreensão dessa dinâmica, o que leva a seguinte pergunta: uma representação visual de redes dinâmicas que considera, além da topologia, informações específicas a respeito dos seus nós constituintes pode aumentar a compreensão dos fenômenos e do contexto modelado por essas redes? É sabido, por exemplo, que a interação entre usuários de redes sociais está fortemente ligada às suas preferências, costumes e crenças. Dessa forma, neste projeto pretende-se empregar um conjunto de técnicas de visualização de informação nas características individuais dos nós, destacando visualmente aspectos distintos dessas entidades, tais como similaridade, evolução temporal ou correlação entre propriedades. Associado a essas visualizações, serão propostas ferramentas de interação para proporcionar uma exploração efetiva desses aspectos, permitindo ao usuário associá-los e fazer inferências que justifiquem o comportamento temporal da rede.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Bruno da Silva

Ciências Humanas

História
  • circuitos transoceânicos: o lugar das américas no trânsito de ideias, bens e indivíduos, da primeira modernidade às independências
  • A pesquisa objetiva redimensionar o lugar da América Ibérica (séculos XVI-XIX), através das diferentes formas de etnogênese que criam diversos tipos de comunidades, tanto no mundo indígena quanto afro-americano e nas paragens orientais. Busca-se iluminar a importância do Novo Mundo na construção da ideia de mundialização ou globalização, abordando a circulação de pessoas, objetos, ideias e conhecimentos de forma inovadora. Isso porque, considera-se a América um espaço para a emergência de sociedades que não se limitam a mimese daquelas europeias, porém, observando que o local não é uma tela invertida sobre a qual o global se projeta (Appadurai, 2013). Ao contrário disso, os cenários americanos nas suas mais diferentes relações com as bordas do Atlântico e o Oriente foram palcos de experiências que, descortinadas com a reavaliação de fontes já conhecidas e avançando igualmente sobre documentação ainda pouco explorada, podem nos revelar processos marcados menos pelo resultado de uma miscigenação das formas, culturas, técnicas, dos corpos, objetos e mais por tensões e trocas recíprocas. O problema central reside em questionar explicações dicotômicas, a exemplo de: local/global, micro/macro, centro/periferia... que simplificam o passado americano. Assim, teórico-metodologicamente, os pesquisadores aqui reunidos buscam evidenciar, sobretudo através da perspectiva das Histórias Conectadas, fontes tais como: objetos de arte, compêndios de fauna e flora, artefatos de luxos, papéis diplomáticos, entre outros. Nossas interrogações visam questionar “os modos de acoplamento de um mundo em outro, sem limitar-se aos laços atados pela Europa Ocidental com o resto do globo” (Gruzinski, 2014), dialogando com as correntes epistemológicas que enfatizam a dimensão subjetiva e individual dos agentes históricos envolvidos no processo de expansão das monarquias europeias e nos processos independentistas do século XIX.
  • Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará - PA - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Bruno de Athayde Prata

Engenharias

Engenharia de Produção
  • matheurísticas para problemas de gestão da produção e operações
  • Nas últimas décadas, diversos problemas de gestão da produção e operações tem sido tratados como problemas de otimização combinatória. Visto que tais problemas pertencem à classe NP-difícil, métodos aproximados, tais como heurísticas e metaheurísticas tem sido propostos para suas resoluções. Nos últimos anos, as matheurísticas tem sido uma linha de pesquisa promissora, visto que hibridizam métodos exatos e técnicas heurísticas para resolução de problemas de otimização combinatória em tempo computacional admissível. Este projeto tem por objetivo a proposição de novas matheurísticas para a resolução de problemas de gestão da produção e operações. A investigação será composta pelas seguintes etapas: revisão bibliográfica, elaboração de formulações matemáticas, projeto e implementação dos algoritmos, testes computacionais e elaboração do relatório final. Espera-se que os algoritmos desenvolvidos possam ser aplicados na resolução de problemas reais.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Bruno de Oliveira Rodrigues

Ciências Sociais Aplicadas

Direito
  • jurisdição quilombola
  • O projeto tem como pretensão produzir uma ferramenta e solução digital para a dispersão de dados relativos a judicialização das demandas quilombolas no Brasil, para tanto, realizaremos uma pesquisa-ação, na medida em que pretendemos não só compreender o fenômeno da judicialização das questões quilombolas no Brasil, mas também criar uma ferramenta para consolidar dados e organizações informações esparsas. Estruturaremos um programa de gestão da informação que colabore e aumente o grupo de dados relativos à judicialização da questão quilombola no Brasil, ampliando a possibilidade de observação dos fenômenos correlatos. Pretende-se criar uma plataforma, com aplicativo compatível com IOS e Androide, a ser hospedada no sítio eletrônico da UFAM, que terá como finalidade mapear os grupos étnicos que são autores ou réus em processos judiciais no território brasileiro, preliminarmente a plataforma/sistema se chamará “Jurisdição Quilombola”. A plataforma será aberta para que os usuários possam incorporar informações, principalmente associando as demandas judiciais às comunidades quilombolas espalhados pelo território nacional, assim, o aplicativo inicialmente associará, de forma interativa, a demanda ao território quilombola em um mapa do Brasil, associando os detalhes do conflito. Serão então cadastrados os sujeitos, informando dados e localização, tanto dos quilombos, como de seus litigantes, o que ajudará a criar um rol de perfil dos atores, mapeando melhor os conflitos que são judicializados. A ferramenta contará com boletins consolidados dos processos, banco de petições, cartilhas, legislação específica, glossário. Pretende-se também fazer uma pesquisa em qualitativas em profundidade, através de campo em pelo menos um quilombo com conflito judicializado, buscando analisar de que maneira que o processo judicial se incorpora na vida e no cotidiano da comunidade, considerando como o processo enquanto artefato cultural se trança na representação e identidade quilombola.
  • Universidade Federal do Amazonas - AM - Brasil
  • 02/05/2022-31/05/2025
Foto de perfil

Bruno Deltreggia Benites

Ciências da Saúde

Medicina
  • plasma convalescente (pconv) como terapia de prevenção de complicações associadas a infecção por sars-cov-2
  • O plasma de indivíduos que se recuperam satisfatoriamente de COVID-19 pode ser uma fonte interessante de anticorpos específicos contra o vírus que causa a doença. Portanto, pode representar uma opção terapêutica em pacientes com evolução desfavorável ou com potencial para maior risco de complicações, como indivíduos na faixa etária acima dos 60 anos e portadores de doenças cardiovasculares ou pulmonares. Esse tipo de terapêutica já foi utilizada em surtos prévios de outras infecções respiratórias, como influenza H1N1, SARS e MERS, com resultados promissores que envolviam, por exemplo, menores taxas de mortalidade e menor tempo de permanência hospitalar. Diante da pandemia atual de COVID-19, em que ainda não há nenhuma terapêutica comprovadamente eficaz disponível, ensaios clínicos avaliando o uso de plasma convalescente são urgentes e podem trazer uma nova opção terapêutica com potencial para diminuição de complicações, como necessidade de ventilação mecânica e menores taxas de mortalidade. Nesse sentido, tem o potencial também de aliviar a iminente pressão sobre os serviços de saúde, que poderão enfrentar limitações na disponibilidade de leitos, equipamentos e profissionais no enfrentamento dessa crise. Entretanto, a eficácia e segurança do uso terapêutico de PCONV em pacientes diagnosticados com COVID-19 não poderá ser atestada a menos que sejam conduzidos ensaios clínicos controlados com adequada metodologia de execução e análise, que é o que pretende contribuir este trabalho no âmbito do desenvolvimento de novas terapias. Os benefícios na condução de ensaios clínicos controlados nessa situação específica de pandemia estão também na comprovação de uma terapêutica que estará progressivamente mais disponível conforme mais indivíduos infectados entrem em convalescência. Também poderá contribuir com evidência mais robusta no apoio de decisões institucionais e mesmo governamentais, e que potencialmente poderá ser aplicada na eventualidade de novas pandemias globais. Portanto, o objetivo deste trabalho será avaliar a segurança e eficácia de imunoterapia passiva utilizando plasma convalescente (PCONV) no tratamento de indivíduos diagnosticados com COVID-19 e hospitalizados por sintomas respiratórios. Trata-se de ensaio clínico prospectivo, único centro, randomizado, cego, comparando transfusão de PCONV com transfusão de plasma convencional não imune como controle. Os potenciais doadores serão selecionados no momento da alta hospitalar ou através de voluntariado incentivado em mídias sociais. Além da triagem clínica e laboratorial, já habitualmente realizada em doadores de sangue e prevista por legislação, serão colhidas amostras para teste rápido para identificação dos anticorpos IgG anti-SARS-Cov2, com diluição para 1:128. O doador será então submetido a coleta de 600ml de plasma através de equipamento de separação celular por aférese, que será divido em três alíquotas de 200ml. Os pacientes selecionados serão aqueles ainda em estágios iniciais de acometimento pulmonar, com o intuito de avaliar possíveis efeitos sobre a diminuição da progressão para suporte intensivo e ventilação mecânica. Pacientes com acometimento pulmonar avançado e em ventilação mecânica provavelmente estão menos propensos a responder a esse tipo de terapia, além de apresentarem maior risco de ocorrência de complicações. Portanto, a proposta deste estudo (e que o diferencia de outras propostas apresentadas publicamente) é investigar o papel de PCONV como uma intervenção precoce na prevenção de complicações, naqueles indivíduos com diagnóstico em estágios ainda iniciais, antes da ocorrência de evolução desfavorável, ao contrário de ser uma última opção salvadora em pacientes já com acometimento extenso e sob ventilação mecânica, para os quais os benefícios serão potencialmente menores e com provável maior ocorrência de reações adversas. Para melhor mascaramento e diminuição de possibilidade de vieses por outros fatores confundidores, optou-se por uso de plasma convencional como controle, seguindo o desenho de outros estudos internacionais já em andamento. Para análise dos desfechos (progressão para ventilação mecânica e mortalidade), será avaliada a proporção de pacientes nas diferentes classes de escala ordinal de gravidade, em cada grupo de randomização nos seguintes tempos: admissão hospitalar, até 3 dias após admissão, no dia da transfusão e 3, 5, 7, 15 e 28 dias após a transfusão. Serão comparadas também: incidência e duração da ventilação mecânica, duração total da hospitalização e tempo de internação sob cuidados intensivos, e evolução de marcadores prognósticos: PCR, Troponina, TP/AP, TTPA, dosagem de fibrinogênio, gasometria arterial, ALT/AST, LDH, contagem linfocitária em sangue periférico e D-dímero nos dias 0, 3, 5, 7, 15 e 28. Serão comparados também marcadores de segurança: incidência geral de eventos adversos e incidência de eventos adversos graves. Em paralelo ao estudo clínico descrito anteriormente, será realizada avaliação mais extensa da prevalência e dinâmica temporal dos anticorpos anti-SARS-Cov-2 em população de doadores de sangue saudáveis, através de triagem com detecção de IgG/IgM. Essa determinação será realizada em 500 amostras mensais (aprox. 10% do número total de doadores da instituição), de forma aleatória e consecutiva, de janeiro a dezembro de 2020. As testagens de doações de sangue nos períodos que antecedem o início do projeto serão realizadas com alíquotas da soroteca já armazenadas. Com base nos resultados encontrados nessa população, serão realizadas análises de potencial dimensionamento da disponibilidade de plasma convalescente para tratamento e uso direto como hemocomponente, e como matéria prima para produção industrial de imunoglobulina hiperimune específica. Essa análise considerará: dinâmica dos anticorpos em indivíduos infectados, relação do volume de coleta por indivíduo com os títulos de anticorpos, e projeções populacionais baseadas na potencial demanda pelo produto.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 27/08/2020-26/09/2022