Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Rebeca Boltes Cecatto

Ciências da Saúde

Medicina
  • a eficácia anti-viral da biofotônica como tecnologia para descontaminação de ambientes e superfícies. revisão sistemática.
  • O Coronavírus (COVID-19) é um agente zoonótico recém-emergente que surgiu em dezembro de 2019 na China (2019-nCoV) e que resulta na Síndrome Respiratória Aguda Grave Coronavírus 2 (SARS-CoV -2). O surto de COVID-19 rapidamente se disseminou pela China e se espalhou para 85 países / territórios / áreas fora da China em março de 2020. A literatura científica tem feito progressos na caracterização do novo coronavírus e trabalha exaustivamente em terapias e vacinas contra o vírus. Além disso, a transmissão de pessoa para pessoa já está descrita em ambientes hospitalares e domésticos. Em adição, a transmissão do coronavírus através de superfícies contaminadas e secas e a auto-inoculação de membranas e mucosas do nariz, olhos ou boca já estão bem documentadas. Nos últimos anos, novas tecnologias a partir das propriedade bactericidas da biofotônica também mostraram seu potencial científico como alternativas à pasteurização e descontaminação convencionais, com possibilidade de inativar patógenos e microrganismos a um custo baixo. Uma variedade de terapias de luz diferentes (ultra-som, ultra-violeta-C, ozônio, pulsos de luz de alta intensidade, laser entre outras) têm sido estudadas como possíveis técnicas de descontaminação. Mas, embora as propriedades germicidas da luz sejam conhecidas há muito tempo, é relativamente recente que as propriedades antimicrobianas ou antivirais da fototerapia estejam sendo usadas para aplicações de descontaminação ambiental e controle de infecção na rotina clínica. Nesse sentido este estudo tem por objetivo avaliar a eficácia da Terapia Biofotônica como terapia antiviral discutindo sua utilidade na descontaminação viral de superfícies. Este estudo é uma revisão sistemática da literatura, realizada de acordo com as diretrizes PRISMA para Revisões Sistemáticas e Metanálises (Preferred Reporting Items for Sistemmatic Reviews and Meta-Analysis -PRISMA Statement. Serão incluídos resultados de estudos em inglês, português, espanhol, francês e italiano sobre o uso de Biofotônica com efeito antiviral que avaliaram os efeitos da Biofotônica em lesões e doenças ou estudos que avaliaram os efeitos da Biofotônica na descontaminação de tecidos, superfícies corporais ou superfícies inanimadas ou estudos experimentais sobre o desenvolvimento de novas tecnologias e patentes baseadas em Biofotônica nos quais o resultado avaliado corresponde a modificações na replicação, ativação ou carga viral. Nenhuma restrição em relação ao tipo de superfície descontaminada, etiologia viral, protocolo de luz utilizado, tipo de estudo ou técnica de aplicação será imposta. As informações coletadas serão confrontadas por dois revisores independentes em paralelo e com uma terceira avaliação em casos discordantes. A avaliação da qualidade dos estudos será realizada de acordo com as diretrizes do PRISMA por dois revisores independentes em paralelo e com uma terceira avaliação em casos discordantes. Os estudos serão avaliados quanto ao risco de viés e qualidade do estudo de acordo com as recomendações preconizadas no Equator network tools of quality e na plataforma REBRATs. É planejada uma análise descritiva qualitativa dos dados coletados. Planejamos uma descrição individual dos dados dos participantes e uma síntese narrativa. A síntese será fornecida com os resultados dos estudos incluídos, estruturados em torno dos resultados positivos ou negativos da terapia Biofotônica relatados o tipo de intervenção, tipo de condições estudadas e desenho do estudo. Serão fornecidos resumos dos efeitos da intervenção para cada estudo, calculando as razões de risco ( para resultados dicotômicos) ou diferenças médias padronizadas (para resultados contínuos), se possível. Se um mínimo de dois estudos com o mesmo material, mesma condição, terapia e resultados forem encontrados, planejamos usar o software RevMan para realizar uma síntese quantitativa (metaanálise). A planilha padrão de dados a serem extraídos inclui: Autor com referência, revista e ano de publicação; Tipo de estudo e seu desenho com parâmetros como cegamento, randomização, alocação, descrição clara de objetivos; Registro ou publicação anterior do protocolo ou patente; Método de cálculo do tamanho da amostra; Nome do vírus; Tipo de intervenção, comparadores e de tratamento; Parâmetros técnicos da terapia (fonte de luz, pico de comprimento de onda, diâmetro da fibra óptica, potência, fluência energética, período e frequência de irradiação); 8. Método e instrumentos de avaliação do efeito antiviral, descontaminação da superfície ou outros resultados relatados; Uma descrição clara dos métodos estatísticos utilizados para a análise dos resultados; Efeitos colaterais, conclusões e limitações; Relatório de perdas ocorridas durante o estudo e descrição do seguimento longitudinal mínimo; Notificação seletiva de resultados. Esta revisão sistemática feita de acordo com as recomendações do protocolo PRISMA é pioneira em resumir a literatura sobre o efeito antiviral da Terapia Biofotônica. Informações atualizadas sobre a eficácia da Biofotônica como agente anti-viral podem apoiar diretrizes de controle e prevenção. O documento final poderá ser usado para suportar novas diretrizes sobre o uso da Biofotônica na descontaminação de superfícies e controle viral. Os objetivos do documento final deste estudo são: fornecer uma síntese da literatura científica de alta qualidade sobre a Biofotônica e a descontaminação viral, fornecendo apoio científico aos formuladores de políticas públicas em saúde e equipes de profissionais da saúde para que estes possam elaborar diretrizes baseadas no melhor nível de evidência científica publicada; auxiliar a indústria no desenvolvimento de novas tecnologias, engenharias e dispositivos de baixo custo, baseados no uso Biofotônica para descontaminação viral de superfícies corporais ou materiais inanimados em ambientes de saúde ou em ambientes públicos e domésticos não profissionais.
  • Universidade Nove de Julho - SP - Brasil
  • 16/07/2020-31/03/2021
Foto de perfil

Rebeca Magalhães Pedrosa Rocha

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • cultivo e desenvolvimento in vitro de folículos ovarianos isolados pós-vitrificação do tecido ovariano caprino utilizando o ovarian tissue cryosystem
  • A criopreservação do tecido ovariano pode contribuir sobremaneira para o êxito das técnicas de reprodução assistida em animais e humanos, através da conservação da reserva dos milhares de folículos pré-antrais presentes no córtex do ovário. Entretanto, o sucesso do desenvolvimento desses folículos após a criopreservação ainda é bastante variável, seja pelo transplante do ovário, seja pelo cultivo in vitro dos próprios folículos. Portanto, o objetivo deste estudo será avaliar o desenvolvimento in vitro de folículos secundários isolados de tecido ovariano caprino vitrificado após um período de 12 dias de cultivo in vitro. Para tanto, ovários (n = 58) de cabras adultas sem raça definida serão coletados e transportados ao laboratório. Fragmentos ovarianos serão obtidos e submetidos ao isolamento de folículos secundários (cultivo fresco) ou à vitrificação seguida de isolamento folicular (cultivo vitrificado). Os folículos secundários frescos ou vitrificados serão cultivados por 12 dias e posteriormente serão avaliados os parâmetros de morfologia, formação de antro, taxa de crescimento, produção hormonal e níveis de espécies reativas de oxigênio (EROs), expressão do RNAm dos genes FSHR, CYP19, BAX, BCL2, avaliação do fuso meiótico e da integridade das junções transzonais. Os dados serão submetidos ao pacote estatístico SAS, e de acordo com o comportamento dos mesmos os testes serão escolhidos, sendo as diferenças consideradas estatisticamente significativas quando P<0,05.
  • Universidade Estadual do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Rebeca Nunes Guedes de Oliveira

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • gênero, comunicação e ludicidade na abordagem da violência de gênero entre jovens brasileiros
  • O estudo propõe o desenvolvimento de estratégia lúdico-educativa no formato de jogo de tabuleiro voltado para a abordagem da violência de gênero junto à população jovem. O objetivo geral da pesquisa é desenvolver e validar uma tecnologia lúdica enquanto estratégia comunicacional e educativa, ambientada em um jogo de tabuleiro, que favoreça a interação, a problematização da realidade e a reflexão crítica sobre a violência de gênero entre jovens. Os objetivos específicos são: 1-Proceder à construção de uma base teórico-conceitual e metodológica para subsidiar o desenvolvimento da investigação que articule tecnologias lúdico-educativas com violência, gênero e geração; 2-Identificar as percepções de jovens sobre gênero e violência em diferentes contextos educativos; 3-Caracterizar o público-alvo quanto aos jogos de interesse e diversas mídias que consomem, com as quais convivem e se relacionam; 4-Elaborar a concepção teórica, as regras e as cartas do jogo a partir dos conteúdos produzidos na fase exploratória do estudo à luz referencial teórico sobre promoção da equidade de gênero e o enfrentamento da violência de gênero entre jovens. 5-Desenvolver e avaliar os conteúdos das cartelas e a jogabilidade da estratégia lúdico-educativa ambientada em um jogo de tabuleiro. Estudo de caso, exploratório, descritivo, com produção dos dados a partir da triangulação de estratégias: Oficinas de Trabalho, observação não participante, revisão de literatura, grupos focais e entrevistas em profundidade. Para análise dos dados qualitativos, o estudo contará com o suporte do Software WebQDA e analisados segundo a propositura da análise de conteúdo. A metodologia do estudo divide-se em suas etapas ou subprojetos: a primeira constitui uma fase exploratória e a segunda a etapa de concepção e desenvolvimento de um jogo de tabuleiro, fundamentado na primeira etapa da pesquisa. Espera-se que o produto final do presente estudo possa favorecer a aprendizagem inventiva e a reflexão crítica acerca da violência de gênero e dos aspectos que a determinam, no sentido de contribuir para a prevenção e enfrentamento do fenômeno entre jovens brasileiros.
  • Universidade Municipal de São Caetano do Sul - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Rebecca da Silva Andrade

Engenharias

Engenharia Química
  • tingimento sustentável utilizando líquidos iônicos: ensaios de qualidade tintorial, análise de biodegradabilidade e estudo toxicológico aquático e edáfico.
  • As indústrias têxteis utilizam grandes quantidades de água em seus processos gerando efluentes carregados de corantes, aditivos químicos e metais pesados. Uma solução recentemente proposta para processos convencionais de tingimento é a substituição da água por substâncias chamadas neotéricas ou "solventes verdes", das quais os líquidos iônicos tem especial relevância devido às suas propriedades e aplicações potenciais. Estas substâncias são caracterizadas como sais orgânicos não-voláteis, o que impede sua dispersão por evaporação, aparecendo recentemente estudos que mostram muitas aplicações potenciais de uso industrial. Os líquidos iônicos podem ser classificados em duas grandes categorias de compostos, os líquidos iônicos apróticos (AIL, em inglês) e os líquidos iônicos próticos (PIL, em inglês). Historicamente, o esforço de pesquisa esteve voltado para os primeiros (AIL´s), aparecendo apenas nos últimos anos um crescente interesse pelas aplicações industriais dos PIL’s. Considerando o interesse que essas substâncias alternativas e ambientalmente mais sustentáveis têm suscitado, um aspecto importante é o estudo da sua toxicidade potencial. Estudos preliminares toxicológicos e de biodegradabilidade dos PIL’s em meio aquático e edáfico já foram encaminhados pela equipe de pesquisa, apontando para o caráter sustentável destes compostos. No entanto, este aspecto não foi estudado com suficiente profundidade, apesar da necessidade de dispor dessas informações para cumprir com os preceitos de agências regulamentadoras nacionais, e para poder valorar em termos reais a segurança e higiene necessárias à sua manipulação, uso e transporte nos setores industriais onde se apliquem, especificamente na indústria têxtil, área de aplicação proposta neste trabalho. Este projeto se desenvolve neste contexto, aplicando os PIL’s como meio de tingimento de fibras têxteis naturais e sintéticas, e caracterizando e avaliando ecotoxicologicamente estes novos materiais desenvolvidos pelo grupo de pesquisa. Com estes dados, se formaria pela primeira vez um mapa de informação técnica e toxicológica sobre líquidos iônicos próticos, não somente para prover informações quanto ao impacto ambiental gerado e cumprir com as diretrizes de normas regulamentadoras, como também para dispor de uma ferramenta útil para o desenvolvimento de novos compostos iônicos ainda menos invasivos em relação ao meio ambiente (fáceis de sintetizar, econômicos, não tóxicos e mais biodegradáveis) e de ampla aplicabilidade como solventes alternativos à água no processo de beneficiamento têxtil.
  • Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Reggiani Vilela Gonçalves

Outra

Biomedicina
  • avaliação de novas formulações tópicas produzidas a partir da pele de rã-touro (lithobates catesbeianus) no tratamento de feridas cutâneas
  • As lesões cutâneas atualmente representam um problema de saúde pública, pois reduzem a qualidade de vida dos indivíduos e acarretam elevados custos para os sistemas de saúde. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), em média cada lesão cutânea pode custar entre 2 e 30 mil dólares e em contexto mundial estima-se que 1,3 bilhões de dólares são gastos anualmente no tratamento destas lesões. Se levarmos em consideração instituições hospitalares, casas de apoio e asilos estes números podem ser ainda maiores. A grande prevalência destas lesões em indivíduos institucionalizados representa piora da qualidade de vida dos pacientes e seus familiares e aumento da morbimortalidade, constituindo-se em uma importante questão de saúde pública. O tratamento de feridas cutâneas pode variar de acordo com a profundidade e extensão das lesões. Em geral os cuidados incluem higienização do local e utilização de fármacos ou até mesmo curativos especiais. No entanto, os tratamentos atuais têm se mostrado ineficazes no controle da infecção e da dor, o que limita o processo de reparo e fechamento das feridas. Outro fator limitante destas terapias está associado ao entendimento do bloqueio das vias metabólicas ativadas durante o processo de reparo cutâneo. Como não está claro o mecanismo de ação destas drogas fica difícil estabelecer seus reais benefícios. Com base nisto, têm sido crescente a busca de novas terapias para acelerar o reparo cutâneo e promover um fechamento eficaz e livre de infecções. Neste contexto, estão os produtos naturais, onde podemos destacar a pele da rã-touro que possui em sua derme uma ampla variedade de compostos bioativos com efeitos antioxidantes e antimicrobianos que reconhecidamente atuam acelerando o metabolismo celular. Entretanto, a aplicabilidade destes compostos no contexto cutâneo ainda não foi estudada e carece de fundamentação científica. Baseado nisto, esta proposta visa o desenvolvimento e avaliação de formulações tópicas obtidas a partir da pele de rã touro para o tratamento de lesões cutâneas. Admitindo-se um efeito positivo desta nova formulação, surge a possibilidade de desenvolver terapias que poderão estabelecer mecanismos de proteção que possam acelerar o processo de cura e diminuir os custos imediatos. Além disto, existe a possibilidade de desenvolvimento de drogas em larga escala, visto que a rã touro é um animal considerado endêmico em várias partes do mundo e porções pequenas da pele são suficientes para produzir uma quantidade elevada de bioativos.
  • Universidade Federal de Viçosa - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Régia Agostinho da Silva

Ciências Humanas

História
  • maria firmina dos reis e sua escrita antiescravista no maranhão na segunda metade do século xix.
  • O presente projeto tem por objetivo discutir a vida e obra da escritora Maria Firmina dos Reis e sua luta contra a escravidão no Maranhão na segunda metade do século XIX. Maria Firmina dos Reis nasceu em São Luís do Maranhão em 22 de março de 1822, no bairro de São Pantaleão e morreu em 1917, na vila de Guimarães, interior do estado, para onde se mudou aos cinco anos de idade. Inicia sua carreira literária com a publicação do romance Úrsula em 1859. Escritora, mestiça, antiescravista, professora, responsável pela fundação da primeira escola mista, para meninos e meninas, no Maranhão. Publicou talvez o primeiro romance de autoria feminina no Brasil, Úrsula. (DUARTE, 2004) O Maranhão do século XIX se configurou como umas das províncias de maior contingente escravo do país, segundo um levantamento de 1821, estimou-se que dos 152.893 habitantes da província, mais da metade eram escravos. (GORENDER, 1978) Isso se devia ao quadro econômico que compunha a província. Desde da criação da companhia de comércio do Grão- Pará Maranhão, criada pelo Marquês de Pombal, em 1755, a província teve um entrada maciça de africanos escravizados. Nesse momento, a economia do Maranhão baseava-se como nas demais províncias do país, na agricultura voltada para a agro-exportação. No caso específico do Maranhão, a economia predominante foi a produção de algodão, na qual o trabalho escravo foi sua base de sustentação. As outras duas produções de arroz e açúcar, também se baseavam no trabalho escravo. (FARIA, 2005) No início do século XIX, a economia maranhense vivenciou aquilo que Celso Furtado denominou de “uma falsa euforia” (FURTADO,2009), visto que a produção e exportação do algodão, aproveitando-se da guerra civil nos Estados Unidos, que até ali era o principal fornecedor de algodão, para a Inglaterra e os demais países europeus, com a desestruturação americana, a economia maranhense ocupa um lugar de destaque nas exportações do país, enriquecendo dessa forma sua elite branca e escravocrata. É nesse contexto que Maria Firmina dos Reis, irá publicar sua principal obra “Úrsula em 1859, período pouco posterior a proibição do tráfico de escravos, a lei Eusébio de Queiroz de 1850. O romance de Maria Firmina, centrando-se em uma narrativa romântica, na qual o jovem mancebo Tancredo, apaixona-se por Úrsula heroína do romance, pobre, e órfã donzela. Essas duas personagens, ao longo da narrativa serão ajudadas pelos personagens cativos, que muitas vezes roubam as cenas no romance. Percebemos dessa forma, como Maria Firmina dos Reis, construiu um romance no qual o narrador onisciente discute a temática da escravidão e insere a temática antiescravista na província já em 1859. Nosso objetivo é acompanhar a trajetória de Maria Firmina dos Reis e sua obra, visto que a mesma dedicou grande parte dos seus trabalhos para discutir e debater a escravidão no Maranhão, tanto em seu principal romance, Úrsula, como no conto A escrava de 1887, assim como em diversos jornais do período: Jornal do Comércio, A Moderação, A Verdadeira Marmota, Jardim dos Maranhenses, A Imprensa, Eco da Juventude, Publicador Maranhense, Porto Livre, O Domingo, O País, A revista Maranhense, Diário do Maranhão, A Pacotilha, Federalista. Todos encontrados na Biblioteca Estadual do Maranhão Benedito Leite e também na Biblioteca Nacional, nos quais a escritora publicou poemas, charadas, sendo autora também da letra do hino de libertação dos escravos no Maranhão. A historiografia sobre a escravidão no Maranhão é muito carente, visto que no levantamento que fizemos, encontramos poucos trabalhos que versam sobre essa temática, tão importante para um estado que tem boa parte da sua população de afro-descendentes. Queremos trabalhar a obra de Firmina pensando como a escritora se coloca no debate abolicionista no Maranhão do oitocentos e o que podemos inferir da sociedade escravocrata maranhense através de suas obras, Úrsula, romance, A Escrava e Gupeva, contos e também a obra poética da escritora, reunida no livro Cantos a Beira Mar e nos diversos jornais do período. Nossos objetivos são: 1-estudar a situação dos cativos na ótica de Maria Firmina dos Reis, visto que dentro da obra firminiana percebemos como as personagens cativas são construídas na tentativa de “humanizá-las”, retirando-as da perspectiva de “coisa”, “mercadoria” na qual estavam pensadas no período. No texto firminiano o cativo é antes de tudo um ser humano, dotado de vontades, saudades e sentimentos. 2-Acompanhar a trajetória de vida, política e social da escritora no Maranhão dos oitocentos, percebendo dessa maneira como a escritora se colocou no mundo letrado do período, afinal o que significava ser uma mulata, escritora, professora na vila de Guimarães, no Maranhão provincial. Como e de que forma Maria Firmina dos Reis se relacionou com o mundo letrado, dominado por uma elite, branca e muitas vezes escravista. Que caminhos tortuosos foram trilhados por Firmina para conseguir alguma notoriedade e ser ouvida, em uma província na qual a própria Escola Normal, que formava professoras para o ensino primário, foi instalada tardiamente? Na qual a educação para moças como coloca era tímida e retrógrada até para os padrões do período?3- Dar visibilidade essa escritora maranhense Maria Firmina dos Reis, para muitos uma lustre desconhecida, mas que tem uma obra considerável na segunda metade do século XIX. Dessa forma acreditamos que a obra firminiana merece ser ouvida e pesquisada mais uma vez.
  • Universidade Federal do Maranhão - MA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Regiane Albertini de Carvalho

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • análise dos parâmetros funcionais, metabólicos ventilatórios e cardiovasculares em função do volume de atividade física de atletas
  • Analisar a força de impulsão do indivíduo, o impulso durante o salto, o tempo de vôo de atletas em diferentes formas, por meio de plataforma de força. Analisar VFC dos por meio de polar. Analisar sinal eletromiográfico de atletas por meio de eletromiógrafo (EMG System) e correlacionar com a espirometria.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Regiane Augusto de Mattos

Ciências Humanas

História
  • constelações transatlânticas - conexões culturais entre a comunidade boca do mato - rj e ilha de moçambique – mz
  • O projeto tem por objetivo realizar uma pesquisa sobre as histórias e manifestações culturais da comunidade Boca do Mato no Rio de Janeiro e Cidade Macuti na Ilha de Moçambique e refletir sobre os diferentes processos históricos de marginalização social e racial enfrentados e que se manifestam inclusive na ocupação desses espaços físicos. Para isso, a equipe do projeto realizará um trabalho de campo entre as populações locais e em arquivos, bibliotecas, centros de estudos e culturais, associações que abriguem documentos referentes às histórias e manifestações culturais dos grupos e espaços envolvidos. Para expressar os resultados do trabalho de pesquisa conjunto entre a equipe de pesquisadores, brasileiros e moçambicanos, e as populações da comunidade Boca do Mato e da Cidade Macuti, recorreremos à criação de um atlas de imagens em 3 formatos (uma exposição, um e-book e um banco de dados digital).
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Regiane Bertin de Lima Scodro

Ciências da Saúde

Farmácia
  • moléculas bioativas de benzohidrazonas, salicilhidrazonas, tiossemicarbazonas e tiadiazóis como protótipos de fármacos contra a tuberculose
  • O presente projeto envolve pesquisadores e alunos de grupos de pesquisa da área da saúde da Universidade Estadual de Maringá (UEM) e da área de química do Instituto Federal do Paraná (IFPR) e da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Tem como objetivo desenvolver e avaliar substâncias sintéticas e derivações químicas contra Mycobacterium tuberculosis visando ao aprimoramento do tratamento da tuberculose (TB). A pesquisa de novos fármacos efetivos contra o bacilo e que também sejam menos tóxicos ao organismo é essencial para o controle da TB e a busca por novos princípios ativos como protótipo para síntese de substâncias análogas mais potentes e seletivas tem aumentado expressivamente. As substâncias químicas selecionadas neste projeto são derivadas de tiossemicarbazonas, tiadiazóis, benzohidrazonas e salicilhidrazonas, totalizando 70 derivações. Nosso grupo já iniciou a triagem de 34 destas substâncias e os resultados anteriores confirmam o potencial terapêutico destes derivados, justificando a continuidade das pesquisas. Com base nisso, analisaremos a atividade antimicobacteriana de tiossemicarbazonas e tiadiazóis derivados do (-)-canfeno e de benzohidrazonas e salicilhidrazonas, além de selecionar as melhores moléculas bioativas (hits) para investigar alguns mecanismos de ação. Até o nosso conhecimento, vários derivados aqui descritos são inéditos e nunca foram testados frente ao bacilo da tuberculose. Trata-se de um projeto de um grupo que vem trabalhando nesta linha há anos, com publicações de alto impacto científico na área, além de depósitos de patentes. Acreditamos que este projeto tem grande potencial e irá fortalecer e consolidar os grupos envolvidos como referência nesta área no Brasil. Os resultados poderão trazer benefícios diretos para a sociedade, uma vez que se trata de um tema de grande importância tanto econômica, como para a melhoria da qualidade de vida da população, além disso, haverá a participação de alunos de graduação e pós-graduação, contribuindo para a formação científica destes profissionais, gerando pesquisas em iniciação científica, trabalhos de conclusão de curso, dissertações de mestrado e teses de doutorado. Sendo assim, espera-se contribuir com a pesquisa e o desenvolvimento de novos fármacos para o tratamento ou mesmo por terapias adjuntas que possam ser mais seguras e eficazes e ainda reduzir o tempo de tratamento da TB.
  • Universidade Estadual de Maringá - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Regiane Cristina do Amaral

Ciências da Saúde

Odontologia
  • análise situacional da rede de cuidado a pessoa com deficiência – com elaboração de classificação de paciente e fatores associados
  • Devido a grande prevalência de pacientes especiais segundo o IBGE, o atendimento ao paciente especial passou a ser realizado na atenção primária em saúde, preconizado pelo Programa Brasil Sorridente, além de ser uma especialidade obrigatória na atenção secundária em saúde bucal. Assim o objetivo do presente projeto é realizar um diagnóstico situacional da rede de abrangência ao paciente especial do município de Aracaju e Estado de Sergipe. Metodologia: A coleta de dados será através de dados secundários registrados pelo Sistema de Informação Ambulatorial do Sistema Único de Saúde (SIA/SUS) de 2014 à 2018 e de análise dos prontuários dos pacientes atendidos. Para coleta de dados será utilizado um formulário estruturado, com dados sociodemográficos acesso, tratamento concluído, número de faltas, tempo de espera, motivo da falta. Referência, contra-referência, tratamentos realizados (criação de uma planilha eletrônica), critérios de risco, tipos de pacientes especiais que procuram o serviço, tipo de atendimento realizado, material odontológico utilizado, tempo entre um atendimento e outro, evolução do paciente. A fim de descrever a distribuição geográfica dos pacientes participantes do estudo, serão construídos mapas temáticos baseados na localização das residências dos mesmos. Serão ainda aplicados questionários aos usuários de acordo com o modulo III do PMAQ CEO para verificar satisfação do usuário. Para as associações entre a variável desfecho (falta ao tratamento) e as independentes (sexo, idade, renda, tipo de deficiência e local da residência do usuário), será utilizado a análise multivariada com p ≤ 0,05. Resultados Esperados: Espera-se alcançar com este estudo um aprimoramento do conhecimento sobre os motivos que estão relacionados ou não a falta a consulta odontológica por pacientes especiais atendidos. Espera-se com este projeto contribuição para conhecer a estrutura e possíveis entraves para o atendimento ao paciente especial frente ao SUS.
  • Universidade Federal de Sergipe - SE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Regimar Carla Machado

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • validação de protocolos assistenciais para a prática clínica de pacientes com doença cardiotorácica
  • Introdução: A pesquisa em saúde necessita estar baseado em evidência científica com a finalidade de contribuir perante a interação da investigação, conhecimento, discernimento para a melhor tomada de decisão sobre o cuidar do paciente. A finalidade dos métodos de validação de protocolos consiste em ferramentas úteis e eficientes na orientação da assistência ao paciente, além de ser fundamentado tanto na evolução dos cuidados como na adequação entre recursos humanos, materiais e físicos. Objetivo geral: elaborar e validar protocolos assistenciais para a prática clínica de pacientes com doença cardiotorácica. Objetivos específicos: elaborar e validar um protocolo assistencial para detecção precoce e prevenção de pneumonia associada a ventilação mecânica em uma unidade de terapia intensiva de pneumologia; elaborar e validar um protocolo assistencial de enfermagem ao paciente com dreno de tórax; elaborar e validar um protocolo assistencial de cuidados ao paciente com hipertensão pulmonar; elaborar e validar um protocolo assistencial de enfermagem ao paciente no pós operatório imediato de cirurgia torácica; elaborar e validar um protocolo assistencial de enfermagem ao paciente com infecção do sítio cirúrgico no pós operatório de cirurgia cardiotorácica; realizar a validação de um instrumento para a consulta de enfermagem ao paciente na fila do transplante de coração. Método: As pesquisas derivadas deste projeto global apresentarão uma abordagem quantitativa, utilizando métodos de validação de protocolo direcionado ao cuidar da prática clínica baseada em evidências. Metas: Orientação de alunos de iniciação científica e da pós-graduação stricto sensu nível mestrado e doutorado em enfermagem da Universidade Federal de São Paulo; desenvolvimento de estudos em parceria com Universidades Europeias e Americanas; publicação de artigos em periódicos Qualis A1, A2, B1, B2; participar e colaborar em eventos regionais, nacionais e internacionais; apresentar trabalhos e/ou resumos/resumos expandidos desenvolvidos na pós-graduação em eventos científicos locais, regionais, nacionais e internacionais.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Regina Célia Bressan Queiroz de Figueiredo

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • avaliação pré-clínica do potencial biotecnológico de derivados de ftalimidas-triazóis no desenvolvimento de fármacos contra protozoários tripanosomatídeos: desenho, síntese, citotoxidade e mecanismos de ação.
  • As doenças tropicais negligenciadas (DTNs), causadas por protozoários tripanossomatídeos, como a doença de Chagas (DC) e a leishmaniose, causam grande sofrimento e segregação social com altos índices de morbimortalidade. Além disso, essas doenças levam à redução da capacidade para o trabalho, com maiores impactos econômicos e sociais para as regiões afetadas. Atualmente, a quimioterapia usada para tratar essas patologias é geralmente tóxica, com efeitos colaterais graves, período prolongado de tratamento, o que leva a uma baixa adesão do paciente. Além disso, o aparecimento de parasitas resistentes aos medicamentos está aumentando em todo o mundo. Portanto, há uma necessidade urgente de novos medicamentos mais seguros e de baixo custo para o tratamento dessas doenças. Nos últimos anos, os avanços tecnológicos no campo da química orgânica vem contribuindo para a síntese e novos fármacos com mecanismos de ação mais aprimorados. Neste contexto, os compostos triazólicos têm se mostrado promissores. Estes compostos heterocíclicos são caracterizados como moléculas de anel de cinco átomos sendo dois de carbono e três de nitrogênio. A característica aromática de seus anéis heterocíclicos aumenta as possibilidades de interações químicas e rearranjos, favorecendo a ligação a uma variedade de enzimas e receptores alvos, através de várias interações não covalentes. Está bem documentado que os derivados 1,2,3, triazóis apresentam várias atividades biológicas, incluindo antiprotozoário, tornando-os interessantes não apenas como compostos bioativos, mas também como blocos moleculares na síntese orgânica. Derivados heterocíclicos da ftalimida também têm despertado interesse devido às suas amplas atividades biológicas, tais como: analgésica, anticonvulsivante, antiinflamatória e antimicrobiana. As ftalimidas são derivadas do ácido ftálico com uma característica estrutural - CO-N (R) -CO e um anel de imida. Estes compostos servem como ponto de partida para a síntese de muitos grupos farmacológicos distintos. O design racional de novas entidades químicas através de reações químicas denominadas de Click chemistry constitui um campo aberto na química medicinal com um enorme potencial biotecnológico. Estas reações compreendem ligações aditivas que podem ser usadas para ligar "blocos moleculares" de carbono-heteroátomos, com várias vantagens como: estereoespecificidade, alta eficiência, alto rendimento e em alguns casos, ausência de subprodutos. Por outro lado, a hibridização molecular, que combina covalentemente dois ou mais fármacos em uma única molécula, provou ser uma ferramenta eficaz para o desenvolvimento de drogas. As atividades de ftalimidas e triazóis acima mencionadas nos levaram a explorar a abordagem de hibridização molecular e sintetizar novos derivados de ftalimida-1,2,3-triazóis visando a identificação de moléculas de baixo custo contra leishmaniose e DC com atividade biológica superiores às suas moléculas originais. Levando em conta que CD e leishmaniose são consideradas doenças negligenciadas, cujos investimentos em P & D não são economicamente vantajosos, nosso grupo de pesquisa procura desenvolver uma plataforma eficiente, confiável, de alta produtividade e baixo custo para avaliação pré-clínica de novos agentes quimioterápicos contra essas DTN. Nesse sentido, na presente proposta, utilizaremos diferentes metodologias para ensaios pré-clínicos in vitro de compostos, visando não apenas a descoberta de novos fármacos, mas também a melhoria do conhecimento sobre o seus mecanismos de ação (Moa). Uma das estratégias é focar na análise fenotípica baseada em células, utilizando sondas fluorescentes aliadas a abordagens morfológicas e funcionais, para a detecção de efeitos de ftalimida-triazóis na viabilidade e crescimento do parasita, bem como para inferir seu Moa. Durante o desenvolvimento de novas moléculas promissoras para várias patologias é de extrema importância considerar a farmacocinética destes compostos através de um conjunto de parâmetros designados coletivamente como ADME (Absorção, Distribuição, Metabolismo e Excreção). As propriedades ADME de um medicamento permitem ao seu desenvolvedor determinar sua segurança e eficácia. Infelizmente, esse processo é caro, tanto em termos de recursos financeiros quanto de tempo necessário para a validação de um composto promissor. Os métodos toxicológicos in silico são uma ferramenta útil comumente utilizada para prever a toxicidade de compostos químicos, levando em consideração sua estrutura química. Essa abordagem otimiza a triagem e o teste de drogas, selecionando apenas o composto mais promissor, reduzindo o risco de falha no estágio final de testes da fase clínica. Assim, o presente projeto inovador tem como objetivo investigar o potencial biotecnológico de híbridos inéditos de ftalimida-triazol obtidos por "click chemistry", enfocando os seguintes aspectos: a) seu potencial leishmanicida; b) a possibilidade destes compostos agirem no sistema imune da célula hospedeira, favorecendo uma resposta celular e humoral mais eficaz contra o parasita e c) o potencial destes compostos em atuar em vias metabólicas específicas dos parasitos. Este projeto justifica-se pela relevância da leishmaniose e DC como doenças altamente negligenciadas, pela inexistência de um tratamento efetivo que possa lidar com seus efeitos devastadores sobre as populações afetadas e pelo potencial da proposta na formação de recursos humanos na área da parasitologia e biotecnologia. Esperamos com nossos resultados contribuir para o desenvolvimento de medicamentos de baixo custo e seguros para o tratamento da DC e da leishmaniose.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 15/05/2019-31/05/2022
Foto de perfil

Regina Célia de Sousa

Outra

Divulgação Científica
  • fábrica da ciência
  • O projeto Fábrica da Ciência visa apresentar ao público em geral, em especial, à estudantes e professores do ensino básico, resultados, aplicações e impactos de pesquisas científicas e de saberes e fazeres populares, por meio da realização de um evento envolvendo atividades de divulgação e popularização da ciência, que atenderá quatro municípios da microrregião do Médio Mearim – Maranhão, durante a 17ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. O evento proposto nesse projeto será do tipo portas abertas, constituído de variadas atividades envolvendo visitas, palestras e oficinas, tendo como tema principal Inteligência artificial: a nova fronteira da ciência brasileira. As atividades oferecidas abordam conteúdos relacionados com ciências, engenharias e tecnologias, e foram organizadas objetivando despertar a atenção das pessoas para os resultados e impactos das aplicações da ciência e da tecnologia no cotidiano da população e atuar na melhoria da qualidade do ensino de ciências. Pretendemos assim, fomentar a formação de cidadãos capazes de desenvolver o raciocínio lógico, fazer conexões de conteúdos estudados com a sua realidade e, a partir de conhecimentos apreendidos, questionar, refletir e debater, para que assim, possam participar ativamente das decisões da sociedade na qual estão inseridos.
  • Universidade Federal do Maranhão - MA - Brasil
  • 20/10/2020-30/04/2021
Foto de perfil

Regina Célia Espinosa Modolo

Outra

Ciências Ambientais
  • resgate e microencapsulamento do fósforo gerado no processo de produção do arroz parboilizado
  • A preocupação relativa à recuperação do fósforo presente em fontes residuais ou processuais tais como esgotos sanitários, resíduos sólidos, águas residuais da produção de bio-gás e até mesmo da urina humana é um tema que vem sendo discutido e estudado há alguns anos por todo o mundo. Este estudo tem como objetivo a recuperação do fósforo em fontes residuais, nomeadamente no lodo gerado no processo de produção do arroz parboilizado. O trabalho a ser concebido poderá envolver duas escalas, laboratorial e/ou piloto, nas quais pretende-se caracterizar o lodo em estudo e desenvolver/implementar um método de recuperação do fósforo de forma a garantir a sua extração do material de origem e, por conseguinte, encontrar uma ou mais formas de valorizar tanto o produto extraído do lodo, o fósforo ou substâncias fosfatadas, como também o material derivado da sua extração, o remanescente do lodo industrial. Por fim, deverá ser testada a técnica do encapsulamento do produto resultante do estudo.
  • Universidade do Vale do Rio dos Sinos - RS - Brasil
  • 01/06/2017-31/07/2021
Foto de perfil

Regina Célia Mingroni Netto

Ciências Biológicas

Genética
  • a contribuição das famílias brasileiras ao estudo da heterogeneidade genética na surdez
  • A população brasileira resultou de eventos complexos de migrações populacionais que levaram à formação de um povo miscigenado, com particularidades que influenciam seus padrões de variabilidade genética, muito deles relacionados à origem de doenças. A natureza da nossa população tem impactos sobre o tipo e a frequência das doenças genéticas, que podem ser particularmente distintas dos outros povos. Em virtude da surpreendente heterogeneidade genética na origem do distúrbio, é nosso objetivo mapear e identificar novos genes, detectar novas mutações e mecanismos mutacionais responsáveis por surdez hereditária (sindrômica ou não sindrômica) em famílias brasileiras, e investigar seus efeitos, com o objetivo de aprimorar os protocolos de diagnóstico molecular e de aconselhamento genético. Estudos funcionais para evidenciar os efeitos moleculares dos novos genes, mutações e proteínas identificados também estão previstos, incluindo estudos de expressão de transcritos e proteínas relacionadas à surdez em células da cóclea e em células-tronco de diferentes tipos. Nossa experiência prévia atesta o excelente potencial das famílias brasileiras em revelar novas mutações e novos mecanismos moleculares relacionados à perda auditiva.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Regina Célia Sales Santos

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • segurança e imunogenicidade na administração de vacina por via intramuscular sem aspiração antes da injeção: um ensaio clínico randomizado.
  • A vacinação tem sido uma das intervenções mais efetivas em saúde coletiva no mundo, reduzindo a morbimortalidade infantil através da prevenção das doenças imunopreveníveis; mas a administração de imunobiológicos injetáveis não é isenta de riscos, por se tratar de um procedimento doloroso e da probabilidade de ocorrerem eventos adversos pós-vacinais esperados e inesperados. Alguns estudos têm avaliado a eficácia de técnicas não farmacológicas no alívio da dor, visando à promoção de uma experiência mais tranquila para o usuário no serviço em sala de vacina. Dois desse estudos chegaram à conclusão de que a não aspiração antes da injeção intramuscular minimiza a dor devido à diminuição do tempo de permanência da agulha no tecido, e observaram que não houve eventos adversos relacionados a essa prática. Contudo, esses estudos tiveram como objetivo principal a avaliação da dor utilizando essa técnica e ainda associaram outras intervenções não farmacológicas. Desse modo, tendo em vista que a eficácia e segurança das vacinas estão fortemente relacionadas ao seu manuseio e à sua administração, este estudo busca responder a seguinte questão norteadora: a não aspiração antes da administração de vacina via intramuscular é uma técnica segura quanto aos eventos adversos e a imunogenicidade da vacina em comparação à técnica padrão com aspiração? Esta pesquisa tem como objetivo: avaliar a ocorrência de eventos adversos e a soroconversão de anticorpos protetores após injeção intramuscular da vacina Hepatite A sem realizar a aspiração para verificar retorno venoso. Trata-se de um estudo experimental, longitudinal, analítico, do tipo ensaio clínico randomizado (ECR) duplo-cego.
  • Universidade Federal de Alagoas - AL - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Regina Coeli dos Santos Goldenberg

Ciências Biológicas

Fisiologia
  • células reprogramadas na modelagem de doenças: novas ferramentas para o estudo das alterações celulares presentes nas doenças hepáticas
  • As hepatopatias crônicas são consideradas graves problemas de saúde pública e causa da morte de mais de 1,7 milhões de pessoas por ano. Dentre as doenças hepáticas crônicas, a cirrose hepática e a Lesão Hepática Induzida por Drogas (DILI) são de extrema relevância. No caso da cirrose, o único tratamento é o transplante do órgão, porém o número de órgãos doados não supre a demanda e muitos pacientes morrem durante a espera por um transplante. Relacionados à DILI, já foram descritos mais de 1100 fármacos, ervas medicinais, produtos naturais, vitaminas, suplementos dietéticos, drogas ilícitas ou de uso recreativo potencialmente hepatotóxicos. Portanto, a DILI é a principal responsável pela retirada de medicamentos do mercado, da não aprovação de fármacos ou de ações regulatórias variadas nos últimos 50 anos. Nesse contexto, esse projeto investirá na produção de órgãos bioartificiais, por meio do desenvolvimento de arcabouços acelulares de matriz extracelular (MEC) de fígados com o objetivo de recelularizar os mesmos com hepatócitos diferenciados de células-tronco de pluripotência induzida (iPSC) ou derivados de células somáticas reprogramadas diretamente, obtidas a partir de células sanguíneas humanas. A partir dos hepatócitos gerados testaremos drogas reconhecidamente hepatotóxicas e não hepatotóxicas, hepatoprotetoras e fitofármacos, no sistema HTS/HCS do CENABIO-UFRJ. As MEC recelularizadas também serão utilizadas para transplantes hepáticos em estudos pré-clínicos para testar sua capacidade funcional. Essa proposta surge como alternativa para o transplante de fígados e como plataforma de testes de drogas reduzindo de forma importante o uso de animais de experimentação e possivelmente os ensaios clínicos em humanos. Este projeto expandirá o uso das células-tronco e somáticas para a medicina regenerativa, em especial, em relação ao teste de toxicidade de drogas potencialmente hepatotóxicas que representam um grave e crescente problema de saúde e de mercado no Brasil
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Regina Coeli Ruschel

Ciências Sociais Aplicadas

Arquitetura e Urbanismo
  • avaliação do ciclo de vida inteligente de edificações: estágio de uso
  • O setor da construção civil se caracteriza como um dos maiores consumidores de recursos naturais, desde a produção dos insumos utilizados até o fim da vida dos elementos construídos. A Avaliação do Ciclo de Vida (ACV) é uma técnica para investigar sistematicamente impactos oriundos das interações entre o ambiente e atividades humanas, que, nessa proposta, referem-se à produção, operação, desconstrução de edificações e destinação final dos resíduos correspondentes. A aplicação de ACV é intensiva no levantamento e uso de dados, o que oferece frentes importantes para melhoria do processo de análise. Uma arquitetura de Internet das Coisas (IoT) integrada a Modelagem da Informação da Construção (Building Information Modeling – BIM) com Inteligência Artificial (IA) para suporte à ACV de edificações (ACVed) é o gargalo de desenvolvimento para a área de Tecnologia em Arquitetura e Urbanismo e, dependendo da coleta dados ambientais em tempo real, transformada - de forma inteligente e dinâmica - em indicadores ambientais. Desta forma, o objetivo principal desta pesquisa é dar inteligência à ACVed, por meio da integração com IoT, BIM e o aprendizado de máquina para avaliação da etapa de uso, operação e manutenção. Um framework conceitual de ACV apoiado por recursos de IoT e Lista de Materiais será adaptado para emprego dentro do escopo de ambientes laboratoriais de edificações institucionais. A condução desta pesquisa seguirá a metodologia de Design Science Research (DSR), segundo as etapas: conscientização do problema, sugestão, desenvolvimento, monitoramento e lições aprendidas. Os métodos de estudos de caso, estruturalista e Revisão Sistemática da Literatura (RSL) serão utilizados para: adaptação da camada de percepção, adaptação da camada de serviços e, elaboração de algoritmos de aprendizado de máquina, respectivamente. Três ambientes de diferentes usos serão monitorados: laboratório de materiais de construção, laboratório ambiental e, laboratório de ensino e pesquisa, para avaliação analítica do artefato proposto. Os principais resultados esperados são: a explanação dos benefícios e limitações do uso da IoT na automatização da ACV de edificações; bem como aqueles advindos da inteligência atribuída aos indicadores ambientais relacionados ao uso da edificação e; generalização das lições aprendidas para edifícios industriais e comerciais.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Regina de Fátima Peralta Muniz Moreira

Engenharias

Engenharia Química
  • aplicação de materiais geopoliméricos a processos de separação e oxidação avançada
  • A geopolimerização ou ativação alcalina é um processo de endurecimento e estabilização de estruturas de base em aluminossilicatos. Muitos resíduos sólidos industriais apresentam composição química potencialmente adequada para o processo de geopolimerização, possibilitando a reação completa dos constituintes e a obtenção das propriedades ajustadas para diversos usos. Este projeto consiste no aproveitamento de resíduos industriais (cascas de arroz, cinzas de carvão mineral, da indústria de papel e celulose, etc) e da construção civil para o desenvolvimento de materiais geopoliméricos destinados à preparação de adsorventes e/ou membranas de filtração, e sua aplicação ao tratamento de efluentes líquidos industriais. Os adsorventes e/ou as membranas de filtração geopoliméricos serão utilizados como suporte para catalisadores aplicáveis ao tratamento de efluentes líquidos industriais (CeO2, TiO2, Fe2O3, CuO, dentre outros). Este projeto será executado por pesquisadores da UFSC, UFMG e UNICAMP, e permitirá a inclusão de mestrandos e doutorandos dos Programa de Pós-Graduação envolvidos na proposta.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Regina de Sordi

Ciências Biológicas

Farmacologia
  • modulação do sistema endocanabinoide em condições críticas de saúde
  • O trauma ósseo ou tecidual é uma das principais causas de morte de jovens e adultos. Aproximadamente metade das mortes são devidas à hemorragia grave que progride para o choque hemorrágico (CH). Muitos destes pacientes, os quais se encontram em unidades de terapia intensiva, são acometidos por processos infecciosos como pneumonias, e podem evoluir para um quadro de choque séptico (CS). Tanto o CH quanto o CS são frequentemente associados com disfunção e falência de múltiplos órgãos (FMO), sendo as principais causas de morte no paciente gravemente enfermo. Diversas estratégias terapêuticas já foram testadas para prevenir ou tratar a FMO, entretanto, apenas medidas de suporte são empregadas atualmente. Desta forma, a compreensão dos mecanismos geradores e de agentes terapêuticos que reduzam a incidência e a gravidade da FMO são extremamente necessários para reduzir a morbimortalidade associada a estas condições. O sistema endocanabinoide vem ganhando espaço neste contexto, e embora as propriedades psicoativas dos canabinoides sejam mais conhecidas, estes também podem modular o sistema cardiovascular. Estudos apontam uma participação do sistema endocanabinoide (principalmente de receptores CB1) na hipotensão associada ao CH e CS. Por outro lado, os receptores CB2 tem sido apontados como possível alvo terapêutico em condições patológicas como aterosclerose, dano de isquemia-e-reperfusão e fibrose. Entretanto, faltam estudos que avaliem o papel deste sistema na disfunção de órgãos associada ao trauma/CH/CS. Desta forma, o objetivo deste projeto é avaliar o efeito da modulação de agonistas e antagonistas sintéticos sobre o sistema endocanabinoide, em um modelo animal experimental de duplo insulto (trauma/CH + CS). A disfunção cardiovascular e renal será avaliada por técnica de pressão arterial invasiva e não invasiva, e por técnicas de órgão isolado (aorta, rim e leito mesentérico). A expressão de receptores CB1 e CB2 será avaliada por PCR em tempo real e western blotting nos tecidos de interesse. Serão realizadas avaliações bioquímicas e moleculares para investigar os mecanismos e as vias de sinalização envolvidas nos efeitos encontrados. Para expandir a compreensão da disfunção cardiovascular, estudos in vitro também serão empregados, como cultura de células de músculo liso vascular submetidas a protocolo de hipóxia associado a lipopolissacarídeo. De maneira geral, este estudo contribuirá com o aumento da compreensão da fisiopatologia do trauma/CH/CS, visando apontar novos alvos promissores para o desenvolvimento de novos fármacos e para possíveis intervenções terapêuticas.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022