Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Nagila Francinete Costa Secundino

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • estudo da transmissão pela picada e da co-infecção dos virus zika, dengue, chikungunya e febre amarela em diferentes populações do mosquito aedes aegypti e aedes albopictus
  • Infeções por vírus transmitidos por artrópodes (arboviroses) podem causar varias infecções em humanos. As áreas afetadas por zika e pelo chikungunya frequentemente se sobrepõem as aéreas endêmicas de dengue. Os mosquitos Ae. aegypti e Aedes Albopictus podem transmitir simultaneamente todas as combinações de ZIKV, DENV e CHIKV aos humanos. As infecções concomitantes pelo vírus da dengue (DENV), Zika (ZIKV) e chikungunya (CHIKV) já foram detectadas. Um fato alarmante é que a disseminação desses vírus transmitidos por vetores, em regiões tropicais e subtropicais tem um impacto complicado na imunopatogênese de outros vírus endêmicos. As consequências das possíveis coinfecções com esses vírus têm mostrado um impacto significativo nas estratégias de tratamento, técnicas de diagnóstico e estratégias de desenvolvimento de vacinas para o controle dessas coinfecções. Para responder essas questões iremos estudar a interação mosquito/patógeno envolvida nas coinfecções (DENV, ZIKV, CHICK e YFV) dos mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus procedentes de diferentes cidades do Brasil. A titulação dos vírus será determinada e sempre fornecida aos mosquitos em alimentações sanguíneas com títulos e volumes iguais. O qPCR em tempo real dos insetos e cultura de células serão utilizados para quantificar o vírus em todas as etapas das infecções. No experimento (A) determinaremos se o desenvolvimento de um vírus predomina sobre outro. Se este for o caso, os experimentos (B e C) poderão fornecer uma informação se este fato é devido a taxas de replicação diferencial, ou se uma infecção primária com ZIKV, DENV, CHICK e YFV é capaz de bloquear ou talvez aumentar a imunidade do mosquito de forma a evitar uma infecção secundária. Finalmente iremos avaliar a dinâmica das transmissões através da picada de mosquitos mono e co-infectado. Em relação à coinfecção nossos resultados recém-publicados mostraram que o A. aegypti de Manaus é altamente permissivo à mono infecção e coinfecção com DENV e ZIKV e é capaz de co-transmitir ambos os patógenos pela picada. A coinfecção influencia fortemente a competência vetorial, favorecendo a transmissão do ZIKV para o hospedeiro vertebrado. Com base nestes dados pretendemos determinar como as coinfecções afetam a dinâmica da transmissão dessas arboviroses. Acreditamos que ao final deste projeto poderemos avaliar a dinâmica das coinfecções assim como avaliar o risco dos mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus poderem atuar como mosquitos ponte.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Nágila Raquel Teixeira Damasceno

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • impacto da suplementação de ômega 3 no tamanho, funcionalidade, capacidade antioxidante e incorporação de ácidos graxos na lipoproteína de alta densidade em indivíduos brasileiros: ensaio clínico, controlado, paralelo e aleatorizado
  • As doenças cardiovasculares (DCV) constituem a principal causa de morte no mundo, sendo responsáveis por aproximadamente 30% dos óbitos mundiais. Classicamente, as variáveis envelhecimento, hipertensão arterial sistêmica, (HAS), diabetes mellitus (DM), tabagismo, elevação do colesterol total (CT) e baixa concentração de colesterol associado à lipoproteína de alta densidade (HDL-C) estão relacionados com um maior risco cardiovascular, com grande enfoque, atualmente, sendo dado ao HDL-C. Sabe-se que o ω-3 pode modular diversos fatores de risco para as DCV, entre eles, aumentando o colesterol associado à HDL. Contudo, apesar de estudos epidemiológicos descreverem a partícula de HDL como um fator de risco independente para a DCV, recentes estudos de randomização mendeliana têm questionado tal associação, levantando a hipótese que mais do que a simples mensuração do colesterol associado à HDL, é necessária uma análise mais detalhada dessa lipoproteína. Além disso, alguns estudos falharam em demonstram aumento do HDL-C após intervenções com ω-3; bem como, raros são aqueles que se propuseram a investigar o papel desse ácido graxo no tamanho das subfrações de HDL e na incorporação de ácidos graxos na HDL. Neste contexto, este projeto tem por objetivo avaliar o efeito da suplementação com ácido graxo ω-3 nas características físicas e bioquímicas, capacidade antioxidante, incorporação de ácidos graxos e funcionalidade da HDL de indivíduos brasileiros com fatores de risco para a doença cardiovascular. Trata-se de um estudo clínico, randomizado, controlado, duplo cego e paralelo. Após a inclusão de pacientes, será realizada a caracterização demográfica, clínica, antropométrica e nutricional. A etapa de intervenção será baseada na suplementação com ω-3 (3g/dia contendo 1,8g EPA+DHA/dia) ou ω-6 (3g/dia de óleo de girassol contendo 65% de ácido linoleico) durante 8 semanas em indivíduos adultos e idosos. A partir do sangue coletado após 12h de jejum será determinada a atividade da paraoxonase (PON1) e a concentração da Lp-PLA2, a atividade das proteína transportadora de éster de colesterol (CETP), da proteína de transferência de fosfolipídios (PLTP) e a funcionalidade da HDL (método experimental); determinar a capacidade antioxidante da HDL (método experimental); analisar e o perfil de ácidos graxos no plasma e HDL. Será determinado ainda o conteúdo de Apo AI, B, CII e CIII. Todos os testes estatísticos serão realizados com o auxílio do programa Statistical Package for the Social Sciences® (SPSS), versão 20.0 (SPSS Incorporation, 2010) ou do software R versão 3.1.1 O valor de significância considerado será de p< 0,05.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Naíde Teodósio Valois Santos

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • cultura do uso de crack nas classes sociais média e alta no estado de pernambuco e aspectos de sua vulnerabilidade à violência e à infecção pelo hiv e outras doenças sexualmente transmissíveis
  • Nas últimas décadas, o consumo de drogas tem tomado dimensões preocupantes, com graves consequências para o indivíduo, sua família e comunidade. No campo da saúde, alguns dos problemas associados ao consumo de drogas é a maior vulnerabilidade à infecção pelo HIV e à outras doenças sexualmente transmissíveis (DST), acidentes de trânsito, doenças cardiorrespiratórias, overdoses, além de agravos relacionados à violência A propagação do HIV entre usuários de drogas tem sido uma das preocupações no campo da saúde pública. No Brasil, a epidemia de HIV/aids concentra-se em populações em situação de maior vulnerabilidade – homens que fazem sexo com homens, profissionais do sexo e usuários de drogas. O consumo de crack emerge no cenário brasileiro na década de 1990, apresentando-se como fenômeno de rápida expansão. sendo uma droga com alto poder de tornar a pessoa dependente, tendo grande associação com a criminalidade. O conhecimento sobre vulnerabilidade social e uso de drogas é de grande relevância e vários estudos corroboram com a relação entre o consumo de crack e a exclusão social. Contudo, poucas são as pesquisas que investigam o fenômeno do consumo de drogas, principalmente de crack, entre pessoas de classes sociais mais elevadas. Uma das dificuldades para se desenvolver tais estudos refere-se ao acesso a indivíduos com melhores condições de vida, em especial quando se trata de comportamentos estigmatizados e criminalizados, que levam ao medo de discriminação e punições legais, bem como à preocupação com a confidencialidade de suas entrevistas e testagens. Assim, o presente projeto de pesquisa pretende investigar o perfil sociodemográfico de pessoas de classe média e alta que usam crack, suas especificidades quanto ao padrão e formas de consumo da droga, assim como quanto aos aspectos de sua vulnerabilidade relacionada a esse consumo, incluindo a violência e a infecção pelo HIV, hepatites e outras doenças infecciosas. Trata-se de um estudo transversal, sociocomportamental, empregando metodologias quantitativa e qualitativa. A população de estudo são homens e mulheres usuários de crack atendidos pelo Instituto Raid, maiores de 18 anos, que tenham consumido crack por pelo menos 25 dias nos últimos 6 meses. Será analisado banco de dados referente à realização de questionário estruturado e testes rápidos para HIV, sífilis e hepatites B e C com 200 usuários de crack, recrutados pelas técnicas de amostragem por conveniência e por bola de neve, e pela realização entrevistas semiestruturadas com subamostra do inquérito epidemiológico, determinada por saturação. Os resultados esperados compreendem o perfil sociodemográfico e a caracterização da cultura local do uso de crack em classes sociais elevadas, identificando padrões, meios, materiais, técnicas, locais e estratégias utilizadas, assim como a identificação de situações de vulnerabilidade relacionadas a este consumo.
  • Fundação Oswaldo Cruz - PE - Brasil
  • 15/05/2019-31/05/2022
Foto de perfil

Naila Francis Paulo de Oliveira

Ciências da Saúde

Odontologia
  • análise de marcas epigenéticas em crianças e adolescentes com mucosite oral grave decorrente do tratamento quimioterápico para leucemia linfoblástica aguda
  • No Brasil, o câncer representa a segunda maior causa de mortalidade proporcional entre crianças e adolescentes de 1 a 19 anos para todas as regiões, sendo considerada a primeira causa de morte por doenças no país, após 1 ano de idade, até o final da adolescência. O câncer pediátrico prevalente em crianças é a leucemia linfoblástica aguda (LLA) e como efeito adverso da terapia antineoplásica, a mucosite oral é a mais comum. A mucosite é um processo doloroso e inflamatório que tem impacto significante na morbidade e qualidade de vida dos pacientes. Para o tratamento da LLA, são frequentemente utilizados protocolos quimioterápicos que incluem a droga metotrexato (MTX), a qual, por meio do mecanismo antifolato, reduz a atividade metabólica de células neoplásicas. Contudo, essa droga tem sido associada com o maior risco de desenvolvimento de mucosite oral. Essa, por sua vez, está relacionada ao desbalanço oxidativo e de citocinas inflamatórias. Em adição, estudos mostram que o mecanismo da toxicidade do MTX está relacionado a alterações no perfil epigenético dos pacientes. Epigenética estuda as modificações químicas do DNA e histonas e estão envolvidos no controle da expressão gênica. Assim, nossa hipótese é de que alterações em marcas epigenéticas, em especial a metilação do DNA estão associadas à ocorrência de mucosite oral grave (MOG) decorrente de protocolos quimioterápicos que incluam o metotrexato em crianças e adolescentes com leucemia linfoblástica aguda. Assim, o objetivo do trabalho é investigar o perfil epigenético e bioquímico de pacientes pediátricos no Hospital Napoleão Laureano- João Pessoa/PB com mucosite oral grave decorrente do tratamento quimioterápico para Leucemia Linfoblástica Aguda. Para tanto, os dados demográficos e de regime quimioterápico dos pacientes serão obtidos dos prontuários. A avaliação da mucosa oral será feita por meio da OAG e a mucosite será graduada pela classificação da Organização Mundial da Saúde. Os pacientes serão distribuídos em dois grupos, o controle (pacientes sem mucosite) e teste (pacientes com mucosite). Após, amostras de mucosa oral, obtidas por bochecho e amostras de saliva serão coletadas antes e após tratamento quimioterápico com MTX. As amostras serão levadas à Universidade Federal da Paraíba onde ocorrerão as análises laboratoriais. Células da mucosa oral terão DNA genômico extraído para análise de metilação global do DNA, pela técnica de COBRA e análise de metilação em genes do estresse oxidativo e de citocinas inflamatórias pela técnica de Sequenciamento. A saliva será utilizada para análises de marcadores bioquímicos do estresse oxidativo, pela técnica de Colorimetria e de citocinas inflamatórias pela técnica de ELISA. Após, os dados serão tratados para checar a normalidade e o teste estatístico quantitativo apropriado será utilizado, com nível de significância de 5%. Nossa proposta se justifica pelo exposto acima e pela falta de estudos avaliando perfil epigenético e a relação com o MTX e a MOG. Estudos com o propósito de identificar fatores de risco para o estabelecimento da mucosite oral em crianças e adolescentes com LLA são importantes e podem ser ferramentas para protocolos personalizados. Assim, espera-se ao final do Projeto contribuir com dados moleculares envolvidos na toxicidade do MTX e a ocorrência de MOG.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Nalbia de Araujo Santos

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • gestão de riscos de contratos da terceirização no setor público: uma análise em universidades federais
  • A razão da gestão de riscos no setor público é subsidiar os gestores na tomada de decisões estratégicas que contribuam para a realização dos objetivos institucionais e prestação de serviços aos cidadãos. No âmbito público, existe legislação que regulamenta a implementação da Gestão de Riscos citam-se, por exemplo, as Instrução Normativa (IN) nº 01, de 2016, publicada conjunta pelo Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria Geral da União (CGU) e o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MP), e a IN nº 5 do MP. A IN nº 01 determina a adoção de uma série de medidas para sistematizar as práticas relacionadas à gestão de riscos, controles internos e governança nos órgãos e entidades do Poder Executivo Federal. A IN nº 5 dispõe sobre as regras e diretrizes do procedimento de contratação de serviços, tornando o gerenciamento de riscos umas das etapas obrigatórias nesse processo. Diante do contexto, da busca por ferramentas para a melhoria da qualidade dos serviços públicos e a importância de se cumprir as legislações vigentes, este projeto tem como objetivo propor uma metodologia de avaliação de riscos em contratos terceirizados de mão de obra, considerando características dos fornecedores/contratos e os pressupostos da Teoria de Custos de Transação. Para cumprir com este objetivo, será analisado o arcabouço teórico que permeia a gestão de riscos e a Teoria de Custos de Transação, de forma a possibilitar uma visão ampla e detalhada sobre o tema. Essa base teórica permitirá a identificação variáveis que podem influenciar nos riscos do contrato, embasando a proposta do modelo. O levantamento empírico da pesquisa será com base nos contratos terceirizados firmados pelas Universidades Federais de Educação Superior de Minas Gerais, no período de 2012 a 2017. Os dados serão coletados por meio sites oficiais do governo federal e aplicação de questionário aos gestores dos contratos, que irão compor a análise. Para análise das informações coletadas utilizarão as técnicas de Análise Documental e Análise Discriminante Multivariada de Dados. Espera-se como principal resultado da pesquisa a proposição de um modelo que possa ser utilizado pelos setores envolvidos nos contratos de mão de obra terceirizada.
  • Universidade Federal de Viçosa - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Nalvo Franco de Almeida Junior

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • apoio à formação de doutores em áreas estratégicas na ufms
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 06/01/2020-06/01/2025
Foto de perfil

Naomar Monteiro de Almeida Filho

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • relação entre iniquidades e inovação em saúde: foco em qualidade-equidade e competência tecnológica crítica no sus
  • O setor saúde constitui importante espaço de inovação, de acumulação de capital e de desenvolvimento econômico e social, requerendo investimentos públicos orientados para compensar os vetores de desigualdades. Com diferentes graus de sucesso, estratégias de grande potencial de integração tecnossocial têm sido empregadas: • Implantação de tecnologias organizativas e de políticas públicas em Saúde induzidas pelo Estado, orientadas por conhecimento científico. • Introdução de tecnologias diagnósticas na forma de testes automatizados e sistemas remotos, vinculados às tecnologias digitais. • Incorporação de tecnologias clínicas na forma de protocolos, consensos e diretrizes terapêuticas. No Brasil, a geração de conhecimento sobre o impacto dessas estratégias terá enorme utilidade para avaliar a relação entre incorporação de tecnologias e efeitos sociais. Num plano geral, há problemas referentes à gestão e à qualidade do cuidado prestado no sistema público. Dentre os principais determinantes dessa baixa qualidade, encontram-se, de um lado, limitações relacionadas à produção e difusão de conhecimento científico e tecnológico e, de outro, modelos de formação de pessoal em saúde com baixa densidade tecnológica. Este projeto busca responder a questões relativas a estratégias para redução das iniquidades em Saúde, mediante melhoria da qualidade do cuidado, notadamente no que se refere à qualidade-equidade e à competência crítica no campo de aplicação de tecnologias. Propõe, então, a realização de estudos interdisciplinares sobre o papel de políticas públicas compensatórias nos campos da inovação tecnológica e da formação de pessoal, a fim de subsidiar ampliação, consolidação e requalificação do Sistema Único de Saúde com Qualidade-Equidade e Competência Tecnológica Crítica. Mais especificamente, tem como objetivos: avaliar a efetividade, o impacto econômico, a abrangência e o potencial de promoção de equidade de programas de disponibilização de fármacos e insumos biológicos de importância terapêutica; discutir a incorporação de tecnologias digitais, especialmente os processos e as estruturas de registros de eventos de cuidado em saúde (prontuário eletrônico) que podem aumentar a eficiência e efetividade da rede de atenção à saúde; e analisar a formação profissional em saúde, especialmente suas repercussões nos processos de determinação da Qualidade Diferencial do Cuidado, visando à adequação do subsistema de formação de recursos humanos para o SUS. Para alcançar estes objetivos, o projeto prevê um conjunto de estratégias teórico-metodológicas, envolvendo um estudo longitudinal de coortes por municípios do programa Aqui Tem Farmácia Popular, incluindo o desenvolvimento de algoritmo de aprendizado de máquina para predição de readmissão de internação hospitalar por diabetes e hipertensão arterial; a avaliação da implantação do Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC) como apoio logístico para a rede de atenção à saúde no município de Dias D´Ávila, na Bahia, em duas etapas sequenciais (ex-ante e ex-post); e a avaliação do impacto de inovações curriculares e modelos pedagógicos destinados à formação técnica e profissional em saúde como estratégia de promoção de Competência Tecnológica Crítica (CTC) e de equalização da Qualidade no Cuidado em Saúde (QCS) na conjuntura brasileira contemporânea, incluindo uma etnografia política da construção institucional da Universidade Federal do Sul da Bahia. Assim, o projeto permitirá aprofundar a compreensão do desenvolvimento e aplicação de formas inovadoras de intervenção em situações concretas visando à melhoria da situação social de saúde, na direção de ampliar o potencial gerador de equidade nos sistemas públicos de saúde. Na mesma linha, contribuirá para a concepção de novos modelos de formação de profissionais em saúde capacitados nas competências necessárias para, com conhecimento e consciência, realizar a desejada integração tecnossocial. Vide projeto anexo
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 10/11/2018-30/11/2021
Foto de perfil

Nara Cristina de Souza

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • inativação fotodinâmica de microrganismos
  • De acordo com os dados apresentados pelo Fundo de Ação Global para Infecções Fúngicas (Global Action Fund for Fungal Infection) em todo o mundo as doenças fúngicas são negligenciadas pelas políticas públicas e o número de pessoas, em todas as faixas etárias, que sofrem com uma infecção grave a cada ano é acima de 300 milhões. O número de mortos chega a mais de 1,3 milhões, valor comparável as mortes por malária e tuberculose. Infecções fúngicas graves podem ser encobertas por outros problemas de saúde tais como AIDS, pacientes em tratamento contra câncer, transplantados ou imunossuprimidos. A maioria dos isolados de C. albicans são susceptíveis às drogas antifúngicas mas o uso sem controle de fármacos leva a resistência e a formação de fungos patogênicos com tolerância aos antifúngicos atuais, afetando principalmente indivíduos em quimioterapia e transplantados. O termo resistência é usado para descrever uma insensibilidade relativa ou perda de suscetibilidade temporária ou permanente de um microrganismo frente a um medicamento antimicrobiano. Embora novas drogas tenham sido introduzidas para combater o problema do aumento da incidência de infecções invasivas em pacientes com imunossupressão grave, o desenvolvimento de resistência a drogas antifúngicas, tornou-se cada vez maior. A implicação clínica da resistência microbiana é a busca por mecanismos de ações para o tratamento de infecções causadas por organismos resistentes, tais como o desenvolvimento de fármacos mais seguros e eficazes ou terapias alternativas como a fotodinâmica. A terapia fotodinâmica, PDT, é um procedimento clínico que visa eliminar uma patologia utilizando a combinação de um fotossensibilizador, FS, excitado por fótons com comprimento de onda específicos, que podem ocasionar a morte celular por intermediários citotóxicos do oxigênio molecular ou outros radicais livres que estão presentes nos tecidos biológicos e são ativados pela combinação de luz + FS. A PDT tem sido utilizada com eficácia no tratamento de doenças infecciosas, sendo verificada a efetividade na inativação bactericida e fúngica, sem relatos de resistência microbiana. Após irradiação no estado fundamental o FS sofre excitação para o seu estado singleto excitado. Este estado excitado tem um tempo de vida curto de interação efetiva com as moléculas vizinhas e normalmente perde energia através de processos radiativos (emissão de fluorescência) ou não radiativos (conversão interna ou cruzamento intersistemas). Para a PDT, o processo mais importante é o cruzamento intersistemas, que leva o FS ao seu estado tripleto excitado. A partir do estado tripleto, o FS pode retornar para o estado fundamental por conversão interna ou pelo processo de emissão de fosforescência. A partir do estado excitado os processos que o FS pode sofrer são extremamente importantes e podem ser classificados em tipo I e II. No mecanismo do tipo I, o FS no estado excitado pode remover um átomo de H de uma molécula biológica ou transferir elétrons de modo a gerar espécies reativas de oxigênio que podem reagir com o oxigênio no estado fundamental e resultar na formação de radicais livres tais como o superóxido, peróxido de hidrogênio ou radical hidroxila que são oxidantes de biomoléculas. Por outro lado, o FS em seu estado excitado pode transferir energia para o oxigênio molecular no estado fundamental e formar o oxigênio singleto (reação tipo II) que é uma forma altamente reativa de oxigênio causadora de danos fotoquímicos a células. O conhecimento de como as células reagem após o processo de irradiação, pode dar indicação da forma de crescimento das colônias. Esta análise pode ser feita a partir de resultados microscópicos e processamento de imagens. A análise de imagens é um método extremamente rápido e não destrutivo para exame de sistemas biológicos e vem sendo aplicado em estudo de células, fibras musculares, sequenciamento de DNA, crescimento de culturas microbiológicas entre outros.Embora as imagens por si só revelem informações úteis, a interpretação plena só é conseguida através da aplicação de técnicas de tratamento de imagens. Quando desejamos trabalhar com dados quantitativos como, por exemplo, a determinação de áreas nas imagens, geralmente isso é feito através dos softwares que acompanham câmeras e microscópios. Apesar de ter sido introduzido um grande número de parâmetros, a estrutura irregular das colônias e sua capacidade de ocupar espaço ainda são difíceis de serem descritas visto que, como em muitas estruturas irregulares observadas na natureza, as colônias apresentam padrões fractais.O conceito de fractal tem sido aplicado para descrever estruturas irregulares e complexas e foi proposto por Mandelbrot como um modo de descrever as dimensões existentes entre as convencionais (1D, 2D e 3D) e estruturas que não são nem linhas, superfícies, ou sólidos. A análise da geometria fractal tem contribuído para a compreensão da formação e crescimento de sistemas inorgânicos em processos envolvendo formação de agregados e/ou estruturas dendríticas e em biologia, a geometria fractal foi previamente aplicada, para descrever sistemas de ramificação nas vias aéreas do pulmão e da espinha dorsal e na investigação de estrutura das proteínas. A análise fractal foi introduzida na microbiologia como descritor de parâmetros de crescimento e é de importância fundamental no que se refere a variações morfológicas das estruturas que podem estar correlacionadas a patogenicidade, atividade metabólica e produção enzimática. O crescimento de colônias de bactérias e fungos tem sido estudado com o propósito de entender os mecanismos cooperativos que levam a formação de estruturas complexas. Desta forma, o principal problema a ser abordado neste projeto é a investigação dos mecanismos responsáveis pela fotoinativaçao de microrganismos. O conhecimento de tais mecanismos relacionados a forma como as células reagem após o processo de irradiação fornece indicação do modo como crescem as colonias.
  • Universidade Federal de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Narcisa Leal da Cunha e Silva

Ciências Biológicas

Morfologia
  • compartimentos endocíticos de trypanosoma cruzi e citoesqueleto associado: caracterização e novas possibilidades biotecnológicas.
  • O projeto tem por meta principal o estabelecimento de marcadores moleculares para os compartimentos endocíticos de Trypanosoma cruzi, usando técnicas modernas de microscopia e ferramentas de biologia molecular e bioinformática. Nos últimos anos avançamos muito no estudo ultra-estrutural dos principais compartimentos da via endocítica de epimastigotas, o citóstoma, os endossomas iniciais e os reservossomos. No entanto, o prosseguimento dos estudos sobre essa via há tempos esbarra na falta de marcadores moleculares. Esta demora se deve às dificuldades na manipulação genética do T. cruzi. Atualmente, com a adaptação bem-sucedida da metodologia de CRISPR-Cas9 para o T. cruzi em vários laboratórios do Brasil e do exterior, tem sido possível produzir mutantes que expressam proteínas de interesse com marcação fluorescente endógena e sob controle de expressão. A mesma metodologia também funciona para o nocaute, reduzindo as dificuldades com os estudos funcionais. Assim, esperamos conseguir rapidamente estabelecer como marcadores moleculares de endossomas inicias e de reservossomos as proteínas TcRab5 e p67, respectivamente. Depois de descrever ultraestruturalmente o conjunto de microtúbulos especiais que sustenta o citóstoma e a citofaringe, nosso interesse e curiosidade se voltam para o estudo de actina e miosinas, já que as drogas que afetam a polimerização de actina bloqueiam completamente a endocitose. Além disso, epimastigotas sem nenhum tratamento são capazes de alargar a abertura do citóstoma e internalizar microesferas de 200 nm de diâmetro, quase o dobro de seu tamanho de repouso, sugerindo um mecanismo mediado por actina e miosina. O sequenciamento completo do genoma de T. cruzi em 2005 já mostrava uma expansão da família das miosinas, em relação a T. brucei e Leishmania e sugeria que elas pudessem estar associadas ao complexo citóstoma-citofaringe, que estes dois últimos tripanosomatídeos não têm. Por outro lado, apesar de menos numerosas, as miosinas TbMyo1 and XXI, de T. brucei e Leishmania, respectivamente, estão de fato relacionadas à endocitose. Neste projeto, faremos um estudo das miosinas de T. cruzi, com grande chance de encontrar pelo menos uma delas com papel importante na entrada da via endocítica. Estão em andamento a produção de mutantes tanto de taggeamento endógeno e quanto outros nocauteados nos genes de miosina, para estudos funcionais, que serão analisados por microscopia de alta resolução e reconstrução 3D. Nossos trabalhos recentes também mostraram que os reservossomos têm papel importante na estocagem de grandes quantidades colesterol, captado do meio externo por endocitose, já que o T. cruzi não é capaz de sintetizar. Em alta concentração e em ambiente ácido, o colesterol pode assumir o formato de inclusões cristaloides, semelhantes aos cristais de colesterol das células espumosas humanas. Os epimastigotas de T. cruzi são capazes de desfazer estes cristais e disponibilizar o colesterol para uso em membranas e para o metabolismo em outros compartimentos celulares. Vamos estudar esse processo associando estarvação lipídica, microscopia eletrônica e análise transcriptômica e proteômica, procurando identificar as enzimas que o parasito usa no desmonte dos cristais. Uma vez identificadas as enzimas, buscaremos parcerias para analisar se são viáveis como medicamentos para desfazer depósitos de colesterol nas células espumosas humanas.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Narciso Larangeira Telles da Silva

Lingüística, Letras e Artes

Artes
  • o artista cênico em desalinho: práticas e saberes em processos de formação e criação em artes cênicas - recorte #2
  • O projeto tem como propostas: investigar práticas de Improvisação/Composição e processos de criação e formação, assim como, metodologias de pesquisa em Artes Cênicas, articulados as produções artístico-pedagógicas do Núcleo 2 Espaço de Investigação Cênica com estudantes de graduação e pós-graduação da UFU e em espetáculos e performances do Coletivo Teatro da Margem. A investigação envolve processos teórico-práticos por meio de estudo de fontes bibliográficas, videográficas e de experimentação prática.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Narendra Narain

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • inct de frutos tropicais
  • Nesta proposta tecnologias ainda não disponíveis no Brasil bem como algumas tecnologias emergentes serão abordadas tais como: Plasma frio, Ozônio, Ultrassom, Luz UV, Luz Pulsada, Encapsulamento de compostos bioativos, Processamento por alta pressão (HPP) e Secagem assistida por ultrassom, será também estudado o desenvolvimento de sucos probióticos de frutas exóticas. Os efeitos do processamento na qualidade nutricional e segurança alimentar dos produtos serão avaliados. A experiência adquirida com a execução do projeto aprovado no Edital 15/2008 permitiu ao comitê gestor a prospecção de pesquisadores nacionais e estrangeiros que efetivamente possam agregar e colaborar com as IES iniciais. A equipe foi substancialmente ampliada em nível nacional e internacional. A proposta aqui submetida é focada em algumas frutas alvos tais como: acerola, banana,caju, goiaba, laranja, maçã,manga, melão, tomate,maracujá, açaí,bacuri e cupuaçu que serão submetidas a processamentos inovadores e através da articulação dos pesquisadores das diversas IES envolvidas serão caracterizadas tendo o efeito o processamento avaliado visando o desenvolvimento de produtos e processos que visem além da segurança alimentar o desenvolvimento de produtos de alto valor nutricional e aceitos pelo consumidor. Os processos serem aplicados a cada fruta se encontram no Anexo 1 desta proposta. A estratégia adotada nesta edição é a expansão com a agregação de pesquisadores seniores com expertise distintas formando uma rede consistente e dinâmica. A proposta visa também a internacionalização através da inclusão de IES e parceiros do exterior que já colaboraram na primeira edição do INCT-FT recebendo alunos e pesquisadores brasileiros para realização de Estágio Sênior e Doutorado Sanduíche além de outras IES de internacionais de alto nível que fazem parte pela primeira vez do INCT-FT. A nucleação é também foco desta proposta e ser dará com a Inclusão de uma ex-aluna formada pelo INCT-FT atualmente professora da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) que tem demostrado grande potencial de pesquisa e desenvolvimento. Outro ponto importante é a formação de recursos humanos através da participação de alunos de mestrado, doutorado, graduação e bolsistas de pós-doutorado. Há também interação com o setor industrial através da participação da AJA Agribusiness, Fruticultura S.A. (Ceará, Brazil), da CO-RO Foods A/S (http://www.co-ro.com), (Frederikssund, Dinamarca). O Grupo HDI é uma empresa inovadora 100% brasileira com mais de 20 anos de existência e especializada em Qualidade e Testes de Software, com um portfólio de soluções e serviços que atende às exigências de qualidade em todas as fases do ciclo de vida do software, desde a concepção até a produção.
  • Universidade Federal de Sergipe - SE - Brasil
  • 28/11/2016-30/11/2022
Foto de perfil

Nassib Bezerra Bueno

Ciências da Saúde

Nutrição
  • prevalência da deficiência de micronutrientes de caráter significante para a saúde pública (ferro, iodo, vitamina a e vitamina d) em mulheres brasileiras em idade fértil. revisão sistemática com metanálise.
  • As deficiências de micronutrientes em mulheres em idade reprodutiva além de prejudicarem a saúde da mulher, prejudicam os desfechos gestacionais no caso de gravidez dessa mulher, retardando o crescimento intrauterino, e o desenvolvimento infantil. As mulheres são mais vulneráveis às deficiências de micronutrientes devido à maior necessidade biológica, como no caso do ferro, e por muitas vezes pela distribuição desigual de alimentos dentro do mesmo domicílio, ao colocar seus familiares antes de suas próprias necessidades. Dentre as deficiências mais comuns de micronutrientes nas mulheres estão a de ferro, vitamina A e iodo. O foco atual da “janela de oportunidade de 1000 dias”, desde a concepção até os 2 anos de idade, impulsionou as intervenções nutricionais para melhorar a saúde global, mas ignora o período de pré-concepção. A fim de otimizar os resultados da gravidez e evitar efeitos prejudiciais sobre o crescimento, desenvolvimento e saúde do feto e do bebê, fica claro que o estado nutricional e de saúde das mulheres em idade reprodutiva deve ser o verdadeiro ponto de partida e otimizar o status de micronutrientes nesse público é uma estratégia mais efetiva e mais verdadeiramente preventiva do que intervenções direcionadas apenas durante a gestação. O alto ônus nutricional das mulheres foi reconhecido pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas, com o objetivo de atender às necessidades nutricionais de meninas adolescentes, bem como de mulheres grávidas e lactantes, até 2030. Diante disso, o levantamento de dados sobre o status e a ingestão de micronutrientes em mulheres em idade reprodutiva é essencial para o desenvolvimento de políticas públicas e para o monitoramento da efetividade de programas já existentes, como os programas nacionais de suplementação de Ferro e Vitamina A, além do programa de fortificação do sal de cozinha. Assim o objetivo geral dessa proposta é determinar, por meio de uma revisão sistemática com metanálise, a prevalência de deficiência de ferro, iodo, vitamina A e vitamina D em mulheres brasileiras em idade fértil. A proposta tem como meta geral em 12 meses entregar um relatório contendo a sumarização dos dados de prevalência de deficiência dos principais micronutrientes que afetam o público feminino brasileiro em idade fértil, a fim de nortear ações de políticas públicas de saúde nacionais. As pesquisas serão realizadas nas seguintes bases de dados: PubMed (https://ncbi.nlm.nih.gov/pubmed), LILACS (http://lilacs.bvsalud.org/), SciELO (https://scielo.org/), SCOPUS (https://www.scopus.com/home.uri) e Web of Science (www.webofknowledge.com). Além disso, como existe a possibilidade de estudos de prevalência da deficiência de micronutrientes na população brasileira não serem publicados em meios indexados nas bases de dados convencionais supracitadas, serão pesquisadas bases de literatura cinzenta especialmente voltadas para a temática deste projeto como tais quais a Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (http://bdtd.ibict.br/vufind/) e os anais do Congresso Brasileiro de Epidemiologia e do Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, ambos disponíveis no site da ABRASCO (www.abrasco.org.br). Serão incluídos estudos do tipo observacional, transversal e/ou de coorte prospectivo, que tratem sobre a prevalência das deficiências de Ferro, Iodo, vitamina A e/ou Vitamina D em mulheres em idade fértil (entre 15 e 49 anos), realizados até a última data da busca. Para os estudos de coorte, serão considerados apenas os dados transversais ao termino do acompanhamento, que relatem as prevalências de deficiências dos 3 micronutrientes supracitados. Serão incluídos apenas estudos desenvolvidos em território brasileiro. Os artigos em duplicidade serão removidos através do software EndNote, versão X9 (Clarivate Analytics®, Filadélfia, Estados Unidos). Não haverá restrição de ano de publicação para os estudos. No entanto, analises de subgrupo baseadas no ano de publicação dos estudos estão previstas como análise de sensibilidade. Para avaliar o risco de viés será construída uma planilha baseada na Escala de Newcastle-Ottawa, que é amplamente utilizada para estudos observacionais, porém adaptada para estudos transversais. Na presente análise serão avaliadas 5 categorias, considerando que serão revisados apenas estudos de prevalência e que cálculos de associações com medidas de risco não serão consideradas no presente estudo. A análise dos dados será baseada no estudo quantitativo das variáveis. O software Stata v.12 (StataCorp, College Station, Texas) será usado para esta investigação, por meio do comando metaprop (Nyaga et al., 2014), com um modelo de efeitos aleatórios de DerSimonian e Laird usando a transformação de Freeman-Tukey para estabilizar as variâncias. Os dados analisados serão as prevalências encontradas das deficiências de cada um dos micronutrientes pre-especificados (ferro, iodo, vitamina A e Vitamina D) nos diferentes estudos. As prevalências de cada micronutriente serão analisadas separadamente. Além disso, são previstas análises de subgrupo por região macrogeográfica do País onde o estudo foi conduzido e por data de publicação, onde estudos publicados após 2015 serão agrupados separadamente daqueles pulicados antes de 2015, de modo que sejam evidenciadas as publicações dos últimos 5 anos, visto que estas são mais úteis para direcionamento de políticas públicas. Pretende-se publicar 1 artigo científico em revista de circulação internacional, de acesso aberto e produzir material de educação em saúde (tipo folder) para ser divulgado online contendo os principais resultados da pesquisa, em linguagem acessível para gestores e população.
  • Universidade Federal de Alagoas - AL - Brasil
  • 02/01/2020-31/01/2022
Foto de perfil

Natali Fabiana da Costa e Silva

Lingüística, Letras e Artes

Letras
  • diáspora, memória e identidade nos romances da guiana francesa e do suriname
  • Esta pesquisa pretende estudar a prosa romanesca da Guiana Francesa e do Suriname, destacando a memória coletiva e a diáspora enquanto elementos identitários que permeiam essa produção literária. O ponto comum entre as obras selecionadas para este estudo relaciona-se à existência, nesses romances, de um anseio de reparação histórica atrelado ao período da colonização europeia, sobretudo, durante a época da escravização de mão de obra trazida dos países africanos para o comércio do café, da cana-de-açúcar e da madeira. Nesse sentido, é profícua a publicação de romances históricos – conceito amplamente discutido por Lukàcs e Bakhtin – que mobilizam teorias acerca do deslocamento, assim como questões em torno dos conceitos de voz e local de fala. O aspecto inovador desta proposta consiste em adentrar um campo ainda pouco estudado no Brasil e alhures e, então, organizar, selecionar e, sobretudo, produzir fortuna crítica sobre uma literatura ainda pouco pesquisada. Teóricos como Stuart Hall, Edward Said, Homi Bhabha, Gayatri Spivak, Maurice Halbwachs, entre outros, serão fundamentais para o desenvolvimento do projeto de pesquisa, que contará com o apoio de pesquisadores de três instituições, a saber, Universidade Federal do Amapá (UNIFAP), Université de Guyane (UG), Universidade Estadual Paulista (UNESP), além de envolver dois grupos de pesquisa, o Núcleo de Pesquisas em Estudos Literários – Amazônia, Guianas e Caribe (NUPEL/UNIFAP) e o Literatura e Tempo presente (UNESP/UFsCar).
  • Universidade Federal do Amapá - AP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Natália Brucker

Ciências da Saúde

Farmácia
  • monitoramento terapêutico e análise farmacocinética populacional de antifúngicos e aminoglicosídeos em pacientes críticos de um serviço hospitalar
  • Nas últimas décadas, a incidência de infecções fúngicas e bacterianas aumentou consideravelmente na prática clínica, sendo uma importante causa de morbidade e mortalidade em pacientes. O número de limitado de medicamentos usados no tratamento, o regime posológico e concentrações plasmáticas incorretas tornam a situação emergencial. É possível melhorar o desfecho clínico dos pacientes se o monitoramento terapêutico for realizado durante o tratamento, através do ajuste de dose e o controle da infecção. Neste contexto, o objetivo deste estudo será quantificar os níveis plasmáticos dos antifúngicos (voriconazol e posaconazol) e aminoglicosídeos (gentamicina e amicacina) em pacientes críticos atendidos no hospital universitário de Santa Maria. Adicionalmente, será realizado um estudo de farmacocinética populacional para identificação de covariáveis e avaliação do impacto destas sobre os principais parâmetros farmacocinéticos. Para isso, serão realizadas coletas de amostras sanguíneas dos pacientes em momentos distintos, no pico (após a administração do fármaco) e no vale (imediatamente antes da dose subsequente). A quantificação dos fármacos no plasma será realizada utilizando cromatografia líquida de alta eficiência com detector de arranjo de fotodiodos (CLAE-DAD) e cromatografia líquida de alta eficiência acoplada à espectrometria de massas sequencial (LC-MS/MS). A determinação dos parâmetros farmacocinéticos individuais e populacionais serão obtidos através do software Monolix®. O monitoramento terapêutico de fármacos antifúngicos (farmacocinética não linear) e aminoglicosídeos, principalmente em pacientes com comorbidades e populações especiais (idosos, bebês, crianças e gestantes) é uma importante ferramenta a ser utilizada. Tal avaliação destes fármacos ainda não é realizada na rotina clínica, sendo, portanto, este projeto de caráter inovador nesta área de análises e monitoramento terapêutico de fármacos nos serviços hospitalares da região. Este projeto de pesquisa está fortalecendo uma linha de pesquisa da proponente, inserida na Farmacologia e Toxicologia Clínico-Laboratorial, que tem gerado resultados benéficos a serem aplicados no âmbito do tratamento terapêutico. Além de contribuir para o aprimoramento técnico-científico de alunos de graduação e pós-graduação nesta linha de pesquisa. Essas iniciativas vêm complementar os esforços da instituição no sentido da excelência acadêmica e inovação, bem como consolidar parcerias interinstitucionais. Espera-se que os avanços obtidos com a realização deste projeto, possam contribuir, de forma mais ampla, com o estabelecimento de práticas terapêuticas, bem como a incorporação do monitoramento terapêutico de fármacos antifúngicos e aminoglicosídeos na rotina clínica para paciente crítico em atendimento no ambiente hospitalar. Deve ser salientado que os níveis séricos de outros fármacos já são monitorados na rotina, no entanto, no âmbito de antimicrobianos somente os níveis de vancomicina são monitorados. Desta forma, a busca por novas estratégias na condução do tratamento do paciente é relevante, bem como o uso de ferramentas computacionais associadas ao monitoramento terapêutico de fármacos permite compreender a relação dose-concentração-efeito no contexto clínico, gerando impactos significativos na melhora clínica do paciente e na redução de custos e auxiliando na tomada de decisões clínicas em serviços hospitalares.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Natalia da Costa Marchiori

Ciências Agrárias

Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
  • nanoemulsão de óleo essencial de pinus sp. contra o ectoparasito lernaea cyprinacea (crustacea) em piscicultura: métodos de inclusão e eficiência contra o parasito
  • As “lerneas”, também chamadas “verme-âncora”, são ectoparasitos crustáceos com distribuição mundial e bastante comuns em criações de peixes comerciais, situações onde estão associadas à grandes perdas econômicas devido às altas taxas de mortalidade e aspecto indesejável (repulsivo) aos peixes. Considerando o imenso potencial danoso do uso de drogas terapêuticas convencionais na piscicultura, tanto para o meio ambiente, quanto para consumidor final e profissional que os manipula, acredita-se que o manejo de doenças em criações de peixes deveria focar em métodos menos agressivos e de caráter mais preventivo. Neste contexto, os fitoterápicos emergem como substâncias reconhecidamente benéficas em piscicultura. Entre eles, o pinheiro Pinus sp. merece destaque por apresentar diversos compostos bioativos com propriedades antiparasitárias associadas, ser de relativo fácil acesso no Brasil e ter baixo custo ao produtor. Esse projeto tem como objetivo avaliar a atividade antiparasitária de Pinus sp. contra o ectoparasito Lernaea cyprinacea em espécies de peixes comercialmente importantes para a piscicultura. Pretende-se, ao longo de 24 meses: 1) Determinar a concentração letal mediana (CL50, 96 h) da nanoemulsão do óleo essencial de acícula de Pinus sp. em juvenis de espécies de peixes suscetíveis à Lernaea cyprinacea; 2) Proceder ao teste de imobilização in vitro para as formas larvais de L. cyprinacea; 3) avaliar a eficácia do banho em água contendo a nanoemulsão do óleo essencial da acícula de Pinus sp. e 4) da dieta suplementada e 5) o resultado do item 4 mais eficiente será posto à prova mediante experimentação em animais doentes em ambiente de cultivo, isto é, viveiro escavado. A partir dos resultados obtidos, pretende-se disponibilizar informações sobre o potencial do uso de Pinus como fitoterápico em piscicultura comercial por meio da publicação de, pelo menos, um artigo científico e quatro resumos em congresso nacional.
  • Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Natalia de Lacerda Gil

Ciências Humanas

Educação
  • exclusão escolar na história brasileira: persistências e resistências (1920-2020)
  • Este projeto de pesquisa articula-se aos estudos acerca da história da escolarização no Brasil interessando-se em compreender como se estabeleceram formas diversificadas e persistentes de exclusão durante o processo de consolidação da escola obrigatória no país e ao mesmo tempo em que essa instituição passou a ser definida legalmente como direito de todos . Assim, importa saber, do ponto de vista quantitativo, qual a extensão desse fenômeno, analisando as estatísticas de matrícula e reprovação durante 1932 e 2020. No entanto, como a exclusão não se restringe ao que é possível apreender nesses números, cabe também categorizar as formas de inclusão e exclusão que se apresentam ao longo da história da escola brasileira. Além disso, a pesquisa pretende repertoriar as políticas e proposições de enfrentamento da exclusão escolar, selecionando algumas dessas para análise detida e, por fim, conhecer possíveis associações entre processos de exclusão dos estudantes e a produção da (des)valorização profissional docente. O estudo abrange o período de um século entre 1920 e 2020. Em lugar de justificar a precisão dessas datas, interessa sobretudo circunscrever um período profícuo em acontecimentos e debates que afirmam, progressivamente, a escola obrigatória como dever da família e do Estado, mas também a educação (na forma escolar) como direito de todos. A expansão das matrículas é expressiva nesse período, assim como a ampliação da escolaridade da população, ao mesmo tempo em que se pode vislumbrar a diversificação das formas de excluir da e na escola que atingem parte dessa população.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Natália de Souza Correia

Engenharias

Engenharia Civil
  • estudo da aderência de interface de revestimentos asfálticos reforçados com geossintéticos
  • A técnica do uso de reforços geossintéticos na restauração de revestimentos asfálticos é identificada como uma alternativa ao aumento da vida útil dos pavimentos devido à capacidade de minimizar a reflexão de trincas pré-existentes no pavimento. Nesta técnica, é imprescindível que o desempenho da interface entre o revestimento asfáltico e geossintético seja o mais adequado possível, já que este diretamente interfere na distribuição de tensões e deformações na estrutura do pavimento, e assim em sua servicibilidade e desempenho a longo prazo. No entanto, as normas disponíveis para esta aplicação, mesmo em âmbito internacional, tratam o projeto com base em experiências observadas em campo, sem qualquer abordagem racional sobre o parâmetro de aderência. É importante destacar também que, as recomendações existentes diferem entre si na metodologia de instalação do geossintéticos, mostrando a falta de estudos que identifiquem e avaliem os principais parâmetros responsáveis pelo desempenho satisfatório desta técnica. Ainda, os diferentes métodos de avaliação de resistência de interface disponíveis na literatura geralmente fornecem valores diferentes. Assim, a presente proposta visa avaliar o comportamento de aderência de interface entre revestimentos asfálticos e geossintéticos em diferentes configurações e através de diferentes tipos de ensaios de laboratório (cisalhamento de interface, tração direta e arrancamento), diferentes geossintéticos e ligantes asfálticos, de forma a conhecer os reais parâmetros que influenciam o comportamento da resistência de aderência. Esse estudo estará aliado à busca de uma taxa ótima de impregnação para cada tipo de análise, bem como avaliação da influência da velocidade de cisalhamento e a influência da degradação térmica e exposição a água das diferentes configurações de interface. Essa pesquisa tem o envolvimento Professor e Pesquisador da área de pavimentos e geossintéticos, Prof. Dr. Jaime Rafael Obando Ante da Facultad de Ingeniería Civil en la Universidad del Cauca, na Colômbia. Almejamos gerar metodologias de avaliação da interface entre revestimento asfáltico e geossintético que possam ser implementadas em especificações de projetos e assim, promover um avanço nas especificações brasileiras e internacionais com relação às considerações de parâmetros de aderência de interface.
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Natália Fontana Nicoletti

Outra

Biomedicina
  • efeitos da nicotina na lesão medular traumática associada ao tratamento com oxigenoterapia hiperbárica
  • O trauma raquimedular se tornou uma condição epidêmica na sociedade moderna. Segundo a Diretriz de Atenção à Pessoa com Lesão Medular de 2013, no Brasil acontecem cerca de 10 mil novo casos por ano. Trata-se de uma patologia que possui significante impacto socioeconômico no país, o que sobrecarrega o sistema de saúde em virtude das frequentes internações e complicações que se manifestam concomitantemente. O traumatismo raquimedular (TRM) define-se por lesões na medula espinhal que resultam em alterações temporárias ou permanentes na sensibilidade, função motora e autonômica, sendo considerada uma condição clínica limitante. O mecanismo do trauma medular envolve uma lesão primária e uma secundária. A lesão primaria diz respeito ao trauma propriamente dito, ocasionado por destruição celular e danos nos axônios por meio de fatores mecânicos como compressão, esmagamento ou transecção. Já a lesão secundaria é decorrente de respostas bioquímicas que envolvem fenômenos como hipóxia, isquemia, inflamação e edema, podendo se perpetuar pelo período de dias e, o que aumenta a extensão do dano tecidual A nicotina é uma substância alcaloide, inodora e incolor encontrada no tabaco que quando inalada ou injetada, pode liberar catecolaminas e resultar em vasoconstrição e diminuição da perfusão tecidual. Embora o número global de fumantes tenha diminuído nos últimos 25 anos, o Brasil ocupa o oitavo lugar no ranking de número absoluto de fumantes (7,1 milhões de mulheres e 11,1 milhões de homens), sendo a região sul a de maior prevalência. A presença da nicotina na circulação sanguínea tem sido amplamente relacionada com o aumento de necrose tecidual, resultante da vasoconstrição e diminuição da perfusão tecidual, e alterações de receptores e células nervosas. O fator central básico do qual depende a realização de todos os outros fenômenos da cicatrização, é o suprimento de oxigênio aos tecidos. Quanto mais oxigênio houver nos tecidos, maior será a síntese do colágeno e mais eficiente será sua maturação A Oxigenoterapia Hiperbárica (OHB) é um método terapêutico cujo princípio básico é aumentar o fornecimento de oxigênio ao tecido danificado. A cicatrização tissular é um complexo processo que envolve uma inflamação proliferativa e fase de remodelação. O oxigênio molecular é um nutriente fundamental para a cicatrização e desempenha um papel central na reparação do processo. Ele resulta um aumento da tensão de oxigênio nos tecidos e melhora a síntese de colágeno, angiogênese e epitelização. Relacionado ao trauma medular, a OHB pode ser ferramenta para atuar na perda da regulação vascular, ocasionada por alterações hemodinâmicas relacionadas ao trauma, que resultam em hipotensão e hipóxia, compondo quadro de isquemia focal. Até o momento, no entanto, não existem estudos relacionando nicotina e a OHB com TRM em ensaios experimentais pré-clínicos ou em humanos. O presente projeto propõe verificar (i) o efeito da nicotina na lesão medular pós-traumática e (ii) o possível papel terapêutico da OHB no quadro de trauma raquimedular agravado pelo uso crônico de nicotina. Para tanto, pretende-se utilizar o modelo animal de TRM com compressão por impacto, em ratos submetidos à pré-exposição crônica de nicotina. Posteriormente, a intervenção com protocolos de OHB será praticada e avaliada através de testes funcionais nos diferentes grupos de animais. Após a eutanásia, o tecido medular lesado será coletado para caracterização histológica, análise vascular e testes in vitro (cultura primária de neurônios motores) e os resultados correlacionados com os possíveis efeitos da nicotina e da OHB no TRM.
  • Universidade de Caxias do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Natalia Gonçalves

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • laserterapia no tratamento de feridas em adultos: estudo quase-experimental
  • Dado a complexidade de estrutura celular e funções da pele, qualquer alteração pode trazer um impacto importante para a vida do indivíduo afetado. As afecções dermatológicas são consideradas como problema de saúde pública mundial, com implicações clínicas e econômicas. As lesões cutâneas são alterações na estrutura ou função de célula, tecido ou órgão causadas por diferentes fatores sejam eles traumáticos ou acidentais, patológicos, iatrogênicos, intencionais ou cirúrgicos. A enfermagem tem se apropriado ao longo do tempo das tecnologias para a prevenção e tratamento de feridas. Dentre as tecnologias disponíveis, destaca-se o laser como recurso terapêutico. O termo laser significa amplificação da luz por emissão estimulada de radiação e é composto pelas primeiras letras de Light Amplification by Stimulated Emission of Radiation. A laserterapia apresenta efeitos benéficos a nível celular aumento o metabolismo e a proliferação de fibroblastos, acelerando assim o processo de cicatrização. Ainda, ressaltam-se os efeitos trófico-regenerativos, anti-inflamatórios e analgésicos. Na enfermagem, a utilização do laser é recente e requer do profissional especialização e domínio para seu uso. A dermatologia na enfermagem é uma especialização reconhecida pelo Conselho Federal de Enfermagem a qual permite ao profissional desenvolver atividades na promoção, prevenção e tratamento de lesões cutâneas e podiatria, utilizando-se de tecnologias associadas à Sistematização da Assistência de enfermagem. Dessa maneira, o objetivo geral deste estudo é avaliar tipo de tecido, contração da borda, tamanho da ferida, tempo de cicatrização, dor e qualidade de vida de pessoas com feridas em atendimento ambulatorial antes e após o uso do laser de baixa potência. Para tanto, será realizado um estudo quase-experimental do tipo ensaio clínico de série temporal interrompida com um grupo. O estudo será realizado em ambulatório de cirurgias de um hospital universitário no Sul do país. A amostra será por conveniência, não aleatorizada. Farão parte do estudo adultos, com ferida de difícil cicatrização, consideradas quando não houve o fechamento após 20 dias de tratamento, em atendimento no referido ambulatório. A intervenção consistirá na aplicação do laser na ferida para promoção da cicatrização uma vez na semana. Serão coletados dados sociodemográficos, clínicos, relacionados à ferida, à dor utilizando-se da escala visual analógica e à qualidade de vida, por meio Freiburg Life Quality assessment wound. Os dados obtidos serão organizados, digitados processados e analisados no programa Statistical Package for the Social Sciences. Serão realizadas análises descritivas, de tendência central e de dispersão das variáveis contínuas e de frequência simples para as variáveis categóricas. Considerando-se que as variáveis respostas ou dependentes, do presente estudo, serão as características da ferida, a dor e a qualidade de vida, será realizada Anova de medida repetida. Para todos os testes, o nível de significância adotado será de 0,05. O projeto será submetido ao Comitê de ética em pesquisa do hospital.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Natália Martins Feitosa

Ciências Biológicas

Morfologia
  • avaliação do efeito de poluentes no desenvolvimento de embriões e expressão de biomarcadores de peixe-zebra e atherinella brasiliensis
  • A cidade de Macaé, localizada na região Norte Fluminense do Estado do Rio de Janeiro possui diversos recursos hídricos como rios e lagoas que vem sofrendo um processo de urbanização acelerado nas últimas décadas. Este crescimento é devido ao estabelecimento de inúmeras empresas para a exploração de petróleo na Bacia de Campos que não tem sido acompanhado pela formação de um sistema de tratamento de esgoto. Consequentemente, rios e lagoas da cidade vêm sofrendo com o lançamento diário de efluentes oriundos de empresas do setor petrolífero e residencial sem nenhum tipo de tratamento. Nesses efluentes podem haver agentes tóxicos como os compostos Hidrocarbonetos Aromáticos Policíclicos (HPA) e os metais pesados. Os HPAs são derivados principalmente da queima de combustíveis de petróleo e da mistura de solventes, os quais alguns possuem potencial carcinogênico. Enquanto, os metais pesados, além de causarem distúrbios neurológicos, são substâncias difíceis de serem degradadas e permanecem no meio ambiente. Ambos compostos são possíveis de serem encontrados nos efluentes não tratados. Geralmente a exposição prolongada dos organismos a agentes tóxicos não provoca a morte diretamente, mas afeta a estrutura e a função vital dos órgãos, comprometendo o indivíduo, a população e algumas vezes a espécie. O objetivo deste projeto é o de avaliar alterações na morfologia e expressão gênica de biomarcadores no desenvolvimento embrionário de Danio rerio e Atherinella brasiliensis causados pelo efeito tóxico de efluentes poluídos que desembocam na Lagoa de Imboassica, foz do Rio Macaé e canal Macaé-Campos. Numa segunda fase, este projeto se propõe a realizar a técnica de CRISPR/Cas9 em peixe-zebra para silenciar o biomarcador de metalotioneína (mt2) para entender os efeitos da hiporregulação desse gene em embriões expostos a concentrações subletais de HPAs, mimetizando o que ocorre em ambientes poluídos com HPAs. Portanto, a análise toxicológica de águas poluídas, utilizando o peixe-zebra e A. brasiliensis poderá mostrar os possíveis danos causados ao desenvolvimento dos peixes nesses ambientes aquáticos, mas também traçar um paralelo do efeito tóxico dos poluentes na saúde de outros organismos vertebrados, como peixes de interesse comercial e os humanos que utilizam essas águas.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022