Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Almir Manoel Cunico

Ciências Biológicas

Ecologia
  • pressão de propágulos de oreochromis niloticus pela atividade aquícola: quantificando o tamanho e avaliando estratégia estrutural de prevenção de escape.
  • Invasões biológicas são consideradas a segunda maior ameaça à biodiversidade global, constituindo um dos maiores desafios para a conservação dos recursos naturais e o desenvolvimento sustentável. Evidências empíricas sugerem que o estabelecimento de espécies não nativas em uma área pode ser afetado por uma vasta gama de fatores bióticos e abióticos, incluindo as características das espécies e do meio receptor. Neste cenário, a pressão de propágulos tem sido demonstrada como variável fundamental na determinação do sucesso de invasão, sendo observado relações entre o aumento do número de indivíduos introduzidos e a probabilidade de uma população sobreviver e se estabelecer no ambiente. De maneira particular os ecossistemas aquáticos estão sofrendo um considerável aumento da pressão de propágulos de espécies não nativas devido ao crescimento das atividades de produção de organismos aquáticos nas últimas décadas, em especial peixes. No âmbito da aquicultura brasileira a espécie não nativa Oreochromis niloticus (Tilápia do Nilo) é a espécie mais produzida e amplamente introduzida nos ambientes aquáticos continentais, sendo associada à diminuição dos estoques nativos e extinção de espécies. Neste contexto, nossa proposta visa quantificar a pressão de propágulos da espécie não nativa Oreochromis niloticus decorrente de escapes da atividade de aquicultura em tanque escavado, assim como avaliar método de contenção de escapes e mitigação de impactos. Dois experimentos serão realizados utilizando propriedades aquícolas com diferentes capacidades de produção como unidades experimentais. Será mensurado a pressão de propágulos sobre o corpo hídrico receptor ao longo de um ciclo produtivo do setor aquícola, bem como avaliado a eficiência de método de contenção de escapes. O presente trabalho fornecerá informações importantes para futuro desenvolvimento de modelos preditivos do aumento da pressão de propágulos e riscos de invasão biológica perante a expansão da aquicultura.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Aloisio Pessoa de Araujo

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • métodos quantitativos de equilíbrio geral e outros para analisar políticas monetárias, taxação e crescimento
  • Serão desenvolvidos e aplicados métodos de equilíbrio geral com teoria da decisão, simulação e métodos empíricos para analisar problemas de macroeconomia de curto prazo com fragilidade fiscal, bem como problemas de crescimento econômico. Em particular, serão realizados estudos empíricos a respeito da legislação de falência. Serão analisados também questões de taxação e desigualdade e bem-estar econômico.
  • Fundação Getúlio Vargas - RJ - Brasil
  • 10/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Alsones Balestrin

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • ecossistemas regionais de startups (ers): criação, atração e performance de empreendimentos intensivos em conhecimento
  • Desde a década de 1990, a inovação assume características interativas, configurando-se como um processo colaborativo. Nesse contexto, os ecossistemas de inovação e de empreendedorismo ganham proeminência entre pesquisadores e formuladores de políticas públicas por sua capacidade de reunir diferentes atores em um processo de colaboração e complementaridade de recursos. Para a economia regional, os ecossistemas contribuem para a geração de empregos, riqueza e desenvolvimento tecnológico, especialmente através do fomento à criação e ao desenvolvimento de novos empreendimentos intensivos em conhecimento - as startups. Surge, então, uma questão central para o setor acadêmico e empresarial, além dos formuladores de políticas públicas: como uma região pode fortalecer a sua capacidade de criar, atrair e desenvolver startups? Estudos indicam que a capacidade das economias gerarem novas startups está relacionada às características e aos recursos presentes nos Ecossistemas Regionais de Startups (ERS). Assim, este projeto busca propor um modelo teórico-empírico sobre a configuração dos elementos e recursos presentes nos ERS que possibilitam a criação, atração e desenvolvimento de empreendimentos intensivos em conhecimento. Entender como as diferentes características de um ERS influencia a performance de empreendimentos intensivos em conhecimento ganha importância no cenário brasileiro e mundial, principalmente pelo fato do desenvolvimento econômico e social de uma país estar intimamente relacionado à pujança de suas startups. A contribuição central deste projeto reside na apresentação de um modelo que contribua para a dinâmica de criação, atração e desenvolvimento de novos empreendimentos intensivos em conhecimento. Para tanto, será empreendida uma pesquisa Quanti-Quali em diferentes ecossistemas regionais de startups no Brasil. Para fins de análises comparativas, também serão coletados dados quantitativos secundários e dados qualitativos primários no exterior.
  • Universidade do Vale do Rio dos Sinos - RS - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Altair Antoninha Del Bel Cury

Ciências da Saúde

Odontologia
  • desempenho clínico, funcional e mecânico de infraestruturas de poliéter-éter-cetona (peek) para próteses parciais removíveis
  • O fluxo digital para planejamento e execução de próteses parciais removíveis (PPRs) possibilita menor tempo clínico, maior precisão e reprodutibilidade. O Poliéter-éter-cetona (PEEK) tem se destacado como alternativa às ligas de Cobalto-Cromo (Co-Cr), por possuir excelentes propriedades físicas e mecânicas. Assim, os objetivos do projeto são avaliar o desempenho mecânico e a adaptação de infraestruturas de PPRs confeccionadas com PEEK para a reabilitação de pacientes classe I de Kennedy mandibular por meio de estudos in vitro e in silico. Além disso, desenvolver um ensaio clínico randomizado (ECR) para comparar o desempenho clínico, funcional e a percepção do paciente frente ao tratamento com PPRs com infraestruturas de PEEK e de Co-Cr. Modelos virtuais de PPRs com infraestruturas de Co-Cr e PEEK serão construídos, e a distribuição de tensões será avaliada por meio da análise de elementos finitos. Em acréscimo, infraestruturas de PEEK e Co-Cr serão avaliadas quanto a sua adaptação, e confiabilidade de falha pelo teste de fadiga acelerada progressiva (SSALT). Para o ECR, 34 pacientes edêntulos totais maxilares e classe I de Kennedy mandibular serão selecionados e reabilitados com próteses novas. Os pacientes serão randomizados quanto ao tipo de infraestrutura da PPR, fabricadas em Co-Cr e em PEEK. A partir do escaneamento 3D do modelo de trabalho, serão realizados o desenho virtual e a manufatura subtrativa para infraestruturas em PEEK, e impressão 3D de padrão em resina para fundição das infraestruturas em Co-Cr. Durante 24 meses após instalação das próteses, os pacientes serão avaliados quanto a saúde periodontal; alterações nas dimensões do rebordo residual através de escaneamentos 3D e radiografias panorâmicas; função mastigatória; satisfação e qualidade de vida relacionada à saúde oral; e todos os eventos de manutenção e complicações protéticas serão registradas. Após análise descritiva dos dados os testes estatísticos apropriados serão aplicados.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Álvaro Campos Cavalcanti Maciel

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • desenvolvimento tecnológico e aplicabilidade clínica de dispositivos vestíveis para monitoramento remoto da saúde e funcionalidade de idosos comunitários
  • O avanço da tecnologia tornou-se um importante aliado na criação de novas medidas e estratégias de monitoramento remoto e contínuo do estado funcional de indivíduos, permitindo a população acesso a serviços baseados em novos paradigmas, modificando a forma como os profissionais monitoram, coletam e usam dados de usuários, otimizando assim, o cuidado com o indivíduo. Os dispositivos vestíveis (wearables) são capazes de extrair informações sobre o usuário, podendo ser um importante instrumento para avaliar de forma continua e remota dados pertinentes da funcionalidade e saúde do idoso. Nessa categoria de dispositivos vestíveis, podemos encontrar os smartwatches que, dada a sua aplicabilidade e versatilidade, têm sido usados em algumas pesquisas para extrair informações como frequência cardíaca, dados de sono, passos, calorias gastas por dia, entre outras. É neste cenário que a presente pesquisa objetiva utilizar esse aparato tecnológico, o smartwatch, para o monitoramento remoto em tempo real de dados fisiológicos dos idosos comunitários residentes em Parnamirim–RN, que fazem parte do Projeto PRO-EVA (www.proeva.ccs.ufrn.br) e correlacionar esses dados do dispositivo vestível com os dados coletados pela Caderneta de Saúde da Pessoa Idosa, e assim, apontar indicadores do processo saúde/doença, identificando as alterações inerentes do processo de envelhecimento que podem estabelecer um maior risco a declínios funcionais na vida do idoso. Essa pesquisa visa beneficiar e contribuir para os cuidados à parcela da população que mais cresce e demanda atenção em nosso país. Através dessa iniciativa, podemos estabelecer novas medidas e estratégias em fisioterapia geriátrica que possam melhor assistir à população e também contribuir para o aumento no conteúdo científico a partir dessa abordagem, tendo em vista a escassez de pesquisas no âmbito nacional e internacional do uso da tecnologia vestível para monitoramento remoto e em tempo real da saúde do idoso.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025