Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Ygor Jacques Agra Bezerra da Silva

Ciências Agrárias

Agronomia
  • biogeoquímica de elementos terras raras em solos originados de diferentes materiais de origem ao longo de uma climosequência do semiárido ao clima tropical úmido
  • Elementos terras raras (ETR) são essenciais para a vida moderna. A demanda global por ETR está aumentando anualmente e, consequentemente, o acúmulo desses elementos no solo e no ambiente tem provocado impactos adversos na saúde humana e ambiental, causando preocupação crescente não apenas na comunidade científica, mas em toda sociedade. Os processos biogeoquímicos que influenciam nas concentrações de ETR em solos são complexos e permanecem pouco compreendidos, principalmente em ambientes tropicais. Mecanismos que controlam a absorção de ETR pelas plantas nessas regiões merecem atenção especial, considerando que essas áreas são grandes produtoras de alimentos em todo o mundo. Neste contexto, este projeto objetiva avaliar a biogeoquímica de ETR em solos originados de diferentes materiais de origem ao longo de uma climosequência do semiárido ao clima tropical úmido. Também será estudada a influência dos minerais de argila, estoque de carbono e substâncias húmicas na biogeoquímica de ETR em solos. Serão selecionados quatro perfis de solos originados de diferentes materiais de origem, em cada zona climática de Pernambuco: úmida (Zona da Mata), subúmida (Agreste) e seca (Sertão), totalizando 12 perfis de solos. As rochas serão analisadas em microscópio petrográfico, por microscopia eletrônica de varredura e espectroscopia por energia dispersiva de raios X (MEV/EDS). A composição química total de rochas e solos será determinada por espectrometria de fluorescência de raios X (FRX). As leituras de ETR em amostras de rocha, solo e planta serão realizadas por espectrometria de emissão óptica (ICP-OES), após a digestão total das amostras de acordo com a metodologia da Sociedade Americana de Ciência do Solo. Um difratômetro de raios X (DRX) será usado para identificar os minerais nas diferentes frações do solo. As taxas de intemperismo serão quantificadas por meio do cálculo do balanço geoquímico de massa e da aplicação de índices de intemperismo. Para avaliar o potencial de acumulação de ETR em plantas será calculado o coeficiente de acumulação biológica. A atual proposta se consolidará como o primeiro estudo do Brasil a abordar de forma integrada e detalhada a influência da composição química e mineralógica de diversos materiais de origem, das transformações de minerais e matéria orgânica do solo e de distintas condições climáticas nos processos biogeoquímicos que afetam as concentrações de ETR em solos e a sua assimilação pelas plantas. Os resultados deste projeto serão fundamentais para compreender a dinâmica de ETR em ambientes tropicais e servirão de base para prever e evitar impactos futuros resultantes do acúmulo de ETR no ambiente, bem como para auxiliar no futuro desenvolvimento de legislações específicas no Brasil quanto aos limites de ETR em solos.
  • Universidade Federal Rural de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Yohandra Reyes Torres

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • caracterização química e farmacológica de produtos apícolas e seu uso como bioindicador de poluição ambiental.
  • O objeto de estudo da atual proposta são os produtos apícolas, em particular própolis, geoprópolis e mel produzidos no Paraná. Almeja-se através do desenvolvimento deste projeto dar continuidade e aprofundar no conhecimento químico e atividade biológica desses produtos naturais com o objetivo de estimular a atividade apícola no estado. Anseia-se classificar a própolis, geoprópolis e mel paranaense e estabelecer uma metodologia de análise, qualitativa e quantitativa, utilizando métodos hifenados de análise como GC-MS, LC-MS/MS e HPLC associado a detectores espectrofotométricos. Através dessa metodologia poderão ser identificados os principais marcadores químicos e as concentrações em que os mesmos se encontram nesses produtos apícolas produzidos no Paraná. Pretende-se também investigar métodos diretos, rápidos e não destrutivos de análise de extratos de própolis, geoprópolis e mel que permitam estimar as concentrações de substâncias bioativas e/ou seu potencial farmacológico de maneira confiável e que possam ser utilizados no controle de qualidade desses produtos. Para tal, será estudada a aplicação de métodos de análise multivariada que permitam a conversão de uma resposta instrumental ou propriedade física, como cor, no dado químico de interesse que seria a concentração de fenólicos totais, de flavonoides e a atividade antimicrobiana ou antiradicalar. A composição química da própolis, geoprópolis e os componentes fitoquímicos minoritários do mel são altamente dependentes da origem botânica e geográfica. Assim, a identificação do perfil químico e do padrão de qualidade desses produtos apícolas produzidos na região poderá aumentar seu valor de mercado e, consequentemente, incentivar os produtores para realizar maiores investimentos no ramo e diversificar sua produção. Ainda busca-se verificar a possível aplicação de produtos apícolas como bioindicadores de focos de poluição e determinar os níveis de poluentes orgânicos em produtos apícolas o que poderá resultar na identificação de regiões de excelência para o desenvolvimento da apicultura orgânica, bem como, em propor ações para minimizar os efeitos nocivos de poluentes orgânicos nas colmeias.
  • Universidade Estadual do Centro-Oeste - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Yosio Edemir Shimabukuro

Ciências Agrárias

Recursos Florestais e Engenharia Florestal
  • desenvolvimento de um sistema de informações de risco de incêndios (siri) para as unidades de conservação do bioma cerrado como suporte à tomada de decisão.
  • Os incêndios florestais fragilizam os ecossistemas, pois interferem na qualidade do ar, reduzem a quantidade de biomassa vegetal e animal, provocam a extinção de espécies em decorrência da perda de habitat e emitem de gases de efeito estufa para a atmosfera. Estima-se que cerca de 90% dos incêndios florestais no Brasil seja de origem antrópica intencional e sua prevenção é um dos maiores desafios enfrentados pelas Unidades de Conservação (UCs), muitas vezes, em decorrência da falta de informações históricas sobre a frequência, extensão e severidade destes eventos. A partir da interação dos gases traços gerados pela combustão com a radiação eletromagnética, juntamente com os focos de calor detectados por meio de sensores remotos, os incêndios florestais podem ser monitorados e mensurados, permitindo o planejamento efetivo de ações de controle e prevenção de incêndios em tempo quase real. Neste contexto, o objetivo central dessa proposta consiste no desenvolvimento de um Sistema de Informações de Risco de Incêndios (SIRI) em quatro Unidades de Conservação estaduais e federais do Bioma Cerrado como forma de auxiliar os gestores no Manejo Integrado do Fogo (MIF). Para isso, será realizado o mapeamento anual das cicatrizes de queimadas ocorridas entre 1985 e 2020, com a criação de um banco de dados do histórico de queimadas contendo a extensão e frequência das áreas queimadas dentro de cada UC. Como subprodutos serão gerados e disponibilizados mapas com a localização das áreas críticas e prioritárias para a prevenção e fiscalização de incêndios florestais, a partir de uma metodologia integrada que calcula a probabilidade de risco de incêndio nas UCs. Os métodos de análise, os códigos de processamento e de detecção das cicatrizes de fogo anuais, bem como, o banco de dados com as cicatrizes anuais de queimadas e os subprodutos gerados serão disponibilizados em uma plataforma Web on-line. Este conjunto de dados, associado à integração, interpretação e divulgação dos resultados do histórico de fogo, irá compor o SIRI. Espera-se que os resultados desta proposta possam ser reproduzidos e expandidos para UCs localizadas em outros biomas, de forma a promover metodologias de monitoramento de queimadas e incêndios florestais de modo integrado.
  • Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - SP - Brasil
  • 01/01/2019-30/09/2021
Foto de perfil

Yosio Edemir Shimabukuro

Ciências Agrárias

Recursos Florestais e Engenharia Florestal
  • mapeamento e monitoramento da cobertura florestal da região nordeste utilizando tecnologia de sensoriamento remoto e informações de campo
  • O Nordeste brasileiro (NEB) tem sido negligenciado e pobremente estudado tanto em termos de programas de conservação quanto de investigação científica. As altas taxas de desmatamento e degradação, aliadas às frequentes secas extremas, tornam o Nordeste uma das regiões mais vulneráveis no mundo. Deste modo, os satélites ambientais são essenciais para a realização do monitoramento contínuo de áreas extensas como o NEB. Seus produtos propiciam uma melhor representatividade e acurácia das variáveis e parâmetros essenciais para os estudos de mudanças de causas antrópicas e impactos dos eventos naturais extremos. Neste contexto, a presente proposta tem como objetivo principal a implementação de uma metodologia multidisciplinar, baseada na integração multi-temporal de diversos produtos provenientes de sensores orbitais e em diferentes níveis de aquisição, dados coletados em campo e ecologia empírica para produzir um mapeamento e monitoramento da cobertura florestal compreendendo todo o NEB no período de 20 anos, assim como analisar as interações fenológicas da vegetação com os fatores climáticos a partir da implementação do projeto piloto de monitoramento fotográfico local na caatinga. Para validação dos produtos que serão originados, 6 áreas testes foram selecionadas: Parque Nacional do Boqueirão da Onça (Sento Sé – Estado da Bahia) como área piloto do monitoramento fotográfico, Serra do Araripe e Estação Ecológica de Aiuaba (ambos no Estado do Ceará) e os municípios de Zé Doca (transição Amazônia-Cerrado) e Caxias (ambos no Estado do Maranhão), além da colaboração no Recôncavo da Bahia. Entre as principais características das áreas selecionadas, pode-se citar a grande biodiversidade e preservação, a existência de parques eólicos como infraestrutura para implantação das câmeras fotográficas, além de representarem áreas de transição de biomas. A partir dos processamentos e validação dos dados, espera-se originar um mapa ambiental com o cruzamento das informações obtidas nos trabalhos de campo e dados de sensoriamento remoto para o Nordeste, assim como criar um banco de dados multi-temporais de reflectância de superfície entre sensores com diferentes resoluções temporais e espaciais, índices de vegetação e de área foliar, temperatura e precipitação, registro fotográfico da fenologia da vegetação de caatinga durante um ano de coleta, mapas com incrementos e perdas da vegetação e de áreas vulneráveis no NEB. Além disso, os dados e mapas resultantes do projeto serão disponibilizados através do portal do Laboratório de Agricultura e Floresta (LAF) do INPE para o uso da comunidade científica.
  • Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Yuan Jinyun

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • computação científca e suas aplicações
  • Computação científica consiste parcialmente das seguintes áreas: Álgebra linear numérica que ´e fundamental de matemática aplicada e computacional, otimização numérica que apareceram nas todas as áreas de pesquisa e aplicações, métodos numéricos das equações diferenciais e integro-diferenciais, simulação numérica e aplicações nas engenharias e diversas áreas. Portanto, neste projeto, vamos estudar e pesquisar os problemas de álgebra linear numérica, otimização numérica, métodos numéricos para equações diferenciais, ciência de dados, e suas aplicações, principalmente em engenharia química e energia. métodos iterativos para problema indefinido, estudo de estabilidade de Crank-Nicolson, conjetura de estimativa de norma da inversa de matriz triangular Toeplitz especial, etc serão destacados neste projeto. Os problemas são bem escritos, os objetivos são bem definidos e claros. As ideias de trabalho do projeto sobre os problemas são viáveis. Os resultados previstos são positivos. Todos os resultados possuem muitas aplicações nos problemas reais. O proponente é um pesquisador reconhecido e experiente na área. o centro possui infra-estrutura boa e adequada para execução deste projeto. Os orçamentos são adequados, bem distribuídos e necessários. As bibliografias são bem colocadas.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022