Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Alex Sandro Campos Maia

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • viabilidade econômica e ambiental de estruturas de sombreamento com painéis fotovoltaicos para vacas leiteiras
  • A maior parte das 12 milhões de vacas leiteiras do rebanho brasileiro, que produzem 34 bilhões de litros de leite por ano, são manejadas a piquetes ou em confinamentos, enfrentando ao longo do ano condições de temperaturas do ar acima de 30°C e radiação solar superior a 800 W m-2 que causam estresse térmico, principalmente em animais de origem europeia e seus cruzamentos. O fornecimento de sombreamento artificial minimiza o estresse térmico melhorando o conforto térmico e o bem-estar dos animais, conforme mostraram vários trabalhos. No entanto, os custos de implantação de estruturas de sombreamento artificial tem sido a principal barreira para sua adoção. Inovar pode ser o caminho, gerando energia elétrica e sombreamento ao mesmo tempo para os animais utilizando painéis fotovoltaicos, pois o cenário é favorável. O preço dos módulos solares fotovoltaicos sofreu uma redução de aproximadamente 90% entre 2006 e 2016; a previsão futura indica uma queda anual por volta de 5,9%. Esse cenário torna a energia fotovoltaica viável e competitiva, além de ter as vantagens de ser renovável e não ter passivos ambientais. Assim, esse projeto quantificará (a) o impacto do sombreamento artificial utilizando painéis fotovoltaicos sobre o equilíbrio térmico de bovinos de leite (Holandês), (b) estimará a geração de energia elétrica dos painéis e (c) determinará a viabilidade econômica e os benefícios ambientais em se utilizar painéis fotovoltaicos para fornecer sombreamento artificial para a bovinocultura de leite brasileira. O impacto esperado desse projeto de pesquisa é em fornecer ao setor produtivo uma nova opção de estrutura de sombreamento artificial que produz energia limpa e renovável, enquanto melhora o conforto térmico e o bem-estar de vacas leiteiras e aumenta a receita financeira da propriedade.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alex Sandro Quadros Weymer

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • análise multinível de indicadores de eficácia de treinamento em sociedades cooperativas
  • O objetivo deste projeto é analisar a eficácia de treinamento em sociedades cooperativas a partir de uma perspectiva integrada de indicadores de desempenho, afetivos e financeiros. Para esse propósito, serão levantados dados a partir das 220 sociedades cooperativas do Estado do Paraná que participaram de treinamentos subsidiados pelo SESCOOP/PR (Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo), justificada pelo investimento significativo dos recursos do SESCOOP/PR em 2017 (40 milhões de reais) e da inexistência de um modelo que justifique tais investimentos como resultados para a cooperativa e satisfação do quadro social. A estratégia desta pesquisa caracteriza-se como misto, utilizando métodos quantitativos e qualitativos que permitirão o estabelecimento de relações causais entre as variáveis, além de aprofundar as explicações sobre as relações identificadas. Os dados quantitativos serão analisados utilizando a modelagem de equações estruturais por se tratar de uma técnica estatística com maior complexidade, cujo objetivo é explicar as relações entre múltiplas variáveis. Os dados qualitativos serão utilizados como interesse subjacente, com o objetivo de aumentar a capacidade de explicação das variáveis por meio da sistematização de categorias de análise. O quadro teórico-empírico se apoia especialmente no trabalho de Sitzmann & Weinhardt (2017), que estabeleceu conexões teóricas entre os critérios de avaliação do treinamento a partir de quatro taxonomias de avaliação, originando pressupostos e antecedentes que ainda não foram testados, e que precisam ser examinados e ajustados ao contexto do cooperativismo. O principal resultado esperado é o direcionamento para um modelo que possa mensurar a relação entre investimento em treinamento e desenvolvimento, não somente para verificar o retorno de investimento em termos financeiros, mas especialmente que permita equilibrar expectativas pessoais e organizacionais.
  • Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PR - Brasil
  • 08/09/2018-30/09/2021
Foto de perfil

Alex Sandro Rolland de Souza

Ciências da Saúde

Medicina
  • evolução pré-natal e pós-natal das gestantes atendidas com rash cutâneo e microcefalia fetal
  • Introdução: a microcefalia é definida como sendo um recém-nascido ou feto com o tamanho do crânio abaixo da normalidade para a média da idade gestacional. Assim, é considerada quando o perímetro cefálico (PC) encontra-se abaixo do padrão das curvas apropriadas para idade e sexo. Recentemente, no Brasil surgiu a hipótese de associação da microcefalia a infecção materna pelo vírus da Zika. Objetivo: determina a incidência de microcefalia e descrever os achados dos exames complementares, a evolução pré-natal e os resultados pós-natal imediatos em gestantes atendidas com rash cutâneo e microcefalia fetal. Métodos: será realizado um estudo de coorte com 1.000 gestantes atendidas no Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira, IMIP, com infecção materna sugestiva pelo vírus da Zika e/ou com a síndrome congênita do Zika vírus, no período de agosto de 2016 a agosto de 2017. As variáveis estudadas serão as características sócio-demográficas e obstétricas; da biometria fetal pela ultrassonografia; do perfil sorológico da gestante (toxoplasmose, rubéola, citomegalovírus, sífilis, HIV, parvovírus B19, vírus da Zika, Chikungunya e Dengue); da ecocardiografia fetal; dos exames laboratoriais (hemoglobina, hematócrito, leucócitos, plaquetas, vitamina B12, ácido fólico, homocisteína e metilenotetrahidrofolatoredutase – MTHFR); da ressonância nuclear magnética fetal; da dopplervelocimetria; do histopatológico da placenta; do líquido amniótico; das características pós-natal do recém-nascido. Para a análise descritiva, serão calculadas medidas de tendência central e de dispersão para variáveis numéricas e construídas tabelas de distribuição de frequência para as variáveis categóricas. Para determinação da associação entre variáveis e a presença de microcefalia será utilizado o teste qui-quadrado de associação, ou o teste exato de Fisher, quando pertinente. Para avaliar a força da associação, será calculada a razão de risco e o seu intervalo de confiança a 95% (IC 95%). Em seguida, será realizada uma análise multivariada através de um modelo de regressão logística múltipla stepwise, hierarquizada, considerando-se os diferentes níveis de variáveis. Em todas as etapas da análise será adotado o nível de significância de 5%. Para as variáveis numéricas, o teste de t de Student será aplicado para comparação entre os grupos (rash cutâneo e microcefalia). E por fim, será construída uma curva das médias dos valores biométricos ultrassonográficos pela idade gestacional, para avaliar o crescimento fetal. Aspectos éticos: a pesquisa apresenta-se aprovada pelo comitê de ética do IMIP (CAAE: 52319115.1.0000.5201).
  • Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira - PE - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2021
Foto de perfil

Alex Silva Ribeiro

Ciências da Saúde

Educação Física
  • efeitos de diferentes circuitos de treinamento com pesos sobre indicadores de síndrome da obesidade osteosarcopenica e saúde celular em mulheres idosas: um ensaio clinico controlado e aleatorizado
  • Introdução: O envelhecimento biológico vem acompanhado de modificações morfológicas, neuromusculares, dentre as quais podemos destacar aumento da gordura corporal, a redução de força e massa muscular que acarretam em prejuízos à saúde e qualidade de vida da população idosa. Neste sentido, o treinamento com pesos é uma estratégia recomendada para atenuar os processos deletérios induzidos pelo envelhecimento e promover melhora na saúde dessa população. Objetivo: Verificar o efeito de diferentes circuitos de treinamento com pesos sobre indicadores da síndrome da obesidade osteosarcopenica e saúde celular em mulheres idosas. Métodos: Mulheres idosas (≥ 60 anos), fisicamente independentes serão aleatoriamente separadas em três grupos, a saber: grupo treinamento em circuito com carga moderada, treinamento em circuito com carga leve e um grupo controle. O programa de treinamento com pesos irá ser realizado por um período de 12 semanas, com frequência de três sessões semanais, consistindo de oito exercícios. A força muscular será determinada utilizando o teste de uma repetição máxima, enquanto densidade mineral óssea, gordura corporal e massa muscular serão estimadas por densitometria radiológica de dupla energia, e o ângulo de fase será determinado por bioimpedância. Espera-se que as informações produzidas contribuam para um melhor entendimento sobre os benefícios proporcionados pela prática do treinamento com pesos, além de fornecer elementos sobre a prescrição adequada de treinamento com pesos para mulheres idosas.
  • Universidade Norte do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022