Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Graziele de Lima Dalmolin

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • sofrimento moral e clima ético hospitalar: qual sua relação no trabalho, na satisfação profissional e no desenvolvimento do burnout em enfermeiros?
  • A ocorrência do sofrimento moral em enfermeiros pode trazer implicações para sua saúde a nível pessoal e profissional, e interferir na sua satisfação no trabalho devido suas características, as quais podem estar associadas a outros aspectos como o burnout e a um negativo clima ético no ambiente de trabalho que dificulte suas tomadas de decisão. Assim, apresenta-se como objetivo geral “Verificar a associação sobre a percepção de clima ético com a vivência de sofrimento moral, satisfação profissional e burnout em enfermeiros hospitalares”. E como objetivos específicos: Caracterizar a população quanto dados sociodemográficos e laborais; Adaptar transculturalmente instrumento de avaliação do clima ético hospitalar; Avaliar a percepção sobre clima ético dos enfermeiros hospitalares; Analisar frequência e intensidade de sofrimento moral dos enfermeiros hospitalares; Avaliar o índice de satisfação profissional em enfermeiros hospitalares; Identificar a prevalência de burnout em enfermeiros; e, Verificar associação entre sofrimento moral, clima ético, satisfação profissional e burnout com as características sociodemográficas e laborais dos enfermeiros hospitalares. Trata-se de um estudo a ser realizado em duas etapas, uma metodológica e outra transversal. A etapa metodológica se refere ao processo de adaptação transcultural do Hospital Ethical Climate Survey para avaliação do clima ético, e a etapa transversal, quando esse instrumento, em conjunto com a Moral Distress Scale – Versão Brasileira, o Índice de Satisfação Profissional e o Maslach Burnout Inventory, já validados, serão aplicados na população em estudo. O estudo será desenvolvido no Hospital Universitário de Santa Maria, com todos os enfermeiros atuantes na instituição, o que corresponde a aproximadamente 325 enfermeiros. A coleta de dados será no período de Maio a Agosto de 2019. Para análise de dados será empregado estatística descritiva e analítica. Serão respeitados todos os preceitos da Resolução 466/2012.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Graziella Maria Comini

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • mapeamento e caracterização de negócios socioambientais no brasil: um estudo na região amazônica
  • A emergência e expansão de empreendimentos sociais em diferentes partes do globo faz com que este fenômeno seja foco de estudo das ciências administrativas, tanto para conhecer suas características empíricas quanto para estender-lhe os conhecimentos provenientes da teoria das organizações e as possibilidades de modelar ferramentas apropriadas de gestão. Há uma tendência de revisão de valores nas empresas tradicionais, particularmente em termos de maior consciência sobre o impacto que desejam provocar na sociedade e no meio ambiente. Como resultado, observa-se o surgimento de novos formatos organizacionais híbridos, que buscam atingir dois objetivos antes vistos como incompatíveis: sustentabilidade financeira e geração de valor socioambiental. Empresas sociais (social enterprise), negócios inclusivos (inclusive business), negócios sociais (social business), negócios com impacto social são alguns dos termos usados atualmente para explicar as organizações que visam a solução de problemas socioambientais com eficiência e a sustentabilidade financeira por meio de mecanismos de mercado. Por ser uma terminologia nova, importada do ambiente empresarial, ela tem sido alvo de “calorosos” debates entre acadêmicos e practitioners. A tensão é provocada pela falta de um entendimento comum sobre um conceito novo e que procura conciliar dois temas vistos a priori como irreconciliáveis: negócios e impacto social. A falta de uma visão homogênea é explicada por dois principais fatores: pelas diferentes formas de definir o caráter social dos empreendimentos e pelas diversas maneiras de avaliar o caráter inovador deste tipo de organização. Nesse amplo espectro de atores, as configurações destes negócios assumem diferentes formatos, assim, cada organização vai se posicionar de acordo com os seus objetivos e interesses, dando um peso diferente para cada um dos fatores que compõem o conceito. O programa de pesquisa Mapeamento e Caracterização de Negócios Socioambientais: um estudo na região amazônica propõe a realização de um conjunto de atividades voltadas para a geração e disseminação do conhecimento teórico e empírico sobre o papel de iniciativas de mercado no desenvolvimento sustentável da região amazônica a qual representa 60% do território brasileiro e apenas 8% do PIB. Este programa busca suprir lacunas no campo teórico de administração, particularmente sobre a configuração de modelos inovadores de negócios e a geração de valor socioambiental. O projeto de pesquisa empregará uma metodologia qualitativa. Primeiramente mapeará todos os levantamentos feitos na região amazônica que identificaram negócios socioambientais com o objetivo de construir uma base unificada de dados e gerar um conhecimento abrangente sobre as dificuldades e potencialidades desses empreendimentos. Serão selecionados de 09 a 18 casos representativos da região para que seja feita uma caracterização de seu modelo de negócio e dos desafios que enfrentam para sua consolidação. O programa de pesquisa tem como premissa selecionar pelo menos 1 caso em cada estado que faz parte da região: Acre, Amapá, Pará, Amazonas, Rondônia, Roraima, Mato Grosso, Tocantins e Maranhã. Está prevista a realização de seminários na região para debate dos resultados, com o intuito de contribuir para construção de um ambiente favorável ao crescimento destas iniciativas. No espaço empírico da pesquisa a ser realizada, a intenção é apoiar a geração e a consolidação de negócios socioambientais, bem como de investimentos voltados para estimular iniciativas que visam provocar impacto socioambiental. Por fim, é esperado que as reflexões a serem elaboradas possam contribuir para a compreensão dos limites e das potencialidades dos negócios socioambiental a fim de promover o desenvolvimento sustentável com soluções inovadoras, sejam elas de caráter incremental, sejam elas capazes de provocar rupturas que provoquem mudanças sociais transformadoras.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Graziella Maria Faquim Jannuzzi

Engenharias

Engenharia Civil
  • aprimoramento de um novo amostrador para solos moles e muito moles
  • O projeto consiste no aprimoramento de um amostrador para solos moles e muito moles desenvolvido pela pesquisadora como parte de sua tese de doutorado, defendida em 2013 no Programa de Engenharia Civil da COPPE/UFRJ. O desenvolvimento do amostrador contou com a colaboração da empresa GROM Acústica e Automação, empresa de base tecnológica nascida na Incubadora de Empresas da COPPE/UFRJ. O amostrador teve o primeiro protótipo concluído em 2012, e foi objeto de pedido de patente, nacional e internacional, em 2014 e 2015, respectivamente. O amostrador é dotado de três partes principais: i) parte inferior, e principal do amostrador, que dispõe de mecanismo de corte da amostra, capaz ainda de suportar o peso da amostra. Pretende-se otimizar esse componente de modo a tornar o processo de operação mais simples; ii) Tubo de amostragem, fixado à parte inferior por simples encaixe e de modo a garantir seção constante interna ao longo de todo o amostrador. Em outras palavras, o novo amostrador não dispõe de folga interna. Numa primeira etapa de desenvolvimento do amostrador, no doutorado, empregaram-se tubos de latão, com diâmetro interno de 100 mm. Pretende-se no projeto ora proposto substituir o tubo de latão por tubo segmentado, de modo a reduzir o custo da amostra como um todo, de vez que se considera que o melhor procedimento para o preparo do corpo de prova consiste no corte do tubo; iii) Cabeça do amostrador, que serve simplesmente para fixar o tubo na haste de amostragem. Cabe salientar que o princípio do amostrador é que o solo flua no mecanismo de corte e suporte. Ressalta-se que uma das principais contribuições do novo amostrador, que ganha ainda mais ênfase com os aprimoramentos, é a possibilidade de uma melhor caracterização geotécnica de solos moles e muito moles, que pode gerar economia significativa em projetos de obras diversas de infraestrutura implantadas nesses materiais. Vale ressaltar que o equipamento é capaz de coletar amostras indeformadas onde os amostradores existentes não são capazes de atuar, com destaque para a área ambiental, para coleta de amostras indeformadas de barragens de rejeito e para o caso de lamas, por exemplo, de fundos de baías.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Grazielle Fernanda Evangelista Gomes

Ciências Agrárias

Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
  • certificação molecular do pescado baseada em selo de dna e rastreabilidade de comércio ilegal de peixes na região costeira amazônica
  • Com o aumento da demanda por pescado, diversifica-se também as formas de comercialização deste produto, com uma parcela significativa sendo ofertada na forma processada (filés e postas). O problema dessa modalidade de oferta está na retirada dos caracteres morfológicos de reconhecimento das espécies, fazendo com que a prática de substituição fraudulenta, torne-se cada vez mais frequente. Tendo em vista a eficiência de genes mitocondriais para identificar espécies e o crescente processo de substituição em produtos processados, o presente trabalho pretende utilizar fragmentos dos genes rDNA 16S – 16S, Cytocromo b – Cytb e Citocromo Oxidase, subunidade I – COI, para investigar, dentre os produtos processados comumente comercializadas na região costeira Amazônica pertencentes aos grupos Elasmobraquii, Lutjanidae, Serranidae e Ariidae, a ocorrência de substituições de espécies e/ou comércio ilegal. Além de monitorar a rotulagem, por meio da identificação com marcadores de DNA, pretende-se também desenvolver protocolos moleculares para cada categoria investigada, baseados em padrões de bandeamento espécie-específicos (PCR multiplex e PCR-RFLP), para autenticação dos produtos examinados, com intuito de fornecer ferramentas ao mesmo tempo robustas, mais rápidas e baratas, potencialmente úteis no combate de práticas irregulares de substituição. Pretende-se gerar um selo de DNA para a certificação dos principais produtos pesqueiros processados na forma de filés, agregando dados de autenticação molecular, através de sequenciamento de DNA e Protocolos Forenses rápidos, de menor custo para identificação com segurança desse pescado
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Grazielle Rodrigues Pereira

Outra

Divulgação Científica
  • inteligência artificial no mundo real e virtual - divulgação científica num novo normal
  • A convergência tecnológica está apresentando rápidos avanços, com produtos e procedimentos altamente inovadores e grandes impactos econômicos e sociais, cujo principal exemplo é o smartphone, permitindo vivenciarmos uma nova Revolução Industrial. A Revolução 4.0 apresenta uma perspectiva composta por três tipos de tecnologias: biológica, digital e física. A categoria digital, que inclui big data, Internet das Coisas (IoT) e Inteligência Artificial (IA), é relacionada mais diretamente a Transformação Digital, que influencia de forma significativa elementos organizacionais como cultura, estratégia, processos e estruturas. Um dos aspectos mais relevantes no grande universo da transformação digital diz respeito à IA, mais propriamente ao seu desenvolvimento e à sua conexão com a inteligência humana. Desta forma, a IA se apresenta como um avanço tecnológico permitindo que sistemas simulem uma inteligência similar à humana, tomando decisões de forma independente, precisa e apoiada em dados digitais. A maioria das pessoas utilizam produtos e serviços que envolvem a IA, embora muitos ainda não tenham a correta percepção desse fato. Desta forma, a presente proposta tem o objetivo de promover eventos de divulgação e popularização científica, durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia de 2020, que estimulem a reflexão sobre a presença da Inteligência Artificial e das Tecnologias convergentes e habilitadoras para a resolução de problemas cotidianos, visando estimular o pensamento científico, a melhoria do ensino de ciências, a democratização do conhecimento e o empoderamento científico da população. Este projeto é uma parceria entre o Espaço Ciência InterAtiva (ECI) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ), o centro de ciências itinerante “Ciências Sob Tendas” (CST) da Universidade Federal Fluminense (UFF), o Museu de Anatomia e o Centro Nacional de Biologia Estrutural e Bioimagem (CENABIO) ambos da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), o Instituto Nacional de Tecnologia (INT), a Empresa Municipal de Multimeios (MultiRio) e a Faculdade de Ciências da Universidade do Porto e o Centro Ciência Viva de Vila do Conde, em Portugal, fortalecendo ações conjuntas que ocorrem desde 2015. Além destes, também estabelecemos parceria com representantes dos municípios de Belford Roxo, Comendador Levy Gasparian, Casimiro de Abreu, Itaocara, Miracema, Nilópolis, Paraíba do Sul, Santo Antônio de Pádua, São José do Vale do Rio Preto, Sapucaia, Seropédica, Silva Jardim e Três Rios. O projeto contemplará as seguintes modalidades de eventos que ocorrerão durante a SNCT: 1) Exposições de Ciência, Tecnologia & Inovação (CT&I), por meio das exposições “Parque da Ciência”, “NeuroSensações”, “Tecnologias de Manufatura Avançada e a Indústria 4.0” e “Observação do céu” e “Realidade Virtual” do Espaço Ciência InterAtiva, em Mesquita; visitas às exposições “Por dentro do corpo” e “Corpo-Imagem um passeio da anatomia ao ultrassom” do Museu de Anatomia e do CENABIO da UFRJ, e exposição de produtos de impressão 3D e processos biotecnológicos e materiais avançados desenvolvidos pelo INT; produção e distribuição de kits de atividades interativas sobre Inteligência Artificial (IA), bem como vídeos explicativos para que os municípios parceiros dentro do estado possam produzir sua própria exposição durante a SNCT. 2) Eventos de comunicação Científica em Rádio, TV e outras mídias, interação com o público através das mídias sociais que cada instituição/espaço gerencia e no Portal da MultiRio, bem como produção de vídeos de tour virtual. 3) Ciência móvel, com exposições do acervo do Ciências Sob Tendas, da exposição “Tecnologias de Manufatura Avançada e a Indústria 4.0” e também de algumas atividades de todas as instituições parceiras nos municípios Itaocara, Mesquita, Miracema, Niterói, Rio de Janeiro, Santo Antônio de Pádua; 4) Portas abertas, com visitas de estudantes da educação básica aos laboratórios do CENABIO da UFRJ, do Instituto de Física da UFF e às instalações do INT; 5) Seminário e ciclo de palestras, com a realização do III Seminário Luso-Brasileiro de Divulgação Científica, além de palestras e mesas redondas sobre o tema da SNCT no ECI/IFRJ, UFF e CEMOV, tanto presencial quanto com transmissão online ao vivo. 6) Conjunto de Oficinas de CT&I, que serão oferecidas pelo INT sobre Tecnologias para a Manufatura Avançada e desenvolvimento de projetos eletrônicos em ambiente virtual com microcontroladores e pelo ECI/IFRJ sobre modelagem tridimensional básica e IA a serviço da Terceira Idade. Essas oficinas serão oferecidas também online através de ambientes virtuais de aprendizado e distribuição de DVD; 7) Mostra de Teatro Científico, com o teatro de fantoches e contação de histórias, com roteiros baseados em IA, nos municípios Belford Roxo, Itaocara, Mesquita, Miracema, Nilópolis, Niterói, Rio de Janeiro, Santo Antônio de Pádua; 8) Mostra de vídeos, a partir do acervo do “Ver Ciência” e da MultiRio durante as atividades de itinerância e outras desenvolvidas nos espaços de cada institutição; 9) Feira ou mostra de Ciências, com a apresentação de trabalhos dos alunos do curso de Pós-graduação Lato Sensu em Educação e Divulgação Científica e realização da 5ª Feira de ciências dos Pequenos Cientistas de escolas públicas da Baixada Fluminense, ambos no IFRJ campus Mesquita. Todas as atividades propostas têm como público-alvo alunos da educação básica (ensino fundamental, médio e EJA) e o público geral e irrestrito. Desta forma, as ações do projeto “Inteligência artificial no mundo real e virtual - divulgação científica num novo normal”, irão proporcionar a popularização e enculturação científica no estado do Rio de Janeiro, compartilhando e valorizando os conhecimentos científicos, articulando não só as instituições de pesquisa e ensino superior, mas também as instituições de educação básica e a população como um todo.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 28/10/2020-30/04/2021
Foto de perfil

Gregório Couto Faria

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • desenvolvimento de uma plataforma universal para a fabricação de transistores eletroquímicos poliméricos e aplicações
  • O principal objetivo deste projeto é o de promover o desenvolvimento da interface entre eletrônica orgânica e biologia, através do compreendimento da ciência e engenharia dos materiais e do desenvolvimento de dispositivos de aplicações específicas. O campo conhecido como Bioeletrônica Orgânica tem ganho muita atenção, principalmente devido à sua promissora aplicação em dispositivos ligados ao sensoriamento de substâncias (e.g., vírus e bactérias), ao estímulo e detecção de sinapses neuronais e à engenharia de tecidos inteligentes, destinados, principalmente, à implantação e próteses modernas. No entanto, diversos aspectos fundamentais da área, como exemplo, a compreensão dos mecanismos de funcionamento dos dispositivos, a adesão de biomateriais sobre a superfície de materiais poliméricos, e/ou as correlações entre alterações morfológicas na interface do polímero/material biológico com sinais elétricos de saída, não são completamente compreendidos. Como se não bastasse, aplicações em sistemas biológicos exigem materiais poliméricos que operem em sistemas aquosos, o que reduz significantemente a livraria de polímeros conjugados disponíveis para o desenvolvimento da bioeletrônica convencional. Dessa forma, este projeto de pesquisa pretende realizar um estudo fundamental dos mecanismos de funcionamento dos Transistores Eletroquímicos Orgânicos (OECTs). Baseado nos conhecimentos adquiridos, pretendemos propor requisitos gerais para a fabricação de tais transistores que englobam todos os polímeros conjugados disponíveis, (e não somente os que operem em sistemas aquosos). Finalmente, iremos utilizar os conhecimentos básicos da arquitetura proposta e desenvolver aplicações dos sistemas em baterias e sistemas de memória não-volátil poliméricas.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gregorio Luis Silva Araujo

Engenharias

Engenharia Civil
  • avaliação de novas técnicas construtivas e de análise em engenharia geotécnica
  • A região do Distrito Federal (DF) é conhecida por possuir em algumas regiões a presença de solo colapsível. Como consequência de seu processo de formação, esse tipo de material possui um elevado índice de vazios e isso pode levar a recalques excessivos em obras envolvendo aterros. Uma das técnicas para evitar esse tipo de problema é o emprego de coluna granulares confinadas com materiais geossintéticos. A presença do material sintético eleva a capacidade de carga da coluna e contribui na redução dos recalques. Ainda com relação ao solo encontrado no DF, um outro problema observado é o custo elevado de materiais granulares para seu uso em estruturas de contenção em Terra Armada. Tendo em vista que a região do Distrito Federal possui uma grande quantidade de Áreas de Proteção Ambiental (APA) e cada vez mais ocupação urbana, esse material tem se tornado cada vez mais caro. Uma alternativa para a construção de contenção em Terra Armada, que necessita de material granular como areia para preenchimento é o Resíduo da Construção de Demolição (RCD. Por sua vez, o emprego de solo transparente é considerado recente e com grande potencial de aplicação na Mecânica dos Solos, obetivando-se ter uma observação do comportamento mecânico mais profunda das obras de engenharia. Por meio de tal procedimento, deslocamentos e em alguns casos tensões podem ser estimados e isso pode levar a uma compreensão mais detalhada que venha a melhorar os métodos de dimensionamento de determinadas obras. Este projeto de pesquisa tem como objetivo estudar materiais alternativos em engenharia geotécnica, como Resíduo da Construção e Demolição (RCD) e materiais poliméricos em diferentes tipos de construções, bem como a aplicação de solo transparente em algumas pesquisas. Com o financiamento a ser obtido, espera-se que algumas obras de engenharia geotécnica venham a causar um menor impacto ambiental e terem menores custos dentro da região do Distrito Federal. Complementarmente, as pesquisas envolvidas visam ainda um melhor entendimento do comportamento dos tipos de construção envolvidos nas pesquisas.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gregory Arthur de Almeida Carlos

Ciências Humanas

Sociologia
  • sexto encontro de iniciação científica de palmeira dos índios
  • O Sexto Encontro de Iniciação Científica de Palmeira dos Índios (VI EIC IFAL-Pin), tem sua importância através aplicabilidade de projetos, desenvolvidos pela comunidade acadêmica local, nas modalidades de ensino, pesquisa e extensão, e que contribuem de forma efetiva para o desenvolvimento científico e tecnológico do Município de Palmeira dos Índios. Dentre outros aspectos, o evento agrega conceitos usados em Feiras de Ciências e Mostras Científica. Os trabalhos desenvolvido no evento fomentam nos jovens das diferentes modalidades de ensino: fundamental, médio e técnico, a busca pelo conhecimento, através, por exemplo, do estudo de áreas consideradas prioritárias para o desenvolvimento tecnológico do país, como o conhecimento sobre robótica e programação. Outro aspecto importante trata-se da aplicação dos conhecimentos no desenvolvimento de inovações em áreas como energia e meio ambiente, procurando-se a produção de protótipos para utilização de fontes de energias renováveis para diversos fins de produção e consumo, e de outras experiências que procurem realizar o aproveitamento de resíduos sólidos, descontaminação dá água, do solo e a verificação da qualidade do ar, etc. Observando as ânsias da sociedade e a necessidade de inserção dos jovens no mercado de trabalho resolveu-se atender as necessidades de inovação em eixos temáticos de: i) robótica e programação; ii) energias renováveis; iii) sustentabilidade; iv) ciências da natureza; v) inovação tecnológica, cultura e territorialidade. O encontro tem duração de três dias abrangendo discentes de toda região metropolitana de palmeira dos índios. As ciências da natureza são os alicerces para desenvolvimento da tecnologia e da inovação e torna-se necessário que os conhecimentos sobre matemática, física, química e biologia sejam difundidos na sociedade, na perspectiva de formação científica dos jovens, com de abordagens que privilegiem aspectos com o raciocínio lógico, a curiosidade e o ensino para a compreensão. Atividades como oficinas e minicursos, palestras, e a apresentação de metodologias de ensino inovadoras na área de ciências da natureza, também irão fazer parte deste encontro, com enfoques específicos visando impulsionar o conhecimento técnico-científico nos jovens estudantes além de buscar direcioná-los para formação técnica e tecnológica. Por outro lado, observa-se a necessidade de exploração do espaço local em sua totalidade, neste sentido o eixo inovação, cultura e territorialidade procura reconhecer no município, pesquisas para a inserção de comunidades indígenas e quilombolas em atividades de pesquisa e extensão, e outras comunidades que de igual modo, possuem dificuldades de acesso á formação tecnológica e ao conhecimento, em outro aspecto o desenvolvimento de mídias digitais, painéis e apresentações orais também permeiam esta área do encontro de iniciação científica, fornecendo subsídios teórico/práticos para a comunicação e socialização do conhecimento das diferentes áreas abordadas. Outras experiências, vivenciadas na instituição, também apoiam e enriquecem o sexto EIC IFAL – PIN é o caso do evento “De Olho na Profissão”, ocasião na qual formandos em diversas áreas e profissionais do mercado de trabalho oferecem palestras e alunos fazem demonstrações práticas (experimentos, experiências). No intuito de contribuir para inclusão social, o evento considera duas modalidades de inscrição: i) Trio-Xucurus (modalidade para alunos de baixa renda) e ii) Kariris (modalidade para alunos que não são de baixa renda. Na modalidade de baixa renda, os evento irá dar suporte através de mentores para viabilização a implementação da ideia em um protótipo, experimento ou experiência de prova de conceito. O suporte será tanto em termos de material de consumo como em termos de conhecimento (cursos de capacitação/nivelamento para a equipe). A modadalidade Kariris é destinada para equipes mais idependentes que não precisam de ajuda de custo e já possuem capacidade de desenvolver projeto com autonomia. Adicionalmente, o evente prevê em seus critérios o estímulo do espaço de integrantes do sexo feminino nas equipes. Assim todas as equipes devem possuir pelo menos uma discente.
  • Instituto Federal de Alagoas - Matriz - AL - Brasil
  • 08/01/2020-31/01/2021
Foto de perfil

Greice Kelly Bezerra da Costa

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • sensor de campo magnético com fibra óptica plástica (pof)
  • A proposta deste projeto é confeccionar um sensor de baixo custo e alta sensibilidade para medidas de campo magnético através de Fibra Óptica Plástica (POF). POFs apresentam grandes benefícios, quando comparadas a fibras ópticas de vidro, estando entre eles um grande diâmetro de núcleo, o que torna o manuseio e a emenda entre fibras fácil, dispensando a necessidade de emendas por fusão e conectores precisos. Neste caso, somente um LED emitindo no vermelho é suficiente para atuar como fonte de campo eletromagnético e um fotodetector ou espectrômetro para coletar o sinal, dispensando o uso de interrogadores ópticos que encarecem muito a confecção de um sensor a fibra óptica. Possuem independência a variação de temperatura, tornando o sensor muito mais prático para ser produzido, pois não há necessidade em realizar compensação de temperatura que geralmente é implementada em sensores produzidos por fibras de vidro, como por exemplo em uma Fibra de rede de Bragg (FBG). Além dos benefícios mencionados, acredita-se que POFs forneçam maior sensibilidade em relação às fibras de vidro no sensoriamento de campo magnético, devido sua maior elasticidade quando submetida a uma força de deformação longitudinal. Em pesquisa experimental realizada pela coordenadora do projeto proposto e colaboradores, um sensor de campo magnético confeccionado com fibra óptica de vidro apresentou sensibilidade de 44 pm/mT, quando submetido a campos magnético (2 – 80) mT. Sensor de campo magnético à POF possui resposta óptica proveniente de uma cavidade Faby-Perot intrínseca à fibra e fixa em um material magnetostrictivo, quando a cavidade é submetida a diferentes intensidades de campo magnético, ocasiona-se uma variação do sinal óptico. Assim, testes para sensoriamento de campo magnético serão realizados e todo Know-how do sensor de campo magnético à Fibra Óptica Plástica será desenvolvido neste projeto e originalmente apresentados.
  • Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Greicy Michelle Marafiga Conterato

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • bioprospecção da eugenia involucratadc. (myrtaceae), uma espécie vegetal nativa da mesorregião serrana catarinense: potencial para controle e prevenção de agravos decorrentes da má alimentação.
  • Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), as doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) como o diabetes e o câncer estão entre os quatro principais grupos de causas de morte no mundo, ocupando o segundo e o terceiro lugar, respectivamente. Apesar das causas multifatoriais, uma dieta inadequada ao longo da vida, associada a outros hábitos indesejáveis, pode contribuir para o desenvolvimento e progressão dessas patologias. No Brasil, a Política Nacional de Alimentação e Nutrição (PNAN) apresenta entre seus propósitos, a melhoria das condições de alimentação e nutrição da população brasileira, através da promoção de estratégias com foco na prevenção e controle das doenças associadas à alimentação. Aliado a esses objetivos do PNAN, compostos derivados de espécies vegetais tem despertado o interesse da comunidade científica quanto ao seu potencial para a prevenção e/ou tratamento das doenças crônicas. Considerando os propósitos do PNAN, a necessidade de alternativas dietéticas para a prevenção das DCNTs e a busca por alternativas terapêuticas mais eficazes e sem os efeitos indesejáveis do tratamento do câncer e do diabetes, aliado à escassez de estudos sobre a espécie vegetal Eugenia involucrata, este projeto tem por objetivo, caracterizar os compostos bioativos e investigar o potencial biológico dos frutos da E. involucrata (cereja do mato) através da avaliação da atividade antioxidante e antitumoral in vitro, bem como da atividade antidiabética em ratos submetidos a um modelo de diabetes tipo 2. Espera-se que os resultados desse estudo contribuam para a elucidação do potencial benéfico da E. involucrata na prevenção e/ou tratamento de doenças tumorais e do diabetes. Além disso, somados às ações de extensão propostas neste projeto, espera-se capacitar profissionais das unidades básicas de saúde locais para o tema de prevenção e tratamento de doenças associadas à má alimentação, bem como para a difusão de conhecimento e de tecnologias voltadas à produção e consumo de alimentos saudáveis pela população local. Por fim, destaca-se que a difusão de tecnologias voltadas à produção ou ao reconhecimento das potencialidades locais da Mesorregião Serrana Catarinense (a exemplo de sua biodiversidade) será de grande relevância para o desenvolvimento de uma região cujo Índice de Desenvolvimento Humano, permanece como o menor do estado de Santa Catarina.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 26/09/2017-31/03/2021
Foto de perfil

Grey Ercole

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • estudo de problemas elíticos locais e não locais
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Gudryan Jackson Barônio

Ciências Biológicas

Ecologia
  • interações formiga-planta-herbívoro em sistemas vegetais com hibridação: efeitos da hibridação no processo de polinização
  • Os mutualismos são interações de exploração mútua, cujo resultado líquido entre custos e benefícios é contexto-dependente, aumentando o valor adaptativo das espécies interagentes. Os mutualismos envolvendo insetos e plantas representam interações tais como polinização, proteção e dispersão de sementes, onde há inter-relação entre as interações, pois cada interação é influenciada por outras interações estabelecidas e pelas condições morfológicas relacionadas à atratividade das plantas, como a morfologia floral. Entre os processos que podem alterar essas características estão os eventos de hibridação, que permitem alteração de características devido à reprodução entre diferentes espécies em zonas híbridas. A hibridação pode gerar indivíduos com características fenotípicas distintas dos parentais e consequentemente permitir que as interações estabelecidas pelos indivíduos híbridos também sejam distintas dos parentais. Além disso, os visitantes florais não polinizadores (i.e. formigas) alteram a frequência de interações entre plantas e polinizadores, pois também forrageiam sobre as plantas. Essa presença de formigas pode ter efeitos negativos sobre as interações planta-polinizador ao estabelecer comportamentos antagonísticos com o polinizador: podem inibir, ou selecionar os polinizadores, ou ainda, inviabilizar o pólen. Apesar disso, a presença de formigas pode ser positiva para as plantas ao diminuir a quantidade de herbívoros e seus respectivos efeitos negativos sobre a planta e sobre os polinizadores. A herbivoria induz alterações no metabolismo vegetal, incluindo a emissão de compostos orgânicos voláteis, que são responsáveis pela defesa contra herbívoros, mas também afetam a polinização e o sucesso reprodutivo vegetal, uma vez que essas pistas químicas são importantes para diferentes grupos de polinizadores. O projeto investigará como a dinâmica das interações entre plantas e polinizadores é afetada pelas interações com organismos não polinizadores, as formigas e herbívoros, bem como pelos eventos de hibridação. Este estudo contribuirá para o entendimento amplo das comunidades naturais através do estudo concomitante das interações multitróficas e seu processos evolutivos.
  • Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Guenther Carlos Krieger Filho

Engenharias

Engenharia Mecânica
  • estudo experimental e computacional de incêndios florestais em países do brics: ocorrência, propagação e supressão de incêndios
  • Incêndios florestais compõem os maiores desastres naturais do mundo, que ameaçam seriamente a estabilidade dos sistemas econômicos e ecológicos. Os incêndios florestais por ano destroem mais de 10 milhões de hectares de áreas florestais e queimam cerca de 9 bilhões de toneladas de biomassa em média. Os incêndios florestais também representam uma séria ameaça ao equilíbrio dos ecossistemas globais. Por exemplo, as emissões de carbono de um incêndio florestal na Indonésia em 1997 foram responsáveis por mais de 13% do total de emissões de carbono da combustão de combustíveis fósseis no mundo naquele ano (Nature, 420 (2002) 61-65). Nos últimos anos, a mudança climática global e também o aumento do impacto antrópico causaram cada vez mais incêndios no mundo. No documento da estrutura estratégica "Agenda 2030 para um mundo seguro contra incêndios", recentemente formulado pela Associação Internacional para a Ciência da Segurança contra Incêndios (IAFSS), o incêndio florestal foi listado como o principal desafio da comunidade de segurança contra incêndios nos próximos 20 anos. O BRICS é uma das áreas mais atingidas pelos incêndios florestais no mundo. Nos biomas do BRICS, nos últimos anos, o risco de incêndios florestais continuou a aumentar. As vastas florestas e pradarias da Rússia foram devastadas por incêndios durante anos. Dados oficiais mostram que, apenas em 2018, os incêndios queimaram mais de 15 milhões de hectares de terra em todo o país, o que é quase o dobro da área territorial da Irlanda. O relatório de 2015 sobre florestas da Índia (ISFR) indica que 64,29% das florestas do país são áreas propensas ao fogo, levando a perdas econômicas anuais de 55 bilhões de rublos. Segundo o Centro de Ciência e Meio Ambiente (CSE), houve 15.937 incêndios florestais na Índia em 2015, mas o número subiu para 35.888 em 2017, que aumentou 1,25 vezes em apenas dois anos. Incêndios florestais incontroláveis não só incendiaram a vegetação, mas também a matéria orgânica da superfície, aumentando a frequência das inundações e a erosão do solo na Índia. Para lidar com isso, em dezembro de 2017, o governo indiano atualizou oficialmente a "Intensificação do Esquema de Manejo Florestal" para "Esquema de Prevenção e Gerenciamento de Incêndios Florestais". A floresta amazônica está localizada no vasto território do Brasil. De acordo com as estatísticas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), as emissões anuais de carbono da floresta tropical chegam a 255 milhões de toneladas, o que ameaça seriamente o clima ecológico global. Incêndios frequentes são considerados a principal fonte de emissões de carbono. Nesse contexto, o Brasil sedia ativamente a 7ª Conferência Internacional de Incêndio Florestal neste ano de 2019, com o objetivo de promover a pesquisa e o manejo de incêndios florestais em todo o mundo. Os incêndios florestais da China são ainda mais sérios. Desde 1950, tem havido mais de 13.000 incêndios florestais anualmente na China, e a área afetada é de 650.000 hectares. O Daxing'anling Wildfire de 1987 foi o incêndio mais sério do mundo nos últimos 100 anos. Em março de 2019, o incêndio florestal de Liangshan na China tirou as preciosas vidas de 30 bombeiros. Entender e quantificar os processos de ignição e propagação de incêndios florestais é essencial para reduzir seus riscos de incêndio. A complexidade físico/matemática dos incêndios florestais é oriunda do forte acoplamento entre os mecanismos de dinâmica dos fluidos, transferência de calor e massa, reações químicas na fase gasosa (homogêneas) e fase condensada (heterogêneas). Este projeto centra-se na investigação experimental e computacional da cinética química e nos modelos de pirólise do combustível florestal, no mecanismo físico da ignição por raios, bem como nos mecanismos e comportamentos do fogo de superfície e do fogo de copa de árvores. Como resultados deste projeto de pesquisa espera-se: 1) base de dados experimental de condições ambientais e características do combustível florestal em situação de ignição e propagação; 2) consolidação dos resultados de cinética química em modelo computacional (mecânica dos fluidos computacional em domínio 3D) para previsão de ignição e propagação de incêndios florestais. 3) validação do modelo computacional com dados experimentais de incêndios em campo. Espera-se que as teorias e modelos desenvolvidos guiem a tomada de decisões de prevenção e emergência de incêndios florestais nos países do BRICS e sejam de grande valor para a redução do risco de desastres e o desenvolvimento sustentável dos países do BRICS.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 08/08/2019-31/08/2022
Foto de perfil

Guilherme Augusto Barros Conde

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • desenvolvimento de metodologias e ferramentas de geoprocessamento para a identificação de zonas de risco e vulnerabilidade ao hiv/aids em adolescentes e jovens adultos no município de santarém-pará
  • O esforço de identificar regiões e zonas de crescimento da infecção pelo HIV e vulnerabilidade tem levado o Ministério da Saúde (MS) a fortalecer as ações de combate à doença. Ações como a identificação dos municípios com maior número de casos e a busca por indicadores que mapeiem e tracem o perfil de forma mais efetiva da disseminação e o avanço da do HIV/AIDS tem desafiado o MS e as secretarias de saúde dos estados mais afetados, como é o caso do estado do Pará. Neste contexto, este projeto traz a proposta inovadora de melhorar o desempenho do combate à disseminação do HIV através do desenvolvimento de uma ferramenta computacional que combine as informações da análise espacial com a descoberta de conhecimento utilizando técnicas de inteligência computacional, aplicados na tomada de decisões no processo de combate a HIV/Aids.
  • Universidade Federal do Oeste do Pará - PA - Brasil
  • 03/02/2020-28/02/2023
Foto de perfil

Guilherme Baldo

Ciências Biológicas

Genética
  • segurança da edição de genes: avaliação da indução tumoral causada pela injeção neonatal de vetores não-virais carregando o sistema crispr/cas9 em camundongos
  • Recentemente nosso grupo demonstrou que a injeção neonatal de vetores não-virais contendo o sistema CRISPR-Cas9 em camundongos nocautes com Mucopolissacaridose tipo I (MPS I) é capaz de aumentar significativamente a atividade da enzima deficiente na doença de forma estável por 6 meses, além de reduzir/ prevenir algumas manifestações clínicas da doença, como a dilatação cardíaca. No entanto, como essa técnica pressupõe que o DNA será inserido no genoma, existe o risco dessa inserção ocorrer em locais que não sejam o originalmente planejado, e portanto, podem causar o fenômeno de oncogênese insercional. Até o momento, não existem estudos avaliando o potencial do sistema CRISPR-Cas9 em causar tumores, e isso é essencial para o estudo da segurança desta técnica. Portanto, o objetivo deste trabalho é avaliar se a injeção intravenosa neonatal do sistema CRISPR/Cas9 complexados em formulações nanotecnológicas aumenta a frequência de tumores em camundongos. Para tanto, 30 animais serão divididos em 2 grupos (com ou sem tratamento) e serão acompanhados até 24 meses de vida, quando serão eutanasiados e a frequência de tumores nos animais será avaliada por análise patológica. Outras análises (peso, sinais de toxicidade, atividade da enzima cujo gene foi inserido e estimativa do número de cópias no tecido) também serão avaliadas. Espera-se que ao final deste estudo possamos chegar à conclusões sobre a segurança da edição gênica utilizando o sistema CRISPR-Cas9, para que estudos clínicos possam ser conduzidos no futuro próximo.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Guilherme Barreto Campos

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • analise da prevalência, susceptibilidade antimicrobiana e características genéticas de neisseria gonorrhoeae em pacientes hiv+ atendidos em vitória da conquista – ba
  • A gonorreia é uma das infecções sexualmente transmissíveis (IST) mais comuns em todo mundo, causada por Neisseria gonorrhoeae (gonococos), sendo uma prioridade importante para a saúde pública globalmente. Essa bactéria vem se tornando multirresistente, carecendo de constante monitoramento laboratorial e mudança de recomendações terapêuticas. Adicionado a tal fato, estudos recentes têm apontado que a gonorreia e a infecção pelo HIV estão intimamente associadas. O sinergismo apresentado pelas infecções supracitadas, associado à necessidade de preservação da possibilidade terapêutica da gonorreia, sinaliza a necessidade de vigilância integrada dos agravos. Deste modo, este estudo objetiva analisar a prevalência, susceptibilidade antimicrobiana e características genéticas de isolados de N. gonorrhoeae em pacientes HIV+ atendidos no município de Vitória da Conquista – BA. Para tanto este é um estudo quantitativo, descritivo e experimental, cuja amostra será composta por 288 pacientes (homens e mulheres). A coleta de dados ocorrerá no Centro de Apoio e Atenção à Vida (CAAV) Dr. David Capistrano Filho, serviço de referência que proporciona atendimento médico especializado e assistência social aos portadores de Infecções Sexualmente Transmissíveis e do vírus da AIDS, localizadas na zona urbana do município de Vitória da Conquista. A coleta de amostra ocorrerá de modo diferente nos dois sexos, nos homens será realizada a coleta da secreção uretral e nas mulheres será realizada a coleta da secreção cervical. As amostras serão submetidas ao isolamento bacteriano, com posterior teste de susceptibilidade antimicrobiana e tipagem molecular. Paralelo a essas análises serão realizadas uma análise de prevalência molecular por PCR em Tempo Real e uma análise do perfil de resposta imunológicas desses pacientes (dosagem de citocinas e imunofenotipagem de linfócitos). As análises estatísticas dos resultados serão realizadas utilizando-se testes apropriados no programa SPSS, com nível de significância de p ≤ 0.05 em todas as análises. O estudo é inédito na região sendo relevante para começar a compreensão do perfil clínico-demográfico da população estudada. Com isto, os resultados obtidos contribuirão epidemiologicamente e indicará a atenção diante da problemática de saúde pública evidenciada, sobretudo porque a maioria das ISTs no Brasil não são agravos de notificação compulsória.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Guilherme Bergmann Borges Vieira

Engenharias

Engenharia de Produção
  • avaliação da competitividade das cooperativas de vinhos da serra gaúcha
  • O presente projeto de pesquisa tem como objetivo avaliar comparativamente a competitividade das cooperativas e indústrias de vinhos localizadas na Serra Gaúcha, utilizando o método da Análise Envoltória de Dados ou Data Envelopment Analysis (DEA). A definição dos inputs e outputs tomará como base a revisão da literatura sobre a aplicação de DEA no setor vitivinícola e os dados serão coletados com base em informações do setor, disponíveis em estatísticas do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), e complementados por estudos de campo. A partir dos resultados obtidos com a aplicação da Análise Envoltória de dados, pretende-se auxiliar tanto na definição de políticas públicas para o setor vitivinícola quanto na definição de ações para aumentar a competitividade das cooperativas e indústrias desse setor localizadas na Serra Gaúcha. Além disso, em termos acadêmicos, o projeto se justifica pela ausência de estudos similares sobre as cooperativas de vinho da região estudada e pela possibilidade de comparar os resultados encontrados com estudos prévios realizados em regiões vitivinícolas da Europa.
  • Universidade de Caxias do Sul - RS - Brasil
  • 08/09/2018-30/09/2021
Foto de perfil

Guilherme Borges Fernandez

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • interação geomorfologia e geofísica rasa na determinação de processos costeiros entre praia e dunas: litoral do estado do rio de janeiro
  • As relações morfodinâmicas entre praias e dunas representam um dos principais temas ne geomorfologia costeira, uma vez que estes ambientes mostram uma interação interessante entre processos hidrodinâmicos, determinantes nas praias, e aerodinâmicos e ecológicos envolvendo as dunas adjacentes. Uma vez que o sistema praia-duna é submetido a diferentes processos, estes passam a ser passíveis de serem mais propriamente identificados, quando utilizadas técnicas de mapeamento de detalhe superficial e de geofísica rasa, no intuito de se analisar processos ocorridos em prazos mais longos. Neste sentido este projeto tem como principal objetivo analisar a morfologia de detalhe, com auxílio de imagens de alta definição obtidas por Veículo aéreo não tripulado (VANT) e a arquitetura deposicional por meio de dados de georadar, do sistema praia-duna em diferentes áreas do Rio de Janeiro submetidas a padrões hidrodinâmicos e aerodinâmicos distintos. Análises como estas são de grande valia, uma vez que a partir deste entendimento processos erosivos associados as ondas e proteção costeira exercida pelas dunas, garante maior entendimento da proteção do litoral em termos de gerenciamento costeiro.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Guilherme Borges Ribeiro

Engenharias

Engenharia Mecânica
  • modelagem de ciclos de potência dinâmicos e seus componentes para aplicações espaciais
  • O projeto consiste no desenvolvimento de modelagens termodinâmicas de ciclos térmicos para geração de energia nuclear no espaço. Parâmetros como dimensões e peso dos componentes do sistema de conversão devem ser otimizados durante a fase de concepção, de modo que se obtenha o melhor rendimento por unidade de massa do ciclo, considerando limites de potência pré-determinados e reduzindo os custos de projeto e de lançamento. A abordagem endoreversível para a modelagem de ciclos térmicos é proposta, visando o uso futuro desses modelos termodinâmicos como ferramentas de projeto. Os resultados extraídos dos modelos serão avaliados segundo os conceitos da segunda lei da termodinâmica, visando o mapeamento das irreversibilidades, minimização da geração de entropia e aumento da eficiência de segunda lei, levando em conta as restrições de massa/peso dos ciclos. Ainda, simulações de CFD (Computational Fluid Dynamics) dos componentes dos ciclos serão executadas e tais resultados serão usados nos projetos futuros de regeneradores e trocadores de calor em aplicações espaciais.
  • Instituto de Estudos Avançados - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Guilherme Braga Pereira Braz

Ciências Agrárias

Agronomia
  • interferência de capim-amargoso na soja e no milho cultivados em condições de cerrado.
  • A resistência de plantas daninhas ao glyphosate vem impactando negativamente os ambientes de produção agrícola em todo mundo. Entre as espécies que tem causado maiores prejuízos nos sistemas brasileiros de produção, está o capim-amargoso (Digitaria insularis). Além da resistência, o capim-amargoso tem causado problemas devido as características de agressividade que a espécie possui. Neste contexto, o objetivo geral deste projeto será avaliar o efeito da interferência do capim-amargoso na soja e no milho cultivado em condições de Cerrado. Os objetivos específicos são: quantificar a interferência que densidades populacionais crescentes de capim-amargoso possui sobre a soja e o milho safrinha; e determinar a tolerância diferencial de cultivares de soja e milho à interferência do capim-amargoso. Para tanto, serão instalados dois experimentos à campo para cada espécie vegetal (soja e milho), sendo estes conduzidos nas safras 2018/19 e 2019/20. Todos os experimentos serão conduzidos seguindo as mesmas metodologias. O delineamento utilizado será o de blocos casualizados, estando os tratamentos dispostos em arranjo fatorial 2 x 5, com quatro repetições. O fator A será composto por duas cultivares de soja/milho de ciclo distinto (precoce e médio); enquanto que no fator B serão simuladas diferentes densidades de infestação de capim-amargoso (0, 2, 4, 6 e 8 plantas por m2). Para simular os níveis de infestação de capim-amargoso, serão produzidas plântulas, as quais serão transplantadas nas unidades experimentais de acordo com a densidade prevista em cada tratamento. Serão avaliadas as seguintes variáveis-respostas: altura de plantas, índice SPAD, porcentagem de fechamento das entrelinhas das culturas, massa seca da parte aérea, componentes de rendimento e produtividade. Ao término do projeto espera-se determinar o efeito que a interferência do capim-amargoso possui sobre a soja e o milho, bem como estabelecer se a escolha da cultivar/híbrido pode atenuar a interferência desta planta daninha sobre a cultura.
  • Universidade de Rio Verde - GO - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022