Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Ana Amélia Moreira Lira

Ciências da Saúde

Farmácia
  • desenvolvimento de formulações farmacêuticas e cosméticas utilizando sistemas nanoestruturados para administração cutânea
  • A pele, o maior órgão do corpo humano, reveste a superfície externa do organismo, protegendo-o contra penetração de substâncias estranhas. Contudo, apesar da excelente barreira exercida pelo estrato córneo, a pele se mostra como uma promissora via para administração de fármacos e ativos cosméticos, uma vez que possui grande área superficial, é de fácil acesso, não invasiva e ricamente vascularizada. Os sistemas transdérmicos são formulações administradas na pele e que promovem a chegada do fármaco na corrente sanguínea, constituindo uma alternativa interessante para substituir a via oral e subcutânea. Por outro lado, a administração tópica é empregada para exercer efeito localizado, promovendo o acúmulo do fármaco nas camadas da pele. Dentro deste contexto, sistemas nanoestruturados constituem uma opção inovadora para o desenvolvimento de formulações tópicas e transdérmicas, fisiologicamente aceitáveis, capazes de veicular compostos lipofílicos e hidrofílicos, apresentando diversas vantagens quando comparados as terapias convencionais. A administração desses sistemas pela via cutânea pode promover a permeação na pele e a atividade farmacológica de fármacos e ativos cosméticos, diminuindo seus efeitos colaterais e melhorando sua eficácia terapêutica. Dessa forma, nosso grupo de pesquisa tem buscado desenvolver microemulsões e cristais líquidos, com o objetivo de obter formulações farmacêuticas e cosméticas mais seguras, eficazes e estáveis. Os sistemas serão caracterizados e avaliados quanto a liberação, permeação cutânea in vitro e efeito biológico in vitro e/ou in vivo, tais como tratamento de hipertensão, dor crônica, leishmaniose cutânea, atividade clareadora da pele e antienvelhecimento. Temos também investigado o mecanismo envolvido na promoção da permeação cutânea a partir dos sistemas individuais, comparando-os e selecionando os melhores sistemas para as finalidades pretendidas.
  • Universidade Federal de Sergipe - SE - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Ana Beatriz Gorini da Veiga

Ciências da Saúde

Medicina
  • epidemiologia molecular de infecções respiratórias virais no rio grande do sul – suporte no combate a epidemias e pandemias
  • Infecções respiratórias virais são um problema de saúde pública, causando a morte de milhões de pessoas por ano no mundo. A vigilância das infecções respiratórias baseada na notificação dos casos e monitoramento dos vírus respiratórios circulantes é uma das estratégias de prevenção, controle e mitigação de epidemias e pandemias. A vigilância é voltada principalmente para os vírus influenza A (IAV) e B (IBV) e, atualmente, para o coronavírus SARS-CoV-2, que vem causando a pandemia de COVID-19. Outros vírus, como vírus respiratório sincicial (RSV), rinovirus (HRV), parainfluenza (hPIV), adenovírus (HAdV), metapneumovírus (hMPV) e outros coronavírus (HCoV) também podem causar doença respiratória grave, mas são subnotificados. A vigilância epidemiológica e a vigilância genômica de vírus respiratórios são importantes para: prevenção através do desenvolvimento de vacinas com cepas virais circulantes; planejamento das campanhas de vacinação de acordo com a sazonalidade viral; controle através do tratamento adequado e isolamento dos pacientes infectados; identificação de novos vírus/variantes e predição de mutações que possam conferir maior patogenicidade, resistência a antivirais e vacinas ou adaptação ao hospedeiro. O Rio Grande do Sul (RS) apresenta alta incidência de infecções respiratórias, entretanto ainda há escassez de estudos sobre esses vírus no RS. Com uma abordagem de epidemiologia molecular, este projeto analisará amostras respiratórias de pacientes com infecção respiratória no RS para: identificar vírus respiratórios através de qPCR e RT-qPCR; caracterizar os vírus por sequenciamento genético; estudar a filogenia e dinâmica viral; analisar mutações virais; analisar microbioma de nasofaringe para compreender o papel da microbiota bacteriana nas infecções virais; analisar dados clínicos e epidemiológicos. O projeto envolve pesquisadores de diferentes instituições e áreas, possibilitando aprofundar e expandir pesquisas do grupo, contribuindo para ciência no país.
  • Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Ana Carolina de Campos

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • participa brasil: perfil de funcionalidade e incapacidade de crianças e adolescentes com paralisia cerebral
  • Embora a paralisia cerebral (PC) seja a principal causa de deficiência motora no mundo, no Brasil não há dados oficiais em termos de caracterização clínica, o que limita o planejamento de ações de saúde. Atualmente, o prognóstico e planejamento terapêutico são baseados em literatura internacional, sem alternativas adequadas para a realidade brasileira. O projeto PartiCipa Brasil é uma iniciativa multicêntrica que tem entre seus objetivos: (i) caracterizar clinicamente um grupo de crianças e adolescentes brasileiros com PC em termos da etiologia da PC, idade do diagnóstico, tipo e distribuição do comprometimento motor, e prevalência de deficiências associadas; ii) traçar um perfil de funcionalidade e incapacidade dos participantes, classificando-os nos sistemas de classificação da função motora grossa e habilidade manual; e (iii) explorar inter-relações entre componentes de funcionalidade segundo a Classificação Internacional de Funcionalidade (CIF) (atividade, participação e funções corporais) e determinantes de saúde (fatores contextuais). Trata-se de um studo multicêntrico, transversal, prospectivo, com aprovação dos comitês de ética institucionais. Serão incluídas 250 crianças e adolescentes com PC provenientes de diferentes regiões do Brasil, que serão classificados nos sistemas de classificação funcional Gross Motor Function Classification System (GMFCS) e Manual Ability Classification System (MACS). Fatores contextuais (questionário baseado na CIF), níveis de atividade (mobilidade, atividades diárias, social-cognitivo e responsabilidade) e participação, assim como funções corporais (percepção de esforço físico) serão avaliados remotamente. Será realizada uma análise descritiva para caracterização da amostra; modelos de regressão investigarão relações entre componentes de funcionalidade e determinantes de saúde. Estratégias para disseminação dos resultados incluirão publicações científicas, um workshop e elaboração de materiais em linguagem acessível
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Ana Carolina Kruta de Araújo Bispo

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • desaprendizagem: um estudo em cursos de mestrado profissional na área de administração
  • Remover conhecimentos, hábitos ou práticas preexistentes nos direciona a um processo de ressignificação, isto é, à desaprendizagem. A partir dela é realizado o descarte intencional do conhecimento, de tecnologias, de ferramentas ou de práticas obsoletas, permitindo vir à tona o contínuo processo de aprendizagem, desaprendizagem e reaprendizagem, sendo que este último estágio só é possível a partir de mudanças que possibilitem a abertura para o novo. Apesar de diversos estudos terem sido realizados nas últimas décadas buscando compreender a desaprendizagem e sua relação com os processos de mudança organizacional, fazendo com que a temática na área de administração passasse a receber atenção, esse fenômeno ficou restrito aos estudos de aprendizagem organizacional, sugerindo uma lacuna nos estudos de Educação em Administração, especialmente aqueles voltados para os estudantes de cursos profissionais. Assim, este projeto busca compreender as implicações do processo de desaprendizagem de docentes e discentes de cursos de pós-graduação em Administração e sua relação com o desenvolvimento de novas competências. Nesse contexto, encontram-se os Cursos de Mestrado Profissional (CMP), cuja modalidade visa a aplicação prática e às necessidades do mercado de trabalho. Professores de CMPs desaprendem constantemente hábitos enraizados de forma a reaprender metodologias e técnicas para a transmissão do conhecimento prático aos estudantes que, por sua vez, passam por transformações constantes em seu processo de aprendizagem. Visando responder o problema de pesquisa, objetiva-se delimitar o processo de desaprendizagem de docentes e discentes de cursos de mestrado profissional em Administração no Nordeste brasileiro, compreendendo as implicações do fenômeno na prática docente e no ambiente de aprendizagem discente e sua relação com o desenvolvimento de competências. A pesquisa será desenvolvida a partir da complementação entre as abordagens qualitativa e quantitativa.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Ana Carolina Prado Ribeiro e Silva

Ciências da Saúde

Medicina
  • fotobiomodulação na prevenção de mucosite oral em pacientes em uso de metotrexato em altas doses. estudo clínico prospectivo, randomizado e duplo-cego
  • Introdução: O metotrexato em altas doses (AD-MTX) é empregado como agente quimioterápico no tratamento de malignidades hematológicas; no entanto, não apenas células neoplásicas mas tecidos que apresentam altas taxas de proliferação são susceptíveis aos efeitos citotóxicos da droga. A Mucosite Oral (MO) é uma das principais toxicidades e quadros graves podem levar a interrupção do tratamento, afetando o prognóstico e sobrevida. A fotobiomodulação (FBM) é empregada com objetivo de prevenção e tratamento da MO, promovendo a cicatrização e analgesia. Objetivos: Avaliar a eficácia da FBM na prevenção de MO em pacientes em tratamento com AD-MTX; investigar a correlação entre dosagens séricas, urinárias e salivares de MTX e o desenvolvimento e severidade de MO e estabelecer um protocolo de FBM para pacientes em tratamento com AD-MTX. Desenho do estudo: Estudo cínico, prospectivo, duplo-cego e randomizado. Materiais e métodos: 80 pacientes que serão submetidos ao primeiro ciclo de AD-MTX serão distribuídos, de forma randomizada, Grupo 01 – FBM profilática: AD-MTX dose ≥ 1g/m2 (n=40) e Grupo 02 – FBM placebo (sham laser): AD-MTX dose ≥ 1g/m2 (n=40). O grupo FBM profilática será submetido a FBM nos 5 primeiros dias após a infusão de AD-MTX ou até doses plasmáticas inferiores a taxas ≥ 5-10 µmol/L após 24 horas, ≥ 1 µmol/L após 48 horas e ≥ 0.1 µmol/L após 72 horas. Os pacientes serão avaliados nos D10; D15 e D21 e o questionário de qualidade de vida EORTC-QLQ-30 aplicado no D0 e no D15 após infusão de AD-MTX. Análise estatística: Será realizado teste de correlação entre a dosagem de AD-MTX no sangue, urina e saliva. Os resultados obtidos por ELISA serão avaliados no programa GraphPadPrism 5.0 e análise de normalidade por Lilliefors. Resultados Esperados: Desenvolver um protocolo individualizado de FBM que seja aplicado na prevenção de MO e verificar a eficácia do uso da saliva como de método auxiliar para a dosagem de AD-MTX.
  • Fundação Faculdade de Medicina - SP - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Ana Carolina Ramos Moreno

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • mecanismos imunológicos envolvidos no efeito antitumoral de imunoterapias desenvolvidas para o tratamento de tumores: estudos pré-clínicos com foco em câncer de bexiga e tumores induzidos por hpv
  • Dentre as doenças não transmissíveis, o câncer se destaca como a segunda principal causa de morte mundial, sendo um importante problema de saúde pública. O tratamento do câncer sempre foi um desafio para os médicos. Sabe-se que o sistema imunológico desempenha um papel importante na defesa do corpo nos estágios iniciais do desenvolvimento do tumor. Essa luta pode ser vencida ou perdida uma vez que o tumor molda o destino do sistema imunológico, e esse resultado é a base para entender as ações de proteção do hospedeiro ou de progressão tumoral. Neste panorama, a imunoterapia se tornou um importante aliado na luta contra diferentes tumores. Um dos principais desafios é o desenvolvimento de abordagens terapêuticas eficazes, com o objetivo de direcionar a resposta imunológica a favor da atividade antitumoral. Nos últimos anos, nosso grupo dedicou esforços para desenvolver imunoterapias com foco no tratamento de câncer, particularmente tumores induzidos pelo Papilomavírus humano (HPV) e o câncer de bexiga, duas neoplasias que se destacam na clínica médica pela prevalência mundial. Para o câncer de bexiga, nossas imunoterapias são baseadas em Bacillus Calmette-Guérin (BCG) recombinantes, que expressam proteínas bacterianas com potencial adjuvante. Para o câncer induzido por HPV, nossa imunoterapia é baseada em uma vacina de DNA, que codifica a oncoproteína E7 do HPV-16 fusionada à glicoproteína D do Vírus Herpes Simplex-1, combinada a uma vacina de mRNA codificante para anti-CTLA-4. Neste projeto, estudaremos as respostas imunológicas locais e sistêmicas, o perfil de citocinas, e vias de sinalização induzidas pelas imunoterapias em dois modelos murinos: câncer ortotópico de bexiga e câncer induzido por HPV. Pretendemos determinar a relevância destes eventos na sobrevida dos animais e na ativação de uma imunidade protetora, e assim propor um desenho racional de vacinas e intervenções clínicas. Evidências científicas do grupo suportam a continuidade da pesquisa proposta.
  • Instituto Butantan - SP - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Ana Carolina Scarpel Moncaio

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • avaliação da operacionalização da prevenção e controle da doença do coronavírus pelos aspectos comportamentais no uso dos equipamentos de proteção individual - enfoque nos profissionais de saúde
  • O presente projeto de pesquisa congrega ações colaborativas entre os Departamentos de Enfermagem e Medicina de duas regiões do Brasil (Centro-Oeste e Norte): Goiás, sendo representado pelo Departamento de Enfermagem da Universidade Federal de Catalão e Departamento de Enfermagem da Fundação Universidade Federal de Rondônia, cuja liderança da pesquisa está sendo coordenada e desenvolvida pelo Grupo de Estudos Epidemiológico - Operacionais em Tuberculose, o qual atua de forma articulada à Rede Brasileira de Pesquisas em Tuberculose, voltados ao controle da tuberculose. Objetiva avaliar a operacionalização do uso de Equipamentos de Proteção Individual dos profissionais de saúde na prevenção e controle da COVID-19 nas instituições de nível secundário e terciário de dois municípios nas Regiões Centro-Oeste e Norte. Trata-se de um estudo com método misto com estratégia explanatória sequencial. A população do estudo será constituída por profissionais de saúde (nível técnico de enfermagem, enfermeiros e médicos), os quais responderão um questionário fechado e na etapa qualitativa os dados serão provenientes da aplicação de entrevistas semiestruturadas. Serão incluídos sujeitos acima dos 18 anos, no cumprimento ou exercício de suas funções durante a data da coleta de dados e com no mínimo seis meses de experiência profissional. Serão excluídos os profissionais de saúde em período de férias ou afastados por licença-saúde. Os dados serão inseridos no software SPSS 20.0 e analisados por meio da estatística descritiva. Utilizar-se-á a Análise de Correspondência Múltipla para verificar a relação entre as variáveis sociodemográficas, epidemiológicas e do uso dos Equipamentos de Proteção Individual. As entrevistas serão transcritas e organizadas no software Atlas.ti 7.0 e analisadas pelo referencial metodológico da Análise do Discurso. Os resultados deste estudo poderão oferecer subsídios para aprofundar conhecimentos e compreensão sobre a operacionalização do uso de Equipamentos de Proteção Individual dos profissionais de saúde na prevenção e controle da COVID-19 nas instituições de nível secundário e terciário, contribuindo para o planejamento, organização, monitoramento e avaliação da doença e contribuir para o desenvolvimento de pesquisas e formação de recursos humanos.
  • Universidade Federal de Catalão - GO - Brasil
  • 16/07/2020-15/08/2022
Foto de perfil

Ana Carolina Simionato Arakaki

Ciências Sociais Aplicadas

Ciência da Informação
  • a publicação em linked data em bibliotecas: proposta teórica-metodológica para o sibisc
  • A abertura de dados tornou-se um desafio para as unidades de informação e entre outros gestores de dados e de conteúdo. Há uma demanda emergente para que esses dados sejam abertos e conectados para acesso, identificação, uso e reuso, principalmente no que diz respeito às tecnologias da Web Semântica. Nesse contexto, é problematizado o cenário da proposta, como fomentar a disponibilização e o acesso a dados de bibliotecas no contexto dos dados abertos conectados? Dessa forma, a proposta consiste em desenvolver uma matriz teórico e metodológica para as instituições brasileiras, em especial para bibliotecas, a fim que esse estudo propicie a abertura e conexão entre os dados. Como objetivos específicos, busca-se: identificar ferramentas e tecnologias para publicação de dados abertos conectados; analisar e realizar a curadoria e higienização dos dados de uma biblioteca para adequação dos procedimentos necessários para publicação de dados abertos conectados; construir diretrizes teórica-metodológicas para as bibliotecas publicarem dados abertos conectados. A pesquisa é classificada por uma natureza teórico e aplicada, qualitativa e exploratória. Foi selecionada para prova de conceito da proposta, os dados do Sistema Integrado de Bibliotecas do Município de São Carlos (SIBISC). Espera-se com os resultados obtidos, a pesquisa contribua com diretrizes metodológicas para bibliotecas brasileiras a publicarem seus dados abertos conectados. Além de estimular estas instituições a garantir a interoperabilidade, com a integração dos dados em catálogos, repositórios e banco de dados, à iniciativa Linked Data e a contribuição para o desenvolvimento da área de Ciência da Informação. É previsto como produtos dessa pesquisa, apresentação de trabalhos nos principais eventos da área de Ciência da Informação, nacionais e internacionais; a confecção de um evento científico para divulgação, por fim, a confecção de uma cartilha, com o passo-a-passo da publicação de dados pelas bibliotecas.
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Ana Caroline Meireles Soares

Outra

Divulgação Científica
  • snct 2021 – ifma - campus coelho neto: a transversalidade da ciência, tecnologia e inovações para o planeta.
  • O presente projeto fundamentado pela Chamada CNPq/MCTI Nº 06/2021 tem como objetivo a realização da SNCT – Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2021 do IFMA Campus Coelho Neto como forma de integração da Ciência e da Tecnologia à população local. O evento ocorrerá de forma on-line e/ou presencial, levando em conta todos os protocolos elaborados no contexto da pandemia de Covid-19, com atividades a serem executadas através de oficinas, minicursos e mesas redondas abertas à comunidade. Os professores da instituição serão orientados a instigar e acompanhar os alunos no desenvolvimento de atividades que envolvam o tema da semana: A transversalidade da ciência, tecnologia e inovações para o planeta. Nesse sentido, universidades, escolas públicas e particulares serão convidadas a participar do evento, que possibilitará a integração de outras instituições de pesquisa da cidade de Coelho Neto, Duque Bacelar e redondezas na apresentação de trabalhos envolvendo a temática. As submissões dos trabalhos envolverão estudantes de quaisquer instituições de ensino que desejarem participar do evento, assim como a inclusão de apresentação de seminários e banners. Com este projeto, busca-se estabelecer uma relação de integração do IFMA com a comunidade, divulgando as pesquisas da instituição e ao mesmo tempo evoluindo em ciência e tecnologia, fomentando, assim, a investigação e a produção de conhecimento contextualizado com a temática da semana.
  • Instituto Federal do Maranhão - MA - Brasil
  • 07/10/2021-31/10/2023
Foto de perfil

Ana Clara Cândido

Ciências Sociais Aplicadas

Ciência da Informação
  • gestão estratégica da informação e criatividade: análise e proposta da inovação aberta em unidades de informação
  • O volume e a diversidade de informações requerida nos processos de inovação reforça a ideia de que, inovar de forma isolada não é a melhor estratégia, reforçando a abordagem colaborativa, por meio da adoção de práticas de Inovação Aberta. A gestão estratégica da informação contribui para o sucesso do desenvolvimento de inovação e tomada de decisão. O uso e o compartilhamento do recurso ‘informação’ constituem desafios atuais quando se refere ao trabalho colaborativo envolvendo atores de diferentes naturezas (clientes, fornecedores, governo, academia, etc). Além da informação, o capital intelectual é aqui assumido como um dos fatores chave para o processo de inovação, representado a partir da inserção do atributo ‘criatividade’ nesta proposta. Pretende-se desenvolver instrumentos para a gestão da informação e a promoção da criatividade na implementação de práticas de Inovação Aberta em Unidades de Informação (bibliotecas, arquivos e museus; centros de informação no âmbito de empresas privadas). Aproximando as pesquisas empíricas já realizadas no âmbito das práticas de Inovação Aberta, bem como o uso da gestão estratégica da informação para amenizar o paradoxo das necessidades percebidas x dificuldades sinalizadas pelas organizações em operacionalizar o modelo de Inovação Aberta na prática. Serão selecionadas inicialmente quinze unidades de informação brasileiras para a realização de capacitação sobre as temáticas do projeto, atendimento de consultoria onde serão trabalhados caso a caso aspectos do projeto organizados em três módulos: informação para inovação, criatividade e estratégia. Cada um destes módulos terá material desenvolvido pela equipe deste projeto e acompanhamento na execução das aplicações práticas que poderão ser adaptadas e aprimoradas a partir do desempenho e feedback das unidades de informação participantes. O projeto integrará atividades docentes no âmbito de pesquisa, ensino e extensão nas instituições colaboradoras.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Ana Clara da Fonseca Leitão Duran

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • selos de sustentabilidade ambiental em rótulos de alimentos e bebidas embalados comercializados no brasil
  • As mudanças climáticas impõem limites ao desenvolvimento sustentável. A relação entre os padrões alimentares e o meio ambiente tem sido explorada em modelos de sistemas alimentares mais sustentáveis. A produção e distribuição de alimentos geram impactos ambientais, os quais podem ser reduzidos através da adoção de práticas ambientalmente favoráveis. Informações socioambientais têm sido consideradas por consumidores nas escolhas alimentares, e os selos ambientais nos rótulos podem alterar a intenção de compra de alimentos. Os objetivos são: Verificar a tendência dos selos de certificação ambiental em alimentos e bebidas comercializados no Brasil entre 2017 e 2021; Verificar as mudanças na qualidade nutricional dos alimentos e bebidas com selos de certificação ambiental comercializados no Brasil entre 2017 e 2021; Verificar se os selos de certificação ambiental são utilizados conjuntamente com outras alegações de apelo ambiental na frente das embalagens como estratégias mercadológicas para atrair o consumidor. Utilizaremos um banco de dados de rótulos com imagens de 39.545 alimentos da empresa MINTEL - Global New Product Database. Uma subamostra com cerca de 30% dos alimentos será calculada considerando os mais consumidos no Brasil segundo a Pesquisa de Orçamentos Familiares de 2017/18 do IBGE e as marcas mais vendidas no Brasil segundo a Euromonitor International para 2020. Nesta amostra, identifcaremos os selos de certificação ambiental; classificaremos todos os alimentos e bebidas segundo nível de processamento utilizando a classificação NOVA; e por fim, avaliaremos a presença de alegações com apelo ambiental na frente das embalagens. Utilizaremos estatísticas descritivas e modelos de regressão ajustados por ano, grupos de alimentos e marcas para verificar se há diferenças na proporção de alimentos com certificação ambiental ao longo dos últimos 5 anos e se as tendências temporais variam por grupo de alimento, marca e segundo nível de processamento.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Ana Clarissa dos Santos Pires

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • nanoestruturas supramoleculares para veiculação, estabilização e otimização das propriedades funcionais de compostos bioativos em matriz alimentícia sustentável como adjuvante para o tratamento do diabetes
  • O Diabetes Melitos tipo2 (DM2) é o mais comum (9,3% dos adultos brasileiros) e apresenta características clínicas associadas à resistência à insulina, como acantose nigricans e hipertrigliceridemia. Existe uma demanda por alimentos funcionais capazes de promover a saúde e o bem-estar de diabéticos, aumentando sua expectativa e qualidade de vida. Uma estratégia para a formulação destes superalimentos é a adição de compostos bioativos (CBs) (polifenóis e carotenoides) com propriedades antidiabéticas. Devido às baixas solubilidade e estabilidades térmica e fotoquímica em meio aquoso, a veiculação desses CBs em alimentos só é possível via complexação com proteínas (PRs). Além disso, é crescente a demanda pela substituição de PRs de origem animal pelas de origem vegetal (PRVs), entretanto pouco se sabe sobre o papel dessas PRVs como complexantes para CBs. Assim, para otimizar a síntese destes complexos PR-CB, é necessária a determinação da cinética (CIN) e da termodinâmica (TER) da formação desses complexos supramoleculares. Para isso, utilizaremos espectroscopia de fluorescência, ressonância plasmônica de superfície, nanocalorimetrias (de titulação isotérmica e diferencial de varredura), ressonância magnética nuclear e modelagem e dinâmica molecular. Os dois complexos com as melhores propriedades CIN e TER serão adicionados a uma bebida fermentada probiótica à base de leitelho (sustentável e rico em fosfolipídeos), determinando-se sua composição centesimal e estabilidade microbiológica e físico-química. A caracterização sensorial e aceitabilidade será realizada por consumidores potenciais (diabéticos) e habituais de produtos fermentados. O efeito benéfico para o controle da diabetes do produto gerado será testado em um modelo murino com diabetes induzida. O C57BL / 6 será o animal eleito, sendo vantajoso devido ao seu curto período de gestação e longa vida útil, facilidade de disponibilidade, imitando assim o comportamento humano resultando em um fenótipo de diabetes.
  • Universidade Federal de Viçosa - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Ana Claudia dos Santos da Silva

Ciências Sociais Aplicadas

Museologia
  • o museu paraense emilio goeldi: a transversalidade da ciência para a preservação e sustentabilidade na amazônia paraense
  • O Museu Paraense Emílio Goeldi, unidade de pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações do Brasil, é a instituição, do seu gênero, mais antiga do norte do país, completando 155 anos em outubro de 2021, é a segunda mais antiga do Brasil. Este Museu é pioneiro em diversas áreas e tem ao longo dos anos se destacado no campo das Ciências Humanas e das Ciências Naturais. Sua missão é de realizar pesquisas, promover a inovação científica, formar recursos humanos, conservar acervos e comunicar conhecimentos nas áreas de ciências naturais e humanas relacionadas à Amazônia. Na atualidade desenvolve quase 200 projetos de pesquisa e é referência também na formação de capital humano especializado através de seus programas de pós-graduação com mais de três décadas de atuação na região. Suas pesquisas geram conhecimentos sobre padrões históricos, socioambientais, ecológicos e evolutivos que condicionaram a Amazônia de hoje, e que determinam sua dinâmica atual. Os estudos subsidiam o estabelecimento de políticas adequadas à proteção do patrimônio natural e sociocultural amazônico e à promoção do desenvolvimento sustentável. Objetivo desta proposta é apresentar atividades educativas de divulgação da Ciência produzida no Museu Paraense Emílio Goeldi, na Semana Nacional de Ciência & Tecnologia e Inovação de 2021, que em decorrência do atual cenário, frente a pandemia, serão em sua maioria em formato online. Terão como objeto a comunicação da ciência, por meio de ações educativas, oficinas especializadas, lives, passeios virtuais e disponibilização de materiais didáticos em formato digital.
  • Museu Paraense Emílio Goeldi - PA - Brasil
  • 13/10/2021-31/10/2023
Foto de perfil

Ana Claudia Fernandes Amaral

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • seleção de protótipos antileishmania a partir de plantas nativas do brasil
  • As leishmanioses fazem parte do grupo das doenças tropicais negligenciadas com grande ocorrência nas populações mais vulneráveis economicamente, sendo a leishmaniose tegumentar a mais frequente nas Américas e endêmica no Brasil. Embora apresente grande impacto social, os poucos medicamentos atualmente disponíveis para o seu tratamento são considerados tóxicos e de baixa eficácia, além do custo elevado. Neste contexto, as plantas medicinais representam uma fonte promissora, com destaque para as substâncias das classes dos terpenoides, e fenólicos, possivelmente menos tóxicas, de novos agentes terapêuticos com efeitos contra leishmaniose. Além disso, a combinação de substâncias provenientes de espécies vegetais diferentes pode apresentar efeitos sinérgicos que contribuem para reduzir a toxicidade, aumentar a atividade biológica e driblar a quimiorresistência do protozoário. Sendo assim, o presente projeto propõe viabilizar protótipos com atividade antileishmania a partir de estudos promissores estabelecidos no grupo de pesquisa de dois gêneros botânicos nativos do Brasil, Endlicheria e Marlierea. Este assunto vem sendo explorado por nós nos últimos anos e estudos preliminares indicaram que frações ativas e substâncias presentes nessas espécies possuem atividade contra o protozoário, ação esta que também pode ser potencializada com a estratégia de elaboração de nanoformulação empregada como carreadora. Além disso, o projeto tem potencial para elencar novos protótipos ativos que podem ser usados como base para elevar o arsenal de alvos químicos no combate a este grave problema de saúde pública.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 01/07/2022-31/07/2024
Foto de perfil

Ana Cláudia Niedhardt Capella

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • agenda governamental brasileira: incrementalismo e pontuações na dinâmica orçamentária federal.
  • A presente proposta se insere no multidisciplinar campo das políticas públicas e dialoga diretamente com temas, métodos e objetos de estudos dos campos da Administração Pública e da Ciência Política. Inserido no debate teórico sobre a formação da agenda governamental (agenda-setting) - processo competitivo de priorização de temas que serão abordados pelos governos - esse projeto tem o objetivo de analisar a dinâmica de um instrumento de grande importância para o policy process: o orçamento federal brasileiro. Nesse estudo não olhamos para a forma, diretrizes legais e impactos da formação do orçamento. Buscamos entender e analisar, a partir do montante designado à cada função de gasto, a seleção de prioridades sobre políticas públicas e a dinâmica da formação orçamentária no Brasil democrático. Quais políticas setoriais recebem mais recursos do orçamento Federal? Essa destinação às diferentes funções e políticas setoriais varia ao longo do tempo? A formação orçamentária federal brasileira opera de forma incremental, ou é possível observar pontuações no equilíbrio e mudanças significativas na destinação de recursos ao longo dos anos? Diferentes governos, partidos e reeleições impactam na dinâmica da formação orçamentária em sua destinação de gastos e de financiamento de políticas públicas? É a partir dessas perguntas que esse projeto tem o objetivo de mapear e analisar a formação orçamentária federal brasileira ao longo do tempo, de 1988 a 2021, por meio da construção de bancos de dados metodologicamente robustos e comparáveis que demonstrem as prioridades em políticas setoriais na alocação dos recursos. Para isso, serão adotados métodos de análise de conteúdo e de codificação de dados já elaborados pelo Brazilian Policy Agendas Project em diversos indicadores de atenção governamental do executivo, legislativo e do judiciário, o que possibilita, inclusive comparações entre os dados. Assim, buscamos fortalecer e aproximar pesquisadores que se dedicam às temáticas.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 02/06/2022-30/06/2025
Foto de perfil

Ana Claudia Ramos Sacramento

Ciências Humanas

Geografia
  • propostas e materiais didáticos para professores de geografia no estado do rio de janeiro
  • Os professores buscam refletir e racionalizar sua prática, bem como pensar diferentes maneiras de mediar um determinado conhecimento a fim de promover a análise de conceitos que desenvolvam raciocínio, consciência e organização espacial nos alunos, analisando a importância da Geografia para compreensão da consciência espacial. Assim sendo, a construção de propostas e materiais didáticos são elementos pedagógicos para a produção do trabalho docente, pois a mediação do conhecimento ocorre de maneira mais ativa. Com as novas demandas advindas da Base Nacional Comum Curricular há a necessidade de pensar diferentes dinâmicas para planejamento, organização e elaboração das aulas para colaboração do processo de ensino e de aprendizagem mais significativos. Desta maneira, o objetivo deste projeto é construir propostas e materiais didáticos para os professores de Geografia das redes estaduais, municipais e privadas de Angra dos Reis, Campos de Goitacazes, Niterói, São Gonçalo, Seropédica e Silva Jardim do estado do Rio de Janeiro. A metodologia da pesquisa-ação possibilita desenvolver uma ação efetiva entre o pesquisador/sujeito-objeto de estudo, não sendo uma pesquisa precisa, pois permitem aos envolvidos dizerem e fazerem sobre algo. Para tanto, o estudo pretende trabalhar a partir de duas escolas de cada município a fim de mobilizar estratégias de aprendizagem para pensar geograficamente os diferentes fenômenos geográficos espacializados Os instrumentos serão: aplicação e análise de questionários para os professores, a construção propostas e materiais didáticos como aplicativos digitais, materiais multimídias, guias e revistas didáticos, boletins informativos, jogos, miniestações climatológicas, modelagens e outros. Nos resultados esperados os produtos podem colaborar para que as redes de ensino desenvolvam com os professores as práticas pedagógicas necessárias para uma educação qualitativa e que promova a construção dos conhecimentos geográficos com os estudantes.
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Ana Claudia Souza Vazquez

Ciências Humanas

Psicologia
  • adaptação de escalas sobre demandas e recursos de trabalho e relações com construtos da psicologia positiva.
  • Objetiva-se desenvolver instrumentos para compreender aspectos específicos ao Brasil sobre engajamento e trabalho saudável, no modelo Job-Demand Resources (JDR), conforme estudos internacionais recentes. Serão realizados 2 estudos quantitativos sobre relações de 4 vínculos laborais (burnout, engajamento, monotonia e adição laboral) e as necessidades psicológicas básicas no trabalho (autonomia, competência e relacionamento) com 10 construtos positivos (satisfação de vida, afetos positivos e negativos, gratidão, esperança disposicional, autoestima, otimismo, autoeficácia, autoeficácia criativa, trabalho significativo e coragem). O Estudo 1 visa adaptar, validar e normatizar 3 escalas e 1 questionário da teoria JDR para o Brasil. Serão feitas análises por juízes e em grupos focais para a validação de conteúdo de cada escala, e estudo piloto, com 100 participantes. A coleta online prevê 1470 respondentes para estudos estatísticos de confiabilidade, fidedignidade e validade dos instrumentos, e a produção de normas brasileiras. O Estudo 2 visa investigar a relação entre os 4 vínculos laborais, a satisfação de necessidades psicológicas básicas no trabalho e 10 variáveis positivas. Na coleta online todos os participantes responderão as escalas de satisfação de necessidades básicas, engajamento no trabalho, Burnout, adição e monotonia laboral. As outras serão distribuídas: os primeiros 100-120 responderão a escala 1, os seguintes 100-120 à escala 2, e assim por diante. Teremos de 1000 a 1200 participantes com escores nos 4 vínculos laborais e necessidades psicológicas básicas no trabalho. E pelo menos 100 a 120 participantes com escores nas 10 escalas das variáveis positivas. Há carência de instrumentos psicométricos brasileiros que permitam a comparação com estudos internacionais, estima-se que este projeto traga avanços na compreensão aprofundada dessas relações. Esta pesquisa é continuidade do estudo financiado no Universal/2016/CNPq, faixa A, com relatório final aprovado
  • Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre - RS - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Ana Cristina de Albuquerque

Ciências Sociais Aplicadas

Ciência da Informação
  • organização do conhecimento e documentação museológica: relações classificatórias na dimensão social, cultural e política em catálogos de museus brasileiros
  • O objetivo da Organização do Conhecimento é possibilitar incursões quanto ao processo de sistematização da organização, representação e recuperação do conhecimento, através da elaboração e do estudo dos Sistemas de Organização do Conhecimento. No bojo dos questionamentos oriundos de uma perspectiva crítica, a OC vem sendo discutida por diversos estudiosos sobre sua dimensão social, cultural e política e sobre os limites hegemônicos de organizar o conhecimento. Este ponto contradiz o caráter dialético de compreensão dos fenômenos e considera apenas um recorte da realidade, deixando de lado perspectivas que podem ajudar a compreender a construção implícita nos instrumentos que representam o conhecimento. O interesse recai sobre a documentação museológica como ação que documenta, preserva e narra de forma classificatória, as informações sobre documentos e sua organização dentro do universo em que se encontram. Questiona-se de que maneira se estabelecem relações classificatórias, tendo como principal elemento os conceitos, que caracterizam uma Organização do Conhecimento ligada a seu contexto social, político e cultural na documentação museológica do século XIX de museus brasileiros. O método de Análise do Domínio será utilizado para caracterizar o domínio específico do conhecimento, assim como as comunidades discursivas que incluem tanto os pesquisadores quanto os documentos produzidos sobre esse domínio. Os locais escolhidos são o Museu Paranaense, PR, Museu Emilio Goeldi, PR e Museu Paulista, SP, ambos fundados na segunda metade do século XIX. A proposta visa contribuir transversalmente com discussões teóricas na Ciência da Informação, na documentação museológica, na Teoria da Classificação e Organização do Conhecimento possibilitando o intercâmbio de conhecimentos oriundos de referencial bibliográfico nacional e internacional, assim como um olhar para um entendimento contextual dos documentos que narram, medeiam e organizam o conhecimento para seus usuários.
  • Universidade Estadual de Londrina - PR - Brasil
  • 03/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Ana Cristina Miranda Brasileiro

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • memória do estresse em plantas: uma estratégia biotecnológica inovadora para mitigar os efeitos das mudanças climáticas
  • Plantas cultivadas estão constantemente expostas a estresses ambientais simultâneos e recorrentes que causam perdas significativas de produtividade em diversas culturas. No contexto das mudanças climáticas previstas, esses fatores abióticos afetarão cada vez mais o setor agrícola, tornando-se imperativo o desenvolvimento de cultivares mais tolerantes a múltiplos estresses para garantir a segurança alimentar mundial. As plantas desenvolveram, ao curso da evolução, mecanismos para memorizar suas respostas de defesa após vivenciar uma situação de estresse, e reagir de maneira mais rápida e eficiente a um próximo estresse. Este processo, conhecido como ‘priming’, de aquisição de memória do estresse e pré-ativação de defesa constitui um enorme potencial a ser explorado no desenvolvimento de novas cultivares adaptadas às condições subótimas de crescimento. Entretanto, até o momento, não está descrito na literatura científica ou patentária brasileira a aplicação da engenharia de genes de memória em commodities agrícolas de interesse para o país. A equipe proponente acumulou, ao longo dos anos, dados de sequências genômicas de interesse e um extenso conhecimento sobre os mecanismos moleculares de defesa desenvolvidos por espécies silvestres de Arachis, nativas do Brasil, para sobreviver às inúmeras combinações de estresses que ocorrem em seus ambientes naturais. Este acervo constitui, assim, uma oportunidade ímpar para a exploração de genes ‘silvestres’ de memória no desenvolvimento de novas soluções biotecnológicas visando reduzir os danos causados por estresses em plantas. A presente proposta propõe a identificação, engenharia, e caracterização fenotípica in planta de genes de memória oriundos da biodiversidade brasileira, possibilitando a exploração de todo potencial biotecnológico destes genes na aquisição constitutiva de memória do estresse em plantas e o desenvolvimento de cultivares com maior tolerância a múltiplos e simultâneos estresses abióticos.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - DF - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Ana Cristina Rodrigues Lacerda

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • avaliação do perfil sarcopênico, nível de atividade física e força muscular em idosos com condições crônicas
  • A sarcopenia é uma doença muscular (CID-10-MC) caracterizada pela perda da quantidade e/ou qualidade muscular recebendo atenção das políticas públicas de saúde devido à alta prevalência e associação com desfechos negativos à saúde do idoso. Durante a pandemia do novo coronavírus, percebeu-se aumento na incidência da sarcopenia, pois pessoas que contraíram a Covid-19 e se recuperaram tiveram a sarcopenia como sequela. Assim, essa condição pode ter origem primária quando associada à senescência e secundária quando relacionada a condições desencadeantes, como doença pulmonar obstrutiva crônica, doenças e pós cirurgias osteomusculares e doença renal crônica. Estudos apontam a sarcopenia como fator associado a desfechos clínicos em condições crônicas, incluindo pior prognóstico e qualidade de vida, resultando em altos encargos pessoais, sociais e econômicos. Entretanto, ainda existem desafios para compreensão, prevenção, identificação e tratamento da sarcopenia. Assim, pretendemos avaliar por meio de estudos exploratórios o perfil sarcopênico, o nível de atividade física, a força muscular e fatores associados em idosos com condições crônicas. O ponto forte da metodologia será o controle interno por meio do diagnóstico da sarcopenia utilizando absormetria de raios-x de dupla energia (padrão-ouro). Os resultados contribuirão para o avanço no conhecimento teórico e prático, incluindo diretrizes e protocolos para facilitar o rastreio e a abordagem da sarcopenia nos serviços de saúde. A equipe, capitaneada pela primeira mulher bolsista de produtividade em pesquisa (desde 2009) de instituição federal localizada em área de atuação na SUDENE no estado de Minas Gerais estuda aspectos neuroimunoendócrinos e associação com desempenho em grupos especiais há cerca de 13 anos e publicou mais de 70 artigos, além de orientar mais de 20 dissertações e teses. Membros da equipe que hoje atuam em instituições federais e particulares de ensino superior foram orientados pela proponente.
  • Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK - MG - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Ana Elisa Madalena Rinaldi

Ciências da Saúde

Nutrição
  • licença maternidade e duração do aleitamento materno exclusivo – visão de mães e empregadores
  • O estudo das condições de trabalho da mulher constitui estratégia para o cumprimento do Agenda 2030, no que tange ao Objetivo do Desenvolvimento Sustentável Nº5 da Organização das Nações Unidas. Nas últimas duas décadas a participação das mulheres no mercado de trabalho formal e informal cresceu de 34,1% para 43,9% no Brasil. Nesse cenário, o desafio de conciliação dos papéis no universo produtivo e reprodutivo torna-se realidade de muitas brasileiras, especialmente num país marcado por acentuadas assimetrias sociais e econômicas, incluindo desigualdades de gênero, raça e classe. Trabalhadoras formais e informais relatam o escasso apoio à manutenção da amamentação no ambiente de trabalho, com cargas horárias extensas e rotinas pouco flexíveis. Para as inseridas no mercado formal, a licença maternidade de 120 dias e duas pausas de 30 minutos para amamentar estão previstas na Consolidação das Leis Trabalhistas. Em 2008, foram garantidas 180 dias de licença maternidade às servidoras públicas federais e trabalhadoras de empresas que aderiram ao programa Empresas Cidadãs. Entretanto, trabalhadoras do setor informal continuam sem o benefício da licença maternidade remunerada, deixando-as numa situação de maior vulnerabilidade. Nesse contexto, o retorno ao trabalho tem sido associado a interrupção precoce do aleitamento materno exclusivo (AME). Entretanto, ainda há pouca informação sobre como as mães lactantes vivenciam esse período de retorno ao trabalho, assim como a visão dos empregadores sobre esse tema. Esse estudo utilizará abordagem quanti-qualitativa para (i) descrever as condições do ambiente de trabalho adequadas à amamentação, adesão à Empresa Cidadã e verificar a associação entre condições de trabalho (setor e formalidade do trabalho, carga horária, licença maternidade, presença de sala de amamentação) e a duração do AME; e (ii) compreender qualitativamente a vivência de retorno ao trabalho e a visão dos empregadores sobre o apoio à mulher que amamenta.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Ana Elisa Silva de Abreu

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • análise da estabilidade de encostas com o uso integrado de sensores inerciais, sensores de umidade e métodos geofísicos
  • O estudo detalhado das encostas e seu monitoramento são uma ferramenta importante para o desenvolvimento de alertas antecipados de escorregamento que permitam a evacuação de populações em situação de risco. No entanto, a sua implementação em grandes e numerosas áreas apresenta custos elevados e requer o amplo conhecimento das variáveis envolvidas na deflagração dos escorregamentos. O uso integrado de novas tecnologias para monitoramento das encostas, como sensores de baixo custo e métodos geofísicos multitemporais pode tanto dar novas respostas a este problema, como também constituir alternativas mais econômicas. A utilização de sensores inerciais (acelerômetros associados a giroscópios e magnetômetros) para o monitoramento de movimentações da encosta, associados a sensores de umidade, tensiômetros e piezômetros, como se propõe nesta pesquisa, não é ainda convencional em geologia de engenharia. A intenção neste projeto é utilizar sensores de baixo custo, que possam ser instalados em grandes áreas e que possam ser facilmente substituídos, para atender necessidades típicas do Brasil. Da mesma forma, o uso conjugado e multitemporal de técnicas geofísicas como Tomografia de Resistividade Elétrica (ERT) e Análise Multicanal de Ondas Superficiais (MASW) possibilita estabelecer as interrelações entre o solo e a infiltração de água. Seu uso também permite dar respostas integradas e robustas para as movimentações sazonais causadas pelas alterações na hidrologia da encosta. A pesquisa será realizada em uma encosta da Serra do Mar no município de Guarujá (SP), que será monitorada durante pelo menos dois anos hidrológicos. Nesta encosta, serão instalados os sensores e realizados os levantamentos geofísicos. Com os resultados obtidos, espera-se aumentar a compreensão dos processos envolvidos na deflagração de escorregamentos e dos sinais coletados, com o intuito de que, eventualmente, estes possam ser aproveitados para fins de alerta antecipado.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Ana Elisa Spaolonzi Queiroz Assis

Ciências Sociais Aplicadas

Direito
  • examinando a pobreza multidimensional em municípios da rmc utilizando a abordagem consensual
  • Pobreza e desigualdade são problemas que estão profundamente enraizados no país, o qual também se encontra em uma encruzilhada política sendo necessárias mudanças para direcionamento de políticas públicas sociais. Nesse contexto, compreender a extrema pobreza no Brasil, como ela pode ser melhor medida e se diferentes grupos sociais compartilham de um entendimento comum sobre pobreza, é essencial. Os dados sobre pobreza no Brasil são definidos de forma bastante restrita, com estimativas oficiais baseadas, em sua grande maioria, em informações sobre renda e gastos familiares. Entre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável está o objetivo 1, “Erradicação da Pobreza”, exigindo que os Estados erradiquem a pobreza extrema, devendo até 2030, reduzir pelo menos à metade a proporção de homens, mulheres e crianças, de todas as idades, que vivem na pobreza, em suas diversas dimensões. Isso requer métodos novos e inovadores para a coleta de dados. A Abordagem Consensual é considerada um dos poucos métodos eficazes para avaliação da pobreza multidimensional. Desenvolvida no Reino Unido, e reforçada como “boa prática” pelo Grupo de Especialistas das Nações Unidas sobre Estatísticas de Pobreza (Rio Group), tem como premissa a ideia de que os indicadores de padrão de vida (e de pobreza) devem incorporar os pontos de vista dos membros daquela sociedade. Assim, o problema norteador da pesquisa é: Como diferentes grupos sociais em dois municípios díspares da RMC compreendem a natureza e as causas da pobreza e da privação? A pesquisa trabalha com a hipótese geral de que, independente da cultura, do grupo social e da região, há um consenso sobre o que as pessoas creem ser um padrão de vida minimamente aceitável, por exemplo, que as necessidades básicas das pessoas devem ser atendidas. A plausibilidade do problema de pesquisa e da hipótese restam nos estudos já desenvolvidos entre os anos de 2019 e 2021, no Brasil com resultados publicados.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Ana Elisa Toscano Meneses da Silva Castro

Ciências da Saúde

Nutrição
  • desnutrição perinatal, plasticidade fenotípica e fator de crescimento fibloblástico 19 : uma abordagem experimental promissora para a terapia da paralisia cerebral
  • Após permanecer praticamente inalterada durante cinco anos, a prevalência de desnutrição aumentou 1,5% em 2020. A desnutrição associada à Paralisia Cerebral (PC) apresenta alta incidência na infância (46 a 90%). Ademais, crianças com PC apresentam dificuldades na alimentação, levando a um quadro de desnutrição. No Brasil, sete a cada 1.000 crianças nascidas vivas são portadoras de PC. O Brasil também reúne condições favoráveis para a má-nutrição, agravando o quadro dos indivíduos acometidos pela PC. A PC ocorre durante um período crítico do desenvolvimento neuromuscular, onde pode ocorrer os mecanismos inerentes à plasticidade fenotípica. Em parceria com colaboradores mexicanos observamos que atrofia muscular compromete a atividade locomotora e é agravada pela desnutrição perinatal na PC. Colaboradores franceses desse projeto publicaram na revista Nature Medicine que o tratamento com o fator de crescimento fibroblático 19(FGF19) causou hipertrofia do músculo esquelético em camundongos, e em humanos aumentou substancialmente o tamanho dos miotubos in vitro. Nós postulamos que o FGF19 reverte a atrofia do músculo já instalada, protegendo o indivíduo com PC associada ou não à desnutrição perinatal, assim podemos observar a resposta adaptativa imediata ao FGF19. Portanto, em ratos submetidos paralisia cerebral experimental associada à desnutrição perinatal analisaremos a maturação somática e reflexa, a ingestão alimentar, a calorimetria indireta, a atividade locomotora, características da marcha, a força muscular, a coordenação motora, a mobilidade articular, a atividade enzimática e tipos de fibras musculares, além da análise molecular das vias de síntese e degradação proteica muscular, a morfologia óssea e cerebral e a proliferação de células neurais precursoras e perfil das micróglias. Esse projeto inovador favorecerá a formação de recursos humanos, a produção científica e o intercâmbio acadêmico e científico.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Ana Estela Haddad

Ciências da Saúde

Odontologia
  • abordagens inovadoras na implantação da teletriagem: estudo comparado entre rede de atenção à saúde bucal e serviços isolados de alta vulnerabilidade social.
  • A teletriagem é definida como a avaliação de sintomas realizada virtualmente, capaz de direcionar o paciente à especialidade ou definir o melhor momento para o atendimento presencial. É capaz de diminuir as filas de atendimento e os riscos de contaminação. Em regiões de vazios assistenciais , situações de urgência são críticas. Outra lacuna é a ausência de um protocolo de classificação de risco nas UBS. Diante da pandemia de COVID-19, locais como o Instituto para cegos Benjamin Constant (IBC) tiveram as atividades clínicas paralisadas devido ao risco de contaminação, somado às especificidades da população com deficiência visual. Faltam protocolos e estudos que comprovem a eficácia e os limites da Teleodontologia em diferentes situações clínicas. A hipótese desse estudo é que a teletriagem de urgência possa favorecer o correto manejo do paciente, a orientação e planejamento do atendimento presencial mais resolutivo. Espera-se identificar nós críticos na implementação da Teletriagem em diferentes modelos de serviços de atenção à saúde bucal. Trata-se de um estudo de implementação da teletriagem em três serviços distintos: nas Unidades Básicas de Saúde do município de Carangola/MG, no Barco Hospital Papa Francisco – que atende populações ribeirinhas no estado do Pará, vinculado ao SUS – e no Instituto Benjamin Constant (RJ), sob coordenação do Núcleo de Telessaúde e Teleodontologia FOUSP-SAITE (NuTes FOUSP-SAITE). Serão incluídas crianças entre 03 e 13 anos, todos os participantes serão avaliados por teleconsulta utilizando um questionário validado, classificados e alocados em dois grupos, acompanhados por dois anos: G1: TRATAMENTO DE URGÊNCIA e G2: TRATAMENTO ELETIVO (critérios da ADA e CFO). Serão mensurados dados de qualidade de vida, dor e desconforto e satisfação. Análise de Regressão de Poisson poderá ser utilizada para avaliar a influência de algumas variáveis.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Ana Fabrícia Braga Magalhães

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • modelos de equações estruturais aplicados à avaliação genética de duas linhagens de codornas de corte
  • A codorna é considerada um animal experimental, por ser uma espécie facilmente observada em ambientes de laboratório e de campo, além de ser um animal de porte pequeno, com boas habilidades de postura e facilidade de reprodução. Os programas de melhoramento genético de outras espécies tem buscado a redução do intervalo de geração, enquanto nas codornas podemos encontrar isso naturalmente, uma vez que pode ser obtida cerca de quatro gerações em um ano. No entanto, existem poucos grupos de pesquisas no Brasil que trabalham com o melhoramento de codornas, e esses poucos tem concentrado os estudos apenas em características de crescimento e reprodutivas, tendo em vista que a coleta de dados de qualidade da carne é mais onerosa, por isso o objetivo desse projeto é realizar a coleta de dados de qualidade da carne em codornas e investigar o relacionamento delas com características de crescimento e reprodutivas utilizando modelos de equações estruturais. As codornas que serão utilizadas nesse estudo são provenientes do Setor de Coturnicultura, do Departamento de Zootecnia da UFVJM, localizada em Diamantina-MG (DZO). Atualmente, o Programa de Melhoramento de Aves da UFVJM possui duas linhagens (LF1 e LF2) de codornas de corte, com coleta de dados em todas as gerações de características de crescimento e reprodutivas. Será incluído nesse estudo o peso ao nascer, aos 7, 14, 21, 28, 35 e 42 dias de idade. Enquanto as reprodutivas serão: idade ao primeiro ovo, peso da matriz ao primeiro ovo, mortalidade. Serão abatidos 1.000 animais com 42 dias de idade na sala de abate do DZO e serão analisadas no Setor de Ciências e Tecnologia dos Produtos de Origem Animal, do DZO para: rendimento de carcaça quente e resfriada, peso e rendimento do peito, peso e rendimento das pernas, pH, capacidade de retenção de água, perda de peso por cozimento, coloração e maciez. Será utilizado modelos de equações estruturais investigar o relacionamento entre entre as diversas características coletadas.
  • Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK - MG - Brasil
  • 09/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Ana Gisele da Costa Neves Ferreira

Ciências Biológicas

Bioquímica
  • mapeamento estrutural de complexos toxina-antitoxina em busca de novas terapêuticas antiofídicas
  • Em 2017, a Organização Mundial de Saúde classificou o envenenamento por serpentes como doença tropical negligenciada de máxima prioridade. Na América do Sul, o maior desafio no tratamento destes acidentes são os graves danos teciduais, que levam a altas taxas de morbidade. O objetivo deste projeto é gerar conhecimento necessário ao desenvolvimento de inibidores eficazes contra toxinas com ação local [metaloendopeptidases (SVMPs) e fosfolipases A2 (PLA2s)]. Nossa busca por novas alternativas terapêuticas baseia-se em milhares de anos de coevolução entre animais peçonhentos e aqueles resistentes ao envenenamento. O fenômeno de resistência pode ser explicado pela presença de inibidores séricos glicoproteicos capazes de formar complexos inativos com várias toxinas homólogas, impedindo sua ação deletéria. Neste projeto, a estratégia de Biologia Estrutural Integrativa será usada na compreensão estrutural dos complexos não-covalentes de alta afinidade formados entre os inibidores DM43 e DM64 (respectivamente, proteínas anti-hemorrágica e antimiotóxica do soro do gambá Didelphis aurita) e diferentes SVMPs e PLA2s de venenos de serpentes. A espectrometria de massas (MS) de alta resolução combinada com cross-linking químico (XL-MS) será nossa principal ferramenta analítica. As restrições de distância determinadas por MS serão integradas em pipelines de modelagem e docking moleculares. Pretendemos também testar novas estratégias para a geração de dados estruturais complementares, utilizando cristalografia de raios X. As análises estruturais, juntamente com a expressão de domínios heterólogos e a síntese de peptídeos das antitoxinas, deverão permitir o mapeamento dos determinantes estruturais mínimos dos inibidores envolvidos na interação com as suas toxinas-alvo. Os resultados serão fundamentais para o desenvolvimento de novas estratégias terapêuticas, visando o desenho racional de fármacos peptídicos capazes de mitigar o problema da toxicidade local causada por SVMPs e PLA2s.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Ana Gretel Echazú Böschemeier

Ciências Humanas

Antropologia
  • boas práticas sobre a covid-19 no rio grande do norte, paraíba e ceará: tradução e elaboração de materiais nos territórios
  • Nesse projeto propomos um diálogo entre saberes com comunidades locais a partir do olhar da saúde coletiva, a antropologia interseccional e os processos de tradução cultural. Com o intuito de pensar de forma conjunta processos sócio-sanitários e políticas públicas e de controle relativos à pandemia e pós-pandemia da COVID-19, realizaremos pesquisa de intervenção, participativa e inclusiva, visando à sistematização de saberes científicos, técnicos, da experiência e da tradição em diálogo. Nesse intuito, trabalharemos estratégias de educação popular e comunicação em saúde para a formação de multiplicadores(as) em sete comunidades do Rio Grande do Norte, Paraíba e Ceará. Para tal finalidade, formaremos um corpus de textos estratégicos composto por atualizações técnico-científicas, registros de políticas sócio-sanitárias e experiências de sucesso de base comunitária que tiveram lugar em outras latitudes globais e que foram escritos em inglês, francês e/ou espanhol. Depois de traduzidos, os conteúdos serão adaptados a várias linguagens da comunicação popular (gráficos, contos, vídeos) e compartilhados com as comunidades através de um trabalho em rede com suas lideranças. Por sua vez, elas estimularão a construção de novos materiais de primeira mão (diários, mapas, fotografias, mini relatos em vídeo, áudios) que serão sistematizados em registros de diversas naturezas (folhetos, protocolos, manuais, cordéis, cartazes institucionais, podcasts, entre outros) os quais serão colocados para circular dentro e entre comunidades e territórios. Os entrelaçamentos entre olhares diversos sobre o mundo, ciência, técnicas, tecnologias e práticas sociais permitirão a todos(as) agentes envolvidos(as) pensar em “boas práticas” em autocuidado e cuidado comunitário face à uma realidade global urgente. Consideramos que os lugares comunitários são, por excelência, aqueles que possuem as respostas mais criativas, resilientes e resistentes frente à progressiva crise pandêmica e suas consequências, incluindo a possível emergência de outras síndromes respiratórias agudas. Por sua vez, consideramos que um trabalho comunitário de base tem potência para contribuir na diminuição da crescente pressão sobre as instituições e pessoal do Sistema Público de Saúde, preservando as taxas de ocupação de leitos no sistema e ampliando a educação em saúde para fora dos espaços institucionais. São sete as comunidades-territórios que fazem parte da presente proposta: o Movimento de Pessoas em Situação de Rua e Jovens da Periferia Urbana de Natal organizados na Rede Emancipa - ambos grupos de Natal -, a rede de pescadores(as) Mangue Mar, a comunidade indígena do Amarelão - de João Câmara -, a Associação Comunitária Reciclando para a Vida - de Mossoró -, todos em Rio Grande do Norte, a Comunidade Cigana Calon da Paraíba e a Federação Indígena do Ceará. Os materiais traduzidos e adequados segundo as necessidades das comunidades serão disparadores para a criação de registros locais enraizados nos saberes e práticas de cada comunidade local. Nossa proposta observa a necessidade de produzir novas "caixas de ferramentas" para a produção de conhecimento e “boas práticas” sócio-sanitárias, levando em conta a implicação dos sujeitos – individuais e comunitário-territoriais nos processos de produção e análise. Espera-se que o projeto impacte em e entre comunidades locais, facilitando não somente o acesso mas também a própria construção de informações confiáveis ajustadas às realidades de cada comunidade e território, bem como seu alcance em outros contextos de âmbito nacional e global. Nota importante: Anexos I, II e II com materiais relativos aos projetos de tradução e encontro de saberes em curso não foram anexados por motivos de espaço mas se encontram disponíveis para avaliação.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 16/07/2020-15/08/2022
Foto de perfil

Ana Heloisa Maia

Ciências Agrárias

Agronomia
  • núcleo de estudos, pesquisa e extensão em agroecologia (nepea) da unemat nova xavantina: transformando as bases produtivas no vale do araguaia a partir da construção do conhecimento agroecológico
  • Experiências mostram que os sistemas de produção agroecológica têm grande potencial de responder às necessidades de produção, alimentação da família e participação no mercado, sem provocar danos ambientais. Entretanto, ainda são incipientes os incentivos a produção agroecológica na região do Vale do Araguaia, e em muitos casos o agricultor se sente desmotivado em buscar iniciativas voltadas para o desenvolvimento de práticas alternativas nos estabelecimentos, principalmente em função da falta de assistência técnica. Neste aspecto, a criação do Núcleo de Estudos, Pesquisa e Extensão (NEPEA) da UNEMAT Nova Xavantina, torna-se fundamental para promover ações que valorizem a agricultura familiar e os aspectos inerentes ao processo produtivo com vistas a promoção do desenvolvimento rural local/regional. Assim, visa-se contribuir com as trocas de experiências e a promoção do diálogo entre pesquisadores, acadêmicos e agricultores com o intuito de expandir o conhecimento a partir da democratização dos saberes, sob enfoque interdisciplinar e interinstitucional aproximando as discussões da realidade social dos atores envolvidos.
  • Universidade do Estado de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 01/08/2017-31/10/2022
Foto de perfil

Ana Karina Bezerra Pinheiro

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • vulnerabilidades ao hiv da população lgbt e mulheres em situação de rua e em privação de liberdade
  • A vulnerabilidade se diferencia do risco, pois, ao passo que, esse demonstra quais as chances de adoecimento de um indivíduo ou população, a vulnerabilidade evidencia possíveis fatores de adoecimento, de não adoecimento e as formas de enfrentá-lo. Na área da saúde, vulnerabilidade tem uma maior relação com algumas populações específicas, tais como pessoas em situação de rua, mulheres, população LGBT, população encarcerada e pessoas com HIV/Aids. Diante do exposto, percebe-se que a compreensão das vulnerabilidades de mulheres e da população LGBT em situação de rua e nos presídios ao HIV, torna-se relevante para o planejamento e desenvolvimento de ações de melhoria contínua da qualidade da assistência, superação das barreiras de acesso às instituições de saúde e ações concretas para o redirecionamento dos serviços de atenção à saúde. Objetiva-se analisar as vulnerabilidades pessoais, sociais e programáticas para o HIV de mulheres e da população LGBT em situação de rua e em privação de liberdade. Trata-se de estudo de multimétodos composto por dois subprojetos de pesquisa: (1) Vulnerabilidades pessoais, sociais e programáticas ao HIV de mulheres e população LGBT em situação de rua; (2) Vulnerabilidades pessoais, sociais e programáticas ao HIV de mulheres e população LGBT em privação de liberdade. O recrutamento da amostra acontecerá nos dois centros de referência para população em situação de rua de Fortaleza e em duas unidades prisionais na zona metropolitana do município. Serão coletados dados quantitativos relativos aos fatores de vulnerabilidade e qualitativos relacionados às percepções de risco e significados atribuídos ao HIV. O programa SPSS será utilizado para construção do banco de dados e tratamento estatístico dos dados quantitativos. A primeira fase da análise estatística consistirá na realização de componentes descritivos, por meio dos cálculos das frequências, de medidas de tendência central e de medidas de dispersão. Para as medidas de tendência central, será realizado o teste de Kolmogorov-Smirnov, a fim de identificar a normalidade de distribuição dos dados. Para as inferências estatísticas serão investigadas associações entre as variáveis dependentes e independentes do estudo. Será realizada análise bivariada usando o teste qui-quadrado de Pearson, com adoção do nível de significância menor que 0,05. A análise comparativa das médias será realizada pelo ANOVA e pelo teste t de Student. Posteriormente, os resultados serão apresentados na forma de tabelas ilustrativas, categorizados segundo as sessões do instrumento. A análise dos dados qualitativos se dará a partir da análise de conteúdo utilizando o Software IRAMUTEQ (Interface de R pour analyses Multidimensionnelles de Textes et de Questionneires). Os resultados serão discutidos conforme a literatura pertinente e o conceito de vulnerabilidade. Este estudo respeitará os princípios éticos e legais no Brasil de acordo com o Conselho Nacional de Saúde (CNS) e será submetido à avaliação do Comitê de Ética e Pesquisa (CEP) com base na Resolução 466/12.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 02/01/2020-31/01/2023