Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Tayroni Francisco de Alencar Alves

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • estudo de surtos epidêmicos em redes através de processos epidêmicos difusivos com imunidade permanente
  • Nós consideramos o processo epidêmico difusivo com indivíduos removidos ou recuperados (Modelo DEPR), que consiste na presença de partículas difusivas em uma rede de nós conectados simulando o espalhamento de uma infecção. Na dinâmica, o contágio só pode acontecer se em um mesmo nó da rede, estão presentes ao mesmo tempo, ao menos uma partícula suscetível e ao menos uma partícula infectada. A principal modificação que pretendemos considerar, é a possibilidade de uma partícula adquirir imunidade permanente (ou morrer), sendo excluída da dinâmica. Incluindo a imunidade permanente, o sistema sempre evoluirá para uma fase absorvente. Partindo de apenas uma partícula infectada (paciente zero), escolhida aleatoriamente dentre a população, podemos simular um surto epidêmico em uma população não sedentária. Nossos resultados preliminares mostram que existe uma transição de fase de um regime não-epidêmico para um regime epidêmico, aumentando-se o tamanho da população inicial. Desta forma, nós propomos usar um processo estocástico para investigar o comportamento crítico do modelo, acoplado a redes bidimensionais. Esperamos que o comportamento crítico esteja na classe de universalidade da percolação dinâmica e que o sistema na transição, tenha comportamento independente do tamanho da rede, i.e. da escala adotada.
  • Universidade Federal do Piauí - PI - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Teane Milagres Augusto Gomes

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • diagnóstico de listeriose neurológica em ruminantes por imunohistoquímica e pcr de tecidos fixados e em parafina
  • Listeriose é uma importante doença de origem alimentar causada por Listeria monocytogenes, que acomete várias espécies animais e o homem e resulta em elevada letalidade. Listeriose neurológica é um dos principais quadros clínicos da doença em ruminantes, caracterizada por encefalite não supurada, microabscessos e células Gitter no sistema nervoso central (SNC). O diagnóstico de listeriose neurológica no campo, em sua maioria, é baseado somente na descrição histopatológica associada aos sinais clínicos. Novas técnicas para diagnóstico definitivo, como a imunohistoquímica e PCR, são alternativas promissoras para substituir o isolamento bacteriano. A padronização destas técnicas em tecidos fixados também viabiliza o diagnóstico etiológico na ausência de tecidos frescos e a realização de estudos retrospectivos da doença. Assim, este projeto tem como objetivo desenvolver a imunohistoquímica e PCR convencional de tecidos fixados e em parafina para diagnóstico definitivo de listeriose neurológica em ruminantes.
  • Instituto Federal Catarinense - SC - Brasil
  • 01/06/2017-30/06/2021
Foto de perfil

Telma Cristina Ferreira Fonseca

Engenharias

Engenharia Nuclear
  • estudar a distribuição de radiação de baixa energia proveniente das nanopartículas de 198au e 102pd para melhoria dos protocolos de tratamentos de câncer
  • Tratamentos radioterápicos emergentes, incluindo terapia mediada por partículas, terapia de hádrons ou radiossensibilização de células por nanopartículas de alto número atômico exigem a determinação teórica da trajetória da radiação em nanoescala. Isso é importante para avaliar o dano de radiação em níveis celular e de DNA. A dificuldade em calcular a energia depositada ou monitorar a trajetória destas partículas se torna um desafio da parte experimental. Para contribuir com a parte experimental em estudos de pesquisas sobre tratamentos de câncer, diversos códigos computacionais estão disponíveis, como PTra, PARTRAC, KURBUC, TRAX, RITRACKS. Estes códigos podem ser usados ​​para calcular a deposição de energia na escala nanométrica, modelando trajetórias de partículas ou fótons de radiação ionizante, interação-por-interação (“evento por evento”), tipicamente em meio gasoso ou água líquida, para simular os sistemas biológicos. Desde 2007, o Geant4 oferece modelos físicos para descrever as interações de partículas em água líquida no nível nanométrico através do pacote Geant4-DNA. A presente versão deste software permite a implementação de geometrias atomísticas de uma grande variedade de macromoléculas, disponibilizadas diretamente do banco de dados de proteínas (http://www.rcsb.org). Um dos exemplos de modelagem do Geant4-DNA fornece o “pdb4dna” (http://pdb4dna.in2p3.fr) o qual demonstra o uso de modelos de proteínas do banco de dados de macromoléculas. Geralmente em solução, o DNA assume a conformação B, mas quando há pouca água disponível para interagir com a dupla hélice, o DNA assume a conformação A-DNA e a forma Z-DNA apresenta seu sentido de rotação para a esquerda. Em um estudo realizado por Semsarha et al. 2015, verificou-se que a conformação do B-DNA tem menor sensibilidade tanto para quebras de fita simples (do inglês, Single Strand Breaks (SSB) quanto para quebras de fita dupla (do inglês, Double Strand Breaks DSB), enquanto o A-DNA tem alta sensibilidade para a ocorrência de SSB e Z-DNA tem alta sensibilidade para a ocorrência de DSB. Este projeto propõe a modelagem de modelo atomístico de alta resolução de B-DNA que inclui dupla hélice de DNA, Nucleossomes, fibras de Cromatina, laços de Cromatina, territórios cromossômicos, esferas nanométricas de células realistas ou modelos tumorais com nanopartículas radioativas de 198Au ou 102Pd posicionadas no centro da esfera usando o código computacional Geant4-DNA com o objetivo de estudar os vários efeitos biológicos. Para a terapia mediada por nanopartículas, os Kernels de Ponto de Dose (do inglês, Dose Point Kernel, DPK) e o valor S são os dois principais parâmetros importantes para a estimativa de dose, onde o DPK é a distribuição de energia radial de fontes isotrópicas pontuais de elétron e o parâmetro S é a dose alvo por unidade de atividade acumulada. O modelo de DNA é usado para medir o SSB, DSB e a razão DBS / SSB. O Valor S e o DPK serão calculados por simulação computacional para contabilizar a dose depositada em nível celular ou molecular, o que não é possível realizar experimentalmente. Além disto, será realizada a modelagem de phantoms esféricos de células tumorais utilizando MCNPx, EGSnrc e PENELOPE para estudar a dose depositada na periferia das nanopartículas e a dose depositada no simulador esférico com micro dimensões. Fazer a intercomparação destes resultados de simulações com diferentes códigos nos permite avaliar o que melhor atende as necessidades para os diversos casos propostos neste projeto de pesquisa. Para a validação dos modelos computacionais, os resultados serão comparados com resultados experimentais. Estes últimos serão obtidos irradiando-se culturas celulares com nanopartículas funcionalizadas com epigalocatequina-galato (EGCG) in vitro e estimando as doses de radiação. Este projeto conta com a colaboração do Prof. Kattesh V. Katti, do departamento de radiobiologia da Universidade de Missouri, Nanotecnologia do Câncer, EUA e o Prof. Ademar Benévolo Lugão, do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (CNEN / IPEN), São Paulo, SP - Brasil para os resultados experimentais.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Telma Ferraz Leal

Ciências Humanas

Educação
  • heterogeneidade e alfabetização: concepções e práticas
  • A problemática da alfabetização no Brasil tem sido abordada por pesquisadores de diferentes correntes teóricas e sob múltiplas perspectivas. Há, no entanto, questões ainda pouco abordadas ou insuficientemente discutidas. Uma delas diz respeito ao modo como a heterogeneidade dos estudantes é concebida em documentos curriculares, livros didáticos e no discurso dos professores, assim como os modos como os docentes lidam com tal fenômeno na prática cotidiana. Tal temática é de fundamental importância porque os dados de avaliação no país ainda evidenciam grandes distorções e desigualdades na apropriação da escrita e da leitura. Crianças e adultos ainda frequentam as escolas sem terem acesso a conhecimentos que garantam suas inserções em práticas sociais letradas. Obviamente, variadas causas precisam ser consideradas, como as distorções nas condições socioeconômicas das regiões brasileiras, as condições precárias de trabalho dos professores, problemas na formação dos profissionais, estratégias pedagógicas inadequadas, dentre outras. No bojo dessas questões, uma das razões possíveis para tais resultados é a falta de estratégias pedagógicas para lidar com as múltiplas heterogeneidades entre os estudantes. Desse modo, objetiva-se investigar as concepções sobre heterogeneidade e sobre heterogeneidade no contexto da sala de aula presentes em teses, dissertações, artigos de periódicos, documentos curriculares, livros didáticos, assim como as estratégias docentes para lidar com tal fenômeno em sala de aula dos anos iniciais do Ensino Fundamental, no ensino da leitura e da escrita em contextos de escolas do campo e da cidade. A metodologia do estudo será diversificada, considerando as diferentes fases da pesquisa. Inicialmente será realizado um estudo bibliográfico em que teses, dissertações e artigos de periódicos serão analisados com o objetivo de fazer um levantamento do estado da arte e apreender as concepções sobre heterogeneidade presentes nos documentos. Depois, serão analisados cinco documentos curriculares de capitais brasileiras e três documentos curriculares de outros municípios pernambucanos, buscando-se identificar as concepções presentes nestes documentos acerca da heterogeneidade em sala de aula e as orientações aos professores sobre tal questão. Na terceira fase, três coleções de livros didáticos destinadas ao ciclo de alfabetização (aprovadas pelo PNLD e PNLD-campo) serão analisadas, para identificação, no manual do professor, de conceitos ou discussões sobre tal temática e de orientações aos professores sobre como lidar com a heterogeneidade nas diferentes atividades de leitura e escrita propostas, e no livro do estudante, como temas relativos à diversidade / heterogeneidade são abordados. Na quarta fase serão realizadas observações de aulas para investigar que estratégias didáticas são utilizadas pelos professores do campo e cidade para lidar com a heterogeneidade no ensino da leitura e da escrita.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022