Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Victor Hugo Costa de Albuquerque

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • ferramentas de realidade virtual para o tratamento alternativo e complementar em crianças com paralisia cerebral
  • Paralisia cerebral é uma lesão provocada, na maioria dos casos, pela falta de oxigenação das células cerebrais, ocorrendo no período da gestação, no momento do parto ou após o nascimento, ainda no processo de amadurecimento do cérebro da criança (até 3 anos), afetando diretamente a sua parte motora. Diversos tratamentos convencionais são considerados na reabilitação destes pacientes, muitas vezes cansativos e onerosos, causando o desinteresse na continuidade do mesmo. Para tornar o tratamento mais lúdico, é proposto neste trabalho o desenvolvimento de um jogo em um ambiente virtual, baseado em brincadeiras funcionas, fundamentadas em atividades realizadas no programa Reabilitação Neuropsicomotora do Núcleo de Terapia Ocupacional do NAMI/UNIFOR. A integração entre a criança e o ambiente virtual ocorre através do sensor de movimento da mão leap motion ou data glove, e um sensor de ondas cerebrais (touca EEG), opcional, responsável por mensurar o nível de atenção do durante realização de uma atividade. Para validar o ambiente proposto, oito especialistas foram submetidos a aplicação de um questionário, considerando que o ambiente alternativo é extremamente e/ou muito provável ser uma ferramenta promissora para reabilitação cognitiva e motora, sendo pouco provável causar riscos e/ou influenciar negativamente no desenvolvimento do paciente. Desta forma, é possível concluir que o modelo proposto é uma ferramenta alternativa, bastante promissora, para o tratamento de reabilitação de crianças com Paralisia Cerebral.
  • Universidade de Fortaleza - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022