Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Mateus Nóbrega Aoki

Ciências Biológicas

Genética
  • desenvolvimento de um painel para identificação de alterações genéticas com aplicação clínica em pacientes com leucemias
  • Neoplasias hematológicas, destacando leucemias, representam um grande problema de saúde pública na área oncológica adulta e pediátrica nacional. Análise e diagnóstico moleculares de translocações e mutações genéticas em pacientes com leucemias são ferramentas disponíveis para melhoria significativa na conduta terapêutica, taxa de cura e qualidade de vida dos pacientes, podendo representar redução de custos globais no tratamento dessa população. Neste projeto visamos desenvolver um painel de identificação das principais translocações e mutações com impacto clínico para estratificação, indicação, acompanhamento e resistência terapêutica. Como delineamento propomos uma pesquisa transversal prospectiva, a qual para o recrutamento de pacientes dispomos de colaboração já consolidada e protocolo de pesquisa aprovado pelo CEP do Hospital Erasto Gaertner, o qual em 2020 temos 152 pacientes recrutados. Como outra instituição de colaboração e recrutamento de pacientes, o protocolo será submetido para avaliação e aprovação pelo CEP do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo. Todos pacientes recrutados terão amostras coletadas e processadas mesmo durante a etapa de prova de conceito do projeto, ficando estas armazenadas para a etapa de validação diagnóstica. Dados clínicos e epidemiológicos serão coletados no momento da coleta do material e de forma sequencial, para correlacionar a presença de alterações genéticas detectadas e evolução clínica. Como objetivo propomos o desenvolvimento e validação de testes moleculares one-step RT-qPCR multiplex qualitativo para 7 translocações e testes quantitativos para 2 destas, além de qualitativos para detecção de 4 mutações que conferem resistência a tratamento por inibidores de tirosina quinase (TKI). A etapa de prova de conceito será realizada com linhagens celulares ou amostras caracterizadas portadoras das translocações e mutações de interesse, buscando padronização e otimização de oligonucleotídeos, insumos e determinando sensibilidade e especificidade analítica, além de limite de detecção e quantificação. Então a etapa de validação diagnóstica será realizada com as amostras provenientes das instituições colaboradoras com os protocolos otimizados na etapa prova de conceito. Com isso propomos a criação de testes moleculares sensíveis, eficientes, rápidos e com ótimo custo-efetividade para detecções de alterações genéticas com relevância clínica no tratamento de pacientes com leucemia, possibilitando e facilitando a utilização destes testes moleculares em ampla escala no SUS.
  • Fundação Oswaldo Cruz - PR - Brasil
  • 03/12/2020-30/06/2023
Foto de perfil

Matheus Henrique de Sousa Oliveira

Engenharias

Engenharia de Transportes
  • o uso do solo e transporte no planejamento urbano sustentável: modelando os impactos no espaço intraurbano
  • Há uma relação de mutualismo entre a forma urbana construída e o padrão de viagens de um território: de um lado, a demanda por transporte é função do uso do solo; de outro, as redes de transporte controlam quais localizações serão mais – ou menos – acessíveis, assim induzindo diferentes tipos de desenvolvimento urbano – p. ex., espraiado v. compacto. Capturar e representar adequadamente esses mecanismos de causação circular permitem melhor alocar investimentos e priorizar intervenções urbanas, além de possibilitar a orientação das escolhas do planejador no sentido de um desenvolvimento urbano mais ambientalmente sustentável. No entanto, a modelagem desse mecanismo muitas vezes tem pouco sucesso por causa, dentre outros motivos, de problemas de especificação e pela dificuldade em determinar o nível mais adequado de resolução – i.e., tanto o nível de desagregação dos dados quanto o tamanho das unidades espaciais de análise. Sobretudo, a produção da literatura a respeito concentra-se em países desenvolvidos, havendo pouca exploração das especificidades dos países subdesenvolvidos. Essas lacunas são visíveis na prática do planejamento, que comumente tratam esses dois campos em separado, o que contribui para gerar regiões urbanas desarticuladas e disfuncionais. Com efeito, entende-se que um modelo integrado de uso do solo e transportes, o qual possa simular os impactos de intervenções urbanas no padrão de ocupação do solo, permite preencher as lacunas mencionadas. Dessa forma, é possível complementar a produção nacional recente e caminhar em direção ao exemplo de países que aplicam, com sucesso, abordagens integradas dessa natureza, tais como os Países Baixos. É com inspiração nesse país que propomos, para a Região Metropolitana do Rio de Janeiro, o acoplamento de dois submodelos: de um lado, o modelo de quatro etapas; de outro, um modelo de autômatos celulares, que computará as transformações de uso do solo.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Matheus Henrique Kuchenbecker do Amaral

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • evolução crustal arqueana e paleoproterozoica dos blocos guanhães e porteirinha, orógeno araçuaí
  • O Paleocontinente São Francisco-Congo (PSFC) foi um dos continentes envolvidos na amalgamação de Gondwana, ao final do Neoproterozoico. O PSFC formou-se pela colisão de blocos arqueanos durante a Orogênese Minas-Bahia (2.2-1.9 Ga). Registros deste evento orogênico são abundantes nos domínios norte e sul do Cráton do São Francisco, mas a conexão entre as histórias tectônicas registradas nestes dois domínios ainda não é bem clara, uma vez que a ampla região que os separa foi intensamente retrabalhada no Neoproterozoico, no contexto da edificação do Orógeno Araçuaí. No interior deste orógeno, no entanto, alguns basement inliers apresentam boas exposições de rochas arqueanas e paleoproterozoicas, que podem registrar informações-chave para a obtenção de uma visão integrada dos processos de formação do PSFC. Neste projeto, pretende-se investigar a evolução crustal pré-Estateriana de dois basement inliers do domínio oeste do Orógeno Araçuaí: os blocos Guanhães e Porteirinha. No interior destes blocos ocorrem associações TTG e greenstone belts de idade arqueana, bem como rochas supracrustais e plutonitos paleoproterozoicos. Apesar de conhecidas há várias décadas, estas unidades ainda carecem de cartografia e investigações tectônicas detalhadas. No Bloco Guanhães, por exemplo, apenas em 2019 foram reconhecidos os primeiros plútons relacionados à orogênese Minas-Bahia, e avanços na cartografia têm indicado outros possíveis candidatos. Tendo em vista este cenário, pretende-se, neste projeto, realizar o mapeamento geológico e análise estrutural de detalhe de áreas-chave, caracterizando com base em petrografia, geoquímica e geocronologia as unidades (meta)ígneas identificadas. Os dados obtidos serão interpretados à luz da evolução tectônica regional, visando a integração entre os basement inliers do Orógeno Araçuaí e os domínios de embasamento do Cráton do São Francisco. Espera-se, assim, contribuir para o entendimento da gênese e evolução do PSFC.
  • Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK - MG - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Matheus Hoffmann Pfrimer

Ciências Humanas

Ciência Política
  • mapeamento georreferenciado das organizações criminosas transnacionais sul-americanas: concepção e criação do octdata
  • Historicamente, a América do Sul é uma região com baixa conflitividade interestatal e elevada violência intraestatal e transnacional. Inobstante esse paradoxo tenha sido explorado pela produção científica, nacional e internacional, ainda inexiste uma base de dados sobre organizações criminosas transnacionais (OCTs) sul-americanas. As bases de dados atualmente existentes, como o Uppsala Conflict Data Program (UCDP), o Conflict Barometer e o Armed Conflict Location & Event Data Project (ACLED), detêm imprecisões que comprometem as análises sobre a atuação dessas organizações na América do Sul. Uma dessas imprecisões é o desconhecimento das OCTs locais, por exemplo, na base de dados do UCDP, constam atores pouco expressivos no Brasil, como as gangues do Barriga e do Sujeirinha. Outra imprecisão é a concentração em interações conflitivas e binárias entre atores, estatais ou não, quando, na região, essas interações nem sempre são conflitivas e em geral são dispersas. Assim, o propósito do projeto é construir uma base de dados, com informações anuais e georreferenciadas, sobre a atuação, interação e controle territorial das OCTs na América do Sul, intitulado OCTData, que compreende o período entre 2010 e 2021. Tal base possibilitará o aprofundamento e o desenvolvimento de novas pesquisas. Em princípio, define-se o horizonte temporal de 11 anos para coletar informações de acervos digitalizados de jornais da região por meio de web scraping para consolidar uma metodologia própria. A metodologia empregada para a construção do banco de dados será a Conflict Event Analysis, possibilitando seguir análises de linguagem natural e espacial com software R Studio. Os resultados das análises subsidiarão a construção de gráficos, sociogramas e mapas a serem divulgados numa plataforma digital e em boletins para avaliação de políticas públicas. Dessa forma, trata-se de um projeto-tripé que visa subsidiar a academia, políticas públicas e sociedade civil na consecução do ODS 16 da ONU.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Matheus Oliveira de Almeida

Ciências da Saúde

Medicina
  • efetividade e segurança de medicamentos biológicos e sintético alvo específico no tratamento da artrite psoríaca: uma revisão sistemática e análise do impacto orçamentário.
  • A artrite psoríaca é uma artrite sistêmica inflamatória crônica das articulações periféricas e do esqueleto axial, a qual possui uma prevalência estimada no Brasil de 13,7%. Apesar de evidências recentes sugerirem que o uso de medicamentos biológicos (MMCDbio) e medicamento síntetico alvo-específico (MMCDsae) sejam capazes de modificar o curso e atividade da artrite psoríaca, os efeitos desses medicamentos ainda não foram investigados em revisões sistemáticas com alto rigor metodológico. Por se tratarem de medicamentos de alto impacto financeiro, faz-se necessário a avaliação do impacto orçamentário dessas tecnologias no SUS. Dessa forma, realizaremos uma revisão sistemática e análise do impacto orçamentário, com o objetivo de avaliar a efetividade, segurança e impacto orçamentário dos medicamentos biológicos e sintético alvo específico no tratamento de pacientes com artrite psoríaca. Serão incluídos ensaios clínicos controlados aleatorizados e estudos do tipo coorte prospectivo com braço comparador que avaliaram o uso de MMCDDbio (golimumabe, adalimumabe, etarnecepte, infliximabe, secuquinumabe, certolizumabe pegol) e MMCDsae (tofacitinibe) no tratamento de pacientes adultos (maior que 18 anos). As buscas serão realizadas nas principais bases de dados, sem restrição em relação ao ano de publicação. A avaliação do risco de viés será realizada através da ferramenta RoB 2.0, para ensaios clínicos randomizados, e ROBINS-I para estudos de coorte prospectivo. Os dados serão combinados (se possível) a partir de meta-análise usando o modelo de efeitos aleatórios. A certeza no conjunto final da evidência será avaliada usando a abordagem GRADE. A análise do impacto orçamentário do uso dos medicamentos avaliados será realizada na perspectiva do SUS, com horizonte temporal de 5 anos, levando em conta o Market Share de cada um dos medicamentos. Os resultados desse projeto ajudarão no processo de tomada de decisão e formação de políticas públicas adequadas.
  • Hospital Alemão Oswaldo Cruz - SP - Brasil
  • 18/01/2022-31/01/2023
Foto de perfil

Matheus Parmegiani Jahn

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • apoio à formação de doutores em áreas estratégicas na universidade de caxias do sul.
  • Vide projeto anexo
  • Universidade de Caxias do Sul - RS - Brasil
  • 29/01/2020-28/01/2025
Foto de perfil

Matheus Silva Simões

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • grandes províncias ígneas silícicas do cráton amazonas: evolução crustal e fertilidade magmática
  • Grandes Províncias Ígneas Silícicas (GPISs) são as maiores acumulações de rochas vulcanoclásticas primárias (SiO2 > 65%) na superfície da Terra, formando cinturões vulcano-plutônicos em margens distendidas ou riftes continentais. O Cráton Amazonas possui uma das maiores e mais bem documentadas áreas de GPISs paleoproterozoicas no mundo (550.000 km²). Elas ocorreram em intervalos de tempo próximos a 100 Ma e duraram entre 20 e 70 Ma: 2,0-1,96 Ga (Orocaima), 1,89-1,87 Ga (Uatumã) e 1,81-1,74 Ga (Teles Pires) e são terrenos férteis para a mineralização de metais. O objetivo deste projeto é entender a origem destas GPISs e a qual tipo de eventos crustais cada uma está associada, juntamente com a sua fertilidade para mineralizações. Para isso vamos estabelecer quais as idades e os tipos de fontes envolvidas em diferentes unidades vulcânicas das GPISs, a diferença de tempo de extração da fonte e cristalização das rochas, a idade e quantidade relativa de zircões herdados, quais magmas são férteis para a ocorrência de quais mineralizações em cada setor crustal específico. Nossa hipótese é que cada fase (no tempo) e/ou porção (no espaço) das GPISs registra um tipo de estruturação e composição da crosta continental, o que influencia diretamente na fertilidade dos magmas gerados e no tipo de mineralização (Au-Ag, Au-Cu, Sn-Nb-Ta ou P). O problema será investigado com a obtenção de idades U-Pb em zircões de rochas vulcânicas correlatas de cada GPIS. Estas serão obtidas pela técnica Ablação a Laser – Plasma Indutivamente Acoplado junto com dados isotópicos de Lu-Hf. Análises químicas em cristais por microssonda eletrônica e em rocha total serão obtidas para caracterizar as condições de emplacement (geotermobarometria) e características como fugacidade de oxigênio e teor de H2O. Estas técnicas dependem da seleção criteriosa de amostras, etapas de campo, análises petrográficas e de imageamento de texturas de rocha e de zircões por microscopia eletrônica de varredura.
  • Universidade Federal do Pampa - RS - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Maura Corcini Lopes

Ciências Humanas

Educação
  • observa educação: mapas e cartografias das desigualdades que reverberam nas escolas
  • A região do Vale do Rio dos Sinos/RS vive uma crise econômica e social que foi potencializada pela pandemia da Covid-19. Tal crise tem reverberado nas escolas municipais da região que alertam para a evasão, exclusão social e digital, não aprendizagem, violência entre outros problemas que precisam ser enfrentados por distintos atores das cidades. Diante disso, propõe-se fazer uma geografia das desigualdades regionais e educacionais e conhecer como essas reverberam nas escolas municipais localizadas os territórios mais afetados pela crise para promover soluções inteligentes, intersetoriais e colaborativas para solução de problemas. Tem como hipótese que pelo envolvimento da escola é possível mobilizar diferentes setores da cidade e do poder público, a fim de criar condições inteligentes para a busca de respostas sustentáveis aos desafios do presente. A partir da ação coordenada pela Rede de Investigação em Inclusão, Aprendizagem e Tecnologias em Educação, em parceria com o Observatório da Realidade e das Políticas Públicas do Vale do Rio dos Sinos e com a Promotoria Regional de Educação de Novo Hamburgo, propõe-se dois movimentos metodológicos interconectados. O primeiro corresponde a mineração de dados em plataformas públicas sobre as condições de vida e educacionais dos 14 municípios da região. O segundo corresponde à realização de técnicas de cartografia social para conhecer as realidades que reverberam negativamente na escola e intervir para modificá-las. Entre as contribuições da pesquisa estão: o desenvolvimento de mecanismos de atualização e sistematização de dados disponibilizados pelo Observa Educação IHU/UNISINOS; a criação de indicadores de desigualdades que reverberam na escola; a promoção do diálogo intersetorial nos municípios; a integração entre poder público, sociedade, universidades, escolas e mercado para a resolução inteligente de problemas das cidades, a produção de conhecimento etc.
  • Universidade do Vale do Rio dos Sinos - RS - Brasil
  • 09/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Mauricio Almeida Noernberg

Ciências Exatas e da Terra

Oceanografia
  • sistema multiescala de detecção e modelagem de derramamento de óleo
  • O crescimento da exploração de óleo, do tráfego de navios e das atividades portuárias eleva o risco de acidentes envolvendo derramamentos de óleo no Brasil, além do provável aumento de descargas ilegais por embarcações, causadas por negligência ou deliberadamente para obter vantagens econômicas, principalmente quando a probabilidade de ser penalizado é pequena. Derramamentos de óleo, como o ocorrido em 2019, podem afetar negativamente o meio ambiente e outras importantes atividades socioeconômicas na costa do Brasil, como turismo, pesca e aquicultura. Para aumentar a probabilidade de identificação dos poluidores e reduzir as descargas ilegais é necessário o uso de sistemas de vigilância capazes de monitorar grandes áreas em intervalos regulares. Além disso, o impacto socioambiental causado por derramamentos de óleo pode ser minimizado quando há rápida detecção e previsão da trajetória do óleo para subsidiar ações de contingenciamento. Este projeto prevê o desenvolvimento de um sistema multiescala de detecção de derramamento de óleo integrado a um sistema de previsão da trajetória de óleo. Desta maneira, previsões da trajetória de óleo e de possíveis áreas costeiras atingidas serão obtidas rapidamente após a detecção do derramamento, sem a necessidade de interação homem-homem ou homem-máquina. O sistema de detecção de derramamentos de óleo utilizará imagens de Radar de Abertura Sintética (SAR) e de sensores ópticos. No caso de detecção, simulações da trajetória de óleo serão realizadas de forma automática utilizando modelagem numérica a partir de previsões meteo-oceanográficas, considerando a conectividade entre o oceano aberto, plataforma continental e sistemas costeiros. O sistema será desenvolvido para simular o transporte de óleos com diferentes características (e.g., densidade) na superfície e em profundidade, considerando processos de intemperismo, possibilitando a simulação de incidentes como o ocorrido na costa do Brasil em 2019. A definição da probabilidade de retenção de óleo em costas com diferentes características, mapeadas nas Cartas de Sensibilidade Ambiental ao Óleo (SAO), permitirá a avaliação da extensão do impacto sobre diferentes ecossistemas em escala regional e local (e.g., manguezais, estuários, praias, costões). Em uma abordagem retroativa, o sistema será utilizado para determinar a origem do derramamento de óleo e a identificação do potencial poluidor. As informações geradas serão disponibilizadas automaticamente por meio de uma plataforma WebGIS, inicialmente desenvolvida em um projeto piloto (https://observatoriodomar.org/) coordenado pela instituição executora (UFPR) com financiamento do serviço europeu de monitoramento do ambiente marinho, Copernicus Marine Environment Monitoring Service (CMEMS). A plataforma WebGIS está desenvolvida para integrar outras informações, como o posicionamento de navios. O sistema de monitoramento também incluirá uma ferramenta de busca de imagens fotográficas nas redes sociais de áreas impactadas por derramamentos de óleo. Estas imagens serão combinadas às demais informações na plataforma WebGIS para apoiar ações emergenciais, considerando assim a participação ativa da população no enfrentamento de acidentes com de óleo na costa brasileira. O sistema de previsão da trajetória de óleo segue uma abordagem lagrangeana, permitindo o uso de diferentes soluções hidrodinâmicas e meteorológicas. A ferramenta numérica adotada para a previsão da trajetória de óleo será o sistema de modelagem MOHID 3D, que inclui um modelo hidrodinâmico, um modelo lagrangeano, e um modelo de óleo para considerar diversos processos físico-químicos, como espalhamento, evaporação, dispersão, sedimentação, dissolução e emulsificação do óleo. O MOHID possui código aberto e foi desenvolvido no Instituto Superior Técnico (IST) da Universidade de Lisboa, em colaboração com outras universidades e empresas, em inúmeras teses de mestrado/doutorado e projetos de pesquisa e consultoria realizados em diferentes países (www.mohid.com). Um exemplo é o projeto MARPOCS, que incluiu o desenvolvimento de um sistema automático de previsão de possíveis áreas impactadas por derramamento de óleo, conectado ao serviço de vigilância marítima da Agência Europeia de Segurança Marítima (EMSA), chamado CleanSeaNet (http://www.emsa.europa.eu/csn-menu.html). Para a simulação da trajetória de óleo, serão utilizadas previsões hidrodinâmicas para toda a costa do Brasil da Rede de Modelagem e Observação Oceanográfica (REMO), operados pelo Centro de Hidrografia da Marinha (CHM), e do Copernicus Marine Environment Monitoring Service (CMEMS). As previsões operacionais serão validadas com foco na região do Banco de Abrolhos à Bacia de Santos empregando dados de TSM, perfilhadores Argo, XBTs, dados altimétricos, derivadores de superfície, análises de correntes do Globcurrent (globcurrent.org) e reanálises do MERCATOR e HYCOM+NCODA. Para melhorar as previsões hidrodinâmicas na zona costeira, serão utilizados de modelos operacionais 3D de alta resolução, considerando importantes sistemas estuarinos com portos, grandes áreas de proteção ambiental e de aquicultura e pesca. O desenvolvimento de derivadores de baixo custo permitirá a validação mais robusta das previsões dos modelos costeiros. Campanhas para coleta de dados serão realizadas no estuário do rio Pará – PA, Complexo Estuarino de Paranaguá – PR, baía da Babitonga – SC. Para considerar o efeito do vento no transporte de óleo, serão utilizadas previsões meteorológicas da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos (NOAA) e de modelos de alta resolução disponibilizados pelos institutos de meteorologia do Paraná (SIMEPAR) e de Santa Catarina (EPAGRI/CIRAM).
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 10/12/2020-31/12/2023
Foto de perfil

Mauricio Aredes

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • eletrônica de potência tolerante a altas pressões
  • Este projeto busca contribuir para o desenvolvimento de equipamentos e sistemas a serem aplicados nos campos de petróleo situados em águas profundas, de até 3000 metros de lâmina d’água. A viabilidade desses campos passa por um aumento na capacidade dos sistemas de processamento e bombeamento, que por sua vez resulta em maiores sistemas de geração e de distribuição de energia elétrica. Existem diversas restrições para alojar todo esse incremento de geração elétrica e equipamentos sobre as plataformas e unidades de exploração e produção, devido às restrições de peso e volume nas instalações de superfície (plataformas). Para contornar essas restrições, sistemas elétricos de potência submarinos (SEPS) com demandas na ordem de MW deverão ser implantados nas áreas de exploração e produção. Caso haja geração elétrica offshore excedente ou, ainda, incapacidade de atender a demanda elétrica offshore, haverá a necessidade de desenvolvimento de interligações submarinas a longas distâncias (>50km) até o continente. Para isso, esse projeto busca reestruturar a Plataforma Experimental denominada Pressure-Tolerant Power Electronics, instalada no Laboratório de Eletrônica de Potência e Média Tensão (LEMT/COPPE/UFRJ). Serão desenvolvidas placas eletrônicas e instrumentação adequadas ao uso em conversores de potência submarinos, acondicionados em câmaras de pressão compensada. Após serem projetadas, fabricadas e montadas, essas placas de circuito impresso com funcionalidades de sensoriamento, condicionamento de sinais analógicos, conversão A/D e controlador digital para conversores submarinos, ensaios experimentais em ambientes pressurizados em até 330 bar serão realizados. Através de avaliação prévia nas instalações, pesquisa bibliográfica, modelagem dos cabos submarinos e testes passivos e ativos para realização dos ensaios experimentais do sistema sensorial e de controle espera-se alcançar a operacionalização das placas no protótipo de conversor de potência submarino.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 08/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Mauricio Ayala Rincon

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • terminação e estruturas algébricas em computação
  • Com o incremento da aplicação de técnicas da inteligência artificial na tomada de decisões para a gestão pública e privada, o estudo de mecanismos dedutivos para a automação do raciocínio lógico e dos métodos formais aumentou a sua relevância na área de ciência da computação. Nosso objetivo é desenvolver métodos e estruturas formais para programação e dedução computacional replicável, explicável e segura de forma a certificar matematicamente a qualidade das técnicas de raciocínio computacional. Explorar-se-á a aplicação das teorias de reescrita, tipos e de prova, das estruturas algébricas, dos sistemas nominais e, em geral, da lógica e semântica da computação, para incrementar a automação da detecção da terminação em linguagens computacionais, e para consolidar mecanismos de raciocínio equacional nominal. A automação da terminação é de crucial importância para enriquecer a capacidade de análise estático (prévio à execução) de linguagens de programação e sistemas dedutivos (linguagens de especificação e verificação). Prover mecanismos que permitam decidir se código computacional pode entrar em loops infinitos permitirá a implementação de compiladores e interpretadores que apresentem advertências sobre esse tipo de erros. O raciocínio equacional é essencial para a modelagem de técnicas dedutivas nas quais diversas funcionalidades são caracterizadas algebricamente (funções e relações comutativas, associativas, idempotentes, etc), com destaque para aplicações que possam garantir propriedades como privacidade, autenticidade, e segurança. Critérios de terminação para sistemas de reescrita, formalizados no assistente de prova PVS, serão portados para verificar a terminação de código funcional e imperativo através de formalizações já consolidadas de teoria de reescrita e automação da terminação. Será também enriquecida uma formalização em PVS com mecanismos para o tratamento nominal de problemas de unificação e anti-unificação módulo teorias equacionais diversas.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Maurício Beltrão de Rossiter Corrêa

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • conversores estáticos para carregamento de veículos elétricos
  • Historicamente as soluções de eletrônica de potência tem servido a diversas áreas, sendo, quase que impossível nominar as que mais se beneficiam das inovações por ela trazidas. Em princípio as inovações advêm de soluções que, via de regra, dão origem a novas topologias de conversores estáticos, ou promovem melhorias em topologias já existentes, e, de forma sinergética, ao promover essas inovações é gerada uma demanda por inovações em materiais e tecnologias inerentes à construção e ao funcionamento dos conversores estáticos. Sem perder de vista o espectro geral das inovações que impulsionam o aperfeiçoamento das soluções de eletrônica de potência, o presente projeto tem como foco principal a BUSCA POR SOLUÇÕES INOVADORAS DESTINADAS AO CARREGAMENTO DE VEÍCULOS ELÉTRICOS (VE). Nesse contexto, uma breve análise de como os carregadores de baterias onboard em VE são classificados revela o quão vasta e necessárias são as pesquisas para que ele possa ser continuamente melhorado. De forma resumida eles são classificados quanto ao nível, ou velocidade, de carregamento (1, 2 ou 3); o tipo de conexão (física ou wireless); o tipo de alimentação (monofásica, trifásica ou CC); e sua direcionalidade (unidirecional ou bidirecional). A EXEMPLO DE COMO OUTRAS SOLUÇÕES DE ELETRÔNICA DE POTÊNCIA EVOLUÍRAM, AS DESTINADAS AO CARREGAMENTO DE VE TAMBÉM NECESSITAM DE UMA TRAJETÓRIA EVOLUTIVA em termos de densidade de potência, eficiência, volume e peso. Além dos aspectos físicos e topológicos, a evolução das soluções de eletrônica de potência dependem de pesquisas que considerem o volume dos filtros de entrada/saída, isolamento, modificações nos padrões de chaveamento, bem como considerações objetivando um melhor controle da magnetização de transformadores. Com base nesses elementos e com a visão trazida para o problema, mediante a recomposição de uma equipe que já demonstrou sua capacidade de produzir RESULTADOS EXITOSOS NO PASSADO, RATIFICA-SE A CONFIANÇA DE EFETIVA CONTRIBUIÇÃO AO PAÍS.
  • Universidade Federal de Campina Grande - PB - Brasil
  • 13/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Maurício Custódio Serafim

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • a ética da vida humana associada: compreendendo os atos morais voltados para o bem comum no contexto brasileiro
  • Constata-se que o debate científico sobre a ética e seus estudos teórico-empíricos, quando relacionada à área de conhecimento da Administração Pública, ainda são incipientes no contexto brasileiro, embora inseridos em uma realidade que demanda inúmeras considerações éticas sobre práticas, instituições e atos morais. Por uma abordagem interdisciplinar, norteada especialmente pelo trabalho do sociólogo brasileiro Alberto Guerreiro Ramos, percebe-se que, de maneira similar ao reducionismo ocorrido com a apreensão do conceito de racionalidade e da natureza humana, as perspectivas éticas predominantes na área da Administração Pública também se limitam a abordar poucos aspectos dos atos morais: umas restringem-se às consequências, outras às regras e leis. Diante dessa constatação, este projeto de pesquisa busca compreender os atos morais vivenciados nos diversos enclaves da vida humana associada (econômico, social e político), propondo o estudo e a articulação de um arcabouço ético para o contexto brasileiro da esfera pública que contemple também a ética das virtudes, baseadas nas virtudes morais, no caráter, e na noção integral do ser humano. Como o projeto se refere a um tema ainda em fase de exploração e contextualização, a pesquisa será compreendida por estudos teóricos-analíticos, a partir de levantamento bibliográfico em fontes internacionais e de pesquisas em andamento, tendo por referência a experiência e a expertise do grupo de pesquisa referência na área “Virtue ethics in management” da Universidade de Navarra, Espanha. Como resultados esperados, pretende-se (1) elaborar um quadro de análise teórica com categorias analíticas e identificação das aproximações e divergências validadas no contexto brasileiro; (2) propor uma perspectiva analítica da ética das virtudes aplicada ao contexto brasileiro e fundamentada a partir do papel de diversas atividades da vida humana associada, com vistas ao bem comum.
  • Universidade do Estado de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Maurício José Laguardia Campomori

Ciências Sociais Aplicadas

Arquitetura e Urbanismo
  • interface de realidade mista em hololens-2 para aprimoramento do ensino de projeto de arquitetura e urbanismo
  • O objetivo geral deste projeto é desenvolver Interfaces de Realidade Mista para permitir que os Óculos de Realidade Aumentada Hololens-2 possam ser utilizados em conjugação com croquis arquitetônicos, visando ao aprimoramento do ensino de projeto de arquitetura e urbanismo. O desenvolvimento dessas interfaces envolve tecnologias em Realidade Virtual (RV) e Realidade Aumentada (RA), bam como abordagens e metodologias de ensino de Arquitetura e Urbanismo, explorando a associação da Realidade Mista (MR) em Head-Mounted Display (HMD) ao croqui (desenho rápido à mão livre), feito pelo profissional ou estudante de arquitetura. Sabemos que o processo de ensino e aprendizagem de projeto arquitetônico é marcado pelo desafio da compreensão das relações entre o espaço e seus diferentes modos de representação. Apesar de existirem atualmente diversas ferramentas tecnológicas e softwares que auxiliam o processo de criação e representação do espaço, a prática dos desenhos rápidos à mão livre (croquis) jamais encontrou substituto e persiste indicando sua importância no processo criativo. O croqui envolve uma relação circular iterativa de proposição (desenhar) e avaliação do que foi desenhado, que permite ao arquiteto lidar com situações complexas (Glanville, 2007). O uso de desenhos no processo de projeto e os processos cognitivos associados, são investigados por diversos autores e se constituíram como objeto de pesquisa desde os anos 1980. Assim, é um objetivo específico deste projeto entender como a conversação entre arquiteto e meio pode ser potencializada com o uso de tecnologias de MR, em especial o Microsoft Hololens 2 (MH-2). Para isso, propomos o desenvolvimento e avaliações de uso de um aplicativo que permita a sobreposição de elementos digitais interativos sobre o papel, através de experimentos com alunos de graduação, verificando se houve ganhos com a utilização de tecnologias de MR em processos de concepção e desenvolvimento de projetos arquitetônicos pelos estudantes.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Maurício Laterça Martins

Ciências Agrárias

Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
  • nanotecnologia aliada à aquicultura sustentável com ênfase na prevenção e tratamento de enfermidades
  • O objetivo deste estudo é contribuir com o crescimento sustentável da aquicultura por meio da avaliação de nanopartículas de zinco e cobre como promotores da saúde e preventivos à infecções. No ENSAIO 1 será realizada a validação dos produtos baseados em nanopartículas de zinco (Nano-ZnO), queladas ou não à metionina (LM). Os peixes serão divididos em 5 grupos quanto à suplementação com diferentes fontes de zinco na dieta (mg/kg de ração): sem ZnO (0 mg), ZnO (40 mg), LM-ZnO (40 mg), Nano-ZnO (15 mg) e LM-Nano-ZnO (15 mg). Serão analisados os parâmetros de crescimento,hematoimunológicos, sistema antioxidante, resistência ao desafio bacteriano e histologia dos tecidos. Posteriormente, o experimento se repetirá com o tratamento com melhores resultados e os controles. Serão avaliados: microbiota do intestino, microscopia eletrônica de varredura e transmissão e deposição de zinco nos tecidos. No ENSAIO 2 será investigado o efeito anti-helmíntico de nanopartículas de cobre contra monogenea parasito de brânquias de carpa koi (Cyprinus carpio) na prevenção contra co-infecção com Aeromonas hydrophila. No teste in vitro serão testadas concentrações com nanopartículas de cobre a fim de determinar o tempo e eficácia na mortalidade dos parasitos. Os arcos branquiais dos peixes parasitados serão colocados nas soluções com as concentrações. Após determinar a concentração e tempo, os peixes serão distribuídos em: controle, peixes parasitados com monogenea, peixes parasitados com monogenea e infectados com A. hydrophila, peixes infectados com A. hydrophila. Após o teste in vivo os peixes serão avaliados para quantificação dos parasitos, prevalência e intensidade média de infestação, análises hematoimunológicos e histopatológicas. Com este estudo, espera-se que nanopartículas de zinco e cobre promovam a saúde dos animais, através de tratamento parasitário, prevenção de co-infecções bacterianas, e melhores resultados de crescimento.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Mauricio Magalhães Mata

Ciências Exatas e da Terra

Oceanografia
  • processos de ventilação oceânica e ciclo do carbono no norte da península antártica (provoccar)
  • A NAP é, caracteristicamente, uma zona de transição entre os ambientes polares, mais ao sul, e a zona subantártica, mais ao norte, e tem se mostrado como um hotspot climático e laboratório natural que pode auxiliar na identificação e estudo inicial de alterações ambientais, variabilidade e vulnerabilidade de ecossistemas marinhos de vital importância para sustentação de rede trófica da Antártica e do Oceano Austral. Alterações nestes ecossistemas, por sua vez, estão ligadas às propriedades físico-químicas das águas da região, padrões e aspectos dinâmicos da circulação oceânica, os quais, na área Norte da Península Antártica-NAP, sofrem a influência combinada de ambientes fundamentalmente distintos do ponto de vista oceanográfico presentes nos setores Pacífico (Mar de Bellingshausen) e Atlântico (Mar de Weddell) da Península Antártica. Desta forma, a NAP se constitui em uma região-chave para o significativo aumento de entendimento sobre os processos causadores das alterações ambientais observadas nestas áreas e, de forma mais ampla, em diversos outros ambientes marinhos no entorno do continente Antártico, sejam estes processos de origem natural ou antrópica. As atividades de campo do Projeto PROVOCCAR ocorrerão nas seguintes regiões: (i) noroeste do mar de Weddell, (ii) Estreito de Bransfield, (iii) porção sul do Estreito de Drake e mar de Scotia e (iv) Estreito de Gerlache e imediações. Estações oceanográficas serão realizadas nestas regiões com o objetivo de responder aos objetivos científicos definidos acima e incrementar as séries históricas ocupadas pelo GOAL. Estas atividades serão auxiliadas através da utilização de veículos subaquáticos autônomos (Seagliders) para monitorar áreas específicas da região de estudo. Além disso, de forma inédita, será lançado um fundeio de armadilha de sedimentos (Sediment trap) na região do Estreito de Gerlache o que destaca o caráter inovador do GOAL em suas atividades de campo – em conseguinte à realização das atividades de fundeios oceanográficos em águas polares, monitoramento do deslocamento de icebergs e lançamentos de seagliders, atividades estas executadas com pioneirismo pelo GOAL na região em projetos anteriores. Do ponto de vista científico, com a execução desta proposta espera-se elucidar sobre o papel das forçantes associadas às alterações recentemente observadas nos ambientes marinhos da NAP. Desta forma, aspectos da dinâmica da ventilação e a propagação destes sinais para o oceano profundo, inclusive de variáveis do sistema carbonato, poderão ser melhor elucidados e estudados nas suas causas e efeitos em abordagens complementares tanto observacionais quanto modeladas. As estimativas da influência das intrusões de Água Profunda Circumpolar-CDW e do aporte de degelo glacial são inéditas e devem trazer ganhos significativos (i) para o entendimento da oceanografia regional e (ii) para as questões em aberto sobre os processos reguladores dos fluxos líquidos de CO2 na interface ar-mar e sobre o armazenamento de carbono nos oceanos. Ainda neste contexto, o conhecimento da quantidade, variedade e a variabilidade das propriedades da água densas produzidas e transformadas na região da NAP são fundamentais para entendimento das recentes alterações recentemente observadas nas camadas profundas e de fundo dos oceanos e, portanto, do próprio papel do Oceano Austral no clima.
  • Universidade Federal do Rio Grande - RS - Brasil
  • 25/12/2018-31/12/2022
Foto de perfil

Mauricio Marques Pinto da Silva

Engenharias

Engenharia Química
  • vi mostra científica para o ensino médio da universidade católica de santosvi
  • A VI Mostra Científica da Universidade Católica de Santos será organizada de forma a enquadrar-se na categoria municipal, tendo como público alvo estudantes, professores e gestores do Ensino Médio das escolas públicas e privadas do Município de Santos e Região Metropolitana da Baixada Santista e será organizado como VI Mostra Científica para o Ensino Médio da Universidade Católica de Santos. A VI Mostra Científica da Universidade Católica de Santos terá como princípio norteador a inclusão social pela ciência e tecnologia, a qual já é praticada em nossa instituição por meio dos Programas de Educação Científica para o Ensino Médio, que incluem o Programa denominado Expedição Científica, o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica para o Ensino Médio, os Seminários do Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas (IPECI) e a Mostra Científica para o Ensino Médio (1a Edição em 2016, 2a Edição em 2017, 3ª edição em 2018, 4ª edição em 2019, 5ª edição em 2020. A data de ocorrência da VI Mostra será definida pelo Conselho de Ensino Pesquisa e Extensão (CEPE) da Universidade Católica de Santos e constará de Encontro Temático na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia do MCTIC em 2021, inserida no Mês Nacional de Ciência e Tecnologia, constando de exposição de painéis inscritos (presencial e/ou ambiente virtual) e oficinas, além de encontros multiplicadores de repetição das Oficinas propostas junto ao Programa Expedição Científica, com reapresentação dos painéis nas escolas de origem, ao longo dos anos de 2021 e 2022. Como atividade específica pertencente à VI Mostra, serão realizadas como atividades dentro da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia as oficinas do Projeto Expedição Científica e, como evento principal, serão expostos, apresentados e avaliados painéis vindos das inscrições dos estudantes das escolas do Município e Região Metropolitana da Baixada Santista. Para garantir a cota mínima de 40 trabalhos, os participantes do Ciclo de Iniciação Científica para o Ensino Médio 2021-2022; assim como os trabalhos referentes às propostas do Ciclo 2020-2021 (33 estudantes bolsistas, sendo 19 bolsas CNPq/PIBIC Jr e 14 bolsas da Universidade Católica de Santos), apresentarão seus trabalhos. Como atividades multiplicadoras, os painéis depois de apresentados serão disponibilizados em ambiente virtual para divulgação dos mesmos para as comunidades escolares, garantindo a divulgação do trabalho em si e das iniciativas envolvendo Ciência, Tecnologia e Inovação, com foco no público alvo professores, coordenadores e diretores de escolas de Ensino Médio interessados em firmar novas parcerias para que se possa replicá-las, aproximando a Universidade do cotidiano escolar, de suas necessidades e seus anseios no tocante à Ciência e Tecnologia. Em resumo, frente à concepção apresentada, o evento terá caráter triplo: primeiro, trata-se de uma Feira de Ciências focada na aproximação e desenvolvimento de novos talentos do Ensino Médio e Técnico da Investigação Científica. A feira pretende catalisar e promover o interesse pelo desenvolvimento do pensamento sistemático e racional em diversas áreas do saber, servindo como um multiplicador. Para tanto, oferece-se a oportunidade a todas as Unidades de Ensino básico da região inscreverem trabalhos científicos no evento. O segundo caráter da Mostra Científica é o de conclusão dos trabalhos realizados nos Programas de Educação Científica (Expedição Científica) e de Iniciação Científica para o Ensino Médio desenvolvidos pela Universidade Católica de Santos junto às instituições parceiras nos moldes acima mencionados. O terceiro caráter da Mostra é a realização de Oficinas integrados ao Programa Expedição Científica, que também acontecem ao longo do ano e não somente na data da Mostra, dando continuidade ao ciclo dos programas como forma de concretizar a inclusão social pela ciência e tecnologia. A organização será realizada pelo Comitê Institucional de Iniciação Científica, em conjunto com o Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas da Universidade Católica de Santos.
  • Universidade Católica de Santos - SP - Brasil
  • 05/01/2021-31/01/2023
Foto de perfil

Mauricio Marques Pinto da Silva

Outra

Divulgação Científica
  • xvii jornada de iniciação científica para ensino médio
  • A VII Mostra Científica da Universidade Católica de Santos será organizada de forma a enquadrar-se na categoria municipal, tendo como público-alvo estudantes, professores e gestores do Ensino Médio das escolas públicas e privadas do Município de Santos e Região Metropolitana da Baixada Santista. Terá como princípio norteador a inclusão social pela ciência e tecnologia, a qual já é praticada na instituição por meio dos Programas de Educação Científica para o Ensino Médio, que incluem os Subprogramas Expedição Científica, Expresso Científico e MONU (Modelo das Nações Unidas), o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica para o Ensino Médio, os Seminários do Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas (IPECI). Durante a VII Mostra, serão realizadas oficinas do Projeto Expedição Científica, inseridas na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia e, como evento principal, serão expostos, apresentados e avaliados painéis vindos das inscrições dos estudantes das escolas do Município de Santos e Região Metropolitana da Baixada Santista. Para garantir a cota mínima de 40 trabalhos, os participantes do Ciclo de Iniciação Científica para o Ensino Médio 2022-2023; assim como os trabalhos referentes às propostas do Ciclo 2021-2022 (27 estudantes bolsistas, sendo 19 bolsas CNPq/PIBIC Jr e 8 bolsas da Universidade Católica de Santos), apresentarão seus trabalhos. Como atividades multiplicadoras, os painéis depois de apresentados serão disponibilizados em ambiente virtual para divulgação junto às comunidades escolares, garantindo a divulgação do trabalho em si e das iniciativas envolvendo Ciência, Tecnologia e Inovação. A Mostra pretende catalisar e promover o interesse pelo desenvolvimento do pensamento sistemático e racional em diversas áreas do saber, servindo como um multiplicador, oferecendo a oportunidade a todas as Unidades de Ensino básico da região inscreverem trabalhos científicos no evento.
  • Universidade Católica de Santos - SP - Brasil
  • 08/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Mauricio Paulo Ferreira Fontes

Ciências Agrárias

Agronomia
  • distribuição geoquímica, bioacessibilidade e risco potencial à saúde humana de elementos terras raras em solos da amazônia
  • O bioma amazônico possui uma das maiores diversidades de fauna e flora do mundo, localizado em uma área que abrange nove países, incluindo o Brasil. A Amazônia ainda tem grande parte de sua vegetação original preservada, contudo, nas últimas décadas pressões antrópicas de desmatamento e urbanização desordenada tem provocado alterações significativas em compartimentos do ecossistema amazônico, dentre eles o solo. Estudos preliminares têm demonstrado que as ações antrópicas têm modificado os teores de diversos elementos químicos de interesse danoso ao ambiente, o que torna real a possibilidade de que comportamento semelhante ocorra para os elementos terras raras (ETRs). Nos trabalhos internacionais têm demonstrado a ocorrência de incremento nos níveis de ETRs em função de variadas ações naturais e antrópicas, o que eleva os riscos à saúde associados a exposição dos seres vivos a esses elementos. Dessa forma, trabalhos que investiguem a distribuição dos teores elementos terras raras (naturais ou enriquecidos) e sua disponibilidade para os organismos vivos fazem-se necessários, especialmente na Amazônia. Assim, objetiva-se determinar os teores, avaliar a distribuição, mobilidade e estimar a bioacessibilidade dos ETRs (La, Ce, Pr, Nd, Pm, Sm, Eu, Gd, Tb, Dy, Ho, Er, Tm, Yb, Lu, Y e Sc) em solos da Amazônia. Amostras de solo serão coletadas tanto em ambientes naturais (sem ação antrópica) quanto em ambientes urbanos do Amazônia. As amostras erão caracterizadas mineralogicamente e serão determinados os teores semi-totais dos elementos através de digestão ácida pelo método EPA 3051a. A determinação da fração bioacessível será realizada através de simplified physiologically based extraction test (SBET), onde será simulado o acumulo de elementos na solução gástrica humana. Enquanto a mobilidade dos elementos será estimada por extração sequencial BCR. Posteriormente serão estimados os riscos à saúde humana (não carcinogênico e carcinogênico) por meio de equações matemáticas.
  • Universidade Federal de Viçosa - MG - Brasil
  • 28/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Mauricio Paulo Rodrigues

Ciências Humanas

Filosofia
  • fecinc - feira de ciências norte capixaba
  • A Fecinc é uma ação de capacitação em ensino e para o trabalho escolar associada a mostras de ciências e tecnologia que têm como objetivo a popularização da ciência através da divulgação de projetos Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática desenvolvidos preferencialmente por alunos do ensino básico. Nesse contexto, são desenvolvidas, além da feira de ciências, atividades como minicursos, mostras de vídeos científicos, palestras e portas abertas. Através de ações sólidas que influenciam a práticas docente e a qualidade do ensino pelo uso do método científico, a Fecinc espera despertar vocações que apresentem significativo impacto na formação de uma sociedade mais consciente de forma política, social e cultural. Estimulando a interação escola-comunidade e fortalecendo as parcerias escola-academia, a Fecinc já promove ações de capacitação de professores e estímulo estudantil em 9 municípios do estado.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo - ES - Brasil
  • 28/12/2020-31/12/2022