Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Gustavo José Luvizutto

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • elaboração de protocolo padronizado de avaliação para acompanhamento das manifestações neurológicas em pacientes com sars-cov-2
  • O coronavírus da síndrome respiratória aguda grave 2 (SARS-CoV-2) é responsável por causar a doença COVID-19 e pode alterar funções do sistema nervoso central e periférico, dentre elas cognitivas, sensoriais e/ou motoras. Em um estudo recente com 36,4% pacientes com COVID-19 apresentaram manifestações neurológicas, e 18,7% necessitaram de tratamento intensivo devido ao comprometimento neurológico grave. As alterações neurológicas decorrentes do SARS-CoV-2 podem ter impactos negativos na funcionalidade à longo prazo. A implantação de protocolos unificados em rede sobre o monitoramento dos sintomas neurológicos pode esclarecer a evolução e impacto da SARS-CoV-2 na população. Portanto, o objetivo deste estudo será elaborar um protocolo padronizado para avaliação das manifestações neurológicas e verificar a evolução da doença causada por SARS-Cov-2. Trata-se de um estudo de coorte prospectiva. Os critérios de inclusão serão indivíduos com infecção por SARS-COv-2 após alta hospitalar e idade acima de 18 anos, além de indivíduos neurologicamente saudáveis pareados por idade e sexo. O projeto será dividido em três etapas: 1) elaboração e aplicação do formulário eletrônico para todos os indivíduos que testarem positivo para o COVID-19, informados por meio de lista da Secretaria da Saúde de cada município; 2) Triagem dos participantes para obtenção da confirmação do diagnóstico clínico e laboratorial de COVID-19; coleta dos dados extras por meio de entrevista com o participante/responsável e/ou análise de prontuário; identificação de dados clínicos por meio de entrevista e avaliação neurológica clássica; 3) aplicação do protocolo detalhado incluindo avaliação da função cognitiva por meio das escalas MOCA, Trail Making test e Digit Span Test; avaliação da atividade cerebral por meio espectroscopia funcional de infravermelho próximo (fNIRS), avaliação da olfação e gustação; avaliação da atividade elétrica muscular por meio de eletromiografia de superfície em membros superiores e inferiores; avaliação do teste de caminhada de 10 metros; aplicação do checklist da classificação internacional de funcionalidade, incapacidade e saúde (CIF); e avaliação da qualidade de vida por meio da EUROQOL. Os dados serão comparados com valores de referência da literatura para os testes propostas, bem como em uma população de indivíduos saudáveis, sem infecção por SARS-Cov-2 pareados por idade e sexo.
  • Universidade Federal do Triângulo Mineiro - MG - Brasil
  • 27/08/2020-26/09/2022
Foto de perfil

Gustavo Martini Dalpian

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • síntese e propriedades físicas de perovskitas híbridas orgânico-inorgânico de baixa dimensionalidade
  • Perovskitas híbridas (HPs)têm atraído atenção devido a propriedades optoeletrônicas com grande apelo para dispositivos de conversão de energia bem como emissores de radiação. A compreensão dos fenômenos físicos envolvendo as propriedades estruturais, eletrônicas, ópticas e de transporte elétrico é também de grande interesse científico. Apesar do grande progresso em eficiência, as principais desvantagens dessas HPs são a instabilidade sob condições ambientais e toxicidade. Em comparação com as HPs 3D, a família de baixa dimensionalidade exibe melhor estabilidade estrutural e alternativas variadas em composições e estruturas cristalinas. Nesta proposta, pretendemos obter um melhor entendimento sobre a síntese e propriedades de HPs de baixa dimensionalidade (0D e 2D) na forma de nanoestruturas, monocristais e dispositivos. Os dispositivos (células fotovoltaicas, dispositivos fotoeletroquímicos e emissores de luz) serão conjugados entre filmes 3D com estruturas 2D. Essa engenharia de interfaces 2D/3D pode resultar na otimização do dispositivo, melhor coleta de luz e transporte de carga e maior estabilidade. Estudaremos, experimentalmente e teoricamente, o efeito da pressão externa nas propriedades eletrônicas e ópticas nas amostras de baixa dimensionalidade. Esses estudos indicarão propriedades únicas, ajustáveis a objetivos específicos e sugerir novos materiais. Medidas serão realizadas no recém-finalizado SIRIUS (caracterização sob pressão). Obteremos melhor entendimento de alterações na fase cristalina, estrutura eletrônica e gap óptico, condutividade elétrica, fotoluminescência, bem como ARPES. Esse tipo de estudo nunca foi realizado em HPs 2D potencializando a obtenção de resultados único. Esta proposta foi elaborada de forma a ser composta por uma equipe com competências complementares – síntese/caracterização de nanoestruturas e monocristais; estudos das propriedades sob pressão; realização de cálculos teóricos; e fabricação de dispositivos optoeletrônicos.
  • Universidade Federal do ABC - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Gustavo Medeiros Freitas

Outra

Robótica, Mecatrônica e Automação
  • sistema de mapeamento e navegação de baixo custo para operação segura de dispositivos robóticos de serviço em plantas de produção
  • Dispositivos robóticos são empregados em tarefas de logística, inspeção, monitoramento e manutenção em plantas de produção, incluindo áreas industriais, agrícolas e de mineração. Essa robotização possibilita aumentar a segurança, padronizar processos, aumentar a eficiência e disponibilidade dos equipamentos, reduzindo acidentes e custos com manutenções não programadas. Para tal, estes equipamentos devem possuir funcionalidades autônomas e de operação assistida que dependem de um sistema de navegação capaz de perceber o ambiente, planejar os movimentos do robô de forma a garantir segurança na operação, levando em consideração a presença obstáculos no ambiente incluindo seres humanos e/ou outros robôs e veículos, e, por fim, comandar seus atuadores respeitando os limites físicos destes. Uma solução consiste no emprego de técnicas de localização e mapeamento simultâneos (SLAM), assim como o planejamento e controle de movimentos. Porém, a complexidade de tais algoritmos traz um alto custo computacional que dificulta o seu uso em ambientes com restrições computacionais. Implementações em tempo real, sensíveis à latência, assim como restrições de peso, consumo de potência e velocidade tornam necessário o desenvolvimento de algoritmos apropriados para implementações em sistemas embarcados com recursos limitados. Este projeto propõe o desenvolvimento de novos algoritmos otimizados para a sua eficiente implementação e desenvolvimento em sistemas digitais tais como MPSoC, empregando técnicas incluindo o LeGO LOAM baseadas em LiDAR, RTAB-Map, Dijkstra e RRT*, controles por campos vetoriais e preditivo. Os algoritmos serão testados em simuladores e plataformas robóticas aéreas e terrestres disponíveis na UFMG. Além disso, um sistema embarcado será desenvolvido para a validação dos algoritmos em operações de campo, mapeando ambientes por nuvens de pontos e controlando dispositivos e veículos inteligentes da Vale em áreas de mineração.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 09/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Gustavo Roese Sanfelice

Ciências da Saúde

Educação Física
  • ciclos olímpicos, mídia e inclusão
  • Este trabalho tem por objetivo analisar e interpretar os enquadramentos realizados pelos jornais Folha De São Paulo/Brasil e Zero Hora da cobertura jornalística dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos Tóquio/2020, Paris/2024, bem como as formas de visibilidade de atletas paralímpicos brasileiros que foram aos respectivos Jogos. A identificação desses elementos se dará nos textos jornalísticos, fotos legendas, títulos, linhas de apoio (fragmentos de registro), enfim tudo que representar a pré-cobertura e cobertura dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos Tóquio/2020 e Paris/2024. Serão consideradas as capas e contracapas dos dois jornais, bem como dos suplementos especiais dos jornais em suas edições online. Serão considerados todos os fragmentos de registro relativos à preparação para o evento nas respectivas sedes. Em relação a coleta de dados com atletas paralímpicos, realizaremos entrevista com atletas que representaram o Brasil nos Jogos Paralímpicos de Tóquio/2020 e Paris/2024, considerando a representação desses atletas nas Paralimpíadas. Usaremos temo técnica de escolha dos participantes do estudo a ferramenta “bola de neve”, sendo que o ponto de partida será o atleta Gabriel Feiten atleta Paralímpico, mestre em Diversidade Cultural e Inclusão Social/Feevale que será o ponto de partida. Para o estudo, será utilizada a entrevista narrativa como técnica de coleta de dados, sendo elementos relativos as trajetórias e acesso e visibilidade olímpica balizarão as entrevistas. Todas as entrevistas serão realizadas pelo Google Meet. Para analisar as informações coletadas, o método a ser utilizado será análise de conteúdo de Bardin (2010). Para tanto, inicialmente é feita a exploração e a organização do material, seguidas da categorização dos elementos para a análise através do tratamento dos resultados encontrados nos relatos dos indivíduos estudados; por fim, far-se-á a análise, a inferência e a interpretação dos resultados.
  • Universidade Feevale - RS - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Gustavo Sivieri de Araujo

Ciências da Saúde

Odontologia
  • influência da terapia fotodinâmica com fotossensibilizadores indocianina verde ou curcumina, e da medicação intracanal de hidróxido de cálcio, na adesão de pinos de fibra de vidro à dentina intrarradicular
  • Com avanço do Laser e Led, inovações ocorreram nos tratamentos da Área da Saúde, como a terapia fotodinâmica (TFD), sendo uma maneira alternativa no tratamento de doenças infecciosas. O tratamento endodôntico visa a descontaminação do sistema de canais radiculares (SCR) em dentes com necrose pulpar. Para este objetivo, diferentes estratégias terapêuticas são realizadas com intuito de reduzir os micro-organismos e seus produtos tóxicos. Estudos apontam que somente a terapia endodôntica convencional não permite que o SCR fique isento de infecções persistentes. Portanto, novas estratégias terapêuticas são investigadas para eliminar as infecções endodônticas. Estudos apontam que a TFD é utilizada na Endodontia após a realização do preparo biomecânico e antes do emprego da medicação intracanal de hidróxido de cálcio, para potencializar a descontaminação do SCR. Hipóteses: A TFD associada a medicação de hidróxido de cálcio não alterariam as propriedades mecânicas da dentina intrarradicular, cimento resinoso, resistência de união de pinos de fibra de vidro nos diferentes terços radiculares? Diferentes terços radiculares não influenciariam nas análises das propriedades mecânicas da dentina intrarradicular, do cimento resinoso, bem como, a resistência de união de pinos de fibra de vidro à dentina radicular? Nos últimos anos, Nosso Grupo de pesquisa estudou a TFD, nas propriedades mecânicas dentina intrarradicular, cimento resinoso, resistência de união de pinos de fibra de vidro com fotossensibilizador azul de metileno. Neste projeto de pesquisa será analisado a TFD com fotossensibilizadores indocianina verde comparada com curcumina e uso da medicação de hidróxido de cálcio nas propriedades mecânicas da dentina intrarradicular e cimento resinoso. Além disso, será avaliada resistência de união e a morfologia da interface adesiva da cimentação de pinos de fibra de vidro à dentina intrarradicular, caracterização da composição química e morfológica do substrato radicular.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Gustavo Tentoni Dias

Ciências Humanas

Sociologia
  • migração e o legado colonial: um estudo crítico sobre os manuscritos não-publicados de abdelmalek sayad.
  • Esse projeto de pesquisa explora, de forma crítica, a relação que os temas do colonialismo e neocolonialismo têm no desenvolvimento dos estudos sobre o fenômeno migratório na obra de Abdelmalek Sayad (1933-1998). Por meio de uma equipe de pesquisadores que se dedicam ao tema, a pesquisa foca em um denso levantamento documental a ser realizado na coleção de notas, manuscritos, correspondências e demais documentos deixados pelo autor e armazenados nos Arquivos Nacionais de Paris, na França. O estudo conta com uma ampla revisão literária, já em curso, e em ordem cronológica. Nosso objetivo, por meio dessa pesquisa, é compreender, por meio dessas fontes, como esse sociólogo, de origem cabila, ao longo de sua carreira acadêmica, na Argélia e na França, desenvolveu, de forma tão original e atual, conceitos e reflexões sobre o fenômeno migratório. Em particular, em que medida seus apontamentos sobre o colonialismo, lutas de independência argelina, violência no campo e, posteriormente, as políticas neocoloniais europeias sobre o continente africano, se fazem presentes em seu legado intelectual. Cientes do pouco acesso que seu pensamento tem, sobretudo, entre as gerações mais jovens de pesquisadores no Brasil, propomos realizar a publicação de artigos científicos, em revistas nacionais e internacionais, abertas e indexadas, livros disponíveis em PDF, organização de eventos gratuitos, bem como instituir uma rede internacional de pesquisadores.
  • Universidade Estadual de Montes Claros - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Gustavo Zambenedetti

Ciências Humanas

Psicologia
  • efeitos psicossociais da pandemia de covid-19 em municípios no interior do sul do brasil
  • A pandemia de covid-19 reconfigurou os modos dos sujeitos se relacionarem com diversas instituições sociais, como a saúde, a educação e o trabalho. Apesar da transição para um contexto pós-covid, é projetado que os impactos da pandemia não cessarão a curto prazo, abrindo a necessidade de estudos, com perspectivas interdisciplinares, que possam ampliar sua compreensão e estratégias de intervenção. Esta pesquisa interroga quais são os impactos psicossociais da pandemia de covid-19 em municípios no interior do Sul do Brasil. Tem como objetivo específicos: traçar os itinerários terapêuticos de pessoas que tiveram covid-19 e demandam processos de reabilitação pós-covid; mapear e analisar o processo de medicamentalização na saúde mental no contexto da pandemia; - conhecer e analisar as experiências de pessoas diagnosticadas com covid-19 em diferentes momentos da pandemia. Possui abordagem qualitativa, sob os referenciais da psicologia social da saúde, em convergência com a análise institucional, saúde coletiva e antropologia da saúde. Será desenvolvida em três municípios da região sul do Brasil: Marau/RS, Irati/PR e Prudentópolis/PR. A operacionalização ocorrerá em 3 frentes de trabalho: 1) Através de entrevistas, serão traçados os itinerários terapêuticos de pessoas com problemas de saúde decorrentes da covid-19 (pós-covid); 2) Através de levantamento em sistema de informação, será realizado o mapeamento da dispensação de psicotrópicos no período pré e durante a pandemia; 3) Através de entrevistas, serão analisadas as experiências de pessoas diagnosticadas com covid-19 em diferentes momentos da pandemia, observando-se os diferentes marcadores que interagem nas vivências do diagnóstico e acesso aos serviços de saúde. Espera-se ampliar a compreensão acerca dos aspectos psicossociais e das demandas em saúde e estratégias de cuidado em saúde, junto aos preceitos de integralidade e equidade nos serviços de saúde.
  • Universidade Estadual do Centro-Oeste - PR - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Gutemberg de Vilhena Silva

Ciências Humanas

Geografia
  • a cooperação transfronteiriça do brasil: segurança pública sanitária, ações institucionais e temas relevantes
  • Os estudos de fronteira tomaram impulso com a ampliação de mecanismos de cooperação transfronteiriça, definida aqui como a cooperação entre autarquias locais e regionais de países limítrofes que tem por principal objetivo o enfrentamento de problemas comuns por meio de acordos internacionais. Na cooperação transfronteiriça, há as interações nas quais os países, em diferentes momentos, construíram pontes binacionais para fortalecer os mecanismos de cooperação entre pares de cidades fronteiriças, as cidades gêmeas. Hoje, no Brasil, há pontes em doze cidades gêmeas. Nosso problema é: como a cooperação transfronteiriça e as ações em segurança pública sanitária têm sido tratadas nas cidades escolhidas para a pesquisa? Para tanto, nosso objetivo geral é avaliar os temas de cooperação de maior destaque nas cidades gêmeas e as ações bilaterais na área da saúde. Em termos específicos, focaremos: i) na análise de quais temas e iniciativas mais se destacaram nos últimos 20 anos; e ii) na compreensão das ações de segurança pública sanitária em consequência do novo coronavírus. A equipe é formada, fundamentalmente, por docentes que trabalham em estados fronteiriços do Brasil e onde há pontes binacionais. Eles possuem experiência com estudos fronteiriços e trabalham em Programas de Pós-Graduação que têm as fronteiras internacionais como objeto relevante de análise. Além disso, cada pesquisador(a) possui especificidades em linhas de pesquisa que, no conjunto, demonstram ser plenamente possível executar as ações propostas. Em termos metodológicos, recorreremos a: i) sistematização e análise bibliográfica, documental e estatística; ii) trabalho de campo, por meio do qual faremos observação direta-indireta, registros fotográficos, entrevistas e aplicação de formulários; e, por fim, elaboração dos resultados (cartografias, artigos, relatórios, ações extensionistas e o documentário).
  • Universidade Federal do Amapá - AP - Brasil
  • 15/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Gyl Eanes Barros Silva

Ciências Biológicas

Genética
  • perfil genômico e metagenômico do câncer de pênis no maranhão: identificação e caracterização de potenciais biomarcadores de prognóstico
  • O câncer de pênis possui baixa incidência em países desenvolvidos, no entanto, há alta incidência em países em desenvolvimento como o Brasil. No país, o estado do Maranhão possui a maior incidência nacional e global já registrada da doença. Os principais desafios encontrados são a ausência de biomarcadores preditivos, especialmente para metástase linfonodal, condição que reduz consideravelmente a sobrevida dos pacientes. Diante disso, o presente estudo visa identificar e caracterizar assinaturas genômicas e metagenômica em câncer de pênis em uma área de alta incidência (Maranhão). Para isso, serão coletadas amostras de swab peniano (metagenômica) e tecido tumoral primário (Detecção HPV, exoma e mRNA-seq) e de linfonodos metastático (exoma e mRNA-seq) de pacientes em três hospitais no Maranhão. Esses pacientes serão caracterizados no âmbito sociocompoartamental, clínico e histopatológico. As amostras de swab serão submetidas a extração de DNA (DNeasy Powersoil, QIAGEN) e sequenciamento do microbioma utilizando a plataforma Illumina Novaseq (paired-end). As amostras de tecido (tumor e metástase) serão submetidas a extração de DNA e mRNA (AllPrep - QIAGEN) e sequenciamento do exoma e mRNA pelas plataformas NovaSeq S4 (2x150) e NovaSeq S4 (2x100), respectivamente. Os dados moleculares serão analisados por bioinformática utilizando pipelines específicos para cada metodologia. A detecção de HPV será realizada por dois métodos: (1) PCR qualitativa seguida de sequenciamento (método direto) e (2) Imuno-histoquímica (método indireto). Com uma abordagem inovadora e colaborativa entre a Universidade Federal do Maranhão e Universidade de São Paulo, acreditamos que a análise integrada dos dados obtidos nesta pesquisa contribuirá significativamente para identificação e caracterização de biomarcadores genômicos/metagenômicos de valor preditivo no câncer de pênis. Ademais, poderá revolucionar nosso entendimento sobre esse grave problema de saúde pública, especialmente no Brasil.
  • Universidade Federal do Maranhão - MA - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Gyselle Chrystina Baccan

Ciências Biológicas

Imunologia
  • envelhecimento e doença pulmonar obstrutiva crônica: estudo das relações entre os sistemas endócrino e imune
  • A Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) é causada pela inalação de gases nocivos, que acarretam alterações nas vias áreas com limitação do fluxo aéreo decorrente de inflamação crônica. Fatores de risco, relacionados a sexo e idade, contribuem para o desenvolvimento ou agravamento da DPOC. Pacientes do sexo feminino apresentam mais dispneia, bronquite crônica e pior qualidade de vida. Dados do nosso grupo, indicam que as diferenças entre sexos observadas nos parâmetros clínicos da DPOC, estão relacionadas a diferentes respostas imunológicas, provavelmente devido a ação imunorregulatória da testosterona na produção de IL-10. Em relação à idade, existe uma maior prevalência da doença em pacientes acima de 60 anos, sendo que a DPOC é considerada uma enfermidade associada ao envelhecimento. Os pacientes idosos apresentam mais comorbidades associadas, maiores taxas de hospitalização e de mortalidade. Em relação à resposta imunológica, tanto a DPOC quanto o envelhecimento compartilham alterações semelhantes, e acredita-se que isso acarrete um “envelhecimento acelerado” nos pacientes. Durante o envelhecimento e a DPOC ocorre elevação da produção de citocinas, como IL-6 e TNF que levam a um declínio da resposta adaptativa e estimulação do sistema imune inato, resultando em um estado pró-inflamatório. Considerando-se que durante o envelhecimento ocorrem importantes alterações hormonais, interações entre os sistemas endócrino e imune poderiam contribuir para este estado de “envelhecimento acelerado”. Poucos estudos investigaram alterações endócrinas do envelhecimento em pacientes com DPOC e não encontramos artigos que relacionem essas alterações com resposta imunológica. Neste projeto, pretendemos investigar alterações endócrinas (DHEA, GH, cortisol) em pacientes com DPOC e avaliar possíveis associações com marcadores clínicos e citocinas. Assim, aspiramos elucidar mecanismos que contribuem para o desenvolvimento do estado de “envelhecimento acelerado” na DPOC.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 25/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Haiana Charifker Schindler

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • estudo de avaliação e validação clínica-laboratorial de testes diagnósticos rápidos point of care, de fácil uso e acessível em regiões com altos índices de tuberculose no brasil e índia.
  • A OMS vem priorizando a descoberta de biomarcadores em amostras biológicas diferente do escarro usados em testes point of care, no qual poderia ser utilizado no ponto de atendimento clínico para diagnosticar rapidamente todas as formas clínicas de tuberculose (incluindo a extrapulmonar) em indivíduos de todas as idades. A partir disso, a presente proposta visa obter validar testes diagnósticos inovadores tipo point of care, recomendados pela OMS, que seja rápido, de custo baixo e eficiente para diagnosticar a doença. Trata-se de uma doença negligenciada e apresentar-se como um sério problema mundial de Saúde Pública. Nos países em desenvolvimento é uma das principais causas de morbimortalidade. O controle da doença está focado no diagnóstico precoce e início rápido do tratamento específico. Porém, os métodos convencionais (baciloscopia e cultura) apresentam lacunas no diagnóstico, como baixa sensibilidade e demora na obtenção dos resultados, sobretudo em grupos vulneráveis. O GeneXpert é uma tecnologia de alto custo e não atende a proposta de teste ser point-of-care. A possibilidade de se ter acesso a técnicas inovadoras que podem trazer vários benefícios como possibilidades diagnósticas rápidas, com bom desempenho e point-of-care disponíveis nos serviços de saúde, sobretudo para população de baixas condições socioeconômicas, certamente, levará a um maior controle da doença, contribuindo assim, no planejamento de ações específicas, conjuntas, intersetoriais e articuladas, impactando na melhoria da eficácia do programa de controle da TB no Brasil. Além do que, esta pesquisa favorecerá a articulação entre pesquisadores nacionais e internacionais, profissionais de saúde e sociedade civil, possibilitando um aumento da sensibilização, captação, diagnóstico, e tratamento precoces.
  • Fundação Oswaldo Cruz - PE - Brasil
  • 15/06/2020-30/06/2023
Foto de perfil

Haide Maria Hupffer

Ciências Sociais Aplicadas

Direito
  • inteligência artificial para um futuro sustentável: desafios jurídicos e éticos
  • A Inteligência Artificial (AI) desponta como uma tecnologia que tem contribuído para a sustentabilidade socioambiental e econômica, destacando-se sistemas de IA para o desenvolvimento de energia limpa, gestão de impactos ambientais, cidades inteligentes, descontaminações, cadeias de fornecimento sustentável, monitoramento ambiental, agricultura de precisão e redução de emissões de gases de efeito estufa. Contudo, existe uma série de riscos que podem acarretar problemas quanto a previsibilidade, confiabilidade e robustez técnica e segurança de sistemas de IA projetados. Estes incluem: maior adaptabilidade quando as condições ambientais alteram ou mudam o seu funcionamento em resposta a desastres, superexploração dos recursos naturais, aumento da interação de múltiplos sistemas no mesmo espaço geográfico. A questão fundante da pesquisa está em responder o seguinte questionamento: Quais direcionamentos sistêmicos podem ser realizados pelo Direito neste novo terreno interessado nos avanços da IA para questões socioambientais e econômicas e ao mesmo tempo ser sensível aos riscos que podem gerar impactos ambientais e ao ser humano?A partir da matriz sistêmico-construtivista, a hipótese que se desenha parte da governança da IA entre os sistemas do Direito, Político, Econômico, Socioambiental e da Ciência, estruturas transdisciplinares capazes de identificar qualquer ação que lesione o meio ambiente e de assegurar que a IA seja capaz de realizar a distinção entre objetivos de sustentabilidade ambiental e objetivos meramente econômicos, diferenciar se não haverá, por decorrência de falhas e enviesamentos algorítmicos, danos ao ser humano e ao meio ambiente, assim como formas de mitigar riscos e danos ambientais. Objetiva-se indicar um conjunto de diretrizes e orientações jurídicas e éticas voltadas à sustentabilidade e responsabilidade ecológica como subsídios à resolução de conflitos e responsabilização do agente econômico em caso de falhas do sistema ou lesão aos direitos.
  • Universidade Feevale - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Halyson Irene Baltazar

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • sobre rigidez e deformações de métricas riemannianas e teoria do potencial em variedades riemannianas
  • Foi conjecturado em 1980 que métricas críticas do funcional curvatura escalar total, restrito ao espaço das métricas com curvatura escalar constante e volume unitário devem ser Einstein. Assim, nosso interesse principal será investigar sobre que condições esta conjectura é verdadeira. Destacamos os seguintes direcionamentos: A conjectura é verdadeira se a curvatura de Ricci for não-negativa? É possível provar a conjectura CPE sob a condição de curvatura de Weyl fracamente harmônica? Tal resultado estenderia, por exemplo, o caso W=0 obtido por Lafontaine, assim como o resultado mais recente sobre divW=0 provado por Baltazar, e outros. Outra temática surge quando Miao e Tam 2009 estudaram propriedades variacionais do funcional volume restrito ao espaço das métricas de curvatura escalar constante sobre uma variedade Riemanniana com métrica prescrita no bordo. Eles provaram que, dentre os domínios compactos em espaços forma simp. conexos, bolas geodésicas são as únicas métricas críticas. Os dois problemas relativos ao tema ficam então estabelecidos como: Dada uma métrica de Miao-Tam em um domínio compacto de Rn, Hn ou Sn, é possível mostrar que tais conjuntos são de fato as bolas geodésicas munidas com as métricas canônicas? As únicas métricas de Miao-Tam simplesmente conexas com bordo isométrico à esfera canônica são as bolas geodésicas em espaços forma? Em outra linha, estudaremos critérios para a hiperbolicidade e a biparabolicidade de uma variedade através de estimativas integrais. De um lado investigaremos o problema de Doyle proposto por A. Grigoryan sobre hiperbolicidade. Já para biparabolicidade vale ressaltar que estimativas integrais envolvendo o crescimento de volume, bem como sua relação com existência de funções potenciais e teoria de capacidade ainda não foram estabelecidas. Por fim, com o desenvolvimento de novas técnicas da teoria do potencial para mínimas, estudaremos novas condições para validade para conjectura de Liouville proposta por W. Meeks.
  • Universidade Federal do Piauí - PI - Brasil
  • 10/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Harald Rene Klammler

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • análise dos mecanismos de recarga dos aquíferos urucuia e são sebastião através do uso de isótopos ambientais: contribuições para a gestão integrada de águas
  • O gerenciamento de recursos hídricos vem sendo praxe, desde longo tempo, em diversos países. O estudo e acompanhamento sistemático da explotação e contaminação dos aquíferos vem permitindo a adoção de medidas efetivas de gestão, visando à utilização racional desses recursos. Nesse contexto se inserem os dois aquíferos principais da Bahia, o Urucuia e São Sebastião, que vêm sofrendo intensa utilização das suas águas para atividades agrícolas e industriais, sendo necessária a definição de parâmetros específicos para a sua utilização racional e conservação. A recarga e tempo de residência de aquíferos são parâmetros fundamentais dentro do ciclo hidrológico. O seu conhecimento permite um melhor gerenciamento dos recursos hídricos e do uso do solo, também permitindo minimizar impactos adversos de transporte de contaminantes. Contudo, grandes incertezas permanecem em relação a diversos processos do ciclo hidrológico incluindo (1) a formação de infiltração profunda através da zona de solo, e (2) o armazenamento e transporte vertical da umidade infiltrada através da zona não-saturada de até 100 m e mais de espessura na região Urucuia, por exemplo. Enquanto (1) determina a quantidade efetiva de recarga, o conjunto de (1) e (2) determina a dinâmica dessa recarga no momento de atingir o lençol freático. Buscamos determinar a relevância destes processos no balanço hídrico dos dois aquíferos de estudo em termos de (1) armazenamento de volumes de água correspondentes a vários anos de recarga, (2) atraso de recarga até a zona saturada de vários anos, e (3) amortecimento de picos sazonais. Propomos a avaliação dos mecanismos de recarga através de amostragem e análise de isótopos ambientais de 2H e 18O com sensibilidade a evaporação na zona de solo, e de 3H, 13C e 14C para datação e estimativas de tempo de trânsito da recarga até a zona saturada. Elas serão feitas, levando em consideração a sazonalidade, em poços profundos, em águas superficiais e de precipitação.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Haroldo Cavalcanti Pinto

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • tratamentos a plasma da liga de mg zk60 utilizando descargas dc e hipims para geração de superfícies bactericidas para fins ortopédicos e odontológicos
  • As ligas de Mg têm se mostrado como alternativas aos implantes já em uso. O interesse se dá pelas características biodegradáveis e atóxicas do Mg. O uso de implantes causa infecções por bactérias e de difícil combate, como no caso de portadores de Diabetes Mellitus ou Câncer. Uma via para evitar complicações é a adição de agentes bactericidas ao biomaterial. A modificação de superfícies para incorporação de tais agentes tem sido proposta por sua versatilidade e baixo custo. A tecnologia HiPIMS é uma variante da pulverização catódica, em que pulsos de potência curtos (µs) e elevados são gerados a fim de evaporar grande quantidade de material ionizado do alvo e promover a implantação de íons na superfície. Este projeto propõe aliar as linhas de pesquisa do coordenador para desenvolver tratamentos a plasma usando descargas DC e HiPIMS para implantação controlada de Ag e Cu na superfície da liga ZK60 para fins ortopédicos e maxilo faciais. Potência média, frequência e tempo de pulso, bias e material do alvo serão otimizados. Após a implantação, as ligas serão caracterizadas quanto à sua microestrutura, morfologia de superfície, composição química, fases, tensões residuais e integridade mecânica. O caráter antimicrobiano conferido pela implantação iônica será avaliado através de ensaios de disco de difusão e proliferação de biofilme para bactérias. Os efeitos da adição de Ag e Cu na biocompatibilidade da liga serão mensurados através de ensaios usando células ósseas humanas in vitro. A degradação das ligas em Simulated Body Fluid será estudada através de ensaios de corrosão e integridade mecânica. O proponente tem experiência no tratamento iônico de superfícies usando as tecnologias DC e HIPIMS, bem como no processamento metalúrgico e na corrosão da liga ZK60. Este projeto é interdisciplinar e pressupõe competências em engenharia de superfícies, avaliação biológica de superfícies e biomateriais, justificando a diversificada equipe de pesquisa envolvida neste trabalho.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 02/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Haroldo Fraga de Campos Velho

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • assimilação de dados por redes neurais
  • A descrição da maioria dos fenômenos físicos por meio de equações diferenciais envolve erros de modelagem. Para sistemas operacionais de previsão, uma estratégia para mitigar erros de modelagem é adicionar alguma informação real do sistema físico ao modelo matemático. Esta informação adicional consiste de observações (valores medidos) do fenômeno que se deseja modelar. No entanto, os dados observados devem ser inseridos com cuidado para evitar uma degradação no desempenho da previsão. Técnicas de assimilação de dados são ferramentas que combinam de modo eficaz observações com dados de modelos físico-matemáticos para a determinação do dado de análise (condição inicial que é usada para executar o modelo de previsão. Esse processo é fundamental na prática operacional da previsão numérica do tempo, circulação oceânica, previsão ambiental e dinâmica da ionosfera. O presente projeto tem por meta utilizar redes neurais artificiais como uma técnica de assimilação de dados aplicada a modelos de dinâmica de fluidos geofísicos. As redes neurais devem garantir a qualidade da análise e apresentar grande ganho no desempenho computacional.
  • Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - SP - Brasil
  • 22/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Haroldo Reis Alves de Macedo

Ciências Humanas

História
  • iv feira científica para estudantes de ensino médio do piauí – iii fece²mpi
  • O Piauí possuí IDH 0,646, com grande maioria dos municípios com valores médios próximos de 0,560, contrastam, por exemplo, com São Paulo que é de 0,783, maior IDH estadual do país. Nesse contexto de profundas desigualdades, as proposições de ações que envolvam ciência e tecnologia podem vir a ser ferramentas de buscas de minimização das consequências dessas diferenciações sociais. Com efeito, a presente proposta inter/transdiciplinar visa estimular a produção e divulgação científica no Piauí, sobretudo sobre o Tema da SNCT 2021 a ser escolhido, bem como a divulgação dos produtos oriundos dos trabalhos apresentados durante as atividades propostas. O projeto visa atender à população por meio de feiras científicas em sedes das regiões: Parnaíba no território Planície Litorânea (11 municípios), Pedro II no território Cocais (22 municípios), Teresina no território Entre Rios (31 municípios), Campo Maior no território Carnaubais (16 municípios), Valença do Piauí no território Vale Do Sambito (15 municípios), Picos no território Vale Do Rio Guaribas (23 municípios), Paulistana no território Chapada Vale Do Rio Itaim (16 municípios), Oeiras no território Vale Do Canindé (17 municípios), São Raimundo Nonato no território Serra Da Capivara (18 municípios), Floriano no território Vale Dos Rios Piauí e Itaueiras (19 municípios), Uruçuí no território Tabuleiros Do Alto Parnaíba (12 municípios) e as cidades Bom Jesus/Corrente no território Chapada Das Mangabeiras (24 municípios). A proposta de feira de ciências aqui apresentada pretende atender alunos de escolas públicas da Educação Básica de todos os municípios do Piauí, para o atendimento dessas municipalidades, buscar-se-á o apoio das Secretarias Estadual de Educação e dos municípios, através da Associação Piauiense De Municípios – APPM e A União dos Dirigentes Municipais de Educação do Piauí (Undime-PI), para que os alunos com trabalhos de feira de ciências apresentem em eventos nas sedes de execução desta proposta, envolvendo, também, a população em geral nas etapas regionais e estadual em todo Piauí em sua quarta edição. Trata-se de uma proposta que visa estimular a produção científica de jovens do ensino médio, bem como a divulgação dos produtos oriundos destas pesquisas. Para tanto os alunos envolvidos deverão desenvolver projetos nas diferentes áreas do conhecimento, sob a orientação obrigatória de um professor-orientador. A realização da IV FECE²MPI, de caráter estadual, iniciará suas atividades após assinatura do Termo de Concessão e se estenderá por vinte quatro (24) meses, temporalidade em que se executará as atividades da proposta em parceria com a proposta estadual da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia de âmbito estadual, Coordenada pelo grupo de trabalho formado por membros de instituições do Piauí, UESPI, UFPI, IFPI, EMBRAPA e FAPEPI.
  • Instituto Federal do Piauí - PI - Brasil
  • 28/12/2020-31/12/2022
Foto de perfil

Hayda Josiane Alves

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • recomendações técnicas, saberes e práticas populares no enfrentamento da covid-19 em zona rural
  • A elevada transmissibilidade do vírus SARC-CoV-2 (coronavírus) causador da COVID-19, aliada à gravidade clínica demandam a adesão de comunidades às medidas preventivas definidas a partir de recomendações técnicas e decisões governamentais voltadas a frear a contaminação pelo vírus Existe um relativo consenso de que a COVID-19 irá afetar desproporcionalmente às populações mais pobres seja pelas dificuldades em manter o distanciamento social, seja pelas condições de emprego e renda ou ainda pelas dificuldades em aderir às medidas de higiene. Por este motivo, um diálogo social com estes grupos para problematizar tais recomendações e construir caminhos viáveis à sua operacionalização são desafiadores e necessários, especialmente quando se trata de comunidades rurais. A população do campo apresenta elevados índices de pobreza e iniquidades em saúde, tornando-se bastante vulnerável em períodos de crise social e sanitária como a provocada pela pandemia da COVID 19, podendo repercutir no curto prazo nas taxas de mortalidade e expectativa de vida. O monitoramento e controle da pandemia da COVID-19 e de outras síndromes gripais, exige estratégias intersetoriais e sistêmicas coordenadas pela atenção primária da saúde (APS), capazes de frear a transmissão comunitária do vírus, além do planejamento de ações pós-pandemia (vigilância ativa, prevenção e manejo de infecções respiratórias sazonais). Em diálogo com organizações populares, associações, movimentos sociais e entidades da sociedade civil, estas medidas podem potencializar a adesão às estratégias de enfrentamento individual e coletivo no transcurso da pandemia. Frente a tais desafios este projeto tem por objetivo geral: investigar/desenvolver estratégias criativas e inovadoras para prevenção e controle da COVID-19 junto a comunidades rurais. E específicos: desenvolver estratégias de educação popular em saúde para prevenção individual, comunitária e apoio à vigilância ativa; potencializar a tomada de consciência e ampliação de conhecimentos sobre direitos a partir da educação popular; identificar e fortalecer redes de apoio social potentes na conscientização sobre as medidas de mitigação dos efeitos da pandemia (que inclui estratégias de proteção à saúde, subsistência da comunidade e acesso a direitos sociais); potencializar a voz da comunidade na proposição e direcionamento da ação pública por meio da oferta de serviços sócio-assistenciais; engajar membros da comunidade e trabalhadores de saúde (que podem incluir agentes comunitários de saúde, educadores populares, agentes sociais diversos) atuantes no fortalecimento da participação e transformação social da comunidade para estratégias de enfrentamento da pandemia e planejamento de ações pós-pandemia; potencializar estratégias em que as crianças, adolescentes e os jovens participem de ações preventivas pós-pandemia; induzir estratégias complementares ao enfrentamento biomédico da COVID-19, oriundas dos saberes populares da comunidade capazes de favorecer medidas de prevenção, controle e manejo da COVID-19 (cultivo e uso de alimentos que melhorem a imunidade, modos seguros de organização do trabalho coletivo de plantio, etc.); subsidiar processos de educação permanente na APS a cerca de doenças respiratórias sazonais que considerem a atenção a saúde da população do campo. Para tanto, será desenvolvido um pesquisa-ação participativa em saúde com aplicação de métodos mistos guiados pelo modelo da pesquisa participativa baseada na comunidade. Serão envolvidas 6 comunidades de territórios de reforma agrária, quilombola e agricultores familiares das regiões norte fluminense e baixada litorânea do estado do Rio de Janeiro. Por meio de métodos mistos que envolvem grupo focal, rodas de conversa, práticas de educação popular em saúde e elaboração de fazines pretende-se engajar e potencializar a voz da comunidade (com seus saberes tradicionais e práticas populares aliadas às ações de cunho biomédico) em estratégias preventivas de enfrentamento da pandemia e planejamento de ações pós-pandemia. O projeto envolverá diferentes segmentos etários, sendo que a juventude será especialmente estimulada a participar no desenho de ações preventivas pós-pandemia e disseminação de resultados na comunidade. Este projeto prevê ainda utilização os achados da pesquisa em oficinas de educação permanente com trabalhadores da atenção primária em saúde a fim de potencializar ações de prevenção, promoção e manejo de doenças respiratórias sanzonais em comunidades rurais. Para disseminação dos resultados será produzido um vídeo com a sistematização do processo de pesquisa além de produtos acadêmicos. Trata-se de uma proposta multidisciplinar e multicêntrica, filiada a projetos de metodologia similiar integrados a uma rede internacional de pesquisa-ação denominada International Collaboration for Participatory Health Research.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 16/07/2020-15/09/2022
Foto de perfil

Hebert Coelho da Silva

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • problemas de partições em grafos: algoritmos, complexidade e caracterizações.
  • O problema da partição em Grafos consiste em encontrar subconjuntos de vértices que satisfazem certas restrições e modela diversos problemas práticos tais como: redes de sensores, alocação de recursos, etc. Além das aplicações práticas, esse tema é bastante investigado do ponto de vista teórico. Se um subconjunto de vértices é tal que qualquer outro vértice no grafo tem um vizinho no conjunto, temos o problema de dominação. Se o conjunto é dominante e cada vértice que não está no conjunto tiver uma vizinhança distinta neste conjunto, temos o problema da dominação localizadora. No problema da coloração, temos uma partição dos vértices do grafo de forma que vértices de uma mesma parte não podem ter a mesma cor. Na coloração orientada, consideramos grafos orientados e, além dessa restrição, todos os arcos que conectam quaisquer dois subconjuntos de cores devem ter a mesma direção. Por fim, na coloração total o objetivo é particionar ambos, os conjuntos de vértices e arestas, de modo que elementos de um mesmo conjunto não tenham a mesma cor. Para grafos gerais, esses problemas são NP-completos. Porém, existem caracterizações, limites e algoritmos de tempo polinomial para algumas classes de grafos. Embora estes problemas tenham sido bastante estudados, ainda há muitas classes de grafos e algumas variações destes problemas a serem consideradas. Especificamente pretendemos investigar, do ponto de vista de caracterizações e complexidade, variações destes problemas, como coloração orientada, coloração total, conjuntos localizadores e conjuntos independentes em classes de grafos ainda não estabelecidas na literatura. Além disso, pretendemos analisar os problemas citados sob o ponto de vista da complexidade parametrizada. Para atingir nossos objetivos, os resultados existentes e suas técnicas serão investigados, novas proposições serão levantadas e demonstradas e os resultados serão possivelmente publicados em revistas e conferências da área.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 23/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Heidge Fukumasu

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • desenvolvimento pré-clínico de vacina vetorizada para sars-cov2 baseada em genética reversa com o vírus da doença de newcastle (ndv) para uso em humanos e gatos
  • A pandemia causada pelo SAR-CoV-2, um novo coronavírus, tem causado inúmeras infecções e mortes na população humana em 185 países em menos de 4 meses. Infecções em gatos têm sido relatadas, sendo também capazes de transmitir o vírus para outros gatos suscetíveis. Desta forma, vacinas para uso tanto em humanos como em gatos são importantes formas para controlar a circulação viral. As vacinas vetorizadas virais são eficazes na indução de uma resposta imune robusta contra as proteínas expressas pelo vetor da vacina. O NDV é considerado um vetor promissor para o controle de doenças por se replicar com eficácia em mais de 250 espécies de aves e em mamíferos, incluindo primatas. O uso de estirpes lentogênicas de NDV como vacinas vetorizadas em humanos e gatos oferece várias vantagens como: (1) potencialmente seguro em mamíferos devido à restrição de infecção limitada ao trato respiratório, que é o local de replicação do SARS-CoV-2; (2) a população humana ou felina não possui anticorpos preexistentes ao NDV, que poderia limitar sua replicação; (3) é antigenicamente distinto dos patógenos comuns de mamíferos; (4) é possível inserir 2 antígenos em modelo existente em nosso laboratório em parceria com o USDA; (5) replica bem em culturas de células usadas para produção de vacinas em biorreatores e também em ovos embrionados e; foi demonstrado o potencial do NDV expressando a proteína S de SARS-CoV para o desenvolvimento de vacina para humanos. Assim, a presente proposta permitirá que o Brasil consiga produzir localmente a vacina contra o agente causador da pandemia de COVID-19 e possa ser autossuficiente no controle deste vírus. O objetivo deste projeto é desenvolver vacina vetorizada a partir do vírus da doença de Newcastle (NDV) expressando antígenos de SARS-CoV-2 para uso em humanos e gatos. Objetivos específicos: (1) selecionar e ranquear potenciais antígenos imunogênicos da proteína S e suas subunidades S1, S2, RBD, NTD e FP; (2)Construir por genética reversa NDV expressando 2 antígenos mais bem ranqueados na análise anterior; (3) Avaliar o potencial imunogênico, sítios de replicação e a segurança da vacina NDV-SARS-CoV-2 em hamsters e gatos e; (4) Proposta de formulação de vacina vetorizada para NDV-SARS-CoV-2 para testes clínicos em gatos. Todos os experimentos serão realizados em laboratórios com NB-3, NB-2 e NB-1 cadastrados na CTNBio e aprovados pela CIBio e experimentos com células, ovos embrionados e animais serão avaliados pela Comissão de Ética no Uso de Animais. A seleção dos potenciais antígenos para vacina contra SARS-CoV-2 foi realizada baseando-se no levantamento da literatura de forma sistematizada utilizando-se como objetivo determinar potenciais antígenos a partir da proteína S de SARS-CoV-2, considerada a de maior potencial imunogênico. A construção de partículas virais NDV-SARS-CoV-2 expressando epítopos de SARS-CoV-2 será baseada na estirpe viral NDV LaSota e geradas por genética reversa para expressar até 2 genes exógenos em células Hep-2 com a adição de outros 3 plasmídeos contendo os genes NP, P e L. Os vírus serão purificados e propagados em ovos embrionados de galinha SPF por 10 passagens. A fidelidade e estabilidade do vírus NDV-SARS-CoV-2 será avaliada por sequenciamento completo do genoma viral na 5ª e 10ª passagem a partir dos vírus purificados de ovos. A expressão das proteínas de SARS-CoV-2 serão avaliadas por western blot com anticorpos comerciais contra a proteína S. A replicação viral e patogenicidade será avaliada comparativamente com vírus parental LaSota pelos testes de avaliação de tempo para morte de ovos embrionados, índice de patogenicidade intracerebral, ensaio de hemaglutinação (HA), dose infectante 50% em ovos (EID50) e TCID50 em células VERO in vitro com a adição de 10% de líquido alantóide. A titulação viral será obtida em cultivo de células e ovos embrionados de acordo com o método Reed-Muench. Os estudos para determinação de eficácia e segurança do NDV-SARS-CoV-2 seguirão as recomendações da OMS para realização de testes pré-clínicos para avaliação de vacinas. Os experimentos serão realizados em hamsters sírios dourados e gatos geneticamente distintos, saudáveis, mantidos em condições convencionais de biotério. Estas espécies foram escolhidas por terem sido demonstradas como susceptíveis e produzirem anticorpos contra SARS-CoV-2. Serão realizados estudos para determinar a dose por instilação nasal do NDV-SARS-CoV-2 que gera a maior resposta de produção de anticorpos em hamsters e gatos e avaliar a segurança da aplicação destes vírus. Para isto, grupos com 10 animais de cada espécie serão administrados com doses de 6, 7 e 8 log EID50/ml de NDV-SARS-CoV-2 e do vetor viral sem genes inseridos. Os animais serão avaliados por 3 semanas quanto a sinais clínicos, consumo e ganho de peso. Dois animais de cada grupo serão eutanasiados em 2, 4 e 7 dias após a inoculação (DPI) com o vetor viral para coleta de tecidos. Tecidos de turbinados nasais, traqueia, pulmão, intestino, baço e rim serão coletados para realização de histopatologia, imuno-histoquímica e detecção viral para determinação dos sítios de replicação do vetor viral e expressão das proteínas de SARS-CoV-2 nestes hospedeiros. Após 7 dias, sangue será coletado de todos animais para avaliação de produção de anticorpos contra SARS-CoV-2 e NDV, hemograma completo e bioquímica sérica. Uma segunda administração da vacina será realizada após a coleta de sangue. Após 6, 12, 24 e 48 semanas (dependendo da espécie) serão coletadas amostras de sangue dos animais para avaliação dos níveis de anticorpos neutralizantes utilizando-se o teste PRNT em células Vero in vitro. Os títulos serão expressos em unidades internacionais por mililitro de soro (UI / ml) com um padrão da OMS como referência e os anticorpos de inibição da hemaglutinação (HI) ao NDV serão testados. Durante todos os experimentos os animais serão avaliados periodicamente quanto a sinais clínicos, hemograma e bioquímica sérica completa.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 16/07/2020-15/09/2022