Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Alair Ferreira de Freitas

Ciências Humanas

Sociologia
  • caderneta agroecológica: construindo a autonomia econômica das agricultoras agroecológicas em viçosa/mg
  • O objetivo desse projeto é implementar a Caderneta Agroecológica a mulheres agricultoras rurais e urbanas, promovendo seu empoderamento e autonomia econômica por meio do monitoramento, qualificação e diversificação da produção agroecológica e pela organização econômica no município de Viçosa/MG. A Caderneta Agroecológica é uma tecnologia social criada para auxiliar na administração da produção das agricultoras e organização de suas práticas econômicas, desvelando a densidade de sua vida econômica. Para alcançar esse objetivo, a equipe multidisciplinar do projeto é integrada por professores doutores da UFV e colaboradores de instituições parceiras, ligadas ao tema e ao território priorizado e com larga experiência em criação, replicação e avaliação de tecnologias sociais, especialmente relacionadas a agricultura familiar. O projeto integra o objetivo de “alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas” dentro da Agenda 2030 da ONU e espera resultar na melhoria da renda proveniente das mulheres, na segurança e soberania alimentar e nutricional para a família e protagonismo das mulheres em seus agroecossistemas.
  • Universidade Federal de Viçosa - MG - Brasil
  • 01/12/2018-30/11/2021
Foto de perfil

Alair Ferreira de Freitas

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • impactos e desafios das cooperativas no abastecimento do mercado institucional de alimentos nos grandes centros urbanos em minas gerais
  • O objetivo geral deste projeto é identificar e analisar os impactos e desafios das cooperativas no abastecimento do mercado institucional de alimentos (PAA e PNAE) nos principais centros urbanos de Minas Gerais. Este objetivo emerge da necessidade de se ampliar os conhecimentos sobre o papel que as cooperativas exercem nesse mercado e como elas impactam no abastecimento alimentar das cidades de maior demanda por alimentos nas diferentes regiões do estado, bem como as limitações encontradas para ampliar sua participação. Verificou-se que, apesar da grande relevância desse tema hoje, com segurança alimentar e nutricional e combate a pobreza e a fome sendo alçados à Objetivos do Desenvolvimento Sustentável pela ONU e o Brasil referência mundial na criação de mercados institucionais para fortalecer agricultura familiar, pouco se conhece a este respeito e ainda há muito que avançar na integração do cooperativismo com os mercados institucionais de alimentos nos centros urbanos. Para realizar essa pesquisa utiliza-se abordagem quali-quantitativa e caráter descritivo e propõe-se realizar um estudo multicasos em 5 cidades mineira de grande porte, a saber: Belo Horizonte, Uberlândia, Juiz de Fora, Montes Claros e Governador Valadares. Para tanto, será elaborado um roteiro de entrevistas semiestruturada, focando influências das cooperativas no mercado institucional de alimentos, sua importância nessa rede e os principais desafios e entraves enfrentados por elas nesse processo, e um Survey que vai possibilitar a captação da rede em que as cooperativas estão inseridas, revelando o papel, a centralidade e o poder dessas cooperativas nas redes de mercado de alimentos em Minas Gerais. Espera-se que os resultados possibilitem uma atualização do estado da arte no que se refere às politicas públicas de aquisição de alimentos e a participação das cooperativas no abastecimento alimentar em grandes centros brasileiros bem como a utilização da análise de redes sociais (ARS) para estudos dessa natureza. Também se espera que os resultados possam impactar em mudanças no modus operandi da gestão das políticas de compra institucional nos centros urbanos para adequar às demandas e limitações das cooperativas, bem como garantir a ampliação de produtos fornecidos pela agricultura familiar a estes centros. Além disso, que as organizações cooperativas possam se apropriar dos resultados para alterarem rotinas administrativas, modelos de governança e estratégias corporativas para fortalecerem suas posições na rede dessas políticas e romperem com certas limitações que restringem seu protagonismo. Em termos gerais, espera-se que esse projeto consiga dar visibilidade ao papel central que o cooperativismo assume, e precisa assumir mais, na promoção da segurança alimentar e nutricional em Minas Gerais e no Brasil.
  • Universidade Federal de Viçosa - MG - Brasil
  • 08/09/2018-30/09/2021