Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Adriana Cristina Ferreira Caldana

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • agenda 2030 e o setor elétrico brasileiro: análise dos impactos e oportunidades de negócios.
  • Baseadas em uma nova estratégia de desenvolvimento, que engloba dimensões políticas, econômicas, sociais, tecnológicas e ambientais, as organizações têm buscado modificar suas escolhas estratégicas, seus direcionamentos, bem como seus atuais padrões produtivos. O paradigma da sustentabilidade modifica a maneira pela qual as organizações devem agir. Para a Organização das Nações Unidas (ONU), a empresa que quer demonstrar seu comprometimento com o Desenvolvimento Sustentável e adotar uma gestão sustentável deve se juntar à iniciativa do Global Compact (GC), implementando em suas práticas os objetivos de desenvolvimento sustentável (ODS) propostos. Em setembro de 2015, uma nova agenda com objetivos para o desenvolvimento sustentável foi formalizada, denominada Agenda 2030. A Agenda 2030 consiste em uma declaração com 17 ODS e 169 metas, além de uma seção sobre meios de implementação, parcerias globais, e formas de acompanhamento e revisão. Para auxiliar as empresas a alinharem suas estratégias com os ODS, foi criado o guia SDG Compass. O guia é desenvolvido com foco em grandes empresas multinacionais e explica como os ODS afetam o negócio, oferecendo as ferramentas e o conhecimento para colocar a sustentabilidade no centro da estratégia empresarial. Diante deste contexto, é pertinente entender como as empresas têm conduzido suas práticas de sustentabilidade, com vistas a atingir os objetivos de desenvolvimento sustentável (ODS). Assim, esta pesquisa contará com abordagem qualitativa em profundidade, buscando compreender as empresas do setor elétrico brasileiro tem incorporado os objetivos de desenvolvimento sustentável (ODS) em suas políticas e práticas de sustentabilidade. O setor elétrico foi escolhido por ser um setor relevante para o país e para o Desenvolvimento Sustentável. A pesquisa em questão contará com múltiplas fontes de evidências e terá como ferramentas de coleta de dados entrevistas, dados setoriais, análises de documentos e instrumentos de gestão das empresas em estudo. Será elaborada uma matriz de materialidade que mostre quais ODS são mais relevantes para o setor estudado e em quais ODS o setor apresenta impactos positivos e impactos negativos. Será possível, assim, propor um framework de aplicação dos ODS no setor, baseado na metodologia do SDG Compass, de modo a gerar um protocolo de pesquisa a ser replicado nas demais empresas do setor selecionado para o estudo.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022