Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Andre Luiz Barbosa Bafica

Ciências Biológicas

Imunologia
  • desenvolvimento de um protótipo vacinal contra o câncer de mama triplo-negativo
  • Nos últimos 20 anos, terapias baseadas em alvos do sistema imune têm revolucionado o tratamento de câncer. O uso racional de anticorpos monoclonais e imunoterapias são algumas das ferramentas fundamentais em nosso arsenal médico contra certos tipos de câncer. Através do Cellrouter, ferramenta computacional desenvolvida por nosso grupo, identificamos 1326 genes altamente expressos em células do câncer de mama triplo negativo (TNBC), uma condição grave que atinge 22 mil mulheres/ano no Brasil. Esta proposta tem como objetivo desenvolver um protótipo vacinal à base de ácido ribonucléico mensageiro (mRNA) para câncer de mama triplo-negativo. Tendo como base os genes específicos do TNBC identificados por nosso time, empregaremos ferramentas de biologia computacional para predizer peptídeos antigênicos de MHC-II e MHC-I. Tais informações serão codificadas em mRNAs para expressão de poliepítopos e apresentação antigênica e ativação de células T CD4+ e T CD8+. Além disso, construções 5’-3’UTRs/mRNA com alto nível de tradução celular foram testadas in vitro e serão usadas em um modelo de câncer de mama já estabelecido pelo nosso time. Esta proposta agrega um time de especialistas, profissionais pós-graduandos e pós-doutores com o intuito de estabelecer uma tecnologia de ponta no país. O desenvolvimento deste projeto inovador contribuirá com protótipos vacinais à base de mRNA contra o câncer de mama triplo-negativo.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 27/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

André Luiz Bogado

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • produção de hidrogênio molecular a partir da decomposição do ácido fórmico catalisada por complexos organometálicos de rutênio
  • A procura por novas fontes de energia, em substituição ao uso de combustíveis fósseis, tem chamado a atenção da comunidade científica de diversas áreas do conhecimento. O uso de hidrogênio molecular (H2) em células combustível é considerado uma das mais importantes fontes de energia, além de ser livre de emissões poluentes. Contudo, os métodos atuais de estocagem e transporte de H2 gasoso ou líquido são inadequados, com custos elevados e riscos à segurança. Logo, métodos alternativos para entrega de H2 puro são urgentes, o que valida relatórios recentes sobre a ativação de compostos orgânicos ricos em hidrogênio, como borohidretos, hidrazina e ácido fórmico (AF). O AF é considerado um dos mais promissores materiais para o armazenamento e produção de H2, contém 4,4 % de hidrogênio, é comercialmente disponível, relativamente barato e um líquido de baixa toxicidade em condições ambientes, o que permite o manuseio e transporte seguros. A decomposição do AF pode acontecer via dois mecanismos de reações distintas na presença de um catalisador adequado: i) através da decarboxilação para produzir H2 e CO2 (DetaG = -38.3 kJ mol -1), considerado termodinamicamente mais favorável, e ii) por meio da decarbonilação para produzir CO e H2O (DeltaG = -9.66 kJ mol -1), sendo este menos favorável termodinamicamente. A decarbonilação do AF é indesejável uma vez que pequenas quantidades de CO podem destruir a célula combustível e desativar o catalisador. Somente em 2008, foi apresentada a primeira reação catalisada para decomposição do AF sem a presença de CO, utilizando um catalisador de rutênio. Neste projeto pretende-se sintetizar e caracterizar complexos organometálicos de rutênio com fórmula geral [RuCl(n6-areno)(E-E)]+{E-E = N-N ou P-P} bem como agregá-los à superfície de nanopartículas de ouro (AuNPsn-), para formar novas espécies denomindas [Ru]+/AuNPsn-, a serem empregadas como (pré)-catalisadores em reações de dehidrogenação do ácido fórmico para produção de H2 puro.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Andre Luiz Franco Sampaio

Ciências Biológicas

Farmacologia
  • avaliação “in vitro” e “in silico” da atividade antitumoral e propriedades farmacocinéticas de substâncias isoladas de aureliana fasciculata var. fasciculata
  • O câncer é uma doença de prevalência mundial, com alta taxa de mortalidade. Existem diversos tipos de câncer, com origem em diferentes tecidos, mas com características similares que definem a doença. Destacamos as leucemias, que se originam de células do processo hematopoiético, a partir de transtornos na proliferação e maturação destas células e o adenocarcinoma de mama, que tem origem em diferentes tipos celulares. Os produtos naturais são base para o desenvolvimento da maior parte dos fármacos antitumorais aprovados para uso. Os vitanolídeos são moléculas esteroidais, oriundos do metabolismo secundário de plantas, e são a principal classe de substâncias já identificada nas folhas de Aureliana fasciculata var. fasciculata (Aurelianolideo A & Aurelianolideo B). A classe dos vitanolídeos possuem alguns representantes com atividade antitumoral já identificada. Utilizaremos os vitanolídeos e outras substâncias isoladas das folhas de Aureliana fasciculata var. fasciculata, avaliando a atividade farmacológica em células leucêmicas humanas. Será avaliada a capacidade de inibição de crescimento nestas células, bem como uma possível ativação de caspases 3/7 e estímulo à apoptose, quando tratadas com as substâncias. Mais a fundo, utilizaremos técnicas para identificação de possíveis alvos moleculares, como o western blotting que, aliado à uma predição in silico destes alvos, pode desvendar os mecanismos de ação por trás da atividade farmacológica das substâncias. Será avaliada a permeabilidade dos vitanolideos no ensaio de permeabilidade in vitro em barreira pulmonar, hematoencefálica e gastro-intestinal in vitro, além do teste de toxicidade cardíaca (hERG). Este estudo trará uma maior compreensão da fitoquímica e farmacologia da espécie Aureliana fasciculata var. fasciculata, nos permitindo discutir as diferenças entre os vitanolídeos testados, propondo melhores candidatos para o desenvolvimento de fármacos, bem como vias que sofrem interferências destas substâncias.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 23/06/2022-30/06/2024
Foto de perfil

André Luiz Maranhão de Souza Leão

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • assemblages de relações parassociais de influenciadores digitais com fãs por meio das mídias sociais
  • Nos últimos anos, o contexto sociocultural vem mudando continuamente, o que se reflete nas práticas de consumo. A mídia tem sido fundamental nesse processo, uma vez que articula verdades tomadas pelos agentes de mercado. Seu papel foi alterado pela ressonância das mídias sociais, permitindo feedback instantâneo sobre o nível de interação e abrangência da propagação de conteúdos, para formar canais de relacionamento diretos e interativos, legitimando o papel dos influenciadores digitais neste contexto. Antes pessoas comuns, os influenciadores digitais tornaram-se microcelebridades e adquiriram um volume significativo de seguidores que se tornam fãs. Eles estabelecem um relacionamento por meio das mídias sociais que pode ser entendido como parassocial, caracterizado por uma situação em que o público vivencia os encontros mediados com uma celebridade como reais e os considera como pessoas próximas que se envolvem em uma relação recíproca. A mídia pode ser entendida como um ambiente por meio do qual as realidades são vivenciadas e significadas, se tornando um agente permeador das relações sociais. A maneira como diferentes elementos humanos e não humanos – como objetos, indivíduos e dispositivos – interagem entre si e funcionam juntos em um determinado arranjo é abordada pela Assemblage Theory. Nesse sentido, argumentamos que a relação parassocial estabelecida entre influenciadores digitais e fãs por meio das mídias sociais pode ser caracterizada como uma assemblage. Com base nesse desenvolvimento, o principal objetivo da pesquisa é compreender como os influenciadores digitais agenciam (i.e., assemblage) relações parassociais com os fãs por meio das redes sociais. Para abranger os atores envolvidos no processo, os dados serão compostos pelo conteúdo produzido, publicado e divulgado pelas influências digitais; visualizações, comentários e compartilhamentos de fãs; e como as mídias sociais permitem, induzem ou restringem as ações dos influenciadores digitais e dos fãs.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

André Luiz Mota

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • proposta institucional da universidade federal de são joão del-rei para a chamada pública formação de doutores em áreas estratégicas
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal de São João Del-Rei - MG - Brasil
  • 03/03/2020-02/03/2025
Foto de perfil

André Luiz Sena Guimarães

Ciências da Saúde

Odontologia
  • efeito abscopal da radioterapia em carcinoma de células escamosas de cabeça e pescoço: enfoque na expressão de genes associados com o metabolismo glicolítico e angiogênese.
  • O carcinoma de células escamosas de cabeça e pescoço (CCECP) representa um dos principais problemas de saúde pública com estimativa de 300 mil casos novos no mundo, em 2017. A etiopatogênese do CCECP está relacionada a fatores intrínsecos e extrínsecos ao indivíduo. Recentemente o metabolismo glicolítico tumoral voltou a ser explorado como um importante alvo terapêutico no tratamento do CCECP. Assim, faz-se necessário o desenvolvimento de estudos que busquem investigar novas estratégias terapêuticas. A radioterapia, combinada ou não com cirurgia e quimioterapia, vem sendo amplamente utilizada para o tratamento do CCECP. A interação entre célula neoplásica e células do estroma é de fundamental importância para o prognóstico do paciente. Foi observado que embora submetidos à irradiação local, alguns pacientes apresentam redução de outros tumores metastáticos que não foram irradiados. Estas observações sugerem que a radiação pode ter um efeito à distância, que é conhecido como efeito abscopal. Adicionalmente, evidencias sugerem que mediadores sistêmicos podem estar relacionados a perda de tolerância imunológica relacionada às células neoplásicas. Sendo assim a busca pelos efeitos sistêmicos da radioterapia pode revelar estratégias e alvos terapêuticos para o CCECP. Considerando todos estes fatos o presente projeto tem por objetivo avaliar os efeitos da radioterapia em níveis sistêmicos de moléculas associadas ao metabolismo glicolítico e angiogênese.
  • Universidade Estadual de Montes Claros - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023
Foto de perfil

André Machado de Siqueira

Ciências da Saúde

Medicina
  • elucidando a contribuição dos componentes das recidivas de malaria para atingir a cura radical - abracamal
  • Diante da proposta de avançar para o controle e eliminação da malária do território brasileiro e da necessidade de estratégias customizadas para diferentes cenários epidemiológicos é essencial o entendimento dos fatores que levam ao alto número de recorrências entre os indivíduos tratados por malária. Nosso estudo multicêntrico, propõe seguir pacientes com malária em seis estados com diferentes caracteristicas – Rio de Janeiro, São Paulo, Amapá, Roraima, Rondônia e em duas localidades no Pará, totalizando inclusao em sete diferentes unidades. Os 880 participantes serão acompanhados por 360 dias seguindo um protocolo de pesquisa clínica harmonizado e além do seguimento clínico, terão suas amostras avaliadas através de técnicas de biologia molecular, farmacogenética, questionário e contagem de medicamentos para adesão e observação de eventos adversos. Adicionalmente, análise da qualidade dos medicamentos empregados nos sete diferentes locais também serão realizadas. Coordenada pelo médico infectologista André Siqueira do Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas – INI – Fiocruz, a proposta do estudo é uma parceria de qualificados profissionais do: Instituto Rene Rachou – Fiocruz – MG; Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde – Fiocruz - RJ; Instituto Evandro Chagas – PA; Universidade Federal do Pará – PA; Centro de Pesquisas em Medicina Tropical – RO; Hospital das Clínicas Boa Vista – RR; Secretaria de Estado da Saúde do Amapá – AP e Instituto de Infectologia Emílio Ribas – SP. Com abordagem ampla, visando englobar diferentes aspectos relacionados aos componentes da recidivas pretendemos ser capazes de esclarecer os diferentes fatores envolvidos no sucesso terapêutico e prover informações robustas e bem definidas para a definição e desenho de estratégias pelo programa de controle de malária do Brasil.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 01/05/2020-30/04/2023
Foto de perfil

André Machado Rodrigues

Ciências Humanas

Educação
  • desenvolvimento de conhecimentos docentes a partir do fortalecimento de uma comunidade de práticas no contexto de mudança curricular
  • A reforma curricular em curso no país (BNCC) demandará que os conhecimentos dos professores estejam articulados com as novas práticas. Nesse contexto, a criação e fortalecimento de uma comunidade de práticas pode atuar como apoio importante a esses docentes. O Programa de Especialização Docente (PED), proposta que surge na Stanford Graduate School of Education, a ser implementado como parceria entre Universidades brasileiras e a Educação Básica da rede pública de ensino pretende atuar junto aos professores das áreas de Ciências da Natureza e Matemática, em seus contextos de sala de aula e promover a expansão do repertório das práticas e a articulação entre teoria e prática. O projeto tem como foco investigar como se dará o desenvolvimento dos conhecimentos docentes e sua articulação com a prática. Há consenso na literatura da área sobre os conhecimentos necessários para atuação docente: pedagógico, curricular, dos estudantes, do conteúdo, da avaliação e conhecimento pedagógico do conteúdo. A articulação desses conhecimentos em sala de aula não é tarefa simples, mas pode ser facilitada com o trabalho numa comunidade de prática fomentada pelo PED. Nosso objetivo de pesquisa é investigar como a participação dos professores de Ciências e Matemática no PED colabora para desenvolver conhecimentos docentes e amplia a coerência das suas propostas didáticas. A pesquisa se caracteriza como de natureza qualitativa, com delineamento do tipo estudo de caso. A coleta de dados ocorrerá no contexto de desenvolvimento dos módulos do curso para professores da Educação Básica na rede pública de ensino. Os dados serão coletados a partir de questionários, entrevistas, planos de aulas elaborados, registros audiovisuais das aulas ofertadas, relatórios de reflexão promovidos junto aos mentores e replanejamento das aulas. Será feita uma análise temática qualitativa cujas categorias serão baseadas em modelos teóricos da literatura, sendo um deles o Modelo Consensual Refinado.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Andre Paulo Tschiptschin

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • inovação em materiais à base de carbono para aplicações tribológicas na indústria metal-mecânica e biomédica
  • Revestimentos à base de carbono podem conferir baixos coeficientes de atrito e elevada resistência ao desgaste a componentes mecânicos em contato. A deposição de revestimentos à base de C e modificações superficias por processos a plasma (PVD, PECVD, PAPVD e PTA) permite obter filmes DLC, nanocompósitos com partículas de grafeno, superfícies contendo partículas de grafita turbostrática e nanopartículas de Ag:Cu:C, que podem conferir ultrabaixos coeficientes (< 0,1), típicos da superlubricidade. Os materiais que se pretende sintetizar têm em comum o carbono na sua forma alotrópica hibridizada sp2, com elevada lubricidade. São DLCs dopados com W, nanocompósitos contendo grafeno e grafita e nanopartículas de Ag:Cu:C. As modificações superficiais almejadas poderão ser aplicadas aos componentes mecânicos de sistemas de propulsão e transmissão de energia, visando aumentar a eficiência energética, diminuir o consumo de combustíveis e a emissão de gases poluentes. Nanopartículas de Ag:Cu:C com ação bactericida poderão ser utilizadas na modificação superficial de dispositivos biomédicos e instrumental cirúrgico, contribuindo também para o aumento da segurança hospitalar e melhoria do sistema de saúde. Os filmes e revestimentos nanocompósitos serão caracterizados estrutural e quimicamente por técnicas de microscopia eletrônica e de força atômica, espectrometria Raman, difração de raios-X e análise térmica diferencial. A caracterização de propriedades nanomecânicas será feita por técnicas de nanoindentação e as propriedades tribológicas (coeficientes de atrito, taxas de desgaste e adesão de filmes aos substratos) serão determinadas em ensaios pino contra disco e esclerometria linear instrumentada. A observação das superfícies e subsuperfícies desgastadas por interferometria ótica, microscopia eletrônica de duplo feixe e microscopia confocal a laser permitirão caracterizar os micromecanismos de desgaste atuantes no contato entre amostras e contracorpo.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 30/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

André Ricardo Salata

Ciências Humanas

Sociologia
  • expansão educacional, desigualdades e estratificação social: do desenvolvimento infantil ao mercado de trabalho
  • A proposta trata da relação entre educação, desigualdades e estratificação social, a partir de três eixos analíticos: (i) Desenvolvimento infantil nos primeiros anos da escolarização obrigatória; (ii) Políticas de expansão educacional e desigualdade de oportunidades; (iii) Expansão educacional e resultados no mercado de trabalho. Temos como objetivo geral analisar a relação entre expansão do sistema educacional e democratização das chances de vida no Brasil, a partir de marcadores como classe de origem, raça e gênero. Tal objetivo se justifica na medida em que a educação se constitui, na sociedade moderna, como elemento-chave no processo de estratificação social e conformação das desigualdades; e, também, em função da substantiva elevação da escolaridade entre os brasileiros nas últimas décadas. Entre os anos de 1995 e 2015 a média de anos de estudo da população entre 25 e 64 anos de idade saltou de 5,7 para 8,6, o percentual de pessoas com 12 ou mais anos de escolaridade subiu de 9,5% para 20,7%, e o ensino obrigatório agora – desde 2009 - engloba também o ensino médio e a educação infantil. Nos perguntamos, então, se as políticas de expansão educacional postas em prática ao longo das últimas décadas teriam contribuído para uma maior equalização em termos de oportunidades, considerando fatores como a classe de origem, a raça e o gênero dos estudantes. Procurando melhor compreender os mecanismos que relacionam aquelas características ao sucesso escolar, e, também, a escolaridade alcançada à posição social de destino dos indivíduos, focamos nossa análise em momentos-chave de suas trajetórias: os primeiros anos da escolarização obrigatória, seu desempenho ao longo do ensino fundamental e médio, o acesso ao ensino superior e a entrada no mercado de trabalho. A metodologia proposta é de cunho eminentemente quantitativo, envolvendo dados primários e secundários, que serão analisados a partir de variadas técnicas estatísticas, com foco em modelos multivariados.
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 09/02/2022-28/02/2025