Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Selma Suely Baçal de Oliveira

Outra

Divulgação Científica
  • consolidação dos programas de pós-graduação da universidade federal do amazonas através da mobilidade nacional.
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal do Amazonas - AM - Brasil
  • 21/02/2020-20/02/2025
Foto de perfil

Selvino Neckel de Oliveira

Ciências Biológicas

Ecologia
  • biodiversidade de santa catarina: investigando a ecologia histórica e os efeitos de manejo para restauração e conservação da mata atlântica do sul do brasil
  • A Mata Atlântica é considerada um hotspot de biodiversidade, com funções ecológicas e serviços ecossistêmicos chaves para integridade ambiental e a saúde humana. Conciliar conservação e uso sustentável de seus recursos é um grande desafio, devido sua biogeografia e ecologia histórica. O Planalto Sul-brasileiro abriga os maiores maciços da floresta com araucária, campos de altitudes e matas nebulares com uma das maiores proporções de espécies endêmicas do Brasil. A ecologia histórica da região indica que os distúrbios sobre estes ecossistemas vêm acontecendo há milênios, via manejo da floresta de araucárias ou via distúrbios causados pelo fogo e herbivoria da megafauna no passado e gado no presente. Mas atualmente, há uma grande discussão de como o manejo do fogo e da herbivoria pelo gado pode ajudar na gestão destes ecossistemas. O conhecimento da biodiversidade, das funções e processos ecossistêmicos envolvidos na dinâmica e usos pretéritos e atuais são aspectos cruciais para conservação. Entretanto, devido a falta de estudos em longo prazo, ainda não temos informações suficientes para avaliar o quanto as perturbações podem ser promotoras, mantenedoras ou impactantes da biodiversidade do planalto sul brasileiro. Estes são aspectos fundamentais para embasar a tomada de decisões relacionadas às políticas públicas de conservação. Desta forma, queremos entender como as mudanças no uso da terra (e.g. pastoreio, histórico de queimadas) e outros fatores relacionados às mudanças ambientais, tais como eventos climáticos extremos (e.g. secas prolongadas, frio ou calor extremos) e invasão por espécies exóticas influenciam a estrutura dos ecossistemas terrestres e aquáticos e seus serviços ecossistêmicos ao longo de gradientes ambientais e altitudinais em duas UCs do Estado de Santa Catarina. Especificamente pretendemos: 1) predizer os efeitos de fatores relacionados ao uso do solo, gradiente de altitude e eventos climáticos sobre interações biológicas e diversidade da fauna, flora e funga em parcelas permanentes instaladas em diferentes regiões do sítio PELD; 2) compreender os processos históricos, através de fatores humanos e edáficos, registrados na paisagem campestre e florestal; 3) avaliar experimentalmente os efeitos da promoção ou impedimento de distúrbios (fogo e pastejo) sobre a diversidade e dinâmica das comunidades de organismos e do solo; 4) avaliar experimentalmente o efeito da ordem de chegada de diferentes grupos funcionais de espécies vegetais para a restauração de áreas degradadas; e 5) promover atividades e ações de divulgação científica para diferentes tipos de público, valorizando as relações entre ciência e arte, alcançando amplos setores da sociedade, com apoio de especialistas, grupos e instituições que atuam nas áreas de educação formal e não formal. Assim, inventários e monitoramentos de grupos taxonômicos em parcelas permanentes e implementação de experimentos controlados nos permitirão compreender as respostas ecológicas e o grau de vulnerabilidade da biodiversidade local frente aos efeitos de mudanças na paisagem a médio e longo prazo, como também o funcionamento ecossistêmico e processos geradores (e.g. interações ecológicas), mantenedores (fogo e gado) e que impactam (espécies exóticas invasoras, fogo e gado) a biodiversidade catarinense. Essas informações serão cruciais para a restauração de áreas degradadas de florestas e campos, assim como permitirão uma interação mais próxima com as pessoas do entorno das áreas, tanto no processo de divulgação científica quanto no envolvimento dos mesmos no processo de se fazer ciência.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 04/12/2020-31/12/2024