Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Rômulo Araújo Fernandes

Ciências da Saúde

Educação Física
  • papel mediador da prática esportiva sobre o impacto econômico da obesidade entre adolescentes: abcd growth study
  • Objetivo: Analisar o impacto da adiposidade corporal sobre custos com saúde acumulados ao longo de 12 meses entre adolescentes de ambos os sexos, bem como, identificar se este possível impacto econômico da obesidade é atenuado, ou mesmo eliminado, pela prática esportiva. Métodos: Estudo longitudinal com uma amostra estimada de 236 jovens no qual o trabalho de campo está organizado para ocorrer uma vez por ano, envolvendo duas coletas neste projeto de pós-doutorado (medidas iniciais e após 12 meses). O contato com os participantes para coleta das informações sobre utilização de serviços de saúde será mensal. Por meio de uma entrevista serão coletados dados pessoais e antropométricos e as informações sobre o uso de serviços de cuidado com a saúde serão reportadas pelos pais/responsáveis dos adolescentes e, em seguida, serão calculados valores de custos desses serviços. A gordura corporal será mensurada pela densitometria óssea (DEXA). Parâmetros da prática esportiva serão fornecidos pelos técnicos dos jovens engajados em atividades esportivas. Serão tratadas como variáveis de confusão: parâmetros sanguíneos (colesterol total e suas frações, glicemia, insulinemia e proteína C-reativa), hábitos alimentares (por meio de um recordatório alimentar), qualidade do sono (pelo Mini-sleep Questionnaire), pressão arterial (pelo método auscutatório indireto) e maturação biológica (pelo pico de velocidade de crescimento). Para a análise estatística será utilizado o software BioEstat (versão 5.0), ao passo que as medidas de SEM serão efetuadas no software Stata (versão 13.0). Resultados esperados: Espera-se estimar o peso da adiposidade corporal nos gastos com saúde de adolescentes, bem como, identificar a participação da prática esportiva como agente mitigador de tais custos com saúde.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Rômulo Augusto Ando

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • espectroscopia sers de complexos de inclusão – seletividade do analito e controle de agregação de nanopartículas
  • A espectroscopia SERS (Surface Enhanced Raman Sccatering) tem se estabelecido ao longo dos últimos anos não apenas como uma técnica de caracterização vibracional, mas também como uma técnica analítica na identificação de poluentes, fármacos, moléculas biológicas, entre outros. Entretanto, uma das principais limitações da técnica SERS consiste na baixa reprodutibilidade da intensificação Raman. Tal limitação está associada ao difícil controle de agregação das nanopartículas metálicas para a formação dos denominados hot spots, que são as regiões responsáveis pela alta intensificação do campo local com a incidência de radiação eletromagnética. Dentre as diversas estratégias recentes para se otimizar a formação de hot spots de forma reprodutível, destaca-se a utilização de cucurbiturilas, que são moléculas cíclicas tridimensionais suscetíveis à formação de complexos de inclusão (host-guest). Tais compostos possuem a cavidade interna apolar e seu exterior polar, o que permite tanto a inclusão seletiva de compostos de interesse, quanto a agregação controlada de nanopartículas, respectivamente. Neste projeto, pretende-se investigar a formação de complexos de inclusão de várias moléculas com cucurbiturilas de diferentes tamanhos de cavidade via espectroscopia UV-VIS, fluorescência, Raman, infravermelho e cálculos DFT, para então avaliar via SERS a potencial detecção de compostos em baixíssimas concentrações de forma reprodutível. Além disso, pretende-se avaliar a reatividade de compostos fotossensíveis dentro da cavidade das cucurbiturilas com o intuito de contribuir com a caracterização dos denominados nanoreatores.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Rômulo Dias Novaes

Ciências Biológicas

Morfologia
  • desenvolvimento de estratégias quimioterápicas baseadas em disruptores do metabolismo redox de trypanosoma cruzi e benznidazol para o tratamento da doença de chagas
  • O objetivo do presente projeto de pesquisa é avançar nos estudos relacionados ao desenvolvimento e análise de novas estratégias terapêuticas mais eficientes e menos tóxicas para o tratamento da doença de Chagas. A necessidade de investigação fundamenta-se no caráter negligenciado dessa doença e nas graves limitações clínicas do tratamento etiológico atualmente disponível. Estimativas recentes indicam que existem cerca de 7 milhões de indivíduos infectados por Trypanosoma cruzi e pelo menos 120 milhões pessoas em risco de infecção em todo o mundo. Além disso, a doença de Chagas está globalmente associada à bilhões de dólares com gastos em saúde e mais de 50000 óbitos/ano. Além dessa doença ser a principal causa de cardiopatia não isquêmica em países endêmicos, a cardiomiopatia Chagásica é a terceira maior causa de indicação para transplante de coração no Brasil. Benznidazol e nifurtimox são as únicas drogas especificamente desenvolvidas, a mais de quatro décadas, para o tratamento etiológico da doença de Chagas. Essas drogas estão associadas à e elevada toxicidade sistêmica e baixas taxas de cura em infecções crônicas. Como a doença acomete principalmente populações pobres, as pesquisas e os investimentos para o desenvolvimento de tratamentos mais eficientes e seguros pela indústria farmacêutica não são atrativos. Assim, a necessidade urgente de descobrir e desenvolver novas drogas tripanocidas é constantemente reforçada pela Organização Mundial da Saúde e pela agência Drugs for Neglected Diseases Initiative (DNDi). Devido a ação antiparasitária direta de drogas desenvolvidas para outras finalidades, o reposicionamento de fármacos tem se destacado como estratégia promissora no tratamento pré-clínico e clínico da doença de Chagas. Como essas drogas atuam por mecanismos diferentes, o uso isolado ou combinado ao benznidazol tem conseguido sobrepujar a resistência parasitária, alcançando resultados promissores em contexto pré-clínico. Existem evidências in vitro de que diversas drogas ansiolíticas e antipsicóticas são capazes de inibir com grande especificidade a enzima antioxidante tripanotiona redutase de T. cruzi. Assim, essas drogas bloqueiam as defesas antioxidantes de T. cruzi, aumentando a mortalidade dos parasitos por espécies reativas de oxigênio. Como a tripanotiona redutase não é expressa em mamíferos, essa enzima representa um alvo terapêutico promissor para o desenvolvimento de terapias antiparasitárias mais específicas. Entretanto, estudos pré-clínicos in vivo são escassos e a relevância terapêutica de diversos inibidores enzimáticos nunca foi testada contra T. cruzi, especialmente em combinação com drogas pro-oxidantes como o benznidazol. Como não existem drogas mais eficazes do que o benznidazol, torna-se urgente desenvolver esquemas terapêuticos mais eficientes e específicos. Assim, propõem-se realizar estudos pré-clínicos in vivo com vistas ao desenvolvimento racional de combinações farmacológicas aplicáveis ao tratamento específico da doença de Chagas. Mesmo que as combinações farmacológicas desenvolvidas apresentem efeito antiparasitário semelhante ao uso isolado do benznidazol, esses novos esquemas terapêuticos ainda serão extremamente relevantes caso possibilitem reduzir a dose de benznidazol e manter proteção do hospedeiro, diminuindo a toxicidade da quimioterapia antiparasitária. A base racional da proposta está alinhada com promissores achados in vitro sobre a utilização da tripanotiona redutase como alvo terapêutico, bem como a potencial aplicabilidade e relevância de drogas inibidoras dessa enzima na quimioterapia antiparasitária. Resultados promissores permitirão identificar combinações farmacológicas mais eficientes, elucidar novos mecanismos de ação terapêutica, subsidiar novas frentes de pesquisa e parcerias interinstitucionais, bem como fornecer as bases científicas necessárias ao delineamento e implementação de estudos clínicos.
  • Universidade Federal de Alfenas - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Rômulo José Soares Bezerra

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • triagem de compostos sintéticos e naturais associada a análise celular multiparamétrica para obtenção de novos inibidores de protease com aplicação no tratamento da infecção pelo hcv
  • A hepatite C é uma doença com prevalência global de 3% de casos de infecção pelo vírus da hepatite C (HCV), o que corresponde a 130 milhões de pessoas infectadas em todo o mundo. Dentre as causas que levam o paciente ao transplante hepático, a infecção pelo HCV é a mais frequente, devido aos casos de evolução para cirrose ou hepatocarcinoma. Somado a isso, cerca de 90% das contaminações por hepatite detectadas em bolsas de doadores de sangue são pelo vírus HCV constituindo, dessa forma, um problema de saúde pública. Durante muito tempo esse tratamento foi basedo na administração de Interferon e Ribavirina, que são medicamentos com baixa eficácia e diversos efeitos colaterais, necessitando de monitorização médica constante. Recentemente, tem surgido novos fármacos para o tratamento da infecção pelo HCV com menos efeitos colaterais e maior eficácia (acima de 90% de resposta virológica sustentada) compondo esquemas terapêuticos “interferon-free”, como por exemplo, o Simeprevir. Entretanto, a pesquisa por novos agentes antivirais continua sendo necessária para melhorar a resposta de pacientes infectados com o genótipo 3 do HCV (HCV 3) submetidos aos regimes de tratamento “interferon-free”, além de estabelecer os parâmetros para a indicação de pacientes com cirrose compenasada e descompensada ao tratamento com esquemas “interferon-free”. Neste contexto o nosso projeto se baseia na padronização, avaliação e implementação de ferramentas e modelos de estudo que possam ser utilizados no campo da pesquisa por novos fármacos antivirais. Além disso também testaremos compostos cedidos por colaboração científica com uma extratoteca institucional e uma indústria farmacêutica internacional visando a obtenção de um composto antiviral. Os resultados obtidos neste projeto poderão nortear os rumos da pesquisa por novos fármacos antivirais para os casos de infecção com o HCV que não são contemplados pelos esquemas terapêuticos disponíveis atualmente.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Rômulo Ríbeiro Magalhães de Sousa

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • avaliação do desempenho de ferramentas de corte revestidas por plasma em gaiola catódica
  • Neste projeto ferramentas de corte serão revestidas através da técnica inicialmente denominada Nitretação a Plasma em Gaiola Ionizante (PI Nº 06032013 – 3A). A utilização desta técnica foi fundamental para superar as dificuldades relacionadas à nitretação convencional, tais como o efeito de borda e não uniformidade da camada de nitretos, e, além disso, também possibilitou a deposição de filmes finos através da modificação do material da gaiola, abrindo, dessa maneira, uma série de aplicações, uma vez que os filmes produzidos são uniformes e de excelente qualidade, mesmo o processo não utilizando sistemas de posicionamento e/ou rotação dos materiais a serem revestidos. Compostos como o Nitreto de Titânio, Carbeto de Titânio, Carbonitreto de Titânio, Nitreto de Titânio – Alumínio e Óxido de Alumínio são amplamente utilizados para revestir insertos e ferramentas inteiriças de metal duro, assim como ferramentas de aço rápido, por suas características que estão ligadas principalmente a elevada dureza e baixo coeficiente de atrito. As técnicas de deposição utilizadas comercialmente para a deposição destes compostos envolvem processos relativamente complexos e caros, neste âmbito, a técnica aqui denominada de “Deposição por Plasma em Gaiola Catódica” se mostra uma excelente alternativa para a produção de filmes com qualidade através de um processo mais simples e barato. A avaliação e otimização da aplicação dos revestimentos através de técnica da gaiola catódica se dará através da avaliação do desempenho de insertos de metal duro aplicados no processo de fresamento, fresas inteiriças de metal duro, fresas de aço rápido e brocas de metal duro e aço rápido. Serão variados os seguintes parâmetros como forma de alcançar as condições ótimas de deposição: tempo de pré-tratamento, tempo de tratamento, temperatura, pressão e mistura de gases. Para a caracterização dos revestimentos serão utilizadas as seguintes técnicas: Nanodureza, Microscopia óptica (MO), difração de raios-X (DRX), Espectroscopia Raman e Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV). O desempenho das ferramentas será avaliado através dos ensaios de vida e medição e identificação dos mecanismos de desgaste com a utilização de Microscopia Óptica, Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV) e Espectroscopia de Energia Dispersiva de Raios – X (EDS).
  • Universidade Federal do Piauí - PI - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Rômulo Romeu da Nóbrega Alves

Outra

Ciências Ambientais
  • comercialização e uso de animais silvestre no brasil: aspectos etnozoológicos e conservacionistas
  • Interações variadas vem sendo estabelecidas entre as pessoas e animais no transcorrer da história, tendo implicações para as sociedades humanas e para a fauna. Lamentavelmente, nos últimos anos, a exploração da fauna por meio da caça e da pesca tem se intensificado cada vez mais, implicando sérias ameaças sobre as populações de muitas espécies exploradas. Assim, faz-se cada vez mais necessário compreender o contexto multidimensional (fatores biológicos, socioeconômicos, políticos e institucionais) que envolve as interações entre humanos e animais. No Brasil, a fauna silvestre tem papel importante para as pessoas por fornecer produtos animais e renda. Por outro lado, tem importantes implicações ecológicas e conservacionistas, resultando em impacto sobre as espécies exploradas. Nesse sentido, os estudos etnozoológicos ganham relevância diante do desafio de buscar formas de exploração que minimizem o impacto sobre as espécies animais, uma necessidade cada vez mais evidente no contexto da conservação animal e da própria sobrevivência humana. Assim, o presente projeto representa uma continuidade dos estudos etnozoológicos que vem investigando atividades de captura de animais, usos e comercialização da fauna silvestre, bem como o contexto sócio-econômico-cultural em que se dá a utilização e comercialização desses recursos faunísticos no país. Mais especificamente, espera-se: i) catalogar os animais silvestres utilizadas por populações humanas no Brasil, fornecendo informações etnozoológicas sobre as mesmas, ii) caracterizar os padrões de uso de vertebrados cinegéticos no país, iii) investigar o tráfico de animais silvestres no Brasil para algumas modalidades de uso (animais de estimação e para fins medicinais), iv) investigar a influência dos fatores socioeconômicos que atuam na relação das pessoas com os recursos da fauna, v) analisar as implicações conservacionistas associadas ao uso e comércio de animais silvestres no Brasil e, vi) inventariar espécies envolvidas em conflitos com humanos e suas causas. A partir das informações obtidas, espera-se caracterizar o contexto cultural e socioeconômico associados às interações pessoas/animais silvestres, e dessa forma, contribuir com a implementação / aprimoramento de políticas públicas direcionadas ao manejo da fauna silvestre, como por exemplo, na implementação de planos de manejo e conservação das espécies exploradas e ameaçadas.
  • Universidade Estadual da Paraíba - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Rômulo Simões Cezar Menezes

Ciências Agrárias

Agronomia
  • pesquisas integradas para a garantia da sustentabilidade hídrica, alimentar e energética no bioma caatinga (pegasus)
  • A gestão de recursos hídricos, as atividades agropecuárias, exploração florestal e a geração de energia no Bioma Caatinga são fortemente afetados pela variabilidade climática intrínseca da região. Como agravante, há evidências de que o aumento da temperatura e a redução das chuvas, no futuro, causarão redução da disponibilidade de água e da produção de culturas agrícolas, pastagens e lenha neste Bioma. Dessa forma, a geração de dados para melhor entendimento do funcionamento deste ecossistema e a modelagem de cenários futuros é importante para subsidiar o delineamento de tecnologias sustentáveis e estratégias de adaptação. A presente proposta foi elaborada por uma equipe que inclui vários grupos de pesquisa dedicados a temas relacionados à sustentabilidade no Bioma Caatinga das principais instituições de pesquisa da região Nordeste. A proposta também inclui o principal grupo de pesquisadores do Observatório Nacional da Dinâmica da Água e Carbono no Bioma Caatinga (ONDACBC), financiado pelo Edital INCT 16/2014, que agrega outras instituições de pesquisa nacionais e internacionais. Essa equipe tem conduzido um diversificado conjunto de pesquisas sobre manejo de recursos hídricos, produção agropecuária e ciclagem biogeoquímica no Bioma Caatinga. Sendo assim, a presente proposta visa obter recursos para garantir a continuidade e ampliar essas atividades de pesquisa, tendo como objetivo geral conduzir pesquisas integradas de monitoramento em longo prazo, experimentação em campo, e modelagem climática, hidrológica, agrícola e biogeoquímica para desenvolver tecnologias sustentáveis para o aumento da segurança hídrica, alimentar e energética e de adaptação para as mudanças climáticas no Bioma Caatinga. A maior parte das atividades tem como área de estudo a região semiárida de Pernambuco, mas as informações geradas e as ferramentas desenvolvidas serão aplicadas posteriormente para toda área do Bioma Caatinga. As atividades de pesquisa em longo prazo incluem o monitoramento dos fluxos e balanços de carbono, água e energia em quatro áreas de vegetação florestal de caatinga e pastagens implantadas desde 2010 na região semiárida de Pernambuco. Outro importante foco de pesquisas de longo prazo são os experimentos de produção de palma forrageira conduzidos pelo Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), tanto para alimentação animal como para aproveitamento energético, e também a avaliação do potencial de aproveitamento da biomassa de agave para bioenergia, a partir do banco de germoplasma do INSA. Além disso, a equipe, em parceria com a Associação Plantas do Nordeste (APNE), tem estudado a sustentabilidade do manejo florestal da caatinga em áreas monitoradas há várias décadas. A geração de dados nas atividades de monitoramento será complementada por experimentos de campo que terão como foco, pesquisas com reuso de água para irrigação, uso de biochar como condicionador de solos e fixação biológica de N atmosférico. O conhecimento gerado com esses experimentos, conduzidos em vários locais e com várias culturas alimentares (milho, feijão, sorgo, girassol) e forrageiras (palma forrageira, gramíneas, pastagens nativas) visam contribuir para aumentar a segurança alimentar do Bioma Caatinga. Os experimentos irão gerar dados para subsidiar as atividades de modelagem climática, hidrológica, agrícola e de ciclagem biogeoquímica que a equipe conduz. Por sua vez, as atividades de modelagem irão embasar um conjunto de ferramentas de gestão que vem sendo desenvolvidas há vários anos. Como exemplo, a modelagem hidrológica será conduzida nas bacias hidrográficas experimentais monitoradas pela equipe utilizando o SUPer (Sistema de Unidade de Respostas Hidrológicas para Pernambuco). O SUPer possui um banco de dados que possibilitará a avaliação da quantidade e qualidade das águas existentes nas principais bacias hidrográficas de Pernambuco. Uma outra ferramenta importante é o WinPreci, um sistema de gestão associado a um banco de dados de precipitação histórica que, quando concluído, irá facilitar o acesso e a visualização espacialmente explícita de dados de precipitação. O WinPreci será importante para gerar os dados climáticos de entrada para diversos modelos, que serão usados para avaliar os impactos de práticas de manejo, de mudanças de uso da terra e cenários climáticos sobre a vegetação e os solos da região. Uma ferramenta mais recente que tem sido desenvolvida é o “Sistema de Alerta Precoce da Vulnerabilidade do Rebanho Pecuário às Secas”. O sistema irá integrar dados de modelagem, sensoriamento remoto, bancos de dados e outras fontes para indicar as áreas do bioma mais vulneráveis aos eventos de seca extrema, auxiliando na tomada de decisões por pecuaristas e gestores públicos. Em relação à segurança energética, serão conduzidas pesquisas sobre aproveitamento energético de palma e agave, e também serão avaliados cenários e estratégias de manejo florestal mais sustentáveis. Além disso, será desenvolvida uma Planta Piloto de Aproveitamento Químico e Energético de Biomassa de Palma Forrageira, e também um Biodigestor Anaeróbio de Baixo Custo, para produção de biogás a partir de esterco de ruminantes nas propriedades rurais. Espera-se que a presente proposta, que envolve temas multidisciplinares em um ambiente de colaboração entre várias instituições, de forma integrada, promova vários impactos positivos. Esses impactos se darão através da geração de conhecimento, de ferramentas de gestão, da geração de cenários, de estratégias de adaptação às mudanças do clima e, principalmente, pela capacitação de estudantes e técnicos de várias instituições. Todas essas atividades irão contribuir para a formulação de políticas públicas que possam aumentar a garantia da segurança hídrica, alimentar e energética do Bioma Caatinga.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 05/12/2017-31/12/2020
Foto de perfil

Rômulo Simões Cezar Menezes

Engenharias

Engenharia de Energia
  • aproveitamento energético da palma forrageira: seleção de genótipos, desenvolvimento de rotas de processamento e avaliação do ciclo de vida da produção de biomassa
  • A região semiárida do Nordeste do Brasil, que se estende por quase um milhão de km2 e abriga cerca de 25 milhões de habitantes, é negativamente afetada pela limitada quantidade e alta variabilidade da precipitação pluviométrica, o que dificulta o estabelecimento de cadeias de produção agropecuária sustentáveis. Além disso, estudos indicam que, no futuro, o clima na região apresentará menos chuvas e elevação da temperatura, agravando esses problemas. Uma vez que a irrigação é viável em apenas 3% da região, o cultivo não-irrigado de espécies tolerantes ao estresse hídrico e adaptadas às condições regionais é a única alternativa para a exploração agropecuária. A palma forrageira é uma das culturas com essas características e poderá ser a base para o desenvolvimento de uma nova cadeia de atividade agroindustrial na região. A palma é uma cactácea originária do México, apresenta alta produtividade de biomassa e é altamente resistente à seca. Por ser perene, a palma pode ser colhida em qualquer época do ano, o que confere maior estabilidade à oferta de biomassa e reduz a vulnerabilidade causada pela irregularidade das chuvas. Apesar de seu papel crucial atualmente como reserva de forragem durante a estação seca do ano, nos períodos de seca extrema, quando ocorrem vários anos sucessivos com chuvas abaixo da média, os pastos e a vegetação da caatinga produzem menos forragem e o suprimento de forragem pela palma não é suficiente para manter os rebanhos. Nessas ocasiões, o rebanho é fortemente reduzido devido à venda, abate ou morte dos animais, causando prejuízo aos pecuaristas e afetando negativamente a economia regional. Fica evidente, portanto, a necessidade do desenvolvimento de uma cadeia produtiva capaz de gerar empregos e renda de forma estável na região semiárida do Nordeste do Brasil, adaptada às condições climáticas atuais e futuras e que forneça produtos de alto valor agregado, embasados em métodos sustentáveis de produção. A produção de biocombustíveis a partir da biomassa de palma forrageira tem grande potencial para atender a essas condições, portanto merece ser melhor estudada e desenvolvida. No entanto, há poucos dados disponíveis na literatura sobre o aproveitamento energético da palma forrageira. O Grupo de Pesquisa em Energia da Biomassa, coordenado pelo proponente do presente projeto, tem realizado estudos sobre o uso da palma forrageira para produção de etanol e biogás e obteve alguns avanços relevantes. Esses estudos serão continuados e aprofundados com a presente proposta, que tem como objetivo geral prospectar genótipos com maior potencial para aproveitamento energético, avaliar rotas de conversão de biomassa em biocombustíveis e realizar a avaliação do ciclo de vida da produção de biomassa de variedades de palma forrageira na região semiárida do Nordeste do Brasil. Esse objetivo geral se desdobra em cinco objetivos específicos que visam esclarecer algumas das principais lacunas sobre esse tema atualmente. Em primeiro lugar, hoje se cultivam cerca de 4 a 5 variedades de palma, todas selecionadas no passado para servir como forragem. Sendo assim, nesse projeto será realizada a triagem no banco de germoplasma de palma forrageira do IPA (que dispõe de 1400 entradas) para identificar os genótipos com maior potencial para aproveitamento energético. Após essa etapa, será estudada a produção de biogás a partir da palma, visto que hoje no México já há plantas comerciais em operação para abastecimento de gás veicular a partir da biomassa de palma. Portanto, será necessário identificar as condições ótimas de operação dos reatores anaeróbios com base na biomassa das variedades de palma, na qualidade dos inóculos disponíveis e nas condições ambientais da região. Os testes serão realizados em bancada, posteriormente em reatores de 200 litros e, finalmente, em escala piloto em um reator de 5 m3 que será construído na área do Laboratório de Energia da Biomassa do DEN-UFPE, coordenado pelo proponente do presente projeto. Em paralelo, serão continuadas as pesquisas para produção de etanol, para a identificação das melhores práticas de pré-processamento da biomassa e a identificação das cepas de leveduras mais eficientes para a etapa de fermentação, com ensaios em laboratório, mas incluindo também a construção e operação de uma planta piloto de fermentação, com reator de 100 litros de volume. Outra atividade é o estudo do potencial de produção de combustíveis avançados a partir da palma, tema praticamente inexplorado na literatura mundial. Para isso, será realizada a avaliação do potencial de produção de bio-óleo por liquefação hidrotermal da biomassa de palma, incluindo o desenvolvimento de um reator de bancada para testes dos parâmetros de operação e geração de dados para modelagem do processo. Finalmente, o desenvolvimento de novas rotas de produção de biocombustíveis requer uma análise não só da viabilidade técnico-econômica, mas também dos impactos ambientais e sociais da nova cadeia de produção. Para isso, serão iniciadas as atividades para avaliação do ciclo de vida da produção de biocombustíveis a partir da biomassa de palma forrageira. Observa-se que a presente proposta inclui diversas atividades distintas e, para isso, foi reunida uma equipe capacitada para a execução de cada uma das etapas, que inclui diversos pesquisadores e professores, 2 pós-doutores e 8 alunos dedicados a esse tema. As parcerias com o Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), o Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste (Cetene), o Laboratório de Processos Térmicos e o Laboratório de Genética Molecular da UFPE, estabelecidas e consolidadas já há vários anos, serão adequadas para a condução das atividades propostas. Os esforços iniciais do grupo de pesquisa têm gerado dados promissores e, se as hipóteses em teste forem corroboradas, o impacto econômico, social e ambiental positivo a ser observado na região semiárida do Nordeste do Brasil será extremamente relevante.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ronald Feitosa Pinheiro

Ciências da Saúde

Medicina
  • análise do estado de hipercoagulabilidade e suas associações com agressividade clínica de covid-19
  • O vírus SarS-Cov-19 (covid-19), originado na cidade de Wuhan, China, atingiu níveis característicos de pandemia, consoante declarado pela World Health Organization (WHO), em março de 2020. Os pacientes infectados por SARS-CoV-2 apresentam, geralmente, um quadro clínico bem diverso, indo de casos assintomáticos a criticamente graves: situações leves similares à gripe comum; quadros moderados com febre alta e dispneia associada à hipóxia leve; e casos graves com rápida evolução para insuficiência respiratória aguda com tromboses pulmonares e cerebrais. A possibilidade de prever quais pacientes podem evoluir para quadros moderados ou graves, no momento do diagnóstico da infecção por SARS-CoV-2, pode ajudar os gestores da saúde pública na tomada de decisão, quanto à internação ou à otimização da decisão do local de internamento. Se em unidades de casos mais leves e intermediários (hospitais de campanha) ou em Unidades de Terapia Intensiva. Exames laboratoriais também têm demonstrado grande relevância como marcadores de gravidade e prognóstico, refletindo o componente inflamatório exacerbado da doença e estado de hipercoagulabilidade, especialmente em níveis séricos de d-dímero. O d-dímero se refere a produtos solúveis de degradação da fibrina, os quais são fragmentos de peptídeos derivados da proteólise de fibrina através da ação da plasmina. Os níveis de d-dímero sérico encontram-se intensamente aumentados em COVID-19. Em uma coorte que seguimos há 60 dias, temos dosagens de d-dímero com acima de 2.000 μg/L em 26,01% e 9,02% acima de 5000 μg/L (1211 pacientes no total), chegando a valores extremos (e.g. 120.000 μg/L), no Estado do Ceará. Em muitos pacientes, há sinais de trombose pulmonar em Tomografia Computadorizada Helicoidal, microtrombose em arteriografias e obstrução de sistemas completos de diálise por trombos. Em estudos clínicos, os elevados valores séricos de d-dímero, acima de 5000 μg/L, são extremos preditores de doença grave, principalmente tromboembolismo venoso, sepse e câncer (neoplasias). Nos casos de coagulação intravascular disseminada (CIVD), uma das complicações do COVID, o d-dímero é amplamente utilizado para diagnóstico e prognóstico. Três principais vias de anticoagulação podem estar disfuncionais, intrinsecamente relacionadas à formação de d-dímero: a via do inibidor de fator tecidual, a ativação da proteína C e a antitrombina. Tais vias já foram descritas como alvos do SARS-Cov-1, através do tromboxano sintetase e o receptor Toll-like 9 (TLR-9), além do aumento da expressão de trombina, fatores de coagulação (VII, XI, XII) e ativadores de plasminogênio. Além disso, o inibidor do ativador de plasminogênio tipo 1 (PAI-1) está frequentemente ativado em doenças crônicas com d-dímero aumentado, como doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) e diabetes com lesão de órgão-alvo, conhecidas comorbidades com elevada taxa de letalidade para COVID-19. Este trabalho almeja identificar possíveis alvos terapêuticos e ferramentas diagnósticas para inibição de trombose intravascular de pacientes críticos de SARS-Cov-19, admitidos em Unidade de Terapia Intensiva. Portando, objetivamos definir o perfil de estado de hipercoagulabilidade através da análise da expressão gênica e proteica da Trombina (Gene F2), do PAI-1 (Gene SERPINE1), do receptor Toll-like 9 (Gene TLR 9), da tromboxano sintetase (Gene TBXAS1), do T-PA (Gene PLAT) e do Inibidor da Via do Fator Tecidual 2 (Gene TFPI2) no sangue de pacientes críticos com COVID-19.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 27/08/2020-26/09/2022
Foto de perfil

Ronald Rodrigues de Moura

Ciências Biológicas

Imunologia
  • avaliação de novos epítopos da proteína e do vírus zika (zikv) no desenvolvimento de vacina profiláticas e diagnóstico
  • Com o surto da infecção pelo vírus Zika (ZIKV), diversos métodos de diagnóstico foram desenvolvidos, no entanto a precisão desses é comumente comprometida por reação cruzada com antígenos de outros flavivirus. Além disso, ainda não há um tratamento profilático efetivo para a infecção do ZIKV, apesar de algumas vacinas já estarem em desenvolvimento avançado. Desta forma, este projeto propõe a criação de proteínas quiméricas baseadas em epitopos da Proteina E do ZIKV para o desenvolvimento de vacinas profiláticas mais eficazes e diagnósticos mais precisos. Para isso, usaremos quimeras desses epitopos com a top7, que é uma proteína sintética que não possui qualquer propriedade imunogênica. Nossa metodologia envolve uma parte de Imunoinformática, para a predição estrutural e funcional de epitopos, e uma parte de Biologia Molecular e Imunologia, para clonagem, expressão e ensaios de imunogenicidade dos antígenos encontrados em modelos celulares e animais. Com esse projeto, esperamos contribuir para os avanços na prevenção e combate a infecção pelo ZIKV e os problemas de saúde pública relacionados.
  • Universidade Federal Rural de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ronaldo Adriano Christofoletti

Outra

Divulgação Científica
  • interfaces entre ciência, sociedade e políticas públicas: oportunidades e desafios da comunicação para a década dos oceanos (agenda 2030)
  • Esta proposta aborda questões interdisciplinares para integrar pesquisadores, tomadores de decisão e sociedade civil com foco no fortalecimento da comunicação para subsidiar a interface entre ciência com políticas públicas e sociedade. A região litorânea é um importante modelo para políticas públicas sociais inovadoras devido à sua importância socioeconômica e cultural dentro de um mosaico de impactos humanos. A partir do reconhecimento do papel central da comunicação para fortalecer a interface da ciência com as políticas públicas e a sociedade civil, escolhemos neste projeto um desafio global, que será trabalhado por diferentes setores da sociedade e em diferentes níveis, do local ao global, como modelo de estudo. Assim, nosso objetivo será identificar diferentes atores, avaliar sua percepção e conhecimentos sobre a Década dos Oceanos, dentro do contexto da Agenda 2030 da ONU e identificar desafios e oportunidades para a comunicação científica que possa subsidiar a tomada de decisão e conscientização sobre esta temática. Desenvolveremos uma abordagem diagnóstica para avaliar a percepção dos diferentes atores sobre a importância da governança dos oceanos e sobre a Década dos Oceanos da Agenda 2030 da ONU. A partir dos desafios e oportunidades levantados pelos diferentes setores da sociedade proporemos um programa de comunicação que possa subsidiar a tomada de decisão cientificamente embasada. Utilizando uma metodologia ativa, pretendemos estimular as partes interessadas a compartilhar seus conhecimentos e identificar avanços e desafios na transferência de conhecimento e expectativas. Pretendemos também desenvolver suas habilidades e competências em liderança, planejamento e capacidade de trabalhar em grupos interdisciplinares e interinstitucionais. Esta é uma oportunidade para o desenvolvimento de capacidades interdisciplinares que irão beneficiar o bem-estar humano para as próximas gerações, fornecendo as melhores soluções e práticas para a gestão e conservação da biodiversidade marinha e serviços ecossistêmicos.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ronaldo Alves de Medeiros Junior

Engenharias

Engenharia Civil
  • autocicatrização e recicatrização de compósitos contendo adição cristalina: mitigação da reação álcali-agregado e efeito no transporte de massa
  • Ao longo da história, as maiores tragédias que acometeram as obras de engenharia estiveram, frequentemente, associadas à falta de manutenção adequada. Nesse sentido, um dos principais fatores pelo qual as concessionárias optam por não realizar esse procedimento está relacionado ao custo elevado das operações de manutenção preventiva em grandes obras de infraestrutura. O mecanismo de autocicatrização do concreto é estimulado como forma de contribuir para reverter esse cenário. Diversos estudos concluíram que o concreto, por si só, consegue fechar microfissuras, evitando a entrada de agentes agressivos e, consequentemente, a deterioração da estrutura. Dessa forma, o maior desafio, hoje, consiste na aplicação prática desse mecanismo, como viabilizar a redução da periodicidade das operações de manutenção em estruturas de barragem, a fim de evitar novos desastres socioambientais. Nesse contexto, a presente proposta de pesquisa visa estudar o comportamento autocicatrizante de compósitos cimentícios (argamassas e concretos com adições cristalinas e fibras) na presença de ambientes agressivos, como os sujeitos à ocorrência de Reação Álcali-Agregado (RAA), um dos principais processos de degradação que acometem as barragens de concreto. Além disso, buscando compreender a eficácia de uma recicatrização, ou cicatrização secundária, também será investigado como a densificação da microestrutura influencia os parâmetros compreendidos no transporte de massa. Não obstante, tendo em vista que o transporte de massa tem relação direta com a durabilidade do concreto, serão confrontadas propriedades como a absorção de água, a resistividade elétrica, a velocidade de ultrassom e a resistência mecânica (tração e compressão). Dessa forma, nessa proposta de pesquisa serão testados diferentes teores de adições cristalinas e microfibras, além das amostras de referência. Por conseguinte, os corpos de prova serão submetidos a ciclos de molhagem e secagem para estimular a autocicatrização. Finalmente, por meio da comparação entre os resultados obtidos, o comportamento autocicatrizante do concreto frente à RAA poderá ser entendido e explicado, assim como a influência da formação de precipitados no transporte de massa, observado também por meio do fenômeno de recicatrização.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ronaldo Barros Ripardo

Outra

Divulgação Científica
  • ii mostra científica do sul e sudeste do pará (mocisspa)
  • A presente proposta visa à realização da II Mostra Científica do Sul e Sudeste do Pará (MOCISSPA), proposta e executada pelo Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática (PPGECM) da UNIFESSPA. A mostra será fruto da realização de atividades investigativas desenvolvidas nas escolas e IFES da região, que, após serem apresentadas nas feiras científicas municipais, passarão pela Pré-Avaliação e serão apresentadas na Mostra de Finalistas.
  • Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará - PA - Brasil
  • 04/12/2018-31/12/2020
Foto de perfil

Ronaldo Barros Ripardo

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • iii mostra científica do sul e sudeste do pará (mocisspa)
  • O presente projeto visa à realização da III Mostra Científica do Sul e Sudeste do Pará (MOCISSPA), proposta e executada pelo Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática (PPGECM) da Unifesspa. O evento está em sua terceira edição e se destina à valorização e ao incentivo da educação científica na educação básica, pautada em atividades investigativas e metodologias ativas, desenvolvidas por escolas e IFES da região que, após serem apresentadas nas feiras científicas municipais e/ou institucionais, passarão pela Pré-Avaliação e serão apresentadas na Mostra de Finalistas.
  • Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará - PA - Brasil
  • 07/01/2020-31/01/2021
Foto de perfil

Ronaldo de Albuquerque e Arraes

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • experiência, desempenho, escolha educacional na transição escola–trabalho
  • A expectativa teórica deixa margem a múltiplas interpretações, conforme atesta a literatura, em relação à atribuição da eficácia do emprego dos jovens enquanto estudantes. Se por um lado o tempo dedicado ao emprego poderia prejudicar os investimentos educacionais, por outro, o emprego pode fornecer habilidades e conhecimentos que aumentam a produtividade futura e complementam a aprendizagem na escola. Nesse sentido, além dos efeitos imediatos da conciliação de trabalho e estudo sobre o rendimento escolar, existem efeitos de médio e longo prazo dessa decisão, que certamente se estendem para os resultados que advirão no mercado de trabalho. Tendo em vista esses argumentos, um dos objetivos desta proposta é investigar os efeitos de os jovens conciliarem trabalho e estudo no nível médio sobre os resultados no mercado de trabalho – participação na força de trabalho, rendimentos e escolha ocupacional. Intrinsecamente ligada à essa questão também está a decisão dos jovens concluintes do ensino médio por tipo de escola sobre se prossegue para educação terciária, permanece no mercado do trabalho ou nenhuma destas. Propõe-se também testar essas hipóteses em uma modelagem que considera a interdependência entre tais decisões.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ronaldo Ferreira do Nascimento

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • validação de métodos cromatográficos (ci / cl-em/em) para controle do nível de herbicidas iônicos em alimentos
  • Os herbicidas representam a classe de agrotóxicos mais comercializados no Brasil. Alguns desses compostos, como o glifosato, paraquat e 2,4 D, têm mostrado indícios de riscos à saúde humana e encontram-se em processo de reavaliação pela ANVISA. O glifosato é o ingrediente ativo mais empregado no comércio de herbicidas, registrado para uso em 26 culturas, representando 65,8% do total de herbicidas consumidos no Brasil. Os produtos técnicos à base do ingrediente ativo glifosato, em geral, são classificados na classe III (pouco tóxico), porém recentemente foi destaque internacional por ser classificado como provável carcinogênico aos humanos, conforme dados fornecidos pela Agência Internacional de Pesquisa em Câncer-IARC. Outros herbicidas como Paraquat, e 2,4 D também apresentam elevada toxicidade e estão entre os 10 agrotóxicos mais utilizados no Brasil, juntamente com glifosato. Análises de resíduos de agrotóxicos geralmente utilizam técnicas cromatográficas, que são métodos modernos e de elevada sensibilidade, capazes de detectar diversos tipos de contaminantes à nível de traços. No entanto, devido às baixas concentrações dos analitos e complexidade das matrizes, como alimentos, faz-se necessária a validação de metodologias analíticas antes de serem aplicadas. Herbicidas com caráter iônico necessitam de metodologias específicas, não se enquadrando nos métodos multiresíduos que são capazes de monitorar diferentes classes de agrotóxicos. Dessa forma, muitas vezes esses herbicidas não são monitorados pelos órgãos governamentais e por serem os produtos mais vendidos atualmente, podem estar causando contaminação ambiental e humana. A implementação de técnicas modernas de análises de resíduos de agrotóxicos representa uma das principais necessidades aos órgãos de monitoramento desses resíduos em geral. Dessa forma o presente trabalho tem como objetivo desenvolver metodologias de análise químicas para determinação de herbicidas iônicos em matrizes alimentícias, para tornar possível o controle do nível desses contaminantes e garantir a segurança alimentar.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ronaldo Gomes Dultra-de-Lima

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • análise da relevância da capacidade absortiva e controle interativo nas capabilities operacionais e desempenho operacional
  • O objetivo deste projeto é avaliar se a capacidade absortiva e o controle interativo são relevantes para influenciar a forma como as empresas lidam com as capabilities operacionais e por consequência o desempenho operacional. A metodologia adotada para avaliar essas relações será a pesquisa qualitativa baseada em estudo de caso no setor de alimentação no Estado de São Paulo. Serão realizadas vinte entrevistas semiestruturadas, que serão avaliadas mediante a análise de conteúdo. Os respondentes deverão ter cargo gerencial nas áreas de operações, controladoria, finanças e áreas afins, com no mínimo três anos de experiência na função. Espera-se que a capacidade absortiva, ao proporcionar o aumento de conhecimento interno das organizações, melhore as rotinas, as competências gerenciais e os processos operacionais, ou seja, capabilities operacionais, e controle interativo funcionando como um mecanismo de diagnóstico e controle das ações gerenciais. Esses dois construtos, atuando de forma conjunta, devem impactar positivamente em aumento de desempenho operacional. A partir dos resultados gerados, espera-se contribuir com a literatura mediante melhor entendimento das relações entre os construtos, bem como aclarar qual deles têm maior relevância ao desempenho operacional. Adicionalmente, contribuir para a prática gerencial ao apontar que a captura do conhecimento aplicada de forma consistente pode melhorar as competências operacionais.
  • Universidade Presbiteriana Mackenzie - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ronaldo Junio Campos Batista

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • estudo teórico-experimental das propriedades mecânicas de materiais 2d
  • Materiais 2D são atualmente amplamente apontados como materiais do futuro com pos- síveis aplicações que vão desde o seu uso em sistemas biológicos como para dessalinização da água. Em particular, devido as suas propriedades mecânicas únicas, materiais 2D como talco e grafeno são promissores como materiais de reforço em próteses. Para qualquer apli- cação prática é necessário conhecer bem as propriedades do material. Em especial, no caso dos materiais 2D, a energia de coesão entre camadas e a rigidez flexural determinam se o material pode ser esfoliado e também determinam a morfologia e as propriedades mecâni- cas das nanoestruturas formadas. Dobras são nanoestruturas que aparecem naturalmente em materiais 2D após a esfoliação, criando bordas dobradas bem definidas nos flocos re- sultantes. Bem recentemente, propusemos um método experimental / teórico para obter a energia coesiva entre camadas e a rigidez de flexural de materiais 2D em monocamadas e em multicamadas, sondando a resposta mecânica dessas dobras à deformações causadas por uma ponta de microscopia de força atômica (AFM). O método, baseado no ajuste da resposta experimental a um modelo analítico, também é corroborado por simulações de dinâmica molecular. O procedimento também permitiu, pela primeira vez, a determinação experimental do comportamento da rigidez de flexural de um material 2D como uma função do número de camadas que o compõe. O comportamento é consistente com a lei cúbica clássica de Euler-Bernoulli, com desvios aparentes para expoentes menores para materiais com menos de seis camadas. Isto sugere: (i) uma transição entre regimes nos quais as camadas deslizam ou não à medida que o número de camadas aumenta; (ii) que em dobras algumas camadas podem ser comprimidas enquanto outras são esticadas, o que pode alterar as propriedades vibracionais dobras relativas ao material plano. Sendo assim, nesse projeto propomos investigar estas duas questões usando simulações de dinâmica molecular, cálculos de primeiros princípios, microscopia de força atômica e espectroscopia Raman.
  • Universidade Federal de Ouro Preto - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ronaldo Júnio de Oliveira

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • desenvolvimento de metodologias computacionais simplificadas para cálculo de difusão de proteínas: o caso do mal enovelamento da príon
  • As proteínas fazem parte de uma classe de macromoléculas que têm papel fisiológico fundamental em toda atividade celular dos seres vivos e também em processos biotecnológicos. Compreender o mecanismo que faz com que uma proteína, a partir de sua cadeia polipeptídica, alcance sua estrutura tridimensional é um dos problemas mais fundamentais da ciência moderna. Uma falha nesse processo pode acarretar em uma série de condições patológicas como Alzheimer, Parkinson e diabete do tipo-II. Na cinética de dobramento de proteínas, a difusão desempenha um papel fundamental como também em muitos processos celulares. Nesse projeto, será desenvolvido métodos computacionais simplificados para determinação do coeficiente de difusão dependente da coordenada de reação (D(Q)) para investigação da cinética (como taxas) e termodinâmica (como barreiras de ativação da energia livre) do enovelamento de proteínas. Será investigada nesse projeto, dentre outras proteínas, a príon que causa doenças neurodegenerativas como as popularmente conhecidas doença da vaca louca e doença da insônia familiar fatal. O método é baseado na dinâmica estocástica da equação de Fokker-Planck e será útil para determinar a energia livre e taxas fornecendo apenas as séries temporais de experimentos de sistemas biológicos ou de fase condensada. O projeto apresenta estudos que fazem parte de colaborações teórico-experimental que serão cruciais para propor soluções para os problemas expostos.
  • Universidade Federal do Triângulo Mineiro - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ronaldo Luis dos Santos Izzo

Engenharias

Engenharia Civil
  • melhoramento de solos com resíduos, cal cimento e materiais alternativos para fins de pavimentação rodoviária
  • Técnicas de consolidação, tratamento ou melhoramento de solos são, muitas vezes, imprescindíveis para viabilizar obras sobre áreas instáveis, pois elevam a capacidade de carga do solo e minimizam os efeitos de recalques absolutos. Hoje, há várias soluções utilizadas para reforço dos solos que possibilitam seu aproveitamento, dispensando a remoção dessa camada em condições mecânicas desfavoráveis. Entretanto, embora existam diversas soluções aplicáveis ao melhoramento de solos, nem sempre elas satisfazem plenamente os requisitos de projeto ou elevam em demasiado os custos. Consequentemente, pesquisas que visem desenvolver novas técnicas de melhoramento, tratamento ou consolidação de solos são de suma importância tanto a nível acadêmico quanto empresarial. Para o desenvolvimento de novas soluções geotécnicas, é necessária uma perfeita parametrização do solo, e para isso é necessária a realização de ensaios geotécnicos para subsidiar a escolha da técnica mais adequada. Assim, o objetivo principal deste trabalho é estudar as características físicas, químicas e mecânicas de solos, e solos melhorados com diversos materiais, como cal, pó de pedra e entulho de diversas procedências, com o intuito propor soluções que satisfaçam os requerimentos de custo, qualidade e eficiência necessários para a execução de projetos de construção civil.
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022