Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Marcelo Sobral da Silva

Ciências da Saúde

Farmácia
  • instituto nacional de ciência tecnologia – rede norte nordeste de fitoprodutos (inct–rennofito)
  • O mercado de fitoterápicos está estimado em cerca de 22 bilhões de dólares, correspondendo a 3,7% do mercado global da indústria farmacêutica. No Brasil, mesmo com o baixo acesso aos medicamentos, o mercado de fitoterápicos é estimado em 2 bilhões de dólares por ano, com grande potencial de crescimento, dada também pela grande diversidade biológica do país. As Regiões Nordeste e Norte apresentam a maior diversidade de plantas medicinais do Brasil e a singularidade das espécies de plantas medicinais das regiões que podem ser trabalhadas como Insumo Farmacêutico Ativo Vegetal e/ou Adjuvantes tecnológicos, seja como matéria-prima ativa vegetal, seja como base para síntese de outros produtos farmacêuticos com atividade potencializada, impõe a construção de um grande acervo de informações e socialização deste conhecimento, fundamentais para o aproveitamento deste potencial. Nesse sentido a Universidade Federal da Paraíba criou, em 1978, o primeiro Curso de Mestrado no Brasil em Farmacologia e Química de Produtos Naturais para formar recursos humanos com os conhecimentos simultâneos de química e farmacologia nos estudos de plantas medicinais. O referido programa de pós-graduação é responsável pela nucleação da maioria dos grupos de pesquisa em produtos naturais do Norte e Nordeste do Brasil. A evolução desta concepção levou à proposição do INCT-RENNOFITO, que tem como Núcleo Sede o Instituto de Pesquisa em Fármacos e Medicamentos da UFPB, onde se desenvolvem as pesquisas do Núcleo Sede e as atividades do Programa de Pós-Graduação em Produtos Naturais e Sintéticos Bioativos, nível 6 na CAPES, único da região Norte e Nordeste, e que será disponibilizado em rede às instituições associadas neste INCT. As 24 Instituições representando 6 estados da região norte (AC, AM, AP, PA, RO,TO) e nove estados do nordeste (AL, BA, CE, MA, PE, PI, PB, RN e SE compõem a RENNOFITO, cada uma com um pesquisador Líder. Objetivo Geral - O INCT-RENNOFITO se propõe a integrar os conhecimentos científicos, tecnológicos e inovadores na área de fitoprodutos envolvendo o uso sustentável da biodiversidade para produção de insumos farmacêuticos ativos vegetais e os respectivos fitomedicamentos, fitocosméticos e fitonutracêuticos em uma rede de abrangência nas regiões Norte e Nordeste do Brasil. Objetivos Específicos – 1. organizar uma rede de pesquisadores em fitoquímica, farmacologia, toxicologia, tecnologia farmacêutica e pesquisa clínica atuantes em instituições do Norte e Nordeste. 2. ampliar e estimular a interação de pesquisadores em rede com grupos de pesquisadores internacionais consolidados; 3. desenvolver modelos analíticos e tecnológicos, viabilizando a padronização química-biológica e a produção dos insumos farmacêuticos ativos vegetais e derivados sintéticos para validar a qualidade das drogas vegetais constantes na relação da Lista de Plantas Medicinais do Sistema Único de Saúde do Brasil e outras das duas regiões que possam ser introduzidas no SUS; 4. desenvolver formulações para os fitoprodutos nas formas farmacêuticas sólidas, líquidas e semissólidas nos níveis de bancada e industrial; 5. ampliar o quantitativo de recursos humanos em níveis de mestrado e doutorado nas regiões Norte/Nordeste qualificando-os para atuar na cadeia produtiva farmacêutica dos fitoprodutos; 6. promover o desenvolvimento e consolidação de grupos de pesquisa em instituições emergentes e campi universitários em desenvolvimento; 7. promover a transferência dos conhecimentos gerados com os estudos das drogas vegetais medicinais através de oficinas de trabalho para o Sistema Único de Saúde; 8. promover, junto a agricultores familiares, a prática de cultivo e adensamento de plantas medicinais validadas; 9. interagir com indústrias, públicas ou privadas, produtoras de fitomedicamentos, fitocosméticos e fitonutracêuticos desenvolvendo produtos para o mercado; Metas – 1. Pesquisa – desenvolvimento de conhecimentos integrados da fitoquímica, farmacologia e toxicologia não clínica, tecnologia farmacêutica e pesquisa clínica para chegar aos fitoprodutos. 2. Formação de Recursos Humanos - nucleação de grupos emergentes, com ofertas de turmas pós-graduação stricto sensu do núcleo sede nas instituições associadas, além oferta de cursos de pós-graduação lato sensu nas temáticas relacionadas À Rede. 3. Transferência de Conhecimentos para a Sociedade - formação de recursos humanos através dos Cursos de Pós-Graduação lato sensu, tendo como público alvo as estruturas de saúde dos governos estaduais/municipais com vistas ao fortalecimento da cadeia produtiva do Programa Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos. 4. Transferência de Conhecimentos para o Setor Empresarial e/ou Setor Público – transferência dos conhecimentos obtidos para as indústrias de medicamentos fitoterápicos, cosméticos e de alimentos com propriedades de saúde, instaladas ou a serem instaladas em incubadoras, além de socialização das informações com as Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde, que receberão formação sobre a utilização das drogas vegetais padronizadas e seus respectivos usos, assim como os agricultores familiares das regiões de abrangência do projeto serão treinados para cultivo e comercialização de plantas medicinais validadas. 5. Internacionalização – troca de experiências tecnológicas com diversas instituições estrangeiras, com implementação de estrutura profissional, com atenção a mercados antes emergentes e agora estruturados. Participam desta proposta 138 pesquisadores brasileiros, de 24 Instituições do Norte e Nordeste, além de 21 pesquisadores estrangeiros e 12 Empresas privadas, interessadas nos resultados deste projeto. Perspectivas: A curto prazo será reunido e integrado as equipes de pesquisa e os conhecimentos já existentes; a médio prazo serão incrementadas as pesquisas originando os fitoprodutos e a longo prazo a consolidação da rede com a formação de recursos humanos (mestres, doutores e pós doutores) de elevada capacitação.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 28/11/2016-30/11/2024
Foto de perfil

Marcelo Tabarelli

Ciências Biológicas

Ecologia
  • perturbações antrópicas, mudanças climáticas e a biota futura da caatinga: implicações para a sustentabilidade (peld-catimbau) fase iii
  • De forma sucinta, a presente proposta objetiva examinar como perturbações antrópicas e mudanças no regime de precipitação afetam a biota da Caatinga em diferentes níveis de organização ecológica e quais são as implicações para a sustentabilidade de um sistema baseado na agricultura/pecuária de subsistência e no extrativismo florestal. Para alcançar esse objetivo geral, nós adotamos uma abordagem socioecológica com nove objetivos específicos, os quais constituem os módulos de execução do projeto: (1) natureza das perturbações antrópicas, (2) repostas das populações nativas, (3) padrões de diversidade das comunidades biológicas, (4) processos estruturadores das comunidades, (5) interações planta-animal, (6) produtividade florestal e ciclagem de nutrientes, (7) uso da terra e regeneração natural, (8) sistema de informação geográfica e (9) capacitação e transferência de informação (ações transversais). A execução do projeto e o alcance de seus objetivos baseiam-se no: (1) estabelecimento e manutenção de 117 parcelas permanentes no mosaico de uso da terra, (2) inventários multitaxa periódicos e estudos ecológicos de caso, (3) monitoramento contínuo de variáveis ambientais e antrópicas, (4) consolidação das informações biológicas, ambientais e de uso da terra em uma base do tipo SIG, e (5) disseminação/transferência das informações para a sociedade, através de um conjunto amplo de instrumentos. O projeto está sendo desenvolvido no Parque Nacional do Catimbau (Pernambuco) desde 2012, um polígono de ca. 70.000 ha, e uma das mais importantes unidades de conservação da Caatinga. O PARNA Catimbau apresenta vocação para estudos ecológicos dessa natureza, pois: (1) constitui um Sítio PELD-CNPq devotado a pesquisas ecológicas de longa duração, (2) reúne um patrimônio biológico, arqueológico e paisagístico de valor inestimável, (3) abriga áreas com diferentes históricos de uso da terra e de pressão antrópica sobre a vegetação de Caatinga, (4) inclui iniciativas de pesquisa e formação de recursos humanos em curso e (5) possui gestão, logística e infraestrutura favoráveis às iniciativas de longa duração. A presente proposta está sendo executada, atualmente, por uma rede composta por 20 pesquisadores e seus estudantes de graduação e pós-graduação (mestrado e doutorado), os quais estão vinculados a várias instituições nacionais e estrangeiras. O núcleo de operação desta proposta constitui-se dos PPGs de Biologia Vegetal e de Biologia Animal da Universidade Federal de Pernambuco. Neste momento, 63 estudos estão em execução (16 IC, 13 MS, 34 DR e 3 Posdocs). Entre os produtos esperados desta proposta podemos citar: (1) a publicação de 40 artigos científicos, (2) a formação de, pelo menos, 50 mestres e doutores em ecologia e biologia da conservação, além do treinamento de estudantes, gestores de UCs e moradores de comunidades locais, (3) estabelecimento de protocolos de boas práticas, (4) a ampliação de parcerias científicas, consolidação de grupos de pesquisa e formação de um grupo de pensamento estratégico, no que se refere às questões que envolvem a biota da Caatinga e florestas secas, (5) consolidação do PARNA Catimbau como Sitio PELD, ampliando oportunidades para geração de conhecimento científico, formação de recursos humanos e transferência de informação para a sociedade que vão além daquelas já contidas nesta proposta, e (6) transferência contínua de informação para a sociedade através de um conjunto amplo de instrumentos, os quais atingirão desde comunidades locais até tomadores de decisão em escala federal. Em síntese, esta proposta é capaz de ampliar a massa crítica e o conhecimento sobre como as biotas secas respondem às mudanças de uso da terra e de precipitação (cenários futuros), com todas as implicações que estas respostas podem ter para a gestão da biodiversidade e para o alcance do desenvolvimento sustentável em regiões semiáridas, incluindo a Caatinga. Como proposta integradora/ampliadora de iniciativas já em curso (e.g. PRONEX, PELD, PROBRAL, Humboldt) a mesma tem sua viabilidade e continuidade enormemente facilitada. Desta forma, esta iniciativa preenche todos os requisitos e ambições do Programa PELD-CNPq.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 03/12/2020-31/12/2024
Foto de perfil

Marcelo Yudi Icimoto

Ciências Biológicas

Morfologia
  • regulação celular dos receptores de cininas e angiotensinas: implicações na evolução de pacientes com covid-19.
  • O desbalanço dos Sistemas Renina-Angiotensina e Calicreína-Cininas é relevante na evolução no quadro clínico de pacientes com COVID-19. Como principal ator, a ECA2 é uma proteína humana que atua como receptor para a infecção do vírus na célula hospedeira. Além disso, a ECA2 é uma peptidase essencial no controle dos peptídeos vasoativos derivados de Bradicinina (BK) e Angiotensina I (Ang I), e atua no controle da pressão arterial, coagulação sanguínea e inflamação. Como consequência destas ações locais, a depleção de ECA2, causada pela infecção do SARS-CoV-2, pode ser também responsável pela intensificação de sintomas da COVID-19, diretamente relacionada com a tríade se sintomas (inflamação, resposta imunológica prejudicada e distúrbios de coagulação), que podem culminar na injuria renal. O desafio a ser alcançado por nosso grupo, e hipotetizado aqui, concerne no entendimento do papel do balanço e da relação dos peptídeos, derivados de BK (DBK e BK1-7) e de Ang 1 (Ang II, Ang 1-7, Ang 1-9 e Ang 1-5), entre si, e a modulação dos seus receptores, uma vez que, dentro do mesmo sistema, podem atuar de formas sinérgicas e/ou antagônicas. Para tal, a fim de complementar as metodologias de detecção e ensaios biológicos já utilizados pelo grupo, pretendemos desenvolver ensaios funcionais de vias celulares com os receptores de ambos sistemas (AT1, AT2, Mas, B2R e B1R). A resposta será analisada a partir na inoculação dos peptídeos derivados de BK e Ang I, purificados de modelos animais: nocaute para ACE2, nocaute para os receptores, e animais tratados com antagonistas dos receptores. Metodologias já bem estabelecidas por nosso grupo serão também utilizadas, tais como imunoensaio, clonagem, cromatografia líquida e espectrometria de massas. Como perspectivas, frente à superação do nosso desafio, pretendemos estender tal metodologia de estudo funcional para ensaios de infecção viral in vitro e analises de amostras de pacientes com diferentes graus de evolução de COVID-19.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Marcia Aguiar

Ciências Humanas

Educação
  • raciocínio matemático na escola básica: investigando a aprendizagem profissional do professor de matemática
  • Desvelar e compreender o conhecimento matemático dos professores para o ensino constitui um importante campo de pesquisa na formação de professores, em especial, quando se considera a prática letiva como ponto de partida. No estudo, pretendemos compreender as oportunidades de aprendizagem profissional do professor (APP) para o desenvolvimento do conhecimento matemático para o ensino acerca de processos de raciocínio como conjecturar, generalizar e justificar, sendo o raciocínio matemático uma competência básica na aprendizagem. Assim, assumimos que processos formativos que consideram a prática letiva do professor e as discussões coletivas como cernes na APP podem contribuir para a (re)construção do conhecimento matemático para o ensino. Com o objetivo de compreender como ocorre a (re)construção de conhecimentos matemáticos de professores para o ensino na escola básica acerca dos processos de conjecturar, generalizar, justificar presentes na matemática escolar, queremos responder: Como as tarefas de aprendizagem profissional (TAP), as discussões coletivas e o papel e as ações do formador realizadas em processos formativos podem contribuir na (re)construção do conhecimento matemático para o ensino acerca dos processos de raciocínio matemático? A produção de dados será realizada em dois ciclos de um processo formativo para professores de matemática, por meio do uso de TAP. Essas TAPs serão construídas a partir de registros de práticas dos professores, e estruturadas para promover discussões matemáticas e didáticas a respeito dos processos de raciocínio matemático na escola básica. A metodologia se insere em uma perspectiva qualitativa-interpretativa, por meio do Design-Based Reseach (DBR) e visa oportunizar a professores, por meio de um trabalho colaborativo, aprendizagens a respeito dos processos do raciocínio matemático. Assim pretendemos contribuir para a implementação de novas práticas e a elaboração de materiais curriculares para a formação de professores.
  • Universidade Federal do ABC - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Márcia Alves da Silva

Ciências Humanas

Educação
  • memórias, discursos e narrativas de mulheres na construção de uma educação decolonial e interseccional
  • A proposta tem caráter interdisciplinar e se ancora, especialmente, na área de educação e nos estudos de gênero. Trata-se de uma experiência acadêmica que procura trazer uma colaboração na construção de uma educação feminista latino-americana de(s)colonial, que problematiza as histórias de vida das mulheres, reconhecendo seus saberes, partindo de uma compreensão crítica sobre os processos de colonialidade do saber e do poder patriarcal. Para isso busca-se: 1) resgatar as histórias de vida de mulheres, através do trabalho de coleta e análise de narrativas (auto)biográficas, a partir de algumas categorias básicas para se pensar a emancipação das mulheres, como família, formação e/ou escolaridade, trabalho, conjugalidade, maternidade entre outras; 2) contribuir para a construção de um pensamento feminista latino-americano, que incorpore os conhecimentos e a cultura das mulheres do sul; 3) contribuir para a construção de um pensamento educacional feminista de(s)colonial, que se alimenta da contribuição advinda da educação popular, dialoga com ela e a reelabora na perspectiva de gênero; 4) contribuir na consolidação do grupo de pesquisa D’Generus: Núcleo de Estudos Feministas e de Gênero, do CNPq, fortalecendo as pesquisas que vêm sendo implementadas pelo grupo; e, ainda, 5) colaborar na construção de conteúdos que reverberem em disciplinas tanto da Graduação como da Pós-Graduação em Educação. Os grupos nos quais estamos trabalhando atualmente são os seguintes: mulheres jovens e idosas ativistas feministas; mulheres professoras e estudantes, mulheres camponesas, mulheres negras universitárias, e mulheres vítimas de violência e em situação de vulnerabilidade. Assim, busca-se contribuir para um processo de emancipação, através do resgate de memórias, que carregam histórias de vida. Esse processo se constitui num momento de formação para as participantes que, através da metodologia empregada podem ressignificar e refazer suas trajetórias, tanto individuais como coletivas.
  • Universidade Federal de Pelotas - RS - Brasil
  • 09/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Márcia Aparecida Ferreira de Oliveira

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • metodologias de pesquisas populacionais referente à epidemiologia do uso de substâncias psicoativas: uma revisão de escopo
  • O consumo de álcool e outras drogas é um grave problema de saúde pública, o planejamento de programas e políticas públicas deve contemplar grandes parcelas da população o que justifica a necessidade do desenvolvimento de pesquisas que possam utilizar os inquéritos populacionais como subsídios à formulação e avaliação destas políticas. Esta proposta tem por objetivo mapear, descrever e sistematizar inquéritos populacionais em saúde de relevância nacional e internacional na área do uso de álcool e outras drogas. Trata-se de uma pesquisa de revisão elaborada de acordo com metodologia de revisão de escopo recomendada pelo Instituto Joanna Briggs. Para tanto, três questões foram elaboradas: Quais são os inquéritos de relevância nacional e internacional, de base populacional, que abordaram dados sobre o uso de álcool e outras drogas? Quais são as metodologias de pesquisas e as variáveis analisadas nos inquéritos populacionais referentes à epidemiologia do uso de álcool e outras drogas? Como os inquéritos populacionais, que abordaram dados sobre o uso de álcool e outras drogas, coletaram as variáveis sociodemográficas relacionadas às políticas de equidade? Espera-se que os achados dessa revisão de escopo possam subsidiar investigações de amplo domínio sobre o uso de álcool e outras drogas, contribuindo para a formulação de políticas e programas que visem a redução das consequências do uso de álcool e outras drogas no Brasil.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 05/12/2021-31/12/2022
Foto de perfil

Marcia Barbosa Henriques Mantelli

Engenharias

Engenharia Mecânica
  • novas tecnologias de dissipadores de calor miniaturizados para aplicações em dispositivos eletrônicos compactos
  • O desenvolvimento de equipamentos eletrônicos cada vez mais compactos e de alto desempenho têm elevado a concentração da geração de calor e, consequentemente, ao aumento da temperatura de operação, a principal causa de falha, redução da confiabilidade e diminuição do ciclo de vida destes. Portanto, transferir, espalhar e rejeitar excesso de calor de componentes eletrônicos é a chave para o avanço tecnológico. Mini dissipadores de calor são dispositivos altamente eficientes, que se utilizam da mudança de fase de um fluido de trabalho para transferir calor passivamente, sem consumo de energia. Como exemplo, os mini tubos de calor planos estão entre as tecnologias térmicas mais avançadas e confiáveis para o gerenciamento térmico de eletrônicos, como computadores portáteis, tablets, smartphones, satélites e espaçonaves. A literatura mostra que poucos grupos de pesquisa conseguem fabricar tubos de calor muito finos. Recentemente, a união por difusão tem se apresentado como uma técnica eficiente para a fabricação de destes dispositivos de transferência de calor, pois é capaz de produzir peças monolíticas, preservando a microestrutura e as propriedades do metal base. O LABTUCAL/LEPTEN é o único grupo de pesquisa no Brasil que conta com um forno de união por difusão com capacidade de exploração comercial. O presente trabalho visa estudar teórica e experimentalmente diversas configurações de dispositivos que trabalham com mudança de fase para o transporte de energia térmica. Para isto serão projetados, fabricados e testados experimentalmente dispositivos planos miniaturizados, com espessuras de 0,5 a 2,5 mm, incluindo tubos de calor convencionais, pulsantes (PHP), em circuito (LHP), termossifões convencionais e em circuito. Um dos principais resultados do presente projeto é estabelecer um “mapa de aplicações”, de onde pode-se determinar para quais aplicações uma tecnologia específica é a mais adequada.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Márcia Caruso Bícego

Ciências Exatas e da Terra

Oceanografia
  • variações paleoceanográficas e paleoclimáticas ao longo do holoceno na margem continental sul do brasil: utilização de marcadores orgânicos moleculares em testemunhos de alta resolução
  • O sedimento presente nas margens continentais é o destino de parte importante do material orgânico autóctone e alóctone nos oceanos. O estudo da matéria orgânica sedimentar permite identificar processos biogeoquímicos ocorridos no passado através das assinaturas por eles deixadas com as mudanças ambientais. O Holoceno apresenta características climáticas vitais para o crescimento e desenvolvimento da sociedade. Compreender os processos que impulsionaram as variações climáticas e encontrar eventos cíclicos no registro geológico durante esse período podem revelar a sensibilidade, frequência e probabilidade de mudanças climáticas no futuro. Os marcadores orgânicos moleculares são caracterizados por apresentarem especificidade de fonte e estabilidade molecular. Em escala geológica, os processos de deposição desses compostos no meio marinho estão relacionados com mudanças nas condições climáticas e oceanográficas da região. O presente projeto visa identificar processos oceanográficos e climáticos por meio da avaliação simultânea em nível elementar, isotópico e molecular da matéria orgânica sedimentar, associado a características texturais do sedimento, em depocentros lamosos localizados na plataforma continental Sul do Brasil. Esses depósitos lamosos fornecem registros sedimentares longos, contínuos e de alta resolução úteis para inferir sobre as variações do clima no continente adjacente, do aporte fluvial, da produtividade marinha, da temperatura de superfície do mar, e da hidrodinâmica da plataforma. Alguns testemunhos já coletados e datados nessa região cobrem período holocênico e são objeto desta proposta. As análises dos compostos orgânicos serão realizadas por cromatografia gasosa com detecção de massas com triplo quadrupolo (GC/MS/MS), um instrumento com altíssima sensibilidade analítica e com potencial para explorar diferentes biomarcadores moleculares considerados proxies climáticos.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 21/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Marcia Cristina Bernardes Barbosa

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • soluções aquosas: ciência básica e novas tecnologias
  • Os fenômenos de difusão, fluxo e estruturação em sistemas complexos estão intimamente conectados. Na escala nanométrica, a estrutura assumida por fluidos possui um papel fundamental nas propriedades difusivas. Este comportamento apesar, de muitas vezes ser descrito classicamente não é uma expansão trivial da hidrodinâmica clássica, pois a nanoescala opera na interface clássico/quântico, possuindo elementos de ambos. Consequentemente, compreender a nanofluídica e estas relações é um desafio em aberto porque o comportamento de fluidos nanoconfinados e em interfaces difere do esperado e observado no bulk - dependendo muito das propriedades do material confinante. Em paralelo, o entendimento da agregação e cristalização de blocos nanométricos para a formação de macroestruturas é essencial para novas tecnologias construídas a partir das novas propriedades presentes na nanoescala - e o comportamento do solvente, como a água, afeta esta agregação. Então compreender o comportamento da água é compreender este Lego Molecular. Das inúmeras aplicações tecnológicas decorrentes do comportamento de fluidos em nanoescala, pode-se ressaltar a captura e estocagem de gases poluentes, filtros altamente seletivos, sensores, descontaminação do solo e dessalinização e purificação da água. Desta forma, este projeto une uma abordagem computacional de diferentes níveis - de simulação ab-initio até mesoescala - para responder a questão teórica sobre a natureza da dinâmica dos fluidos em nanoescala com esforço experimental no desenvolvimento de novos materiais a partir da compreensão dos processos a nível nanométrico e micrométrico que regem desde a obtenção e funcionalização de um material até sua aplicação para sistemas complexos. Essa abordagem conjunta e em diferentes níveis permitirá compreender os processos básicos e também propôr aplicações tecnológicas como, por exemplo, filtros para dessalinização e esponjas para poluentes com amplo espectro de adsorção ou altamente seletivas.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Márcia da Silva

Ciências Humanas

Geografia
  • sobre poder e geografia – “donauschwabens” no sul do brasil: hegemonia regional, inserção internacional e controle social
  • A proposta apresentada tem como abordagem geral analisar o papel hegemônico, exercido nas relações de poder, dos donauschwabens (Suábios do Danúbio), localizados no Sul do Brasil, em Entre Rios/Guarapuava/PR e em Jaraguá do Sul/SC, na dinâmica regional, na inserção econômica internacional e no controle social. Em termos específicos, analisar a participação político-partidária, o empoderamento feminino e a autonomia juvenil no interior dos mesmos. A problemática busca analisar esses dois grupos germânico-alemães originários da Hungria e da Alemanha/Iugoslávia, chegados ao Brasil em 1891 e 1951, respectivamente, em sua atuação na dinâmica regional de seus tempos e espaços e na inserção econômica internacional, bem como ao controle social. A hipótese, então, é a de que os suábios do Danúbio, mesmo em condições de origem, de chegada e de estabelecimento no Brasil (um mais ao rural e outro no urbano) diferenciados, permanecem como hegemônicos, internamente contraditórios (sofridos, lutadores e vencedores) e externamente com hegemonia econômica. As estratégias metodológicas compõem-se de cinco etapas: coleta de dados e informações nas representações diplomáticas da Hungria, Alemanha e Áustria no Brasil; b) coleta de dados no Parlamento húngaro, em Budapeste, e no Parlamento austríaco, em Viena (realizadas em 2015 e 2017); c) coleta de dados em centros de memória/instituições suábias em Entre Rios e Jaraguá do Sul; d) trabalho de campo em Entre Rios e Jaraguá do Sul para reconhecimento das memórias e representações, dos lugares das coletividades, das diferenciações socioeconômicas, dentre outros e; e) entrevistas com membros das comunidades suábias (empresários/as, agricultores/as, mulheres, jovens, políticos/as e outros), de Entre Rios e Jaraguá do Sul. Por fim, importa-nos o desafio de buscar, na realidade, o respaldo para realizar o trânsito dos dados sistematizados, das evidências empíricas, do referencial teórico e do diálogo com interlocutores de pesquisa.
  • Universidade Estadual do Centro-Oeste - PR - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Marcia de Paula Leite

Ciências Humanas

Sociologia
  • saindo da crise: as novas configurações dos trabalhos de cuidado
  • Este projeto tem como objetivo analisar as características dos trabalhos de cuidado no Brasil nos anos 2022 a 2024. Esse tipo de trabalho é historicamente exercido pelas mulheres, em atividades de enfermagem desenvolvidas em clínicas, casas de repouso, hospitais e à domicílio, bem como em atividades domésticas, no cuidado de crianças, idosos e enfermos. Tais atividades vêm crescendo devido tanto ao envelhecimento da população e à falta de equipamentos públicos voltados ao atendimento de idosos e incapacitados, como pela entrada maciça das mulheres no mercado de trabalho desde os anos 1970, ao lado da escassez de creches e escolas públicas de tempo integral. Esse processo gerou: diversificação dos vínculos de trabalho; surgimento de novas configurações, como o trabalho plataformizado; recrudescimento de outras, como o terceirizado, por conta própria e informal; bem como a diferenciação das condições de trabalho. Adicione-se o fato de que muitas cuidadoras foram instadas a não mais deixar o local de trabalho a partir da pandemia para evitar a contaminação, configurando verdadeiras situações de cárcere privado. Para cobrir esse conjunto de situações, a pesquisa se desdobrará em: 1) estudos sobre o mercado de trabalho que nos permitam identificar quem são essas trabalhadoras, quais seus vínculos de trabalho, remuneração, gênero e raça; 2) levantamento de trabalhadores por plataforma 3) análise sobre como as instituições públicas do trabalho se têm posicionado frente às demandas propostas e aos problemas enfrentados pelas trabalhadoras; 4) levantamento e análise de dados primários por meio de entrevistas realizadas com lideranças sindicais e de movimentos sociais do setor; 5) levantamento e análise de dados fornecidos mediante realização de grupos focais de trabalhadoras de base do setor. O projeto propõe que os dados secundários sejam levantados para o espaço nacional e que a pesquisa de campo se concentre nos Estados de São Paulo, Santa Catarina e Bahia.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Marcia dos Santos Machado Vieira

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • portal digital de estados de coisas em português e em línguas românicas a variar e ensinar
  • Vide projeto anexo Propõe-se pesquisa socioconstrucionista sobre tipos de construções de predicação verbal em corpora escritos de variedades nacionais do Português, bem como deles em comparação com corpora escritos de variedades das línguas românicas francês e espanhol, perspectivando ciência da estabilização e variação e ensino de Português em espaços de língua materna e não materna. A meta é construção e curadoria de um portal digital de corpora escritos, usos e descrições de predicação verbal. A proposta integra o plano de interesses científicos e ações em linguística teórica, descritivo-comparativa e aplicada do projeto franco-brasileiro VariaR – Variação nas línguas românicas (https://variar.wixsite.com/variar). A diretiva é resolver o problema de acesso a dados e descrições qualificadas de expressão de estados de coisas via predicações verbais em línguas românicas, especialmente em espaços de trabalho com Português língua (não-)materna. Hipotetiza-se que há usos e convergências e divergências a detectar com base na comparação entre línguas e variedades de línguas românicas que podem alimentar bases de trabalho nacionais e internacionais relativas a certas práticas comunicativas no mundo hiperconectado, como ensino, tradução, interpretação, dublagem. A plausibilidade dessa hipótese está evidente no fato de, no Brasil, ser cada vez mais crescente o recurso a plataformas digitais de dados estrangeiras (Corpus do Português, SketchEngine, por exemplo) e no fato de muitas construções de predicação ainda não serem perspectivadas em práticas e materiais de ensino de Português (entre elas, construções com verbo suporte). A estratégia metodológica pauta-se nas orientações de análise empírica de usos/corpora de Sociolinguística e de Gramática de Construções em que pesam uma rede de fatores formais e funcionais (nestes, semânticos, discursivos, pragmáticos, cognitivos e socioculturais). E o fim é entregar à comunidade científica e não-cientifica o portal digital.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Marcia Dutra de Barcellos

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • identidade, conflitos e a transição para sistemas alimentares sustentáveis
  • O setor de alimentos é um dos principais responsáveis pela perda de biodiversidade e emissão global de um terço dos gases de efeito estufa. A produção e consumo de produtos de origem animal estão no centro desta discussão, e há uma pressão crescente para redução no consumo de proteínas de origem animal e substituição por alimentos à base de plantas, por exemplo. Para a transformação dos sistemas alimentares globais é necessária uma reflexão sobre o padrão de consumo atual e o redesign da produção. A Economia Circular oferece ferramentas para essa transição, pois o conceito é restaurador por design e visa otimizar ativamente os sistemas (Ellen MacArthur Foundation, 2021). No entanto, a mudança nos padrões de produção e consumo de alimentos é desafiadora pela complexidade do fenômeno. De forma paradigmática, grandes players do setor de carnes global criam linhas de produtos à base de plantas, churrascarias surgem com posicionamento vegano e os investimentos em food-tech startups são crescentes. Os consumidores sinalizam a aceitação e intenção de aumentar o consumo de produtos alternativos, tanto na Europa quanto no Brasil, apesar de o consumo de proteínas animais ser a norma social dominante nas culturas ocidentais. Assim, este projeto visa explorar como as identidades dos consumidores e das empresas estão se transformando em direção a um mercado de alimentos eco-inovadores, à base de proteínas alternativas. Objetiva-se identificar conflitos e paradoxos emergentes. Por meio de estudos multi-métodos retro e prospectivos sobre o consumidor e as empresas, viabilizados através das parcerias internacionais, objetiva-se compreender a transição de identidade e os seus impactos corporativos e comportamentais. O projeto visa contribuir com recomendações concretas de políticas públicas, comunicação e gestão empresarial para apoiar uma transformação bem-sucedida e acelerada rumo à produção e consumo mais sustentáveis, contribuindo assim para os ODS das Nações Unidas.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Márcia Foster Mesko

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • desenvolvimento de métodos determinação elementar e bioimageamento em modelos pré-clínicos de dor oncológica: avaliação do envelhecimento como fator de risco
  • Atualmente o câncer é a segunda principal causa mundial de morte, e a dor é o sintoma preponderante, especialmente em idosos em quimioterapia. Nossos estudos revelaram a relação entre o envelhecimento e a dor oncológica em roedores; entretanto, persistem razões para a ampliação destas pesquisas. Assim, a hipótese é que o processo de envelhecimento causa modificações na concentração e distribuição elementar no organismo, o que pode contribuir para a exacerbação da dor. Neste contexto, considerando a disponibilidade e variabilidade da composição das amostras e da concentração dos analitos, o desafio desta proposta é desenvolver métodos que possibilitem a detecção e o bioimageamento elementar em tecidos de roedores idosos acometidos de dor oncológica. Para a indução da dor serão utilizados camundongos, e serão avaliadas diferentes células tumorais e quimioterápicos. Para a determinação da concentração total e o imageamento de bioelementos em tecidos como nervo periférico, medula espinhal, cérebro, entre outros, serão desenvolvidos métodos seguindo os princípios da química verde. Serão preconizados sistemas de digestão em micro-frascos, assistidos por radiação micro-ondas, ou outras energias, e o uso de reagentes diluídos. As determinações elementares serão feitas por cromatografia de íons com detecção condutimétrica e espectrometria de massa, espectrometria de emissão óptica com plasma indutivamente acoplado e espectrometria de massa com plasma indutivamente acoplado (ICP-MS). Visando elucidar mecanismos de translocação elementar e associação com a dor oncológica, métodos utilizando a ablação com laser acoplado à ICP-MS serão desenvolvidos. Com o entendimento destes mecanismos espera-se contribuir para o avanço científico para a melhoria da saúde e qualidade de vida da população em tratamento oncológico, em especial de idosos. É importante mencionar que serão formados profissionais com atuação qualificada na interface das áreas de química analítica e bioquímica.
  • Universidade Federal de Pelotas - RS - Brasil
  • 05/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Márcia Giovenardi

Ciências Biológicas

Imunologia
  • apoio à formação de doutores em áreas estratégicas dos programas de pós-graduação em biociências e ciências da reabilitação da ufcspa
  • Vide projeto anexo
  • Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre - RS - Brasil
  • 16/02/2020-15/02/2025
Foto de perfil

Marcia Helena Moreira Paiva

Engenharias

Engenharia de Energia
  • consumo sustentável de energia em ambientes escolares: iniciativas femininas
  • Este projeto aborda a problemática da eficiência energética, por meio de ações de conscientização, monitoramento e redução do consumo de energia elétrica, culminando na automação de um ambiente escolar conforme escolha de cada escola participante. O projeto de automação proposto é baseado no artigo “Automação de uma sala de aula: um projeto de baixo custo” (BRUNO et al., 2018), apresentado no CBA 2018 (XXII Congresso Brasileiro de Automática) e implementado com sucesso em uma sala de aula do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba - IFPB. Para executar o projeto proposto, será requerido da equipe envolvida o conhecimento de conteúdos de diversas áreas da Engenharia Elétrica como energia, automação, eletrônica, comunicação e computação. Este projeto será realizado por uma equipe composta por professores e estudantes de cinco escolas públicas de Educação Básica do Espírito Santo e da Universidade Federal do Espírito Santo - UFES. A equipe da UFES (composta por professoras do Departamento de Engenharia Elétrica e do Departamento de Informática, bolsistas de Iniciação Científica e colaboradores convidados para palestras, mesas redondas, sessões de cinema e debate, ou outras atividades complementares) será responsável por oferecer suporte nos conteúdos necessários para o desenvolvimento do projeto, além de participar de atividades nas escolas e receber os estudantes na UFES para visitas técnicas. Esta ação permite que a Universidade vá até a Escola. A equipe de cada escola participante (composta por diretores, professores, bolsistas e demais interessados) será responsável por difundir localmente tais conteúdos em linguagem adequada ao público e executar nas escolas as ações acordadas, além de participar de atividades na UFES trazendo, por exemplo, seus estudantes para visitas técnicas.
  • Universidade Federal do Espírito Santo - ES - Brasil
  • 11/02/2021-31/08/2022
Foto de perfil

Márcia Hueb

Ciências da Saúde

Medicina
  • a eficácia e segurança da termoterapia em combinação com a miltefosina em comparação com o antimoniato de meglumina e com a miltefosina em monoterapia para o tratamento da leishmaniose cutânea do novo mundo: um ensaio clínico de fase iii, aberto, multicên
  • Na região das Américas a leishmaniose cutânea (LC) é endêmica em 18 países. No ano de 2017, foram notificados 49.959 casos da doença, sendo 17.528 casos no Brasil. Os antimoniais pentavalentes sistêmicos ainda são a primeira opção de tratamento da LC nas Américas, apesar de sua alta toxicidade, com necessidade de monitoramento clínico e laboratorial periódico, da dificuldade para administrá-los, e dos altos custos associados, além de uma eficácia variável em função da espécie de leishmania e da região geográfica. Este cenário aponta para a necessidade de desenvolvimento de alternativas terapêuticas eficazes, seguras, acessíveis e de uso mais fácil tanto para o paciente quanto para os profissionais de saúde. A miltefosina, aprovada pela Administração de Alimentos e Medicamentos (FDA) em 2014 para o tratamento da LC, e recentemente incorporada no SUS, e a termoterapia são esquemas de tratamento recomendados pela Organização Pan Americana da Saúde para as Américas. A eficácia destas abordagens quando usadas em monoterapia é da ordem de 70%. Em um esforço para melhorar a eficácia dessas duas abordagens terapêuticas quando administradas em combinação, a DNDi conduziu um estudo de fase II com o objetivo de determinar a eficácia e segurança de um tratamento combinado usando uma única sessão de termoterapia e a miltefosina, durante 21 dias para o tratamento da LC não complicada no Peru e na Colômbia, que mostrou uma eficácia de 80% por Intenção-de-Tratar. Desta forma propõe-se a condução de um ensaio de fase III, randomizado, aberto, e multicêntrico, que visa a avaliar se a combinação de termoterapia (uma aplicação única, 50°C por 30 segundos) e de 3 semanas de miltefosina (2,5mg/kg/dia por 21 dias) é não inferior quando comparada ao tratamento recomendado como primeira linha, o antimoniato de meglumina (20 mg/kg/dia por 20 dias) ou a miltefosina em monoterapia (2,5mg/kg/dia por 28 dias), para o tratamento da leishmaniose cutânea não complicada no Novo Mundo. Se os resultados do estudo, esperados para o final de 2022, mostrarem a taxa de cura esperada para a combinação de tratamento de termoterapia com miltefosina por 21 dias, este ensaio clínico fornecerá evidências para novas recomendações de tratamento, substituindo o antimoniato de meglumina como primeira linha de tratamento para a LC não complicada, trazendo uma melhor alternativa de tratamento para um grande número de pessoas afetadas pela leishmaniose cutânea, e com um melhor perfil de eficácia e segurança em comparação com o uso dos antimoniais.
  • Universidade Federal de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 10/12/2019-31/12/2022
Foto de perfil

Márcia Koja Breigeiron

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • fatores de risco para sífilis congênita: acompanhamento pré-natal, hospitalar e ambulatorial da mulher e seu filho do nascimento aos 18 meses de vida
  • A sífilis é uma infecção sistêmica, sexualmente transmissível que, associada a gestantes, se torna ainda mais preocupante devido à possibilidade de ser transmitida ao feto. A prevenção da transmissão da sífilis para o feto está intimamente ligada à atenção prestada às gestantes durante o pré-natal, e ao tratamento à gestante e sua parceria sexual, o mais precoce possível. Embora a oferta diagnóstica e o tratamento, teoricamente, sejam disponibilizados na Rede de Atenção Básica durante o pré-natal, a transmissão da sífilis da mãe para o seu concepto segue sendo um constante e grave problema de saúde pública. O objetivo deste estudo é analisar os fatores de risco para sífilis congênita relacionados à assistência no pré-natal, ao diagnóstico e tratamento da mulher, da parceria sexual e do recém-nascido, às condições clínicas neonatais, e ao acompanhamento na rede de atenção básica da criança até os seus 18 meses de vida, bem como, implementar telemonitoramento como estratégia de educação em saúde e adesão das mães às consultas ambulatoriais de seus filhos na rede básica. Trata-se de um estudo coorte retrospectivo e prospectivo com múltiplas frentes, ou Projeto Matricial, com abordagem descritiva, analítica e quali-quantitativa. A pesquisa ocorrerá em um hospital universitário de grande porte da região Sul do Brasil. As fontes de coleta e técnicas de análise de dados serão variadas, desde a análise de registros de prontuários até a entrevista direta com as mulheres em tratamento para sífilis e profissionais da saúde envolvidos nas redes de atenção básica. A análise de dados se desdobra de acordo com as frentes da pesquisa, permeando a estatística descritiva e inferencial, e também a análise de conteúdo. O estudo respeitará os preceitos éticos em pesquisa. Acredita-se que as constatações advindas dos desdobramentos deste estudo poderão subsidiar de forma mais assertiva a revisão e otimização de práticas assistenciais.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 22/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Marcia Maria Auxiliadora Naschenveng Pinheiro Margis

Ciências Biológicas

Genética
  • estudo funcional das vias de sinalização da deficiência de ferro no gênero oryza
  • O presente projeto testará a hipótese do envolvimento do fator de transcrição bHLH35 (basic Helix-Loop-Helix) como um elemento downstream ao fator de transcrição IDEF1 (Iron Deficiency-responsive Element-binding Factor 1) na via de sinalização controlando as respostas do arroz à deficiência de ferro. Trabalhos prévios do nosso grupo demonstraram que o gene codificador do fator de transcrição bHLH35 é induzido pelo acúmulo de espécies reativas de oxigênio nesta espécie e é regulado transcricionalmente por IDEF1, um fator de transcrição que regula respostas de deficiência de ferro através da sua ligação ao previamente caracterizado Iron Deficiency-responsive cis-acting Element (IDE1). Assim, o objetivo da presente proposta é caracterizar a participação do fator de transcrição bHLH35 nas vias de sinalização reguladas por IDEF1 em resposta à deficiência de ferro em arroz. Para atingir esse objetivo as seguintes atividades serão realizadas: i). Avaliação do desempenho das plantas e a qualidade nutricional dos grãos de arroz em linhagens transgênicas que superexpressam o gene codificador de bHLH35 frente a condições de privação e suficiência de ferro; ii) Avaliação da responsividade de bHLH35 a diferentes regimes de ferro por meio da análise de plantas transgênicas de arroz expressando o gene codificador da proteína repórter beta-glucuronidase (GUS) sob o controle da sequência promotora de bHLH35; iii) Determinação da natureza da regulação de IDEF1 sobre o gene codificador de bHLH35 por meio de um ensaio de transativação em protoplastos de Arabidopsis thaliana; iv) Identificação dos genes regulados por bHLH35 por meio de um ensaio de ChIP-Seq (chromatin immunoprecipitation sequencing) das plantas transgênicas; v) Identificação de variações alélicas dos genes codificadores de IDEF1, bHLH35 e seus principais alvos em diferentes espécies do gênero Oryza disponibilizadas pelo International Rice Research Institute (IRRI); vi) Avaliação do conteúdo de ferro nas folhas e grãos de acessos que contém diferentes alelos de IDEF1, bHLH35 e seus principais alvos por meio de Inductively Coupled Plasma Mass Spectromtry (ICP-MS).
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023
Foto de perfil

Márcia Maria dos Santos Bortolocci Espejo

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • contador sem carteirinha não é contador: ações estratégicas voltadas à melhoria da qualidade da formação do profissional contábil no brasil pós covid-19
  • O profissional contábil é essencial para o desenvolvimento de um país e sua formação no Brasil passa necessariamente pela graduação em Contabilidade. A atratividade da profissão é revelada pelo número de instituições de ensino que oferecem o curso de bacharelado (1101 cursos, INEP, 2018) e pelo número de estudantes matriculados (358.240, INEP, 2019). Para seu exercício profissional é necessária a aprovação no Exame de Suficiência em Contabilidade elaborado pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC). Dados revelam que o índice médio de aprovação dos estudantes ficou em torno de 22% (CFC, 2021), ou seja, quase 80% dos estudantes que aplicaram ao referido teste não atendem aos parâmetros mínimos de certificação profissional. Considerando que há falhas estruturais no processo de ensino-aprendizagem deste profissional, constata-se que os esforços na perspectiva institucional (gestão educacional, infraestrutura escolar e organização didático-pedagógica), do corpo docente (qualificação acadêmica, qualificação profissional e qualificação pedagógica) e do corpo discente (considerando variáveis acadêmicas, comportamentais e demográficas) apresentam lacunas que precisam ser preenchidas no sentido de atingir às expectativas mínimas de formação do profissional contábil. O presente projeto desta rede de pesquisadores especialistas na área de educação contábil, nesta direção, visa responder à seguinte questão: Que ações estratégicas podem ser conduzidas voltadas à melhoria da qualidade da formação do contador no Brasil pós Covid-19? Por meio deste projeto macro, que pode servir de piloto para outras áreas do conhecimento, tem-se a pretensão de realizar pesquisas com abordagens metodológicas qualitativas e quantitativas, desenvolvimento de um site que centraliza as produções do projeto (artigos, vídeos,...), promoção de eventos com características experienciais com oficinas aos participantes com metodologias ativas de ensino, e palestras aos coordenadores de curso via CFC.
  • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025