Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Anderson Zampier Ulbrich

Ciências da Saúde

Educação Física
  • máximo estado estável de lactato de determinação do limiar anaeróbio associado a função autonômica e parâmetros inflamatórios de adultos obesos cardíacos ativos e sedentários
  • O sobrepeso e da obesidade tem atingido proporções epidêmicas em todo o mundo, tanto em países desenvolvidos como em desenvolvimento. Grande parte dos sujeitos com excesso de peso apresentam níveis insatisfatórios de atividade e aptidão física. Associado a isto, evidências tem demonstrado doenças associadas a obesidade, bem como alterações do sistema autonômico e imunológico. Desta forma, as recomendações de exercício para sujeitos obesos e com cardiopatia são de intensidade leve e moderada, que colaboram na diminuição da gordura corporal, da modulação dos sistema autonômico e sistema anti-inflamatório. Portanto, o projeto apresenta dois objetivos que atendem as características do estudo, como sendo: a) associar o nível de atividade física com fatores de risco, função autonômica e perfil inflamatório de adultos obesos cardíaco; b) associar o limiar anaeróbio com a função autonômica e parâmetros inflamatórios de adultos obesos cardíacos ativos e sedentários. A pesquisa será considerada no primeiro momento como descritiva de delineamento transversal e num segundo momento de caráter experimental. Serão convidados a participar do estudo adultos obesos, com doença cardiovascular (doença arterial coronariana) de ambos os sexos. Para os sujeitos ativos e sedentários, será avaliado transversalmente o nível de atividade física pelo sensor de movimento (acelerômetro, Acthigraph GT3) e também descritivamente por questionário de atividade física (IPAQ). Para determinação de outras variáveis que podem influenciar nas condições de saúde dos obesos, será aplicado questionário com diversas condições sócio-demográficas, de qualidade de vida, níveis de depressão; fatores de risco, aptidão funcional, função autonômica em repouso e medidas antropométricas para assim associar com o níveis de atividade física. Com base nos resultados do primeiro momento do estudo, a segunda etapa da pesquisa (estudo experimental), será primeiramente determinado a medida de aptidão cardiorrespiratória. Por conseguinte os mesmos sujeitos da pesquisa serão convidados a participar, em dias diferentes, da verificação dos efeitos (antes, durante e depois) de sessões de teste de intensidade constante para os seguintes parâmetros: resposta do lactato sanguíneo, função autonômica (variabilidade da frequência cardíaca) e marcadores inflamatórios (citocinas pró e anti-inflamatórias). Quanto a realização dos testes em laboratório, estes serão avaliados conforme consta: a) teste incremental para determinação do VO2max e da velocidade correspondente ao VO2max (vVO2max); b) Testes de velocidade constantes realizados aleatoriamente a 70, 85 e 92% do vVO2max, para determinar o tempo de exaustão (Tlim), Tau, VSUP’ e TSUP’; c) dois a quatro testes de velocidade constante nos quais a velocidade será aumentada ou diminuída até que o VO2max não possa ser atingido para determinação da VSUP e TSUP; d) teste no qual a velocidade será ajustada inicialmente em 92% Vsup e diminuirá de maneira individualizada ao longo do teste de modo que a velocidade seja igual à 85%Vsup quando o tempo de exercício corresponder a TSUP. O tempo para atingir o VO2max (TAVO2max) será calculado por meio de um modelo de ajuste mono-exponencial assumindo um valor de 4,6 vezes o Tau. O TSUP’ será estimado individualmente através da regressão linear entre os TAVO2max e seus respectivos Tlim. A VSUP’ será estimada através do modelo hiperbólico de velocidade crítica. A VSUP será considerada como a maior intensidade na qual a média do VO2 de três valores consecutivos de cinco segundo for maior ou igual à média do VO2max obtidos nos testes incremental e de carga constante menos um erro típico. O TSUP será considerado como o Tlim associado à VSUP. A análise dos efeitos do treinamento na cinética do VO2 em velocidades do domínio severo, VSUP e TSUP serão realizadas pelo Teste t para amostras independentes. Para analisar o efeito da intensidade nas variáveis obtidas durante os testes de carga constante será utilizada a análise de variância ANOVA two-way, complementada pelo teste de Scheffé e interação. A validade do modelo de predição da VSUP será analisada através do Teste t para dados pareados e pelo teste de correlação de Pearson. Em adição serão calculados os limites de concordância entre a VSUP e a VSUP’ e entre o TSUP e o TSUP’. O efeito do modo de aplicação da carga será analisado através do Teste t para dados pareados. Em todos os testes será adotado um nível de significância de p < 0,05.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Andersson Barison

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • investigação fitoquímica de espécies de polygala através de técnicas modernas de rmn e em
  • O gênero Polygala é um dos mais abundantes que compõem a família Polygalaceae, contanto com cerca de 100 espécies no Brazil, principalmente na região sul. No entanto, poucas espécies deste gênero tem sido química e farmacológica investigadas. Porem, das espécies investigadas, diversas classes de metabolitos secundários tem sido encontradas no gênero com amplas atividades farmacológicas, principalmente anti-inflamatória, antinociceptiva, antidepressiva, gastroprotetora e antioxidante, o que reforça a necessidade de ampliar o conhecimento químico e farmacológico sobre espécies do gênero Polygala. Visando dar maior agilidade na determinação estrutural de produtos naturais, diversas técnicas de RMN tem sido desenvolvidas, possibilitando avanços significativos em sensibilidade e resolução e redução no tempo de análise. Entre elas podemos citar a RMN HR-MAS que possibilita a análise direta de tecidos vegetais in natura, portanto em seu estado natural, sem necessidade de pré-tratamento de amostra e a hifenação entre a CLAE e a RMN através da pré-concentração de metabolitos em cartuchos de extração em fase sólida (EFS)seguido da análise por RMN e EM on-line ou off-line. Desta forma, este projeto visa o estudo fitoquímico de espécies do gênero Polygala da região sul através de técnicas avançadas de investigação fitoquímica como a RMN HR-MAS, micro extração diretamente com solventes deuterados e CLAE-EFS-RMN/EM, possibilitando a identificação de um maior numero de compostos de forma simples e ágil. Finalmente os novos compostos encontrados serão obtidos em maior quantidade e submetidos a diversos ensaios farmacológicos com a ajuda de parceiros.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Andre Alexandre Vieira

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • síntese e estudo de materiais líquido-cristalinos termotrópicos luminescentes
  • A busca de novos materiais moleculares funcionais com propriedades líquido-cristalinas representa um campo muito produtivo da ciência. A razão desse interesse dá-se pelo fato dos compostos líquido-cristalinos apresentarem um estado da matéria caracterizado pela combinação única de organização molecular e fluidez. Essa propriedade permite ao cristal líquido ser um dos principais exemplos de materiais para dispositivos eletro-ópticos (Displays, OLED, LCD, células fotovoltaicas etc). No entanto, suas possibilidades no campo dos materiais vão mais além, a partir da introdução de diferentes cromóforos à estrutura da molécula de cristal líquido é possível aliar diversas funcionalidades com organização molecular. O presente projeto destaca a importância de materiais orgânicos funcionais luminescentes. Nesse aspecto, a preparação de cristais líquidos luminescentes pode resultar em compostos emissores de luz polarizada, dessa forma os mostradores de informação (displays) poderiam ser construídos sem a necessidade de background ou luz de fundo o que encarece os aparelhos que utilizam a tecnologia LCD (liquid crystal displays), além de consumirem mais energia. Dentro desse contexto, o heterociclo 2,1,3-benzotiadiazol (BTD) tem sido considerado um fluoróforo eficiente para construção de materiais emissores de luz. As principais vantagens do BTD é a alta estabilidade térmica e química, elevada fluorescência em sistemas π-conjugados, excelentes rendimentos quânticos e forte capacidade aceptora de elétrons. Heterociclos como o 2,1,3-benzoxadiazol, a quinoxalina e o hidrocarboneto fluoreno também apresentam características interessantes para exibir propriedades fotofísicas promissoras, principalmente quando inseridos em moléculas π-conjugadas. Contudo, esses sistemas são pouco explorados na literatura de materiais líquido-cristalinos. O projeto propõe preparar cristais líquidos derivados do 2,1,3-benzoxadiazol, quinoxalina e unidade fluoreno para obter organização molecular e intensa luminescência. Outro aspecto abordado neste projeto é com relação a eletrônica molecular. Embora a eletrônica orgânica esteja sob investigação há muito tempo em diferentes áreas, nos últimos anos têm sido desenvolvidos novos sistemas, ferramentas de estudos e dispositivos que abriram novas aplicações e expectativas, surgindo um grande interesse nesse tema. Na busca por materiais com melhores funções eletrônicas, tais como fotocondutividade, condutividade e eletroluminescência, o design molecular é uma ferramenta crucial. De um lado é possível notar a necessidade do controle nos níveis de energia HOMO e LUMO (bandgap). Por outro lado, o controle da organização supramolecular aparece como um passo fundamental na otimização das propriedades de transporte de carga. Neste renovado interesse por materiais moleculares funcionais, o estado cristal líquido vem sendo alvo de muitos estudos controlando a ordem e a dimensionalidade do material. No âmbito da eletrônica molecular a presente proposta foca no desenvolvimento de cristais líquidos baseados nas unidades fluoreno e quinoxalina. Essas estruturas são interessantes para a preparação de cristais líquidos discóticos porque possuem estabilidade térmica e química, planaridade e rigidez. Nesse contexto, o projeto propõe a preparação de cristais líquidos discóticos derivados dos sistemas fluoreno e quinoxalina. Esses materiais podem desempenhar um papel significativo como semicondutores orgânicos. Após a preparação e caracterização dos compostos-alvo, as propriedades térmicas, fotofísicas e eletroquímicas serão investigadas por análises de TGA, DSC, MOLP, SAXS, espectrometria de absorção no UV-vis, fluorescência, medidas eletro-ópticas, voltametria cíclica e outras análises que se julguem necessárias dependendo dos resultados obtidos durante as análises iniciais. Além disso, também serão estudadas detalhadamente as organizações supramoleculares, fenomenologia e suas potenciais aplicações das moléculas sintetizadas.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Alves Portela Santos

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • políticas paramétricas de alocação em fundos de investimento
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Andrian Padial

Ciências Biológicas

Ecologia
  • determinantes e variação espacial e temporal da diversidade taxonômica e funcional de comunidades aquáticas
  • Os grandes objetivos em Ecologia de Comunidades é entender porque alguns locais são mais biodiversos que outros, quais as razões que determinam a co-ocorrência das espécies e como a biodiversidade e a co-ocorrência das espécies variam ao longo do espaço e do tempo. Durante muito tempo, essas questões foram abordadas investigando relações entre métricas de biodiversidade taxonômica e fatores relacionados à qualidade ambiental dos ecossistemas. Recentemente, as variações espaciais e temporais em comunidades são frequentemente investigadas no framework de metacomunidades (veja uma revisão em Heino et al. 2015). Devido à escassez de dados ecológicos amostrados em uma escala espacial relevante e em um longo período amostral, os determinantes das metacomunidades ainda são pouco conhecidos para muitos grupos biológicos aquáticos. Ademais, as implicações ecológicas ao se avaliar medidas de diversidade taxonômica vs. medidas de diversidade funcional também merecem mais investigação, pois pode elucidar os mecanismos que explicam a diversidade biológica em um sentido mais amplo. Esta proposta combina análises de dados ecológicos coletados ao longo de até 13 anos com experimentos para entender as causas e os padrões em comunidades ecológicas aquáticas, em uma perspectiva taxonômica e funcional. Com esse objetivo amplo, a proposta visa responder três grandes perguntas acerca de grupos biológicos modelo: 1) Qual são os padrões temporais na diversidade beta taxonômica e funcional de comunidades aquáticas em uma grande planície de inundação do sul do Brasil ao longo dos últimos 13 anos e em reservatórios paranaenses ao longo de 8 anos? Há homogeneização biótica, considerando aspectos taxonômicos ou funcionais? Quais as causas prováveis para a diversidade beta taxonômica e funcional?; 2) Qual o papel relativo da dispersão, de características ambientais e de interações biológicas em metacomunidades aquáticas de uma grande planície de inundação do sul do Brasil, considerando sua composição taxonômica e funcional?; 3) Visto que a produtividade é um dos principais fatores determinantes da diversidade alfa e beta, qual a forma da relação entre biodiversidade e produtividade em metacomunidades aquáticas? Essas perguntas serão respondidas com dados sobre fitoplâncton, zooplâncton, macrófitas aquáticas e peixes. Além do mérito científico, a proposta também visa oportunizar a capacitação de estudantes junto à Universidade Federal do Paraná e a Universidade Estadual de Maringá, além de interação entre pesquisadores da UFPR, UEM, UNESP, UFG, e Finnish Environmental Institute (Finlândia).
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

André Angelo Medeiros Gomes

Ciências Agrárias

Agronomia
  • voláteis antimicrobianos produzidos por fungos no controle de doenças pós-colheita em frutas através da micofumigação: mofo cinzento do morango como modelo de estudo
  • A conscientização da população acerca da importância de uma alimentação saudável faz com que a demanda mundial por frutas frescas cresça como vem crescendo nos últimos anos. Entretanto, para muitas frutas, o tempo de prateleira é um fator limitante para sua comercialização, principalmente por serem altamente perecíveis, e geralmente manuseadas sob condições que aceleram as perdas. O fato de serem, em sua maioria, tenros e suculentos, os frutos constituem-se em substratos ricos e adequados ao desenvolvimento microbiano. Dentre os micro-organismos, os fungos estão frequentemente envolvidos com as podridões de frutos e destacam-se como importantes agentes de doenças pós-colheita, sendo o grupo de microrganismos de maior frequência e atividade, responsável por 80 a 90% do total de perdas causadas por agentes microbianos. A ocorrência de podridões pós-colheita é uma barreira limitante à comercialização de frutas frescas. As lesões geradas em decorrência de infecções fúngicas, descredencia o fruto à comercialização e interfere diretamente no seu tempo de prateleira, diminuindo sua vida útil para comercialização. Atualmente, o controle de doenças pós-colheita tem sido feito de maneira indiscriminada, basicamente pela aplicação de agrotóxicos, os quais, em muitos casos, sequer são produtos registrados para a cultura, representando, por isso, um sério risco à saúde humana. Neste contexto, o presente projeto tem como objetivo estabelecer uma estratégia alternativa à utilização de fungicidas para controle de doenças pós-colheita em frutos, através da utilização de fungos produtores de voláteis antimicrobianos. O controle de lesões causadas por Botrytis cinerea em pós-colheita de frutos de morango será utilizado como modelo de estudo. Será realizada uma bioprospecção de fungos endofíticos que possuam capacidade de produção de compostos voláteis antimicrobianos que matem ou inibam o crescimento de fungos causadores de podridões em pós-colheita. O isolamento dos fungos endofíticos será realizado de acordo com técnica especial de isolamento seletivo, em cultivo paralelo, direcionada para fungos produtores de voláteis antimicrobianos. Os isolados obtidos serão identificados (por comparações morfológicas e análises moleculares) e avaliados quanto a sua capacidade de emitirem voláteis antimicrobianos que matem ou inibam o crescimento das principais espécies de fungos associadas às podridões pós-colheita em frutas. Isolados que apresentarem maior potencial para controle (in vitro) de fungos associados a podridões pós-colheita serão testados para controle do mofo cinzento em frutos de morango através da micofumigação. Será avaliado diferentes substratos para crescimento de isolados produtores de voláteis antimicrobianos, diferentes concentrações de substratos colonizado e diferentes estratégias de aplicação. O perfil de compostos presentes na mistura de voláteis emitidos pelos fungos será avaliado por cromatografia gasosa acoplada à espectrometria de massas com micro extração em fase sólida (SPME/GC/MS).
  • Universidade Federal Rural de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Aroldo Freitas de Moura

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • accruals discricionários pela lente univariada: um modelo condicional herocedástico de média-variância
  • Adotando um padrão firma a firma, nós aplicamos o modelo univariado condicional Heterocedástico (UCH) para propor uma nova maneira de calcular os accruals discrionários de uma firma. Explorando a intuição de que dependência linear nos accruals engloba todos os determinantes dos accruals, o modelo UCH elimina a dependência linear na estimação dos erros dos accruals, isolando dessa maneira choques específicos causados pela firma. Dessa forma, problemas como a má especificação do modelo e pouco poder de robustês - conhecidos por terem afetado a literatura de modelos de accruals existentes- são mecanicamente eliminados.
  • Fundação Instituto Capixaba de Pesq. em Contabilidade, Economia e Finanças - ES - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Andre Asevedo Nepomuceno

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • física além do modelo padrão na nova fase do lhc
  • O presente projeto tem como objetivo o estudo da produção e detecção de novos bósons neutros e carregados no LHC. Nos diversos modelos de extensão do Modelo Padrão, esses novos bósons podem ser escalares ou vetoriais, e em alguns casos, podem carregar número leptônico. Essas novas partículas podem ser produzidas em colisões próton-próton e decaem em elétrons, múons ou neutrinos. A fim de estabelecer limites para suas massas e acoplamentos, dados publicados pelas colaborações ATLAS e CMS serão utilizados. Para uma previsão realista dos modelos de extensão, uma simulação computacional de detector de partículas será feita levando em consideração os diversos subsistemas utilizados nas medidas de energia e momento das partículas. O DELPHES será o pacote utilizado nessa simulação. Para a análise dos arquivos gerados pelo DELPHES, códigos em C++ serão desenvolvidos dentro de um ambiente de análise conhecido como ROOT. Posteriormente, análises estatísticas serão feitas para determinar a quantidade de dados necessária para descobrir ou excluir a existência de diversas partículas exóticas nos cenários de upgrade do LHC.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Andre Augusto Campagnole dos Santos

Engenharias

Engenharia Nuclear
  • desenvolvimento de novas grades espaçadoras para elementos combustíveis de reatores nucleares de água pressurizada
  • Um dos tipos de reatores nucleares mais difundidos no mundo é o de água pressurizada (PWR – Pressurised Water Reactors). Em março de 2014, segundo a Agência Internacional de Energia Nuclear IAEA (International Atomic Energy Agency), existiam 274 PWRs em operação no mundo (~63% de todos os reatores existentes), com uma capacidade total de ~254 GW de energia elétrica (68% da energia total gerada por reatores nucleares) e outros 60 em construção, incluindo um no Brasil (Angra III), que capacidade para mais ~60 GW de energia elétrica. Os dois reatores nucleares brasileiros para geração de energia elétrica são do tipo PWR e estão situados na Central Nuclear Almirante Álvaro Alberto em Angra dos Reis – RJ. Atualmente esta em construção a usina Angra III que apresenta um projeto evoluído de Angra II. O elemento combustível nuclear de reatores de água pressurizada (PWR – Pressurized Water Reactor) é composto de pastilhas de dióxido de Urânio levemente enriquecido, empilhadas dentro de tubos de ~4 m de comprimento e ~0,01 m de diâmetro confeccionadas em liga metálica de Zircaloy, chamados de varetas combustíveis. O pequeno diâmetro permite que a energia térmica produzida pela desaceleração dos produtos da fissão nas pastilhas seja rapidamente transferida para a água que escoa entre as varetas. As varetas são agrupadas em feixes montados em arranjos quadrados com espaçamento uniforme. Algumas posições do feixe são ocupadas por tubos guias por onde são inseridos os elementos de controle. Estes arranjos quadrados de ~0,21 m de lado são mantidos rígidos através de reticulados chamados grades espaçadoras que são posicionadas ao longo do elemento e de bocais posicionados nas extremidades superior e inferior. As grades espaçadoras dos elementos combustíveis nucleares além da função estrutural de manter as varetas a uma distância constante e impedir o movimento das mesmas, exercem grande influência sobre o desempenho termo-hidráulico dos elementos combustíveis nucleares. As grades usadas nos reatores atuais apresentam dispositivos de mistura em forma de aletas ou canais. Nos espaços formados entre varetas, chamados subcanais, escoa o fluido refrigerante que ao passar pelos dispositivos de mistura passam a apresentar um movimento secundário lateral entre e dentro dos subcanais. Este movimento secundário provoca um aumento local da transferência de calor, melhorando o desempenho térmico. Em contrapartida, a presença de dispositivos misturadores nas grades aumenta a perda de carga local, o que eleva a energia gasta para o bombeamento de água através do reator. Devido a esta importante característica termo-hidráulica, a compreensão detalhada do processo de mistura e de transferência de calor do escoamento a jusante dos dispositivos de mistura das grades espaçadoras é imprescindível para o desenvolvimento dos elementos combustíveis nucleares que são aprimorados no intuito de obter um comprometimento ótimo entre perda de carga e transferência de calor. As Indústrias Nucleares do Brasil (INB) fabricam o combustível e o elemento combustível nuclear que são usados nos reatores de Angra. No entanto, a INB não detém todo o domínio técnico para o projeto de um elemento combustível totalmente nacional, sendo obrigada a comprar projetos de empresas estrangeiras que tem um elevado custo para o país. Com o intuito de subsidiar as Indústrias Nucleares do Brasil (INB) no desenvolvimento de um elemento combustível totalmente nacional para reatores PWR, está em andamento o projeto DESENVOLVIMENTO DE NOVOS ELEMENTOS COMBUSTÍVEIS NUCLEARES E MATERIAIS E PEÇAS PARA COMBUSTÍVEIS NUCLEARES. Como participante do projeto, o Laboratório de Termo-hidráulica do Setor de Tecnologia de Reatores do CDTN se comprometeu com o desenvolvimento de uma metodologia numérico-experimental para subsidiar o projeto de grades espaçadoras com dispositivos de mistura. A metodologia deverá empregar a ferramenta de modelagem CFD (Computational Fluid Dynamics – Mecânica dos Fluidos Computacional), sendo verificada e validada através de experimentos com medições de perda de carga e de velocidade local com LDV (Laser Doppler Velocimetry) especialmente projetados para este fim. No âmbito do projeto, foram realizadas simulações CFD e montada uma bancada experimental para o estudo do escoamento através de grades espaçadoras utilizando medidas com um LDV. Os resultados das simulações e experimentos foram usados para a elaboração da tese de doutorado do solicitante e em diversos trabalhos publicados em revista e congressos. Neste projeto pretende-se dar continuidade ao trabalho desenvolvido e evoluir a metodologia numérica e experimental para estudo do escoamento de água através de elementos combustíveis nucleares fornecendo novos subsídios para o projeto e desenvolvimento de elementos totalmente nacionais. Será estudada a viabilidade técnica do uso de peças produzidas em impressoras 3D para a avaliação experimental de protótipos de grades espaçadoras de elementos combustíveis nucleares. Também será investigado o uso dos dados obtidos experimentalmente e numericamente como entrada para códigos de subcanais utilizados para avaliar o núcleo de reatores PWR. A principal vantagem do processo de fabricação por impressão 3D é a capacidade de produção rápida de complexos protótipos tridimensionais que seriam inviáveis ou até mesmo impossíveis de serem confeccionados por técnicas convencionais. Esta característica é especialmente vantajosa para desenvolvimentos científicos e tecnológicos, permitindo que dispositivos complexos sejam testados e avaliados.
  • Comissão Nacional de Energia Nuclear - RJ - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Andre Augusto Michelato Ghizelini

Ciências Humanas

Sociologia
  • atlas da agricultura familiar e camponesa no estado do espírito santo
  • O projeto Atlas da Agricultura Camponesa e Familiar no Estado do Espírito Santo se justifica diante da publicação dos dados do Censo Agropecuário 2017, que deverá ter seus resultados publicados em 2019, e que diante da ausência de um material científico que apresente a formação e a realidade contemporânea da agricultura camponesa e familiar no Estado, o pioneirismo do Atlas se coloca como instrumento para contribuir de forma ímpar para que crianças, adolescentes, jovens, cientistas e público em geral tenham um material/livro que permita uma síntese aprofundada destas realidades. Desta forma, a elaboração, organização e publicação do Atlas tem como objetivo reunir dados (secundários), elaborar mapas e coletar informações através de entrevistas no Estado, de forma a formar um amplo material que caracterize as especificidades da agricultura familiar e camponesa, seja na dimensão social, política, produtiva, cultural e organizativamente, nos municípios e nas regiões do Estado do Espírito Santo, ao mesmo tempo em que possibilite uma caracterização ampla e geral do que é e como funciona estas populações no âmbito estadual e em relação as outras formas de agricultura e com o meio urbano. Para tanto, o Atlas pretende pesquisar e reunir dados sobre as seguintes dimensões: demográfica; produtiva e da comercialização; ambientais, agrária e fundiária; da organização social e política; da educação no e do campo; assistência técnica; da produção orgânica e agroecológica; da agroindústria familiar; dos conflitos do campo; da estratificação social; e da presença de grupos étnicos e indígenas. A metodologia utilizada será a pesquisa aprofundada de dados secundários, entrevistas com informantes estratégicos que conheçam o Estado e a agricultura camponesa e familiar e a observação de localidades onde a agricultura camponesa e familiar sejam mais representativas. Para tanto o Atlas será composto por dados e informações disponibilizados por órgãos governamentais e não governamentais (sistema de crédito, ONGs, movimentos sociais, sindicatos, associações, cooperativas, empresas, agroindústrias, etc), mapas produzidos pela equipe do projeto e de outras pesquisas, como também de gráficos, fluxos, organogramas, e análises realizadas pela equipe do projeto, de forma a montar uma caracterização, diagnóstico e perspectivas para a realidade rural da agricultura camponesa e familiar no ES. Como o Atlas pretende ser o primeiro material deste tipo a ser produzido no Estado, tem-se a pretensão de disponibilizá-lo amplamente como material didático-pedagógico do ensino fundamental à pós-graduação.
  • Universidade Federal do Espírito Santo - ES - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Avelino Pasa

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • ferrocianetos: propriedades e aplicações
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Bedendo de Souza

Ciências Humanas

Psicologia
  • desenvolvimento e avaliação da efetividade de uma intervenção breve em versão para dispositivo portátil (mobile) para redução do uso de álcool entre estudantes universitários
  • Introdução: Estudantes universitários apresentam elevado consumo de álcool comparados a outras populações, sendo considerados grupo particularmente vulnerável ao uso prejudicial e ao desenvolvimento da dependência de álcool. Apesar da alta prevalência do consumo de álcool e prejuízos a curto e longo prazo, há carência de ações e programas que visem reduzir o impacto do uso de álcool nesta população. Intervenções disponibilizadas por meio de computadores e internet têm demonstrado ser uma ferramenta efetiva para ampliar a oferta de estratégias de prevenção e tratamento e reduzir o consumo de álcool. Feedbacks Normativos Personalizados (FNP) via internet apresentam efeito positivo na redução do uso de álcool. No Brasil, nosso grupo desenvolveu a intervenção PUB (Pesquisa Universitária sobre Bebidas), a qual foi efetiva na redução do uso de álcool entre universitários. Entretanto, são escassos estudos avaliando o efeito de intervenções baseadas em dispositivos móveis (adaptadas para uso em dispositivos portáteis, como smartphones, tablets, etc.). Portanto, existem poucos estudos avaliando o efeito de intervenções baseadas em dispositivos móveis (adaptadas para uso em dispositivos portáteis, como smartphones, tablets, etc.). Nesse sentido, é escassa a avaliação da efetividade de intervenções para dispositivos portáteis baseadas no FNP, como o PUB, e que visam reduzir o uso de álcool entre estudantes universitários. Objetivo: Desenvolver e avaliar a efetividade da versão mobile da intervenção Pesquisa Universitária sobre Bebidas (mPUB) na redução do consumo de álcool e consequências associadas entre estudantes universitários brasileiros. Métodos: Ensaio pragmático aleatorizado e controlado com 3 grupos em que os participantes serão avaliados 1, 3 e 6 meses após a intervenção. Os critérios de inclusão serão ser estudante universitário, maior de 18 anos e com relato de uso de álcool no último ano. Os participantes serão randomizados a um de três grupos: 1) Controle – avaliação somente (GC), 2) PUB versão web e 3) mPUB. A intervenção apresentará dados sobre 1) perfil de consumo de álcool; 2) comparações normativas; 3) consequências do uso de álcool; 4) custos práticos do uso de álcool (gasto financeiro e consumo calórico); 5) estratégias de redução de riscos. Os instrumentos utilizados serão: Daily Drinking Questionnaire Revised, Alcohol Use Disorders Identification Test (AUDIT), Brief Young Adult Alcohol Consequences Questionnaire (B-YAACQ), Drinking Norms Rating Form, Régua de prontidão e a User Engagement Scale Short Form. O desfecho primário será o número típico de doses consumidas na semana, e os desfechos secundários o número total de doses consumidas na semana, número máximo de doses consumidas e número de consequências. As análises estatísticas consideraram Modelos Lineares Generalizados Mistos e avaliaram os efeitos do mPUB em relação ao GC e PUB versão web. Será utilizada a abordagem de Multiple Imputation para manejo dos casos missing e todas as análises considerarão o nível mínimo de significância estatística de 5%.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Bezerra dos Santos

Engenharias

Engenharia Sanitária
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Britto de Carvalho

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • novas estratégias para otimização com muitos objetivos e suas aplicações
  • Problemas de otimização multiobjetivo possuem mais de uma função objetivo que estão em conflito. Devido a essa característica, não existe somente uma melhor solução, mas sim um conjunto com as melhores soluções do problema, definidas pelos conceitos da teoria da Otimalidade de Pareto. Algoritmos Evolucionários Multiobjetivo são aplicados com sucesso em diversos Problemas de Otimização Multiobjetivo. Porém, quando o número de funções objetivo cresce, os algoritmos evolucionários multiobjetivo encontram algumas dificuldades em definir quais são as melhores soluções e não efetuam uma busca que converge para as soluções ótimas do problema. A Otimização com Muitos Objetivos é uma área nova que visa propor novos métodos para reduzir a deterioração da busca desses algoritmos em Problemas de Otimização com Muitos Objetivos (problemas com mais de três funções objetivo). Apesar de trabalhos recentes explorarem a Otimização com Muitos Objetivos há algumas limitações. Primeiro, há busca por novas estratégias para resolver problemas com muitos objetivos ainda está em aberto. Apesar dos bons resultados encontrados pelos algoritmos há a dificuldade em se obter boa convergência e diversidade ao mesmo tempo. Há caminhos promissores como o uso de algoritmos com múltiplos enxames e de pontos de referência adaptados à busca dos algoritmos evolucionários que podem ser melhor explorados. Outra limitação na pesquisa na Otimização com Muitos Objetivos refere-se à aplicação dos métodos desenvolvidos em problemas reais. Grande parte dos trabalhos foca apenas no desenvolvimento de novos métodos e algoritmos. Geralmente esses trabalhos utilizam problemas de benchmarking para a avaliação do desempenho do método proposto. Por outro lado, apesar de haver problemas que podem ser modelados como Problemas de Otimização com Muitos Objetivos, muitas vezes para a solução desses problemas, não são utilizadas técnicas da Otimização com Muitos Objetivos. Como exemplo de problemas de otimização com muitos objetivos há a refatoração automática de software, a sincronização de semáforos e o aprendizado de regras através de algoritmos de otimização. Este projeto tem como objetivo desenvolver novos métodos da Otimização com Muitos Objetivos para Algoritmos Evolucionários Multiobjetivo e aplicá-los no contexto da refatoração automática, da sincronização de semáforos e no aprendizado indutivo de regras. Para atingir os objetivos delineados para projeto, cinco principais passos serão seguidos: investigação do tema para entendimento do problema; proposta e construção dos novos métodos; implementação dos métodos e algoritmos; avaliação do desempenho dos métodos propostos; aplicação e avaliação dos algoritmos propostos nos problemas reais. O projeto será desenvolvido por professores, alunos de mestrado e graduação da Universidade Federal de Sergipe em parceria com professores da Universidade Federal do Paraná e da Otto von Guericke University of Magdeburg, Alemanha.
  • Universidade Federal de Sergipe - SE - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

André Camargo de Azevedo

Engenharias

Engenharia de Minas
  • tratamento e reuso de águas residuais da mineração, com micro e nanobolhas
  • O setor minero-metalúrgico é mundialmente reconhecido como um dos mais problemáticos em termos de geração de impactos ambientais. Esses são causados na cadeia de exploração e beneficiamento de minerais e pelos altos níveis de emissões poluidoras, principalmente aquelas originadas pelas águas residuais. A presente proposta de projeto se insere dentro das atividades de P & D & I, desenvolvidas nos últimos anos pelo LTM, na geração e aplicação de microbolhas (MBs) e nanobolhas de ar (NBs) no tratamento de águas de processo da mineração, com remoção de poluentes, visando seu reuso em atividades de beneficiamento de minérios e outras (irrigação, abatimento de poeiras, lavagem de veículos, etc). Os principais poluentes estudados são aminas e xantatos residuais; íons de metais pesados; sólidos suspensos finos, de overflows de espessadores. Nesse contexto, a pesquisa tem como objetivo principal obter parâmetros operacionais e de projeto, com desenvolvimento de estudos, em nível piloto, para remoção de íons metálicos poluentes e sólidos suspensos finos, em concentrações comumente encontradas em águas de processo e em drenagens ácidas de minas. Estas atividades se inserem dentro de um conceito da aplicação de circuitos fechados, na recuperação e reaproveitamento de águas residuais do beneficiamento mineral e águas de barragens de rejeitos em operação e/ou desativadas. Ainda, outras metas técnicas do projeto são o desenvolvimento de inovações tecnológicas, elaboração de patentes e estudos de pré-viabilidade econômica de processos de tratamento e reuso de águas nos casos estudados.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Capaldo Amaral

Outra

Divulgação Científica
  • ciência na escola
  • O presente projeto, denominado “Ciência na Escola”, tem o objetivo de organizar e realizar uma feira de ciências, em parceria com instituições públicas e privadas de ensino fundamental, médio e técnico da cidade de Araraquara. Desde a concepção, este projeto contou com a participação de importantes colaboradores, sem os quais a organização e realização do evento não alcançariam a abrangência e participação desejadas. São eles: Prefeitura do Município de Araraquara, Diretoria Regional da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo e Collegium Sapiens de Araraquara. Constituídas as parcerias, foi iniciado o processo de elaboração dos objetivos e da estrutura do evento (descritos com detalhes no projeto em anexo). Mais do que simplesmente realizar o evento em si, foi idealizada a proposta de uma consistente interação técnico-científica e pedagógica entre os professores e alunos das escolas e os docentes/pesquisadores e alunos (graduação e pós-graduação) da Universidade. Os objetivos propostos para o evento são de promover:  Socialização da ciência, tecnologia, inovação e a valorização da pesquisa e da metodologia científica entre estudantes e professores de instituições de ensino de Araraquara;  Motivação de professores e alunos de escolas de ensino fundamental, médio e técnico ao contínuo envolvimento com a ciência e o processo científico, contribuindo com o processo de desenvolvimento social e econômico do país;  Ampliação das ações extensionistas da UNIARA relacionadas às escolas de ensino fundamental, médio e técnico da cidade de Araraquara, considerando sua essência vocacional quanto IES;  Capacitação técnico-científica de professores e alunos de escolas públicas e privadas decorrente das atividades didático-pedagógicas programadas. Para que estes objetivos sejam alcançados de forma plena, as atividades vinculadas ao planejamento, desenvolvimento e realização da feira foram idealizadas em duas principais etapas: i) atividades didático-pedagógicas e científicas para o desenvolvimento dos projetos científicos pelos alunos e professores das escolas (trabalhos de montagem, trabalhos informativos ou trabalhos de pesquisa), compreendendo: • Reuniões de planejamento (apresentação das normas e estrutura do evento, elaboração e definição dos temas e construção do cronograma de atividades assessoradas pelos docentes e pesquisadores da UNIARA); • Encontros científicos entre os alunos, professores, docentes e pesquisadores para o desenvolvimento dos projetos científicos; • Visitas à universidade, se pertinente, para vivenciamento do ambiente de pesquisa e complementação/execução de atividades científicas programadas. ii) o evento em si – apresentação dos projetos científicos desenvolvidos pelos alunos professores, em um ambiente amplo e favorável à visitação, para socialização e troca de conhecimento entre alunos, professores, pesquisadores e a sociedade. Diante dos objetivos estabelecidos, e das estratégias para que eles sejam alcançados, foi delineada a estrutura do projeto “Ciência na Escola” (apresentado em detalhes no projeto em anexo). As informações resumidas são apresentadas abaixo: Local: Centro de Eventos de Araraquara e Região (CEAR); Data: 19 de Outubro de 2019 (previsão para a realização da Semana Nacional da Ciência e Tecnologia – CGPC/SEPED); Organização: Universidade de Araraquara; Tipos de projetos: Desenvolvidos nas seguintes modalidades: 1) Projetos de montagem* - Ensino fundamental (6°,7°,8° e 9° ano); Projetos informativos** - Ensino fundamental (6°,7º,8°e 9° ano); Projetos científicos*** - Ensino médio (1°, 2° e 3° ano) e técnico. Área do conhecimento: 1) Ciências Exatas e da Terra; 2) Ciências Biológicas e da Saúde; 3) Engenharias e Ciências Agrárias; 4) Ciências Sociais Aplicadas, Ciências Humanas, Linguística, Letras e Artes; 5) Inovação e empreendedorismo. Grupos de pesquisa: Os grupos deverão ser mistos, possuindo representação preferencialmente igualitária entre os sexos, e deverão ser constituídos por pelo menos um (1) professor e no máximo cinco (5) alunos. Premiação: A proposta é premiar todos os participantes da feira, com prêmios simbólicos (medalhas) e certificados, como forma de estímulo às atividades desenvolvidas no transcorrer da preparação dos projetos. As Bolsas de Iniciação Científica Jr. (IC-Jr) disponibilizadas pelo CNPq, se aprovada a proposta, serão destinadas ao melhor projeto da modalidade “Projeto Científico” em cada uma das áreas do conhecimento desenvolvido em escola pública. Os projetos científicos oriundos de escola particular, se vencedores em cada uma das referidas áreas, serão encaminhados para solicitação de bolsa de IC-Jr. junto a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo – FAPESP. A UNIARA não realizou ainda nenhuma Feira de Ciências com as características apresentadas nesse edital, destinada à divulgação científica nos ensinos fundamental, médio e técnico. Em contrapartida, apresenta considerável experiência na realização de eventos científicos, destinados ao estímulo e divulgação das pesquisas desenvolvidas em nível de graduação e pós-graduação, e feiras de cursos, destinadas a levar aos alunos, professores e visitantes de Araraquara e região o entendimento e vivenciamento do ambiente universitário e das profissões. Há mais de uma década a Instituição realiza o Congresso de Iniciação Científica (CIC) e a Feira de Cursos da UNIARA (FEC). Acreditamos que o sucesso destes eventos resulte do reconhecimento e da valorização, por parte da sociedade, do trabalho educacional, científico e extensionista da UNIARA junto à comunidade de Araraquara e região. A meta é transferir todo esse know-how na realização de pesquisas de ponta (nível de graduação e pós-graduação) e na realização de grandes eventos científicos e acadêmicos para a feira “Ciência na Escola”.
  • Universidade de Araraquara - SP - Brasil
  • 04/12/2018-31/12/2020
Foto de perfil

André Carlos Busanelli de Aquino

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • resiliência financeira em cidades contemporâneas e o aprimoramento do orçamento público
  • A presente proposta trata do financiamento do programa de pesquisa do grupo “Resiliência Financeira em Cidades Contemporâneas” recém implantado no Instituto de Estudos Avançados/USP. A proposta é multidisciplinar e multi-institucional, com o objetivo de explicar como o orçamento público de governos quando operado em regime de austeridade fiscal favorece respostas de curto prazo e pode levar a descontinuidade de políticas públicas. O regime de austeridade fiscal adotado em diversos países, tem efeito benéficos, porém também efeitos colaterais. Governos em épocas de choques são pressionados a fazer corte de despesas, porém a forma como o orçamento público opera e o baixo nível de planejamento de resultados no setor público pode levar a redução de políticas públicas sem análise de impacto. Como a resiliência financeira de governos não é observada por Tribunais de Contas, que consideram apenas os limites fiscais propostos pela Lei de Responsabilidade Fiscal, o que se observa são constantes perdas de eficiência na prestação de serviços, pois são frequentemente interrompidos, descontinuados, contrariando a própria busca pela eficiência também colocada na regulação do ciclo de gestão financeira de governos. O problema de pesquisa em questão é como o orçamento público canaliza diversos envolvidos na gestão de políticas públicas em municípios a ações de fraco alcance segundo a literatura de resiliência financeira. Entre as possíveis explicações estão a atuação conjunta das coalizações políticas (conhecida nacionalmente como ‘presidencialismo de coalizão’), brechas deixadas no mecanismo orçamentário e barreiras institucionais existentes no setor público brasileiro. A metodologia consiste em uma série de estudos de caso em metrópoles brasileiras, observando como as decisões das secretarias de planejamento e finanças têm impacto outras políticas públicas, e como estas interagem com choques externos. Em alguns casos observa como resposta à redução dos serviços, respostas que emergem da própria sociedade, como casos de coprodução, liderados por observatórios sociais e comunidades. Com o surgimento desses casos, sem a participação ativa do governo local, observamos um futuro questionamento do próprio papel dos governos, como efeito das políticas de austeridade.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Andre Carlos Lehum

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • estudo do grupo de renormalização em supergravidade
  • O estudo de potenciais efetivos em teoria quântica de campos é uma importante ferramenta para entender, através de conceitos clássicos, o comportamento quântico de sistemas físicos. Além disso, potenciais efetivos são uma maneira natural de se estudar o fenômeno da quebra espontânea de simetria. Embora Supersimetria seja uma das mais discutidas propostas de física além do modelo padrão na atualidade, para se construir modelos realísticos de física de partículas, Supersimetria deve ser espontaneamente quebrada, pois não observamos os parceiros supersimétricos das partículas ordinárias nas escalas de energia atuais. Porém, devido a teoremas de não-renormalização, a quebra espontânea de Supersimetria está descartada para uma enorme classe de modelos com interesse fenomenológico. Portanto é essencial entender sob quais circunstâncias Supersimetria pode ser quebrada, e o estudo de potenciais efetivos é um caminho natural para tratar deste problema. Além disso, métodos de potenciais efetivos tem sido aplicados no estudo de fenômenos quânticos da gravitação. Em trabalhos recentes, diversos autores defendem a tese de que correções gravitacionais causam uma corrida para as constantes de acoplamento de calibre, mesmo que elas por si próprias (i.e. sem gravitação) sejam exatamente conformes. Tal proposta tem impacto direto sobre o fenômeno de liberdade assintótica, onde o exemplo mais notável é do fenômeno de liberdade assintótica na Eletrodinâmica Quântica. Tais resultados são obtidos do ponto de vista de que a Gravitação de Einstein deve ser uma teoria efetiva. Deste ponto de vista, teorias de Supergravidade são teorias efetivas de Teorias de Supercordas, sendo assim contribuições supergravitacionais devem desempenhar papel fundamental no estudo da evolução das constantes de acoplamento de calibre. Através de cálculos diretos das amplitudes de espalhamento, calcularemos a função Beta das teorias de (Super-)Yang-Mills acopladas à (Super)gravidade, verificando a possível existência da liberdade assintótica para os acoplamentos de calibre.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

André Carlos Ponce de Leon Ferreira de Carvalho

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • desafios em aprendizado de máquina e mineração de dados
  • Dados são gerados e consumidos a uma taxa e volume cada vez maiores. Junto com esses aumentos, cresce também o reconhecimento dos benefícios da extração de conhecimento útil e relevante desses dados, pelos setores público e privado, no Brasil e no exterior. Avanços científicos e tecnológicos na área de Mineração de Dados, muitas delas baseadas em Aprendizado de Máquina, têm levado ao desenvolvimento de ferramentas capazes da extração desse conhecimento. Esses avanços são acompanhados da criação de grupos de pesquisa em Mineração de Dados e Aprendizado de Máquina nos meios acadêmico e empresarial. Grupos de pesquisa nessas áreas já existem nas principais universidades brasileiras. Este projeto vai investigar três temas de pesquisa dessas áreas: pré-processamento de dados, meta-aprendizado e mineração de fluxos contínuos de dados.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

André Carraro

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • pagamento por performance na atenção primária de saúde: uma avaliação de impacto do programa nacional de melhoria do acesso e qualidade da atenção básica (pmaq)
  • Considerando que a atuação do Estado brasileiro na área social sofre forte ampliação nas últimas décadas, ganha importância o desenvolvimento de pesquisas que avaliem as políticas públicas na área da saúde com o objetivo de orientar a aplicação dos recursos de forma mais eficiente. O presente projeto de pesquisa propõe uma estratégia de estimação dos impactos do programa de pagamento por performance do sistema de saúde básica brasileiro, o Programa Nacional de Melhoria do Acesso e Qualidade da Atenção Básica (PMAQ), sobre indicadores de mortalidade e hospitalizações dos municípios brasileiros para o período de 1998 a 2016. O PMAQ foi selecionado para ser avaliado por representar uma proposta de estratégia de reorganização do sistema de saúde no Brasil. O projeto pretende empregar a metodologia de diferença em diferenças com efeitos fixos, considerando o tempo de exposição dos municípios ao programa. Adicionalmente, pretende-se estimar os efeitos do Estratégia Saúde da Família, uma vez que os incentivos financeiros concedidos pelo PMAQ são direcionados às equipes de saúde. Espera-se que os efeitos do ESF se potencializem após a implementação do PMAQ, reduzindo mortalidades e hospitalizações por causas e condições que são sensíveis à atenção primária.
  • Universidade Federal de Pelotas - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022