Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

André Carlos Ponce de Leon Ferreira de Carvalho

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • aprendizado de máquina automatizado, interpretável e responsável
  • Este projeto vai abordar temas que têm despertado grande atenção nas comunidades de pesquisa em ciência de dados e em aprendizado de máquina, a automação de etapas do uso de algoritmos de aprendizado de máquina, a extração de características capazes de descrever os principais aspectos presentes em um conjunto de dados, a interpretabilidade de modelos gerados por algoritmos de aprendizado de máquina e o uso de práticas eticamente responsáveis no emprego de algoritmos de aprendizado de máquina em pesquisas e aplicações em problemas reais. Neste projeto, usaremos o termo aprendizado de máquina para significar aprendizado de máquina de ponta-a-ponta, ou do início-ao-fim, que incorpora, além das pesquisas em aprendizado de máquina, pesquisas em aspectos anteriores e posteriores à tarefa de modelagem de dados por meio de algoritmos de aprendizado de máquina, como pre-processamento de dados e validação de modelos. A área de pesquisa de aprendizado de máquina automatizado tem por metas reduzir a carga de trabalho manual e repetitiva em tarefas de aprendizado de máquina, permitir o bom uso de algoritmos de aprendizado de máquina por leigos e permitir que especialistas em aprendizado de máquina possam fazer mais em menos tempo, além de aumentar a dedicação a tarefas mais complexas e criativas. Em muitas aplicações de aprendizado de máquina a problemas reais, é importante identificar como os modelos induzidos tomam internamente suas decisões, permitindo assim a interpretação desses modelos. O terceiro tema está associado aos riscos inerentes ao crescente uso de algoritmos de aprendizado de máquina, como a criação de modelos preconceituosos, a incorporação de informações que permitam identificar a origem dos dados coletados, a ausência de dados que permitam a reprodutibilidade de experimentos científicos e o desenvolvimento que ponham seres vivos em situação perigosas.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Andre Cavalcante Hora

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • manutenção e teste de bibliotecas de software
  • Hoje em dia, o desenvolvimento moderno de software se baseia na utilização de bibliotecas de software para a criação e a manutenção dos mais variados sistemas. Seus casos de uso são diversos, desde a criação de aplicativos móveis a sistemas web. Bibliotecas de software são comumente adotadas por sistemas clientes para reuso de funcionalidades, o que resulta em um aumento de produtividade da equipe e confiabilidade do software desenvolvido. Como qualquer sistema de software, bibliotecas de software também evoluem ao longo do tempo para acomodar alterações, como novas funcionalidades, correção de bugs e refatoração. Idealmente, para evoluir com qualidade e, ao mesmo tempo, evitar que os seus clientes sejam negativamente impactados, bibliotecas devem ser estáveis e possuir uma boa base de testes. No entanto, a literatura recente aponta que essas boas práticas não são necessariamente seguidas. Considerando a importância do reuso de funcionalidades para o desenvolvimento de software na atualidade, neste projeto pretende-se: propor, desenvolver e avaliar técnicas e ferramentas para dar suporte à manutenção e ao teste de bibliotecas de software. Especificamente, planeja-se realizar estudos empíricos para quantificar e qualificar as características de bibliotecas de software com reconhecida qualidade e desenvolver técnicas e ferramentas para auxiliar na melhoria da estabilidade e da testabilidade desses sistemas. Os resultados da pesquisa proposta podem ser diretamente confrontados com a literatura para verificar se práticas clássicas de Engenharia de Software se aplicam ao domínio de bibliotecas de software ou se essas práticas devem ser revisitadas.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Andre da Silva Mello

Ciências Humanas

Educação
  • o protagonismo da criança e a equidade étnico-racial na educação infantil
  • O projeto se constitui como uma ação afirmativa, ancorada em pesquisas aplicadas, que busca valorizar a centralidade das crianças nas ações pedagógicas empreendidas pelas instituições infantis de Vitória/ES e superar o racismo nas relações étnico-raciais estabelecidas no cotidiano dessas instituições. Para isso, articula a formação continuada de professores e a produção de conhecimentos para a mediação pedagógica no contexto da Educação Infantil, considerando as agências e as produções culturais das crianças, a dinâmica curricular específica dessa etapa da Educação Básica, a equidade nas relações étnico-raciais e a valorização das culturas populares. Adota a Pesquisa-Ação Colaborativa e a pesquisa bibliográfica como percursos metodológicos, em que as ações pedagógicas dos docentes serão reconhecidas por meio de processos reflexivos coletivos e ressignificadas pelas práticas de escrita, que serão sistematizadas na produção de dois livros didático-pedagógicos. O projeto mobiliza seis subprojetos de pesquisa, vinculados a duas teses de doutorado, a uma dissertação de mestrado e a três trabalhos de iniciação científica, com foco em formações continuadas com professores que atuam na rede pública de Educação Infantil de Vitória/ES, que serão desenvolvidas por meio de parceria entre a Secretaria de Educação do município e o Núcleo de Aprendizagens com as Infâncias e seus Fazeres (NAIF) da Universidade Federal do Espírito Santo. O projeto, de caráter interinstitucional, integra professores-pesquisadores de cinco instituições federais (UFES, UFFRJ e UFG) e está respaldado em experiências formativas anteriores com a Educação Física, que, nesta proposta, se ampliarão para diferentes áreas do conhecimento e sujeitos que atuam na Educação Infantil de Vitória/ES.
  • Universidade Federal do Espírito Santo - ES - Brasil
  • 19/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Andre Felipe Candido da Silva

Ciências Humanas

História
  • a amazônia como microcosmo do antropoceno: a história das pesquisas transnacionais em ecologia amazônica e os impactos ambientais da grande aceleração (1952-2002)
  • Em função do papel que a Amazônia desempenha na regulação climática e hidrológica e na biodiversidade, o escalonamento da devastação da floresta desde 2019 vem provocando inquietação entre os especialistas e a esfera pública. A aceleração dessa devastação e as expectativas de futuro que ela estabelece tornam a região um “microcosmo do Antropoceno”, catalisando as transformações, dilemas e desafios desta nova época geológica caracterizada pelo impacto global da ação humana no planeta. As mudanças sem precedentes ocorridas na bacia amazônica nos últimos 70 anos estão ligadas à Grande Aceleração, conjunto de processos socioeconômicos e biogeoquímicos que caracteriza o início do Antropoceno. O objetivo deste projeto de pesquisa é analisar o papel da Amazônia na Grande Aceleração entre os anos de 1952 e 2002 a partir de três aspectos: 1) a história das redes cientificas nacionais e transnacionais dedicadas a compreender sua ecologia e papel na regulação climática e hidrológica e nos estudos de biodiversidade, com foco na cooperação de instituições brasileiras com instituições alemãs, francesas e estadunidenses; 2) as intervenções ambientais orientadas por projetos de exploração de recursos primários associados às demandas globais da Grande Aceleração e aos projetos desenvolvimentistas nacionais, sejam commodities agrícolas, minérios ou recursos energéticos; 3) o processo de globalização política por meio do qual a floresta amazônica tornou-se um ícone do movimento ambientalista internacional contemporâneo, figurando como sinônimo de floresta tropical e avatar do futuro da humanidade no planeta. As ciências e a tecnologia perpassam esses três aspectos uma vez que conferem visibilidade e sentido às transformações que assinalam o impacto das ações antrópicas nas dinâmicas ecológicas. Embasam, modelam e legitimam os tropos do discurso ambientalista. Além disso, planejam e viabilizam as intervenções destinadas à exploração de recursos: alimentam as demandas das cadeias globais aquecidas pela industrialização e crescimento econômico; e atendem aos objetivos políticos e econômicos do Estado nacional brasileiro, engajado em integrar a região amazônica ao território nacional por meio de projetos inspirados pelo ideário do desenvolvimento. Também buscaram antecipar os riscos e minorar os impactos ambientais das próprias intervenções modernizantes no bioma. Pretende-se, desta forma, sublinhar o papel ambivalente que as expertises, o conhecimento técnico-científico e as tecnologias desempenham nos processos do Antropoceno, reconhecendo a centralidade das ciências e da tecnologia na nova época geológica tanto como designação de um estado de relações socionaturais, quanto como ferramenta epistêmica. O período de análise do projeto – de 1952 a 2002 - corresponde às balizas da Grande Aceleração, ao auge da “era do desenvolvimento” no Brasil e no cenário global, e em grande parte sobrepõe-se à Guerra Fria, quando estruturou-se a pesquisa científica no modelo da Big Science. Por meio de grandes projetos transnacionais de cooperação científica, baseados em instrumentos, operações e metodologias de alta complexidade, desenvolveram-se as chamadas “Ciências do Sistema Terra”, no âmbito das quais as mudanças climáticas e o Antropoceno ganharam visibilidade. Este projeto tenciona investigar qual o lugar da região amazônica no desenvolvimento histórico desses saberes e práticas em um período em que ela passou por uma inflexão de sentido - de paisagem regional a ser ocupada, integrada e explorada pelos anseios de modernização do Estado brasileiro, tornou-se um bioma de relevância global. O desenvolvimento dessa pesquisa envolve articulação original na historiografia brasileira e internacional entre a história das ciências, os estudos sociais das ciências e a história ambiental. Prevê a coleta de fontes documentais em arquivos europeus e estadunidenses, além de depoimentos de história oral. O enquadramento da proposta e os argumentos que pretende desenvolver baseiam-se nos enunciados da história transnacional/ história conectada. Compreende também o diálogo com o conceito do Antropoceno/ Grande Aceleração como ferramenta heurística para a análise histórica dos profundos entrelaçamentos das sociedades humanas com a materialidade da rede da vida e das dinâmicas ecológicas. O projeto alinha-se aos objetivos deste edital, abordando temática que representa um dos principais desafios do debate socioecológico e político da contemporaneidade, que é o destino da região amazônica, seu papel nos processos regionais e globais do Antropoceno e no discurso da sustentabilidade. Nesse sentido, fortalece o engajamento da Casa de Oswaldo Cruz e da Fiocruz no debate sobre sustentabilidade, mudanças climáticas e sobre o lugar das ciências e da saúde na elaboração de políticas públicas e na discussão de projetos para o futuro do país, além de integrar-se aos objetivos da Cátedra Oswaldo Cruz da Unesco. Reúne equipe de instituições brasileiras e estrangeiras diversas, com pesquisadores e estudantes que possuem investimentos prévios de estudo relacionados aos temas que desenvolverão na pesquisa. Grande parte da equipe já possui parcerias desenvolvidas em projetos anteriores ou diálogos estabelecidos em encontros acadêmicos especializados e compõe grupo de pesquisa certificado pelo CNPq. A proposta prevê a produção do conhecimento em história e divulgação em periódicos especializados, em livros acadêmicos e em encontros científicos, como também a realização de atividades de divulgação científica e de educação, tanto na web, como em museus e escolas. Contribui para a formação de recursos humanos especializados no campo da história das ciências e da história ambiental em nível de pós-graduação e graduação, mas também impacta na formação em nível escolar por meio de atividades de educação ambiental concernentes à Amazônia e ao Antropoceno na perspectiva da história e das humanidades ambientais.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 29/10/2021-31/10/2024
Foto de perfil

André Guimarães Brasil

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • retomar as imagens, retomar a história: cinema-processo e luta por direitos em filmes brasileiros contemporâneos
  • Este projeto parte da atenção à produção contemporânea de cinema no Brasil, tendo em vista três aspectos interrelacionados: a autoria coletiva ou compartilhada, a retomada dos arquivos de imagens para a elaboração reversa da história, e a devolução dos acervos às comunidades onde eles foram gestados. Trata-se do desdobramento de uma pesquisa dedicada especificamente aos filmes realizados por diretores ou coletivos indígenas. Aqui, estratégias de criação e elaborações formais percebidos no âmbito do chamado cinema indígena são correlacionadas a experiências fílmicas em outros domínios (filmes realizados em comunidades quilombolas, ocupações urbanas e assentamentos rurais, espaços de religiões afro-brasileiras etc.). Em vários destes trabalhos, se notam processos de coletivização da autoria dos filmes, que são convocados a participar de relações de socialidade que os constituem e os atravessam. Essa autoria compartilhada passa muitas das vezes pela retomada de arquivos históricos ou recentes que são assistidos conjuntamente pela comunidade, em um movimento de retro-alimentação da criação das imagens. Os arquivos tornam-se objeto de uma experiência de reelaboração coletiva da história, algo que se registra na filmagem e se retoma na montagem. Ao serem feitos de modo engajado em processos de luta e retomada de direitos (à terra, à moradia, à igualdade de oportunidades etc.), os filmes criam acervos que são, muitas vezes, devolvidos às comunidades de origem, induzindo experiências de elaboração das imagens, de modo a incidir em mobilizações no presente destas comunidades. Essas estratégias e operações fílmicas nos permitem pensar uma profícua produção recente sob a chave do cinema-processo, espécie de cinema sem fim, no qual as idas e vindas das imagens entrelaçam o cinema ao vivido, a história ao presente, e os filmes às relações de onde surgem e nas quais intervêm.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

André Gustavo Tempone Cardoso

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • seleção de candidatos farmacêuticos para doença de chagas: uma abordagem integrada e multidisciplinar em drug discovery
  • Segundo a OMS, haverá impacto do SARS COV-2 sobre as populações afetadas por doenças negligenciadas. Considerando as limitações terapêuticas, principalmente na doença de Chagas (DC), constata-se a urgência da pesquisa em novos fármacos. Compreendendo uma vastíssima quimiodiversidade, metabólitos vegetais e microbianos são uma das principais fontes de protótipos farmacêuticos anti-infecciosos aprovados. Por meio de um projeto interdisciplinar, com sólidas colaborações demonstradas ao longo de uma década, este projeto objetiva a seleção e otimização de novos protótipos de fármacos contra Trypanosoma cruzi. Contando com parcerias nacionais (UFABC/UNIFESP), e internacionais (University of Oxford,UK), utilizaremos uma plataforma bem estabelecida pelo grupo, visando o estudo de metabólitos secundários de plantas e fungos endofíticos. Espécies vegetais pertencentes principalmente à Annonaceae, Asteraceae, Lauraceae e Piperaceae de ocorrência em áreas de Mata Atlântica e de Cerrado do Estado de São Paulo serão priorizadas. Os extratos ativos serão submetidos a processos de desreplicação molecular por meio de analise via CLAE/EM auxiliada pela plataforma GNPS e as novas entidades químicas serão isoladas por fracionamento cromatográfico e caracterizadas estruturalmente por técnicas espectroscópicas/espectrométricas. Análogos estruturais serão sintetizados, visando a otimização de compostos líderes para estudos da relação estrutura-atividade. Os compostos serão avaliados quanto a potência em formas intracelulares de T. cruzi e a toxicidade em células de mamífero. Por meio de plataformas in silico, serão realizadas análises das propriedades “drug-like”, eliminando-se ainda, compostos de interferência (PAINS). Estudos de mecanismo de ação antiparasitário serão realizados para se avaliar alterações em membranas, assim como bioenergéticas e metabólicas. Pretendemos assim, disponibilizar novos candidatos terapêuticos para a DC.
  • Instituto Adolfo Lutz - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

André Luís Assunção de Farias

Ciências Humanas

Sociologia
  • impactos de grandes projetos e saúde ambiental na amazônia: o caso da região metropolitana de belém (rmb)
  • Os impactos socioambientais têm adquirido relevância social, política e ecológica, com reflexos na saúde pública. Num ambiente de Pandemia, como a COVID 19, eles são múltiplos, complexos e carregam contradições com sérias repercussões sobre a saúde global (RYU et al., 2017). O mérito e o ineditismo é que a pesquisa será realizada no território metropolitano de Belém, segunda região metropolitana mais populosa da região Norte, analisando impactos e saúde. Os grandes projetos pesquisados serão: o BRT da Augusto Montenegro e a macrodrenagem da Estrada Nova, em Belém; o BRT da BR 316, em Ananindeua; o Aterro Sanitário, em Marituba e; Projetos Condominiais, em Castanhal. Cada um impactando de forma diferente no território, tanto em níveis de agravos, quanto em mudanças na sociedade e natureza. Neste sentido, o problema geral de pesquisa é o seguinte: Como se configura a relação entre impactos socioambientais dos grandes empreendimentos na RMB e o perfil epidemiológico dos grupos atingidos? Pois, é importante que estes sejam previstos, e sua concepção e implantação acompanhados pelo setor de saúde. Portanto, é necessário produzir estudos sobre o perfil epidemiológico, as características ambientais e os serviços públicos disponíveis a fim de verificar a intensidade desses impactos e gerar um alerta para evitar novas ocorrências (LEANDRO et al., 2018). A hipótese aponta que impactos ambientais e perfil epidemiológico têm uma relação direta, o que implica potencialização de doenças doenças existentes e surgimento de novos agravos. Evidencias como: maior incidência de doenças negligenciadas e/ou doenças relacionadas ao saneamento ambiental inadequado (DRSAI); Doenças de transmissão feco-oral, como doenças diarreicas, etc; sugerem a plausibilidade da hipótese. Finalmente, a estratégia metodológica está lastreada pelas reflexões teóricas da Ecologia Política e da Saúde Única (One Health).
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

André Luis Bonfim Bathista e Silva

Outra

Divulgação Científica
  • i feira de ciências integradas da cidade de cuiabá e várzea grande
  • No município de Várzea Grande são escassos os eventos na área das ciências. As escolas municipais e estaduais não dispõe de laboratórios nessas áreas, dificultando a interação entre a teoria e a prática. Precisa-se proporcionar atividades que despertem os alunos do município para o desenvolvimento do raciocínio lógico, para a criatividade e para o conhecimento científico. Atualmente, a atividade de lecionar em sala de aula nos revela o baixo índice dos discentes do ensino fundamental, destacando as dificuldades de leitura, escrita e interpretação de texto, e ainda dificuldades nos conhecimentos da matemática e ciências afins. Tal evento justifica-se por contribuir para melhorias no desempenho escolar dos alunos, despertando assim um interesse para a escola. O Evento vai mostrar para a comunidade projetos científicos, culturais e tecnológicos desenvolvidos nas escolas e a inserção das atribuições das ciências dos professores da Educação Básica na Rede Federal de Ensino. Como também divulgar as ações do CNPq frente aos incentivos culturais no Brasil. Alguns dos objetivos é Articular para promover a integração de trabalhos científicos de professores e alunos das redes federais; Divulgar projetos científicos desenvolvidos por alunos dos municípios; Proporcionar novas descobertas em diversas áreas do conhecimento; Apresentar projetos desenvolvidos nas escolas; Promover a criatividade e o conhecimento matemático dos alunos;Alcançar um grande número de participantes das comunidades carentes dos municípios;Valorização profissional de professores da educação do município; Inserção de novos colaboradores do âmbito nacional. Resultados esperados: Criar oportunidades de inserção de professores e alunos em congressos nacionais, regionais e municipais; Ampliação do nível de conhecimento e escolarização de alunos do município; Aprimoramento dos conhecimentos teóricos e práticos dos alunos e professores nos projetos ofertados pela feira de ciências.
  • Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 12/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

André Luis Debiaso Rossi

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • viabilizando o desenvolvimento de cidades inteligentes: uma abordagem baseada em aprendizado de máquina
  • Técnicas de Aprendizado de Máquina (AM) têm alcançado grande sucesso nas mais diversas áreas do conhecimento, como saúde e engenharia. As técnicas de AM são capazes de lidar, de forma eficiente, com diferentes tipos de dados que são gerados automaticamente e em grande quantidade por dispositivos eletrônicos, como sensores e câmeras, presentes nos centros urbanos. Contudo, devido a diversas limitações, esses dados ainda são, geralmente, analisados exclusivamente por operadores humanos, que estão sujeitos a diversas dificuldades advindas de processos repetitivos. Portanto, é imperativo que sistemas inteligentes sejam integrados no planejamento estratégico dos gestores das cidades, para que órgãos públicos e, consequentemente, a sociedade, possam atingir benefícios comuns. Nessa direção, o presente projeto tem como objetivo desenvolver sistemas inteligentes baseados em técnicas de AM para auxiliar em duas tarefas. A primeira visa melhorar a mobilidade da cidade por meio da identificação de veículos e pedestres e adaptação automática do tráfego. A segunda visa entender os perfis de consumo de energia elétrica dos usuários residenciais a fim de propor planos de eficiência energética que possibilitem reduzir o custo mensal pago pela energia elétrica. Os sistemas serão desenvolvidos em parceria com a prefeitura da cidade de Itapeva, São Paulo, buscando, por um lado, avançar em direção da implantação de conceitos de cidades inteligentes e, por outro lado, facilitar o acesso da comunidade a essas tecnologias. A infraestrutura disponível, como câmeras para o controle de tráfego, monitoramento e segurança, assim como equipamentos de baixo custo, como smart plugs, serão utilizados para realizar a coleta dos dados. Algoritmos de aprendizado profundo, como as redes neurais convolutivas, e algoritmos de agrupamento de dados, como o K-Means e o DBScan, serão utilizados para extrair conhecimento dos dados visando atingir os objetivos do projeto.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 23/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Andre Luis Dias

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • transformação digital e desenvolvimento de sistemas para manutenção preditiva em processos industriais cervejeiros e de manufatura aditiva
  • As tecnologias da Indústria 4.0 representam uma oportunidade para pequenas e médias empresas aprimorarem seus processos produtivos, melhorando a eficiência, reduzindo desperdícios e custos. Considerando que estas empresas possuem recursos limitados para investimento em pesquisa e desenvolvimento, tecnologias como inteligência artificial e internet das coisas podem promover vantagens devido as suas características de baixo custo. Neste contexto, a transformação digital de processos industriais deve incentivar empresas para investimentos em transparência e extração de informações relevantes do grande volume de dados de seus processos. Assim, busca-se a transformação digital de processos de microcervejarias e de manufatura aditiva. O setor cervejeiro é um importante mercado no Brasil, que emprega 2,7 milhões de pessoas e contribui com 1,6% do PIB do país. Dados do Ministério da Agricultura apontam um crescimento expressivo no número de cervejarias nos últimos anos, principalmente devido à abertura de microcervejarias. Estas pequenas indústrias trazem a inovação de produtos como elemento central da produção, porém os processos ainda apresentam baixa automatização e demandam tecnologias para atender o mercado em crescimento. Já o processo de manufatura aditiva possui uma abordagem digital promissora com características singulares para processos de fabricação que ganhou interesse em todo o mundo. Baseia-se na fabricação de objetos camada por camada auxiliado por computador. Entretanto, é muito importante verificar a saúde de operação do processo uma vez que diversas falhas podem ocorrer como porosidade e distorção no processo de impressão 3D. Desta maneira, verifica-se que ambos os processos utilizam máquinas que, a partir de sua caracterização, aquisição de dados, implementação de algoritmos para extração e seleção de características, e reconhecimento de padrões, podem trazer bons resultados tanto em termos de eficiência dos processos como na qualidade dos produtos.
  • Instituto Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

André Luís Viegas

Ciências Humanas

História
  • 36ª mostratec
  • A Mostra de Ciência e Tecnologia - MOSTRATEC - é a maior feira para jovens cientistas da América Latina, que acontece em Novo Hamburgo, RS, e que completará em 2021 a sua 36ª edição. Seu objetivo é difundir e qualificar a pesquisa de jovens cientistas de todos os estados brasileiros e de países oriundos de todos os continentes. Ou seja, a Mostra é a exposição de um conjunto integrado e contínuo de ações de fomento à investigação e ao uso do método científico como ferramenta pedagógica, estabelecendo uma relação direta com a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. A MOSTRATEC integra uma rede de 257 feiras de ciências afiliadas. Em 2019, a partir de 31.873 projetos de diferentes feiras da Educação Básica e Profissional, foram selecionados os participantes que estiveram na MOSTRATEC contemplando 755 projetos participantes, de todos os Estados do Brasil e de outros 20 países. Nesse contexto, 9.685 escolas foram envolvidas, estimando um total de mais de 50 mil estudantes e mais de 15 mil professores, que atuaram no desenvolvimento de pesquisa como forma de qualificação, aprendizagem e exercício de cidadania. Os trinta e cinco anos da MOSTRATEC têm sido marcados pelo compromisso com a disseminação de boas práticas em educação, com o empreendedorismo e com o protagonismo dos jovens e dos educadores, em prol de uma educação para o desenvolvimento social e tecnológico, para a paz, para a ética, para a cidadania e para o desenvolvimento sustentável. A MOSTRATEC é considerada a feira com maior abertura à visitação do público em sua modalidade, com a presença de aproximadamente 40.000 visitantes em suas edições mais recentes, ocupando 15.000 m2 de estrutura montada, capaz de comportar, além dos projetos de pesquisa desenvolvidos pelos jovens cientistas, os eventos paralelos e integrados, tais como: i) formação continuada de professores no Seminário Internacional de Educação Tecnológica - SIET; ii) Festival Maker de Robótica Educacional que apresenta práticas tecnológicas e educativas sobre esse tema; iii) Jogos MOSTRATEC que desenvolvem valores educacionais a partir da prática esportiva; iv) Atividades Culturais que propiciam intercâmbios entre jovens pesquisadores e professores participantes. Dessa forma, em 2021, quando ocorrerá a 36ª MOSTRATEC, haverá a necessidade de custeio para toda essa infraestrutura, compatível com a qualidade técnica e a relevância do evento. A Fundação Liberato, por sua vez, organizadora da MOSTRATEC, dispõe de mais de 150 funcionários e de mais de 200 estudantes voluntários que se comprometem em garantir a idoneidade, a transparência nos processos de seleção, a avaliação, bem como o zelo pelas regras de segurança e de ética das pesquisas participantes. Além disso, conta com mais de 600 avaliadores, profissionais oriundos de universidades e de instituições parceiras as quais também oferecem prêmios de incentivo à carreira científica e acadêmica, como bolsas de estudos e financiamentos para participação em outras feiras científicas. A Comissão Executiva e a Comissão Central da MOSTRATEC, que fazem parte do quadro funcional da Fundação Liberato, trabalham de forma contínua e sistemática na organização de toda a Feira, promovendo palestras, cursos e transferência de conhecimentos em pesquisa; bem como, garantindo o processo adequado de aplicação dos recursos financeiros disponíveis. Enfim, a Fundação Liberato, ao realizar a MOSTRATEC, contribui significativamente para a inovação e o desenvolvimento científico e tecnológico do País, através da valorização dos estudantes e dos professores que desenvolvem a pesquisa no Brasil, promovendo, assim, as transformações sociais necessárias.
  • Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha - RS - Brasil
  • 28/01/2021-31/01/2023
Foto de perfil

André Luiz Antunes Netto Carreira

Lingüística, Letras e Artes

Artes
  • projeto de pesquisa integrado interinstitucional atuação teatral: o aqui e agora na cena expandida
  • Projeto Integrado que reúne grupos de pesquisa de 7 IES brasileiras (SC, MG, AC, SE e CE) e 5 do exterior. Objetivo: refletir sobre práticas de atuação teatral partindo do conceito de uma atuação no aqui e agora, para discutir padrões e modelos de cênicos consolidados no ambiente brasileiro. A base é a experimentação de procedimentos que têm o prazer e o desejo como elementos de sustentação do trabalho. A hipótese se relaciona com a possibilidade da experiência da diluição das fronteiras entre o ensaio e a apresentação como eixo da linguagem da atuação. Reivindicamos a ideia de uma cena expandida, o Contemporâneo (Agambem), e Ambiente (Schechner). Delimitamos a prática da atuação como um ‘habitar espaços em relação’. Procedimentos: prática em laboratórios de atuação; realização de espetáculos-laboratórios, e articulação com a produção conceitual sobre o que podemos entender como atuação cênica contemporânea. O projeto tem 7 subprojetos coordenados por 2 pesquisadores PQ (1A e 1C) e 5 jovens pesquisadoras/es para contribuir com a formação continuada, a partir da articulação de uma rede de pesquisa sobre procedimentos de atuação. Pesquisar neste campo supõe estimular a produção de conhecimentos que repercutam nos cursos de teatro, e em processos criativos. Subprojetos Atuação por estados: intensidade e ambiente André Carreira -UDESC Atuar no aqui agora [e com tudo], estudos dos elementos composicionais/atorais em práticas de investigação-criação Narciso Telles -UFU A dimensão pública do teatro no treinamento do Viewpoints Tiago Fortes -UFC O teatro e a peste: uma investigação sobre as criações teatrais durante a pandemia da Covid-19 Olivia Camboim Romano -UFS Encruzilhadas na atuação: palhaçaria como poética do prazer e do encantamento no aqui e agora da cena Adriana Patrícia dos Santos -UDESC A dimensão artista-produtor/a: poéticas de atuação e modos de produção. Heloisa Marina -UFMG Experiências em cena: atuação em diálogo com práticas culturais acreanas Leonel Car
  • Universidade do Estado de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 09/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Andre Luiz Barbosa Bafica

Ciências Biológicas

Imunologia
  • desenvolvimento de um protótipo vacinal contra o câncer de mama triplo-negativo
  • Nos últimos 20 anos, terapias baseadas em alvos do sistema imune têm revolucionado o tratamento de câncer. O uso racional de anticorpos monoclonais e imunoterapias são algumas das ferramentas fundamentais em nosso arsenal médico contra certos tipos de câncer. Através do Cellrouter, ferramenta computacional desenvolvida por nosso grupo, identificamos 1326 genes altamente expressos em células do câncer de mama triplo negativo (TNBC), uma condição grave que atinge 22 mil mulheres/ano no Brasil. Esta proposta tem como objetivo desenvolver um protótipo vacinal à base de ácido ribonucléico mensageiro (mRNA) para câncer de mama triplo-negativo. Tendo como base os genes específicos do TNBC identificados por nosso time, empregaremos ferramentas de biologia computacional para predizer peptídeos antigênicos de MHC-II e MHC-I. Tais informações serão codificadas em mRNAs para expressão de poliepítopos e apresentação antigênica e ativação de células T CD4+ e T CD8+. Além disso, construções 5’-3’UTRs/mRNA com alto nível de tradução celular foram testadas in vitro e serão usadas em um modelo de câncer de mama já estabelecido pelo nosso time. Esta proposta agrega um time de especialistas, profissionais pós-graduandos e pós-doutores com o intuito de estabelecer uma tecnologia de ponta no país. O desenvolvimento deste projeto inovador contribuirá com protótipos vacinais à base de mRNA contra o câncer de mama triplo-negativo.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 27/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

André Luiz Bogado

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • produção de hidrogênio molecular a partir da decomposição do ácido fórmico catalisada por complexos organometálicos de rutênio
  • A procura por novas fontes de energia, em substituição ao uso de combustíveis fósseis, tem chamado a atenção da comunidade científica de diversas áreas do conhecimento. O uso de hidrogênio molecular (H2) em células combustível é considerado uma das mais importantes fontes de energia, além de ser livre de emissões poluentes. Contudo, os métodos atuais de estocagem e transporte de H2 gasoso ou líquido são inadequados, com custos elevados e riscos à segurança. Logo, métodos alternativos para entrega de H2 puro são urgentes, o que valida relatórios recentes sobre a ativação de compostos orgânicos ricos em hidrogênio, como borohidretos, hidrazina e ácido fórmico (AF). O AF é considerado um dos mais promissores materiais para o armazenamento e produção de H2, contém 4,4 % de hidrogênio, é comercialmente disponível, relativamente barato e um líquido de baixa toxicidade em condições ambientes, o que permite o manuseio e transporte seguros. A decomposição do AF pode acontecer via dois mecanismos de reações distintas na presença de um catalisador adequado: i) através da decarboxilação para produzir H2 e CO2 (DetaG = -38.3 kJ mol -1), considerado termodinamicamente mais favorável, e ii) por meio da decarbonilação para produzir CO e H2O (DeltaG = -9.66 kJ mol -1), sendo este menos favorável termodinamicamente. A decarbonilação do AF é indesejável uma vez que pequenas quantidades de CO podem destruir a célula combustível e desativar o catalisador. Somente em 2008, foi apresentada a primeira reação catalisada para decomposição do AF sem a presença de CO, utilizando um catalisador de rutênio. Neste projeto pretende-se sintetizar e caracterizar complexos organometálicos de rutênio com fórmula geral [RuCl(n6-areno)(E-E)]+{E-E = N-N ou P-P} bem como agregá-los à superfície de nanopartículas de ouro (AuNPsn-), para formar novas espécies denomindas [Ru]+/AuNPsn-, a serem empregadas como (pré)-catalisadores em reações de dehidrogenação do ácido fórmico para produção de H2 puro.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Andre Luiz Franco Sampaio

Ciências Biológicas

Farmacologia
  • avaliação “in vitro” e “in silico” da atividade antitumoral e propriedades farmacocinéticas de substâncias isoladas de aureliana fasciculata var. fasciculata
  • O câncer é uma doença de prevalência mundial, com alta taxa de mortalidade. Existem diversos tipos de câncer, com origem em diferentes tecidos, mas com características similares que definem a doença. Destacamos as leucemias, que se originam de células do processo hematopoiético, a partir de transtornos na proliferação e maturação destas células e o adenocarcinoma de mama, que tem origem em diferentes tipos celulares. Os produtos naturais são base para o desenvolvimento da maior parte dos fármacos antitumorais aprovados para uso. Os vitanolídeos são moléculas esteroidais, oriundos do metabolismo secundário de plantas, e são a principal classe de substâncias já identificada nas folhas de Aureliana fasciculata var. fasciculata (Aurelianolideo A & Aurelianolideo B). A classe dos vitanolídeos possuem alguns representantes com atividade antitumoral já identificada. Utilizaremos os vitanolídeos e outras substâncias isoladas das folhas de Aureliana fasciculata var. fasciculata, avaliando a atividade farmacológica em células leucêmicas humanas. Será avaliada a capacidade de inibição de crescimento nestas células, bem como uma possível ativação de caspases 3/7 e estímulo à apoptose, quando tratadas com as substâncias. Mais a fundo, utilizaremos técnicas para identificação de possíveis alvos moleculares, como o western blotting que, aliado à uma predição in silico destes alvos, pode desvendar os mecanismos de ação por trás da atividade farmacológica das substâncias. Será avaliada a permeabilidade dos vitanolideos no ensaio de permeabilidade in vitro em barreira pulmonar, hematoencefálica e gastro-intestinal in vitro, além do teste de toxicidade cardíaca (hERG). Este estudo trará uma maior compreensão da fitoquímica e farmacologia da espécie Aureliana fasciculata var. fasciculata, nos permitindo discutir as diferenças entre os vitanolídeos testados, propondo melhores candidatos para o desenvolvimento de fármacos, bem como vias que sofrem interferências destas substâncias.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 23/06/2022-30/06/2024
Foto de perfil

André Luiz Maranhão de Souza Leão

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • assemblages de relações parassociais de influenciadores digitais com fãs por meio das mídias sociais
  • Nos últimos anos, o contexto sociocultural vem mudando continuamente, o que se reflete nas práticas de consumo. A mídia tem sido fundamental nesse processo, uma vez que articula verdades tomadas pelos agentes de mercado. Seu papel foi alterado pela ressonância das mídias sociais, permitindo feedback instantâneo sobre o nível de interação e abrangência da propagação de conteúdos, para formar canais de relacionamento diretos e interativos, legitimando o papel dos influenciadores digitais neste contexto. Antes pessoas comuns, os influenciadores digitais tornaram-se microcelebridades e adquiriram um volume significativo de seguidores que se tornam fãs. Eles estabelecem um relacionamento por meio das mídias sociais que pode ser entendido como parassocial, caracterizado por uma situação em que o público vivencia os encontros mediados com uma celebridade como reais e os considera como pessoas próximas que se envolvem em uma relação recíproca. A mídia pode ser entendida como um ambiente por meio do qual as realidades são vivenciadas e significadas, se tornando um agente permeador das relações sociais. A maneira como diferentes elementos humanos e não humanos – como objetos, indivíduos e dispositivos – interagem entre si e funcionam juntos em um determinado arranjo é abordada pela Assemblage Theory. Nesse sentido, argumentamos que a relação parassocial estabelecida entre influenciadores digitais e fãs por meio das mídias sociais pode ser caracterizada como uma assemblage. Com base nesse desenvolvimento, o principal objetivo da pesquisa é compreender como os influenciadores digitais agenciam (i.e., assemblage) relações parassociais com os fãs por meio das redes sociais. Para abranger os atores envolvidos no processo, os dados serão compostos pelo conteúdo produzido, publicado e divulgado pelas influências digitais; visualizações, comentários e compartilhamentos de fãs; e como as mídias sociais permitem, induzem ou restringem as ações dos influenciadores digitais e dos fãs.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

André Luiz Mota

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • proposta institucional da universidade federal de são joão del-rei para a chamada pública formação de doutores em áreas estratégicas
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal de São João Del-Rei - MG - Brasil
  • 03/03/2020-02/03/2025
Foto de perfil

André Luiz Sena Guimarães

Ciências da Saúde

Odontologia
  • efeito abscopal da radioterapia em carcinoma de células escamosas de cabeça e pescoço: enfoque na expressão de genes associados com o metabolismo glicolítico e angiogênese.
  • O carcinoma de células escamosas de cabeça e pescoço (CCECP) representa um dos principais problemas de saúde pública com estimativa de 300 mil casos novos no mundo, em 2017. A etiopatogênese do CCECP está relacionada a fatores intrínsecos e extrínsecos ao indivíduo. Recentemente o metabolismo glicolítico tumoral voltou a ser explorado como um importante alvo terapêutico no tratamento do CCECP. Assim, faz-se necessário o desenvolvimento de estudos que busquem investigar novas estratégias terapêuticas. A radioterapia, combinada ou não com cirurgia e quimioterapia, vem sendo amplamente utilizada para o tratamento do CCECP. A interação entre célula neoplásica e células do estroma é de fundamental importância para o prognóstico do paciente. Foi observado que embora submetidos à irradiação local, alguns pacientes apresentam redução de outros tumores metastáticos que não foram irradiados. Estas observações sugerem que a radiação pode ter um efeito à distância, que é conhecido como efeito abscopal. Adicionalmente, evidencias sugerem que mediadores sistêmicos podem estar relacionados a perda de tolerância imunológica relacionada às células neoplásicas. Sendo assim a busca pelos efeitos sistêmicos da radioterapia pode revelar estratégias e alvos terapêuticos para o CCECP. Considerando todos estes fatos o presente projeto tem por objetivo avaliar os efeitos da radioterapia em níveis sistêmicos de moléculas associadas ao metabolismo glicolítico e angiogênese.
  • Universidade Estadual de Montes Claros - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023
Foto de perfil

André Machado de Siqueira

Ciências da Saúde

Medicina
  • elucidando a contribuição dos componentes das recidivas de malaria para atingir a cura radical - abracamal
  • Diante da proposta de avançar para o controle e eliminação da malária do território brasileiro e da necessidade de estratégias customizadas para diferentes cenários epidemiológicos é essencial o entendimento dos fatores que levam ao alto número de recorrências entre os indivíduos tratados por malária. Nosso estudo multicêntrico, propõe seguir pacientes com malária em seis estados com diferentes caracteristicas – Rio de Janeiro, São Paulo, Amapá, Roraima, Rondônia e em duas localidades no Pará, totalizando inclusao em sete diferentes unidades. Os 880 participantes serão acompanhados por 360 dias seguindo um protocolo de pesquisa clínica harmonizado e além do seguimento clínico, terão suas amostras avaliadas através de técnicas de biologia molecular, farmacogenética, questionário e contagem de medicamentos para adesão e observação de eventos adversos. Adicionalmente, análise da qualidade dos medicamentos empregados nos sete diferentes locais também serão realizadas. Coordenada pelo médico infectologista André Siqueira do Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas – INI – Fiocruz, a proposta do estudo é uma parceria de qualificados profissionais do: Instituto Rene Rachou – Fiocruz – MG; Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde – Fiocruz - RJ; Instituto Evandro Chagas – PA; Universidade Federal do Pará – PA; Centro de Pesquisas em Medicina Tropical – RO; Hospital das Clínicas Boa Vista – RR; Secretaria de Estado da Saúde do Amapá – AP e Instituto de Infectologia Emílio Ribas – SP. Com abordagem ampla, visando englobar diferentes aspectos relacionados aos componentes da recidivas pretendemos ser capazes de esclarecer os diferentes fatores envolvidos no sucesso terapêutico e prover informações robustas e bem definidas para a definição e desenho de estratégias pelo programa de controle de malária do Brasil.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 01/05/2020-30/04/2023
Foto de perfil

André Machado Rodrigues

Ciências Humanas

Educação
  • desenvolvimento de conhecimentos docentes a partir do fortalecimento de uma comunidade de práticas no contexto de mudança curricular
  • A reforma curricular em curso no país (BNCC) demandará que os conhecimentos dos professores estejam articulados com as novas práticas. Nesse contexto, a criação e fortalecimento de uma comunidade de práticas pode atuar como apoio importante a esses docentes. O Programa de Especialização Docente (PED), proposta que surge na Stanford Graduate School of Education, a ser implementado como parceria entre Universidades brasileiras e a Educação Básica da rede pública de ensino pretende atuar junto aos professores das áreas de Ciências da Natureza e Matemática, em seus contextos de sala de aula e promover a expansão do repertório das práticas e a articulação entre teoria e prática. O projeto tem como foco investigar como se dará o desenvolvimento dos conhecimentos docentes e sua articulação com a prática. Há consenso na literatura da área sobre os conhecimentos necessários para atuação docente: pedagógico, curricular, dos estudantes, do conteúdo, da avaliação e conhecimento pedagógico do conteúdo. A articulação desses conhecimentos em sala de aula não é tarefa simples, mas pode ser facilitada com o trabalho numa comunidade de prática fomentada pelo PED. Nosso objetivo de pesquisa é investigar como a participação dos professores de Ciências e Matemática no PED colabora para desenvolver conhecimentos docentes e amplia a coerência das suas propostas didáticas. A pesquisa se caracteriza como de natureza qualitativa, com delineamento do tipo estudo de caso. A coleta de dados ocorrerá no contexto de desenvolvimento dos módulos do curso para professores da Educação Básica na rede pública de ensino. Os dados serão coletados a partir de questionários, entrevistas, planos de aulas elaborados, registros audiovisuais das aulas ofertadas, relatórios de reflexão promovidos junto aos mentores e replanejamento das aulas. Será feita uma análise temática qualitativa cujas categorias serão baseadas em modelos teóricos da literatura, sendo um deles o Modelo Consensual Refinado.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Andre Paulo Tschiptschin

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • inovação em materiais à base de carbono para aplicações tribológicas na indústria metal-mecânica e biomédica
  • Revestimentos à base de carbono podem conferir baixos coeficientes de atrito e elevada resistência ao desgaste a componentes mecânicos em contato. A deposição de revestimentos à base de C e modificações superficias por processos a plasma (PVD, PECVD, PAPVD e PTA) permite obter filmes DLC, nanocompósitos com partículas de grafeno, superfícies contendo partículas de grafita turbostrática e nanopartículas de Ag:Cu:C, que podem conferir ultrabaixos coeficientes (< 0,1), típicos da superlubricidade. Os materiais que se pretende sintetizar têm em comum o carbono na sua forma alotrópica hibridizada sp2, com elevada lubricidade. São DLCs dopados com W, nanocompósitos contendo grafeno e grafita e nanopartículas de Ag:Cu:C. As modificações superficiais almejadas poderão ser aplicadas aos componentes mecânicos de sistemas de propulsão e transmissão de energia, visando aumentar a eficiência energética, diminuir o consumo de combustíveis e a emissão de gases poluentes. Nanopartículas de Ag:Cu:C com ação bactericida poderão ser utilizadas na modificação superficial de dispositivos biomédicos e instrumental cirúrgico, contribuindo também para o aumento da segurança hospitalar e melhoria do sistema de saúde. Os filmes e revestimentos nanocompósitos serão caracterizados estrutural e quimicamente por técnicas de microscopia eletrônica e de força atômica, espectrometria Raman, difração de raios-X e análise térmica diferencial. A caracterização de propriedades nanomecânicas será feita por técnicas de nanoindentação e as propriedades tribológicas (coeficientes de atrito, taxas de desgaste e adesão de filmes aos substratos) serão determinadas em ensaios pino contra disco e esclerometria linear instrumentada. A observação das superfícies e subsuperfícies desgastadas por interferometria ótica, microscopia eletrônica de duplo feixe e microscopia confocal a laser permitirão caracterizar os micromecanismos de desgaste atuantes no contato entre amostras e contracorpo.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 30/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

André Ricardo Salata

Ciências Humanas

Sociologia
  • expansão educacional, desigualdades e estratificação social: do desenvolvimento infantil ao mercado de trabalho
  • A proposta trata da relação entre educação, desigualdades e estratificação social, a partir de três eixos analíticos: (i) Desenvolvimento infantil nos primeiros anos da escolarização obrigatória; (ii) Políticas de expansão educacional e desigualdade de oportunidades; (iii) Expansão educacional e resultados no mercado de trabalho. Temos como objetivo geral analisar a relação entre expansão do sistema educacional e democratização das chances de vida no Brasil, a partir de marcadores como classe de origem, raça e gênero. Tal objetivo se justifica na medida em que a educação se constitui, na sociedade moderna, como elemento-chave no processo de estratificação social e conformação das desigualdades; e, também, em função da substantiva elevação da escolaridade entre os brasileiros nas últimas décadas. Entre os anos de 1995 e 2015 a média de anos de estudo da população entre 25 e 64 anos de idade saltou de 5,7 para 8,6, o percentual de pessoas com 12 ou mais anos de escolaridade subiu de 9,5% para 20,7%, e o ensino obrigatório agora – desde 2009 - engloba também o ensino médio e a educação infantil. Nos perguntamos, então, se as políticas de expansão educacional postas em prática ao longo das últimas décadas teriam contribuído para uma maior equalização em termos de oportunidades, considerando fatores como a classe de origem, a raça e o gênero dos estudantes. Procurando melhor compreender os mecanismos que relacionam aquelas características ao sucesso escolar, e, também, a escolaridade alcançada à posição social de destino dos indivíduos, focamos nossa análise em momentos-chave de suas trajetórias: os primeiros anos da escolarização obrigatória, seu desempenho ao longo do ensino fundamental e médio, o acesso ao ensino superior e a entrada no mercado de trabalho. A metodologia proposta é de cunho eminentemente quantitativo, envolvendo dados primários e secundários, que serão analisados a partir de variadas técnicas estatísticas, com foco em modelos multivariados.
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 09/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Andre Rodrigo Rech

Ciências Agrárias

Recursos Florestais e Engenharia Florestal
  • consolidação da pós-graduação da ufvjm por meio de parcerias com programas de excelência
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK - MG - Brasil
  • 06/01/2020-06/01/2025
Foto de perfil

Andre Rodrigo Rech

Ciências Agrárias

Recursos Florestais e Engenharia Florestal
  • contribuições da natureza para as pessoas: o papel de interações bióticas no funcionamento de serviços ecossistêmicos e ambientais no vale do jequitinhonha (mg-brasil)
  • Esta proposta nasce da demanda por subsídios que embasem a construção de políticas de pagamento por serviços ambientais nos municípios do Vale do Jequitinhonha. Majoritariamente inserida no semiárido brasileiro, essa região apresenta baixíssimos índices de desenvolvimento humano em paralelo com boas proporções de áreas preservadas e um modelo de agricultura campesina que aparenta favorecer as interações associadas com a proteção de recursos hídricos e polinizadores/dispersores. Não se conhece, no entanto, onde estão, como funcionam e quais os indicadores socioeconômicos associados ao uso de serviços ecossistêmicos na região. Neste projeto reunimos uma equipe multidisciplinar com balanço de gênero e estágios da carreira para investigar um problema central para a sustentabilidade nas Ciências Agrárias a partir de um olhar interdisciplinar. Organizamos 3 grupos de trabalhos que irão: i). mapear e georreferenciar o uso de serviços ecossistêmicos de provisão hídrica e produção de alimentos bem como as características da paisagem e da vegetação que permitam estimar a oferta de serviços ecossistêmicos em eventuais futuros programas de pagamento por serviços ambientais (PSA); ii) investigar o papel de interações bióticas (mutualismos e antagonismos) no funcionamento e provimento desses serviços; e iii) relacionar o uso dos serviços ecossistêmicos com indicadores socioeconômicos e modelos de agricultura utilizados em municípios do Vale do Jequitinhonha. Esperamos ao final desse projeto gerar conhecimentos úteis tanto na escala regional, disponibilizando subsídios aos municípios interessados na criação de políticas de pagamento por serviços ambientais quanto para o entendimento do papel das interações bióticas na provisão e manutenção de serviços ecossistêmicos e da sua necessidade no planejamento e monitoramento de serviços ambientais. Esperamos ainda entender quais arranjos produtivos e modelos de organização agrícola favorecem ou configuram serviços ambientais na região.
  • Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK - MG - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Andre Talvani Pedrosa da Silva

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • dispositivos fototerápicos com a luz azul como estratégia terapêutica complementar durante a infecção por trypanosoma cruzi - do controle parasitário à modulação da resposta imune em mamíferos
  • A doença de Chagas, causada pelo Trypanosoma cruzi, permanece negligenciada, debilitante e endêmica na América Latina, cujo tratamento etiológico (benznidazol/Bz) apresenta alta citotoxicidade e falha terapêutica devido a características genéticas do parasito e do hospedeiro. Alterações leves, moderadas ou graves na estrutura e função do coração, e de outros órgãos, apresentam relação direta com a resposta inflamatória no hospedeiro infectado. Diante da resistência do T.cruzi ao arsenal quimioterápico vigente, a fototerapia com luz azul (FLA) poderia atuar como potencial estratégia de controle parasitário, uma vez que na faixa de 400 a 470nm, ela eleva o estresse oxidativo, altera organelas citoplasmáticas e induz morte em bactérias e fungos. Pela inexistência destes estudos em protozoários, demonstramos que a FLA controla a replicação parasitária no sangue e músculo cardíaco de animais infectados por T.cruzi, sem danos estruturais à célula hospedeira. Nesta proposta, exploraremos como a FLA atua na biologia do parasito e da célula hospedeira, em presença do Bz. Pretendemos elucidar se a FLA seria uma estratégia viável de complementação terapêutica e de proteção anti-T.cruzi. Para isso, serão desenvolvidos dispositivos de FLA para aplicação em cultura de células Vero e em camundongos C57BL/6 infectadas(os) com as cepas Y, Colombiana e VL-10 do T.cruzi, na presença e ausência de Bz. Nas células Vero e em fragmentos de coração, encéfalo, gastrocnêmio e tec. adiposo epididimal haverá (i)quantificação de parasitos e de mediadores inflamatórios, (ii)expressão gênica de receptores e proteínas intracelulares, (iii)avaliação proteômica, (iv) fenotipagem do infiltrado inflamatório e (v)avaliação histomorfológica e apoptótica. Será avaliado, ao final, a proteção da FLA em pele escoriada de animais expostos ao T.cruzi, num modelo similar à transmissão vetorial. Na derme será quantificado o DNA do T.cruzi e avaliados parâmetros imuno-histológicos e angiogênicos locais.
  • Universidade Federal de Ouro Preto - MG - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

André Telles da Cunha Lima

Ciências Exatas e da Terra

Oceanografia
  • detecção, controle e remediação preventiva de acidentes com transporte de óleo e combustíveis ao largo da costa brasileira
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 10/12/2020-31/12/2023
Foto de perfil

Andre Viana Custodio

Ciências Sociais Aplicadas

Direito
  • articulação intersetorial para proteção de crianças e adolescentes contra a violação de direitos.
  • O projeto de pesquisa tem como tema a violação dos direitos de crianças e adolescentes e a articulação intersetorial de políticas públicas de atendimento proteção e justiça. O objetivo geral é estudar as estratégias e ações intersetoriais para o atendimento de crianças e adolescentes vítimas de violações de direitos para a garantia dos direitos fundamentais no marco jurídico da teoria da proteção integral. Os objetivos específicos são: analisar o contexto das violações de direitos de crianças e adolescentes com ênfase na exploração do trabalho infantil, violências, abuso e exploração sexual; sistematizar a legislação de proteção contra a violação dos direitos fundamentais de crianças e adolescentes e estudar os parâmetros para a articulação intersetorial de políticas públicas de atendimento, proteção e justiça para os casos de violação de direitos de crianças e adolescentes. O problema questiona como o reordenamento das políticas públicas de atendimento, proteção e justiça podem contribuir para a garantia dos direitos fundamentais de crianças e adolescentes no Brasil. Como hipótese tem-se que a articulação intersetorial das políticas públicas de atendimento, proteção e justiça podem alcançar maior eficiência mediante a formulação de diagnóstico, fluxos de encaminhamento e capacitação integrada da rede de atendimento. Considerando estes aspectos, busca-se como resultado o desenho metodológico de pressupostos para processos de formulação de diagnóstico rápido e participativo das políticas públicas para crianças e adolescentes em âmbito local; a formulação de fluxos de encaminhamento de crianças e adolescentes considerando as responsabilidades setoriais e intersetoriais de acordo com a competência de cada órgão do sistema de garantias de direitos da criança e do adolescente e o levantamento dos conteúdos básicos para capacitação dos operadores do sistema e da rede de atendimento à criança e ao adolescente no município.
  • Universidade de Santa Cruz do Sul - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Andréa Alice da Silva

Ciências da Saúde

Medicina
  • analisando o impacto da covid-19 no tecido renal com foco na inovação do uso de polimorfismos e das vesículas extracellular
  • Estudos recentes têm demonstrado efeitos residuais persistentes desencadeados pela infecção por SARS-CoV-2 na qualidade de vida do indivíduo. A COVID-19 está associada a maior risco de desenvolvimento de doença renal aguda e crônica. A incidência da insuficiência renal secundária à COVID-19 é multifatorial podendo estar associada à condições pré-existentes(diabetes, hipertensão, obesidade, genética). Também, a resposta imune exacerbada pode contribuir para o dano renal. Vesículas extracelulares urinárias (uEV) tem sido utilizada como excelente marcadores de dano renal precoce em doenças como diabetes e na nefrite lúpica. Apesar do grande número de casos recuperados é igualmente importante avaliar as consequências a longo prazo desta infecção na função renal. Nossa hipótese é que os indivíduos no pós-COVID-19 desenvolvem disfunção renal ou doença renal crônica. Assim, nosso objetivo é acompanhar os pacientes que foram internados por COVID-19 moderado à grave no período de 2020-2021 que, após melhora e alta, estão sendo recrutados para comparecer ao ambulatório de nefrologia visando identificação e exploração diagnóstica que incluem tecnologias inovadoras no monitoramento de manifestações renais no pós-COVID-19. Para tal, realizaremos um estudo longitudinal no qual analisaremos as vesículas extracelulares urinárias(uEV) totais, podocitária e tubulares; quantificaremos os mediadores inflamatórios no plasma e urina visando correlacionar com os possíveis desfechos clínicos; avaliaremos o papel do polimorfismos genéticos (uromodulina, APOL-1, FGF-23, citocinas) e a agregação familiar no risco para nefropatias e, por último, investigaremos a presença de disfunções tubulares, distúrbios da acidificação urinária e perturbações dos mecanismos de concentração urinária. Desta maneira, buscaremos mensurar o impacto da infecção por SARS-CoV-2 na função renal e contribuir para o melhor suporte terapêutico.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 18/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Andrea Bezerra da Nobrega

Ciências da Saúde

Farmácia
  • otimização da solubilidade/disponibilidade dos curcuminóides para emprego no desenvolvimento de medicamentos para terapia antitumoral
  • Câncer é um termo genérico para um grande grupo de doenças que pode afetar qualquer parte do corpo. Outros termos utilizados são tumores malignos e neoplasias. Uma característica que define o câncer é a rápida criação e proliferação de células anormais malignas que crescem além de seus limites habituais e podem invadir partes adjacentes do corpo e se espalhar para outros órgãos, processo referido como metástase. A metástase é a principal causa de morte por câncer. Apesar de existir diversos quimioterápicos no mercado, ainda se faz necessária a busca por novos medicamentos que atuem com maior seletividade contra as células tumorais, a fim de atenuar os efeitos adversos do tratamento. Os produtos naturais, principalmente os derivados de plantas, desempenham um importante papel na descoberta de novos agentes antineoplásicos. Os curcuminóides são substâncias presentes no açafrão que possuem um amplo espectro de atividades biológicas, destacandose o seu potencial antineoplásico. Contudo, a utilização clínica dessas substâncias tem sido confrontada por muitos desafios decorrentes da baixa solubilidade em água, má absorção e baixa biodisponibilidade. Considerando que o fator limitante da biodisponibilidade das substâncias é a solubilidade, e que a tecnologia de dispersões sólidas são uma das estratégias para aumentar a solubilidade, o projeto tem como objetivo desenvolver tecnologias para obter um insumo farmacêutico solúvel destas substâncias, através do preparo de dispersões sólidas do extrato de C. longa, utilizando diferentes tipos de carreadores através dos processos de fusão e co-precipitação. As substâncias serão identificadas e quantificadas por CLAE-DAD, através de metodologias analíticas que serão otimizadas e validadas a partir de um levantamento bibliográfico. As dispersões sólidas serão caracterizadas através de técnicas Termoanalíticas; Infravermelho; Difratometria de Raios X, Distribuição Granulométrica a Laser e Microscopia Eletrônica de Varredura.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 27/06/2022-30/06/2024
Foto de perfil

Andréa de Sousa Gama

Ciências Sociais Aplicadas

Serviço Social
  • tensões entre trabalho e família: análise das políticas públicas na organização do cuidado na vida familiar no brasil
  • Um dos problemas sociais relevantes na atualidade é a conciliação das demandas conflitivas entre trabalho e família. Se o crescente acesso e permanência das mulheres ao mercado de trabalho indica mudanças econômicas, sociais e culturais, a persistência das desigualdades de gênero e sua capacidade de se reorganizar em novos contextos, impõe uma perene agenda de investigação. A reforma trabalhista e a pandemia de Covid-19 impactam ainda mais a inserção e a manutenção das mulheres no trabalho, em um contexto de crise de cuidados, principalmente em relação às crianças pequenas e idosos, em uma estrutura familista das políticas sociais associada à retração do Estado. À despeito de poucas pesquisas que examinam as políticas sociais que incidem sobre essas tensões, indagamos: como seria, no Brasil, a mais adequada conformação de políticas sociais com o intuito de promover maior igualdade de gênero no trabalho e no interior das famílias? Essa é a questão que move essa investigação no sentido de que pretende analisar e caracterizar, através de pesquisa nacional, políticas sociais que se relacionam e afetam a conciliação entre trabalho e responsabilidades familiares – licenças trabalhistas remuneradas; serviços de educação infantil e serviços socioassistenciais aos idosos. O estudo corresponde a uma pesquisa de natureza quali-quantitativa. A análise qualitativa será realizada a partir do exame das normais legais das políticas e das percepções acerca do papel das políticas referidas ao trabalho e vida familiar, a partir do survey Gênero, Trabalho e Família no Brasil: mudanças e permanências nas últimas décadas, financiado pela SPM (2016). A parte quantitativa corresponderá a análise descritiva e modelagem a partir de cruzamentos nas principais bases de dados populacionais visando analisar a inserção produtiva de homens e mulheres em sua relação com os indicadores relativos às licenças remuneradas, a política de educação infantil e serviços socioassistenciais aos idosos.
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 14/02/2022-28/02/2025