Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Lucas Pizzolatto Konzen

Ciências Sociais Aplicadas

Direito
  • geografias jurídicas da cidade: estudos empíricos sobre a regulação do domínio público
  • Os espaços urbanos considerados como bens públicos abrangem uma infinidade de lugares - das ruas, parques e praias às áreas portuárias e sambódromos, passando pelos edifícios e demais instalações da administração pública. Os conflitos envolvendo a gestão e o controle do domínio público desafiam agentes e instituições de diferentes tipos e em diferentes níveis, ensejando uma série de questões sobre o modo como funciona a governança desses bens e seus efeitos para quem vive nas cidades. Tal problemática há muito tem despertado a atenção de pesquisadores na área dos estudos urbanos no Brasil, o que contrasta com o relativo desinteresse existente na área do Direito. Em manuais e tratados de Direito Constitucional e Direito Administrativo, os discursos doutrinários sobre os imóveis públicos tendem a reproduzir a tradicional classificação tríplice do Código Civil. Mesmo no Direito Urbanístico, que tanto se desenvolveu a partir da entrada em vigor do Estatuto da Cidade, essa temática é relegada a uma posição secundária, surgindo sobretudo quando se discute os instrumentos jurídico-urbanísticos passíveis de serem mobilizados para a regularização fundiária de bens públicos utilizados para fins de moradia. Na Sociologia do Direito, que parte de pressupostos epistemológicos bastante distintos dos da dogmática jurídica, têm surgido nas últimas décadas agendas de pesquisa que procuram problematizar as interconexões entre direito e espacialidade, perspectiva teórica que se tornou conhecida por geografia jurídica. Inserindo-se nessas agendas de pesquisa, este projeto tem o objetivo de investigar como são regulados, de fato, os bens do domínio público na cidade, a fim de identificar as relações entre as mudanças na regulação do espaço, os padrões de desenvolvimento urbano desigual e as demandas dos movimentos sociais pelo direito à cidade. Para tanto, serão realizados estudos empíricos tendo como referencial a cidade de Porto Alegre.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Lucas Rezende Gomide

Ciências Agrárias

Recursos Florestais e Engenharia Florestal
  • termoelétrica a base de biomassa florestal na bacia do rio grande -mg: um estudo de caso envolvendo análise multicritério e otimização
  • A transição da matriz energética global para fontes de geração elétrica renovável tem sido a principal demanda dos países que enfrentam o estado de emergência climática. A biomassa florestal é uma alternativa potencial para atender à crescente demanda. A expansão de projetos termelétricos a partir de resíduos florestais evidencia a necessidade de avaliar a disponibilidade e adequação das terras. Normalmente, trata-se de um problema de decisão espacial e de inteligência geográfica sob uma perspectiva holística, pois no planejamento desses projetos é fundamental entender a viabilidade econômica, ambiental e social. Neste projeto, há a proposição de desenvolvimento metodológico de um sistema de apoio à decisão baseado em modelagem multicritério em uma estrutura SIG associado a um modelo de otimização, como um objetivo geral. A área de estudo compreende a bacia do rio grande/MG, sendo adotado restrições ambientais, sociais e econômicos para a integração dos dados geoespacial. Uma abordagem de hierarquia analítica (AHP) será utilizada para ponderar e estimar os pesos de importância relativa dos critérios para modelar a aptidão territorial. Como resultado, espera-se um mapa de adequação e zonas restritas de disponibilidade de terra para o projeto. Os resultados serão a base de um modelo de programação linear inteira mista que irá incorporar aspectos tecnicos e economicos, para uma melhor alocação do recurso financeiro. Espera-se que a metodologia aplicada neste estudo poderá ser replicada em outras regiões globais para a produção de bioenergia.
  • Universidade Federal de Lavras - MG - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Lucas Xavier Bonfietti

Ciências da Saúde

Medicina
  • implementação nacional do teste de sensibilidade aos antifúngicos brcast-eucast em centros médicos brasileiros e vigilância da resistência em isolados de candida spp. provenientes de candidemia
  • As infecções fúngicas invasivas causadas por Candida são as mais frequentes, correspondendo a cerca de ~80% dos casos das infecções fúngicas nosocomiais, sendo associadas a elevadas taxas de mortalidade ~60% nos centros médicos brasileiros. As espécies mais frequentes são C. albicans, C. parapsilosis, C. tropicalis, C. glabrata, e C. krusei. Têm sido reportado maior ocorrência de resistência (R) e sensível-exposição aumentada (I) ao fluconazol (FLC) entre amostras de Candida primariamente sensíveis. Cerca de 5% de C. tropicalis são resistentes ao FLC e surtos envolvendo C. parapsilosis resistentes a triazóis tem sido descritos no Brasil, além do aumento da ocorrência de C. glabrata e C. krusei, espécies de menor sensibilidade e com resistência intrínseca ao FLC. Assim, o desenvolvimento de protocolos e programas de gestão de utilização de antifúngicos são medidas essenciais para a prática assistencial adequada e prevenção da resistência. Tais estratégias demandam a capacitação dos centros para o diagnóstico rápido e identificação do agente etiológico, testes de sensibilidade aos antifúngicos (TSA), monitoramento da eficácia terapêutica e intervenção clínica. Portanto, é essencial a utilização de TSA, principalmente em ambiente hospitalar, para a promoção da vigilância epidemiológica e da resistência. A despeito da importância das infecções hospitalares por Candida e da emergência de isolados resistentes, poucos centros médicos brasileiros estão capacitados a realizar TSA. Assim, o objetivo é implementar o TSA (BrCAST-EUCAST) em laboratórios de referência permitindo a criação de uma rede envolvendo laboratórios públicos e privados com o compromisso de: realizar vigilância de resistência de Candida aos antifúngicos, em isolados de episódios de candidemia, utilizando EUCAST como método referência; e padronizar o método de disco-difusão para testes de sensibilidade ao FLC no sentido de implementar uma alternativa compatível com a rotina de centros médicos do Brasil.
  • Instituto Adolfo Lutz - SP - Brasil
  • 10/05/2022-31/05/2025
Foto de perfil

Lúcia Helena Faccioli

Ciências Biológicas

Imunologia
  • avaliação da resposta imune inata induzida pela peçonha de bothrops moojeni e suas frações proteica e lipídica
  • Acidentes por serpentes peçonhentas são um importante e negligenciado problema de saúde pública. No cenário global, entre os países que apresentam maior incidência de acidentes ofídicos, o Brasil encontra-se em 3o lugar, sendo os provocados pelas espécies do gênero Bothrops os com maior relevância epidemiológica. A serpente B. moojeni é a principal espécie em matas ciliares do cerrado e apresenta comportamento extremamente agressivo, sendo potencial alvo para estudos de importância clínica. Peçonhas de serpentes contêm centenas de moléculas com um amplo espectro de ações biológicas. Na peçonha botrópica, a porção proteica pode equivaler à cerca de 90% do peso seco, sendo o principal alvo de estudo, devido à grande variedade de ativos farmacológicos. Nosso grupo de pesquisa, de forma inédita, caracterizou o perfil de constituintes não proteicos, principalmente os de natureza lipídica, presentes na peçonha de B. moojeni e também demonstrou que os lipídios de peçonha de escorpião induzem liberação de citocinas. Apesar de funções de lipídios já serem bem estabelecidas em diversas patologias, no contexto da ação de peçonhas, o papel dessas moléculas ainda não foi investigado. Nossa hipótese é que as moléculas da fração não proteica, contribuem para ativação celular e a resposta imune inata no envenenamento por B. moojeni. Assim, nosso objetivo é investigar os mecanismos de ativação celular in vitro, e avaliar in vivo a resposta imune inata induzida pela peçonha bruta de B. moojeni, e suas frações proteicas e lipídicas. Esperamos assim, contribuir para o entendimento do papel dos lipídios de peçonha, no envenenamento por serpentes, visando otimizar tratamento clínico das vitimas.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Lucia Maria Costa Monteiro

Ciências da Saúde

Medicina
  • fortalecimento do cuidado às crianças com sequelas urológicas relacionadas à síndrome congênita associada ao vírus zika (scz)
  • Entre as sequelas relacionadas a SCZ está a bexiga neurogênica (BN), uma alteração grave no funcionamento da bexiga passível de tratamento, que quando é feito precocemente melhora o prognóstico da criança e reduz em até três vezes os riscos urodinâmicos que levam à lesão renal (Costa Monteiro, 2017). Pesquisa realizada em parceria FIOCRUZ/CAPES/CNPq/DECIT confirmou uma prevalência de 100% de bexiga neurogênica nos pacientes com SCZ avaliados (Costa Monteiro, 2018 e 2019). Cerca de 50% dos pacientes tratados já foram reavaliados, e estão respondendo ao tratamento, inclusive com regressão de alterações urológicas avançadas que estavam presentes antes de tratar. Duas parcerias na região nordeste, a mais afetada do país, permitiram expandir o alcance deste diagnóstico. As investigações realizadas nas coortes de Campina Grande/PB e de Macaíba/RN também confirmaram a sequela em todos, exceto um dos pacientes. O diagnóstico da BN é feito exclusivamente pela realização de um exame específico, a avaliação urodinâmica, que é essencial para confirmar se a sequela está presente ou não. No entanto, de acordo com as informações disponíveis, somente 7% do total de crianças com SCZ confirmadas no Brasil tiveram seu sistema urinário investigado. O que está ocorrendo com o sistema urinário dos outros 93% permanece uma incógnita, estes pacientes podem estar perdendo a janela de oportunidade de reverter sequelas urológicas e tendo negado o direito eticamente garantido de acesso aos benefícios gerados pelos resultados da pesquisa. O objetivo da pesquisa é avaliar e ampliar o cuidado aos pacientes com sequelas urológicas por SCZ nas redes de atenção com maior número de casos no Brasil, propondo melhorias na assistência a estas crianças para mitigar o impacto desta doença. Metodologia: O projeto se propõe a avaliar, através de uma coorte prospectiva de 3 anos, o cuidado urológico a crianças portadoras de SCZ e a capacitação de profissionais para este diagnóstico e acompanhamento. Para fortalecer a capacidade de vigilância, serão criados pontos focais em 6 estados: Rio de Janeiro (o ponto focal será a instituição executora), Paraíba e Rio Grande do Norte (os pontos focais serão as instituições colaboradoras) e mais três estados, que serão selecionados de acordo com o número de casos assistidos. Para selecionar as novas instituições e avaliar o cuidado aos pacientes com sequelas urológicas por SCZ nas redes de atenção do Brasil, serão investigados os dados de vigilância disponibilizados pelo Ministério da Saúde, Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde, Rede Nacional de Especialistas em Zika e Doenças Correlatas (Renezika) e coordenadores de coortes. Para garantir apoio e sustentabilidade, serão organizadas reuniões de sensibilização com os secretários de saúde, gestores e coordenadores de coorte correspondentes, para apresentar os resultados e convidar para participação na pesquisa. Caso alguma instituição não aceite participar, será selecionada a segunda do estado em número de pacientes atendidos. Confirmada a participação da instituição, o cuidado urológico ao paciente será avaliado utilizando-se a ficha própria desenvolvida na fase anterior da pesquisa, que contem os principais sintomas, os indicadores de risco, os principais tratamentos e os critérios de avaliação de evolução, e os resultados serão armazenados em um banco de dados específico para o projeto. O público alvo serão as crianças portadoras de sequela neurológica associada ao Zika vírus por transmissão fetal, e os profissionais que as assistem no Brasil. Nos casos que se comprove que a investigação urológica não está sendo realizada, serão propostas: 1. Visita técnica para sensibilização de gestores e profissionais, incluindo os responsáveis pela assistência aos pacientes com SCZ e os especialistas com competência para a realização da avaliação urológica, se houver 2. Avaliação das demandas institucionais para promover o cuidado de pacientes com sequela urológica. 3. Cursos de capacitação para o cuidado de pacientes com sequela urológica. 4. Oficinas de capacitação para a realização de técnicas para o cuidado aos pacientes com sequelas urológicas por SCZ 5. Oficina para avaliação de dados e produção de artigos Metas a serem atingidas: 1. Em 3 anos, duplicar o número serviços que cuidam dos pacientes com sequelas urológicas relacionadas a SCZ 2. Em 3 anos, ampliar, de 100 para 400, o número de pacientes com sequelas urológicas relacionadas a SCZ avaliados através do protocolo para avaliação de sequelas urológicas relacionadas a SCZ. 3. Estimular a formação de pontos focais e de uma rede nacional para aprimorar o conhecimento e a vigilância de casos de sequelas urológicas relacionadas a SCZ. 4. Em 3 anos, publicar 3 novos artigos científicos, em colaboração com as instituições parceiras, voltados a difundir o conhecimento e gerar evidências para a formulação de políticas públicas voltadas para a melhoria do cuidado à saúde desta população Os principais indicadores a serem usados para a avaliação do cumprimento das metas serão: 1. Número de serviços capacitados para cuidar (diagnosticar e tratar) de pacientes com sequelas urológicas relacionadas a SCZ 2. Número de pacientes avaliados através do protocolo para avaliação de sequelas urológicas relacionadas a SCZ 3. Prevalência nacional de sequela urológica em pacientes com SCZ 4. Rede nacional criada, contribuindo para aprimorar o conhecimento e a vigilância de casos de sequelas urológicas relacionadas a SCZ 5. Número de artigos científicos publicados
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 10/02/2020-28/02/2023
Foto de perfil

Lúcia Maria de Assumpção Drummond

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • otimização de custos computacionais de aplicações de alto desempenho de bioinformática em nuvens de computadores
  • Aplicações de importância estratégica nacional, como empregadas na indústria de Petróleo e Gás, meteorologia e áreas de biodiversidade e saúde, dependem de Computação de Alto Desempenho (High Performance Computing - HPC) para fornecer resultados precisos rapidamente. Muitos problemas atuais dependem cada vez mais da manipulação de volumes de dados sem precedentes, o que torna a solução em tempo hábil cada vez mais desafiador e caro. Bem estabelecida na área de serviços distribuídos, oferecendo conjuntos pré-configurados de instâncias virtualizadas que podem ser facilmente provisionadas e dimensionadas dinamicamente sob demanda, a computação em nuvem se transforma continuamente, sendo uma alternativa mais barata do que centros de computadores convencionais. Ao compartilhar recursos, as nuvens oferecem aos usuários diversas vantagens em relação a uma infraestrutura dedicada, em particular, uma redução significativa de custos, acesso a hardware de última geração e nenhuma preocupação com manutenção. No entanto, apesar das vantagens, uma série de desafios ainda precisam ser enfrentados, incluindo: escolha e adaptação .de conjuntos apropriados de instâncias para maximizar desempenho; como tornar a execução da aplicação impermeável à interferência devido ao compartilhamento de recursos na nuvem. Este projeto visa aprimorar o gerenciamento de execução de aplicações HPC na nuvem. Usando aplicações de bioinformática como estudo de caso, o projeto foca em aspectos que impactam no desempenho e custo financeiro sem violar acordos de nível de serviço, incluindo: a adoção da elasticidade vertical de recursos para o uso eficiente e escalável de cada instância virtual(máquinas virtuais ou containers); o escalonamento dinâmico de tarefas da aplicação nas instâncias virtuais, e; robustez por meio de mecanismos de tolerância a falhas para lidar com falhas ou revogações de recursos de nuvem.A computação em nuvem mais eficiente beneficia provedores, usuários, sociedade e meio ambiente.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 24/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Lucia Maria Sá Antunes Costa

Ciências Sociais Aplicadas

Arquitetura e Urbanismo
  • projeto da paisagem: estratégias para ampliação e manutenção da biodiversidade urbana
  • Biodiversidade urbana diz respeito à riqueza e variedade dos seres vivos associadas aos espaços urbanos. O tema central da proposta situa-se no estudo da biodiversidade urbana considerando suas relações com o tecido urbano e social envolvente, uma vez que ações sobre a paisagem urbana são estratégicas para questões ambientais das cidades. Pretendemos aprofundar contribuições interdisciplinares em Paisagismo, Urbanismo, Biologia e Direito, a partir das interrelações entre processos de transformação da paisagem e biodiversidade urbana. A biodiversidade urbana é fundamental para a manutenção de serviços ecossistêmicos essenciais para a sobrevivência e bem-estar dos seres humanos nas cidades. Processos de urbanização e alterações de usos do solo representam um desafio à sua manutenção. Os objetivos desta proposta incluem estudos sobre possibilidades de inserção e expansão da biodiversidade urbana a partir de sua integração com dinâmicas urbanas e espaciais. É nos espaços abertos e a partir do projeto da paisagem que a biodiversidade está presente nas cidades. Pretendemos explorar conceitos interdisciplinares tais como paisagem multifuncional, conectividade, resiliência e infraestrutura verde como estratégias para o projeto da paisagem urbana, numa abordagem interescalar, com vistas a propor subsídios para políticas públicas que visem uma expansão e manutenção da biodiversidade nas cidades e sua envolvente metropolitana. Propomos uma rede de estudos sobre a biodiversidade urbana, apontando a importância da definição de locais e escalas nas cidades e seu entorno nas quais a biodiversidade pode ser acessada. Como objeto de estudo apresentamos cidades brasileiras situadas nos biomas Mata Atlântica, Cerrado e Amazônia, estudadas a partir de situações-tipo e articuladas em 4 eixos temáticos: espaços abertos urbanos, vegetação, águas urbanas e agricultura urbana, discutidas em seminários e workshops desenvolvidos pela rede de pesquisa.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 06/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Luciana Azevedo

Outra

Biomedicina
  • da natureza para saúde pública: extração simultânea de peptídeos e fenolicos bioativos das folhas de jabuticabeira como nutraceuticos frente à síndrome metabólica
  • A síndrome metabólica (SM) é um conjunto de anormalidades que resultam em hipertensão, resistência à insulina, obesidade e dislipidemia e causam risco de doenças cardiovasculares e diabetes. É observada em 25% a 40% da população Brasileira e possui incidência crescente. O favorecimento da nutrição e alimentação saudável, de forma a evitar o estabelecimento da SM e também sua evolução, é ponto de interesse em saúde pública. Assim, objetiva-se avaliar os efeitos dos ingredientes hidrolisado protéico (HPFJ) e extrato fenólico (EFFJ), obtidos em sistema de biorefinaria de extração simultânea de folhas da jaboticabeira, sobre o desenvolvimento e também reversão da SM. Esses produtos serão quimicamente analisados por espectrômetro de massa (UPLC). Para a produção do HPFJ, serão caracterizados os peptídeos e aminoácidos, por SDS page e HPLC. Os produtos PHFJ, EFFJ e as suas formas digeridas in vitro (PHFJD, EFFJD) serão avaliados em cultura de células quanto a atividade inflamatória, antioxidante e capacidade absortiva, pelo modelo de CACO2 monolayer. As frações PHFJ e EFFJ serão testadas em ratos pré e pós indução da SM, por redução de ninhada. O primeiro grupo de animais será tratado a fim de prevenir o desenvolvimento da SM e o segundo visando a reversão de parâmetros da SM, após esta estar instalada. Em ambos os grupos avaliaremos a resistência insulínica, adiposidade, pressão arterial invasiva, termogênese e modulação da microbiota intestinal e efeitos anti-inflamatórios e antioxidantes. Todo o conjunto de experimentos propostos permitirá avaliar de forma detalhada os efeitos dos nutracêuticos citados, tanto na prevenção quanto na evolução da SM, permitindo o entendimento de eventuais mecanismos moleculares associados. Por fim, essa pesquisa será embasada no uso de uma planta nativa brasileira como fonte de polifenóis e proteínas, atendendo a demanda de órgãos governamentais sobre a disponibilização de alimentos que contribuam para a promoção da saúde pública.
  • Universidade Federal de Alfenas - MG - Brasil
  • 08/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Luciana Bertoldi Nucci

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • impacto de política fiscal para bebidas adoçadas na redução da carga global de doenças, mortes evitáveis e custos de saúde no brasil
  • Evidências recentes apontam relação entre consumo de bebidas adoçadas e maior risco de ocorrência de doenças crônicas não transmissíveis (DCNT), principais causas de morbimortalidade no Brasil e no mundo. Diversos países implementaram recentemente tributos sobre bebidas adoçadas, verificando efeitos consistentes sobre consumo, prevalência de obesidade e suas complicações, sendo considerada uma política de saúde pública bem-sucedida. Outros países são potenciais candidatos à criação de tributos específicos, devido ao consumo elevado de bebidas adoçadas e à tendência de aumento da prevalência de obesidade, como no caso do Brasil, porém, há necessidade de avaliação dos impactos dos tributos sobre carga global de doenças, custos em saúde e mortes evitáveis. Assim, a presente proposta pretende avaliar impactos de política fiscal para bebidas adoçadas na redução de adoecimento, mortes evitáveis e custos de saúde. A partir de um modelo econômico-epidemiológico baseado em avaliação ex ante de políticas públicas, serão estimados efeitos da tributação sobre carga global de doenças, mortes evitáveis por diversas doenças crônicas e custos de saúde relacionados aos atendimentos dos pacientes e às perdas produtivas decorrentes do adoecimento, comparando-se cenário atual com potencial cenário futuro após implementação da política fiscal. A estimativa do impacto de mudanças na exposição aos fatores de risco (consumo de bebidas adoçadas) em nível populacional em termos de mortalidade por DCNT será baseada no modelo PRIME (Preventable Risk Integrated ModEl). A avaliação econômica dos efeitos sobre custos do sistema de saúde será realizada por meio de cálculo da fração atribuível, aplicando-se aos custos no setor público e desembolsos no setor privado, assim como por meio de estimativa de perdas produtivas relacionadas às morbidades, a partir de metodologia top-down. As estimativas de carga global de doença serão feitas a partir da fração de impacto populacional (FIP).
  • Pontifícia Universidade Católica de Campinas - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Luciana Brandão Leal

Lingüística, Letras e Artes

Letras
  • a produção poética dos países africanos de língua portuguesa nos séculos xx e xxi
  • Este projeto de pesquisas considera a produção literária dos países africanos de Língua Portuguesa - Angola, Cabo Verde, Moçambique, Guiné-Bissau e São Tomé e Príncipe - promovendo reflexões, análises e percursos críticos sobre poesias produzidas nesses espaços no decorrer dos séculos XX e século XXI. No Brasil, a Lei Federal 10639/03 determina o estudo sobre a história e sobre as culturas africanas para todos os níveis de ensino; entretanto, a abordagem das literaturas africanas de língua portuguesa nos ambientes acadêmicos ainda é muito falha, devido à escassez de formação de pesquisadores/professores. Isso acontece, sobretudo, pela limitada difusão de pesquisas nessa área e pelo difícil acesso a bibliografias sobre o tema. Essas questões se refletem na formação do público leitor de poemas africanos, o que depende de um grande empenho do professor, que conta com poucos recursos bibliográficos, já que muitas obras não são editadas/publicadas em nosso país. Estudar a poesia e as artes de países africanos colonizados por Portugal, no período pré e pós-independência, permite não apenas conhecer o projeto literário de cada um desses países, como também a história da colonização e das lutas pela independência nesses espaços. Como viés investigativo, pretende-se realçar as marcas de identidade presentes em cada um dos projetos literários dos países africanos de língua portuguesa, discutindo como tais aspectos corroboram para a formação de um sistema literário próprio. A presente proposta é relevante e necessária, pois viabilizará a produção crítica e bibliográfica sobre poesias/poetas dos espaços africanos, além da maior divulgação das obras escritas nas colônias/países. Os resultados serão publicados em artigos científicos e livros que contribuirão para a formação mais completa de alunos dos cursos de Letras. Para além desse impacto, as pesquisas trarão maior aporte teórico a novos pesquisadores que pretendem investigar os sistemas literários dos "CINCO" (MATA, 2013)
  • Universidade Federal de Viçosa - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Luciana Castaneda Ribeiro

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • cer+brasil: desenvolvimento dos parâmetros de cobertura para os centros especializados em reabilitação (cer) e oficinas ortopédicas orientados ao modelo biopsicossocial
  • Contextualização: A proposta de pesquisa em que consta o plano de trabalho tem o objetivo geral de avançar no desenvolvimento inédito de parâmetros que subsidiem a tomada de decisão para a habilitação de novos pontos de atenção especializada em reabilitação orientados ao modelo Biopsicossocial e a Convenção Internacional de Direitos da Pessoa com Deficiência. Metodologia: pela triangulação de métodos de pesquisa conta com a colaboração internacional de pesquisadores fortemente envolvidos com o desenvolvimento de indicadores da reabilitação em saúde alinhada ao modelo Biopsicossocial da Organização Mundial de Saúde (OMS). Foram elencadas cinco etapas de desenvolvimento da pesquisa. Conta o projeto com desenho de estudo Delphi para validação internacional do protocolo de pesquisa e inquérito nacional nos serviços de atenção especializada e atenção básica. Também foi proposta a análise de dados secundários de inquéritos de base populacional já realizados no Brasil. Visando a Tradução do Conhecimento, será proposto Observatório da Política Pública de Reabilitação no país e a elaboração de cursos de atualização profissional na plataforma da Universidade Aberta do SUS como contrapartida institucional de apoio financeiro. Com um desenho amostral nacional robusto, a comunidade epistêmica envolvida no projeto de pesquisa e inovação CER+Brasil, articulou ums proposta pela Rede Brasileira de Pesquisa em Funcionalidade. O resultado final esperado visa o fortalecimento dos Centros Especializados em Reabilitação e Oficinas Ortopédicas como ordenadores do cuidado em saúde para as pessoas com deficiência no SUS.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 07/01/2020-31/01/2023
Foto de perfil

Luciana Correia Alves

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • ciência de dados aplicada em informações epidemiológicas e demográficas como estratégia para simulação e vigilância de casos de malária na amazônia brasileira.
  • Um grande desafio no combate à malária é a sustentabilidade das ações voltadas para o seu controle em um contexto de redução dos gastos em saúde. A malária acontece quase inteiramente na região Norte, onde os sistemas de saúde são menos adaptáveis a mudanças. Uma situação a ser enfrentada também é a diminuição da redução dos esforços de contenção da transmissão quando há uma redução no número de casos, o que leva em pouco tempo ao ressurgimento da doença. É notório que a eliminação da malária no Brasil é possível, mas que para atingi-la é necessário um plano de médio e longo prazo com estratégias que levem à sustentabilidade. Entre essas ações destaca a adaptação das medidas de controle dos vetores, com integração e fortalecimento do sistema de saúde local. Isso requer tanto inovações técnicas quanto compromisso político para garantir os recursos humanos e financeiros. Atualmente existem poucos recursos para realização de vigilância de casos de malária na Amazônia e, geralmente, são baseados em dados históricos e realizados por recursos humanos altamente especializados, tornando o trabalho custoso e muitas vezes inviável pelo fato de não se conseguir inferir conhecimento em tempo hábil para realização de ações preventivas ou até mesmo corretivas. Além disto, as ações que poderiam ser realizadas pelos gestores públicos são limitadas pela carência de ferramentas para exploração desses dados, especialmente aquelas que são baseadas em métodos de visualização de informações, as quais permitem análises de forma dinâmica, interativa e até mesmo em tempo real (caso os dados estejam integrados). A grande maioria das ações para o problema em questão são reativas, efetuadas após constatado por observação de casos reais. É neste cenário que se insere o presente projeto de pesquisa. É importante apontar que vários estudos prévios realizados no país exploraram a questão da transmissão da malária na Amazônia brasileira, tanto de uma perspectiva epidemiológica, quanto biológica, de vetores e geográfica. Faz-necessário o desenvolvimento de novas abordagens e estratégias que proponham uma identificação e controle mais eficientes. É de extrema importância identificar e analisar os fatores que possuem maior impacto nos casos de malária na Região Amazônica. Acredita-se que com a aplicação de métodos de aprendizado de máquina utilizando dados demográficos, epidemiológicos, climáticos e clínicos possa ser realizada uma previsão de comportamento dos casos de malária na região e, consequentemente, favorecer a implementação de ações preventivas mais eficazes e melhor manejo da doença.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 03/02/2020-30/06/2023
Foto de perfil

Luciana Correia de Almeida Regitano

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • microbiabilidade da eficiência alimentar, reatividade e qualidade da carne em bovinos da raça nelore
  • Microrganismos do trato gastrintestinal são essenciais para a digestão dos ruminantes. Apesar de não se ter uma medida exata do impacto, a chamada microbiabilidade, sabe-se que afetam os níveis de produção de um modo geral e a emissão de metano. Novas ferramentas permitem caracterizar a diversidade de microrganismos (microbioma) não cultiváveis, abrindo campo para a busca de maior eficiência e menor impacto ambiental. Em bovinos, o microbioma do rúmen tem sido o alvo principal, porém essa caracterização é inviável na rotina de avaliação zootécnica. Já demonstramos que as fezes fornecem dados importantes sobre essa variação. Nosso objetivo é relacionar a diversidade de espécies do microbioma e o perfil de metabólitos fecais de zebuínos brasileiros com características de eficiência alimentar, reatividade e qualidade de carne, analisando seu impacto e seu potencial como biomarcadores. Para tanto, serão utilizados 105 touros Nelore, filhos de touros registrados, recriados a pasto, terminados em confinamento e abatidos pela ABCZ. Eles foram genotipados em chips de SNPs comerciais e amostras de fezes foram coletadas ao final da estação seca a pasto, ao final da estação das águas à pasto e ao final do período de confinamento. O perfil de metabólitos será obtido por ressonância magnética nuclear (1H RMN) e as regiões codificadoras de 16S serão sequenciadas. Diferenças ao longo do tempo serão verificadas e, por fim, serão investigadas a associação de elementos do microbioma e do metaboloma com os fenótipos, bem como com os SNPs. Nossa proposta é inovadora e ousada, mensurar a microbiabilidade à pasto e em confinamento tem potencial de aumentar a precisão no controle da variação de caracteres de produção, podendo servir de modelo para outras raças de bovinos. Além disso, os resultados poderão embasar o desenvolvimento de produtos especificamente desenvolvidos para modular o perfil de microbiota ou seus efeitos sobre as características de produção.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - DF - Brasil
  • 03/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Luciana Coutinho Pagliarini de Souza

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • construção de espaços de convivência e propícios à cognição no ensino fundamental: estudo com livros didáticos do pndl 2020
  • O tema da pesquisa, que se insere na interface comunicação/educação, é o potencial das representações visuais para a geração de significados e sua pertinência para construir espaços de convivência com diferenças, além de desencadear processos cognitivos. Da comunicação, congrega as representações visuais como signos capazes de ressignificar práticas socioculturais relativas à alteridade; da educação, contempla os livros didáticos e o potencial das representações visuais para a cognição. Tal pesquisa é necessária porque o foco de pesquisas recentes, realizadas em 2020, advindas de mestrados profissionalizantes e de ensino de diferentes áreas, de programas diversos de pós-graduação, são os assuntos desenvolvidos nas disciplinas escolares. Guiando-nos pela hipótese de que o potencial das representações visuais é obliterado no contexto educacional, via livros didáticos, buscamos compreender como nelas se estabelece a construção de significados, o que envolve explicitar as modalidades de representações visuais neles presentes; inventariar os significados gerados; avaliar o potencial para a cognição, envolvendo as disciplinas escolares; explanar os possíveis avanços no poder cognitivo de tais representações visuais relacionando-as às disciplinas escolares enquanto modalidades de linguagens; por fim, identificar os modos como geram significados em relação à alteridade. A análise das representações visuais da amostra estratificada - 30% do total de 68 coleções constantes no Guia de Livros Didáticos (2020) para as séries finais do Ensino Fundamental - se dá com a aplicação de estratégias oriundas da semiótica peirceana, instrumental que permite inventariar o potencial significativo pelos aspectos qualitativos; referenciais e os relativos às convenções compartilhadas numa cultura e que estão engendrados nessas representações.
  • Universidade de Sorocaba - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Luciana D'Almeida Chermont Kaminski

Outra

Multidisciplinar
  • mostra de arte, ciências e tecnologia
  • O tema da SNCT 2022 “Bicentenário da Independência: 200 anos de ciência, tecnologia e inovação no Brasil” nos interpela, enquanto sociedade e escola, sobre quais os sentidos de se celebrar os 200 anos da Independência e suas possíveis relações do desenvolvimento da ciência, da tecnologia e das inovações no Brasil? A partir de tais questionamentos apresentamos a Mostra de Arte, Ciências e Tecnologia das escolas do Serviço Social da Indústria do Distrito Federal em que visa promover a articulação e participação a dos estudantes em projetos de iniciação científica, na perspectiva de aprendizagens de conceitos científicos, buscando solucionar problemas do cotidiano, alinhados com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável 2030. Por tratar-se de uma Mostra de Arte, Ciências e Tecnologia teremos uma peça teatral e curtas-metragens. O espetáculo tem como fundamento clássicos da literatura, como o romance Úrsula, de Maria Firmina, um livro icônico, considerado o primeiro romance escrito por uma mulher no Brasil e “Olhos d’agua”, de Conceição do Evaristo, contos que retratam a realidade socioeconômica, tais livros abordam temas que perpassam a história social e cultural do nosso país. Evocando o processo histórico e dinâmico do desenvolvimento científico e serão desenvolvidos projetos criados pelos estudantes: Ambu Mecânico, Biodigestor, Usina de biopapel impregnado com nanopartículas de prata, CooperGlass, Arteria, X-Era. A Usina de Biopapel impregnado com nanopartículas utilizará partículas de prata sintetizadas por via verde para impregnar o papel reciclável, para que possa ser utilizado como uma embalagem inovadora ou filtro para desinfecção da água. X-Era é um projeto de Oficina Maker de Ciências. Os projetos têm como premissa o diálogo, o respeito às diferenças e o incentivo à investigação e à pesquisa.
  • Serviço Social da Indústria Departamento Regional/DF - DF - Brasil
  • 12/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

Luciana D'Almeida Chermont Kaminski

Outra

Multidisciplinar
  • mostra de arte, ciências e tecnologia “inovar com sustentabilidade para um futuro empreendedor”
  • A partir da temática da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT 2021) “A transversalidade da ciência, tecnologia e inovações para o planeta” apresentamos a Mostra de Arte, Ciências e Tecnologia “Inovar com sustentabilidade para um futuro empreendedor” em que os estudantes são estimulados a desenvolver e aplicar seus conhecimentos em projetos nas diversas áreas do conhecimento, fase da pesquisa, para posteriormente relacionarem os conhecimentos teóricos com a práxis, em que irão apresentar seus experimentos, suas pesquisas ou outras formas de trabalho investigativo, informativo, inovador e ou tecnológico à comunidade. A Mostra tem como objetivo a promoção da participação de estudantes em projetos de iniciação científica, na perspectiva de aprendizagens de conceitos científicos, bucando solucionar problemas, a partir do protagonismo do aluno diante do cenário atual. A Mostra de Arte, Ciências e Tecnologia visa ampliar os horizontes e diversificar os conhecimentos dos discentes, através da leitura, pesquisa, discussão e utilização de ferramentas tecnológicas aliados aos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) propostos pelo Organização das Nações Unidas (ONU). Considerando os objetivos propostos para SNCT- 2021 “A transversalidade da Ciência, Tecnologia e Inovações para o Planeta” a Mostra de Arte, Ciências e Tecnologia com a temática “Inovar com sustentabilidade para um futuro empreendedor” preconiza o que a Base Nacional Curricular Comum (BNCC) aponta, que as decisões pedagógicas devem estar orientadas para o desenvolvimento da competências e habilidades. Por meio da indicação do que os alunos devem “saber” (considerando a constituição de conhecimentos, habilidades, atitudes e valores) e, sobretudo, do que devem “saber fazer” (considerando a mobilização desses conhecimentos, habilidades, atitudes e valores para resolver demandas complexas da vida cotidiana. Portanto, tais projetos estão embasados nas dez competências gerais da BNCC e nos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) propostos pelo Organização das Nações Unidas (ONU).
  • Serviço Social da Indústria Departamento Regional/DF - DF - Brasil
  • 05/10/2021-31/10/2023
Foto de perfil

Luciana Londero Brandli

Engenharias

Engenharia Civil
  • o impacto das universidades nas ações e ideias sobre as mudanças climáticas
  • O mais recente relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC 2021) confirmou que o aumento das temperaturas representa o maior desafio para a humanidade do nosso tempo, trazendo impactos potencialmente catastróficos para o nível do mar, agricultura, abastecimento de água, propagação de doenças e, potencialmente, conflitos humanos em grande escala. A ação climática foi legitimamente incluída nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) acordados em 2015. No entanto, embora o conhecimento científico e a inovação tecnológica tenham um papel importante a desempenhar na abordagem das alterações climáticas, é necessária uma mudança mais fundamental na compreensão e nas ações humanas. A educação, portanto, é essencial para enfrentar as causas profundas das mudanças climáticas e alcançar o desenvolvimento sustentável. O objetivo geral do projeto é gerar conhecimento, ideias e ações sobre a contribuição das universidades para o enfrentamento das mudanças climáticas, no contexto brasileiro. Objetivos específicos a) Contextualizar a atuação das universidades na promoção da ação climática em diferentes territórios, a nível nacional e global. b) Fortalecer o papel da pesquisa, ensino e vida universitária no enfrentamento das mudanças climáticas c) Potencializar e promover a compreensão da problemática global do clima por parte dos acadêmicos e comunidade local. d) Promover ações e iniciativas nas universidades de modo a ampliar seu papel na implementação local do ODS 13. e) Compartilhar o conhecimento e as experiências, bem como o impacto local gerado nas ações e iniciativas implementadas pelas universidades inseridas na pesquisa. O projeto atinge estes fins usando uma combinação de Pesquisa-Ação Participativa e construção de teoria, de modo a assegurar atenção às condições e soluções locais, mas também permitindo a aprendizagem através de contextos, dada a natureza essencialmente global desta questão
  • Universidade de Passo Fundo - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Luciana Mara Monti Fonseca

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • simulação e realidade virtual: a convergência das tecnologias educacionais inovadoras em assistência
  • Os índices de mortalidade infantil, embora com redução última década, ainda são altos, sendo grave problema de saúde pública, muitos por causas evitáveis, assim, ter profissionais mais seguros e qualificados em sua prática, desde a formação inicial, graduação, até a educação em saúde da família, podem melhorar a realidade em que se encontra o cuidado infantil. A tecnologia e seus Sistemas Inteligentes, tem contribuído contexto educacional em saúde, oferecendo ambientes realísticos e interativos, flexibilizando a aprendizagem e simulação da prática clínica. Ainda são incipientes recursos tecnológicos adequados e disponíveis para atender as demandas em saúde da criança. Assim, ganha relevância avançar em pesquisas científicas, desde a elaboração até a avaliação da efetividade do uso das tecnologias educacionais digitais, para crianças/familiares, profissionais e estudantes da área da saúde, em especial da enfermagem, que lida diretamente com cuidados da criança. Objetivo: desenvolver tecnologias inovadoras de simulação e realidade virtual para a educação de familiares e de profissionais de saúde para o cuidado da criança. Método: Trata-se de estudo quali e quantitativo, que adota desenhos experimentais, quase-experimentos, estudos metodológicos e pesquisas de aplicação, em que serão desenvolvidos, validadas e utilizadas simulações em realidade virtual, in situ e em laboratório, seguindo as recomendações de ética em pesquisa do Conselho Nacional de Saúde. Resultados esperados: A proposta trará dentre as contribuições, avanços na qualidade e segurança no cuidado à criança com inovação tecnológica nas temáticas vacinação, dor neonatal, amamentação, cuidados ao nascimento e na unidade neonatal e cuidados em pandemia, com cursos atualização, difusão, extensão e workshops de aproximação e coleta de dados e de devolutiva à sociedade de conhecimento e tecnologias, três serious game com inteligência artificial e realidade virtual e quatro cenários de simulação.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 12/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Luciana Maria Pedreira Ramalho

Ciências da Saúde

Odontologia
  • determinação de mapa dosimétrico em radioterapia de intensidade modulada para cancer de cabeça e pescoço e suas toxiicidades associadas.
  • A Radioterapia (RT) é fundamental para o controle do Câncer de Cabeça e Pescoço (CCP) Pela área alvo estar localizada em proximidade à estruturas anatômicas críticas (OARs) ocorrem toxicidades agudas e crônicas (Alterio et al., 2019). Altas doses de radiação são necessárias para controle local e aumento da sobrevida, por isso, a radioterapia de intensidade modulada (IMRT ) é indicada para modular a intensidade de radiação distribuída em cada campo. Objetiva-se criar mapa dosimétrico de estruturas críticas cervicofaciais, destacando áreas de maior impacto por sítio tumoral relacionando a dosimetria à toxicidade da IRMT. 120 pacientes com CCP, irão realizar IMRT no campo primário de radiação (previsão de 50-70 Gy) serão entrevistados, avaliados clínica, radiograficamente e passarão por adequação bucal. O delineamento dos volumes de tratamento será feito por radiooncologistas usando imagens de tomografia computadorizada (TC) ou de Ressonância Magnética e PET-CT para fusão com a TC. O planejamento será feito por físicos médicos. Informações dosimétricas serão obtidas através de revisões do contorno e planejamento. Os pacientes serão agrupados pela localização do tumor primário, estadiamento e tratamento multimodal. Os dados dosimétricos serão avaliados por Histogramas de dose-volume (HDVs), dados de dose máxima (Dmax) e dose média (D mean). Os pacientes serão avaliados diariamente desde o dia 1 da RT e receberão fotobiomodulação a laser intra e extra oral, além dos cuidados recomendados pela MASCC (Elad et al, 2020). A presença e grau de mucosite oral será avaliada por área de acometimento seguindo os critérios da OMS, 1979. Toxicidades como dor, xerostomia, disgeusia, disfagia, trismo e radiodermite serão registradas. Os pacientes serão reavaliados aos 3, 6 meses e 1 ano após a RT, para toxicidade tardias. A criação do mapa dosimétrico cervicofacial caracterizará o impacto da dose e distribuição de radiação nas toxicidades, clarificando limites.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Luciana Mattos Barros Oliveira

Ciências da Saúde

Medicina
  • avaliação da população de transgêneros atendida em centros de referência do estado da bahia: aspectos demográficos, clínicos e psicossociais
  • A transexualidade é um fenômeno complexo, no qual um indivíduo apresenta desconforto com seu sexo biológico e quer viver e ser aceito como alguém do gênero no qual se identifica, podendo ser dividido em: mulheres trans, travestis e homens trans. Para alcançar as mudanças corporais necessárias para a adequação do corpo ao gênero no qual aquele indivíduo se identifica são necessárias intervenções clínicas (hormonioterapia cruzada) e cirúrgicas. A terapia hormonal com andrógenos por si só pode modificar estrutural e funcionalmente áreas cerebrais relacionadas à autopercepção corpórea. No entanto, os efeitos do tratamento hormonal em indivíduos transgêneros sobre domínios cognitivos não está bem estudado. Até o momento, poucos estudos avaliaram os efeitos clínicos da hormonioterapia cruzada na população transgênero brasileira, assim como o impacto na sua qualidade de vida. Os objetivos deste estudo são: comparar homens trans com homens cis-gênero e mulheres cis-gênero, antes e durante a hormonioterapia cruzada, quanto à função cognitiva e alterações na ressonância magnética volumétrica, e determinar o impacto da hormonioterapia cruzada na saúde e na qualidade de vida de pessoas transgênero a curto e longo prazos. Para isso os participantes serão submetidos a avaliação multiprofissional, realização de exames laboratoriais, bateria de testes cognitivos padronizados para avaliar os domínios de memória, atenção, linguagem, função executiva, função visuo-espacial e praxia, ressonância magnética de encéfalo, e preenchimento do questionário sobre qualidade de vida WHOQoL-Bref.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025