Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Yann YVES Lamarre

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • prospecção de biomarcadores de função esplênica e desenolvimento de ferramenta para o estudo do estresse eritropoético em modelo murino da anemia falciforme
  • Anemia Falciforme (AF) é uma doença genética monogênica, caracterizada por um quadro clínico heterogêneo, com alta variabilidade de manifestações clínicas entre os pacientes. O estresse anêmico na AF induz uma resposta fisiológica que inclui o rápido desenvolvimento de novos eritrócitos imaturos. Este processo é referido como eritropoiese de estresse. Essas células anormais precisam ser eliminadas do fluxo sangüíneo, uma vez que ainda estão presentes em suas superfícies, moléculas de adesão que podem iniciar o episódio de crise vaso oclusiva (CVO). A oclusão vascular é a marca do SCD que pode ocorrer em qualquer leito da vasculatura. A oclusão de pequenos vasos pode ser explicada por dois fenômenos principais, a obstrução luminal por hemácias rígidas ou a interação de células aderentes com o endotélio. O baço desempenha um papel importante na fisiopatologia da AF, removendo as células falciformes. A hipofuncionalidade esplênica é uma constante na AF e leva a asplenia em humanos. Uma das alternativas para o estudo do dano esplênico e estresse hematopoiético decorrente da AF é o uso de modelos animais. Dentre os modelos animais disponíveis, os camundongos Berkeley (Berk) são os mais indicados, pois mimetizam o fenótipo mais severo da AF. O objetivo deste trabalho é avaliar a função do baço com a caracterização morfo-histológica do dano em diferentes idades do animal, bem como avaliar se o baço falciforme pode ser usado como ferramenta in vivo para explorar a eritropoiese e determinar marcadores de estresse hematopoético neste modelo. Assim, pretende-se extrapolar os achados no acompanhamento da disfunção e o dano progressivo do baço dos modelos Berk em pacientes acometidos por doença falciforme. Estes achados contribuirão sobremaneira no entendimento da fisiopatologia da AF humana.
  • Fundação Hemocentro de Ribeirão Preto - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022