Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Carmen Teresa Gabriel Le Ravallec

Ciências Humanas

Educação
  • desafios curriculares para a formação docente: demandas insurgentes e experiências institucionais contemporâneas
  • Este projeto, resultante da articulação de diferentes equipes investigativas consolidadas, se inscreve nos debates político-educacionais contemporâneos sobre a produção de políticas curriculares voltadas para a formação do docente da educação básica. O estudo tem como foco a multidimensionalidade dos desafios que atravessam essas políticas, destacando seis dimensões que constituem os eixos de problematização em torno dos quais se organizam as ações de pesquisa previstas: (a) o papel da cultura digital na educação; (b) as demandas dos movimentos sociais e a consideração da diferença; (c) o papel da escola na formação para a cidadania, saúde e qualidade de vida, e justiça ambiental; (d) a relação com os múltiplos saberes que participam da formação docente (e) os processos de subjetivação docente; (f) o desenvolvimento de metodologias colaborativas em contextos de formação inicial e continuada. Ele trabalha com a hipótese que o enfrentamento desses diferentes desafios demanda a reconfiguração de arranjos institucionais entre universidade, escolas públicas e comunidades nos quais se priorizem a horizontalidade, pluralidade e integração entre sujeitos, saberes e experiências formativas. A formulação dessa hipótese inicial se pauta no conjunto da produção científica da área que tem apontado o esgotamento de modelos formativos hegemonizados historicamente, bem como na emergência de experiências institucionais que têm a intencionalidade de oferecer caminhos possíveis para superar dicotomias, hierarquizações e fragmentações que se apresentam como tensões e obstáculos à formação profissional docente face às demandas que interpelam escola e universidade públicas em nosso presente. A partir de cenários formativos selecionados no âmbito de 'novas' experiências institucionais, a análise empírica pretende contribuir para o avanço da pesquisa sobre a outras possibilidades de conceber e habitar currículos acadêmicos e escolares no processo formativo do profissional docente
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 16/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carol Virgínia Góis Leandro

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • projeto institucional de apoio à formação de doutores em áreas estratégicas da universidade federal de pernambuco
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 13/02/2020-12/02/2025
Foto de perfil

Carolina Bhering de Araujo

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • geometria algébrica e suas interações
  • A Geometria Algébrica estuda objetos definidos por equações polinomiais e é uma das principais e mais tradicionais áreas da matemática. Suas origens remontam a René Descartes e aos matemáticos gregos da antiguidade. A pesquisa em geometria algébrica contemporânea possui ampla interação com outras áreas da matemática e outras ciências, como a Física Matemática, Criptografia, Computação, etc. Um tema central é a classificação de variedades projetivas complexas. Do ponto de vista de classificação, é natural estudar variedades projetivas a menos de equivalência birracional. Duas variedades projetivas são ditas birracionalmente equivalentes se possuem abertos densos isomorfos entre si. Curvas projetivas complexas são superfícies de Riemann e foram classificadas no século XIX. A classificação de superfícies complexas a menos de equivalência birracional foi estabelecida no início do século XX pela escola italiana. Durante as últimas décadas, a geometria algébrica complexa experimentou uma profunda revolução com o desenvolvimento sistemático do chamado Programa de Modelos Minimais: uma teoria de classificação e estrutura para variedades complexas de dimensão alta. Nos últimos anos, uma nova teoria de classificação birracional de folheações holomorfas vem ganhando força, com a fusão de técnicas do Programa de Modelos Minimais e folheações holomorfas. Estamos especialmente interessados em avançar o estudo birracional de variedades e folheações de Fano, através de uma variedade de técnicas da álgebra comutativa, da teoria de curvas e seus espaços de moduli, da teoria de feixes e da geometria em característica positiva. O projeto reúne especialistas de todo o país nos temas supracitados para expandir as fronteiras da Geometria Birracional, tanto de variedades quanto de folheações. Buscamos explorar inter-relações entres as áreas de especialidade dos participantes e também atentamos para aplicações, sobretudo na teoria da informação, através dos códigos álgebro-geométricos.
  • Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada - RJ - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Carolina Bosso André

Ciências da Saúde

Odontologia
  • efeito anticariogênico de resinas compostas contendo um flavonoide ou um monômero experimental a base de flavonoide
  • A cárie recorrente é considerada um dos principais fatores de substituição de restaurações em resina composta. Para evitar a substituição recorrente dessas restaurações algumas modificações na sua composição já foram propostas e investigadas, como a adição de agentes antibacterianos. Entretanto, agentes antibacterianos de amplo espectro de ação podem interferir na microbiota oral residente relacionado à saúde, e podem promover resistência bacteriana. Portanto, a incorporação de agentes antibacterianos que possuam um mecanismo de ação alvo-específico e não bactericida é mais desejável. Os flavonoides (isolados de produtos naturais) podem apresentar uma ação alvo-específica atuando nos fatores de virulência do Strepetococcus mutans (reduzindo a matriz de exopolissacarídeo – já descrita na literatura), obtendo-se assim um biofilme menos cariogênico. A incorporação de um flavonoide em resinas compostas poderia trazer benefícios aos pacientes com alto índice de cárie, uma vez que o biofilme crescido no topo dessas restaurações seria menos cariogênico e consequentemente haveria uma menor falha por recidiva de cárie e uma diminuição na substituição de restaurações em resina composta. Este trabalho, portanto, pretende incorporar um flavonoide de forma livre à resina composta e desenvolver um monômero a base do mesmo flavonoide (passível de copolimerização aos monômeros resinosos – BisGMA e TEGDMA) também incorporado à resina composta, e avaliar o efeito dessas incorporações quanto aos seus efeitos anticariogênicos e nas propriedades físico-químicas dos compósitos. Este projeto será divido em três etapas: 1- síntese e caracterização do monômero, 2- estudo piloto para determinação da concentração do monômero e do flavonoide livre, 3- quantificação do biofilme, capacidade de evitar desmineralização em um modelo de cárie recorrente, e propriedades físico-químicas (resistência flexural e modulus, grau de conversão, taxa máxima de polimerização, cinética de polimerização).
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carolina Coelho da Rosa

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • enggirls - engenhosas
  • A matemática básica (trigonometria, geometrias, etc.) é pré-requisito para várias disciplinas do curso de Engenharia Civil, como Mecânica dos Sólidos I, II, III e Teoria das Estruturas I e II. O baixo rendimento dos alunos das escolas públicas em matemática, comprovado nas provas Brasil, aplicadas pelo MEC, associado as dificuldades de visão tridimensional e plana e aplicação desses conhecimentos levam a alta evasão nos cursos de Engenharia, principalmente, a Engenharia Civil. As atividades visam suprir a essa deficiência que ocorrem na maioria das escolas brasileiras, causando ainda mais desinteresse entre o publico feminino. Gutiérrez (1991) afirma que é fundamental que o aluno adquira e desenvolva habilidades que o permita interpretar os mais variadados tipos de representações bidimensionais de objetos tridimensionais, ou seja, habilidades que permitam ao aluno criar, mover, transformar e analisar imagens mentais de objetos tridimensionais geradas por uma informação dada através de um desenho plano.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 22/03/2021-30/09/2022
Foto de perfil

Carolina dos Reis

Ciências Humanas

Psicologia
  • ocupação de vazios urbanos como ferramenta de democratização do acesso à cidade nas regiões centrais de porto alegre
  • Os efeitos da acumulação do capital versus a geração de pobreza e miséria podem ser vistos nos desenhos urbanos, nos condomínios de luxo que dividem o muro com favelas, na distribuição desigual dos recursos da própria cidade, com acúmulo de oferta de trabalho, transporte, lazer e serviços públicos em determinadas regiões em detrimento de outras. Esse contexto estabelece uma relação de medo que associa pobreza e violência. Por consequência, veem-se o acirramento desse processo de fragmentação da cidade e a intensificação das relações individualistas. Criam-se mecanismos de segregação do espaço urbano, de controle dos meios de circulação, e produzem-se barreiras mais ou menos visíveis que delineiam quem pode circular por onde. Este projeto busca construir um plano de moradia de interesse social e de uso comum de vazios urbanos, presentes nas regiões centrais de Porto Alegre. Objetiva, com isso, produzir práticas de enfrentamento da lógica fragmentária e financeirizante de gestão das cidades e avançar na construção de alternativas de restituição do acesso à cidade e à moradia para as populações historicamente subalternizadas nas grandes metrópoles. Partimos da compreensão de que a cidade deve ser espaço de promoção de encontros com a diferença, mas esses encontros devem ser pautados pela ética do "devir negro do comum", voltado para a reparação das violências históricas que alijaram povos negros e indígenas do acesso a terra, inclusive da terra urbana. Para tanto, vamos realizar o mapeamento e análise técnica e jurídica de vazios urbanos e do déficit habitacional nas regiões Centro e 4º Distrito de POA. Além disso, desenvolveremos oficinas para discussão com a população residente nestes bairros sobre as possibilidades de uso comum desses espaços para superação de problemáticas presentes nos territórios. Ao final, intencionamos formular e entregar um plano de habitação e uso comum dos vazios urbanos para o poder público municipal e para o poder popular.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 17/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carolina Horta Andrade

Ciências da Saúde

Farmácia
  • plataforma multidisciplinar e multicêntrica baseada em inteligência artificial para acelerar a descoberta e o reposicionamento de fármacos contra a covid-19
  • O reposicionamento de fármacos consiste em uma estratégia para trazer novas terapias à clínica através da identificação de uma nova aplicação para um fármaco já aprovado para uso em humanos. A inteligência artificial (IA) é uma área de fronteira do conhecimento que permite a rápida identificação de compostos potencialmente ativos com propriedades farmacocinéticas e toxicológicas adequadas, levando a maior rapidez, maior taxa de sucesso e menor custo na descoberta de novos fármacos. Portanto, a combinação de estratégias como o reposicionamento de fármacos com IA possui o potencial de transformar a de descoberta de fármacos de um processo lento, sequencial e de alto risco para um modelo rápido, integrado e com menores riscos de falha. Este projeto multilateral possui o objetivo de desenvolver uma plataforma integrada baseada em inteligência artificial e reposicionamento de fármacos para acelerar a descoberta de fármacos para o tratamento da COVID-19, através da identificação de protótipos de fármacos para otimização e seleção de candidatos clínicos com potencial para rápido desenvolvimento clínico. Os estudos serão realizados através de uma abordagem multidisciplinar baseada em alvos, consistindo em equipes experientes do Brasil, África do Sul e Rússia, assim como uma empresa parceira adicional dos Estados Unidos. Nossos objetivos específicos incluem: (1) desenvolvimento e aplicação de ferramentas de IA e de planejamento de fármacos assistido por computador (CADD) para triagem virtual, a ser conduzido pela equipe do Brasil (UFG e UFPB) com a consultoria da empresa Norte Americana (Collaborations Pharmaceuticals Inc.), para priorização e seleção de fármacos e compostos a serem testados experimentalmente, a partir de bibliotecas de fármacos aprovados, compostos sintéticos (a partir de bibliotecas comerciais, assim como das bibliotecas das equipes co-executoras do Brasil (FCFRP-USP), Rússia e África do Sul), e a partir de bibliotecas de produtos naturais brasileiros; (2) realização de ensaios enzimáticos, biofísicos e estruturais com as proteínas selecionadas (Spike, proteases de DHODH humana) e selecionar compostos/fármacos para otimização estrutural e caracterização dos mecanismos de ação dos ligantes mais potentes, pela equipe do Brasil (FCFRP-USP e UnB, com a colaboração da empresa parceira norte-americana); (3) ensaios de citotoxicidade em células relevantes de mamíferos, pela equipe do Brasil (UNICAMP); (4) Avaliação de atividade antiviral contra SARS-CoV-2 em cultura de células Vero e humanas relevantes, em laboratório de contenção biológica nível 3, pela equipe do Brasil (FIOCRUZ); (5) otimização dos ligantes mais promissores e síntese de análogos, através do trabalho conjunto das equipes do Brasil (FCFRP-USP), Rússia e África do Sul; (6) desenvolvimento de formulação nanoestruturada para administração pulmonar dos fármacos e suas combinações, pela equipe brasileira (FCFRP-USP); 7) ensaios farmacocinéticos in vitro e in vivo, pela equipe da África do Sul; e (8) ensaios pré-clínicos em modelos animais infectados com SARS-CoV-2, pela equipe brasileira (FIOCRUZ), para a identificação de fármacos eficazes e úteis no tratamento da COVID-19. Cabe ressaltar que os fármacos oriundos de reposicionamento, quando se mostrarem promissores nos experimentos in vitro nas etapas (3) e (4), poderão ser diretamente direcionados para os estudos clínicos em seres humanos, através de nossas colaborações com a UNICAMP e a FIOCRUZ. Além disso, encorajados pelo grande potencial de sucesso da nossa proposta, parte das atividades propostas neste projeto em rede já foram iniciadas e recentemente tivemos o primeiro artigo na temática de reposicionamento de fármacos para COVID-19 publicado na prestigiosa revista Drug Discovery Today (https://doi.org/10.1016/j.drudis.2020.03.019). Os fármacos que foram selecionados na abordagem descrita estão sendo experimentalmente testados in vitro contra SARS-CoV-2. Ademais, este projeto multilateral contribuirá para o fortalecimento da cooperação internacional entre os grupos envolvidos, por meio de publicações de alto impacto conjuntas e depósito de patentes, realização de simpósios, encontros e atividades de divulgação com a mobilidade entre os membros dos três países, e ainda promoverá a integração dos Programas de Pós-Graduação das diferentes Universidades e Instituições envolvidas na proposta brasileira, visando fortalecer a formação de recursos humanos (doutores) de alto nível, por meio da mobilidade dos estudantes envolvidos e teses desenvolvidas no âmbito do reposicionamento e descoberta de novos fármacos para COVID-19, utilizando abordagens de base tecnológica.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 13/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Carolina Joana da Silva

Ciências Biológicas

Ecologia
  • dinâmicas do pulso de inundação no sistema ecológico sócio cult do rio paraguai pantanal, no contexto da reserva da biosfera do pantanal, mato grosso, brasil.
  • O Pantanal e uma das maiores áreas úmidas do mundo, cujo sistema ecológico e sociocultural está sujeito ao pulso de inundação do rio Paraguai e seus afluentes e aos drivers, forças motrizes, relacionadas a energia, agricultura, pecuária e mais recentemente a navegação e o turismo. No contexto dos serviços ecossistêmicos proposto pela AEM (2005), destaca se o serviço de regulação, representado pelo pulso de inundação, que controla todo o sistema ecológico, atuando como chave para entender sua estrutura e função e como link com os serviços de suporte, como a oferta de habitats e macrohabitats para reprodução de aves, peixes e mamíferos; com os serviços de produção, como a pecuária e a pesca e os serviços culturais e de informação, como a educação, ecoturismo e as tradições. Nesta perspectiva de mudanças climáticas ou de variabilidade climática, foi verificado no passado, o efeito da diminuição de chuvas no final da década de 60 e anos iniciais dos anos 70, uma queda acentuada da amplitude do pulso de inundação, registrada na régua do rio Paraguai, em Ladário, Mato Grosso do Sul, que agora volta a se repetir. Ainda assim o Pantanal que compreende a maior área alagável contínua do Planeta e que é reconhecidamente área de relevante interesse para conservação, reconhecida como Patrimônio Natural da Humanidade pela UNESCO, patrimônio nacional, pela constituição brasileira, com quatro sítios Ramsar; que possui uma das mais ricas biotas com elevada abundância de espécies e indivíduos está mais vulnerável, mais ameaçado pelas formas de uso a que tem sido submetido. A região com tamanha singularidade e modo de funcionamento, necessita ainda ser estudada, monitorada e protegida, principalmente no que tange a sua sócio-bio-diversidade e os usos múltiplos do bioma. No contexto do Decreto n. 6.040 de 7 de fevereiro de 2007 (BRASIL, 2007), que instituiu a Política Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais, foi estruturada a Comissão Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais (CNPCT), atualmente elevada à condição de Conselho Nacional de Povos e Comunidades Tradicionais (CNPCT), na qual o Pantanal esteve e está representado pela Rede de Comunidades Tradicionais Pantaneiras. Essas políticas públicas, consideradas em nossas analise como drivers, forças motrizes para o desenvolvimento impõem mudanças sócio econômicas e culturais traduzidas no cenário paisagístico da região, onde na parte alta do Planalto Central, locais das nascentes das aguas do Pantanal no bioma Cerrado, com a conversão de seus ecossistemas em agrossistemas, mantidos por espécies geneticamente modificadas, energia derivada do petróleo, insumos agrícolas de agrotóxicos e fertilizantes. Assim, Esta proposta visa a manutenção dos estudos de monitoramento do pulso de inundação e da biodiversidade associada, o conhecimento de padrões e processos, em situação de variabilidade climática, com tendências de seca e queimadas severas, numa perspectiva de análise e avaliação integradas de sistemas sócio ecológicos. Esperamos contribuir para o entendimento dos processos de dispersão, polinização, ciclagem de nutrientes e processos de organização das comunidades tradicionais pantaneiras em diversas escalas de entendimento e organização, bem como valorar os principais processos e serviços ecossistêmicos. Ainda, esperamos levantar bases conceituais sobre como o sistema sóciobiodiverso pantanal se comporta frente as mudanças climáticas e os desafios das queimadas.
  • Universidade do Estado de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 04/12/2020-31/12/2024
Foto de perfil

Carolina Kymie Vasques Nonaka

Ciências Biológicas

Imunologia
  • avaliação do perfil de expressão de mirnas circulantes como potencial biomarcador de predição da síndrome de liberação de citocinas e doença do enxerto contra o hospedeiro pós-transplante de células-tronco hematopoiéticas
  • O transplante de células progenitoras hematopoiéticas (TCPH) é uma importante terapia para doenças hematológicas. O TCPH alogênico vem crescendo anualmente e se tornando uma alternativa quando não é possível a doação autóloga, porém com aumento da proporção de complicações, com risco de rejeição e com alto risco de mortalidade. O transplante de células-tronco hematopoiéticas (CTH) tendo como fonte o sangue periférico é bem aceito como tratamento de doenças malignas ou não, com recuperação medular mais rápida quando comparado à medula óssea, facilidade na coleta e logística e sendo a preferência dos doadores. Apesar da vantagem do transplante de CTH periféricas em relação à medula óssea, as complicações relacionadas ao pós-TCPH alogênico resulta em maior incidência da síndrome de liberação de citocinas (SLC) em torno de 90% e doença do enxerto contra o hospedeiro (DECH) em cerca de 20%. Até o momento, não existe método diagnóstico que permita predizer a DECH. Na última década, uma classe de pequenos RNAs não codificantes, microRNAs (miRNAs), começaram a ser explorados como biomarcadoes e alvos terapêuticos. Os miRNAs podem estar empacotados em microvesículas secretoras como os exossomos que os protegem contra a degradação, estão presentes nos fluidos corporais e despertam o interesse clínico na busca por novos biomarcadores. Esse estudo pretende avaliar o perfil de miRNAs circulantes diferencialmente expressos após TCPH alogênico buscando a identificação de marcadores biológicos capazes de predizer a SLC e DECH em uma coorte de pacientes da cidade de Salvador atendidos no Hospital Universitário Professor Edgard Santos e no Hospital São Rafael. A utilização de métodos moleculares nos eventos precoces que desencadeiam a SLC e DECH com a identificação de biomarcadores preditivos poderiam permitir a individualização da estratégia terapêutica e uma assistência médica mais eficiente, com foco principal no aumento da sobrevida global após TCPH e redução de custos com saúde.
  • Hospital São Rafael - BA - Brasil
  • 15/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Carolina Panis

Ciências da Saúde

Medicina
  • exposição ocupacional a pesticidas como fator de risco determinante de pior prognóstico em mulheres portadoras de câncer de mama: investigação de mecanismos moleculares e proposta de algoritmo de re-estratificação de risco de óbito e recidiva.
  • Nos últimos 5 anos documentamos a extensa contaminação por pesticidas que ocorre na região Sudoeste do Paraná, uma área de agricultura familiar com elevada incidência de tumores de mama. Demonstramos que mulheres expostas ocupacionalmente aos pesticidas apresentam tumores de alta agressividade, com comprometimento sistêmico do eixo de resposta inflamatória mediado pelo fator de necrose tumoral alfa, interleucina 1 beta e interleucina 12, além da super-expressão tumoral da molécula imunossupressora CTLA-4. Observamos ainda falha na resposta ao tratamento três vezes maior nas mulheres expostas quando comparadas às não expostas, resultando em aumento de metástases e risco de óbito. Estes dados indicam que a exposição ocupacional aos agrotóxicos deva ser considerada na estratificação de risco de recidiva e óbito de pacientes com câncer de mama ocupadas na agricultura. Assim, esta proposta visa caracterizar a severidade da exposição ocupacional aos pesticidas nesta população através de parâmetros epidemiológicos (perfil de exposição ocupacional detalhado), toxicológicos (dosagem de pesticidas no sangue), moleculares (perfil de desregulação inflamatória) e epigenéticos (metilação global). Será incluído um grupo de mulheres sem câncer, expostas ou não ocupacionalmente aos pesticidas, para comparação dos parâmetros. Estima-se a inclusão de cerca de 200 mulheres em cada grupo (n = 800 no total) com coleta de sangue periférico e amostras de tecido tumoral e normal. Com base nestes resultados será criado um algoritmo para re-estratificar o de risco de recidiva e óbito destas mulheres segundo seu perfil de exposição ocupacional, desenvolvida na forma de uma calculadora online de fácil acesso a ser disponibilizada para uso no SUS. Também serão realizadas oficinas para compartilhamento dos resultados da pesquisa, visando conscientizar quanto à necessidade de minimizar a contaminação no manejo dos pesticidas e orientar quanto ao uso de equipamentos de proteção de forma eficiente.
  • Universidade Estadual do Oeste do Paraná - PR - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025