Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Vera Maria Ribeiro Nogueira

Ciências Sociais Aplicadas

Serviço Social
  • a covid-19 em regiões transfronteiriças: consequências e impactos na institucionalidade dos sistemas locais de saúde e proteção social
  • A pandemia atual revelou dimensões insuspeitáveis de desigualdade e precariedade entre a população residente nas fronteiras entre os países do Mercosul, requerendo a intervenção dos Estados em três âmbitos: na ampliação de recursos financeiros para resguardar a capacidade operacional dos sistemas de saúde; proteção social à população vulnerável, visando garantir a renda familiar devido à retração econômica; as ações protetivas face ao fechamento dos limites internacionais, com graves consequências econômicas, sociais e sanitárias para os transfronteiriços. Neste cenário acentuam-se as preocupações com os impactos atuais e futuros na região transfronteiriça o que sugere, como indagação central: em que medida as alterações nos sistemas de saúde e proteção social contribuíram para reduzir as desigualdades quanto ao acesso aos serviços de saúde e proteção social para a população residente em ambos os lados da fronteira. Assim, indica-se como objetivo geral avaliar o impacto da pandemia pela Covid-19 e as suas consequências na institucionalidade das políticas de saúde e assistência social na região transfronteiriça favorecendo, ou não, a cooperação ou a integração entre os municípios na busca da dimensão social da cidadania regional expressa pelo Instituto Social do Mercosul. A metodologia prevê a identificação do aparato de proteção social dos municípios, as estruturas organizacionais disponíveis e a concretude das propostas de proteção (demandas, serviços, acesso e acessibilidade) aos nacionais e não nacionais. Essas dimensões são viáveis para avaliar o nível de institucionalidade social (CEPAL) nas três temporalidades previstas – antes, durante a pandemia e até 3 anos pós-pandemia. Os dados serão obtidos via pesquisa documental e entrevistas em profundidade com gestores e informantes chave. Esta proposta replica projeto aprovado para Bolsa Produtividade, visando ampliar de 6 para 12 cidades gêmeas situadas ns fronteirs entre Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai.
  • Universidade Católica de Pelotas - RS - Brasil
  • 15/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Veridiana Rezende

Ciências Humanas

Educação
  • campo conceitual da função afim: contribuições para a educação básica e educação superior
  • Para esta proposta assume-se que um conceito é desenvolvido pelo estudante durante o processo escolar, em decorrência das situações vivenciadas; e que a compreensão de um conceito não ocorre isoladamente, mas em conexão a outros conceitos, propriedades, situações e representações pertencentes a um campo conceitual. Em face disso, e das dificuldades de estudantes acerca do conceito de função afim, a hipótese de pesquisa é: o mapeamento do campo conceitual da função afim, a partir do estabelecimento da tipologia de situações multiplicativas e mistas que dão significado a este conceito, da identificação de esquemas e invariantes mobilizados em suas resoluções e das diferentes representações para a função afim, fornecerá aos pesquisadores, professores e autores de livros didáticos uma estrutura teórica para o desenho de uma prática para a construção deste conceito, desde os Anos Iniciais até o Ensino Superior. Serão tomados como base os campos conceituais aditivo e multiplicativo estabelecidos por Vergnaud, e para o desenvolvimento da pesquisa serão organizadas quatro frentes de estudos: o Estudo 1 se caracteriza como uma aproximação ao estado da arte da função afim, considerando pesquisas em Educação Matemática publicadas em três países. No Estudo 2 serão classificadas situações multiplicativas (puras ou mistas) associadas à função afim, presentes em livros didáticos da Educação Básica e Superior, avaliações de larga escala e pesquisas em Educação Matemática. No Estudo 3 serão analisados esquemas mobilizados por estudantes da Educação Básica e Superior, ao resolverem situações multiplicativas, explicitando as ideias de função afim, bem como o desenvolvimento dessas ideias ao longo da Educação Básica e Superior. Para o Estudo 4 serão seguidas as etapas da Engenharia Didática para implementar, em sala de aula de Educação Básica e em Cursos de Matemática, sequências didáticas que oportunizem a construção do conceito de função afim.
  • Universidade Estadual do Paraná - PR - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Verli Fátima Petri da Silveira

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • observatório de práticas sociais e linguageiras: produção de sentidos em tempos de pandemia
  • Inscrito no quadro teórico e metodológico da análise do discurso francesa em articulação com o campo das discursividades próprias aos estudos antropológicos e enunciativos, o projeto em tela tem como temática os diferentes modos de produção sentidos em tempos de pandemia do novo coronavírus. O objetivo geral é colocar em funcionamento um observatório de práticas sociais (PÊCHEUX, 1995) e linguageiras (ORLANDI, 1996), levando em conta o funcionamento de um observatório como lugar de reflexão crítica e de escuta social (BRAGA, 2015). A pesquisa que procede por meio da observação e da escuta tem se mostrado relevante para a compreensão dos processos de circulação de sentidos e discursos, principalmente em uma sociedade da/em midiatização como a que vivemos. A experiência de construção coletiva do “Vocabulário da pandemia do novo coronarírus” (disponível em https://www.ufsm.br/coronavirus/vocabulario-da-pandemia-do-novo-coronavirus/), que levou em conta a necessidade de divulgação científica dos estudos da linguagem, as noções de “partilha do sensível” (RANCIÈRE, 2015) e de “autoria compartilhada” (BIAZUS, 2019), indicou o nicho de pesquisa que estamos propondo. Para a realização deste projeto vamos contemplar espaços mais institucionalizados (como as escolas) e menos institucionalizados (como as mídias sociais), de acordo com as diferentes condições em que a pandemia afeta realidades também distintas, sempre cotejando com os trabalhos já em desenvolvimento. A proposta de escutar os sentidos que se produzem em tempos de pandemia, pela via de um observatório, permite assim a análise de como esses sentidos se inscrevem nas práticas sociais e linguageiras, pensando-se essa inscrição tanto como inserção quanto como marca, permanência nos/dos discursos em constituição e circulação.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 25/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Veronica Aparecida Pereira

Ciências Humanas

Psicologia
  • a vinculação de crianças em nova família: avaliação e acompanhamento
  • O programa de Acolhimento Familiar foi implementado no Brasil como uma política que visa assegurar os direitos da criança e do adolescente em condição de vulnerabilidade e violação dos direitos fundamentais. Em consonância com o marco legal da primeira infância, crianças até seis anos devem preferencialmente ser acolhidas em família. Estudos sobre os efeitos da privação social reforçam a importância da celeridade do acolhimento e, sobretudo, a necessidade, mesmo em caráter provisório, de que o acolhimento supra as necessidades da criança em seu desenvolvimento biopsicossocial. Após o acolhimento, a equipe técnica emite parecer sobre a viabilidade de retorno a família de origem ou encaminhamento à adoção. No acompanhamento de famílias (acolhedoras ou adotivas) observa-se uma lacuna de instrumentos sistematizados para avaliação das condições de vínculo e acolhimento no Brasil. Nesse contexto, o presente projeto encontra-se estruturado em dois estudos. No Estudo 1 propõe-se o desenvolvimento do Inventário sobre Vínculo e Acolhimento em Nova Família (IVANF), que tem como foco a primeira infância, e a investigação de suas evidências preliminares de validade e fidedignidade, atendendo todas as diretrizes e recomendações metodológicas disponíveis na literatura atual. No estudo 2 pretende-se realizar um estudo descritivo e correlacional para mapear as práticas educativas de cerca de 100 casos de famílias (acolhedoras ou adotivas) e investigar as possíveis associações com a qualidade de vínculo e acolhimento estabelecidos. Os estudos serão desenvolvidos inicialmente em duas regiões do país. Para validação, será recolhida amostra em todo o território nacional, via aplicação online. A disponibilização de um instrumento inédito no Brasil (Estudo 1) poderá contribuir na avaliação diagnóstica de práticas de acolhimento em nosso contexto cultural (Estudo 2), o que favorece o planejamento de intervenções junto às famílias que apresentem práticas incompatíveis com as necessidades
  • Universidade Federal da Grande Dourados - MS - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025