Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Claudia Maria Hansel

Ciências Sociais Aplicadas

Direito
  • tratamento de situações de superendividamento do consumidor em caxias do sul e farroupilha
  • Superendividamento é a incapacidade econômica de adimplir as dívidas contraídas, diante do saldo negativo mensal do consumidor e, o agravamento da crise econômica desencadeado pela pandemia do covid-19, acentuou o endividamento dos brasileiros. A Lei 14.181/2021 dispõe sobre a prevenção e o Tratamento do Superendividamento, com a aplicação de métodos autocompositivos e oficinas de educação financeira para que o superendividado consiga efetuar o pagamento da dívida sem ser explorado; assegurando a ele um mínimo existencial ao cumprir com as suas despesas básicas. A pesquisa visa criar um programa para o Tratamento de Superendividamento do consumidor a partir de uma parceria entre a Universidade e os Judiciários das Comarcas de Caxias do Sul e Farroupilha, ambos do estado do Rio Grande do Sul. Pretende-se, primeiramente, realizar o atendimento do consumidor endividado e oficinas de educação financeira, os quais serão realizados pelos acadêmicos e supervisionados pelos professores envolvidos na pesquisa. Os atendimentos e as oficinas também permitirão que a equipe de professores realize pesquisa quantitativa e qualitativa por meio dos dados obtidos dos consumidores e, consequentemente, fazer o mapeamento e a avaliação do endividamento e, posteriormente, um e-book com os resultados obtidos. Os graduandos das áreas de Humanidades e de Ciências Jurídicas, além de se envolverem na execução dos métodos autocompositivos, irão ministrar as oficinas de educação financeira aos consumidores endividados e, nas escolas, cujos bairros se identificar um índice elevado de munícipes endividados. Com a realização da pesquisa serão contemplados objetivos atinentes a formação de um profissional com habilidades e competências para atuar na gestão adequada dos conflitos previstas no Projeto Pedagógico do Curso de Direito e alcançar uma educação de qualidade, inclusiva e equitativa, direcionada a uma cultura de paz, contemplando dois dos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável.
  • Universidade de Caxias do Sul - RS - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Claudia Maria Padovan

Ciências Humanas

Psicologia
  • neuroplasticidade cerebral e comportamento: da influência da idade e do dimorfismo sexual aos efeitos da atividade física intervalada moderada na resposta ao estresse.
  • Depressão e Ansiedade são transtornos psiquiátricos que afetam mais de 300 milhões de pessoas no mundo e que vem aumentando com o envelhecimento e crescimento populacional, constituindo-se em importante problema de saúde. Apesar disso, a fisiopatologia destes transtornos é ainda pouco conhecida. O estresse é importante fator etiológico no desenvolvimento destes transtornos e sua ocorrência em idade precoce está relacionada ao desenvolvimento de formas severas manifestadas na idade adulta e déficit cognitivo. Além disso, a maior prevalência em mulheres sugere que os mecanismos de adaptação ao estresse sofre influência do gênero. Em modelos animais, as alterações plásticas em resposta ao estresse parecem estar correlacionadas com déficits de aprendizado, enquanto a prática de exercício físico moderado (EF) promovem efeito benéfico sobre ambos. Assim, a hipótese de nosso trabalho é que a exposição precoce crônica a estressores leva a alterações na microestrutura cerebral, associadas a alterações comportamentais e déficits cognitivos observados na idade adulta, podendo sofrer influência dos hormônios sexuais. A prática de EF irá prevenir e/ou atenuar essas alterações, constituindo-se em estratégia adjuvante para o tratamento de transtornos psiquiátricos decorrentes da exposição a estressores. Ratos (machos e fêmeas) Wistar Hannover recém-desmamados serão submetidos a 15 dias de Restrição (2h/dia), Isolamento social e/ou Choques Inescapáveis (0,2mA; 10seg; 40 choques) no período da manhã, enquanto no período da tarde serão treinados em protocolo de exercício físico intervalado de intensidade moderada. O ciclo estral das fêmeas será avaliado diariamente após PN50. Os testes comportamentais e histológicos serão realizados em grupos individuais aos dias PN36 e PN70. Nosso estudo permitirá um avanço na compreensão da fisiopatologia da Ansiedade e Depressão, além de consolidar a prática de exercício físico como estratégia adjuvante no tratamento destes transtornos.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Claudia Maria Toledo da Silveira

Ciências Sociais Aplicadas

Direito
  • diálogos interinstitucionais no contexto da pandemia covid-19 – estudo comparativo em distintas realidades: brasil, estados unidos, alemanha e portugal
  • Em cumprimento ao sistema de freios e contrapesos, os Poderes Públicos devem controlar reciprocamente seus atos, do que podem resultar diálogos interinstitucionais. Em momentos de crise, há forte demanda por ações rápidas do Executivo, levando a “poderes emergenciais”. A crise pandêmica vem exigindo atuação constante do Executivo. Este projeto tem como referência o artigo "The Bound Executive: Emergency Powers during the Pandemic" (2020), no qual Ginsburg e Versteeg apresentam os resultados de pesquisa empírico-documental realizada em 106 países no 1º semestre de 2020, em que avaliam os “poderes emergenciais” do Executivo durante a pandemia, examinando se o sistema de freios e contrapesos foi observado mediante controle judicial e legislativo dos atos administrativos. A pesquisa mostrou que o sistema permaneceu atuante durante o período. Propõe-se neste projeto a atualização da pesquisa de referência, aprofundando sua análise qualitativa, a partir de dois recortes: (i) no número de países – Brasil, EUA, Alemanha, Portugal; (ii) nos participantes dos diálogos interinstitucionais, com enfoque exclusivo nos Poderes Executivo e Judiciário e análise do controle judicial dos atos e omissões do governo federal relacionados à proteção dos direitos fundamentais à vida e à saúde, no período de julho/2020 a julho/2024. Em pesquisa empírico-jurisprudencial, será investigado se houve controle judicial dos atos do Executivo e, em caso afirmativo, se ele permaneceu nas 3 formas expostas por Ginsburg e Versteeg. Os argumentos justificadores das decisões serão ainda analisados a partir de taxonomia argumentativa fundada nas teorias de Alexy (2017) e Habermas (1997), de modo a se verificar se o Judiciário agiu dentro de sua competência ou se sua atuação foi excessiva (ativismo judicial). Finalmente, com base em Bateup (2006), será investigado se houve alguma forma de interação dialógica entre os Poderes na decisão judicial, em busca da melhor resposta conforme a Constituição.
  • Universidade Federal de Juiz de Fora - MG - Brasil
  • 05/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Claudia Nery Teixeira Palombo

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • dimensões de impacto do território sobre as condições de saúde e nutrição de crianças na primeira infância
  • HHá evidencias de que o território, compreendido como espaço geossocial, pode influenciar de forma positiva ou negativa aspectos da saúde infantil, sobretudo se consideradas as especificidades demográficas. Considerando o Nurturing Care Framework e as Dimensões de Impacto do território, pergunta-se: Como a alimentação,acesso a saúde,parentalidade,segurança/proteção e educação infantil se relacionam com as dimensões físicas, socioeconômicas,de serviços,rede social e de governança do território? O objetivo é avaliar as dimensões de impacto do território sobre as condições de saúde e nutrição de crianças na primeira infância. Para isso, pretende-se: 1)Mapear o espaço geossocial de distritos sanitários de Salvador-BA, quanto às dimensões de impacto (físicas, socioeconômicas, de serviços, rede social e de governança); 2)Caracterizar condições de saúde,nutrição e desenvolvimento de crianças
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 23/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Claudia Nunes Duarte dos Santos

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • identificação e caracterização de vírus exclusivos de insetos (isvs) e sua nteração com arbovirus de relevância clínica
  • Devido ao crescente número de novos vírus específicos de insetos (ISVs) descobertos na última década, os arbovírus (por ex. dengue, febre amarela, Zika e West Nile) são atualmente definidos como vírus mantidos na natureza através da transmissão por artrópodes hematófagos para hospedeiros vertebrados suscetíveis, e pela transmissão transovariana e venérea entre os artrópodes. Os vírus sem vetor conhecido (do inglês no-known arthropod vector (NKV) viruses) são vírus mantidos por transmissão exclusiva entre vertebrados, enquanto os ISVs infectam insetos e se replicam exclusivamente em linhagens celulares de insetos in vitro, mas não em vertebrados. A interação entre arbovírus, NKVs e ISVs representa um desafio e uma oportunidade para entender a dinâmica da transmissão de arbovírus. Além disso, a co-circulação desses grupos de vírus é comumente observada devido à ampla distribuição geográfica de vetores/hospedeiros em todo o mundo, mas pouco se sabe sobre as interações entre eles. Recentemente, analisamos pools de mosquitos vetores provenientes de áreas de circulação de arbovírus como Zika (ZIKV), dengue (DENV), febre amarela (YFV) e Chikungunya (CHIKV) e detectamos uma alta prevalência de ISVs em todas as áreas analisadas e, um novo flavivirus (ISFV) foi isolado a partir de um pool de mosquitos do gênero Sabethes (SbFV). A circulação de ISFVs pode influenciar a interpretação de padrões epidemiológicos de arboviroses, uma vez que a presença de ISFVs em mosquitos pode afetar a infecção secundária por arbovírus de importância médica e sua dinâmica de transmissão entre vetores e hospedeiros. Neste projeto pretendemos caracterizar o SbFV in vitro e in vivo infectando mosquitos para estudar a disseminação viral em tecidos do inseto como glândula salivar e na saliva. Além disso, iremos avaliar a interação de SbFV com outros arbovírus de importância clínica em linhagem de células de mosquitos para verificar parâmetros como interferência viral e se co-infecções (ou infecção secundárias) entre ISFVs e arbovírus aumentariam ou reduziriam a competência vetorial para transmissão de arbovírus como ZIKV, DENV e YFV.
  • Fundação Oswaldo Cruz - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023
Foto de perfil

Cláudia Quintino da Rocha

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • desenvolvimento de formulações com potencial terapêutico anticâncer contendo substâncias isoladas de arrabidaea brachypoda (bignoniaceae)
  • Compostos naturais,vêm ganhando cada vez mais espaço no tratamento do câncer, principalmente aqueles que são capazes de interceder no começo, no desenvolvimento e na progressão desta doença, por meio de articulação de vários mecanismos. Dentre os compostos naturais, destacam-se os flavonoides, um grupo amplamente distribuído em plantas de considerável interesse científico e terapêutico. O presente projeto tem como objetivo re-isolar uma classe promissora de flavonoides incomuns, conhecidos como brachydinas, à partir do extrato de uma espécie abundante no cerrado brasileiro, Arrabidaea brachypoda (Sin.Fridericia Platyphylla, SisGen:A45DE4) e avaliar a eficácia antitumoral de microemulsão e carreadores lipídicos, contendo essas brachydinas. Ensaios iniciais com tais substâncias mostraram que a concentração que inibe 50% do crescimento celular (GI50) está abaixo de 5 µM, para várias células cancerosas. Considerando que o National Cancer Institute classifica como substância promissora aquela que apresenta valores de GI50 menores que 30 µg/ mL, acredita-se então que os flavonoides de A. brachypoda sejam excelentes candidatos à fármacos. Realizamos também análises de AFM e observamos que as brachydinas causam danos expressivos nas células cancerosas (aumento da rugosidade), o que não se observa em células normais. Isso não apenas comprova o potencial anticâncer desses compostos, como também confirma a seletividade dos mesmos. Embora esses compostos tenham sua eficácia in vitro comprovada, sabemos que a lipofilicidade dos mesmos poderá interferir na farmacocinética in vivo. Baseado nisso, essa proposta visa desenvolver formulações contendo as brachydinas, realizar a caracterização por meio de técnicas avançadas e por fim avaliar o potencial anticâncer in vivo dessas formulações. Esse poderá ser o primeiro produto com potencial de inovação e alternativa terapêutica, desenvolvido à partir da espécie A. brachypda.
  • Universidade Federal do Maranhão - MA - Brasil
  • 06/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Cláudia Regina de Oliveira Vaz Torres

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • impacto epidemiológico do covid-19 no sistema prisional na cidade de salvador, bahia, brasil.
  • No início deste 2020, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou o surto do novo coronavírus 2019-nCoV como uma “emergência de saúde pública de interesse internacional”. Um alarme reservado para eventos que representam riscos planetários e que exige uma resposta internacional coordenada. Seja para o acometimento em escala epidêmica, seja para uma resposta sincrônica aos esforços internacionais coordenados pela OMS, o Brasil é diretamente convocado, dada a sua importância geopolítica, econômica e social. Neste contexto, quando o foco recai sobre a população encarcerada, confinada pelos imperativos intrínsecos aos sistemas penais, os riscos e a vulnerabilidade frente ao acometimento de doenças infecto contagiosas são aritmeticamente potencializados, considerando o que ocorre neste tipo de cenário às comunidades livres. Contudo, as populações encarceradas permanecem pouco estudadas, sendo alvo acentuadamente crítico quando se trata de pensar políticas públicas voltadas para as evidências de suas necessidades de saúde. A administração pública que se ocupa do Sistema Prisional, ao que os indicadores demonstram, têm se ocupado das emergências sem que o esforço de elaboração de políticas públicas eficientes em saúde para este campo seja uma ocupação, embora seja uma atribuição constitucional sua. Isto solicita a solidariedade de instituições da sociedade civil, a saber: elaborar subsídios para políticas públicas em saúde para o sistema prisional. Particularmente no cenário trágico da COVID-19. Assim, este projeto tem como objetivo principal caracterizar o impacto da pandemia do COVID-19 nos serviços de atenção à saúde no sistema prisional de Salvador. Para tanto será utilizado como proposta metodológica a revisão sistemática do estado da arte sobre a matéria em perspectiva internacional e comparada, um estudo epidemiológico do tipo corte transversal e, uma terceira etapa, que usa de métodos qualitativos para examinar e interpretar os resultados organizados previamente.
  • Universidade do Estado da Bahia - BA - Brasil
  • 16/07/2020-15/09/2022
Foto de perfil

Claudia Regina Lindgren Alves

Ciências da Saúde

Medicina
  • inquérito sorológico em papel filtro para sars-cov-2 em recém-nascidos e suas mães e monitoramento do desenvolvimento nos primeiros 2 anos de vida
  • A gravidez é uma das condições com risco aumentado para complicações da COVID-19, podendo levar a aumento da mortalidade infantil e materna e complicações perinatais. A passagem transplacentária de anticorpos contra o SARS-CoV-2 já foi documentada, porém as repercussões tardias da exposição ao coronavírus-2 na gravidez ainda carecem de evidências. Neste sentido, o presente projeto pretende avaliar as repercussões da exposição intrauterina ao SARS-CoV-2 para o desenvolvimento infantil nos 2 primeiros anos de vida, a partir de inquérito sorológico realizado com mães e recém-nascidos na primeira semana após o parto. Muitos estudos têm analisado a soropositividade de crianças nascidas de mães com diagnóstico prévio da infecção ou que estão com COVID-9 no momento do parto. No entanto, o número de crianças expostas ao SARS-CoV-2 durante a gestação, baseado em estudos deste tipo, pode estar subestimado já que cerca de 60% das infecções são assintomáticas. Além disso, os processos inflamatórios desencadeados em resposta à infecção e a ação do próprio vírus durante a gravidez podem afetar o desenvolvimento do sistema nervoso do feto, a exemplo de outras infecções virais. A prematuridade e o sofrimento fetal secundários ao adoecimento da gestante com COVID-19 também podem acarretar atrasos do desenvolvimento neuropsicomotor, a exemplo de outras complicações da gravidez. Soma-se a isto as repercussões psicoafetivas da pandemia nas famílias, o que pode comprometer as interações com a criança. Para verificar tais hipóteses foi delineado um estudo observacional, analítico e transversal com componente longitudinal e amostra probabilística composta de 2000 díades mães-crianças de 5 municípios do estado de Minas Gerais. Na primeira etapa foi realizado inquérito sorológico utilizando amostras de sangue seco obtidas no momento da Triagem Neonatal e, na segunda etapa, o desenvolvimento de crianças com e sem evidências de exposição ao SARS-CoV-2 na gestação será monitorado por 2 anos.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Cláudia Regina Plens

Ciências Humanas

Arqueologia
  • arqueologias do doi-codi do ii exército (são paulo): leituras plurais da repressão e da resistência.
  • O presente projeto tem por objetivo implementar uma pesquisa arqueológica (histórica e forense) sobre o Conjunto das antigas instalações do DOI-Codi - o mais importante aparato de repressão da Ditadura Militar brasileira (1964 – 1985) -, para a localização, identificação, classificação e interpretação de sua cultura material para a compreensão de seu funcionamento. Para tanto, serão pesquisados documentos, e colhidas e analisadas entrevistas, pessoas que vivenciaram experiências nesse ambiente durante o período estudado. Também serão empregadas metodologias advindas do campo da arqueologia forense para detecção de evidências para identificação de vestígios de tortura. Posteriormente, proceder-se-á com as etapas de genética forense, no caso de localização de evidência de sangue, arqueologia da arquitetura para compreensão dos espaços utilizados e, escavação do subsolo do conjunto arquitetônico para busca de evidências das ações desenvolvidas nesses ambientes. A partir desta pesquisa, será possível produzir conhecimento e entendimento dos mecanismos adotados pelo órgão e suas conexões com outros espaços de tortura, tanto no Brasil como na América Latina, assim como compreender o impacto social destas atividades na sociedade brasileira, para uma proposta de Arqueologia Pública para que a sociedade possa compreender o papel do DOI-Codi durante a ditadura militar e o impacto das ações operadas nesse ambiente sobre as vítimas e familiares.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Claudia Sayer

Engenharias

Engenharia Química
  • nanocarreadores poliméricos para tratamento de doenças parasitárias
  • O Brasil e outros países enfrentam as doenças tropicais negligenciadas (DTN), um grupo diversificado de doenças transmissíveis que prevalecem em condições tropicais e subtropicais em 149 países. Leishmaniose e doença de Chagas são exemplos conforme a OMS (Organização Mundial da Saúde), e afetam principalmente a população em situação de pobreza, com condições sanitárias inadequadas e em contato próximo com animais infectados e vetores de infecção. A fase crônica dessas doenças pode ser fatal sem tratamento. Os principais gargalos no tratamento envolvem o diagnóstico e a administração ineficiente dos fármacos. Particularmente, os fármacos apresentam restrições de aplicação e vários efeitos colaterais. As nanopartículas poliméricas de base biológica (NPs) são de grande interesse para tratar e diagnosticar essas doenças, com administração parenteral ou intramuscular de nanocarreadores (NCs) contendo fármacos ou anticorpos. A liberação controlada de fármacos, a diminuição dos efeitos colaterais e o direcionamento aos tecidos e órgãos afetados estão entre as principais vantagens dessa estratégia ainda pouco explorada no tratamento das DTNs. Contudo, quando os NCs são inseridos na corrente sanguínea, a superfície perde a identidade química e adquire uma identidade biológica devido à adsorção de biomoléculas do sangue, formando uma coroa proteica, que pode influenciar o tempo de circulação e a biodistribução. Portanto, este projeto envolve a preparação de NCs de superfície controlada por adsorção de polifosfoeteres, proteínas e carboidratos. Os NCs serão preparados utilizando biomacromoléculas e polímeros renováveis sintetizados a partir de reações do tipo Alder-eno, aza-Michael, tiol-eno e polimerização enzimática por abertura de anel (e-ROP) em miniemulsão. Os NCs com superfície projetada podem promover a liberação controlada de fármacos para tratar ou diagnosticar DTNs e evitar a formação de coroa proteica, permitindo avanços significativos no tratamento destas doenças.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Cláudia Szlejf Jerussalmy

Ciências da Saúde

Medicina
  • uso do processamento da língua natural para identificação de delirium em idosos hospitalizados: desenvolvimento e validação de sistemas de alerta ao cuidado baseados em algoritmos de aprendizado de máquina
  • Delirium, caracterizado pela instalação aguda e curso flutuante de alterações mentais, é frequente em idosos hospitalizados. Se associa a desfechos adversos e aumento nos custos com saúde. Porém, delirium não é reconhecido em até 2/3 das internações e as estratégias de rastreio não são práticas. Técnicas de processamento da língua natural (PLN) permitem entender, interpretar e manipular a linguagem humana por meio de algoritmos. Modelos de PLN têm sido utilizados para avaliar dados não estruturados e auxiliar no reconhecimento de condições clínicas, mas não foram usados para delirium no Brasil. Nosso objetivo é desenvolver modelos de aprendizado de máquina que utilizem PLN para identificar delirium com base em texto narrativo de notas clínicas de prontuário eletrônico de idosos hospitalizados. Para desenvolver e validar internamente os modelos, utilizaremos uma coorte retrospectiva de cerca de 30.000 admissões de idosos em leitos de enfermaria no Hospital Israelita Albert Einstein. Os dados de notas clínicas serão divididos em subconjuntos de treino (70%) e teste (30%). Será realizada anotação semiautomática das notas clínicas por busca de palavras-chave, códigos CID-10 sugestivos de delirium e Confusion Assessment Method (CAM), instrumento de rastreio padrão-ouro, quando disponível. Além disso, as notas clínicas de 2000 admissões (1000 de cada subconjunto de dados) serão anotadas por médicos geriatras, que identificarão passagens de texto sugestivas de delirium. As anotações servirão de input no desenvolvimento dos algoritmos, que utilizarão técnicas clássicas de aprendizado de máquina e de deep learning. Para testar a validade externa dos modelos, utilizaremos uma coorte distinta, prospectiva, composta por 600 admissões de idosos em leito de enfermaria do Hospital das Clínicas da FMUSP. Esses indivíduos serão avaliados diariamente durante a internação com o CAM e o desempenho dos algoritmos nessa população será comparado aos resultados do CAM.
  • Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein - SP - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Claudia Teixeira Guimarães

Ciências Agrárias

Agronomia
  • identificação de novas fontes do alelo superior do gene zmmate1 e prospecção de genes com potencial para aumento da tolerância ao alumínio em germoplasma de milho tropical
  • Dentre os fatores que contribuem para a baixa produtividade do milho, destaca-se a toxidez causada pelo alumínio (Al), intrínseca aos solos ácidos, predominantes nas regiões tropicais. Apesar de a tolerância ao Al em milho ser uma característica de herança quantitativa, apenas um gene foi identificado como responsável por parte do seu controle, o gene ZmMATE1. Esse gene codifica um transportador de citrato, cuja expressão é induzida pelo Al no ápice radicular e se apresenta em três cópias em um número restrito de genótipos tolerantes. O alelo superior do gene ZmMATE1 é raro e a sua introgressão assistida aumentou a produção de grãos em solos ácidos e sob estresse hídrico em híbridos de milho, confirmando o potencial de genes de tolerância ao Al no aumento da estabilidade de produção de grãos. Assim, é importante que novas fontes desse alelo e de genes de tolerância sejam identificadas para ampliar a sua utilização no melhoramento. No Brasil, dois grupos de pesquisa atuantes na área se juntam na presente proposta para agregar seus conhecimentos e gerar produtos de interesse para o agronegócio nacional. Genomas já sequenciados de um grupo diverso de acessos de milho, incluindo raças tradicionais, ancestrais e pan-americanas serão utilizados para a mineração de polimorfismos já descritos para o gene ZmMATE1. Esses acessos selecionados, juntamente com variedades crioulas, linhagens elites e acessos do banco de germoplasma de milho serão genotipados com marcador alelo-específico e avaliados quanto à tolerância ao Al, expressão e número de cópias do ZmMATE1. Em paralelo, genes candidatos identificados por meio da integração de dados públicos terão o perfil de expressão avaliado nas fontes de tolerância ao Al selecionadas. Como resultados, serão propostos: genes candidatos como alvos para futuros estudos de validação funcional, inferência evolutiva sobre o gene ZmMATE1 e fontes dos alelos de tolerância ao Al, que terão grande potencial para uso no melhoramento de milho.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - DF - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Cláudia Tirelli

Ciências Humanas

Sociologia
  • disputas e resistências: a cidade (re)construída entre a norma instituída pela política habitacional e os modos de existência dos habitantes das periferias
  • No Brasil, pesquisas que avaliem a implementação e a efetividade das políticas públicas de habitação ganharam importância a partir da última década. Esses estudos geralmente apontam para o hiato existente entre a formulação da política e os seus resultados em distintos territórios. Esta pesquisa se propõe a incluir novas questões a esse debate a partir de investigações empíricas que possibilitem evidenciar outras formas de interpretar e viver a cidade, para além da normatização imposta pelos programas habitacionais. Busca-se olhar para as diversas formas de significar e construir a cidade, trazendo para o centro da análise os modos de existência forjados pelos habitantes das periferias urbanas ao fazer a cidade. Assim, esta pesquisa irá investigar as disputas e resistências que decorrem do encontro entre a norma e as estratégias de existência e sobrevivência desses moradores, os quais (re)constroem a cidade cotidianamente a partir das suas ações e redes. Tomando como recorte espacial dois conjuntos habitacionais construídos por meio do Programa Minha Casa Minha Vida nas cidades de Pelotas e Santa Cruz do Sul, duas cidades médias do Estado do Rio Grande do Sul, pretende-se analisar as distintas formas de habitar construídas por esses grupos desde o período de instalação dos conjuntos até o presente. A metodologia da pesquisa envolverá procedimentos quanti e qualitativos para a coleta de dados, incluindo a aplicação de questionários, análise documental, entrevistas semiestruturadas com moradores e observações diretas nos conjuntos habitacionais. O projeto será executado por meio de uma rede interinstitucional de pesquisadores formada por docentes e discentes dos Programas de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional/UNISC e de Antropologia/UFPEL. Espera-se que os resultados contribuam para o debate acadêmico sobre as compreensões de cidade e de seus usos e para a qualificação do planejamento e implementação de políticas públicas habitacionais.
  • Universidade de Santa Cruz do Sul - RS - Brasil
  • 17/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Cláudia Vieira Prudêncio

Ciências Agrárias

Agronomia
  • plantas alimentícias não convencionais da bacia do rio grande: resgate de sabores e saberes esquecidos
  • A melhoria na qualidade da alimentação deve estar associada a uma agricultura mais sustentável, com respeito ao meio ambiente e ao conhecimento popular, além do estímulo ao resgate das tradições locais relacionadas ao prazer da alimentação. Por outro lado, o baixo consumo de espécies vegetais regionais favorece a perda de materiais e até a extinção de espécies, com grandes prejuízos ecológicos e culturais. Assim, a utilização de plantas alimentícias não convencionais (PANC) características da região pode favorecer o consumo de pratos típicos regionais e valorizar a expressão cultural da população, além de favorecer a segurança alimentar e nutricional. Com este projeto pretende-se criar o Núcleo de Estudo em Agroecologia e Produção Orgânica para o estudo de Plantas Alimentícias Não Convencionais (NEA-PANC). O objetivo desse Núcleo de Estudos é realizar o levantamento etnobotânico de PANC do município de Barreiras (BA) e a avaliação de seu valor nutricional, visando sua conservação e a conscientização da sua importância alimentar e nutricional. A caracterização físico-química das espécies encontradas e a qualidade microbiológica de suas preparações são informações essenciais para avaliar a adequação nutricional de PANC para a população de diversas faixas etárias. O foco principal do projeto é fomentar a produção e a inclusão de alimentos regionais e PANC na comunidade local. Para isso, serão realizados diversos cursos visando a produção e utilização destes alimentos, além de cursos relacionados ao aproveitamento total de alimentos, rotulagem e marketing de mercado. A realização de tais cursos irá favorecer o conhecimento acerca do tema e as possibilidades de aplicação de PANC na alimentação. Paralelamente, o projeto visa promover a agricultura agroecológica e familiar através do apoio à implantação de uma feira agroecológica, direcionada à comercialização de produtos de base agroecológica e/ou orgânica. O projeto beneficiará agricultores familiares e produtores em transição agroecológica, membros da comunidade acadêmica (estudantes, professores e técnicos administrativos da educação) das instituições de ensino participantes, a saber Universidade Federal do Oeste da Bahia, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia, Universidade do Estado da Bahia e Faculdade São Francisco de Barreiras, agentes de assistência técnica e extensão rural, além de outros membros da comunidade. O maior consumo de PANC também irá valorizar a identidade sociocultural das comunidades locais, por favorecer o uso de produtos da região, muitas vezes relacionados a costumes e preparações atualmente pouco utilizadas. Por outro lado, o projeto visa também incentivar a formação de produtores agroecológicos através do fornecimento de cursos com diferentes temáticas, que incluem desde conteúdos sobre compras públicas da agricultura familiar a técnicas de processamento e higiene de alimentos. Esta capacitação torna-se importante por fornecer aos produtores opções para processamento e comercialização de seus produtos, favorecendo a melhoria de renda das famílias beneficiadas. A criação do NEA-PANC, com formação multidisciplinar e parceria com outras instituições, é importante para fomentar a preservação das espécies e divulgação de conhecimentos acerca do papel e importância de PANC na alimentação e na segurança alimentar e nutricional.
  • Universidade Federal do Oeste da Bahia - BA - Brasil
  • 01/08/2017-31/10/2022
Foto de perfil

Cláudia Viviane Viegas

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • retorno de medicamentos em fim de vida e fim de uso: proposta de identificação e hierarquização de trade-offs entre impactos
  • O retorno de medicamentos em fim de vida (expirados e/ou avariados) e em fim de uso (não expirados e com potencial de recirculação controlada por profissionais de saúde) é abordado como logística reversa, embora o segundo caso possa ser caracterizado como economia circular por envolver o reuso, que é princípios central desse tipo de abordagem econômica. Independentemente de manterem a utilidade para a qual foram produzidos, medicamentos pós-uso são tratados como resíduos. A legislação federal brasileira não proíbe expressamente a reutilização de medicamentos que estejam dentro do prazo de validade e sejam considerados aptos a reuso mediante avaliação por profissional farmacêutico. No entanto, essa legislação não é suficientemente clara quando se refere a aspectos como desuso e periculosidade - se este último aspecto se aplica ou não diretamente a medicamentos enquadrados como resíduos e não rejeitos. O descarte incorreto de medicamentos traz danos ambientais e à saúde pública, enquanto uma parcela significativa da população não tem acesso a tais bens. Este projeto parte de uma experiência municipal de coleta e dispensação que já evitou o descarte irregular de 2,4 toneladas de medicamentos e resultou em benefício médio de 14,9% do salário mínimo brasileiro por atendimento em 3,5 anos. Contudo, custos de manutenção do programa são ônus crescente para o município. Em 2019, foi aprovada lei estadual que autoriza a replicação dessa experiência no Rio Grande do Sul. Porém, faltam mecanismos para envolver todas as partes da cadeia produtiva além de consumidores e agentes públicos de esferas diferentes da municipal. Este projeto propõe a identificação e a hierarquização de trade-offs ambientais, socioeconômicos e econômicos voltado a programas como o mencionado. Pretendem-se utilizar entrevistas semiestruturadas e Análise Hierárquica de Processos para identificar e hieraquizar trade-offs de valor que permitam entregar um guia de boas práticas para programas desta natureza.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Claudia Wasserman

Ciências Humanas

História
  • cartografia das memórias em disputa: manifestações/intervenções contemporâneas no espaço público (argentina, brasil, chile, colômbia e nicarágua)
  • O tema do projeto são as recentes intervenções populares no espaço público, protagonizadas por movimentos sociais organizados ou espontâneos, que visam questionar, contestar, recriar ou ressignificar as memórias oficiais modeladas pelo poder público estatal. Tais manifestações tendem a tensionar a história oficial ao inserir outros discursos, pessoas ou grupos na paisagem memorial cujas identidades sociais encontram-se sub representadas ou excluídas. O problema da pesquisa refere-se ao recente empoderamento de populações subalternizadas e suas manifestações em lugares de memória que sugerem memórias em disputa e podem ser vistos como sintoma da insatisfação popular com o espaço público. O levantamento prévio revela que as manifestações públicas buscaram alterar monumentos ou a paisagem memorial na Argentina, Brasil, Chile, Colômbia e Nicarágua e despertam temáticas que podem ser exemplificadas pelos seguintes pares conceituais: memórias da conquista da América e da colonização europeia X memórias dos grupos e etnias submetidos à escravidão, genocídio ou etnocídio; Estado democrático de direito X Estado autoritário; demarcações de lugares relativos às graves violações de direitos humanos X apagamentos dessas memórias. A partir do levantamento das disputas ocorridas nos espaços públicos propagadas através da mídia dos países selecionados, e, em alguns casos, difundidas em tempo real pelas redes sociais ou transformadas em objetos de investigação, buscamos elaborar um mapa virtual que contemple a indicação espacial da intervenção, sua caracterização, o contexto político da manifestação e suas repercussões. Em termos teóricos e metodológicos serão mobilizadas reflexões em torno dos lugares de memória e dos sítios de consciência, das memórias em disputa, do patrimônio cultural e das identidades sociais. Por fim, nos valeremos das metodologias ligadas à história pública e à história digital de forma a contribuir para a divulgação do conhecimento científico.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Claudio Alexandre Gobatto

Ciências da Saúde

Educação Física
  • análises computacionais para compreender as adaptações moleculares, centrais e periféricas ao treinamento físico em altitude: do modelo experimental ao esporte de alto rendimento
  • Adaptações fisiológicas decorrentes da exposição à elevadas altitudes sempre despertaram interesse de pesquisadores, com investigações em condições reais ou simuladas de hipóxia observadas desde o início do século XX. Atualmente, o treinamento físico em altitude vem se destacando no âmbito físico-esportivo, incluindo intervenções de nosso laboratório que contribuíram para a obtenção do recorde mundial na prova de 1.500m nas Paralimpíadas de Tóquio. Entretanto, muitas lacunas ainda permanecem quando da associação do treinamento à hipóxia, em especial, quanto às adaptações moleculares, centrais e periféricas sobre o desempenho físico e saúde, já que grande parte dos estudos não quantifica, de modo preciso e individualizado, a carga de treinamento e a dose de hipóxia. Ainda, pesquisas nesse tema comumente aplicam análises estatísticas de causa-efeito, não potencializando a compreensão integrada sobre os impactos dessas intervenções sobre o organismo. De modo geral, o projeto objetiva investigar as adaptações moleculares, centrais e periféricas ao treinamento físico em altitude sob dois regimes (viver alto e treinar alto VA-TA e viver alto e treinar baixo VA-TB) aplicados a atletas e roedores, e seus efeitos sobre o desempenho e saúde. De modo inovador, utilizaremos modernas tecnologias para obtenção de dados antes, durante e após intervenções com atletas e roedores, com medidas fisiológicas in vivo (como a oxigenação muscular) e em tecidos específicos (conteúdos de proteínas-chave para adaptações ao exercício e à hipóxia). Como diferenciais em relação ao já existente nessa linha, monitoraremos a carga de treinamento, a dose de hipóxia individualizada e as alterações termográficas como possíveis mediadoras das repostas aeróbias e anaeróbias em níveis metabólicos, teciduais e moleculares. Por modelos computacionais, como análise de séries temporais, Machine Learning e redes complexas, o projeto avançará a fronteira do conhecimento sobre o treinamento físico e hipóxia.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 03/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Claudio Barbieri da Cunha

Engenharias

Engenharia de Transportes
  • modelagem de problemas reais de distribuição urbana de cargas para o comércio eletrônico e o pequeno varejo
  • De acordo com o Banco Mundial, cerca de 80% da população mundial vive em países em desenvolvimento e esse número tende a crescer à medida em que as taxas de natalidade dos países desenvolvidos estão em declínio. Um dos aspectos chaves nesses países emergentes é como fazer com que os produtos cheguem aos consumidores finais, a chamada distribuição de última milha (Nakata e Sivakumar, 1997). Nesse contexto, o presente projeto tem como objetivo estudar dois problemas relevantes que ocorrem no contexto da logística urbana, em especial nas grandes cidades de países em desenvolvimento: as entregas para o comércio eletrônico e a distribuição urbana para o pequeno varejo, muitas vezes informal. Em ambas as pesquisas pretende-se, a partir do entendimento do problema e de seus condicionantes práticos, e apoiado em pesquisa bibliográfica que caracterize o estado-da-arte sobre o assunto, propor metodologias baseada em modelos matemáticos e ferramentas computacionais que possibilitem determinar as configurações ótimas desses sistemas para a operação física real. Isso possibilitará fornecer subsídios e orientar tanto o poder público como as empresas privadas sobre como otimizar esses sistemas de distribuição, contribuindo para a diminuição do tráfego de veículos e, consequentemente, para a emissão de poluentes. O projeto tem como pano de fundo contribuir para a formação de recursos humanos altamente especializados, ampliar a interação com instituição de pesquisa de ponta (MIT) e dar sequência aos resultados obtidos a partir da Bolsa de Produtividade na área de Engenharia de Transportes concedida pelo CNPq ao proponente (Processo 304069/2010-8).
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023
Foto de perfil

Cláudio de Araújo Wanderley

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • uma profissão em transformação: sustentabilidade da carreira contábil
  • Essa pesquisa visa examinar a sustentabilidade da carreira de controller/contador ao longo do tempo identificando os mecanismos e ações adotadas pelos contadores para manter a profissão e suas carreiras sustentáveis. De forma particular, essa pesquisa será realizada através de um levantamento (survey) englobando contadores (cerca de 110.000 membros) associados ao CIMA (Chartered Institute of Management Accountants) e uma amostra de contadores brasileiros. Além desses dados, essa pesquisa será também baseada em dados qualitativos através de entrevistas com profissionais (diversos níveis) e estudantes estrangeiros e brasileiros. O ambiente de trabalho está mudando. Os desenvolvimentos sociais e tecnológicos estão mudando nossas vidas profissionais e carreiras. As trajetórias tradicionais da carreira da profissão contábil agora não são mais tão usais. Os empregadores esperam mais daqueles que ingressam na profissão e, como indivíduo, também buscamos ter um papel profissional por um período mais longo de nossas vidas, conforme muda a demografia da população ativa. Desta forma, o ritmo de mudanças na profissão contábil está aumentando e, assim os contadores necessitam ser capazes de responder a isso e reconhecer a importância de sustentar o crescimento pessoal. Embora o papel do contador permaneça potencialmente atraente na sociedade, pois é um papel que muda e se transforma cada vez mais. A adaptação ao longo da vida é crítica para a sobrevivência profissional. Portanto nesta pesquisa propomos identificar e entender como os contadores/controllers podem superar (múltiplas) transições de funções de trabalho e como eles podem realizam trajetórias de carreira de trabalho que são multidimensionais, elaboradas, resilientes e flexíveis (ou seja, sustentáveis) por natureza, permitindo que se preparem proativamente para transições de funções desejadas e para responder com mais eficácia às transições de trabalho (indesejadas/impostas) ao longo de suas carreiras.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Claudio Gabriel Lima Junior

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • síntese de novos compostos heterocíclicos com potencial atividade antiparasitária
  • O presente projeto está voltado ao desenvolvimento de novas moléculas com potencial atividade antiparasitária. Estas substâncias inéditas possuem núcleos ou porções presentes em uma gama de produtos naturais com atividade antiparasitária. Dentre estas porções, podemos destacar os núcleos oxindólicos, oxadiazóis, quinolínicos, tiadiazolinonas e quinoxalínicos. Todas estas porções estão presentes em nossos compostos finais. Reações de Morita-Baylis-Hillman, Suzuki, Pfitzinger e de condensação/ ciclização serão empregadas para a obtenção dos compostos finais. Dado que a leishmaniose é considerada doença negligenciada com elevado número de mortes anuais e com drogas empregadas que apresentam elevada toxicidade, nosso projeto se volta para a prospecção de novos agentes leishmanicidas. Nossa hipótese é que estes novos compostos se apresentem mais ativos e menos tóxicos frente aos fármacos de referência. Em relação a custo, nossas rotas sintéticas foram planejadas de modo a usar metodologias que empregam condições ecologicamente amigáveis, empregando solventes menos tóxicos e com possibilidade de investigação de catalisadores heterogêneos, além do uso da irradiação de micro-ondas como fonte de aquecimento para as reações, o que pode reduzir o tempo para obtenção dos compostos intermediários e finais. A literatura científica já apresenta inúmeros relatos de compostos contendo estes núcleos com relevante atividade antiparasitária. A combinação destes núcleos heterocíclicos, unidos a mudanças estruturais em posições específicas levam a variação nas propriedades farmacocinéticas, fato que poderá potencializar a resposta biológica. Além disso, o aumento de conjugações nos compostos N-heterocíclicos resultam em materiais luminescentes. Dado o caráter anfifílico de tais compostos, os mesmos poderão ser explorados como biomarcadores de membrana, além de outras potenciais aplicabilidades no campo de Química Medicinal.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Cláudio Reis Gonçalo

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • a procura de conhecimento para proporcionar inovação em novos ou desenvolvidos habitats para micro e pequenas empresas: a contribuição da capacidade absortiva.
  • O projeto pretende levantar e analisar as diferentes categorias de absorção e uso de conhecimento nos diversos habitats de pequenos empreendimentos produtivos em processo de consolidação, presentes no estado de Santa Catarina (BR). O estado de Santa Catarina é, juntamente com São Paulo, uma das duas regiões mais avançadas no emprego de incubadoras, na criação de start-ups com índice de sucesso na consolidação de pequenas empresas no campo da criação de softwares. Resultados que provêm de uma Governança com uma interação distintiva entre associações empresariais e de empreendedores, universidades e governo local. Pretende-se investigar o caso de Santa Catarina, através de estratégia exploratória de pesquisa por método quali-quanti, na perspectiva desta Governança, a fim de analisar e identificar como diferentes processos de criação e transferência de conhecimentos têm sido aplicados, em diferentes contextos de habitats de inovação. O olhar teórico da capacidade absortiva permitirá identificar quais são as características das formas de absorção desses conhecimentos, a fim de apontar alternativas para compartilhar e aprimorar as práticas e aspectos de relacionamentos. Em outras palavras, o projeto pretende contribuir para aperfeiçoar a apropriação de conhecimentos capazes de mobilizar a inovação em pequenos empreendimentos na região investigada e para aprendizagem em outras regiões do país. Para se construir elementos críticos de análise, considera-se a cidade de Grenoble uma referência internacional em governança para desenvolver inovação. Grenoble proporcionou, durante as últimas décadas, uma configuração ativa entre instituições particulares, atores e recursos, parte de uma tradição de parcerias entre pesquisa pública e privada. Grenoble reúne 18 mil pesquisadores, quase duzentos laboratórios, quatro universidades e 10 escolas de engenharia. Com 7-8% das publicações científicas da União Europeia e 8-10% das patentes europeias.
  • Universidade do Vale do Itajaí - SC - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Cláudio Roberto Fonsêca Sousa Soares

Ciências Agrárias

Agronomia
  • aplicação de inoculante micorrízico na produção agrícola e recuperação ambiental e seus efeitos na microbiota rizosférica
  • As comunidades microbianas do solo estão envolvidas na disponibilização de nutrientes às plantas, atuando por diferentes mecanismos responsáveis pelas transformações dos elementos. Além destes mecanismos, sabe-se da participação de microrganismos simbióticos com as raízes das plantas na aquisição de nutrientes do solo. Dentre estes destacam-se os fungos micorrízicos arbusculares (FMA) que realizam uma simbiose mutualística obrigatória com a maioria das espécies vegetais, incluindo aquelas de importância agrícola e ambiental. Apesar dos efeitos benéficos dos FMA no crescimento vegetal, pouco se conhece sobre os efeitos da inoculação sobre a população de microrganismos rizosféricos. O objetivo desta proposta é investigar os efeitos de um inoculante micorrízico à base de Rhizophagus intraradices recém registrado no Brasil sobre a comunidade microbiana do solo e ciclagem de nutrientes em ambientes agrícolas e em áreas degradadas em recuperação. A proposta pretende ampliar a investigação dos efeitos do inoculante micorrízico em diferentes condições edafoclimáticas brasileiras e será composto por dois sub-projetos conduzidos em áreas agrícolas e de recuperação ambiental. No sub-projeto 1 para a cultura do milho será avaliado a campo em cinco estados brasileiros: i) disponibilidade de P na solução do solo rizosférico de plantas inoculadas; ii) atividade microbiana do solo; iii) composição taxonômica e funcional da comunidade microbiana rizosférica do solo; iv) eficiência de uso do P em plantas micorrizadas e produtividade do milho. No Sub-projeto 2 será avaliado o potencial do inoculante na recuperação ambiental, quanto a(o): i) eficiência simbiótica em espécies arbóreas pioneiras nativas do Cerrado e Sul brasileiro; ii) desenvolvimento de mudas micorrizadas em áreas degradadas e seus efeitos nos atributos biológicos do solo. Os resultados permitirão compreender as interações entre o inoculante micorrízico e as comunidades microbianas envolvidas na ciclagem de nutrientes.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 23/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Cláudio Smalley Soares Pereira

Ciências Humanas

Geografia
  • atlas das dinâmicas sociais e ambientais em petrolina/pe e juazeiro/ba
  • Os municípios de Petrolina (PE) e (Juazeiro) BA cumprem papéis centrais no desenvolvimento regional nos estados da Bahia e Pernambuco. Receberam grandes investimentos que alavancaram o desenvolvimento econômico, especialmente a fruticultura de irrigação transformando profundamente os seus espaços, demandando, assim, esforços para integrar esta região em conjunto, a qual eventualmente pode estar segregada pelos limites municipais e estaduais. Nesse sentido, esse projeto objetiva elaborar um atlas com informações e análises das dinâmicas sociais e ambientais dos municípios. Os dados e informações sistematizados serão fundamentais para subsidiar o debate para construção de políticas públicas locais e regionais, bem como o planejamento urbano e rural. O atlas se apresenta como uma fonte de pesquisa e uma produção norteadora, onde será possível o acesso a dados específicos em escala local-regional. Tendo isso mente, que dados estão disponíveis para levantamento, sistematização e mapeamento que permitam uma construção de um material de pesquisa que seja, ao mesmo tempo, fonte para pesquisas acadêmico-científicas, políticas públicas e ampliação de conhecimento para a sociedade local? Outras pesquisas semelhantes já foram realizadas em diversas cidades, municípios e regiões do Brasil. Um Altas para Petrolina e Juazeiro será relevante para suprir lacunas no conhecimento e demandas regionais e locais de dados sistematizados que auxiliem pesquisas, políticas públicas e instituições da sociedade em geral. Como metodologia, propõe-se levantamentos bibliográficos, documental, cartográfico e iconográfico através do uso de metodologia comparada e multidisciplinar pelo entendimento da manipulação de diferentes escalas de forma integrada. Os resultados esperados incluem acervo de dados sociais, ambientais e cartográfico digital para pesquisa, ensino e gestão ambiental, bem como um Atlas digital e impresso, e as análises escritas pelos pesquisadores da equipe.
  • Universidade de Pernambuco - PE - Brasil
  • 01/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Cláudio Wageck Canal

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • detecção e caracterização de pestivírus e papilomavírus em grandes ruminantes
  • O Brasil é um grande produtor e exportador de alimentos e a bovinocultura tem grande importância econômica e social. Doenças virais podem ter grande impacto na produtividade e, por isso, o desenvolvimento de técnicas eficientes para seu diagnóstico, caracterização do agente e o conhecimento de sua epidemiologia são medidas fundamentais para gerar estratégias de prevenção e controle. Os pestivírus de ruminantes causam enfermidades difundidas nos rebanhos bovinos ocasionando redução do desempenho reprodutivo e grandes perdas econômicas em rebanhos de corte e leite em todo mundo. Já o papilomavírus bovino (BPV) causa enfermidades de caráter neoplásico em bovinos, podendo levar desde morte, a perdas de desempenho e qualidade de subprodutos, como o couro. Os objetivos do presente projeto estão contidos em dois subprojetos que visam verificar a variabilidade genética de isolados de pestivírus, para conhecimento das espécies e variantes virais circulantes a fim de estipular medidas de controle e prevenção adequadas, além de verificar a variabilidade genética de isolados de BPV, para conhecer os gêneros e espécies do vírus circulantes. Para isto, será realizada a pesquisa por RT-PCR ou PCR de ambos os vírus, que serão sequenciados e analisados quanto a sua variabilidade genética e dispersão temporal. O presente grupo de pesquisa já gerou mais de 31 publicações nestes dois temas e os dados aqui gerados aumentarão o conhecimento científico sobre a variabilidade genética, patogenia e epidemiologia de pestivírus e papilomavírus em ruminantes no País. Este conhecimento irá embasar futuras campanhas de controle e erradicação destas doenças. Pela complexidade do tema, sua execução será multidisciplinar, envolvendo equipes de virologia, epidemiologia e patologia animal.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023
Foto de perfil

Claudionei Vicente Cassol

Outra

Ciências Ambientais
  • mostra interdisciplinar pedagógico-científica: desenvolvimento rural e urbano sustentável
  • As Mostras Científicas e as Feiras de Ciências são instrumentos potencializadores da necessária e urgente atitude despertadora, nas comunidades pequenas e isoladas por questões geográficas, e incentivadoras do pensamento e de atitudes científicas. A escola, centro de cultura nas pequenas comunidades, além de centro de formação, de ensino e local privilegiado do aprendizado científico, autentica-se líder no fomento da apropriação coletiva do espírito científico, criativo e as aproximações teorias e prática, tornando-se na área do território cerrograndense, agente de cultura, com reconhecimento comunitário, e possibilidade de desenvolver ações de reflexão, participação, envolvimento e inclusão da população nos projetos científico-culturais. A Mostra Interdisciplinar Pedagógico-Científica – MIPC, para o ano de 2022 com o tema Desenvolvimento Rural e Urbano Sustentável, oportuniza a integração entre alunos e professores de diferentes escolas da rede de ensino do município de Cerro Grande, integrando o Território Cerrograndense, conforme definido pelas Bases Comuns Curriculares em implementação no Brasil. Ainda desenvolve atividades que possibilitem os estudantes perceberem seus potenciais, seus valores, instigados por desafios, situações-problema, práticas e projetos que possibilitem a interação entre alunos estaduais e municipais, professores e comunidade em geral nas diversas criações, invenções, experimentos e pesquisas. O Projeto Desenvolvimento Rural e Urbano Sustentável se organiza e desenvolve a partir da preocupação com o desenvolvimento da ciência e da tecnologia para a promoção da educação e do ensino na perspectiva da sustentabilidade, da manutenção e da defesa da vida.
  • Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - RS - Brasil
  • 09/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Clayton Luiz Borges

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • identificação de alvos com aplicação em terapia, diagnóstico sorológico e molecular de micoses sistêmicas negligenciadas
  • Micoses sistêmicas têm sido negligenciadas no mundo. Manifestações clínicas inespecíficas e ausência de testes acurados são desafios diagnósticos, atrasam o tratamento, elevando o percentual de óbitos e sequelas. Destacam-se a Paracoccidioidomicose (PCM) e a Histoplasmose (HTP). Na PCM, uma micose sistêmica geralmente crônica e altamente sequelante, o teste sorológico padrão para diagnóstico e seguimento é a imunodifusão dupla (IDD), que possui alta especificidade (100%), mas pouca sensibilidade (média de 65%). Vale ressaltar o papel de um teste com maior sensibilidade para utilização em larga escala, como por exemplo o ELISA (Enzyme-Linked Immunosorbent Assay). Enquanto que o aumento dos casos de HTP ao redor do mundo está relacionado, principalmente à imunossupressão, como de HIV, tuberculose, indivíduos transplantados ou que usam corticosteróides. Neste contexto, este projeto visa utilizar das ferramentas de imunoproteômica, moleculares e bioinformática na caracterização de alvos antigênicos e moleculares com potencial aplicação na terapia e/ou diagnóstico de ambas as micoses sistêmicas. 1. Desenvolvimento de um teste ELISA para triagem de PCM e HTP, utilizando alvos já caracterizados por nosso grupo para PCM e alvos que serão identificados neste projeto para HTP. 2. Testes de alvos identificados como adjuvantes na terapia em modelos experimentais de infecção. 3. Desenvolver um teste molecular, a partir do sequenciamento de isolados clínicos/genomas depositados visando identificar e diferenciar as espécies, em amostras biológicas de pacientes, excluindo a necessidade de isolamento prévio do fungo em cultura. Para tanto, nosso grupo tem se consolidado, possui infraestrutura e expertise em análises imunoproteômicas, bem como de bioinformática e moleculares, as quais conduzirão à obtenção dos alvos propostos.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Clayton Zambeli Oliveira

Outra

Multidisciplinar
  • 11° talento científico jovem
  • A Feira de Ciências Talento Científico Jovem tem sido realizada no município de João Pessoa, no Estado da Paraíba. Iniciou-se no ano de 2011 através do financiamento do CNPq (Processo 552860/2011-5). O II e o III Talento Científico Jovem também foram apoiados pelo CNPq (Chamada Nº 50/2012 e 46/2013). O IV e V Talento Científico também tiveram o financiamento do CNPq e foram em 2015 e 2016 respectivamente. No ano de 2019 o VII Talento Científico Jovem foi realizado através da Chamada N°27/2018 e agora em 2020 o VIII Talento Científico Jovem (Chamada 11/2019) tendo que ser adaptado à modalidade virtual devido a pandemia. Na realização do IX (modalidade virtual) (9° edição em 2021) do Talento Científico Jovem pretende-se manter o nível qualitativo e quantitativo dos eventos anteriores com canais de Youtube, Twitter, Facebook, Instagran e Google Classroom. O presente projeto propõe a execução do 11° Talento Científico Jovem (Feira de Ciências em 2022) que abordará diferentes áreas do conhecimento como as ciências exatas, tecnológicas, biológicas e humanas e promoverá a participação de alunos do ensino Infantil, fundamental I e II (6º ao 9º ano), médio e técnico do município de João Pessoa e categoria visitante.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 09/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Cleci Regina Bevilacqua

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • a terminologia do patrimônio cultural imaterial
  • O tema do presente projeto é a terminologia do Patrimônio Cultural Imaterial com vistas à construção de uma base de dados multilíngue, on-line de livre acesso, destinada a professores, estudantes, tradutores, redatores, jornalistas e público interessado na preservação da identidade e memória da nação. O objetivo geral do projeto é identificar e representar, na base de dados, os termos (patrimônio cultural imaterial, capoeira) e Unidades Fraseológicas Especializadas Eventivas (UFEEs – preservação de bens culturais, registro das matrizes do samba) da área em português e seus equivalentes nas línguas estrangeiras (espanhol, francês, inglês, italiano e russo). Essas unidades especializadas serão coletadas em diferentes gêneros textuais: legais, publicações do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN –, acadêmicos e de divulgação. Os objetivos específicos são: construir corpora comparáveis (língua portuguesa e línguas estrangeiras); selecionar termos e UFEEs no corpus em língua portuguesa; estabelecer critérios para a identificação dos equivalentes nas línguas estrangeiras para os termos e UFEEs selecionados. A metodologia prevê as seguintes etapas: construção dos corpora em português e nas línguas estrangeiras; identificação de termos e UFEEs; identificação dos termos e UFEEs nas línguas estrangeiras; inclusão dos termos e UFEEs na base de dados; revisão da base e disponibilização na página do Termisul. As justificativas do projeto centram-se na ausência de um produto terminográfico multilíngue on-line de livre acesso com termos e fraseologias apresentados em contexto de uso e na necessidade de repertoriar a terminologia de uma área em afirmação em nosso país, bem como promover uma reflexão teórico-metodológica na elaboração de produtos terminográficos que tratem de temas sensíveis e que ao mesmo tempo sejam multilíngues, o que impõem desafios maiores à pesquisa.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Cleida Aparecida de Oliveira

Ciências Biológicas

Biologia Geral
  • mostra nacional de educação em ciências da vida e da natureza: um diálogo entre escola básica, universidade e formação continuada de professores
  • A “Mostra Nacional de Educação em Ciências da Vida e da Natureza: um diálogo entre escola básica, universidade e formação continuada de Professores”, resultará da realização de diversas “Mostras locais” realizadas no âmbito das escolas participantes. Propiciará um espaço profícuo de divulgação da ciência voltada para as ações de educação em Ciências da Vida e da Natureza em desenvolvimento na rede de Educação Básica, fortalecendo a integração entre universidades, escola básica e comunidade. Contará com o envolvimento de mestres e mestrandos do Mestrado Profissional em Ensino de Biologia em Rede Nacional (PROFBIO - rede com 19 campi de IES de todo território nacional, com sede na UFMG) e do Mestrado Profissional em Educação e Docência (PROMESTRE, UFMG), os quais são professores vinculados às escolas públicas de educação básica do país. Esses mestres/mestrandos são familiarizados com metodologia científica e com capacitação para repensar e mudar a forma de ensinar ciências, de forma que eles poderão atuar como multiplicadores em suas escolas e em escolas parceiras convidadas, para difundir o ensino com enfoque mais investigativo, experimental, crítico e instigante. Conta ainda com apoio da Pró-Reitoria de Extensão da UFMG e da Comissão para Discussão e Elaboração das Políticas de Formação Inicial e Continuada de Professores da Educação Básica (COMFIC). O intuito é articular municípios e escolas de todas as regiões do Brasil, onde os egressos e mestrandos do PROFBIO e PROMESTRE atuam (cerca de 1.500 escolas), para participar da Mostra e, também outras escolas com baixo IDEB, como convidadas, se inspirarem com as apresentações do evento. Diante de uma sociedade complexa, em que cada vez mais as novas tecnologias de informação e comunicação atuam, é primordial refletir sobre como a ciência e tecnologia podem contribuir para melhorar e transformar as realidades locais e regionais, sendo a Mostra um espaço propício para reflexão e desenvolvimento de ações acerca do tema.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/01/2022-31/01/2024
Foto de perfil

Cleire Lima da Costa Falcão

Ciências Humanas

Geografia
  • iv feira de ciências e mostras científicas: meio ambiente urbano e desenvolvimento sustentável
  • As Feiras de Ciências são eventos em que os alunos são responsáveis pela comunicação de projetos planejados e executados por eles durante o ano letivo. Desta forma, em sua 4ª edição, o projeto Feira de Ciências e Mostras Científicas traz em seu objetivo propiciar a motivação ao conhecimento em inovação, ciência e tecnologia e cultura, associando a investigação científica nas diferentes áreas do conhecimento e despertando para a realidade do semiárido. O público alvo será composto de Ensino Fundamental do 9o ano, alunos do 1o e 2o anos do Ensino Médio, escolas públicas, privadas e profissionalizantes do município de Fortaleza, Ceará. A Feira traz a temática Meio Ambiente Urbano e Desenvolvimento Sustentável e será realizada na Universidade Estadual do Ceará/UECE, em Fortaleza.
  • Universidade Estadual do Ceará - CE - Brasil
  • 08/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Cleomar de Sousa Rocha

Lingüística, Letras e Artes

Artes
  • morfologias do (in)comum: poéticas algorítmicas
  • O projeto elege como objeto de pesquisa a inserção do algoritmo nos objetos estéticos. Trata-se, portanto, da produção de arte tecnológica a partir do uso de algoritmos, enquanto matéria poética, com repercussões estéticas. A caracterização se desdobra nos non-fungible token, ou NFTs e nas discussões sobre a Teoria Crítica da Tecnologia, a partir de abordagem fenomenológica. Com metodologia prioritariamente analítica-descritiva, a pesquisa se organiza pelo pensamento lógico indutivo, tendo como corpus de análise os trabalhos apresentados no AI&ART, organizado pela Universidade de Luxemburgo. Como principais impactos esperados prospectam-se produção bibliográfica, orientações, supervisões de pesquisa e articulações com inovação social.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Cleusa Adriane Menegassi Bianchi Teixeira

Ciências Agrárias

Agronomia
  • ecofisiologia de sistema silvipastoril para promoção de bem estar animal e sustentabilidade ambiental
  • A eficiência de um sistema silvipastoril (SSP) está alicerçada no equilíbrio entre os componentes: clima, forragem, floresta e animais. Nesse sentido, compreender a resposta ecofisiológica das plantas, bem como as condições microclimáticas para os animais permite ao agricultor se apropriar de um sistema mais sustentável. A produção animal é destaque no agronegócio brasileiro, sendo um desafio manter produtividade média ao longo do ano, oferta de forragem de qualidade, conforto térmico e bem estar animal, quando comparado a sistemas tradicionais. Muitos produtores desistem de suas atividades pela menor lucratividade e manejos inadequados, não tendo segurança para transição, quando poderiam utilizar áreas de suas propriedades para a instalação de SSP 's. Os SSPs contribuem no sequestro de carbono e mitigam a emissão de GEE, que levam a cenários de mudança climática. Portanto, o emprego de SSP é alternativa para a produção agropecuária com sustentabilidade, desde que se conheça e ajuste os componentes do sistema às condições edafoclimáticas locais. Assim, o objetivo do projeto é determinar o potencial de produção de forragens e espécies arbóreas, bem como indicadores de bem-estar animal de uma área com espécies florestais nativas do Sul do Brasil para que possa servir de modelo a ser empregado nas propriedades com sustentabilidade. Assim, a partir de uma área florestal de espécies nativas constituída desde 2004 será implantada espécies forrageiras analisando sua resposta ecofisiológica e sua qualidade. Também será quantificado o crescimento e desenvolvimento das árvores; o monitoramento das condições meteorológicas e micro meteorológicas, as características físico-químicas do solo, a quantificação de indicador de conforto térmico e a modelagem do sequestro de carbono pelo sistema.
  • Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 15/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Cleybe Hiole Vieira

Outra

Divulgação Científica
  • 7ª. feira de ciências junior da pucpr
  • A 7ª Feira de Ciências Júnior da PUCPR tem como objetivo incrementar o ensino da ciência na Educação Básica e estimular a cultura indagativa e crítica, própria da ciência e outras questões próprias da sociedade, entre os estudantes dos ensinos fundamental II, médio e técnico da Cidade de Curitiba e Região Metropolitana, estimulando o despertar de vocações científicas e tecnológicas; a capacidade inventiva e investigativa. Em anos anteriores as Feira de Ciências Junior da PUC tiveram como temas uma das áreas estratégicas que estão alinhadas com os desafios globais, com suas competências internas, com o planejamento e a missão institucional. Em 2022, a temática da 7ª Feira de Ciências Júnior da PUCPR será “Direitos Humanos”. Considerando nossa experiência prévia propomos que esse evento seja realizado em modalidade híbrida (virtual e presencial), de modo a ampliar o público e o acesso à ciência. A parte presencial será realizado no Campus de Curitiba da PUCPR e a parte virtual se dará principalmente com transmissão ao vivo pelo YouTube. Os trabalhos serão divididos em categorias: • Categoria ensino médio e técnico 1º ano; • Categoria feminina ensino médio e técnico 1º ano; • Categoria ensino médio e técnico livre: para todos os estudantes do ensino médio independente do ano de estudo; • Categoria ensino fundamental II: Essa categoria visa estimular estudantes do ensino fundamental II à pesquisa; • Categoria Potencial Empreendedor
  • Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PR - Brasil
  • 08/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Clicia Grativol Gaspar de Matos

Ciências Agrárias

Agronomia
  • abordagens ômicas aplicadas ao estudo da regulação epigenética na interação de milho com bactérias promotoras de crescimento vegetal
  • Após a COVID-19 ter se espalhado pelo mundo, percebemos seus impactos em diferentes esferas da nossa sociedade. Apesar do grande número de mortes causadas pelo coronavírus, a população mundial continuará a crescer, o que exigirá um aumento na produção agrícola nos próximos anos. Assim, o desafio atual da agricultura é aumentar a produtividade das culturas de forma sustentável em um cenário de mudanças climáticas que tem um grande impacto na produtividade. Descobertas recentes têm revelado que mecanismos epigenéticos, como os miRNAs, estão envolvidos na interação entre plantas e Bactérias Promotoras de Crescimento Vegetal (BPCVs). Além disso, estudos mostraram que plantas podem ser reprogramadas epigeneticamente gerando progênies com maior vigor de crescimento e rendimento de sementes, sem alterar o genótipo, o que constitui uma abordagem não tradicional de melhoramento. Apesar desse grande potencial biotecnológico, a regulação epigenética na interação entre plantas e BPCVs permanece pouco explorada. Assim, pretendemos utilizar abordagens ômicas para investigar o papel de dois reguladores epigenéticos, metilação do DNA e non-coding RNAs, na interação de milho (Zea mays) com BPCVs. Para isso, identificaremos os genes efetores da regulação epigenética e lncRNAs diferencialmente expressos em transcriptomas de milho inoculado com BPCV. O efeito do inibidor de metilação de DNA na interação de milho com BPCV e o perfil de ncRNAs nessas amostras também serão analisados. Além disso, aplicaremos uma metodologia para a rápida identificação de miRNAs marcadores de interação benéfica em milho. Por fim, investigaremos o metaboloma de milho tratado com o inibidor de metilação do DNA e inoculado com BPCV. Este estudo será pioneiro na análise da regulação epigenética na interação de milho com BPCV. Esperamos encontrar marcadores epigenéticos e metabólicos para aplicação em screenings de cultivares quanto à associação com BPCVs que tragam maior impacto na produtividade.
  • Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro - RJ - Brasil
  • 22/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Climene Laura de Camargo

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • feira educativa com estudantes remanescentes quilombolas para promoção da saúde e prevenção de agravos
  • Objetivo: realizar uma feira educativa com estudantes remanescentes quilombolas para promoção da saúde e prevenção de agravos. Metodologia: Trata-se de uma intervenção realizada por meio de ações educativas que utilizará ações extensionistas. A feira educativa ocorrerá entre os meses de janeiro e dezembro de 2022 em duas escolas e nos quilombos de Ilha de maré, Salvador, Bahia, Brasil. A proposta tem como público-alvo crianças, adolescentes, seus familiares e membros da comunidade quilombola. A equipe executora do projeto consiste em professores das escolas municipal e estadual, membros da comunidade participantes das ações educativas, docentes e discentes da Escola de Enfermagem e da Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia, docentes e discentes da Ação Curricular em Comunidade e em Sociedade (ACCS), membros do Grupo de Estudos CRESCER - Atenção à saúde da criança e do adolescente. Resultados esperados: realizar atividades de educação em saúde para prevenção não farmacológica da COVID-19; estimular atividades artísticas com ênfase na prevenção e combate da violência (intolerância religiosa; bullying; violência sexual);; e realizar atividades de educação em saúde para prevenção da obesidade em crianças e adolescentes quilombolas. O presente projeto está em conformidade com o Programa Saúde na Escola e colabora para o alcance dos seus objetivos, mas também contribui para o alcance da Política de Promoção da Igualdade Racial, da Política Nacional de Saúde Integral de Saúde de População Negra, Estatuto da Criança e do Adolescente. Assim, a relevância deste projeto está na possibilidade de agregar a equipe multiprofissional e interdisciplinar na promoção da saúde e na prevenção de agravos entre crianças e adolescentes quilombolas, seus familiares e educadores. Com os resultados destas ações, vislumbramos dirimir as diferenças de atenção à saúde e difusão da educação em saúde no enfrentamento às condições vulnerabilizantes.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 08/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Clistenes Williams Araujo do Nascimento

Ciências Agrárias

Agronomia
  • avaliando contaminação de solos e sedimentos e riscos à saúde humana no nordeste do brasil
  • A contaminação de solos e sedimentos é um sério problema que requer avaliação dos riscos à saúde humana, monitoramento e, sempre que técnica e economicamente viável, remediação. Nosso Grupo de Pesquisa em Química Ambiental de Solos da UFRPE (instituição sede/executora da presente proposta) tem estudado há 20 anos impactos ambientais causados por atividades agrícolas e industriais no Nordeste do Brasil. Na presente proposta, formaremos uma rede de pesquisa com UFRPE, UFPI, UFRB e UFRN para um projeto "guarda-chuva" que se desdobra em três projetos que visam estudar três áreas ambientalmente impactadas na região Nordeste. No subprojeto 1, avaliaremos a contaminação de Pb, Cd, As e Zn em Santo Amaro (BA) decorrente da disposição inadequada de resíduos de uma planta de chumbo abandonada, estimando a extensão da contaminação dos solos e a variação espacial e alcance da contaminação. Para o subprojeto 2, a contaminação de Hg em solos e sedimentos em uma área de manguezal em Goiana (PE) afetada por uma indústria de soda-cloro será estudada, com foco no impacto de alterações do solo do estuário sobre a disponibilização de Hg e sua distribuição em compartimentos ambientais (solo, água e sedimento) e matrizes biológicas (plâncton, vegetação e crustáceos), além do uso destas matrizes como indicadores biológicos para predição da poluição por Hg. Por fim, o subprojeto 3 quantificará o fluxo de metais pesados e HPAs (Hidrocarbonetos Policíclicos Aromáticos) na bacia hidrográfica do rio Ipojuca (PE), a qual foi afetada por derramamento de petróleo e está circundada por diversas atividades agrícolas e industriais. Todos os subprojetos terão como foco comum avaliar o risco à saúde humana desses ambientes, entender a biogeoquímica dos contaminantes e propor atividades de monitoramento e estratégias de remediação como produtos dos estudos, contribuindo sobremaneira para o entendimento e minimização dos impactos ambientais, ecológicos e humanos nas áreas estudadas.
  • Universidade Federal Rural de Pernambuco - PE - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Clodomir Cordeiro de Matos Júnior

Ciências Humanas

Sociologia
  • coletivos criminais no nordeste brasileiro: cartografias de suas presenças, ações e enfrentamentos no maranhão, ceará e piauí (2010-2020).
  • As transições democráticas na América Latina no século passado alimentaram a esperança de que o fim das ditaduras instaladas na região fosse acompanhado pela consolidação do Estado de Direito nesses países. Analisando o crime e a violência na história brasileira, Zaluar (2004) considera que inflexões significativas transformaram esses fenômenos no final dos anos 1980 e início dos 90, tais como o surgimento de coletivos prisionais e a organização transnacional dos cartéis de drogas e mercadorias ilegais. Durante as décadas seguintes uma nova forma de articulação coletiva no “mundo do crime” (RAMALHO, 1979) espraia-se, como modelo a ser seguido, para diferentes estados do país, estimulando alterações sensíveis nas dinâmicas do crime e da violência no Brasil (NUNES; MANSO, 2017). Frente a essas mudanças e transformações, o presente projeto pretende, por um lado, explorar e compreender de uma perspectiva comparada os diferentes processos de emergência e estratégias de atuação de coletivos criminais, as chamadas “facções” e/ou “comandos”, nos estados nordestinos do Maranhão, Ceará e Piauí na última década (2011-2021), e, por outro, identificar e analisar as respostas estatais planejadas e executadas no enfrentamento desses sujeitos nesse período. Buscando contemplar esses objetivos, a pesquisa será realizada através de momentos interligados e complementares. Nessa perspectiva, a pesquisa será composta por momentos que privilegiam análises bibliográficas, midiáticas, estatísticas e documentais, capazes de contemplar as questões envolvidas no desenho de uma cartografia dos coletivos criminais e respostas estatais elaboradas diante desse fenômeno, e por momentos de campo, que privilegiarão dinâmicas, sujeitos e narrativas capazes de qualificar nossa compreensão acerca dessas experiências. Como um dos produtos do projeto, desenvolveremos um site onde ficarão disponíveis os resultados e a cartografia esboçada durante a pesquisa.
  • Universidade Federal do Maranhão - MA - Brasil
  • 18/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Clodomiro Alves Junior

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • modificação de superfícies de titânio por plasma frio atmosférico para aplicações biomédicas
  • Nas últimas décadas têm-se observado um forte crescimento do uso de plasma como fonte energética na modificação de superfícies. Apesar desse amplo desenvolvimento, a maioria das técnicas são operadas em baixas pressões. O processamento de baixa pressão é muito caro devido aos altos custos de equipamentes e componentes de vácuo, manutenção e necessidade de câmeras dimensionalmente compatíveis com a peça a ser tratada. O tratamento de superfície com plasma frio atmosférico (PFA) é um processo de baixo custo, pouca manutenção e grande facilidade operacional, com resultados muito promissores na área biomédica. No presente projeto proprõe-se investigar sistematcamente o efeito do PFA quando aplicado em superfícies de titânio. Serão investigados três técnicas distintas utilizando o PFA, a saber: (i) PFA em amostra não embaladas; (ii) PFA em amostras embaladas e (iii) PFA em amostras aquecidas (PFA-TA). No primeiro caso as amostras serão expostas ao PFA com a superfície descoberta. No segundo caso as amostras serão embaladas em sacos de polietileno e depois expostas ao plasma. No terceiro e último caso, as amostras serão aquecidas entre 200 oC e 400 oC durante a exposição ao PFA. Espera-se obter, assim, superfícies de titânio biocompatíveis, antimicrobianas, por um processo de baixo custo, fácil operação e, em alguns casos, poderem ser processadas ainda lacradas, reduzindo riscos de infecção no ato cirúrgico. Este último resultado já foi observado pela nossa equipe e será sistematizado no presente trabalho. Os melhores resultados, in vitro, obtidos em cada técnica, serão utilizados na tratamento de implantes para ensaio in vivo.
  • Universidade Federal Rural do Semi-Árido - RN - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Clóves Cabreira Jobim

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • apoio à formação de doutores em áreas estratégicas na universidade estadual de maringá
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Estadual de Maringá - PR - Brasil
  • 10/01/2020-10/01/2025
Foto de perfil

Cristiana Costa da Rocha

Ciências Humanas

História
  • fronteiras em movimento: terra, trabalho e deslocamentos no meio norte e amazônia oriental (1970-2000)
  • Abordamos a fronteira em movimento,conflitos por terra e deslocamentos de trabalhadores/as rurais entre o Meio Norte e a Amazônia Oriental entre 1970 e 2000, considerando possibilidades de acesso à terra por essas populações, experiências nos mundos do trabalho e estratégias acionadas na luta pela terra em espaços de fronteiras, tomados, conforme Martins (2014) como caldeirão cultural, zonas de conflito onde sujeitos são submetidos a condições de desumanização. No Piauí, enfocamos deslocamentos de trabalhadores das Matas de Carnaubais a partir de redes de aviamentos e cadeias de exploração, que se configuram como trabalho escravo. No Maranhão, enfatizamos o Médio Mearim e o Pindaré, historicamente áreas de intenso fluxo migratório de trabalhadores rurais nordestinos e maranhenses e, no recorte temporal adotado, se constituem em espaços de incidência de conflitos e deslocamento. Na Amazônia Oriental, abordamos o nordeste, sul e sudeste do estado do Pará, local de grande fluxo migratório com a abertura de estradas de acesso à região nos fim dos anos 1960 e início dos anos 1970 e de intensa propaganda durante a Ditadura Militar que propala a ideia da Amazônia como espaço vazio.O recorte temporal perpassa a criação da Comissão Pastoral da Terra (CPT), a discussão do I Plano Nacional de Reforma Agrária e da Constituinte, o ressurgimento e a consolidação dos movimentos sociais do campo, no qual as categorias de auto identificação dos envolvidos se transmuta de posseiro a sem-terra (PEREIRA, 2015) e as situações de trabalho forçado/escravo assumem ampla repercussão em instâncias nacionais e internacionais. Estudar formas de trabalho rural, considerando exploração, precarização e escravização, implica considerar a complexidade da mercantilização da força de trabalho, segundo Marcel van der Linden (2013), o capitalismo apresenta uma variedade de relações de trabalho em que o sujeito, mesmo assalariado, é fisicamente forçado a permanecer no trabalho.
  • Universidade Estadual do Piauí - PI - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Cristiana Maria Toscano

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • modelagem da dinâmica de transmissão do sars-cov-2 no brasil: ciência em tempo real para subsidiar gestores na tomada de decisão baseada em evidências
  • No atual cenário global da pandemia causada pelo novo coronavirus (SARS-CoV 2), medidas de saúde pública são fundamentais para se retardar a transmissão e a propagação do virus e mitigar seus impactos. As medidas de distanciamento social têm o potencial de reduzir o número de eventos em determinado periodo de tempo, e ao reduzir o pico epidêmico da doença, permite ao sistema de saúde absorver a demanda esperada dos serviços de saúde incluindo na atenção primária, secundária e terciária. Estimativas geradas por modelagem dinâmica de transmissão do SARS-CoV-2, realizadas em tempo real e considerando dados e realidades locais são fundamentais para subsidiar gestores nas tomadas de decisão de saúde baseadas em evidências durante a pandemia de COVID-19. Trabalhando em rede com um grupo multidisciplinar de pequisadores que já atuam em contato estreito com gestores de saúde, e incluindo a participação de pesquisadores atualmente atuando no alto nível de gestão de saúde pública do nível municipal e estadual, este projeto propõe o desenvolvimento de modelos compartimentais clássicos da classe SIR, modelo de simulação baseado no indivíduo (Individual-Based Model; IBM), e modelo metapopulacional, para avaliar a expansão da Covid-19 e os impactos estimados no sistema de saúde, em UFs selecionadas e no Brasil como um todo. Serão considerados compartimentos específicos para número de indivíduos hospitalizados em leitos convencionais e em leitos de UTI utilizados a cada momento do tempo. As projeções serão realizadas em diversos momentos ao longo do tempo, considerando as particularidades de cada local quanto às caracterizações epidemiológicas e implementação das medidas de distanciamento social. Serão considerados o curto (30 dias) e longo (90 dias) prazo. Serão mapeadas as diferentes medidas não-farmacológicas de distanciamento social adotadas pelas diferentes unidades federativas do Brasil assim como a oportunidade temporal da implementação das mesmas. Para a projeção e estimativas de casos no futuro, serão considerados diversos cenários, considerando a implementação e possíveis alternativas de flexibilização das medidas de distanciamento social, ao longo do tempo, por UF, considerando grupos etários, setores da economia, entre outras possíveis categorias. Considerando uma gama ampla de modelos de diferentes complexidades, considerando sua estrutura e dados epidemiológicos requeridos para sua parametrização, o desenvolvimento de modelos complementares de diferentes complexidades e sua aplicação por uma rede de pesquisadores atuando em modelagem e com contato próximo aos gestores de saúde será fundamental para as tomadas de decisão em saúde nos próximos meses. Objetivo geral: Estimar a transmissão do SARS-COV-2 na população considerando diferentes tipos de modelos e modelar cenários alternativos ao longo do tempo, afim de subsidiar gestores de saúde para a tomada de decisão baseada em evidências
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 16/07/2020-15/09/2022
Foto de perfil

Cristiana Mercuri de Almeida Bastos

Ciências Sociais Aplicadas

Serviço Social
  • questão social em salvador: determinação social e saúde
  • A questão social – concebida como vinculada à sociabilidade burguesa e se expressa no conjunto das condições de vida da classe trabalhadora e em seus desdobramentos sociopolíticos – consolidou-se como eixo ordenador da formação profissional e como objeto do trabalho em Serviço Social no Brasil. Não obstante, há uma rica polêmica que também marca a produção de conhecimento acadêmico-científico na área. No entanto, considerando as múltiplas determinações da questão social e suas particularidades históricas, político-econômicas e socioculturais, urge a necessidade da caracterização de suas expressões concretas no cotidiano do trabalho de assistentes sociais e a elucidação de mediações que permitam oferecer subsídios, com maior celeridade, à formação e à ação profissionais para que tenham a efetividade política e técnica almejada em nosso projeto ético-político. Esta investigação se propõe a construir uma caracterização das condições de saúde da população que reside em Salvador, circunscrita às morbidades e ao acesso da população aos serviços de atenção à saúde, com base em sistematizações e análises de dados disponíveis publicamente e, dentro do possível, organizada pelos doze distritos sanitários do município. Supõe-se que compreender a dimensão da questão social, expressa no perfil de saúde-doença dos trabalhadores e trabalhadoras de Salvador e as possibilidades de acesso aos serviços fundamentais à sua reprodução social – especialmente, em tempos de crise econômica e sanitária – implica compreender a dinâmica social e a história em seu movimento contraditório. Assim, a abordagem proposta exige a reconstituição da história socioeconômica, político-cultural e sanitária desse município e assume como marco temporal o período do movimento da Reforma Sanitária e do processo de construção e estabelecimento no Sistema Único de Saúde em Salvador.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Cristiane Aparecida Menezes de Pádua

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • estratégias para aumentar a testagem para hiv entre homens que fazem sexo com homens e travestis e mulheres trans: uma revisão integrativa
  • A realização periódica do teste para diagnóstico do HIV tem papel de destaque como estratégia de prevenção em resposta à epidemia de HIV/aids, especialmente entre homens que fazem sexo com homens (HSH) e tranvestis e mulheres trans, desproporcionalmente afetadas pela infecção. Estratégias para ampliar a testagem são direcionadas principalmente às populações-chave, que devem ser captadas a partir de locais de sociabilidade e redes de interação sexual, domicílios e organizações não-governamentais. Dessa forma, o teste rápido consiste em tecnologia promissora para ser utilizada por pessoas com maior vulnerabilidade ao risco de contrair HIV. Apesar do crescente número de publicações sobre o emprego de diferentes estratégias de testagem, faz-se necessária a realização de estudos que avaliem de forma crítica e abrangente as evidências disponíveis na literatura, visando selecionar aquelas mais eficazes/efetivas que melhor se adequem à realidade brasileira. Neste contexto, o presente estudo propõe uma revisão integrativa para responder a pergunta “Quais são as estratégias de intervenção mais eficazes/efetivas para aumentar a realização de teste rápido e convencional para HIV entre travestis e mulheres transexuais e entre HSH?”. O evento primário será definido como o aumento do percentual de testagem rápida e/ou convencional para HIV após estratégia(s) de intervenção(s). Serão considerados eventos secundários a regularidade da testagem convencional / rápida; a busca ou retorno aos serviços de saúde para confirmação do diagnóstico (resultado reagente); positividade para o HIV.Serão utilizadas bases de dados relevantes na área e a estratégia de busca será elaborada de forma a permitir uma busca com elevada sensibilidade (combinação de termos livres e indexados, sem restrição de idioma ou período de publicação). Estudos clínicos randomizados, ensaios clínicos controlados não randomizados, estudos quasi-experimentais (do tipo "antes" e "depois") e estudos longitudinais observacionais serão considerados. Instrumentos para coleta de dados serão construídos e previamente testados em estudo piloto. As etapas de seleção dos estudos e extração dos dados dos estudos elegíveis serão realizadas de forma independente por dois pesquisadores treinados e as discordâncias serão avaliadas por um terceiro pesquisador. O grau de concordância entre os dois pesquisadores, será mensurado por meio do Coeficiente Kappa, com intervalo de confiança de 95% e as discordâncias serão resolvidas por consenso. Softwares especializados serão utilizados para o manejo e análise de resultados. Os resultados serão descritos de forma narrativa e compilados em tabelas. Se aplicável, as mensurações dos eventos primário e secundários serão estratificadas de acordo com o desenho dos estudos, a população estudada e o tipo de teste realizado. Espera-se que este estudo deverá trazer importantes contribuições para o planejamento de novas políticas públicas buscando ampliar a testagem rotineira e periódica para o HIV e outras infecções sexualmente transmissíveis nessas populações. Os produtos do trabalho serão divulgados por meio de publicações em periódicos científicos, apresentações de trabalhos em congressos, combinados a estratégias diversas de difusão de conhecimento, desenvolvidas por meio da parceria entre os membros da equipe.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 02/12/2019-31/12/2022
Foto de perfil

Cristiane Bahi dos Santos

Ciências Exatas e da Terra

Oceanografia
  • a assinatura sedimentar e paleoecologica das variacoes do nivel do mar preservadas na lagoa mirim desde o pleistoceno tardio ao holoceno: estudos multidisciplinares e integradores
  • O entendimento sobre as mudanças do volume oceânico durante os ciclos glaciais e interglaciais são imprescindíveis para diversas áreas da ciência, podendo auxiliar em estudos paleogeográficos, paleoecológicos, paleoclimáticos, paleontológicos e paleoevolutivos de áreas costeiras e marinhas mundiais. Drásticas mudanças ambientais tem sido relacionadas à extensas inundações de áreas costeiras ao redor do mundo, responsáveis pela modificação dos ecossistemas costeiros ao longo do tempo. Estudos recentes apontam que o afogamento da costa sul-brasileira foi iniciada pela inundação marinha no estágio isotópico marinho (MIS 2), que prolongou-se até o Máximo Transgressivo (MIS 1) durante o Holoceno. O preenchimento de sistemas vales e canais incisos servem de base para correlações regionais e globais das unidades estratigráficas relacionadas as mudanças na sedimentação em resposta as oscilações do nível do mar, representando a chave para as analises de estratigrafia de sequencias. Estima-se que a rápida taxa de deposição de sedimentos no interior de sistemas de vales incisos coincidam com os períodos de aceleração do nível do mar, estando relacionados com os maiores períodos de esfriamento global (documentados em idades aproximadas a 8.2 ka, a partir das análises de testemunhos de gelo na Groelândia e outras áreas da América do Norte). Apesar do fato de que o evento 8.2 ka é relativamente bem definido, os impactos de um período de drásticas mudanças ambientais e climáticas são escassas na costa sul-brasileira. Adicionalmente, tendo em vista a excelente oportunidade e disponibilidade de material, bem como a qualidade de informações levantadas na área de estudo, o objetivo desta proposta é o estudo multidisciplinar integrado aplicado na caracterização das associações de diatomáceas marinhas, estuarinas e dulciaquícolas fósseis depositados em sedimentos costeiros do maior complexo reservatório de água da América do Sul, bem como identificar a magnitude e os impactos da aceleração do nível o mar local e global preservados ao longo do sistema lagunar Patos-Mirim. O estudo será baseado em registros sísmicos de alta resolução de acervo e novos, furos de sondagem, análises geoquímicas, geocronológicos e micropaleontológicas para o conhecimento do ecossistema costeiro, bem como refinar os modelos paleoevolutivos existentes, além de fornecer modelos que possibilitem a utilização de microfósseis, especialmente diatomáceas, como ferramentas paleoecológicas.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-29/02/2024
Foto de perfil

Cristiane Bani Corrêa

Ciências da Saúde

Medicina
  • caracterização imunofenotípica e funcional de células da resposta imune inata e adaptativa de pacientes com leucemia linfoblástica aguda de células precursoras b
  • A Leucemia Linfoblástica Aguda de células precursoras B (LLAcpB) responde a cerca de 80% das LLAs, afetando principalmente crianças e adolescentes. Em LLA-B, alguns trabalhos mostram uma maior expressão de moléculas de checkpoint imunológico como TIM-3 e PD-1 em linfócitos T de pacientes com recaída. Também são descritas alterações na população neutrofílica, sugerindo possíveis defeitos na funcionalidade de células mieloides. Apesar das altas taxas de sobrevida, as recaídas em LLA-B afetam de 15-20% dos pacientes, com uma sobrevida global após recaída de 40-70%. Resultados promissores têm sido observados utilizando imunoterapias em pacientes LLAcpB refratários ou em recaída. No entanto, muitos pacientes não respondem essas imunoterapias, ficando clara a necessidade de abordagens que ao mesmo tempo direcionem uma resposta imune eficiente e inibam mecanismos de imunossupressão. Nossa hipótese é que a LLAcpB desencadeie alterações em populações imunológicas e no papel funcional de células da resposta imune inata e adaptativa. Tais alterações podem ser utilizadas como fatores de prognóstico para estratificação de risco e estratégias terapêuticas. Os resultados promissores recentemente observados em crianças e adolescentes em tratamento de LLAcpB com imunoterapias, como o Blinatumomab e células CAR-T, sugerem que a hipótese a ser investigada neste projeto seja plausível. Para responder à nossa hipótese serão coletadas amostras de medula óssea e sangue periférico de pacientes com LLAcpB com idade entre 0 a 18 anos, ao diagnóstico, durante e ao final do tratamento, além de amostras de recaída. Por citometria de fluxo será feita a caracterização imunofenotípica e funcional de células T, NK, neutrófilos, avaliando marcadores de exaustão, imunossenescência e ativação no microambiente medular leucêmico e no sangue periférico. Após essa etapa será feita a análise de correlação entre os perfis imunofenotípicos e funcionais com dados clínicos, prognósticos e resposta terapêutica
  • Universidade Federal de Sergipe - SE - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Cristiane Bauermann Leitão

Ciências da Saúde

Medicina
  • associação do diabetes mellitus e anormalidades metabólicas com morbimortalidade relacionada à infecção pelo sars-cov-2 em coortes de pacientes internados em hospitais de referência no estado do rio grande do sul
  • A COVID-19 (Coronavirus Disease-2019), doença causada pelo coronavírus SARS-CoV-2 (Severe Acute Respiratory Syndrome-Coronavirus-2), pode causar desde infecção assintomática até pneumonia viral grave com falência respiratória e morte. Idade mais avançada e a presença de comorbidades como diabetes (DM) e hipertensão arterial sistêmica (HAS) tem sido identificadas como fatores de risco para mortalidade. O DM e a hiperglicemia induzida por estresse causam maior suscetibilidade a infecções por prejuízo da função dos sistemas imunes celular e humoral, com desregulação de citocinas pró-inflamatórias e aumento de mortalidade na UTI. Não é ainda definido se a infecção pelo SARS-CoV-2, associada à fase inflamatória e de tempestade de citocinas, impacta nessa regulação na presença de hiperglicemia. Um modelo de estudo em que se possa acompanhar os pacientes com DM ou hiperglicemia por estresse com quadro grave de COVID-19, caracterizando-os sob o ponto de vista clínico, laboratorial, metabólico (composição corporal, incluindo avaliação de sarcopenia, controle glicêmico, perfil de citocinas e adipocinas), psiquiátrico (escalas de qualidade de vida e depressão), genético (polimorfismos nos genes ACE2 e DPP4), assim como suas complicações cardiovasculares e microvasculares durante a internação e em acompanhamento pós-alta, permitirá um melhor entendimento do impacto da COVID-19 em pacientes com DM. A elaboração de meta-análises consolidará uma melhor compreensão da relação do DM e da obesidade com a morbimortalidade relacionada ao COVID-19, assim como a elaboração de medidas que possam definir estratégias de prevenção e tratamento da doença. De forma geral, o projeto deve contribuir para formação de recursos humanos e auxiliar na definição de políticas públicas para a atenção dos pacientes com DM, hiperglicemia de estresse e obesidade durante o período de internação por SARS-CoV-2 e na reabilitação pós-alta hospitalar. Dessa forma, apresentamos abaixo os objetivos do presente projeto: Objetivo geral: Avaliar o impacto do diabetes mellitus e alterações metabólicas associadas em desfechos clínicos de pacientes com diagnóstico de SARS-CoV-2. Objetivos específicos: Objetivo 1: Avaliar se existe associação entre fatores de risco metabólicos (DM, obesidade, dislipidemia, HAS) e o desenvolvimento de infecção por SARS-CoV-2 e morbimortalidade associada, por meio de uma revisão sistemática com metanálise de estudos de coorte disponíveis. Objetivo 2: Avaliar o impacto do DM e da hiperglicemia induzida pelo estresse em uma coorte de pacientes com SARS-CoV-2 admitidos no HCPA e no HNSC com desfechos de morbimortalidade. Objetivo 3: Avaliar a associação entre polimorfismos nos genes ACE2 e DPP4 de uma coorte de pacientes com SARS-CoV-2 admitidos no HCPA e desfechos relacionados a morbimortalidade. Objetivo 4: Avaliar o impacto do DM e da hiperglicemia induzida pelo estresse em uma coorte de pacientes sobreviventes de infecção pelo SARS-CoV-2 em parâmetros de controle metabólico, composição corporal, complicações crônicas do DM, qualidade de vida e depressão após a alta hospitalar, com plano de reavaliações em 1, 3 e 6 meses. Metodologia Delineamento objetivo 1: Revisão sistemática com metanálise de acordo com recomendações do Preferred Reporting Items for Systematic reviews and Meta-Analyses (PRISMA) e o protocolo será registrado no sítio international prospective register of systematic reviews (PROSPERO). Delineamento demais objetivos: Coorte retrospectiva e prospectiva. Sujeitos da pesquisa: Pacientes adultos admitidos no HCPA e no HNSC, nas unidades de UTI e Internação Hospitalar com diagnóstico confirmado de SARS-CoV-2 por meio de PCR em tempo real de secreção de vias aéreas. Procedimentos: Serão coletados dados de prontuário eletrônico dos pacientes internados (coorte retrospectiva) e os demais serão coletados prospectivamente. Serão analisadas variáveis clínicas, como idade, sexo, motivo da admissão na UTI, controle de glicemia capilar, doses diárias e tipo de insulina utilizada, uso de medicamentos bloqueadores do sistema renina-angiotensina-aldosterona, presença de choque circulatório e necessidade de drogas vasoativas, desenvolvimento de infeção durante a internação e uso de corticosteroides e bloqueadores neuromusculares, insulina e esquemas de dieta. Também serão analisados parâmetros glicêmicos [frequência de hipoglicemia, variabilidade glicêmica e intervalo (gap) glicêmico] na admissão dos pacientes na UTI. As tomografias computadorizadas de tórax serão avaliadas por radiologista especialista em imagem do tórax e definidas como: típica de SARS-CoV-2, indeterminada, atípica para SARS-CoV-2, sem pneumonia. Os exames laboratoriais serão fornecidos pelo biobanco do HCPA (hemograma, creatinina, TGO, TGP, Gama-GT, albumina, ferritina, PCR-US, glicose, TSH, T4 livre, EQU, lactato, fibrinogênio, VSG) que está sendo estruturado para de estudos do SARS-CoV-2. Exames complementares específicos não oferecidos pelo biobanco serão dosados em amostras disponibilizadas pelo biobanco [citocinas plasmáticas (TNF, IL-1B, IL-6, IL-8, IL-10 e IL-17), vitamina D, HbA1c, cortisol e ACTH). Será solicitado ao biobanco uma amostra de DNA para a genotipagem dos polimorfismos de interesse. Considerações éticas: Este projeto será submetido ao Comitê de Ética do HCPA e do HNSC. O Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE) será aplicado em pacientes internados na enfermaria e se UTI serão submetidos a TCLE a posteriori . Todos os pesquisadores assinarão o Termo de Compromisso para Uso de Dados.
  • Hospital de Clínicas de Porto Alegre - RS - Brasil
  • 17/08/2020-16/09/2022
Foto de perfil

Cristiane Cardoso de Paula

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • tradução de conhecimentos na produção de tecnologia educativas promotoras de cuidado de crianças em risco de exposição ao hiv
  • Crianças se expõe ao risco da transmissão vertical pelo HIV se for amamentada por uma mulher soropositiva. Assim, há necessidade de profilaxia da transmissão vertical, pois não deve ser amamentada, o que pode gerar insegurança alimentar, especialmente para as populações economicamente mais vulneráveis. Evidenciou-se o problema da insegurança alimentar de crianças com risco de exposição ao HIV (51% n=167) pelo leite materno em estudo empírico já desenvolvido (Universal/2016 e PQ/2017), que apontou a necessidade de os familiares acessarem conhecimentos para garantir uma alimentação adequada. Sendo que os profissionais necessitam de ferramentas de acompanhamento da comunicação do diagnóstico. A hipótese é que tecnologias educativas promoverão a capacidade familiar e profissional para garantir informação qualificada relacionada a segurança alimentar e comunicação do diagnóstico. O conteúdo das tecnologias já desenvolvidas a partir de duas revisões sistemáticas será atualizado e conjugado às diretrizes internacionais e nacionais de manejo do HIV em crianças. A avaliação do uso destas tem sua plausibilidade em instrumentos validados que serão aplicados no estudo quase experimental, considerando os princípios éticos de acesso ao potencial benefício da tecnologia. A estratégia metodológica é ancorada na estratégia de tradução do conhecimento, em três etapas: 1) estudo de terceira geração para criação das tecnologias educativas (sistema móvel no formato de árvore de decisão orientativa disponível em webpage adaptada para tablet/smartphone) com equipe de pesquisadores, representantes de familiares e de profissionais, e técnicos (designer e programador); 2) estudo metodológico para validar internamente o conteúdo e aparência com experts; 3) estudo do tipo antes e depois para avaliar usabilidade e impacto na capacidade de cuidar da família e do profissional. Serão desenvolvidos seminários no serviço de saúde para minimizar barreiras do uso das tecnologias.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Cristiane Cominetti

Ciências da Saúde

Nutrição
  • marcadores genéticos amplos e respostas às intervenções nutricionais para controle da hipertensão arterial sistêmica no estudo multicêntrico nupress: ferramentas de bioinformática e inteligência artificial em nutrição de precisão
  • A Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS) é a principal causa de morte prematura no mundo e sofre influência importante de fatores genéticos. A terapia nutricional com modificação de hábitos alimentares constitui abordagem conceituada no controle da HAS. Diversas instituições de saúde preconizam esta abordagem para retardar o uso de medicamentos ou potencializar o efeito destes. Entretanto, observa-se que <20% dos pacientes mantêm os níveis pressóricos ideais. Esse cenário é potencialmente relacionado à influência genética nos mecanismos associados ao controle pressórico, e suscita a necessidade de compreender o papel de marcadores genéticos nas respostas a diferentes abordagens nutricionais, de forma a aumentar as chances de sucesso do tratamento e reduzir os riscos de comorbidades associadas. A hipótese é de que marcadores genéticos exercem influência no sucesso das abordagens nutricionais para controle da pressão arterial instituídas no estudo multicêntrico “Efetividade de uma estratégia NUtricional para controle PRESSórico em pacientes com hipertensão arterial sistêmica usuários do Sistema Único de Saúde (SUS)” (NUPRESS). Estudos de associação de genoma amplo e de meta-análises já observaram a associação de mais de mil polimorfismos genéticos com ocorrência ou agravamento da HAS, principalmente em populações europeias e asiáticas. Esses marcadores genéticos localizam-se em genes que atuam em diversos sistemas envolvidos no controle da pressão arterial, inclusive na sensibilidade a nutrientes. A avaliação de marcadores genéticos de pacientes do NUPRESS será realizada por meio de um painel de microarray que identifica mais de 800.000 variações genéticas, incluindo aquelas associadas ao perfil metabólico, à resposta à ingestão de nutrientes e a medicamentos, bem como a ancestralidade. Serão realizadas análises de bioinformática e de inteligência artificial para identificar interações complexas entre os marcadores genéticos e as respostas às intervenções nutricionais.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Cristiane Cunha Frota

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • estudo de epidemiologia molecular e diversidade genética de isolados de mycobacterium tuberculosis entre pessoas em situação de rua na regional i, fortaleza, ceará
  • A doença tuberculose (TB) infecta cerca de 1,7 bilhões da população mundial. O Brasil encontra-se entre os 30 países com mais casos no mundo. O estado do Ceará, no período de 2015 a 2019, diagnosticou 21.688 casos novos e 2.538 óbitos por TB. Fortaleza, capital do Ceará, apresentou 2.102 casos novos em 2019. A “regional administrativa I” apresenta as maiores frequências de casos de TB, sendo relacionada com edificações precárias, antigas e de grande porte, com alta densidade populacional e de baixo nível socioeconômico, incluindo pessoas em situação de rua. A alta incidência de TB em Fortaleza combinada com baixas taxas de exames nos contatos de casos, altas taxas de abandono do tratamento e baixas taxas de cura, sugerem que a carga da doença na cidade não diminuirá sem melhores estratégias de prevenção e controle. Este estudo tem como principal objetivo entender a dinâmica da transmissão da TB nos casos de pessoas em situação de rua e dos casos na população residente da “regional administrativa I” de Fortaleza o qual é caracterizada por altas taxas de TB. Serão empregadas as seguintes estratégias metodológicas: uso de questionário estruturados, identificação das mutações associadas com resistência aos fármacos rifampicina e isoniazida, genotipagem molecular (incluindo casos de TB em pessoas em situação de rua e na população residente da mesma regional) por MIRU-VNTR, spoligotyping, análise por sequenciamento genômico completo, análise espacial por georreferenciamento e criação de uma rede de transmissão com as informações obtidas. O presente estudo, em coerência com a formação de recursos humanos (doutorando e mestrando), empregará metodologias provenientes de diferentes áreas do conhecimento científico que pretendem responder questões sobre fatores socioeconômico-demográfico-culturais, espaciais e genotípicos associados a dinâmica da transmissão da TB e que possam sugerir propostas para a prevenção da transmissão.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Cristiane da Silva Cabral

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • sociabilidade juvenil, práticas sexuais e proteção à saúde: desafios para a prevenção do hiv/aids em jovens da era digital
  • A proposta deste estudo é compreender, após quase quatro décadas da eclosão da epidemia de HIV/Aids, como se dão as formas de sociabilidade juvenil no atual cenário das relações mediadas pelas redes sociais e como elas se associam a momentos de vulnerabilidade dos jovens de 16 a 24 anos em relação à possível infecção por HIV e outras ISTs. Este é o cenário mais amplo que enquadra concepções, atitudes, práticas e representações no que tange à percepção de risco de infecção por HIV e outras ISTs e, portanto, às possíveis estratégias e comportamentos de prevenção para os eventos decorrentes do exercício da sexualidade. Trata-se de um estudo socioantropológico, multicêntrico e de cariz qualitativo, com realização de 200 entrevistas em profundidade, junto a mulheres e homens, com idade entre 16 e 24 anos, e observações etnográficas em espaços de sociabilidade juvenil. Serão abordados moças e rapazes de distintas inserções sociais e moradores de diferentes regiões do país, compondo um conjunto de jovens social e cuturalmente diversidicado, em termos étnico-raciais, de classe social, com práticas sexuais diversas, em territórios urbanos e do interior do país que possuem marcas distintas e acesso diferencial às tecnologias digitais, serviços de saúde e educação. Esse universo empírico permitirá a compreensão das lógicas subjacentes à adoção (ou não) de práticas de prevenção à saúde em determinados contextos, bem como a construção de evidências científicas capazes de subsidiar o delineamento de políticas públicas e ações/estratégias de prevenção que sejam, de fato, sensíveis e eficazes para segmentos populacionais específicos.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 03/02/2020-28/02/2023
Foto de perfil

Cristiane de Assis Portela

Ciências Humanas

História
  • labhis_experimental: ensino de história a partir de metodologias investigativas e pluriepistêmicas
  • Este projeto propõe realizar pesquisas sobre o ensino e as aprendizagens históricas, a partir de metodologias investigativas e pluriepistêmicas. Por pluriepistemologias, entendemos abordagens que privilegiam os saberes elaborados por sujeitos e coletivos que historicamente foram colocados à margem dos sistemas de conhecimento considerados legítimos pela ciência ocidental moderna. Especificamente, nos interessa tratar a história do Brasil, atentas às narrativas produzidas por povos indígenas, quilombolas, sujeitos de outras comunidades tradicionais e coletivos educadores informais ou não-formais. As leis 10639/2003 e 11645/2008 e as diretrizes para educação indígena, quilombola e do campo, foram conquistas importantes, mas ainda nos preocupa uma leitura conteudista, etapista e eurocentrada, mesmo ao tratar temas da história africana, afro-brasileira e indígena. Grande parte dessas demandas envolvem a formação de professores, a produção de materiais didáticos e de produtos de divulgação histórica que possibilitem reconhecer narrativas contra-hegemônicas. Experiências de história local têm dado mostras de seu potencial para lidar com questões relativas à pluralidade de sujeitos, narrativas e temas. Propomos a construção de um laboratório de pesquisa colaborativa em que atuem pesquisadores de origem comunitária e coletivos educadores em três localidades bastante distintas entre si: Distrito Federal, Jataí-GO e Uberlândia-MG. No que se refere à metodologia, nos orientamos pelo uso de fontes documentais em sala de aula. Entende-se por metodologias investigativas aquelas que associam a pesquisa histórica a estratégias didáticas em que se apresenta “um caso” associado a uma problematização, em que as fontes documentais se convertem em pistas e os problemas de pesquisa em trilhas investigativas, assim, os procedimentos próprios da produção historiográfica são mobilizados como ferramentas para a construção do conhecimento, desde a escola e para públicos mais amplos.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Cristiane Flora Villarreal

Ciências Biológicas

Farmacologia
  • potencial de probióticos isolados de fontes não convencionais para o controle da neuropatia diabética
  • O diabetes mellitus é uma doença metabólica cujo tratamento é um grande desafio da medicina contemporânea devido à sua alta prevalência e às diversas complicações decorrentes da hiperglicemia. A neuropatia sensorial, uma complicação frequente do diabetes, está associada a dor crônica intensa, amputação de membros e alta morbimortalidade devido à falta de tratamentos eficazes. Os probióticos promovem efeitos terapêuticos validados em pacientes diabéticos, incluindo o equilíbrio da glicemia e das taxas metabólicas. Como também regulam importantes mecanismos fisiopatológicos da dor neuropática, os probióticos têm potencial terapêutico na neuropatia diabética. No entanto, a maioria dos probióticos têm como fonte produtos lácteos, o que é inconveniente considerando as taxas crescentes de intolerância à lactose na população. Para superar essa barreira, fontes alternativas de microrganismos precisam ser exploradas. Este trabalho investigará o potencial terapêutico de Apilactobacillus kunkeei, um probiótico isolado do trato digestório de abelhas, na neuropatia diabética experimental. Desde 2018, a apiterapia faz parte das Práticas Integrativas e Complementares do SUS em reconhecimento à relevância dos apiterapêuticos para a saúde pública no Brasil. Validar o potencial terapêutico do A. kunkeei poderá beneficiar pacientes com intolerância à frutose ou lactose e contribuir para a inovação tecnológica no Brasil, que possui o maior mercado de probióticos da América Latina. A hipótese desse trabalho é que a suplementação com A. kunkeei produz efeito terapêutico na neuropatia diabética. Para investigar tal questão os efeitos da suplementação diária com A. kunkeei serão investigados sobre parâmetros comportamentais, bioquímicos e moleculares, na neuropatia dolorosa diabética induzida por streptozotocina em camundongos. A relação de dose-dependência, eficácia, duração do efeito e perfil modificador da doença, serão investigados e comparados ao tratamento farmacológico padrão-ouro.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Cristiane Maria Ribeiro

Ciências Humanas

Educação
  • educação para as relações étnico-raciais nos cursos de formação de professores do instituto federal goiano- campus urutaí: realidade e possibilidades
  • O objetivo da pesquisa é identificar o tratamento dado à Educação para as Relações étnico-raciais nos cursos de Formação de Professores do Instituto Federal Goiano Campus Urutaí. Optando por uma abordagem qualitativa tendo como principal fonte de coleta de dados a análise documental e entrevista por meio do questionário semi-estruturado. Através da análise documental espera-se encontrar nas normativas da instituição o tratamento dados à diversidade étnico-racial e para tanto serão analisados os Planos de Desenvolvimento Estratégico da Instituição, os Projetos Pedagógicos dos Cursos de Licenciaturas e os Planos de Ensino do período de 2008-2020 As entrevistas serão realizadas com os professores e alunos dos cursos de licenciatura do Instituto Federal Goiano- Campus Urutaí. A fim de verificar se essa temática é abordada nas disciplinas dos nos cursos e qual a o percepção do impactos destas disciplinas terão na sua vida profissional destes dois grupos, se as disciplinas são obrigatórias ou optativas, quem são os docentes e qual a formação destes se estão em consonância com a literatura especializada. Nossa hipótese é a de que encontraremos um flagrante invisibilidade da temática na formação dos professores ofertadas pela instituição e de que é necessário um processo de intervenção e revisão das normativas e projetos curriculares da instituição.
  • Instituto Federal Goiano - GO - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Cristiane Pizzutti dos Santos

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • os efeitos da advocacia socio-política corporativa no engajamento do consumidor
  • Sintonizadas com as expectativas dos consumidores sobre empresas se posicionarem em questões sociais e políticas, têm crescido o número de empresas que se posicionam sobre questões controversas na sociedade atual (Sibai et al, 2021). O movimento conhecido como “advocacia social corporativa” (ou ativismo de marca) baseia-se na ideia de que as empresas têm responsabilidade para com a sociedade em geral (Korschun et al., 20204), influenciando opiniões públicas (Chatterji e Toffel, 2016) e mudando opiniões e comportamentos de suas partes interessadas (Eilert e Cherup, 2020) por meio de seu posicionamento a favor de uma causa. Nesse contexto, apenas Parcha e Westerman (2020) relatam a habilidade das empresas de mudar opiniões individuais sobre assuntos sociais controversos (como o casamento gay). Além disso, o posicionamento sociopolítico corporativo também busca atender metas corporativas (Bhagwat et al, 2020); nesse quesito, estudos indicam achados diversos, sendo ainda incompreendido se posicionar-se sobre causas controversas é ou não uma estratégia valiosa do ponto de vista das reações do consumidor (Mukherjee e Althuizen, 2020). Em razão dessa lacuna teórica, esse projeto busca compreender “Qual o impacto do posicionamento sociopolítico corporativo no engajamento do consumidor?”, de maneira a explorar os efeitos de uma declaração corporativa sobre uma questão social controversa no engajamento de indivíduos (aspectos afetivos, cognitivos e comportamentais) em relação à causa e à empresa. Consumidores engajados têm maiores intenções de compra e de boca-a-boca positivo, impactando, assim, no desempenho da empresa (Santini et al 2020). Para responder essa questão, será usado o método experimental, de forma a analisar o efeito do posicionamento da marca no engajamento do consumidor, levando em consideração o envolvimento prévio com a empresa, o alinhamento com a causa defendida, e outras variáveis que podem moderar esse efeito, como congruência entre empresa e causa.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 11/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Cristiane Rodrigues Pedroni

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • efeitos da estimulação bilateral do nervo tibial com diferentes correntes de baixa e média frequência em mulheres com incontinência urinária de urgência: ensaio clínico randomizado
  • Neuromodulação vesical por meio da estimulação elétrica transcutânea do nervo tibial é uma das modalidades terapêuticas mais utilizadas em mulheres com incontinência urinária de urgência, porém não existe consenso na literatura a respeito da melhor modalidade de eletroestimulação para esta finalidade. Embora a maioria dos estudos relatem a estimulação unilateral do nervo tibial, a aplicação bilateral necessita de investigação adicional, e embora a estimulação elétrica com parâmetros de baixa frequência e baixa duração de pulso seja a mais difundida, correntes de média frequência têm sido cada vez mais utilizadas em outras áreas a fim de permitir maior penetração da corrente e maior conforto. Assim, estudos que avaliem a efetividade da aplicação bilateral e de outras modalidades de correntes são necessários para a melhor compreensão a respeito do uso da eletroterapia na incontinência urinária de urgência. Este projeto trata-se de um ensaio clínico randomizado, com avaliadores e estatístico cego. Serão avaliadas mulheres incontinentes mediante protocolo de anamnese e tratamento que inclui coleta de dados pessoais e clínicos, questionários específicos para incontinência urinária, qualidade de vida e avaliação física do assoalho pélvico. As avaliações ocorrerão no primeiro, décimo e vigésimo dia de intervenção e as participantes estarão alocadas de forma aleatorizada em um dos quatro grupos, dois com TENS de baixa frequência, um deles utilizado como padrão ouro da área, e dois com correntes de média frequência. Todas receberão estimulação elétrica do nervo tibial por 30 minutos, bilateralmente, por 20 sessões de 2 a 3 vezes por semana. A hipótese do estudo é que a aplicação bilateral e as correntes de média frequência sejam superiores aos dados existentes na literatura no que se refere ao tempo de resposta ao tratamento e magnitude dos efeitos positivos, haja vista a maior quantidade estímulos direcionados a promover a neuromodulação vesical.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 09/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Cristiane Silva Silveira

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • avaliação comparativa de extratos de curcuma longa para desenvolvimento de droga vegetal.
  • O câncer é uma doença que se caracteriza pelo crescimento desordenado de células que sofreram mutação e que possuem alta capacidade invasiva, e hoje é considerado uma das principais causas de mortes em países desenvolvidos e em desenvolvimento e a segunda causa de morte no Brasil. Novas estratégias terapêuticas vêm sendo adotadas no tratamento do câncer e, dentre os agentes que apresentam propriedades antitumorais, pode-se citar a Curcuma longa L., que é rica em curcuminóides (principalmente curcumina) responsáveis pelas propriedades farmacológicas dessa espécie. Sabe-se que fatores exógenos e/ou endógenos podem influenciar no metabolismo secundário das plantas. A curcumina é um metabólito secundário e foi alvo de um significativo número de investigações cientificas quanto à atividade antitumoral. Alguns desses trabalhos tiveram o objetivo de avaliar a qualidade do material vegetal e das substâncias bioativas em diferentes locais de produção, em países onde é observada a falta de padronização do material enviado à indústria farmacêutica e de alimentos, o que pode representar um obstáculo para a padronização do insumo farmacêutico e um gargalo para a garantia da qualidade. Este projeto visa adquirir rizomas de Curcuma longa, provenientes de plantios comerciais, produtores de mudas ou plantios não comerciais de diferentes ecossistemas do território nacional para processamento com o objetivo de produção de extratos que passarão por caracterização quantitativa e qualitativa dos principais curcuminóides. As amostras de cúrcuma também passarão previamente pelos processos de determinação botânica, caracterização de qualidade vegetal, propagação de mudas e introdução na Coleção de Plantas Medicinais da PAF. Dessa forma, o projeto pretende contribuir para oferecer subsídios à pesquisa sobre a correlação entre as regiões e condições de cultivo, o processamento e a qualidade do extrato obtido, otimizando a obtenção de substâncias ativas para o tratamento do câncer.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 23/06/2022-30/06/2024
Foto de perfil

Cristiani Vieira Machado

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • relações público-privadas nos sistemas de saúde da américa latina: dinâmicas, características e implicações para as desigualdades em saúde
  • Nas últimas décadas, países da América Latina expandiram a cobertura dos serviços de saúde, com resultados sanitários positivos. Porém, em vários casos, observou-se a expansão do setor privado na saúde, sob incentivo do Estado e associada a novas dinâmicas empresariais, com persistência ou agravamento da segmentação e das desigualdades em saúde. O projeto terá o objetivo geral de analisar as relações público-privadas em saúde em países latino-americanos de 1990 a 2021, considerando suas dinâmicas, características e implicações para as desigualdades em saúde. Em 2020-2021, as repercussões da pandemia de COVID-19 sobre as desigualdades serão consideradas. O referencial analítico se baseará na economia política da proteção social e na abordagem de análise histórico-comparada de políticas e sistemas de saúde. Será realizado um estudo em diferentes escalas e com casos múltiplos, tendo em vista a complexidade do problema. O plano internacional será analisado a partir de revisão da literatura e de documentos sobre relações público-privadas e desigualdades nos sistemas de saúde. O plano regional compreenderá análise da literatura, documentos e dados secundários sobre sistemas de saúde na América Latina. O plano nacional envolverá o estudo comparado de cinco países populosos - Brasil, Argentina, Chile, Colômbia e México – marcados por economias dinâmicas e desigualdades sociais, cujas reformas dos sistemas de saúde nas últimas décadas alteraram as relações público-privadas em saúde. Finalmente, o plano local será estudado por meio da seleção de três “cidades globais” localizadas nesses países: Rio de Janeiro, Buenos Aires e Cidade do México. A escolha dessas cidades se deve à sua importância no plano internacional e nacional em termos econômicos, populacionais e sociais e ao fato de concentrarem expressiva e diversificada oferta de serviços de saúde, sendo lócus privilegiado para explorar as relações público-privadas e suas implicações para as desigualdades em saúde
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Cristianini Trescastro Bergue

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • contribuição à paleoecologia e evolução dos ostracodes das formações serra alta e teresina, bacia do paraná
  • Ostracodes são microcrustáceos aquáticos com amplo e diversificado registro fóssil que habitam ambientes marinhos e não-marinhos. Os ostracodes possuem aplicabilidade para caracterização de paleoambientes bem como considerável potencial bioestratigráfico, especialmente em depósitos não-marinhos. A maior parte dos conhecimento sobre ostracodes fósseis no Brasil, contudo, refere-se a assembleias mesozoicas e cenozoicas. Poucos trabalhos foram publicados até o momento sobre ostracodes paleozoicos em nosso país. O limitado conhecimento sobre esses fósseis impõe restrições a sua aplicação para caracterização ambiental e datação (bioestratigrafia). O projeto aqui submetido para análise propõe aprofundar o conhecimento sobre os ostracodes do Grupo Passa Dois, Bacia do Paraná, mais especificamente das formações Serra Alta e Teresina. Estudos anteriores envolvendo não apenas ostracodes, mas outros grupos fósseis, indicam que essas rochas registram paleoambientes marginais marinhos diversos (plataforma interna, estuários, lagunas etc.). Os ostracodes, devido à sensibilidade ambiental que possuem a salinidade, são potenciais indicadores ambientais para esses depósitos. Além, disso, a diversidade e abundância observada em um gênero (Velatomorpha) indica potencial bioestratigráfico. A descrição de um dos mais antigos registro de predação em carapaças de ostracodes, é outro indicador da importância destes fósseis ao conhecimento das interações ecológicas dos ostracodes. O projeto aqui proposto, portanto, visa investigar variações de abundância e diversidade em assembleias de ostracodes provenientes de afloramentos e testemunhos nos estados de São Paulo e Paraná, contribuindo para o conhecimento da evolução sedimentar do Grupo Passa Dois e sua paleontologia.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 04/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Cristiano André da Costa

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • um modelo inteligente de acompanhamento contínuo da evolução clínica de pacientes com síndrome pós-covid no âmbito do minhasaúdedigital
  • A síndrome pós-COVID-19, caracterizada por sintomas persistentes e sequelas tardias, afeta cerca de 14% dos pacientes pós infecção aguda com SARS-CoV-2, independente se esta tenha sido assintomática ou grave. O objetivo do projeto é integrar através de modelos de aprendizado profundo dados destes pacientes a fim de traçar um perfil preditivo de progressão da síndrome pós-COVID-19. Pacientes infectados pelo SARS-CoV-2, atendidos no Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) e Grupo Hospitalar Conceição (GHC), os dois maiores centros de referência do Sistema Único de Saúde do Rio Grande do Sul (RS) serão monitorados por um grupo multidisciplinar numa coorte de dois anos através de um sistema baseado em Internet das Coisas - IoT (wearables e app). A análise dos dados coletados em diferentes hospitais será realizada através de aprendizado federado (AF), técnica que permite a extração de conhecimento sem comprometer a segurança dos dados privados. Para ser reprodutível em outras populações, os resultados do aprendizado gerado pelas redes neurais produzidas serão submetidos à análise por um modelo de Inteligência Artificial Explicável (XAI). A principal contribuição científica do projeto será o desenvolvimento de um modelo preditivo que integra dados de monitoramento IoT, informações de prontuário eletrônico e biomarcadores para, através de XAI e AF, permitir um acompanhamento qualificado da evolução clínica de pacientes com síndrome pós-COVID-19. A abordagem empregada para monitorar estes pacientes visa otimizar recursos multiprofissionais e contribuir para a redução de custos do SUS através de melhor gerenciamento e manejo desses pacientes pela equipe de atendimento domiciliar e busca trazer uma melhoria da qualidade de vida destes pacientes.Ainda a presente proposta visa gerar um padrão de valor preditivo a partir dos dados captados, os quais podem auxiliar na tomada de decisão clínica baseada em evidência e na gestão hospitalar para a programação de ações de saúde.
  • Universidade do Vale do Rio dos Sinos - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Cristiano André Steffens

Ciências Agrárias

Agronomia
  • inovações tecnológicas para o armazenamento de maçãs ‘gala’ e ‘fuji’
  • Produtores de maçãs experimentam significativas perdas durante o armazenamento. Estas decorrem da manifestação de distúrbios fisiológicos e podridões. Os distúrbios são consequência do estresse oxidativo e as podridões ocorrem por infecções causadas principalmente por P. expansum, N. brasiliensis e N. actinidea. Períodos prolongados e condições inadequadas de armazenagem intensificam esses problemas. Adicionalmente, no Brasil inexistem tecnologias pós-colheita seguras e eficientes para o controle de podridões durante a armazenagem. O armazenamento em atmosfera controlada com extremamente baixo oxigênio (≤0,4 kPa; AC-ELO e AC dinâmica), com estresse controlado, em combinação com o gás NO, pode permitir melhor manutenção da qualidade de maçãs Gala e Fuji, bem como o uso de ozônio no ambiente de armazenagem e a aplicação de nanoformulações inovadoras (nanopartículas carbonáceas) com óleos essenciais (OEs) podem viabilizar a manutenção da qualidade das maçãs pós-colheita e reduzir a incidência de podridões. Resultados prévios demonstram que o gás NO induz o mecanismo antioxidante e reduz a síntese de etileno em frutos climatéricos. O estresse por O2 <0,4 kPa permite melhor conservação da qualidade de maçãs. O ozônio e os OEs apresentam ação antimicrobiana e potencial para a indução de resistência a patógenos. Serão conduzidos 10 experimentos, avaliando condições de AC-ELO e ACD, com estresse por baixo O2 (<0,4 kPa) controlado, em combinação com o gás NO, sobre o estresse oxidativo nos frutos e a manutenção da qualidade de maçãs Gala e Fuji, bem como a aplicação de ozônio e de nanoformulações com nanopartículas carbonáceas e OEs (Lippia sidoides e Ocimum micranthum) sobre o controle de P. expansum, N. brasiliensis e N. actinídea, indução de resistência e qualidade maçãs de Gala e Fuji Os dados serão submetidos à ANOVA e as médias submetidas à análise de regressão (p<0,05) ou comparadas pelo teste de Tukey (p<0,05), conforme a especificidade de cada experimento.
  • Universidade do Estado de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 23/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Cristiano Augusto Ballus

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • inovação e sustentabilidade na cadeia produtiva do azeite de oliva
  • O setor da olivicultura está em crescimento no Brasil, principalmente no estado do Rio Grande do Sul (RS), que responde pela maior produção nacional. No entanto, a produção nacional de azeite de oliva representa atualmente apenas cerca de 1% do volume de azeite consumido no Brasil, revelando o seu potencial extraordinário para crescimento. O bagaço de oliva gerado no sistema contínuo de duas fases, em grandes quantidades, apresenta potencial poluidor, devido à elevada carga orgânica e demanda bioquímica de oxigênio. A olivicultura no Brasil ainda está em sua fase inicial, e há muitas lacunas a serem preenchidas. Este projeto irá conduzir a caracterização de marcadores químicos dos azeites de oliva do RS por cromatografia líquida acoplada à espectrometria de massas e técnicas quimiométricas; quantificação de compostos fenólicos em amostras de azeites de oliva comercializadas no RS, para avaliar se estão de acordo com a legislação europeia para alegação de benefício à saúde; aromatização de azeite de oliva com trufas Sapucay, que foram descobertas recentemente no RS, com aplicação do ultrassom para acelerar o processo; fracionamento gravimétrico e micronização do bagaço de oliva, que será então submetido a um ensaio in vitro da fermentação colônica utilizando fezes humanas; realização de um ensaio clínico de suplementação humana com consumo de bagaço de oliva em conjunto com uma refeição hipercalórica; avaliação de diferentes métodos de secagem do bagaço de oliva; realização de extrações de óleo de bagaço de oliva, utilizando fluidos pressurizados (CO2 e GLP) - os óleos obtidos serão caracterizados quimicamente quanto ao teor de ácidos graxos e fitosteróis; e avaliação de ovos de galinhas poedeiras alimentadas com bagaço de oliva, onde dois grupos de galinhas receberão diferentes níveis de bagaço de oliva com a dieta normalmente usada - os ovos serão avaliados quanto ao perfil lipídico, cor da gema e oxidação lipídica.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Cristiano Feldens Schwertner

Ciências Agrárias

Agronomia
  • filogenia, biogeografia e bioecologia comparada de euschistus (euschistus) spp. (hemiptera, pentatomidae) em áreas agrícolas no brasil
  • A agricultura brasileira se caracteriza por grandes áreas plantadas, avanço de fronteiras e alta diversidade de insetos. Em vista disso, espécies são erroneamente identificadas e muitas vezes negligenciadas, e.g., diferentes espécies do subgênero Euschistus encontradas em áreas de soja que são identificadas equivocadamente como E. heros. Dentre essas espécies, E. atrox, E. crenator e E. taurulus têm registro para soja, as duas primeiras predominantemente no norte do Brasil. Não conhecemos o potencial de dano ou mesmo a distribuição dessas espécies/linhagens em áreas agrícolas. Assim, nossos objetivos são entender as relações de parentesco e biogeográficas dessas espécies/linhagens e realizar estudos biológicos de resposta a condições climáticas, hospedeiros e inseticidas, buscando revelar o potencial dessas espécies em colonizar novas áreas agrícolas no Brasil. Espécies de Euschistus (Euschistus) serão obtidas de coletas em diferentes regiões agrícolas e de levantamentos de ocorrência histórica a partir de dados de coleções entomológicas e plataformas de acesso livre. Para a análise filogenética, insetos coletados ou já disponíveis, preservados em etanol, terão múltiplos genes sequenciados para a construção das árvores filogenéticas e testar a hipótese biogeográfica de vicariância pela diagonal seca entre as linhagens de Euschistus. A filogenia incluirá como grupo interno espécies dos dois subgêneros de Euschistus e outros gêneros de Carpocorini e outras 6 tribos de Pentatominae, total de 45 táxons terminais. Características somáticas e de genitália também serão utilizados para testar das relações de parentesco entre as linhagens. As espécies/linhagens reconhecidas serão mantidas em laboratório com dieta natural (grãos de soja, amendoim e vagens de feijão-verde) e água, sob condições padrão. Serão realizados bioensaios de resposta à temperatura e fotoperíodo, adaptação a diferentes hospedeiros (algodão e soja) e susceptibilidade a inseticidas.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Cristiano Marcelo Espinola Carvalho

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • estudo da diversidade biológica de parasitas multi-hospedeiros transmitidos por artrópodes na fauna silvestre da região centro-oeste do brasil como ferramenta para prevenir e controlar a emergência de doenças
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Católica Dom Bosco - MS - Brasil
  • 21/02/2020-20/02/2025
Foto de perfil

Cristiano Siqueira Boccolini

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • aleitamento materno no brasil no modelo matreci: mapeamento, tendência, clusterização e impacto.
  • Apesar do Brasil ser referência mundial em ações de promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno, a prevalência de aleitamento materno exclusivo (AME) era de 47,2% em 2019, sendo que 32% das crianças continuavam a ser amamentadas até os dois anos de vida (ENANI, 2020), muito próximos dos indicadores de AME obtidos do SISVAN-WEB, onde o AME era de 53% no mesmo ano. Estudos brasileiros indicam que nas capitais onde houve melhoria dos indicadores de aleitamento materno as hospitalizações por diarreias e por pneumonias tiveram redução proporcional. Para que os indicadores de aleitamento materno continuem a progredir no Brasil é o investimento em ações de aleitamento materno voltadas para a atenção primária a saúde (APS), com ênfase no aconselhamento individual em amamentação à exemplo da implantação da Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil (EEAB). Objetivo: mapear a implantação e evolução das iniciativas pró aleitamento materno no âmbito da APS, avaliando os padrões de distribuição espacial e temporal das mesmas e sua correlação com a evolução dos indicadores de aleitamento materno e da morbimortalidade infantil por diarreias e pneumonias. Metodologia: trata-se de projeto que integra abordagens epidemiológicas ecológicas e de ciência de dados, com metodologia mista nos moldes do modelo MATRECI (Mapeamento, Tendência, Clusterização e Impacto), cujos componentes são 1) georreferenciamento de informações e indicadores; 2) estudo de séries temporais; 3) clusterização por meio de machine learning supervisionada; e 4) estudo de impacto. Serão avaliadas todas as crianças brasileiras com menos de 1 ano acompanhadas pelo Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (SISVAN), com informações agregadas por unidade de APS e município. Serão consideradas para o presente projeto as bases dos sistemas de Mortalidade Infantil, Sistema de Nascidos Vivos, Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde, Sistema de Informação Hospitalar, Pesquisa Nacional por Amostragem de Domicílios-2019, CENSO do IBGE e Pesquisa nacional de Saúde-2019. As bases de dados passarão por etapas de extração, transformação e carregamento (ETL), enriquecimento de dados, e análises, todas com códigos abertos roteirizados e programados em R, nos moldes de ciência aberta propostos pela PCDaS. Serão avaliadas, simultaneamente, 4 vertentes: (1) Análise dos indicadores de aleitamento materno exclusivo e de aleitamento materno em menores de 1 anos de vida; (2) Análise da infraestrutura de unidades de APS do SUS no Brasil; (3) Análise da taxa de mortalidade infantil por diarréias e pneumonias em crianças menores de 1 ano de vida; e (4) Análise das taxas de internações hospitalares por diarréias e pneumonias entre crianças com menos de 1 ano de vida na rede hospitalar do SUS. Em seguida, correlações entre as vertentes serão realizadas para: (1) Avaliar a correlação entre a estrutura das unidades de APS (clusters) e os indicadores de aleitamento materno; (2) Avaliar a correlação entre a estrutura das unidades de APS (clusters) e as taxas de morbimortalidade infantil por pneumonias e diarreias (vertentes 3 e 4); (3) Avaliar a correlação entre a evolução dos indicadores de aleitamento materno e as taxas de morbimortalidade infantil. Após essa etapa será utilizado um modelo teórico conceitual, desenvolvido pelos proponentes por meio de Grafo Acíclico Dirigido (DAG), que permite analisar todas essas vertentes simultaneamente por meio de um modelo de regressão Poisson Multinivel (ao nível de estados e macrorregiões brasileiras), com intervalo de confiança de 95% e alfa de 5%. Serão estimados 4 modelos, considerando as combinações de exposição principal (os dois indicadores de aleitamento materno, AME e AM<1ano) e desfecho (tanto a taxa de mortalidade, quanto a taxa de internação hospitalar). Por fim, será estimado o impacto da implementação da EEAB nos indicadores de aleitamento materno, selecionando como grupo de intervenção, nas 10 cidades com maiores coberturas de EEAB, e como grupo controle 40 cidades que não tiveram essa ou qualquer outra iniciativa de aleitamento materno implantadas em seu território. O pareamento dessas cidades se dará por meio de análise de componentes principais, e a análise de impacto se dará por meio da técnica double difference. Resultados esperados: ao final do projeto será possível mapear casos de sucesso de implantação de ações pró aleitamento materno nas APS, identificar a efetividade das ações conforme o contexto territorial das mesmas, provendo, assim, equidade em saúde para populações diversas e vulneráveis no âmbito da APS, desenvolvendo análises de indicadores, análises de impacto, visualizações e modelos que apoiem a gestão de programas de saúde pública. Espera-se a disponibilização de ferramentas validadas de visualização e análise dos indicadores de aleitamento materno do SISVAN (pós-estratificados), de estrutura das APS, e de taxas de morbimortalidade. Outro produto será a entrega de uma base de dados com informações detalhadas de cada APS, cobertura populacional das mesmas, ações de aleitamento materno implantadas, e morbimortalidade infantil por para auxiliar na gestão dos programas no âmbito do Ministério. Reuniões de pactuação de indicadores e visualizações serão propostas à Coordenação Geral de Alimentação, Coordenação da Criança e Aleitamento Materno e da estratégia de Atenção Integrada às Doenças Prevalentes na Infância. As análises e resultados de cada vertente serão publicados em periódicos de alto impacto, no formato de artigo científico e datapapers, sendo, também, gerados relatórios e infográficos das mesmas. Com isso, espera-se contribuir para o provimento de evidências científicas para a implementação de programas de aleitamento materno na APS, identificando barreiras e potenciais, locais e regionais, e apontando lacunas que visem o acesso equânime de ações de apoio ao aleitamento materno na atenção básica.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 11/12/2020-31/01/2023
Foto de perfil

Cristina da Silva Borba

Outra

Multidisciplinar
  • inovações tecnológicas aplicada às hortas escolares do município de londrina e região
  • A instalação de sistemas de irrigação inteligentes em 12 hortas escolares da região metropolitana de Londrina a partir do ano de 2020, com recursos do CNPq, fomentou grande procura por esta técnica junto às demais unidades escolares de Londrina e da região. Visando atender um número maior de unidades, a Secretaria Municipal de Educação de Londrina submete a proposta de ampliação desta técnica para mais 12 novas unidades, de modo a contemplar novos participantes ao projeto. A partir de março de 2020, com o avanço da pandemia de Covid-19, muitas escolas evidenciaram a importância das hortas escolares para auxiliar nos projetos de Educação Ambiental e em projetos na Educação Alimentar e Nutricional. A horta escolar bem tecnificada e conduzida é exemplo para a comunidade e toda inovação aplicada facilita o manejo das culturas e também servirá de estímulo e modelo a ser reproduzido.O investimento no desenvolvimento de hortas escolares inteligentes, com instalação de sistemas automatizados de irrigação e sensores de chuva, contribuiu grandemente na disseminação da proposta de produzir alimentos em pequenos espaços, especialmente nos quintais domésticos. Além do papel de fomentar a implantação de hortas domésticas pela comunidade escolar do entorno, as hortas escolares contribuíram na discussão e disponibilização de áreas públicas e privadas para implantação de hortas comunitárias. Com o retorno gradual às aulas presenciais, novos desafios são apresentados aos professores dos anos iniciais: como priorizar as atividades ao ar livre de modo que contemplem a transversalidade do ensino e estimulem a criatividade, a observação e o trabalho em equipe. Nesse sentido, a implantação de hortas escolares apresenta-se como importante ferramenta, contemplando várias áreas do conhecimento. Serão implementados dois sistemas de irrigação automatizados a cada mês a partir do início do projeto, totalizando as 12 unidades escolares atendidas, sendo as unidades um centro de difusão e promoção de tecnologias aplicadas às hortas escolares, comunitárias e domésticas. Será realizada oficinas com os professores e membros da comunidade de abrangência da unidade escolar para debater o projeto, as técnicas utilizadas e a interface do site em constante aprimoramento, bem como a forma como as tecnologias aplicadas podem contribuir na segurança alimentar e nutricional da comunidade. O presente projeto tem a finalidade de promover ações de educação, popularização e divulgação científica para professores, alunos, familiares e comunidade em geral.
  • Prefeitura Municipal de Londrina - PR - Brasil
  • 07/10/2021-31/10/2023
Foto de perfil

Cristina de Andrade Monteiro

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • bioprospecção e diversidade de fungos isolados de sedimentos de manguezais da ilha de são luís-maranhão
  • Os fungos de mangue podem fornecer metabólitos únicos por meio da ativação de vias metabólicas distintas, representando uma biodiversidade inexplorada e alvos biotecnológicos. O surgimento da resistência antimicrobiana compromete as opções terapêuticas disponíveis para o tratamento das doenças microbianas, reduzindo a eficácia dos medicamentos, o que justifica a busca incessante por outras fontes microbianas. Os estudos sobre os manguezais de São Luís-Ma, um dos maiores ecossistemas de manguezais do país, são escassos e não há análises biotecnológicas de fungos. A biodiversidade da microbiota está comprometida devido ao impacto ambiental sobre esses manguezais. Portanto, é fundamental focar nesses nichos na esperança de descobrir novas fontes com atividades biológicas. O estudo deve impactar a descoberta de fungos produtores de novos compostos valiosos dotados de atividades biológicas e explorar seus constituintes. As coletas serão realizadas nos períodos estiagem e chuvoso, na maré baixa, dados meteorológicos registrados e análises físico-químicas. Os fungos serão previamente identificados por microcultivo e testados contra microrganismos para a triagem de atividade antimicrobiana. Os bioativos serão testados quanto à termoresistência e as curvas de produção dos metabólitos com análises de atividade, pH e biomassa serão determinadas. Extrato dos fungos em pequena escala por fermentação submersa em meio mineral será extraído com acetato de etila e metanol, rotaevaporado, analisado por CCDC e CLAE e atividade antimicrobiana por microdiluição, efeitos citotóxico (cultura de células) e antioxidante (teste de eliminação do radical 1,1-difenila) efeitos -2 -picrilhidrazil-DPPH) determinados. Fungos promissores crescerão em larga escala em meio de sais halogenados, frações extraídas avaliadas por CCDC / CLAE, metabólitos identificados por RMN e EM e as cepas serão submetidas ao Diagnóstico Microbiológico Digital, para sequenciamento e classificação taxonômica.
  • Instituto Federal do Maranhão - MA - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Cristina Dias da Silva

Ciências Humanas

Antropologia
  • antropologia da saúde: perspectivas na pós-pandemia
  • Este projeto de pesquisa tem como objetivo analisar um conjunto de processos que tomou lugar nos espaços públicos a respeito da percepção de risco e da relação entre individual e coletivo, a partir da experiência da pandemia de Covid-19. O Brasil, como um dos países mais afetados, se tornou epicentro de um debate sobre os limites e possibilidades de cooperação e solidariedade como estratégias de enfrentamento coletivo. Por outro lado, referências sobre a relação entre saúde pública e desigualdade social de longo prazo ensejaram múltiplas críticas à noção abstrata de coletividade. Partimos da hipótese que a experiência social do sofrimento, em um contexto crítico, é tanto de ordem direta como indireta, e se une a múltiplos fatores, para além do evento mórbido em si mesmo: sofremos como indivíduos e como coletividade e, por este processo, reorganizamos formas de pensar e sentir. Por tais razões, propomos realizar um exercício reflexivo no qual múltiplos significados da pandemia possam ser considerados, apontando importantes conexões de sentido entre público e privado, entre política e cotidiano e entre sujeito e cultura. A proposta é investigar as experiências em torno da pandemia de Covid-19 a partir de três grupos a serem considerados no projeto: profissionais da saúde (linha de frente direta), profissionais da educação (linha de frente indireta) e familiares/vítimas (afetados diretamente). Pretende-se articular a esfera das macronarrativas (epidemiológicas e políticas) à esfera cotidiana (construção de sentidos e subjetividades) dos grupos considerados na pesquisa. Espera-se que a comparação das perspectivas obtidas permita uma análise específica dos tipos de rearranjos sociais produzidos (alteração nas percepções de risco, sofrimento, entre outras categorias) em relação à diversidade de experiências em torno da pandemia.
  • Universidade Federal de Juiz de Fora - MG - Brasil
  • 15/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Cristina Guatimosim Fonseca

Ciências Biológicas

Morfologia
  • disfunção neuromuscular em camundongos miastênicos: tratamento e mapeamento 3d das alterações sinápticas
  • Os anticolinesterásicos (AC) são utilizados para tratar miastenias. No entanto, a longo prazo, os pacientes podem deixar de responder ao tratamento ou até mesmo apresentam efeitos adversos causados por esses fármacos no plano da junção neuromuscular, comprometendo assim a comunicação nervo-músculo esquelético. Os agonistas beta 2 adrenérgicos (Ab2) surgem portanto como um grupo alternativo de fármacos, utilizados em combinação com os AC na prática clínica, para o tratamento de desordens neuromusculares e miastênicas. Dados da literatura mostram benefícios dos Ab2 aumentando a força e massa musculares, melhorando assim os déficits motores em diferentes modelos animais. No entanto, ainda não está claro como os Ab2 exercem esses efeitos, especialmente na comunicação neuromuscular. Dessa forma, nessa proposta, temos como objetivo investigar como a terapia individual ou combinada de Ab2 e AC agem nas placas motoras e fibras musculares esqueléticas. Para responder essa pergunta, utilizaremos camundongos geneticamente modificados modelos para síndromes miastênicas congênitas, uma desordem neuromuscular caracterizada por severa fraqueza muscular. Inicialmente, faremos uma caratcterização do crescimento feto-placenário dos camundongos miastênicos. Trataremos os camundongos miastênicos com diferentes esquemas terapêuticos e realizaremos uma análise funcional e estrutural dos efeitos desses fármacos através de baterias de análise comportamental motora, técnicas avançadas de bioimagem [Microscopia de correlação (CLEM) e reconstrução seriada tridimensional (3D serial EM)] e análises da sinalização celular e função neuromuscular. Nossa hipótese é que os Ab2 causam alterações funcionais e estruturais nas placas motoras melhorando assim a transmissão neuromuscular no contexto das miastenias. Essa proposta traz suporte científico para o uso estratégico dos AC e Ab2 nas miastenias bem como em outras desordens neurológicas nas quais a junção neuromuscular encontra-se envolvida.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Cristina Lizana Araneda

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • pesquisa integrada em sistemas dinâmicos na bahia e ceará
  • Esta é uma proposta de pesquisa para o estudo de Sistemas Dinâmicos, um ramo da Matemática originada no século XIX pelo estudo qualitativo das soluções de equações diferenciais. Desde então, esta área tem sido intensamente investigada e suas técnicas têm sido aplicadas por cientistas para compreender fenômenos não lineares em diversas áreas, tais como física, biologia, química, computação gráfica, economia, entre outras. Na teoria dos Sistemas Dinâmicos, duas das suas principais motivações são estudar sistemas dinâmicos na busca de propriedades com algum tipo de persistência e sistemas que são representativos e apresentam uma dinâmica rica. Pode-se dizer que o comportamento das órbitas de sistemas dinâmicos é muito bem entendida para os chamados sistemas uniformemente hiperbólicos. Em contraste, no estado da arte atual, o nosso conhecimento sobre sistemas não-hiperbólicos é bastante limitado e esta proposta visa contribuir na compreensão desses sistemas. Nesse projeto, desejamos trazer avanços significativos na compreensão do comportamento assintótico das órbitas de um sistema dinâmico, seja de um ponto de vista topológico, ou de um ponto de vista ergódico, fora do contexto hiperbólico. As responsabilidades dos membros da equipe especificadas no projeto estão relacionados com hiperbolicidade não-uniforme, hiperbolicidade parcial, sistemas robustamente transitivos, expoentes de Lyapunov, medidas de máxima entropia, renormalização e formalismo termodinâmico. O êxito destas propostas é respaldado pelo fato de que todos os membros desta equipe já possuem resultados parciais na direção dos problemas propostos nos subprojetos e pela expertise dos membros do projeto, que inclui pesquisadores de renome internacional. Para atingir os objetivos iremos realizar revisão exaustiva do material bibliográfico existente, promover o intercâmbio científico, realizar minicursos e seminários de trabalho.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Cristina Maria Arêda Oshai

Ciências Sociais Aplicadas

Serviço Social
  • diversidade étnico-racial e saúde: uma análise sobre morte materna no estado do pará em contexto da pandemia de covid-19
  • A questão social, entendida como o conjunto das desigualdades produzidas pelo sistema capitalista, expressa o que a Lei Orgânica da Saúde nº 8.080/1990 define como determinantes sociais da saúde. A pandemia de Covid-19 acentuou essas desigualdades, que delineiam o perfil de grupos étnico-raciais mais suscetíveis à contaminação pelo Novo Coronavírus, como a população negra, quilombolas e povos indígenas. Assim, o risco de morrer relaciona-se com o nível socioeconômico, raça/cor e menor acesso a bens e serviços. O óbito materno acentuou-se no país com incremento entre mulheres negras e indígenas. Apesar das expressões da questão social, dentre as quais a alta taxa de óbito materno entre mulheres desses segmentos, ainda há poucos estudos que consideram o recorte étnico-racial como determinante de saúde. Destaca-se a subenumeração, considerada como um dos principais fatores que dificultam o enfrentamento da mortalidade materna, enquanto problema de saúde pública; à subenumeração soma-se o preenchimento insatisfatório de informações sobre o quesito étnico-racial no preenchimento dos dados no Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM) levando à invisibilidade do dado em instrumentos de gestão, prontuários, dentre outros documentos essenciais à tomada de decisão. Sendo assim, objetiva-se verificar a ocorrência de óbito materno no Pará em comparação com demais estados da Federação, considerando a influência da pandemia de Covid-19. Trata-se de estudo transversal, quali-quantitativo, exploratório, descritivo e comparativo. Será realizada revisão narrativa de artigos, livros e documentos; e analisados prontuários de vítimas de óbito materno. Será realizada pesquisa de campo em três regiões com maior incidência de óbito materno. O estudo visibilizará o perfil das vítimas indicando condições de acesso à saúde e ação de determinantes que incidem sobre condições de vida e processo saúde-doença.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 31/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Cristina Maria D'Ávila Teixeira

Ciências Humanas

Educação
  • protagonismo da didática na formação de professores: um estudo sobre sua presença nos currículos dos cursos de licenciatura no país
  • A Didática tem como objeto de estudo os processos de ensino e aprendizagem, foco do trabalho docente. Daí sua presença nos cursos de formação se configurar como eixo fundamental e estruturante. Esta pesquisa tem por objetivo, pois, analisar compreensivamente a presença da Didática Geral como disciplina nos currículos dos cursos de licenciatura no Brasil - sua presencialidade ou invisibilidade. Associado a este objetivo, pretende-se verificar a reverberação deste fenômeno (presencialidade ou não da Didática) para a formação de professores da educação básica e para o campo investigativo em questão. Do ponto de vista teórico, o projeto é consubstanciado por estudos críticos e emancipatórios da Pedagogia e da Didática (PIMENTA, 2019, LIBANEO, 2018, VEIGA, 2020, FRANCO, 2019). Adota-se a abordagem qualitativa e o paradigma metodológico crítico-dialético. A pesquisa é do tipo exploratório e apresenta como procedimentos para a produção dos dados: análise de sites institucionais das 63 Universidades federais em todo o Brasil, questionários online para professores da disciplina e análise documental dos planos de ensino. Para análise de dados, utilizar-se-á a técnica de Análise de conteúdo, de acordo com Bardin (2010) que colocará em evidência a identificação das nomenclaturas que designam o componente Didática nos currículos e o lugar que este ocupa nos cursos de licenciatura (pelo que se lê das entrelinhas das ementas e de seus planos de ensino). Os resultados da pesquisa concederão compreensões sobre o papel da Didática na formação de professores, possibilitando, assim, prospecções assertivas quanto as suas possíveis ressignificações.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Cristina Maria de Souza Motta

Ciências Biológicas

Botânica
  • micobiota de cavernas da caatinga: inventário, bioprospecção e subsídios para o manejo
  • O Brasil possui enorme potencial espeleológico, inclusive em áreas de Caatinga. As características desse ambiente proporcionam o desenvolvimento microbiano, porém ainda são pouco estudados, inclusive os fungos. Alguns fungos cavernícolas são sapróbios, outros são potencialmente patogênicos para humanos e animais, podendo também serem espécies ainda desconhecidas pela ciência e com potencial biotecnológico. As cavernas situadas em áreas de Caatinga no estado do Rio Grande do Norte (RN) possuem relativa riqueza de espécies de morcegos, mas a sua caracterização fúngica é incipiente. Com a crescente procura do turismo espeleológico, se faz necessário o inventário da diversidade de fungos que ocorrem nestes ambientes para auxiliar na criação de planos de manejo garantindo a segurança para o turismo e conservação das cavernas. Seis cavernas com potencial turístico em áreas de Caatinga no RN serão avaliadas. Os fungos serão isolados do ar (sedimentação passiva), do guano (diluição seriada e câmara úmida) e dos morcegos (esfregaços com swabs na cavidade oral, pelos, asas e região urogenital). Os fungos serão identificados por métodos morfológicos e moleculares e, índices ecológicos serão utilizados para estimar a diversidade. Pelo menos um isolado de cada táxon será testado para verificação da capacidade de produção de L-asparaginase e a enzima será caracterizada. Representantes dos táxons serão depositados na Micoteca URM/UFPE, ficando disponíveis para outros interessados, sequências de DNA no GenBank e dados associados em repositórios da diversidade biológica como SpeciesLink. Dados resultantes do inventário serão utilizados para a elaboração e atualização das ações de manejo das cavernas, elaboradas conforme orientações do CECAV/ICMBio, além de contribuir com o Plano de Ação em Ciência, Tecnologia e Inovação para os Biomas Brasileiros e com a execução do Programa Nacional de Conservação do Patrimônio Espeleológico, com geração de informações úteis ao espeleoturismo.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 06/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Cristina Meneguello

Ciências da Saúde

Medicina
  • segunda olimpíada nacional em história do brasil - escolar e para grandes públicos
  • O projeto da 2ª Olimpíada Nacional em História do Brasil Aberta para todos, embasado nas 13 edições anuais da Olimpíada Nacional em História do Brasil e nas duas edições de Olimpíadas para Públicos mais amplis (pré-ONHB em 2020 e 1ª Olimpíada aberta para todos em 2021) visa o ensino de história de forma aprofundada, online, realizado em equipes, ampliado para o tema da divulgação científica e popularização da ciência e tecnologia. Amplia assim a compreensão dos processos históricos brasileiros, visando a preparação para obtenção de bons resultados em provas, concursos e vestibulares, ampliando a capacidade de leitura, compreensão, escrita e análise dos participantes. A 2ª Olimpíada Nacional em História do Brasil Aberta Para Todos tem como objetivos a ampliação da participação de escolas públicas e particulares de todo o país, consolidando-se como um programa de referência e parte constante dos calendários de atividade escolares na área de História; a formação online de professores ao longo das fases online da Prova; a valorização do conhecimento histórico como formador das concepções de ciência e dos princípios da cidadania e da inserção do indivíduo em sua comunidade; a possibilidade de aprendizagem online e continuada. Metodologicamente, a proposta leva seus participantes a realizarem atividades que reproduzem a construção do conhecimento conforme elaborada pelos historiadores (interpretação de documentos, de imagens, narrativas e interpretações díspares sobre os mesmos acontecimentos, formulação de hipóteses). Como resultados consistentes, a proposta gera o perfil sócioeconômico e educacional de seus participantes (estudantes, professores e grande público), gerando a criação de um acervo de dados para a realização das perguntas e de materiais científicos disponíveis posteriormente; além da criação de um banco de dados com o desempenho dos estudantes, de interesse em especial para os pesquisadores na área de educação, e gera um mapa da educação histórica no paí
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 08/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Cristina Moreira Marcos

Ciências Humanas

Psicologia
  • modos de subjetivação na atualidade: a clínica do excesso e a adolescência
  • Esta pesquisa visa abordar as novas formas de mal-estar contemporâneo e suas conjugações na adolescência. Sob a denominação de clínica do excesso buscamos elucidar o paradigma das novas formas de sintoma no qual o sintoma parece estar menos referido ao sentido inconsciente do que ao corpo e seu gozo. A adolescência é o enquadre que nos permitirá abordar a radicalização desse paradigma. A compreensão da adolescência como um momento de passagem de um pensamento a um ato, que pode permitir a inscrição de um sujeito no campo do Outro, nos leva a considerar os diversos destinos possíveis quando esta inscrição não se produz: o suicídio, a compulsão, os atos delinquentes, o consumo das drogas, o consumo excessivo da tecnologia. Hoje vemos surgir nos adolescentes novas formas de sintomas, mesmo que tais manifestações se evidenciem, às vezes, de modo a-sintomático. O que se exibe não é o sintoma em sua forma clássica, como portador de uma mensagem, mas na forma excessiva de um gozo que rechaça o Outro. Fazemos a hipótese de que o declínio do simbólico e do pai favorecem tais formas de mal-estar na atualidade. Para tanto, serão realizadas pesquisas bibliográficas e aprofundamento teórico acerca do tema. Na pesquisa bibliográfica, pretendemos destacar as contribuições mais recentes na área da psicanálise sobre a clínica do excesso, notadamente no que concerne à adolescência, abordando os estudos e pesquisas que evidenciam as saídas e respostas sintomáticas encontrados pelos jovens hoje na travessia da adolescência, no enfrentamento dos desafios e impasses contemporâneos. Serão abordados casos clínicos com adolescentes que apresentam um impasse ao tratamento na medida em que o sintoma não se apresenta em sua versão freudiana clássica. O campo de pesquisa nos permitirá abordar nossa questão: quais são as formas que o mal-estar contemporâneo ganha na atualidade na clínica com o adolescente e como tratá-las?
  • Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Cristina Paludo Santos

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • meninas digitais tchê missões - tecendo espaços e experiências para despertar novos talentos
  • Este projeto tem como proposta fomentar iniciativas com foco no enfrentamento dos estereótipos de gênero e que contribuem para estimular meninas a se envolverem com as ciências exatas e tecnológicas. Para tanto, propõem-se, dentre outras ações, a criação de Laboratórios Criativos nas escolas parceiras que caracterizam-se como espaços de aprendizagem orientados pela cultura maker e onde deverão ser utilizados recursos, ferramentas e ambientes computacionais voltados a área de robótica que explorem o potencial de estratégias e que utilizem o pensamento computacional como estímulo à curiosidade, experimentação, colaboração, interação social, resolução de problemas e à aprendizagem. Além do desenvolvimento de atividades práticas através de oficinas “hands on", também são propostos momentos de discussão e reflexão que possam promover o encantamento, o conhecimento, a descoberta e a sensibilização do importante papel que as mulheres exercem no progresso científico e tecnológico, contribuindo fortemente para a ruptura da cristalização de estereótipos estabelecida ao longo da história, envolvendo não somente alunas, mas também os professores que atuaram no papel de multiplicadores de práticas pedagógicas em prol do empoderamento de meninas. Por envolver também graduandas das áreas de Tecnologia busca-se apoiar as alunas para o desenvolvimento de habilidades, tanto técnicas quanto interpessoais, para o engajamento e retenção desses talentos. A visibilidade nestes dois níveis escolares pode contribuir tanto para alterar o quadro de evasão escolar feminina nos cursos ligados à área tecnológica, quanto para estimular maior inserção no mercado de trabalho em TI, possibilitando assim a multiplicação dessas ações, inclusive através das redes sociais, a fim de que outras jovens sintam-se motivadas em suas carreiras profissionais. A criação de canais de comunicação com a sociedade também faz parte da metodologia adotada, com vistas a demonstrar o potencial informativo-referencial das experiências, inspirar as organizações e os profissionais a atuarem com o tema do empoderamento de meninas e fomentar novas iniciativas. Em linhas gerais, este projeto busca incentivar, estimular, apoiar e aproximar meninas do universo tecnológico, democratizando a informação sobre ciência e tecnologia e a produção dela decorrente. Assim, esta proposta, além de alinhar-se aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), mais especificamente ao Objetivo 5, abarca também contribuições a médio e longo prazo no sentido de equalizar o déficit de profissionais existente para atender a demanda do mercado e alavancar o progresso científico e tecnológico do país.
  • Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - RS - Brasil
  • 17/03/2021-30/09/2022