Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Vinícius Silva Belo

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • efetividade da educação em saúde e do registro animal na adoção da posse responsável e na manutenção do cão no domicílio: um estudo de intervenção randomizado por cluster
  • O não cumprimento dos princípios de posse animal responsável é um problema relevante em nível de Saúde Pública. Animais criados livremente, ou que não recebem os cuidados necessários por parte dos proprietários, têm uma maior probabilidade de apresentarem e de disseminarem zoonoses e possuem baixas qualidades de vida e de bem-estar. Além de ser relevante para a elaboração de medidas de bem-estar animal, o entendimento a respeito do cumprimento e dos fatores associados com a adoção dos princípios de posse animal responsável é essencial para que legislações e ações de controle populacional e de zoonoses sejam estabelecidas de modo adequado. Pesquisas a respeito do cumprimento e dos fatores associados a estes princípios ainda são raras na literatura e, muitas vezes, abordam aspectos específicos e poucas variáveis explicativas ou para a avaliação do desfecho. O presente estudo, de modo inédito, abordará diferentes aspectos relacionados com a posse canina responsável. Na presente proposta, por meio de um estudo randomizado por cluster, avaliaremos a efetividade de ações de Educação em Saúde e do registro animal isoladamente ou em conjunto, na adoção da posse responsável pelos proprietários e na manutenção dos cães no domicílio. Analisaremos ainda diferentes fatores socioeconômicos, culturais e ambientais associados com a adoção da posse responsável, e avaliaremos as percepções dos moradores sobre as estratégias executadas e sobre a opção ou não pela castração cirúrgica. O estudo será executado em uma região do município de Divinópolis-MG, composta por 10 bairros, onde nosso grupo tem conduzido diferentes pesquisas sobre a epidemiologia da Leishmaniose Visceral e sobre a ecologia de cães restritos e irrestritos. Para a condução da pesquisa, serão definidos quatro grupos, compostos, cada um, por 150 residências: um grupo controle, um grupo com intervenção educacional, um grupo com o registro animal por meio de chip e um grupo com ambas as intervenções. Os domicílios serão selecionados de modo randômico em todos os bairros da área de estudo. Após a visita inicial, que contará com a execução das intervenções e com a aplicação de questionários, será estabelecido um intervalo de um ano para que as residências sejam revisitadas. Na segunda visita, serão avaliadas as alterações nos padrões de adoção da posse responsável pelos proprietários e na qualidade de vida dos cães, bem como a manutenção dos cães no domicílio, o que nos permitirá avaliar a efetividade das intervenções propostas. Os dados obtidos na visita inicial, por sua vez, serão utilizados para a análise das variáveis associadas com a adoção da posse responsável. Já as percepções dos moradores, serão avaliadas em um estudo qualitativo, que conduziremos durante o período da segunda visita nos domicílios. Para este estudo, será selecionado um conjunto de 40 proprietários que tenham posições iniciais variadas sobre os tópicos abordados. Estes terão seus discursos avaliados de modo dedutivo em entrevistas aprofundadas. Assim, nosso estudo integrará diferentes campos, métodos e saberes para que sejam elucidados aspectos ainda pouco compreendidos a respeito da adoção da posse canina responsável e sobre a efetividade de intervenções costumeiramente recomendadas, mas ainda não avaliadas adequadamente na literatura.
  • Universidade Federal de São João Del-Rei - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022