Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Severino Matias de Alencar

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • desenvolvimento de snacks saudáveis enriquecidos com própolis orgânica microencapsulada: avaliação das propriedades biológicas, bioacessibilidade, transporte celular e ação prebiótica
  • Apesar de legalmente ser considerada um alimento em diversos países, o consumo da própolis é restrito à forma de extratos aquosos ou hidroalcoólicos devido ao seu sabor amargo característico, que torna desafiadora a sua aplicação como ingrediente funcional em alimentos. Neste contexto, além do sabor considerado suave para uma própolis e de não conter metais pesados e resíduos de agrotóxicos, a própolis orgânica produzida em áreas de preservação no Sul do Paraná e Norte de Santa Catarina se destaca pela elevada atividade antioxidante, relacionada à presença principalmente de lignanas. Assim, o objetivo desse trabalho é o desenvolvimento de snacks saudáveis, no formato de barras de proteínas e de frutas, enriquecidos com própolis orgânica microencapsulada, produzidas de forma a minimizar os atributos sensoriais indesejados da própolis e, ao mesmo tempo, preservar os benefícios à saúde relacionados à sua ingestão. Para isso, os produtos desenvolvidos serão avaliados por um painel sensorial e será realizada uma simulação in vitro da digestão gastrointestinal destes, assim como da absorção de seus compostos bioativos no intestino delgado, por meio de um modelo de co-cultura com células Caco-2 e HepG2. A capacidade de ERO e ERN, as atividades anti-inflamatória e antimicrobiana, assim como a composição química por LC-ESI-QTOF-MS, serão avaliadas no extrato etanólico encapsulado e não encapsulado e nas barras de frutas/proteínas com melhor desempenho sensorial ao longo da digestão gastrointestinal e do ensaio de transporte celular. O potencial efeito prebiótico relacionado ao consumo delas também será avaliado em ensaios com animais por meio de análise genômica da microbiota das fezes coletadas. Desta forma, esta proposta inovadora envolverá a aplicação de ciência e tecnologia de ponta na investigação dos efeitos fisiológicos da ingestão de alimentos contendo a própolis e com atributos sensoriais agradáveis para a produção em escala industrial.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 27/07/2022-31/07/2024
Foto de perfil

Sheila Andrade Abrahão Loures

Outra

Multidisciplinar
  • x mostra do conhecimento
  • A Mostra do Conhecimento é um evento realizado desde 2012 e que une e movimenta todo o campus Bom Jesus do Itabapoana do IFFluminense e sua comunidade externa. Há a apresentação de trabalhos científicos do campus e de outras instituições (banner e oral), salas temáticas com os cursos do campus, inúmeras oficinas, minicursos, palestras, atividades culturais e esportivas promovidas por servidores e convidados externos. O campus é aberto à visitação e participação de estudantes, professores e outros membros da comunidade local.
  • Instituto Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 12/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

Sheila Araujo Teles

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • covid-19 em profissionais da saúde e da segurança pública residentes em goiânia, goiás – um estudo de coorte
  • A pandemia da COVID-19 (Coronavirus Disease 2019), causada pelo novo coronavirus denominado SARS-CoV-2 (severe acute respiratory síndrome coronavirus 2) está afetando o modo de viver das pessoas em todo o mundo pelo alto risco de contágio, além de exigir recursos humanos e estrutura dos serviços de saúde em grande escala. Indivíduos infectados pelo SARS-CoV-2 podem ser assintomáticos ou apresentar sintomas leves a severo. A transmissão viral ocorre por meio de gotículas/aerossóis ou por contato com superfícies contaminada. Alguns segmentos populacionais estão especialmente em risco para infecção pelo SARS-CoV-2 como profissionais da saúde e trabalhadores da segurança pública, considerados servidores de áreas essenciais. Estes profissionais geralmente possuem longas jornadas, trabalham em diferentes locais e muitos subestimam o poder das medidas preventivas com a prática incorreta da higienização das mãos e uso equivocado dos equipamentos de proteção individual (EPI), tornando-os passiveis de se infectarem e transmitirem o vírus. De maio a outubro de 2020, a Universidade Federal de Goiás (UFG), em resposta a pandemia da COVID-19, iniciou um amplo projeto de extensão para testagem de profissionais de saúde e de trabalhadores da segurança; uma oportunidade ímpar para formação de um coorte de pessoas RNA-SARS-CoV-2 positivas para avaliar carga viral, persistência viral e resposta humoral natural ao SARS-CoV-2. Além disso, verificar nos profissionais da saúde e da segurança pública estudados a adesão a vacina contra SARS-CoV-2 e ocorrência de reinfecção durante o seguimento. Por fim, considerando a recomendação da OMS de aproveitar oportunidades de diagnóstico da infecção pelo SARS-CoV-2 para investigar as hepatites virais, este estudo propõe ainda detectar os marcadores das infecções pelo HBV e HCV, bem como os títulos de anti-HBs vacinal na coorte de profissionais de saúde e de segurança envolvidos no estudo.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 03/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Sheizi Calheira de Freitas

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • a influência do nível educacional dos profissionais de contabilidade na qualidade dos relatórios contábeis
  • Estudos anteriores têm sugerido que o nível educacional de auditores, executivos e demais funcionários pode influenciar o processo de divulgação financeira das empresas, e que o diploma universitário importa. Entretanto, a associação entre a educação formal dos responsáveis técnicos pela elaboração das demonstrações contábeis e a qualidade desses relatórios ainda é pouco conhecida. A presença de técnicos em contabilidade e contadores com níveis diferenciados de educação formal atuando no Brasil oferece uma oportunidade singular para abordar essa questão. Com isso, esta pesquisa tem como principal objetivo investigar a associação entre o nível de educação dos responsáveis técnicos e três características relacionadas à qualidade das demonstrações contábeis: a) a qualidade dos accruals, b) a propensão da empresa para divulgar fraquezas materiais dos controles internos; e c) a probabilidade da empresa republicar suas demonstrações contábeis. Para tanto, adotará modelos de regressão linear múltipla com dados em painel, adaptados de Call et al. (2017), cujos dados serão coletados por meio de survey e plataformas de informações financeiras, sendo os controles realizados em dois níveis: do responsável técnico e da firma. Em ambos os casos, serão utilizadas as proxies previstas pela literatura e para as quais haja disponibilidade de dados para as empresas da amostra em todos os anos que serão pesquisados. Com isso, espera-se que este trabalho contribua para: i) ampliar o entendimento sobre o papel da educação contábil no ambiente empresarial; ii) fazer avançar as pesquisas que investigam os fatores associados à qualidade da informação contábil; e iii) fornecer evidências da relevância das credenciais acadêmicas para o profissional de contabilidade, gerando implicações práticas para toda a cadeia de envolvidos com a educação contábil (eg. instituições de ensino, conselhos profissionais e governo).
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Sheylla Susan Moreira da Silva de Almeida

Ciências da Saúde

Farmácia
  • estudo fitoquímico, biológico e desenvolvimento de formulações biocida e repelente contendo extratos e óleos vegetais de espécies da família araceae para o controle de aedes (stegomyia) aegypti (diptera, culicidae)
  • Este projeto tem por objetivo utilizar óleos e extratos vegetais para obtenção de produtos com atividade inseticida. Sendo assim, este estudo visa desenvolver produtos utilizando nanotecnologia para que a estabilidade e eficácia sejam prolongadas. Portanto, obter sistema nanoestrututurado contendo óleo essencial e frações de extratos vegetais das espécies Montrichardia linifera (Arruda) Schott, Montrichardia arborescens (L.) Schott, Pistia stratioides L., Caladium bicolor (Aiton) Vent., Dieffenbachia seguine (Jacq.) Schott e Lemna minor L. da família Araceae e avaliar a atividade biocida e repelente em Aedes aegypti. A região Amazônica, como em todo território brasileiro, existe a ampla necessidade de combater doenças transmitidas por mosquitos e outros vetores. As mais conhecidas são: malária, dengue, chikungunya e zika vírus, que são transmitidas pelo vetor Aedes aegypti, onde são consideradas um dos principais problemas em saúde pública. Necessitando assim, de mecanismos cada vez mais eficiente para o controle deste mosquito, onde pode ser usado a obtenção de produtos nanoestruturados contendo metabólitos de origem vegetal, com tecnologia a baixo custo. Nesse sentindo, esse estudo tem a seguinte pergunta-norteadora: nanoemulsões contendo metabólitos secundários das espécies da família Araceae podem ser aplicadas no controle químico de A. aegypti? Este estudo de natureza experimental e quanti-qualitativo apresenta como hipótese de nulidade (H0): as nanoemulsões preparadas à base de metabólitos secundários das espécies da família Araceae não apresentam atividade inseticida contra A. aegypti; e como hipótese alternativa (H1): as nanoemulsões preparadas à base de metabólitos secundários das espécies da família Araceae apresentam atividade inseticida contra ao A. aegypti. Para resolver este problema, propõe-se a extração de metabólitos secundários de espécies da Família Araceae para obter produtos nanobiotecnológicos com atividades biocida e repelente.
  • Universidade Federal do Amapá - AP - Brasil
  • 05/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Shirley Nakagaki

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • preparação de sólidos catalíticos multifuncionais para transformações catalíticas únicas e/ou sequenciais por meio da imobilização de metaloporfirinas e enzimas em sólidos lamelares
  • A catálise heterogênea empregando metaloporfirinas (MP) vem sendo pesquisada nas últimas décadas, como alternativa para contornar os problemas enfrentados na catálise homogênea empregando esses complexos (falta de robustez das espécies catalíticas nas condições drásticas da reação; reações paralelas envolvendo as espécies catalíticas que possam levar a baixa eficiência da reação e a dificuldade na separação do catalisador para o seu posterior reuso) o que pode tornar o processo catalítico mais interessante e vantajoso para a idealização de produtos tecnológicos. Porém, a seletividade e a alta conversão alcançada na catálise homogênea por MP nem sempre são as mesmas alcançadas na catálise heterogênea e esses são os principais desafios a serem vencidos com o uso de complexos imobilizados. Apesar de todos os avanços nas pesquisas acadêmicas envolvendo MP, a maioria dos relatos se restringe a investigação desses compostos como catalisadores de reações únicas, seja em meio homogêneo seja heterogêneo. Além disso, o relato de catalisadores sólidos multifuncionais envolvendo MP bem como catalisadores capazes de atuar de forma eficiente e seletiva em reações sequenciais é raro. Nos últimos anos nosso grupo de pesquisa vem desenvolvendo catalisadores baseados em MP, principalmente de íons de Fe e de Mn, que foram estudados em processos homogêneos e heterogêneos em reações de oxidação de alcanos, de alcenos e de degradação de corantes orgânicos; sendo investigados mecanismos de reação e diferentes seletividades e atividades, dependendo da substituição na MP e do metal empregado. A heterogenização dessas MP em diferentes sólidos (sílicas, compostos lamelares diversos, vidros porosos, dentre outros) e até mesmo a construção de polímeros de coordenação baseados em blocos porfirínicos, promoveu a obtenção de catalisadores sólidos. A catálise heterogênea possibilitou aos compostos preparados maior tempo de vida do catalisador, sua recuperação do meio de reação e reuso. Além disso, em alguns casos levou a diferentes e inusitadas seletividades. Essa vasta gama de catalisadores, tanto do ponto de vista molecular como da química de materiais, assim como as informações obtidas nos usos catalíticos, aliadas a expertise do grupo na catálise, fizeram com que nosso horizonte pudesse ser ampliado nessa nova proposta de pesquisa. Nesse sentido, no presente projeto pretendemos ampliar e avançar no estudo catalítico e emprego de porfirinas e metaloporfirinas. Diante desse contexto, a proposta aqui apresentada tem como principal objetivo, acreditamos que de forma inédita no país e no exterior, preparar sólidos catalíticos baseados em compostos lamelares da família dos hidróxidos duplos lamelares (HDL) e dos hidroxissais lamelares (HSL) contendo enzimas e diferentes metaloporfirinas sintéticas imobilizadas, visando à utilização desses sólidos como catalisadores em reações únicas e sequenciais. Para tanto o grupo pretende contar com a colaboração de estudantes de graduação e pós-graduação, além de pesquisadores da UFPR especialistas em química de coordenação e preparação e caracterização de compostos lamelares. A imobilização de complexos porfirínicos e enzima em um mesmo sólido suporte e a adequada caracterização dos novos materiais resultantes é um desafio a ser vencido nesse projeto. No entanto, alguns resultados preliminares estimulantes já foram obtidos. Além disso, a investigação da atividade de cada complexo em reação única bem como em reações sequenciais one pot também serão investigadas. Alguns sistemas catalíticos prova-de-conceito são colocados no projeto mas outros poderão ser investigados no seu desenvolvimento. Devido ao ineditismo da proposta quanto aos aspectos científicos e de inovação e ao que tange a qualidade e originalidade do projeto, visto ser uma proposta desafiadora do ponto de vista de estabelecimento de condições ideais e de ferramenta de caracterização dos sólidos preparados; espera-se avanço em relação ao estado da arte da investigação catalítica de moléculas versáteis como são as metaloporfirinas. Sendo assim, as metas que se pretende alcançar com a execução desse trabalho são: - Obter suportes inorgânicos baseados em compostos lamelares das famílias dos hidróxidos duplos lamelares e hidroxissais lamelares para a imobilização de catalisadores envolvendo metaloporfirinas e enzimas. - Obter metaloporfirinas para fins catalíticos a partir de sais de Mn e Sn. - Desenvolver estratégias adequadas à imobilização de mais de uma metaloporfirina e uma enzima em um mesmo sólido lamelar (proposição ideal - Glucose oxidase), para estudar o desempenho catalítico em reações únicas, multifuncionais e sequenciais. A imobilização de enzimas em sólidos lamelares e a manutenção da atividade enzimática bem como a utilização de catalisadores baseados em enzimas em meio não completamente aquoso é uma das metas mais importantes desse trabalho, visto que são escassos os trabalhos catalíticos envolvendo essa família de sólidos. Nossa abordagem é totalmente inédita no país e os relatos internacionais são ainda poucos, o que nos estimula a propor a preparação e a investigação do uso desses sólidos nesse projeto. - Testar sólidos resultantes da imobilização de uma enzima, uma metaloporfirina, uma enzima e uma metaloporfirina e uma enzima e ao menos duas diferentes metaloporfirinas em reações únicas e reações sequenciais. Ressaltamos que a estratégia aqui proposta é original e inédita e desconhecemos o emprego dessa classe de sólidos a qual o projeto se propõe a preparar, em pelo menos três reações que podem vir a ocorrer em sequência dependendo dos catalisadores e condições otimizadas. - Investigar a capacidade de recuperação e re-uso dos sólidos catalíticos preparados. -Desenvolver estudos cinéticos dos processos catalíticos investigados. - Formar recursos humanos com habilidades e expertise em química inorgânica e catálise. - Reportar os resultados alcançados em revistas especializadas e em eventos científico
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-10/05/2023
Foto de perfil

Shirley Silva

Ciências Humanas

Educação
  • estudantes com deficiência no ensino superior: trajetórias de escolarização e produções de subjetividades no contexto da pandemia da covid-19
  • Nos últimos 20 anos, o acesso ao ensino superior no Brasil passou por uma notável ampliação e diversificação. Neste cenário, a permanência e participação de estudantes têm apresentado desafios, cujos sentidos demandam investigação. As pessoas com deficiência representam 0,56% das matrículas no ensino superior. Ao adentrar a universidade, às situações de deficiência como uma diferença social, interseccionadas à raça, gênero e classe, somam-se a fatores estruturais potencializadores de exclusão. Este projeto visa analisar as trajetórias de escolarização e produções de subjetividades de estudantes com deficiência no ensino superior, no contexto da pandemia da Covid-19. Estas questões são ainda pouco exploradas na área de conhecimento específico, o que demonstra a necessidade de pesquisas. Trata-se de uma investigação importante, pois pode fornecer subsídios para o desenvolvimento de tecnologias sociais de acessibilidade de caráter inovador e estratégias de permanência que promovam a qualidade de vida. Se a pandemia tem agudizado desigualdades, cumpre investigar de que modo essas dinâmicas atualizam-se na prática, particularmente junto a pessoas com biografias marcadas por barreiras de acesso. A questão proposta é plausível uma vez que dados quantitativos e o conhecimento tácito das situações de exclusão que as pessoas com deficiência vivenciam no ensino superior indicam a necessidade de perspectivas metodológicas voltadas para a escuta sensível das mesmas. Para se atingir o objetivo proposto a pesquisa visa desenvolver, sob a orientação da instituição executora e em colaboração com 5 universidades-base, distribuídas pelas 5 regiões do país, 3 atividades metodológicas fundamentais de coleta de dados submetidas à análise de conteúdo: (1) pesquisa documental e bibliográfica acerca de políticas educacionais e levantamento de estatísticas das diferentes regiões (Fase I); (2) realização de grupos focais (Fase II); (3) realização de entrevistas em profundidade (Fase II).
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 24/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Sibelli Passini Barbosa Ferrão

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • utilização de extrato vegetal obtido a partir das flores de alcachofra (cynara cardunculus scolymus l.) para produção de queijos e avaliação de sua qualidade
  • A coagulação do leite é uma das etapas mais importantes na fabricação do queijo, envolvendo modificações da micela de caseína pela ação de proteinases específicas. Proteases de fontes vegetais vêm sendo estudadas como coagulantes do leite, e a flor da alcachofra (Cynara Cardunculus var Scolymus l.) possui potencial ação coagulante do leite em substituição a quimosina microbiana. O presente estudo possui como objetivos avaliar a utilização de extrato vegetal obtido das flores de alcachofra (C. cardunculus L.) e seu efeito sobre as características químicas, protéicas e sensoriais de queijo ao longo do processo de maturação. Serão obtidos extratos vegetais a partir das flores maduras da alcahofra (C. scolymus L.) e serão tomados como referência o extrato das flores maduras do cardo (C. cardunculus L.) e coalho microbiano (Aspergillus niger var. Awamori). Após caracterização dos extratos serão elaborados queijos a partir do leite pasteurizado de vaca e ovelha, adicionados de cultura mesofílica (Lactococcus lactis ssp lactis e Lactococcus lactis ssp cremoris), com 3 repetições para cada um dos coagulantes. Os queijos serão armazenados em BOD a 13ºC e armazenados por 30 dias. A qualidade e influência dos coagulantes serão avaliadas comparativamente para sua composição química, propriedades físico-químicas, textura, análise sensorial (Perfil Descritivo Otimizado-PDO, aceitação e intenção de compra), perfil proteico e de peptídeos solúveis em água (SDS-PAGE e RP-HPLC) e avaliação dos grupos funcionais por espectroscopia MIR e NIR nos tempos 0, 10, 20 e 30 dias de maturação. Espera-se obter queijos com qualidade nutricional e tecnológica viáveis a partir do uso de coalho vegetal (C. scolymus L.), tornando-se uma alternativa para produção de queijos com posterior transferência de produção para a indústria.
  • Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - BA - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Sidartha Sória e Silva

Ciências Humanas

Sociologia
  • trabalho como ofício: artífices na profissão médica
  • O projeto propõe analisar um tipo específico de relação entre o indivíduo e sua ocupação profissional – qual seja, aquela pela qual o principal fator motivador para o trabalho reside na busca excessiva pela excelência ou pela perfeição em seu exercício –, elegendo-se, como caso empírico, a categoria profissional médica. Propõe-se identificar e mapear os fatores sociológicos que favorecem o surgimento deste tipo particular de relação com um trabalho ou profissão. Na linha de frente do combate à pandemia de covid-19 se colocaram os profissionais da saúde. Entre estes um subgrupo chamou atenção, por serem motivados não tanto por razões de ordem “altruísta” (bem comum, interesse público) ou “egoísta” (ganhos financeiros), mas por uma relação com o trabalho em que o próprio exercício da atividade parece lhes comprazer. Sobre a atividade do artífice, Richard Sennett observa o fenômeno pelo qual certos indivíduos assumem seu trabalho como ofício, ao que exibem características como a curiosidade metódica, a consciência material e o engajamento contínuo e permanente no aperfeiçoamento da perícia laboral. A importância deste trabalho reside na expectativa de se abrir uma nova abordagem conceitual e analítica na sociologia do trabalho que permita diálogos ativos com a sociologia das profissões, a psicologia do trabalho e a gestão organizacional. A hipótese central é que existe uma categoria de indivíduos – que se destacam em seus campos de atuação a ponto de serem percebidos socialmente como obsessivos e incansáveis em sua dedicação – que possuem uma relação com seu trabalho similar à de artífices em contato com seus ofícios, e que existe uma ordem de fatores (morais, éticos, familiares, educacionais) que condiciona o surgimento deste tipo de relação com o trabalho. A abordagem é qualitativa: após a seleção prévia de informantes prevê-se a realização de entrevistas a partir de questões semiestruturadas que visarão captar dados sobre as variáveis referentes aos fatores citados.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Sidiney Geraldo Alves

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • dinâmica e universalidade em sistemas complexos
  • Nosso grupo tem atuado usando de forma complementar abordagens analítica, computacional e experimental em sistemas complexos. Nessa proposta, pretendemos avançar em três linhas de pesquisa. Na primeira, damos continuidade ao estudo da dinâmica de enrugamento de interfaces e crescimento de agregados. Estamos interessados em problemas associados a caracterização da classe de universalidade de modelos discretos tradicionais e a investigações associadas a problemas de eletrodeposição. A investigação de sistemas que apresentam transição de fase para estados absorventes é abordada na segunda linha. Aqui, continuamos trabalhos usando modelagem computacional e teoria de campo médio para observar o efeito da introdução de desordem em modelos tradicionais. Finalmente, na terceira linha, estamos interessados no estudo da dinâmica de forrageamento e facilitação social em cupins. Com forte caráter interdisciplinar, combinamos análise e modelagem tradicionalmente utilizadas na física estatística a experimentos com grupos de cupins confinados para estudar a emergência de comportamentos complexos.
  • Universidade Federal de São João Del-Rei - MG - Brasil
  • 03/03/2022-31/03/2025