Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Roberta Guimarães Corrêa

Ciências Humanas

Educação
  • ensino de química a partir da integração de abordagens promissoras: aprendizagem baseada em problemas e projetos e ensino fundamentado em modelagem
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 12/08/2019-31/12/2021
Foto de perfil

Roberta Lane de Oliveira Silva

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • perfil transcricional e edição genômica de genes de defesa em videira infectada por xanthomonas citri pv. viticola
  • Análises globais da expressão gênica, ou estudos de transcriptômica, têm contribuído para o esclarecimento de processos biológicos complexos e aumentado à compreensão de redes regulatórias associadas à adaptação e tolerância aos diversos tipos de estresses. A partir da infinidade de dados advindos dessas tecnologias, foi possível esclarecer aspectos importantes no que se refere à modulação de redes regulatórias e vias metabólicas relacionadas às respostas da planta a estresses. Com os custos do sequenciamento em larga escala reduzidos, a combinação de técnicas de transcriptômica às novas plataformas de sequenciamento têm sido favorecida e estudos mais aprimorados envolvendo expressão gênica diferencial tem sido desenvolvidos em várias espécies agronomicamente importantes. No entanto, não há iniciativas desse tipo envolvendo a cultura da videira na região Nordeste, apesar de sua grande importância na região do Vale do São Francisco em Pernambuco. Dessa forma, o presente projeto tem como objetivo identificar genes de defesa (pertencentes às famílias R, PR e Fatores de Transcrição) diferencialmente expressos em duas cultivares de Vitis infectadas com Xanthomonas citri pv. viticola avaliando características estruturais, funcionais e padrões de expressão. Para tanto, serão realizadas análises in silico a partir de diversas ferramentas de bioinformática com o intuito de selecionar e caracterizar genes de interesse para validação por PCR em tempo real (RT-qPCR). Ao final do projeto, pretende-se gerar um banco curado com sequências candidatas a genes responsáveis pelo processo de defesa da planta, bem como um banco de sequências diferencialmente expressas em videira, refletindo as diferentes respostas das cultivares frente ao estresse aplicado. Tais informações fornecerão dados relevantes para as famílias gênicas citadas e permitirá a caracterização e validação de genes promissores visando o desenvolvimento de marcadores funcionais para uso em programas de melhoramento da cultura.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Roberta Mary Vidotti

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • arcabouço tectônico e superfície curie da bacia dos parecis
  • A bacia dos Parecis é considerada fronteira exploratória por apresentar geologia complexa, com necessidade de aquisição de novos dados e os dados existentes ainda não terem sido totalmente explorados. Acrescenta-se ainda a disponibilidade de novos dados geofísicos e geológicos. A interpretação dos dados geofísicos de gravimetria e magnetometria e sua integração com dados geológicos de superfície e poços, além de dados de sísmica 2D, podem trazer informações regionais importantes para a indústria do Petróleo e exploração mineral. O objetivo deste projeto é a proposição e refinamento de um modelo geológico e tectônico da bacia dos Parecis, gerar informações termais que indiquem regiões potenciais para maturação de petróleo e a relação do embasamento da bacia com o Cráton Amazonas. A magnetometria e a gravimetria serão os principais métodos utilizados para distinguir os contrastes físicos relacionados às feições geológicas da área de estudos. A bacia dos Parecis é recoberta por dados de gravimetria aérea e terrestre, a maior parte destes dados foram adquiridos na década de 1990. Entre 2009 e 2011 a ANP adquiriu dados de gravimetria terrestre ao longo de 11 perfis sísmicos 2D, todos estes dados estão disponíveis. A bacia também é recoberta por dados de magnetometria aérea adquiridos por diversas instituições nacionais. Parte dos dados disponíveis, entre os anos de 1995 e 2008, já foram integrados para a geração de mapas de anomalias magnéticas, novos dados que recobrem as regiões adjacentes às bordas da bacia serão integrados para permitir a melhor interpretação do arcabouço tectônico estrutural da bacia e suas relações com o cráton Amazonas. Ao final deste Projeto de Pesquisa pretende-se contribuir com o avanço do conhecimento sobre o arcabouço e evolução tectônica da bacia dos Parecis, prover informações sobre a estrutura termal da crosta, e a correlação do embasamento da bacia dos Parecis com o Cráton Amazonas. Por meio da geração dos seguintes produtos finais: i) Mapa do arcabouço tectônico da bacia com base em interpretação de dados geofísicos de gravimetria e magnetometria; ii) Mapa de domínios crustais subjacente à bacia e sua correlação com o as Províncias tectônicas do Cráton Amazonas; iii) Mapa de profundidade do embasamento da bacia dos Parecis gerado a partir do método Tilt Depth; iv) Modelo de estrutura termal da crosta com base na superfície Curie; v) Modelo geológico com base em modelagem direta 2D ou 2,5D de gravimetria e magnetometria.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2021
Foto de perfil

Roberta Paulert

Outra

Divulgação Científica
  • 9ª feira de ciência e tecnologia do município de palotina - pr (9ª fecitec)
  • A Feira de Ciência e Tecnologia de Palotina (FECITEC) tem abrangência municipal e é organizada pela Universidade Federal do Paraná para valorizar a produção científica em todas as escolas do município através da apresentação de experimentos. Não se trata de uma Feira escolar, mas sim de uma Feira municipal organizada pela Universidade com o apoio da Secretaria de Educação do município de Palotina; envolvendo todas as escolas e colégios da cidade há oito anos. O objetivo da Feira é incentivar o trabalho em grupo para colocar as ideias criativas e inovadoras em prática, proporcionando aos vencedores a participação em outras Feiras nacionais ou internacionais e bolsas de IC Jr para o desenvolvimento de projetos de pequisa nos laboratórios da Universidade. A educação em ciência e tecnologia favorece a interação da pesquisa com extensão, interdisciplinaridade e amplia a capacidade comunicativa. A FECITEC possui papel social e educacional importante; se consolida como uma importante oportunidade de incentivar a desenvoltura e criatividade em trabalhos interdisciplinares nas áreas de inovação, empreendedorismo, meio ambiente e sustentabilidade, química, física, biologia, matemática e de ciências humanas. A Feira propõe a apresentação de aproximadamente 70 projetos científicos de estudantes (organizados em equipes) do ensino fundamental, ensino médio e ensino técnico de escolas públicas e particulares do município de Palotina/PR. Será dada prioridade e mais atenção na sensibilização e desenvolvimento dos projetos das escolas públicas nas áreas temáticas e uma sessão especial (mini mostra) de projetos prioritariamente elaborados por meninas nas áreas de: a) minifoguetes e b) astronomia. Desde a sua criação em 2011, a Feira busca disseminar a participação ativa dos alunos no seu processo de formação dando ênfase ao pequeno cientista. Estimula projetos de pesquisa nas escolas que tornam possível a visualização de soluções para a carência de inovação e desenvolvimento tecnológico. A Feira é uma maneira de favorecer a comunicação entre a comunidade, escola e a universidade contribuindo para interações sociais. De outro lado, podemos destacar os benefícios que traz para o universo acadêmico porque busca-se à inserção social e educacional do Setor Palotina da UFPR na região Oeste do PR, promovendo a integração científica, social e cultural entre a comunidade acadêmica e a população. As atividades constituem um enriquecimento dos discentes contemplando à integração entre ensino, pesquisa e extensão universitária com caráter interdisciplinar em relação às áreas do conhecimento. Há anos, a FECITEC é afiliada à FEBRACE (nacional) e à FICIENCIAS (estadual), recebeu credenciais para a FEROCIT (Rondônia), MOSTRA CLAK (Rio Grande do Sul) e já enviou projetos para as Feiras Internacionais em Londres (LYSF), Portugal, Peru (EUREKA) e Colômbia; destacando assim a qualidade dos projetos desenvolvidos em uma pequena cidade do interior. A Feira está proposta para ocorrer no segundo semestre letivo no Setor Palotina da UFPR e diversas ações de sensibilização e divulgação serão realizadas. Assim, ciência, tecnologia e inovação são assuntos que andam fervilhando na cabeça de crianças e adolescentes de Palotina e espera-se 3.000 visitantes. O mais importante não é competir, mas expor os trabalhos em espaços para aprender e ensinar.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 04/12/2018-31/12/2020
Foto de perfil

Roberto Arnaldo Trancoso Gomes

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • análise da modelagem matemática na definição de áreas susceptíveis a inundação no distrito federal (brasil)
  • Processos de inundação são fenômenos que causam perdas de vidas e grandes prejuízos financeiros. Estima-se que em todo o mundo mais de 1 bilhão de pessoas foram afetadas por inundações, além de prejuízos na infraestrutura básica, atividades agrícolas, impactos em centros históricos e ecossistemas terrestres. Seu desenvolvimento está normalmente correlacionado a eventos de chuva concentrados. Estes eventos quando ocorridos em áreas impermeabilizadas tendem a ter um impacto maior na área. Deste modo, desenvolver metodologias para gestão de riscos de inundações é de grande importância pois essas poderão minimizar os riscos das populações que estão em áreas susceptíveis, além de diminuir prejuízos causados por estas inundações. Diversas têm sido as metodologias para a gestão de risco de inundações. As que mais tem tido sucesso são as metodologias que utilizam modelos matemáticos em bases físicas para simular a possível ocorrência das inundações em uma certa área. Estas metodologias utilizam os sistemas de informação geográfica para desenvolver mapas identificando quais as áreas mais susceptíveis. O uso de modelos para simulação deste tipo de evento ajuda a entender melhor o fenômeno e permite que hipóteses sejam testadas. Estas metodologias podem ser dividas basicamente em 3 tipos: modelagens em uma dimensão, modelagens em 2 dimensões e, modelagens em 3 dimensões. Os modelos uni-dimensionais são modelos que trabalham muito bem em áreas com os rios bem encaixados e em seções específicas. Os modelos tri-dimensionais são modelos mais complexos que tentam modelar o máximo de variáveis que podem interferir na ocorrência de uma inundação. No entanto, devido à complexidade destes modelos, programação específica, a necessidade de muitas variáveis e alta performance no seu processamento, estes são de difícil aplicação. Já os modelos bi-dimensionais são modelos que tentam utilizar uma quantidade considerável de variáveis para a simulação utilizando o espaço bi-dimensional (dimensão X e Y) que a inundação pode ocorrer. Alguns destes modelos projetam não somente a área atingida, mas também a velocidade e altura que a inundação chegou naquele ponto, podendo incluir estruturas físicas na modelagem (como, prédios, ruas e bueiros). Deste modo, é possível projetar as principais áreas a serem atingidas, como também o impacto que estas poderão ter.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Roberto Caldas de Andrade Pinto

Engenharias

Engenharia Civil
  • avaliação da qualidade do preenchimento de fissuras utilizando o método de difusão da energia de ondas ultrassônicasutilização do método de difusão da energia de ondas ultrassônicas na avaliação da qualidade do preenchimento de fissuras e perda de rigidez
  • O ultrassom é um ensaio não destrutivo de fácil utilização e bem difundido na área de tecnologia de concreto armado. O parâmetro mais utilizado é a velocidade de pulso ultrassônico (VPU). Sua utilização na avaliação da qualidade do preenchimento de fissuras no concreto indica que a VPU não é capaz de detectar o pleno preenchimento com epóxi, assim como não é possível avaliar a perda de rigidez em vigas submetidas a flexão. Há necessidade de se analisar a intensidade do sinal ultrassônico. Por outro lado, o transporte da energia ultrassônica é influenciado e sensível à presença de vazios no concreto e uma análise do formato da onda considerando as teorias de difusão tem grande potencial para a determinação da qualidade de preenchimento e estado de rigidez. A proposta deste projeto de pesquisa é avaliar os parâmetros de difusividade e dissipação da onda ultrassônica e suas relações com o percentual de preenchimento de fissuras e rigidez de peças de concreto armado.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Roberto Carlos Klann

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • influência da cultura nacional sobre a qualidade da informação contábil
  • Os estudos sobre qualidade da informação contábil nas últimas décadas têm focado em seus fatores determinantes e nas suas consequências. No entanto, são poucos que procuram investigar esse problema de modo amplo, pesquisando de maneira conjunta a influência das normas e dos incentivos sobre a qualidade da informação contábil. A partir do estudo de Gray (1988), aspectos culturais também passaram a ser discutidos em relação às características de qualidade da informação contábil. De maneira geral, os estudos sobre cultura nacional têm se preocupado com impactos da cultura nacional presente em empresas de diferentes países sobre diversos aspectos, como desempenho, negociações de fusões e aquisições e, especificamente relacionado a este projeto de pesquisa, a qualidade da informação contábil. Por exemplo, estudos que tratam da influência da cultura nacional sobre as práticas de gerenciamento de resultados (GR) têm utilizado respondentes de diferentes países (GEIGER et al., 2006). Doupnick (2008) afirma que as práticas de GR podem ser influenciadas por fatores institucionais dos países, que funcionariam como mecanismos de mitigação de tal prática. Por outro lado, pode ser influenciado também por incentivos econômicos, os quais podem variar de país para país. Assim, esta variação nos incentivos, avaliada pela cultura nacional, ajudaria a explicar variações nas práticas de GR entre os países. Zhang, Liang e Sun (2013) analisaram empresas de 41 países e encontram fortes evidências da influência da cultura nacional, juntamente com regras legais e cumprimento das leis, como fator determinante das práticas de GR. Com o crescimento dos estudos sobre cultura nacional, diversas formas de se analisar a cultura de uma organização foram criadas. Machado e Carvalho (2008) apresentam algumas dessas formas, a que chamam de tipologias culturais. As autoras citam os estudos de Handy (1978), Quinn e Mcgrath (1985), Schneider (1996), Trompenaars (1994) e Hofstede (1991). No entanto, para fins de desenvolvimento deste projeto, optou-se por utilizar a tipologia proposta por Hofstede (1980, 1991), que adota uma metodologia quantitativa de análise da cultura nacional. Hofstede (1980, 1991) fez uma pesquisa em uma grande multinacional, abrangendo a resposta a um questionário de 150 questões em 40 filiais dispostas em diferentes países, com o objetivo de descobrir semelhanças e diferenças culturais entre nações. Chamado Estudo IBM, compreendeu a análise de quatro índices culturais, por meio de entrevistas realizadas com funcionários da empresa, classificadas em: distância hierárquica (distância do poder), grau de controle da incerteza, grau de individualismo ou coletivismo e características culturais femininas ou masculinas. A dimensão “distância hierárquica” é a medida do quanto os membros menos poderosos de uma civilização aceitam e esperam distribuição desigual de poder na sociedade. A segunda dimensão foi o grau de controle da incerteza, que trata da extensão da ansiedade e inquietação que as pessoas sentem ao encarar situações inesperadas ou incertas. A terceira dimensão cultural analisada por Hofstede (1980) foi o grau de individualismo ou coletivismo. Trata-se de uma medida do quanto os membros de uma sociedade são responsáveis pelos que estão à sua volta. A quarta dimensão de Hofstede (1980) está relacionada a características culturais femininas ou masculinas. É uma medida do quanto as tarefas e características femininas são compartilhadas pelos homens de uma sociedade. A quinta categoria, incluída pelo estudo de Hofstede (1991), refere-se à orientação de curto ou longo prazo e é marcada principalmente por ser uma dimensão que compreende características econômicas. A última dimensão cultural de Hofstede (2011) se refere à tendência de uma sociedade em ser mais indulgente ou restritiva. Uma nação mais indulgente é mais tolerante, permissiva, tende a apoiar atividades que visam o lazer, a aproveitar a vida e a se divertir. Com base no exposto, o presente projeto de pesquisa se propõe a fazer uma análise sobre o problema, considerando diversas variáveis de normas e incentivos que podem afetar a qualidade contábil, e como todos esses fatores são afetados pela cultura nacional. O objetivo deste projeto é avaliar o efeito moderador da cultura nacional na relação entre normas e incentivos com a qualidade das informações contábeis reportadas pelas organizações. Para tal, se prevê a realização de pesquisas descritivas, do tipo documental e de levantamento, com abordagem quantitativa, envolvendo empresas de países do G-20. O tratamento estatístico dos dados envolverá desde análises mais simples, como estatística descritiva e análise de correlação, até procedimentos mais complexos, como regressão linear múltipla, regressão de dados em painel e Modelos hierárquicos ou multiníveis. Em relação às normas, incentivos e qualidade da informação contábil, os dados serão coletados em base de dados, como a Thomson Reuters Eikon. Para os dados sobre a cultura serão coletados os scores de cultura nacional do website de Hofstede. Serão utilizadas no projeto diversas medidas de qualidade da informação contábil, como qualidade dos accruals, persistência, previsibilidade e suavização dos lucros, gerenciamento de resultados por accruals e por atividades reais, além do conservadorismo. Com os resultados deste estudo espera-se contribuir para o entendimento de como os fatores culturais presentes nas empresas podem afetar as políticas contábeis. Tais resultados podem contribuir para que normatizadores e legisladores aperfeiçoem as normas contábeis, tanto locais quanto as internacionais emitidas pelo IASB. A análise das consequências para o mercado e para o desempenho das empresas oriundas da influência das diferentes culturas, normas e incentivos sobre a qualidade da informação contábil pode auxiliar investidores, credores e demais stakeholders a criar mecanismos que possam auxiliá-los em suas tomadas de decisões.
  • Fundação Universidade Regional de Blumenau - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Roberto Carvalheiro

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • arquitetura genética de características funcionais em bovinos da raça nelore
  • Diversos programas de melhoramento genético de bovinos de corte no Brasil têm obtido êxito em promover o progresso genético dos rebanhos. Um dos grandes impulsionadores de tais programas foi a instituição do Certificado Especial de Identificação e Produção (CEIP), outorgado pelo Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA, 1995). Em programas de melhoramento autorizados a emitir CEIP, entre 20% a 30% dos melhores animais de cada safra se tornam candidatos a receber este certificado. Após a etapa de avaliação genética, os animais candidatos ao CEIP passam por uma inspeção final, que contempla diferentes quesitos morfológicos e funcionais. A identificação de problemas para um destes quesitos pode determinar a desclassificação de um candidato, impedindo-o de receber o CEIP. Em alguns rebanhos, uma importante parcela dos animais candidatos acaba não recebendo este certificado em virtude da incidência destes problemas, os quais serão referidos neste projeto como "características desclassificantes". Despigmentação, hipoplasia testicular, prepúcio penduloso ou com prolapso e problemas de aprumo figuram dentre as principais características desclassificantes. Além de perdas econômicas resultantes da desclassificação de animais candidatos ao CEIP, as características desclassificantes implicam em problemas funcionais, que podem impactar negativamente no desempenho dos animais portadores, de modo que a redução de sua incidência nos rebanhos também poderia contribuir para o aumento da eficiência de produção de carne. O presente projeto foi elaborado visando gerar conhecimento que possa auxiliar na definição de estratégias de seleção e acasalamento para reduzir a incidência de características desclassificantes, em programas de melhoramento da raça Nelore, pela identificação de marcadores e genes candidatos associados com a expressão de tais características. Para isso, serão utilizadas informações da base de dados Aliança Nelore, que contem fenótipos de aproximadamente cem mil animais avaliados para as características desclassificantes, além de conter dados genotípicos de aproximadamente quinze mil animais genotipados com painéis de marcadores de média a alta densidade. Os genótipos dos animais serão imputados para a sequência, utilizando como população referência para imputação em torno de 250 touros Nelore com o genoma sequenciado. Estudos de associação genômica ampla serão conduzidos para identificar regiões e genes candidatos associados com as características desclassificantes. Animais apresentando problemas de aprumo, despigmentação, prepúcio penduloso e hipoplasia testicular terão o seu genoma sequenciado para auxiliar a refinar a busca por mutações causais, por meio de estudos genômicos comparativos do tipo “caso x controle”. Os resultados do presente projeto deverão gerar conhecimento que permitirá aprimorar os processos de seleção e acasalamento nos programas de melhoramento genético da raça Nelore, impactando positivamente a eficiência e competitividade do setor de produção de carne bovina, que se constitui numa importante fonte de alimento, emprego e renda para o Brasil.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Roberto César Pereira Lima Júnior

Ciências Biológicas

Farmacologia
  • papel das enzimas fosfoinositol 3-quinase de classe i na mucosite intestinal induzida por irinotecano
  • O câncer colorretal (CCR) é uma das neoplasias mais prevalentes em todo o mundo, sendo uma das principais causas de óbito por câncer. Dentre as drogas utilizadas como primeira linha no tratamento do CCR e do CCR metastático, o irinotecano apresenta destaque pelo impacto sobre o aumento da sobrevida dos pacientes. Contudo, o surgimento de efeitos colaterais associados a esse fármaco, como a mucosite intestinal, a qual pode atingir até 80% dos pacientes, sendo grave em 25% destes, tem impactado negativamente no curso terapêutico oncológico, observando-se atrasos nos ciclos subsequentes de quimioterapia, redução de doses e, por vezes, interrupção do tratamento. Nosso laboratório tem investigado nos últimos 20 anos os mecanismos e mediadores inflamatórios envolvidos na patogênese da mucosite oral e intestinal induzida diferencialmente por diversos quimioterápicos, tais como metotrexato, irinotecano e 5-fluoruracil, e na mucosite oral induzida pela radioterapia. A identificação de pacientes com os primeiros sinais de mucosite grave é altamente desejável, mas não há meios para tratar especificamente a doença e o manejo clínico continua sendo sintomático e um desafio devido aos mecanismos não completamente conhecidos. O estudo dos mecanismos moleculares subjacentes levou à identificação de novos alvos potenciais. Tem sido sugerido, inclusive com nossa participação, que a mucosite intestinal resulta da interação sequencial da agressão quimioterápica ao epitélio, favorecendo a liberação de citocinas (TNF-alfa, IL-1beta, KC, IL-18 e IL-33) e ativação de enzimas pró-inflamatórias, incluindo a ciclooxigenase-2 (COX-2) e óxido nítrico sintase induzida (iNOS). Devido à consequente ruptura da barreira da mucosa, infecções locais e sistêmicas podem se desenvolver. Isso representa um fator de risco significativo para bacteremia e translocação bacteriana para órgãos periféricos, resultando na ativação de receptores toll-like (TLR) tipo 2 e 9 e da proteína adaptadora MyD88. Em conjunto, esses mecanismos contribuem para o desenvolvimento da diarreia, inflamação e dano intestinal. Dados ainda não publicados de nosso laboratório indicam que o metabólito ativo do irinotecano, o SN-38, atua como antagonista competitivo reversível de receptores TLR4, levando ao agravo da mucosite e aumento da mortalidade de animais. De forma interessante, as enzimas fosfatidilinositol 3-quinase (PI3K) têm sido descritas como importantes moléculas de sinalização de receptores da família TLR/IL-1R. Curiosamente, as isoformas de PI3K foram descritas como sinalizadoras chave em várias doenças inflamatórias, com um papel crítico desempenhado principalmente pelas isoformas PI3Kδ e PI3Kγ. Estudos genéticos e farmacológicos têm descrito a PI3Kγ e a PI3Kδ como reguladoras da imunidade inata e adaptativa, respectivamente, mas um certo grau de redundância pode ser observada. Não obstante, os inibidores seletivos e pan-inibidores de PI3K têm sido explorados em ensaios clínicos e alguns efeitos adversos gastrointestinais, como diarreia, são descritos, de forma análoga ao observado para os inibidores de mTOR, uma molécula regulada pela PI3K. No entanto, o papel das isoformas de PI3K na mucosite intestinal ainda é incerto. Desta forma, o presente projeto objetiva: 1) Verificar se os inibidores específicos de PI3K de classe I previnem ou potencializam a mucosite intestinal; 2) Investigar o papel dos inibidores de PI3K na polarização de linfócitos regulados por citocinas cujo envolvimento já foi descrito para a mucosite; 3) Analisar se a co-administração de inibidores de PI3K e de irinotecano interfere com o efeito antitumoral do irinotecano; 4) Investigar se a quimiotaxia de neutrófilos é modulada pela co-incubação celular com inibidores de PI3K e SN-38. O conhecimento gerado com este estudo abre grandes perspectivas para um melhor manejo clínico da mucosite intestinal, permitindo uma melhora significativa da qualidade de vida dos pacientes acometidos, evitando a redução das doses dos quimioterápicos e a interrupção temporária ou definitiva do tratamento. Adicionalmente, o mesmo contribuirá para a internacionalização do grupo de pesquisa brasileiro por meio da cooperação científica com o grupo colaborador italiano, bem como para a formação de recursos humanos, tendo em vista a importante participação dos estudantes de pós-graduação e iniciação científica neste projeto.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Roberto Cid Fernandes Junior

Ciências Exatas e da Terra

Astronomia
  • mapeando estrelas e gás em galáxias
  • Levantamentos em grande escala, sejam de estrelas ou galáxias, fotométricos ou espectroscópicos, mudaram radicalmente o panorama da pesquisa em astrofísica desde a virada do milênio. O grupo da UFSC tem tido atuação destacada nesse novo paradigma, desde nossos primeiros trabalhos com espectros de galáxias do SDSS, há cerca de uma década, até estudos com espectroscopia de campo integral no bojo do projeto CALIFA. Combinando técnicas de síntese espectral de populações estelares com a análise da emissão nebular alcançamos uma série de resultados valiosos para a compreensão da evolução de galáxias e suas estruturas. Mais recentemente a equipe passou também a trabalhar com levantamentos fotométricos de estrelas na Via Láctea, em projetos como o VVV-survey. Neste projeto visamos prover condições adequadas para a continuação e expansão desses estudos. Os recursos serão direcionados para atualização de recursos computacionais e promoção de intercâmbios científicos com colaboradores em grandes projetos internacionais dos quais participamos.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022